Instituição Credenciada pelo MEC – Portaria 4.385/05

Unis - MG Centro Universitário do Sul de Minas Unidade de Gestão de Pós-graduação – GEPÓS Av. Cel. José Alves, 256 - Vila Pinto Varginha - MG - 37010-540

Mantida pela Fundação de Ensino e Pesquisa do Sul de Minas – FEPESMIG Varginha/MG

Todos os direitos desta edição reservados ao Unis-MG. É proibida a duplicação ou reprodução deste volume, ou parte do mesmo, sob qualquer meio, sem autorização expressa do Unis-MG.

2

ALVES, Alessandro Ferreira Guia de Estudo – Fundamentos da Educação – Administração Financeira E Orçamentária. Varginha: GEPOS- UNIS/MG, 2010. 40 p. 2. Um Aparato Introdutório na HP 12C. I. Título.

3

Reitor Prof. Ms. Stefano Barra Gazzola
Ace sso aos da dos

Gestão de Pós-graduação Prof. Ms. Guaracy Silva

Design Instrucional e Diagramação Prof. Celso Augusto dos Santos Gomes Rogério Martins Soares

Núcleo Pedagógico Profª. Ms. Terezinha Nunes Gomes Garcia Profª. Drª. Gleicione Aparecida Dias Bagne de Souza

Revisão Ortográfica / Gramatical Gisele Silva Ferreira

Autor

Alessandro Ferreira Alves
Possui graduação em Matemática pela Universidade Federal de Uberlândia (1996) e Mestrado em Matemática Pura pela Universidade Estadual de Campinas: UNICAMP (1999). Atualmente está em fase final de co Curso de Doutorado também pela UNICAMP, no Departamento de Telemática da FEEC - Faculdade de Engenharia Elétrica e Computação, com previsão de término para o primeiro semestre de 2011. Atua como professor titular no Centro Universitário do Sul de Minas: UNIS-MG, desde o ano de 2001, como professor em diversos Cursos de Graduação, bem como Pós-graduação, nas Modalidades Presencial (GEDUP) e a Distância (GEaD). Além disso, é Coordenador do Curso de Licenciatura Plena em Matemática na Modalidade a distância desde o segundo semestre de 2007, bem como, coordenador dos cursos de Pós-graduação MBA em Finanças Corporativas (GEDUP) desde 2007 e MBA em Gestão Empresarial (GEaD) desde o ano de 2008, do Centro Universitário do Sul de Minas Gerais: UNIS-MG. Além do mais, coordenou os cursos de Pós-graduação em Matemática Empresarial (turmas 2004, 2005 e 2006) e Matemática e Ensino (turmas 2002 e 2003). Atua como professor titular de disciplinas em diversos cursos, como por exemplo, Engenharia Mecânica, Engenharia de Produção, Engenharia Civil, Matemática, Física, Comércio Exterior, Sistemas de Informação e Ciência da Computação, relacionadas à Matemática, Estatística e Computação. Além disso, atua como professor nos Cursos de Pós-graduação do UNIS-MG: MBA em Finanças Corporativas, MBA em Gestão Estratégica e Inteligência em Negócios, MBA em Gestão Empresarial, MBA em Gestão de TI, MBA em Logística Empresarial e Pós-graduação em Qualidade e Produtividade, nas disciplinas de Matemática Financeira, Métodos Quantitativos, Engenharia Econômica, Simulação de Sistemas Gerenciais e Estatística Aplicada.. 4

CHECKLIST ou PROCEDIMENTO. seja ele para outra página do módulo impresso ou endereço de Internet. Fique atento a ele. Indica que você deve refletir sobre o assunto abordado para responder a um questionamento. Indica uma aplicação prática de uso profissional ligada ao que está sendo estudado. Apresenta informações adicionais sobre o tema abordado de forma a possibilitar a obtenção de novas informações ao que já foi referenciado. APLICAÇÃO PROFISSIONAL. Indica a exigência de pesquisa a ser realizada na busca por mais informação. Aponta uma observação significativa. Indica um link (ligação). Determina a existência de atividade a ser realizada. sejam de ideias. IMPORTANTE. EXEMPLO. Todas as conclusões. Indica a necessidade de rever conceitos estudados anteriormente. PESQUISE. PENSE. Pode ser encarado como um sinal de alerta que o orienta para prestar atenção à informação indicada. 5 .ÍCONES REALIZE. Esse ícone será usado sempre que houver necessidade de exemplificar um caso. uma situação ou conceito que está sendo descrito ou estudado. uma tarefa ou uma prática para ser realizada. Este ícone indica que há um exercício. SAIBA MAIS. CONCLUSÃO. HIPERLINK. SUGESTÃO DE LEITURA. Indica textos de referência utilizados no curso e também faz sugestões para leitura complementar. REVENDO. partes ou unidades do curso virão precedidas desse ícone. Indica um conjunto de ações para fins de verificação de uma rotina ou um procedimento (passo a passo) para a realização de uma tarefa.

........................................................................................................................................ 38 2.................................................................................................8 Resumo da Unidade ...............................................................3 Interação Inicial com a Calculadora HP 12C ........6 Algumas Funções Estatísticas na HP 12C ...............................9 Diretrizes sobre a próxima Unidade ......... 20 1...................................................................................... 25 2........................................................ 8 PRÉ-REQUISITOS ............................................................................................................. 12 2.......................... 8 1...............................................................................1.. 9 2................................... 39 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS .. 40 6 ........................................................................................................2 Curiosidades Históricas Envolvendo a HP 12C ........................7 Códigos de Erros .......................................................................Sumário EMENTA .....................1 Aspectos Introdutórios ...........................................................5 Principais Funções Matemáticas ................................................ 34 2........................... 20 2............................ 9 2..... Um Aparato Introdutório na HP 12C ..............................................................................................................................................................1..........2 Tecla .........................................................................................................................................1 Tecla ....................................................................................................................4 Funções Básicas da HP 12C ................................................................................................................. 39 2................................................. 14 1........ 8 OBJETIVOS DA UNIDADE ...................................................................................................... 7 META ....................................................... 9 2....................

7 .Administração Financeira E Orçamentária EMENTA Regimes de Capitalização. Sistemas de Amortização. Fluxos de Caixa e Inflação. Valor Presente Líquido e Taxa Interna de Retorno. Métodos de Análise de Investimentos. Séries de Pagamentos. Equivalência de Fluxos de Caixa.

Compreender a relevância da matemática financeira na resolução de aplicaçoes diversas em outras áreas (implementação numérica). é importante você relembrar alguns tópicos discutidos na parte de Matemática. OBJETIVOS DA UNIDADE Esperamos que. após o estudo do conteúdo desta unidade.Administração Financeira E Orçamentária META Nesta segunda Unidade é de nosso interesse apresentar a calculadora financeira hp 12 c. 8 . Reconhecer a importância da implementação numérica via hp 12c. para se ter um bom aproveitamento desta unidade. PRÉ-REQUISITOS Em verdade. . Reconhecer os elementos básicos da calculadora financeira hp 12C. Apresentar as funções elementares da hp 12 C. já que a mesma constitui a principal ferramenta para implementação de situações financeiras em linhas gerais em todo mundo. você seja capaz de: Reconhecer a importância da matemática financeira para a tomada de decisão em problemas de finanças em geral. implementando problemas relacionados as funções básicas da mesma.

12C.1 Aspectos Introdutórios Nosso objetivo nesta Unidade é apresentar a calculadora financeira HP 12C. provavelmente. composta pelas máquinas HP 10C. todas lançadas entre os anos de 1981 e 1985. cálculos com datas. foram efetuadas perguntas e respostas. 2. Foi lançada em 1981. esta Unidade tem por objetivo apresentar de forma bastante simples e clara os principais recursos disponíveis na calculadora HP 12C. 15C e 16C. dentro da classe série de calculadoras 10C. Um Aparato Introdutório na HP 12C Um Aparato Introdutório na HP 12C 2. a HP 12C é. do ponto de vista de uma pessoa que acabou de tirar à calculadora da caixa. bem como implementar questões financeiras de mercado nas próximas Unidades a serem desenvolvidas. 11C.2 Curiosidades Históricas Envolvendo a HP 12C De todas as máquinas financeiras atualmente disponíveis no mercado. trabalhando com as suas funções básicas. que em verdade. HP 12C HP 11C HP 15C HP 16C HP 10C 9 Figura 01: Algumas calculadoras do tipo 12C. . os quais envolvem operações aritméticas. a fim de nos familiarizarmos bem com a mesma. Sendo assim. Para tal. algumas funções básicas. representa a mais popular calculadora financeira no mercado brasileiro. a mais antiga. operações com percentagens e outros recursos aplicáveis à Matemática Financeira.Administração Financeira E Orçamentária 1.

É caracterizada por trabalhar com a lógica RPN (do inglês Reverse Polish Notation.org) a apresenta como a calculadora que não morreria. as quais permitem trabalhar com 20 diferentes fluxos de caixa. 10 .com). Apresenta. Alguns catálogos de vendas destacaram a superioridade mecânica de outras máquinas. de acordo com o site da HP (htpp://www.hp. Possui mais de 120 funções específicas a área de negócios Trabalhamos simultaneamente com 20 DFC´s Utiliza a Notação Polonesa Reversa (NPR): entrada mais rápida de dados Figura 02: Propriedades da HP 12C. ainda.Administração Financeira E Orçamentária Suas características principais incluem o fato de possuir mais de 120 funções específicas para usos em negócios.hpmuseum. O site do HP Museum (http://www. como a HP 17BII (apresentada como 15 vezes mais rápida que a 12C e com capacidade de armazenamento e processamento quatro vezes superior) ou a HP 19BII (15 vezes mais rápida e com capacidade 9 vezes superior de processamento de informações). tamanho pequeno e conveniente. Embora outros modelos mais novos e com muito mais recursos tenham sido lançados posteriormente. baterias de longa duração. sendo a mais antiga e mais bem vendida calculadora de todo o mundo. ou Notação Polonesa Reversa) – o que permite uma entrada mais rápida de dados e a execução mais eficiente nos cálculos. operações com taxas internas de retorno e valores presentes líquidos. as vendas da velha HP 12C seguem a todo vapor. além de programação pelo teclado.

3 Possui uma excelente aparência (cara – gestão a vista no linguajar do Marketing).Administração Financeira E Orçamentária E quais seriam as razões da persistência do uso da velha HP 12C a ponto. 5 Ela já se tornou parte do “elegante uniforme executivo de negócios”. ou o usuário. especialmente quando comparadas com outros modelos de calculadoras disponíveis no mercado. HP 17B e 19B. As calculadoras mais novas. foram lançadas em versões algébricas. possui uma boa e sólida aparência “feita como um tijolo”. 4 Como todas as outras calculadoras da série 10C. com RPN opcional. são sempre ligeiramente conservadores – o que os tornam mais ligados pela HP 12C. de forma apropriada e pelo preço mais justo possível. por exemplo. 6 Talvez forneça as funções apropriadas. 11 . por exemplo). o que a distingue facilmente dos modelos mais baratos. possuindo as principais funções necessárias em Matemática Financeira. sem opções algébricas para confundir o comprador. as duas principais características da calculadora poderiam ser representadas por sua robustez (bem cuidada. Em linhas gerais. Robustez Simplicidade HP 12C Figura 03: Principais características da HP 12C. rapidamente substituídas pelas versões BII. já tradicional no mercado. a máquina dura indeterminadamente) e simplicidade (é fácil de operar. de justificar sua aplicação em um texto escrito longos quase 30 anos depois? O próprio HP Museum apresenta algumas justificativas? 1 É uma calculadora puramente RPN. 2 Os compradores. geralmente profissionais ligados a áreas de negócios.

8. Se ela estiver em perfeitas condições.3 Interação Inicial com a Calculadora HP 12C A fim de começarmos a trabalhar com uma das mais populares calculadoras de todo mundo. 12 .8. em função de executar as principais funções financeiras e apresentar um custo muito mais baixo que um microcomputador portátil.Administração Financeira E Orçamentária Didaticamente. não possui a tecla < = > e seu visor é de cristal líquido.8.8.8. A Figura 04 abaixo apresenta a frente de um dos modelos da calculadora HP 12C.8. procedemos da seguinte forma: com a calculadora desligada pressionamos X e seguramos e. aparecerá running no visor e depois –8.8.8. 2. pressionamos ON e então soltamos X.8. enquanto que a Figura 05 abaixo apresenta a tela do simulador da HP 12C Platinum em um computador. por exemplo. Figura 04: A Calculadora HP-12C. procedemos com a seguinte indagação inicial: Pergunta inicial: Qual é o procedimento que devemos realizar para averiguar se a nossa calculadora HP 12C1 está OK? Resposta: A fim de respondermos tal questão. 1 A Calculadora HP 12C pesa 113 gramas. se representa um excelente recurso.

onde introduzimos primeiro os dados. As calculadoras convencionais executam cálculos de uma forma direta. para fazermos a operação 2 + 3. em seguida 3 e finalmente a tecla =. salientamos que: A diferença inicial entre uma calculadora HP 12C e as calculadoras convencionais está na forma de entrada dos dados. depois +. para depois inserir as operações. separados pela tecla ENTER. ou seja. ou em outras palavras. tecla-se primeiro 2. 13 . obedecendo à seqüência natural da Matemática. A HP 12C opera com o sistema de entrada de dados RPN (Notação Polonesa Reversa). Por exemplo. Além disso.Administração Financeira E Orçamentária Figura 05: O simulador da HP-12C Platinum. introduzimos em primeiro lugar os dados e depois as operações em ordem inversa.

Todas as operações aritméticas são efetuadas apenas com os conteúdos das memórias X e Y. Y. a mesma possui quatro memórias (X.4 Funções Básicas da HP 12C Com relação a calculadora HP-12C. A memória X é aquela cujo conteúdo está aparecendo no visor. que funcionam como se fosse um tambor rotativo. 2. Z e T). Memória X Mémorias: Tambor Rotativo Memória T Memória Y Memória Z Figura 07: As quatro memórias principais da HP 12C. 14 .Administração Financeira E Orçamentária Figura 06: Informações Importantes entre a HP12C e uma calculadora convencional. chamadas de memórias principais.

para trocar o sinal do número 58. A função <CHS> troca o sinal do número que aparece no visor. Função Azul. 15 .Administração Financeira E Orçamentária A função <x> e <y>. <g>. Se acionarmos a tecla azul <g> e depois a mesma tecla <e x >. ela passará a executar a função azul <e x >. escrita na face superior da tecla. <f>. troca os conteúdos das memórias X e Y. Por exemplo. mantendo as memórias Z e T inalteradas. procede-se da seguinte maneira: 58 <CHS> resultando – 58 (no visor) Um outro fato importante. bem simples de ser visualizado é que uma mesma tecla da HP-12C pode operar as seguintes funções: i) ii) iii) Função Normal. A tecla <ON> serve apenas para ligar ou desligar a HP-12C. escrita na parte superior da tecla. escrita na face lateral inferior da tecla. ao ser acionada. A tecla <1/x> é utilizada para calcular o inverso de um número x 0. Tipos de Funções da HP 12C Função Normal Função Amarela <f> Função Azul <g> Figura 08: Tipos de funções das teclas da HP 12C. Função Amarela.

d) Função <f> <PREFIX>: cancela o prefixo amarelo <f> ou o prefixo azul <g>. secundária e financeira. <PMT> e <FV>. <RCL> 4 no visor aparecerá 47 <RCL> 0 no visor aparecerá – 150 <RCL> . A função <RCL> serve para chamar os valores das 20 memórias (0 a 9 e . Vamos armazenar os números 47.3 no visor aparecerá 298 A limpeza dos dados na HP-12C é feita através de diversas funções.0 a . coloca zeros para <n>.3 Agora vamos recuperar as memórias 4.9) para o visor. relacionadas a seguir: a) Função <CLX>: limpa apenas o visor (memória X). e) Função <f> <PRGM>: limpa os programas que estão gravados na HP-12C. 0 e . chamadas de memórias secundárias. <i>. isto é.0 a . c) Função <f> <REG>: limpa. CLX <f> <FIN> <f> <REG> <f> <PREFIX> <f> <PRGM> 16 Figura 09: Teclas de limpeza na HP 12C. 0 e .3.3 do exemplo anterior. b) Função <f> <FIN>: limpa apenas o conteúdo das memórias financeiras. . de uma só vez. 47 <STO> 4 150 <CHS> – 150 <STO> 0 298 <STO> . Essas memórias serão indexadas de 0 a 9 e de . os conteúdos da memória principal.9. <PV>. escolhidos aleatoriamente. – 150 e 298 nas memórias secundárias e indexadas pelos números 4.Administração Financeira E Orçamentária A função <STO> serve para guardar e operar com as 20 memórias fixas existentes na calculadora HP-12C.

80. Aparecerão duas casas decimais no visor. <– >. (25 14) x 100 será na calculadora igual a 1. no seu visor. mas. Solução Procedemos da seguinte forma: 12 <ENTER> 49 <+> 5.8.59. pressionar <f> e a seguir pressionar o número 5. Solução Procedemos da seguinte forma: 37 <ENTER> 12 <–> Aparece no visor o resultado final igual a 25. Vamos efetuar a soma 12 + 49 + 5. Se você quiser operar com 5 casas decimais. em sua “memória”. Vamos calcular 37 – 12.Administração Financeira E Orçamentária As teclas <+>. Observação Importante! Iremos trabalhar sempre com duas casas decimais. por exemplo. salvo especificação em contrário. 178. a HP 12C. Ao trabalharmos com duas casas decimais. por exemplo. <x> e < > servem para efetuar as operações aritméticas.8 <+> Aparece no visor o resultado final igual a 66. procedemos da seguinte forma: pressionamos a tecla <f> e a seguir pressionamos o número 2. o número armazenado terá uma precisão bem maior. Vejamos alguns exemplos ilustrativos onde utilizamos as funções descritas anteriormente. 79 x 100 e. Para isso. finalmente. apresentará um número com duas casas após a vírgula. Desta forma. 17 . Aparecerão cinco casas decimais no visor.

Vamos efetuar 10 + (6 x 4) – 13. Vamos determinar (10 + 7) x (15 – 8).Administração Financeira E Orçamentária Vamos calcular 5.2 2.6 < > Aparece no visor o resultado final igual a 22.38.5. Vamos calcular 58.6. Solução Procedemos da seguinte forma: 10 <ENTER> 6 <ENTER> 4 <x> <+> 13 <–> Aparece no visor o resultado final igual a 21.7 <ENTER> 2. 18 . Solução Procedemos da seguinte forma: 10 <ENTER> 7 <+> 15 <ENTER> 8 <–> <x> Aparece no visor o resultado final igual a 119.25. Solução Procedemos da seguinte forma: 58.2 <ENTER> 2.7 x 2. Solução Procedemos da seguinte forma: 5.5 <x> Aparece no visor o resultado final igual a 14.

Administração Financeira E Orçamentária Observação Importante! Independentemente de o usuário informar. é fundamental saber como introduzir os dados nesses compartimentos (memórias principais) e como se relacionam. Se acionarmos quatro vezes consecutivas. existe um giro completo no tambor para cada vez que a função <R > é acionada. sendo aquele que aparece no visor “X” e os demais. para arredondar para três casas decimais após a vírgula. “Y”. a função <R >. utiliza-se o procedimento: pressionar as teclas <f> 2 e logo a seguir <f> <RND>. Para um melhor entendimento do processo. Desta forma. Y. A função <R >. O conteúdo de T é transferido para Z. 19 . que não é a pilha elétrica que permite o funcionamento e sim um arquivo com quatro compartimentos (memórias principais). Analogamente. onde ela armazena dados para efetuar operações. Z e T (ao passarem pelo visor) e o tambor vai para sua posição inicial. a própria HP-12C resolve o problema dando a prioridade Matemática adequada para as operações. vejamos o exemplo no quadro abaixo. “Z” e “T”. conhecemos os conteúdos das quatro memórias X. nessa ordem. basta pressionar <f> 3 <f> <RND> e assim por diante. desencadeia as seguintes transferências nas memórias principais: O conteúdo de X é transferido para T. A HP 12C possui a “pilha operacional”. Ver diferença de procedimento nos Exemplos anteriores. Esses compartimentos encontram-se empilhados dentro da calculadora (daí o nome de “pilha operacional”). O conteúdo de Z é transferido para Y. sem que haja qualquer perda de informação. O conteúdo de T é transferido para X. quando acionada. Para trabalharmos com arredondamento de duas casas decimais após a vírgula. Para realizar qualquer cálculo.

Memória ENTER ENTER ENTER a c l 12 + 2 3 8 – 7 1 T Z Y Visor 0 0 0 0 0 2 0 0 2 0 0 0 0 0 5 0 5 12 0 5 12 0 5 5 0 5 4 5 4 7 5 4 7 X 2 2 3 5 12 12 8 4 7 7 1 24 Desta forma. T e 1.1.2 Solução Vejamos a resolução no Quadro 02 abaixo. Quadro 02: Seqüência de passos na resolução da expressão do exemplo. Memória ENTER ENTER ENTER x> <y 5 5 3 29 + 5 5 5 20 R R R R 5 3 7 – 5 5 4 6 T Z Y Visor 5 5 5 3 5 5 3 5 3 7 5 9 7 3 9 X 5 5 3 3 9 9 7 9 3 5 16 Vamos resolver a seguinte expressão: (2 + 3) + (12 – 8) x (7 – 1).T e a c l Administração Financeira E Orçamentária 1.1.1 Quadro 01: A rotatividade das memórias na HP 12C. x 5 5 5 + 5 5 5 3 9 7 . percebemos que o resultado final da expressão é igual a 29.

basta efetuarmos os seguintes passos: .Administração Financeira E Orçamentária X T .Desligue a calculadora.Solte a tecla ON e logo após a tecla . Y Z Figura 10: O tambor rotativo das memórias da HP 12C. . tomando-se como base uma data especificada. Com a função <DATE> obtém-se uma data futura ou data passada. A função < DYS> fornece o número de dias entre duas datas. calculado com base no ano comercial (360 dias). Curiosidade! Você sabe como trocar o ponto pela vírgula na HP 12C? Para tal. pressione ao mesmo tempo as teclas ON e . 21 .Com a calculadora desligada.

• A Função < DYS> Determinamos uma data futura ou uma data passada. MÊS. 22 . a data de resgate e o prazo de aplicação. • A Função <Date> Figura 11: Funções relacionadas a datas. pressiona-se primeiro <f> e depois o número 6. ANO) <DMY> (DIA. É necessário fixar em 6 (seis) o número de casas decimais para que apareçam no visor as datas digitadas. Essas duas funções são úteis nas operações correntes do mercado financeiro. Para isso. respectivamente. DIA. ANO e DIA. Funções de Formatação de Datas <MDY> (MÊS. permitindo relacionar a data de aplicação. ANO) Figura 12: Funções relacionadas ao formato das datas.Administração Financeira E Orçamentária Fornece o número de dias entre duas datas calculado no ano comercial. tomando-se como base uma data especificada. MÊS. DIA. As funções <MDY> e <DMY> estabelecem o formato das datas e indicam a ordem de apresentação. ANO. MÊS.

Teclas <f> <REG> Visor 0. ANO é só pressionar as funções <g> <DMY> e aparecerão. e para que as letras DMY desapareçam do visor é só pressionar <g> <MDY>.052000 26.Administração Financeira E Orçamentária Se tiver interesse em estabelecer o formato DIA. Informação Importante! É recomendável limpar todos registradores (inclusive o visor).000000 DMY Número de dias entre as duas datas 23 . as letras DMY. antes de se iniciar qualquer operação com a HP-12C.00 Observação Limpa os registradores Estabelece o formato da data <g> <DMY> 0.00 DMY Número exigidas de casas decimais <f> 6 0. Vamos encontrar o número de dias entre as datas 17/03/2000 e 26/05/2000.032000 <ENTER> 17. embaixo à direita. MÊS. Solução A seqüência de passos a ser desenvolvida na HP 12C para resolução é mostrada abaixo. usando a função <f> <REG>.032000 DMY Mostra a data atual 26.052000 DMY <g> < DYS> 70. no visor.000000 DMY Mostra a data passada 17.

.042000 <ENTER> 17.2000 7 DMY Se hoje é 24 de abril de 2000.00 Observação Limpa os registradores Estabelece o formato da data <g> <DMY> 0. 6 para sábado e 7 para domingo.00 DMY Número exigidas de casas decimais <f> 6 0. Teclas <f> <REG> Visor 0. achar a data e o dia da semana em que ocorreu o vencimento de uma nota promissória resgatada há 150 dias.000000 DMY 2 O dígito que aparece bem à direita do visor indica o dia da semana. .042000 DMY Data pedida e dia da semana (Domingo)2 41 <g> < DATE> 28.05. 2 para terça-feira..00 DMY Número exigidas de casas decimais <f> 6 0..Administração Financeira E Orçamentária Vamos adicionar 41 dias à data 17/04/2000. Teclas Visor 0. 24 .00 Observação Limpa os registradores Estabelece o formato da data <f> <REG> <g> <DMY> 0. sendo 1 para segunda-feira. Solução A seqüência de passos a ser desenvolvida na HP 12C para resolução é mostrada abaixo. Solução A seqüência de passos a ser desenvolvida na HP 12C para resolução é mostrada abaixo.000000 DMY Mostra a data atual 17.

5 Principais Funções Matemáticas Vejamos agora as principais funções matemáticas na HP-12C.042000 DMY Observação Mostra a data de hoje 150 <CHS> <g> <DATE> 26. (5 + 4) 3 (8 + 5) 2 .09 <ENTER> 6 <CHS> <y x > 0.75) 145 / 360 .60 Resultado de (1.09) 6 <CLX> 0.00 Resultado de 6 5 <CLX> 0.09) 6 . (1.776.042000 <ENTER> Visor 24. (2. bem como alguns exemplos para fixação das idéias relacionadas.1999 5 DMY Data de vencimento e dia da semana (sexta-feira) 2.11. Potenciação <y x > Vamos calcular 6 5 .75 <ENTER> A base 25 . temos a seguinte disposição de passos. Teclas <f> <REG> Visor 0.00 Limpa o visor 1.00 Observação Limpa os registradores 6 <ENTER> 5 <y x > 7. Solução Neste caso.Administração Financeira E Orçamentária Teclas 24.00 2.75 Limpa o visor 2.

22 <ENTER> 6 <CHS> <1/x> <y x > 0.50 Observação Resultado de (2.16 (1.00 Observação Limpa os registradores 4 <1/x> 0. temos a seguinte disposição de passos.75) 145 360 <CLX> 0.35) 1 / 2 .35) 1 / 2 em fração decimal <CLX> 0.31 Resultado de (5 + 4) 3 (8 + 5) 2 Inverso de um Número: < 1/x> Vamos calcular: ¼. Teclas <f> <REG> Visor 0.00 Limpa o visor 1.97 (1. (1.00 Limpa o visor 1.00 Limpa o visor 5 <ENTER> 4 <+> 3 <y x > 8 <ENTER> 5 <+> 2 <y x >< > 4. 56 Solução Neste caso.35 <ENTER> 2 <1/x> <y x > 1. (1.22) 1/ 6 em fração decimal 26 .25 ¼ em fração decimal <CLX> 0.22) 1/ 6 e 7 .Administração Financeira E Orçamentária Teclas 145 <ENTER> 360 < > <y x > Visor 1.

Administração Financeira E Orçamentária Teclas <CLX> Visor 0. Vamos calcular 7% de R$ 37.80 Preço de venda 27 . adquirida por R$ 780.00 Observação Limpa o visor 7 <ENTER> 56 <1/x> <x> 3 0.00 Preço de compra 20. Solução Neste caso. Teclas Visor 0.75% sobre o preço de compra.13 7 em fração decimal 56 Porcentagem: < %> – permite o cálculo da porcentagem de um determinado número.00 Observação Limpa os registradores 37490 <ENTER> 7 <%> 2. Qual o preço de venda? Solução Neste caso.00 Observação Limpa os registradores <f> <REG> 780 <ENTER> 780.00.490.624.75<%> <+> 941. temos a seguinte disposição de passos para a resolução do problema. foi vendida com um lucro de 20.30 Valor de 7% de 37.490 Uma geladeira.00. Teclas <f> <REG> Visor 0. temos a seguinte disposição de passos.

temos a seguinte disposição de passos para a resolução do Solução problema.550. R$ 3. Solução Neste caso. percentualmente.200.00 e R$ 5.450.720.550.00 e a participação percentual de cada uma delas no total.00 Valor da Primeira parcela Soma da primeira e segunda parcelas Soma da primeira.00 5200 <+> 14. Teclas <f> <REG> Visor 0. R$ 4.00 Observação Limpa os registradores 150 <ENTER> 45 <%T> 30. Teclas <f> <REG> Visor 0. Vamos encontrar quanto 45 representa. em relação a 150.00 4720 <+> 9.00.Administração Financeira E Orçamentária Percentagem do Total: < %T > – possibilita encontrar quanto um número representa.720.920.00 Observação Limpa os registradores 1550 <ENTER> 1. temos a seguinte disposição de passos para a resolução do problema. em relação a outro número. percentualmente.00 Indica que 45 é igual a 30% de 150 Efetuar a soma das parcelas R$ 1.00. Neste caso. segunda e terceira parcelas 3450 <+> 5.00 Total 28 .000.

> – devemos digitar primeiro o Se o preço de um produto em maio de 2000 é de R$ 230.00 Valor antigo 274 < %> 19.60.39 % da primeira sobre o total parcela <CLX> 3450 <%T> 23.Administração Financeira E Orçamentária Teclas Visor Observação 1550 <%T> 10. Teclas <f> <REG> Visor 0. depois.12 % da segunda parcela sobre o total <CLX> 4720 <%T> 31.00 Observação Limpa os registradores 230 <ENTER> 230. o valor atual. 29 . antes do resgate.13 % de aumento Calcular a percentagem de prejuízo de um investidor que aplicou R$ 1. Solução Neste caso.525.00.64 % da terceira parcela sobre o total <CLX> 5200 <%T> 34. vendeu R$ 1. calcular a variação percentual de preços. temos a seguinte disposição de passos.00 em CDB a prazo fixo e.00 e em junho de 2000 é de R$ 274.85 % da quarta parcela sobre o total Diferença Percentual entre os Números: < % valor antigo e.650.

0378.00 Observação Limpa os registradores 1650 <ENTER> 1.785 e 0.00 Observação Limpa os registradores <f> <REG> 950 <ENTER> 950.54 Valor da aplicação 1525.650. Visor 0. Qual o valor do desconto? Por quanto sai o equipamento de som se você pagar a vista? Qual o percentual de acréscimo que você pagará se optar pelo cartão de crédito? Solução Teclas Neste caso.00 Valor do equipamento 18 <%> <–> 171. Teclas <f> <REG> Visor 0.00 Valor do desconto 779.00 – 7.00 Preço a vista 950 < %> 21. Para o pagamento a vista.Administração Financeira E Orçamentária Solução Neste caso. é dado um desconto de 18%.00 para pagamento a prazo ou cartão de crédito.95 % do acréscimo pago pelo cartão de crédito Raiz Quadrada de um Número x: < x> Vamos determinar a raiz quadrada dos números 135. 30 . temos a seguinte disposição de passos.60 < %> % de prejuízo Um equipamento de som está anunciado por R$ 950. temos a seguinte disposição de passos.

37 <g> <LN> Logaritmo de 0.489.61 e – 0. Teclas <f> <REG> Visor 0. 1.99 Logaritmo de 5 0.25 Logaritmo de 3.25. 5 e 0.00 Observação Limpa os registradores 135. Teclas <f> <REG> Visor 0. temos a seguinte disposição de passos.37 Antilogaritmo: <e > Tendo o logaritmo de um número.00 Observação Limpa os registradores 3. temos a seguinte disposição de passos.65 Resultado de 135.61 – 0.785 0.37.785 <g> < x > 11. x Vamos calcular o antilogaritmo dos números 1.99. Solução Neste caso. 31 .19 Resultado de 0.0378 Logaritmo Neperiano (base e = 2. obtemos o número como segue.0378 <g> < x > 0.Administração Financeira E Orçamentária Solução Neste caso.7182): <LN> Calcular o logaritmo dos números 3.489 <g> <LN> 1.489 5 <g> <LN> 1.

25 <g> <e x > 3.00 Observação Limpa os registradores 18 <ENTER> 0.99 Somatório: < >e< > Uma pessoa foi a um supermercado e comprou 18 latas de conserva a R$ 0. Teclas <f> <REG> Visor 0.85 cada.99 <CHS> <g> < e x > 0.00 Valor do arroz < > 2.95 o quilo.75 o quilo e 8 quilos de feijão a R$ 0. temos a seguinte disposição de passos.30 Valor das latas de conserva < > 1.61 0.00 Armazena o primeiro valor 36 <ENTER> 0.61 <g> < e x > 5. Teclas <f> <REG> Visor 0.37 Antilogaritmo de – 0.85 <x> 15.60 Valor do feijão 32 .25 1.95 <x> 7.Administração Financeira E Orçamentária Solução Neste caso. temos a seguinte disposição de passos. 36 quilos de arroz a R$ 0.49 Antilogaritmo de 1.00 Observação Limpa os registradores 1.00 Antilogaritmo de 1.00 Armazena o segundo valor 8 <ENTER> 0. Quanto gastou esta pessoa? Solução Neste caso.75 <x> 27.

>. Solução Neste caso.00 <RCL> 2 62.00 36 <ENTER> 1. Se os dados estão contidos na calculadora.10 <x> 39.75 <x> Visor 27.90 Total dos gastos Importante! Quando se utiliza a função < armazenada em <RCL> 2. a soma dos números fica Suponhamos que tenha ocorrido um engano e que o preço do arroz não seja R$ 0.50 Total dos gastos 33 . é possível corrigir os cálculos utilizando a função < >. temos a seguinte disposição de passos.60 Valor do arroz (correto) < > 3.00 Observação Valor do arroz (errado) <g> < > 2.Administração Financeira E Orçamentária Teclas < > Visor 3. Teclas 36 <ENTER> 0. como segue.10.75 o quilo e sim R$ 1.00 Observação Armazena o terceiro valor <RCL> 2 49.

786 unidades do produto. Média Aritmética 34 .77 Preço unitário correto 2.56 Preço unitário errado <g> <LSTx> 5876.85 Recompõe o valor da venda 5786 < > 13. Refazer o cálculo.85 <ENTER> 79.00 Recupera a última entrada <x> 79.684.684. Teclas <f> <REG> Visor 0. Uma empresa vendeu em janeiro de 2001 5.876 unidades de certo produto.Administração Financeira E Orçamentária Último X: < LSTx > – é um registrador automático utilizado para preservar o valor que aparece no visor antes da execução de uma função. podendo ser recuperado para correção ou utilizado em outro cálculo.684. Encontrar o preço unitário deste produto admitindo-se que houve um engano e que foram vendidas 5. faturando um total de R$ 79.6 Algumas Funções Estatísticas na HP 12C Vejamos como podemos efetuar cálculos na HP 12C envolvendo algumas funções estatísticas básicas.00 Observação Limpa os registradores 79684. tais como média aritmética (medida de centralidade) e desvio padrão (medida de dispersão). Solução Neste caso.85 nesta venda.85 Valor da venda 5876 < > 13. temos a seguinte disposição de passos.

temos a seguinte disposição de passos.00 Valor total dos títulos da empresa B Número de empresa C títulos da 16 <ENTER> 16.00 R$ 84.Administração Financeira E Orçamentária Consideremos a seguinte situação: diversas empresas entregaram ao Banco AFA.00 Valor total dos títulos da empresa A Número de empresa B títulos da 31 <ENTER> 31.00 Observação Limpa os registradores 25 <ENTER> 25. diversos borderôs3 de cobrança conforme o quadro abaixo: Empresa A B C D E Número de Títulos 25 31 16 10 28 Valor Total R$ 45.00 84500 < > 2.00 R$ 31.00 Número de empresa A títulos da 45000 < > 1.00 Valor total dos títulos da empresa C 3 Borderô – relação de títulos de crédito entregues a um banco para desconto ou cobrança.00 24000 < > 3. Teclas <f> <REG> Visor 0.00 Vamos calcular a média aritmética do valor dos títulos por borderô e a média aritmética da quantidade de títulos.000.000.00 R$ 24.00 R$ 52.000. 35 . Solução Neste caso.000.500.

75% Vamos encontrar a taxa média ponderada.00 Taxa (Mensal) 4.00 Observação Número de empresa D títulos da 31000 < > 4.300.00 52000 < > 5.5% 3% 2.000. Uma pessoa fez diversas aplicações em uma instituição financeira com as seguintes taxas.00 Observação Limpa os registradores 36 .00 R$ 8.5% 3. conforme quadro abaixo: Ordem 1 2 3 4 5 Valor R$ 5.00 R$ 2.500.500. Teclas <f> <REG> Visor 0.Administração Financeira E Orçamentária Teclas 10 <ENTER> Visor 10.00 R$ 1. temos a seguinte disposição de passos.5% 2.00 Valor total dos títulos da empresa E Média aritmética valores por borderô dos <g> < x > 47.00 <g> <s> 23. Solução Neste caso.000.000.38 Desvio Padrão Média Aritmética Ponderada – é a média de um conjunto de números com seus respectivos pesos.00 R$ 6.557.00 Valor total dos títulos da empresa D Número de empresa E títulos da 28 <ENTER> 28.

28 Valor da taxa ponderada (em %) média <RCL> 2 23.75 <ENTER> 2.00.5 <ENTER> Visor 4.5 <ENTER> 3.00 Valor da quinta aplicação <g> < x w > 3. se aplicada sobre o total de R$ 23.00 Valor da quarta aplicação 2.Administração Financeira E Orçamentária Teclas 4.00 Valor da terceira aplicação 3 <ENTER> 3.00 Valor Total das aplicações A média ponderada de 3.00 Valor da primeira aplicação 2.5 <ENTER> 2.00 Valor da segunda aplicação 3. nos fornecerá o mesmo valor que os valores individuais aplicados a suas respectivas taxas.28% ao mês.75 Insere o valor da quinta taxa (em %) 1500 < > 5.000. 37 .000.50 Insere o valor da terceira taxa (em %) 6500 < > 3.00 Insere o valor da quarta taxa (em %) 2000 < > 4.50 Observação Insere o valor da primeira taxa (em %) 5000 < > 1.50 Insere o valor da segunda taxa (em %) 8000 < > 2.

Vejamos a descrição das principais mensagens de erro da calculadora nos Quadros 03 e 04 a seguir. fatorial de 73. a mensagem informa que o cálculo é complexo. pode ocorrer algum tipo de erro (falha). Quadro 03: Códigos de Erro na calculadora HP-12C. Error 0 Error 1 Error 2 Error 3 Quadro 04: Códigos de Erro na calculadora HP-12C. Observe que a mensagem de erro não aparece: apenas uma série de noves aparece no visor. algum valor 38 . raiz quadrada de um número negativo. Operações estatísticas com erro. Por exemplo.Administração Financeira E Orçamentária 2. fatorial de número não inteiro. Código de Erro Mensagem Erro em operações com a memória da calculadora. Exemplos: divisão de números por zero. resultando em um procedimento incorreto. a menos que você forneça uma estimativa para a taxa interna de retorno.0 a R.7 Códigos de Erros Eventualmente. Por exemplo. Erro em operações com juros compostos. quando operamos na HP-12C. média com n igual a zero. tentativa de desvio (GTO) para uma linha inexistente em um programa. Ultrapassagem da capacidade de armazenamento e processamento da máquina: a magnitude do resultado é igual ou superior a 10100. podendo envolver múltiplas respostas. Código de Erro Mensagem Erro em operações matemáticas. logaritmo de número menor ou igual a zero. tentativa de operação com os registradores de armazenamento (R5 a R9) ou R. Por exemplo: tentativa de Error 4 introdução de mais de 99 linhas de programação. Provavelmente.9). Nesse caso. Erro no cálculo da taxa interna de retorno (IRR). tentativa de utilização de um registrador ocupado com linha de programação. e não poderá prosseguir. muitas vezes indicado por uma mensagem de erro.

com exemplos ilustrativos que mostram a aplicabilidade de suas funções básicas. 39 . bem como apresentaremos a implementação numérica na HP 12C envolvendo tais tópicos. PV e FV são tais que não existe solução para n.8 Resumo da Unidade Nesta segunda Unidade do guia de estudos. ou algum procedimento no auto-teste apresentou falhas. Problemas no auto-teste. O registrador de armazenamento especificado não existe. ou os valores de i. onde visualizamos de forma clara o potencial para a implementação de situações financeiras diversas na área financeira. tais como Diagramas de Fluxo de Caixa (DFC).Administração Financeira E Orçamentária Código de Erro Error 5 Mensagem foi colocado com o sinal errado (todos os valores têm o mesmo sinal). funções matemáticas e estatísticas. Problemas com o uso dos registradores de armazenamento de armazenamento. regimes de capitalização e taxas de juros relacionadas. ou foi convertido em linha de programação. 2. Ou o circuito da calculadora não está funcionando corretamente. apresentamos a calculadora HP 12C. estaremos apresentando os aspectos fundamentais da Matemática Financeria. Problemas no cálculo da taxa interna de retorno (IRR). O número de fluxos de caixa inseridos foi superior a 20. Error 6 Error 7 Error 8 Error 9 2. tentativa de adição de dias além da capacidade da máquina.9 Diretrizes sobre a próxima Unidade Na próxima Unidade. Pode ser decorrente do emprego de data inapropriada ou em formato impróprio. Problemas com o calendário. tais como. Não houve troca no sinal do fluxo de caixa.

São Paulo: Atlas. São Paulo: Atlas. 2000. 40 . A. C.P. 1995. PUCCINI. Matemática financeira: objetiva e aplicada. 2001. E. HAZZAN. HALFELD. R. J. 1993. cada um de vocês pode se pautar nos livros referenciados abaixo. Rio de Janeiro: Campus. POMPEO. São Paulo: Fundamento Educacional. 2001. Matemática Financeira: Aplicações à Análise de Investimentos. L. Matemática Financeira. Bruno H. São Paulo: Editora Atlas. POLO. 1996. São Paulo: Prentice Hall. W. FILHO. 1993. S. F. M. Introdução à Engenharia Econômica. 9 Edição. MANNARINO. Análise de Investimentos. SAMANEZ. Franco. Bibliografia Básica MATHIAS. 2001. 2a ed. Engenharia das Operações Financeiras. Rio de Janeiro: Livros Técnicos Científicos. E. a Bibliografia Complementar FERNANDES. José M.. São Paulo: Atlas.12C. São Paulo: Saraiva. P. Como Administrar seu Dinheiro. Engenharia das operações financeiras pela HP. 1991. Matemática Financeira. GOMES. N.Administração Financeira E Orçamentária REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Para maiores informações com relação ao assunto tratado nesta Unidade. Nelson Casarotto & KOPITTKE.