You are on page 1of 6

EAC-0532 Noções de atuária para contadores 1.

Risco: características e classificação
Vaughan (1992, cap. 1) Prof. Dr. Luís Eduardo Afonso
lafonso@usp.br

O que faz o atuário?
IBA (Instituto Brasileiro de Atuária)
"O Atuário é o profissional preparado para mensurar e administrar riscos, uma vez que a profissão exige conhecimentos em teorias e aplicações matemáticas, estatística, economia, probabilidade e finanças, transformando-o em um verdadeiro arquiteto financeiro e matemático social capaz de analisar concomitantemente as mudanças financeiras e sociais no mundo."

2

O que faz o atuário?
SOA (Society of actuaries)
An actuary is a business professional who analyzes the financial consequences of risk. Actuaries use mathematics, statistics and financial theory to study uncertain future events, especially those of concern to insurance and pension programs. They evaluate the likelihood of those events, design creative ways to reduce the likelihood and decrease the impact of adverse events that actually do occur. Actuaries are an important part of the management team of the companies that employ them. Their work requires a combination of strong analytical skills, business knowledge and understanding of human behavior to design and manage programs that control risk. SOA members work in life insurance, retirement systems, health benefit systems, financial and investment management and other emerging areas of practice. The majority of actuaries work within the insurance 3 industry, although a growing number of actuaries work in other fields.

1

O conceito de risco
Risco é uma condição inerente à existência humana
Há diferentes definições de risco para economistas, estatísticos e risk managers.
Seguro: fase inicial como ciência. Definições de risco vêm de outras ciências. Definições imprecisas ou contraditórias. Agravante: risco é empregado com dois sentidos: a) Ameaça contra a qual se faz seguro (ex. fogo, inundação) b) Pessoa ou propriedade protegida pelo seguro (ex. automóvel segurado) 4

O conceito de risco
Definições usuais de risco:
1) Chance ou probabilidade de perda 2) Possibilidade de perda

3) Incerteza
4) Dispersão dos resultados em relação ao esperado 5) Probabilidade de resultado diferente do esperado

Pontos comuns a todas definições:
a) Indeterminação. Há pelo menos dois resultados b) Pelo menos um dos resultados é indesejável
5

O conceito de risco
Risco (Vaughan):Condição em que pode haver um desvio adverso em relação ao resultado esperado. Risco é condição do mundo real. Independe da crença individual Risco: cria a possibilidade de perda (em geral financeira) Incerteza: estado mental de dúvida, dada a falta de conhecimento sobre o futuro. Depende da percepção pessoal Na linguagem econômica Risco: possibilidade de algum resultado desagradável, porém conhecido Incerteza: possibilidade de um resultado desagradável e desconhecido
6

2

O conceito de risco
Grau de risco (1): Diz-se que um evento é de maior risco se a
probabilidade de um evento ocorrer é mais elevada. Tomar cuidado com o exemplo do revólver Agregados: risco está ligado à ocorrência de eventos em número diferente do previsto ou esperado. Previsão: feita com base na experiência passada ou projeção futura. Apresenta margem de erro

Grau de risco (2): Diz-se que um evento é de maior risco se
a severidade da perda é mais elevada. Ou seja, o tamanho da perda é relevante
7

O conceito de risco
Exemplo: Sejam dois eventos A e B, com probabilidade de perda p = 0,1. O valor esperado da perda E(X) é dado por:
E(A) = p. a1 + (1-p).a2 p = 0,1 E(A) = 0,1. 1000 + (1-0,1).0 E(A) = 100 + 0 E(A) = 100 E(B) = p. b1 + (1-p).b2 p = 0,1 E(B) = 0,1. 20000 + (1-0,1)0 E(B) = 2000 + 0 E(B) = 2000

E(A) = 100 < E(B) = 2000 B tem maior risco associado que A
8

Distinção entre risco (hazard) e perigo (peril)
Peril (perigo): causa de uma perda (fogo, tempestade) Hazard: condição que aumenta a chance de perda, dado um determinado perigo (ameaça)

Três categorias de hazards (ameaças)
1. Physical hazards: propriedades físicas que aumentam o risco
• Material de construção da casa • Local da construção • Tipo de ligação elétrica

2. Moral hazard (perigo moral): aumento na probabilidade do evento ruim, oriundo de conduta desonesta 3. Morale hazard (risco moral): mudança no comportamento do agente, devido à existência do contrato de seguro
9

3

O conceito de risco
Classificação do risco
a1) Financeiro: envolve perda financeira a2) Não-financeiro: não envolve perda financeira b1) Estático: ocorre mesmo sem mudanças econômicas ou sociais b2) Dinâmico: oriundo de mudanças sociais ou econômicas. Menor regularidade e previsibilidade c1) Fundamental: atinge todos os grupos da sociedade c2) Particular: atinge somente alguns grupos Obs. Essa classificação é relevante para entender a adoção de determinadas técnicas para lidar com o risco. Riscos fundamentais, em geral, são tratados de forma 10 coletiva

O conceito de risco
Classificação do risco
d1) Especulativo: possibilidade de perda ou ganho d2) Puro: duas possibilidades - perda e não-perda

Típico risco segurável

11

O conceito de risco
Classificação do risco puro
1) Riscos pessoais: ligados à capacidade de geração de renda
1.1) Morte prematura 1.2) Sobrevivência 1.3) Velhice dependente 1.4) Doença ou invalidez 1.5) Desemprego

2) Riscos de propriedade
2.1) Direta - perda da propriedade per se 2.2) Lucros cessantes 2.3) Despesas adicionais oriundas da perda da propriedade
12

4

O conceito de risco
Classificação do risco puro
3) Responsabilidade civil: danos e ferimentos causados a outras (liability risks) pessoas de forma não intencional por negligência ou descuido

4) Riscos oriundos de falhas de terceiros: falhas de terceiros na execução de um contrato

13

O peso do risco
Como lidar com o risco e a incerteza?
1) Se não houver seguro, acumulação individual de fundos é uma boa alternativa?
- Ineficiência econômica - Redução no retorno do K e no progresso tecnológico - Custo de oportunidade elevado

- Frustração e insatisfação
- Acumulação ineficiente de recursos

14

O peso do risco
Há 5 maneiras de lidar com o risco (I)
1) Riscos podem ser evitados
- Evitar ativos de risco. Forma pouco eficiente - O progresso da humanidade se fez enfrentando riscos

2) Retenção de riscos
- Retenção pode ser: - Consciente: risco é percebido - Inconsciente: risco não é percebido - Voluntária: sabe-se da existência do risco - Involuntária: quando o risco não pode ser evitado, transferido ou reduzido

15

5

O peso do risco
Há 5 maneiras de lidar com o risco (II)
3) Transferência de riscos
a) Transferência para um agente mais propenso a risco b)Por meio de contratos. Seguro/pagamento de prêmio dá direito à (possível) indenização futura

4) Divisão de riscos
a) Seguros são uma forma de dividir riscos b) O caso das S.A.s

5) Redução de riscos
Controle e prevenção de perdas, medidas prudenciais, 16 medidas que diminuem a probabilidade do evento ruim

6