You are on page 1of 1

1. Quod nihil illi deerat ad regnandum praeter regnum.

→ Porque nada lhe faltava para ser rei, exceto um reino. 2. Quod nihil sit tam infirmum aut instabile quam fama potentiae non sua vi nixa. → Porque nada é tão débil ou instável quanto a fama de poder que não se apóia na própria força. 3. Res dura, et regni novitas me talia cogunt / Moliri, et late fines custode tueri. → A dura necessidade e o fato de ser novo o meu reino obrigam-me a tomar tais precauções e a defender ao largo, com guardas, as minhas fronteiras. 4. Quod autem isti dicunt non interponendi vos bello, nihil magis alienum rebus vestris est; sine gratia, sine dignitate, praemium victoris eritis. → Quanto à opinião de que não deveis intervir na guerra, nada é mais estranho aos vossos próprios interesses, pois sem compensação, sem dignidade, sereis presa do vencedor. 5. Justum enim est bellum quibus necessarium, et pia arma ubi nulla nisi armis spes est. → Pois a guerra é justa para aqueles a quem ela é necessária, e piedosas as armas quando em nenhum outro lugar senão nas armas reside a esperança.