You are on page 1of 23

Luciah Rodriguez Barros

A INFÂNCIA DE JESUS

E OS MILAGRES QUE A BIBLIA NÃO CONTOU

Luciah Rodriguez Barros

A INFÂNCIA DE JESUS E OS MILAGRES QUE A BIBLIA NÃO CONTOU

que fosse narrar em livros não haveriam onde escrever". 21. .Em Jo.25 "Há porém. ainda muitas coisas a dizer.

quanto mais avançava a caminhada. Será que consigo fazer essa caminhada? Não me sinto bem nesses dias.O NASCIMENTO Ano 309 da era de César Augusto. Entretanto. E assim foram caminhando até chegar ao local. ― Espere. Maria. encontre esse lugar que não estou bem. José na hospedaria. José avistou uma hospedaria e dirigiu-se para lá: ― Olá amigo. arranje-me um quarto! Minha mulher está para dar a luz. se for preciso. caso você não consiga chegar ― insistiu José. José chega a casa e diz a Maria: ― Maria . estou muito preocupada. 4 . ― Ah! O senhor está com alguém assim? Não temos mais nenhum quarto disponível ― concluiu o homem. Depois de caminharem bastante. Ando um pouco cansada! ― Vamos. vou arrumar um lugar para ficarmos. José! Não demore tanto. pedirei ajuda a alguém. ― Apresse-se então. Maria mostrava-se cansada e pensativa. ― José. haverá um recenseamento em nossa cidade e precisamos alistar-nos.

― Veio gente de muitos lugares. José encontra um lugar. ― A minha arrumadeira é a parteira de muitas pessoas daqui! ― respondeu o senhor ― José agradeceu e levou a senhora até a gruta.E José falou: ― Eu e a minha mulher viemos para o censo. ali ficaram. a hora já se aproxima. Enquanto José conversava com o homem. procurou assistir Maria em tudo o que fosse preciso para juntos esperarem o Salvador. 5 . ― Onde encontro alguém para ficar com Maria? ― perguntou José ao dono da estalagem. Este. temos até pessoas de outras cidades distantes ― tentou explicar o dono da hospedaria. há um local muito precário em que sua esposa poderá ficar mais à vontade e ter o filho. homem justo e piedoso. ela já está nos dias de ter a criança. não tenho quarto mas. não agüentei esperar naquele local. por alguns instantes silenciou e depois completou: ― Olha. Ao chegar próximo ao local viram uma grande Luz. Maria chegou apressada: ― José. por outro lado. O local era simples e precário como uma gruta. José. É o que posso oferecer a vocês neste momento.

E José compreendeu o que havia lido no livro do profeta Isaías: " O povo que andava nas trevas viu uma grande Luz". 9. um coro de anjo cantava dando glória a Deus e anunciava a grande revelação aos pastores. José murmurou: ― "Mas o que está acontecendo com Maria nesse momento. Is.― Estranho! ― disse a mulher a José. ― Aqui não existe nenhuma claridade e não há luar! Acho que alguém acendeu uma lamparina muito forte. dizia a mulher: ― Milagre! Milagre! Nunca vi tal coisa. Maria ! O que está acontecendo aí dentro? Que luz é essa de brilho tão intenso? Quando a Luz diminuiu puderam ver a mãe com a criança no colo e surpresa. ― Maria.1. ― falou José. Preocupado com o passar das horas. Enquanto isso. ― Nossa! É mesmo. A chegada dos reis do Oriente e dos Pastores." Chegando a casa. está chegando um grupo de pessoas e pelo jeito vem de longe. gritou: ― Maria. meu Deus! Faz um bom tempo que me ausentei. 6 .

de onde vieram? ― perguntou José. vimos a sua no céu. Maria. ― Somos os magos que viemos do lado de Herodes. entrego as faixas que envolveram meu filho. Ele será um menino muito especial! ― completaram os homens da Corte. vamos guardá-las e depois ofertá-las a Deus ― esclareceu um dos reis. Vimos a sua estrela! ― Quem são vocês. Depois completou: ― Ele será a maior das estrelas. Maria ficou agradecida e disse: ― Não tenho nada para oferecer. Trouxemos ouro. ― Então. ― Ô! De casa. viemos ver o menino. isso será para nós uma grande oferta. 7 . O meu amigo é da Índia. E começaram a apresentação: ― Eu sou Melkias da Pérsia. viemos adorar a seu filho ― disse Baltazar.― Também lá fora há uns homens vestidos com roupas brilhantes. ― Não! Somos estudiosos das estrelas. ― Obrigado. vocês são reis? ― perguntou Maria. parecem reis ― na porta da casa José esperava os visitantes. Estamos aqui para adorar o Menino Rei. mas somos de paz. incenso e mirra para oferecer a seu filho e a você. chamase Baltazar e esse é o Gaspar veio da Arábia.

parece uma boa senhora. Precisamos fugir de Herodes até que ele morra pois não deverá saber nada sobre esse menino. ― Eu faço o rito. faz alguns dias que o menino nasceu. é muito prestativa ― confirmou Maria. ― Tive um sonho profético. ― Já sei. mas temos que mudar de rota ― reforçou Baltazar. O menino crescia e cada vez mais ficava mais forte. ― É mesmo. precisamos fazer o rito da Lei de Moisés e iniciar o nosso filho nos caminhos do Senhor. ― É verdade. ― Vamos.A volta dos reis de Belém. a parteira que veio aqui. 8 . aprendi com os meus mestres. José. Quem buscarei para auxiliar-me neste ato tão sagrado? E orou pedindo auxílio dos céus. ― Maria. Jesus recém-nascido. E lá foi José procurar a senhora e pedir-lhe ajuda. Assim. os magos seguiram outro caminho de volta e não estiveram com Herodes. ― Por quê? Perguntou Gaspar. mas preciso de ajuda.

mas eu preciso fazer o rito hoje. ― falou Maria. ― Conte. ― O menino falou! Nem contei a José para ele não ficar preocupado. preciso novamente de sua ajuda! ― Com todo prazer. E depois continuou: ― A história é um tanto confusa! Você tem tempo para ouvir-me? ― Claro que sim! Estou à sua disposição. Como já se conheciam. Quando chegou à casa de José encontrou Maria. Maria olhou fixamente para a senhora e falou baixinho: ― Quero contar-lhe algo muito importante. seu José Como vai Maria e o menino? ― Estão bem. é o tempo da circuncisão. Aguarde um instante e logo irei. desde a sua 9 . senhora. os meninos precisam de submeter-se a esse rito sagrado e Moisés estabeleceu essa prática de grande importância para o homem. Maria contou toda a sua vida. com grande curiosidade. Como vai a criança? E você como está? ― cumprimentou a recém-chegada. ― É verdade. Estou aqui para lhe servir ― concluiu a mulher.― Por favor. começaram a conversar sobre vários acontecimentos ocorridos na cidade. ― Olá! Maria. Passado um certo tempo. Está muito tenso devido os acontecimentos desses últimos dias.

o que disse essa criança. Ontem refleti o que disse o profeta Isaías sobre o Messias: 10 . compreendendo. nosso filho. ― É verdade. até como foi gerado o seu filho. como te anunciou o anjo Gabriel. o Filho de Deus. A mulher ficou perplexa e falou a seguir: ― Agora estou. tão pequena? ― exclamou . ajoelhando-se aos pés da Mãe de Jesus. todo lugar em que passarmos precisamos servir de alguma forma. veio para todos! ― concluiu Maria. Maria? ― Ele falou comigo? ― finalizou Maria que percebeu o jeito assustado da mulher. e meu Pai enviou-me para a Salvação do mundo". José ouvindo aquele diálogo. o Verbo. não dava para guardar tudo sozinha. Maria. perguntou a Maria: ― Essa mulher é uma profetisa? Como sabe de tantas coisas? ― José.concepção. saudando-a com as palavras do anjo: " AveMaria! O Senhor está contigo!". Jesus. Maria recordou naquele momento o que o anjo lhe dissera lá na fonte:" Doravante todas as gerações irão de chamar a bem-aventurada. que nasci de ti. ― O que falou com você. porque o Senhor está contigo". ― Maria narrou as palavras que foram ditas pela criança: "Eu . seu filho é especial mesmo! O que mais tem a dizer. conversei com ela e falei de nós. Sou Jesus. ― Então o seu filho é o Messias prometido! Deduziu a mulher.

Faço repousar sobre Ele meu espírito! Is. Algo me diz que esse menino vai fazer grandes maravilhas próxima a essa cidade.13. ― Que cidade? ― perguntou José. ― Caná da Galiléia. meus pais também fizeram assim. José e Maria voltaram para a Galiléia.1 Maria silenciou e agradeceu a Deus em seu coração. parece que fui apresentada aos três anos de idade. CHEGADA AO TEMPLO ― Como fizeram os nossos pais. ― É mesmo José. ― Maria. ― É verdade! Disse Maria a José. ― Maria você é cheia de mistério de Deus ― falou José."Eis meu Servo que eu amparo. para a cidade de Nazaré. 42. Meu eleito ao que dou toda a minha afeição. beijou o seu filho e disse: ― És o Amado de Deus! APRESENTAÇÂO DO MENINO NO TEMPLO Passaram-se alguns dias. um tanto espantado. só que menino será apresentado mais cedo ― acrescentou José ― está escrito na Lei de Moisés: " Todo o primogênito do sexo masculino será consagrado ao Senhor" Ex.2 11 . também temos que levar o menino ao templo. Ainda tenho um pressentimento que estaremos juntos numa grande missão.

― Não José. é uma cerca. ― Procure saber se há lugar para lavar as roupinhas do bebê. ― Bom dia. José e Maria agradeciam o dia e louvavam a Deus pelas coisas que aconteciam em suas vidas. ― Hoje vamos ficar por aqui. José saiu à procura de um lugar em que pudessem repousar e chegou com novidades: ― Há sim Maria. E assim fizeram uma grande caminhada até a sua região. Assim. Era noite e já estavam abrigados. mas temos. minha boa companheira. para não se ferir. 12 . partiu a Sagrada família muitas paradas e deram muitos banhos no menino onde paravam. José. Você ainda precisa de cuidados e a criança necessita muito de você. perguntei ao dono da estalagem. é só arrumar as nossas roupas e caminhar de volta a Nazaré. tive todo o cuidado para não rasgar as roupinhas do bebê e as nossas. Maria. José. ― Cuidado. José ― falou Maria ― Lavei as roupas e as coloquei estendidas.― É verdade. ― Já está tudo providenciado.― disse José a Maria. muito feliz. também que levar um par de rolas. ― É baixo o varal? ― perguntou José. ― Vou providenciar isso.

― Abra a porta! Soubemos que o seu filho está fazendo grandes milagres por aqui. doente mental.Oh! José.abra a porta e procure saber o que esta acontecendo lá fora. meio aflita. Estou me lembrando o que disse aqueles homens quando nos visitaram lá na gruta em Belém. disse Maria. Estavam conversando. ― José . Quando José abriu a porta. apareceu-lhe um homem que narrou o seguinte fato." Glória a Deus no mais alto dos céus e na terra. pegou as faixas de seu filho que estava no varal e as amarrou na cabeça ― Aí aconteceu o milagre. de repente ouviram uns rumores. chegou aqui na estalagem gritando. alguém bate na porta do aposento de Maria e José: ― Quem é? ― perguntou José. vêm em missão de paz. ― Não. 13 . ― não sei ― falou José. ficou curado. serão da parte de Herodes? ― insistiu Maria. será o nosso? Meu Deus. Não devem ser da parte desse rei. Maria. objeto da bondade Divina" ― Amém ! ― responderam agradecidos. Inesperadamente. José? Quem são esses homens que vêm chegando ― indagou Maria. ― Está ouvindo .: ― Meu filho. ― estão falando de um menino. O homem voltou para a sua casa louvando e glorificando a Deus. paz nos homens. Deus está no meio de nós.

Depois de apresentar o menino no templo. você poderá visitar a sua mãe! ― Que bom .. Vejo a Luz de todos os povos e a glória de teu povo. ― Maria.Nos dias seguintes. estendeu as mãos para Maria e anunciou: ― Meus olhos viram tua misericórdia.. pegando a criança nos braços e agradecendo a Deus. vivi sete anos com um homem e ele morreu. Fui casada. agora que chegamos . na cidade de Nazaré. ― Agora. 14 . José e Maria seguiram à viagem e chegaram à Galiléia. ― Quem é você para dizer isso? ― perguntou. já estava com saudade de meus pais. Ele é o Messias! ― exclamou. Simeão pegou o menino no colo e disse: ― Eis que essa criança está destinada a ser causa de queda e de glória para muitos. não os vejo há tanto tempo! ― Já eu tenho que voltar as minhas atividades lá na carpintaria. ― Sou Ana. Senhor. ― É verdade. teu servo pode retirar-se em paz ― disse o sacerdote Simeão. pois o serviço está atrasado. estar em família. Mas antes preciso encontrar alguém para ficar com você e menino. José. uma grande multidão queria ver o menino e a sua família. Depois. a mulher. Agora estou com oitenta e quatro anos e desde aquele dia sirvo a Deus no templo. uma profetisa.

― Não. ― Maria. ele nos expulsou de sua casa. José. Nisso. Fez curas e necessito da ajuda dele. Passados alguns dias. ― Quero ainda pedir-lhe algo. A moça levou a água. lavou as feridas e ficou completamente curada.. logo a seguir disse: ― Leve essa água e banhe as suas feridas. posso cuidar da casa e do menino ― finalizou Maria. sofro do mal de lepra. 15 .. meu filho sofre desse mal. é realmente um santo de Deus! ― E continuou dizendo: ― Ele curou as minhas lepras. Maria perfumou a água e começou a banhar o menino. Deixe-me cuidar de você e de seu filho? Assim. mas não conte a ninguém que sofria desse mal. No caminho encontrou uma pessoa falando do menino que faz milagres. chega uma jovem doente à casa de José. por isso não vivo com o meu marido. E perguntou: ― Você conhece uma família que tem um meninoRei? ― Moro na casa deles. vim agradecer a você e a seu Filho. vim visitar o seu filho! Dizem que Ele é precioso diante de Deus. Maria. ― Maria. Um dia essa jovem foi à fonte apanhar água. ― Por favo. leve-me a esse menino. a jovem passou a morar com a sagrada família de Nazaré.

16 . de sua Maria compreendeu a aflição daquela mãe: ― Pegue essa água. falou através de meu filho ― disse Maria. O MENINO CRESCIA EM SABEDORIA DIANTE DOS HOMENS E O ESPÍRITO DEUS HABITAVA NELE. filho de José e Maria que moram logo ali. Quando Jesus brincava as crianças gostavam de ver as suas "travessuras" infantis. Oh! Jesus! A água com a qual o seu Santo corpo foi lavado. meu filho ! De quem você está falando? ― Daquele garoto. Também muitos milagres foram realizados Ele em sua infância e Maria. curará os homens que beberem dela. suplicando. já se acostumara com os seus prodígios. o garotinho. leve e banhe o seu filho. A mulher ainda sem compreender nada. essa senhora precisa misericórdia! Falou a moça. falou: ― Feliz da mãe que te gerou. ― Como sabe Maria que tenho um filho doente? ― perguntou a mulher. aquele menino faz umas mágicas engraçadas! ― apontou para Jesus. E continuou: relatando. ― O Santo que habita em mim.A mulher foi levada à casa de Maria por aquela que foi curada e acolhida pela santa família. ― Pai . dirigiuse à criança que dormia no bercinho e com o coração repleto de felicidade. algo ao seu pai. ― Que e isso. ― Maria.

os pássaros voaram e os animais começaram a mudar! ― Fuja desse menino! Ele é um feiticeiro! Entretanto. Assustadas . ― O que tem de mal nisso? Meu filho? ― Pai. um menino caiu do telhado. veio acusar Jesus dizendo: ― Você matou o meu filho. O pai ficou perplexo e bradou: 17 . feiticeiro ― disse severamente. Jesus atraía multidão de crianças para brincar. ― Ajude-me pegue a minha mão . estava Ele a brincar com os amigos e aconteceu algo de extraordinário. este lhe respondeu: ― "Não foi você a causa de minha queda. ele molhou a terra. Respondeu-lhe Jesus: "Não me acuse deste crime.― Ontem. Jesus! Ele pegou. ― Vamos subir no telhado? ― convidaram algumas crianças ― É bom que a gente vê as coisas do alto ― frisou uma delas. fez estátuas de animais e de pássaros. o pai do garoto que caiu do telhado. Um dia.as crianças disseram: ― Agora precisamos avisar o pai dele! Como ficou sozinho Jesus Pensou ― Onde estão os meus companheiros? Avisado pelas crianças. e as colocou no alto. Aproximou-se do morto e perguntou: ― Quem te empurrou meu amigo? Olhando fixamente para o menino . O medo da altura que me fez cair". Sem que ninguém esperasse. ele ordenou para que eles se movimentassem. uma por uma. eu vou falar com ele. Adorava ficar no meio delas.

A noite . conversaram sobre o quê? ― perguntou José. ― Maria. ― Ele faz a forma com a mão.― Esse menino não é normal! Um morto voltar a viver é milagre! E saiu louvando a Deus com o filho curado no colo. Ele aprendeu muito depressa. tenho que contar essa madeira. Jesus deu a forma de modo rápido. os animais. Esse menino. meu filho! ― Deixe que eu faço. até os homens com a palavra de Deus. pouco usa a ferramenta. depois que leu os livros secretos de nossos pais! ― É José. para ir conhecendo o serviço. domina as plantas. dirigiu se a José . agradeceu: 18 . deixe que eu seguro aqui. ― A madeira precisa de ser mais curta. Maria. ― não entendo. ― Como Jesus aprendeu rápido. ― Como José?! Exclamou Maria. Jesus tem um jeito diferente de trabalhar com a madeira. muito curiosa. ― Das coisas de Deus. José admirado. ― Jesus. José conversando com Maria disse. pai. José era carpinteiro e sempre que podia levava Jesus para a carpintaria. ― acrescentou Maria. dizendo : ― ontem um escriba veio falar com Jesus e eles conversaram muito. ― Vamos papai. ― Maria. e das Leis de Moisés. é cheio de mistério de Deus. E assim foi feito.

furioso. ― É uma grande obra. ― Espere.voltarei para dar um jeito. Passados uns minutos. José ficou humilhado e saiu. começou a colocar o trono no lugar. porque amanhã terei que acabar a obra do palácio. José ― saudou Maria. Maria. Você pagará por esse erro! ― disse o rei. José. ― Amanhã . ― Que beleza! Que coisa feia você fez. desesperado. ― Jeito como? Não tem jeito! O trabalho está perdido! Você já viu madeira esticar? Você é um carpinteiro medíocre! ― bradou o rei . um trabalho perdido! Gastou o tempo de um ano e boa parte do dinheiro do palácio foi posto nesta obra. Estão faltando dois palmos e você errou a medida! ― O rei está vindo! O que acontecer? ― gritou o ajudante real. José baixou a cabeça e disse. Chegando ao palácio. Foi para a casa refletir sobre tudo o que lhe aconteceu.― "Eu vos louvo ó Deus. José disse o ajudante do rei. ― "Boa noite". Terá que ficar do gosto do imperador. ― Falta muito ainda? ― Falou Maria ― Há mais de 1 ano que você vai ao palácio. ― Agora vamos dormir. austero. Jesus entrou e se dirigiu a Maria: ― mãe. mas amanhã eu termino. onde está o papai? 19 . por escolher-me para ser o pai do Seu filho".

papai. ― José ficou pensando: "como ele sabe? Não disse nada". pediu ao guarda que chamasse o assistente do rei que enfurecido lançou a pergunta: O que vocês têm a fazer aqui? ― Quero terminar o trabalho de meu pai. nunca vi nada E Jesus completou: A obra está concluída! Isto é igual. Á noite. ― Vá. ― falou Jesus. na vizinhança e na cidade. José fala Maria do ocorrido e conta os detalhes. converse com o seu pai. que eu seguro do outro. o empregado real encaminha-os ao local em que se encontrava o objeto. em casa. Jesus entrou no quarto e falou: ― papai. meu filho. 20 . No amanhã seguinte. E deu uma ordem: ― puxe! Logo a madeira nivelou e o trono ficou perfeito. O comentário se espalhou em todo o palácio. Jesus foi ao palácio com seu pai. ― O pai ficou surpresa e pensativo. ― Segura de um lado. O assistente vendo aquilo tudo disse: ― milagre. amanhã irei ao palácio com o senhor. Em seguida continuou: ― Onde ele está? Indicando. não quis jantar e foi para o quarto dormir. filho. depois foi dormir.― Maria respondeu: ― Ele chegou muito triste.

12 anos quando foi ao templo conversar com os mestres da Lei. O professor Zaqueu ficou perplexo: ― vou falar a teus pais que você não precisa de nossos ensinamentos.― Esse menino.. Aí. Vou falar das letras retas. Os velhos sábios perguntaram-lhe sobre todas as ciências e Jesus respondia. assim eu falo da Beth. ― Claro que sim. é um milagre de Deus em nossa vida! ― Porque a graça de Deus está nEle! Um homem chamado Zaqueu soube das coisas de Jesus e foi encontrar ― se com José. o Messias? 21 . Será muito útil para Ele. Jesus lançou ― lhes a pergunta: ― de quem é filho . Jesus respondeu-lhe diz primeiro o que é o ALEPH (equivalente A). ― José . Você concorda Maria? indagou Zaqueu. JESUS ESTÁ COM 12 ANOS Tinha. oblíquas. Maria. as letras que tem desenho duplo e pontas. E Jesus foi estudar com Zaqueu que escreveu o alfabeto hebráico e indicou a letra BETH (equivalente ao B). seria bom que Jesus fosse aprender as letras eu posso ensiná-lo. pedindo a Jesus para dizê-la.

conte outra história ― pediu Jesus. ― Mamãe. ― Vamos dormir ― disse Maria. Jesus crescia em estatura. Assim. minha mãe! Não sabias que eu precisava de ocupar-me também das coisas de meu Pai? ― concluiu. tamanha instrução. homem e Deus! Em casa. eu e seu pai estamos aflitos. manifestava-se nEle a ingenuidade de uma criança. ajudava nos afazeres domésticos e perguntava sempre sobre o seu nascimento. ― Mãe. Jesus era obediente para Maria. Um rabino que escutava. ― Por que se preocuparam tanto assim. Jesus completava com sábias explicações. compreendiam aquele mistério feito menino. como eu nasci? Maria iniciava a história e Ele finalizava como se estivesse presenciado tudo. Ao mesmo tempo que Ele se mostrava sábio em outro momento. vi ou ouvi. em sabedoria e graça diante de Deus e dos homens. 22 . E os amigos de seus pais.― Eles respondiam com algumas dúvidas as perguntas de Jesus e todas as respostas. Maria volta e conta tudo o que viu no templo. Quem é essa criatura? De onde pode Ter vindo? Jesus ficou no templo por três dias entre os doutores e os seus pais saíram à sua procura: ― Jesus. para José e eles guardaram tudo em silêncio. exclamou: ― jamais.

― Então vamos fazer.. brilha como uma nuvem. ― Que bom.― Não. mamãe! ― Oh! Jesus. E Maria ficou pensando: "Ele é realmente o Filho de Deus"! 23 . ― Fazer o que? Perguntou Jesus. respondeu Maria. Jesus obediente fazia também à vontade e sua mãe. Agora eu farei a leitura do Livro Sagrado aqui em casa. o seu pai está muito cansado do trabalho e pela idade. lá no monte! ― Que é isto. e será chamado Emanuel".. Jesus! Fala de coisas estranhas! ― Não mamãe. ― Ele já está no meio de nós! disse Maria ― Boa noite meu Filho durma em Deus. mamãe. que significa Deus conosco. Amanhã iremos às colinas da Galiléia. a Verdade e a Vida. Maria ouvia tudo e guardava em seu coração. mamãe. ― meu filho. Eu irei resplandecer assim. ― Até amanhã. ele está coberto de neve. Porque Eu sou o Caminho. eu e o seu pai O amamos demais! ― Mãe . ― Lá poderemos ver o esplendor do Hermon ― respondeu Maria. assim escreveu o profeta! "Eis que uma virgem conceberá e dará à Luz um filho. falo das verdades de Deus.