You are on page 1of 19

VI Semana de Administração Orçamentária, Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira

Noç Administraç Orçamentá

NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA
ABOP

VI Semana de Administração Orçamentária, Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá

Grupo: Orçamento Público Número da Oficina: 20 Nome: Noções de Administração Orçamentária e Financeira Carga horária: 4h

ABOP

1

Metodologia: Exposição dialogada com exemplos e exercícios práticos Pré-requisito: nenhum Público alvo: Servidores públicos das unidades orçamentárias e/ou aqueles que necessitam de conhecimentos básicos sobre o orçamento público em seu processo de trabalho. ABOP VI Semana de Administração Orçamentária. Aspectos Legais relacionados ao Orçamento Público. Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Oficina nº 20 . Objetivo: Identificar os principais conceitos referentes ao processo orçamentário. Conhecer as disposições básicas dos marcos legais do processo orçamentário.VI Semana de Administração Orçamentária. Conhecer os princípios básicos que regem o processo orçamentário. Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá SUMÁRIO Principais Conceitos Princípios Orçamentários Marcos Legais Sistema de Planejamento e Orçamento Federal ABOP 2 . e Conhecer o Sistema de Planejamento e Orçamento Federal.Noções de Administração Orçamentária e Financeira Carga Horária: 4 h Conteúdo: Evolução do Orçamento Público. Sistema de Planejamento e Orçamento Federal. Princípios Orçamentários Clássicos.

Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Principais Conceitos Imprescindibilidade da existência do orçamento público: •Nas sociedades organizadas. desde de sua origem. Expressão: Orçamento = “orsus sum” .que em latim significa “planejar/ calcular”. Motivação: A sociedade – há milhares de anos – já havia sentido a necessidade de prever suas ações para o futuro. Obs. o sistema jurídico está estruturado para que os cidadãos.VI Semana de Administração Orçamentária.: A concepção de que os gastos dos governantes devem ser previamente autorizados vem desde o longínquo ano de 1217. os destinatários das ações estatais. ABOP 3 . não sejam surpreendidos por medidas intempestivas tomadas pelos governantes. ABOP VI Semana de Administração Orçamentária. com a edição da Magna Charta Libertatum do Reino Unido. => A procedência da palavra atual “orçamento” está intimamente ligada com a ação de planejar e orçar. => Surgimento do Estado de Direito •A questão de ordem financeira do poder público foi a primeira área a ser atingida na passagem do Estado Absoluto para o Estado de Direito. Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Principais Conceitos Origem: Buscar a estabilidade social e econômica. é um registro histórico sobre tal necessidade.

tem no seu orçamento um instrumento capaz de orientar as decisões que devem ser tomadas no sentido de alcançar os objetivos pretendidos. foi com a vinda de D. •No Brasil. •A elaboração do orçamento permite identificar previamente os recursos disponíveis e mobilizáveis. Nesse sentido. França e Estados Unidos. através da materialização das ações pensadas e programadas para um período determinado. no caso. independentemente de sua natureza jurídica. o orçamento tem-se constituído no mais importante instrumento de gestão dos recursos públicos. a exemplos do Erário Público e do Regime de Contabilidade. Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Principais Conceitos Porque fazer Orçamento Público? •A gestão de uma instituição . Por isso. Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Principais Conceitos •Somente no início do século XIX. ABOP VI Semana de Administração Orçamentária.VI Semana de Administração Orçamentária. que ficou estabelecida a obrigatoriedade de apresentar uma proposta orçamentária ao Congresso Nacional. após o desenvolvimento das naturezas técnicas e jurídicas do orçamento público na Inglaterra. que serão aplicados segundo as prioridades estabelecidas em função da política implementada pelo governante. •Foi em 1834. FONTE: A EVOLUÇÃO HISTÓRICA DO ORÇAMENTO PÚBLICO E SUA IMPORTÂNCIA PARA A SOCIEDADE José Santo Dal Bem Pires & Walmir Francelino Motta ABOP 4 . porém a sua apreciação e aprovação pelo Legislativo. com a promulgação da primeira constituição brasileira. que futuramente seriam importantíssimos para a implantação da obrigatoriedade do orçamento público. foram implementadas as primeiras leis orçamentárias. a responsabilidade pela elaboração orçamentária ficou com o Poder Executivo. João VI que começaram os principais movimentos para o desenvolvimento de técnicas e condições jurídicas referentes a finanças públicas. com estimativas de receitas e fixação das despesas. um ano.

da estabilidade de preços. incluindo a oferta de bens públicos. Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Principais Conceitos Funções do Orçamento • Alocativa: Utilização dos recursos totais da economia. com especificação de suas principais fontes de financiamento e das categorias de despesa mais relevantes. • Estabilizadora: Escolhas orçamentárias na busca do pleno emprego dos recursos econômicos. tudo isso visando o crescimento econômico em bases sustentáveis. podendo criar incentivos para desenvolver mais certos setores em relação a outros. gerencial (de administração e controle) e financeiro (expressão do recursos) (Oswaldo Sanches – 1997). programático (planejamento). Atualmente => Foco em Produto (Resultado) ABOP VI Semana de Administração Orçamentária. Instrumento de caráter de instrumento múltiplo: político (realização da política pública). econômico (recursos versus necessidades). do equilíbrio da balança de pagamentos e das taxas de câmbio. promovendo o desenvolvimento das regiões e classes menos favorecidas. proposta pelo Poder Executivo e apreciada pelo Poder Legislativo na forma definida da Constituição. Usualmente formalizado através de Lei. devem entrar e sair dos cofres públicos. ABOP 5 .VI Semana de Administração Orçamentária. • Distributiva: Combate os desequilíbrios regionais e sociais. num período determinado. Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Principais Conceitos Orçamento: Documento que prevê as quantias de moeda que.

refletida no obsessivo detalhamento da despesa. ainda. Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Principais Conceitos Técnicas Orçamentárias (tipos de orçamento) Clássico ou Tradicional: Não se tem clareza dos objetivos econômicos e sociais que motivaram a elaboração da peça orçamentária. ABOP VI Semana de Administração Orçamentária. ABOP 6 . Preocupação exagerada com o controle contábil do gasto. Elaboração orçamentária com viés inercial (ou incremental).VI Semana de Administração Orçamentária. que é a vinculação ao Sistema de Planejamento. Não pode. Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Principais Conceitos Técnicas Orçamentárias (tipos de orçamento) Desempenho (ou de realizações): Evolução do orçamento clássico. A distribuição dos recursos para unidades orçamentárias se dá com base na proporção do dos recursos gastos em exercícios anteriores e não em função do programa de trabalho que pretendem realizar. Foco naquilo que o governo faz (para que se destina a referida aquisição). visto que lhe falta uma característica essencial. ser considerado um orçamento-programa.

Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Principais Conceitos Técnicas Orçamentárias (tipos de orçamento) Orçamento-Programa: Introduzido na esfera federal pelo Decreto-Lei no 200 de 23/02/1967. O orçamento passa a ser um instrumento de operacionalização das ações do governo. audiências públicas ou outras formas de consulta direta à sociedade). Existência de uma co-participação do Legislativo na elaboração dos orçamentos.VI Semana de Administração Orçamentária. em consonância com os planos e diretrizes formuladas no planejamento. O orçamento deve considerar os objetivos que o Governo pretende alcançar. Executivo e Transparência dos critérios e informações que nortearão a tomada de decisões. ABOP VI Semana de Administração Orçamentária. ABOP 7 . durante um período determinado de tempo (idéia de planejamento). Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Principais Conceitos Técnicas Orçamentárias (tipos de orçamento) Orçamento Participativo: Incorpora a população ao processo decisório da elaboração orçamentária (lideranças da sociedade civil.

Anualidade: O orçamento deve ter vigência limitada a um exercício financeiro. revisão e avaliação de todas as despesas propostas e não apenas as das solicitações que ultrapassam o nível de gasto já existente. e análise. Conforme a legislação brasileira.VI Semana de Administração Orçamentária. ABOP 8 . Conjunto de premissas que devem ser observadas durante cada etapa da elaboração orçamentária. A Lei de Responsabilidade Fiscal . Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Principais Conceitos Técnicas Orçamentárias (tipos de orçamento) Orçamento Base-Zero: necessidade de justificativa de todos os programas cada vez que se inicia um novo ciclo orçamentário. ABOP VI Semana de Administração Orçamentária.LRF vem reforçar este princípio ao estabelecer que as obrigações assumidas no exercício sejam compatíveis com os recursos financeiros obtidos no mesmo exercício. o exercício financeiro precisa coincidir com o ano civil. Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Princípios Orçamentários Princípios Orçamentários: regras fundamentais e que funcionam como norteadoras da prática orçamentária.

VI Semana de Administração Orçamentária. ABOP 9 . Exclusividade: a lei orçamentária não poderá conter matéria estranha à fixação das despesas e à previsão das receitas (exceção Constitucional – autorização para abertura de créditos suplementares e contratação de operação de crédito). Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Princípios Orçamentários Clareza: O orçamento deve ser claro e de fácil compreensão a qualquer indivíduo. Equilíbrio: Os valores autorizados para a realização das despesas no exercício deverão ser compatíveis com os valores previstos para a arrecadação das receitas. Não afetação (ou não vinculação) das receitas: Nenhuma parcela da receita poderá ser reservada ou comprometida para atender a certos ou determinados gastos (a Constituição veda apenas a vinculação da receita de imposto a órgão. fundo ou despesa). Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Princípios Orçamentários Legalidade: A elaboração do orçamento deve observar as limitações legais em relação aos gastos e às receitas e. em especial. ABOP VI Semana de Administração Orçamentária. ao que se segue quanto às vedações impostas pela Constituição.

Uniformidade: Os dados apresentados devem ser homogêneos nos exercícios.VI Semana de Administração Orçamentária. ou seja. todas as receitas e despesas devem estar contidas numa só lei orçamentária. no que se refere à classificação e demais aspectos envolvidos na metodologia de elaboração do orçamento. ABOP 10 . ABOP VI Semana de Administração Orçamentária. Unidade Orçamentária: O orçamento é uno. Orçamento Bruto: Todas as receitas e despesa devem constar na peça orçamentária com seus valores brutos e não líquidos. não podendo haver omissão. Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Princípios Orçamentários Publicidade: Garantia da transparência e pleno acesso a qualquer interessado às informações necessárias ao exercício da fiscalização sobre a utilização dos recursos arrecadados dos contribuintes. permitindo comparações ao longo do tempo. Simplificação: o planejamento e o orçamento devem basearse a partir de elementos de fácil compreensão. Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Princípios Orçamentários Universalidade: Todas as receitas e todas as despesas devem constar da lei orçamentária.

buscando a solução ou o encaminhamento de um problema. dada a proximidade entre o cidadão. a cobrança dos resultados tende a ser favorecida. Com essa prática. Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Marcos Legais Instrumentos do processo de alocação dos recursos públicos previstos Constituição Federal e na Lei de Responsabilidade Fiscal – PPA – LDO – LOA – Decretos de programação orçamentária e financeira ABOP 11 . ABOP VI Semana de Administração Orçamentária.VI Semana de Administração Orçamentária. Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Princípios Orçamentários Descentralização: É preferível que a execução das ações ocorra no nível mais próximo de seus beneficiários. Responsabilização: Os gerentes/administradores devem assumir de forma personalizada a responsabilidade pelo desenvolvimento de um programa. beneficiário da ação e a unidade administrativa que a executa.

diretrizes para a elaboração da lei orçamentária. objetivos e metas da administração pública federal para as despesas de capital e outras delas decorrentes e para as relativas aos programas de duração continuada. 165 §1o A lei que instituir o plano plurianual estabelecerá. ABOP VI Semana de Administração Orçamentária. art. Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Marcos Legais Lei de Diretrizes Orçamentárias CONSTITUIÇÃO.VI Semana de Administração Orçamentária. Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Marcos Legais Plano Plurianual .e despesas com pessoal e encargos sociais.PPA Constituição Federal. as diretrizes. política de aplicação dos recursos das agências oficiais de fomento. ABOP 12 . de forma regionalizada. alterações na legislação tributária. 165 § 2ºe 169 : prioridades e metas da administração pública federal. arts.

Condições e exigências para transferências de recursos a entidades públicas e privadas. Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Marcos Legais Anexos da LDO Prioridades e Metas – priorização na execução – organizados por Programas e Ações mensurados por metas físicas. Informações complementares – relação de informações diversas e complementares ao PLOA . Critérios e forma de limitação de empenho. aplicados no caso de frustração da receita. Margem de expansão das despesas obrigatórias de caráter continuado. ABOP 13 . Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Marcos Legais LDO – Inovações trazidas pela LRF Equilíbrio entre receitas e despesas.VI Semana de Administração Orçamentária. anexo de metas fiscais e riscos fiscais. e Projeção de Receita – deve atender aos critérios de preços. Despesas ressalvadas – excetuadas do contingenciamento. quantidades e legislação. ABOP VI Semana de Administração Orçamentária. Normas relativas ao controle de custos e a avaliação dos resultados dos programas financiados com recursos públicos.15 após o seu envio ao Congresso Nacional.

em função do nível de controle da dívida que se pretende atingir. e b) financiamento os gastos governamentais por intermédio de tributos e/ou redução de gastos e não por meio de elevação do endividamento Remete à LDO a exigência da mensuração do resultado fiscal A meta estabelecida na LDO diz respeito ao Resultado Primário do Setor Público – LDO 2009 – 3.Lei de Responsabilidade Fiscal Questão Fiscal Objetivos da Política Fiscal: a) estabelecimento da meta de Resultado Primário.50% e b) Estados e Municípios – 60% (cada um) . e avaliação da situação financeira e atuarial da previdência e de fundos. avalia cumprimento das metas no ano anterior. evolução do patrimônio líquido.80 % do PIB Resultado Primário – diferença entre as Receitas Primárias não-financeiras e as Despesas Primárias não-financeiras Detalhamento da Meta Global – LDO 2009: a) 2. resultados nominal e primário e dívida pública.Receita Corrente Líquida (União) – Total das Receitas Correntes menos Transferências a Estados e Municípios. despesas. e c) 0. b) 0. Contribuições para Seguridade Social e Previdência e Contribuições para Financiar o Seguro-Desemprego.95 % para Estados e Municípios. origem e aplicação dos recursos da privatização.VI Semana de Administração Orçamentária.Lei de Responsabilidade Fiscal Outras inovações trazidas pela LRF: Limitação da despesa total com Pessoal – Limites sobre a Receita Corrente Líquida – a) União . Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Marcos Legais . metas trienais para receitas. Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Marcos Legais . ABOP VI Semana de Administração Orçamentária. ABOP 14 .20% para os Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social.65 % do PIB para as Empresas Estatais.

detenha a maioria do capital social com direito a voto. órgãos e entidades da administração direta e indireta.devolução para sanção presidencial até o final da sessão legislativa (22/12).VI Semana de Administração Orçamentária. inclusive fundações instituídas e mantidas pelo poder público. 165 § 5º A lei orçamentária anual compreenderá: I . II . ABOP VI Semana de Administração Orçamentária. bem como os fundos e fundações instituídos e mantidos pelo poder público. ABOP 15 . Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Marcos Legais Prazos PLDO Encaminhamento pelo Poder Executivo até 15 de abril e devolvido para sanção presidencial até o final do primeiro período da sessão legislativa (17/07).o orçamento de investimento das empresas em que a União. da administração direta ou indireta. III . abrangendo todas as entidades e órgãos a ela vinculados. PLOA Poder Executivo envia ao Congresso Nacional até quatro meses antes do encerramento do exercício financeiro (31 de agosto) . seus fundos.o orçamento fiscal referente aos Poderes da União. direta ou indiretamente.o orçamento da seguridade social. Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Marcos Legais Lei Orçamentária Anual -LOA Constituição Federal – art.

e Estabelecimento de informações qualitativas para os Programas (objetivo. prazo de conclusão. Estados e DF a partir de 2000 e para os Municípios a partir de 2002. Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Marcos Legais . Inserção do conceito de ação finalística . Ação finalística estruturada em Programas orientados para a consecução dos objetivos estratégicos definidos para o período do PPA. e Padrão para a classificação na União. Atividade. visando a agregar determinado subconjunto de despesa do setor público). de 29/10/1998: Normas para a elaboração e execução do Plano Plurianual e dos Orçamentos da União. Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Marcos Legais .Reforma Gerencial de 2000 Decreto no 2.VI Semana de Administração Orçamentária. ABOP 16 . ABOP VI Semana de Administração Orçamentária.Reforma Gerencial de 2000 Portaria MP no 42. indicadores sobre a situação a ser alterada.aquela que proporciona bem ou serviço para atendimento direto a demandas da sociedade. órgão responsável.Programa. ações e metas regionalizadas). fonte de financiamento.829. valor total. de 14/04/1999: Estabelecimento de nova classificação que viesse a substituir a classificação funcional-programática estabelecida em 1974 – Classificação Funcional e Estrutura Programática. Estrutura Programática . Projeto e Operações Especiais. Classificação Funcional – dividida em Funções (maior nível de agregação das diversas áreas de despesa que competem ao setor público) e Subfunções (partição da função.

das quais resulta um produto que concorre para a expansão ou o aperfeiçoamento da ação de governo. Enfoque no Gerenciamento dos Programas. ABOP VI Semana de Administração Orçamentária. e Responsabilização.Reforma Gerencial de 2000 Principais Aspectos: Integração direta do Orçamento com o Plano. Redefinição de Classificadores: criação das Funções e Subfunções para consolidar as estatísticas do gastos públicos do país. Atividade: instrumento de programação para alcançar o objetivo de um programa. consubstanciados em atividades e projetos e operações especiais. Programação Orçamentária voltada para a prestação de bens e serviços à sociedade. ABOP 17 . Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Marcos Legais . das quais resulta um produto necessário à manutenção da ação de governo. limitadas no tempo. e Operações Especiais: despesas que não contribuem para a manutenção das ações de governo. e não geram contraprestação direta sob a forma de bens ou serviços. envolvendo um conjunto de operações que se realizam de modo contínuo e permanente.Reforma Gerencial de 2000 Estrutura Programática: Programa: instrumento de organização da ação governamental visando à concretização dos objetivos pretendidos.VI Semana de Administração Orçamentária. envolvendo um conjunto de operações. O Programa agrega os meios para alcançar um determinado objetivo no sentido de resolver um problema ou atender a uma demanda da sociedade. das quais não resulta um produto. Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Marcos Legais . sendo mensurado por indicadores estabelecidos no plano plurianual. por intermédio do Programa – módulo comum dos dois instrumentos de planejamento. Projeto: instrumento de programação para alcançar o objetivo de um programa. O conceito de programa é ampliado na medida que é incorporado ao planejamento estratégico.

de 06/02/2001 ABOP COF CGPL VI Semana de Administração Orçamentária.VI Semana de Administração Orçamentária.º 10. Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Sistema de Planejamento e Orçamento Federal* Ministério do Planejamento. Orçamento e Gestão Órgão Colegiado COFIEX SEAIN/MP SOF DEST SPI Ministérios Secretaria Executiva SPO Estatais Empresas * Lei n.180. Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá SECRETARIA DE ORÇAMENTO FEDERAL SECRETÁRIO Assessoria Técnica SECRETARIA ADJUNTA Gabinete do Secretário Administração Gestão Estratégica e de Tecnologia Programas Econômicos Programas Sociais Programas Infra-estrutura Programas Especiais Assuntos Fiscais Gestão Estratégica da Informação e Tecnologia Análise Orçamentária Análise e Consolidação dos Aspectos Fiscais ABOP 18 .

Financeira e de Contratações Públicas Administraç Orç amentá Contrataç Pú Oficina: 20 – Noções de Administração Orçamentária e Financeira Noç Administraç Orçamentá Secretaria de Orçamento Federal Orç Departamento de Gerenciamento Estratégico e de Tecnologia Estraté Tel: (61) 2020-2480 2020Email Institucional: deget@planejamento.gov.VI Semana de Administração Orçamentária.br ABOP 19 .