-l ,>

FAMACOLOGIA Fármaco BRONCODILATADORES Agonista beta2: ação curta (salbutamol, fenoterol e terbutalina) ação prolongada (salmoterol, formeterol, e terbutalina de Iiberacão lenta - VO) Aminofilina (ver abaixo) Anticolinérgicos: Brometo de ipratrópio Tiotrópio MECANISMO DE AÇÃO

DO APARELHO

RESPIRATÓRIO EFEITOS COLATERAIS INDICAÇÕES

Liga-se a receptores beta2, gerando broncodiltação. Outras ações são: aumento da atividade mucociliar, inibição da liberação dos mediadores dos mastócitos, supressão do extravasamento microvascular.

Tremor, taquicardia (geralmente piora VO), hipocalemia.

• •

Aliviar sintomas nas crises NÃO devem ser usados para aliviar sintomas agudos


• •

efeito broncodilatador mais lento que os agonistas 132,meia-vida de -:f. 6h. (via inalatória). Bloqueiam bronconstrição reflexa causada por irritantes inalados. análogo estrutural do ipratrópio, dissocia-se mais lentamente do receptor M3 do que o M2, dose única diária.

Absorção limitada, altas doses apresenta efeitos semelhantes aos observados com atropina (boca seca, midríase e retenção urinária).

broncodilatador adicional para idosos e lactentes ou pacientes com DPOC tônus vagal é um componente reversível importante.

ANTI-INFLAMATORIOS Metilxantinas: aminofilina teofilina

e

ativa as histonas desacetilases nuclear, dificultando a transcrição de vários genes próinflamatórios. Induz broncodilatação, efeitos como imunomodulador/anti-inflamatório.

TEOFILINA: Flutuações da concentração plasmática: idoso, criança, fumante; SNC: ansiedade e insônia; SCV: efeitos inotrópicos e cronotrópicos positivos (em tomo de 1/3 dos pacientes); TGI: estimulação da secreção gástrica; Rins: Aumento da filtração glomerular, redução tubular de sódio; Metabolismo pelo citocromo P450 - participa de muitas interações farmacológicas. Tópico: disfonia, candidiase orofaringe, tosse. Sistêmico: Supressão adrenal, supressão do crescimento, Osteoporose, Catarata, Metabolismo do carboidrato e lipídios.

Terceira ou quarta opção para pacientes com asma dificil de controlar.

Glicocorticóides: Beclometasona, Budesonida, Flunisolida, Fludicasona, Triancinolona, Betametasona, Deflazacort, Dexametasona, Hidrocortisona, Metilorednisolona, Prednisona Inibidores de leucotrienos: Zafirlucaste e Montelucaste

Reduz número de eosinófilos, linfócitos T, mastócitos, macrófagos, células dendríticas. Thm diminui liberação de citocinas, atua em beta2adrenérgico, reduz secreção de muco.

VO, absorção rápida. Efeito broncodilatadormodesto e inferior ao 132agonista; Uso prolongado - reduzem a hiperresponsividade das

vasculite de Churg-Strauss

guaiacol. abscessos pulmonares. Reduz a viscosidade proteólise do DNA (presente nas secreções purulentas). vômitos. hipersensibilidade.• Cromonas: cromoglicato e nedocromil sódicos Inibidores de IgE . Reações no local da injeção (rubor. secreção bronquial de muco e surfactante. tosse. purulentas). rinorréia. • • Ruptura da ponte dissulfeto. reduz a gravidade da asma. rinorréia e lacrimejamento. Eficaz em crianças. adenosina e ar seco. DORNASE . inibe a fase tardia das reações alérgicas. terpenos.bronquiectasia (secreções viscosas. sais de sódio. inibe a migração das células inflamatórias. poeira. das secreções através do reflexo vagal de secreções traqueobrônquicas • • • Broncoespasmo. brandos: broncoespasmo. dose elevada (excesso glutation -necrose) Broncoespasmo. t t náuseas. com fator precipitante antigênico ambiental.I . melhora dos sintomas nasais e conjuntivais de pacientes com rinite alérgica perene ou sazonal. Biodisponibilidade de 60%. oleosas balsâmicas (Eucaliptol Mentol). náuseas. faringite. reduz híperratividade. tosse irritativa. EXPECTORANTES estimulam movimentos ciliares (j frequência e i fluxo de H20 para luz brônquica através do transporte ativo do íon Cloro pela mucosa . dor articulares.Omalizumab (Injeção SC (única a cada 2 a 4 semanas). despolimeraliza diretamente os mucopolissacarídeos.ação in vitro capacidade depuradora mucociliar em pacientes com DPOC. exercícios. amônia. empiema. particularmente útil na presença de tampões de muco estimula freqüência de batimento ciliar. induz liberação de enzimas lisossomais das células secretoras de muco. angioedema. edema de laringe. libera enzimas lisossômicas. mv 26 dias MUCOLÍTICOS E Promotores do transporte de muco: Beta-adrenérgico aminofilina • • vias aéreas. tosse. com ruptura da rede de fibras de escarro viscoso. deprime os reflexos neuronaís. permite que as proteases endógenas lisem a mucoproteína. reduz a necessidade de corticosteróides em pacientes com asma moderada a grave. cefaléia. anorexia e broncoespasmo . potássio. reações de hipersensibilidade. produz secreções brônquica copiosa e fina. irritação gástrica. Inibe a desgranulação de mastócítos. • • • Modificadores das Características Físico-quimica das Secreções: N-acetilcisteína dornase • • • Estimuladores da atividade secretora das glândulas submucosas: Bromexina Ambroxol (metabólito da bromexina-aerosol) • • • Indutores da Secreção Reflexa: compostos iodados. guaifenesina. equimoses) Eficaz na asma induzi da por alérgenos. Efeito protetor . digerindo as fibras mucopolissacarídicas. Uso profilático. laringite e conjuntivite. níveis séricos máximos ocorrem depois de 7 a 8 dias. Substituição dos grupos sulfidrilico.na broncoconstrição induzida pelo exercício. possibilita ação mais eficaz dos antibióticos dentro das secreções. ipecacuanha.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful