1

E-book

Coletâneas – Volume 01 Autres Dimensions

Edição do ebook: André MA www.mestresascensos.com Colaboração de Anthonio e Thaís: minhamestria.blogspot.com

2

Sumário Automático
Obs. Ao clicar em um determinado tema, é levado para a página correspondente.

COLETÂNEA SOBRE O TEMA RELIGIÃO ................................................................... 4 COLETÂNEA: "A NOITE ESCURA DA ALMA" E O "FACE A FACE" ......................... 8 COLETÂNEA: O JURAMENTO E A PROMESSA ........................................................ 15 COLETÂNEA: VONTADE DE BEM ............................................................................... 28 COLETÂNEA: O DIA EM QUE A TERRA IRÁ PARAR ................................................ 38 COLETÂNEA: VIBRAÇÃO DA PALAVRA FONTE ...................................................... 40 COLETÂNEA: VIDAS PASSADAS ............................................................................... 45 COLETÂNEA SOBRE O DINHEIRO (O SISTEMA ECONÔMICO VAI DESABAR) .... 54 COLETÂNEA: SEGUNDO SOL..................................................................................... 64 COLETÂNEA: O FIM DOS TEMPOS É PARA AGORA .............................................. 70 COLETÂNEA: A ILUSÃO DO LIVRE ARBÍTRIO ......................................................... 74 COLETÂNEA: DÚVIDAS = MENTAL EM AÇÃO .......................................................... 80 COLETÂNEA: A INTELIGÊNCIA DA LUZ ................................................................... 93 OS ÚLTIMOS SERÃO OS PRIMEIROS, E OS PRIMEIROS SERÃO OS ÚLTIMOS .... 98 COLETÂNEA SOBRE A FAMÍLIA .............................................................................. 108 DEIXEM QUE OS MORTOS ENTERREM OS MORTOS ............................................ 121 SE VOCÊS TÊM MEDO, É PORQUE NÃO ESTÃO NO CORAÇÃO .......................... 129 COLETÂNEA: O PRESENTE DO SILÊNCIO .............................................................. 134 TRANSCENDENDO AS CRENÇAS E OS APEGOS .................................................. 150 COLETÂNEA: A LUZ VOMITA OS TÉPIDOS ............................................................. 157 COLETÂNEA SOBRE A DISSOLUÇÃO DO PLANO ASTRAL ................................. 164 EXTRATOS SOBRE A IONOSFERA .......................................................................... 166 A VIBRAÇÃO DA PALAVRA "DEUS" NÃO É LUZ .................................................... 170 COLETÂNEA SOBRE VIAGEM ASTRAL ................................................................... 173 BURACO NEGRO, EU VOU + COLETÂNEA SOBRE O BURACO NEGRO ............ 176 COLETÂNEA SOBRE ALMAS GÊMEAS - AUTRES DIMENSIONS .......................... 183

3

COLETÂNEA: OS 4 PILARES - HUMILDADE (1) ..................................................... 192 COLETÂNEA: OS 4 PILARES DO CORAÇÃO - SIMPLICIDADE (2) ....................... 200 COLETÂNEA: OS 4 PILARES DO CORAÇÃO - TRANSPARÊNCIA (3) ................... 209 COLETÂNEA: OS 4 PILARES DO CORAÇÃO - INFÂNCIA (4) ................................ 219 ESPECIAL DIA DAS CRIANÇAS ................................................................................ 228 COLETÂNEA SOBRE OS ANIMAIS ........................................................................... 230

4

Coletânea sobre o tema Religião - Autres Dimensions

Questão: o que é das religiões?
A religião, qualquer que seja, foi destinada a cortar o homem, contrariamente à acepção primeira da palavra, a cortar o homem do Pai. Porque se vocês tomam intermediários, é como se… como explicar isso de maneira simples? É como se, todas as manhãs, você abrisse sua janela para ver a Luz, e, depois, um dia, alguém lhe diz: «permaneça na cama, vou acender a Luz para você». E você vai ficar contente. Outro dia ele vai dizer: «não vale a pena abrir os olhos, a Luz está aí, você sabe que ela está aí, isso lhe basta. Eu abri a janela e você sente a Luz do sol». E depois ele vai levá-lo assim cada vez mais distante da realidade da Luz. E você vai crer ainda que ele vai falar à Luz por você e você entra então no golpe criado por um intercessor idiota que vai tomar sua liberdade. Aí está o que vocês fazem desde milhares de anos com as religiões. Vocês não podem crescer se não estabelecem relação direta com a Luz. Vocês não têm necessidade de intercessor. Vocês têm necessidade de caminhos, de imagens de caminhos, de maneira a conhecerem as vias a seguir, mas é tudo. O.M. AÏVANHOV – 23 de janeiro de 2009 Vejam vocês como a Falsificação pode funcionar à maravilha, e vocês veem isso nas religiões que vão falar-lhes de salvar sua alma, a fim de não estar em estado de pecado mortal. Sim, é um pecado mortal, efetivamente, para o Demiurgo, perder a alma e encontrar o Espírito.

5

Obviamente, o ponto de vista da Luz Vibral não se importa com esses conceitos espirituais, filosóficos ou religiosos. Ela vem restabelecer a Verdade. Ela vem restabelecer a Unidade, se tal é seu desejo. IRMÃO K - 9 de julho de 2011 Vocês não crerão mais no que lhes contaram as religiões, as crenças, diversas e variadas, espirituais ou exóticas. Vocês não terão mais necessidade disso, porque vocês estarão no Ser, na realização. É para isso que vocês são chamados, inteiramente. Se vocês forem capazes de dar esse passo, de aceitá-lo como possível, vocês não têm mais necessidade de nada mais. Vocês suprimirão todas as muletas, sem exceção, e vocês se lançarão, vocês se jogarão na Luz. Vocês são chamados a isso. MA ANANDA MOYI – 8 de abril de 2011 Devem saber que em termo energético, não é aquele que come que é vencedor, mas aquele que é comido. É um princípio essencial do qual o Cristo participou dizendo: “esse é meu corpo” falando do pão. Era um símbolo que foi traduzido, particularmente na religião católica romana, pela hóstia e que é uma imagem distorcida da realidade. ANAEL - 20 de maio de 2009 Quando há religião, há uma tomada de poder. E aí, mais poder necessita congelar e fixar nos dogmas. E o dogma, é o inverso da liberdade. O.M. AÏVANHOV - 29 de agosto de 2009 Não sei mais quem, em sua humanidade, disse: «a religião é o ópio do povo». É exatamente assim. ANAEL - 13 de setembro de 2009 Foi apenas o olhar de sua consciência que cristalizou ao redor de vocês esse mundo, essas manifestações, essas estruturas rigidificadas, fossilizadas, que fizeram aparecer tanto as religiões como o que vocês chamam o dinheiro. Essas estruturas de troca paliaram, de algum modo, à sua deficiência, eu diria, quase congênita (porque inscrita em seus genes), que lhes ocultou a realidade das leis espirituais e a realidade das outras dimensões. Livro Humanidade em Evolução - Ramatan

Questão: a que corresponde o sacramento do casamento religioso?

6

Isso é eminentemente diferente segundo os povos, segundo as tradições, segundo os costumes. Os sacramentos, quaisquer que sejam, foram instaurados pelos humanos. Eles são a reminiscência antiga do sacramento original de sua ligação ao Pai. Eles são o reflexo, antes de tudo, de crenças, de acordo com o povo no qual vocês nasceram, de acordo com os costumes aos quais vocês aderem. Os sacramentos, quaisquer que sejam, como vocês observam, são sempre ligados à intervenção de uma terceira pessoa. Isso os priva de sua responsabilidade. Vocês entregam o poder naquele que é o pretenso representante para unir ou desfazer algumas relações. Isso é uma retirada de responsabilização de sua responsabilidade pessoal e nada mais. É extremamente agradável crer que os sacramentos os ligam para a vida. É extremamente agradável crer que o sacramento do batismo, na religião católica, imuniza-os contra os ataques do demônio. É satisfatório para o Espírito que o batismo os faça pertencer à manada dos eleitos de Deus, mas isso é uma heresia. O pertencimento ao reino dos Céus se faz por sua qualidade de coração e por nada mais. Ele não é função de uma obrigação, ele é consentido e livremente consentido por você mesmo e por ninguém mais. O único sacramento válido aos olhos do Pai e da Luz é o seu, livremente consentido, para além dos grupos sociais e para além das crenças. MA ANANDA MOYI – 13 de agosto de 2008 Na religião ocidental que prevalece, o cristianismo, o salvador exterior é representado sobre uma cruz, pregado. A cruz é, primeiro, e antes mesmo da presença de Cristo sobre ela, o símbolo do cristianismo, uma vez que é um símbolo levado, de maneira comum, por aqueles que são católicos ou cristãos. Há, portanto, uma identificação a uma imagem. Essa imagem, é claro, não corresponde a realidade alguma, a verdade alguma, se não é a indução, pela impressão, de uma crença. O que vocês chamam, em seu mundo, a publicidade, funciona exatamente do mesmo modo, que é desencadear, por meio de uma imagem (por vezes também por sons, é claro, mas, nesse nível, a imagem é bem mais potente do que o som), provocar uma atração, uma adesão para a publicidade e uma compra. Mas, para as crenças religiosas, a adesão cega, é o caso de dizê-lo, a certo número de elementos, chamados dogmas, recorrem à fé, sem ter a capacidade de neles verificar a verdade ou a realidade. O olho é, portanto, baseado, diretamente, na sedução dessa impressão. Aliás, mesmo em inúmeras tradições, o olho é maquiado, iludido de alguns benefícios, a fim de atrair, por sua vez, o olhar, a fim de seduzir. O olho é a ferramenta a mais perfeita da falsificação do éter, dado que o olho baseia-se na transparência do ar para apreciar, ser atraído, ser impressionado e ser seduzido por

7

uma imagem, independentemente de qualquer apoio Vibratório, porque a Vibração da árvore, obviamente, não é a imagem da árvore. Esses mecanismos de visão exterior conduzem o conjunto da vida da humanidade, como do humano, sem qualquer exceção. NO EYES – 29 de abril de 2011 O Cristo sempre disse: «Jamais façam de minhas palavras uma religião». Essas palavras realmente foram pronunciadas. PHILIPPE DE LYON – 3 de dezembro de 2010 O Coração não tem necessidade nem de religião nem de qualquer Mestre exterior a vocês mesmos, nem mesmo de qualquer deus. Isso vocês o sabem, nós esperamos. Se há, efetivamente, algo a realizar, é isso: que não há qualquer Mestre exterior, mesmo o chamado de ascensionado; não há qualquer Deus exterior, a não ser aquele que usurpou o lugar no Trono. Há apenas Seu Coração e, ele, tem todas as respostas, sem exceção. É isso que vocês descobrem, uns e outros, progressivamente, cada um em sua velocidade, segundo sua capacidade própria de integração e de inserção, pode-se dizer, literalmente, que lhes permite, pouco a pouco, aproximarem-se do núcleo de sua Essência. A era nova que se abre é uma era de reconhecimento do Coração, onde tudo o que estava ligado à falsificação, à predação, à competição, à concorrência, não existirá mais. SRI AUROBINDO – 2 de novembro de 2010 Enquanto vocês são complicados, enquanto vocês não são simples, vocês não podem Vibrar no Coração. O Coração é extremamente simples. Ele não se importa com qualquer conhecimento. Ele não se importa com qualquer esoterismo. Ele não se importa com qualquer religião. Isso, são ilusões Luciferianas que os fizeram crer que vocês se aproximam do Conhecimento, para livrá-los, por um Conhecimento, por uma Crença. O Coração é experiência, e nada mais. O.M. AÏVANHOV – 19 de setembro de 2010 Não existe qualquer religião que não tenha falhado. Não existe qualquer sistema que não tenha falhado. O único sistema que não falhará jamais, são Vocês mesmos e seu Ser interior. É isto que vocês devem reencontrar. Então, isso se encontra no interior. Ensine a uma criança a meditar. Ensine a uma criança viver sua dimensão interior. Isso é o mais importante e não, hoje, prepará-lo certas coisas exteriores. ANAEL - 17 de outubro de 2009 O ser humano chama de Amor, concepção, até mesmo filosofia, até mesmo religião.

8

E, no entanto, isso permanece no domínio dos conceitos, no domínio das palavras e no domínio da Ilusão. Enquanto não há Vibração, no que concerne ao Coração, o Amor e a Luz, não há Verdade, há Ilusão da Luz, Ilusão do Coração e Ilusão do Amor. RAM - 30 de outubro de 2009 Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: www.mestresascensos.com

COLETÂNEA: "A NOITE ESCURA DA ALMA" E O "FACE A FACE" - AUTRES DIMENSIONS

Nós expressamos, nós Anciãos, assim como as Estrelas, tudo isso de diversas maneiras, em função de nossas experiências individuais, de nossa vivência, de nossa própria Vibração, que é a nossa, hoje, nos espaços onde estamos, em nossa função de Ser e de Serviço em relação a todos vocês. Vocês devem também, se isso lhes convier, penetrar cada vez mais as esferas da Graça, da Comunhão, traduzindo-se, para vocês, pela Alegria a mais intensa. E como vocês o vivem, talvez, existem etapas entre essas vivências de Alegria, onde lhes parece, às vezes, recair nesta famosa „noite escura da alma‟ onde mais nada de luminoso existe. São, como nós também lhes dissemos, etapas intermediárias que representam as primícias de sua Ressurreição, do estabelecimento na Alegria eterna, no Si, no Estado de Ser: os qualificativos, como vocês sabem, são numerosos. PHILIPPE DE LYON - 30-10-2011 Vocês entraram, como o Anjo METATRON lhes anunciou, em um período particular da história da Humanidade. Este período verá a concretização da sede do Amor, em vocês, da sede da Verdade.

9

Assim, é durante este período que tudo deve se Revelar, de maneira às vezes abrupta e brutal porque mais do que nunca o compromisso não poderá existir, neste mundo, porque mais do que nunca a ilusão não poderá prevalecer sobre o Amor Verdadeiro. Este processo que está em operação, este Retorno da Luz tão aguardado e que se revela agora à consciência comum, realiza-se, também, em cada um de vocês. Este período é então um período de grande Graça, se tanto é que o Homem, a Mulher, aceitam esta Graça. É o período, também, denominado „face a face‟, entre agora e a data do nosso próximo encontro formal, em 26 de setembro, que vocês irão viver as Revelações as mais importantes referentes ao Espírito, referentes à alma e referentes também ao que vocês são. Este „face a face‟ vocês irão vivê-lo com uma grande felicidade, uma grande Alegria, uma grande Graça, se vocês aceitam a Transparência, se vocês aceitam os princípios do não julgamento e do Amor, além das aparências, de todo condicionamento. Vocês verão a possibilidade de viver, completamente, a Unidade e a Luz. Para isso, é preciso ter calma. Para isso, é preciso guardar, em vocês, a Humildade, a Simplicidade. É preciso entrar em um estado particular de Abandono e de Amor. Em um estado particular onde é preciso aceitar e aquiescer a tudo o que deve, agora, terminar. MARIA - 11-08-2011

Questão: Não viver os fenômenos que você descreve decorre da Noite Escura da alma?
Não. A Noite Escura da alma é algo muito mais violento e profundo que o simples fato de não sentir a Coroa Radiante do Coração. É o face a face, levado ao extremo. É perceber, em Verdade, lá onde está a Luz e lá onde ela não está e, em Verdade, lá onde vocês estão: na Luz ou não. Este face a face é também, de alguma forma, o que foi chamado, pela Fonte, ela mesma, a Promessa e o Juramento, que restabelece a conexão com o Espírito, qualquer que seja seu futuro e seu devir, segundo a persistência ou não do corpo de desejo. A Noite Escura da alma corresponde também a um aclaramento, pela Luz, das zonas de sombra. Se estas zonas de sombra são aceitas, elas são, ao mesmo tempo, transcendidas, e a Noite Escura da alma desaparece então. Se a Noite Escura da alma dura, isto quer dizer que não há transcendência das zonas de sombra e que estas não querem ser observadas, na Transparência, na Humildade e na Simplicidade. MA ANANDA MOYI - 12-09-2011 A Noite Escura da alma é algo muito mais violento e profundo que o simples fato de não sentir a Coroa Radiante do Coração. É o face a face, levado ao extremo. É perceber, em Verdade, lá onde está a Luz e lá onde ela não está e, em Verdade, lá onde vocês estão: na Luz ou não.

10

Este face a face é também, de alguma forma, o que foi chamado, pela Fonte, ela mesma, a Promessa e o Juramento, que restabelece a conexão com o Espírito, qualquer que seja seu futuro e seu devir, segundo a persistência ou não do corpo de desejo. A Noite Escura da alma corresponde também a um aclaramento, pela Luz, das zonas de sombra. Se estas zonas de sombra são aceitas, elas são, ao mesmo tempo, transcendidas, e a Noite Escura da alma desaparece então. Se a Noite Escura da alma dura, isto quer dizer que não há transcendência das zonas de sombra e que estas não querem ser observadas, na Transparência, na Humildade e na Simplicidade. MA ANANDA MOYI - 12-09-2011 O medo que quer apreendê-los, que quer parar, parar a sua vida, para tudo o que não é o prazer, as emoções positivas e que vai então ser, literalmente, absorvido pelo Espírito e também pelos elementos da natureza que vão, talvez, permitir-lhes familiarizarem-se, eu diria com o próprio Espírito. Esses mecanismos muito precisos também foram descritos por alguns seres humanos que atravessaram, durante períodos às vezes muito longos, o que foi denominado „a noite escura da alma‟, culminando, depois do final da noite escura da alma, no Espírito, do mesmo modo. A noite escura da alma resulta no Espírito, seja por uma noite escura da alma que não termina mais ou, ainda, por um processo de extração da alma da personalidade e do conjunto da consciência comum, que vai então, de maneira automática e natural, voltar-se para o Espírito. SNOW - 12-08-2011 Muitos de vocês constatam que após terem observado os medos (num „face a face‟, ou através de episódios de „a noite escura da alma‟, como isso foi abordado), vocês vivem, agora, mecanismos de Abandono à Luz muito mais simples do que antes, e aceitam o que a vida dá a viver, de maneira muito mais evidente, qualquer que seja este acontecimento a ser vivido (no corpo, em uma relação, em um trabalho, ou em qualquer esfera que seja, pertencente a este mundo). Isso se traduz, é claro, no corpo, por mecanismos de calor e de Fogo, por mecanismos de suporte, em particular e, sobretudo, ligados à Porta posterior de CRISTO, denominada Porta da Transparência. SRI AUROBINDO – 27-11-2011 A um dado momento, esta Vibrância particular da Luz Adamantina irá dissolver, realmente, as formas sobre as quais ela está incrustrada, dando-lhes a Ver a Visão total da Unidade, além da aparência da Ilusão da densidade, além da aparência de seus olhos. Dando-lhes a Ver (sem os olhos) e a Perceber (sem os sentidos), diretamente pela Consciência, o que nós chamamos de Universos Unificados. Vocês estarão, naquele momento, de maneira geral, estabelecidos em meio à Nova Unidade, mesmo se a antiga Dimensão persistir ainda durante 132 dias.

11

Esse mecanismo será vivenciado com a maior Lucidez, fazendo parte do elemento denominado Face a Face: Reencontro com a Luz, e Futuro Vibratório resultando deste Reencontro. O estado da Consciência poderá ser, é claro, múltiplo, segundo sua adesão ao processo ou sua recusa do processo (eu os remeto, para isso, ao que descreveu, de maneira geral, a Estrela UNIDADE. ANAËL – 13-11-2011 O conjunto da personalidade e da alma parece totalmente sentido de cima a baixo. Tudo o que parecia estabelecido e bem enquadrado cai em migalhas. Há, realmente, naquele momento, um sentimento, bem real, de perder algo. É nesses momentos, também, que a personalidade e a alma podem resistir e manifestar uma necessidade de justificação que se pendura, literalmente, ao que se ama, a tudo o que se possui. É o momento, também, em que a alma vai viver, de algum modo, o que é chamada a noite escura da alma, ou seja, esse momento em que a alma, que havia sido, no entanto, tão inspirada, tão vibrante, vai se perguntar o que lhe acontece, porque todos os marcadores desmoronam, toda esperança desmorona. Nada mais há do que esse abismo sem fundo e sem fim, no qual mergulham a alma e a personalidade e que precede essa Ressurreição. E, como foi dito muito numerosas vezes, naquele momento, naquele instante, vocês estão sozinhos e não há mais ninguém outro além da Consciência, a sua, nua, totalmente desprovida de qualquer ajuda, mesmo se, é claro, vocês já tenham vivido contatos anteriormente, quaisquer que sejam, qualquer que seja sua ancoragem em vocês. Mesmo isso parece abandoná-los. É, efetivamente, um sentimento de Abandono total que é vivido. GEMMA GALGANI – 10-08-2011 Vão ao barulho do mundo levar a Paz. Vão ao barulho da estupefação levar o Amor. Vocês estão aí para isso. O despertar da Vibração, o despertar de seus novos Corpos lhes dá missão e incumbência de levar a leveza e a Verdade. Pela qualidade de sua Vibração, pela qualidade de seu olhar, pela qualidade de seu Coração, vocês permitirão aos seus Irmãos e às suas Irmãs, que voltam ainda as costas para a Luz, aceitarem o face a face da Ressurreição. Os momentos que se instalam necessitam de vocês um alinhamento dos mais perfeitos, no instante que vocês vivem. Não lhes é solicitado, longe disso, deixarem esse mundo ou fugirem desse mundo, mas acompanhá-lo em sua Ascensão. Vocês são os Portadores de Luz, os Semeadores de Luz. Vocês são a esperança daqueles que, pelo momento, não têm esperança. MARIA - 20-03-2011

12

Lembrem-se do que foi dito por SRI AUROBINDO quando ele foi São João, no Apocalipse: “um será levado do local e o outro, ao seu lado, será deixado”. Vocês acham que isso é uma invenção da imaginação ou vocês acham que isso é um julgamento? Não, lembrem-se de que os Anjos do Senhor [Vegalianos], eles não os veem, porque vocês estão no escuro. Nós, nós estamos na Luz. Então, é claro, quando eles aparecerem nesta Dimensão, na totalidade, eles vão identificar aqueles que estão na Luz. Eles não vão ver os que estão na sombra. Portanto, se vocês não Vibram, no Interior do confinamento Dimensional, nós não podemos vê-los. Por outro lado, vocês, vocês vão ver a Luz, no momento final. É o face a face. É a Promessa e o Juramento, como dizia a FONTE. O.M. AÏVANHOV – 19-11-2011 - PARTE 1

Pergunta: pouco antes de passar a Porta Estreita, a Vibração se amplia ou se interrompe?
Minha Irmã, os dois são possíveis. Ela pode se ampliar desmedidamente, mas ela pode também parar instantaneamente. Porque se trata, naquele momento, na terceira Passagem desta Porta, também, de uma Reversão. Essa Passagem Final do ego ao Coração pode se acompanhar tanto de um sentimento de explosão e de dissolução como de um sentimento de aniquilação, chamado de Noite Escura da Alma. Cada um deve vivê-lo, em Consciência, e à sua maneira. Os dois são, portanto, possíveis, mas, em todo caso, o que se nota é que alguma coisa acontece. TERESA DE LISIEUX - PARTE 2 - 29-10-2011

Pergunta: poderia nos falar da noite escura da alma e se todos os seres a vivenciam?
Bem amada, „a noite escura da alma‟ foi objeto de inúmeras comunicações. É-me difícil retornar a isso. Por outro lado, eu posso falar sobre o segundo aspecto da questão: não, a noite escura da alma não é vivenciada por todos. Ou, em todo caso, podemos dizer que ela é vivenciada em diferentes níveis, segundo a maior facilidade para viver a Vibração. A noite escura da alma é, justamente, o momento em que a alma decide aceitar que tudo, neste mundo, apenas pode ser escuridão, que não há qualquer esperança de Liberação, neste mundo.

13

Isso pode ocorrer e se manifestar durante o sofrimento extremamente doloroso da perda de uma projeção, através de um ser amado, por exemplo, ou da perda de um filho ou de um parente. Um sofrimento indizível invade, naquele momento, a alma, que não tem fim, neste mundo. E é naquele momento que a alma pode se voltar (o que não é sempre o caso, é claro) para a Luz, ou seja, para o Espírito, e sair, naquele momento, do confinamento. A noite escura da alma, qualquer que seja a intensidade do sofrimento que foi proposto (no tempo ou na própria intensidade), vai, justamente, permitir-lhes transcender os limites da alma e sair, de Verdade, do confinamento. Não há, então, que caluniar, nem que maldizer este princípio, mas, sim, apreender-se, de algum modo, dos mecanismos superiores. Esta noite escura da alma pode existir ou não existir. Ela pode tomar, para alguns seres, a forma da perda de um ser querido. Ela pode tomar, também, o aspecto de uma doença fulgurante pondo em jogo, em um prazo muito curto, seu prognóstico vital. Esse mecanismo, que parece terminar com a vida da personalidade, chama-os, justamente, a viver a Unidade e a Verdade. Enquanto vocês não vivenciaram sua própria Unidade, vocês apenas estão submissos às suas crenças, vocês apenas estão submissos aos seus impulsos da alma, vocês apenas estão submissos à sua história pessoal, em meio a este mundo. Mas vocês estão sempre sobre este mundo. Viver a Unidade os faz sair deste mundo, enquanto ali permanecendo. É a Consciência que sai do confinamento, que habita ainda, por um tempo, esse corpo e que não se identifica mais nem à alma, nem ao corpo, nem à personalidade, nem a coisa alguma que esteja presente na superfície deste mundo. Somente naquele momento é que vocês podem viver a Liberdade, porque vocês estão Livres. A noite escura da alma contribui para fazê-los atravessar a Porta Estreita, durante essa terceira Passagem. Para isso, é preciso apoiar-se nos Pilares do Coração: a Humildade, a Simplicidade e a Transparência. É naquele momento que a Luz pode penetrar, eu diria, sem resistência, em vocês. A maior parte dos seres que lhes falam, enquanto Anciãos, vivenciou, durante sua vida, esta noite escura da alma. Ou através da perda de um ser querido, como IRMÃO K. Ou durante uma noite com uma agonia extrema da morte, como UM AMIGO. Ou, ainda, meditando frente ao sol, como o Comandante (ndr: O.M. AÏVANHOV). Naquele momento, há uma extração total da ilusão. Será que, no entanto, esses seres saíram deste mundo? Não. Eles tentaram (cada um, colorido por sua vivência, por sua cultura) expressar, da melhor forma possível, naquela época, o que era a Unidade. Mesmo se alguns não conseguiram, naquele momento, apreender o que era a história, ou seja, eles não tiveram acesso ao princípio de falsificação ligado a Deus, ao Diabo e a

14

Yaldébaoth, e empregaram essa palavra, obviamente, mas sem saber o que havia por trás. Mas o importante não foram as palavras que eles empregaram, mas o estado de consciência no qual eles estavam. Eu falo, é claro, do Comandante. Ou seja, adicionando alguns elementos, não exatamente a mesma coisa para o que vocês chamam de seres de polaridade feminina e, em particular, as Estrelas que, umas como outras, a maioria delas, deram-lhes seu caminho durante sua última vida. A natureza feminina (denominada assim, neste mundo) tem muito mais facilidade para abandonar o poder, visto que a natureza masculina está associada ao poder, em um lado dito exteriorizado (denominado yang, se vocês preferirem), mas que corresponde a um desequilíbrio mais acentuado do que a natureza feminina, fazendo com que a natureza feminina esteja mais apta, ainda hoje, para encontrar a Unidade, para Vibrar em meio à Unidade, muito mais facilmente do que o homem. ANAEL – 20-11-2011 Cristo disse que ele voltaria como um assaltador durante a noite. Então há efetivamente todas as chances de que isso aconteça durante o que é chamado de estase (estado de catalepsia) ou „a noite escura da alma‟, mas é preciso vivê-lo antes. É impossível viver a Consciência Unificada na ausência da consciência que é chamada do sono. Isso pode estar próximo à consciência do sonho, o que é muito raro, mas isso pode ocorrer. É apenas na rendição da consciência pessoal, da consciência "egotista" que pode se viver esse mecanismo de Passagem, de Basculamento, de Reversão e de Ressurreição. É preciso, dito em outros termos, fazer calar tudo o que pertence ao ego. E a vontade de viver está indiscutivelmente ligada ao ego que, sabendo muito bem o que ele faz, fecha-o em uma ilusão, fazendo-o crer que você vai ser livre. ANAEL - 11-08-2011 Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: MINHA MESTRIA

15

COLETÂNEA: O JURAMENTO E A PROMESSA AUTRES DIMENSIONS

eu vim dizer-lhe para você se lembrar do Juramento e da Promessa do retorno à sua Eternidade, à sua Alegria e à sua Verdade.
Meu Amigo, meu Amado, desde algum tempo do seu tempo, A FONTE (03-12-2011) A cada Consciência, onde quer que ela esteja, em qualquer reino que seja, é oferecida a Graça da Luz e, portanto, a possibilidade de viver a Comunhão e a União no UM. Trata-se, portanto, propriamente falando, de uma Ressurreição total do conjunto desse Sistema Solar, que responde – se tal é sua escolha – à recordação do Juramento da FONTE UNA, para permitir juntar-se às esferas da Liberdade e da Liberação, para toda Consciência presente sobre esta Dimensão. GEMMA GALGANI (04-12-2011) Dessa maneira, eu transmito a Tocha ao Anjo URIEL, realizando, assim, a Promessa e o Juramento. Não busquem apegar-se ao que se afasta. Aceitem sua Liberdade, e aceitem a Alegria, a Paz e o Amor, que são, eu os lembro, a Essência Final do seu Ser, de sua Presença e da Consciência. Eu sou o Arcanjo MIGUEL, Príncipe e Regente das Milícias Celestes, Vibrando em seu Templo, Filhos do Um, do Coração Ardente do Arcanjo ao Coração Ardente do homem. PODCAST: MIGUEL ME DEU UM CRÉU

16

Questão: se os contratos da alma dissolvem-se, o que é do acompanhamento de nossos guias?
O contrato de alma pertence à matriz. Ele liga seres, ainda mais; ele não os libera, jamais. Agora, qual é a ressonância que pode existir em relação a guias? Um guia, se você está além da matriz, nos Mundos Unificados, não há contrato algum. Como é que pode existir o mínimo contrato ao nível do Si, ao nível do Ilimitado? Há, simplesmente, uma Comunhão. A Comunhão não é um contrato. Um contrato é um engajamento. Esse engajamento recorre à moral ou a uma moral espiritual, em todo caso. Mas um guia, que evolui como tal, não poderá, jamais, chamar-se um guia, porque ele nada tem a guiar. Ele sabe que apenas o próprio ser pode realizar o Si. Não há qualquer guru, não há qualquer salvador, não há qualquer mestre. Enquanto o ser humano é subserviente a uma Crença de um guia exterior, de um Salvador exterior, apenas você, e você sozinho é que pode viver a Unidade. Ninguém pode viver a Unidade em seu lugar e ninguém pode fazê-lo viver a Unidade em seu lugar. É claro, nós podemos dar Vibrações, informações, elementos, mas, jamais, jamais, nós poderemos fazer o que cabe a vocês fazer, ou seja, Ser. O único objetivo de um guia pertencente aos Mundos Unificados, e não à matriz, é o de torná-los Livres.

Portanto, como poderia existir um contrato, entre um Espírito Livre, com a própria Fonte, a não ser o Juramento e a Promessa que vocês haviam feito, de tornarem-se, novamente, o que vocês São? É o único Juramento, é a única Promessa, mas isso não é um contrato, é um dever.
MA ANANDA MOYI (12-11-2011)

Questão: Não viver os fenômenos que você descreve decorre da Noite Escura da alma?
Não. A Noite Escura da alma é algo muito mais violento e profundo que o simples fato de não sentir a Coroa Radiante do Coração. É o face a face, levado ao extremo. É perceber, em Verdade, lá onde está a Luz e lá onde ela não está e, em Verdade, lá onde vocês estão: na Luz ou não.

Este face a face é também, de alguma forma, o que foi chamado, pela Fonte, ela mesma, a Promessa e o Juramento, que

17

restabelece a conexão com o Espírito, qualquer que seja seu futuro e seu devir, segundo a persistência ou não do corpo de desejo.
A Noite Escura da alma corresponde também a um aclaramento, pela Luz, das zonas de sombra. Se estas zonas de sombra são aceitas, elas são, ao mesmo tempo, transcendidas, e a Noite Escura da alma desaparece então. Se a Noite Escura da alma dura, isto quer dizer que não há transcendência das zonas de sombra e que estas não querem ser observadas, na Transparência, na Humildade e na Simplicidade. MA ANANDA MOYI (12-09-2011) Como nós o dissemos, é a própria Consciência que decide passar do ego ao Coração, e nada, absolutamente nada de exterior pode intervir nesse mecanismo. É um Reencontro. Esse Reencontro é um dos elementos, essenciais e motores, da Ascensão. A Fonte falou-lhes disso, ela mesma, há algum tempo.

Vocês chegaram nesses tempos em que não é mais tempo de recordar-se da Promessa e do Juramento, mas chegou o tempo de vivê-los, de maneira total.
Essa maneira total, eu repito, está num calendário extremamente curto e, nesse calendário extremamente curto, cada um de vocês tem seu próprio timing, tem seu próprio Reencontro. Mas considerem que, o que quer que aconteça na vida de sua Ilusão, o que quer que se manifeste com força, por vezes, nessa Ilusão, é, estritamente, o elemento que lhes é necessário, a cada um, para Viver o Coração do Um. Se vocês aceitam esse princípio, então, vocês Viverão o Reencontro e vocês se estabelecerão em seu Coração. UM AMIGO (28-09-2011) Então, o apelo que eu lanço é aquele que eu transmito, desde o Céu e o Sol, desde KIRIS-TI, avançando enquanto Estrela, vindo em seu Céu e em sua Porta, despertar a Estrela de vocês: a Estrela da Alegria, a Estrela do Fogo, aquela que brilha no firmamento da Unidade dos Mundos e nos Multiversos dos Universos. Elevem-se. Despertem-se, na Graça e na Alegria. Não há qualquer obstáculo que possa persistir.

Não há oposição que possa infringir a Lei do Fogo (do Fogo do Amor e do Fogo do Um) que vem despertar o Tempo da Sua Promessa e do Seu Juramento.
A fim de elevá-los, se tal é sua Vibração, se tal é sua Liberdade, se tal é seu Amor que os consome na Graça do Seu pedido e da Sua Presença. A fim de viver o que vocês são, em Verdade. Viver, enfim, o Tempo da sua Presença.

18

Presença e Unidade. Fogo do Amor acendendo a Lareira, aquela do centro, e despertando a Lareira, aquela do Eterno, que é seu Sopro e sua Presença. O Tempo chegou da onda da Unidade. O Tempo chegou da Co-criação Consciente.

O Tempo chegou do cumprimento da Promessa e do Juramento: aquele do Retorno do Fogo, para o Fogo.
A fim de que nunca mais nenhuma obstrução deste Fogo possa confinar qualquer consciência, na Ilusão do sofrimento, na Ilusão da imperfeição, na Ilusão de um retorno longínquo. Porque isso não existe. O tempo das projeções e o tempo das Ilusões atinge, de maneira irremediável, seu fim, pelo Fogo do Amor, pelo Fogo da Verdade. Vocês são os Filhos do Eterno, os Filhos d‟A FONTE. Vocês são a Fonte e vocês são a Estrela. URIEL (13-09-2011) Nós contamos, nós, Conclave, com o conjunto de seres que vivem esses processos de abertura, a fim de acolher, sempre e sempre mais, os mecanismos de Luz, de alinhar-se cada vez mais, de aproveitar momentos de efusão de energia e de consciência – que nós oferecemos e que lhes oferece o Sol ou as irradiações cósmicas – a fim de trabalhar agora, eu diria, numa outra oitava de seu Serviço, numa outra oitava de sua Presença. Isso demanda, de sua parte, ao mesmo tempo, uma abnegação e um Abandono total à Luz. Tornar-se Luz, inteiramente, permitir-lhes-á, também, irradiar essa Luz sobre o conjunto de seus Irmãos e de suas Irmãs, a fim de realizar, todos juntos, por intermédio da Merkabah Interdimensional coletiva, um fenômeno e um mecanismo de amortização da Luz, permitindo aos seus Irmãos e Irmãs viverem, e ainda é tempo, o tempo da Luz neles,

do juramento da Fonte, da Promessa – que havia sido feita às almas e aos Espíritos que se precipitaram nesse mundo – que, um dia, viria sua Liberação definitiva do confinamento.
a fim de rememorarem-se Guardem presente, também, no espírito que, qualquer que seja seu estado: a Unidade a mais pura e o estado Crístico o mais puro, vocês não podem e não devem forçar o que quer que seja. Vocês devem, simplesmente, deixar emanar sua Presença e a Luz que vocês recebem, sem nada ali acrescentar, sem nada ali aportar e sem nada dali subtrair. ANAEL (28-09-2011) Então, a Sinfonia da Unidade será anunciada, no mais alto dos Céus, no mais profundo da Terra, onde o Som Cristalino do núcleo da Terra vai elevar-se ao reencontro do Sol, ao

19

reencontro de sua Existência, permitindo, em vocês, ressoar e Unificar, nessas Núpcias específicas, aquelas a viver na Sinfonia da Unidade. A Terra responde e vai responder.

Vocês vão viver a Sinfonia da Unidade, na qual a Fonte vem revelar e Unificar o juramento que vocês haviam feito e que lhes foi feito, a fim de viver a Alegria da Eternidade.
A Alegria que põe fim ao efêmero, que põe fim ao Sofrimento, que põe fim a toda divisão, na qual nada mais está separado. URIEL (16-09-2011) A Luz vem realizar a Promessa e o Juramento da FONTE e, também, o Anúncio, pelo próprio CRISTO, do Retorno do Mensageiro, o mais elevado, aqu‟Ele que vem perguntarlhes, uma última vez: vocês querem segui-Lo na Vida ou vocês querem permanecer na morte? Essa morte é muito relativa porque, como vocês sabem, o conjunto da humanidade é liberado das armadilhas do confinamento, sem, no entanto, ser Liberado do peso da densidade. A lembrança será, contudo, para cada alma, a presença da Luz efetiva (qualquer que seja a densidade escolhida, qualquer que seja a posição escolhida, qualquer que seja o mundo escolhido), pela Vibração de sua própria Presença. Assim, os tempos são cumpridos, isso vocês compreenderam. Assim, os Tempos cumprem-se, isso vocês o vivem. O que acontece em sua consciência, o que acontece em sua vida, quaisquer que sejam os elementos, quaisquer que sejam as circunstâncias, quaisquer que sejam os motores, será, muito exatamente, o que vocês devem ter face a face, nesse Face a Face. ANAEL (21-08-2011) Não se inquietem, tenham confiança em Cristo. O que quer que aconteça e o que quer que vocês cruzem ou não, de qualquer modo, vocês o cruzarão. O Reencontro com o Espírito é inevitável. Vocês não poderão escapar disso. Nada há, portanto, a desejar; nada há a esperar, porque isso está inscrito, está inscrito de maneira indelével.

A Fonte chamou a isso o Reencontro do Juramento e da Promessa.
Esse Reencontro, essa Ressurreição, essa última Passagem há de ser vivida, verdadeiramente. Uma vez do outro lado da Consciência, sempre presente na vida, então, vocês olharão o passado com uma emoção específica, que não é mais uma emoção, mas, verdadeiramente, um olhar que eu chamaria de ternura sobre o que vocês foram ou, antes, sobre o que vocês não foram.

20

Naquele momento, vocês constatarão que jamais estarão sozinhos, que, sem cessar, terão ao seu lado seu Anjo Guardião, aquele que vocês tanto esperaram e que lhes falava, por vezes, em suas noites. Vocês vão dar-se conta de que o conjunto de Arcanjos está à sua cabeceira, permanentemente. Vocês são, naquele momento, imersos, totalmente, na Luz e o que quer que advenha à lagarta, o que quer que advenha às outras lagartas, o que quer que advenha à vida limitada, vocês constatarão que isso não tem mais qualquer espécie de importância porque, naquele momento, vocês serão extraídos, inteiramente, da Ilusão. GEMMA GALGANI (10-08-2011) A matéria é densidade. O Espírito é leveza. Sair. Sair do que não é a Presença. Entrar em vocês. Realizar. Realizar o Instante do Juramento, o Instante da Promessa. A hora chegou de viver, enfim, o Espírito. Elevem a Vibração. Elevem a Consciência, no espaço do Um. A FONTE chama-os. Vocês respondem à FONTE, porque vocês são a mesma entidade. Filhos do Um. Fim. Fim de quê? Fim da Ilusão. Fim da densidade. A hora chegou de cantar o Canto do Espírito, para viver em Verdade, para viver o que vocês são, de toda a Eternidade. Filhos, criados na Verdade, vocês chegaram ao Instante em que se resolve a Promessa e o Juramento. Vocês chegaram ao termo de sua Eternidade, a fim de elevarem-se na Eternidade infinita dos Mundos e da Criação. A Criação que se abre a vocês, porque vocês são a Criação. Está terminada a Ilusão exterior. Está terminada a Ilusão da separação. Está terminado o sofrimento. Está terminada a espera. Nada há a esperar, porque Ele está aí. Filhos, enfim, abre-se a Verdadeira Vida. Enfim chegou o Tempo da Presença d‟Ele. Enfim chegou o Tempo do Juramento.

21

URIEL (08-08-2011) Vocês levaram a Luz, porque ela os conduziu a abandonar-se a ela. Filhos do Um, criados no Um. Ressurreição. É a hora. O canto de Metatron vai ressoar, permitindo a revelação total e a Ressurreição. O conjunto do que estava alterado vai Vibrar. A Luz será Tudo o que é: a Vibração sem limite, sem limitação, sem sofrimento. Canto de Glória. Vocês são isso. Metatron aporta, em vocês e para vocês, se tal é seu acolhimento, a Ressurreição, atualizando a Promessa e o Juramento, pondo fim a tudo o que mente, a tudo o que os afasta, criando a ilusão de uma distância. ANAEL (10-07-2011) Presença e Unidade. Presença e Verdade. Instalem-se no Caminho, escutando Seu Caminho. Escutando Sua Verdade, que é a sua, pela Eternidade. Filhos da Unidade, a alma impulsiona, em vocês, a Luz do Espírito. Permitindo-lhes desviar a alma da sedução, desviar a alma da Ilusão. Permitindo-lhes liberarem-se, definitivamente. Permitindo-lhes apreender, na Consciência aberta, da ausência de separação. Onde tudo não é senão Ilusão, neste mundo que vocês percorreram, valentemente, de vida em vida, não

perdendo jamais o sentido de seu Retorno, inscrito, em vocês, pela Promessa e pelo Juramento.
A hora chegou, de Ver. A hora chegou, de elevarem-se, em Espírito e em Verdade. Saiam. Saiam do enterro. Saiam da Ilusão, e penetrem as esferas da Alegria Eterna. Juntos, e vocês e nós, não fazendo senão Um, no Si onde tudo é Um. URIEL (09-07-2011)

Questão: O Amor que me promete a Fonte, através de suas mensagens, me fala muito, mas atrás de suas promessas de Eternidade, eu a sinto autoritária quando ela pede que eu me abandone apenas a ela. É isto uma interrogação egóica da minha parte?
Oh, não é certamente uma interpretação egóica. Eu vou tomar um outro exemplo que o teu, porque ele foi descrito, como chamar isto, mesmo na religião, pelos verdadeiros desposados místicos do Cristo.

22

Vocês deles tem algumas, hein, entre as Estrelas, não é? Vocês tem Teresa, vocês tem Gemma Galgani, vocês tem Irmã Yvonne, vocês tem, como ela se chama, Hildegarde de Bingen, foram todas esposas do Cristo. Que isto quer dizer? Quando o Espírito da Verdade, Cristo ou a Fonte (porque “Eu e meu Pai somos Um”, ele disse), quando o Espírito se revela a vocês (homem ou mulher, hein, isto não é uma questão de gênero, é claro), ele vos quer totalmente. E isto não é possessão ou ciúmes. Ele quer dizer, com isso, que vocês não podem estar aqui e estar no Espírito. Portanto, é claro, isto pode aparecer, ao nível do ego, como possessivo e ciumento. Mas o Espírito não concorda com o que é falso. E o Espírito, quando ele se revela a vocês, sob a forma do Cristo ou do Pai, da Fonte ou da Luz, ele vos quer, em totalidade, porque esta totalidade, é isto que ele quer vos dar, é claro. E é claro, a Fonte, quando ela se exprimiu através deste Canal, exprimiu isto, através, lembrem-se, da Promessa e do Juramento. Como poderia ser de outra forma? Vocês não podem servir dois Mestres ao mesmo tempo. É ou vocês, ou a Luz. Ou o ego, ou a Existência. Acabou agora, eu já disse desde um ano: "as nádegas entre duas cadeiras", isto terminou. Vocês não podem ser pela metade a Luz, quando há este chamado. Mas isto é muito bonito. AÏVANHOV (08-07-2011) Juntos. Vibração e Presença. Juntos. Nós iremos juntos acolher, alinhados, na Embarcação de Luz, em sua Embarcação, em seu Templo, preparando assim o Canto final, o Canto do retorno. A Luz Vibral os chama como Cristo chama vocês.

A Fonte, nomeando-os “meu Amigo, meu Amado”, vem lembrar, seu juramento e a promessa de vocês, para sempre selados em vocês, mesmo em meio às Sombras desse mundo.
Abram. O Canto de cristal, aquele da Fonte, ressoa em vocês e ressoará cada vez mais, ecoando ao seu apelo a fim de que seu apelo se torne o apelo de vocês. Ressurreição, Nascimento que é verdadeiro Nascimento e não renascimento em meio à Ilusão. Juntos. Nós iremos viver no Aqui e Agora a revelação de nossa Presença conjunta, unificada. Unifiquemo-nos na Liberdade e no Cristo. URIEL (03-07-2011)

23

A ignição do fogo do coração é a etapa que eu chamei, no início do ano, um momento em que o reencontro com o Anjo pode ser feito. Quem é o Anjo? Trata-se, antes de tudo, da consciência e do nível da Unidade retransmitido por minha radiância que pode revelar-se em vocês de diversos modos, mas cuja finalidade é devolver à superfície de sua consciência a noção de seu juramento.

Há muito tempo de seu tempo vocês realizaram o maior sacrifício que criadores possam realizar: vocês fizeram o juramento de mergulhar no esquecimento de sua divindade para mergulhar nos planos da densidade, nos planos da materialidade nos quais vocês evoluem.
Para isso, vocês foram seres suficientemente grandes para aceitar até o esquecimento de sua divindade, no objetivo de adquirir e desenvolver ainda mais Amor, ainda mais lucidez, ainda mais grandeza. O paradoxo é que, nesta encarnação desse mundo, desses instantes, a grandeza que vocês são pode e poderá manifestar-se apenas através da humildade, através de sua vontade e de sua determinação de reencontrar a Luz que vocês são. Vocês estão todos a par, sem exceção, de que existem datas que foram dadas há extremamente muito tempo. Essas datas correspondem a eventos astronômicos sem precedentes, sem medida comum com o que pôde existir até o presente nesse mundo de manifestações, nesse mundo de ilusões. JOFIEL (25-09-2008) Comunhão. Sopro, contínuo e sagrado, para captar, para escutar e para ouvir, na Graça de nossa Comunhão. Alinhados nessa orientação, abandonados na Unidade, onde nada pode alterar. Filhos, a hora da Graça, o tempo da Presença, o tempo fora do tempo, tão esperado e temido, instala-se no silêncio da alma. Comunhão. Promessa e juramento realizados. Promessa e juramento desvendados e magnificados, criando o Sopro do Um. URIEL (20-06-2011) Ouçam. Ouçam a Paz. Ouçam a Verdade. Ouçam o Amor que é sua natureza, que é sua Essência e que é sua manifestação, para além da Ilusão. O Amor, o Amor e a Presença. Presença em vocês.

Totalidade da Unidade revelada e escutada.

24

Ouçam o Apelo. Realizem a Promessa e o Juramento.
O momento chegou, no instante da Graça, para além do passado e para além de qualquer projeção. Saiam. Saiam do que não é verdadeiro. Entrem na Verdade, fonte de Alegria. Entrem em sua Presença e na presença d‟Ele, a sua e a nossa, unidos para sempre, ao Som da Unidade, ao Canto do Amor, ao Canto da Verdade. URIEL (17-06-2011) Filhos.

a hora chegou de cumprir o Juramento e a Promessa que se revelam, em vocês como ao redor de vocês.
Filhos da Luz, criados em Espírito e no Espírito, A hora chegou de deixar seus olhos cantarem os Cantos de louvores. A hora chegou de ouvir. A hora chegou de escutar. A hora chegou. Ela foi anunciada, ela se cumpre, sob seus olhos e em seu Templo. Em breve o Canto do Céu ecoará em uníssono ao Canto da Terra, permitindo-lhes viver o êxtase do retorno do Espírito. Naquele momento, ele terá acabado de entrar na estase, a fim de deixar a ilusão, de maneira definitiva. Filhos da Lei de Um, escutem, escutem o Canto do Amor que se eleva em seu Coração. Escutem o Canto da Vibração. Escutem o Canto da Luz revelando-se. Na hora em que a Jerusalém Celeste se revela em seu Templo e em seus Céus, a hora chegou de festejar dignamente o retorno à Eternidade, o retorno à Verdade. Acompanhado pelos Irmãos das Estrelas, acompanhado pelos Irmãos multidimensionais, revelando-se pouco a pouco em seu espaço, como anunciado por Maria e por METATRON, eu me junto a eles, a fim de entoar o Canto do retorno, o Canto da Eternidade. URIEL (05-06-2011) Ouçam. Ouçam o apelo da Vibração. Ouçam o apelo da Unidade. Vocês são Chamados. De Chamados, vocês se tornam Escolhidos. Escolhidos para o UM. Escolhidos para a Unidade. Escolhidos para a Alegria. Há apenas Escolhidos.

25

Somente aquele que recusa não é Escolhido. Mas por um tempo limitado, porque não pode haver deserção alguma na Liberdade e na Liberação.

A Fonte o decretou. Esse decreto é a resultante do Juramento e de sua Promessa, de lembrarem-se, no momento vindo (e esse momento chegou), do que vocês são para além da Ilusão.
Ser de Vibração. Ser de Liberdade, que não conhece qualquer confinamento e qualquer limite. Onde todos os possíveis tornam-se possíveis. Onde todos os possíveis são manifestados, para além da Ilusão. URIEL (14-05-2011) O eixo AL-OD permite fechar o círculo. Fechando o círculo, ele abre seu confinamento, permitindo-lhes reencontrar a linearidade e a não curvatura do espaço/tempo, tal como existiu na falsificação. É o que descobre atualmente a consciência do ser humano começando a viver sua própria transparência e seu próprio retorno à sua eternidade. Isso foi chamado, em termos metafóricos, passagem da lagarta à borboleta. Eu chamaria a isso metamorfose, metamorfose alquímica, fazendo-os passar de uma forma para outra forma, de um confinamento para a liberdade e para a autonomia a mais total.

Esse processo realiza-se em vocês nesta Terra exterior, como na Terra Interior, mesmo se vocês não a conheçam ainda, realizando assim o que a Fonte chamou o Juramento e a Promessa, realizando o que os Anciões, bem antes desse confinamento, haviam prometido realizar quando do retorno da Luz e quando do retorno da Liberdade.
Reencontrar a liberdade necessita crer, não como crença, mas como suposição: «E se esse corpo que eu estou não fosse verdadeiro? E se o que eu exprimo não fosse verdadeiro, então, o que resta? O nada ou outra coisa?». Essa suposição que é, de fato, uma interrogação, vai conduzi-los a viver o mecanismo chamado Abandono à Luz, porque não se trata de uma substituição de uma crença por outra crença, mas, bem mais, a passagem de uma crença para uma suposição que vai levá-los para sua liberdade. É preciso já aceitar deixar morrer o limitado para reencontrar o ilimitado. A única porta e a única chave é seu próprio Coração. Nós estamos aí para acompanhá-los, Umas e Outras, Uns e Outros, quaisquer que sejam os meios que empregamos. Sejam Embarcações de Luz, seja a própria Luz Azul, seja a própria Luz Branca, seja nossa Presença (nesse Canal ou em outros lugares), sempre um único e mesmo objetivo: restituí-los à sua Liberdade Dimensional.

26

ANNA (28-04-2011) Meu Amigo, meu Amado, que seu Coração esteja na alegria, porque eu conheço seu Coração. Porque eu provei o que você prova nessa separação. Mas a aurora chega, a aurora do dia sem fim, onde todos seremos, se você quiser, a mesma Vibração e a mesma Essência. Você é convidado, porque eu o convidei. Eu o convidei por meu juramento, que jamais apagar-se-ia essa Eternidade, que jamais, apesar dos pesos e das tensões, nós seríamos separados definitivamente. No momento da aurora desse dia tão esperado, na hora em que seu Coração prova, e prova cada vez mais, o sentido do que nós somos, e você, e eu, eu lhe digo e eu lhe peço: lembre-se. Lembre-se dos espaços infinitos, para além do que é finito. Lembre-se de você mesmo. As palavras que eu formo, meu Amigo, meu Amado, penetram sua forma, para que você supere essa forma, que é apenas uma vestimenta, a vestimenta que mascara a sua Verdade.

E, no entanto, dessa vestimenta eu fiz seu Templo, aquele onde está inscrito, desde o início, meu juramento e sua promessa.
A promessa desse dia, da aurora desse dia. Meu Amigo, meu Amado, veja a Alegria, veja-a, a cada sopro. Não espere nada, porque tudo está já aí. Não espere nada, porque tudo lhe foi dado. Coloque-se simplesmente em seu Templo, coloque-se simplesmente ao Centro. O apelo do Amor está presente em você. A Luz que chegou até você, aquela que você acolheu em seu seio, seja na parte superior, no meio ou na parte inferior é o sinal do momento que você deve se lembrar.

Porque esse dever está inscrito em você, não como um esforço, mas como uma evidência, aquela de sua promessa e de meu juramento: reencontrar-nos.
Eu venho me dar a você. Esse era meu juramento. Recorde-se. A FONTE (12-04-2011) Quanto mais sua Atenção estiver centrada no fato, neste alinhamento, nesta Luz, mais vocês se tornarão esta Luz nos tempos a correr e a vir. Apreendam, portanto, que isso não é uma possibilidade, mas um dever.

27

Esse dever, desde sempre a Fonte lhes prometeu, vocês fizeram o juramento.
Esse momento é agora. MARIA (13-03-2011) O que vocês vivem atualmente vai se acelerar e se amplificar a cada dia mais. Para alguns de vocês isso poderá mesmo impedi-los de realizar o que vocês chamam suas tarefas habituais. A Luz é, para estes, a este preço. A Luz os quer inteiros e em totalidade.

É sua promessa e o Juramento que vocês fizeram, Um ao Outro: vocês, como consciência livre de Semente de Estelar e a Fonte.
Então, a Luz é Inteligência, isso vocês sabem, e ela age em vocês a fim de abrir sempre mais os canais de suas próprias recepções de Luz. Os canais de seu próprio acesso à sua Eternidade lhes permitem, sempre mais, aproximarem-se do infinito e da Verdade. Algumas de suas circunstâncias de vida são, por vezes, chamadas a mudar. ANAEL (21-01-2011) Eu digo que é um processo de renascimento, ou seja, como eu sempre disse, a lagarta torna-se borboleta. E vocês não podem permanecer lagarta e tornar-se borboleta. Quer dizer que a borboleta não pode levar a lagarta. Isso vocês o vivem antecipadamente. Há os que vão tornar-se lagarta/borboleta de um golpe. Eles não saberão mesmo que se tornaram borboletas. Vocês, vocês têm a chance de saber.

Isso quer dizer, efetivamente, que sua evolução Vibratória, sua evolução estelar e Dimensional corresponde a uma lógica própria que faz com que vocês sejam os primeiros sobre esta Terra a serem recordados de seu juramento, de sua promessa e do juramento da Fonte de voltarem ao seu estado Seres de Luz.
Por conseguinte, o ego deve morrer. Ele deve ser transcendido, se preferem. A palavra “morte” é uma palavra um pouco bárbara. Isso dá medo ao ego de morrer. Mas, efetivamente ele morre, de algum modo. AÏVANHOV (21-01-2011) A dualidade foi seu campo de experiências durante tempos muito numerosos, mas, hoje, encontrar a Luz, reencontrar a Luz, necessita perder tudo o que pertence à Sombra, o que foi construído pacientemente como campos de experiências de encarnação através de

28

noções, hoje ultrapassadas: a avidez, a apropriação, o poder, tudo o que fez com que o humano não cessasse de tomar para ele ao invés de dar. Este tempo de experimentação toca ao seu fim.

A Luz, no sentido espiritual do Espírito, a Luz, ao sentido físico e, portanto visível, vem recordar-lhes o „juramento‟ de voltar à Luz, se tal fosse seu desejo.
Esse processo chamado de «ascensão» é apenas a reintegração em sua Graça, em sua Unidade, em sua Divindade. ORIONIS (08-02-2009) Santo, santo, santo, três vezes santo é Seu nome.

Com isso, eu selo em cada centelha divina presente nesse Concílio, a promessa da Unidade, a promessa do retorno, assim como sua promessa foi feita, há tempos imemoráveis.
Eu selo em vocês a lembrança do juramento. Eu abro em vocês o reino dos quatro Vivos. Vehuiah Vehuiah Vehuiah. METATRON (18-05-2009) Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: MINHA MESTRIA

COLETÂNEA: VONTADE DE BEM - AUTRES DIMENSIONS

29

Abrir o Coração é tornar-se Livre, é não rejeitar quem quer que seja ou o que quer que seja, mas aceitar que cada um viva sua liberdade, mesmo se sua liberdade for oriunda, diretamente, de suas crenças e de seus confinamentos.

Assim, viver o Coração não é a vontade de transformar o mundo, ainda menos a vontade de agir na „vontade de bem‟, como isso foi
transmitido por alguns ensinamentos espirituais, que apenas são ensinamentos espirituais da alma opondo-se, na totalidade, à concretização do Espírito, ou seja, à transformação deste mundo pela Luz. IRMÃO K – 27/11/11 Resta descobrir a Transparência, agora, de acordo, não mais com um movimento que vem do exterior, mas que vem do Ser Interior. Nós estamos, portanto, num movimento inverso (se se pode dizê-lo). E nós sabemos, todos, que, quando estamos encarnados, enquanto existem condicionamentos, o que exprimimos ao exterior – de nossa própria cabeça, de nossa própria vontade – inscrever-se-á, sempre, de acordo com um princípio chamado o bem e o mal, de acordo com um princípio chamado a vontade de bem, de acordo com um princípio de benefício/risco, que vai orientar a ação – efetuada desde o Interior, oriunda da reflexão ou de engramas comportamentais, educativos, sociais, culturais – e vai, portanto, colorir a ação do ser humano em função do que escapa, de algum modo, da Liberdade. A Transparência propicia a Alegria, o Fogo do Coração. A Transparência permite fazer a experiência da ação da Luz, para além da vontade de bem, para além do desejo da personalidade, na Verdade do Coração, na Verdade do instante que é inteiramente desacoplado de qualquer lógica pertencente à personalidade. A ação que é empreendida, naquele momento, tornar-se-á, de maneira cada vez mais perceptível (para a consciência que ali circula), o princípio da Ação de Graça. A vida, então, estabelece-se, permanentemente, na Fluidez, na Simplicidade, na Unidade, na Alegria, e nenhum elemento parasita – nenhum elemento pertencente à Dualidade – pode vir, quando a hora chegar, alterar essa metalógica da Transparência. IRMÃO K -19/11/11 A vida, sua vida, vai colocá-los frente, muito exatamente, ao que é necessário, útil, para ir sempre para mais integração da Luz, para mais Unidade. Não há mais que se colocar a questão. E, muitas vezes, as personalidades em via de integração na Luz Unitária percebem, assaz facilmente, que no conjunto, tudo se torna mais fácil, e mesmo nos momentos em que a imersão na Luz torna-se tal que não há mais a possibilidade para a personalidade de se exprimir (seja nos momentos que vocês escolheram, de Alinhamento, seja nos momentos que lhes são próprios), e bem, há uma aceitação da ação desta Luz. Porque a própria consciência da personalidade se omite e compreende que a Luz, naqueles momentos, não vem agredi-los, não vem impedi-los de fazer o que vocês estavam prestes a fazer, mas, sim, participar da sua própria Liberação. Na realidade, a personalidade aceita que ela mesma não tem que se liberar do que quer que seja, porque é a própria Luz que libera. Isso faz desaparecer, é claro, a vontade, a „vontade de bem‟.

30

Isso faz desaparecer, naturalmente, todas as noções de moral, de crença, todas as noções de adesão a rituais, quaisquer que sejam, contribuindo para estabelecer a Liberdade, a Autonomia, como diria também IRMÃO K (ndr: ver na seção “essenciais”), permitindo-lhes, então, manifestar a consciência, liberada de todo entrave, bem além da ação voluntária do bem e além, é claro, de todo mal. Já que a unificação da consciência se traduz por uma ação do tipo unitário, cuja característica primeira é a Graça. SRI AUROBINDO – 20/11/11 Em outros lugares há a Liberdade. Em outros lugares há o Amor. O amor tal como vocês o vivem, sobre este mundo, não é o Amor. Ele é apenas o confinamento, em um relacionamento, em um afeto, em uma necessidade de „vontade de bem‟, mas ele não é a Liberdade e, ainda menos, a Liberação. ANAEL – 20/11/11 Vocês sabem, a Luz penetra. Ela penetra onde está aberto, ou seja, onde Ela pode. Portanto, se vocês percebem a Luz em alguns momentos (seja pelas Vibrações, seja nos Alinhamentos, seja em momentos específicos de sua vida), é evidente que, naquele momento, há uma abertura, em algum lugar, seja na cabeça, seja no chacra do Coração, seja no triângulo do sacrum, não é? Naquele momento, a Luz vai penetrar por um desses pontos e, conforme o local onde ela penetra, ela pode, portanto, ou fazer vibrar o Coração, ou descer para o Coração, ou voltar a subir para o Coração. Vocês nada têm a fazer. Vocês têm apenas que deixá-La agir, porque o que age, nesse momento, não é sua vontade pessoal, não é, tampouco, a vontade de bem, isso, nós já explicamos. É necessário deixar trabalhar a Graça e a ação de Graça. AIVANHOV – 12/11/11 Vocês são chamados, pela Graça da Luz e através desse processo de Comunhão que lhes foi apresentado, para aproximar-se, coletivamente, cada vez mais, deste estado de Unidade. Este estado de Unidade (e a realização do ser) é o desaparecimento do ter. A personalidade pertence ao ter porque tudo o que ela vai definir é apropriado por ela mesma. A Luz vai para ela, mas a personalidade não emite qualquer Luz. Ela é, às vezes, persuadida, ela mesma (quando ela está integrada, quando ela segue certos tipos de ensinamentos), que ela vai agir para o bem e, efetivamente, ela agirá para o bem.

Mas, agir para o bem jamais será o acesso à Vibração do Coração.
A Vibração do Coração, o estado do Ser Unificado, está bem além dessas contingências chamadas de livre arbítrio, de vontade de bem, do bem e do mal.

31

O Ser que se aproxima da Unidade e que se instala na Unidade irradia o Amor porque ele se torna o Amor, porque ele é o Amor, porque ele é Luz e porque ele está Unificado. Ele nunca coloca a questão de saber se sua ação é bem ou mal porque ele transcendeu o bem e o mal. Como vocês querem transcender o bem e o mal ali aderindo? Como vocês querem perceber o que vocês são, na verdade, enquanto seu olhar está voltado para a Ilusão exterior? UM AMIGO – 28/10/11

Questão: é necessário, ainda, fazer o bem ou deve-se contentar com o Amor da Luz?
Meu Irmão, nada é necessário. Agora, dizer: «contentar-se com o Amor da Luz e a Luz» significa o quê? Uma vez que Isso é Tudo e que todo o resto participa apenas da Ilusão mantida pelas religiões e por uma visão, conceitual, do Coração e não Vibratório?

A vontade de bem não será, jamais, a Luz e o Amor.
O Amor e a Luz são Tudo. O resto é apenas ilusão. O maior dos Séva (dos serviços) devolvido à Luz é a Irradiação da Luz e o Amor. Todo o resto não existe. SRI AUROBINDO – 28/10/11 O ego não pode apreender-se, nem conhecer, nem viver a Unidade, porque ele é construído sobre o princípio da Dualidade, e esta Dualidade se exprime, permanentemente, na vida, enquanto Bem e Mal. Deste modo, então, tudo opõe o ego e a personalidade, ao Si: nos mecanismos de funcionamento, mas também em tudo o que vai resultar, nas atitudes na vida. O ego leva tudo para si, mas em meio ao Eu [„Moi‟]. O Si está na Transparência a mais total e não leva nada para ele, exceto que ele encontrou a Fonte do Amor que é, naturalmente, ele mesmo, mas em um Espaço e em um Tempo que nada tem a ver com o espaço e com o tempo da personalidade e do ego.

O ego, por definição, é limitado, fragmentado, e se constrói apenas através do medo, através da „vontade de bem‟ e da promoção.
MA ANANDA MOYI – 27/10/11 Ora, como é que o Espírito, que é perfeito por toda Eternidade, que é a Verdade absoluta, teria necessidade de qualquer melhoria, visto que ele já é perfeito por toda Eternidade e está presente em todas as dimensões? Há, efetivamente, um paradoxo, que a consciência limitada não está pronta para resolver, exceto na adesão a crenças de um futuro melhor, de um salvador exterior, de um aperfeiçoamento cármico, ou, ainda, de princípios ligados à „vontade de bem‟, que fazem

32

crer a muitos seres humanos que, praticando o bem em detrimento do mal, chegará um dia aonde irá se manifestar a Luz. Nada há de mais falso, porque a Luz não é deste mundo. IRMÃO K – 13/11/11 Eis o que lhes é oferecido, porque é a Graça da Luz. Não há qualquer montanha a escalar senão aquela que vocês próprios construíram. Não há purificação a fazer senão aquela que vocês fizeram. Há apenas que Ser. E isso não é simplesmente uma palavra, é, realmente, a Verdade da Vibração do ser que vive o Si. Nada há a buscar, nada mais há a ajudar, nada mais há a servir, exceto Tornar-se si mesmo o Serviço, tornando-se a Luz total. Não há qualquer projeção da vontade para uma ajuda qualquer, porque a melhor forma (nós lhes dissemos) de ajudar é Ser. Porque, a partir do instante em que vocês São, vocês são os Retransmissores da Luz, vocês são os Ancoradores da Luz, e vocês são um Farol para aquele que ainda está na dúvida e no sofrimento. E jamais vocês poderão convencê-lo por uma palavra, nem por um olhar, nem por um gesto, nem por uma ação. Vocês poderão, simplesmente, propor-lhe o modelo do Si, através de sua Presença. E cabe a ele aceitá-lo ou recusá-lo. UM AMIGO – 19/11/11 Se vocês estão no Ser, tudo em sua vida irá se tornar Simples. E cada vez mais verdadeiro, hoje. Se vocês são complicados, isso irá se tornar cada vez mais complicado, em todos os níveis, sem qualquer exceção. O que é que faz sofrer? Não é a Luz, é a negação da Luz. Então, depois, é fácil dizer: “eu quero me comunicar com um Arcanjo”, “eu sinto um arrepio, é isso, eu estou em contato com a Luz”. A Luz não age assim, jamais. Portanto, muitos, muitos seres humanos, atualmente, estão se enganando, é o que dizia São João (ndr: SRI AUROBINDO): “haverá muitos Chamados e poucos Eleitos”.

Não são Eleitos no sentido espetacular, isso significa, simplesmente, que muitos seres param, no caminho, pela vontade pessoal, pela vontade de bem e pela vontade de sua pequena pessoa, para ver tal coisa ou tal situação melhorar.
Isso não é repreensível, já que cada um é livre. Mas não é preciso reivindicar o Ilimitado, a Liberdade, o Espírito, a Alegria, permanecendo na personalidade. São dois mundos que se separam e que se opõem.

33

O Mundo da Unidade não pode se acomodar no mundo da Dualidade: são dois universos, duas gama de frequências Vibratórias que nada têm a ver. AÏVANHOV – 26/11/11

Questão: abençoar pessoas que não querem a Luz é contrário à Luz?
Totalmente. Você não pode impor a Luz para um ser ou para você. Querer apor a Luz sobre alguém que não a quer é um ato Dualitário por essência e, aliás, a maior parte dos trabalhos ditos de luz falsificada insiste na noção de pôr a luz por toda a parte. É uma vontade egoica, uma vontade Luciferiana, porque isso mantém a Dualidade, porque isso faz intervir a vontade. É sua inteligência humana que age, e não a Inteligência da Luz. Se vocês vivem o Fogo do Coração, vivem o Fogo do Coração. Naquele momento, vocês servem à humanidade toda, inteira, e ao conjunto de sistemas solares, porque seu Coração está aberto e porque ele está no Fogo ou na Vibração. Todo o resto é apenas projeção do ego, sobretudo agora, em que a Luz está aí, à profusão. É verdade que isso obriga a rever um pouco os mecanismos de pensamento habituais, não é? Isso não quer dizer que é preciso ser indiferente ou desviar-se daquele que lhes pede ajuda, atenção! Eu disse, simplesmente, que a Luz age por ela mesma. Se seu Coração está desperto, se a Coroa Radiante do Coração, da Cabeça Vibram ou estão no Fogo, vocês não têm necessidade mesmo de se preocupar: a Luz irá para onde ela deve ir, por ela mesma. Porque, se vocês fazem isso, isso quer dizer o quê?

Isso quer dizer que seu mental vai querer tomar o controle da Luz, em algo que se chama a vontade de bem. Mas a vontade de bem não é melhor nem pior do que a vontade de mal. Ela mantém a matriz, mas não permite ir à Luz.
E eu disse: «Amar é Irradiar, servir, é Irradiar a Luz Vibral». Mas ela irradia sozinha, assim que vocês estejam abertos. AÏVANHOV – 03/06/11

Questão: como ajudar aqueles que não chegam a viver as mudanças atuais?
Mas nem todos vivem as mudanças, cara amiga. Há seres que são refratários às mudanças, porque há o medo, porque há a incompreensão e porque há também certa forma de peso da Consciência que não está ainda desperta.

34

Então, é necessário continuarem otimistas, porque «os primeiros serão os últimos», não é? e «os últimos serão os primeiros». Agora, a título pessoal, eu sei que isso pode colocar problemas, por exemplo, nas famílias, num casal, onde há um que evolui e o outro que não se move. O que vocês podem fazer? Vocês podem apenas ser vocês mesmos na Vibração e propor a Vibração. Vocês não podem estar de modo algum na vontade pessoal de mudar o que quer que seja porque, naquele momento, vocês voltam a descer, vocês mesmos, na Dualidade. E com que direito vocês vão querer que alguém vá para onde ele não quer ir? Há seres que recusam a Luz, ainda hoje, sobre a Terra. É a experiência e é também a liberdade deles. Vocês não podem forçar ninguém, podem apenas propor. Então, há seres que vão dizer: «eu quero, eu quero, eu quero». Justamente, não é necessário querer. São talvez seres que estão demasiado na vontade. Não falo daqueles que recusam a Luz, mas dos que querem a Luz e que não vivem a Luz. Onde está o problema? Vem da Luz? Não. A Luz da Unidade não é uma vontade, é um Abandono. Ora, enquanto se estiver na vontade, não se pode viver o Abandono à Luz, inteiramente. É tão simples assim. Portanto, há vários casos. Há seres que recusam a Luz por medo, incompreensão, ou qualquer outra razão e que recusarão até no limite, porque preferem permanecer na ilusão. E é a liberdade mais estrita deles. Há seres que estão numa diligência dita espiritual, mas ligada a Crenças, ligada a esquemas de funcionamento que estão totalmente ao oposto do Abandono à Luz. A estes tampouco, vocês nada podem fazer. Vocês podem apenas estar vocês mesmos na Luz, no alinhamento, na sua Presença a si mesmos e talvez, por simpatia, por sintonia, eles vão se abrir. Há seres que recusam a Luz, ainda hoje, que dizem e que podem dizer: «como é que conta tolices, esse velho», e que, de um dia para o outro, vão abrir-se, porque a abertura não se decide mentalmente, ela se decide Vibratoriamente. E, aí também, é necessário compreender que são gamas de Vibrações. A Consciência fragmentária do ego é uma consciência pesada, extremamente limitada. Basta que esta Consciência pesada, por vezes, se expanda um pouco, que a pessoa afrouxa-se, de modo que chegue a captar as Vibrações da Luz Unificada e, naquele momento, tudo vai se desencadear. É necessário efetivamente compreender que os primeiros seres que foram abertos, nos anos 80, exatamente antes de minha partida, viveram transformações que duraram quase trinta anos. E há hoje seres que desembarcam, pode-se dizer, mas que são muito novos. Eles não têm crenças, não têm preconceitos, não têm vontades.

35

Eles são, como vocês dizem e como eu poderia dizer, «open» [abertos] e quando vocês são «open», tudo pode se produzir, o que não é o caso quando são fechados. E não é uma questão de vontade, é uma questão, realmente, Vibratória. Portanto, vocês nada podem fazer por aquele que não está pronto, é impossível. Senão, vocês recaem, vocês mesmos, na Dualidade e vão sofrer imensamente, o que é o caso de muitos seres, hoje, que viveram fases de abertura e que, no último momento, recusaram a Luz porque tinham medo, simplesmente. Portanto, recaíram na personalidade e na Dualidade, temporária ou definitivamente. Mas isso não lhes concerne. A única maneira de servir, e eu já o disse, a única maneira de ajudar, é irradiar o que vocês são.

Qualquer outra vontade de ajuda que viria do ego não vai no sentido da Luz e isso é talvez difícil compreender através de certos tipos de ensinamentos que os levaram na vontade de Bem. A vontade de Bem não é a Unidade, ela mantém a oposição Bem/Mal, permanentemente.
AÏVANHOV – 19/02/11

Questão: como saber se um ensinamento é falsificado ou não?
Agora, é necessário, efetivamente, compreender, a questão não se põe em falsificação ou não falsificação, coloque-se sempre a questão: «Qual é a finalidade?».

Será que a finalidade é manter a matriz com um mundo melhor, a vontade de bem, ou será que o objetivo do «ensinamento», (entre aspas), porque todo ensinamento, finalmente, resume-se numa coisa: é o Coração, e vocês sozinhos que abrem seu Coração.
Todo o resto é blablá, mesmo o que eu lhes digo. Se vocês não abrem seu Coração, isso para nada serve. Todo o princípio da espiritualidade é tê-los feito crer que era necessário ter uma busca exterior. O ensinamento que nós lhes demos, uns e outros, não é um ensinamento, é uma iluminação sobre o próprio princípio que fundamenta a matriz, ou seja, a falsificação da Dualidade. E, para sair da Dualidade, é necessário penetrar na aceitação da Unidade. Esse mundo é uma falsificação. Vocês são uma ilusão, portanto, como é que a ilusão da matriz poderia conduzir a qualquer perfeição? Portanto, vocês não podem pretender encontrar a Luz em algo que está privado de Luz. As leis do Espírito nada têm a ver com as leis da matriz. E a maior parte dos ensinamentos Luciferianos encheu suas cabeças de que vocês podiam encontrar a Luz na matriz.

36

Cristo disse: «Meu reino não é desse mundo». Portanto, esse mundo não pode ser melhorado de modo algum.
Não é possível, desde a falsificação. E toda a magistral organização Luciferiana é justamente tê-los feito crer que, se vocês estivessem na vontade de bem, se vocês estivessem no Serviço, esquecendo-se de vocês mesmos, vocês iriam encontrar o Coração. É falso. O Coração é uma Vibração, não é uma concepção ou uma projeção ou, ainda pior, uma exteriorização de um ideal. É uma Vibração. A multidimensionalidade, a saída da matriz não se faz assim, não é possível. Então, é claro, a palavra chave é qual? Os adeptos. Iniciação. Mas não há iniciação. Como o disseram muito numerosos Mestres, tudo é aqui e agora, nada há em outros lugares. Há apenas a realizar o Si. Portanto, enquanto vocês creem que um conhecimento, mesmo das Estrelas, ao limite, vai propiciar-lhes a abertura do Coração, vocês se enganam. Tudo é feito, mesmo ao nível Vibratório, pela Luz Vibral, para favorecer o que foi chamado o seu Abandono à Luz. O Abandono à Luz passa, necessariamente, pela ausência de vontade, mesmo de bem, porque a vontade de bem recorre ao ego, recorre ao poder. É todo o princípio da ilusão Luciferiana. A diferença é essencial para compreender: há Vibração ou não há Vibração. Há abertura do Coração, se vocês têm a chance de senti-la e vivê-la, ou não há abertura do Coração. É tão simples assim. Mas vocês não têm necessidade de nada, tudo está aí, aqui e agora. O Si sempre esteve aí, não é uma busca exterior ligada a um conhecimento, qualquer que seja. Sobretudo nos tempos que vocês vivem, é claro.

Questão: isso significa que nada se tem mais a fazer, exceto realizar o Si?
Mas é o que nós dizemos a vocês desde sempre, é o que é dito desde milênios pelos seres que atingiram o verdadeiro Despertar. O mundo não existe. Portanto, enquanto vocês dão seus pensamentos ao mundo, vocês o mantêm. Mas ele não existe. É o ego que crê nisso, é o ego que desempenha um papel de papai, de mamãe, disso, daquilo. Vocês não podem permanecer nesse mundo e sair desse mundo.

37

Cabe a vocês saber qual é sua finalidade, aí também. Agora, como sempre foi dito pelos Arcanjos, será feito muito exatamente segundo sua Vibração.

Se vocês estão na vontade de bem, vocês continuarão a cultivar a vontade de bem, em outros lugares.
Não há julgamento de valor, é simplesmente conforme o que vocês creem. Vocês vão, efetivamente, penetrar o que se chama a Criação espontânea. Se vocês querem tornar-se um amendoim, vocês se tornarão um amendoim.

Questão: ... como então não interessar-se pela ecologia?
Porque você mantém a matriz. Você, ser humano, você é falsificado. A natureza não. O que acontece quando você efetua um combate? Você entra na Dualidade, você se opõe a algo. Portanto, se você se opõe a algo, você mantém a Dualidade e, portanto, você não pode realizar o Si. Você já viu um ser desperto e realizado no Si interessar-se por outra coisa do que o Si? E falar da ecologia, por exemplo?

Vocês não poderão mudar o mundo do exterior, mesmo com os mais belos ideais, é uma Crença.
Agora, faça como você sente. Você pode crer ou não crer, isso em nada mudará a verdade da matriz.

Ou seja, você nutre a matriz, ainda que isso seja mesmo pela vontade de bem, eu repito.
Há muitos, entre vocês que, aparentemente, não compreenderam o que é o fim de um mundo. Há muitos, entre vocês, que não se lembram o que viveram na Atlântida. A Terra passou dezenas de vezes por uma destruição total. A natureza, não se preocupem com ela, ela se reconstitui sempre. Numa outra Dimensão, desta vez, que é a 5ª Dimensão. É uma «outra natureza», é outra Vibração. Agora, é livre a você, se quer continuar a manter o bem, a querer lutar. Qual é a sua finalidade? Mas você não pode reivindicar o Si e a Luz e continuar a nutrir a matriz. O que não quer dizer que não deva fazer nada, mas é preciso estar lúcido. Qual é seu objetivo? Qual é sua finalidade? Tudo se define em relação a isso.

Mas, eu repito: aquele que realiza o Si, não importa onde no mundo, sozinho, serve, ama e irradia muito mais do que aquele que luta, mesmo por uma causa nobre.

38

É demasiado tarde. O ciclo terminou. AÏVANHOV – 30/05/11 Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: Beth Rodrigues

Coletânea: O dia em que a Terra irá parar - Autres Dimensions
Agora, é preciso efetivamente compreender que os três dias correspondem, simplesmente, à parada da rotação da Terra. E, nas profecias, há, nas profecias Ocidentais, três dias de trevas e, do outro lado da Terra, para os Australianos, há três dias de Luz. Mas há outras coisas que se realizam, atualmente, que nós, Ocidentais, não conhecemos, mesmo em nossas tradições, que era o aparecimento do Canto da Terra. Esse aparecimento do Canto da Terra assinala a liberação final da Terra, que alguns povos ouvem, que, em alguns lugares, mesmo na França, vocês podem ouvir. O.M. AÏVANHOV – 14 de maio de 2011

Questão: haverá um efeito sobre o fenômeno de estase?
O fenômeno de estase, se é o que vocês chamam os 3 dias, ocorrerá unicamente quando da parada de rotação da Terra. ANAEL – 21 de novembro de 2010

Pergunta: se os „3 Dias‟ correspondem ao alinhamento de todos os planetas, parece difícil compreender como a Terra poderia se encontrar na obscuridade total.
Querido filho, quem disse que os „3 Dias‟ eram o alinhamento de todos os planetas? Isso é impossível. Os „3 Dias‟ correspondem simplesmente à parada de rotação da Terra. Nada mais. Sob a influência da irradiação Galáctica, sob a influência de Hercobulus e também do seu Sol. Os outros planetas não têm estritamente nada a ver com isso. Os alinhamentos planetários permitiram realizar sua Cruz no Céu e sua Cruz em sua cabeça.

39

O restante não é um fenômeno planetário, mas Galáctico. MARIA - 3 de outubro de 2010 Há vários 3 Dias: há 3 dias associados à Realeza de Maria. É o Coroamento, é o que vocês vivem nesse momento desde que o ponto IS foi passado e até o fim do OD. Vocês vão fazer o contorno completo da Coroa. Isso é a Realeza. Significa que depois dessa etapa vocês saberão se vocês estão Coroados. Em seguida, há um processo que diz respeito, eu diria, ao coroamento final da Terra, mas que não é o fim. É o que é chamado de os „3 Dias de Trevas‟, ou os „3 Dias de Luz‟. É a parada de rotação da Terra e tudo o que se segue. O.M. AÏVANHOV - 25 de setembro de 2010

Questão: a parada da rotação da Terra será automaticamente ou isso dependerá da evolução dos acontecimentos?
Terá necessariamente lugar, logo que a Terra e logo que o Arcanjo Uriel intervier, efetivamente. O.M. AÏVANHOV - 9 de novembro de 2009

PERGUNTA: A QUE SERÃO DEVIDOS OS «RUÍDOS TERRÍVEIS» DE QUE FALA?
À parada da rotação da Terra e às irradiações, aos ventos cósmicos, que vão irromper em seu sistema planetário. Ela será induzida por si, pela irradiação eletromagnética e sua potência. Mas nós os preveniremos por intermédio da voz da Mãe celeste, aquela a quem denominam Maria, ouvida fora da orelha esquerda, para todos ao mesmo tempo, que os prevenirá, precisamente, 72 horas antes do movimento de transmutação. SERETI - 4 de julho de 2005 Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: www.mestresascensos.com

40

Coletânea: Vibração da Palavra Fonte - Autres Dimensions

Antes de começar a coletânea, lembrando que "deus" é uma palavra inventada, inventada pelo demiurgo que criou esta Dimensão. Assim, nós, nós das esferas Unitárias, empregamos a palavra Fonte, de Luz ou de Unidade. UM AMIGO – 6 de março de 2010.

A Fonte é Una. A Fonte é bondade. A Fonte é Vibração. A Fonte é amor. Ela não é nenhum outro. Não existe qualquer Deus vingador se não aquele que se intitulou assim e que é ele mesmo o Diabo, jogando assim o duplo jogo daquele que pune e daquele que recompensa à volta de papel, provocando-os ainda mais na Ilusão.
A palavra certa para a Luz é a fonte, a Unidade. Vocês são os filhos da Lei do Um porque, todos, foram criados e criaram, vocês mesmos, por mediação da Unidade. Vocês não podem pertencer à multiplicidade e ainda menos àquele que queria fechá-los totalmente. Vocês foram criados livres e devem reencontrar sua liberdade. Sua liberdade está além das contingências, além de todas as crenças que lhes foram acrescentadas, camada por camada, em suas encarnações. MARIA - 21 de novembro de 2009 Algo de exterior a vocês não os teria obrigado ao que quer que fosse, porque sua Fonte é Amor. Sua Fonte é Unidade. Vocês são Unidade. Vocês são Fonte, todas as Unidades, tanto quanto vocês são. Não há, portanto, punição. Essa lei de ação/reação foi criada, unicamente, por vocês mesmos e por nada mais.

41

Cabe-lhes, hoje, liberar-se dessas ilusões, mas cabe-lhes, totalmente, também, decidir que o que nós dissemos é uma ilusão e que vocês estão na realidade. Então, nessas condições, cabe-lhes continuar em sua realidade, mas nós, nós preferimos ir para nossa realidade que é, também, a realidade da Unidade da Fonte. Ela não pode enganar. Ela não pode fazer sofrer. Ela não pode dividir e nós preferimos isso, amigo leitor. Livro: A HUMANIDADE QUE COMEÇA - Ramatan A Ilusão foi tão bem construída, tão bem desenhada que, mesmo nos modelos espirituais os mais conduzidos (sendo dado ao pouco de seres que tiveram êxito para sair realmente da matriz), a maior parte de seres que viveram até o presente experiências místicas descrevem sensivelmente a mesma coisa: a passagem através de um túnel, a chegada diante de uma luz magnífica, o acolhimento por seres chamados de Luz. Mas tudo isso pertence à matriz, inteiramente. Assim, portanto, fizeram-nos crer que o objetivo era juntar-se a esta luz, purificando seu carma. São as leis Arcônticas. Jamais a Fonte criou qualquer carma. A Fonte é Amor infinito e expansão infinita e criação infinita. Não há qualquer lugar, nesta criação, para qualquer Sombra, para qualquer resistência ou qualquer Ilusão. Toda a dificuldade provém daí. A Verdade está além de suas mais belas projeções ou mesmo de seus mais belos desejos. ANAEL – 7 de agosto de 2010 A Fonte é Unidade e Ação de Graça, em todos os mundos Unificados e em todas as Dimensões Unificadas, quaisquer que sejam os universos e os Multiuniversos. Apenas nos universos falsificados existe esta lei de ação/reação (que nós preferimos, quanto a nós, chamar de forças gravitacionais) Quando os chamamos de «Sementes de Estrelas», «Filhos da Lei de Um», insistimos em sua Dimensão real, que é aquela que está além desse mundo, que estritamente nada tem a ver com as leis do mundo que vocês percorrem. A manipulação dos Arcontes consistiu em fazê-los aderir e, portanto, crer (o que dá no mesmo) em leis, leis de ação e de reação que existem em todos os planos desta matriz, desde o mundo visível que vocês são, até o mundo dito invisível, que é também uma criação da matriz. Assim, portanto, nos mundos Unificados, o que vocês chamam de astral não tem qualquer existência. O que vocês chamam de causal, não tem qualquer existência. ANAEL – 3 de agosto de 2010 - Parte 2 A ação/reação não pertence à Vontade da Fonte. A Vontade da Fonte é Una.

42

Ela é simplesmente que vocês realizem e vivam na Existência, na liberdade, na Alegria e na Unidade. Qualquer outra Criação é uma falsificação. ANAEL - 29 de junho de 2010

Questão: que são a Luz e a Consciência Crística com relação à Fonte?
A Fonte é Luz. A Consciência Crística está ligada à tomada de Consciência de sua dimensão Fonte e de sua dimensão Luz. A Luz pode se manifestar independentemente da Fonte, mesmo se ela alí está sustentada e se ela ali encontra sua origem. A Fonte é o tudo, ou o Um, se preferem. A Luz tem diferentes tonalidades, diferentes frequências. A Luz de que falamos, quando falamos da Luz de 5ª dimensão, é uma Luz que vocês chamam, na Terra, os raios X e os raios gama, que são, a priori, nocivos, e com razão, para esse corpo físico que está privado. A Luz não é portanto unicamente os fótons visíveis mas os níveis Vibratórios diferentemente mais elevados, pertencentes a outras densidades de tempos e suportados por vezes por partículas que lhes são desconhecidas nesta Dimensão. A Fonte é o conjunto de Luzes. A Fonte é o conjunto de Consciências. Vocês são, vocês mesmos, Fonte, quando vocês a revelam, obviamente. UM AMIGO – 6 de março de 2010

Questão: pode desenvolver sobre a Fonte e sua natureza?
Bem amada, a Fonte é Fonte de tudo. Ela é Fonte do menor átomo existente nos multiuniversos e multidimensões. Eu sou a Fonte e você é a Fonte. A Fonte tem, enfim, a capacidade de manifestar-se em toda forma de Consciência: dentro de um átomo, dentro de uma forma humana, dentro de uma forma Arcangélica. A Fonte não pode ser limitada de qualquer maneira. Ela pode ela mesma limitar-se à vontade para percorrer o conjunto de campos da Criação, o conjunto da manifestação, o conjunto dos multiuniversos, o conjunto das galáxias. Não há qualquer limite à Fonte, porque se a Fonte fosse totalmente ausente, nenhuma Criação e nenhuma Consciência poderia existir. A Fonte é a única Consciência que pôde ir e vir nesta ilusão, emprestando, de maneira temporária, criando todas as peças, um corpo. Esse corpo não é viável numa duração de tempo correspondente à vida humana, mas num período de 7 ou 14 anos. A Fonte não privou-se de fazê-lo porque isso faz parte de sua capacidade. A Presença da Fonte, entre vocês, foi revelada pelo próprio Cristo, quando ele falava de seu Pai.

43

ANAEL – 30 de maio de 2010 Se vocês soubessem como a Fonte é simples, como a Vida e o Amor são simples, nos mundos da Unificação! Somente o filtro de seu mental os faz crer que é complicado. Somente o filtro de seu mental os provoca, sem parar e permanentemente, no julgamento, na ilusão e nesta materialidade. Vocês fazem a experiência, para alguns, desde tempos imemoráveis, mas pouco importa. Hoje, a hora vai em breve soar, para aqueles que o desejam, e eu lhes desejo, ainda uma vez, cada vez mais numerosos a desejá-lo. Retornem à sua casa, juntem-se a nós, meu Filho e eu, nos mundos Unificados. Nas casas do Pai e da Mãe, que vibram em uníssono, do conjunto das galáxias, do conjunto dos universos. Vocês têm a possibilidade. MARIA – 3 de agosto de 2009 Sua Fonte é a Alegria. ANNA – Mãe biológica de Maria – 13 de setembro de 2011 A Fonte é Liberdade. A Fonte é Eternidade. Ela é Amor ilimitado. O.M. AÏVANHOV - 3 de dezembro de 2009 Cada Instante é Um e reunido à Liberdade absoluta, à Essência absoluta. Nada há a realizar, porque tudo está realizado. Nada há a evoluir, porque tudo é perfeito na Verdade do Um. A FONTE é Una. Cada um é Um. Tudo é Um. URIEL – 8 de agosto de 2011 A FONTE está presente (como foi dito por muito numerosos místicos) no grão de areia, no conjunto dos Universos, no conjunto dos Sóis. A FONTE não é limitada por qualquer Dimensão e qualquer forma. A FONTE pode mesmo ter a liberdade (e ela o fez), de tomar um corpo, de criar um corpo, diretamente nessa matriz falsificada, sem ser alterada de maneira alguma.

Questão: qual é Sua forma de origem?
Ela está por toda a parte. A forma da FONTE é ser, justamente, a totalidade de formas. Não se pode restringi-la a uma forma. Ela criou, ela criou-se a si mesma no espelho, numa Dimensão interior, no Senhor METATRON. Mas a FONTE, não se pode dizer que ela está em tal Dimensão, dado que ela está em todas as Dimensões. Ela infiltra, no sentido o mais nobre, todas as Criaturas, todas as Criações, todas as Consciências.

44

Portanto, ela tem a forma que você deseja. E ela mesma toma a forma que ela deseja. É sempre o mesmo princípio, vocês têm muita dificuldade para conceber a Multidimensionalidade. Justamente porque isso não pode ser concebido, isso pode apenas ser vivido. Isso não corresponde a um cérebro; isso não corresponde a um mental. É, aliás, por isso que SRI AUROBINDO havia empregado a palavra Supramental, porque é algo tão fora do comum, fora do âmbito de referencial habitual, que não pode haver palavras. A única coisa que posso dizer-lhe é que a FONTE está presente no grão de areia como numa consciência humana, a totalidade, mas pode também manifestar-se, ela mesma, através de um corpo criado, aqui, como não importa em qual Dimensão. Isso parece extremamente difícil a apreender, mas, quando vocês são multidimensionais (e isso não concerne apenas à FONTE, isso concerne a um Arcanjo, a um anjo), vocês estão aqui, mas vocês não estão localizados aqui. É o princípio do holograma: vocês estão aí, mas são, ao mesmo tempo, todo o resto. Não há barreira, não há limite, não há confinamento, não há separação. A Consciência Unificada, aqueles que a viveram sobre a Terra vivem essa ausência de separação. Eles não fazem qualquer diferença de Consciência vivida entre eles e todos os outros. Isso corresponde, inteiramente, ao que dizia o CRISTO: «O que vocês fazem, ao menor de vocês, é a mim que vocês o fazem. Eu e o Pai somos Um». O.M. AÏVANHOV – 3 de julho de 2011 A Fonte é Fonte, mesmo para aqueles que a recusam. A Fonte é Doação. Não pode haver Vida, mesmo fechada, sem Fonte, é impossível. GEMMA GALGANI - 10 de abril de 2011 A Fonte é a totalidade dos caminhos. ANAEL – 9 de abril de 2011 Mas, enquanto vocês consideram que Deus é exterior a vocês, que a Fonte é exterior a vocês, vocês não são a Fonte e, portanto, vocês não estão em sua Unidade. O.M. AÏVANHOV – 28 de março de 2011 A Fonte é tudo. Eu vou tomar um exemplo que é muito simples: a maior parte das leis físicas (que eu chamei as leis de ação/reação) da matriz são leis reais que funcionam. A prova, quando vocês deixam cair uma maçã, ela cai, não é? Portanto, as forças gravitacionais eletromagnéticas são forças que foram fechadas, recurvadas, ao nível do espaço-tempo. Vocês, vocês veem a luz, não é? Vocês veem o Sol e vocês dizem que o dia se levanta e a noite chega quando a noite chega. Mas, para nós, como foi dito, vocês estão na sombra, porque não há Luz.

45

A Luz não é o que vocês veem com seus olhos. A Luz não é unicamente a Luz do Sol, é o melhor reflexo, digamos. Portanto, nos Mundos Unificados, nós somos A Fonte e não há separação. Como eu disse: tudo é Um, mas esta noção de Unidade de serem todos Unitários e Um não é uma visão do Espírito, nem um conceito. É uma Vibração. O.M. AÏVANHOV – 12 de março de 2011 Vocês irão onde puserem, segundo sua Vibração, unicamente isso. Portanto, a Fonte é você, inteiramente. A única diferença é que a Fonte, ela sabe que ela é a Fonte e você, você não o sabe ainda. O.M. AÏVANHOV – 2 de outubro de 2010 Curiosidade: Em quase a totalidade das canalizações AD traduzidas para o Português (até a última mensagem de Miguel de 15/10), a palavra "Fonte" foi usada aproximadamente 4 mil vezes pelos intervenientes. A palara deus foi usada somente, aproximadamente, 500 vezes, sendo que na maioria das vezes para explicar que foi uma palavra inventada, etc (o resto da história vocês já conhecem). Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: www.mestresascensos.com

COLETÂNEA: VIDAS PASSADAS - AUTRES DIMENSIONS

Questão: por que estive ao serviço do mal nas vidas passadas?
Então, cara amiga, o mal não existe.

46

O bem não existe. Existe apenas num nível da consciência, que é a consciência fragmentária da personalidade que está na Dualidade. Portanto, assim que você diz: «fui isso ou fui aquilo», você dá, aí também, peso e crença a isso.

A única coisa que é eterna é Você, no instante e em sua Unidade.
Todo o resto, como dizem os orientais, é apenas Maya e ilusório.

Mas, cara amiga, enquanto você estiver orientada em seu passado e em suas vidas passadas, você viverá apenas a destruição.
A Eternidade não se importa com suas vidas passadas, que são tão ilusórias como aquela que você vive. Portanto, enquanto procurar uma explicação para sua vida em seu passado ou projetando-se em seu futuro e aderindo ao que é chamada a reencarnação, você se afasta da felicidade e da Verdade. Isso não pode ser de outro modo.

Questão: por que alguns se lembram de numerosas vidas anteriores, enquanto isso não é necessário para os processos em curso?
Mas, cara amiga, a lembrança da memória de vidas passadas está ligada à ativação do terceiro olho. Portanto, o terceiro olho desaparece.

Essa memória de vidas passadas é um peso suplementar.
Então, é claro, há alguns seres que vão se lembrar espontaneamente de todas as suas vidas. Eu era desses. Mas qual o interesse? Então, é muito satisfatório para o ego poder explicar uma situação presente por um passado, mas é um perigo terrível. Quando o terceiro olho está aberto, vê-se desfilar rostos das vidas passadas e, depois, tem-se acesso a informações dessas vidas passadas, de modo completamente comum, sem ir buscar técnicas. Mas tudo isso pertence a Maya (ilusão). Vocês são um Espírito, vocês não são esse corpo e vocês não são a experiência de suas encarnações. É o que dizia Buda: «quando você encontra os Siddhis, os poderes da alma, salve-se rapidamente». AIVANHOV – 14/06/11 O Si é Livre, totalmente Livre. Ele não pode ser afetado pela morte desse corpo.

47

Ele não pode ser afetado pelo desaparecimento do que quer que seja deste mundo, porque a Consciência que vive isso está estabelecida na Eternidade, e como o que é efêmero poderia atuar na Eternidade?

nós não somos este corpo, nós não somos esta limitação, nós não somos este sofrimento, nós não somos essas vidas passadas, nós sequer somos esta personalidade, que nós estamos hoje.
Deste modo, então, como nós dissemos, durante nossa vida, uns e outros: Nós dissemos isso, não para fazer bonito, nós dissemos isso, não para exprimir uma Verdade a conquistar, mas, sim, como a Realidade do que vocês têm a viver, hoje, porque nós já a vivenciamos. UM AMIGO – 19/11/11 Aqueles que ainda estão pensando em seus carmas, em suas feridas, vão perder o trem. O trem não vai esperá-los. Esqueçam tudo o que não é o instante presente. Busquem o Reino dos Céus, que é agora, aqui, imediatamente, no instante, nesse sopro e nessa respiração. Todo o resto são apenas criações de seu ego que vai seduzi-los, dizendo-lhes que vocês são um ser espiritual, porque vocês prestam atenção ao que comem, porque prestam atenção no meditar nas boas horas, porque conhecem suas vidas passadas ou querem tratar o mal, as entidades etc. Mas tudo isso é a Ilusão. Vocês nutrem as quimeras de suas Ilusões. Agora, é livre a vocês. Se vocês querem continuar, vocês continuarão. A Luz, a Verdade, o Espírito, o Amor Vibral não se importa, mas, então, que fazer de sua pequena pessoa? Essa pequena pessoa, esse corpo, é um Templo. O que é importante é o que está dentro, não é o Templo em si, uma vez que ele vai desaparecer. Quanto mais vocês penetrarem a Vibração (que vocês vivem nesse momento, que se amplifica dia a dia), mais vocês se tornarão essa Vibração, porque essa Vibração é a Consciência e é seu Corpo de Existência. Todo o resto vai desaparecer. Então, o que é que vocês querem? Vocês querem prosseguir as quimeras ou vocês querem viver a Luz? É o paradoxo do ser humano. Mas releiam os testemunhos de todos aqueles que, realmente, viveram essa fulgurância da Luz. O que aconteceu? Todos os marcadores foram varridos. Nada mais existe. Tudo é novo.

48

Aí, hoje, será assim, mas não unicamente com o olhar da Consciência, mas nos fatos materiais e concretos da matéria, de suas vidas. Preparem-se. Eu não posso dizer melhor. Nós dissemos, desde sempre: a Consciência é Vibração. Todo o resto não é a Consciência. Todo o resto não existe. Então, depois, no caminho espiritual, é verdade que é muito apaixonante querer conhecer suas vidas passadas. É verdade que é apaixonante querer tratar das feridas da infância, no ventre da mamãe, de vidas passadas. Mas terminou tudo isso.

Por que perder tempo? Vocês não têm mais tempo. O tempo acabou. Questão: que fazer se restam traumatismos ligados ao passado?
É uma Ilusão. Enquanto vocês não entram no Coração, enquanto vocês não aceitam que tudo isso não existe, vocês não poderão desembaraçar-se disso. Se fosse há dez, há vinte anos, ou em minha vida, eu os teria engajado a trabalhar nisso. Hoje, vocês não estão mais lá. Por que é que vocês se interessam pelo que não existe? Apenas existe a Luz, no instante presente.

Se vocês pensam que têm feridas de suas vidas passadas, se pensam que têm feridas da sogra, disso, daquilo, vocês não estão no presente.
Vocês estão no passado, e o passado não existe. Não existe qualquer Luz no passado, porque o passado não existe mais. A única coisa que há é o instante presente. E, no instante presente não há feridas. No instante presente não há carma, não há vidas passadas. É a Alma que vive as vidas passadas, não o Espírito, a menos que vocês queiram continuar, é claro, a percorrer os Mundos de 3D Unificada. Mas, o que eu exprimo esta noite concerne, sobretudo (e eu diria mesmo, exclusivamente), aos seres que, a priori, aqui presentes, esperam viver o Si, ou seja, a Unidade, o Amor Vibral e não construir, ainda, feridas do passado, reencarnações. Isso, é a satisfação do ego espiritual, nada mais. Isso não existe. AÏVANHOV – 26/10/11 Vocês são chamados a viver um estado de Fusão com a Consciência do Supramental.

49

Descobrir o Supramental é descobrir espaços não tendo mais nada a ver, efetivamente, com a personalidade, com o que vocês conhecem de si mesmo, quaisquer que sejam os conhecimentos que vocês tenham (tanto desta vida, como do conjunto mesmo de suas vidas passadas, para aqueles que ali tiveram acesso). Esse Conhecimento não é o conhecimento de seus mecanismos de funcionamento. Esse Conhecimento não é o conhecimento de suas vidas passadas. Esse Conhecimento é o Conhecimento arquetípico, íntimo e profundo, do Si. E nada mais. SRI AUROBINDO – 07/08/11 A Vibração, na realidade, da Luz Una, os faz compreender e aceitar que, quando vocês percorrem os Mundos Unificados (os Mundos da Liberdade), não pode existir qualquer laço de carne, qualquer laço de sangue e, aliás, aqueles que se colocam nas leis da reencarnação existentes nesta matriz, eles também perceberam que há laços particulares em suas vidas passadas, existentes entre pais e filhos. Esses laços são laços, muitas vezes, de reparação cármica, onde foi dito que um filho vai sempre encarnar-se em uma matriz materna onde existiu um problema específico: ou de violência, ou de morte, ou de assassinato. De fato, as energias de ódio, manipuladas e exploradas, nesse mundo, em suas vidas passadas, vão ser “obrigadas” a solucionar-se pela encarnação, em uma matriz onde vocês têm uma “conta” a prestar e a resolver. Então, evidentemente, no olhar exterior da personalidade, isso vai se chamar uma liberação do „engramacármico‟, permitindo compreender os prós e os contras do porquê da escolha deste pai e desta mãe, permitindo-lhes libertarem-se de um laço que foi criado em um passado. Mas, libertar-se desse laço, no passado, não os liberta da matriz, mas vocês ali se instalam de forma ainda mais duradoura porque é impossível solucionar as consequências de todas as ações empreendidas nos tempos passados, na matriz. SRI AUROBINDO – 08/07/11

Questão: feridas passadas do corpo físico podem atrapalhar a evolução em curso?
Bem amado, é importante considerar que todo trabalho de Luz vai colocar na Luz as zonas de Sombra, as zonas de Sombra situando-se não importa em qual escala do tempo, tanto nesta vida como, efetivamente, nas vidas passadas. Agora, a identificação de suas vidas passadas, devido ao desenvolvimento da Luz atual,

essas vidas passadas pertencem, de maneira tão certa como sua vida presente, à matriz e, portanto, à Ilusão.
não é absolutamente uma necessidade, porque Assim, portanto, ser afetado por reminiscências de vidas passadas, situa completa e totalmente o ser que vive isso sob uma influência de tipo chamado 3º olho, nada tendo a ver com o Coração. Assim, portanto, são frequentemente almas que têm necessidade de compreender e de apreender o que elas chamam a evolução.

50

Mas, na Unidade, não há evolução, há identificação da Unidade e vivência da Unidade. Na Unidade não pode haver ressurgimento de qualquer vida passada, porque estas pertencem irremediavelmente à matriz. O fato de ser afetado, qualquer que seja o nível, pelo ressurgimento emocional ou memorial desse passado, apenas faz traduzir a dificuldade para tomar um caminho de Luz Unitária, fazendo com que a Consciência se dirija para uma Luz de tipo Dualitária, pertencendo necessariamente à iniciação chamada Luciferiana, em relação com o Bem e o Mal. A iniciação da Luz Vibral estritamente nada tem a ver com o conhecimento exterior, mas é efetivamente um conhecimento Interior do Amor e exclusivamente do Amor. Tudo o que afasta da vivência e deste conhecimento do Amor, ainda que fosse através de suas próprias vidas passadas, é apenas o reflexo de uma ilusão que tem dificuldade a se dissipar. A Luz é Una e ela é Unitária. Existem numerosas luzes e numerosos caminhos para chegar à Unidade. Alguns de vocês, sobre esta Terra, percorrem caminhos de conhecimento. O conhecimento da matriz não propicia jamais o conhecimento do que está para além da matriz. É justamente o desaparecimento do conhecimento da matriz queassinala a abertura do Conhecimento do que está para além da divisão. Existe, portanto, nesse nível e em seu nível, a necessidade de fazer uma revolução Interior de paradigma, consistindo em transcender e superar a noção de Bem e de Mal. Isso se junta à própria noção de identificação às suas próprias vidas passadas. Do mesmo modo que, quando vocês encontram o instante presente e a dimensão do Coração, em Unidade, vocês sabem pertinentemente que habitam esta ilusão, mas que vocês não são esta ilusão. Do mesmo modo, quando as vidas passadas revelam-se a vocês, aí também, há todo um trabalho de renúncia a efetuar com relação a este próprio conhecimento. De fato, reativando e despolarizando o sistema do instante presente, despertando, de maneira fortuita ou de maneira desejada, este conhecimento de vidas passadas, há uma despolarização do conjunto do sistema para o passado, que afasta do instante presente. O presente não é encontrado através da antecipação do futuro ou do conhecimento do passado. O presente é o instante presente, é totalmente independente de qualquer linearidade do tempo. Toda ilusão de numerosas buscas espirituais é ligada a esse contra-senso. Do mesmo modo que vocês não são esse corpo, do mesmo modo vocês não são essas vidas e, eu diria, ainda menos. ANAEL – 12/03/11

Pergunta: nossas emoções inconscientes fazem parte de nosso lado Sombrio?
Bem Amada, a maior parte das emoções são conscientes, pois elas são uma reação a qualquer coisa. Mas existe, assim como aponta, as emoções mnemônicas ligadas às suas

51

vidas passadas. Alguns dentre elas, como os fenômenos de aversão e medo, não encontram explicação suficiente na consciência da pessoa. Nesse caso, a ação da Luz será, também, de fazer desaparecer aquilo que pode ser chamado, como toda outra emoção, parte da Sombra.

Pergunta: sentir na revelação de emoções mais fortes, dores no coração, emoções ligadas às vidas passadas ou a um sentimento de abandono, faz parte dos mesmos processos?
Sim. Isso se trata, aí também, de retomadas, classificadas de emoções mnemônicas. Bem evidentemente, a ação da Luz será mais rápida que não terá luta consciente contra esse processo de manifestação. É isso que devem entender, vocês que estão no caminho de Luz, é que, no modo de funcionamento da personalidade, quando uma emoção deste tipo se manifesta, a personalidade vai procurar, literalmente, se livrar, pelas técnicas de acompanhamento, quaisquer que sejam, e, assim, a lutar contra. O processo que eu discuto é profundamente diferente, pois se trata de uma iluminação das zonas de Sombra, e esta iluminação, ela mesma, pela ação da Luz, basta para fazer desaparecer essas partes de Sombra. Esta ação da Luz não tem nada a ver com a ação da própria personalidade. Num caso se tem o desejo, no outro caso se tem o Abandono. A dificuldade, eu diria, hoje, pelo que eu afirmo, é que o ser humano, em sua personalidade, tem a tendência de reagir a um sofrimento, a uma emoção, a um problema, pelo mental, pela razão, pela lógica. É, assim, uma ação pessoal da personalidade, ela mesma, em seu quadro de referência habitual e ordinário. Hoje, o que a Luz e a revelação da Luz propõe é totalmente diferente, pois esse processo de Realização da Luz sugere e impõe, finalmente, que não se tem mais a necessidade de reagir a uma Sombra, qualquer que seja, mas, sim, deixar a Luz agir pela dissolução completa. O princípio de ação não tem nada a ver com a ação da personalidade, ela mesma, no meio de seu quadro de referência habitual. ANAEL – 19/02/11

Questão: por que, se o carma não existe mais, pode-se ter lembrança de vidas anteriores?
São as crenças. Enquanto você não tiver vivido você mesmo, ainda que se diga que você foi isso ou aquilo, não creia. Ainda uma vez, as crenças. Que você tenha sido Nabucodonosor ou São João ou Judas, não tem qualquer espécie de importância.

Querer explicar o que você é, hoje, ou suas dificuldades com relação ao passado, é uma crença.
Salvo se você mesmo o vive, sozinho, e não com técnicas ou pessoas que vão dizer: “você foi isso ou foi aquilo”.

52

As vidas passadas pertencem à matriz, sem exceção. O Cristo bem disse: «Eu vim suprimir a ação/reação. Eu vim colocar e realizar a ação de Graça», o que nada tem a ver com a ação/reação. Vocês confundem, ao nível do humano (e nós todos confundimos). Eu deixo cair uma maçã, ela cai: ação/reação. Mas, vocês acreditam que o Espírito humano funciona assim? É, aí também, uma crença. Vocês devem se desembaraçar de todas as crenças.

Querer explicar o presente pelo passado é uma heresia.
Vocês são o resultado do passado enquanto vocês crêem nisso. Encontrar a Existência e a Vibração do Coração é se liberar do passado e do futuro. É penetrar no aqui e agora. Se vocês fossem capazes de parar o tempo, apenas por um minuto, inteiramente, vocês viveriam a iluminação imediata. É uma crença que os faz crer que vocês são o resultado de seu passado. Vocês não são o resultado de seu passado, vocês não são os filhos de seus pais, seus filhos não são seus filhos. Tudo o que vocês acreditam deve ser desconstruído. Se vocês não querem desconstruir, a Luz o desconstruirá por vocês. É preciso voltar a ser como uma criança, quer dizer, simples. Vocês apenas devem crer na Vibração e em sua Consciência. A única Verdade está no Coração, em nenhum outro lugar. E é urgente, mas mais do que urgente, ir dentro do seu Coração. Mas, ainda uma vez, enquanto vocês não tiverem penetrado a Vibração do Coração, enquanto não tiverem vivido a Existência, tudo isso permanece apenas como palavras e crenças, também. A Verdade os libertará, mas é preciso ir para a Verdade e a Verdade não está jamais na cabeça, nem nos dados históricos. AÏVANHOV – O SERVIR E O SERVIÇO

Questão: tive a visão de um rosto meio felino, meio homem, durante a sessão de alinhamento.
Então, frequentemente isso corresponde, nesses espaços de alinhamento precisos, à percepção real e não ilusória do 3º olho, de uma ou de várias de suas linhagens. Alguns vão ver, por exemplo, desfilar, nesse processo de alinhamento, sem querer necessariamente trabalhar no 3º olho, rostos que vão desfilar. São rostos que vocês tiveram em suas vidas passadas. Agora, se desfila uma imagem de estrutura leonina, uma estrutura delfinóide, é que uma de suas linhagens corresponde a isso. AÏVANHOV – 28/03/11

Questão: a quê corresponde a visão de círculos cortados por linhas?
Ao entrelaçamento do Triângulo Luciferiano e da Visão Unitária.

53

Do mesmo modo que alguns seres são capazes de perceber, e isso desde muito tempo, ao nível da Ilusão Luciferiana, rostos que podem desfilar, nada mais sendo do que os próprios rostos que vocês tiveram em suas vidas passadas. Isso pertence à matriz e, portanto, à Ilusão chamada Luciferiana. A superação das cores arredondadas (não vou descrevê-las), correspondentes às diferentes fases da abertura do 3º olho ao nível Luciferiano, pode desembocar, a um dado momento, no sub-plano causal da abertura do 3º olho, no que é chamada a visão de suas vidas passadas. Essas visões podem ser extremamente ricas, por vezes mais pobres, limitando-se a rostos que desfilam. Quando vocês cruzam a etapa causal e chegam ao plano chamado budista ou átmico, vocês saem da Ilusão Luciferiana e, naquele momento, revelam-se formas geométricas. Existe, por vezes, uma abertura concomitante e simultânea, sempre presente ao nível da Ilusão Luciferiana, sobrepondo-se, de algum modo, à Coroa Radiante da Cabeça. Naquele momento podem apresentar-se rostos e formas geométricas. UM AMIGO – 08/04/11 O estado de Turiya não é um estado de indiferença. É, ao contrário, um estado de lucidez total da ilusão na qual o holograma do corpo está inserido. O holograma da consciência se descobre realmente holograma e não é mais, portanto, limitado a esse corpo ou a essa vida. Isso supera amplamente a reminiscência das vidas passadas que podem aparecer quando da iniciação Luciferiana que revela a memória de suas vidas passadas. Não é mesmo mais questão, noTuriya, de ter essas memórias presentes ou ativas. ANAEL – 09/04/11

A reminiscência de suas vidas passadas, o acesso às suas vidas passadas, a reivindicação de um papel nesse mundo, como líder ou como ser desperto, é uma armadilha importante do ego porque, como havia dito em sua vida o Mestre Philippe, é sendo nada aqui, absolutamente nada, que vocês são tudo em outro lugar.
Mas, se vocês são algo aqui, como podem ser algo e tudo em outro lugar? É impossível. Em outros termos (e espero que essas algumas palavras falem a vocês), enquanto vocês creem possuir a Luz, é o ego que os possui. A Luz os possuirá e os liberará, a partir do instante em que vocês nada mais forem aqui. Em outras palavras (e em sua terminologia Ocidental), isso se chama a humildade e a simplicidade. Isso não é uma vã palavra. Não é um vão conceito, mas é a estrita verdade. IRMÃO K – 03/07/11

54

Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: Beth Rodrigues via: http://minhamestria.blogspot.com

Coletânea sobre o Dinheiro (O sistema Econômico vai desabar) - Autres Dimensions

Eu já anunciei numerosas vezes, desde numerosos anos, que tudo o que faz seu sistema econômico devia desabar, porque estava sob a influência das forças da Sombra. Mais nenhuma peça de moeda, mais nenhum dinheiro que está nos bancos é dirigido pelas forças de Luz. Por conseguinte, é necessário que este sistema desabe, obviamente. O.M. AÏVANHOV – 21 de fevereiro de 2009 O ser humano vive, desde a intervenção de METATRON, um processo específico que é ligado à dissolução de uma das matrizes confinantes mais aprisionadoras da história da humanidade, que era chamado o dinheiro, a moeda, as finanças. O fim desse sistema traduz o fim do confinamento do Coração, no plano físico, no plano humano, no plano da consciência e no plano da própria sociedade. IRMÃO K – 20 de agosto de 2011 Então, é claro, o mental vai misturar-se porque ele vai dizer: «mas se deixo o meu trabalho, não vou mais ter dinheiro», «se deixo tal pessoa ou tal lugar, o que vou me tornar?». Recordem-se: isso faz parte do Abandono à Luz. Enquanto tiverem algo, vocês não estão livres e é necessário soltar o que vocês têm para irem no sentido da Luz.

55

Então, obviamente, para alguns seres, isso pode ser vivido, sobretudo nesse momento em que há urgência, como algo extremamente desestabilizador, ou mesmo contrário à Luz. Mas isso não pode ser contrário à Luz. Logo que a Coroa Radiante da cabeça for ligada, ainda que a Coroa Radiante não o esteja ainda de maneira tão densa, eu diria, é que a Luz encarregou-se de vocês. Por conseguinte, ainda que pareça profundamente assustador o que a Luz induz, é necessário aceitar, porque será necessariamente melhor depois. O Mental, recordem-se, tem necessidade de projetar, tem necessidade de antecipar. Não a Luz. A Luz está unicamente no presente, ela não faz qualquer projeção no amanhã. O.M. AÏVANHOV – 5 de março de 2011 o ser humano sempre teve tendência (e isso lhes foi dito), em sua vida, a precaver-se. Precaver-se de tudo, vigiar para antecipar muitas coisas, seja para a nutrição, seja para o dinheiro, seja para o afetivo, seja para o amanhã. Enquanto a Consciência CRISTO vem dizer-lhes que o amanhã não existe, que o ontem não existe. E, é claro, é muito difícil para o ser humano (mesmo se ele o aceita intelectualmente) estabelecer-se, totalmente, fazer como o pássaro, que não se preocupa com o amanhã. Mas, é claro, se vocês querem voar, se querem tornar-se borboleta, como diria nosso Comandante, vocês não podem continuar lagarta. PHILIPPE DE LYON – 9 de agosto de 2011 Negar que aquele que está no outro extremo do planeta e que morre de fome não faz parte de você é muito fácil do alto de sua torre de marfim, cercada de dinheiro, mas isso se torna completamente outra coisa quando o CRISTO chega, creiam-me. PHILIPPE DE LYON – 9 de agosto de 2011 Qualquer atração ligada ao medo do futuro, do amanhã, não pode afetá-los e isso se junta totalmente à parábola do Cristo, quando ele disse: «será que o pássaro se preocupa com o que ele terá para comer, amanhã?». Tudo, em seu mundo, foi feito para obrigá-los a ter medo: ter um teto, ter dinheiro, ter com o que pagar os contratos, ter com o que pagar os aluguéis, mas se vocês soubessem como, quando aceitam a lei do Amor, tudo vem a vocês, gratuitamente, inteiramente! O.M. AÏVANHOV – 10 de julho de 2009

Questão: como lidar com situações de gestão, no trabalho, portanto de poder?
O mundo empresarial é o mundo do julgamento. Você não pode gerenciá-lo, você pode melhorá-lo e isso faz parte do que lhe diz sua Consciência. Imagine que você é um ser de poder que teve responsabilidades numa sociedade, ou num Estado, é a mesma coisa.

56

Imagine que você reencontra a Luz. Imagine que você viva uma experiência com Cristo.

Será que você vai poder se olhar no espelho e continuar a fazer o que você faz?
Toda a questão está aí. Então, obviamente, você vai me responder: "mas eu não posso perder minha situação. Quem vai pagar as contas?" Mas se você tiver a possibilidade de se projetar, realmente e concretamente, no que agora está à sua porta, você veria que aquilo não tem qualquer importância. Eu não lhes disse com isso que é preciso deixar tudo, não é? Eu atraio sua atenção sobre o sentido da responsabilidade. Obviamente que seres foram colocados em situações de poder, com Amor sobre o outro, mas mesmo esse poder aí deve desaparecer, e está à sua porta. Então, obviamente, cada ser humano, hoje, com relação ao que acontece, com relação ao que vem, está estritamente no lugar certo. Se você está só, é porque você deve viver isso só. Se você está em fase de casar, é que você deve viver isso em fase de casar. Se você está em tal posto de poder numa sociedade, que chamamos, em termos poéticos: o gerente, efetivamente, é porque você deve estar aí e para que você tenha, aqui, como vocês chamam isso, o cerne do problema que você tem que resolver. É muito importante compreender, não é? Cada ser humano é diferente. Mas quando o poder for destruído, é preciso bem compreender que você vai ser liberado. Você não vai perder seu emprego ou seu dinheiro. Você vai ser liberado no nível de sua alma e de sua Consciência, é isso o mais importante. No dia em que a Ilusão cai, o dia em que o eletrônico cai, você reencontra instantaneamente sua liberdade. Então, cabe a você, em sua alma e Consciência, saber se você deve ir para uma liberação antecipada ou esperar o último momento, mas eu não posso lhes ditar sua conduta. Alguns seres humanos já deixaram tudo, sem saber onde iriam amanhã, porque sua Consciência assim ditou. Alguns seres são vistos despojados de seu cônjuge, de seu trabalho, de seus empregos e eles se apercebem que vivem energias. Então, eles talvez tenham medo, porque dizem: “mas onde vou?" Na Luz, é também simples assim. Você deve aceitar e realizar, em Consciência, a seu ritmo, que você está dentro de uma matriz e de uma Ilusão. Quando você começa a viver a Existência e viaja nessa Existência, do mesmo modo que uma pessoa que fez uma experiência às portas da morte e que vai na Luz e que volta, o que ela vai lhe dizer? Que ela permanece aí porque tem uma missão para os outros: de lhes fazer subir na Luz mas que, aqui é Ilusão, isso não existe.

57

É o que lhes disseram todas as correntes tradicionais e vocês tiveram dificuldade a aceitar, mesmo aqueles adeptos de filosofias orientais, quando lhes disseram que esse mundo é "Maya". Mas vocês aderiram tanto a Maya que, agora, para vocês, é a única realidade, para aqueles que não tiveram acesso à Existência, ainda. Entretanto, você descobre através do despertar, através dos sons, através das experiências, que não é verdadeiramente o paraíso, aqui, não é? Ademais, a maior parte de seres que viveram essas experiências às portas da morte, ou que viveram a Existência, volta enriquecidas desta Luz, desta experiência. Obviamente, mesmo se existem coisas muito belas, existentes na Vida, nesta dimensão, somos obrigados a concluir que o inferno é aqui e não em outro lugar. Como dizem na frase: "O inferno está cheio de boas intenções". O.M. AÏVANHOV - 27 de setembro de 2009 - Parte 2 Vocês acreditam ser esse corpo, vocês acreditam ser essas emoções, vocês acreditam ter filhos, vocês acreditam ter pais, vocês acreditam ter dinheiro, vocês acreditam ter uma casa, vocês acreditam. Tudo isso é Ilusão. Vocês não podem pretender viver a Luz sem se desembaraçarem de tudo o que vocês acreditam. Isso se chama a morte, efetivamente. Não a morte do corpo físico, mas, sim, a morte do ego, em todos os sentidos do termo. Vocês não podem esperar cruzar a porta, de nenhuma maneira, sem se liberar. GABRIEL - 16 de julho de 2010 A Sombra espera escravizá-los, através do desaparecimento do sistema econômico e o controle total da economia. A Luz espera liberá-los, ela, pelo mesmo processo de liberação da economia. Que vai acontecer? Apoiem-se sobre as tradições orientais, e bem além, sobre certas tradições xamânicas e sobre os povos indianos que diziam, e que dizem sempre, que a partir do momento em que você cria, entre o que você fabrica com suas mãos e o que você quer vender a qualquer outro, um intermediário, você perde seu poder e delega seu poder. Assim é a grande lição da humanidade com relação a esta dimensão, com relação às energias do dinheiro. Você tem seu dinheiro? Você tem seu próprio poder sobre seu dinheiro? Vocês descobrirão muito em breve que não. Absolutamente não. E que, quando vocês perderem esse falso poder, descobrirão a liberdade. ANAEL - 17 de outubro de 2009 De fato, os valores que são essenciais para vocês – como a noção de família, a noção de dinheiro, a noção de propriedade – não têm, absolutamente, qualquer existência nem em nossos pensamentos nem na realidade de nossa vida.

58

O apego que vocês portam aos diferentes modos de vestir-se, de proteger-se em seus lugares, o modo de travestir, de alguma forma, a realidade não tem, tampouco, absolutamente curso para nós. E quem diz propriedade, quem diz dinheiro, quem diz apego, quem diz família, diz divisão. Todas essas estruturas que vocês construíram desde 50.000 anos são-nos completamente estranhas. Isso permitiu compreender o que vocês viveram e integrá-lo nos planos da luz, quais sejam, as divisões, as guerras, essa invenção um pouco estúpida que vocês chamaram o dinheiro, que lhes serve de moeda de troca e que corresponde mais ao que se chamaria uma moeda falsa porque, ao nível da troca, não há pior do que essa coisa que vocês criaram, porque a troca é, sempre, desequilibrada. Não se trata de um equilíbrio, mas de um desequilíbrio permanente. Foi apenas o olhar de sua consciência que cristalizou ao redor de vocês esse mundo, essas manifestações, essas estruturas rigidificadas, fossilizadas, que fizeram aparecer tanto as religiões como o que vocês chamam o dinheiro. Livro HUMANIDADE QUE COMEÇA - Ramatan CRISTO havia dito: «busquem o Reino dos Céus e o resto advirá por si mesmo». Cabe a vocês prová-lo e provarem-se. Porque, como pretender viver a Graça e precipitar-se para consumir um medicamento? Porque, como pretender viver a Graça e pôr o dinheiro ao lado? Porque, como pretender viver a Graça e ter medo que um filho ou um cônjuge abandoneos? É impossível, e isso vai aparecer-lhes cada vez mais violentamente e cada vez mais cruamente. Eu repito: não é nem uma punição, nem uma justiça, nem uma retribuição, mas, simplesmente, a colocação em ação da Luz sobre esse mundo. MA ANANDA MOYI – 12 de setembro de 2011 Nos Mundos Unificados não se tem necessidade, como eu disse também, há dois dias, de tudo o que existe sobre esta Terra: não se tem necessidade de família; não se tem necessidade de sogra; não se tem necessidade de patrão; não se tem necessidade de dinheiro; não se tem necessidade de energia, dado que vocês estão conectados à FONTE. Vocês não têm necessidade de comer; vocês não têm necessidade de fazer filhos. Vocês querem, a todo custo, que sua visão estreita de seu cérebro corresponda a todas as Dimensões. Nós sempre dissemos que as Leis do Espírito, estritamente, nada têm a ver com as leis desse mundo. O.M. AÏVANHOV – 26 de setembro de 2011 Quando vocês morrem, será que carregam seu talão de cheques?

59

Será que vocês carregam seus filhos, quando vocês morrem? Vocês nada carregam, parece-me. Portanto, quando vocês vão a uma nova Vida e a uma nova Dimensão, porque é que vocês querem carregar com vocês o que não pertence a essas Dimensões? Por que vocês querem levar a Ilusão à Verdade? Quem lhes disse que havia dinheiro, notas? Quem lhes disse que havia uma sogra, nas outras Dimensões? São projeções que vocês fizeram. Nada há de tudo isso. Na Luz, tudo é Livre. O.M. AÏVANHOV – 26 de setembro de 2011 Foi dito pelo Cristo (e isso foi mal compreendido) que seria mais fácil para um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que para um rico entrar no reino dos Céus. Qual era esse rico? Esse rico não é aquele que possui dinheiro, mas é aquele que é possuído por seus conhecimentos, porque o Coração não se possui, ele não se conquista, ele se estabelece e se vive, justamente, pela ausência de qualquer reivindicação. JOFIEL - 7 de julho de 2011 A Luz não tem necessidade de ninguém para estabelecer-se em vocês, a não ser de vocês mesmos. Assim, muito numerosos seres atribuem-se, atualmente, funções, títulos. Eles estão efetivamente longe da Unidade. Obviamente, eles percebem a Energia e a Consciência do Supramental. Eles identificaram-se, portanto, a esse Supramental. Mas isso é uma ilusão total que visa uma satisfação do ego, ou espiritual, ou para dados muito mais de sua Dimensão, chamados dinheiro. UM AMIGO – 6 de abril de 2011 Há já muito tempo eu falei de duas humanidades que se separavam. A humanidade é Una, mas é preciso deixar a liberdade ao outro que recusa a Luz. O que vocês vão fazer? Vocês não poderão jamais convencê-lo com palavras. Mesmo quando vocês virem coisas em seu céu, muito mais importantes do que é visto atualmente (sejam as Embarcações, as ondas de ovnis que houve, dos Vegalianos, as três fases sucessivas), há pessoas que não querem mesmo vê-las. Estão no céu, mas elas não querem ver. Por quê? Porque elas olham para outros lugares.

As pessoas foram tão condicionadas a viver a vida a mais banal e a mais curvada que fosse (que as preenche de emoções e que vai lhes permitir correr

60

atrás do dinheiro, correr atrás da segurança) que elas se recusarão a ver a Luz.
O.M. AÏVANHOV – 20 de março de 2011 Enquanto vocês são identificados, inteiramente, a esse corpo, a esta personalidade, ao seu ambiente, às suas relações, às suas aquisições, ao seu dinheiro, aos seus sofrimentos e às suas alegrias, vocês não estão na Unidade e vocês não podem estar no Coração. MARIA – 13 de março de 2011 Independentemente do que vocês vivem neste espaço, cada vez mais, o humano verá esclarecer o que ele não queria ver esclarecer, em si como ao nível de tudo o que foi escondido, as atuações de seus governantes, as manipulações do dinheiro, as manipulações do mundo, da alimentação, tudo o que é falso será aclarado, em vocês como no exterior de vocês. O.M. AÏVANHOV - 24 de junho de 2010

Questão: os Arcontes têm ainda a capacidade de impedir as mudanças em curso?
Não, absolutamente não. A embarcação dos Arcontes foi banida para fora desse sistema solar, ano passado, no mês de agosto. As únicas resistências que existem, quando falamos de adequação ou adaptação entre as recepções de Energias e as reações, ao nível da Terra, são unicamente ligadas a dois fatores que são, de um lado, a inércia da humanidade ainda adormecida que não crê nem na Luz, nem na Sombra e que tem uma vida vegetativa e também, a alguns seres que foram chamados, pomposamente, as elites e que, apoiando-se, se querem, sobre os mecanismos de poder ligados ao dinheiro, ligados à economia, para mantê-los na escravidão com seus acólitos. Os acólitos não estão mais aí mas, eles, querem ainda manter suas prerrogativas, eu diria. Alguns deles. Mas os Arcontes não são mais um obstáculo, dado que muitos deles, neste universo como em outros universos, foram, como se diz, redimidos. O único obstáculo está agora presente no humano. Mas a palavra obstáculo é um pouco forte, digamos, resistência, porque a Luz, se querem, ela traça um caminho. E é como a água, se querem, que procura seu curso de água. Ela vai insinuar-se à esquerda, à direita, antes de estabelecer um curso d‟água que permite à Energia (na ocorrência da água, aqui), circular sem resistência e com facilidade. O sulco se escava. O.M. AÏVANHOV – 12 de junho de 2010

61

Vocês acreditam que quando meu Mestre Bença Deunov me enviou à França sem um copeque (moeda russa), sem dinheiro nos bolsos, chegando em um país onde não falava a língua, isso foi fácil para mim? E eu tinha a Fé. E o que me foi solicitado fazer, eu realizei. Não fui eu que realizei, foi a Luz que me protegia, foi a Luz que eu portava e nenhum outro. Então, os tempos não eram os mesmos. Hoje, vocês não estão em algo que vai durar toda uma geração, que vai durar toda sua Vida. Então, coloquem-se as boas questões. Jamais eu lhes diria: «é preciso fazer isso ou aquilo», mas vocês devem assim mesmo colocarem-se as questões seriamente porque, lembrem-se, escolham o caminho da simplicidade, o caminho da simplicidade. O.M. AÏVANHOV – 3 de maio de 2010 Vou tomar um exemplo muito simples de compreender: você tem um problema a resolver que necessita um investimento, uma certa soma do que chama dinheiro. Quer você tenha este dinheiro, quer não o tenha. Se você está na resistência, você fornece esforços, mais ou menos fáceis, segundo seu caminho, para adquirir o que lhe falta em dinheiro. O Ser que vive na Unidade não se coloca esta questão. Ele está na abundância, espontaneamente, pela reconexão à sua Fonte. Nesse momento, ele emite uma idéia e a abundância manifestar-se-á, de um modo certo, muito diferente do caminho que é utilizado por aquele que utiliza as vias da dualidade e portanto da resistência. Num caso, há resistência para adquirir a abundância, no outro, há abandono à abundância que vem. Isso não tem de forma alguma a mesma conotação nem a mesma finalidade, mesmo se, no final das contas, cada um chegue a seu objetivo. Mas há um caso em que você chegou no objetivo permanecendo na Unidade, e o outro caso você está afastado da Unidade. ANAEL - 31 de outubro de 2009

Questão: viver o instante presente significa que é preciso deixar cair todos os projetos?
Então, caro amigo, é uma decisão de sua Consciência com você mesmo. Eu compreendo que, qualquer que seja a idade, imagine um jovem de vinte anos, que ainda não viveu sua experiência e seu projeto de Vida e que vive e que compreende que algo enorme está chegando, não é mesmo muito acolhedor, mesmo se ele vive a Luz, de se dizer que não há mais projetos. Agora, se vocês são adultos, cabe a vocês tomarem sua responsabilidade e sua soberania, ou seja, cabe a vocês decidirem o que querem.

62

Se você tem um projeto de comprar uma Ferrari dentro de cinco anos, eu digo que não vale a pena pensar, não haverá mais fábrica, mesmo se você tiver o dinheiro. E, de todo modo (como o sabe e como sempre eu disse), daqui até o final deste outono (França – primavera no hemisfério sul), você não terá mais sistema econômico e financeiro. Isso, eu disse e repeti, desde mais de um ano. Você está em que época, aí? Vocês estão em meados de novembro, algo próximo. Final de novembro restam seis semanas antes do inverno e o que vai descobrir (e isso, eu creio que vou dizer e repetir) isso foi dito por inúmeros interventores: pelo momento, vocês estão num sistema em que, para viver, você tem necessidade do dinheiro, com certeza. Você não imagina que isso possa funcionar de outro modo. Bem, eu lhes garanto que isso funcionará muito bem de outro modo e que, quando vocês não tiverem mais esse sistema que vocês chamam o dinheiro, reencontrarão, totalmente, sua soberania. Vocês serão humanos livres porque, o que é que tem a dependência da sociedade, se não é o dinheiro? Apenas isso. Tudo é regido pelo dinheiro, absolutamente tudo. Todos os seus relatórios são definidos com relação ao dinheiro. Se o dinheiro não existe mais, vocês serão obrigados a encontrar outros meios de trocar e manter relatórios. É assim simples. Por conseguinte, o que lhes parece, hoje, catastrófico, é a maior oportunidade que vocês têm de viver e a maior liberação possível da Humanidade. Podem confiar em mim. De outro modo, como disse, de

nada serve tirar o dinheiro dos bancos, porque vocês não podem comer o dinheiro. Então, quando digo: «dêem-se prazer», isso quer dizer se estourar, ainda
uma vez, mas se você tem, por exemplo, vontade de ter um automóvel de tal cor, por que não, se isso lhe dá prazer ao Coração? Por que continuar a fazer o que os sobrecarrega (pesa)? Por que continuar a ser algo em que vai pensar, por exemplo: «eu coloco o dinheiro de lado para meus filhinhos» ou «eu coloco o dinheiro de lado para meus herdeiros» ? Mas esta decisão lhes pertence, não sou eu quem vai lhes dizer: precisa parar seu trabalho, precisa parar isso, precisa parar aquilo. Se sua crença e sua convicção está no fato de acumular dinheiro, então, grande bem lhe faz e verá que terá acumulado ameixas e, ainda, sou gentil, caroços de ameixas. O.M. AÏVANHOV – 21 de novembro de 2009 Questão: o dinheiro como nós o conhecemos vai permanecer um meio de trocas? Durante um primeiro tempo, sim. Mas não se iludam, sua trama econômica já está destruída. De momento, o que chamam de nota tem um valor de trocas. Em pouco tempo valerá apenas o peso do papel. Mas aquilo não deve preocupá-los além medida porque não haverá mais muito a trocar. MIGUEL – 22 de janeiro de 2009

Questão: o dia em que não teríamos mais necessidade de dinheiro está próximo ou distante?
A questão tem dois gumes.

63

Vocês assistem, como eu lhes anunciei já desde vários anos, com as noções do tempo que, há ainda três ou quatro anos, não seriam tão fiáveis como agora porque, como lhes disse o Arcanjo, vocês passaram de um governo humano para um governo espiritual. E essa passagem de um tempo humano se acompanha também de uma passagem para um tempo espiritual. O que explica que o Arcanjo possa lhes dar reuniões em hora fixa, mesmo se ele se engane ainda nos dias, porque ele não conhece os dias. É difícil, nós bem dizemos a ele e lhe sopramos pelas costas que ele se coloque completamente, mas ele não compreende. Ele fala, aliás, de dia, quando ele quer falar de seus dias e de suas noites, porque ele não compreende a diferença dia / noite. Não é grave. O que eu quero dizer com isso, o dinheiro, os valores do antigo mundo estão se desabando sob seus olhos.

Seria preciso verdadeiramente ser um avestruz, ter a cabeça no fundo do buraco, dez metros sob a terra, para não ver o que acontece, não é?
Vocês estão todos conscientes disso, que vocês estejam no caminho de ascensão ou não. Apenas os avestruzes é que recusam ver o que acontece, não é? Então, o que acontece é uma realidade e, como diziam os índios (os índios diziam coisas interessantes) ao homem branco: «o dia em que vocês tiverem abatido todas as árvores, o dia em que tiverem pescado todos os peixes, o dia em que tiverem matado todas as caças, o dia em que tiverem comido e destruído todos os grãos, vocês se aperceberão que o dinheiro não alimenta. É tão simples e tão prosaico isso, mas é a realidade. É para quando? Mas é para muito em breve! Vocês estão neste período. Agora, eu não posso lhes dizer: «é amanhã», mas, em todo caso, não será em um ano. O.M. AÏVANHOV – 9 de maio de 2009 Os meios de troca tecnológicas que vocês chamaram de dinheiro no sentido de compra, propriedade, venda, não podem simplesmente mais existir em quinta dimensão, qualquer que seja o modo de manifestação, porque a criação é instantânea e não depende de um poder qualquer mas antes de uma realidade comum. INTRA-TERRA - 12 de agosto de 2007

Questão: recuperar o poder sobre si supõe não mais colocar dinheiro no banco, parar os seguros etc.?
Há aí um problema que não é um problema. O que você chama sua soberania e seu poder sobre si mesmo? O que você chama recuperar seu poder?

64

Isto significa, obviamente, não mais dar seu poder a ninguém. No que concerne a seu dinheiro, seu futuro, o que você é, entretanto, isto não pode se realizar num instante, salvo para alguns seres suficientemente tolos ou suficientemente despertos, isso depende. Entretanto, é o que está a caminho. Você vai reencontrar sua soberania, a partir do momento em que os véus da Ilusão, em particular aqueles que são mantidos pelo dinheiro (esta energia específica que foi criada sobre esta Terra), a partir do momento em que o que você chama dinheiro, economia e finança, não existir simplesmente mais, você tomará realmente consciência do que você é, de maneira autêntica. Vocês não têm o que se assustar, vocês não têm que ter medo disso, mas, bem ao contrário, vocês descobrirão que no momento em que isso acontecer, vocês se tornarão enfim seres livres e autônomos. Vocês não têm, entretanto que se adiantar, se isso lhes traz problema, no que está chegando. Alguns seres o fizeram e se encontram liberados. Outros o fizeram e estão ainda mais escravizados e aprisionados. Cada caso é diferente. Entretanto, coletivamente, isto vem para vocês. Vocês não têm que se assustar, vocês não têm que temer, mas, bem ao contrário, a esperar. ANAEL - 25 de setembro de 2009 Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: www.mestresascensos.com

Coletânea: Segundo Sol - Autres Dimensions

65

Questão: a que corresponde, no nosso corpo, o segundo Sol?
O segundo Sol corresponde à reunificação de seu corpo dissociado e de seu corpo de Eternidade. O aparecimento do segundo Sol corresponde à compreensão de que o corpo que vocês habitam não é a sua Morada eterna e que sua Morada eterna é outro corpo de outras Dimensões. Esse outro corpo, ele percorre todas as Dimensões. Ele não é limitado pelo que quer que seja. Assim, a modificação do Céu corresponde à modificação de sua própria consciência. O que é visto no exterior é o que acontece no Interior, porque o que é visto no exterior é apenas uma projeção da Verdade, da Realidade. Então, obviamente, mesmo e apesar da falsificação, o que se produz nesse mundo corresponde também ao que se produz no alto, ainda que isso fosse alterado. O que está no alto é como o que está embaixo, para fazer o milagre de só uma coisa, muito em breve. Assim, a modificação de seus Céus, a modificação do Sol, o aparecimento do segundo Sol e uma multidão de luzes nos seus Céus corresponde exatamente ao que vocês vivem ao Interior de sua consciência e ao que vive a Terra. MARIA - 6 de março de 2011

Questão: Betelgeuse vai se transformar em supernova e tornar-se um segundo sol?
Então, caro amigo, Betelgeuse quer dizer «a casa». É também «o ombro do Gigante». É o lugar de domicílio, na constelação de Orion, dos Gigantes que construíram, há 320.000 anos, os Círculos de Fogo dos Anciões. Quando esses Gigantes partiram, eles juraram voltar para restabelecer a Luz original. O primeiro impulso de supernova de Betelgeuse ocorreu muito precisamente em 15 de agosto do ano 2009, no momento em que a Embarcação dos Annunakis, chamada Nibiru, foi caçada e banida aos confins desse sistema solar. Obviamente que Betelgeuse é a Luz que volta. Betelgeuse terá passado, no momento em que a Luz chegar, atrás da estrela fixa da Constelação de Sagitário, muito exatamente a 19º de Sagitário. É uma profecia que havia sido dada por Orionis quando era encarnado como walk-in de Michel de Nostre Dame ou Nostradamus. Ele deu, muito precisamente, o retorno da Luz pela flecha de Sagitário. Isso corresponde, inteiramente, à mitologia remota dos Gigantes e corresponde também como um dos elementos do retorno da Luz. Então, é claro, vai-se dizer que não é para imediatamente.

66

Eu lhes diria que pode ser a partir de hoje, mas que a influência das irradiações de Betelgeuse foi captada pelos seus cientistas, certamente, uma vez que eles disseram que aquilo ia tornar-se uma supernova. Se eles adivinharam, é por uma visão, obviamente. Aquilo corresponde a modificações tangíveis das irradiações de Betelgeuse, e corresponde, efetivamente, a modificações de seus céus extremamente importantes. Mas Betelgeuse é apenas um dos elementos do retorno da Luz, uma vez que o que vai ser afetado prioritariamente, e é já o caso, não é a Terra, mas o Sol, que é a retransmissão de muitas coisas. O Sol, como sabem, é onde se encontram seus corpos de Existência. Cada Sol é ligado a outro Sol, que é seu duplo ou seu triplo, e o duplo do Sol é o que se chama de Hercobulus, ou seja, também o que chamaram os cientistas, Nemesis (a vingança ou a estrela da morte) é o gêmeo solar que volta no plano do eclíptico no qual giram os planetas. Todos esses acontecimentos, a Luz de Betelgeuse que se transforma em supernova, a transformação do Sol em gigante vermelho, a subida de Nemesis pelo Sul dos planetas, aos confins do sistema solar, a chegada na qual vocês estão agora, doravante, nas nuvens interestelares e o alinhamento com o Sol Central de todas as galáxias que é Alcyone, a Fonte, tudo isso se produz de maneira concomitante, nesse momento mesmo. Portanto, é claro, haverá modificações que são já visíveis no céu, como lhes disseram Anael e Uriel, eu creio. Tudo isso é extremamente visível. Tudo isso é observável. Tudo isso é perceptível. São o início das modificações que haviam sido assinaladas por São João ao nível dos céus, que vocês vivem e, como se diz, ao vivo, não é? É isso que vocês vivem. Então, agora que Betelgeuse dá esta Luz visível, e amanhã, em seis meses, pouco importa, uma vez que tudo isso se produz nesse momento mesmo. Está já aí. A irradiação do Sol, e isso eu já disse, e outros lhes disseram, não é mais de modo algum a mesma. Para os que tinham o hábito de olhar o Sol ou ao lado do Sol, antes, era amarelo, não é? Agora, é branco. É uma evidência, mesmo para os cientistas. Tudo se modifica. Então, Betelgeuse é um elemento da dinâmica cósmica, da dinâmica e do salto Dimensional da Consciência da Terra e de vocês mesmos, que vivem nesse momento mesmo. O.M. AÏVANHOV – 13 de fevereiro de 2011

Questão: se Júpiter se torna um segundo Sol, isso tem uma incidência sobre a estase?
Bem amado, jamais Júpiter terá o tamanho suficiente para se tornar um segundo Sol.

67

Júpiter está se tornando o que é chamado um Pulsar. Um Pulsar emite irradiações próximas do Sol, mas não é um Sol. Não haverá segundo Sol. Haverá o aparecimento de uma Luz semelhante a um Sol, que é simplesmente o companheiro chamado Nemesis ou Hercobulus, que será visível aos seus olhos de carne, visível para o instante unicamente em Infravermelho e sob certas latitudes e longitudes, em alguns momentos da rotação da Terra. A partir do momento em que o sobrevôo acima do eclíptico de Hercobulus superar um ângulo de 30º, ele se tornará visível de acordo com as posições da Terra ao redor de sua rotação solar, de maneira evidente para os olhos humanos. Isso não é, tampouco, um segundo Sol. Existe um efeito sobre a Terra, uma grande confusão nesta noção de segundo Sol. A força galáctica, a Confederação Intergaláctica, a irradiação da Luz Fonte de Alcyone, as radiações do Ultravioleta, a irradiação do Espírito Santo retransmitida por Sírius, o conjunto de modificações observáveis sobre esta Terra e sobre esse sistema solar, resulta da ação de certo número de fatores astrofísicos bem reais, responsáveis por certo número de transformações observáveis mesmo em sua Lua. Alguns de vocês já se aperceberam. Júpiter emite já como um Pulsar. A atmosfera de Júpiter está profundamente modificada, permitindo à sua irradiação nova, efetivamente, afetar, desde fevereiro de 2009, suas estruturas. Mas, daí a chamar Júpiter um segundo Sol, há uma distância. ANAEL – 21 de novembro de 2010

Questão: A aproximação com o Sol vermelho está em relação com aquele de Alcyone?
Bem amada, sobre o plano astrofísico existem, obviamente, algumas modificações importantes, vindas de todas as partes dessa Dimensão. A irradiação, obviamente, de Alcyone, denominada por seus cientistas, e chamadas conosco, de „a Onda Galáctica‟, a chegada de Hercobulos modificando as cargas elétricas presentes nesse sistema solar, tendo já profundamente modificado seu Sol, cujo espectro de irradiação não é mais de todo o mesmo. Da mesma maneira que vocês vivem, vocês também, seu coroamento, lembrem-se que os outros planetas o vivem também e que o Sol, aquele que é o astro que lhes permitem viver, mesmo de maneira falsificada, deve, ele também, se transformar. Assim então, o Sol que emitia no amarelo, se aproximando da Onda Galáctica, revela um espectro associado ao ultravioleta e à Luz branca. O Sol se tornando aparentemente mais frio e se tornando de cor mais pálida. Sua transformação final será feita por um gigante vermelho. Isso corresponde à chegada total da Luz, não mais somente a Onda Galáctica, mas a pressão das forças ligadas a Hercobulus. Assim como as partículas Adamantinas e, também, o que vocês terão criado, por vocês mesmos, permitirá desencadear o que nós denominamos, com vocês, na ausência de uma palavra melhor, a ignição do Sol.

68

Como o sabem, outros planetas, nesse sistema solar, estão modificados. Alguns falam mesmo de segundo Sol. Esse termo não é de todo adequado. Com efeito, o planeta o maior de seu sistema solar não tem a massa cinética suficiente para se tornar um verdadeiro sol, mas isso pode ser assimilado. O importante não é isso. Eu lembro-lhes que o importante é seu ser Interior. As condições de suas vidas mudam. Muitos dentre vocês vivem transformações de Consciência e de modos de vida já muito importantes. A Terra deve fazer o mesmo. O que vem é efetivamente importante, mas quanto mais vocês estiverem em sua Alegria, no estabelecimento de seu próprio Samadhi, mais vocês poderão trabalhar e agir no sentido do Serviço, nesse mundo. ANAEL - 29 de setembro de 2010

Questão: quando você fala de sol exterior, trata-se de um segundo sol que deve substituir o sol atual?
Trata-se da reunificação do que vocês chamam sol com o verdadeiro sol. Ele também foi falsificado e desdobrado como vocês. O verdadeiro sol é a Luz que não projeta Sombra. É o que existe quando vocês vivem em dimensões unificadas, onde a Luz não vem de um ponto, mas do conjunto. MIGUEL – 13-11-2009- PREPARAÇÃO PARA 2ª ETAPA

Questão: o segundo sol é o planeta que os cientistas acabam de identificar sob o nome de Eris?
Não. O segundo sol é, infelizmente, ligado ao abrasamento nuclear de Júpiter que é, ele, desencadeado pelo planeta que vem.

Questão: poderia descrever mais precisamente esse fenômeno?
É dificilmente realizável por palavras porque essas palavras lhes mostrariam apenas o mecanismo exterior. Uma vez mais a ignição e nuclearização de Júpiter são ligadas ao despertar em vocês forças do coração. Vejam ali apenas isso. A contrapartida física é, ela, secundária e, entretanto, dramática. MIGUEL – 22 de janeiro de 2009

69

Questão: se há um segundo sol, devido à ignição de Júpiter, isso significará que não haverá mais noites sobre a Terra?
Não. Isso significa que vocês vão receber energias de tipo nuclear e nada mais. MIGUEL – 22 de janeiro de 2009

Questão: poderia nos falar dos fenômenos luminosos?
Há vários fenômenos luminosos que apareceram. A primeira coisa a fazer se você vê um fenômeno luminoso atmosférico (aí, não falo do aspecto do Sol ou de Júpiter ou de Hercobulus, mas um fenômeno luminoso que apareceria e que permaneceria no lugar), então, neste caso, pegue toda sua tralha e mude de lugar, porque é a força de Miguel que se desencadeia nessas regiões, de maneira extremamente violenta. Quando digo: pegue sua tralha, é no seu interior, é o momento de entrar na interioridade. Esses são os fenômenos, eu diria, luminosos atmosféricos que estão no interior de sua atmosfera. Há outros fenômenos, obviamente, como a dança do sol que vocês verão muito em breve ou ainda o resplendor de Júpiter, que vai tornar-se um segundo sol visível a olho nu, ou ainda Hercobulus. Mas, isso, são fenômenos extra atmosféricos, que assinalarão outros acontecimentos no momento em que os três acontecimentos se realizaram. Mas isso é para daqui algum tempo, não é imediatamente. O.M. AÏVANHOV – 12 de março de 2009 Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: www.mestresascensos.com

70

COLETÂNEA: O FIM DOS TEMPOS É PARA AGORA AUTRES DIMENSIONS

Questão: vocês falaram de uma possibilidade de prorrogação até o primeiro trimestre de 2012.
Isso depende. Como sabem, é a Terra que decide. Mas, no último limite, há os ciclos astronômicos, isso vocês não podem cortar dali. Portanto, há um limite, há datas limites, mas como qualquer data limite, ela pode ser estendida. Um trimestre é nada, depois de 50.000 anos, não é? O.M. AÏVANHOV – 14 de maio de 2011

Questão: se ninguém conhece a data, tudo isso pode acontecer dentro de 2 dias ou dentro de 1.000 anos?
Bem amado, de qual data você fala? Não se pode confundir o Anúncio dos três dias e a vivência dos três dias, com o final desta Dimensão, que é um outro mecanismo e, efetivamente, para este, ninguém conhece a data nem a hora, mas esta data inscreve-se num máximo de tempo. Esse máximo de tempo não pode ser em nenhum caso de mil anos, mas será, no máximo, de um ano e quatro meses.

Dentro deste período, tudo é possível, desde hoje como até o extremo limite.
ANAEL – 12 de junho de 2010

71

Questão: o que é dos 3 dias/3 noites?
Correspondem a este período de basculamento no momento em que as tempestades solares estiverem no máximo de atividade, o que está previsto, eu os recordo, para o início do ano 2012. O.M. AÏVANHOV – 12 de março de 2009 Tudo isso ocorre num período de tempo que é compreendido entre a entrega das Chaves Metatrônicas (as últimas) e a data limite que é final de outubro, início de novembro de 2011. Quer dizer que, a partir do momento em que as chaves Metatrônicas tenham sido reveladas à humanidade, a partir do momento em que o Anúncio de Maria seja feito, tudo é possível, no instante seguinte. O.M. AÏVANHOV - 19 de julho de 2010 A Ascensão será, obviamente, um processo que, para muitos seres humanos, será totalmente rejeitado. Mas essa rejeição, em si mesma, não poderá se ater quando a revelação da Luz for realizada inteiramente. Essa realização, total e final, como sabem, inscreve-se num âmbito limite de tempo, estendendo-se entre o fim de seu ano e, o mais tardar, no primeiro trimestre de seu próximo ano.

Tudo dependerá da Terra, isso vocês sabem, mas, também, tudo dependerá do contingente de Semeadores de Luz, de Ancoradores da Luz, chamados também, em outras terminologias, a equipe de solo, que realizou sua alquimia total que permite estabelecer-se, de maneira definitiva, na própria ilimitação, criando, então, na Merkabah Interdimensional Coletiva e na Lemniscata Sagrada, um impulso novo que permite, a algumas formas de vida limitada humana, voltar-se e facilitar, para elas, o acesso a essa ilimitação.
GABRIEL – 18 de junho de 2011 Será que é um humano, será que é a Confederação Intergaláctica, será que é um Arcanjo, será que é o povo intraterrestre, será que é a própria terra que vai anunciar, por seus abalos e por seu pré-basculamento dos pólos, a Verdade do que vai chegar? Nós não sabemos mais do que vocês, mas nós sabemos, é claro, como o dissemos, uns e outros, ontem, que é algo que acontece agora. No agora, compreendam, pode ser imediatamente, enquanto se está aí, como pode ser, o mais tardar, daqui até o final do próximo ano. O.M. AÏVANHOV – 21 de novembro de 2010 Nesse sentido, foi dito, pelo meu próprio filho, que somente a Fonte conhece a data.

72

Mas esta data é agora.
O agora inscrevendo-se num espaço e num tempo reduzido, inferior a dois anos. Vocês não têm que temer, nem que esperar este instante. Vocês têm que se banhar na Luz. Vocês têm que redescobrir a Alegria do que vocês são. Vocês tem que viver mesmo nesta ilusão. Vocês tem que se despertar e comunhar com a Luz. MARIA – 17 de maio de 2010 Há agora mais de seis anos de seus anos terrestres, que eu lhes signifiquei as mudanças a vir nessa Humanidade e nesse Sistema Solar, que se inscrevem no intervalo de julho de 2005 a julho de 2012. SERETI – 6 de setembro de 2011

Questão: Quando se produzirão esses eventos?
Há somente que pensar que o que vocês chamam de «eventos» sobrevirá durante esse período de sete anos que se estende entre julho de 2005 e julho de 2012. SERETI - 4 de julho de 2005

Questão: a partir de quando não haverá mais eletromagnetismo sobre a Terra?
O mais tardar, em seu ano 2012. Daqui até lá, inúmeros seres Humanos terão já passado em outras Vibrações e em outras Consciências.

Questão: quando você diz que terão passado em outras Vibrações e outras Consciências isso significa que terão deixado esse plano?
Obviamente. Mas deixar esse plano não quer dizer morrer, doravante. Quando você adormece à noite, sua Consciência viaja. Do mesmo modo, quando você deixa esse corpo, por uma porta chamada a morte, sua Consciência prossegue sua viagem. Do mesmo modo, deixar esse plano traduzirá deixar esse plano para ir a outro plano. Isso é chamado «translação dimensional» ou «ascensão». É isso que começa a se manifestar a vocês, em vocês e ao seu redor. MIGUEL – 13-11-2009- PREPARAÇÃO PARA 2ª ETAPA

Questão: o que você entende por alinhamento Galáctico final?
O alinhamento Galáctico final é o momento evidente em que vocês terão um alinhamento total do Sol, e não da Terra, do Sol com o Centro Galáctico. Vocês entraram na influência de raios particulares, com partículas extremamente específicas, que denominamos «tachyons» (partículas hipotéticas cuja velocidade seria

73

superior à da luz) e «bosons» que estão se infiltrando em massa em sua dimensão. Vocês ainda não estão sob o máximo de bombardeamentos. Isso ocorrerá no final do ano de 2011 e terá, do mesmo modo, um alinhamento planetário extremamente preciso que ocorrerá durante o ano de 2012. Mas os fenômenos de mutação da Consciência serão concluídos no final de 2012, reajustamentos planetários e não a Consciência humana. Eu o chamei final simplesmente porque, depois disso, jamais qualquer sistema Solar desta parte da galáxia será cortado da Fonte. Portanto, é bem o final de O.M. AÏVANHOV - 17 de outubro de 2009

uma época.

Há, para isso, um tempo, dois tempos e a metade de um tempo para ali chegar. Isso é Mistério para seus olhos de personalidade, isso pode ser medo para sua personalidade, mas «ninguém poderá penetrar o Reino dos Céus se não voltar a ser puro como uma criança». «Voltar a ser como uma criança» consiste em viver na infância Interior, ao nível do coração. Vocês não podem deixar se expressar a criança Interior se há, em vocês, o menor grama de poder, de sofrimento ou de medo. Eu repito: isso não é para 15 de agosto, mas vocês têm um tempo, dois tempos e talvez a metade de um tempo para ali chegar.

Questão: a que corresponde a base de um tempo?
Um tempo, igual a 12 meses. 2 tempos, igual a 24 meses. 12 e 12, 24. 24 e 12, 36. ANAEL – 4 de agosto de 2009

Questão: quando você diz um tempo, dois tempos e a metade de um tempo, deve-se compreender 1, 2 e 1 ou 1, 2 e ½ ?
Essa é uma excelente questão. Assim como foi compreendido e transmitido pela Luz, a fim de enganar, não a vocês, mas à Sombra, foi compreendido um tempo, mais dois tempos, mais a metade de um tempo. Entretanto, esse é um tempo, um segundo tempo do mesmo tempo, e a metade de um tempo. Se você sabe contar, isso o leva, não a 2012, mas ao final do ano de 2011. ANAEL – 4 de agosto de 2009 Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: www.mestresascensos.com

74

COLETÂNEA: A ILUSÃO DO LIVRE ARBÍTRIO - AUTRES DIMENSIONS

Enquanto vocês creem que decidem o que quer que seja, é apenas a personalidade que se exprime no que vocês chamaram o livre arbítrio.

A Liberdade não se importa com o livre arbítrio.
A Lei da Graça não é a lei do livre arbítrio. A ação/reação da personalidade não é a Ação de Graça da Unidade. Tudo as opõe, eu diria. As leis não são as mesmas. Os princípios e as manifestações não são os mesmos. Aí também, tudo os opõe. Eu repito: isso deve ser vivido e não exprimido. MA ANANDA MOYI – 12/11/11 Em meio à Liberdade, em meio ao Espírito, não há o que fazer do livre arbítrio.

O livre arbítrio é o álibi, dado pela personalidade, para aproximar-se de uma luz qualquer, tão ilusória como a personalidade.
A Liberdade não envolve nem a personalidade, nem o livre arbítrio. A Liberdade é a Liberdade. Ela é o final do confinamento, o final da partição, o final das crenças e o início da experiência da Unidade. Mas para viver o início da experiência da Unidade, é preciso, efetivamente, Liberar-se, na totalidade. IRMÃO K – 05/11/11 A Verdade não é deste mundo. A Verdade é, de fato, a Liberdade da Criação.

75

Liberdade da Criação significando que toda Consciência jamais é aprisionada em qualquer limite de experiência, o que, admitam-no, é totalmente ao oposto do que vive a consciência humana em meio a este mundo, através mesmo dos princípios chamados de livre arbítrio, reencarnação, carma, bem e mal. Existe, portanto, um princípio que nós chamamos de „falsificação‟. Evidentemente, aderir ao princípio de falsificação não é suficiente para aceder à Unidade, não é suficiente para viver a Unidade. IRMÃO K – 13/11/11 A Vibração do Coração, o estado do Ser Unificado, está bem além dessas contingências chamadas de livre arbítrio, de vontade de bem, do bem e do mal. O Ser que se aproxima da Unidade e que se instala na Unidade irradia o Amor porque ele se torna o Amor, porque ele é o Amor, porque ele é Luz e porque ele está Unificado. Ele nunca coloca a questão de saber se sua ação é bem ou mal porque ele transcendeu o bem e o mal. Como vocês querem transcender o bem e o mal ali aderindo? Como vocês querem perceber o que vocês são, na verdade, enquanto seu olhar está voltado para a Ilusão exterior? Como vocês querem viver a Alegria Eterna quando vocês estão voltados para a satisfação dos prazeres efêmeros da vida, quaisquer que sejam, sem exceção alguma? Isso não quer dizer, é claro, para privar-se, por um esforço de vontade, de quaisquer prazeres que sejam, mas, sim, para conscientizar o que representa o efêmero do prazer e o que representa a Eternidade da Alegria. É apenas voltando-se para a Alegria que vocês irão transcender o prazer. É apenas voltando-se para sua própria Unidade, para sua própria realização do Ser que, naquele momento, os tormentos da personalidade irão desaparecer, inteiramente. UM AMIGO – 28/10/11 De fato, a Alma é portadora de certo número de informações que a orientam para a descoberta da matéria, para a reencarnação, para o princípio chamado livre arbítrio, do bem e do mal.

Reencontrar a Liberdade e a Graça os faz abandonar o livre arbítrio porque, naquele momento (e como nós o dissemos), não é mais a
personalidade que age, mas, efetivamente, a individualidade e a Inteligência da Luz, na individualidade. SRI AUROBINDO – 28/10/11 Essa Graça da Luz é-lhes acessível, como vocês sabem, a partir de agora, por toda a parte, porque a Luz espalhou-se no mundo, porque a Porta do CRISTO foi aberta, porque a Porta Estreita cruza-se. Haverá, sempre, Irmãos e Irmãs que estarão na negação absoluta disso, porque a concepção, a crença e a fé deles, mesmo da Luz, não corresponde ao que nós anunciamos, ao que nós dizemos e ao que nós Vibramos a vocês.

76

Isso faz parte, aí também, da Graça da Luz, que é deixar viver a Liberdade total, mesmo para aqueles que, de maneira extremamente simples, recusam-na, argumentando o princípio do livre arbítrio, argumentando o princípio de evolução, argumentando o princípio de qualquer hierarquia de luz ou de qualquer salvador de luz ao qual eles aderem. Mas isso não permitirá a eles, jamais, viver a Graça, porque eles se desviaram da Graça, que é o caminho da Infância, o caminho da Simplicidade. GEMMA GALGANI – 05/11/11 É claro, aqueles que estão aterrorizados, porque estão instalados na personalidade, não podem vislumbrar qualquer transformação da Terra. E isso, vocês observam, sobretudo, nos meios espirituais, porque essas pessoas estão, como dizer, inscritas numa diligência de transformação açucarada, progressiva, normal, sem qualquer solavanco do que acontece sobre a Terra. E, naquele momento, elas não estão mais numa esperança, elas estão numa projeção de condições ideais que, elas, quereriam ver estabelecer-se, porque, para elas, o Amor (e a Luz) é um desenvolvimento que nada muda na personalidade e, aliás, geralmente, vocês constatarão que esses seres não vivem a Vibração. Se vocês lhes falam do Coração, elas vão dizer que estão no Coração. Mas provar do amor (ou dizer-se no coração), nós sempre dissemos, não é viver a Vibração real do Coração, ou seja, o coração, no sentido daqueles que não estão abertos, é uma projeção, uma projeção amorosa, uma projeção de um ideal, uma projeção de melhoria de algo, num futuro, mas é sempre de maneira muito suave, muito progressiva. Isso se chama o livre arbítrio. AÏVANHOV – 05/11/11 Como lhes foi dito, os seres humanos sentem-se muito bem nesta condição humana, e não consideram absolutamente qualquer evolução, qualquer transformação, e ainda menos uma Libertação do que é chamado de vida neste mundo de terceira Dimensão. Isso faz parte de escolhas absolutas e da liberdade, chamada de „livre arbítrio‟, nas quais condicionam essas pessoas a viver a experiência da vida, em meio a limites que lhes são necessários, e não implicando qualquer Libertação, já que tal não é sua Vibração. Nesse sentido, lhes foi solicitado, quaisquer que sejam suas crenças, e qualquer que seja o que vocês têm acesso, na experiência, para não julgar, não questionar, de forma alguma, as escolhas feitas por cada ser humano em encarnação, cada um dos Irmãos e Irmãs, aqui presentes sobre a Terra. É a única maneira de respeitar a adesão ao livre arbítrio que, eu lembro a vocês, não tem estritamente nada a ver com a Liberdade.

O livre arbítrio é um condicionamento, um quadro de referência, permitindo a uma variedade de almas experimentar ainda o caminho da alma, mas, em caso algum, conhecer o Espírito.
SRI AUROBINDO – 07/08/11 A armadilha a mais importante dessa matriz (nesses condicionamentos e em sua Ilusão) é fazê-los crer que vocês são uma pessoa (e unicamente uma pessoa ou uma

77

personalidade) que vive uma vida, limitada por um instante chamado o nascimento e um outro instante chamado a morte, durante o qual se desenrola uma consciência que vai fazer escolhas, experimentar coisas, mas, em momento algum (mesmo num caminho espiritual) poder-se-á, jamais, liberar-se, de qualquer modo, desses condicionamentos e dessa lei de ação/reação. Então, é claro, de algum modo, encorajaram-nos (através de algumas religiões e de alguns condicionamentos ditos espirituais) a crer no Espírito, mas um espírito no qual as leis seriam as mesmas, estritamente as mesmas, como no confinamento. Isso é totalmente falso.

A Liberdade nada tem a ver com o livre arbítrio.
A Lei de Graça nada tem a ver com a lei de ação e reação. O Abandono à Luz não é uma vontade. Não é um fazer, tampouco. Não é um trabalho em suas próprias Sombras, ainda que a Luz ilumine as Sombras. É a aceitação, pura e simples, da Luz. Há, simplesmente, sofrimento e afastamento da Luz pela adesão ao que você é, em verdade ou, em todo caso, ao que você crê ser em verdade, ou seja, esse corpo, essa presença nesse corpo que é, de fato, apenas uma projeção de seu próprio espírito na Ilusão na qual você foi presa. É preciso, já, aceitar esse conceito. A partir do instante em que você aceita, inteiramente, esse conceito, você já toma certa forma de distância em relação ao que é chamada sua própria personalidade. Essa tomada de distância em relação à personalidade é já uma primeira etapa para a crucificação da personalidade, que não vai desaparecer. A Passagem ao Coração faz, simplesmente, com que aquele que conduz o veículo não é mais a personalidade, mas o Espírito. Mas o ego gostaria de apropriar-se do Espírito. É, aliás, por isso que ele criou regras do Espírito nesse mundo, chamado livre arbítrio, que absolutamente não existe na Graça. IRMÃO K – 03/07/11

Pergunta: para os seres de outras Dimensões que se encarnam sobre a Terra, é uma decisão individual ou é organizada de algum modo?
Não há operador turístico, sobretudo para ir à prisão, não é? O que eu quero dizer por aí que as circunstâncias atuais são diferentes, porque vocês têm seres, hoje, que se encarnam, que tomam um corpo, porque eles sabem que não vão permanecer muito tempo na prisão. Sem isso, eles jamais teriam vindo fazer um „tour‟ neste sistema solar, não é? Há processos que se iniciaram, desde muito tempo, isso vocês sabem, mas ninguém, como dizer, decide pela primeira vez. A primeira vez, as razões podem ser muito variadas.

78

Vocês desejam quando mesmo, talvez, para alguns, fazer a experiência da prisão. Por que não? Para outros, isso tem sido missões mais delicadas. Para outros, enfim, isso foi, simplesmente, uma espécie de armadilha que se fechou de novo. É muito complexo para explicar isso. Isso pode não ser uma visão linear. Mas, em resumo, hoje, há uma Liberdade para encarnar-se, para os seres que criam uma alma para a circunstância, porque vocês estão em um momento particular. Isso, vocês sabem, não é? Agora, não há hierarquia, ninguém vai conduzi-los aqui, ainda uma vez. Da mesma maneira que ninguém tira vocês daqui, nós estamos bem de acordo. As circunstâncias ótimas, nós diremos, foram criadas para permitir fazer cessar o princípio de confinamento. Mas fazer cessar o princípio de confinamento, reabrir o que estava fechado, não influencia o que vai se tornar cada alma.

vocês que podem decidir reencontrar a Liberdade ou permanecer no livre arbítrio.
Porque, como foi dito em várias reprises, Ninguém pode forçá-los, nem A Fonte. É bem por isso que o princípio do confinamento, como dizer, foi alguma coisa de especial, porque foi preciso, como dizer, romper o confinamento respeitando as Criações, mesmo falsificadas. Ou seja, respeitando o livre arbítrio de cada Consciência que estava confinada inconscientemente, conscientemente, ou por circunstâncias particulares. Mas ninguém, vocês não, ninguém lhes disse: “você irá para a cadeia”. Porque, como é que o que está Livre pode ir preso se isso não é por sua própria ação? Principalmente eu lhes digo que, agora, as coisas são diferentes. É para isso que Cristo insistiu, e nós insistimos, para que a maioria das Sementes Estelares, dos seres Despertos, esteja presente sobre a Terra para viver o que é para viver. Porque vocês têm uma infinidade de interesses, e nós temos uma infinidade de interesses, para que esses seres estejam presentes para, de algum modo, serem os médiuns, o aparador e o revelador do que deve se revelar. AIVANHOV- 12/08/11

O ser humano descobriu, na matriz e nessa Ilusão, um princípio chamado o livre arbítrio.
Esse princípio de livre arbítrio é uma escolha específica da Consciência que pode, justamente, a cada instante, decidir por ela mesma seu programa de vida. O programa de vida do ego não é o programa de vida do Coração. O programa de vida do ego será sempre um modo de apropriação, um modo distanciador, um modo separador, que os faz raciocinar e que os faz analisar algo, sempre, em relação à sua própria educação, ao seu próprio condicionamento, qualquer que seja.

79

O princípio de atração é um princípio de atração gravitacional, manifestando-se, também, no Espírito aprisionado e traduzindo-se por certo número de ações/reações inegáveis para o conjunto de consciências que vivem no ego.

Isso foi chamado o livre arbítrio, de que faz uso o ser humano, servindo-se exclusivamente de seu ego.
Essa reivindicação do livre arbítrio, que é uma das especificidades da consciência separada não pode, em caso algum, levá-los à Consciência da Graça e à vivência da Graça. Há, de fato, uma oposição total, como eu disse, entre a consciência do ego e a Consciência do Coração. Do mesmo modo, há uma oposição total entre a lei do livre arbítrio e a Lei de Ação de Graça. A Ação de Graça confere a Paz. Ela confere a Alegria. O que não pode absolutamente ser o caso da consciência egoica, separada e distanciada. Assim, vocês não podem, ao mesmo tempo, estar sob a lei de livre arbítrio e sob a Lei de Ação de Graça. UM AMIGO – 16/06/11

Será sempre o ego que crê que existe escolha, porque ele está no livre arbítrio e o livre arbítrio implica a noção de escolha.
A Consciência do Grande Espírito (ou viver o Grande Espírito) não é uma escolha, nem o livre arbítrio, mas é a Liberdade, e esta Liberdade passa pelo que vocês chamam de morte da personalidade ou do que é limitado. NO EYES – 11/08/11 Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: Beth Rodrigues

80

COLETÂNEA: DÚVIDAS = MENTAL EM AÇÃO - AUTRES DIMENSIONS

Questão: quando se é confrontado a dúvidas, como superá-las?
Bem amada, a dúvida inscreve-se na lógica do mental chamado discursivo ou cartesiano. Esse mental é controlado, quer vocês o queiram ou não, por um cérebro extremamente antigo chamado arcaico ou reptiliano que foi literalmente transplantado em suas estruturas, quando da falsificação. A dúvida e o medo são os elementos marcantes do mental. Assim, portanto, não há nem a juntar, nem a culpar o ser humano que manifestaria, no caminho, uma dúvida ou uma interrogação. Aí também vocês não podem trabalhar na mesma ferramenta, ao nível Vibratório, que é o mental, porque vocês não podem superar o mental pelo mental, do mesmo modo que vocês não podem superar as emoções pelas emoções. A abertura que está em curso, atualmente, sobre esta Terra, desde numerosos anos, é possível, eu repito, apenas pelo princípio de Abandono à Luz. A dúvida faz parte da Dualidade. A certeza Interior, que nada tem a ver com a fé ou a Crença, é procedente do acesso à Unidade. A Unidade não é uma concepção mental, a Unidade é um estado Vibratório, vivido pela ativação das Coroas Radiantes. Assim, portanto, é ilusório querer pretender separar-se de suas próprias dúvidas ou de suas próprias ilusões ou de seus próprios questionamentos enquanto a Vibração ainda não apareceu ao nível da Coroa Radiante da cabeça ou ao nível da Coroa Radiante do Coração ou ainda ao nível do Triângulo Sagrado inferior. Não há, portanto, técnica, sobretudo hoje. Nos tempos que vocês vivem, o único modo de proceder, o mais natural e o mais rápido, é aquele de acolher a Luz e abandonarem-se a ela. É totalmente diferente buscar a Luz numa diligência ativa, exterior, de conhecimento, do que abandonar-se à Luz. Eu desenvolvi isso muito longamente, há dois anos, quase dois anos.

81

É importante apreender que o Abandono à Luz é um caminho para a Unidade, mas que a busca da Luz, sob forma exterior, por um conhecimento esotérico (qualquer que seja, que seja empregado mesmo o simbolismo, mesmo ferramentas reconhecidas como válidas por sua sociedade), não tem qualquer sentido para a Luz. A Luz se basta a si mesma. A Luz Interior é Conhecimento Final, ela não tem necessidade de conhecimentos exteriores, ela não tem necessidade de crer em qualquer evolução, porque a Luz é perfeita, imediatamente. Assim, portanto, as dúvidas não podem ser caçadas por qualquer atividade mental, apenas a Luz Vibral e a instalação desta Luz Vibral, numa das três Lareiras, é que vai permitir (progressivamente ou rapidamente, de acordo com a intensidade da Vibração vivida) repelir as dúvidas, de maneira natural, simplesmente diluindo-as e iluminando-as pela Luz. Assim, portanto, eu repito, sem noção de julgamento, sem noção de responsabilidade ou de qualquer culpa, se

existe em vocês uma dúvida, se existe em vocês um questionamento, esse é um convite para ir para ainda mais Abandono, para ir mais ainda para a Luz, para ir para mais humildade.
A Luz está ao alcance do Coração, ela é onipresente, hoje. Esta revelação da Luz começou em 1984, ela termina hoje. O que, hoje, é extremamente potente era, na origem desse ciclo, extremamente tênue. Hoje, qualquer ser humano, mesmo sem reconhecer qualquer noção espiritual, mesmo sem buscar o que quer que seja, se ele se abandona espontaneamente à Vida, neste Abandono Final, mesmo sem compreender, naquele momento, viverá a revelação da Luz, coisa que não pode ser obtida, mesmo por uma ascese rigorosa, enquanto o Coração não está no Abandono à Luz, ao menos intelectualmente e, em seguida, num segundo tempo, vivido de modo Vibratório. O paradoxo é, de fato, naquele nível, ilustrando ainda uma vez à maravilha a frase de Cristo: «Os primeiros serão os últimos e os últimos serão os primeiros». Porque aqueles que se abrem hoje voltam a tornarem-se instantaneamente como crianças. Eles se instalam com facilidade no instante presente, na certeza do instante. A dúvida é sempre procedente de um passado ou de um futuro, mas não está jamais presente no instante. Assim, portanto, se a dúvida (qualquer) se manifesta, é que vocês não estão instalados no instante. ANAEL - 12-03-2011 "Nós somos Um.

Quem pode duvidar, se não é aquele que duvida permanentemente, porque ele sabe que é efêmero e quer forçálos a serem efêmeros.
O efêmero não é a Mãe.

82

O efêmero é amargo. A Mãe é doce. Nós somos Um. Nós somos Um, no Coração. Nós somos Um, na Fonte e na Vibração. Nós somos Um, também, no silêncio. Nós somos Um, por toda a parte e eternamente. Nós somos Um, aqui também. A separação terminou. O fim é, de fato, apenas o início permitindo apreender que a própria ilusão da separação tem apenas um tempo: o tempo da ilusão do confinamento". UMA ESTRELA - 13-03-2011 "Muitos dos meus Filhos podem estar ainda na negação do que chega, porque, neles, existe, é claro, a dúvida. Essa dúvida, que é secretada pela personalidade que está cortada da Luz.

Essa dúvida que é oriunda do mental e de suas faculdades perpétuas de interrogação.
Quando tudo isso pode ser varrido, com a maior das facilidades, desde o instante e o momento em que vocês estão atentos aos sinais, que eles se desenrolem em sua Consciência, em seu Ser, em seu Ambiente ou onde quer que seja sobre a Terra. Nós jamais lhes escondemos que os sinais da Terra eram aqueles que viriam decidir o momento aguardado ou temido. Nós sempre dissemos, também, que certo número de dias e de noites, antecedendo alguns elementos da Luz, estaria acessível a vocês, de maneira evidente, sem que houvesse a menor dúvida sobre este Apelo Final da Luz. Hoje, mais do que nunca, eu venho dizer-lhes para viver cada minuto com a plenitude, e com o Coração o mais Total, porque, é claro, se vocês estão nesta Plenitude e neste Coração o mais Total, como vocês querem que o que advém seja oposto a esta Plenitude e a este Coração? Mais do que nunca, durante esses dias, vocês são capazes de conectar-se e de Comungar à Luz". Desde muito pouco tempo, eu lhes falei desse princípio de Comunhão e de Graça que, a cada dia, se intensifica. MARIA - 01-11-2011 "Na Vibração do Coração tudo será cada vez mais fácil, qualquer que seja o que o olhar limitado poderia chamar a desorganização do mundo mas que é, de fato, sob o ângulo ilimitado, uma reconstrução num outro mundo e num outro plano Vibratório. Façam sempre o que diz seu Coração na Vibração e não o que crê sua cabeça. Vão cada vez mais nas escolhas do Coração, as escolhas da Vibração e não as escolhas da cabeça que os remeteriam à dualidade, ao medo e à falta. É este aprendizado que vocês estão, todos, sem exceção, vivendo. Aqueles que seguirem a Vibração no Coração não poderão enganar-se.

83

Aqueles que ignorarem a Vibração do Coração e continuarem a fazer a escolha da cabeça enganar-se-ão sempre e sem exceção.
Duas estradas e duas humanidades para dois caminhos diferentes. Um indo para a reintegração na confederação da Luz Autêntica, pelo retorno da Consciência ao Ilimitado e à Unidade. O segundo caminho, quanto a ele (que não é acima ou abaixo, mas diferente), conduzirá o homem a reviver numa Verdade ainda dual, mas não isolada. Lembrem-se de que não é jamais a cabeça que decide, mas unicamente sua própria capacidade Vibratória. Esta capacidade Vibratória decorre e decorrerá, cada vez mais, da atividade de sua Consciência no chacra cardíaco, na Fonte de Cristal, no alinhamento de suas Três Lareiras, permitindo-lhes, no momento em que isso se produzir, acederem, Unificados, a seu corpo de Existência. Naquele momento, não poderá mais, jamais, existir a menor dúvida ou o menor questionamento, mesmo em sua cabeça, porque o Coração terá tomado o primeiro lugar, pela Vibração, na conduta de sua Consciência nos tempos que restam nesta Dimensão. É assim que vocês serão os mais úteis a vocês mesmos, à Luz e ao plano e sobretudo a seus irmãos, a suas irmãs, aos aninais, aos vegetais, iluminando-os, literalmente, por sua própria Radiação Unificada no Coração. O Coração, pela Vibração, os conduzirá, nesses tempos que vivem, ao lugar o mais exato com relação ao que vocês são, ao lugar o mais exato com relação ao que vocês irradiam. Passar da Consciência limitada para a Consciência ilimitada realiza-se na Vibração da Presença conferindo-lhes, mesmo ao nível do mundo mental e emocional, a Unificação, permitindo-lhes viver e explorar mecanismos da Alegria Interior, criar, por seu próprio poder Criador, o Samadhi, a Felicidade. Não há qualquer obstáculo que possa existir diante da Vibração do Coração. Absolutamente nenhum". UM AMIGO - 26-05-2010 "É isso que vai permitir-lhes, também, dar-lhes os últimos elementos para passar a Porta Estreita, porque vocês não estarão mais, naquele momento, em território Desconhecido. Mas o que era ainda Desconhecido, para muitos de vocês, vai tornar-se cada vez mais acessível e cada vez mais Conhecido. De fato, aquele que tiver a oportunidade de ouvir MARIA falar-lhe (ou uma das Estrelas) não poderá, nunca mais, duvidar da realidade do que ele vive.

A Intensidade da Luz, a intensidade da Alegria que será sua naquele momento não poderá, jamais, deixar mais qualquer lugar para qualquer dúvida. E o mental será obrigado a capitular: ele estará ao seu serviço, mas vocês não estarão mais ao serviço dele.
Será o mesmo para as emoções: vocês decidirão viver as emoções que desejarem – seja o riso, seja o prazer, seja uma nostalgia – mas que não imprimirão seu corpo nem sua Consciência.

84

Vocês serão livres para navegar, em si mesmos (no que resta de emoção, no que resta de mental), porque serão os mestres, sem querer forçá-los, mas, simplesmente, porque a qualidade da Luz que será a sua, naqueles momentos, permitir-lhes-á estabelecer-se, cada vez mais facilmente, na Unidade. Nada há a temer. E, quanto mais vocês penetrarem nessa Unidade e nessa Alegria, menos vocês temerão eventos exteriores, quaisquer que sejam, menos vocês temerão o que quer que seja de seu ambiente, de seus próximos". GEMMA GALGANI -24-10-2011 "O Supramental seria, em certa medida, um mental que não é mais dirigido pela personalidade ou pelo plexo solar, mas diretamente sob a influência da Vibração do Coração e, portanto, da Existência ou, se preferem, do Espírito. Até o presente era fácil poder passar de uma à outra e da outra à uma, de acordo com suas atividades em sua Consciência de vida habitual. Hoje, as coisas vão mudar. Vão mudar no sentido em que, de modo iminente, vocês observarão por si mesmos, que estarão cada vez menos propensos a utilizarem o mental ou a Luz recebida, pela personalidade. Existe uma diferença fundamental entre o Coração aberto e a personalidade. A personalidade questiona permanentemente, procurando uma referência no passado, na experiência passada ou ainda em relação a certo número de crenças ou de construções. A Vibração Supramental é uma resposta eterna e permanente na qual não pode existir qualquer pergunta e qualquer interrogação. O Supramental pode estabelecer-se apenas se há silêncio mental. Esse Supramental traz absolutamente tudo o que é necessário e desenvolve, da mesma maneira, capacidades novas na Consciência Nova, nos primeiros lugares aos quais podem estabelecer-se, de maneira cada vez mais firme para o ser que o vive, as funções que, até o presente, estavam, é necessário dizer, efetivamente adormecidas. A primeira é uma comunicação que eu chamaria não verbal, que se estabelece diretamente de Coração a Coração ou de olhar a olhar, indo bem para além do que é dito e das aparências da máscara, do parecer, permitindo ao ser que evolui de acordo com o Supramental captar, não mais a aparência e a máscara, mas, diretamente, a Essência da pessoa que está à frente de si ou, ainda, na qual está conectado, mesmo à distância. O mental pode ser enganado de diferentes modos e enganar-se a si-mesmo. O Supramental não pode ser enganado, porque ele vê a Verdade de frente, pela captação direta da Vibração da Essência. Assim, estando estabelecido no Supramental, não existe mais distância entre a Consciência que é a sua e a Consciência que é o resto do Universo. Assim, portanto, é impossível ser enganado por quem quer que seja ou pelo que quer que seja, quando você se estabelece no Supramental. Certamente, aquele que está à frente e que não estaria nesta atitude Vibratória de Supramental conectado, não pode imaginar que você possa, literalmente, fundir com ele, percebê-lo e conhecê-lo, bem para além da aparência, do parecer e das palavras. O Supramental é um conhecimento direto, porque passa pelo Coração.

85

Ele não passa pelo filtro da interpretação, o filtro das projeções ou das crenças.

O ser estabelecido no Supramental não tem mais nem dúvidas, nem medos, nem interrogações.
Existe, no Supramental, uma certeza bem além da fé, porque se trata de uma vivência real e direta da Luz. O ser que é identificado assim à Luz torna-se o Todo, em Verdade e inteiramente. Sendo o Todo, mesmo quem quisesse se separar desse Todo, não pode realizá-lo. Há, portanto, uma percepção espantosamente clara e precisa dos seres até agora separados ou ainda do universo, na sua totalidade.

O Supramental não passa absolutamente pelas fases clássicas do mental, chamadas análise e depois síntese e, eventualmente, julgamento e integração.
O Supramental, como eu dizia, abre portas, os faz cruzar certo número de limites e os faz aceder ao Ilimitado". SRI AUROBINDO - 20-02-2011 "Mas é claro, se se vive o coração é a alegria que será manifestada. Mas, se se vive o mental, são as dúvidas que predominam pela necessidade de busca exterior. Resumindo: ele já tem asas e, ao invés de batê-las, ele fica olhando os outros aprenderem a voar". MM

Questão: é necessário atribuir importância aos sinais que se encontra e interpretá-los?
No Abandono à Luz, a ação de Graça vai progressivamente preencher sua vida, a partir do momento em que vocês estão abandonados à Luz. Os sinais, em contrapartida, é preciso prestar extrema atenção para não interpretá-los, porque a interpretação se serve sempre da ferramenta mental. Portanto, sim, a partir do momento em que vocês estão no Abandono à Luz, os sinais vão abundar, mas prestem atenção para não interpreta-los porque, assim que há interpretação, há ação do mental. Contentem-se em vivê-los, acolhe-los e simplesmente deixa-los se desenrolar. AÏVANHOV - 27-11-2010

Questão: no acesso à Existência pode haver uma parte de imaginação?
Absolutamente não. Quando vocês tocam os domínios Vibratórios do Fogo do Coração, do Samadhi, vocês sabem instantaneamente que é Verdade.

Não pode haver dúvida enquanto vocês estão na Vibração.

86

Obviamente, assim que vocês se afastam do Fogo do Coração e da Presença a si mesmos, na Existência, a personalidade ainda presente, eis que vocês estão presentes nesse mundo, vai provocar e vai tentar fazê-los crer que o que vocês viveram é ilusão. Basta-lhes então, naquele momento, se remeterem ao Fogo do Coração, e vocês verão que, então, as dúvidas não podem resistir à Vibração. ANAEL - 29-06-2010 "O que significa Ressurreição? Significa, simplesmente, o despertar do que vocês são, em Verdade, em Eternidade, do que vocês são bem além das aparências desta vida, desse corpo, desses pensamentos, dessas emoções, em suma, de tudo o que lhes aparece como sua vida, hoje, mas que é apenas um aspecto bem limitado e bem efêmero com relação à Verdade. Hoje é-lhes pedido para tomarem Consciência, definitivamente.

Vão para além das dúvidas, vão para além dos medos, vão para além dos
limites, de seus limites, como dos limites desse mundo. O desenvolvimento da Luz, inteiramente, quando desta Onda, vai, obviamente, acompanhar-se de certo número de modificações das quais aquelas que foram vividas esta semana por sua Terra, minha Terra, são apenas as premissas. Então, sim, cantem, cantem em coro seu despertar. Vejam apenas o essencial, vejam apenas o que existe de maneira eterna. Não se atrasem ao que poderia ainda dar-lhes medo, ao que poderia ainda afastá-los de sua Verdade porque vocês não são esses medos, nem o que os afastam. Aproximem-se de vocês mesmos como nós nos aproximamos de vocês".

Questão: como perder a personalidade?
Meu Filho, você apenas perderá sua personalidade no momento em que esse corpo estiver dissolvido. Esse não é ainda o momento. O importante é compreender e apreender quem comanda: a personalidade ou o Coração? Expresso de outro modo: quem

comanda? O mental ou, como o chama nosso bem amado João, o Supramental, a consciência comum ou a Supra Consciência?
A personalidade separada e dividida que se apropria e que tem medo ou o Coração que dá e que se abandona? Tudo está aí. A personalidade não tem que morrer. Ela tem que ser crucificada. Ela tem que ser superada e transcendida e somente o Coração o pode. Eu repito, vocês não podem lutar pela personalidade contra a personalidade, porque esta luta reforça a Dualidade. Penetrar as esferas Vibratórias da Unidade é uma superação da Dualidade e, portanto, uma superação de tudo o que contém a vida comum, desde os impulsos os mais primários, como os desejos os mais sutis e os mais devastadores da humanidade.

87

É superar o desejo. É superar as necessidades. É superar tudo o que é limitante e aprisionante. Mas isso apenas pode ser realizado, eu repito, por esta famosa capacidade de abandonar-se. A Unidade não é algo que é um conceito. É algo que há para viver e isso se traduz por certo número de indicadores. Vocês não têm que refletir intelectualmente, porque a Vibração é a resposta. A Vibração, quando ela se instala em suas Lâmpadas, em suas Lareiras (ativando, assim, o que vocês chamam chacras, em algumas tradições), vai permitir viver isso. Não pode haver Coração sem percepção do Fogo do Coração, senão esse coração é o coração da personalidade, aquele que quer criar e agir com boas ações, esperando uma recompensa. O Coração não funciona assim. Porque existe, efetivamente, um coração do Coração e um coração da personalidade. O princípio do coração da personalidade é tudo guardar para si próprio, em todos os sentidos do termo. O coração do Coração é se doar a si mesmo, o que é profundamente diferente. MARIA - 13-03-2011

Questão: tenho elementos que me fazem pensar que sou muito ligada ao Intraterra.
Bem amada, se os elementos a fazem pensar, em que minha resposta exterior poderia confortá-la ou confirmar o que você pensa? Compreenda bem, do mesmo modo que para o Anjo Guardião, esse gênero de questão, confirmação ou afirmação, não pode de modo algum pertencer a algo de exterior a você, porque isso adulteraria sua Liberdade. Esse gênero de resposta que eu poderia dar não traria estritamente nada para sua evolução, apenas faria satisfazer seu Ego e a Personalidade.

Questão: como superar essas dúvidas e assegurar-se de que se tem, em si mesmo, a resposta exata? Bem amada, a dúvida faz parte do mental, porque ele coloca sempre uma equação em verdadeiro ou falso.
Em seu Coração não pode haver esse gênero de ambiguidade porque, naquele momento, não pode haver dúvida. A dúvida é Verdade absoluta que se inscreve em sua história absoluta. Enquanto há dúvida é que a resposta se situa ao nível do mental. Naquele momento, pouco importa que ela seja verdadeira ou falsa, porque ela não corresponde à Verdade da vivência no Coração. A resposta do Coração é sempre exata, porque ela lhe dará a Verdade absoluta, o que não será jamais o caso de seu mental.

88

O mental tende sempre a levá-los e a trazê-los sobre o que os afasta do Coração, enquanto que o abandono total à Luz não foi vivido, ele vai
ressurgir de vez em quando e a palavra mestre do mental é a dúvida e o questionamento. Assim, portanto, não se pode combater o mental pelo mental, isso apenas faria reforçá-lo. Apenas pode se estabelecer na Verdade absoluta que é a Vibração do Fogo do Coração e do Amor quem permite, nesse caso, superar e transcender a verdade relativa do mental. Agora, dizer-lhe que você é ligada ao Intraterra ou não, o que isso muda em sua vivência? ANAEL - 18-09-2011 "Hoje, não haverá acesso possível a outra coisa que não seja a esta Consciência. A preparação que vocês têm vivenciado, iniciada pelo Conclave Arcangélico, se acompanha de importante modificação de um conjunto de Vibrações especiais chegando até vocês nesta densidade e tendo-lhes consentido, e permitindo-lhes ainda, aceder a esta Consciência não identificada. Vocês fazem a apredizegem, cada um a seu ritmo. Evidentemente, isso passa por períodos de resistências, de dúvidas, de questionamentos. Mas, como eu disse e como disse o venerável Sri Aurobindo, quando vocês tocam uma vez esta Consciência plena, vocês sabem pertinentemente que a tocaram. Não pode haver dúvida sobre a realidade e a Verdade do que vocês têm vivido.

Mas sua Consciência comum lhes faz duvidar e coloca em dúvida a experiência da Consciência plena, pois a Consciência comum, ligada ao ego e ao mental, antes de tudo, diz que ela deve morrer e ela não deseja morrer.
Vocês são auxiliados pelo conjunto de Vibrações que foram ativadas pelo seu trabalho e pelos Arcanjos. Em meio à Consciência plena, não há espaço para questionamento. É um espaço onde não há mais perguntas, onde tudo é resposta antes mesmo que a questão exista, criando, logo que acessada, algo que está muito além da plenitude, muito além da emoção, muito além das crenças. Apenas a própria Consciência pode aceder a esta Consciência." UM AMIGO - 18-04-2010

Questão: não tenho confiança com relação às mensagens que recebo e meu medo da mudança me faz duvidar.
Cara filha da Lei do Um, o medo da mudança está efetivamente inscrito nas estruturas arcaicas do ser humano ou apresentadas como tais. Foi necessário para aqueles que falsificaram sua experiência na matéria que encontrassem meios de constrangê-los. O medo é o elemento essencial que os constrange. O medo da falta, o medo da mudança, o medo do abandono, um conjunto de medos que não vêm de sua consciência, mas sim do que vocês chamam seu mental.

89

Hoje, é cada vez mais fácil, em sua Humanidade, pelo desaparecimento progressivo das franjas de interferência e do sistema de controle humano, mental, escapar de seus próprios condicionamentos.

Quanto mais vocês vão para sua Luz, quanto mais vocês vão para sua liberação, mais o mental divisor e separador vai tentar fazê-los duvidar. Ora, a dúvida apenas existe quando há duas escolhas: mudar ou não mudar.
Essa dúvida não vem jamais da Luz e da Verdade. A dúvida apenas vem do que é inferior em vocês. A primeira coisa a fazer é não dar peso ou fidelidade à dúvida. Enquanto há dúvida, há resistência à emergência da Luz, à emergência da Verdade absoluta. Ao aproximarem-se da Verdade absoluta, o que agirá em vocês não é mais vocês, mas a Luz em vocês. É isso o que vocês fazem o aprendizado agora. Este aprendizado irá a passos cadenciados. Os impulsos da Alma e do Espírito serão cada vez mais potentes e as dúvidas poderão atacá-los. A dúvida apenas terá o peso que vocês lhe atribuirem, e nenhum outro. O Arcanjo Anael expressou-se longamente sobre esse princípio de abandono à Luz, ao qual eu a remeto. As resistências são também todos os elementos internos e externos que os impedem de aceder à sua liberação, à facilidade, porque a Vida dentro da Luz é Alegria e facilidade. Nesta Alegria e nesta facilidade, não pode haver sombra ou questionamento, a sombra de uma dúvida ou a sombra de um medo. Compete-lhes decidir, em toda lucidez e em toda Consciência, não aderir a esses medos que não são seus, mas projeções da personalidade. Cada um de vocês, nos tempos que vêm, dentro de sua verdade relativa desse mundo, serão provados em sua capacidade a entrar na confiança, no abandono e na Luz. Tudo isso se resume em uma interrogação, para você como para tantos outros que vivem contatos interdimensionais, transdimensionais, mas que, entretanto, prosseguem seu caminho nesse mundo. Vocês vão dirigir seus passos e sua vida, ou vão deixar a Luz dirigir seus passos e sua vida? Toda a questão está aí. GABRIEL - 02-05-2010

Pergunta: a dúvida de não chegar a acender o Fogo do Coração, está bloqueando?
Completamente. A dúvida é um veneno semelhante ao medo.

A dúvida ressoa com a desconfiança.

90

A dúvida ressoa com a Sombra. Com a dualidade. Com o ego.

Pergunta: vocês dizem que é mais fácil aceder ao Fogo do Coração. No entanto, é uma última etapa que parece difícil.
Querida Irmã, é o ego que fala assim. Há então identificação, em meio a essas palavras, com suas próprias emoções, com seu próprio sentir, em meio ao ego. O que há para viver, é o abandono à Luz. E isso é muito fácil. É o ego que quer fazê-la acreditar que isso é extremamente difícil. É ele que induz o medo, a dúvida do desconhecido, o medo de se enganar, e que retira então a espontaneidade, e que põe distância entre seu Coração e você, e que separa, e que divide. Nenhum outro.

Lembrem-se: a dúvida é um veneno que distila muito mais lentamente, mas também seguramente, do que o medo.
Então, alguns se escondem atrás do discernimento do bem e do mal. Mas jamais o discernimento do bem e do mal irá conduzi-los à Unidade Vibral. Jamais. Ele os mantêm em meio à Ilusão Luciferiana, em meio à dualidade. UM AMIGO (03-08-2010) "O olhar separado desta época pode ainda conduzi-los a dúvidas e a percepções de sofrimento de alguns de seus Irmãos e de suas Irmãs, mas lembrem-se dessa frase: «qualquer que seja o que lhes é dado a ver sobre esse mundo como no Céu, o que a lagarta chama a morte, a borboleta chama nascimento». E, além da morte, além do nascimento, o termo o mais exato é, efetivamente, aquele de Ressurreição." MARIA (27-03-2011) "A Criação é Graça. Ela não foi e não será jamais esta competição. Ela não será jamais o véu do sofrimento. Ela não será jamais o véu da ocultação do Espírito. Então se alegrem, pois o tempo é para isto. É um tempo de Graça único que vocês todos quiseram viver e manifestar.

Somente o ego pode se opor, em suas dúvidas e em sua contração, a esta dilatação última, aquela da Luz que se revela.
Pouco a pouco, cada dia, cada célula e cada átomo de sua Presença vão acordar. Então acolham este despertar na maior das Graças, na maior das humildades e das simplicidades.

91

Aceitem o presente, aceitem este presente que é uma doação, que é este Abandono, o seu, permitindo-lhes viver a Unidade da Verdade, a Unidade de sua Existência. Cada dia, cada minuto e cada sopro, se tal é seu Abandono, o tempo da Graça crescerá em vocês pela sua Presença e pela Verdade. Então o que duvidar? O que esperar se não é simplesmente se estabelecer na Verdade, em sua Graça que está aí, que vem bater pela terceira vez à Porta e que vem despertar?" ANAEL (12-07-2011) "Se vocês abandonam as lutas de poder, de influência, os medos, então, vocês irão espontaneamente e com toda facilidade na Vibração da Consciência Unificada. Isso se traduzirá pelos momentos de imersão cada vez mais intensos e extremos em sua própria Unidade, desconectando-os mesmo, por momentos, de suas tarefas usuais e habituais. Vocês sairão desses momentos mais plenos, mais felizes, mais claros.

Se vocês se opõem, por suas próprias condutas, a este estabelecimento, sua vida tornar-se-á cada vez mais dura e repleta de dúvidas, de incertezas, de negação mesmo de seus próprios estados Vibratórios vividos, fechando-os a si mesmos, então, cada vez mais no sofrimento e na densidade.
É você mesmo, e unicamente você mesmo que conduz sua Consciência, em função desta lei de atração e de graça da Luz Vibral que está aí. Esta separação das Consciências, em Consciências Unificadas e Consciências separadas, em vocês como em cada ser humano, conduzirá a viver, para cada um, iluminações por vezes dolorosas. Compreendam bem que isso não é em nada a ação da Luz, mas, efetivamente, suas próprias resistências à Luz, suas próprias sombras que não podem estar presentes na nova Dimensão e sua preparação." MIGUEL (21-12-2010) "Não há nada de complicado no retorno à Luz. Há somente complicações relacionadas com as resistências, como o sabem, com o medo, com o mental, com as emoções. Lembrem, nesses momentos que se aproximam que vocês não são nem seu mental, nem suas emoções, mesmo se a lógica desta Dualidade os levou a se identificarem com suas emoções e com seu mental. Isso é apenas o visível e notório do que vocês são. Em Verdade, o que vocês são é tudo exceto isso. O Arcanjo Miguel lhes disse e nós, Anciãos, lhes dissemos também e todas as Consciências da Luz Unificada puderam dizê-lo a vocês, da mesma maneira. Chamem por nós. Este apelo deve ser feito da maneira mais simples possível. Como o disse Um Amigo, de Coração a Coração, pois a Luz é simples." SRI AUROBINDO (30-05-2010)

92

"Assim, estando estabelecido no Supramental, não existe mais distância entre a Consciência que é a sua e a Consciência que é o resto do Universo. Assim, portanto, é impossível ser enganado por quem quer que seja ou pelo que quer que seja, quando você se estabelece no Supramental. Certamente, aquele que está à frente e que não estaria nesta atitude Vibratória de Supramental conectado, não pode imaginar que você possa, literalmente, fundir com ele, percebê-lo e conhecê-lo, bem para além da aparência, do parecer e das palavras. O Supramental é um conhecimento direto, porque passa pelo Coração. Ele não passa pelo filtro da interpretação, o filtro das projeções ou das crenças.

O ser estabelecido no Supramental não tem mais nem dúvidas, nem medos, nem interrogações.
Existe, no Supramental, uma certeza bem além da fé, porque se trata de uma vivência real e direta da Luz. O ser que é identificado assim à Luz torna-se o Todo, em Verdade e inteiramente. Sendo o Todo, mesmo quem quisesse se separar desse Todo, não pode realizá-lo. Há, portanto, uma percepção espantosamente clara e precisa dos seres até agora separados ou ainda do universo, na sua totalidade. O Supramental não passa absolutamente pelas fases clássicas do mental, chamadas análise e depois síntese e, eventualmente, julgamento e integração. O Supramental, como eu dizia, abre portas, os faz cruzar certo número de limites e os faz aceder ao Ilimitado." SRI AUROBINDO (20-02-2011) Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: MINHA MESTRIA via: http://minhamestria.blogspot.com

93

COLETÂNEA: A INTELIGÊNCIA DA LUZ - AUTRES DIMENSIONS

Anthonio: Eu começo esta coletânea com um pequenino exemplo da "Inteligência
da Luz" que ocorreu comigo: Começamdo pela frase de Um Amigo de 28-10-2011: "Porque, quanto mais sua Atenção e sua Intenção forem alvejadas na Luz, mais a Luz entrará em ressonância com sua Consciência, e mais há a possibilidade da Inteligência da Luz levá-los a viver o estabelecimento do Si, a realização do Si, naqueles momentos." E foi vivendo o estabelecimento do Si que depois de um certo período eu compreendi um, de muitos, exemplos da Inteligência da Luz. Logo que tive consciêcia do meu despertar e o seu significado, compreendi que nada mais tinha sentido em ser aquela personalidade, mesmo de alguma forma, num mundo confinado e de ilusão (3DD). Então, declarei meu propósito e me coloquei como um instrumento do Pai na mais pura Fé e total Confiança. Segui em frente e aberto aos desígnios do Pai. Um certo dia do início do ano de 2010 escrevi um protesto aqui no MM relacionado a um fato bastante desagradável devido a uma constatação de uma falsa canalização usando argumentos e palavras que eu tinha encaminhado para uma pessoa. O protesto ficou limitado ao MM, mas por fora eu avancei com tudo na direção de quem promovera a suposta canalização. Chamei a pessoa à responsabilidade e a solicitei que avaliasse o seu trabalho sendo prejudicado pelos impulsos do ego. Parei por aí. Na época, não gostei do que fiz, pois naquele momento eu tinha a visão limitada da "vontade de bem" em relação às opiniões e a pessoa a quem me dirigi. O sentimento de ter sido muito duro, por um bom período me perseguiu, principalmente pelas limitadas avaliações de alguns leitores que debandaram motivados por seus julgamentos. Até que um dia a compreensão do Abandono à Luz e a obrigação da

94

honestidade comigo, ou seja, a não hipocrisia, me trouxeram um alívio. Pois tudo que os egos querem, é ouvir (ler) algo que os acomodem aonde eles querem permanecer. E de longe, acompanhei o trabalho "daquela" pessoa, pois não me importa o que foi feito e como ainda é feito, o que vale é o focado e maravilhoso resultado que alcança muitos corações, inclusive de muitos que fazem do MM o seu principal espaço de desenvolvimento. E onde está o tema desta coletânea nesta historinha? A Inteligência da Luz está em muitos detalhes em relação a este fato, mas principalmente para muitos que vêm aqui, não compreendem a linguagem que eu uso para afrontar os egos, ou seja, os entrego de bandeja. Então, muitos destes que se foram pelas reações de seus egos, migraram para este espaço que, hoje eu compreendo que fui um instrumento, ajudei, de algum modo, a encaminhá-lo limpo e cristalino. Por isso, muitos intervenientes disseram: "Não julguem". A Inteligência da Luz promove o inimaginável para que todos tenham direito ao seu despertar pleno. Mesmo que o ego demore um tempo para ceder à compreensão do coração. E hoje vejo muitos que me criticaram, me xingaram e me questionaram, lá naquele espaço que eu ajudei, mesmo como um instrumento, a limpar a parte que quase sujou um trabalho que tinha um importante contrato a ser cumprido. A Luz é ou não é Inteligente? Mas para isto, deve-se haver o Abandono à Ela, sem isto, ela não pode entrar em sua Vida.

______________________________________________
A Luz é Inteligência, vocês sabem. Ela ressoa, acumula-se, densifica-se em sua estrutura física, em suas estruturas sutis e vocês não podem enganar a Luz, porque ela reconhece, é claro, seu estado Cristo ou seu estado de resistência. A Luz é Inteligência e ela vai manifestar, em sua vida, no que vocês são, em suas percepções, a realidade de sua vivência ou a ilusão de sua vivência. Porque tornar-se Ele é deixá-lo agir. É considerar que sua vida, o que quer que vocês efetuem, seja a educação de um filho, seja uma profissão, uma relação num casal, é entregar a Ele sua vida para tornar-se vivo. Esse princípio Crístico é, realmente, o que propicia essa Luz que se aglutina, se condensa em vocês. PHILIPPE DE LYON –31-03-2011 Resta agora terminar a obra de sua Unificação, tanto a título individual como coletivo. Lembrem-se de que, durante este período, a única coisa que lhes é pedida é manifestar o estado de Ser correspondente à Graça, o estado de Ser correspondente à sua própria Presença, sem nada dirigir, sem nada comandar e sem nada pedir além do estabelecimento da Luz, em vocês.

95

É durante este período que lhes é demonstrado (e que lhes será pedido para demonstrar) que a Inteligência da Luz está trabalhando, em vocês como neste mundo, a fim de dissolver, de maneira definitiva, as últimas Sombras, em vocês como neste mundo da superfície. ANAEL - PARTE 1 - 24-10- 2011 A passagem da Luz Vibral para a luz refletida é o próprio princípio da falsificação que se tornou possível pela adição, na Inteligência da Luz, de certo número de forças chamadas dissociativas, permitindo desestruturar as partículas Adamantinas, elas mesmas, em certo número de rompimentos, certo número de fragmentos que não podem mais se reunir. Isso lhes mostra já a diferença de comportamento, mesmo em suas estruturas, entre a luz refletida e a Luz Vibral, quando esta começa a se manifestar, em vocês e por vocês. LUZ REFLETIDA E LUZ VIBRAL - SRI AUROBINDO

Pergunta: poderemos Amar assim os egos e as personalidades dos outros seres humanos?
Meu Irmão, a partir do instante em que a coletividade descobrir o Amor, os egos e as personalidades não existirão mais, simplesmente, porque eles serão dissolvidos, de uma forma ou de outra. É mais fácil dizer e proclamar que vocês amam todo mundo. É outra coisa do vivê-lo no Coração, porque naquele momento, nada há a proclamar, nada há a dizer, há apenas que Ser. E a Inteligência da Luz e o Amor (que é a característica essencial da Luz) irão se manifestar espontânea e naturalmente. Isso explica todos os processos, místicos ou misteriosos, manifestados pelo carisma daqueles que encontraram o Amor. Não há, então, que se colocar esse tipo de pergunta, já que a partir do instante em que o Amor se estabelece em você, não há mais que colocar a questão da personalidade de um ou de outro, ou do ego de um ou de outro, porque o Amor se exprime, da mesma maneira, no conjunto dos componentes daquele que está em frente. Visto que não mais existe, para aquele que vive o Amor, qualquer diferença entre um ego, uma personalidade e um Espírito. A Unidade do Amor é isso. IRMÃO K - 26-10-2011 Quando nós lhes dizíamos que a Luz é Inteligência, ela é realmente Inteligência, quer dizer que ela vai dirigir sua vida para ainda e sempre mais Luz, coisa que não pode fazer sua personalidade, em momento algum. AÏVANHOV - 12-03-2011 Mas vocês constatarão por vocês mesmos que, quando o Amor CRISTO invade vocês, todas essas necessidades tendem a atenuar-se, ou até mesmo a desaparecer. Isso não é uma vontade da personalidade, mas sim uma Transcendência. Vocês não têm que manifestar, por sua vontade, para suprimir, de algum modo, uma necessidade, qualquer que seja.

96

Porque isso seria um erro fundamental. É a Inteligência da Luz, em meio à Luz CRISTO, ao Amor CRISTO, que vai Transmutar, e Transcender, certas formas de necessidade que não são as mesmas para cada um. IRMÃO K - 06-08-2011 Eu compreendo que tudo o que se apresenta no meu exterior, está em meu interior. Assim, quando me deparo com os seres mais "difíceis", sempre tento apreender, que aquela manifestação exterior, faz parte de alguma sombra em meu interior. É a inteligência da LUZ que me faz confrontar e perceber que eu estou nele e ele está em mim. COMENTÁRIO DE BETÂNIA MAIA NO TEXTO: AMAR O OUTRO É AMAR A SI THAÍS O futuro irá se estabelecer dele mesmo, pela Inteligência da Luz que, desta vez, não agirá mais a título somente individual, segundo sua vida, mas para a coletividade total dos Irmãos e das Irmãs que estiverem na carne, naquele momento. Como lhes disse o Comandante: vocês estão, de maneira iminente, neste Instante. Este Instante que vocês não têm que buscar em um calendário, porque ele se inscreve em vocês, a partir de agora. É isso que é possível pelo Apelo da Luz, pela Presença da Luz, sobre este mundo. Convém a vocês realizar sua Natureza e sua Essência, que é Luz. Todo o resto são apenas futilidades. Todo o resto são apenas meios que lhes são dados para viver o que vocês têm a viver. TERESA DE LISIEUX - PARTE 1 - 29-10-2011 Simplesmente, sabendo que a Inteligência da Luz, por sua Confiança à Merkabah Interdimensional, por sua Confiança aos seus estados Vibratórios Interiores da Existência, vai permitir dirigir os fluxos de Luz segundo a própria Inteligência d‟Ela. Não são vocês que decidem enviá-La aí ou ali: é Ela que, por sua Intenção, vai seguir essa Comunhão. É muito importante: não é uma projeção de vontade, mas é uma ação pura da Luz, no altruísmo o mais total e na Verdade, é claro, a mais total. O.M. AÏVANHOV – PARTE 1 - 23-10-2011 Tudo isso faz parte, aí também, de uma lógica perfeita já que a Inteligência da Luz está totalmente a trabalho, agora, desde vários meses, sobre esta Terra. Portanto, a partir do momento, se o podemos dizer, em que este estado estiver instalado, de maneira estabilizada e quase permanente (ou seja, no momento em que vocês irão viver a Consciência da Unidade em quase totalidade, que vocês tenham acesso ao seu Estado de Ser ou não, à dissolução ou não), os estados Vibratórios e os estados da Consciência que estão ligados ao Ser irão se tornar suficientemente intensos e perceptíveis para permitir-lhes realizar o que foi chamado de „serviço à humanidade‟. Não coloquem questões em relação a isso. HILDEGARDE DE BINGEN - 30-10-2011

97

Reencontrar a Liberdade e a Graça os faz abandonar o livre arbítrio porque, naquele momento (e como nós o dissemos), não é mais a personalidade que age, mas, efetivamente, a individualidade e a Inteligência da Luz, na individualidade. SRI AUROBINDO - 28-10-2011 É claro, aquele que quer romper um contrato, é a personalidade que rompe o contrato com quem quer que seja ou com o que quer que seja. Nós dissemos que não é necessário, jamais, abandonar o que quer que seja. Mas a Inteligência da Luz agirá em suas vidas, para torná-los Livres. Mas não são vocês que procuram a Liberdade. É a Inteligência da Luz, é a Ação da Luz, nos diferentes setores de suas vidas, que vai torná-los Livres. Mas não são vocês que vão Liberar-se. Caso contrário é, ainda, um ato ligado à personalidade e ao ego. AÏVANHOV – 05-11-2011

Questão: é necessário atribuir importância aos sinais que se encontra e interpretá-los?
Bem amado, a partir do momento em que há uma aproximação Vibratória do Abandono à Luz, os sinais vão abundar, a Inteligência da Luz vai agir no lugar de sua personalidade, quer dizer que ela vai levar a efeito, em sua vida, fenômenos de sincronia, fenômenos chamados de Fluidez. No Abandono à Luz, a ação de Graça vai progressivamente preencher sua vida, a partir do momento em que vocês estão abandonados à Luz. Os sinais, em contrapartida, é preciso prestar extrema atenção para não interpretá-los, porque a interpretação se serve sempre da ferramenta mental. O mental vai tentar se apropriar dos fenômenos que vocês vivem para fazê-los tomar um sentido que não é necessariamente o sentido da Luz. AÏVANHOV – 27-11-2010 A Consciência nova, efetivamente, vai nutri-los, inteiramente, porque, como vocês sabem, a Inteligência da Luz vai tomar o passo na conduta de sua vida, se vocês aceitam entregar-se à Luz e, como diz o Arcanjo ANAEL, Abandonar-se à Ela. Ela agirá, com Inteligência, em sua vida, e tomará o encargo de tudo o que possa parecer-lhes, hoje, na consciência limitada, insuperável ou mesmo impossível. GEMMA GALGANI - 24-10-2011 E não tomem o álibi ou o pretexto de algo que os impede de viver o presente porque, assim que vocês se abandonam, ainda que seja um pouco, à Luz, a Inteligência da Luz vai trabalhar em vocês. Se Ela não trabalha, não é culpa da Luz. Não é culpa de ninguém. É apenas você, em sua Consciência, que não está centrado em seu presente. E isso vai tornar-se cada vez mais potente, com cada vez mais acuidade, a cada dia, a cada hora, agora.

98

Vou deixá-los meditar sobre isso. Não tenham demasiados pesadelos, não é? AIVANHOV - 26-10-2011

______________________________________________ Anthonio: E aqui eu convido a todos para, na área de comentários, compartilhar o que a Inteligência da Luz promoveu em sua caminhada.
Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: Minha Mestria via: http://minhamestria.blogspot.com

COLETÂNEA: OS ÚLTIMOS SERÃO OS PRIMEIROS, E OS PRIMEIROS SERÃO OS ÚLTIMOS - AUTRES DIMENSIONS

Questão: poderia desenvolver sobre a frase «os últimos serão os primeiros...»?
Oh, é muito simples. Os primeiros a terem sido despertos, a despertarem-se, seja no início dos Casamentos Celestes e mesmo muito mais tempo antes, porque a Energia do Espírito Santo começou a efusionar-se sobre a Terra em 1984, isso não data de hoje. Foi a época, aproximadamente, em que nós morremos, ao nível dos Servidores, dos Melquisedeques. Isso quer dizer o quê?

99

Isso quer dizer que os mais antigos, vocês são os primeiros, vocês permanecem até o último momento. E, em contrapartida, como vocês o constatam hoje, há seres que se abrem agora, que são os últimos a abrirem-se, porque, como disse Maria, é o último mês da Graça, os últimos instantes da Graça e estes serão os primeiros a partir, simplesmente. Não é uma noção de primeiros e últimos da classe, hein?

É simplesmente: aqueles que foram os primeiros despertos serão aqueles que são mais capazes de suportar, no sentido Vibratório, a Luz.
E, portanto, acolher essa Luz, desde o tempo, em quantidade cada vez mais importante.

Enquanto aqueles que vão abrir-se nos últimos instantes da Graça vão fazê-lo de modo extremamente brutal.
A evolução dos seres, dos primeiros e dos últimos, não é a mesma. Isso não quer dizer que os primeiros sejam mais fortes, hein? Eu não disse isso. Aïvanhov – 16/05/11

Pergunta: a utilização de cristais é ainda útil hoje?
Bem amado, não é possível responder, de maneira global, a esta pergunta. Cada consciência é profundamente diferente em seu Despertar à Luz. Alguns, ainda uma vez, vivem a Graça sem mesmo ter pedido o que quer que seja. E outros perseveram em certo número de elementos de busca, sem viver a Graça. Cada ser humano é diferente. A Graça apenas se vive quando os quatro Pilares do Coração estão instalados: Humildade, Simplicidade, Transparência e Pobreza. Ninguém pode penetrar o Reino dos Céus se não se torna como uma criança. Todo conhecimento esotérico, todo conhecimento (no sentido oculto) é apenas uma projeção da consciência, em meio a esse mundo exteriorizado, e de modo algum uma interiorização da consciência. Isso lhes foi falado, desde já alguns anos, pelo Arcanjo Jofiel, e confirmado por vários Anciãos: ninguém pode penetrar o Reino dos Céus pelo conhecimento porque o Conhecimento é Interior. Todo conhecimento exterior é apenas uma projeção exteriorizada da consciência e jamais conduzirá à Luz e jamais à Unidade. Ele os afasta, cada vez mais. Os primeiros serão os últimos. Os últimos serão os primeiros. Felizes os simples de Espírito, o Reino dos Céus a eles pertence. Anael – 24/10/11 "Mas é também importante dizer que os estados que vocês podem viver (de maneira intermitente, no momento) conduzem-nos a experimentar e a aproximá-los desta Libertação, de maneira talvez mais fácil do que para aqueles dentre seus Irmãos e Irmãs

100

que não estão interessados, ou que não estão ocupados, no momento, desta Revelação da Luz, da ativação do que é chamado dessas zonas energéticas particulares do corpo.

“os últimos serão os primeiros, e os primeiros serão os últimos”.
CRISTO disse: Isso é uma Verdade fundamental, que faz com que, até o momento da Libertação, todo ser humano possa se voltar para seu Estado de Ser. Desde que, é claro, se desvie de tudo o que é do fogo do ego, da consciência do ego. Deste modo, nenhum ser humano pode determinar, ou condicionar, o caminho de quem quer que seja, até o término da Libertação, ou seja, até o desdobramento total e final do Supramental, que está agora em andamento." Sri Aurobindo – 07/08/11

Quando eu falei do planeta grelha, o que é que desaparece?
É a Ilusão. Então, por que preocupar-se pelo que é a Ilusão, dado que vocês vão descobrir, paralelamente, a Verdade? Frequentemente, os Arcanjos, nós, os Anciões e as Estrelas dissemos que lhes será feito, exatamente, segundo sua Vibração. Nós dissemos, também, muito frequentemente, que os primeiros serão os últimos e que os últimos serão os primeiros. E que não seria necessário, jamais, julgar ninguém, porque um ser humano, até o extremo limite, podia decidir Ver claramente e aceitar o que era Visto claramente. Então, é claro, isso não se faz na Alegria e no bom humor para toda a humanidade. Seria uma mentira dizer-lhes isso. Isso não vai se fazer assim, no contentamento o mais absoluto. Mas vai provocar, é claro, certo número de atritos, tanto no interior como no exterior de vocês. E, é claro, a atitude de cada consciência é diferente em relação a isso. Há aqueles que não quererão (e aceitem isso) soltar o que eles têm, porque eles viverão mecanismos que, mesmo se há a iluminação da Luz, será, como vocês dizem, simplesmente demasiado para a consciência deles, o que quer dizer que eles viverão algo de abusivo. Aïvanhov – 04/08/11 "Esses mecanismos que se produzem hoje são naturais, a tal ponto que seres que jamais viveram a menor percepção Vibratória, seriam colocados em alguma espécie em sono e vão se reencontrar, de um dia para o outro, vivendo muito facilmente esta Consciência Supramental, ilustrando, aí também, as palavras muitas vezes repetidas: «os últimos serão os primeiros e os primeiros serão os últimos». Isso vai lhes demandar, contudo, nos primeiros instantes, uma forma de vigilância específica. Assim que vocês tenham localizado os momentos em que sua Consciência estabelece-se no Sat-Chit-Ananda do Maha-Samadhi, vocês terão então marcadores extremamente fiáveis do estado no qual vocês estão.

101

Vocês não poderão mais mentir a si mesmos e, sobretudo, ninguém mais poderá lhes mentir quando vocês mesmos estiverem estabelecidos nesta Consciência Unitária." Sri Aurobindo – 20/02/11

Questão: poderia desenvolver sobre a frase «os últimos serão os primeiros»?
Bem amada, isso pode ser compreendido e interpretado em diferentes níveis. Os primeiros serão os últimos, ao nível Vibratório. De fato, muitos seres humanos viveram a transformação que conduz a viver a Unidade, desde já quase 30 anos. Eles são os antigos. E, em contrapartida, hoje, há seres humanos, em número importante, que se despertam e aqueles que se despertam hoje, que são portanto os últimos, são os primeiros, porque eles serão os primeiros a aceder à Dimensão nova.

Os mais antigos dentre eles são aqueles que estarão encarregados de velar para o estabelecimento das novas regras de vida na nova Dimensão.
Eles serão portanto chamados para se agruparem e para viverem reagrupamentos num tempo ulterior, a fim de recolher e de acolher os diferentes ensinamentos ligados às novas Vibrações da Luz nas Dimensões Unificadas. Anael – 12/07/10

Questão: É o Conclave Arcangélico que decide o lugar do impacto Vibratório e a população em causa?
Bem amado, nós podemos focalizar, como Arcanjos, uma emissão de radiações, focalizando como jogando com um focalizador, a fim de que o território seja mais ou menos amplo, mas trata-se, antes de tudo, de uma afinidade Vibratória, porque cada solo da Terra é portador de uma Vibração específica. A Vibração de seu país, a França, nada tem a ver com a Vibração do Brasil. Assim, portanto, há afinidade Vibratória real, sintonizada entre algumas irradiações e algumas partes desta Terra remetendo, com isso, à frase: "os primeiros serão os últimos, os últimos serão os primeiros". Há Consciências, do mesmo modo como há territórios que estão, pelo momento, muito mais permeáveis do que outros para a recepção da Luz, em sua fase final. Anael – 21/01/11

Questão: como ajudar àqueles que não chegam a viver as mudanças atuais?
Mas nem todos vivem as mudanças, cara amiga. Há seres que são refratários às mudanças, porque há o medo, porque há a incompreensão e porque há também certa forma de peso da Consciência que não está ainda desperta.

102

Então, é necessário continuarem otimistas, porque «os primeiros serão os últimos», não é? e «os últimos serão os primeiros». Agora, a título pessoal, eu sei que isso pode colocar problemas, por exemplo, nas famílias, num casal, onde há um que evolui e o outro que não se move. O que vocês podem fazer? Vocês podem apenas ser vocês mesmos na Vibração e propor a Vibração. Vocês não podem estar de modo algum na vontade pessoal de mudar o que quer que seja porque, naquele momento, vocês voltam a descer, vocês mesmos, na Dualidade. E com que direito vocês vão querer que alguém vá para onde ele não quer ir? Há seres que recusam a Luz, ainda hoje, sobre a Terra. É a experiência e é também a liberdade deles. Vocês não podem forçar ninguém, podem apenas propor. Então, há seres que vão dizer: «eu quero, eu quero, eu quero». Justamente, não é necessário querer. São talvez seres que estão demasiado na vontade. Não falo daqueles que recusam a Luz, mas dos que querem a Luz e que não vivem a Luz. Onde está o problema? Vem da Luz? Não. A Luz da Unidade não é uma vontade, é um Abandono. Ora, enquanto se estiver na vontade, não se pode viver o Abandono à Luz, inteiramente. É tão simples assim. Portanto, há vários casos. Há seres que recusam a Luz por medo, incompreensão, ou qualquer outra razão e que recusarão até no limite, porque preferem permanecer na ilusão. E é a liberdade mais estrita deles. Há seres que estão numa diligência dita espiritual, mas ligada a Crenças, ligada a esquemas de funcionamento que estão totalmente ao oposto do Abandono à Luz. A estes tampouco, vocês nada podem fazer. Vocês podem apenas estar vocês mesmos na Luz, no alinhamento, na sua Presença a si mesmos e talvez, por simpatia, por sintonia, eles vão se abrir. Há seres que recusam a Luz, ainda hoje, que dizem e que podem dizer: «como é que conta tolices, esse velho», e que, de um dia para o outro, vão abrir-se, porque a abertura não se decide mentalmente, ela se decide Vibratoriamente. E, aí também, é necessário compreender que são gamas de Vibrações. A Consciência fragmentária do ego é uma consciência pesada, extremamente limitada. Basta que esta Consciência pesada, por vezes, se expanda um pouco, que a pessoa afrouxa-se, de modo que chegue a captar as Vibrações da Luz Unificada e, naquele momento, tudo vai se desencadear. É necessário efetivamente compreender que os primeiros seres que foram abertos, nos anos 80, exatamente antes de minha partida, viveram transformações que duraram quase trinta anos. E há hoje seres que desembarcam, pode-se dizer, mas que são muito novos. Eles não têm crenças, não têm preconceitos, não têm vontades.

103

Eles são, como vocês dizem e como eu poderia dizer, «open» [abertos] e quando vocês são «open», tudo pode se produzir, o que não é o caso quando são fechados. E não é uma questão de vontade, é uma questão, realmente, Vibratória. Portanto, vocês nada podem fazer por aquele que não está pronto, é impossível. Senão, vocês recaem, vocês mesmos, na Dualidade e vão sofrer imensamente, o que é o caso de muitos seres, hoje, que viveram fases de abertura e que, no último momento, recusaram a Luz porque tinham medo, simplesmente. Portanto, recaíram na personalidade e na Dualidade, temporária ou definitivamente. Mas isso não lhes concerne. A única maneira de servir, e eu já o disse, a única maneira de ajudar, é irradiar o que vocês são. Qualquer outra vontade de ajuda que viria do ego não vai no sentido da Luz e isso é talvez difícil compreender através de certos tipos de ensinamentos que os levaram na vontade de Bem. A vontade de Bem não é a Unidade, ela mantém a oposição Bem/Mal, permanentemente. Aivanhov – 19/02/11 "Foi dito: «os primeiros serão os últimos, os últimos serão os primeiros» porque aqueles que se abrem, hoje, para esta realidade da Consciência Unitária, vivem a totalidade do que vocês viveram (alguns desde 20 anos e outros desde os Casamentos Celestes) no espaço de um instante, revelando sua tripla Lareira de maneira instantânea. Ainda é necessário, para isso, que a personalidade aceite apagar-se, morrer simbolicamente, porque não é a morte da vida, é, obviamente, o nascimento da vida que se acompanha e que acompanha a passagem da consciência fragmentária para a Consciência Unitária. A Unidade não é um conceito. A Unidade é uma vivência. Essa vivência é Vibratória, a Consciência Unitária é Vibração, a Consciência Unitária é Inteligência absoluta, ela é compreensão e vivência. Um Amigo – 12/02/11

Questão: que fazer quando se sente a Coroa da cabeça, mas não a do Coração?
Oh, cara amiga, recorde-se de uma frase que é essencial: «os primeiros serão os últimos e os últimos serão os primeiros». Há seres que têm a Vibração da Coroa Radiante da cabeça, que percebem a Cruz da Redenção, e mesmo as 12 Estrelas, para alguns, mas que não têm ainda a Vibração percebida efetivamente ao nível da Coroa Radiante do Coração ou do Triângulo Sagrado, com os pontos que correspondem ao Triângulo com ponta para baixo. Recordem-se que o chacra do Coração é a porta de saída. E, se abrisse-se a porta de saída, esses Seres que nada sentem, eles partiriam imediatamente.

temos necessidade de vocês aqui, sobre a Terra, para manifestar e ancorar a Luz.
Mas os Arcanjos disseram, e nós dissemos, que

104

E, portanto, há Seres que são capazes de sentir o Coração e de irem à Existência e voltarem. E outros, se lhes permitisse isso, obviamente, eles não permaneceriam sobre a Terra.
Há já seres humanos que começam, sobretudo entre os jovens, a partir assim, de só um golpe, partir e a transitar e a viver a Ascensão. Mas a Luz instala-se sobre a Terra. Vocês sabem que o Arcanjo Miguel disse, ele mesmo, que ele havia semeado e fundido a Terra e a Vibração Cristo, uma vez que ele disse que era, ele mesmo, Cristo/Miguel. Vocês têm, vocês mesmos, que manifestar certo número de qualidades. É necessário efetivamente compreender que os espaços Interiores, quando meditam, quando fazem a Merkabah interdimensional (ndr: espaço de alinhamento de 19h-19h30, hora francesa ao relógio), quando vibram o OD ER IM IS AL, vocês vão, naquele momento, reforçar sua própria, se posso dizer, densidade de Luz. Vocês vão aglutinar cada vez mais partículas Adamantinas. E vão preparar, literalmente, sua Ascensão. É o que vive a Terra, nesse momento, e os seres humanos, aqueles que percebem, obviamente, pelo menos uma das Vibrações. A Vibração do Supramental, a Vibração das partículas Adamantinas, obviamente, penetra pela cabeça, ou pela Coroa exterior, ou pela Coroa central onde há o ponto ER (o centro da Cruz da cabeça). Agora, há, efetivamente, seres que não percebem ainda a Vibração da Coroa Radiante do Coração porque, se percebessem, ativariam inteiramente e deixariam esse Plano. E o objetivo não é deixar esse Plano agora.

Vocês estão nos primeiros camarotes.
Não vão deixar esse Plano agora, não é? Coisas apaixonantes vão chegar. Aivanhov – 05/03/11 "Cristo disse:

«Àqueles a quem muito foi dado, muito ser-lhes-á

pedido».
As lagartas, como vocês as chamam, não têm qualquer noção e qualquer consciência do que é a Luz, porque o confinamento nas crenças, o confinamento na ilusão foi muito mais forte do que a vontade da alma, da potência do Espírito para manifestar essa Luz tal como vocês tiveram a chance de vivê-la através dos Casamentos Celestes. Recordem-se também, de que Cristo disse: «Os primeiros serão os últimos, e os últimos serão os primeiros» porque estes despertarão de um dia para o outro, de um minuto para o outro e irão para a Luz. É por isso que ele pediu a vocês para não julgar e para respeitar o caminho de cada um, na condição, contudo, de ver claramente em vocês. Ora, hoje, inúmeras Sementes Estelares veem cada vez mais claramente na Ilusão desse mundo, na Ilusão dos comportamentos de alguns. Então, o que é preciso fazer?

105

É preciso afirmar sua Maternidade Interior e mostrar, com um Coração amoroso, o que é a Maternidade exterior que afasta de Cristo. Agora, ter mostrado basta. Nada há a impor, porque a maior parte dos seres fechados nas crenças seguirá essas crenças até o final. Eles não terão os meios psíquicos para sair desse mundo de crenças e desse mundo da Ilusão. A Luz é transparência total." Ma Ananda Moyi – 28/04/11 "Assim, portanto, eu repito, sem noção de julgamento, sem noção de responsabilidade ou de qualquer culpa, se existe em vocês uma dúvida, se existe em vocês um questionamento, esse é um convite para ir para ainda mais Abandono, para ir mais ainda para a Luz, para ir para mais humildade. A Luz está ao alcance do Coração, ela é onipresente, hoje. Esta revelação da Luz começou em 1984, ela termina hoje. O que, hoje, é extremamente potente era, na origem desse ciclo, extremamente tênue. Hoje, qualquer ser humano, mesmo sem reconhecer qualquer noção espiritual, mesmo sem buscar o que quer que seja, se ele se abandona espontaneamente à Vida, neste Abandono Final, mesmo sem compreender, naquele momento, viverá a revelação da Luz, coisa que não pode ser obtida, mesmo por uma ascese rigorosa, enquanto o Coração não está no Abandono à Luz, ao menos intelectualmente e, em seguida, num segundo tempo, vivido de modo Vibratório. O paradoxo é, de fato, naquele nível, ilustrando ainda uma vez à maravilha a frase de Cristo: «Os primeiros serão os últimos e os últimos serão os primeiros».

Porque aqueles que se abrem hoje voltam a tornarem-se instantaneamente como crianças.
Eles se instalam com facilidade no instante presente, na certeza do instante. A dúvida é sempre procedente de um passado ou de um futuro, mas não está jamais presente no instante. Assim, portanto, se a dúvida (qualquer) se manifesta, é que vocês não estão instalados no instante." Anael – 12/03/11 "Maria está pronta. O Conclave Arcangélico entregou as chaves a Maria. Maria está pronta a lhes dar a mão, a todos, todos aqueles que querem ir para a Luz. Quer vocês tenham atingido o corpo de Existência ou não, no momento. Aqueles que atingiram o corpo de Existência hoje devem se lembrar que «os primeiros serão os últimos». E que «os últimos serão os primeiros».

Eles têm um papel de assento da Luz, de irradiação da Luz e de revelar o Fogo do Amor na Humanidade e nada mais."
Aivanhov – 25/09/09

106

Questão: como atingir a Existência quando não se sente mesmo as Vibrações?
É impossível. Lembre-se também de que os primeiros serão os últimos, que os últimos serão os primeiros. Há Seres que não percebem ainda a Vibração porque há destinos específicos. Mas nem todos os Seres que vieram nos ver, uns e outros, vibram a Vibração e, no final de certo tempo, aqueles que não vibram a Vibração, para eles, não é a Verdade, obviamente, uma vez que não a vivem. Portanto, não há fórmula miraculosa. Há pessoas que vão fazer os, como vocês chamam isso..., protocolos sem parar e que jamais vão perceber uma Vibração, e outros que vivem Vibrações sem jamais terem feito o que quer que seja. Há, sobre a Terra hoje, multidões de seres humanos que percebem o Canto da alma, os sons, que percebem o Fogo do Coração. Há mesmo, entre eles, os que talvez sejam persuadidos de estarem enfeitiçados. Eles vivem, no entanto, a Vibração Unitária. Mas, pouco a pouco, esta Vibração Unitária transforma a visão da Consciência e transforma a Consciência. Mas a Consciência é Vibração. Há indicadores da transformação para a Unidade e para a Existência. Sri Aurobindo, quando era São João, no Apocalipse, disse: «haverá muitos chamados, eles serão marcados na fronte». É a ativação das primeiras Estrelas da Coroa Radiante da Cabeça. Os mais adiantados entre vocês já bascularam o ponto da Estrela AL para baixo. Eles estão na ressonância final, eu diria, pelo canal cristalino que une a boca e o 11º Corpo ao Coração, e eles vibram muito potentemente na zona da espinha do nariz. A transformação alquímica, para eles, está quase totalmente terminada. E depois, há outros que não vivem Vibrações. Mas lembrem-se de que não há qualquer obstáculo à Vibração da Consciência atualmente. Não há carma, não há idade, não há déficit mental ou físico que seja. Há apenas a consciência que, apesar, por vezes, de suas afirmações, não está pronta a se abandonar à Luz. É um mecanismo extremamente preciso. Há personalidades que estão prontas a abandonar-se a outra coisa que elas mesmas e outras que não estão prontas. Pelo medo, talvez. Geralmente, aliás, é o medo, o medo de perder esse corpo, o medo de perder essa identidade Ilusória. Mas tranquilizem-se, com o choque isso vai mudar. Aivanhov – 20/03/11

107

"Enquanto vocês mantêm o que quer que seja em sua vida, mesmo este corpo, vocês não podem viver o Coração, por completo. Vocês podem aproximar-se, cada vez mais perto, mas chegará um momento em que a experiência da Luz e a instalação da Luz, pela terceira Passagem da Porta do Coração, irão colocá-los frente ao desafio do Abandono total à Luz, denominado, como vocês sabem, Crucificação e Ressurreição. Esta Crucificação e esta Ressurreição não se referem, é claro, especificamente, ao fato de ser pregado na cruz, mas sim, simbolicamente, a não reter o que quer que seja, a aceitar nada ser. Não há outra maneira de ser o Tudo na Luz. É um desafio. E é um desafio, em particular, para aqueles de vocês, meus Irmãos e minhas Irmãs, que não vivem as Vibrações e que não têm a testemunha da Vibração, permitindo levá-los, pela própria Vibração, a atravessar, eu diria custe o que custar e valha o que valer, a Porta do Coração, de maneira definitiva. Mas lembrem-se também de que CRISTO lhes disse que os primeiros seriam os últimos e que os últimos seriam os primeiros. E para estes últimos, tornar-se primeiros, é simplesmente tudo deixar, sem qualquer exceção, a fim de realizar o que dizia o CRISTO também: “deixe os mortos enterrarem os mortos e siga-me”. Obviamente, o princípio de culpabilidade, ou de responsabilidade, seja familiar, financeiro, afetivo, ou sabe-se lá ainda, vai erguer-se entre vocês e a Luz. Enquanto vocês não aceitarem tudo perder e enquanto vocês não tiverem tudo perdido, vocês não poderão viver o Coração. E esta perda, é claro, não se refere ao fato de tudo abandonar, isso lhes foi dito, mas sim de se abandonar, vocês mesmos, aceitar não ser mestres do que vocês denominam sua vida, para descobrir e viver a vida em CRISTO. Realizar o Si é apenas possível se isso se realiza. Philippe de Lyon– 30/10/11 Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: Beth Rodrigues via: http://minhamestria.blogspot.com

108

Coletânea sobre a Família - Autres Dimensions

Questão: quando se vive uma passagem, como mãe, isso impacta nos filhos?
A relação que vocês chamam Mãe/filho é uma das relações viscerais, para além do afetivo, a mais forte existente em sua densidade. Assim, portanto, quando o filho ou a Mãe, qualquer que seja a idade, faz um trabalho de liberação dos laços, naquele momento, efetivamente, um ou outro pode manifestar, ao nível visceral, a supressão do laço visceral e, frequentemente, isso se traduz pelo que vocês chamam uma eliminação. Assim como o sabem, assim como talvez nem o aceitem ainda, todos os laços existentes dentro de valores que fizeram sua sociedade e, em particular, o que vocês chamam laços familiares, apenas existem em sua Dimensão dissociada.

A família é uma Criação da matriz.
Há uma família de almas, mas esta família de almas é uma família de liberdade e de liberação, de ressonância pura, sem laço, o que não é o caso no seio da família. Os Arcontes que induziram esse processo de laço chamado filiação ou laço familiar, ali introduziram um aspecto particular que faz com que, quando vocês têm o que foi chamado um Carma a resolver, vocês se reencarnam sistematicamente junto da pessoa que vai lhes permitir fazê-los regular seu carma. Assim, portanto, os laços existentes numa família não são laços de liberação, jamais, mas são laços de fechamento a superar. O problema sendo que as convenções sociais e morais provenientes de crenças, certamente, vão fazer persistir laços para além do razoável e para além do que é desejável e necessário para sua liberação. Assim, portanto, o mais frequente, o que vocês chamam Amor filial ou Amor familiar, é apenas uma astúcia que lhes foi impressa como uma crença e à qual vocês aderiram. Não existe instinto maternal, existe simplesmente uma crença que lhes foi impressa, literalmente, em seu cérebro que os faz reagir com relação ao que vocês chamam a filiação.

109

Assim, portanto, o processo de alma que visa restabelecer, expulsar um carma reencarnando-se numa pessoa que, numa Vida passada, esteve em relação com vocês sobre uma relação aprisionante, finalmente e em definitivo, não os libera, mas os aprisiona ainda mais. Isso traduz o maquiavelismo perfeito dos Arcontes para dominá-los sempre e ainda mais nesta matriz. Tudo isso está em curso de dissolução. Quando vocês escaparem desta matriz, de maneira definitiva, e se acederem à 5ª Dimensão, não esperem reencontrar aqueles que perderam ou aqueles que amaram, no sentido humano, mas reencontrar sua família de almas, o que não é a mesma coisa. Assim, portanto, hoje, aqueles entre vocês que estão no caminho da liberação, descobrem que se pode amar sem laço, que se pode educar sem laço, o que é de longe preferível às relações viscerais nas quais vocês acreditam. Um de seus poetas disse: «seus filhos não são seus filhos». Ele expressou uma das maiores verdades existentes nos Universos Unificados. Vocês são os filhos, todos, sem exceção, de Maria, no sentido filial, no sentido Vibratório e no sentido espiritual. Paradoxalmente, e de maneira muito lógica no plano espiritual, no plano Unificado, a única alma que não tem Maria como Mãe, é Cristo. Cristo encarnou-se livremente. Cristo encarnou-se passando por uma fileira genital mas sem ser procriado por via natural, o que não quer dizer que não houve procriação, contrariamente ao que alguns ensinamentos querem fazê-los crer. Cristo é sim nascido da união do que vocês chamam espermatozóides e óvulo, mas por procedimentos tecnológicos, eu diria, e não humanos. Assim, portanto, Cristo encarnou e, tendo se desenvolvido nesse mundo no ventre de Maria, é a única alma que não tem Maria por Mãe. RAPHAEL – 4 de maio de 2010

Questão: como conciliar uma Vida profissional e o fato de não mais estar na dualidade?
Isso é impossível, bem amada. Tudo, em seu mundo, participa da dualidade. A noção de casal, a noção de família, a noção de trabalho. Porque esse mundo é construído na noção da dualidade e ação/reação, mas cortados da Fonte. Então, portanto, isso afigura-se cada vez mais inconciliável. Conciliar uma Vida, tal como vocês a conceberam até o presente, e viver a Unidade, é relacionar-se com dois mundos totalmente opostos e totalmente diferentes e, no entanto, é-lhes preciso manter sua Vida nesse mundo, a fim de aí permanecer até o momento oportuno. Então, obviamente, para alguns de vocês, as coisas serão mais difíceis. Obviamente, isso é transitório, porque quanto mais vocês penetrarem os arcanos da Unidade, mais as coisas se tornarão fluidas, quer isso seja em sua família, em suas atividades, quaisquer que sejam. Inúmeras coisas nivelar-se-ão, coisas que, hoje, parecem-lhes ainda insuperáveis. Isso não se faz de um dia para o outro. Então, estamos bem conscientes que fazer-lhes viver a

110

Unidade, tal como nós o fazemos, vai levá-los necessariamente a tomadas de Consciência cada vez mais importantes e desafios cada vez mais importantes, quer isso seja em suas vidas familiares, afetivas, profissionais ou relacionais, simplesmente. Mas vocês são obrigados a passar por aí, não temos outras soluções. ANAEL – 30 de janeiro de 2010 As famílias criadas sobre a Terra não têm sentido algum aos olhos espirituais. É-lhes pedido, em todas as tradições, para honrar pai, mãe e filhos, mas vocês devem, neste período de fim dos tempos, superar essa crença. O que não quer dizer que devam ignorar, mas que devem

amar do mesmo modo seus filhos, seus próximos, como seus inimigos.
Se vocês fazem uma diferença entre aqueles a quem vocês chamam seus filhos e as outras crianças, vocês não estão prontos para viver essa nova dimensão. MA ANANDA MOYI – 13 de agosto de 2008

Questão: qual é o ponto de partida da existência das famílias de almas?
Existe, nos mundos falsificados, uma relação e um intermediário entre o corpo da personalidade e o Espírito. Essa relação, esse laço, foi chamado alma. A alma pertence, irremediável e inabalavelmente, à matriz. Ela não existe no Espírito. Assim, nas experiências extensivas que vocês tomaram na encarnação, as relações, as ressonâncias, as atrações e as repulsões criaram-se entre algumas almas. Ao nível do Espírito, as famílias de almas não têm qualquer sentido, porque a alma pertence à matriz. Assim, falar de alma Irmã ou de alma gêmea não tem, ao nível do Espírito, qualquer sentido, dado que se trata de uma Dimensão intermediária. Vejam aí simplesmente um princípio de atração e de ressonância exprimindo-se de acordo com caminhos em afinidade, poder-se-ia dizer. O Espírito, situado ao nível da Unidade e do Sol, não se importa com esses mundos intermediários. A palavra família de almas foi criada, mas recordem-se de que a noção de família é uma invenção existente unicamente nos mundos dissociados. Sua única família é uma família espiritual Vibratória ligada à sua dimensão de Espírito, à sua dimensão estelar, à sua origem estelar, à sua origem Dimensional e às suas Linhagens. Mas, em caso algum, isso tem qualquer relação com o que é chamada a alma. ANAEL – 13 de fevereiro de 2011 Nas outras Dimensões Unificadas, o que vocês chamam competição, predação, família não existe absolutamente.

111

Eu os lembro também (há quem terá surpresas, porque, pelo momento, vocês refletem com polaridade masculina ou feminina): nos mundos Unificados, vocês são andróginos, portanto, a noção de família, de casal, nada quer dizer. Aqueles que esperam reencontrar as mesmas condições que na Terra, não é de modo algum assim, hein, não é? Vocês não poderão reproduzir os esquemas de apego que levaram nesta Dimensão e que, por vezes, foram necessárias nesta Dimensão. Nos mundos livres, é muito simples, vocês são livres, mas totalmente livres para ir e vir para onde desejarem. Não existe qualquer dissociação, qualquer fragmentação e qualquer limite. É a diferença essencial para com os mundos dissociados, não é? O.M. AÏVANHOV – 27 de novembro de 2010 O fogo do desejo é o que concerne ao conjunto da personalidade, mesmo em suas necessidades, chamadas pela própria personalidade, como as mais corretas e chamadas, também, como as mais floridas (como pode ser, por exemplo, o florescimento num casamento, numa família, numa fraternidade, numa profissão). MA ANANDA MOYI – 12 de setembro de 2011

Questão: poderia desenvolver sobre o que pode ser a vida na 3D Unificada?
Cara amiga, com grande prazer, mas é necessário saber, já, que a vida de um Arcturiano, na 3D Unificada, nada tem a ver com a vida de um Vegaliano, nada tem a ver com a vida de um Pleiadiano etc.etc. Como dizer? Quaisquer que sejam os costumes (vamos chamar assim) ou os mecanismos de vida que estejam presentes, obviamente, é diferente, de acordo com a própria arquitetura dos mundos. Não posso adentrar nisso, é demasiado complexo. Mas vou dar-lhes um breve panorama, se quiserem. Primeiro, não há hora. Em seguida, não há patrão. Em seguida, não há marido e mulher.

Em seguida, não há, sobretudo, família.
Em seguida, não há regras e não há voto, tampouco. São os Antigos que, por maturidade (e por amadurecimento), muito naturalmente, vão tentar ajudar e não governar ou dirigir o que quer que seja. Nos Mundos Unificados não há obrigação de ir trabalhar, não há obrigação de levantar-se pela manhã, porque não há dia e não há noite. A Luz é idêntica todo o tempo. O corpo não é a única possibilidade de Vibração da Consciência, ou seja, mesmo se a Consciência seja, ainda, tributária de um corpo, ela é, também, acessível, de algum modo (essa Consciência), às influências da Luz.

112

A Luz não é mais velada, ela não é mais falsificada, ela não está mais num eixo de desvio da Luz. Portanto, as condições de vida são completamente normais. Eu disse também, eu creio, que não há mais predação, não há mais chefe acima de si. Vocês são seu único chefe. Não há mais sofrimento e, sobretudo, não há mais doença. A doença é específica dos mundos carbonados dissociados. Não há razão alguma para que as células carbonadas, estando religadas à Fonte, sejam atingidas por qualquer enfermidade ou doença. Não estou vendendo a 3D Unificada, é claro, hein? A única restrição é que – como eu disse – vocês são tributários, ainda, de um corpo carbonado, porque há certo número de apegos que foram veiculados, nos últimos instantes da Terra, na Consciência, que faz com que não se possa, por mecanismo de medo, deixar seu corpo para aceder a outro corpo. Há, também, medos antigos, memórias antigas, mesmo se tudo foi apagado (na Alma, não na personalidade), que faz com que a Alma não possa revelar-se, inteiramente, no Espírito. Não se deve esquecer que há povos que estão na 3D Unificada, mas totalmente livres. A 3D Unificada do humano é um pouco específica. E, também, será necessário encontrar um novo domicílio, porque a Terra não estará mais na 3D. Portanto, não são vocês que partem, é a Terra. Isso eu já disse. Aí está o que se pode dizer sobre a 3D Unificada. Tudo o que vocês conhecem, todas as leis da encarnação, aqui, sobre esta Terra, tudo o que está inscrito em seu DNA, o que vocês chamam as relações, os laços e os afetos, as emoções, o mental, tudo isso não existe mais na 3D Unificada, na totalidade. Há, simplesmente, alguns pesos que existem, que fazem com que a Alma exista ainda e com que essa Alma seja portadora de algumas Vibrações que é necessário, pouco a pouco, por uma espécie de reeducação à Luz, evacuar, progressivamente, mas sem estresse, sem imposições de tempo. O.M. AÏVANHOV – 24 de setembro de 2011 A única coisa de que vocês estão certos, nesse mundo, é que sua vida, nessa consciência desse corpo, é limitada entre um momento que se chama o nascimento e um momento que se chama a morte. E que, nesse confinamento, a lei que domina – visível tanto ao nível das leis físicas como das leis da família, como das leis da sociedade – chama-se, efetivamente, a lei de ação/reação. Mas jamais foi dito que as leis de ação/reação aplicavam-se a outra coisa que não a consciência confinada. Assim, portanto, tomar consciência do confinamento conduz à Lucidez e, sobretudo, os faz viver a Humildade, que já é aceitar o confinamento para poder esperar, portanto, dele conhecer os mecanismos, não para escapar, mas, realmente, para transcendê-los. Assim age a consciência.

113

E não pode ser diferentemente. IRMÃO K – 15 de setembro de 2011

Questão: qual é a diferença entre uma origem cármica ou transgeracional?
Se é transgeracional, não é cármico. Como é que pode ser transgeracional e cármico? Isso não toca os mesmos chacras. Uma doença transgeracional é ligada a um carma de um antepassado (Jesus dizia: «sete gerações») que empreendeu uma ação e que sofreu uma ação que se manifesta por uma doença ou um problema, qualquer que seja, que vai transmitir-se aos descendentes. Mas esses descendentes não têm carma. Isso se chama transgeracional. É ligado ao veneno da carne, ou seja, a tudo o que foi ligado pela carne, de que Jesus veio livrar-nos. Mas, é claro, é necessário, também, que os seres humanos, que estão nessas dinâmicas transgeracionais, saiam, eles também, da influência, em todos os níveis, do que é chamada a família. Isso se vê, muito frequentemente, nas famílias, como dizer..., muito, muito ligadas pela carne; muito, muito ligadas por histórias que remontam a gerações, em que todas as gerações têm enorme dificuldade para livrar-se da autoridade e do peso da hereditariedade. Portanto, são famílias – sem ali ver qualquer noção negativa – um pouco fossilizadas e enrijecidas em histórias, justamente, familiares, quaisquer que sejam: o peso da linhagem, o peso da educação, o peso do que é transmitido ao nível genético, mas, também, em diferentes níveis: moral, social, financeiro, pela linhagem. E são pessoas que são condicionadas por sua linhagem. O.M. AÏVANHOV – 20 de agosto de 2011 Existe, efetivamente, através da Energia da Luz Vibral, uma transmutação desse corpo de desejo (lógico nesse mundo que percorremos), a fim de transmutar essa maternidade numa Maternidade Celeste, que os faz reconhecer a Criadora Suprema como sua verdadeira Mãe, sem terem passado, para tanto, numa outra matriz presente na carne. Assim, os confinamentos, no que é extremamente louvável chamar nossos pais (nesse mundo onde nós pusemos nossos passos) e essa necessidade de adoração de nossos pais, encontram-se transmutados, não como uma forma de rejeição, mas, bem mais, como uma liberação desses apegos transgeracionais, que os ligam (de maneira eterna, até o presente) a esses engramas e a esses jogos de ressonância, permitindo-nos, assim dizendo, depurar um carma, qualquer que seja. Assim, portanto, a mão que tem [«main tenant»] vai transformar-se, sob a influência da Vibração da Unidade, revelada pelo chacra de Enraizamento do Espírito (na matriz, no útero), permitindo resolver todas as síndromes de perdas e de abandono, todas as síndromes de posse, em ressonância com uma passagem da Dualidade à Unidade.

114

Assim, a ressonância estabelecida ao longo desse Atalho é um dos elementos importantes que permite ver, aí também, com certa distância (certo distanciamento) tudo o que pode existir de confinamentos nas relações da carne, no confinamento, nas relações da família, da matriz e regras sociais e morais de que Irmão K, estou certo, falou-lhes longamente. A revelação dessa Luz não é uma rejeição, é claro, dos laços da família, não é uma rejeição dos laços do sangue, mas, efetivamente, sua transfiguração, a fim de que o que os mantém nessa dependência desapareça. SRI AUROBINDO - 8 de julho de 2011 Tudo o que faz com que o ser humano, no curso de sua vida, reencontre-se apegado a um número incalculável de posses, desde seu próprio corpo, passando por sua própria família, seu próprio trabalho, seu próprio automóvel, até seus objetos, os mais ínfimos, nos quais o sentimento de propriedade e de pertencimento é quase constante e sugerido, permanentemente, por certos comportamentos induzidos, ligados, justamente, a esses apegos. A superação do ego e a transcendência do ego, a ativação desse circuito vai permitir nutrir não mais o fogo do ego, mas o Fogo do Coração. Ao nível da Consciência, isso se traduz pela percepção, cada vez mais lúcida, de diferenças fundamentais existentes entre o que é da ordem do ego e da ordem do Coração. O ego será sempre uma reivindicação. O Coração será sempre uma Doação e um Abandono. O ego apropria-se, o Coração restitui. SRI AUROBINDO – 4 de julho de 2011 O que se desvenda (através do choque da humanidade e da revelação da Luz) não pode, em caso algum, ser compatível com um prosseguimento qualquer da personalidade, de um papel, de uma função, do mental, do ego, do emocional. É uma mudança total de vida, chamada a Ressurreição, ou o Renascimento, que nada mais tem a ver com qualquer condicionamento religioso, social, econômico, político, afetivo e mesmo nos papeis que vocês desempenham num casal ou numa família. IRMÃO K - 3 de julho de 2011 Vocês têm, todos, ao seu redor, em sua família, em seus ascendentes, em seus descendentes, nas pessoas que vocês frequentam, profissionalmente ou outro, pessoas que são exacerbadas e odiosas com vocês, porque vocês são Portadores de Luz. Não creiam que, porque vocês são Portadores de Luz, os outros vão olhá-los como santos. Para eles, vocês são o diabo, para aqueles que desejam continuar lagarta. Perguntem a uma lagarta o que ela pensa de uma borboleta. Ela tem horror das borboletas. O.M. AÏVANHOV – 16 de maio de 2011 O casal, a noção de família, existe apenas nesta Dimensão.

115

O que é chamado de princípios de filiação, ao nível espiritual, ligado às suas linhagens, estritamente nada têm a ver com noções genéticas, no sentido que vocês entendem, que correspondem a um confinamento. É necessário liberar-se do conhecido, é necessário liberar-se de toda relação para penetrar a relação com o Um. A relação com o Um não pode encontrar-se numa relação de Ser a Ser. Ela se encontra apenas se os dois superaram a relação de casal ou de Dualidade. Ora a Unidade pode encontrar-se apenas si-mesmo frente a si-mesmo. Tornar-se Tudo necessita apenas se tornar o outro. Existem, para numerosos casais, hoje, fatores de superação que são ligados, aí também, ainda uma vez, à apropriação. Foi dito, por numerosos poetas, que seus filhos não são seus filhos. Da mesma maneira, o outro elemento do casal constituído não é você. Mas você é ele, no entanto, num outro nível. E, para isso, é necessário superar mesmo a noção de casal. Quando vocês estão nos espaços multidimensionais, sua Consciência funde com qualquer Consciência. Não há barreiras, não há limites, não há confinamento numa relação, qualquer que seja. Compreendam efetivamente que qualquer relação, nesta Dimensão, mais cedo ou mais tarde, os fechará. MÂ ANANDA MOYÎ - 5 de março de 2011

Questão: como iluminar nossos parentes com relação a todas essas mudanças?
Bem amada, jamais os que recusam inteiramente (e é liberdade deles) as mudanças, poderão aceitá-las. Isso faz parte da separação, da decantação e da precipitação da humanidade. Cada um Vibra em sua frequência. Assim, as relações estabelecidas em algumas famílias vão, efetivamente, mostrar estados em que alguns seres se elevam, enquanto que outros se precipitam e se cristalizam. O que vocês podem ali? Absolutamente nada. Vocês não podem conduzir nenhum outro ser humano para um lugar onde ele não queira ir. Vocês não podem, portanto, salvar, se é que haja salvamento, aquele que não quer ser salvo. Vocês não podem levar ninguém a não ser sua própria Consciência. É isso que é preciso aceitar e integrar. Alguns de seus pais, alguns de seus filhos não irão para o mesmo lugar que vocês. Isso é assim. Do mesmo modo que em uma família, quando um ser morre, será que os outros devem também morrer? Do mesmo modo, numa família, quando um ser decide mudar de continente, será que os outros membros desta família devem mudar de continente?

116

Isso se chama a liberdade e o respeito da liberdade. Não há qualquer destino que seja melhor do que outro, há somente destinos diferentes aonde cada um irá segundo sua própria Vibração. ANAEL – 27 de novembro de 2010 Aqueles que estão fechados na certeza da lógica ilusória de suas vidas, quaisquer que sejam suas ocupações ou suas funções numa família ou numa profissão, o querer iluminá-los confrontará vocês à Dualidade. Vocês não podem informar nem iluminar ninguém que não o queira. Apenas através de sua própria Presença Unificada que pode haver, literalmente, uma forma de contaminação para a Luz, mas certamente não através de palavras e ainda menos através de algumas informações. ANAEL – 27 de novembro de 2010

Questão: como informar as pessoas que não estariam nesse caminho?
Bem amada, eu efetivamente disse que não havia nem a esclarecer, nem a comunicar. Aqueles que estão fechados na certeza da lógica ilusória de suas vidas, quaisquer que sejam suas ocupações ou suas funções numa família ou numa profissão, o querer iluminá-los confrontará vocês à Dualidade. Vocês não podem informar nem iluminar ninguém que não o queira. Apenas através de sua própria Presença Unificada que pode haver, literalmente, uma forma de contaminação para a Luz, mas certamente não através de palavras e ainda menos através de algumas informações. Nós não esconderemos que, mesmo no momento em que o conjunto das forças da Confederação Intergaláctica Unificada aparecer de maneira sincrônica em seus Céus, alguns recusarão ainda levantar os olhos para o Céu para nos ver. O que podemos nós e o que podem vocês ali? Alguns seres estão fechados em suas certezas, em seu mundo. O que vocês querem fazer? Seja um pai, seja um parente, a partir do instante em que vocês descem para explicar e informar a alguém que não está em sua Dimensão, vocês recaem inexoravelmente na Dualidade. Vocês não podem forçar ninguém. A partir do momento em que vocês queiram forçar, ainda que por uma vontade de informação, vocês chocarão a pessoa no que ela não vive. Imaginem que vocês falem da Coroa Radiante do Coração a alguém que não sabe mesmo o que é uma Energia, a alguém que não quer ouvir falar disso, com qual direito você lhe imporia seu conhecimento ou sua vivência? A liberdade é válida para uns como para os outros. ANAEL – 27 de novembro de 2010

117

Questão: é preciso se afastar das pessoas que não estão no mesmo nível Vibratório?
Bem amada, a questão é muito difícil. Você deve deixar uma pessoa de sua família porque ela não está na mesma Vibração? Esse é um cruel dilema e uma cruel questão. Apenas você tem a resposta, unicamente você. Cabe a você saber o que você pode suportar, cabe a você saber o que pode viver ou não viver. Jamais uma resposta virá do exterior com relação a esse processo. Mas, obviamente, vocês estão todos, uns e outros, constatando um estado de lugares. Este estado dos lugares faz com que alguns apegos, que eram essenciais em sua vida, de um dia para o outro, desapareçam inteiramente. Que isso seja para um membro próximo, que isso seja para uma atividade. Então, que fazer naqueles momentos? A resposta lhes pertence e cada caso é diferente. E ela não poderá jamais vir do exterior. É a você que lhe cabe colocar suas escolhas, seus atos e suas circunstâncias de vida. Cabe a você refletir. O que é que os alivia? O que é que os eleva? E o que é que, ao contrário, os cristaliza e os precipita na Dualidade? Cabe a vocês também saberem o que vocês podem encaixar, literal e praticamente, sem recair na Dualidade. De fato, quanto mais vocês se dirigirem para seu Ser Interior, mais este resplandecerá na Vibração da Existência, menos vocês estarão sujeitos às energias da Dualidade. Isso se chama o princípio de atração e de ressonância. Não se esqueçam, tampouco que, a partir do momento em que vocês estão sob a influência do Abandono à Luz, é a Luz que vai se encarregar de sua vida e que vai instaurar as circunstâncias mesmo da manutenção da Unidade e da Luz. Lembrem-se também de que vocês estão, hoje, no bom lugar, na boa idade, na boa pele com relação ao que é para viver, hoje. Cabe a vocês seguir, ou não seguir, o princípio de atração e de ressonância, os diferentes impulsos mesmo, vindos da alma, chegando até vocês e os impulsos, é claro, da Consciência. Eu os remeto, com isso, às frases do Cristo: «Deixem os mortos enterrarem os mortos», «será que o pássaro, em seu ramo, se preocupa com o que vai comer amanhã?», ilustrando, assim, sua capacidade para penetrar, inteiramente, o Hic e Nunc, Aqui e Agora. ANAEL – 27 de novembro de 2010 Nós aceitamos, do mesmo modo, que vocês devem aceitar, que alguns de seus parentes, filhos, pais, não tenham o mesmo caminho, nem o mesmo destino que vocês.

118

Nós repetimos frequentemente que o que vocês criaram como relações, nesse mundo alienado, chamadas de família, chamadas de casal, chamadas de hereditariedade, não tem qualquer existência nos Mundos Unificados. Absolutamente nenhuma. Mas a Fonte é sim obrigada a respeitar suas próprias leis, mesmo falsificadas e transformadas por algumas Entidades. ANAEL – 7 de agosto de 2010

Pergunta: como superar o apego que eu sinto por meus dois filhos?
Querida irmã, que seja seus filhos, que seja seus pais, deve considerá-los como Seres Livres, porque é o que eles são. Seu futuro lhes pertence. Querer bloquear suas escolhas é uma forma de posse. Entretanto é fácil, efetivamente, tomar decisões para se liberar de certos pesos como, por exemplo, o que foi dito previamente em relação à venda de apartamentos, de bens. No entanto é muito mais difícil, em meio a esta matriz, se liberar dos apegos criados por parte da família. Lembrem que sua verdadeira família é espiritual. Quando vocês deixam esse corpo, as ligações que vocês estabeleceram não mais existem, exceto em alguns karmas que os fazem reencontrar, extensivamente, as mesmas almas em diferentes papéis em meio às suas diferentes encarnações. Mas esta Dimensão não existindo mais, não há possibilidade de se religar aos dados kármicos e então vocês devem aceitar. Mas essa aceitação não pode passar por uma decisão, como vender um bem, ela passa pelo que desenvolveu muito longamente Anael, Arcanjo, no que diz respeito ao Abandono à Luz. Apenas no nascimento da Vibração, no Coração, que se traduz e se vive a Liberação. Não é uma decisão do mental, porque ela não pode existir em meio ao mental. Uma mãe não pode decidir romper uma ligação afetiva e ainda, a palavra “romper uma ligação afetiva” não é completamente justa. Há simplesmente que soltar. Então, em relação a esse tipo de apego, apenas a Vibração do Coração pode liberar, e absolutamente nada mais. Portanto, isso necessita descer sua Consciência no Coração, acender a Vibração do Coração, e depois deixar, num segundo tempo, o Fogo do Coração se acender em vocês, antes que o Fogo venha sobre a Terra. SRI AUROBINDO - 14 de julho de 2010

Questão: não sinto vibrações, mas como que pulsações.
São Vibrações. E bem, agora, o que o impede de dirigir essas Vibrações no Coração?

119

Bem, é preciso esvaziar o Coração. Mudando. É preciso retirar as caixas. As caixas que são, para você, as crenças, a educação, os condicionamentos, que fazem dizer que, como todas as pessoas, o importante do Amor, são os filhos, o importante do Amor, é a família, o importante do Amor, é a relação com o outro, mas, lá dentro, você esquece de uma coisa, é a relação a Si. A Vibração do Coração é o acesso à Alegria. A Alegria da cabeça não é a Alegria do Coração. A Alegria do Coração é Vibração e Consciência. Isso quer dizer que se a Alegria é sentida (e que é a característica já dos cacras superiores) e se esta Alegria não se estabelece no Coração, isso quer dizer que não há lugar no Coração para que a energia chegue naquele nível. Há seres para quem é mais fácil abrir o chacra do Coração, e menos o chacra da cabeça etc. etc., mas isso quer dizer, antes de tudo, que é preciso limpar, esvaziar as caixas, ou seja, retirar tudo o que atravanca, tudo o que está ligado às memórias e aos apegos. Isso não quer dizer abandonar todos os parentes. Isso quer dizer se considerar e viver como livre de qualquer apego. Os apegos impedem a Alegria, quaisquer que sejam, como as crenças, como os medos. É por isso, aliás, que a maior parte dos místicos sempre viveu só e quase nunca, nunca, teve descendência, porque havia uma responsabilidade com relação a isso. Era, ou a geração que vocês chamariam de horizontal, ou a geração vertical, e as duas não podiam se casar. Atenção, isso não quer dizer que não podia haver relação entre um homem e uma mulher, eu não falo isso. Eu falo dos engajamentos na Vida material. O.M. AÏVANHOV – 25 de junho de 2010 Mesmo nas famílias as mais felizes, mesmo nos casais os mais honestos, mesmo nos casais os mais transparentes um em relação ao outro, a maior parte das relações humanas, até o presente, devido ao fato da ausência da Existência, eram construídas, obviamente, pela personalidade e pelo Karma. E vocês descobrem, hoje, que é uma relação de natureza falsa, porque aprisionante e que encarcera. E, hoje, o que lhes é pedido, pela Existência, é viver a liberação de todos os encarceramentos e de todas suas crenças e de todas suas dependências. ANAËL – 15 de março de 2010

Questão: numa mesma família humana, terrestre, as almas poderiam fazer parte de uma mesma família estelar?
Não há objeção para que isso se realize, mas devo dizer que isso é extremamente raro, porque as almas que vocês encontram são, de uma maneira geral, almas com quem

120

vocês tiveram, pelo menos, numa mesma família, rusgas que não são verdadeiramente ligadas ao Amor, mas, antes, ao ódio e à destruição. RAPHAEL – 4 de maio de 2010

Questão: o nome de família é importante?
Vocês são portadores de uma Vibração. Os nomes de família foram um fechamento. O nome que vocês usam, no nível familiar, não é liberação, mas fechamento. Somente seu prenome está ligado, realmente, à sua origem estelar. ANAEL - 16 de agosto de 2009

Questão: Você poderia nos alinhar no que você chama essencial?
O coração. Eu entendo por coração, o centro do ser. Isto corresponde tanto ao coração físico quanto ao que vocês chamam de Anahata chakra, quanto a isto que vocês chamam de „coração espiritual‟. A porta que conduziu, independentemente da transição, alguns seres humanos ao estado de „budado‟, de ser desperto ou realizado é a porta do coração. O yogi que quer ultrapassar, a título pessoal, a ilusão da vida, faz abstração de tudo o que não é o coração por aí aceder. Não há outra solução. Trata-se exatamente do mesmo processo que vocês devem viver. Enquanto a questão de seu corpo, da sua família, de seu país, de seu dinheiro, de seu lugar de vida, de sua profissão, de seu apartamento, está presente, vocês não estão no coração. Vocês se aproximarão do coração quando houver dissolução de todos seus pertences e de todas suas questões. Certamente os elementos transmutados têm por vocação aproximá-los da porta do coração, mas somente vocês podem abri-la. ORIONIS - 9 de agosto de 2007 O que vocês construíram nesta dimensão, através das relações (seja nas famílias, seja nas religiões, seja nas crenças), participou do fato que a Luz fosse ocultada, desviada. Hoje, vocês devem passar do estado de prisioneiros para o estado de seres livres. ANAEL – 27 de julho de 2009 ...toda relação afetiva é necessariamente uma manipulação. Exceto, obviamente, se ela se estabelece no coração e ela não pode ser estabelecida no coração se há reencontro cármico, se há relação cármica e se há relação familiar. Entretanto, alguns membros de uma mesma família, obviamente conseguiram estabelecer uma relação no coração, mas isso necessita um esforço de consciência importante para abandonar os jogos de poderes, os jogos de seduções e as chantagens ligadas à afeição.

121

ANAEL – 22 de maio de 2009 Não há que ser julgado pelos membros da família ou da ex-família, não há tampouco que sofrer com relação a algo que pertence ao passado, porque desta maneira, você mantém em você fantasmas e você cristaliza nos casulos de Luz coisas que podem se tornar muito desagradáveis e desencadear um certo número de sintomas, ou doenças que, desta vez, podem ser muito graves, unicamente com relação a este apego de natureza familiar. O.M. AÏVANHOV – 27 de julho de 2006 Muitos seres creem, nos tempos que vêm, já desde anos, que basta deixar pai, mãe, filhos, família, trabalho, para liberar-se. Mas é uma ilusão. Isso é uma liberação exterior, que não corresponde, de modo algum, a uma liberação Interior. Geralmente, são mesmo seres que fogem de suas responsabilidades. O Abandono à Luz não é isso. O.M. AÏVANHOV - 11 de julho de 2011 Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: www.mestresascensos.com

Deixem que os mortos enterrem os mortos
Mas, para isso, é necessário aceitar, como Ele dizia quando esteve de passagem sobre a Terra, deixar os mortos enterrarem os mortos, aportar a eles todo o seu amor (e não uma ajuda, inscrita na dualidade). É necessário elevar-se, para poder fazer banhar o conjunto da humanidade e o conjunto de seus próximos e o conjunto de suas relações, de suas emoções e de seus pensamentos nessa Transparência. UM AMIGO – 14 de setembro de 2011 Faça de forma a que esse ensinamento novo, essa revelação nova não venha nutrir seu ego, a fim de fazer de você um ser ainda mais distanciado, mas, efetivamente, que essa informação, essa revelação seja uma ferramenta real de transformação, de liberação que lhe permita quebrar as correntes que o mantêm nesse ciclo da ilusão, como o dizem algumas tradições orientais, o Samsara, como vocês chamam, eu creio, o ciclo de renascimentos infernais da lei de ação/reação. Seu grande neófito disse, há 2.000 anos: «cabe apenas a você entrar na ação de graça, deixar cair os mortos, deixá-los, eles mesmos, enterrarem os mortos».

122

Aqueles que estão vivos devem ir para a vida e estar vivo e estar na Unidade. Estar conscientes da Fonte. Estar conscientes do Céu e da Terra. Estar conscientes da multidimensionalidade do ser humano. Estar conscientes de que a vida é Una e de que a vida é Amor, não em palavras, não em conceitos ideológicos, não como uma religião, mas, verdadeiramente, como um modo de viver. Livro - Humanidade em evolução - Ramatan Em contrapartida, aqueles que estiverem prontos para ascensionar, tal como o dizia seu grande Mestre, quando ele dizia aos seus apóstolos «deixe os mortos enterrarem os mortos, abandone tudo e siga-me» (ou seja, ser capaz de não mais ter apegos em sua vida, mas em sua consciência, unicamente), salvarão sua vida. Livro - Humanidade em evolução - Ramatan Todas essas leis, que são as leis da matéria, fazem apenas confiná-los na matéria. A um dado momento – e vocês estão nesse momento – é necessário parar de querer informar Pedro, Paulo, Joaquim. A humanidade vive o que ela deve viver. A humanidade está em vocês. Ela não está no exterior. Portanto, estejam no Amor, na Vibração do Amor, na Alegria do Amor, na Paz do Amor, no Si e tudo se realizará, tanto para vocês como para o conjunto da humanidade. Ele havia dito, Cristo: «deixe os mortos enterrarem os mortos e siga-me». Agora, o que vocês têm a seguir são vocês mesmos, ou seja, a Luz, a Transparência, a Infância, a Humildade, a Simplicidade, Aqui e Agora, Ética, Integridade. O.M. AÏVANHOV – 24 de setembro de 2011

Questão: se vivemos na Ilusão que nós mesmos criamos, mudar de Consciência nessa Ilusão permite criar outro universo?
Absolutamente não. Mudar de concepção, mudar de visão não é Ser. Existem muitos Irmãos e Irmãs humanos que creem. Mas será que o fato de crer, será que o fato de portar um olhar diferente basta para ser diferente? O mais frequente, é claro, que não. O que lhes é pedido, hoje, é a frase que CRISTO havia pronunciado: «deixe os mortos enterrarem os mortos e siga-me». Não há mais alternativas. MARIA – Segunda Intervenção - 26 de setembro de 2011 Toda a dificuldade que há – vocês observam, atualmente – é a dificuldade do humano para Abandonar-se à Luz.

123

Faz já longo tempo que Anael falou disso, mas isso concerne a todos os setores de sua vida. Isso corresponde ao que dizia o Cristo. Quando Ele dizia: «deixe os mortos enterrarem os mortos», será que era uma falta de Amor? Quando Ele dizia: «o pássaro preocupa-se com o que ele vai comer amanhã?». Não. Era ter confiança na Vida. Ter confiança na Luz. O.M. AÏVANHOV - 26 de agosto de 2011 O Tempo que vive, e que se vive, desde a abertura da Porta Posterior do Coração, que corresponde, vocês compreenderam, à abertura total do último envelope terrestre, ainda um pouco intacto, vai traduzir-se pela balbúrdia completa e a transformação total das próprias circunstâncias de crenças do humano, no que é a vida e no que ela não é. CRISTO dizia àqueles que queriam segui-Lo, para deixar os mortos enterrarem os mortos. O que é que morreu? O que morreu é o que não é o instante da Presença. O que morreu é o que não está instalado, em Consciência, inteiramente, no instante do Presente, de HIC e NUNC. ANAEL – 21 de agosto de 2011 CRISTO dizia: «o pássaro preocupa-se com o que ele vai comer amanhã?». Ele dizia também: «deixe os mortos enterrar os mortos». Isso quer dizer que vocês não podem seguir a Luz e seguir a morte; vocês não podem seguir o que pertence à Dualidade, tudo o que está alterado, perturbado na vida e seguir a própria vida. Vocês podem apenas estar vivos ou mortos. O ego, lembrem-se, ainda que seja sedutor, ainda que pareça protegê-los, leva-os, inexoravelmente, para a morte, uma vez que ele mesmo deve morrer. Enquanto CRISTO, a Luz Branca leva-os para a Vida Eterna, para a Ressurreição, para tempos da Consciência nos quais não pode mais existir a mínima sede, a mínima interrogação, a mínima pergunta. PHILIPPE DE LYON – 9 de agosto de 2011 Em contrapartida, assim que o Espírito vivifica-os, assim que o CRISTO começa a trabalhar em vocês, a primeira coisa que Ele vai dizer-lhes, ainda que não seja em palavras, é, exatamente, essa frase: «deixe os mortos enterrarem os mortos e sigame». Ele vai dizer-lhes, também: «os mortos não são exteriores a vocês», que esses mortos estão, também, em vocês. É tudo o que vocês arrastam (de sua história, de seu passado) que os impede e nos impediu, a todos, de estarmos, totalmente, no instante presente.

124

Aí também, inúmeros Arcanjos, inúmeras Irmãs e Anciões falaram de tudo isso, através das Estrelas, dos Atalhos, dos Eixos, de tudo o que lhes foi dado viver e assimilar pela Luz em vocês. PHILIPPE DE LYON – 9 de agosto de 2011

Questão: de que depende a duração dos momentos Unitários vividos e sua alternância com a consciência dual?
Meu Irmão, unicamente da presença ou não dos medos, da presença ou não de sofrimentos, de apegos, se você prefere, que estão ainda presentes. Há como um elástico, que puxa dos dois lados. O Cristo chama-os de um lado e seus apegos puxam-nos do outro lado. Ele dizia: «Deixe os mortos enterrar os mortos, e siga-me». Vocês não podem viver a experiência humana, qualquer que seja sua beleza, e seguir o Cristo ou seguir a Luz Branca, porque, quando a Luz Branca está aí, ela os conduz, inteiramente. Então, se há oscilações, movimentos entre um e outro, convém, simplesmente, não julgar, não se achar nem culpado nem responsável. Isso quer dizer, simplesmente, que ainda existem, no interior da alma e da personalidade, zonas de sombras, zonas que não foram olhadas, coisas que não estão purificadas. Mas lembrem-se de que, sobre essas coisas, vocês não têm qualquer meio de agir por si mesmos, porque, se vocês querem agir por si mesmos, vocês voltam a fechar-se, ainda mais, na personalidade. Todo o paradoxo, pode-se dizer, está aí. É que, se vocês querem, vocês mesmos, fazer desaparecer, por sua consciência habitual, um mecanismo como esse, vocês não podem. O trabalho que deve ser feito, nesse nível, não é, absolutamente, um trabalho da personalidade e da alma. É um trabalho no Abandono e, portanto, sobre os medos. E esse trabalho não pode ser um trabalho, no sentido que vocês o entenderiam, ao nível psicológico, mental ou emocional. Isso passa por uma sublimação do que eu chamaria a fé, uma sublimação da confiança e da Consciência. Não há outras possibilidades. É necessário aceitar tudo perder para tudo encontrar. As circunstâncias da vida, de sua vida humana, onde quer que vocês estejam sobre esta Terra, vão concorrer para isso. GEMMA GALGANI – 10 de agosto de 2011 A Luz é, ela mesma, um Abandono e, portanto, uma doação de Si e, de modo algum, uma apropriação do que quer que seja pertencente a esse mundo. Cristo dizia: «Deixe os mortos enterrar os mortos». Vocês não podem estar vivos e mortos. A Ressurreição é a Vida.

125

A Ilusão da matriz é a morte. Vocês vão encontrar-se confrontados, uns e outros, às suas últimas resistências, aquelas do ego, o qual não quer deixar-se morrer, inteiramente, e que, ao seu modo, vai jogar os últimos jogos da Ilusão, que se manifestam, é claro, pela cólera, pelo medo e pelo apego. Tudo o que não tem sido visto será visto, permitindo-lhes ver com lucidez. É, portanto, essencial, voltar seu olhar, aquele da Consciência, para a Visão do Coração e não mais para uma visão desse mundo exterior que desaparece, o que lhes permite, pela Atenção e a Intenção, não mais ser identificados pelo que desaparece, mas, inteiramente, ao que nasce, não numa projeção futura, porque aquilo de que falo é agora. JOFIEL - 7 de julho de 2011 Uma Irradiação livre de qualquer condição, de qualquer condicionamento, de qualquer emoção, de qualquer parecer, de qualquer vontade, na qual tudo é beleza, na qual tudo é Verdade, na qual tudo é perfeição, afastando-os dos jogos da Dualidade, dos jogos da Ilusão. Assim é o CRISTO. Ele lhes pede, como Ele já havia dito, Ele repetirá: «deixe os mortos enterrar os mortos». Porque você, você está vivo. Vivo, para Ser, e não mais existir, a fim de não mais ter-se fora da Verdade. Não mais manifestar a Ilusão da Dualidade, na qual existiria um bom e um mau: um bom ou um mau ser, uma boa ou má escolha. Porque, na Unidade, não há mais escolha, não há mais bem, não há mais mal. Há apenas o Amor Vibral e a Luz Vibral, pois mais nenhum jogo (eu) pode existir no ego, porque não pode mais existir a mínima ilusão. ANAEL – 5 de julho de 2011 Convém compreender que jamais o ego poderá pôr fim ao ego, porque ele é construído de tal modo que existe, nele, um sistema de preservação que está inscrito, mesmo em suas estruturas neurológicas. O ego não pode jamais considerar-se como mortal, ele tem tendência a querer crer-se imortal. Suas ferramentas as mais importantes são, efetivamente, as emoções, o mental e, em especial, a sedução e tudo o que é ligado à atração em relação a esse mundo. Cristo dizia: «deixe os mortos enterrar os mortos». Não se preocupem com o que vai morrer em vocês. MA ANANDA MOYI – 19 de junho de 2011 O que é que Cristo vem pedir-lhes? Ele dirá: «Você quer deixar os mortos enterrar os mortos e você quer seguir-me?». Para isso, é claro, há certo número de apegos, quaisquer que sejam, que cada ser humano em encarnação apresenta. Apegos ao ser amado, apegos aos filhos, apegos a uma posição na sociedade, apegos à própria vida, porque, apesar de tudo, a vida é algo de magnífico. Ela simplesmente foi amputada de sua parte mais divina, em vocês.

126

Mas, no exterior, ela se estende em sua Majestade, em sua criação. O que de mais belo do que um pássaro, o que de mais belo do que uma árvore, o que de mais belo do que o que exprime o ser humano, quando ele está na beleza, e, no entanto, tudo isso é apenas um reflexo do que é a verdadeira Verdade. Então, efetivamente, existem tantos fatores de apegos, tantos fatores de seduções na vida que é levada aqui embaixo. O caminho da infância, o Pequeno Caminho, é certamente o melhor modo, atualmente, de facilitar a vinda da Graça, de sua Graça, permitindo sua Ressurreição. Para isso, é preciso ir à Profundidade de você mesmo. É preciso superar os medos. É preciso superar os apegos, não suprimi-los, mas transcendê-los. Você pode estar numa caverna, sozinho, ter cortado tudo, e estar no mesmo medo e no mesmo apego. SANTA TERESA DE LISIEUX – 1º de maio de 2011

Questão: que significa a expressão bíblica: «deixar os mortos enterrarem os mortos»?
Isso quer dizer, simplesmente (Cristo dizia isso, àqueles que queriam segui-lo), quer dizer tomar a Verdade dele, tornarem-se eles mesmos a Verdade do Espírito. Os mortos são aqueles que recusam o Espírito, são aqueles que estão fechados em suas certezas mentais e que nada querem mais. Vocês não podem tirar um morto da tumba, uma vez que da tumba, vocês dela saem sozinhos. Por mais que vocês lhe mostrem a Luz a mais cintilante, a mais magnífica, a Luz a mais Crística, mas se ele mesmo não quer dali sair, ele dali não sairá, de sua sombra e de sua tumba. O que é como a morte é o mental. É ele que os fecha na crença e na certeza e que os impede de serem livres.

Deixar os mortos enterrarem os mortos, isso quer dizer estar na Unidade.
É também o Abandono da vontade pessoal. Vocês não podem se tornar Cristo e continuar a jogar com os mortos. O.M. AÏVANHOV – 30 de março de 2011 Estar em seu caminho é se seguir a Si mesmo, é ser Si mesmo. Enquanto você segue algo de fora, seja ele o maior dos Seres que tenha percorrido a Terra, como Cristo, bem, você não está em seu caminho. Cristo jamais lhes pediu segui-lo. Quando ele dizia: «venha e seja eu, deixe os mortos enterrarem os mortos», isso quer dizer que ele pedia que vocês imitassem seu caminho, que vocês se tornassem ele mesmo, e não que o seguissem como um personagem exterior. É totalmente diferente. O.M. AÏVANHOV – 6 de março de 2010

127

Questão: como explicar que se tenha ainda sofrimentos quando se vai para a Luz em consciência?
Concordo. Mas a origem está na cabeça. O corpo é apenas a manifestação de sua consciência, a um ponto que você não pode mesmo imaginar. Se admite-se esse princípio, e é mais que um princípio, é a Verdade essencial, seu corpo é a manifestação de sua consciência mesmo nesta dimensão. Se o corpo sofre, pode-se, obviamente, imaginar tratar o corpo, há vezes em que há urgência, é preciso fazê-lo. Mas há vezes, e, sobretudo para os seres que estão no caminho, que abriram algumas portas, o fato simplesmente de aceitar que o corpo, através de seu sofrimento, manifesta uma resistência, é já um grande passo para a liberação. O princípio de causalidade, de dizer «tenho dor em tal lugar porque tal coisa foi deslocada em meu corpo» é uma primeira etapa. A segunda etapa é encontrar a causalidade do sofrimento físico ou psíquico. E a terceira etapa é se remeter à Luz. As resistências e as dores do corpo são também ligadas a zonas de resistência para a Luz em você. Se você aceita se liberar exteriormente, você será liberado interiormente. Quanto mais você se liberar de suas posses, quaisquer que sejam, mais você será leve e vou tomar um “slogan” que foi empregado nem sei mais onde: “viagem leve”. Quanto mais você estiver leve em sua viagem que lhe resta a fazer neste planeta, mais estará na leveza e na existência. Você não pode nada levar do que faz suas posses aqui. Absolutamente nada. Mas, em contrapartida, o simples apego ao nível de sua cabeça será um peso na matéria com relação ao que vem. Penetrar a existência é se voltar inteiramente para a liberdade e para a relação livre. Então, há quem vai lhe dizer “sim, mas há contingências materiais, é preciso pagar isso, é preciso pagar aquilo”. Mas você deve se preparar para terminar, também, com isso. Porque é o que vem. Eu disse e repeti desde anos. E vocês aí estão. Então, tomem a dianteira. Apressem-se antes que a leveza chegue. Porque se a leveza e a Luz chegam e vocês estão ainda se desembaraçando nos pesos, isso vai fazê-los muito engraçados, qualquer que seja o despertar para a Luz que vocês tenham vivido. Lembrem-se das palavras do Cristo, já à sua época, quando ele dizia: “Deixe os mortos enterrarem os mortos. Deixe tudo e siga-me.”. É isso o que vem lhes pedir a Luz. Você é capaz de tudo perder para ganhar sua Luz? A questão está aí, não está em nenhum outro lugar.

128

Você é capaz de tudo abandonar, o que você crê, o que você tem, para a Luz? Ela o quer inteiramente e integralmente. Para retomar o que disse o Arcanjo Anael, o abandono à Luz é um abandono total. Ninguém pode servir a dois Mestres ao mesmo tempo. Quem é o mestre? A Luz ou o peso do passado? O.M. AÏVANHOV – 28 de julho de 2009

Questão: o que é das pessoas que não sentem ou que não têm visões específicas?
Assim como Miguel lhes disse, um batalhão importante de seres humanos vive os Casamentos Celestes, e eles constituem, nesta densidade, os Despertadores e aqueles que permitem assegurar a Vibração e a conexão entre sua dimensão e as dimensões Angélicas. Não se ocupem dos que, pelo momento, nem vivem, nem vibram. Eles também, no momento vindo, qualquer que seja sua negação, qualquer que seja sua oposição, viverão o chamado de Maria e o julgamento.

Questão: de onde provém o fato de que algumas pessoas não sentem e não estão, apesar de tudo, na negação desse fenômeno?
Uma coisa é afirmar o Amor, afirmar a Humanidade, afirmar a Luz. Outra coisa é viver em Vibração e em Verdade. A diferença é essencial, mas, entretanto, mesmo nesse nível, não lhes cabe condenar a vocês mesmos ou julgar a vocês mesmos. Alguns seres estão já muito avançados e já vivem, quase inteiramente, em sua existência. Outros, apesar de seus esforços louváveis, e apesar da não negação, da aceitação, não abandonaram ainda a ideia de perder tudo o que faz sua vida nesta densidade. Quando eu falei, inúmeras vezes, do conceito do abandono, a Verdade absoluta está nesse nível. Vocês não podem dar, vocês não podem perdoar e vocês não podem abandonar, mantendo o que está morto. Assim como disse Cristo: «deixem os mortos enterrarem os mortos». Deixem o que está morto em vocês e vão para o que é vida. Vocês não podem estar ao mesmo tempo mortos e vivendo com relação à nova dimensão e à nova vida. Eu emprego de propósito as palavras pronunciadas pelo Cristo porque, do mesmo modo como nas palavras ditadas ao bem amado João, há Vibração. As palavras pronunciadas pelo Cristo (eu não falo daquelas que foram deformadas), mas as palavras reais através de algumas parábolas, são portadoras da Vibração original não falsificada. Não basta querer a Luz, não basta querer a Verdade, o mais importante é aceitar morrer a si mesmo, para encontrar a eternidade, mas, isso, o Cristo lhes falou brilhantemente. ANAEL – 31 de julho de 2009

129

Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: www.mestresascensos.com

COLETÂNEA: SE VOCÊS TÊM MEDO, É PORQUE NÃO ESTÃO NO CORAÇÃO - AUTRES DIMENSIONS

“Tudo está no lugar para que se levante a aurora desse dia. Não escute aqueles que lançariam medo, porque não há medo em nosso retorno de um ao outro. Somente aquele que não sabe ainda pode ter medo.” A FONTE – 12/04/2001

"Mas, para viver o Espírito, não pode existir a menor personalidade, o menor confinamento, o menor medo. Tudo deve ser Abandonado e Crucificado, para o Espírito. Vocês não podem viver e vocês não poderão viver os dois."
“Mas vocês não podem ser a Luz, e ser a personalidade. A personalidade deve ser transmutada, pela Graça da Luz, e na totalidade. Porque a personalidade é apenas mantida pela pré-existência do medo, inscrito em suas estruturas e absolutamente não pelo Espírito.” ANAEL - 24-10-2011 “A consciência de cada humano tem apenas duas escolhas e unicamente duas escolhas: o medo ou o Amor. Cada dia, cada sopro que se escoa no desenrolar do último Sopro da Terra nesta Dimensão propor-lhes-á, permanentemente, viver o medo ou o Amor.”

130

“Paralelamente ao Canto da Terra e do Céu, o canto do medo eleva-se também. De seu Amor decorrerá a vitória total, já assegurada, do Amor, mas, sobretudo, vindo apagar e transcender o canto do medo.” “A Cerimônia que nós impulsionamos juntos, nesse dia, não pode mais acompanhar-se de qualquer volta atrás ou de qualquer regressão. Tudo pode apenas progredir mais na Luz Una. Somente alguns medos ou alguns egos, ainda presentes entre as Sementes Estelares podem gritar o inverso, pelo medo. Mas mesmo esse medo, devido aos seus alinhamentos, vai enfraquecer” MIGUEL – 14/04/2011 “Relação com o Medo Personalidade de 3DD/ego: Principal sintoma: Não perceber o seu complexo de perseguição exposto com muita evidência no que consome, fala e expressa. Estes, claramente não sabem o que fazer, pois não vão além do medo explícito em suas consciências e comportamentos. Alertar sobre “coisas perigosas”, sobre fatos e realidades na base da desconfiança e suposição, é simplesmente fazer terrorismo e EVIDENCIAR um estado tenso baseado no desconhecido. O medo nada mais é do que temer o desconhecido. Essência/alma: Eu não preciso de assuntos que promovam o medo para aprender a não ter medo. Compreendo que só há uma maneira de ser superior ao desconhecido e forte: Ser Mestre de Si. Desenvolver verdadeiramente a completude desta mestria, promove o auto controle e um nível de consciência que alcança todas as respostas adequadas a qualquer situação. Sem esquecer de enxergar o óbvio e não caminhar com a manada.” VOCÊ É CONTROLADO PELO MEDO? É HONESTO CONSIGO? “Este amor humano, em geral, pode se exprimir sob uma forma de emoção, sob uma forma de afeto, pode se exprimir com um apego, pode se exprimir como uma privação ou como uma plenitude. Mas em algum lugar é sempre subjacente ao elemento medo. Este elemento „medo‟ está associado, diretamente, à possibilidade ou à probabilidade da perda que está inscrita desde a própria instalação de uma relação, mesmo se, é claro, nem o familiar, nem o cônjuge ou a cônjuge, realmente pensa que algo vai separar o objeto de seu amor dele mesmo.” “Enquanto que, no Amor CRISTO, na Consciência Unitária, que se revela atualmente, a experiência que será realizada é uma noção de ausência de medo, uma noção de ausência de projeção, uma noção de ausência de „medo de perder‟.” “O Amor CRISTO jamais pode ter medo.”

131

AMOR HUMANO E AMOR CRISTO - IRMÃO K “A ativação de circuitos de Luz novos, entre seu peito e sua cabeça, permitiu, para alguns de vocês, já, iniciar o processo de Ressurreição.

O que eu gostaria de lhes dizer, como Mãe, é que não é preciso absolutamente temer o que quer que veicule ainda esse Mundo em seus últimos instantes de sua separação.
Lembrem-se de que nenhuma vida pode existir sem Luz e que, mesmo aqueles de meus Filhos que estão desviados da Luz ainda, pelo momento, não poderiam eles mesmos existir sem Luz e que o medo que os habita pode conduzi-los a alguns extremos, tal como vocês podem hoje constatá-lo nos eventos de seu mundo de superfície. Mas isso não pode, de modo algum nem de maneira alguma modificar a reunificação da Terra com o Céu e com a Unidade. Em nenhum momento vocês devem se deixar seduzir pelo mental e pela aparência.” “O medo é apenas a ausência de Amor. Todo medo está aí apenas para lhes chamar a atenção para encontrarem ainda mais o Amor que vocês são.” “A hora chegou do abrasamento de Cristo em vocês, porque a hora chegou para ele vir como um ladrão na noite. Então, agora que sua Casa está quase totalmente limpa, não sejam mais assaltados, de maneira alguma, por qualquer pessoa, por qualquer evento exterior que faria apenas traduzir um medo. Queiram considerar que vocês não são jamais o medo, que, acolhendo o Amor, o medo não pode mais eleger domicílio nem em sua cabeça, nem em outro lugar.” “É claro, aqueles de seus Irmãos e de suas Irmãs que cultivam o medo quererão conduzilos para o medo deles. Cabe a vocês acolher e manifestar o Fogo do Espírito.” “Alguns de vocês, no que a humanidade vive nesse momento e que lhes foi tanto e tanto explicado pelo bem amado João pode, efetivamente, traduzir-se, para aqueles que não vibram ainda no Templo Interior, por medos. E é aí que seu papel essencial, o sentido mesmo de sua Presença e de sua missão, ainda, sobre esta Terra, se desvenda a vocês”. “A Passagem da garganta, a Abertura da boca, a realização do que o Arcanjo Miguel chamou o Tubo de Cristal ou a Lemniscata Sagrada permite-lhes, agora, em Consciência, irradiar a Luz do Amor sobre a contração do Medo. O medo é um confinamento. Nenhum medo poderia se justificar assim que a Presença se instala e se revela, assim que o Arcanjo Uriel estabelece, inteiramente, sua Vibração em vocês.”

132

“Nós responderemos, a cada vez que for necessário, ao seu apelo. Nós responderemos, também, aos medos e aos choques de algumas almas, de alguns Irmãos e de algumas Irmãs. Guardem presente no espírito que será feito a cada um exclusivamente segundo sua Vibração, segundo sua Consciência e que, para além da Ilusão e para além das projeções exclusivamente ligadas aos medos, tudo é Alegria e tudo é destinado a ser Unificado.” MARIA – 27/03/2011

Questão: sinto, ao mesmo tempo, uma atração e um grande medo da Luz.
Bem amada, onde nasce o medo? O medo nasce ao nível da personalidade, dela faz parte permanente. Assim, portanto, enquanto você mesma está identificada ao seu medo, isso significa que você considera que seu medo é uma manifestação de si mesma e, portanto, esse medo está inscrito na personalidade.

Não há qualquer meio de lutar contra o medo, porque lutar contra o medo reforça o medo.
Não há jamais possibilidade de superar o medo por seu domínio ou seu controle. Isso é possível na personalidade, mas, então, ele será substituído por outro medo. A transcendência do medo é, já, não mais estar identificado aos seus medos porque, efetivamente, em seu Ser verídico, você não é absolutamente esse medo. O fato, portanto, de sentir-se incomodada, você mesma, por seu próprio medo assinala, de maneira formal, que você se identificou a ele e o que se identifica a ele, sempre, é a personalidade. A transcendência do medo é já ligada, primeiramente, à não identificação a esse medo. Eu os remeto, para isso, ao que exprimiu Sri Aurobindo sobre o choque da humanidade, porque tudo está ali. Isso corresponde ao desvendamento da Luz na humanidade: a irrupção do desconhecido no conhecido.” ANAEL – 07/04/2011 “Essa

onda de choque não pode ser amortizada por qualquer reação de medo, mas, unicamente, por um processo de integração cada vez maior da Luz. Porque é inegavelmente o mesmo processo que desencadeará, junto àqueles cujas Coroas estão ativas, sua realização e sua

133

Ascensão, mas também, pelo processo de decantação, para aqueles que estão no medo em nome de Crenças obsoletas, uma sobrecarga de peso da consciência e um terror.
Isso está em curso. Não é mais tempo de esconder isso de vocês." “O que vem não é de modo algum um processo mórbido, mas, efetivamente, um processo de despertar total. E, é claro, o que resta da personalidade, porque vocês estão encarnados ainda, têm medo desta Liberação, ainda que a personalidade clame e aclame sua sede de Luz." ANAEL – 29/03/2011 “É preciso admitir e considerar que as sombras (ou as dificuldades ou resistências) que se manifestam fora de seu caminho de vida, qualquer que seja, são, em definitivo, apenas a resultante de sombras ou de medos, se preferem, que existem no Interior”. ANAEL – 05/03/2011 “Enquanto vocês vivem um medo e dizem: "tenho medo", a Unidade não pode estar aí, porque a Unidade não é o medo. E enquanto vocês dizem: "quero lutar contra um medo", quem é que luta? É a personalidade. Enquanto a Luz fará o trabalho, de qualquer modo, muito melhor do que vocês.” AÏVANHOV – 23/10/2011 “A

magnetosfera está quase destruída. Os pólos estão basculando fisicamente. É real.
Tudo isso vocês vivem.

Se vocês têm medo é que não estão no Coração.
É tão simples assim. Não pode existir medo na Vibração do Coração. E Um Amigo tem insistido longa e longamente: Consciência igual Vibração.” AÏVANHOV – 21/01/2011 “Filhos do Um, Unificados ao Um, o Tempo chegou de não mais viver o mínimo medo, porque o Amor está além do medo, porque a Luz vem, enfim, despertar, inteiramente, o Coração do Ser e o Coração da Consciência, magnificando sua Presença no Si despertado, no Si realizado, no Si e no mundo, a fim de que esse mundo não seja mais alterado por quem quer que seja e pelo que quer que seja” URIEL – 25/10/2011 Trechos extraídos das mensagens do site

134

http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: Beth Rodrigues via: http://minhamestria.blogspot.com

COLETÂNEA: O PRESENTE DO SILÊNCIO - AUTRES DIMENSIONS

"Muitos seres humanos pensam exprimir a própria intuição quando fazem escolhas, mesmo quando estas são energéticas. De fato, elas traduzem, de maneira Vibratória, mas limitada, apenas a adesão e o acordo deles com sua própria Verdade, procedente das próprias crenças e do próprio ego. Aqui e Agora permite aceder a outro estado, a outra Consciência, onde o conhecimento vem do Coração, onde o conhecimento não vem do que era chamado o 3º olho, mas vem realmente da Coroa Radiante da cabeça, que fecundou a Coroa Radiante do Coração, reunificadas pelos pontos ER. Assim, instalar-se no Aqui e Agora é fazer calar o mental, é fazer calar as emoções. Assim, se manifestam-se em sua vida estados emocionais exacerbados, fora mesmo de seus estados Interiores, assim, mesmo se em sua vida manifestam-se preocupações mentais (essencialmente ligadas, por exemplo, nesse momento, aos medos ou às projeções de medo existentes em relação aos eventos que vive a Terra), vocês não podem penetrar o Coração, vocês não podem estar no Aqui e Agora. Progressivamente e à medida que vocês se centram no Aqui e Agora, pela Vibração, bem além do Fogo do ego, vocês poderão começar a viver estados Interiores de Paz, onde nenhuma preocupação mental ou emocional pode vir perturbar, mesmo, sua marcha nesse mundo, efetivamente fora de seus estados de alinhamento ou de meditação porque, para que serve viver estados Unificados, quando de suas meditações, se fora desses períodos vocês recaem sob o controle e a apropriação de seu próprio ego?"

135

Anael (01-04-2011) "O mais importante é abrir-se à Luz. A interferência e a atividade do mental é frequentemente um obstáculo, sobretudo quando esse mental foi forjado por uma busca, dita espiritual, exterior, compreendendo tanto elementos do simbólico como conhecimento dito esotérico. O mais importante é a Luz. A Luz é Vibração, a Luz é Consciência ilimitada, instalada no instante presente.

Se vocês chegassem a fazer calar, ainda que alguns segundos, inteiramente, o sentido de sua identidade na personalidade, a atividade mental e a atividade de suas emoções, instalando-se nesse silêncio, ainda que por alguns minutos, a Luz se derrama.
Esta Verdade que eu enuncio será cada dia cada vez mais potente e cada vez mais invasiva, de algum modo". Anael (12-03-2011)

Questão: como fazer calar o mental?
Pela Vibração. A Vibração tem a capacidade de fazer calar o mental. É portanto desejável, para fazer calar seu mental, polarizar sua Consciência e seu mental, ele mesmo, na Vibração. Quanto mais a Vibração se acelerar, mais sua Consciência elevar-se-á, e mais o peso das crenças e do mental tornar-se-á insignificante diante da potência e amplitude da Vibração. Você não pode fazer calar o mental com o mental, porque o mental é, por Essência, dual. Não se esqueça que o que você chama, em seu mundo, o mental e a emoção, é diretamente vindo da matriz e que os mundos Unificados não conhecem as emoções e não conhecem o que vocês chamam de o mental. Nós, certamente, sim, como seres que estiveram encarnados nesta Dimensão, nós sabemos e vivemos o que representa o peso do mental e das crenças, quaisquer que sejam, na manutenção da ilusão e da dualidade. Um Amigo (16-06-2010) "Assim como nós o dissemos, uns e outros, ainda que Um Amigo lhes dê o significado principal dos novos circuitos energéticos, o importante não é o significado, mas, eu repito, a Consciência que vocês colocarão naquela vivência. Guardem em algum lugar em sua consciência esse princípio de Inteligência da Luz que estará trabalhando, de modo multiplicado em vocês.

Se vocês conseguem, no momento em que este afluxo de Luz se manifesta, fazer calar o mental (qualquer que seja a atividade que vocês
escolham naquele momento, seja uma não atividade, uma meditação, uma pintura, uma atividade manual ou simplesmente uma sesta), é naqueles momentos que se realizará a

136

integração da Luz, é naqueles momentos que vocês serão invadidos por esta forma de implosão ou de explosão da Luz, no interior da estrutura física". Anael (29-03-2011)

Questão: como fazer para saber por quê sente-se cortado da Vibração?
Há duas palavras, já: como fazer, e saber. Mas você não pode Ser e saber. Você não pode fazer e Ser. Portanto, é preciso parar a bicicleta. Enquanto você se coloca a questão de como fazer ou saber, você não está no Ser e, estar no Ser é não saber e não fazer. É justamente parar de saber e parar de fazer, uma vez que a Luz está aí, nós o dissemos milhares de vezes. Portanto, é o mental que os remete sem parar no como fazer. E no «eu quero saber». E no «eu quero compreender». Mas a Vibração, ela é tudo, exceto isso. Se você conseguisse fazer calar o «eu quero saber» ou «como fazer», você viveria instantaneamente seu Samadhi. Portanto, o único obstáculo é você mesmo. Mas é válido para todo o mundo, é claro, hein?

Isso se chama fazer o Silêncio, isso se chama meditar, isso se chama alinhar-se, isso se chama tudo o que vocês quiserem.
Mas não o fazer e não o saber é justamente parar de fazer e parar de saber. Então, em outros termos, isso se junta à Humildade e à Simplicidade. Enquanto vocês manifestam «eu quero compreender», «eu quero saber» ou «como fazer», não é o Ser quem fala, é a personalidade. E é obrigatório. É sempre a personalidade que quer compreender, compreender com o intelecto, compreender as Vibrações com um pêndulo, que quer compreender a astrologia, que quer compreender tudo, tudo, tudo, esperando tocar a Luz. Mas vocês não podem tocar a Luz assim. A única porta é o Coração. E apenas você é que pode abri-la, nós o dissemos também, sempre dissemos. Aïvanhov (08-04-2011) "Hoje, o Anjo Uriel, em sua Presença, presentes em nós mesmos, nós vamos revelar e permitir resolver a equação, fazendo-os passar do barulho ao silêncio, da agitação ao movimento de vida, fazendo-os passar da falsa profundez à verdadeira Unidade, da falsa precisão a AL". "É tempo de elevar o silêncio.

137

Pois, no

silêncio de suas palavras, pois no silêncio de seus olhos, então aparece a Verdade, toda nua, permitindo-lhes transcender e ultrapassar as
últimas Ilusões, os últimos desejos, aqueles que os conduzem à densidade. Hoje, vamos rumo à nova Atração, aquela de

AL, aquela da Unidade, a nova Visão,

aquela de AL, aquela da Unidade. Vejam e percebam, no silêncio das palavras e no silêncio dos olhos, o que se revela, em Beleza e em Verdade: seu Espírito. O Espírito da Verdade, o Espírito da Eternidade. Canto novo, nascido do silêncio. Silêncio da Ilusão onde nenhum sinal pode vir alterar o Espírito em revelação". "Instante único da História, levando-os e retirando-os da História, fazendo-os penetrar a Eternidade, lá onde não existe qualquer densidade conduzindo-os a comprimir o tempo, a comprimir o espaço, a fechá-los em um corpo de desejo, que nunca é satisfeito, onde jamais a sede é saciada pois a Água da Vida não é mais dada a vocês. Ele vem dar-lhes a Água da Vida, a Água da Verdade pois Ele é a Água do Céu, a Água do mistério, vindo pôr fim às águas matriciais, aquelas da falsidade, aquelas da falsa profundez. Isto é Agora. Preparem-se para acolhê-lo, no silêncio. Que seus olhos não vejam mais a Ilusão. Que sua boca não professe mais qualquer palavra se esta não se tornar Verbo". "Isto, por 3 vezes e 3 dias, permitindo-lhes, aqui como em outros lugares, no momento vindo, quando da revelação total do Anjo METATRON, em sua carne, voltar-se em direção ao Espírito, fazer calar a carne, a fim de transcendê-la, de aclará-la e de se tornar Espírito da carne. Três dias, sem palavras. Três dias sem olhar, a fim de que, três vezes, a Porta Última seja passada, o instante da Verdade, o instante da Beleza, fazendo-os transcender todas as esferas do medo, da profundez falsificada, da precisão alterada, retornando à verdadeira Profundez da Unidade, à verdadeira Precisão de Alfa". "Ousem. Ousem Ser. Ousem fazer silêncio de palavras, ousem fazer silêncio dos olhos a fim de acolher aquele que vem, como um ladrão na noite para aquele que não a aclarou". "Ousem ir rumo ao que é o que vocês são, no desconhecido, na Beleza, na Glória da Existência. Desviem-se do que os acorrenta. Desviem-se de seus medos pois vocês não são o medo. Para isto, façam silêncio, silêncio de palavras, a fim de que o Verbo se faça carne em vocês.

138

Silêncio dos olhos a fim de que a Visão autêntica deslumbre, da Luz, sua Presença. Filhos, Filhos do Um, a hora chegou de criar sua Verdade, além de toda criação fechada. Para isto, escutem, como eu lhes disse, o Canto da Unidade, o Canto de sua Presença". "Escutem. Escutem o Silêncio. Saiam do barulho: aquele de suas emoções, aquele de seu mental. Não busquem nada pois tudo está aí, totalmente. Pois o instante é de Eternidade. Bendita seja a Graça que se revela. Filhos do UM, realizem o que vocês são". "Espaço de silêncio. Pois no silêncio, aquele de seus pensamentos, de suas palavras, de seus olhares e de suas emoções, chega e floresce a Unidade". Uriel (06-07-2011) "É apenas na rendição da consciência pessoal, da consciência "egotista" que pode se viver esse mecanismo de Passagem, de Basculamento, de Reversão e de Ressurreição. É preciso, dito em outros termos, fazer calar tudo o que pertence ao ego. E a vontade de viver está indiscutivelmente ligada ao ego que, sabendo muito bem o que ele faz, fecha-o em uma ilusão, fazendo-o crer que você vai ser livre. Dito também de um outra maneira que eu já disse: enquanto vocês não estão Abandonados, vocês não podem viver a Luz. Enquanto vocês não são Crucificados, vocês não podem viver a Luz, na totalidade. Enquanto vocês não renunciaram, vocês não podem viver este Abandono". Anael (11-08-2011) "Hoje, a Clareza é superar a separação, é superar o isolamento da consciência. É levando o olhar e a atenção sobre este ambiente, esta natureza, é reforçar, ao mesmo tempo, a capacidade da consciência para fundir com si-mesma como com todo o resto. É realmente um caminho para a Unidade. Ir para o ambiente, ir para a natureza, é também ir para Si, porque é superar a separação da consciência do ser humano encarnado com a consciência da natureza. É desenvolver a Clareza, o silêncio. É ir à profundidade de Si, porque o olhar amoroso e a atitude amorosa para com o ambiente os remetem a vocês mesmos, para mais Clareza, para mais transparência, para mais silêncio. Nos tempos que vocês vivem, do despertar e do vôo da Fênix, onde o barulho do mundo vai tornar-se incessante, não é necessário excluírem-se do mundo. Entrar no Interior de Si não é isolar-se. Não é necessário ver a interiorização como um recesso, mas efetivamente como um desenvolvimento, um pouco como uma respiração". Snow (06-03-2011)

139

"Eu sou RAM. Eu venho falar, pelas palavras, pela Vibração e pelo Silêncio". "O Fogo chama o Fogo. Aí está o sentido do coletivo em sua individualidade, aí está o sentido do Amor e a inteligência do Amor, pela Vibração comum do Fogo do Espírito na célula, na Consciência e, sobretudo no Coração. Esse retorno ao Fogo do Espírito, esse novo Sopro, tendo feito apenas um exato retorno à Unidade. Não resistir, não se opor, aquiescer e integrar é, de algum modo, vital para deixar o Fogo do Espírito estabelecer-se sem entrave. Senão, o Fogo insinuar-se-á na personalidade, traduzindo então o fogo do ego, inflação do que é limitado, manifestando-se, então, não mais sob forma de Alegria, de Paz, Sat Chit Ananda, mas sob a forma de emoções as mais bárbaras e as mais impulsivas da humanidade". "O Eterno construindo-se no efêmero, permitindo, justamente, por fim ao efêmero. Escutemos isso pela Vibração.

... Efusão Vibratória...
E ouçamos isso pelo Silêncio.

... Efusão Vibratória..."
Ram (10-04-2011) "Nós somos Um. Nós somos Um, no Coração. Nós somos Um, na Fonte e na Vibração. Nós somos Um, também, no silêncio. Nós somos Um, por toda a parte e eternamente. Nós somos Um, aqui também". Uma Estrela (13-03-2011) "A reversão é uma inversão total do sentido, da função, do movimento. O que era contração e densidade tornar-se-á expansão e leveza. O que era peso tornar-se-á ausência de peso. O que era falso dará lugar ao verdadeiro. Eu intervenho neste espaço preciso de reversão. O que vocês vivem é preparação. O que vocês vivem é preparativo. Essa fase necessita silêncio e apaziguamento.

Silêncio e apaziguamento apenas podem ser alcançados através da ausência de ativação do que contribui para a ilusão.
Assim, a passagem da vibração da Luz vibrante, em meio às suas estruturas, em meio à sua Consciência, deve agora, neste espaço como em outros locais, passar pela Cruz, pelo centro.

140

O que estava à esquerda deve ir para a direita. O que estava embaixo deve ir para cima. O que era interior deve se tornar exterior, a fim de que não haja mais distância e separação entre o que estava separado, dividido. Isso necessita silêncio.

A reversão é Silêncio: silêncio de palavras, silêncio de pensamentos, silêncio de emoções, permitindo manter o Templo Interior do Coração pronto e limpo para deixar vir o Fogo ardente do Sol, para renascer como filho ardente do Sol, preparando a vinda, o retorno, de Ki-Ris-Ti.
O momento em que tudo para, a fim de que nasça o novo sopro: parada da Terra, parada da vida que não é fim, mas reversão. A vibração da Luz, nesta estrita Unidade, permite, se a acolhem em seu Templo, viver, através do Silêncio, a preparação da libertação. A porta é o Coração. A chave é você mesmo. Essa porta deve se abrir, ela apenas abre na pacificação de vocês próprios com vocês mesmos, de vocês próprios com o mundo. Vocês devem integrar o fato de estar neste Mundo, mas de não ser deste Mundo. Isso também necessita aquiescer à intensidade da Vibração, realizável pelo Silêncio de palavras, pelo Silêncio de pensamentos e pelo Silêncio de emoções. Pacificação de vocês com vocês mesmos e de vocês com cada outro; isso apenas se realiza em meio à Vibração Infinita do Silêncio Interior e em nenhum outro lugar. Vocês estão na época em que o mundo, em sua inteireza, retém seu sopro porque um novo sopro vai soprar. Há, nessa espera bem real, necessidade de se estabelecerem em sua Presença que é Silêncio de palavras, de emoções. A visão exterior deve se tornar visão Interior. A emoção deve secar para se tornar vivente em seu Coração. O pensamento deve secar para que o Sopro do Espírito fale a vocês". Uriel (26-06-2010) "No silêncio, a palavra se torna Verbo, Sopro e Vibração. Ser dentro do Ser é ser livre, não mais se esconder, se envolver de ilusões. Ser e Vibrar no som do silêncio e da imensidão. Assim, em seu silêncio Interior, eu expressarei Verbo, Vibração, Verbo, Luz. Juntos, unidos e unificados na Unidade, no silêncio, o Verbo se desperta". "Dentro do templo da luminescência do Ser, se escuta o silêncio, vazio e pleno, da Fonte infinita. Chamemos ao nascimento do novo, do Indizível e do Infinito, unidos em vocês, unidos em mim, unidos no universo. Espaço sem limite algum, onde se estende a infinita bondade, a infinita criação: a Fonte. Acolhamos Vibração, silêncio".

141

"Ser, acolher a Fonte, se tornar Sol. Som e silêncio, onde nada esconde nem vem separar. Vibração. Ser é Paz. Ser: não mais parecer e não mais se esconder. Revelar-se na beleza. Paz. De seu Coração a meu Coração: a Paz. Unidos e Unificados. Vibração. Sopro. Respiração que se torna abrasamento no Ilimitado.

Silêncio onde se revela a Verdade, Una.
Verdade Uma que é Consciência Ilimitada". Um Amigo (25-06-2010) "Contudo, esta aproximação do Cristo e de seu corpo de Existência necessita que o corpo de personalidade faça o silêncio. O silêncio apenas se encontra no alinhamento de vocês mesmos no Aqui e Agora. O Aqui e Agora é totalmente independente do escoamento linear do tempo e do espaço em sua Dimensão, ainda dissociada. O Aqui e Agora é, portanto, fora do espaço-tempo linear e fora de sua própria localização em seu espaço de personalidade: o silêncio (silêncio do passado, silêncio do futuro, silêncio do mental, silêncio das emoções), permitindo aproximar-se da Vibração da Unidade". Sri Aurobindo (01-12-2010)

Questão: poderia desenvolver sobre o Silêncio no Ilimitado?
Dentro de todos os ensinamentos tradicionais, em todas as correntes e todos os povos, não pode haver acesso a outra manifestação da Consciência sem a passagem por esta etapa do Silêncio. Esse foi o objetivo da meditação, da oração, de algumas ginásticas chamadas de Yoga, em meu país como na China ou outros lugares.

O Silêncio, fazer silêncio, consiste em, pouco a pouco, apagar o conjunto de sinais da projeção da Consciência no exterior de si.
Como o sabem, sua manifestação, nesse mundo, é apenas uma projeção. Projeção modificada e alterada, tendo provocado, pela reprodução da experiência, a perenidade da referida experiência de projeção. Assim, portanto, é desejável, e indispensável, realizar a extinção dos sentidos, a extinção de todo sinal exterior, para descobrir o que está no Interior, que não permite aparecer ao olho da Consciência comum, enquanto ela funciona. Do mesmo modo que o sonho se manifesta de modo comum durante o sono, é o mesmo para a Consciência.

142

Assim, portanto, no sono, que se caracteriza por uma imobilidade do corpo, dos pensamentos, é aí que pode se manifestar outro aspecto de sua Consciência que, habitualmente, não está aparente. No que se refere, também, ao Supramental, aquele que só pode aparecer, assim como expliquei em minha vida, no Yoga Integral, pela dissolução do mental. Isso se chama meditação, atenção, oração, segundo o método que vocês empregam para ali chegar. Vocês não podem chegar a entender seu Coração, em todos os sentidos do termo, colocando-se na cabeça. Vocês não podem estar na escuta de seu ser Interior, qualquer que seja o nome que vocês lhe deem, sem fazer calar o que vem do exterior. Do mesmo modo que, quando fui São João, necessitei de uma reforma intensa, durante muito numerosos anos, para estar apto a recolher as palavras de Cristo. Esta preparação foi muito longa, várias dezenas de anos na penumbra, limitando o mais possível a Consciência exterior, comum. É apenas nesse preço que pude estar na escuta, em meu ser Interior, das palavras de Cristo. É muito difícil, para o ser humano, deixar se exprimir, no mesmo tempo e no mesmo espaço, a consciência comum e a Consciência Supramental. É ou uma ou a outra. Do mesmo modo que vocês não podem conduzir um automóvel e olhar um jogo do que quer que seja. É o mesmo para a Consciência. O silêncio dos sentidos, dos sinais da consciência exterior, é uma preliminar indiscutível para o estabelecimento do Silêncio Interior e sua plenitude. Esse Silêncio não é o Vazio. Ele é Pleno. Pleno da Vida e da pulsação da Vida. A tal ponto que, antes de ali chegar, frequentemente é ouvido o que eu chamaria de canto da Vida, ou som da alma, ou som do Espírito. E é no curso desse som da alma e do Espírito, que pode se estabelecer o Silêncio Interior. Na China, isso foi chamado de vacuidade, no Tao. Mas qualquer que seja a tradição, qualquer que seja a civilização, as palavras são diferentes, mas o princípio e a realidade são as mesmas".

Questão: Silêncio Interior e Alegria Interior são da mesma natureza?
Inteiramente. A Alegria Interior é um estado do Ser, independente de qualquer circunstância exterior e um estado de plenitude, de imobilidade e de movimento extremo, ao mesmo tempo. Sri Aurobindo (27-06-2010) "O Silêncio de que quero falar-lhes não é unicamente um Silêncio de palavras ou de sentidos, se bem que faz parte.

143

O Silêncio de palavras e o Silêncio dos sentidos é uma prévia ao Silêncio, porque é nesse primeiro Silêncio que a consciência, não estando mais voltada numa atividade que eu qualificaria de exterior, no sentido da ilusão, pode, enfim, tentar se voltar, ou mais exatamente voltar novamente, para a Essência ou para o Ser.
Todos os processos que visam a concorrer a esses pequenos silêncios vão permitir aproximar-se do Silêncio Interior, permitindo, a seu turno, um mecanismo de acesso à sua Eternidade, sua Existência. Não pode ali existir percepção e consciência do que vocês são, para além da ilusão, enquanto sua consciência está centrada na mencionada ilusão". "Torna-se portanto urgente, efetivamente, fazer Silêncio no mundo exterior, fazer Silêncio em você mesmo, do que participa da ilusão, para poder desabrochar para o Eterno. E isso é possível apenas se os sinais pertencentes irremediavelmente ao mundo da ilusão se apaguem, de maneira temporária, permitindo-lhes, neste espaço restrito (que muitos chamaram de “meditação”, mas que, de fato, é apenas isso), tocar e Vibrar na Verdade". "Esse Fogo do Amor apenas pode se revelar se há Silêncio, efetivamente. Esse Silêncio deve ser, prioritariamente, estabelecido em vocês, a fim de se traduzir, progressivamente, no mundo ilusório. O silêncio é portanto um instante e um momento, observável na consciência, onde a interrupção dos sinais exteriores vai tornar possíveis os mecanismos Vibratórios no Coração e, agora, na Dupla Coroa da Cabeça, permitindo-lhes, por esses dois vieses, penetrar a Eternidade, em toda Lucidez e em toda Consciência e transfigurar a Verdade da Luz Vibral quando de seu retorno na ilusão". "Ir até o final, é, certamente, agora e mais do que nunca, recusar o que pertence à ilusão, mesmo em suas meditações. Ir à Vibração mais pura e levar a sua Consciência sobre a Vibração, aquela percebida na Coroa Radiante do Coração ou ainda na dupla Coroa da Cabeça, para ali estabelecer-se. E quando você ali se estabelece, há Silêncio Interior, desta vez. Silêncio de tudo o que não é a Eternidade. Não há, por conseguinte, mais imagem, não há, por conseguinte, mais vozes. Há exatamente: Ser". Sri Aurobindo (09-08-2010) "No Silêncio do parecer, no Silêncio das palavras, no Silêncio das atrações, no Silêncio da Visão, aparece a Luz do Um, desvendando tudo ao redor de vocês, ao mesmo tempo que em vocês, o Éter de seu Sopro". "Escutem. Escutem o Som do Um.

144

Vejam, com a Visão penetrante, seu Silêncio e sua Majestade espalhando-se em fanfarra no interior de suas células, no interior de sua alma, desvendando o Espírito, desvendando a Verdade, expandindo ao infinito sua Presença". "Ouçam o Som, ouçam as trombetas, ouçam a harpa, ouçam os instrumentos do Trono da Fonte vindo a vocês. Abram.

Abram-se no Silêncio.
Abram-se na alegria. Abram-se no movimento. Presença". "Instante único porque, no Um, tudo é único. Porque, no Um, tudo é Canto. Porque, no Um, tudo é Silêncio. Canto e Silêncio, sem oposição. Canto e Silêncio, inscrito no firmamento da Criação, das Criaturas e dos Criadores". Uriel (12-04-2011) "Naquele momento, não há que lutar contra o mental, há que se estabelecer na Vibração e na respiração, permitindo então à Consciência, calcando-se na percepção da Coroa Radiante e na percepção da respiração, penetrar, inteiramente, este espaço chamado o Samadhi. Esse Samadhi realiza-se a partir do momento em que há realmente ativação da Coroa Radiante do Coração. Naquele momento, o ser vai penetrar cada vez mais os espaços de silêncio mental em que, pouco a pouco, a personalidade vai se dissolver no Si, no Âtman, como foi chamado pelas tradições orientais. O silêncio do mental não é uma condição prévia, é a consequência do estabelecimento na vibração da Coroa Radiante do Coração. Isso é, hoje, grandemente facilitado, de um lado pela reversão do Triângulo dito Luciferiano e, de outro lado, pela liberação do núcleo intraterrestre da Terra, como a liberação do Sol, permitindo-lhes Vibrar diretamente em uma etapa além, que é o alinhamento e a ressonância do Triângulo Tri-Unitário. Assim, naquele momento, ainda que não haja o que vocês chamam o silêncio mental, o som chamado Nada se modifica nos ouvidos. Ele se torna muito mais amplo, a Vibração do Coração é substituída pela Coroa Radiante do Coração, dando um sentimento de vastidão e de imensidão no peito. Naquele momento, a Consciência pode, inteiramente, se imergir nesta respiração do chacra do Coração, mas que não é mais o chacra do Coração. É por isso que nós o chamamos Fogo do Coração". Anael (05-11-2010) "Silêncio de palavras, despertar da Vibração. Silêncio permitindo nascimento do som, da Vibração.

145

Acolhamos, no silêncio e na Unidade: Presença a Si, Presença do Um, Presença da Fonte, Una e indestrutível. Alegria. Retorno e Reversão. Vibração. Unidade. Silêncio de palavras.

Silêncio daquele que mente ao AL, o mental, a fim de que AL desvende
a língua dos sons, na Presença". Uriel (12-03-2011) "Instante. Instante de Silêncio no qual, enfim, é possível viver a Comunhão, aquela do Espírito Unificado, Vibrando em Uníssono ao Coração dos Universos, à Fonte. Juntos, percorramos o tempo e o espaço do Silêncio. Momento em que nenhuma outra presença pode vir perturbar o tempo da serenidade, o tempo da Unidade. Juntos e no silêncio, abramos bem a boca do Coração. Pulsação. Vibração. Presença e Silêncio". Uriel (20-06-2011) "Bem amadas Sementes Estelares, após ter chegado, pela minha Presença, em meio à sua Presença, adicionarei algumas palavras e, sobretudo, de novas Luzes, pela Vibração, o Silêncio. Silêncio ao seu Mundo, Silêncio ao seu Mental, Silêncio às suas emoções, permite manifestar a Presença e viver, pela Graça da Fonte, o alinhamento em meio ao Templo, permitindo-lhes revelar e despertar sua Dimensão de Eternidade, ali onde tudo é Uni e não uni-forme, ali onde tudo é Um. Pela vibração do Fogo do Amor, Fogo do Coração despertando em vocês a imensidão e o ilimitado, contato e emergência da Verdade.

Tudo o que é falso, em meio ao Silêncio, se extingue, quando se acende o Fogo da Verdade, da Eternidade, em vocês e por vocês".
Uriel (01-07-2010) "Ir para onde Ele está, é ir para Si. Pulsação e Vibração. Presença e Unidade. Cristo e Unidade. Luz da Unidade. Silêncio do som. Silêncio de Sua Presença.

146

Apelo e ressonância. Chame. Chame-o. Ele está aí. Si(s) revelado. Seja a revelação. Unidade". Uriel (30-04-2011)

Questão: poderia desenvolver sobre o silêncio mental? Então, o silêncio mental consiste em ser como a superfície de um lago sem rugas, ou seja, que não há mais emoção, não há mais pensamento.
Você é capaz, na meditação, parar todo pensamento e toda informação que chega à sua Consciência? O silêncio mental é isso. É a condição «sine qua non» para que se estabeleça o Supramental. Não há nada mais a dizer sobre o silêncio mental. Aïvanhov (22-06-2010) "Esses períodos de Silêncio Interior, onde nada mais existe além da Presença a si mesmo. Isso é o Samadhi. Isso se acompanha de espaços Vibratórios, de espaços de Luz e sobretudo de espaços de Unidade e de Unificação. Obviamente, isso passa por um aprendizado. Este aprendizado necessita girar sua Consciência para este Estado, a fim de que, após um certo número de experiências, vocês possam ser capazes de viver no mesmo estado, mesmo nas ações, no Fogo do Coração, no Fogo do Amor, no Fogo da cabeça e agora no Fogo do sacrum. Neste espaço de unificação chamado Samadhi, o exterior não tem mais tomada sobre vocês. São vocês que agem sobre o exterior. Não pelo querer, mas simplesmente por sua Presença. Se sua Presença fosse suficientemente grande, vocês poderiam mudar a face do mundo instantaneamente. Vocês poderiam deslocar montanhas, vocês poderiam parar o curso do sol no céu. É isso que, hoje, vocês são chamados a realizar coletivamente". Anael (16-04-2010) "A

qualidade da instalação e a qualidade de desenvolvimento da estrutura Supramental, chamada Corpo de Existência, podem fazer-se apenas se há silêncio mental.

147

De fato, a particularidade do mental é sempre procurar uma forma de apropriação da Luz e colocar esta Luz ao serviço, não do Coração, mas da personalidade. Até tempos próximos, esta Luz esteve disponível. Alguns seres aceitaram, em Consciência, abandonar-se inteiramente a esta Luz, para que o Coração tomasse a ascendência sobre o mental e a personalidade. Em certo sentido, um número importante de seres humanos que viveram este reencontro com a Luz desviou esta Luz em proveito da personalidade, impedindo assim o próprio estabelecimento do Supramental e do Corpo de Existência nas estruturas existentes. Isso se traduziu numa passagem delicada, vivida há muito pouco tempo, tendo conduzido alguns seres a afastarem-se da Luz, devido à personalidade não ter podido apagar-se ou ser transcendida pela Luz do Coração. A Passagem que foi efetuada há pouco tempo, como o Arcanjo Uriel anunciou e desvendou, permite hoje, para os que cruzaram a etapa de transcendência da personalidade, poder estabelecer-se mais facilmente no Coração, porque os circuitos Vibratórios e, em especial, a abertura da boca, estabelecendo um tubo de Luz presente entre a boca e o Coração, permitiu construir uma ponte de Luz, de partículas Adamantinas, de Vibração Supramental, entre a boca e o Coração". Sri Aurobindo (20-02-2011) "O mundo que o leva, ele também, em sua totalidade, vai se libertar da Ilusão. Esta infância necessita, como o nascimento de um Ser Humano, alguns espasmos de liberação. Veja aí simplesmente a liberação e o nascimento. Traga a esse processo sua alegria, aquela que possue nos espaços Interiores, porque você tem um dever, se o aceita, aquele de mostrar o caminho e a via pela sua Presença e pelo seu Ser, por sua Vibração, para aqueles que duvidam ainda. Eles são numerosos. Nenhuma palavra poderá convencê-los.

Somente no silêncio de seu Coração e na Radiação de sua Presença na Unidade coMigo, você poderá permitir-lhes ressoar eles também, na liberdade que você encontrou.
Eu conto com Você, como você conta tu coMigo, para manifestar, nesse mundo, no tempo que é fixado, o que você é". A Fonte (20-03-2010) "A Consciência Unitária é Vibração, mas ela é também silêncio, silêncio de tudo o que fazia os constituintes da consciência comum: silêncio do mental, silêncio das crenças, silêncio das palavras, silêncio das afeições e silêncio, obviamente, dos desejos. A passagem de uma consciência à outra, além, é claro, do primeiro despertar, permite tomar consciência e realizar o que a maior parte dos ensinamentos orientais vulgarizou sob a palavra de Maya ou Ilusão. Tornar-se Ilimitado, tornar-se Consciência Unitária, dá acesso à Verdade da Ilusão do mundo, que não é vivida como conceito, mas como Verdade estabelecida, permitindo

148

dissolver literalmente tudo o que é procedente da dualidade, das experiências anteriores, das crenças, dos afetos, das percepções e das concepções". Ram (04-12-2010) "A porta de saída da fragmentação, a porta de saída do sofrimento, que é o companheiro da encarnação, a chave mesmo dessa superação, está localizada num espaço preciso de seu ser, chamado centro. Nesse centro, reina o silêncio.

Aí está porque, a cada uma de minhas intervenções, eu insisti no silêncio, porque o silêncio exterior faz ressonância com o silêncio interior.
A vacuidade dos sentidos introduz e permite a manifestação da Essência. Nesse espaço chamado centro encontra-se o bálsamo e a revelação de todas as discórdias, de todos os sofrimentos individuais e coletivos. A verdade, a solução, encontram-se nesse espaço. Esse espaço está fora do tempo, ele não se importa com seus jogos e com suas construções, ele não se importa com seus papéis, com seu sexo, com sua idade. Ali está alojada a felicidade, a Fonte da eternidade, sua eternidade. Aquilo que se pode descrever não é isso. Aquilo que eu posso exprimir não é isso. Aquilo que eu posso irradiar não é isso. Aquilo está para além das palavras, para além das definições, para além da vibração, também para além do silêncio. Aquilo passa de vibração, passa de imagens, passa de emoções, está além da manifestação, mas tudo está em vocês, isso também". "Nós temos necessidade, todos (quando eu digo todos, trata-se de todas as formas de vida, em todas as dimensões), que um máximo de seres aproxime-se disso, ou mesmo viva isso. Como eu o dizia, isso está para além da vibração, para além mesmo do silêncio. Isso engloba, obviamente, o Amor e a Unidade. Preparar-se para isso sem o querer consiste, simples e unicamente, em penetrar, primeiramente no silêncio, penetrar, em seguida, na vibração, até o momento em que esta desaparece, ela também, deixando lugar para o que é quase isso, ou seja, a vacuidade. Na vacuidade, tudo o que vocês emanaram na manifestação, tudo o que criam o que vocês são, não tem mais lugar de ser. Aproximar-se disso é o abandono supremo. Isso necessita ao mesmo tempo humildade e coragem, a mais forte. Eis isso no silêncio.

... Efusão de energia...
Ram (25-10-2008) "Cabe a vocês definir, pela própria Vibração que vocês portam e assumem, o que será sua vida.

149

Ela continuará de maneira cada vez mais violenta, a se estabelecer na ação/reação? Ou ela se estabelecerá de maneira cada vez mais forte e suave, na Ação de Graça? Há testemunhos da Ação de Graça, como há testemunhos da ação/reação. Os testemunhos da Ação de Graça são, antes de tudo, o silêncio das palavras, o silêncio das emoções, um estado de pacificação Interior, de leveza e de Alegria, enquanto que a ação/reação, ela também, terá seus próprios testemunhos: questionamento, sofrimento, excesso do mental, dificuldade para se estabelecer no silêncio, qualquer que seja. Essa é uma realidade vivida pelo corpo e por sua própria consciência fragmentada. Conforme a modificação de seu estado de humor que estiver aí, cada dia, vocês poderão, de maneira objetiva, saber se vocês vão para a ação/reação ou para a Ação de Graça".

Questão: qual é a coisa a fazer para aceder ao silêncio mental?
Mas justamente não há nada a fazer. É justamente no não-fazer que aparece o silêncio mental. Assim que há ação para um fazer, mesmo para aceder ao silêncio mental, é o mental que age. Não pode haver sedação do mental pela ação do próprio mental. O Abandono à Luz, como eu defini, é uma rendição do mental. Existe, nesse nível, algo que deve ser realizado em Consciência, mas que não pode ser resolvido ou aproximado mesmo pelo mental, porque ele vai sempre arrastá-los para fora deste estado que, para ele, significa sua morte. A Alegria é um estado que eclode assim que vocês penetram o santuário do Coração. Ela vai se reforçar, progressivamente e à medida do tempo e dos momentos de experiência que vocês vivem no Abandono à Luz e na rendição do mental. O mental não pode aceitar viver a Alegria. Esta Alegria que se deve formalmente diferenciar da simples satisfação ou do simples prazer, qualquer que seja. A Consciência Unificada ou a realização do Si pode apenas se realizar e viver quanto tudo o que é exterior a isso não exista mais. A melhor chave que eu posso lhes dar é o que eu chamei, agora há mais de um ano, Hic e Nunc, ou seja, Aqui e Agora. No Aqui e Agora não existe nada mais do que o Aqui e Agora. O mental está em toda parte, exceto no Aqui e Agora. Anael (02-12-2010) Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: Minha Mestria

150

Transcendendo as Crenças e os Apegos

Todo apego, qualquer que seja (a uma crença, a uma cultura, a um marido, a um lugar, a uma função), os afasta, e os priva da totalidade da Existência. Os apegos (ou relações do humano), tais como existiram, no passado (e que foram necessários para lhes permitir sobreviver nesse mundo), estão hoje em vias de dissolução, assim como o Arcanjo Miguel lhes disse. Vocês não podem aceder à Existência sem se soltar, sem se abandonar, estando sempre apegados ao que quer que seja. Vocês não podem, « aceder a outra margem », estando apegados ao que quer que seja nesse mundo. O apego é uma relação. Esse apego é uma zona de Sombra, quaisquer que sejam a natureza e a nobreza desses apegos, porque o apego (qualquer que seja, mesmo o mais nobre), os priva de sua Liberdade essencial. Assim é, igualmente, quando alguns Seres lhes dizem, nesta Terra, para matar todos os modelos, porque enquanto vocês seguem um modelo, vocês não seguem vocês mesmos, mas vocês seguem qualquer outro. Assim é nas religiões, assim é no que poderiam chamar adesão ao que quer que seja nesse mundo. O conjunto de crenças representa apegos. Vocês observarão que a liberdade é o oposto do apego. O que não quer dizer negar as relações: a relação não é apego a partir do momento em que ela é livre em todos os sentidos do termo. O apego é peso. A liberdade é leveza. Anael, 17 mar 2010 O caminho da infância, o Pequeno Caminho, é certamente o melhor modo, atualmente, de facilitar a vinda da Graça, de sua Graça, permitindo sua Ressurreição. Para isso, é preciso ir à Profundidade de você mesmo. É preciso superar os medos. É preciso superar os apegos, não suprimi-los, mas transcendê-los. … E o Cristo dizia: «Ninguém pode penetrar o Reino dos Céus, se não volta a tornar-se como uma criança», quer dizer livre de qualquer apego, de qualquer crença, livre de qualquer passado e de qualquer futuro.

151

É verdadeiramente estar no instante, viver o instante, sem estar, como a personalidade, preocupada com o instante seguinte ou estar ferida pelos instantes passados. … Assim como eu disse, os apegos são os obstáculos para a Criança Interior, porque uma Criança Interior é livre, inteiramente. Santa Teresa de Lisieux, 01 mai 2011 A posse é uma forma de apego. Apego a coisas às vezes fúteis, mas também a certo número do que eu chamaria de dogmas, de crenças ou de convicções. Tudo isso não substituirá jamais a experiência e a vivência. Assim então, certos apegos, sem propriamente o saber, a certos aspectos de sua personalidade. Em meio ao humano sofrendo neste Mundo de divisão e de ilusão, manifestam-se, eu diria, comportamentos de sobrevivência do próprio ego. Por isso, entre esses elementos de sobrevida, encontram-se os apegos, quaisquer que sejam, sem exceção e, certamente, as mágoas e os medos. Enquanto houver identificação às suas mágoas e aos seus medos, vocês não estão Livres. Não sendo Livres, vocês não podem Vibrar, totalmente, ao nível da Existência [Estado de Ser]. A Vibração da Existência confere a capacidade para Ser e para experimentar o Samadhi, a Alegria Interior. É isso que vocês devem encontrar, o mais breve possível, antes que a Luz da Onda Galáctica toque a Terra. Seria extremamente longo enumerar todos os apegos, os medos, as mágoas, existentes no homem submisso à sua personalidade. Lembrem que o acesso ao Supra mental, no Coração, é Liberação e Alegria. Essa Alegria é essencial, porque é ela que confirma, por seu aspecto Vibratório e por sua realidade ao nível da Consciência, seu acesso às esferas da Eternidade. Sri Aurobindo, 14 jul de 2010 Há, portanto, literalmente, no interior de vocês, um fenômeno de oposição e de antagonismo que se manifesta, então, entre a personalidade e o Coração. Isso é um combate. Essa é uma passagem por uma porta estreita. A Consciência do Coração vindo então iluminar as travas da personalidade, muitos seres vão se amarrar novamente nessas travas de personalidade para evitar morrer para eles mesmos. Há, portanto, uma lucidez a observar. Se olhar, sem hipocrisias. Se olhar, em Verdade e em Unidade, e não enterrar as feridas, não reprimi-las em espaços sombrios, porque elas se tornarão iluminadas, progressivamente, mas, sim, olhálas na face, em total Luz, em total lucidez.

152

Não evocar qualquer culpa, mas, bem mais, evocar uma liberação, devido ao fato mesmo da observação desta própria ferida. O Coração compreende que ele não é essa ferida, nem esse passado, mas que é totalmente independente da Vivência anterior de todo apego, qualquer que seja. O apego é o obstáculo o mais formal para o estabelecimento em sua Unidade. O apego está diretamente ligado ao medo e às feridas, Interiores e anteriores, vividas em suas diferentes experiências de vida. Um Amigo, 15 jul 2010 Eu diria, com palavras, que há um apego à sua própria existência, que obstrui o estabelecimento da Existência. O que assinala também, sem que você ali veja qualquer insuficiência, mas apenas um esclarecimento, uma dificuldade de abandono total à Luz, como cada um de vocês aqui o viveu, à sua maneira que lhe é própria. Que isso seja por uma raiva ou por um ego que se coloca na dianteira da cena, que seja por feridas que reaparecem ao nível do corpo, das emoções ou do mental, do mesmo modo, ter medo do abandono, da Existência, assinala um apego na personalidade. Não se esqueça que a Luz vem revelar, ela vem iluminar para aclarar e o que vocês observam em seu mundo, e observarão em breve, é apenas a luta que eu qualificaria de final. Ela existe, obviamente, em vocês, também, e existiu em todos e cada um, no momento da passagem definitiva na Unidade. Assim, posso lhes confiar que, quando de minha encarnação que vivi, muito jovem eu vivi este período de despertar à Unidade. Foi precedido de uma intensa angústia, é preciso dizer. Esta angústia me marcou tanto, e eu tive tanto medo, em minha vida, de perder o que tinha encontrado, que me isolei e me fechei, totalmente, longe do mundo e do pandemônio do mundo, para estar certo, aí também, de não perder algo que era instalado definitivamente. Isso traduzia uma forma de apego, aí também, em meio mesmo de minha realização autêntica a algo. É portanto muito lógico, no humano que descobre espaços Vibratórios inéditos, que o conduz a viver experiências e estados fora do comum, que tenha inscrito ainda, devido à presença mesmo da personalidade (mesmo se o ego está dissolvido), este medo. É o espaço que precede a dissolução. O momento particular onde não existe mais qualquer sinal da consciência, tanto na personalidade como nas Vibrações, em relação com o Fogo do Coração. Um Amigo, 01 jul 2010 Enquanto vocês estão apegados ao que quer que seja, vocês não podem viver a liberação total e, sobretudo agora, para aqueles que querem viver o apego a si mesmo, ou seja, ao eu, ao ego, à personalidade, às Crenças já, quaisquer que sejam, porque vocês são, e como Miguel os chamou durante meses, como os Arcanjos hoje os chamam, Sementes de Estrelas.

153

Eles lhes falam de algo que é muito maior do que o que vocês estão identificados nesse corpo e nesta Dimensão. Eu creio que as coisas que nós dissemos, uns e outros, foram extremamente numerosas com relação a isso, mas isso não deve permanecer como uma concepção, isso deve ser vivido. É o que vocês vivem agora. O. M. Aivanhov, 29 nov 2010 Em seu Coração, não pode haver qualquer sofrimento, qualquer apego. A liberdade é total. É ela que viemos lhes restituir. Assim como respeitamos sua liberdade, respeitem a liberdade de todos, sem exceção. Não julguem qualquer caminho, qualquer escolha. Nós lhes pedimos que permaneçam despertos e lúcidos, mas não julgar, não condenar e não se irritar. Deixar simplesmente a Luz agir, para vocês, como para o outro, quem quer que seja este outro. Vocês devem respeitar isso. Aproveitem também, como lhes disse Miguel, esta jornada, para alinharem-se em sua Presença porque, nesta Presença, há Alegria, não pode ali existir sofrimento, nem apego, nem temor, nem medo. Tudo é pacífico. Vão para esta paz. Maria, 17 jul 2010 Então, há seres que são predispostos e que vão viver esta Alegria, esta Vibração, mantendo certa forma de apego, mas não são os apegos como aqueles que estão realmente apegados. Vão dizer, são pólos de interesse. Não há dependência Vibratória: tudo está aí. Enquanto a busca não se tornar o sentido de sua Vida, vocês não podem viver isso. É o princípio do macaco: vocês não podem ver algo novo se não soltou o antigo. O que não quer dizer que o antigo vai desaparecer e ser eliminado de sua Vida, mas é verdadeiramente toda uma atitude mental ligada à posse. Enquanto você disser: meus filhos, meus isso, meus aquilo, você não poderá atingir o que procura. Isso associa o sentido da posse. O que você possui ou o que você crê possuir, possui você, de fato. … Abandonar-se à Luz é também aceitar que as caixas mudem. Se sua Consciência não está pronta para aceitar isso, você crê que a Inteligência e a liberdade da Luz o fará? A Inteligência da Luz age na condição de aceitar e se ela não age, quer dizer o quê? Que a Luz não age? Não, quer dizer simplesmente que isso não foi aceito.

154

É o mesmo princípio, se quer, que as pessoas que dizem: “quero isso, quero aquilo”, “meu Coração quer isso, meu Coração quer aquilo” e, no entanto, isso não se produz. É preciso ser lógico. A Consciência segue a Vibração. A Vibração segue a Consciência. Se não há concordância, isso quer dizer o quê? Que você tem circuitos que não são funcionais? De forma alguma. Isso quer dizer que não há adequação total entre o que você exprime e o que você vive, entre o que você deseja, por vezes ardentemente, e o que você não quer soltar. É preciso tomar Consciência que, mesmo entre os seres que seguem um caminho e que estão despertos, muitos têm tendência a não querer soltar o antigo. É uma estrita Verdade. O. M. Aivanhov, 25 jun 2010 O Amor-emoção é atração. O Amor-emoção pertence indiscutivelmente a esta matriz, falsificada ou não. Agora, lembre-se de que nos mundos Unificados, o Amor, mesmo na 3ª Dimensão, o Amor existe também. Não há, portanto, nem culpa, nem remorso a manifestar com relação ao que é vivido. O Amor é Fogo do Coração nos planos multidimensionais, conferindo à Dimensão Ki-RisTi, ou seja, Filho Ardente do Sol. A dimensão chamada Amor, vivida no plano emocional, participa efetivamente, como você disse, de um apego à matriz. Mas esse não é um apego à falsificação, mas, sim, ao que nós chamamos os mundos em carbono. Existem várias almas humanas que têm uma atração forte ao amor do mundo em carbono e aí é a liberdade delas a mais estrita. A Ascensão pode também se fazer, como o dissemos, na 3ª Dimensão Unificada. Esta é também uma Ascensão. A Ascensão não é única e exclusivamente um acesso à 5ª Dimensão ou além, dado que, de qualquer modo, nos mundos Unificados, vocês são livres, vocês mantêm simplesmente uma estrutura chamada de 3ª Dimensão, mas vocês são livres para viajarem em todas as Dimensões. A polaridade dos mundos em carbono, mesmo Unificados, é caracterizada por esta noção de emoção chamada amor. A concepção da Vibração do Amor não é absolutamente a mesma segundo a Dimensão considerada. Não se trata de algo a superar, mas, bem mais, uma escolha de Espírito para se estabelecer aí ou lá. Apreendam bem, no entanto, que não existe diferença entre um ser que queira se privar de uma estrutura em carbono e um ser, fundamentalmente, que vai experimentar, nos universos livres, o final dos mundos em carbono. Anael 1/2 – 30 nov 2010

155

É seu próprio julgamento e seu próprio apego ao seu Eu que os fechará e certamente não as Forças de Luz Unificadas. Se vocês abandonam as lutas de poder, de influência, os medos, então, vocês irão espontaneamente e com toda facilidade na Vibração da Consciência Unificada. Isso se traduzirá pelos momentos de imersão cada vez mais intensos e extremos em sua própria Unidade, desconectando-os mesmo, por momentos, de suas tarefas usuais e habituais. Vocês sairão desses momentos mais plenos, mais felizes, mais claros. Se vocês se opõem, por suas próprias condutas, a este estabelecimento, sua vida tornarse-á cada vez mais dura e repleta de dúvidas, de incertezas, de negação mesmo de seus próprios estados Vibratórios vividos, fechando-os a si mesmos, então, cada vez mais no sofrimento e na densidade. É você mesmo, e unicamente você mesmo que conduz sua Consciência, em função desta lei de atração e de graça da Luz Vibral que está aí. Esta separação das Consciências, em Consciências Unificadas e Consciências separadas, em vocês como em cada ser humano, conduzirá a viver, para cada um, iluminações por vezes dolorosas. Compreendam bem que isso não é em nada a ação da Luz, mas, efetivamente, suas próprias resistências à Luz, suas próprias sombras que não podem estar presentes na nova Dimensão e sua preparação. Miguel, 21 dez 2010 Vocês são livres para ir para o Ilimitado e viver o Ilimitado? Vocês são livres de qualquer condicionamento, de qualquer Crença, de qualquer apego? De fato, a Liberdade pode se definir apenas com uma capacidade, bem real, de escapar a todo condicionamento e a toda Crença. O mundo que nós percorremos, uns e outros, e que vocês percorrem ainda, é um mundo onde são veiculadas Crenças cuja particularidade é compartimentar e fechar. Irmão K, 01 abr 2011 O abandono à Luz permite realizar, naquele momento, o milagre. Esse milagre é o que Cristo pôde dizer aos seus discípulos: “deixem os mortos enterrar os mortos”, “será que o pássaro se preocupa com o ele vai comer amanhã?” Enquanto vocês estão apegados ao que quer que seja nesse mundo (eu digo bem ao que quer que seja desse mundo), vocês não podem realizar o Si Mas, lembrem também que seres humanos abandonaram tudo esperando encontrar o Si. Eles, no entanto, não o encontraram. Não é abandonando tudo que se encontra o Si. É se tornando si mesmo. Naquele momento, as condições de vida, as condições do que é chamado de existência, vão profundamente mudar. Mas, enquanto vocês estão apegados ao que quer que seja, vocês estão cristalizadosnesse apego.

156

Enquanto vocês consideram que seu marido é seu marido, enquanto vocês consideram que sua mulher é sua mulher, enquanto vocês consideram que seu automóvel é seuautomóvel, vocês não podem tocar o Si. Um Amigo, 16 out 2010 Se ouvir em outro nível de compreensão e que não é a compreensão do intelecto, mas bem mais, a fluidez do Coração e a Vibração do Coração, que deve guiar seus passos e seu caminho e não a lógica ou qualquer apego ou convenção que exista em seu mundo. Em breve, vocês não poderão mais fazer a economia desta distinção, porque seu Coração e a Vibração de seu Coração se fará ouvir, seja sob forma de sonho ou de impulso, para ir num sentido, e a personalidade os puxará no oposto. Isso se chama resistência, o «combate» bem/mal, que vocês têm a viver, assim como o disse Um Amigo, dentro mesmo de sua ilusão de vida. Cabe-lhes fazer escolhas, mas as escolhas não serão jamais ditadas, se possível, pelo intelecto, por qualquer interesse, mas unicamente pelo Coração. Isso será fonte, para vocês, de gratidão, de facilidade e de estabelecimento na Alegria. Então, se vocês seguem o que dita sua cabeça, vocês se afastarão cada vez mais da Verdade e da Unidade e não pode ser de outro modo, através das energias da Consciência que se revelam a vocês, através da clarificação da Luz, da Inteligência da Luz, do que ela vem manifestar em suas vidas e sobretudo o que ela vem lhes pedir, para se alinharem na Verdade. Anael, 01 jul 2010 Porque é preciso que o Fogo do Espírito fecunde, inteiramente, a Terra e sua Consciência, nos prazos agora extremamente curtos, em termos humanos. Vocês devem superar as últimas crenças, os últimos apegos que não concernem mais a crenças exteriores ou a apegos exteriores, mas, eu diria, à última crença e ao último apego que é aquele manifestado, a vocês mesmos, nessa forma ilusória e que, no entanto, é seu Templo. Isso não necessita absolutamente uma punição ou uma auto-flagelação, mas, bem mais, uma lucidez e um mecanismo de sua consciência que lhes permite viver isso. Philippe de Lyon, 31 mar 2011 Fonte: www.autresdimensions.com Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com Seleção: Shylton D. http://toquenaunidade.com.br

157

COLETÂNEA: A LUZ VOMITA OS TÉPIDOS - AUTRES DIMENSIONS

“Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente. Quem dera fosses frio ou quente! Assim, porque és morno e nem és quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca.” "Eu repreendo e disciplino a quantos amo. Sê, pois, zeloso e arrepende-te. Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo. Ao vencedor, dar-lhe-ei sentar-se comigo no meu trono, assim como também eu venci e me sentei com meu Pai no seu trono". Apocalipse de São João "A vida fala em sinais, em símbolos, àqueles que bateram à porta da Luz, mas prestem atenção para submeter-se a esses sinais porque, se vocês batem à porta da Luz e recusam os sinais, seu corpo não tem mais razão de ser, porque a experiência é desperdiçada. Essa é sua escolha de alma. Eu repito: isso não é uma imposição exterior, mas interior.

Alguns seres disseram que a Luz vomita os tépidos. Aqueles que estão frios aquecer-se-ão um dia, mas aqueles que estão tépidos já tiveram um vislumbre do calor e da Luz, mas preferem manter um status quo.
Isso é impossível. Vocês não podem permanecer, uma vez que conheçam o princípio da atração e da polaridade da Luz que os aspira, entre dois mundos.

158

Tanto mais que o mundo convida-os, hoje, de maneira coletiva, a esse abandono". Nicolas Flamel (17-08-2008) "Lembrem-se de que vocês estão aí, vocês, que estão despertos e acordados, para o conjunto da humanidade e não somente para vocês". Sri Aurobindo (24-11-2010) "Eu já falei, no último ano, que muitos seres tinham, como se diz, como eu dizia, de modo humorístico, as nádegas entre duas cadeiras. Mas aí, agora, vocês devem instalar-se na poltrona. É a poltrona do Espírito, ou a poltrona do ego. Não há outra alternativa.

Vocês não poderão permanecer entre as duas.
Portanto, não é mais o momento das escolhas porque, vocês sabem, as escolhas foram feitas há muito tempo, mas é o momento, como dizer..., de concretizar, inteiramente, suas escolhas, e vivê-las, assumi-las, manifestá-las. Não existe obstáculo algum ao Fogo do Espírito". Aïvanhov (21-06-2011) "Mas vocês entram na transparência. O estado Cristo é um estado de transparência Vibratória total, de Amor, de doação total. Não há meia-medida.

As histórias, como eu disse há um ano ou ainda há alguns meses, de nádegas entre duas cadeiras, terminaram.
Os jogos estão feitos, a roda gira, olha-se, não se tem mais direito de alterar os números. Eu digo isso para os jogadores. Vocês já mudaram de mundo, mas vocês não o sabem ainda inteiramente". Aïvanhov (21-01-2011) "Quando o Espírito da Verdade, Cristo ou a Fonte (porque “Eu e meu Pai somos Um”, ele disse), quando o Espírito se revela a vocês (homem ou mulher, hein, isto não é uma questão de gênero, é claro), ele vos quer totalmente. E isto não é possessão ou ciúmes. Ele quer dizer, com isso, que vocês não podem estar aqui e estar no Espírito. Portanto, é claro, isto pode aparecer, ao nível do ego, como possessivo e ciumento. Mas o Espírito não concorda com o que é falso. E o Espírito, quando ele se revela a vocês, sob a forma do Cristo ou do Pai, da Fonte ou da Luz, ele vos quer, em totalidade, porque esta totalidade, é isto que ele quer vos dar, é claro. E é claro, a Fonte, quando ela se exprimiu através deste Canal, exprimiu isto, através, lembrem-se, da Promessa e do Juramento. Como poderia ser de outra forma? Vocês não podem servir dois Mestres ao mesmo tempo. É ou vocês, ou a Luz.

159

Ou o ego, ou a Existência. Acabou agora, eu já disse desde um ano: Mas isto é muito bonito". Aïvanhov (08-07-2011) "Vocês não podem mais permanecer, como eu disse há dois anos, com as nádegas entre duas cadeiras (3DD e 5D). Quanto mais os dias passam, mais vocês devem ir firmemente, com Abandono à Luz, mas, ao mesmo tempo, em algum lugar presente em sua cabeça, a determinação e a visão de onde vocês vão". Aïvanhov (13-02-2011)

"as nádegas entre duas cadeiras",

isto terminou. Vocês não podem ser pela metade a Luz, quando há este chamado.

Questão: diz-se que a Terra seria um planeta chamado alternativo. Em paralelo existiria o planeta real, sobre o qual seríamos transportados durante nosso sono?
Há quem escute muito Walt Disney, não é? E por que não? É uma visão particular. É certo que vocês serão transferidos de uma cadeira para outra.

vocês têm as nádegas entre duas cadeiras, e um mundo se acaba e um outro vai aparecer.
Como lhes digo sempre, Então, obviamente, pode parecer, como dizer, sedutor dizer que há um outro planeta, onde não há mais rapazes vilões, onde apenas há animais muito gentis e humanos muito gentis que os esperam. Bem, isso acontecerá não completamente assim. Então, é muito sedutor dizer que há, em outra parte, uma outra Terra. Mas o outro universo está sendo construído. Se querem, é como lhes disse Um Amigo: uma lagarta está morrendo – que é a Terra atual – para deixar o lugar para a borboleta. Mas a borboleta e a lagarta não existem ao mesmo tempo, certamente. São tempos sucessivos, sem isso, qual é o interesse de viver na lagarta se poderia ser imediatamente borboleta? Expliquem-me. Aïvanhov (15-05-2010) "Há tantas mentiras que foram inseridas, há tantas ilusões às quais a humanidade aderiu na sua totalidade, de crer que vocês iriam atingir a Luz perseverando nesse corpo, nessa Ilusão! Mas vocês não podem tocar a Luz e manter a Ilusão. É o que chamei: «as nádegas entre duas cadeiras». Vocês não podem pretender a Luz e permanecer na Ilusão. Cabe a vocês escolher.

160

Quando dizemos que é o fim, é o fim. É necessário exprimir-lhes como?" Aïvanhov (08-04-2011) "Até agora, assim como o venerado Omraam, chefe dos 24 Anciões, lhes exprimiu, vocês tinham, literalmente, como ele diz, a nádega entre duas cadeiras. Hoje, vocês devem escolher a cadeira. E, em seguida, vocês devem não mais ter cadeira". "Há, portanto, desconstrução real em curso. É como se, em algum lugar, a alma esperasse que esta desconstrução terminasse para estar certa de renascer na ilusão. Não é de forma alguma a mesma coisa que manter o Fogo prometéico, mas apreensão. Apreensão quanto a saber onde está a Verdade, onde está a ilusão. Enquanto que, em seu mundo, lembrem-se, não existe Verdade absoluta. A única Verdade absoluta é quando vocês penetram o santuário do Coração. E enquanto vocês não chegam nesta etapa, através mesmo de conceitos que nós veiculamos e também através de Vibrações que chegam a seu mundo, vocês estão sempre na alegoria de mestre Aïvanhov, a nádega entre duas cadeiras". Anael (29-06-2010) "As manifestações do Céu vão aparecer, de maneira cada vez mais inexorável. As manifestações da Terra vão aparecer tão evidentes que ninguém poderá esconder-se do que está aí. Portanto, é o momento, se querem, no qual a humanidade, em sua totalidade, sabe que um evento importante e inegável instaura-se, num prazo extremamente curto e extremamente rápido. E, é claro, o modo pelo qual vocês estão Despertos e Acordados traduzir-se-á, para vocês, pelo medo ou pelo Amor. E não outra coisa.

Vocês não poderão permanecer tépidos, quer dizer, vocês estarão ou na Graça, no júbilo, na plenitude do amor, ou no medo.
E vocês não poderão acusar ninguém do exterior de vocês mesmos". Aïvanhov (02-07-2011) "Gradualmente e à medida que vocês penetrarão, de maneira cada vez mais completa, na Vibração do Um, você irão perceber a „dissolução‟ de tudo o que não é Ele e de tudo o que não é o Coração, em vocês, como sobre o que persistirá no exterior. Mais do que nunca, Despertos do primeiro momento como do último momento, e os indecisos de última hora, é tempo de ousar ir para a Verdade Interior, aquela transcendendo os limites da encarnação falsificada, da oposição do bem e do mal, permitindo-lhes estabelecerem-se na Alegria. Nenhuma técnica pode substituir a decisão do seu Coração, doravante".

161

Uriel (21-05-2011) "Cristo disse: «Àqueles

a quem muito foi dado, muito ser-lhes-á

pedido».
As lagartas, como vocês as chamam, não têm qualquer noção e qualquer consciência do que é a Luz, porque o confinamento nas crenças, o confinamento na ilusão foi muito mais forte do que a vontade da alma, da potência do Espírito para manifestar essa Luz tal como vocês tiveram a chance de vivê-la através dos Casamentos Celestes". "Entretanto, o fogo do coração, tal como o descreveu o Mestre do Ar, ou seja, RAM, corresponde realmente, se querem, a um processo de expansão do fogo partindo do coração. Isso é possível com um período prévio de grandes dúvidas. É o que vivem alguns seres nesse momento que estão, como eu gosto de dizer, com as nádegas entre duas cadeiras. Quer dizer que eles estão com as nádegas entre sua própria Luz que está desperta e a dificuldade que eles têm de soltar alguns medos inerentes ao seu caminho, à sua encarnação. Nesse caso, eles podem manifestar noites escuras da alma, mas que não vão durar anos, obviamente". Aïvanhov (09-05-2009) "Vocês são chamados a tornar-se Luz, androginia primordial, bem além dos jogos da dualidade existentes na humanidade hoje. É um ou o outro. Em outros termos, como lhes dizia o bem amado Comandante dos Melquisedeques,

vocês não podem permanecer um e o outro, vocês não podem permanecer entre duas cadeiras, vocês são obrigados, hoje, a ir, honesta e
definitivamente, para a lagarta ou para a borboleta". Ma Ananda Moyi (28-04-2011) "Vocês devem permanecer firmes em sua Luz. Os elementos que lhes parecem penosos a viver, em diferentes setores de sua vida, devem ser eliminados, pura e simplesmente. Somente o trabalho consciente de construção da Luz, em vocês, deve ocupar a maior parte de seu tempo. O resto é apenas ilusão. Eu repito: o resto é apenas ilusão. Comer, dormir, trabalhar, amar um ser humano, é apenas uma ilusão com relação ao Amor da Fonte que vem a vocês.

Vocês devem impregnar cada um de seus gestos (comer, dormir, trabalhar, amar um ser humano) desta função Divina, senão será tempo perdido dentro de seu trabalho de Luz.

162

O Arcanjo Miguel disse: vocês são penetrados, e vocês penetrarão diretamente nos tempos ultra-reduzidos. Esses tempos ultra-reduzidos devem lhes permitir aceder ao essencial de seu caminho, ao essencial de sua Verdade e construir esse veículo de Eternidade que alguns de vocês percebem já e no qual alguns de vocês penetram já". Ramatan (08-07-2009) "Esta

tribulação, não é para vocês. Ela é para aqueles que ainda estão tépidos (passivos), para aqueles que dão as costas para a Verdade, Unidade, e Coração.
Desde hoje, os elementos, o Fogo, Água, Terra e Ar, conjugam suas ações no meio de suas vidas, no meio desse mundo, para acelerar aquilo que o Conclave e vocês mesmos iniciaram. Cabe a vocês, bem amadas crianças da Luz, realizar este trabalho, também em si mesmos. Desfaçam-se do inútil. Caminhem mais e mais ao essencial, à Vibração de sua cabeça, à Vibração de seu Coração, à Vibração de suas costas. No meio desta Vibração, encontra-se a Fonte de toda Felicidade e de toda solução. Vocês não terão outra coisa para se juntarem ao que vocês são. Aquilo que vocês são encontra-se em seus Interiores. O que vocês são não está jamais na aparência. Aquilo que vocês são não está nunca nas posses, nas relações, mas sim está na liberdade". Miguel (17-05-2010) "Esta pressão da Vibração e da Consciência Crística de Sua Presença far-se-á sentir ao nível da Coroa da redenção na cabeça e também na Coroa do Fogo do Coração e da TriUnidade. Mesmo para alguns de vocês que, pelo momento, ainda não vivenciaram essas ativações e esta Consciência. Se vocês respeitam esses preceitos e os adotam, vocês se tornarão então, coletivamente, os pilares de Sua Presença depois de Sua manifestação. É assim que vocês permitirão a ajuda a mais adaptada a todos os Irmãos e as Irmãs que estão ainda indecisos, em vias de despertar ou de acordar. Nós repetimos ainda essa noite que, aí também, apenas vocês é que podem dar esse passo para Ele, ninguém mais, mesmo se nossa Presença os acompanhe. Lembrem-se também, neste período, que a Luz Vibral é Inteligente, bem mais do que jamais o será seu mental ou sua personalidade, por mais brilhante que fosse. O momento chegou de manifestar, também, sua capacidade de Abandono à Luz". "Como foi dito, no tempo dele, convém então ter sua casa limpa, vazia de tudo o que é Dualidade, preocupação e medo, como eu lhes disse". Sri Aurobindo (01-12-2010) "Convém, portanto, como você compreendeu, ver claramente em você, pôr-se as boas questões quanto aos seus apegos, às suas relações, ao que você quer ver aparecer ou, ao contrário, desaparecer.

163

Convém ter, firmemente, sua intenção dirigida para esse sentido da luz, para essa Unidade que você procura acima de tudo. Como dizia seu Mestre: «Deus

tem horror dos tépidos». Você deve fazer escolhas em consciência e você deve assumilas, ser responsável por elas e co-autor.
Aí, unicamente, está a mestria total de sua Divindade. Não é mais necessário tergiversar. Não é mais necessário pesar, eternamente, o pró e o contra, afirmar a necessidade de experiências e afirmar a necessidade de Unidade, afirmar a necessidade dos sentidos e a necessidade de Deus. Você deve entrar no sacrifício sagrado não para perder a vida, mas para encontrá-la, porque, lembre-se, como dizia seu Mestre: «aqueles que quiserem salvar a vida, perdê-la-ão; aqueles que aceitarem perdê-la, encontrá-la-ão». Assim é nesse fenômeno de reversão de passagem de terceira à quinta dimensão. Ninguém pode penetrar o reino dos Céus se não volta a tornar-se criança, pura e inocente, com, simplesmente, em si, a intenção da Divindade, a intenção da Unidade do manifestado da vida, a Unidade da beleza, a Unidade do que vem. Assim, caro amigo leitor, você tem, agora, a maior parte das cartas em você, a maior parte do que seu mental podia desejar. Faça de forma a que esse ensinamento novo, essa revelação nova não venha nutrir seu ego, a fim de fazer de você um ser ainda mais distanciado, mas, efetivamente, que essa informação, essa revelação seja uma ferramenta real de transformação, de liberação que lhe permita quebrar as correntes que o mantêm nesse ciclo da ilusão, como o dizem algumas tradições orientais, o Samsara, como vocês chamam, eu creio, o ciclo de renascimentos infernais da lei de ação/reação. Seu grande neófito disse, há 2.000 anos: «cabe apenas a você entrar na ação de graça, deixar cair os mortos, deixá-los, eles mesmos, enterrarem os mortos». Aqueles que estão vivos devem ir para a vida e estar vivo e estar na Unidade. Estar conscientes da Fonte. Estar conscientes do Céu e da Terra. Estar conscientes da multidimensionalidade do ser humano. Estar conscientes de que a vida é Una e de que a vida é Amor, não em palavras, não em conceitos ideológicos, não como uma religião, mas, verdadeiramente, como um modo de viver". Ramatan - A Humanidade que Começa - Capítulo 6 Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: Minha Mestria

164

Coletânea sobre a dissolução do Plano Astral - Autres Dimensions

Imagem do filme Nossa Lar de como seria a cidade Nosso Lar no Plano Astral

Nota André: Nos trechos abaixo vamos perceber que o plano astral está
completamente dissolvido, ou seja, essa linda cidadezinha Nossa Lar já não existe mais. Fazia parte da falsificação da Matriz e deste ciclo de reencarnações que dura 50 mil anos e que acaba nesta passagem da Terra para 5D. Vocês sabem: o que havia sido chamado de franjas de interferência, o astral, que foi dissolvido e desagregado ao nível coletivo, faz com que os parâmetros de vida (que lhes pareciam normais e habituais, seja ao nível material ou ao nível do que vocês chamam de espiritual) estejam, de qualquer forma, bizarramente, em vias de ser totalmente invertidos. O.M. AÏVANHOV – 20 de agosto de 2011 Lembrem-se que, literalmente, dissolvemos os planos intermediários, que vocês chamam de plano astral, as franjas de interferências, lá, onde se encontravam as almas, depois de sua morte. SRI AUROBINDO - 12 de dezembro de 2009 ...a partir do momento em que vocês aceitam que a morte é o acesso à Unidade (sobretudo agora, desde que a matriz está sendo dissolvida no mundo astral), por que quereria você sofrer quando alguem acede à Luz.

165

UM AMIGO – 29 de maio de 2010

Questão: esta proteção do astral planetário continua atualidade, continua útil?
Sim, o astral planetário dissolveu-se no mundo astral, quer dizer, o que vocês chamam o mundo astral ou a esfera astral. Não está ainda inteiramente dissolvido em sua manifestação, em seu mundo material denso, sem isso, vocês não existiriam simplesmente mais nesta dualidade. Existe, portanto, um certo número de manifestações que vão ocorrer, de maneira inegável, vindo alimentar uma egrégora emocional e mental ligada ao medo e à falta de que lhes falei. Convirá, se vocês mesmos não forem estivados aos Mundos Unificados, que se protejam deste impacto que representará um choque real na Humanidade. ANAEL – 1º de maio de 2010

Questão: onde está a dissolução do astral e o que é das almas desencarnadas?
As almas desencarnadas estão em trânsito. Elas estão, eu não gosto da palavra, mas isso corresponde a uma forma de realidade, para vocês, que vocês vão compreender: elas estão armazenadas. Elas estão estocadas, as almas que partiram depois de um caminho e de terem vivido sua encarnação, elas estão, de algum modo, num espaço de cura piramidal, extremamente luminoso, aguardando, se querem, o momento que é chamado a Ressurreição, a fim de retomar seus corpos de Existência e de ir para a nova Terra, mas, para isso, é preciso que a nova Terra seja realizada, o que não é o caso. Ela está no útero, no momento, em gestação, se preferem. Então, o Arcanjo Miguel veio limpar, como eu disse, os planos astrais. Os planos astrais são os planos de cativeiro, de escravidão, do medo e mantém esta Ilusão que vocês chamam matéria e onde há ódios, como vocês sabem, ilimitados. Desde já o ano passado (desde em particular o final do ano de 2008 quando o sol ligou a Terra por fenômenos elétricos) e desde a intervenção do Arcanjo Miguel, desde o início do ano e desde a reunião do Conclave Arcangélico, os Arcanjos que presidem o destino ligado à Criação sobre planos muito mais etéreos (não desta dimensão, mas desse sistema solar diretamente) são seres que vão permitir limpar esses planos intermediários que eram, de algum modo, a energia matricial do medo, do bem, do mal etc..., que está ligado à emoção. Portanto o plano emocional foi dissolvido. Foi dissolvido nos planos intermediários, não foi ainda dissolvido em sua densidade. Foi dissolvido no que chamamos o plano astral. O.M. AÏVANHOV - 27 de setembro de 2009 Compreendam bem que hoje as almas que deixam o plano da Terra não têm qualquer razão de sofrer, na medida em que o plano astral foi completamente dissolvido.

166

Assim, as almas que deixam esse plano não podem ir nos planos intermediários tal como existiam desde milhares de anos. As almas são, portanto liberadas desta matriz assim que dela saem. Elas são colocadas em espera, em lugares que eu qualificaria de paradisíacos com relação ao que vocês vivem aqui embaixo, para esperarem, para manifestarem, na 5ª dimensão, seus corpos de Existência, mas elas já tomaram posse de seus corpos de Existência. Os planos intermediários foram realmente dissolvidos pelo Arcanjo Miguel. ANAEL – 19 de setembro de 2009 Recomendamos a Leitura: Puxando o Tapete de quem gosta ou quer Fazer Viagens fora do Corpo: Coletânea sobre Viagem Astral - Autres Dimensions Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: www.mestresascensos.com

Extratos sobre a Ionosfera - Autres Dimensions

O último envelope rasga-se no Céu (Nota André: Ionosfera), deixando passar a Luz do Cosmos, a Luz da Estrela e a totalidade da Luz do Sol e das outras Estrelas
Maria - 09 de setembro de 2011 Isso é exatamente o que havíamos anunciado (há agora alguns meses),

concernente ao aparecimento do Som da Terra e do Canto da Terra, do mesmo modo que o aparecimento, em alguns lugares da
Terra, do Canto do Céu (que começa a fazer-se ouvir), que corresponde ao

167

desaparecimento (ou, em todo caso, à deslocação) dos envelopes isolantes da Terra, ou seja, a ionosfera, a magnetosfera e heliosfera, pondo fim ao seu confinamento (Nota André: Abaixo mostro exemplos de sons que já foram escutados e registrados). ANAEL – 5 de agosto de 2011 Assim que haja um desmoronamento total dos envelopes isolantes (magnetosferas, ionosferas, heliosferas), a Terra parará e vocês também, e tudo o que foi feito pelo homem também, porque é a Ilusão. O.M. AÏVANHOV – 16 de maio de 2011 Essas irradiações Gama, vindas do Cosmos, assim como diversas partículas chamadas exóticas, estão se manifestando de modo cada vez mais denso, ao mesmo tempo sobre o último envelope isolante chamado ionosfera, mas também sobre o solo desta Terra. ANNA – Mãe biológica de Maria - 28 de abril de 2011 ...a ionosfera, que está se transformando nesse momento mesmo, é ligada à Fusão dos Éteres e, portanto, ao corpo etéreo. O.M. AÏVANHOV – 15 de abril de 2011 Assim, portanto, curvando o espaço/tempo, agindo sobre as forças gravitacionais, por intermédio de objetos eletromagnéticos (como foi o caso por este objeto que gira ao redor de Nemesis chamado Nibiru, a embarcação dos Annunakis), pôde ser formado um triplo isolamento cujos nomes lhes foram dados, chamados heliosfera, magnetosfera e ionosfera, que curvou o espaço/tempo, fecharam-no sobre ele mesmo, dando-lhes a ilusão de estarem cortados ou de estarem separados do conjunto das forças eletromagnéticas chamadas mais comumente o Éter. ANAEL – 20 de fevereiro de 2011

A penetração de certo número de partículas novas, além das partículas Adamantinas ao nível da ionosfera, provoca perturbações, ditas elétricas, audíveis.
ANAEL – 2/2 – 30 de novembro de 2010 O desaparecimento progressivo dos envelopes de isolamentos chamados heliosfera, magnetosfera e ionosfera, em curso, permitirá, no prazo, sob a ação conjunta de certo número de elementos, a esta Terra se transmutar e se estabelecer numa nova Dimensão chamada 5ª Dimensão, permitindo à Terra reencontrar sua sacralidade inicial. SRI AUROBINDO – 21 de novembro de 2010 Pergunta: foi dito que nossos Céus se abrirão. O que vai acontecer? Bem amada, vocês estão inseridos em uma realidade ilusória de 3ª Dimensão dissociada onde tudo foi falsificado, transformado, a fim de evitar que vocês vejam a Verdade, em vocês como no exterior de vocês.

168

Assim, portanto, quando foi dito que os seus Céus se abrirão, efetivamente, eles irão se despedaçar. Quer dizer que a „pele de serpente‟ desaparecerá, as forças gravitacionais desaparecerão, a ionosfera desaparecerá, a magnetosfera desaparecerá totalmente e a heliosfera desaparecerá. Naquele momento, vocês estarão despertos de sua ilusão. ANAEL - 22 de outubro de 2010 Questão: sentir uma grande fadiga é a manifestação de resistências à Luz? Então, a resistência à Luz não dá fadigas. Ela dá dores, dá tensões. A transformação Vibratória que você vive pode, efetivamente passar, independentemente da rarefação do sono, por períodos de intensa fadiga, que não vão durar muito tempo. Por vezes você tem a impressão de que você leva toda a miséria do mundo e, pouco depois, uma hora após ou no dia seguinte, você vai reencontrar uma energia fenomenal. Essas flutuações, se prefere, estão ligadas à modificação, não em você, mas também na escala do planeta, das linhas de força, de todas as distribuições das cargas elétricas existentes, que ligam os vulcões e que existem na ionosfera. O.M. AÏVANHOV – 3 de outubro de 2010 O último impacto, ou segundo impacto, corresponderá, ele, ao final desta Dimensão. Isso corresponderá à destruição total dos três envelopes isolantes que existem nesse sistema solar: ionosfera, heliosfera e magnetosfera. ANAEL – 18 de setembro de 2010 Mas, a partir do momento em que as leis da matriz, em que as franjas de interferências foram dissolvidas, a partir do momento em que as peneiras de isolamento chamadas magnetosfera, heliosfera e ionosfera não existem mais (o que está em curso de realização), os laços tais como vocês os conhecem não existirão simplesmente mais. ANAEL – 30 de maio de 2010 Eles sabem, pertinentemente, que a matriz está afrouxada, dividida, se preferem. Eles procuram um meio de restabelecê-la, mas é impossível, porque esta matriz, para ser restabelecida (além das crenças da humanidade que começam já a delas se liberar), há também as manipulações ligadas às forças dos três envelopes de que já falei: ionosfera, magnetosfera, heliosfera. O.M. AÏVANHOV – 30 de janeiro de 2010 ... esses envelopes, cujos nomes lhes são conhecidos (heliosfera, magnetosfera, ionosfera) estão em curso de desagregação e, isso, já, desde o início dos processos de desconstrução. UM AMIGO – 12 de junho de 2010

169

(Nota André: Não é de agora; as canalizações já orientavam desde 2009 sobre o fim da Ionosfera!)
A magnetosfera está desaparecendo, a ionosfera está se modificando e isso lhes é ocultado, obviamente, voluntariamente (Nota André: Se isto esta sendo ocultado desde 2009, nossos cientistas e provavelmente os governos mais "poderosos" já sabiam). MARIA - 21 de novembro de 2009 Não me compete dar-lhes as técnicas de luta contra as poluições eletromagnéticas, simplesmente, eu os lembro que a Existência e o acesso à translação dimensional assinalam o fim do que é chamado o eletromagnetismo, do mesmo modo que assinala o fim dos três envelopes que os isolaram do universo: fim da Ionosfera, fim da Magnetosfera, fim da Heliosfera, que representavam forças de tensões gravitacionais, ou forças eletromagnéticas, gravitacionais, que os fecharam. ANAEL - 12 de dezembro de 2009 Agora, o basculamento dos pólos é uma realidade, não somente dos pólos magnéticos, mas também dos pólos físicos. A Humanidade terá ascencionado bem antes, portanto, não se preocupem com essas profecias, nem mesmo os aspectos científicos que são bem reais, que mostram que a ionosfera e a magnetosfera estão já amplamente modificadas. O.M. AÏVANHOV – 19 de setembro de 2009 Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: mestresascensos.com

170

A vibração da Palavra "Deus" não é luz - AUTRES DIMENSIONS

“Alguns ensinamentos lhes mostraram, quer vocês aceitem ou não, que a entidade que se chama Deus é a mesma entidade que se chama Diabo. Vocês aceitem ou não. A linguagem serve para enganar. Eu insisti, quando de minha primeira vinda, no fato de que eu esculpiria as palavras, a fim de lhes dar, se possível, uma abordagem „Vibratória‟ ligando-as a seus sentidos. Mas há palavras que perdem o controle: a palavra Deus é uma. Porque, de acordo com as diferentes tradições existentes, há um Deus. Na Índia, há vários deuses. Algumas coisas lhes dizem que não há senão Deus, apenas Deus, e, no entanto, outras nos dizem que Deus é o diabo. Deus é uma palavra inventada, inventada pelo demiurgo que criou esta Dimensão. Assim, nós, nós das esferas Unitárias, empregamos a palavra Fonte, de Luz ou de Unidade.

171

Nós empregamos, entretanto, as palavras de Divindade, porque a Divindade é um estado, mas daí a uma Divindade se proclamar Deus, há uma falsificação. A partir do momento que vocês empregam uma palavra, enquanto humanos, existe um conteúdo simbólico e semântico, em sua cabeça, que lhes faz ligar a palavra que evocam a certo número de coisas. E vocês empregam, entretanto, as mesmas palavras, umas e outras, para designar coisas profundamente diferentes. Tudo isso é muito complexo porque as palavras, para algumas palavras, são portadoras de outras coisas além do primeiro significado. Para algumas palavras, o significado é mesmo o oposto. É por isso que a Consciência deve apreender e viver a „Vibração‟. Uma entidade da Sombra não poderá jamais enganar seu Coração. Uma entidade ligada ao ego, ou ao seu próprio ego, não poderá jamais manifestar-se no chacra do Coração. Ela permanecerá ao nível do „plexo solar‟ ou de outros chacras, e assim por diante. Vocês substituem a palavra pela Vibração e, nesse momento, tudo se esclarece. Se vocês chegassem a colocar uma Vibração em cada palavra, não haveria mais problemas. Deem-se conta, do nível de crença da Humanidade: quando você pronuncia a palavra Deus, você ativa o 7º chacra. Mas você o ativa para receber o quê? A Vibração de Deus, que não é a Luz. Então, quando você pronuncia Fonte, você ativa a Coroa Radiante da cabeça e você recebe a Luz. Assim, é importante compreender que as palavras os levarão sempre, e mesmo as minhas, a seu próprio campo de percepção e de coerência. Somente a Vibração não pode enganá-los. Somente a Vibração é justa, porque a Vibração segue circuitos energéticos em relação direta com o sentido e a imanência da própria Vibração, para além da palavra.”

Questão: A palavra Allah é também falsificada como a palavra Deus?
O que chamam "God", o que chamam "Yavé", o que chamam "Allah", toma sua Fonte na mesma origem que não é a Fonte, mas que é o demiurgo, cujo verdadeiro nome, se querem saber, é Yaldabaoth. Yaldabaoth é a entidade separada da Fonte que, acompanhada de alguns Arcanjos, criou esta Dimensão. Depois, os Anjos chamados da Queda, cujo chefe era Lúcifer, foram redimidos. Yaldabaoth não está redimido. Ele o será um dia.” UM AMIGO (06.03.2010)

172

“A palavra Deus, eu devo anunciar-lhes, deve ser Fonte, Fonte Mãe/Pai Una, que se cria, ela mesma, através da grande Criadora.” ARCANJO ANAEL (30.07.2009) “Portanto, o que é chamado de Deus, é simplesmente a entidade Yaldebaoth, que veio dos Dracos não redimidos, que veio da [constelação] Ursa Maior e que se intitulou Criador, enquanto que apenas modificou a Criação existente neste planeta, como sobre outros planetas, que foi criado por Maria. Isso lhes mostra a que ponto de impregnação a Fonte foi falsificada e transformada pela impregnação de Deus, porque se emprega a palavra Deus a torto e a direito, não é? E, obviamente, quando vocês pronunciam a palavra Deus, o diabo não está longe, certamente, dado que é a mesma entidade. É ele quem foi chamado o „grande Shatane‟, o administrador desse mundo ou, se preferem, Satã. Deus lhes fala de Diabo, obviamente, eis que tem interesse em manter a dualidade e que o único modo de manter a matriz é privá-la da Unidade. É lógico.” OMRAAM (Aïvanhov) (29.05.2010) “A crença, bem amado, decorre de uma falha. Esse mundo, como o disse nesse mundo dissociado, é um mundo de crenças, e nada mais. A crença retarda a Vibração. A crença cristaliza, e densifica, e estabelece, e materializa, em todos os sentidos do termo. A crença é diretamente oriunda da „culpa‟ induzida por Yaldebaoth, aquele que foi chamado, muito tempo, de Deus, que se substituiu à Fonte. A liberação, o alívio da Consciência, traduz-se pelo desaparecimento da culpa e das crenças. É-lhes preciso substituir, todos, sem exceção, em todos os setores de sua vida, a noção de culpa, pela noção de responsabilidade. A responsabilidade é liberdade, a culpabilidade é livre arbítrio. A liberdade e o livre arbítrio são duas vertentes, totalmente opostas e contraditórias, de uma mesma realidade, que não é a Verdade.” UM AMIGO (12.06.2010) “O problema é que as crenças e as palavras pronunciadas os unem a uma egrégora. Assim, quando vocês pronunciam Deus, vocês se unem instantaneamente à egrégora do Diabo. É por isso que a palavra Fonte foi empregada. A Fonte, de seu ponto de vista, é Deus. Mas se vocês chamam Deus, vocês não chamam a Fonte, vocês chamam outra coisa e, em particular, a dualidade. Então, prestem atenção aos nomes que vocês empregam.” SRI AUROBINDO (27.03.2010)

173

Dados compilados de mensagens do site francês Autres Dimensions http://www.autresdimensions.com/ Enviado por Rosa Autoria: Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com via: http://minhamestria.blogspot.com/

Coletânea sobre Viagem Astral - Autres Dimensions

Nota André: Aos meus 18 anos (2003), eu fiquei encantado pela teoria das
viagens fora do corpo/projeção astral.Esses assuntos puxaram outros assuntos, como chacra, corpo astral, corpo etérico, corpo mental, cordão de prata, catalepsia projetiva, etc. Para mim era só teoria, pois passei o ano de 2003 inteiro praticando para tentar fazer uma viagem astral e o máximo que consegui foi sair do quarto e já voltei para o corpo instantaneamente, hoje eu sei que foi um grande desperdício, a perda de tempo com isso. Talvez meu "anjo da guarda" ou outra "coisa" deve ter se esforçado ao máximo impedindo de eu fazer a viagem astral, pois em meu contrato deve ter um item onde aceito este tipo de intervenção pois urgia outras prioridades a desenvolver. Mas na época eu não fiquei contente: já que não posso com viagem astral, vou então tentar o que propõe o tal livrinho "Sonhos Lúcidos em 30 dias"; consequentemente mais perda de tempo. E óbvio, não consegui ter um sonho lúcido sequer, risos.

Para que ninguém caia nessa palhaçada de buscar no exterior e perder tempo, que aliás está curtíssimo,

174

segue abaixo uma Coletânea sobre as Viagens fora do Corpo - Autres Dimensions
A viagem astral e a experiência fora do corpo se fazem dentro mesmo da matriz e não lhes permite escapar da matriz. UM AMIGO – 4 de agosto de 2010 Quer dizer que, mesmo numa viagem astral ou numa visão sutil astral, vocês poderão perceber luzes, situadas não no interior de um corpo, mas no exterior de um corpo ou de uma estrutura, qualquer que seja, na matriz. Esse processo é estritamente inverso na Existência. A Luz está no Interior da forma. Ela não está no exterior da forma. UM AMIGO – 4 de agosto de 2010 Eu afirmo que a Existência nada tem a ver com o que vocês chamariam viagem astral. O corpo de Existência é uma outra realidade multidimensional em que sua consciência deve penetrar e infundir-se, totalmente, no momento vindo. ANAEL - 1º de outubro de 2009 Muito numerosos seres humanos fizeram a experiência de aceder a estados de Consciência fora do corpo e, no entanto, dentro da Matriz, sem poder sair. Esta experiência, bem conhecida hoje, faz dizer àqueles que voltam que a morte se situa na vida, e que a verdadeira vida está na morte e, no entanto, eles não saíram da Matriz. Eles saíram simplesmente no astral, na experiência fora do corpo, dentro mesmo da Matriz, na luz refletida pelo Sol. E, no entanto, eles chamaram a isso «Amor». SRI AUROBINDO – 17 de setembro de 2010

Questão: como voltar a provocar esta experiência, revivê-la? (Nota André: Referindo-se a experiêcia fora do corpo/viagem astral)
Bem Amado, a finalidade não é esta, a saída correspondeu mesmo à matriz. Ora, o objetivo é sair da matriz. Não há possibilidade de resolução e de acesso à Existência por esse processo vivido, qualquer que seja o sentimento. O acesso à Existência realiza-se pela Vibração da Coroa Radiante do Coração, bem além desta etapa intermediária, realizando a alquimia entre o que vocês chamam de chacra do Coração e corpo de Irradiação da Luz. É apenas através da alquimia dessas duas etapas e desses dois estágios que se realiza a abertura para o subplano do chacra do Coração, permitindo o acesso à Existência. Não há portanto, nem necessidade, nem interesse, para reviver aquilo. ANAEL – 7 de agosto de 2010

175

Questão: as experiências de saída do corpo tem relação com o corpo de Existência?
Absolutamente nenhuma. A experiência fora do corpo é uma saída no corpo astral e no mundo astral que estritamente nada tem a ver com os mundos da Unidade. Qualquer que seja a beleza dos mundos astrais, eles são apenas o reflexo da Verdade. Eles não são a Verdade, ele fazem parte da matriz. UM AMIGO - 16 de março de 2010

Questão: isso tem uma ligação com o que os budistas chamam de corda de prata?
Não, absolutamente. A corda de prata está ligada ao seu plexo solar: ela liga seu corpo físico ao que vocês chamam de seu corpo astral. Esta corda de prata é aquela que se rompe no momento da morte, mas, mesmo na morte, vocês não deixam jamais a dimensão na qual vocês são prisioneiros, ou seja, a 3ª dimensão. Esta 3ª dimensão é uma dimensão onde se reflete, no sentido de espelho e de falsificação, a Luz dos outros planos. Nesse sentido, não se assimila a Luz astral, mesmo em seus planos os mais altos, ou ainda a Luz mental, com a Luz Verdadeira. Trata-se apenas de reflexos de Luz invertida, ao nível desta Luz astral. Quaisquer que sejam a Vibração e a beleza que apresentam nesta Vibração, vocês estão apenas nos sub-planos extremamente densos e pertencentes a esse plano evolutivo e que absolutamente nada tem a ver com os mundos multidimensionais, ou os mundos que eu chamaria de não dissociados. Assim, a Luz astral e a Luz mental participam de seu mundo dissociado, porque elas dele fazem parte integralmente. Assim, a corda de prata é o que se manifesta a vocês quando vocês fazem um processo chamado de experiência fora do corpo. A experiência fora do corpo (a experiência EQM, tal como era realizado e foi realizado por muitos seres humanos sobre este planeta) necessita um fenômeno de saída do corpo em que a consciência toma consciência de que ela existe fora do corpo. Entretanto, esta consciência que existe fora do corpo toma consciência de outro corpo que não é absolutamente o corpo de existência, mas que foi chamado de corpo astral. Esse corpo astral é um corpo de Luz refletida sua cor, aliás, evoca o próprio reflexo da Luz primordial, mas não se trata de Luz. Nesses planos, e mesmo na parte mais alta, existem entidades que vocês chamam de entidades astrais. Essas entidades astrais não fazem necessariamente parte do que vocês chamam de entidades de má Vibração, há entidades evoluindo no Astral que possuem Vibrações muito altas, mas estas, do mesmo modo que vocês estão, de maneira importante, cortadas das dimensões unificadas e das dimensões da Luz autêntica.

176

Elas podem, portanto, apenas refletir, a seu modo, uma forma de Ilusão. Muitos seres humanos, ao curso dos vinte últimos anos, não perceberam que havia uma diferença essencial entre a Luz astral e a Luz do supramental. A Luz astral é bonita para ver, ela pode provocar emoções (e ela é feita para isso), a emoção provocando, a seu turno, uma Vibração. Mas, a gama de Vibrações provenientes do astral absolutamente nada tem a ver com a gama de Vibrações provenientes do supramental, ou seja, situada além da 4ª dimensão, que vocês chamam de 5ª dimensão. Entretanto, a totalidade dos seres humanos não tinha acesso, até o presente, a essas dimensões unificadas, e vários seres humanos tomaram o reflexo pela Verdade. ANAEL – 27 de julho de 2009 Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: André - www.mestresascensos.com

BURACO NEGRO, EU VOU + Coletânea sobre o Buraco Negro - Autres Dimensions
Buraco negro supermassivo aquecendo a bolha cósmica

177

"É naquele momento que a Profundez intervém como elemento desse mesmo refluxo, ou seja, há verdadeiramente, naquele momento, uma retirada total do conjunto das energias do corpo, das forças vitais, isto é, do etéreo, das emoções e do próprio mental, para outra coisa. Esse processo, quando a Profundez lhes permite, naquele momento, ver além da aparência e além do olhar, vai possibilitar-lhes ver, através desta Profundez, o Espírito. Esse princípio, eu tento explicar-lhes através da vivência do ser humano que eu fui, mas pode-se dizer que seus físicos de hoje chegaram exatamente à mesma conclusão. Ou seja, a força para entrar na profundez e para ir a um mecanismo, cada vez mais íntimo, de qualquer matéria, que vocês irão se aperceber, a ciência, tal como vocês a denominam, apercebeu-se de que há no centro do que é chamado de nada, de aniquilação, a Luz Total. É exatamente a mesma coisa para o astrofísico, hoje, já que o que a ciência observa (que nós, em nossa época, nós não podíamos ver já que nós não tínhamos essas tecnologias),

o que vocês denominam, da Terra, um buraco negro, é apenas, na realidade, a Luz.
Eu lembro vocês (e isso lhes foi mostrado, várias vezes, pelos Anciãos), de que

tudo

neste mundo está invertido.
De que, empregando palavras simples, eu diria, que, quando nós estamos encarnados, nós somos o negativo da vida. Nós estamos no vazio, enquanto o pleno está em outros lugares. Portanto, é claro, nós passamos nossa vida buscando a Luz neste mundo, quando a Luz não pode ali se encontrar já que nós estamos, permanentemente, neste estado de projeção, de sonho, onde, obviamente, a alma é de qualquer modo alimentada (em alguma parte e um pouquinho) pelo Espírito, fazendo com que cada ser humano se sinta vivo porque, efetivamente, ele é alimentado, um mínimo, pelo Espírito. Mas o Espírito, vocês terão de convir, é totalmente invisível. Assim como vocês não podem ver a alma, é impossível ver o Espírito com seus sentidos comuns e com a consciência comum. É apenas quando a consciência comum se apagar, quando os mecanismos se aplicarem à Consciência, ao cérebro, ao coração também (e eu falo dos órgãos) que vai, naquele momento, permitir desembocar nesta Profundez e ver, não somente os fios que animam a marionete, mas, verdadeiramente, o que está acima dos fios, ou seja, a Luz. A Profundez e meu próprio nome, SNOW, estão (vocês compreenderam) ligados ao que dá esta Profundez uma paisagem de neve, onde tudo vai fundir-se e desaparecer para deixar aparecer outra coisa. Esta outra coisa (que não é visível nem perceptível, neste mundo) poderá então, nesta sideração do medo, aparecer.

178

Esse processo que eu acabo de descrever (e que muitos seres humano vivenciaram na encarnação), vocês serão chamado a viver, de maneira coletiva. Isso quer dizer o quê? Isso significa que a Luz vai aparecer e, é claro, estando privados de Luz, isso vai representar um impulso final para que a alma, a consciência comum possa, de alguma maneira, retrair-se e escapar, de certo modo, a esse mecanismo que parece vir, e que vem, realmente, pôr fim ao que parece ser chamado de vida.

Mas, obviamente, vocês sabem, o que vem não é o fim, mas sim o nascimento, a Ressurreição, o Renascimento da verdadeira Vida".
SNOW (12-08-2011) "A partir do momento em que o olho se coloca sobre esta Terra exterior ele se afasta cada vez mais de sua Terra Interior.

Essa Terra exterior é concebida como perigosa, é o que é observado no Cosmos, em relação ao que vocês chamam a ausência de Luz: os buracos negros ou, por exemplo, o vazio, que é, de fato, apenas o vazio em seu Espírito, enquanto que são vocês que estão vazios, porque vocês estão projetados para o exterior de algo de real. Há, portanto, uma inversão, inversão total situando-se tanto ao nível do espaço como do tempo, como mesmo no princípio de manifestação da consciência.
O princípio de projeção sobre um eixo falsificado, tendo sido realizado por certo número de Consciências chamadas os Administradores, permitiu, de algum modo, criar próprias leis aplicáveis exclusivamente no confinamento. Essas leis, vocês as conhecem, estão ligadas à velocidade máxima da luz, tal como ela é observada neste Universo. Esse confinamento tem apenas um único objetivo, é de manter-se ele mesmo através de certo número de regras confinantes, chamadas a limitação, chamadas, em outros termos, a gravidade, o eletromagnetismo, privando-os da Graça, ou seja, do acesso aos mundos supra Luminosos." ANNA (28-04-2011) "Bem amado, não se esqueça que a visão que vocês têm de seu cosmos é, também, completamente falsa. O que vocês veem no céu não é a verdade.

O essencial da Luz situa-se ao nível do que seus físicos chamam buraco negro ou vazio, que não é absolutamente vazio."
ANAEL (13-02-2011)

179

"...os

Buracos Negros é uma visão alterada do que é, para vocês, quando vocês veem um Buraco Negro.
Ele absorve tudo e isso dá muito medo, porque quer dizer que desaparece. Não, isso quer dizer que aparece na Luz, se desaparece à sua vista.

Não se esqueçam que, nesta Dimensão, tudo o que vocês veem é uma imagem invertida, absolutamente tudo.
Essa inversão, aliás, está presente, mesmo ao nível dos cruzamentos dos cérebros e da imagem que cria sua retina que se inverte, no cérebro, passando pelos cruzamentos de nervos óticos." AÏVANHOV (03-05-2011) "Não

se esqueçam de que vocês estão num mundo invertido, a tal ponto que o que vocês chamam, o que os cientistas chamam o buraco negro ou o vazio do universo, que constitui mesmo assim 95% da massa total do Universo, então vocês chamam o vazio ou o negro. Mas isso é arquifalso.
São vocês que estão no negro. Vocês são uma sombra invertida. Aliás, os Vegalianos, quando vêm operá-los, são obrigados a colocar óculos para vê-los porque, para eles, vocês são invisíveis, porque vocês estão na sombra. Enquanto vocês estiverem exteriorizados na Consciência, vocês estão numa projeção." AÏVANHOV (20-02-2011) "Nos mundos supralumínicos, a Consciência, eu diria, é apenas Vibração, a corporeidade não é mesmo fixa dentro de uma forma, dado que ela se expressa através de um veículo que é modulável em função dos desejos, da própria coloração dos desejos que apresentam esta Consciência habitando um veículo, feito para vocês de partículas imateriais. O que vocês chamam de imaterial em seu mundo são apenas partículas não conhecidas, porque não presentes em seu universo. E, evidentemente, seus cientistas chamam a isso de antimatéria.

A antimatéria é, por definição, o inverso do que é chamado por seus físicos, buracos negros, mas bem mais, a Luz. Há, aí também, uma inversão específica, fazendo temer os buracos negros e a antimatéria como algo que significa a aniquilação total da Consciência.
Ora, nada é mais falso do que isso.

180

É o mesmo princípio para o fogo: suas religiões, sem exceção (exceto, talvez, no hinduismo), sempre assimilaram o fogo às chamas do Inferno, enquanto que o fogo é, antes de tudo, iniciação e amor. Vejam como é muito fácil inverter uma Verdade para fazer algo de falsificado, desviando inteiramente o sentido primeiro do que é observado, sentido ou vivido. A antimatéria não é a morte, mas, ao contrário, a Vida." SRI AUROBINDO (17-09-2010) "...é perfeitamente aceitável compreender que o que vocês observam com seus telescópios e com seus olhos, como o sabem agora, não corresponde absolutamente à realidade. O prisma pelo qual vocês funcionam, que fechou vocês em meio a uma realidade tridimensional falsificada, mostra-lhes o cosmos. Eu creio que já tive ocasião de lhes dizer que “cosmos” encontra sua origem no Sumério, língua original, que quer dizer “kus mus”, ou seja, a „pele de serpente‟. O cosmos tem outra realidade que essa que seus olhos veem, que não corresponde a estritamente nada à Verdade.

Deste modo, portanto, o que vocês chamam de “buracos negros”, que para vocês representam o terror o mais absoluto, são de fato „lareiras de Luz‟.
Mas, como vocês estão invertidos, vocês têm a impressão de que o céu está vazio." ANAEL (22-10-2010)

Questão: você fala frequentemente de Multiuniverso, Universo etc. Mas o que é um «verso»?
Um Universo corresponde simplesmente a um conjunto preciso, com referências precisas (no plano da Consciência, no plano matemático e nos diferentes planos físicos), podendo existir nas Dimensões. Um Super-Universo é constituído de um conjunto de Universos. Um Multiuniverso é a associação de várias Dimensões num Universo.

Um buraco de “minhoca" ("vers") [*] é o que vem perfurar as dimensões, permitindo uma comunicação num mesmo Universo ou Multiuniverso.
Um Super-Universo é, quanto a ele, a associação de certo número de Universos. Agora, a etimologia da palavra "verso" não deve ser necessariamente desatrelada de Universo, Multiuniverso ou Super-Universo. A raiz Vibratória nada tem a ver com a palavra “verso” em si mesma. [*] aqui há uma conotação mais compreensível no francês, uma vez que "vers" nessa língua significa "verme, minhoca", levando a explicação a "buraco de minhoca", como explicado nesse trecho:

181

Em física, um buraco de verme ou buraco de minhoca é uma característica topológica hipotética do continuum espaço-tempo, a qual é, em essência, um "atalho" através do espaço e do tempo. (fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Buraco_de_minhoca). ANAEL (30-11-2010)

Segue abaixo algumas imagens de "buracos negros":

182

Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: Minha Mestria

183

Coletânea sobre Almas Gêmeas - Autres Dimensions

Questão: qual é o ponto de partida da existência das famílias de almas?
Existe, nos mundos falsificados, uma relação e um intermediário entre o corpo da personalidade e o Espírito. Essa relação, esse laço, foi chamado alma. A alma pertence, irremediável e inabalavelmente, à matriz. Ela não existe no Espírito. Assim, nas experiências extensivas que vocês tomaram na encarnação, as relações, as ressonâncias, as atrações e as repulsões criaram-se entre algumas almas. Ao nível do Espírito, as famílias de almas não têm qualquer sentido, porque a alma pertence à matriz. Assim, falar de alma Irmã ou de alma gêmea não tem, ao nível do Espírito, qualquer sentido, dado que se trata de uma Dimensão intermediária. Vejam aí simplesmente um princípio de atração e de ressonância exprimindo-se de acordo com caminhos em afinidade, poder-se-ia dizer. O Espírito, situado ao nível da Unidade e do Sol, não se importa com esses mundos intermediários. A palavra família de almas foi criada, mas recordem-se de que a noção de família é uma invenção existente unicamente nos mundos dissociados. Sua única família é uma família espiritual Vibratória ligada à sua dimensão de Espírito, à sua dimensão estelar, à sua origem estelar, à sua origem Dimensional e às suas Linhagens. Mas, em caso algum, isso tem qualquer relação com o que é chamada a alma. Anael 13 de fevereiro de 2009

184

Questão: contatar a chama gêmea é necessário para atingir a Existência?
Isso é o que ainda essas teorias um pouco lamacentas os fazem crer, que é preciso estar com alguém para atingir a Existência? Vocês apenas podem atingir a Existência só e único. Existe o que se chama de famílias de almas, é completamente verdadeiro. Existe o que se chama de chamas gêmeas, mas isso não tem qualquer implicação outra que o gênero de projeção, assim, de querer reencontrar uma chama gêmea. A chama gêmea é simplesmente a primeira, saída do Espírito, Criação da alma no mundo Unificado multidimensional, mas isso para aí. Jamais foi dito, em nenhum lugar, que se pode ascensionar porque se reencontra sua chama gêmea. Por outro lado, o reencontro Interior com uma chama gêmea não tem qualquer especificidade de autenticidade, porque a Vibração das chamas gêmeas é uma reconexão que pode se fazer de modo específico, mas, em nenhum caso, isso levanta qualquer possibilidade de Existência. Eu sei que vocês têm uma mania particular, ao nível das teorias, como essa, que é preciso encontrar sua alma irmã, que é preciso encontrar sua alma gêmea, que é preciso encontrar um salvador, em algum lugar, para poder se salvar. Mas eu lhes asseguro, vocês apenas podem se salvar sozinhos. Há muitas coisas que, aparentemente, foram escritas sobre esta noção. Mas muitas projeções foram feitas sobre isso. Há uma realidade espiritual das chamas gêmeas que se cruzaram, talvez, no decurso das vidas. Então, com a Revelação que aparece e as percepções Vibratórias que se afinam, pode-se efetivamente reencontrar sua chama gêmea, no plano Vibratório, mas há 20 ou 30 chamas gêmeas, vocês vêem o que quero dizer. Eu não digo que a chama gêmea não seja verdadeira. Eu digo que as conclusões que são tiradas são falsas. O.M. AÏVANHOV 04 de agosto de 2010

Questão: para ascencionar, somos supostos a reencontrar, antes, nossa chama gêmea?
Bem amados, isso faz parte de ensinamentos falsificados. Vocês são totalmente livres e UM. UM, que quer dizer que são livres, mesmo com relação a acasalamentos que teriam existido nesta dimensão. Obviamente, foi referido, em numerosos ensinamentos, o que é chamado alma gêmea, chama gêmea, ou centelha gêmea. Nada há aí que possa impedir qualquer ascensão. Obviamente, existem almas que eu qualificaria de gêmeas. Isso é uma realidade. Mas essas almas gêmeas estiveram prisioneiras, ao mesmo tempo, nesta dualidade.

185

Reencontrar a Unidade necessita comunicar com todo Ser e toda Consciência, do mesmo modo. Não há prioridade com relação a uma chama gêmea ou a uma alma gêmea. Ao contrário, isso pode ser, mesmo, um obstáculo importante ao fenômeno da ascensão. A ascensão necessita reencontrar sua soberania integral e portanto sua Unidade. Vocês são inteiros, Unos, a vocês sós. Não têm portanto que se preocuparem do outro. A melhor maneira de ajudar o outro é subir em Vibração, Amar e Servir e subir em Vibração, porque é através dessa subida vibratória que vocês permitirão aos que estão a seu redor, sejam almas gêmeas ou inimigos, subirem ao mesmo tempo que vocês. ANAEL 21 de novembro de 2009

Questão: nessa Maternidade interior, qual é o papel e a função da complementaridade feminina para um homem?
Ao nível do ponto AL, você é Ele e Ela. Enquanto existe uma busca exterior, seja sexual, afetiva ou espiritual, não pode haver complementaridade em você. Isso é um condicionamento fazendo-o crer que há necessidade de encontrar um eterno feminino. Na linguagem da Nova Idade, isso foi chamado alma irmã ou chama gêmea. Se existem almas irmãs ou chamas gêmeas, elas existem, mas jamais foi dito que havia necessidade de reencontrá-las no exterior de si. A partir do momento em que os Arcanjos estão presentes em você, a partir do momento em que você aceita que é uma parcela e a totalidade da Fonte, a partir do momento em que começa a viver a Consciência de Si e o Samadhi, não há qualquer complementaridade exterior a buscar, porque você é completo e inteiro, em você sozinho. Crer que algo de exterior à Luz, mesmo veiculando a Luz, vai trazer-lhe a complementaridade é um engano. Apenas a personalidade é que se crê incompleta e que vai construir cenários, mesmo nesse mundo, em que ela vai aplicar as leis da matéria como as leis do Espírito. Mas as leis do Espírito não são as leis da matéria. As leis da Unidade nada têm a fazer, nem a ver, de perto ou de longe, com as leis da Dualidade. A Dualidade é baseada na falta, ligada ao bem e ao mal, e fechada no triângulo Luciferiano, fazendo-os sempre, e mesmo em suas estruturas cerebrais, posicionar-se em relação a algo, como um bem ou um mal. O bem sendo, nesse nível, apenas o oposto do mal e o complementar do mal. A Unidade não é nem o bem nem o mal. Ela é o Tudo que transcende e supera o bem e o mal. A graça, nos mundos Unificados, não tem de modo algum a polaridade, tal como vocês a concebem, por exemplo, complementaridade homem/mulher. Existem polaridades. Um Arcanjo tem uma polaridade que vocês qualificariam de masculina. Uma Estrela tem uma polaridade que vocês qualificariam de feminina.

186

Mas, nos mundos Unificados, isso não tem o mesmo alcance, nem o mesmo valor, nem a mesma representação, como para vocês, desse lado do véu. As leis da matéria não são as leis do Espírito. Há, em você, sua feminilidade. Quando você toca a Androginia primordial, o ponto AL, seja ao nível das frequências Metatrônicas, seja ao nível das Estrelas de Maria, dá exatamente a mesma percepção. Aquele que vive o acesso à Unidade não é nem homem nem mulher. Isso não quer dizer, contudo, que ele deva privar-se de qualquer sexualidade, mas isso vem muito naturalmente porque, tendo a completude vivida no Interior, todos os jogos da Dualidade eliminam-se natural e espontaneamente. O que não é, é claro, o caso no Fogo Prometeico em que, naquele momento, qualquer que seja a idade e as condições, tanto para o homem como para a mulher, isso vai se traduzir por necessidades específicas, nada mais tendo a ver com a completude Interior. Para um homem, viver sua Maternidade Interior ou sua feminilidade Interior (porque é exatamente o mesmo processo) consiste em aceitar sua parte feminina, integrá-la e manifestá-la. Manifestá-la dá, naquele momento, uma incapacidade ou uma impossibilidade de manifestar qualquer polaridade masculina ou feminina, porque essas duas polaridades são, então, transcendidas. MA ANANDA MOYI – 28 de abril de 2011

Questão: eu temo não ver se realizar uma aproximação de alma anunciada, muito importante com uma «alma irmã».
Então, caro amigo, se eu lhe dissesse mesmo o nome da rua onde mora esta pessoa, você crê que seu caminho se tornaria mais luminoso? Mesmo se é uma alma irmã, mesmo se é o que se chama de uma chama gêmea? O importante, hoje, não é encontrar as almas irmãs. Isso era válido há alguns anos, porque era importante para permitir encontrar a inspiração do coração. Mas, hoje, a busca essencial é a busca de si mesmo. O.M. Aïvanhov 28-07-2009

Questão: qual é o sentido, hoje, no casal, a chama gêmea?
É preciso prestar muita atenção nesse conceito e isso já respondi. Eu repito. Vocês frequentaram, no plano Vibratório, em função de suas linhagens, em função de sua Dimensão de origem, em função de seu sistema estelar de origem, certo número de seres. Esses seres são mais ou menos próximos Vibratoriamente e, «por coincidência», nos momentos que vocês vivem nesta vida, atualmente, vocês estarão em ressonância com

187

parcelas de Luz que lhes foram comuns nas origens estelares, nas linhagens espirituais ou nos planos Dimensionais. O erro seria crer que você tem necessidade de fazer sua vida com esta pessoa, porque isso vai ser o inferno. Mesmo se você tem a impressão de se reconhecer. Mesmo se você tem a impressão que vocês vibram nas mesmas coisas. É somente uma reconexão. Do mesmo modo que, quando você se reconecta a Maria, você sabe que é Maria. Por isso, você vai pedi-la em casamento? Do mesmo modo, fusionar com Cristo ou com Miguel. Você tem vontade de fazê-los seus? Não. Ao nível Vibratório, com as Entidades que vocês vão reencontrar, cada vez mais, é exatamente o mesmo processo. Atenção para não entrar na armadilha do ego ou da personalidade, que quereria viver isso todo o tempo. É o Amor, mas não é mais o Amor dos sentidos físicos, é o Amor dos sentidos espirituais, que é ainda mais perigoso que o Amor dos sentidos físicos. O.M. AÏVANHOV – 15 de setembro de 2010

Questão: aprender a sair de meu corpo para me juntar a minha chama gêmea me ajudaria a me juntar a meu corpo de Existência?
O corpo de Existência está na antípoda do corpo astral. O corpo astral o faz sair na matriz. "Agora, eu duvido muito que um ser multidimensional esteja na matriz, ou seja, que se você sai no astral, na matriz, você encontra, como se diz ""que dalle"" [expressão idiomática que significa “absolutamente nada”], a não ser seus próprios demônios e os habitantes do mundo astral. " Um ser multidimensional não pode se encontrar na matriz, porque a matriz é tudo, menos multidimensional. O Astral é outro componente da matriz, que lhes é invisível quando vocês estão nesse corpo. A saída do corpo não é o acesso à Existência. O acesso à existência se faz pela Vibração do Fogo do Coração, pela Coroa Radiante do Coração e, por vezes, pela Coroa Radiante da cabeça. A saída astral se faz pelo plexo solar e ela não lhes permite aceder à Existência. Vocês são Espírito, Luz. No momento em que há saída e não Criação, saída da Fonte, a própria Fonte, quando ela sai de si mesma, ela é obrigada a se mirar, para se lembrar, é indispensável. Vocês, Nós, Chama, quando saímos da Fonte, há um processo, não quero chamá-lo de dissociação, fragmentação, porque não é isso, é Criação simultânea de uma cópia. Isso se denomina Chama Gêmea.

188

Agora, querer crer que é preciso reencontrar a Chama Gêmea existente no Espírito ao mais próximo da Fonte, na matriz, é uma ilusão. Vocês estão completamente a vocês, completamente sós. Entretanto, há uma verdade relativa, como diz Anael, e absoluta. Você tem realmente uma Chama Gêmea, mas para que serve reencontrá-la? É uma busca exterior que não pode se confundir com o acesso à Existência. Na Existência, não se pode chegar com a Chama Gêmea. É uma ilusão e é uma projeção. Não é porque houve uma atração, quando de um contato, que isso deva se traduzir por uma Verdade na matriz. Isso estritamente nada tem a ver. Então, as almas irmãs é similar, são almas com quem vocês estiveram próximos em outras vidas. Vocês podem se achar plenos e isso vai ressoar, isso vai provocar o que? Uma atração, qualquer que seja o nível de atração. Mas esta atração, ela se situa na matriz. Ele não é, portanto, como dizer..., o que vai conduzi-los à Existência. A condução à sua Existência apenas pode se fazer só, em você e na Vibração do Coração. São dois caminhos que eu qualificaria, voluntariamente, de diametralmente opostos. Há um que conduz à Unidade e o outro que conduz à Ilusão da Unidade. A revelação das Chamas Gêmeas está ligada à intensificação das Energias existentes desde já alguns anos. Mas, como você o faz observar, há seres que têm uma Chama Gêmea que pode estar em outros planos, não unicamente no astral, mas também, realmente, na multidimensionalidade. Mas é preciso primeiro se juntar a si mesmo, porque querer se juntar a uma Chama Gêmea é algo que se produzirá no Espírito, quando da reintegração na Fonte, mas não agora. É toda a ilusão e a armadilha de alguns escritos que os encorajam a buscar a Chama Gêmea e a alma irmã, porque são duas partículas ígneas de Fogo que devem fusionar no Fogo. Mas, para fusionar no Fogo, é preciso já ter reencontrado sua própria Existência, a si mesmo. Sem isso, é uma busca exterior, como as outras. O.M. AÏVANHOV – 13 de agosto de 2010

Questão: qual é o papel das chamas gêmeas?
Querido Filho, não me compete responder a esse gênero de questão, hoje. Saiba que para o Espírito e para a Verdade do que você é, isso não tem, estritamente, qualquer importância. Enquanto você estiver dependente de alguma coisa além de você mesmo, além de seu próprio Coração, você não é você mesmo. Seja a crença na necessidade de uma chama gêmea ou de uma alma irmã para se realizar, para se despertar.

189

Hoje, a hora chegou de viver e de compreender que vocês são inteiros e totais em vocês, sozinhos. Que apenas reencontrando esta totalidade do que vocês são que vocês chegarão a bom porto. E não se pendurando em uma Vibração exterior a vocês. Seja ela de uma chama gêmea.. Muitas crenças foram veiculadas que vocês não poderiam viver a Luz sem estarem ao lado de sua chama gêmea. Isso é uma crença. Nada mais. A Verdade é Una. A Verdade é que vocês são Um e inteiros, em vocês, sozinhos. Queridos Filhos, como lhes disseram vários interventores masculinos, vocês sozinhos podem ir e abrir seu Coração. Se vocês não estão prontos, nós poderíamos bater durante muito tempo à sua porta, vocês não a abririam, mesmo sabendo que é sua Mãe que lhes fala. Assim, é da humanidade adormecida e assim é de algumas Almas, muito pouco numerosas no olhar da multidão, que quiseram substituir suas próprias regras pelas leis da Fonte e do Amor. Ainda uma vez, vocês não têm que se preocupar disso. Quanto melhor vocês estiverem alinhados com vocês mesmos, com o que vocês são, melhor as coisas desenrolar-se-ão facilmente e na evidência. MARIA – 17 de maio de 2010 As relações devem torná-lo livre. A relação não é uma ligação. A relação deve fazê-lo permanecer soberano em referência não importa a quem. Se você se coloca na dependência de alguém, não venha, depois, se queixar de não ter encontrado a Unidade. A Unidade se encontra em Si, por Si e pela Fonte e certamente não por um ser humano, seja ele um grande guru, um grande Mestre ou uma alma irmã, ou uma chama gêmea. A maestria o retorna sistematicamente a você mesmo. Não peça a ninguém para dar o passo por você. Um guru está lá para exercer seu papel de guru. Um salvador está lá para exercer seu papel de salvador. Uma vítima está lá para ser uma vítima. A soberania não é sobretudo um desses três. E você não pode pretender a soberania se desempenha um desses papéis, quer seja com a família, quer seja não importa com qualquer outro ser humano. Entrar na Unidade se faz só. É preciso que você conserve seu poder. Você não deve remeter seu poder a ninguém, exceto à Luz, sem isso, você corre o risco de ser confrontado, nas épocas que vêm, a desagrados importantes. O.M. AÏVANHOV - 1º de novembro de 2009

190

Questão: e quanto ao futuro do casal, sabendo que se vê cada vez mais casais de mulheres, de homens e que há igualmente muitas mulheres sozinhas?
Este é o caso de sua dimensão. Este não é o caso de dimensões além de sua dimensão. A noção de casal, tal como a conhecem, a noção mesmo que alguns de vocês chamam de «alma gêmea» ou «chama gêmea», não é mais que uma deformação da Verdade. Acedendo aos mundos unificados além de sua dimensão e, portanto ao que vocês chamam de quinta dimensão, vocês descobrirão lugares onde nada é partido, onde nada é separado. A Consciência unificada funciona, regra geral, sob a forma de 24 unidades de Consciência, que corresponde à organização da Luz na quinta dimensão. Não pode haver casal, no sentido que vocês entendem, a partir do momento em que as energias se fundem com o ambiente, no sentido amplo, assim como lhes descreveram mesmo alguns desencarnados nas comunicações, mesmo do mundo astral, correspondentes à perda de seus corpos. Quando vocês encontram uma entidade, vocês trocam uma Vibração. Isto poderia ser assimilado, por vocês, a uma relação sexual, mas, obviamente, isto não é uma Relação de corpos, mas de Vibração. Vocês foram chamados, nos multiuniversos e nas dimensões unificadas, para viver este aspecto energético. Vocês não serão mais separados, vocês não terão mais necessidade de viver o que vocês chamam casal. O que não quer dizer que as almas não sejam afiliadas ou reunidas de uma maneira ou outra. Mas vocês não poderão mais estar isolados e fechados dentro de uma relação, qualquer que seja. Porque toda Relação será, por definição, aberta. MIGUEL - 20 de setembro de 2009 Questão : pode nos falar das diferentes famílias de almas? É extremamente atraente falar de almas irmãs ou de chamas gêmeas porque isso explica a incompletude do Ser humano. Então, querer se reencontrar nas famílias de almas é, também, certamente, apaixonante. Assim, querer reencontrar uma alma irmã ou uma chama gêmea ou uma alma gêmea é, certamente, muito apaixonante. Mas, fazendo essa volta, vocês se afastam de sua completude. Vocês são completos em vocês, totalmente sós. Existem, certamente, filiações e relações de alma que nada têm a ver com a encarnação mas procurá-las ou compreendê-las os faz sair de sua Unidade primeira. Vocês devem, hoje, superar esta noção, a fim de encontrar sua Existência. Vocês não podem encontrar a Existência procurando uma outra Existência. Continuando neste ensinamento, é ele que permitiu abri-los à realidade de outras dimensões e Anjos. Isto foi fundamental.

191

Entretanto, convém compreender que alguns ensinamentos devem ser superados e transcendidos. São apenas etapas, não é preciso aí parar. Se devemos falar de família de almas, a única coisa que poderíamos dizer é algo em relação com a Vibração. A Vibração faz com que existam almas com polaridades, a fim de reencontrarem sua Fonte primeira. Essas polaridades são a Essência do trabalho a efetuar, e efetuado no curso de uma encarnação e no curso de várias encarnações, nesta Ilusão. Algumas almas devem trabalhar a matéria. Algumas almas devem trabalhar a comunicação ou a relação de ser. Algumas almas devem trabalhar o lado espiritual sem a matéria. Assim, vocês teriam uma colocação de almas. Mas o objetivo de sua alma, hoje, é de recuperar sua brancura, ou seja, sua Existência, ou seja, sua ausência de coloração ligada à falsificação desse mundo. Assim, não se prendam a reencontrar seu sentido de alma mas sobretudo o sentido de seu Espírito e a brancura de sua alma, e não mais polarizada pela encarnação. ANAEL – 7 de outubro de 2009

Questão: como saber se se está frente a uma chama gêmea?
O reencontro com a chama gêmea é um abrasamento de tipo fogo ao nível da alma e do Espírito ao qual pode participar, ou não, o corpo, segundo as idades e as possibilidades de acasalamento, ou não. O importante não é tanto a vivência, mas a revelação. A chama gêmea está além das outras convenções, dos outros reencontros. O reencontro da chama gêmea está ligado aos reencontros da Unidade e não aos reencontros do outro. Vocês saberão quando estão frente a uma chama gêmea quando viverem o abrasamento do coração, para além de toda relação de vida, de toda relação de casal, de fusão ou outra. É um reencontro, e nada mais, que este possa ou não traduzir-se por uma realidade de vida, o que é raramente o caso. RAM – 26 de outubro de 2008

Questão: reencontra-se sempre a chama gêmea na encarnação?
Absolutamente não. É um processo extremamente recente, que é possível apenas em final de ciclo, bem após, obviamente, a criação dessas duas chamas gêmeas. Mas isso não é absolutamente obrigatório. Eu diria mesmo que é um processo extremamente raro, porque ele induz a tais choques que, geralmente, um ou os dois seres não podem encaixar-se.

192

RAM – 26 de outubro de 2008 As almas gêmeas são almas que procedem, em realidade e em Verdade, da mesma centelha Divina que se fracionou progressivamente e à medida da descida na encarnação. O que pode explicar que algumas memórias sejam comuns a algumas encarnações e a algumas almas. ANAEL – 22 de maio de 2009 As chamas gêmeas jamais tiveram carma a viver juntas, jamais tiveram experiência ligada a laços tecidos. Trata-se de uma reconexão ligada à presença delas, simplesmente, com relação à centelha Divina ou ovo cósmico comum. Isso não implica em qualquer obrigação de voltar a tecer uma nova relação. Implica, simplesmente, na reconexão e num reconhecimento significando a ativação, nas duas almas, de novas potencialidades liberatórias e, em caso algum, a necessidade de realizar uma união ou uma relação, qualquer que seja. Esta relação é conhecida desde pouco tempo e manifesta-se cada vez mais frequentemente nos caminhos evolutivos das almas quando de seu retorno, ou de seu caminho de retorno para a Fonte. ANAEL – 22 de maio de 2009 Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: André - www.mestresascensos.com

COLETÂNEA: OS 4 PILARES - HUMILDADE (1) AUTRES DIMENSIONS

193

(o som dá o tom)

"Humildade é renunciar a tudo o que faziam as certezas Interiores da vida até o presente". "Humildade é reconhecer a evidência do efêmero, a evidência de todas as ilusões". "A Humildade é uma verdadeira satisfação e uma verdadeira Alegria, dado que é o momento em que as reivindicações do ego soltaram-se em sua consciência". "Humildade é aceitar o Desconhecido". "A Humildade confere a Grandeza, mas a Grandeza do Espírito". "Lembrem-se: «não sou o confinamento», «não sou o medo», «não sou o que diz minha cabeça», «não sou o que diz meu corpo». Eu sou a Eternidade". "A Humildade é, enfim, aceitar que, durante este período, vocês não dominam, absolutamente, qualquer elemento de suas vidas, de seu ambiente ou da Luz, ou da sociedade, ou da Terra e do Céu, porque são esses elementos que verão a influência da Luz agir sobre eles e transformar, completamente, as circunstâncias do que vocês chamam sua vida". Gemma Galgani (24-09-2011)
(frases de Gemma enviadas por Manoel Egídeo)

"A humildade não se importa com o que vocês eram aqui embaixo, ontem ou há muito tempo. A humildade não se importa, também, com o que será amanhã, não prevê nada, porque a humildade estando estabelecida na simplicidade, ela sabe pertinentemente que a simplicidade provê tudo, absolutamente tudo". "Não pode haver Verdade sem humildade. Não pode haver revelação do Espírito enquanto a humildade não está instalada. Eu não falo de falsa aparência, mas efetivamente o que significa a humildade no seu sentido o mais nobre: aceitar não ser nada aqui para ser tudo no Espírito". Philippe de Lyon (19-02-2011) "O Abandono à Luz pode ser vivido apenas se há transparência. O Abandono à Luz pode ser vivido apenas se há humildade e simplicidade. Dito em outras palavras, em outros tempos, pelo Cristo, isso dá: «Aquele que quiser elevar-se será rebaixado. Aquele que se abaixar será elevado»". Ma Ananda Moyi (28-04-2011) "Porque, quando vocês vão na humildade a mais sincera, quando (mesmo continuando suas atividades ditas exteriores, ilusórias) vocês reconhecem que estas estritamente nada são com relação ao que vocês são, vocês dão já um passo para a Profundidade".

194

"Eu repito, esta humildade não é uma negação da personalidade, mas é aceitar remeter ao seu justo lugar o que ela é. E esse corpo também, ainda que seja seu Templo, porque é nele que deve se manifestar o Cristo". "Enquanto há uma veleidade de apropriação da Luz vocês não podem ser humildes. A humildade é um caminho que se percorre. É bem além da abnegação, é bem além da dissolução". "Ir para a humanidade, ir para a humildade é aceitar. Aceitar, abandonar-se, acolher palavras que retornarão cada vez mais agora". "A humildade será, para vocês, um elemento importante e motor porque, na humildade, não pode haver qualquer reivindicação exterior". "O Coração é humilde. Ele é humilde porque ele sabe que toda a Criação e todas as Criaturas, um dia, juntam-se à Fonte, não perdendo o que quer que seja, mas tornando-se si mesmo a Fonte". "Sair do confinamento, o seu, como aquele que vivia a Terra, é possível apenas pela maior das humildades, o que a Terra manifestou, sem jamais se rebelar. Porque é aceitando ser cada vez menor e cada vez mais humilde que se revelam a majestade e a grandeza do que vocês são. A Terra, como cada um de nós". "Nada poderá realizar-se se não há humildade, mesmo nesta Dualidade. A humildade será, de algum modo, seu salvo-conduto de Luz e de Verdade. Paramentando-se com o manto da humildade e de sua Vibração, vocês encontrarão cada vez mais seu corpo de Eternidade, aquele que foi chamado pelos Arcanjos o corpo de Existência". "Quanto mais vocês forem para a humildade, mais o que lhes acontecer, nesta ilusão, lhes parecerá fútil e sem importância. Mas, entretanto, vocês deverão vivê-lo a cada minuto". "A humildade é, de algum modo, o bálsamo do sofrimento. Porque todo sofrimento, em definitivo, está aí apenas para recordar a condição efêmera". "A humildade conduz à alegria". Teresa de Lisieux (13-03-2011) "Apagar-se não quer dizer desaparecer ou ser humilhado ou humilhar-se a si mesmo, mas é um convite para penetrar na profundidade de si mesmo porque, é claro, quando não há

195

mais veleidade de ser algo no exterior, efetivamente algo no interior aparece na naquele momento". "É assim que se instala a Pequenez. Ela não se instala pela humildade que vocês vão decidir, assim, de um dia para o outro, tornar-se humilde. Porque há um risco, é que o próprio ego apropria-se dessa humildade para dela fazer, de algum modo, um fazer-valer, ao invés de um estado Interior". Teresa de Lisieux (11-04-2011) "Tudo o que se manifesta em vocês concorre para levá-los a reencontrar o Pequeno Caminho, a ouvir a Criança Interior e a tornar-se essa Humildade e essa Simplicidade". "As condições são também não estar suficientemente na Simplicidade, estar numa espera exterior que os afasta da Humildade e da Simplicidade, numa busca exterior, porque a personalidade exprime-se e a personalidade vai reivindicar, sempre e ainda, porque ela está insatisfeita, permanentemente. Enquanto há uma reivindicação, efetivamente, há personalidade". Teresa de Lisieux (01-05-2011) "Regozijem-se, mas, principalmente, sejam humildes, porque na humildade brilha a mais intensa das Luzes de Verdade. E, nessa humildade, vocês encontrarão sua força Interior, a força do Ser Unificado. A força e o sopro de ser, sustentado por Cristo, Miguel e mim mesma". Maria (17-09-2010) "O não-desejo é um estado de não-espera, é um estado de vacuidade em que a Luz pode agir, em que se revela então o Fogo do Espírito (pela Inteligência, pela Humildade, pela Simplicidade) que vem substituir, eu diria, corpo e propriedade, as ações da personalidade". "Desiludir-se é ver-se claramente. Os motores são: a Humildade e a Simplicidade. Bem além dos comportamentos mostrados e dados a mostrar aos seus Irmãos e Irmãs, mas já no vis-a-vis (face a face) de vocês mesmos". "Se você aceita ver-se em todas as partes de si mesmo, ilusórias, nos diferentes corpos de que acabo de falar, pouco a pouco, o próprio fato de ver-se e de aceitar ver-se o colocará na distância e mesmo na recusa, na desidentificação do Eu para penetrar, através da Humildade e da Simplicidade, na Inteligência da Luz e em sua dimensão de Eternidade. «Eu nada sou» ou «Eu sou Tudo». O que não é: «Eu sou». Sendo o Tudo, você não pode ser uma parte que exprime um desejo, porque o Tudo não tem necessidade de nada, apenas Ser".

196

Mãe (companheira de Sri Aurobindo) (24-04-2011) "Estar na Vibração da Luz, pela graça do Fogo de Miguel, pela graça da Presença do Arcanjo Uriel, pela graça da Redenção, realiza-se apenas pela humildade a mais verdadeira e a mais autêntica". Miguel (12-03-2011) "Esse mundo que termina vai entrar em fases de ação e de reação cada vez mais intensas, cada vez mais difíceis. Será, contudo, que vocês são isso? Será, contudo, que vocês devem, vocês também, entrar em ação ou reação? Não. Tornem-se menores. Tornem-se humildes". "...a humildade, ou seja, considerar-se como ao mesmo tempo o grão de areia, permitelhes ao mesmo tempo ser o Tudo. Mas enquanto vocês reivindicarem uma posição intermediária, vocês estarão separados do Tudo e separados do grão de areia. Vocês não serão então nem o Tudo, nem o grão de areia, mas simplesmente estarão no ego e na personalidade. Estar no Amor, é oferecer a outra face. É manifestar a doação em tudo o que faz sua vida. É mudar de olhar, mesmo sobre seus próprios sofrimentos, mesmo sobre as próprias afrontas vividas em sua vida, por um ambiente que seria contrário à Unidade e o Amor". "Então, «Tudo é Um» necessita a humildade. Necessita levar um olhar a cada minuto, renovado e novo, para mudar de visão, para mudar de paradigma, para mudar de Vibração, definitivamente. É acolher tudo o que se manifesta à sua Consciência como fazendo parte de vocês, que aquilo seja a afronta, que aquilo seja o golpe que recebem física ou psicologicamente, como a rosa que vocês acolhem e que lhes é oferecida. Isto deve fazer-se do mesmo modo: sem indiferença, mas sem reação. Sem prazer ou desprazer, mas na Alegria, porque é na aquiescência a esta Verdade que vocês poderão aproximar-se, ao mais próximo possível, do Amor e do «Tudo é Um»". Ma Ananda Moyi (05-03-2011) "Simplesmente, quanto mais possível, tentem estar no Coração, na Vibração de seu Coração, centrados pelos quatro Pilares tais como lhes foram comunicados. Pela humildade, pela simplicidade, tudo se estabelecerá. Isso é, minha fé, tão simples". "Eu poderia encontrar palavras, que são perfeitamente aplicáveis nessa Ilusão e que os aproximariam da humildade e da simplicidade. Primeiramente a transparência.

197

Tornar-se claro. Tornar-se espontâneo. Não ser regido por suas próprias emoções ou por seu próprio calcular. ...E depois, também, encontrar a humildade e a simplicidade, é, como eu disse, se recolher. Não necessariamente para pedir. Não para conectar algo. Mas para olhar para dentro. Além dos jogos que vocês participam, além da aparência física, além do que diz o mental e as emoções. Se pôr à escuta. Se escutar. De fato, é muito simples. ...Tornem-se pequenos. Pequenos nesse mundo e vocês serão grandes, em Verdade. Não exerçam qualquer poder sobre o outro. Todo poder sobre o outro é, de fato, uma perda de autonomia para vocês. Todo poder sobre o outro é uma perda de poder sobre vocês. Os conselheiros não são jamais os pagadores. Amem o outro tal como ele é, sem exercer o menor poder. Deixem-se livres". Maria (03-10-2010) "Lembrem de permanecer humildes. Lembrem de permanecer na simplicidade. Lembrem de continuar sua vida em meio à matriz como vocês o prometeram, a maioria de vocês, até seus últimos limites, a fim de permitir àqueles de vocês, de seus Irmãos e de suas Irmãs que desejam ir para sua Unidade e que não chegaram, até agora, a se desengajar de certos esquemas. Os últimos momentos são para eles, não são para vocês, porque para vocês, eu diria que quase tudo está feito". "Como Mãe da humanidade, Mãe de todos vocês, a Mãe que eu sou os quer livres, autônomos, serenos, lúcidos e, sobretudo, humildes e simples". "Raros são os seres que, no momento, têm a capacidade e a humildade de viver as três Vibrações de maneira sincrônica ao mesmo tempo. Mas o que importa, o mais importante é que a Luz Vibral penetre no seu Coração fora de minha Presença e fora de nosso encontro das 19h [14h - horário de Brasília]. Nós abastecemos vocês, vocês se abastecem a si mesmos, na Fonte. É o que lhes dá força, a humildade, a simplicidade e a Luz para continuar o caminho desse mundo". "Coloquem-se sempre a questão: por quem é condicionada a ação? Ela é condicionada pela humildade ou não?

198

O princípio de irradiação da Luz Unitária se faz sobre toda a Terra. É a Inteligência da Luz, ela mesma, que vocês despertaram em vocês e que acolheram em vocês, quem vai decidir a ação. Ela seguirá então as linhas de menor resistência para atingir a alma e a situação que ela deve alcançar. Mas isso não depende de vocês. Seria extremamente presunçoso querer direcionar a Luz que se encontrou para alguém ou para uma situação. A melhor boa nova, como diria meu Filho, que vocês podem sustentar, é sua Presença, não pelas palavras e não pela vontade. Essa Presença não depende de um contato físico, ela independe do tempo e independe do espaço, já que ela esta fora da matriz". Maria (21-08-2010) "Enraizar-se no Coração é ser cada vez mais simples e, sobretudo, não mais identificar-se ao que quer que seja mais além do Coração. Isso se junta, aí também, à humildade". Maria (13-03-2011) "Encontrar este ilimitado e realizar o Cristo em si apenas pode se fazer pela Humildade e a Simplicidade. Mas não uma humildade, uma simplicidade de conveniência ou mostrada com ostentação, mas, bem mais, pela realidade de sua vivência em que vocês aceitam, de maneira incondicional, ser muito pequenos. Porque vocês não podem ser pequenos se estão ainda em sua personalidade. Ser pequeno aqui é ser grande em outro lugar. Ser muito pequeno na limitação é tornar-se o Cristo, em Verdade, é manifestá-lo, irradiálo". Phillipe de Lyon (31-03-2011) "Assim que vocês entram na humildade, na simplicidade, assim que vocês se abandonam à Luz e que aceitam que o Fogo do Espírito substitua o Fogo do ego, naquele momento, todas essas Vibrações instalam-se. É preciso deixar instalar-se". Aïvanhov (05-04-2011) "O que quer que chegue em sua vida, o que quer que chegue a seus parentes, o que quer que chegue sobre seu país, o que quer que chegue ao nível do Céu e da Terra, permaneçam alinhados, permaneçam centrados nos valores essenciais da vida que são o Amor e a Luz. O melhor meio lhes foi desenvolvido ontem por duas das minhas Estrelas. Isso concerne à Humildade. Aceitar não ser nada nesse mundo não é procurar o nada, é aceitar ser grande na Eternidade. Vocês não podem ser grandes, efetivamente, aqui e na Eternidade.

199

Vocês devem se fazer muito pequenos, os menores, os mais humildes, porque é assim que a Luz os preencherá". "Mas vocês não podem pretender a Luz e pretender a personalidade. Vocês não podem pretender ser importantes aqui e ser importantes para a Luz e na Luz. Cabe a vocês apoiarem seus atos e as escolhas que os conduzirão para mais humildade, mais simplicidade. O Amor e a Luz são simples. São evidência, são facilidade e facilitadores". "Tentem centrar-se inteiramente, levar sua Atenção, sua Intenção, exclusivamente sobre a Luz. Isso passa por uma capacidade para não mais julgar o que quer que aconteça em vocês e no exterior de vocês. Enquanto o julgamento estiver presente, vocês não podem tocar a humildade nem a totalidade da Luz. Não julguem nada nem ninguém. Tudo se estabelece de acordo com um plano que foi perfeitamente orquestrado pela Luz, não duvidem jamais". Maria (06-03-2011) "A nova Luz, autêntica (aquela que não foi desviada), vem revelá-los a vocês mesmos na suavidade e na humildade, no Fogo da Verdade e no Fogo do Amor, permitindo-lhes, queridos filhos, se o desejam, juntar-se à sua Eternidade, um a um". Maria (17-07-2010) "No que é que ser Humilde, viver sua Humildade e viver sua humanidade, pode levar a aceitar e viver a Unidade? Isso alcança também, como eu vou lhes mostrar, as frases de CRISTO lhes dizendo que “vocês estão neste mundo, mas vocês não são deste mundo”, que esse corpo pertence, de maneira irrefutável e lógica, ao corpo da Terra, mas que o que o anima e o que é chamado de vida ou de princípio de vida, ela, não tem o que fazer desta origem Terrestre. É como se, de algum modo, vocês se servissem de um veículo: a Consciência empreenderia uma vestimenta que é chamada de corpo físico, e os diferentes corpos presentes na superfície da Terra, constituídos, eles também, diretamente, em ressonância com as leis da Terra. Ser humano conduz à Humildade e conduz à Unidade". Irmão K (15-09-2011)

Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por:

200

Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: Minha Mestria via: http://minhamestria.blogspot.com

COLETÂNEA: OS 4 PILARES DO CORAÇÃO SIMPLICIDADE (2) - AUTRES DIMENSIONS

"...o Amor é simples. A Luz é simples. A inteligência do Amor e da Luz é algo de inacreditavelmente simples". "O ego é complicado, ele constrói permanentemente cenários, está sem parar na busca de satisfação, seja do domínio da carne, das emoções, da valorização social ou afetiva. O Espírito não se importa com isso. O Espírito é, antes de tudo, simples e simplicidade porque, eu repito, a Luz é simples e facilidade. Assim, cada ser humano pode ser analisado de acordo com seu princípio de simplicidade ou de dificuldade. Então, se vocês são simples, estão próximos do Espírito. Então, se são simples, sua vida é simples e fácil. Se vocês são complicados, então tudo se tornará complicado. Nada é simples ou tudo é simples". "Hoje a Luz, cada vez mais presente, pede-lhes para irem para cada vez mais simplicidade, porque a simplicidade é eficácia, a eficácia é Alegria, a eficácia se traduz em sua vida de acordo com o que vocês observam, vocês mesmos: quanto mais vocês vão para a simplicidade, mais seu próprio corpo torna-se leve, qualquer que seja o peso de seus anos ou o peso de seus sofrimentos passados ou mesmo presentes". "A falta de humildade, a falta de simplicidade representará, no momento vindo, um obstáculo (não insuperável, mas essencial) para sua passagem nas Dimensões da Luz.

201

Assim, é-lhes pedido que se olhem, sem complacência e em toda lucidez, olharem objetivamente do que é composta sua vida, do que é composto seu corpo. Isso é simples, isso é complicado? Então, se é complicado, vocês devem fazer o esforço para irem para mais simplicidade e mais humildade, porque não pode haver humildade sem simplicidade, as duas vão juntas". Philippe de Lyon (19-02-2011) "Então, vão para essa simplicidade. Isso lhes permitirá verdadeiramente viver esta Unidade, esta Luz, sem serem importunados pelo Choque da humanidade. Vocês se tornarão então os apoios de seus Irmãos e de suas Irmãs e vocês poderão então acolher o Cristo em toda serenidade e em toda leveza". "Quando vocês veem os seres humanos que vivem cada um por si, quando existe um fenômeno de catástrofe, os humanos redescobrem a Humanidade, a Simplicidade. Eles saem das próprias projeções e dos próprios medos para entrarem realmente no Amor e na ajuda mútua. Eles não se colocam mais questões sobre o amanhã, eles estão unicamente no instante. A única questão é aquela do instante, de como servir, de como ajudar, porque o ser humano, para além do que foi falsificado nele, é um ser de Serviço, como toda Luz e como todo Filho Ardente do Sol, como todo Cristo". "O que eu posso dizer, simplesmente, é que, no instante preciso em que você encontra a Unidade e a Profundidade, em que você realiza essa Cruz, a primeira coisa que lhe virá ao espírito: como era simples. É tão simples e tão evidente que a personalidade não pode jamais aceitá-lo, porque ela recusa". Teresa de Lisieux (01-05-2011) "O Abandono à Luz pode ser vivido apenas se há transparência. O Abandono à Luz pode ser vivido apenas se há humildade e simplicidade. Dito em outras palavras, em outros tempos, pelo Cristo, isso dá: «Aquele que quiser elevar-se será rebaixado. Aquele que se abaixar será elevado»". "A vocês mesmos, hoje, é-lhes solicitado para tornarem-se humildes e simples. Enquanto existe, através de vocês mesmos, uma projeção exterior sobre outro ser humano, vocês não podem tocar a verdade do que vocês são". "Cristo dizia também: «reconhecer-se-á a árvore por seus frutos». Os frutos da Maternidade Interior serão sempre a humildade e a simplicidade. Os frutos da Maternidade exterior serão sempre a emoção, a exaltação e o afastamento do Coração. Não pode ser de outro modo".

202

"A Maternidade Interior passa pela porta da humildade, pela porta da simplicidade. Vocês não podem ser, nesse mundo, outra coisa que Portadores de Luz, outra coisa que Sementes Estelares. Querer desempenhar um papel, querer ser uma pessoa os afasta da Existência. Vocês não podem ser uma pessoa e estar no Ser. Vocês não podem manter a Dualidade e viver a Unidade". "O Amor é um Fogo devorador, manifestado pela Vibração da Coroa Radiante do Coração, por um Fogo que se manifesta nas três lareiras e que os estabelece na completude, na Alegria, na Unidade e, sobretudo, na humildade e na simplicidade. Humildade e simplicidade em que vocês se tornam totalmente transparentes, que somente a Luz se torna o que vocês são: vocês nada mais são do que a Luz". Ma Ananda Moyi (28-04-2011) "Retenham também que a Luz será, sempre, cada vez mais Simples, que a ação da Luz é de uma Simplicidade infantil e espantosa. A partir do momento em que vocês mesmos entram nos meandros dos seus pensamentos, a partir do momento em que alguma coisa (em vocês como no exterior de vocês) aparece como complicado para vocês, estejam certos de que, naquele momento, não é a Luz que age. Ainda uma vez, tenham a Humildade de não julgar isso, mas de adaptar-se a isso, a fim de demonstrar sua capacidade para a geração da Humildade e da Simplicidade. É a melhor maneira de se prepararem para a Passagem da Porta Estreita". "Lembrem-se de que vocês não podem projetar o que quer que seja, em meio à Luz, porque a Luz se projeta dela mesma, em qualquer ponto do espaço, em qualquer Dimensão, em qualquer direção e em qualquer Tempo. E vocês São isso. Resta justamente, e simplesmente, vivê-lo e Conscientizá-lo, integralmente. Lembrem-se, nos momentos que vão lhes oferecer a vida, dessas palavras muito simples, porque a Luz é de uma Simplicidade total". Gemma Galgani (24-09-2011) "A Verdade de que eu falo não é a verdade de cada um porque, de fato, cada um tem sua própria verdade, que não é a verdade do outro. Eu falo, obviamente, da Verdade absoluta, aquela da Luz e de suas qualidades. As qualidades da Luz sendo a Transparência, a Humildade, a Simplicidade e a Inteligência. A Inteligência nada tendo a ver com a inteligência humana". Mãe (Companheira de Sri Aurobindo) (29-04-2011) "Na Presença, vocês são leveza. Na Presença, a Alegria está lá, sem motivo, sem suporte e sem relação com qualquer acontecimento. Aí está a Unidade.

203

Vocês vivem este aprendizado a fim de se tornarem cada vez mais lúcidos dos momentos em que vocês estão no Ser e dos momentos em que vocês ali não estão. Esses vai-e-vens que participam de seu aprendizado, vão se tornar cada vez mais dolorosos e difíceis, levando-os, obviamente, a escolher a Unidade e a simplicidade de sua Presença". "Compreendam bem que isso não é um jogo, mas algo de grave e simples ao mesmo tempo, que lhes permite se estabelecerem em sua Presença. Na Unidade e na Presença, as resistências do mundo, como as suas, não têm pesos. A saúde vem da Presença. A leveza vem da Presença. A simplicidade vem da Presença. A Unidade e a Verdade, presentes em vocês, estabelecer-se-ão para que o conjunto de seus dias se tornem Unidade e Verdade na simplicidade". "Na Unidade, ainda uma vez, tudo é simples. Tudo se resolve. Absolutamente tudo. Eis que na Unidade, há resolução da Ilusão. Eis que na Unidade, a personalidade é dissolvida". Uriel (07-09-2010) "Eu finalizarei simplesmente por essas palavras: se cada um dos meus filhos se estabelece na simplicidade e na humildade, então todas as portas se abrirão. Naquele momento, vocês não terão mais necessidade de nada para viver nossa reunião. O resto é, de certa maneira, os meios, as ferramentas, que reforçam sua própria Vibração. Quanto mais sua Consciência for Unitária, mais vocês se tornarão Amor em Verdade, menos vocês necessitarão do que quer que seja". "Vocês não têm que se preocupar com nada. Simplesmente, quanto mais possível, tentem estar no Coração, na Vibração de seu Coração, centrados pelos quatro Pilares tais como lhes foram comunicados. Pela humildade, pela simplicidade, tudo se estabelecerá. Isso é, minha fé, tão simples. Oh, certamente, resistências vão emergir, não em vocês, mas nesse mundo. Trata-se de um último combate para aqueles que desejam combater. Mas, definitivamente, quanto menos combatentes houver, mais o combate se extinguirá dele mesmo, é claro. Então, entrem em vocês porque tudo está aí. Absolutamente tudo". "Quanto menos vocês resistirem à onda da mudança, a sua, mais vocês irão se estabelecer facilmente na Alegria. A Alegria, lembrem, é facilidade.

204

Tudo é resolvido. O que vocês denominam doença, sofrimento, dor, desaparecem. A Alegria é resplandecência. A Alegria desaparece quando o mental intervém, quando ele calcula. Obviamente, nesse mundo, muitas coisas os afastam da Alegria. É muito simples. Assistir à tevê, ler jornais, escutar os mexericos de uns e de outros os afastam da Unidade. Caluniar e falar do outro os afastam da Unidade. Criticar os afasta da Unidade. Desejar o bem os afasta da Unidade, tanto quanto desejar o mal. Estar na Unidade é, justamente, não mais desejar na Ilusão. Não é para renunciar à vida. É também amar a vida. Considerar que cada minuto é a ocasião de estar em Alegria. Que cada encontro é a ocasião de manifestar a Alegria. Que cada resistência, também, está aí para permitir à Alegria iluminar o que é resistência. Tornem-se pequenos. Pequenos nesse mundo e vocês serão grandes, em Verdade". Maria (03-10-2010) "Quando Maria diz que ela estabelece uma relação com cada um de vocês, é preciso que voltem a ser uma criança, para vivê-la na simplicidade, porque isso não é um ritual complicado - passa, antes de tudo, pela simplicidade de coração e do pedido". Anael (19-09-2009) "Um bom número de Arcanjos e de intervenientes, dos 24 Anciãos, vos fala de ir ao essencial e simples. Esta é de fato a coisa mais importante a se fazer, posto que nesta simplicidade e nas coisas essenciais que vocês serão capazes de acolher e responder ao meu Anúncio. Se vocês não forem simples, mesmo que meu anúncio seja para vocês audível e visual, o mental prevalecerá, apesar da emoção de nos reencontrarmos. E o mental fará tudo, se vocês lhe derem voz e atenção, para deturpar minha Presença e meu Anúncio. Cultivem, ao melhor de vossas capacidades, a simplicidade. Vão ao essencial. Será assim que vocês poderão melhor aceitar e integrar meu Anúncio". Maria (05-05-2010) "A nova Visão, o grito da Fênix, o desvendamento da Luz e sua amplificação concorrem para fazê-los ir ao longo desse caminho da Unidade para a Unidade e para a Clareza. Do mesmo modo que o Amor e a Luz ressoam com humildade e simplicidade, a Clareza, do mesmo modo, necessita a simplicidade do mental, a não confusão. O que eu chamaria também a estabilidade e não a rejeição das emoções, a capacidade para estabelecer-se na não reação". Snow (06-03-2011)

205

"Em contrapartida, se vocês tomam por hábito, mesmo nos gestos ou nas ações as mais simples da vida comum, como olhar alguém, como trocar algumas palavras, se vocês rememoram essa Luz, esse estado, essa Vibração, segundo o que vocês viveram, essa Alegria, então, aquele momento se preencherá desse estado. Isso se chama, eu creio, nos diferentes ensinamentos, o princípio da Atenção, porque, onde se coloca sua Atenção, sua Consciência se manifesta. Portanto, vejam vocês, não é questão de passar 24 horas cada dia pensando no alinhamento, mas viver nesse estado especial, mesmo quando vocês estão numa ação exterior, num fazer tudo o que há de mais comum. Porque é realmente dessa Atenção que decorrerá a vivência real da Humildade, da Simplicidade e da Pequenez. Na ocorrência, não é você que decide ser humilde e simples, isso se estabelece, de algum modo, por si". "A Humildade, a Simplicidade de que já falei há pouco tempo é uma vigilância, mas não é preciso que seja uma vigilância do ego, nesses momentos que vocês vivem, onde a intensidade da Luz, da Verdade, são tão fortes. É preciso, de algum modo, verdadeiramente, passar desse estado de Pequenez para esse estado de Grandeza. Então, naquele momento, qualquer que seja a Pequenez da tarefa que vocês efetuam, qualquer que seja a Pequenez da ação empreendida, vocês descobrirão a Grandeza que, esta, é Interior e não exterior. Isso poderá também evitar uma inflação e um aumento da personalidade que se crê útil e que crê que, se ela efetua tal ação, ela poderá encontrar tal recompensa. Como eu espero que compreenderam, hoje, a única recompensa vem da Luz e de você mesmo, mas de você mesmo bem além da simples aparência de seu papel ou de sua função". Teresa de Lisieux (11-04-2011) "A partir do momento em que vocês mesmos entram nos meandros dos seus pensamentos, a partir do momento em que alguma coisa (em vocês como no exterior de vocês) aparece como complicado para vocês, estejam certos de que, naquele momento, não é a Luz que age. Ainda uma vez, tenham a Humildade de não julgar isso, mas de adaptar-se a isso, a fim de demonstrar sua capacidade para a geração da Humildade e da Simplicidade. É a melhor maneira de se prepararem para a Passagem da Porta Estreita. É a melhor maneira de se prepararem às suas Núpcias particulares (nas quais MARIA irá retornar), que não são mais as Núpcias Celestes, tampouco as Núpcias Terrestres, mas as Núpcias de Luz, na totalidade". Gemma Galgani (24-09-2011) "Mas, hoje, vocês devem compreender que sendo completos, vocês têm, entretanto a possibilidade de „chamar a Inteligência da Luz‟ e as diferentes ajudas que lhes estendem a mão.

206

Quer vocês o chamem Anjo Guardião, ou o Cristo, ou o Arcanjo, pouco importa, desde que o façam com o coração, na simplicidade e na humildade. Nesse momento, estejam certos de que lhes responderemos e que não os deixaremos jamais no sofrimento. O que vocês chamam sofrimento é apenas sua dificuldade de se voltar e elevar seu olhar para nós, a fim de nos pedir ajuda. Mas não nos peçam ajuda a fim de que restabeleçamos algo que deve morrer. Peça-nos ajuda para ir para o novo. O novo é sua completude e sua Inteireza. Nesse momento, a Alegria lhes será reaberta". Anael "O que São João descreveu exteriormente corresponde também ao que acontece no Interior de vocês, e, o mais importante, é vivê-lo no Interior, de início, antes de manifestálo no exterior. Não se sirvam portanto de seu sentir, que é muito vago. Não se sirvam de sua decisão mental. Sirvam-se, seja da Vibração no Coração, seja da análise do que é fácil ou não fácil. A voz da simplicidade, e a voz da Luz, é sempre fácil, sobretudo nos tempos que vivem. Quando é complicado, quando as coisas não acontecem, coloquem-se a questão de saber o que, em vocês, é um medo, o que, em vocês, é uma resistência. A Luz que começa a se infiltrar em sua Dimensão é uma evidência. Ela é Alegria, ela é fluidez, facilidade. Tudo é simples, em seu seio". Aïvanhov (15-05-2010) "Cada vez mais, nós iremos para a simplicidade que se expressa fora das palavras, mas pelo seu comportamento, pelos seus gestos, mesmo através de técnicas que nós lhes demos, mas cada vez menos pelas palavras. Porque as palavras, vocês sabem, isso depende de como se escreve essa palavra em francês (ndr: „les maux‟), mas as palavras são demasiado específicas do que existe nessa Dimensão dissociada já que, a partir da 3ª Dimensão Unificada e bem além, como o disse já muito longamente o Arcanjo Anael, a comunicação é Vibral, quer dizer, passa pela forma, pelo som, pela cor e pela mudança de forma. Não há o obstáculo do que é chamado de „a palavra‟ já que a um dado momento, a ativação do 11º corpo se traduz pela ativação do Verbo e o Verbo se torna Criação (é, aliás, a primeira frase que é dada no Evangelho de João, ela é extremamente importante). Mas, estando ainda encarnados, muitos seres humanos têm ilusão com as palavras". "E jamais, jamais, jamais um conhecimento exterior irá acender a Merkabah. É uma Vibração. E essa Vibração, ela se traduz pela ativação dos 4 Pilares centrados pelo ER, são os 4 pilares dos Hayoth Ha Kodesh, 4 Cavaleiros do Apocalipse e alinhados, sobretudo, com o Coração, com o 9º corpo e com o Bindu, o „corpo de Cristal‟. E isso, não é uma visão do Espírito, é uma realidade Vibratória. Mas ler um escrito não é viver a Merkabah.

207

Vocês podem ler todo o ensinamento da Verdade. Se vocês perdem a finalidade e se vocês não vivem a finalidade, isso não serve estritamente a nada. Eu creio que alguém disse: “felizes os simples de espírito”. Aïvanhov (25-09-2010) "Somente o que resiste à Luz deve transformar-se, de maneira por vezes violenta mas, o mais frequente, as Consciências individuais que acolherem os comboios de ondas, de irradiação vindas para vocês, verão as coisas desenrolarem-se, para eles, na Unidade e na Paz. Eu transmito, por intermédio desse canal, e de minha vida, meios muito simples e muito lógicos de dirigir a Vibração em seu Templo Interior, para acolher os efeitos da Luz. Hoje, mais que jamais e certamente menos que amanhã ainda, o conjunto de suas vidas deve ir para a simplicidade, para a Vibração, para o Coração, porque é na Vibração de seu próprio Coração que se encontra o acesso à Paz, o acesso à Alegria. Este aspecto de Vibração fará toda a diferença no momento vindo, entre aquele que está no medo e aquele que está na Alegria, no desenrolar do que está para viver". Um Amigo (26-05-2010) "Não se deve lutar contra, é necessário aceitar a Vontade da Luz, a Vontade do Fogo em você. Lá se encontra a solução e lá somente. Vá em direção ao essencial, não há mais tempo para se perder, não há mais tempo para dar ouvidos aos seus sofrimentos, mas sim de ir em direção da alegria da Luz. A Felicidade, a Serenidade, a Humildade, e Simplicidade do Samadhi que lhes foi conferido pela possibilidade de se religar a Fonte, é a garantia de sua travessia deste momento. Os medos nada são que as expectativas projetadas por seu mental do que há por vir. Na Luz, não há jamais o medo". "Vocês devem simplesmente velar, ter sua Casa limpa, isso quer dizer não acumular mais resistências àquelas já existentes em vocês. Sempre vos foi dito para ir em direção da simplicidade, humildade, e facilidade. Nada mais importa. Vocês perceberão, durante as semanas e meses que virão, que mesmo o seu mental não fará resistência ao que há por vir. Ele se fará esclarecido pela mais bela das Luzes". Miguel (05-05-2010) "Hoje, é-lhes pedido para deixarem agir a Luz em vocês, para irem para mais transparência, simplicidade, autenticidade, Ética, Integridade, se querem, porque isso é fundamental a fim de ajustar-se individualmente, como o faz a Terra, aos fluxos e às ondas de Luz que se derramam do cosmos, do Sol e da própria Terra. Aí está o que vocês estão vivendo. Então, é claro, isso será mais ou menos fácil, de acordo com as resistências, de acordo com o ego que resta a purificar, a pacificar, mas isso vai muito rapidamente, efetivamente. Isso vocês todos o constataram". Aïvanhov (19-02-2011)

208

"O fato de ser tocado pela Graça pode traduzir-se também pelo fato de ser tocado em algumas de suas trincheiras, em alguns de seus confinamentos. Então, sobretudo, não julguem. Sobretudo, não busquem, no instante, reagir. Não busquem, no instante, a explicação. Contentem-se da Humildade, da Simplicidade que os fará aceitar o que vocês têm a viver, cada um, no instante. E estejam certos de que a Sabedoria desabrochará, então, de maneira certa". Snow (02-05-2011) "Lembrem-se, recordem-se: na humildade e na simplicidade encontra-se o que vocês são. Recordem-se, lembrem-se o que vocês vieram fazer nesse mundo, vocês que não são desse mundo. O momento da liberdade chegou, se vocês o desejam. A humildade e a simplicidade são os elementos que são necessários e suficientes para viver esses momentos". Maria (17-09-2010) "Ser simples é também, lembrem-se (mesmo se algumas circunstâncias podem parecer, sob o olho da personalidade, como difíceis), aceitar que em última análise, elas irão resultar necessariamente em uma simplificação quanto ao olho de sua Consciência e quanto à vivência de sua Consciência, em relação a este acontecimento (qualquer que seja o setor que é referido em sua vida). Então, nós estamos aí também, em um processo que, no ocidente, foi denominado fé ou confiança. Vocês não podem, efetivamente, ter fé na Luz e querer agir, por si mesmo, ao encontro do que a Luz estabelece para vocês. Porque naquele momento, vocês irão se colocar na porta em falso e vocês irão afastar de vocês o princípio de Simplicidade (o Pilar da Simplicidade) e vocês irão se afastar do instante presente. Qualquer situação que lhes é apresentada, qualquer que seja, nesses tempos particulares, é inegavelmente a ação da Luz, mesmo se vocês não a percebem no momento em que a vivem". Sri Aurobindo (16-09-2011) Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: Minha Mestria

209

COLETÂNEA: OS 4 PILARES DO CORAÇÃO TRANSPARÊNCIA (3) - AUTRES DIMENSIONS

"A transparência é deixar passar a Luz. Não mais manifestar resistência. Tornar-se transparente necessita não mais existir, não mais reivindicar o que quer que seja. É tornar-se, efetiva e concretamente, a Luz. A transparência de que falo é, obviamente, em relação com a transparência de uma vidraça. É exatamente a mesma coisa. O ego, ligado ao fogo do ego, é o fogo da resistência à transparência, ligado ao isolamento e ao confinamento na ilusão. O ego existe apenas pela resistência, porque, se não houvesse resistência e sim transparência total, naquele momento, vocês se dissolveriam inteiramente na Luz e viveriam a Alegria e o Samadhi". Mãe - Companheira de Sri Aurobindo (29-04-2011) "Abram, abram-se ao Éter. Ressonância do Um. Canto de Graça. Beleza. Unidade. Transparência. Existência e Unidade são Transparência e Clareza. Abrir sua porta a Ele que vem fecundar, por Sua Presença, a Presença de vocês, elevando o Canto do Éter e da confiança. Verdade". Uriel (08-04-2011) "Vocês não podem pretender estar na Paz se vocês não estão na Paz. Vocês não podem pretender estar na Alegria se vocês não manifestam a Alegria.

210

O ego manifestar-se-á sempre de maneira oposta à Paz, e de maneira oposta à Alegria (qualquer que seja a denominação que isso possa tomar: burocracias, prazeres, desejos, etc.). A Vibração do chacra do Coração, da Coroa Radiante do Coração, a ativação da nova TriUnidade, é possível apenas a partir do momento em que o Ser se abandona à Luz, entra na Transparência. Transparência a si mesmo. Transparência no que diz respeito ao outro. Isso requer, de fato, a Humildade, a Simplicidade, um conjunto de características que lhes foram dadas e comunicadas, de diferentes modos". Anael (03-05-2011) "A comunicação de Coração, ainda uma vez imediata e mediata. Nesta comunicação, não se esqueçam que tudo se torna para vocês transparente. Que a transparência não é feita para julgar, para condenar, para supor ou para imaginar. A transparência é somente destinada para atravessá-los. Para não ser bloqueada por qualquer filtro. É efetivamente uma comunicação nova que se estabelece em vocês, bem além das palavras, bem além dos olhares, de Presença a Presença. Neste estado, vocês captam tudo, absolutamente tudo, do outro como do Universo inteiro". Anael (07-09-2010) "Na Alegria não existe nem Bem e nem Mal, existe apenas um Estado de Clareza, um Estado luminoso, ilustrado por minha própria irradiação, que é apenas a irradiação da Fonte, sobre a qual nenhum elemento próprio à distanciação, à separação, pode vir se opor. A partir do momento em que não há mais resistência, mesmo na encarnação, a Alegria pode se desfraldar. É um Estado de fusão místico, de êxtase, no qual nada mais pode alterar ou perturbar este Estado. É um Estado Interior, porque a partir do momento que vocês se voltam para o fazer e à ação, obviamente, este Estado permanece no Estado de lembrança, porque a ação, no mundo exterior, pode apenas ser dual, porque é um mundo de dualidade ainda. O que explica que, em minha vida, eu tenha feito a escolha consciente de manifestar, inteiramente, esta Clareza, esta transparência, esta Unidade, que fez com que eu não tenha podido manter um corpo em vida muito tempo. Era meu caminho, era minha demonstração, é o que eu havia escolhido viver. Hoje, o conjunto de Irmãos e Irmãs desta humanidade vai necessariamente passar por esta etapa. Esta etapa de Clareza e Transparência, Irmãos e Irmãs a viverão facilmente". Gemma Galgani (05-03-2011) "Na Unidade não há nada a tomar na letra. Há apenas a Vibrar.

211

Há apenas a englobar. Há apenas a Ser, porque o Ser é o próprio sentido da Unidade. A Vibração é portada e transportada para além do som de minhas palavras, de meu Coração ao seu Coração e de seu Coração ao meu Coração porque nós somos um único Coração no Único: espaço de encontro, testemunho da Alegria, instalação no Ser. Ao centro do centro, no espaço palpitante e imóvel, englobando o conjunto dos possíveis, o Único vem a vocês. A Terra se junta ao Único. Filhos do Um, vocês se descobrem o Um, ele mesmo, espaço onde não existe qualquer distância, espaço onde existe apenas a Essência do Coração conduzindo à floração da Essência, fonte perpétua, Cristal cuja Luz tem igual apenas a transparência. A Luz nasce da transparência". Uma Estrela (13-03-2011) "É evidente que com esse modo de comunicação multidirecional certifica-se uma equidade, uma verdade e uma ausência total de falsificação entre o que pode ser emitido por um emissor e recebido por um receptor. Torna-se então evidente que a própria organização da vida social vai ocorrer segundo normas totalmente diferentes onde a noção de dissimulação, a noção de opacidade, não terá mais andamento. A transparência será a regra e a transparência deverá levar em conta outras entidades vivas, tanto na estrutura geodésica de 24, como em relação a relacionamentos um pouco mais profissionais, digamos, ou até mesmo afetivos que existem, no entanto, para nós, mesmo se eles não têm as mesmas conotações que vocês ali colocam, vocês mesmos, através das noções de apego. Na realidade, a colocação em relação ou a colocação em comunicação desta maneira nova, correspondente à 5ª dimensão, está associada à presença da estrutura hexagonal da luz e não permite a presença da mentira, da falsificação e, em caso algum, a noção de propriedade. A propriedade corresponde a um confinamento". Ramatan - A Humanidade que Começa - Capítulo 5 "Hoje, a Clareza é superar a separação, é superar o isolamento da consciência. É levando o olhar e a atenção sobre este ambiente, esta natureza, é reforçar, ao mesmo tempo, a capacidade da consciência para fundir com si-mesma como com todo o resto. É realmente um caminho para a Unidade. Ir para o ambiente, ir para a natureza, é também ir para Si, porque é superar a separação da consciência do ser humano encarnado com a consciência da natureza. É desenvolver a Clareza, o silêncio. É ir à profundidade de Si, porque o olhar amoroso e a atitude amorosa para com o ambiente os remetem a vocês mesmos, para mais Clareza, para mais transparência, para mais silêncio. Nos tempos que vocês vivem, do despertar e do vôo da Fênix, onde o barulho do mundo vai tornar-se incessante, não é necessário excluírem-se do mundo. Entrar no Interior de Si não é isolar-se.

212

Não é necessário ver a interiorização como um recesso, mas efetivamente como um desenvolvimento, um pouco como uma respiração. Entrar no Si é entrar no ambiente. É descobrir uma nova profundidade. É tornar-se transparente e cada vez mais claro". Snow (06-03-2011) "Se vocês aceitam e acolhem esses alguns preceitos, se vocês estão atentos, a integração da Luz e a Paz serão seu lote quotidiano. Se a resistência se manifesta, então, a Paz fugirá, e vocês se arriscam muito, naqueles momentos, a deixar manifestar-se o Fogo do ego, com comportamentos contrários à Luz. Recordem-se de que a Vibração que percorre seu corpo é seu guia. Esta Vibração será por vezes um apelo, um apelo para entrar em si mesmo. É no respeito ao que dirá seu corpo e sua consciência, no respeito ao que lhes dirá a Luz que se realizará sua Paz. Retenham, enfim, que nada há a fugir, assim como nada há a temer e nada há a esperar. Simplesmente viver o instante, na lucidez, na transparência, aquiescendo à realidade e à Verdade da Luz fazendo irrupção cada vez mais em sua vida e nesse mundo". Sri Aurobindo (02-04-2011) "Vocês são a Eternidade. Vocês são contínuos. Vocês são permanentes em sua imanência. Vocês são isso. Então, vibremos na Presença do Um. Cantemos juntos a ronda do Um, a ronda dos Arcanjos. Abertos. Abertos e permeáveis. Transparentes e Transparência. Presença. Instante eterno. Em vocês. Escutem o Som, escutem o Canto, escutem o que lhes diz seu Coração. Apelo palpitante. Apelo ao Um. Apelo a Ele, porque vocês são o Um e Ele. Nenhuma distância, a não ser o olhar que não quer olhar. Nenhuma distância, a não ser o grito do que desaparece. O que desaparece não é nada, porque o que aparece é tudo". Uriel (12-04-2011) "Vocês sabem que a sombra projetada, por exemplo, está ligada à insuficiente transparência que existe nesta Densidade. Nos mundos Unificados, a sombra não pode existir, ela não existe, tudo é transparência.

213

Mas quando lhes digo transparência, como vocês podem compreender a transparência, uma vez que não a vivem? Vocês têm o hábito de uma certa densidade, de um certo peso. Quando vocês percorrem os caminhos da Existência, quando vocês têm acesso à Verdade, para além da matriz, vocês penetram estados de Consciência e fenômenos ligados a visões, ligados à Consciência, ligados à percepção de cores e de formas que estritamente nada têm a ver com o que existe neste Plano". Aïvanhov (29-05-2010) "Existe na humanidade, devido à irrupção da Luz, certo número de seres humanos que captaram essa Luz, que a guardaram e que, portanto, permitiu um obscurecimento dessa Luz, devido à não transparência deles. Essa não transparência é escolha deles. Os seres humanos que entram em ressonância com essa não transparência, chamada exaltação ou emoção (nada tendo a ver com a Alegria ou o Fogo do Coração) estão necessariamente sob a influência de forças que os afastam da Unidade, da integridade e que os afastam, ainda e sempre mais, da própria Realização. O despertar, a Realização, não é algo que possa se encontrar, de maneira alguma, no exterior de si. Qualquer ser humano, hoje, que se proclame investido de uma Luz e que queira retransmitir essa Luz não pode, em caso algum, pertencer às esferas da Unidade, isso é impossível. A Maternidade Interior passa pela porta da humildade, pela porta da simplicidade. Vocês não podem ser, nesse mundo, outra coisa que Portadores de Luz, outra coisa que Sementes Estelares". Ma Ananda Moyi (28-04-2011) "O momento da comunicação ou o encontro consciente com o Anjo Guardião é estabelecido, para cada alma, de maneira diferente. Isso corresponde necessariamente ao que eu chamaria um grau de transparência, um grau de Abandono à Luz tal, que, naquele momento, a possibilidade do contato e, portanto, a presença de uma outra Consciência, no interior de sua Consciência, torna-se possível. Não há técnica propriamente dita. O estabelecimento da companhia, como você diz, do Anjo Guardião, foi estabelecido, no ano passado, nos Casamentos Celestes, pelo Arcanjo Jofiel, permitindo, desde aquele momento, sob diferentes formas e não unicamente verbal, obviamente, estabelecer, em todo caso, uma comunicação nem sempre consciente com o Anjo Guardião. Certo número de véus ou de isolamentos limitou, até o presente, de maneira importante, a conscientização da presença do Anjo Guardião. Hoje, inúmeros de vocês descobrem, através de presenças múltiplas, à noite assim como de dia, que estão cercados de seres. Esses seres vêm de múltiplas Dimensões, de múltiplos universos e de múltiplos mundos. O Anjo Guardião é apenas um dos elementos presentes nesta atmosfera, nova para vocês.

214

Obviamente, a manifestação dessas Consciências, em sua própria Consciência, pode fazer-se apenas a partir do momento em que certo número de medos foi transcendido". Anael (24-01-2011) "Na Vibração, no Ilimitado, para além dos véus, para além da Ilusão, para além da aparência. Aqui e agora. Sua consciência, para além da Ilusão, decide. Transparência. Face a Face. Identificação e ressonância. Então, estendem-se o Canto da Terra e o Canto do Universo, ressoando, eles também, em uníssono, no mesmo timbre e na mesma intensidade. Festejando, eles também, o retorno à sua Unidade primeira". Uriel (29-03-2011) "Vocês vão, portanto, mesmo na Consciência que permanece encarnada e comum, manifestar esse princípio mesmo da Unidade. Vocês constatarão então, facilmente, que lhes será cada vez mais difícil jogar o jogo do ego, o jogo do mental, das emoções, dos apegos, porque vocês se tornarão efetivamente cada vez mais transparentes. Esta transparência que pode tornar-se, efetivamente, aí também, embaraçosa para aqueles que, justamente, não estão nesta transparência ou nesta busca de transparência, mas há quem se opõe. Isso, entretanto, não poderá alterar vocês. Se vocês são alterados, é que o Supramental não está ainda estabilizado". Sri Aurobindo (20-02-2011) "Passar da Terra exterior para a Terra Interior é a alquimia que vocês vivem nesse momento mesmo, e encontrando sua realização na aurora do último dia. Fusão dos Éteres, revelação da Luz Azul, instalação da Luz Branca e retorno na matriz de Verdade. Paralelamente a isso, a matriz carbonada da Terra, devido a um mecanismo de evolução, qualificado de lógico, passará de um sistema carbonado para um sistema silicado, sem entrar nos detalhes chamados química ou alquimia. A passagem do carbono ao silício traduzir-se-á por qualidades Vibratórias, por qualidades de transparência e por qualidades de retorno ao ilimitado, permitindo-lhes, ao mesmo tempo, ser uma Consciência nesse novo corpo, como uma Consciência na Fonte, ou ainda uma Consciência em todas as matrizes de Verdade e ali passar, de maneira totalmente consciente e livre". Anna (28-04-2011) "Quaisquer que sejam as manifestações dessa entrada no Interior de vocês mesmos, seja a Alegria inefável do Samadhi ou ainda um simples sono, aceitem, porque esses instantes são verdadeiramente instantes de Graça em que a Luz se estende.

215

Haverá sempre sobre esta Terra vozes para elevar-se e empregar palavras que nada têm a ver com a finalidade do que se produz. Para parafrasear o que disse o Comandante dos Anciões, qual será o ponto de vista que vocês adotarão? Aquele da lagarta, aquele da borboleta? Disso dependerá sua capacidade real para viver e para integrar a Luz para tornar-se, inteiramente, a Luz e a transparência". Maria (27-04-2011) "Vocês respiram a Luz pela boca. Vocês integram a Luz pela boca. Mas é preciso que essa Luz possa também irradiar, é preciso que a humildade e a simplicidade permitam a integração da Luz e a restituição dessa Luz. Isso implica na transparência, isso implica na Integridade, integração". "Então lembrem-se: dois olhares. A lagarta que vê que as outras lagartas morrem, ou o olhar da borboleta. A ação na Unidade é muito outra. Eu repito, isso será desenvolvido depois, por Sri Aurobindo e não é uma resignação, o estado de Unidade, é uma ação Interior, é um apelo para estar ainda mais na Integridade, na Transparência e na Clareza. Quer dizer que, para tomar um exemplo que é muito conhecido, o sábio que está no fundo de sua caverna, em Unidade, é muito mais eficaz para a Luz do que aquele que gesticula em todos os sentidos para fazer o bem. Porque há um que eleva as Vibrações e o outro que mantém a Vibração ao nível da ação/reação. E é, como vocês sabem, até o presente, perpétuo, não é"? Aïvanhov (30-03-2011)

Questão: se toda relação pelo olhar é distorcido, que olhar se tem ao espelho?
Vocês olham sua própria ilusão. Eu responderia: olhando o que há além do espelho, vocês verão a Verdade, mas, em nenhum caso, a imagem refletida. Recordem-se que nos mundos Unificados, a transparência é total. Esta transparência se refere tanto aos pensamentos, como à ação, como ao próprio corpo que vocês habitam. Não há qualquer opacidade e qualquer sombra. Ora, o que vocês olham num espelho é uma sombra, que só existe justamente porque a Luz não pode penetrar. Anael (23-06-2010) "Em breve, vocês mesmos não poderão nada esconder de vocês mesmos. A Luz é transparência e vocês se tornam, vocês mesmos, transparência. Nada do que fazia seu ego e que podia ser escondido sob a máscara, no interior de vocês mesmos, ocultado do resto do mundo, não poderá sê-lo.

216

Não se esqueçam de que vocês se tornam transparentes uns para os outros e de que não há necessidade de palavras para ver a Verdade, porque quem está na Verdade vê, necessariamente, a Verdade do outro, o que quer que ele diga, o que quer que ele pense e o que quer que ele faça. Obviamente, isso pode levar a algumas confrontações, mas essas confrontações não são uma luta, mas, efetivamente, a resultante do estabelecimento da Luz, a fim de que esta resplandeça e irradie em seu mundo. Como lhes foi dito, Cristo está presente em seu Éter. Ele está também presente em seu Coração e se revela, hoje, em sua majestade, sua potência e sua Verdade". Anael (21-01-2011) "O chamado da alma, o chamado do Espírito (o seu, como o Espírito Unitário, que é o mesmo), faz-se cada vez mais urgente. Isso induz, bem evidentemente, a transformações profundas do conjunto de suas estruturas, do conjunto de seus Veículos, que vão se tornar cada vez mais perceptíveis e flagrantes, para vocês como para todos aqueles que estão ao redor de vocês e que vão ver. A transparência, o brilho da Luz, a irradiação da Luz far-se-á independentemente de sua vontade, porque vocês manifestarão, cada vez mais facilmente, a Graça e a Presença de quem vocês são, mesmo nesse mundo". Uriel (19-02-2011) "Vocês podem mentir a vocês mesmos, mas quanto mais sua Consciência se expande, mais acedem a momentos de Unidade, de paz, de Samadhi, de Alegria, mais vocês veem claramente. Ver claramente, não é com os olhos, é com o Coração. E ai vocês sabem pertinentemente que é a Vibração de quem está frente a vocês. Ele até lhes conta todas as lengalengas do mundo, vocês sabem que ele mente. E o outro não pode saber que vocês sabem que mente, o que gera situações cômicas ou difíceis, de acordo com os casos. Mas vocês entram na transparência. O estado Cristo é um estado de transparência Vibratória total, de Amor, de doação total. Não há meia-medida. As histórias, como eu disse há um ano ou ainda há alguns meses, de nádegas entre duas cadeiras, terminaram. Os jogos estão feitos, a roda gira, olha-se, não se tem mais direito de alterar os números. Eu digo isso para os jogadores. Vocês já mudaram de mundo, mas vocês não o sabem ainda inteiramente. A 5ª Dimensão nasceu. A Terra dá à luz. Isso vocês sabem. O parto terminou, mas resta conscientizá-lo". Aïvanhov (21-01-2011)

217

"Este Reencontro, este Face a Face, vocês sabem, é inelutável e inexorável no plano de Liberação da Terra. Porque cada alma, como vocês sabem, deve ser Liberada. E para ser Liberado, é preciso reconhecer a Luz, qualquer que seja a distância ou a coincidência que pode existir entre ela e cada Consciência. Este Reencontro com a Luz é o elemento principal que permitirá, nós o esperamos, a muitos seres humanos, voltar-se a esta Luz, em toda Liberdade e em todo Conhecimento da Luz. Para isso, e como isso lhes foi dito, é-lhes preciso entrar nesta Humildade, ou seja, aceitar tudo o que a vida vai propor-lhes, sem qualquer restrição, sem qualquer limitação e sem qualquer limite. Penetrar a Luz, deixar-se penetrar pela Luz e se tornar ela, não pode ajeitar-se de qualquer condição, de qualquer medo, de qualquer emoção. Tornar-se Transparente à Luz, tornar-se si mesmo esta Transparência, é Vibrar na Alegria de CRISTO. É esquecer, no espaço deste instante, todos os sofrimentos, todos os condicionamentos da sociedade e mesmo os condicionamentos das crenças espirituais. É apresentar-se como uma criança, tornar-se de novo esta criança". Gemma Galgani (24-09-2011) "É necessário simplesmente deixar agir a Luz e compreender que o Jogo entre a Sombra e a Luz é uma maneira, para a Luz, de desalojar, em vocês como também para a sociedade, onde inúmeras Consciências sobre este planeta, mesmo sem terem imaginado o que acontece ou compreender o que acontece, vivem episódios de colocação na luz das zonas de Sombra. Esse mecanismo exterior, que vocês observam fisicamente, produz-se, obviamente, também, no interior de vocês, em sua estrutura física, mas também, de maneira mais geral, nesse jogo entre a Sombra e a Luz. É um período de iluminação intensa. É um período de purificação intensa que, como sempre com a Luz verídica, Adamantina, obriga-os, de algum modo (mas na condição que vocês se abandonem a esta obrigação), a irem para mais autenticidade, mais transparência e mais honestidade, já com relação a você mesmo, Interiormente, mas também ao conjunto de seu ambiente". Aïvanhov (19-02-2011) "Acabar com o Eu é também aceitar olhar, com franqueza, com Transparência, o que vocês são. Não há qualquer vergonha, qualquer culpabilidade, qualquer julgamento a fazer sobre si mesmo. Vocês têm apenas que olhar, franca e honestamente. Tentem, enquanto se pode fazer, estar mais nos instantes que vocês vivem". Anael (01-05-2011) "Vocês irão para onde os leva sua Vibração. Numerosos fomos a dizê-lo, a confirmá-lo.

218

Somente a Vibração decide. Não seus desejos, não seus pensamentos, não qualquer projeção, mas sua capacidade para tornarem-se transparentes, a capacidade para nada ser sobre esse Mundo, para Tudo ser do outro lado. Existe um princípio de vaso comunicante". "Vocês não são suas resistências. Vocês São a Luz. Então, não resistam. Abandonem-se inteiramente ao Amor. O Choque da humanidade deve ser vivido, mas pode ser suavizado. O desaparecimento da personalidade não é a dissolução de sua Consciência, mas é a Ressurreição de sua Consciência, liberada do entrave de tudo o que os fechava nos corpos da Ilusão e nos corpos efêmeros. Aquilo ao que vocês vão assistir é, de fato, sua própria Liberação, sua própria saída da projeção da Ilusão desta Matriz e de seu confinamento. Isso se realiza sob seus olhos e no Interior de seus olhos. Isso se realiza ao olho de seu Coração e em seu Coração. Estejam atentos, estejam vigilantes, estejam lúcidos, estejam transparentes para o que se derrama em vocês a cada instante, doravante". Anael (29-04-2011) "A Transparência é o que os faz sair da aparência, é o que os faz sair da ilusão de ser uma pessoa, neste mundo, e que faz com que não possa mais ali ter a menor interação, neste mundo, ligada à pessoa, mas sim uma ação, lúcida e consciente, diretamente conectada à Presença do Si, da Unidade, da Verdade, da Beleza. Tornar-se Transparente à Luz é certificar-se de que, no interior da Consciência, não existe mais zonas de resistências. A Luz pode então atravessá-los, inteiramente, sem que ela seja interrompida, no interior da Consciência, por qualquer elemento. Tornar-se Transparente à Luz confere, é claro, o que eu já disse, confere um estado de Serenidade, um estado de Paz, um estado de Alegria, a nenhum outro parecido, um estado de Serenidade e de Beatitude. Viver a Unidade e manifestar a Unidade, tornar-se Transparente, é estar além mesmo da identificação à Luz, é tornar-se si mesmo, em Consciência, a totalidade da Luz. Para isso, não deve mais existir a menor coisa chamativa da pessoa, a menor vontade da pessoa além do que permanecer no estabelecimento desta Luz, desta Transparência". Um Amigo (14-09-2011) Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: Minha Mestria

219

COLETÂNEA: OS 4 PILARES DO CORAÇÃO - INFÂNCIA (4) - AUTRES DIMENSIONS

"A Criança Interior é a manifestação da alma na vida sobre a Terra que, ao mesmo tempo mantendo a Alegria, ao mesmo tempo mantendo a visão clara (exterior ou no Coração) do que é a família, do que são as regras da sociedade, quis, muito pequena, ir para outra coisa. Essa «outra coisa» era, para mim, indizível. Em minha vida, eu não toquei o indizível. Eu apenas toquei esse impulso de minha Criança Interior que me fez, de algum modo, apreender essa Verdade de não mais ser nada, de abandonar-me a Ele, a Ela, aceitar, de qualquer modo, perder minha vida, que efetivamente perdi, para ganhar meu Céu. Isso é o que eu realmente vivi, o caminho da infância, o Pequeno Caminho, aquele que consiste em nada buscar desse mundo, mas buscar tudo do outro mundo, não como uma busca, mas, antes, como a última vontade, aquela de ir para Ele". "No Pequeno Caminho há também essa profundidade onde, aceitando não mais olhar no exterior (o que não quer dizer isolar-se e renunciar ao que quer que seja, mas efetivamente ir para Si), vocês ali encontrarão o impulso da alma que os conduzirá ao Espírito. Esse impulso da alma que muitos de vocês viveram, pela ignição da Coroa Radiante da cabeça e pelo som da alma ouvido no ouvido. Hoje, é preciso fazer mais. É preciso estender os braços, é preciso viver esse Abandono final. O que é que Cristo vem pedir-lhes? Ele dirá: «Você quer deixar os mortos enterrar os mortos e você quer seguir-me?». Para isso, é claro, há certo número de apegos, quaisquer que sejam, que cada ser humano em encarnação apresenta. Apegos ao ser amado, apegos aos filhos, apegos a uma posição na sociedade, apegos à própria vida, porque, apesar de tudo, a vida é algo de magnífico.

220

Ela simplesmente foi amputada de sua parte mais divina, em vocês. Mas, no exterior, ela se estende em sua Majestade, em sua criação. ...O caminho da infância, o Pequeno Caminho, é certamente o melhor modo, atualmente, de facilitar a vinda da Graça, de sua Graça, permitindo sua Ressurreição. Para isso, é preciso ir à Profundidade de você mesmo. É preciso superar os medos. É preciso superar os apegos, não suprimi-los, mas transcendê-los". "Voltar a tornar-se como uma criança. E o Cristo dizia: «Ninguém pode penetrar o Reino dos Céus, se não volta a tornar-se como uma criança», quer dizer livre de qualquer apego, de qualquer crença, livre de qualquer passado e de qualquer futuro. É verdadeiramente estar no instante, viver o instante, sem estar, como a personalidade, preocupada com o instante seguinte ou estar ferida pelos instantes passados. É verdadeiramente instalar-se nesse presente, onde tudo é possível, onde a Luz penetra na Vibração e na pulsação de seu Coração". Teresa de Lisieux (01-05-2011) "UNIDADE e PROFUNDIDADE é a Infância Interior, portanto, a inocência. Você suprime «Interior» e você tem a infância, inocência. ...A inocência é a capacidade para viver, inteiramente, o instante, sem fazer intervir o mental ou qualquer projeção do que quer que seja". Aïvanhov (03-05-2011) "A Inocência é a condição prévia, com a Infância, que permite viver essa Cruz específica, chamada a Cruz Posterior do Cristo. Diretamente em ligação com a ressonância de minha Estrela, e da Estrela de minha Irmã, que me faz frente, Santa Teresa. O Caminho da Inocência é aquele que aquiesce à Luz, aquele que abandona toda veleidade de compreensão do que quer que seja, porque, viver a Unidade está além de qualquer compreensão, além de qualquer palavra. Então, falar da Unidade e da Inocência é, já, de algum modo, sair da Inocência e da Unidade, porque nenhuma palavra pode satisfazer uma descrição qualquer da Unidade. A Unidade, justamente, pode ser vivida apenas na ausência de qualquer palavra, na ausência de qualquer compreensão, de qualquer pergunta, de qualquer espera". "Voltem a tornar-se como uma criança, redescubram a Inocência. A Inocência da Luz. A Unidade, como eu dizia, é não ver o Bem e o Mal. É estar além do Bem e do Mal. É aceitar ver a Sombra, simplesmente como uma luz não revelada. É não julgar, não discriminar, não discernir, mas tornar-se, inteiramente, a Luz. É isso que se abre a vocês, doravante, e que cada dia, a cada sopro, vocês vão penetrar, ainda mais em Profundidade e em Verdade. As manifestações disso serão múltiplas, em vocês como no exterior de vocês.

221

Aceitem que tudo isso é apenas o Reflexo da ação da Luz. E que somente o olhar exterior pode ter medo de suas próprias manifestações, Interiores ou exteriores, do planeta". Gemma Galgani (01-05-2011) "Minha Irmã de eixo, PROFUNDIDADE, explicou-lhes o que era esse caminho da infância e o modo de inclinar-se, de algum modo, para esse Absoluto. É também o meio, esse Caminho da Infância, e a Sabedoria de CLAREZA-PRECISÃO, os meios para estabelecer-se e recentrar-se em si mesmos, e beneficiar-se dos diferentes afluxos das Estrelas que os constituem, a fim de manifestar, de maneira primeiramente intermitente e, em seguida, de maneira cada vez mais frequente, seu próprio estado de Unidade ligado ao acesso à sua Existência". Snow (02-05-2011) "Bem amadas Sementes Estelares, o Apelo que eu lanço esta noite consiste em aceitar a Espada de Fogo, veiculada pela Consciência CRISTO-MIGUEL, que vem perfurar a Porta Estreita, chamada o ponto OD (ou POBREZA ou VIA DA INFÂNCIA), perfurando, ao mesmo tempo, o ponto ER do peito, com a ajuda de METATRON, que perfura a porta

KI-RIS-TI".
Miguel (15-10-2011) "De qualquer forma, pode-se dizer que a Profundidade é uma etapa preliminar, permitindo reencontrar a Inocência da criança e a espontaneidade da criança, as quais vêm revelar, então, a Luz e a Verdade. Isso necessita, é claro, de certa forma de renúncia, não uma renúncia à vida, é claro, mas uma renúncia à pequena pessoa, à identidade, à sua própria história, uma renúncia a toda vontade, a toda veleidade de monopolizar o que quer que seja. Dar-se inteiramente a algo que não é conhecido e que, no entanto, progressivamente e à medida que isso é realizado, permite viver o que é esse Abandono, essa doação de Si, permitindo encontrar, para além do nada da personalidade, o Tudo da expressão da alma, conduzindo ao Espírito e à Verdade. É claro, na hora em que, sobre esta Terra, muitas coisas se produzem e em que muitas coisas se criaram para impedir o ser humano de aproximar-se da Verdade, é preciso, efetivamente, voltar a tornar-se como uma criança. É preciso, efetivamente, aceitar (não crer, bem ao contrário) nada mais ser nesse mundo, ao mesmo tempo ali estando presente e vivendo, a fim de que se revele, em si, a imensidade da alma e do Espírito. Somente naquele momento o Coração se abre inteiramente e, então, revela-se e desvenda a Luz Autêntica, preparando, então, o Coração e o Templo para receber o Cristo". "Viver a Renúncia, eu repito, não é aquilo que foi pedido pelas religiões. A renúncia de que falo é, antes de tudo, uma renúncia interior e um mecanismo íntimo, onde tudo o que é superficial, tudo o que é acessório, tudo o que não é da Luz é rejeitado

222

à distância, não por uma negação, mas, justamente, por essa íntima convicção profunda que voltar-se para a Luz pode apenas realizar-se, em definitivo, desviando-se inteiramente da Sombra, não para rejeitá-la, mas para mudar de direção. Ir à Profundidade é isso. E isso se pode fazer apenas se há Inocência. Isso se pode fazer apenas se vocês aceitam nada mais ser. É o único modo de ser tudo, não há outro. É a porta do Coração, isso vocês sabem, mas resta, ainda, cruzar esse limiar e penetrar, inteiramente, na dimensão do Espírito, a fim de transmutar a carne". "Pouco a pouco, a alma, revelando-se, chama a compreender e a viver que não se é esse choque, que não se é essa alegria, mas que se é outra coisa, mesmo se essa outra coisa não foi ainda acedida. Mas essa outra coisa torna-se uma certeza. Daí nasce a Profundidade e também a necessidade de viver o Caminho da Inocência, da infância, que permite não mais tomar-se por um adulto condicionado pelos quadros, condicionado pelas regras, sejam elas as mais elevadas ao nível da moralidade. O impulso da alma, então, revela-se e vai permitir experimentar a Paz, que vai conduzir ao Espírito, de maneira segura e certa". Teresa de Lisieux (31-05-2011) "Nós os convidamos, todos, a penetrar o Santuário de seu Coração. Nós os convidamos, todos, a acolher Cristo de regresso nos Céus e nós os esperamos, a cada dia mais numerosos, nas esferas da leveza, da pureza, da Luz, da infância e da inocência. Cabe apenas a vocês, qualquer que seja o que existe ainda em vocês hoje, aceder ao seu Céu e à sua Alegria". Maria (27-04-2011) "A Porta Estreita, como vocês sabem, é a Porta da Infância. Dizer que n‟Ele ou n‟Ela tudo está consumado significa, para sua Consciência que, quando vocês percebem isso, bem, efetivamente, tudo está consumado para vocês. Esses tempos específicos, como o anunciaram os Arcanjos, os Anciões e MARIA, são os tempos em que a Luz instala-se sobre a Terra, favorecendo sua Elevação. Hoje, mais do que nunca, há – no que vocês têm a viver no Interior de vocês – uma oportunidade que jamais se apresentou, de Reencontrar a Luz. Esse Reencontro faz-se na fulgurância de um instante e permite-lhes dizer, por sua vez: tudo está consumado, porque, se vocês consumam isso, se vocês vivem essa oportunidade, vocês não poderão ser afetados, de maneira alguma, pelos eventos desta Terra, no exterior. Vocês estarão, naquele momento, tão estabelecidos na Alegria desse Interior – que se revela em vocês -, nessa Presença (que está ao seu lado e em vocês) que, efetivamente, vocês poderão dizer que, naquele momento, tudo está consumado e que nenhum elemento que afeta a personalidade pode vir alterar o que vive a alma e, sobretudo, o que vive o Espírito".

223

"Cada vez mais numerosos entre vocês aproximam-se, agora, desse Reencontro, de diferentes modos. Eu não vou definir, aliás, esses diferentes modos, mas, bem mais, tentar comunicar-lhes (por minha Presença, por minhas palavras) o estado de Espírito no qual vocês devem situar-se para favorecer esse Reencontro. Realizar isso é, também, realizar (como o disseram vários Arcanjos, vários Anciões) esse Abandono à Luz, essa confiança absoluta na Luz, em sua Inteligência e, sobretudo, em sua ação. Para isso, é necessário aceitar ignorar toda vontade, ignorar toda veleidade de querer apropriar-se do que quer que seja de exterior. Isso foi chamado, também, o Caminho da Infância, o Caminho da Pobreza. Muitos de vocês já vivem manifestações do Apelo da Luz: seja ao nível de suas diferentes Lâmpadas (chamadas chacras, Coroas Radiantes), de diferentes Portas, de diferentes Estrelas. Todas essas percepções, hoje, revestem essa característica específica de um Apelo da Luz. O conjunto dessas manifestações. É a vocês, nesses momentos, que é necessário estar mais na confiança, mais no Abandono, mais nessa Interioridade, porque é colocando-se, nesses instantes privilegiados, ao centro de seus Quatro Pilares, que vocês poderão viver seu Reencontro. Vocês têm encontros, como lhes foi dito, com sua Eternidade. Vocês têm encontros com o que nós somos, todos, realmente, para além dessa vida". "É necessário acolher, inteiramente, essa Presença, porque é a sua. E isso não se pode fazer em outro lugar que não no Coração, isso não se pode fazer em outro lugar que não na instantaneidade de seu Presente. E a Infância, a não reivindicação, a Paz, a Humildade, a Simplicidade são os melhores modos, possíveis e compreensíveis, de realizar a Presença d‟Eles. Tornando-se Transparentes, não existindo mais em qualquer reivindicação do que existe desse lado do véu em que vocês estão, então, vocês podem (sendo tão pequenos e tão insignificantes) viver a Grandeza absoluta de seu Reencontro, e realizar, naquele momento, o que vocês São, em Verdade. Para ser Grande na Luz, na Alegria e na Presença d‟Eles e em nossa Presença é necessário, efetivamente, ser minúsculo desse lado". Teresa de Lisieux (01-10-2011) "Esta infância necessita, como o nascimento de um Ser Humano, alguns espasmos de liberação. Veja aí simplesmente a liberação e o nascimento. Traga a esse processo sua alegria, aquela que possue nos espaços Interiores, porque você tem um dever, se o aceita, aquele de mostrar o caminho e a via pela sua Presença e pelo seu Ser, por sua Vibração, para aqueles que duvidam ainda. Eles são numerosos. Nenhuma palavra poderá convencê-los.

224

Somente no silêncio de seu Coração e na Radiação de sua Presença na Unidade coMigo, você poderá permitir-lhes ressoar eles também, na liberdade que você encontrou. Eu conto com Você, como você conta tu coMigo, para manifestar, nesse mundo, no tempo que é fixado, o que vocè é". A Fonte (20-03-2010) "A humanidade vive o que ela tem para viver. A humanidade está em vocês. Ela não está no exterior. Portanto, estejam no Amor, na Vibração do Amor, na Alegria do Amor, na Paz do Amor, no Si e tudo irá se realizar, para vocês, como para o conjunto da humanidade. Cristo lhes disse: “deixe os mortos enterrarem os mortos e siga-me”. Agora, o que vocês têm que seguir é vocês mesmos, ou seja, a Luz, a Transparência, a Infância, a Humildade, a Simplicidade, no Aqui e Agora, na Ética, na Integridade. Toda „vontade de bem‟, linear, ação da personalidade, é louvável. Ela é louvável em que plano? No plano da personalidade. As leis do Espírito não são as leis da personalidade. As leis espirituais não são as leis da alma. As leis da matéria, as leis morais, o próprio serviço (no sentido em que se entende enquanto ser humano), nada têm a ver com o Serviço no sentido do Espírito. É mesmo diametralmente oposto. Muitos seres humanos inverteram as coisas". Aïvanhov (24-09-2011) "Mas o que acontece fora, acontece também em vocês. Alguns de vocês, qualquer que seja sua abertura para a Luz Unitária, ainda não penetraram, inteiramente, sua Unidade, sem mesmo falar de ir em seu corpo de Existência. Para a maioria dos seres, o Fogo do ego pode ainda manifestar-se. Lembrem-se de que o Fogo do ego vai atrair essa Luz Vibral, manifestando-se em proveito do ego, ou seja, da apropriação e não da doação. A personalidade vai mesmo encontrar todos os subterfúgios para derivar e desviar a Luz do Coração. É nesse sentido que seus espaços de alinhamento, que seus espaços Vibratórios devem ser privilegiados, a fim de estarem seguros e certos de permanecerem ou de entrarem na Unidade. O Conhecimento do Coração é este. Não é qualquer outro. E é por isso que Cristo ou Buda, em outros termos, falavam da infância, falavam da ilusão do mental e das emoções e da ilusão desse mundo". Jofiel (31-03-2011) "O Espírito não tem as cores da alma, o Espírito não tem as cores da pessoa, o Espírito é o que vai diretamente conduzir ao Espírito e então fazê-los superar, fazê-los elevar-se de

225

tudo o que é coloração da alma ou da pessoa, elevando-os, de algum modo, da compreensão linear e habitual, presente sobre esse mundo. A CLAREZA vai então dar uma Profundez, mas sobretudo vai dar ainda mais Inocência e ainda mais Infância, Infância que não pode discernir nem ver o menor mal, que isso seja por seus olhos ou que isso seja por seus pensamentos. Obviamente, sob a condição de que esta Infância seja ideal e não seja afetada pelas vicissitudes do adulto ou por privações". "A CLAREZA, quando ela está em ressonância com a PROFUNDEZ, na Infância e na Inocência, dá acesso à Fusão, ou a Penetração, se vocês preferem, da alma pelo Espírito, estabelecendo uma nova Unidade denominada „nova Tri-Unidade‟, cujo ponto de junção são o Coração, a Unidade e o que vocês chamam de ponto ER. Então, naquele momento, um novo centro e um novo impulso estabelecem-se no ser, não tendo mais nada a ver com a pessoa, nem mesmo com a alma. O Sopro do Espírito se estabelece e esse Sopro é um Fogo, vivenciado como tal, um Fogo que não queima". Snow (31-05-2011) "A Graça é abrir-se a ela e tornar-se a si mesmo essa Graça. É tornar-se a Luz. É exprimir essa Humildade, essa Simplicidade, voltar a tornar-se o caminho da Infância, voltar a tornar-se a Transparência a mais total e, isso, em cada sopro de sua vida que resta a cumprir nesse mundo, nesse período final. Vocês devem pôr em prática, de algum modo, tudo o que nós lhes dissemos e tudo o que vocês puderam Vibrar, seja numa de suas Coroas, seja na totalidade de seu corpo. A hora é, agora, para a transformação final desse corpo em Corpo de Luz total. E, para isso, é necessário, efetivamente, aquiescer à Luz, à sua Inteligência e, sobretudo, à sua Ação, e deixar a Luz agir em si. Isso apenas pode existir se vocês têm a confiança a mais total e se vocês deixam trabalhar, totalmente, a Luz, em vocês". Maria (26-09-2011) "Vocês estão prontos para viverem a Alegria? Vocês estão prontos pare viverem a Confiança nova, em seu foro interior, em sua alma, em sua Essência, em sua personalidade? Cristo disse: “ninguém pode penetrar o Reino dos Céus se não volta a ser como uma criança". Puro como uma criança, com o olhar da inocência, com um coração aberto, com a tranquilidade de Espírito daquele que vê em qualquer outro além dele, o Cristo. Não se esqueça jamais que Cristo disse aos seus discípulos: "o que vocês fazem ao menor de vocês, é a mim que vocês o fazem”. O juramento que vocês realizaram, em sua descida na densidade, deve se acompanhar do mesmo juramento, no sentido do retorno. Vocês não podem, e vocês não poderão mais ver no outro, pelo princípio de confiança e de Alegria outra coisa além de Cristo.

226

As palavras, os pensamentos, indo contra esse princípio de confiança, os condenam ao desvio da Luz. Isso não é uma advertência, uma vez que a Alegria participa da Luz e a Sombra não pode ir na Luz. Assim, a Alegria ilumina sua alma, a Alegria ilumina os Mestres que vocês são, mas não deixem sua personalidade ir contra isso, porque, nesse caso, vocês se condenariam a si mesmos. Isso é fundamental, isso não sofre qualquer exceção, qualquer que seja. Se lhes é impossível ver no outro o princípio Cristo para a ação, é ainda tempo de renunciar. Anael (22-05-2009) "Hoje, vocês devem elevar a chama da Luz CRISTO. Reste o tempo que restar. A data é agora. A data não é nem amanhã nem depois de amanhã. Cada dia, cada minuto e cada sopro de sua vida que resta a percorrer devem ser focados nesse único objetivo: Transparência, Humildade, Simplicidade e Infância, a fim de viver o CRISTO e a fim de permitir-lhes consumar o sentido de sua presença nesse mundo". Anael (28-09-2011) "Foi-lhes dito, durante esses anos, frequentemente, que os primeiros serão os últimos, e que os últimos serão os primeiros. Porque aqueles que viverem esse momento final das Núpcias de Luz coletivas, na pura Transparência e Simplicidade dessa Via da Infância, que não estão a par de nada, viverão, talvez, esses momentos de Graça com estupefação, mas sem a ele opor-se. Lembrem-se de que os primeiros momentos desse contato, nesse último sopro são, de algum modo, condicionantes para sua Evolução em sua própria Criação. Vocês Criarão sua própria realidade, que é função, é claro, não exclusivamente de sua história, não exclusivamente de sua busca, não exclusivamente do que vocês poderiam ser tentados a chamar sua evolução sobre a Terra, seus contatos com outros Planos, outras Dimensões (reais ou imaginadas). Mas retenham que esse mecanismo vai chamá-los a não mais definir-se pelo que quer que seja de exterior à própria Consciência. E a Consciência, eu os lembro, não é nem esse corpo, nem as emoções, nem o mental, nem a vida que vocês levam sobre esse mundo. Naquele momento, será necessário fazer abstração: não será mais tempo de pensar em prever, proteger, responsabilizar-se pelo que quer que seja, mas será, bem mais, tempo de dizer «sim» à Luz e deixar a Luz conduzi-los nesse Fogo de Alegria, de Amor, de Liberação, nesse Sopro que queima do Amor que Consome". Ma Ananda Moyi (27-09-2011)

227

Pergunta: a Atenção e a Consciência são suficientes para trabalhar no desdobramento dos Triângulos dos Hayoth Ha Kodesh na cabeça para o Coração?
Sim, se vocês são Humildes, se vocês são Simples, se vocês estão Transparentes e se vocês estão na Infância, isso é amplamente suficiente, porque o período o requer. Isso não era possível a ainda 2 anos, 3 anos, 10 anos, 20 anos. Mas neste período particular de auge, no qual vocês entraram desde alguns dias, tudo é possível. Agora, é claro que, se vocês revelam os Triângulos elementares, passando dos Triângulos da cabeça, por exemplo, ao Ponto HUMILDADE, mas que a Humildade lhes é desconhecida, isso não serve a grande coisa. Aïvanhov (26-09-2011) "A Porta Estreita, aquela que foi nomeada aquela da Pobreza e também chamada, pela minha Irmã TERESA, de Caminho da Infância ou ainda da Inocência. O Caminho onde o caminho do mental não pode existir. O Caminho onde o fogo da ilusão não pode tentá-los. O Caminho vindo substituir o fogo que consome, em um Fogo que eleva. O Caminho que também foi dito: “aquele que desejar se elevar, será rebaixado; aquele que se rebaixar, será elevado”. "Filhos da Eternidade, levantem-se e se elevem, consumindo, no Fogo do Amor, as últimas Sombras da densidade antiga. Tornem-se de novo a Criança, tornem-se de novo a Infância. Sua Fonte é a Alegria. O Fogo do reencontro entre o Sol e a Terra, o Fogo da Estrela está, agora, ao alcance do olhar e ao alcance da Consciência. Entrem em vocês. Entrem no acolhimento da Luz e da Verdade da Estrela.

OD, convida vocês para Nascer na Nova Terra, nos Mundos Livres, na Eternidade.
O apelo, aquele do Céu e da Terra, como aquele das Estrelas e de MARIA, está, agora, ao seu lado". Anna (13-09-2011) Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: Minha Mestria

228

Especial Dia das crianças - Autres Dimensions

Trecho extraído da mensagem do site de ANAEL – 10 de maio de 2009 Questão: todas as crianças deficientes são guias?
Isso concerne a certo tipo de anomalia específica chamada, em seus mundos encarnados, doenças genéticas raras, cuja mais conhecida é chamada trissomia 21 [síndrome de Down].

Essas crianças são as Luzes desse mundo e os guias desse mundo, assim como há mamíferos vindos de dimensões amplamente
superiores, mesmo à sua própria Fonte, e que são as garantias da coesão desse mundo que, sem a presença deles, teria desaparecido desde muito tempo. Eles são as recordações à ordem da Luz. Muito numerosas doenças que se manifestam desde o nascimento (neurológicas, motores-cerebrais) são afiliadas a encarnações de almas guias.

Isso necessita um alto poder de Luz e um alto poder de sacrifício.

229

Essa é a condição sine qua non¹ para que as estruturas habituais do ser humano (emocionais e mentais) não possam ser desenvolvidas para ocultar a Luz. Assim, a deficiência ao nível do corpo, acoplada a uma deficiência do que vocês chamam o mental ou as emoções, sob forma hereditária, permite a esta alma privilegiada ser uma alma guia que permite, geralmente, estabilizar a Luz em seu ambiente próximo, mas de maneira muito mais global, no conjunto de seu planeta. A quase totalidade das crianças que nascem, ou adquirem esse déficit neurológico, motor, físico, mental, entra nesse caso. Elas são os guias e os guardiões da Luz, mas vocês não podem ver, exceto, por vezes, para as almas sensíveis que captariam a irradiação delas.

Questão: essas almas guias estão conscientes de que são almas guias?
Sim, mas elas não podem exprimi-lo, elas podem apenas estar na transparência com relação ao déficit delas, tal como vocês o nomeiam. Elas têm consciência até certo ponto. Algumas dessas almas guias escolhem o esquecimento, a fim de assegurar sua missão com o máximo de transparência. Outras, entretanto, conservam nelas a memória do que elas são, mas, nesse caso, não terão as palavras para exprimi-lo.

Aproveito para citar UM AMIGO – 22 de outubro de 2010
Caro Irmão, isso foi repetido, eu creio, quase por todos os intervenientes que foram humanos um dia: não se preocupe com as crianças. Não é você que as acompanha, são elas que os acompanharão, no momento vindo. A criança, antes de 14 anos, está, espontânea e naturalmente, no Aqui e Agora, mesmo se o Coração não está ainda aberto. Ele se abrirá necessariamente, porque a criança está centrada, totalmente e inteiramente, entre o Aqui e Agora. No momento vindo, quando da chegada da Luz da Onda Galáctica, quando da chegada das diferentes manifestações das transformações finais, as crianças, muito naturalmente, serão seus mestres, no sentido de que elas terão dominado, nelas mesmas, o que for para dominar. Apenas a Ilusão desta Dimensão na qual você está mergulhado que o faz crer que há um papel educativo, paternal. A noção de filiação, no sentido genético, humano, existe apenas nesta Dimensão. Ela não existe em outros lugares. Todos os valores que lhes foram inculcados foram devidos mesmo à falsificação. Alguns poetas disseram: «seus filhos não são seus filhos». Esta é a estrita Verdade.

230

¹ sine

qua non: Sine qua non ou condição sine qua non é uma expressão que originou-se do termo legal em latim que pode ser traduzido como “sem o qual não pode ser” wikipedia Trecho da mensagem extraído do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por Célia G - http://leiturasdaluz.blogspot.com Seleção e Edição: www.mestresascensos.com

Coletânea sobre os ANIMAIS - Autres Dimensions

Assim, o que vocês chamam animais domésticos, para além paródia criada pelos Arcontes, representa, realmente, um quadro favorável de Espíritos em via de individualização, ou seja, o processo inverso ao seu, que é voltar para a Unidade. ANAEL – 5 de agosto de 2011

Questão: foi dito que os animis aceitariam a Luz sem problemas, mas foi, igualmente, feita referência a reações de animais diante da Luz.
Sim, os animais são de diversas espécies. Os animais ditos selvagens (que não estão em contato com o humano) não têm problema, qualquer que seja o futuro deles.

231

Vocês sabem que há muitos animais que morreram, e continuam a morrer, nos oceanos, sobretudo, e nos ares. Os animais que estão próximos do homem absorveram, de algum modo, algumas caracteristicas do humano (quer sejam os animais criados, os animais domésticos etc). Eles, é claro, são muito mais sensíveis. Um leão não tem medo do trovão, um cão pode ter medo do trovão. É exatamente o mesmo princípio para a Luz. Se o mestre está aterrorizado pela Luz, o animal doméstico ou o animal criado estará aterrorizado pela Luz. O que não é o caso se o mestre não tem medo da Luz. O.M. AÏVANHOV – 2 de julho de 2011 Aqueles que estão à escuta do próprio corpo, aqueles que estão à escuta da própria Consciência ou que estão à escuta do que acontece sobre a Terra sabem, pertinentemente, o que se desenrola atualmente. Os animais domésticos, eles também, olham essas modificações, porque vocês verão nos olhos deles que, eles também, compreenderam. MA ANANDA MOYI – 3 de junho de 2011

Questão: manifestar-se pelos olhos de um animal corresponde a um objetivo específico?
É apenas uma observação. Mas não é algo muito frequente, em todo caso, para seres humanos. É mais fácil, para um Anjo, ver pelos olhos de um animal, porque este não está falsificado, mesmo se haja animais que são paródias da Criação. Mas o animal obedece a um programa de vida, nesta Falsificação, que é justamente devido à ausência de mental. Sem pensamentos, sem mental. A partir daí, um Anjo pode muito bem enviar uma parcela dele, para ver através dos olhos. Era, como dizer..., uma coisa corrente em minha vida, porque o Espírito Santo não havia ainda chegado sobre esta Terra. É muito mais frequente (eu me esqueci de dizer) para os animais ditos domésticos. É muito mais raro, por exemplo, para um leão ou para um tigre. Mas nos gatos e nos cães, por razões precisas, ao nível Vibratório, é muito mais fácil. O.M. AÏVANHOV – 22 de maio de 2011

Questão: reencontrar a Existência vai nos permitir comunicar com os seres de outras Dimensões, mas que estão sobre a Terra, os animais, as árvores?
Se você está, em definitivo, em seu Corpo de Existência, isso quer dizer que a Terra passou, também, em sua 5ª Dimensão. Portanto, não há mais animais, não há mais árvores. Portanto, você não pode se comunicar com algo que não existe mais.

232

O.M. AÏVANHOV – 15 de abril de 2011

Questão: é exato que os seres de Luz, não vendo os humanos, utilizam, por vezes, o olhar de um animal para observar ou para manifestar-se?
Perfeitamente. Vocês são invisíveis, isso se junta à questão precedente. Vocês estão na Sombra. A Luz não existe nesse mundo. Por que os Anjos do Senhor, os Vegalianos, têm óculos um pouco específicos, cápsulas, sobre os olhos? Para vê-los. Vocês estão numa projeção. E vocês são invisíveis, porque vocês estão na Sombra. O.M. AÏVANHOV – 22 de maio de 2011

Questão: o que um humano come animal do animal afeta sua taxa Vibratória?
Bem amado, eu responderia que tudo depende da taxa Vibratória de partida da Alma que come esse animal. Obviamente, nos esforços atuais que efetua a humanidade, alguns de vocês, para aceder à sua Unidade, é evidente que a nutrição dita animal pode representar um obstáculo. Mas, aí também, trata-se de uma crença. Se a crença em sua Unidade e a vivência de sua Unidade são mais fortes, então, naquele momento, o animal não tem qualquer incidência. Isso dito, a partir do momento em que você vive sua própria Unidade, de maneira quase constante, não há, efetivamente, mais necessidade de animais nem mesmo de nutrição. ANAEL – 30 de março de 2011

Questão: as abelhas vão voltar para Vênus?
Bem amada, as abelhas voltarão para lá onde elas vêm e Vênus é apenas uma estação de trânsito, digamos. Elas foram criadas pelos Mestres Geneticistas de Sírius e pertencem a componentes interdimensionais. É muito difícil fazê-los compreender isso com palavras. As abelhas, como vocês sabem, a maior parte de vocês, são um dos símbolos do Cristo e um dos símbolos da Ressurreição. É também o símbolo do Comandante dos Melquisedeques. A abelha está ligada à Ressurreição. O Comandante dos Melquisedeques é aquele que vela por sua própria Ressurreição. Ele vela pelo retorno da Luz. As abelhas estão ligadas à Ressurreição.

233

O que é a Ressurreição? É a Passagem dos Mundos da Sombra aos Mundos da Luz e isso passa por uma Dimensão intermediária onde a vida não está estabilizada, que é a 4ª Dimensão, na qual vocês entraram diretamente, de Alma, eu diria. ANAEL – 30 de março de 2011

Questão: você pode falar dos animais que são paródias de criação?
Oh, simplesmente, há variedades infinitas de animais sobre esta Terra. Alguns são criações luminosas. Outros foram paródias que não existem nas outras Dimensões. Por exemplo, os felinos. Por exemplo, as baleias. Por exemplo, os golfinhos que são, em outros mundos, Consciências extremamente evoluídas, não estando em corpos carbonados, mas em corpos cuja morfologia e a estrutura sutil de Luz correspondem exatamente ao que vocês, ao que nós, tivemos sobre a Terra. Por exemplo, os golfinhos que vêm de Sírius, por exemplo, os leões, os leoninos que vêm de Arctúrius etc., etc. E, além disso, há outras paródias que foram transplantadas quando da falsificação. Há, por exemplo, um símbolo que não é uma raça propriamente dita: não há um povo, por exemplo, de abelhas, mas as abelhas, como vocês sabem, são religadas ao Cristo. É um símbolo que, em minha vida, adorei profundamente. E há, além disso, uma paródia: é a vespa. Portanto, vejam vocês, há criações que se materializaram, de algum modo, sobre esta Terra. Há presenças que são bem mais evoluídas do que o ser humano, ainda, sobre a Terra (os golfinhos, as baleias, que vêm de Dimensões bem superiores ao homem, hoje, sobre a Terra) e que, de algum modo, aceitaram ser «prisioneiros». Porque eles, eles não são prisioneiros, eles têm ainda a multidimensionalidade, apesar da falsificação. São almas livres. E, hoje, aqueles povos desaparecem da Terra. É hora do retorno a casa, para eles. Portanto, vejam vocês: aí também, vocês podem adotar o olhar da lagarta que vai chorar, porque os golfinhos e as baleias se vão, ou o olhar da borboleta, ou seja, a Alegria de ver essas Consciências retornarem para seu mundo de origem e não mais terem necessidade de criarem estruturas carbonadas nesta falsificação. O.M. AÏVANHOV – 20 de março de 2011

Questão: os animais seguirão o mesmo processo que nós?

234

Meu Filho, isso supõe que o caminho de cada Consciência seja o mesmo, o que não é absolutamente o caso. O destino dos animais é, do mesmo modo que para os humanos, profundamente diferente. Existem animais que, como vocês sabem, são paródias de criação. Estes não existirão simplesmente mais. Existem animais, como vocês sabem, que ascensionam a partir de agora e, em particular, ao nível do que são chamados os animais aquáticos porque estes vêm diretamente de mundos aquáticos de Sírius. Então, obviamente, eles são os primeiros a juntar-se às esferas deles. Agora, cada humano não vai se diluir na Fonte, nem ir a tal ou tal lugar, pelo momento. Mas, eu repito, a Passagem é a mesma para toda a humanidade, mas a Passagem não é o destino final, que é profundamente diferente para cada um de vocês. MARIA – 13 de março de 2011

Questão: como ajudar os animais a darem o salto Dimensional?
Bem amada, eu lhe responderia que você não tem que ajudar os animais. São, antes, os animais que teriam necessidade de ajudá-la. A Ascensão ou translação Dimensional será vivida pelos vegetais, pelos animais, de modo extremamente natural. É um processo que eu qualificaria de inato, contrariamente a vocês, que devem readquirilo, porque foi perdido. ANAEL – 13 de fevereiro de 2011

Questão: a alimentação influencia na assimilação das partículas Adamantinas e na evolução atual?
Então, cara amiga, eu responderia em dois níveis. A primeira coisa: o que vou dizer, não faz disso uma generalização porque cada ser humano é diferente, seja com relação ao tabaco, com relação ao tipo de nutrição e mesmo com relação à carne. Agora, é necessário que vocês apreendam uma coisa que é fundamental e que é, eu penso, a mais importante. "Cristo disse: ""O que é importante, não é o que entra em sua boca, é o que dela sai""." Vocês podem fazer muito mais mal com o que sai de sua boca do que com o que entra. Agora, a resposta que eu posso dar: há, hoje, seres que não têm mais necessidade de comer e que não comem mais, realmente, completamente, porque eles se nutrem de partículas Adamantinas. Há seres que têm necessidade de se enraizar e esses seres têm talvez ainda necessidade de comer a carne, se possível de animais alados e não de animais de quatro patas.

235

Agora, num ângulo mais absoluto, aqueles de vocês que percebem as Vibrações, vocês não estão sem observar que, se vocês comem pesado, vocês se tornam pesados, é uma verdade também ao nível Vibratório. Isso quer dizer que, naquele momento, vocês têm dificuldade para elevar suas Vibrações. Aqueles de vocês que tentaram nada absorver durante algumas horas, vinte e quatro horas ou quarenta e oito horas, vocês constatam por si mesmos que as Vibrações e a Consciência são profundamente diferentes a partir do momento em que vocês não fazem mais trabalhar o plexo solar com os alimentos que chegam. Mas, eu repito, há seres que estão prontos para não mais comer completamente, e outros, de modo algum. Portanto, é preciso adaptar. Ainda uma vez, naquele nível, é preciso saber manter exata razão e exato equilíbrio. Por exemplo, há tipos de álcool que fazem subir as Vibrações, como o champagne, mas não é uma razão para beber champagne todos os dias, não é? É similar para o tabaco, um cigarro de vez em quando estritamente nada faz à sua Vibração, mas se você fuma todos os dias um maço ou dez cigarros, você constatará muito rapidamente os efeitos ao nível Vibratório. É uma questão de equilíbrio, mas também, isso se chama uma resposta que é específica para cada um, ou seja: «o que desencadeia em você os alimentos? Isso bloqueia a Vibração ou isso não a bloqueia?» É uma questão de sentido e de percepção antes de tudo, sabendo que cada um de vocês é diferente com relação ao seu metabolismo, sua fisiologia, suas necessidades reais. Mas vocês estão ainda na 3D. Há quem não tem mais necessidade de comer e outros que têm ainda necessidade de comer. Há quem ingere líquido, como Anael disse há quase dois anos e outros que comem ainda sólido. Cabe a vocês encontrarem esse famoso equilíbrio entre os prazeres da terceira Dimensão, de comer, e a subida Vibratória que, efetivamente, se faz mais facilmente se não há alimentos em fase de digestão. É uma evidência. O.M. AÏVANHOV – 13 de fevereiro de 2011

Pergunta: Os animais domésticos sentirão esses medos e o que se pode fazer por eles?
No que diz respeito aos animais, não há qualquer medo a ter por eles, da mesma forma que pelas crianças. O medo coletivo humano afetará apenas muito pouco o sentido animal e o instinto do animal. Lembrem-se de que esse medo está situado ao nível do mental e unicamente ao nível do mental. Os animais não têm medo da Luz. ANAEL - 27 de outubro de 2010

236

Eu os lembro o que dissemos, não vamos voltar nisso, mas o que se chama de animais sobre a Terra são apenas disfarces que foram falsificados pelos Dracos. Porque, para os Dracos, os animais são vocês e eles os colocaram em posição de superioridade com relação ao que vocês chamam animais e o que nós, nós chamamos animais, mesmo quando eu estava vivo. Mas os animais, os cães, os golfinhos, são seres multidimensionais, no planeta de origem deles. Um golfinho, por exemplo, está já, mesmo no oceano, hoje, no acesso à sua multidimensionalidade. Eles foram, de algum modo (os cetáceos, os mamíferos marinhos), os guardiões, como os guardiões do Intraterra, da coesão da Terra, tendo impedido que ela se tornasse uma prisão eterna. O.M. AÏVANHOV – 27 de novembro de 2010 Não se esqueçam, tampouco que, para os Dracos, os animais são vocês, nós já dissemos isso. ANAEL – 6 de novembro de 2010

Questão: todos os animais estarão em estase?
Eu diria que tudo o que possui um cérebro estará em estase. O.M. AÏVANHOV – 19 de setembro de 2010

Questão: em qual Dimensão irão os animais?
Os verdadeiros animais, retornarão ao lugar de criação, ou seja, a Ursa Maior, e também para alguns mundos de 3ª Dimensão Unificada. Em contrapartida, tudo o que está ligado ao que eu chamaria de matriz astral, criada pelos mecanismos de funcionamento da humanidade falsificada, não existirá simplesmente mais, porque isso não existe nos mundos Unificados. ANAEL – 18 de setembro de 2010

Questão: isso significa que em outros espaços os animais se alimentam de Luz?
Os mundos de carbono, mesmo Unificados, são obrigados a se alimentarem de proteínas ou do que existe nos mundos de carbono, mas sem, para tanto, que exista espécies animais (mesmo no que vocês chamam de insetos) que vivem pela predação. Essas espécies não existem simplesmente, nesses mundos. SNOW – 6 de agosto de 2010

Questão: todos os animais são representação de povos estelares existentes?
Não todos. Mas as grandes linhagens, sim.

237

Não todos os pássaros. Por exemplo, as águias. Horus é apenas a representação falsificada do que se chama de povo dos Elohim, vindo de Altair. Do mesmo modo, os felinos, o leão, é a representação falsificada humorística, de mau gosto, eu diria, criada pelos Arcontes nesse mundo para recordar o povo Arcturiano. Os exemplos poderiam se multiplicar ao infinito. ANAEL - 3 de agosto de 2010

Questão: em sua tradição, a noção de sacrifício dos animais tinha um valor específico? Se sim, qual?
O sacrifício de um animal, como de uma árvore, particularmente em meio ao meu povo, era um ato maduramente reflexivo. O sacrifício do animal é ligado a um agradecimento que oferecemos à Terra pelo alimento trazido. Houve, certamente, tribos que sacrificaram animais com outros objetivos. Mas, de uma maneira geral, o único sacrifício aceitável é aquele que permite de se nutrir. SNOW - 29 de junho de 2010

Questão: os cães, os gatos, podem ter, nesse momento, comportamentos específicos?
Então, os animais têm um sentido geomagnético extremamente desenvolvido. Eles percebem os sismos, antes de vocês. Eles percebem os tsunamis, antes de vocês. Eles percebem as erupções vulcânicas, antes de vocês. Pouco tempo antes de vocês, mas antes de vocês. Agora, da loucura humana, felizmente, eles são preservados. E falo das ondas emocionais humanas, coletivas, não aquelas de seus Mestres, certamente. O.M. AIVANHOV – 20 de junho

Questão: os animais são uma ligação entre os mundos dissociados e os Mundos Unificados?
Cara irmã, eu responderia que os animais são uma falsificação da Unidade. Eles são criações, para a maior parte, Arcônticas, exceto para alguns mamíferos marinhos e alguns animais em curso de individualização. A maior parte dos animais foram criados pelos mestres geneticistas e introduzidos nesta matriz para parodiar, de algum modo, as raças estelares. Somente alguns animais e alguns insetos, também, em particular as abelhas, são procedentes dos Mundos Unificados. UM AMIGO – 12 de junho

238

Questão: se o corpo físico tem ainda necessidade de proteínas, onde encontrá-las?
Mas há as leguminosas, há os ovos, há as aves, para aqueles que ainda querem comer proteínas animais. Mas é uma Crença. Eu os lembro que a necessidade de vitaminas, tal como foi descrita pela medicina moderna, é uma Crença. Nada de mais. Seu corpo torna-se luminoso. Suas células Vibram a algo que jamais existiu anteriormente. Cada uma das células que os constituem é capaz de vibrar sem qualquer suporte, para a maior parte de vocês que seguem os caminhos da Transformação. Isso cai bem, porque, dentro de pouco tempo, vocês não terão mais nada para comer. A Luz faz sempre bem as coisas. Lembrem-se, vocês não podem mesmo imaginar conceber em qual ponto é verdadeiro. O.M. AÏVANHOV – 30 de maio de 2010 Em junho de 2006 eu havia dito que os animais alados se sacrificavam para fornecer-lhes o alimento. Mas, em contrapartida, quem diz sacrifício de animais não quer dizer, contudo, fazer viver os animais como máquinas, como vocês fazem para a maior parte atualmente, ou seja, criações, como vocês chamam aquilo quando há milhares de animais que são confinados?, em aviário. Aquilo, não é de forma alguma humano. É um tratamento desumano. O.M. AÏVANHOV – 21 de fevereiro de 2009 A Luz está aí, agora, a maior parte deles sente o que está acontecendo. Não creiam que há apenas alguns privilegiados humanos que estão conscientes do que está acontecendo. Os próprios vegetais o sabem, os próprios animais o sabem, próprios minerais o sabem. O.M. AÏVANHOV – 9 de maio de 2009 Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com Traduzidas para o português por: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com Seleção e Edição: www.mestresascensos.com

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful