You are on page 1of 4

Amarelão

O que é:
A ancilostomose é uma helmintíase que pode ser causada tanto pelo Ancylostoma duodenale como pelo Necatur americanus. Ambos são vermes nematelmintes (asquelmintes), de pequenas dimensões, medindo entre 1 e 1,5 cm. A doença pode também ser conhecida popularmente como "amarelão", "doença do jeca-tatu", "malda-terra", "anemia-dos-mineiros, "opilação", etc. As pessoas portadoras desta verminose são pálidas, com a pele amarelada, pois os vermes vivem no intestino delgado e, com suas placas cortantes ou dentes, rasgam as paredes intestinais, sugam o sangue e provocam hemorragias e anemia. A pessoa se contagia ao manter contato com o solo contaminado por dejetos. As larvas filarióides penetram ativamente através da pele (quando ingeridas, podem penetrar através da mucosa). As larvas têm origem nos ovos eliminados pelo homem.

Ciclo de vida detalhado:

As larvas penetram ativamente através da pele, atingem a circulação e executam uma viagem semelhante àquela realizada pelas larvas da lombriga, migrando do coração para os alvéolos pulmonares.

 Anemia. Sintomas de Amarelão Os sintomas do amarelão são:  Pequena lesão na pele por onde entrou o verme. as fêmeas iniciam a posturas dos ovos. Após acasalamento no intestino. por vezes de forma irreversível. são eliminados para o solo. levando o indivíduo a uma anemia intensa. onde o indivíduo está infectado pelo verme há muitos anos podem gerar insuficiência cardíaca e comprometimento do desenvolvimento motor e cerebral.• • Dos alvéolos. as larvas permanecem vivas e se alimentam. A diferença em relação à ascaridíase é que. faringe. neste caso.  Diarreia moderada. esôfago. Diagnóstico do amarelão No local da penetração das larvas filarióides. traqueia.  Perda do apetite. local em que se transformam em adultos. . No decurso. ocorre uma reação inflamatória (pruriginosa). laringe.  Cansaço. • Em solos úmidos e sombrios.  Palidez ou cor amarelada na pele. Em seguida.  Fezes negras e muito fedidas devido à presença de sangue.  Perda do fôlego em esforços. o que agrava mais o quadro. pode ser observada tosse ou até pneumonia (passagem das larvas pelos pulmões). os ovos eclodem no solo e liberam uma larva.  Dor abdominal. que. estômago e intestino delgado. misturados às fezes.  Emagrecimento.  Fraqueza generalizada. surgem perturbações intestinais que se manifestam por cólicas. Casos crônicos. seguem para os brônquios. náuseas e hemorragias decorrentes da ação espoliadora dos dentes ou placas cortantes existentes na boca destes vermes. Estas hemorragias podem durar muito tempo.

O amarelão também pode causar cansaço e dificuldade de respirar quando sob esforço. mas também podem ocorrer pela ingestão de larva. Problemas de saúde sérios decorrentes de ancilostomíase ou amarelão As consequências mais sérias do amarelão são o desenvolvimento de anemia e deficiência de proteínas ocasionadas pela perda de sangue. Essa jornada leva em trono de uma semana. Uma vez que a transmissão do amarelão requer desenvolvimento da larva no solo. A doença severa pode ocasionar insuficiência cardíaca congestiva. que gruda na parede do intestino e suga sangue. a perda de ferro e proteínas retarda o crescimento e desenvolvimento mental. os quais são excretados nas fezes. Quem está sob-risco de contrair ancilostomíase ou amarelão Pessoas que têm contato direto com solo que contém fezes humanas em áreas onde o amarelão é comum estão sob o risco de contrair a doença. geralmente através dos pés descalços. As infecções de amarelão são transmitidas principalmente pela pele em contato com o solo. As larvas provenientes dos ovos são pouco visíveis e podem penetrar na pele. transtornos no crescimento. Os vermes causadores do amarelão têm um ciclo de vida complexo. eles liberam larvas no solo que têm a capacidade de penetrar na pele. Uma vez na boca. Quando crianças são continuamente infectadas por muitos vermes. que começa e termina no intestino delgado. Uma vez dentro do corpo. tais como: caquexia (desnutrição profunda). partos com feto morto e. elas são engolidas e eventualmente alcançam o intestino delgado. geralmente ao caminhar descalço. As pessoas podem ser contaminadas pelo contato direto com solo contaminado. ela não acontece diretamente de pessoa para pessoa. . as larvas vão até os pulmões e de lá até a boca pelo trato respiratório. ou ao acidentalmente engolir solo contaminado. No intestino delgado a larva se desenvolve em verme adulto. em crianças. Transmissão do Amarelão Os ovos do parasita não são infecciosos. algumas vezes irreversivelmente.Poderão ocorrer algumas complicações. Fêmeas adultas do verme produzem milhares de ovos. amenorréia (ausência de menstruação).

Pirantel. Mebendazol ou Tiabendazol durante 1 a 3 dias consecutivos. . Amarelão no recém-nascido O amarelão típico de alguns bebês recém nascido não têm nenhuma relação com esta doença. Não beber ou comer qualquer alimento impróprio para o consumo. Para evitar novas infestações.Tratamento para Amarelão O tratamento para o Amarelão é feito com a tomada de medicamentos como Befênio. evitar mexer em terra e medidas básicas de higiene como lavar as mãos antes de comer e antes e depois de ir ao banheiro. recomenda-se andar sempre calçado. O médico poderá solicitar a realização de um novo exame de fezes após os 3 dias de tratamento para verificar a completa eliminação dos vermes. tratando-se de outra situação chamada Icterícia neonatal.