Processos Metalúrgicos de Fabricação – Lab.

23/10

SOLDAGEM COM ARAME TUBULAR A Soldagem a Arco com Eletrodo Tubular (FCAW) é um processo no qual a coalescência dos metais é obtida pelo aquecimento destes por um arco entre um eletrodo tubular contínuo e a peça.

1

Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula

O eletrodo tubular apresenta internamente um fluxo que desempenha funções similares ao

resvestimento do eletrodo em SMAW, isto é, estabilização do arco, ajuste de composição da

solda, proteção

2

Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula

A figura abaixo mostra a seção transversal de um arame tubular observada no
microscópio eletrônico de varredura
3

porém a proteção da poça de solda provém dos gases e escória gerados pelo fluxo que se encontra no interior do eletrodo tubular 4 .Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula É um processo semelhante ao MIG/MAG.

Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula 5 .

desnitretantes e elementos de liga. desoxidantes. estabilizadores de arco. Este processo também pode utilizar uma fonte suplementar de gás semelhante à dos processos MIG/MAG.Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula O fluxo é composto por um fundente que contém elementos formadores de escória. 6 .

•Estabilizar o arco. através do pó de ferro.Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula Funções do fluxo •Desoxidar o metal de solda. •Aumentar a taxa de deposição. •Formar escória e gás de proteção produzido pela decomposição de alguns dos seus compostos. 7 . •Transferir elementos de liga. •Estabelecer uma conveniente geometria para o cordão.

•processo facilmente mecanizado. •alta taxa de deposição devido à alta densidade de corrente.Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula vantagens •alta qualidade do metal de solda depositado. •excelente aparência. 8 .

9 . •menor necessidade de limpeza se comparado aos processos MIG/MAG e •velocidades de soldagem relativamente altas.Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula vantagens •distorção reduzida quando comparada ao processo com eletrodo revestido.

10 .Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula Limitações •processo é limitado a ligas ferrosas. • a escória produzida deve ser removida e •ocorre alta produção de gases que devem ser removidos do ambiente de trabalho por sistemas de exaustão. •o eletrodo tubular tem maior custo que o sólido.

11 . somente a escória e os gases produzidos pela decomposição de alguns dos seus elementos protegem o metal de solda da atmosfera (principalmente de O2 e N2).Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula Processo Para soldar com eletrodo tubular existem duas opções básicas: modo autoprotegido.

também com oxigênio.Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula Processo Modo que utiliza um gás de proteção adicional. 12 . geralmente CO2 puro. algumas vezes. ou misturas desse gás com argônio e.

quando comparado com aquele que utiliza CO2 como gás auxiliar 13 .Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula Com eletrodo tubular autoprotegido a penetração é normalmente reduzida.

14 . as propriedades mecânicas do metal de solda.Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula Apesar do custo adicional. reduzindo o custo total final. pois aumenta muito a tolerância do processo e. o método com gás auxiliar de proteção é utilizado com frequência.

Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula Os eletrodos tubulares são feitos de um tubo metálico preenchido com uma mistura de pó. 15 .

ou minerais similares àqueles usados para o revestimento de eletrodos revestidos. com elementos de liga e alguns desoxidantes gerando um eletrodo tubular metálico. gerando um eletrodo tubular com fluxo 16 .Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula Enchimento do núcleo pó de ferro.

Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula A corrente de soldagem é a principal responsável pela penetração. 17 . Esse é o parâmetro que determina a velocidade de alimentação do arame. determina o modo de transferência e a taxa de deposição.

•alto nível de salpico e contaminação do metal de solda por nitrogênio do ar ambiente 18 . •muito baixa resulta em grandes gotas sendo transferidas.Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula •excessiva intensidade de corrente produz um cordão convexo.

como no Arco Submerso 19 . requer uma fonte de energia com maior capacidade de corrente.Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula a soldagem pode ser automática ou semi-automática como no MIG/MAG.

Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula No FCAW o metal de solda resfria lentamente fornecendo à solda. boa ductilidade e propriedades mecânicas 20 .

indústria naval. construção petróleo fabricação de componentes e estruturas de aço-carbono. aços baixa liga e aços inoxidáveis 21 de plataformas de exploração de .Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula Aplicação indústria nuclear.

Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula SOLDAGEM POR ARCO SUBMERSO A Soldagem ao Arco Submerso SAW .é um processo no qual a coalescência dos metais é produzida pelo aquecimento destes com um arco estabelecido entre um eletrodo metálico contínuo e a peça. 22 .

Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula O arco é protegido por uma camada de material fusível granulado (fluxo) que é colocado sobre a peça enquanto o eletrodo. na forma de arame. é alimentado continuamente 23 .

posteriormente. protegendo o arco e a poça de fusão e formando. 24 .Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula O fluxo na região próxima ao arco é fundido. uma camada sólida de escória sobre o cordão.

ele não é visível. 25 .Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula Como o arco ocorre sob a camada de fluxo. daí o nome do processo.

26 .Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula Função do fluxo • estabilizar o arco •desempenhar uma função purificadora sobre o metal fundido •adicionar elementos de liga no metal de solda. • desoxidar e retirar impurezas do metal fundido através de reações químicas.

27 . na fabricação de tubulações e na deposição de camadas de revestimento tanto na fabricação como na recuperação de peças desgastadas.Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula Este processo é muito usado na soldagem de estruturas de aço.

Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula O SAW é amplamente reconhecido como um processo de soldagem altamente produtivo. apresentando as seguintes vantagens e limitações: 28 .

Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula 29 .

Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula A produtividade do processo SAW pode ser aumentada: •Utilizando dois eletrodos paralelos alimentados através do mesmo bico de contato e conectados à mesma fonte de soldagem (“twin arc”). 30 .

Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula -eletrodos são de diâmetro pequeno. mas devido às maiores densidades de corrente em cada eletrodo. Com a técnica de multieletrodos. a taxa total de fusão é maior do que se um eletrodo simples fosse utilizado. os eletrodos deverão fundir na mesma poça de solda 31 .

Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula Pelo sistema “tandem” (eletrodos paralelos). 32 . onde dois ou até quatro eletrodos são colocados um após o outro e cada eletrodo é conectado a uma fonte de soldagem.

que é alimentado através de uma unidade separada A soldagem a arco submerso convencional utiliza entre 10-20% da energia do arco disponível na fusão do metal de adição a principal característica da adição de pó metálico é melhorar a eficiência de deposição. utilizando o excesso de calor disponível na poça de solda. 33 .Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula Pela adição de pó de ferro.

alguma energia é necessária para aquecer e fundir o pó de ferro o ciclo térmico do processo é alterado. afeta a microestrutura e as propriedades tanto da solda metálica quanto da zona termicamente afetada 34 . um material frio não fundido é adicionado à poça de solda.Processos Metalúrgicos de Fabricação – LabAula Com a adição de pó de ferro.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful