You are on page 1of 15

FACULDADE JK UNIDADE II - GAMA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

JOSELITO SANTANA LEIDIANE ASSUNÇÃO POLIANA DA MATA THALYTA MEDEIROS

FUNDAMENTOS DE ECONOMIA ÁFRICA DO SUL

GAMA 2012

Prof: André Turma: 2ºB GAMA 2012 .JOSELITO SANTANA LEIDIANE ASSUNÇÃO POLIANA DA MATA THALYTA MEDEIROS FUNDAMENTOS DE ECONOMIA ÁFRICA DO SUL Trabalho apresentado como requisito para avaliação do Curso de Administração da Faculdade JK – Unidade II – Gama/DF.

INTRODUÇÃO .

Duas dessas línguas são de origem europeia: o africâner. com uma oferta abundante de recursos. Onze línguas oficiais são reconhecidas pela Constituição do país. é um país localizado no extremo sul da África.5% da população sul-africana seja negra. Cerca de um quarto da população do país está desempregada e vive com menos de US$ 1. do G20.798 quilômetros de litoral. é apenas o quinto idioma mais falado em casa. ao contrário da maioria das repúblicas parlamentares. entretanto. É também membro fundador da Organização das Nações Unidas e da NEPAD. do Grupo dos 77. da União Aduaneira da África Austral. idiomas e crenças religiosas. O Inglês é a língua mais falada na vida pública oficial e comercial. com 2.25 por dia.HISTÓRIA A África do Sul. entre os oceanos Atlântico e Índico. e o inglês sul-africano. É um dos membros fundadores da União Africana e é a maior economia do continente. do Fundo Monetário Internacional. A África do Sul é uma democracia constitucional. do G8+5 e é uma das nações BRICS. indianas e racialmente mistas da África. da Zona de Paz e Cooperação do Atlântico Sul. uma língua que se originou principalmente a partir do holandês que é falada pela maioria dos brancos e coloured sul-africanos. A África do Sul é conhecida por sua diversidade de culturas. na forma de uma república parlamentar. os habitantes são de diferentes grupos étnicos que falam línguas bantas. jurídico. Embora 79. limitado pela Namíbia. É uma democracia parlamentar. um enclave totalmente rodeado pelo território sul-africano. os cargos de chefe de Estado e chefe de governo são mesclados em um presidente dependente do parlamento. com as maiores comunidades europeias. da Organização Mundial do Comércio. oficialmente República da África do Sul. com bem desenvolvidos setores financeiro. de . A África do Sul é um país multiétnico. ECONOMIA Pela classificação da ONU a África do Sul é um país de renda média. Moçambique e Suazilândia a leste. além de ser membro do Tratado da Antártida. e com o Lesoto. Botsuana e Zimbábue ao norte. um dos nove idiomas que têm estatuto oficial.

e uma moderna infraestrutura de apoio a uma distribuição eficiente das mercadorias a grandes centros urbanos em toda a região. a família média branca ganhou seis vezes mais do que o agregado familiar médio negro. A sua integração na economia é muito forte e constitui uma base essencial para o seu desenvolvimento. O rendimento médio domiciliar sul-africano diminuiu consideravelmente entre 1995 e 2000. Outros problemas são a criminalidade. A África do Sul sofre com carga relativamente pesada regulação global. produz 33% do PIB da África do Sul e 10% do PIB do continente Africano. Essas áreas incluem Mossel Bay para Plettenberg Bay. área de Nelspruit. chamadas de Black Economic Empowerment. Durante o período de 1995-2003. têm estimulado um aumento na riqueza econômica dos negros e o nascimento de uma emergente classe média negra. no entanto concentrado em torno de quatro áreas: Cidade do Cabo. O desemprego é extremamente elevado e a desigualdade de renda é aproximadamente igual à do Brasil . o Statistics South Africa informou que. o agregado familiar médio branco ganhou quatro vezes mais do que uma família média negra. a grande maioria de sulafricanos é pobre. não trabalho intensivas. No entanto. em 1995. comparada aos países desenvolvidos. área de Rustenburg. o desenvolvimento é limitado e a pobreza ainda é prevalente.residindo uma das razões mais salientes no facto de boa parte das empresas importantes serem capital-intensivas.[81] Regulamentações trabalhistas restritivas têm contribuído para o mal-estar do desempregado. As políticas de ação afirmativa. Bloemfontein. o número de empregos formais diminuiu e o emprego informal aumentou. Durban e Pretória/Johannesburg. O desenvolvimento avançado do país está. a corrupção e a epidemia de HIV/AIDS. apesar dos esforços do governo. . Cape West Coast e o Litoral Norte de KwaZulu-Natal. Quanto à desigualdade racial. uma bolsa de valores que está entre as vinte melhores do mundo. Por conseguinte. A propriedade e a interferência estatal impõe barreiras à entrada em muitas áreas. A África do Sul ocupa 32ª posição no mundo em termos de PIB (PPC). Port Elizabeth. Fora destes quatro centros econômicos. Joanesburgo. de acordo com dados de 2009. As principais zonas marginais têm experimentado um crescimento rápido nos últimos tempos.comunicações. o desemprego global se agravou. energia e transportes. Em 2000. a cidade mais rica do país.

De 2004 em diante o crescimento econômico aumentou significativamente. o Continuous linked settlement (CLS). O governo absteve-se de recorrer ao populismo econômico. negociado a 7. o então Presidente Thabo Mbeki prometeu promover o crescimento econômico e o investimento estrangeiro através do relaxamento de leis trabalhistas restritivas. A inflação foi derrubada. as finanças públicas estavam estabilizados e alguns capitais estrangeiros foram atraídos. o crescimento foi ainda baixo. e uma quantidade substancial de receita vem do turismo. a queda acentuada em 2001 e o atingimento de um mínimo histórico de 13. provocou temores de inflação e fez com que o Banco Central a aumentar as taxas de juros. segundo a Bloomberg Moeda Scorecard. a reservas de caça e os vinhos locais. A África do Sul é um destino turístico popular.[82] No início de 2000. . acelerando o ritmo de privatização e o corte de gastos governamentais desnecessários.77 ZAR ao dólar em de fevereiro de 2010. Suas políticas enfrentam forte oposição dos sindicatos. No entanto. Ele se juntou a um clube de elite das moedas de quinze anos. O rand desde então tem se recuperado. O rand era a moeda com melhor desempenho contra o dólar dos Estados Unidos (USD) entre 2002 e 2005.[82] África do Sul é o maior produtor e consumidor de energia no continente africano.85 ZAR ao dólar. A Rand Sul-Africano (ZAR). A volatilidade do rand tem afetado a atividade econômica. assim como a formação de emprego e aumento de capital.O governo de 1994 herdou uma economia minada por longos anos de conflito interno e por sanções externas. Entre as principais atrações são a cultura variada e pitoresca. como os exportadores estão sob pressão considerável a partir de uma forte moeda nacional. A Bolsa de Valores de Joanesburgo é a maior bolsa de valores do continente africano. é a moeda emergente mais ativamente negociada no mundo. onde transações de câmbio são liquidadas imediatamente.[82] No entanto. muitos pedem a intervenção do governo para ajudar a suavizar o rand. diminuindo os riscos de transações através de fusos horários.

um sentimento que tem tido credibilidade pelo fato de que muitos empregadores Sul Africano têm empregado os migrantes de outros países para salários mais baixos do que os cidadãos sul-africanos. mas isso ainda não se veio a verificar. ouro. Com elevados níveis de desemprego entre os pobres sul-africanos. os BRICS. Máquinas e equipamentos de transporte constituem mais de um terço do valor das importações do país. Outras importações incluem produtos químicos. o Japão. muitos imigrantes na África do Sul continuam a viver em condições precárias e a política de imigração do sul-africana tornou-se cada vez mais restritivas desde 1994. incluem a Alemanha. Malawi e outros. Recentemente a África do Sul foi incluída no grupo de países emergentes com economias promissoras. Moçambique. minerais. turismo. ali chamado mealie. a xenofobia é prevalente e muitas pessoas nascidas na África do Sul se sentem ressentidos com os imigrantes que são vistos como pessoas que privam a população nativa de postos de trabalho. além de outros países africanos. frutas. a China. DIVISÕES DA ECONOMIA AGRICULTURA A agricultura da África do Sul faz parte do setor primário dos seus três setores. açúcar. Zimbabwe. O clima temperado e a grande superfície de terras férteis permitem grande superfície de culturas e abundantes colheitas. Os principais parceiros comerciais internacionais da África do Sul. que representam uma grande parcela do setor informal. agricultura e indústrias de serviços domésticos. e lã. diamantes. especialmente na construção civil. A África do Sul tem uma forte base agrícola. o Reino Unido e a Espanha. produtos manufaturados e petróleo. O elemento-base da subsistência da população é o milho. metais. os Estados Unidos. Os imigrantes ilegais são também fortemente envolvidos no comércio informal. No entanto. As principais exportações do país incluem o milho. Com o final do regime da Apartheid a classe política emergente falhou em impor um sistema de reforma agrária de forma a equalizar a posse de terras entre a minoria branca e a maioria negra. .Refugiados de países pobres vizinhos incluem muitos imigrantes provenientes da República Democrática do Congo.

sendo responsável pela metade do PIB – Produto Interno Bruto – do país. Além de possuir grandes recursos minerais.00 Trigo 801 2. agrícolas. As exportações da África do Sul estão mais voltadas para os maquinários e equipamentos.69 COMÉRCIO Desde que se tornou um país livre dos preconceitos raciais. A área da mineração é responsável por 12% da força de trabalho do país.70 Citrinos 84 1. Além desses. a África do Sul passou a obter um crescimento considerável na área comercial. responsáveis pela produção de carne e lã.56 Maçã 21 0. através da exportação. laticínios. o país tornou-se um grande exportador de produtos alimentícios. O carvão também tem seu destaque na economia do país. é o maior produtor e exportador de ouro e platina. Produção 10³ ha 106 ton Cana-de-açúcar 312 21. O país tem mais de 27 milhões de cabeças de carneiros. .78 Girassol 460 0. sendo a maior fonte de renda da África do Sul. produtos têxteis e óleos crus.73 Milho 3. das raças Dorper e Merino.91 Uva 123 1. que vem sendo mais comercializados em razão das grandes quantidades encontradas.342 12.03 Batata 53 1. por produção.A tabela seguinte apresenta as oito maiores colheitas em 2005. respectivamente. peças automobilísticas. vinhos (tendo produções vinícolas conhecidas mundialmente) e de lã.

o tabaco e o trigo. com o aumento dos empregos para as classes mais baixas. minério de ferro. Mas o país também sofre com os períodos de seca. Holanda. que poderão atrair investimentos estrangeiros. COMÉRCIO EXTERIOR Principais exportações: metais preciosos. aeronaves e peças. turbinas e aparelhos de telecomunicações. Japão. EUA. promovendo reformas orçamentárias. diamantes. carvão. Os governantes têm se preocupado com a melhoria da qualidade de vida no país. o milho. visando os incentivos fiscais. mais oportunidade de saúde. Principais parceiros comerciais: China. maquinários para trabalho em metais. aparelhos transmissores. Segundo o Departamento de Comércio dos Estados Unidos. vinhos e aço. a distribuição de recursos. que prejudicam as plantações. automóveis e seus componentes. as áreas de maior crescimento comercial da África do Sul são: indústria química. aviões. educação e moradia para a população. Principais produtos importados pela África do sul: petróleo. O país possui várias indústrias de transformação. Com isso. farmacêuticos. alumínio. softwares para computadores e telecomunicações. automóveis e seus componentes. Reino Unido. Suíça e Moçambique . maquinários. ligas de ferro. espera-se obter uma economia mais competitiva. são exportados produtos de papel e celulose. computadores e periféricos. uvas frescas aço inoxidável. de infraestrutura e atraindo novos investidores.Dentre os principais produtos agrícolas podemos destacar as frutas cítricas. Alemanha. manganês. Índia. Zimbábue. ferro e aço e produtos químicos. corindo artificial. farmácia. o açúcar. equipamentos médicos. que também são responsáveis por 35% de sua arrecadação.

gerando uma larga parte da eletricidade de África. mão-de-obra e assuntos marítimos está particularmente bem estruturada. um sistema legal e financeiro bem estruturado.CRESCIMENTO ECONÔMICO A África do Sul é o motor econômico do continente africano. Não só é a África do Sul um mercado econômico emergente importante. A África do Sul tem uma estrutura legal progressista e de primeiro nível. 3. trabalho. . Os sistemas financeiros do país são robustos e sofisticados. Os regulamentos bancários estão entre os melhores do mundo e o sector há muito que está classificado entre os 10 melhores do mundo.1% em 2003. A legislação sobre comércio. Na década antes de 1994 o crescimento económico fora inferior a 1% ao ano. líder na produção industrial e produção mineral. a taxa anual de crescimento económico ultrapassou os 4%. O país desempenha um papel vital no fornecimento de energia.4% em 2006 – o mais elevado desde 1981 – e 5. O país tem recursos naturais abundantes. transporte. assim como as leis sobre política da concorrência. como também representa uma porta de saída para os outros mercados africanos. dispõe de comunicações. a África do Sul registou o seu 33º trimestre de expansão constante no PIB real desde Setembro de 1999.1% em 2007. 5% em 2005. No quarto trimestre de 2007. 5. comunicações e investimento estrangeiro no continente. patentes. Durante esta fase de incremento (em preparação o período até ao quarto trimestre de 2007).7% em 2002. A sua rede viária e ferroviária bem estruturada é uma base forte do transporte via terrestre bem no coração de África. A economia Sul Africana tem vivido uma fase ascendente desde Setembro de 1999 – o período mais longo de expansão econômica na história do país. auxílio. copyright. marcas registadas e disputas se enquadram nas normas e convenções internacionais.9% em 2004. O Produto Interno Bruto (PIB) da África do Sul subiu 3. tem uma bolsa de valores classificada entre as 20 maiores do mundo e uma estrutura moderna que suporta uma eficiente distribuição de bens e produtos por toda a África Austral. 4. energia e transportes.

5% em 2007.1% do PIB em 1993/94 para 0.8 biliões de rands em 2006/07 – mais do triplo do que em 1996/97. crescimento económico. Com as tarifas e impostos mais baixos para cá da fronteira. O índice de preços ao consumidor rondou os 4. formação de emprego e uma abertura total do país face aos restantes mercados do mundo.075 megawatts que é a capacidade total da barragem. Grandes reformas económicas trouxeram competitividade.3% depois do terrível 11 de Setembro em Nova Iorque.3%. as tarifas baixaram.1% durante o boom do ouro em 1980.A economia da África do Sul foi completamente reacondicionada desde o advento da democracia no país em 1994. 3. de 5. O departamento de energia da África do Sul anunciou que planeja investir em um parque de energia solar para ajudar a suprir a crescente demanda de energia elétrica do . Os impostos desceram. ENÉRGIA A África do Sul é o maior comprador de energia eléctrica da Hidrelétrica da HCB. atingindo os 475. O crescimento económico e uma gestão fiscal prudente fizeram com que o défice orçamental da África do Sul (diferença entre as despesas do estado e o total das receitas. excluindo empréstimos) baixou drasticamente. 4. quando os preços ao consumidor aumentaram uma média de 9.5% em 2005/2006 – o segundo mais baixo na história do país depois do 0. o optimismo da economia. Em 2006/07 o país anunciou o seu primeiro excedente orçamental de 0. Ao longo dos anos estas políticas reformistas construíram uma estrutura macroeconómica sólida e robusta.300 megawatts. cada uma com capacidade de produzir 415 megawatts.6% em 2006 e 6. O índice de preços ao consumidor tem vindo a descer desde 2002. uma melhor conformidade fiscal e uma administração fiscal e alfandegária coerente e forte levaram a um avolumar das receitas do estado. A central eléctrica de HCB tem cinco turbinas gigantes.3% em 2004. o défice fiscal foi refreado. a inflação desacelerada e o controlo cambial aliviado.9% em 2005. dos 2. que consome 1.

A taxa de desemprego pode ser definida como o número de pessoas ativamente à procura de um emprego como porcentagem da força de trabalho. cerca de 11% da atual capacidade do país. IMPORTAÇÃO Em 2008 as importações da África do sul totalizaram cerca de 87. Um plano de energia nuclear também estava sendo considerado. A taxa de desemprego na África do Sul foi última relatada em 24. O departamento de energia diz que o país precisa aumentar sua produção em 40 mil megawatts nos próximos 10 anos.6 bilhões o crescimento da importações foi extremamente intenso nos últimos cinco anos da ordem de 139% entre 2007e 2008 crescimento das importações foi particularmente alto de aproximadamente 30% devido ao enfraquecimento do rand e aos altos preço do .9 por cento no segundo trimestre de 2012. Historicamente. DESEMPREGO A África do Sul é muito abundante em recursos naturais. do Sul Taxa de desemprego África média 25. Um problema para a economia é o má infraestrutura dificultando o crescimento do país gerando dependência e falta de autonomia. O parque solar será construído na Província do Cabo Norte e planeja gerar 5 mil megawatts de energia. Cerca de 12. O país passou por vários apagões em 2008 e adotou o racionamento de energia desde então. alçando a marca de 127% grande parte desse crescimento foi liberado por minérios e ligas. incluindo o Zimbábue. desde 2000 até 2012.9 por cento em Dezembro de 2008..2 por cento em março de 2003 e um recorde de baixa de 21. Atualmente a eletricidade do país é gerada por usinas a carvão e é exportada para alguns países vizinhos. mas não foi tão aceito.2% das exportações correspondem ao ferro aço e ferroligas da mesma forma que as importações o crescimento das exportações foi extremante intensa nos últimos de cinco anos.5 por cento atingindo um recorde de 31. mas sua taxa de desemprego ainda continua alta cerca de 24% em 2009. EXPORTAÇÃO As exportações da África do Sul continua associados ao setor de mineração. embora tenha havido um crescimento positivo das exportações de produtos manifaturados nas categorias de alimentos e equipamentos de trasporte.país.

uma vez que eles preferem levar no rabo. Havendo uma descida dos preços estamos então perante deflação (inflação negativa). camisas. Girafas e Camelos. ou seja. que serão vendidos somente no país. pois há muitos leões no país. A juba do leão será exportada para o Brasil. Em torno de 22%das importações anuais enquadram – se na categoria de produtos minerais. principalmente petróleo . que tem grande demanda por causa do carnaval. INFLAÇÃO IPC África do Sul mais recente (números de inflação) 5. blusas. Zebras. Nelson Mandela ganhará um Animal móvel para cada tipo de terreno. O IPC sul-africana reflete a evolução dos preços de um pacote de produtos e serviços padrão que as famílias na África do Sul adquirem para consumo.petróleo. O objetivo é usar roupas confortáveis e mais baratas. IPC. quase 75% das importações anuais podem ser classificadas como insumos para a indústria . refletindo a dependência das econômicas do importações industrias INDÚSTRIA A indústria têxtil está confeccionando calças. Para determinar a inflação.000 % Quando falamos sobre a inflação na África do Sul. A indústria automobilística já anunciou que a partir de 2008 será produzido em série os carros populares da África do Sul. para Táxi é melhor chamar o GiraTaxi e para quem gosta de correr no asfalto tem também a Zebra turbo que fará de 0–100 km/h em apenas 4 segundos. meias e até mesmo cuecas feitas a partir do couro de leão. mas para quem prefere fazer Rally no deserto é melhor escolher o Supercamel. comparase percentualmente o nível IPC de um determinado período em relação ao nível do período anterior. E serão conhecidos como "Animal móvel Popularico Tabajara". A matéria-prima a ser utilizada será de Elefantes. . Um grupo homossexual no Brasil reivindica a comercialização do rabo dos leões. referimo-nos majoritariamente à inflação baseada no índice de preços ao consumidor. Para pessoas aventureiras e que curtem Off-road será recomendado a compra do Elefancar.

Com exceção da região equatorial. Arábia Saudita e Japão. Estados Unidos. Pecuária ovina A criação de ovinos é a principal. porém. A República da África do Sul e a Etiópia são os maiores criadores.5 bilhões (2009 est. PIB Produto Interno Bruto (PIB): $554. Nos trechos áridos e semiáridos das estepes aparece o pastoreio nômade. pois os desertos e a floresta úmida dificultam muito seu desenvolvimento. quase toda a criação é feita sem cuidados especiais e apresenta baixa produtividade. Da mesma maneira que ocorre com as áreas agrícolas. A Etiópia é o maior criador. Pecuária bovina O rebanho bovino é numericamente menor.3 bilhões (2010 est.) $521. Reino Unido. muito úmida ela aparece em todas as áreas. nas estepes e nas savanas.6 bilhões (2011 est. De um modo geral. China. Principais parceiros econômicos (importação): Alemanha.) $536. Nas áreas mediterrâneas. PECUÁRIA Os países africanos não são grandes criadores de gado. além das criações de ovinos e bovinos. representa um papel importante para os habitantes. camelos e dromedários. o clima interfere muito no tipo de criação e na maneira de desenvolvê-la. Estes últimos são importantíssimo meio de transporte no deserto. China e Holanda.PARCEIROS ECONÔMICOS Principais parceiros econômicos (exportação): Japão. Alemanha. há também caprinos. As principais criações estão nas áreas mediterrâneas. A criação.) note: data are in 2011 US dollars .

independentemente de estes bens e serviços têm um equivalente direto nos Estados Unidos (por exemplo. lã. A diferença entre os valores da OER e os valores de PPP do PIB é muito menor para a maior parte dos países ricos industrializados. muitos países não participar formalmente projeto do Banco Mundial PPP que calcula essas medidas. máquinas. A variação do PIB em paridade de poder aquisitivo (PPP) de uma nação é o valor da soma de todos os bens e serviços produzidos no país avaliado a preços prevalecentes nos Estados Unidos. legumes.Definição: Esta entrada dá o produto interno bruto (PIB) ou o valor de todos os bens e serviços finais produzidos dentro de uma nação em um dado ano. aves. PRODUTO Principais produtos agro-pecuários produzidos: milho. as estimativas do PIB com base na PPP do PIB são de taxas de câmbio múltiplas oficial (OER). de modo que o resultado de estimativas do PIB desses países podem não ter precisão. laticínios Principais produtos industrializados produzidos: automóveis. Além disso. Esta é a medida mais economistas preferem quando se olha para per-capita do bem-estar e ao comparar as condições de vida ou o uso de recursos entre os países. Como resultado. as estimativas de PPP para alguns países são baseados em uma pequena cesta de bens e serviços. já que um valor em dólares dos EUA a ser atribuído a todos os bens e serviços no país. frutas. carne de carneiro. o valor de um equipamento de carro de bois ou inexistente militar nos Estados Unidos). A medida é difícil de estimar. Para muitos países em desenvolvimento. trigo. carne. açúcar. produtos alimentícios . produtos químicos.