Um ensaio com a resposta para essa e mais questões

Por Luiz Ricardo Friano e-mail: hludwig@ymail.com

Como ser feliz?

C

erta vez um rapaz andava pela praia e observava as ondas do

mar.Elas iam e voltavam.Não importava o que as pessoas na praia fizessem.As crianças pequenas que brincavam à beira do mar ficavam assustadas quando uma onde se aproximava, mas logo riam com a brincadeira.Os surfistas iam até mais longe buscar a onda perfeita.Nem todos conseguiam realizar suas manobras e então caiam no mar, mas outros conseguiam e usavam as ondas, por maiores que fossem, para se divertirem;quanto maiores, melhores! Como ser feliz? Talvez essa seja uma das perguntas mais difíceis de ser respondida, mas com certeza a que mais as pessoas procuram por respostas.Nem preciso dizer que poucas afirmam terem encontrado-a. Como as pessoas da praia, nós, todos nós, vivemos num mar de sentimentos e situações.Ora nos sentimos felizes, ora tristes.Como as ondas, sentimo-nos incapazes de controlar as situações, e as emoções acontecem.Uma ligação com uma notícia ruim no meio de uma festa pode nos tirar da grande alegria do momento e colocar-nos imediatamente pra baixo; uma ligação em um momento difícil com a notícia de a promoção de um emprego pode também nos deixar tão felizes que pulamos de alegria!.Todas essas e tantas outras situações parecem acontecer sem controle algum de nossa parte.O que nos resta é somente viver o que acontece e esperar pelo melhor.Alguns, sendo mais pro-ativos e otimistas dizem que ‘não, devemos ir à luta e nos esforçarmos’ assim como o surfista que busca a melhor onda.Mas será que só o esforço é o suficiente?Quantos de nós não nos vimos frustrados perante um desejo não realizado ou algo não conquistado apesar de todo nosso esforço?Como o surfista que consegue a melhor onda mas, não conseguindo lidar com ela, cai no mar e é levado pelas ondas até a margem? Por outro lado, quando penso em felicidade, penso em sofrimento e quando penso em sofrimento, penso em problemas.Seria esse o elo entre um e outro?O oposto de felicidade seria o sofrimento e a causa do sofrimento seria os problemas? Encontrei no Budismo a resposta para essa e tantas outras perguntas que eu tinha desde minha adolescência. O fato é que estamos acostumados a ver realmente a ligação entre problemas e sofrimentos e, por certo ponto, isso parece até razoável: quando tenho problemas sofro, quando não os tenho, estou feliz.Mas essa é uma visão muito simplista das coisas, não é mesmo? O ponto importante nessa questão é que problemas não significam sofrimento e que felicidade não é ausência de problemas. “Oras! Mas como você pode dizer um absurdo desses?!”, disseram uma vez. Concordo que parece um absurdo, mas vou explicar porquê não o é.

1

e isso é bem verdadeiro. que julgamos ter mais capacidade para nos ajudar.Eu também. A questão é que como as pessoas na praia se sentem impotentes diante das ondas. rica e melhor. é possível. um discípulo do Buda.Este nos promete ‘paz e segurança na vida presente e boas circunstâncias na próxima’”. O Budismo explica que “felicidade não significa ausência de problemas. Quando nós somos capazes de vencer todo e qualquer problema que vivemos. a visão budista é tão profunda que vai muito além da questão “ter ou não ter algo”. o que fazemos com esse ato? Com esse ato nós damos a oportunidade de vivermos uma vida mais produtiva. “Mas se eu não consigo algo que eu quero eu sofro. conseguir aquilo que se deseja. um significado de valor e criação. pois é uma condição que não se abala. O questionamento de Shijo Kingo é.Entretanto. Certa vez ouvi alguém dizer que “problemas são inevitáveis mas o sofrimento é opcional”. mas a visão budista é tão profunda que nos leva a uma percepção diferente de tudo isso. mas é uma questão muito mais duradoura. sob um ponto de vista.E assim vamos vivendo nossa vidinha da forma que der.Claro que ter as coisas.Criamos a condição de ser sempre felizes.Vou repetir: Felicidade no budismo é a capacidade de vencer todo e qualquer problema que temos que enfrentar.Passamos a vivenciar tudo de forma melhor. tudo que vivemos. positiva e benéfica. Parece difícil porque costumamos associar problemas com sofrimentos e isso é um erro.Ou seja. chamado Shijo Kingo. “Sutra de Lótus” é a mais Suprema Escritura Budista na qual Buda revelou o caminho direto para a felicidade e indica na frase acima praticar este Budismo. Mas o budismo quer nos levar além disso. essa inércia destrutiva e dar início a um novo movimento. um novo ciclo no qual tudo que vivenciamos. não nos sentimos qualificados ou capazes de vencê-los. Felicidade no budismo é a capacidade de vencer todo e qualquer problema que temos que enfrentar. questionou o Buda através de uma carta na qual dizia que ele havia abraçado o Budismo com a promessa de que “este [Sutra de Lótus] nos promete ‘paz e segurança na vida presente e boas circunstâncias na próxima”. o Buda Nitiren Daishonin diz: “Não há maior felicidade do que ter fé no Sutra de Lótus. progressiva. não é assim?”. mas que há algum tempo os problemas recaíam sobre ele como chuvas após chuvas.Mesmo o que antes nos deixava chateados passa a ter uma nova função: nos faz crescer e muito além disso.Sentiremos uma profunda satisfação e paz em nosso ser porque praticamos o Budismo. ás vezes fico até mesmo meio pra baixo sabe.Quer nos elevar á uma condição onde seremos sempre felizes. adquire um novo significado em nossa vida. “Não há maior felicidade” indica que com a nossa prática budista seremos tão felizes que pularemos de alegria a todo o momento. ora decidimos desistir e não lutar mais por aquilo que desejamos. faz parte da prática budista. O budismo busca quebrar esse ciclo negativo. nós usamos aquela aparente 2 . mais que natural.Ora pedimos a alguém de fora.Em sua Escritura “A felicidade neste mundo”. “Isso é possível?!” alguns se perguntam. se não consigo algo não é legal. fico triste. Claro que é. positividade e construção. ser feliz vai além de conseguir aquilo que se quer. Certa vez. portanto. que era muito fervoroso em sua fé budista. mas ser capaz de vencer cada um deles”. nós nos sentimos impotentes diante dos problemas que vivemos e . E a resposta é bem simples: sim.

Não. ou seja. Ter a condição de realizar o que quisermos e ser feliz em sua forma mais plena é uma oportunidade muito grandiosa. desenvolvimento e vitória. cor.das contas. A Revolução Humana é uma revolução interior que tem início com a prática budista. pois isso é bom senso e o mais correto. Em termos budistas chamamos isso de Estado ou Natureza de Buda.As pessoas só serão felizes quando realizarem sua Revolução Interior – A Revolução Humana – pois esta nos dá a condição de transformar à partir do interior e a partir daí terá início a mudança exterior. onde independente do que aconteça seremos capazes de vencer e crescer infinitamente como seres humanos e.Esse processo de crescimento e aprimoramento chama-se Revolução Humana. Não era alguém acima de nós. Não é mudando ou governo ou o sistema econômico que uma nação será feliz. Buda foi um eterno vencedor. Revolução Industrial. Com a prática budista somos igualmente capazes de ajudar aos outros a trilharem o mesmo caminho de crescimento. além disso. e isso significa livrar-se da ilusão que vivemos. Isso é chamado de liberdade absoluta.E além disso ele ainda leva de bônus a oportunidade de mostrar aos colegas como venceu e estimulá-los a desafiarem a si mesmos também. orientação afetiva.O mundo já experimentou uma série de Revoluções.Isso é realmente muito verdadeiro! O que tenho experimentado com minha prática budista é um novo movimento em minha vida que não é somente superficial. nacionalidade ou qualquer outra característica.É importantíssimo prestar atenção em quem se vota e se o que foi prometido está sendo cumprido. dentre as mais famosas temos: Revolução Francesa. passar a compreender tudo aquilo que vivemos a cada momento. como no caso dos surfistas. ou seja. não importando realmente a classe social. Por 3 . significa ter pleno domínio das ondas usando-as para seu crescimento e melhor desempenho no esporte.Mas nenhuma delas provou ser realmente eficaz.Revolução Russa entre tantas outras. sexo.Claro que ter e manifestar o Estado de Buda são coisas diferentes. seremos capazes de ajudar aos outros.O que quero dizer é que somente cobra-los não é garantia de resolver os problemas de nosso país. afinal. O desejo de Buda era justamente mostrar que todos nós temos a exata mesma condição de realizar o que ele realizou.Buda era uma pessoa comum que se iluminou para a Lei da Vida.Porque. somos todos iguais.decepção ou derrota como fonte de progresso e vitória muito além do que achávamos. não ficando dependente das coisas e pessoas externas.Não quero dizer com isso que não devemos cobrar nossos governantes ficando a mercê deles. As pessoas acabaram mistificando a pessoa de Buda e o colocaram num nível mais alto que o nosso e quando colocamos algo acima de nós automaticamente nos colocamos abaixo. é profundo e tem fincado raízes nas profundezas de minha vida de tal forma que em meu rosto as pessoas podem notar a diferença. No budismo. Nosso “esporte da vida” também pode ser feito da melhor forma.Isso é o mesmo que o surfista que apesar de conseguir a melhor onda e acabar caindo com ela e sendo arrastado pelas águas até a margem ser capaz de após aquele episódio aprender com a situação e pegar uma onda bem maior e dar um “show” como surfista. onde seremos sempre ganhadores. ao contrário. Atingir ou revelar esse Estado significa ser capaz de dominar seu mundo e suas circunstâncias.Nos fazer entender que somos o ponto ativo de toda a transformação em nossa vida.

Criação de Valores Humanos significa criar pessoas que são capazes de viver uma vida positiva e benéfica para si e para os outros.Pelo contrário. raspam suas cabeças. dos nossos costumes. claro que vai de acordo com o empenho da pessoa e respeitando o tempo de cada um.Dar novo significado a existência ou a vida da pessoa significa colocar as coisas de um prisma ou visão diferente. senão a maior parte. não é algo cheio de dogmas. O Budismo. de restrições e prisões. de coisas que pode e não pode. se praticar este Budismo com afinco. como visto dentro da Soka Gakkai. nesse sentido. O verdadeiro papel de uma religião em nossas vidas deve ser o de promover nosso crescimento e desenvolvimento como seres humanos. O Budismo não é uma religião do ponto de vista tradicional que temos. Isso não é mera retórica. questão de somente falar bonito. não pode. como dizem.outro lado. Para dar suporte à minha prática budista participo das atividades de uma Organização budista chamada Soka Gakkai que significa Sociedade para Criação de Valores Humanos. proteger nossa humanidade e nossa paz.Ou seja. como já foi mencionado acima. onde podemos colher sempre o melhor de tudo e vivenciar um crescimento e felicidades contínuas. o marido que tem problemas no trabalho. ou seja. eu seria capaz de desistir dessa prática no mesmo momento. mas sabe que cada um tem sua vontade. ficam sentadas entre incensos todos os dias e vivem uma vida um tanto distante do que estamos acostumados e que para sermos budistas devemos abandonar uma boa parte. a criança que tem problemas na escola ou em casa etc. a moça que sofre com o namorado. muito mais profundo e produtivo. é uma filosofia (ou religião. Essa concepção está errada. interna e externa.Mas quantos não foram e são enganados por pessoas que se dizem líderes religiosos?Que usam a boa fé das pessoas para ganho pessoal e escravidão espiritual? Quantas guerras não ocorreram e ocorrem atualmente em nome da religião? O Budismo.Afinal. nada mais natural do que lidarmos com os problemas que vivemos: a dona de casa que tem dificuldades em cuidar de tudo. Essa organização está presente em aproximadamente 90% dos países do mundo e é através dela que aprendemos a correta prática budista nos dias atuais. Talvez o budismo seja visto em nosso país como uma religião onde as pessoas vistam roupas orientais. que se chama livre arbítrio.De forma concreta. Sempre digo que a prática budista é um direito e não um dever. pois não impõem nada nem restringe a vida dos seus adeptos.Respeitando as características de cada um a Soka Gakkai promove uma prática budista que vai em direto acordo com o desejo do próprio Buda – a paz e a felicidade de cada pessoa.Significa entender porque temos que surfar nos mares dessa vida e como usar as ondas para nosso proveito e também para dos outros. onde. portanto. devemos nos concentrar e entender que a Revolução Interior é o que nos conduzirá à verdadeira felicidade. o rapaz que não se dá com o irmão.É uma mudança real que pode ser experenciada em curto prazo. Todos os esses 4 . seremos capazes de vencer todo e qualquer problema e questão que tenhamos que enfrentar. é uma filosofia do respeito e liberdade. se olharmos de forma diferente o papel da mesma) que nos conduz a liberdade como seres humanos.Ele dá novo significado a existência de cada pessoa. ser considerado uma religião. seriedade e sinceridade por 3 meses e não obter uma mudança significativa em sua vida.

No Brasil.A prática religiosa. por exemplo. O Budismo. somos capazes de resolver com a prática budista. minha mãe fuma. verdadeiras “Revoluções Humanas” em todo o Brasil e no mundo todo. é uma religião baseada no bom senso. nos quais os praticantes budistas podem se aperfeiçoar recebendo treinamento tanto na atividade do grupo como também na prática da fé do budismo. não é mesmo?” e “mas caso queria parar tenha convicção que a prática budista irá auxilia-la no processo de forma que você virá a parar de fumar realmente. Jamais ela irá ouvir dentro da Soka Gakkai que “você não pode fumar para ser budista!”.e está presente em todo o território nacional com mais de 5 mil pontos de atividades de diálogo que costumam ter cerca de 10 a 20 pessoas (reuniões de bloco).Além disso. Ornamentação entre outros. Dança. Eu também tenho meus problemas. a família.problemas a prática budista é capaz de resolver. um fardo. A Lei de Causa e Efeito é nosso ponto de retorno para saber de nossas ações. Além disso. a poluição. chamados de Grupos Horizontais. seja no medo que após a morte podemos cair no inferno ou a constante atormentação e culpa por algo que fizemos. auxílio aos refugiados.O trânsito difícil. mas a capacidade de vencê-los e transforma-los em uma ferramenta para a felicidade. gincanas entre outras atividades.Transportes Especializados.Música. O que ela irá ouvir são duas coisas: “Você sabe que fumar é prejudicial. tudo é abarcado dentro da prática. A Soka Gakkai desenvolve uma série de atividades tais como Reuniões de Diálogo em pequenos grupos. exposições dos mais variados temas. uma religião assim só consegue manter seus adeptos pelo medo. palavras e pensamentos. a namorada etc. mas somente nós mesmos. abolição das armas nucleares. soluções dos conflitos que assolam a humanidade e apoio à dignidade da vida. Limpeza.Enfermagem. os filhos. por outro lado. O interessante é que minha prática budista é orientada de forma que eu possa lidar com todos os problemas do cotidiano de uma pessoa que mora em cidade grande. palestras sobre drogas e sexualidade.Não há alguém que julgue ou determine nossa felicidade ou infelicidade. cultura e educação além de ações pelo meio ambiente.Tudo isso com o propósito de mostrar o Budismo como uma filosofia ativa e atuante em nossa sociedade ao invés do comum conceito de religião estática e inerte. ou melhor. na Soka Gakkai temos uma pessoa que é referência como praticante do Budismo que se chama Daisaku Ikeda. felicidade não significa ausência de problemas. 5 . nesse sentido. Nada de conceito de pecado ou punição. reuniões de Estudo do Budismo.Como eu disse anteriormente. mas principalmente pelo belíssimo trabalho que desenvolve junto aos membros da Soka Gakkai e com a comunidade internacional voltado para a paz.Dentro da Soka Gakkai ouvimos relatos e mais relatos de verdadeiras transformações. as poucas horas para descanso.Uma religião baseada no medo. ela é chamada de BSGI – Associação Brasil Soka Gakkai Internacional . Apoio ás Atividades Budistas. a Soka Gakkai possui uma grande variedade de grupos.Tudo é causa e efeito.” Conscientes da Lei de Causa e Efeito. afinal não é porque me tornei budista que eles simplesmente desapareceram. torna-se um prazer e não um peso.Esses grupos podem ser de pode ser Coral. sabedoria e respeito à dignidade da Vida. Por exemplo.Referência não somente pelo tempo que é budista (converteu-se em 1949). nós sabemos a direção a seguir.

Em caso de citação parcial.bsgi.  Texto de caráter pessoal cujo objetivo é somente divulgar as atividades da Soka Gakkai Internacional (SGI) e o Budismo de Nitiren Daishonin. já passam de 46 milhões de exemplares e que conta a história dos membros da Soka Gakkai em sua luta pela transformação pessoal e de suas comunidades.org. 6 . será capaz de transformar o destino de toda a Humanidade”. “como ser feliz?”. tenha plena convicção de que praticando o budismo todas as pessoas são capazes de conseguir a resposta para essa pergunta experimentando uma mudança interior e exterior nunca antes vista.br ou ligue para (11) 3274. Essa mudança foi poeticamente descrita no prefacio da obra de Daisaku Ikeda chamada “A Revolução Humana” cujas vendas somadas à obra “Nova Revolução Humana”. Diz um trecho da canção da Soka Gakkai chamada “Canção da Paz Mundial”: A Voz que canta a canção/ é o eco da nação/ as fronteiras vão se abrir /todos os povos a sorrir/ guerras. seja feliz em sua forma mais profunda e que com essa transformação a mudança do atual rumo de nosso país e nosso planeta sejam redirecionados para a paz e felicidade de todas as pessoas. Pode ser livremente repassado desde que para os mesmos fins.Como foi proposto no começo deste texto. O prefácio diz: “A grandiosa Revolução Humana de uma única pessoa será um dia capaz de transformar o destino de um país e além disso. uma vez trilhando o caminho da prática budista. não criar ambigüidade no conteúdo do mesmo e citar o autor. Meu sincero desejo é transmitir essa filosofia tão coerente e realizadora para cada pessoa de forma que cada um.1800 de segunda à sexta das 10:00 às 17:00hs. saúde e prosperidade a todos! Para informações sobre o Budismo e a Soka Gakkai acesse: www. fome não há mais / é a era da paz!/ um arco íris no céu/ o mundo é de cor/ companheiros de luta! Enfim a paz mundial! Meus sinceros desejos de paz.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful