You are on page 1of 4

TEORIA E PRÁTICA DA NARRATIVA JURÍDICA Semana 2 – Gênero e tipologia textuais nas peças processuais Objetivos O aluno deverá ser

capaz de: - Reconhecer as peças processuais como “gênero textual” distinto; - Identificar os tipos textuais narrativo, descrito, dissertativo argumentativo e injuntivo nas peças processuais; - Compreender a interdependência desses tipos textuais e qual a sua contribuição para a competência redacional das peças processuais. Estrutura do Conteúdo 1. Gênero textual 2. Tipologia textual 2.1. Texto narrativo 2.2. Texto descritivo 2.3. Texto argumentativo 2.4. Texto injuntivo 3. Peças processuais e utilização dos diversos tipos textuais
Aplicação Prática Teórica No Direito, é de grande relevância o que se denomina tipologia textual: narração, descrição, dissertação. O que torna essa questão de natureza textual importante para o direito é sua utilização na produção de peças processuais como a petição inicial, que apresenta diferentes tipos de texto, a um só tempo. Para melhor compreender essa afirmação, observe o esquema da petição inicial e perceba como essa peça pertence a um tipo textual híbrido do discurso jurídico, o que exige do profissional do direito o domínio pleno desse conteúdo.
EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA __ VARA __ DA COMARCA __

Parte descritiva Parte narrativa Parte argumentativa

Qualificação das partes Dos fatos __________________________________________________________ __________________________________________________________ Do direito __________________________________________________________ ______________________________________________________ Do pedido 1.____________________. 2.____________________. Das provas Do valor da causa Nestes termos, Pede deferimento.

Parte injuntiva

uol. planilha essa que será adiante questionada. (Disponível em: http://www. mas sim na família. 226 da Carta Magna brasileira deve ser vislumbrado como cláusula geral de inclusão. que sempre foram diligentes em acompanhar o cumprimento de uma obrigação pela qual respondiam solidariamente. a tônica da proteção não se encontra mais no matrimônio. Acesso em: 10 de dezembro de 2010) Fragmento 2 O "rol familiar" constante da Lex Fundamentalis brasileira não é exaustivo.br/publicacoes/pecas/1427/APELACAO. As uniões homoafetivas. Todavia. por lei infraconstitucional. Essa avenida fica dentro de um bairro movimentado e cheio de sinais.uj. Durante o prazo de vigência do referido contrato.br/42825/acidente-de-moto-urgente/. o caput do art. "num único dispositivo o constituinte espancou séculos de hipocrisia e preconceito". Juízo: O apelado é possuidor do contrato de locação acima aludido. Acesso em: 10 de dezembro de 2010).com. O afeto terminou por ser inserido no âmbito de proteção jurídica. (Disponível em: http://jus. consta uma planilha de débitos em que se encontram discriminados os valores supostamente devidos pelos apelantes. Assim. Em tal ação. Para além disso. mais uma vez. Fragmento 1 O apelado moveu Ação de Execução por Quantia Certa em face dos ora apelantes. estão consagradas dentro do conceito de entidade familiar. o Direito das Famílias possui o escopo primordial de proteger toda e qualquer família. O condutor estava drogado e totalmente alcoolizado. deve-se dizer que o panorama constitucional não deve ser tido como taxativo. fundando-se na existência de um contrato de locação firmado com Antônio Claudio (autos em apenso). sempre sob a vigilância de perto dos fiadores.Local. ora apelantes. (Disponível em: http://forum. data e assinatura. sem qualquer condição de discernir e reagir a eventos que ocorressem na pista. Existem relevantes pontos que não podem ser deixados à margem da apreciação deste D. Fragmento 3 Uma pessoa trafegava com sua moto em alta velocidade por uma avenida.uol. Tal contrato. iniciado em 11/01/2007 e findo e 11/01/2008. O legislador se limitou a citar expressamente as hipóteses mais usuais. Como afirma Zeno Veloso. para além de não serem proibidas no ordenamento brasileiro. devendo-se impedir a exclusão de qualquer entidade que ateste os pressupostos de ostensibilidade.com. a mais ou menos 100 km/h. os aluguéis e demais encargos da locação vinham sendo quitados pontualmente pelo locatário. mas sim exemplificativo. Questão 1 Identifique a tipologia textual predominante em cada um dos fragmentos listados e justifique sua resposta com elementos do próprio texto. . como a família monoparental e a união estável entre homem e mulher. Dessa forma. Acesso em: 10 de dezembro de 2010. que teve à época de sua assinatura os apelantes como garantidores. foi celebrado por prazo determinado.br/revista/texto/17988/a-guarda-compartilhada-e-as-familias homoafetivas). estabilidade e afetividade.com.jus.

172/185. não configurada a hipótese de quase flagrância.br/revista/texto/7767/identificando-o-assedio-moral-no-trabalho. 131/134. que foi recebida por despacho de 28 de abril de 1997.com. Deliberaram atear-lhe fogo. além de permitir a resolução do contrato ("rescisão indireta").. (Disponível em: http://jus. A inicial. (Disponível em: http://jus. desestabilizando a relação da vítima com o ambiente de trabalho e a organização. tendo sido os réus localizados em virtude de diligências policiais. A prisão em flagrante foi relaxada. que foi atacada enquanto dormia. perseguição. o laudo de exame de local e de veículo de fls.. Retornaram ao local e enquanto Eron e Gutemberg despejavam líquido inflamável sobre a vítima. evadindo-se a seguir. De modo que é indenizável. 509. relações desumanas e aéticas de longa duração. sugestão ou pretensão constantes em relação a alguém". sendo mais comuns em relações hierárquicas autoritárias e assimétricas. em virtude de ter sido a morte provocada por fogo e uso de recurso que impossibilitasse a defesa da vítima.com. Acesso em: 10 de dezembro de 2010). Acesso em: 10 de dezembro de 2010) Fragmento 6 Segundo o dicionário Houaiss da Língua Portuguesa. 43 a 45 e o relatório final de fls. em que predominam condutas negativas.. para o que adquiriram dois litros de combustível em um posto de abastecimento. ao amanhecer.uol.Fragmento 4 "De acordo com a inicial de acusação. a palavra "assédio" significa "insistência impertinente. 08/22. o grupo passou pela parada de ônibus onde dormia a vítima. 146 e seguintes.] Segundo a médica Margarida Barreto. Do caderno informativo constam.uol. o termo de restituição de fls. Três qualificadoras foram descritas na denúncia: o motivo torpe porque os denunciados teriam agido para se divertir com a cena de um ser humano em chamas. repetitivas e prolongadas durante a jornada de trabalho e no exercício de suas funções. por não ter havido perseguição. quando relacionado à demissão ou dispensa do obreiro. o auto de prisão em flagrante de fls. 247 e a continuação do laudo cadavérico. por fim.uol. assédio moral no trabalho é "a exposição dos trabalhadores e trabalhadoras a situações humilhantes e constrangedoras. o meio cruel. atenta contra a sua dignidade e integridade psíquica ou física. os boletins de vida pregressa de fls. veio acompanhada do inquérito policial instaurado na 1ª Delegacia Policial. de um ou mais chefes dirigida a um ou mais subordinado(s). [. forçando-o a desistir do emprego". que está a fls. Posteriormente vieram aos autos o laudo cadavérico de fls. o afastamento por doença de trabalho e. 186/191. Questão 2 Acesse o site do STJ e transcreva trecho de um voto em que a narração está a serviço da argumentação e outro em que a descrição está a serviço da narração. . médica do trabalho e ginecologista. a exposição prolongada e repetitiva do trabalhador a situações humilhantes e vexatórias no trabalho. ou seja. no plano patrimonial e moral.com. de relevantes. o exame em substância combustível de fls.br/revista/texto/14748/assedio-moral-e-seus-efeitos-juridicos.. Acesso em: 10 de dezembro de 2010) Fragmento 5 O Assédio moral. os demais atearam fogo.br/revista/texto/16291/o-caso-do-indio-pataxo-queimado-embrasilia. O Ministério Público requereu a prisão preventiva dos indiciados. a sua reintegração no emprego por nulidade absoluta do ato jurídico.] (Disponível em: http://jus. [.