ÍNDICE

Obs.: É proibida a reprodução total ou parcial desta apostila sem a autorização prévia do autor.

PALAVRA DO PASTOR

INTRODUÇÃO À HERMENÊUTICA BÍBLICA
“A ciência e a arte da interpretação bíblica.

RELAÇÃO DA HERMENÊUTICA COM OUTROS CAMPOS DE ESTUDO BÍBLICO
Definições. Cânon Crítica textual Crítica histórica Exegese Teologia bíblica Teologia Sistemática

DISPOSIÇÕES NECESSÁRIAS PARA O ESTUDO PROVEITOSO DAS ESCRITURAS
Espírito respeitoso e dócil Amante da verdade Paciente no estudo Prudência

REGRAS DE INTERPRETAÇÃO BÍBLICA
Regra Fundamental A escritura éexplicada pela própria escrituraA bíblia interpreta a própria bíblia. Primeira regra “É preciso, o quanto seja possível, tomar as palavras em seu sentido usual e comum.” “ Porque toda carne havia corrompido seu caminho sobre a terra”. Hebraísmos pacífica filho da paz ao iluminado e entendido filho da luz desobedientesfilhos da desobediência não recebe a mim “quem recebe a mim, recebe também Aquele que me enviou”.só : “A arca repousou sobreas montanhas do Ararate”, “maldito seja canaã”, Dez”, “Quarenta”, “Sete” e “setenta”, Segunda regra “É de todo necessário tomar as palavras no sentido que indica o conjunto da frase.” Fé: Salvação, salvar liberdade temporal. Graça:misericórdia ebondade de Deus graçagraçadoutrinas doevangelho, corpo “Dar-te-ei as chaves do reino dos céus” chaves Terceira regra “É necessáriotomar as palavras no sentido indicado no contexto, a saber, os versículos que precedem e seguem ao texto que se estuda”. Primeiro: No contexto achamos expressões, versículos ou exemplos que nos esclarecem e definem o significado da palavra obscura. mistériomistério rudimento do mundo Segundo: Às vezes encontra-se uma palavra obscura aclarada no contexto por sinônimo ou aindapor palavra oposta e contraria à obscura aliançaradicados e edificadosconfirmados nafé O salário do pecado é a mortemas o dom gratuito de Deus é a vida eterna Terceiro: Às vezes, uma palavra que expressa uma idéia geral e absoluta, deve ser tomada num sentido restritivo, segundo determine alguma circunstância especial do contexto, ou melhor, o conjunto das declarações das escrituras em assuntos de doutrina. retidãointegridade Quarto: Por último, não se esqueça que, as vezes, tão-somente pelo contexto se pode determinar se uma expressão deve ser tomada ao pé da letra ou em sentido

Quarta regra “É preciso tomar em consideração o objetivo ou desígnio do livro ou passagem em que ocorrem as palavras ou expressões obscuras.” fé,graçobras fé Somos feitura Dele criados em Cristo para as boas obras Quinta regra “É necessário consultar as passagens paralelas Paralelos de palavras: Trago no corpo as marcas de Jesus Paralelos de idéias: Tu és Pedro e sobre esta pedra, edificarei aminha igreja sobre ti Pedro, edificarei Paralelos de ensinos gerais conforme as escrituras O homem é justificado pela fé sem as obras da lei O senhor fez todas as coisas para determinados fins, e até o perverso para o dia da calamidade Sexta regra “É de todo necessário considerar, o estado de mente do autor, o ambiente, a cultura, a questão geográfica e a questão religiosa da passagem, carta ou livro que se pretende interpretar”. O estado de mente do autor. O ambiente: do Pai, do Filho e do Espirito Santo”. Jesus Cristo”. A cultura: A questão geográfica: A questão religiosa:

CONCLUSÃO
Pr. Valmir Martins

BIBLIOGRAFIA
  

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful