You are on page 1of 63

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL

MANUAL DE CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR PÚBLICO
PARTE VII – EXERCÍCIO PRÁTICO
Aplicado à União, Estados, Distrito Federal e Municípios
Válido para o exercício de 2013 Portaria STN nº 437/2012

5a edição

Brasília 2012

Parte VII

07.00.00 Exercício Prático

MINISTRO DE ESTADO DA FAZENDA Guido Mantega SECRETÁRIO-EXECUTIVO Nelson Henrique Barbosa Filho SECRETÁRIO DO TESOURO NACIONAL Arno Hugo Augustin Filho SUBSECRETÁRIO DE CONTABILIDADE PÚBLICA Gilvan da Silva Dantas COORDENADOR-GERAL DE NORMAS DE CONTABILIDADE APLICADAS À FEDERAÇÃO Paulo Henrique Feijó da Silva COORDENADORA DE NORMAS DE CONTABILIDADE APLICADAS À FEDERAÇÃO Selene Peres Peres Nunes GERENTE DE NORMAS E PROCEDIMENTOS CONTÁBEIS Heriberto Henrique Vilela do Nascimento EQUIPE TÉCNICA Antonio Firmino da Silva Neto Arthur Lucas Gordo de Sousa Bruno Ramos Mangualde Henrique Ferreira Souza Carneiro

Informações – STN: Fone: (61) 3412-3011 Fax: (61) 3412-1459 Correio Eletrônico: cconf.df.stn@fazenda.gov.br Página Eletrônica: www.tesouro.fazenda.gov.br

2

Índice 07.00.00 PARTE 7 – EXERCÍCIO PRÁTICO..................................................2
07.01.00 INTRODUÇÃO ........................................................................................................ 4 07.02.00 EXERCÍCIO 1 – LANÇAMENTOS TÍPICOS DO SETOR PÚBLICO .................................... 5
07.02.01 DADOS PARA RESOLUÇÃO ......................................................................................................... 5 07.02.01.01 Plano de contas simplificado ......................................................................................... 5 07.02.01.02 Classificação por Natureza da Receita .......................................................................... 7 07.02.01.03 Classificação por Natureza da Despesa ......................................................................... 8 07.02.02 EXERCÍCIO – LANÇAMENTOS CONTÁBEIS TÍPICOS DO SETOR PÚBLICO .................................... 9 07.02.03 GABARITO – LANÇAMENTOS CONTÁBEIS TÍPICOS DO SETOR PÚBLICO .................................. 22

07.03.00 EXERCÍCIO 2 – DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO ...... 36
07.03.01 DADOS PARA RESOLUÇÃO ....................................................................................................... 36 07.03.01.01 Balancete Contábil ...................................................................................................... 36 07.03.01.02 Detalhamento das contas orçamentárias e de disponibilidade por destinação de recursos ........................................................................................................................................... 38 07.03.02 EXERCÍCIO – DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO......................... 40 07.03.02.01 Exercício – balanço orçamentário ............................................................................... 40 07.03.02.02Exercício – balanço financeiro ...................................................................................... 42 07.03.02.03 Exercício – demonstração das variações patrimoniais ................................................ 43 07.03.02.04 Exercício – balanço patrimonial .................................................................................. 46 07.03.02.05 Exercício – demonstração dos fluxos de caixa............................................................. 48 07.03.02.07 Exercício – demonstração das mutações do patrimônio líquido ................................. 49 07.03.03 GABARITO – DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO......................... 50 07.03.03.02 Gabarito – balanço financeiro ..................................................................................... 53 07.03.03.03 Gabarito – demonstração das variações patrimoniais ............................................... 55 07.03.03.04 Gabarito – balanço patrimonial .................................................................................. 58 07.03.03.05 Gabarito – demonstração dos fluxos de caixa ............................................................ 61 07.03.03.06 Gabarito – demonstração das mutações Do patrimônio líquido ................................ 63

3

estão listados todos os fatos com a indicação dos títulos das contas. os lançamentos estão disponibilizados com todas as informações para efeitos de conferência. Para cada demonstração há um breve comentário sobre o seu processo de elaboração. os fatos são aplicáveis a todos os Entes da Federação. entretanto sem a informação do código e natureza da informação.01. Na sequência. 4 . Inicialmente. Para tanto. bem como da elaboração das demonstrações contábeis.00 INTRODUÇÃO Com o intuito de facilitar o entendimento do Plano de Contas Aplicado ao Setor Público (PCASP). com a finalidade de possibilitar a reflexão dos interessados na adequada classificação contábil. foi elaborado um exercício prático que simula fatos típicos da administração pública. Posteriormente. estão apresentados o balancete contábil e as respectivas demonstrações contábeis. Apesar de o exemplo referir-se à contabilização em um estado-membro. com os respectivos lançamentos contábeis.07. utilizando os códigos de contas do PCASP. um plano de contas simplificado está descrito abaixo.

1.x.xx.2.xx.1.xx.xx 3.xx 3.) 4 Variação Patrimonial Aumentativa VPA Transferências intragovernamentais .xx 3.01 DADOS PARA RESOLUÇÃO 07.x.01.Intra OFSS Transferências a instituições privadas sem fins lucrativos Redução a valor recuperável de imobilizado Impostos sobre patrimônio e a renda / IPVA Impostos sobre a produção e a circulação / ICMS Venda bruta de produtos (Venda de Produtos da Indústria de Transformação) Valor bruto de exploração de bens e direitos e prestação de serviços (Aluguéis) Valor bruto de exploração de bens e direitos e prestação de serviços (Prestação de Serviços Relacionados a T.8.xx 1.3.Dívida ativa (P) Bens móveis .2.x.3.5.xx.1.02.8. Classe Contas Caixa e equivalentes de caixa em moeda nacional (F) Créditos tributários a receber (P) Depósitos restituíveis e valores vinculados (F) Outros créditos e valores de curto prazo a receber – Inter OFSS (P) Créditos a longo prazo .1.x.x.3.3.1.xx.xx 1.xx 2.x.xx 4.3.xx.1.1.1.xx.6.x.1.xx.1.xx.3.xx 4.x.xx 2.3.2.8.1.3.xx 1.2.2.xx.3.xx 4.xx.2.1.1.x.xx 2.3.1.0.x.5.xx 3.3.1.x.2.1.1.1.xx 2.1.xx.1.1.2.xx 2.xx.xx.2.1.1.x.07.xx.3.xx.1.1.x.1.Precatórios a longo prazo (P) Remuneração a pessoal – RPPS 3 Variação Patrimonial Diminutiva VPD Patrimonial Serviços Terceiros – PJ Depreciação Transferências intragovernamentais .1.3.xx 4.xx.1.Intra OFSS Ganhos com Alienação de Imobilizado 5 .2.5.1.xx 4.2.xx.xx 1.x.xx 2.xx.1.2.xx.1.Precatórios a curto prazo (F) Código 1.0.I.x.1.veículos (P) Bens imóveis (P) * Depreciação acumulada .xx 1.2.1.3.01.3.xx.xx 1.x.8.xx.veículos (P) Pessoal a pagar (F) Pessoal a pagar .6.xx 3.xx 2.Precatórios a curto prazo (P) Pessoal a pagar .2.1.xx.1.1.2.x.2.xx 1 Ativo 2 Passivo e Patrimônio Líquido Empréstimos a Curto Prazo (P) Fornecedores e contas a pagar nacionais a curto prazo – Consolidação (F) Fornecedores e contas a pagar nacionais a curto prazo – Inter OFSS (F) Valores restituíveis (F) Pessoal a pagar .1.xx.xx 3.3.xx. 3.xx.00 EXERCÍCIO 1 – LANÇAMENTOS TÍPICOS DO SETOR PÚBLICO 07.1.xx 1.6.2.3.x.xx 4.1.x.2.1.02.xx.x.x.x.xx.xx 2.x.1.x.01 PLANO DE CONTAS SIMPLIFICADO Natureza de Inf.02.xx 4.1.3.1.

x.x.2.xx 6.1.xx 8.3.3.convênios a comprovar Execução de obrigações conveniadas .1.xx 7.2.2.01.xx.xx 8.xx 8.3.contratos de serviços a executar Execução de obrigações contratuais .1.1.2.2.xx 7.2.convênios a receber Execução de direitos conveniados .7.2. de recursos . de recursos .xx.2.xx.xx 8.3.x.2.xx 6. x.x.xx.1.1.1.3.2.02.xx 6 .x.xx.1.1.xx 8.2.xx.xx. x.1.xx.xx 8. x.x.contratos de serviços executados Execução da disponib.2.xx.1.xx.xx 8.xx.xx Orçamentária Receita a realizar Receita realizada Crédito disponível Crédito empenhado a liquidar Crédito empenhado em liquidação Orçamentária 6 Controle da Execução do Planejamento e Orçamento Crédito empenhado liquidado a pagar Crédito empenhado pago RP não Processados .2.1.3.2.xx.x.Previsão inicial da receita Dotação Orçamentária (Crédito inicial) 5 RP Processados .xx 8.xx 6.2.04.1.03.2.inscrição no exercício Controle da Aprovação do Planejamento e Orçamento 5.convênios a aprovar Execução de obrigações conveniadas .xx. de recursos .DDR comprometida por empenho Execução da disponib.xx 6.1.2.1.x.x. x.x.7.1.xx 8.2.2.xx 8.convênios a comprovar Execução de direitos conveniados .xx.4.xx 8.DDR comprometida por liquidação e entradas compensatórias Execução da disponib.3.2.xx.xx 8.xx 7.x.2.2.2. x.x.3. de recursos .3.2.inscrição no exercício RP Processados .1.1.xx 7.3.1.1.xx 6.convênios aprovados Execução de obrigações conveniadas .2. x.1.3.3.x.xx.x.1.xx.2. x.x.xx 8.3.1.xx.xx 6.3.1.xx 5. x.2.2.1.2.1.convênios aprovados 8 Controles Credores Execução de obrigações contratuais .DDR utilizada Créditos a encaminhar para a dívida ativa Créditos encaminhados para a dívida ativa Créditos a Inscrever em Dívida Ativa Créditos Inscritos em Dívida Ativa a receber 6.2.1.2.xx 8.1.xx.xx 7.2.xx 5.xx.2.xx.xx 6.1.xx.xx.Disponibilidade por Destinação de Recursos Execução da disponib.2.1.x.3.xx.2.xx.3.2.xx. x.2.x.2.2.xx 8.2.1.xx 8.1.2.xx 6.xx.1.xx.2.1.xx 8. x.xx.7.xx 8.xx.1.1.1.1.xx.1.1.1.1.2.inscrição no exercício Direitos conveniados Obrigações conveniadas 7 Controles Devedores Obrigações contratuais Controle da disponibilidade de recursos Controle do encaminhamento de créditos p/ inscrição em dívida ativa Controle da inscrição de créditos em dívida ativa Execução de direitos conveniados .1.1.2.convênios a liberar Controle Execução de obrigações conveniadas .3.x.3.1.xx 7.1.xx.1.2.convênios a aprovar Execução de direitos conveniados .1.2.

00 2000.00 1520.00.00.00.02 CLASSIFICAÇÃO POR NATUREZA DA RECEITA 1000.00 2100.00.00 1600.00 1600.00 1110.00.00 1700.05.00 1113.00 2210.00.00 1100.02.00 2200.00.01.00 2120.00 1311.00 2400.00.01 1200.00.00 2300.07.00.00 1500.00.02.00.00 1300.00.00.00.00 1900.00 2500.00 1112.00.00 1400.20.00.00 1310.00.99.00 1113.00.00.IPVA Impostos sobre a Produção e a Circulação Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação .00 1112.00.00 Receitas Correntes Receita Tributária Impostos Impostos sobre o Patrimônio e a Renda Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores .ICMS Receitas de Contribuições Receita Patrimonial Receitas Imobiliárias Aluguéis Receita Agropecuária Receita Industrial Receita da Indústria Química Outras Receitas da Indústria de Transformação Receita de Serviços Serviços Comerciais Transferências Correntes Outras Receitas Correntes Receitas de Capital Operações de Crédito Operações de Crédito Internas Operações de Crédito Externas Alienação de Bens Alienação de Bens Móveis Alienação de Veículos Amortização de Empréstimos Transferências de Capital Outras Receitas de Capital 7 .00 2215.00.00 2110.00.01.00.00 1520.

Aplicação direta Equipamento e material permanente Inversões Financeiras Amortização da Dívida 8 .aplicação direta Pessoal Civil Setenças judiciais Juros e encargos da dívida Outras despesas correntes Outras despesas correntes .07.02.03 CLASSIFICAÇÃO POR NATUREZA DA DESPESA 300000 310000 319000 319011 319091 320000 330000 339000 339030 339036 339039 400000 440000 443200 443251 449000 449052 450000 460000 Despesas Correntes Pessoal e Encargos Sociais Pessoal e Encargos Sociais .Pessoa Física Serviços de terceiros .01.Execução orçamentária delegada a Estados e ao Distrito Federal Obras e Instalações Investimentos .Pessoa Jurídica Despesa de capital Investimentos Investimentos .aplicação direta Material de Consumo Serviços de terceiros .

Valor (R$) Natureza da Inf.Receita Orçamentária posterior ao fato gerador . PREVISÃO DA RECEITA 1. Fixação da Despesa Título da Conta D C Orçamentária 80.00 3.00 2.00 Código Natureza da Inf.00 Código Patrimonial 11. FIXAÇÃO DA DESPESA 2.2. Valor (R$) Orçamentária 80.00 Código Natureza da Inf. Valor (R$) Patrimonial 14.1.000. Reconhecimento do Crédito Tributário relativo ao IPVA (Variação Patrimonial Aumentativa / Receita Tributária por Competência . 1. natureza da informação e classificação orçamentária (se necessário). RECEITA DE IMPOSTOS 3.02 EXERCÍCIO – LANÇAMENTOS CONTÁBEIS TÍPICOS DO SETOR PÚBLICO Para cada um dos lançamentos relacionados aos fatos e atos típicos do setor público.1.000.07.000. Valor (R$) 3. Valor (R$) Informe a natureza da receita: 9 .000.enfoque patrimonial) Título da Conta D C Código Natureza da Inf.1. Arrecadação de Tributos . Previsão da Receita Título da Conta D C Código Natureza da Inf.IPVA Título da Conta D C Título da Conta D C Orçamentária 11.02. preencha os dados referentes ao código das contas.000.

Valor (R$) 4. Valor (R$) Orçamentária 29.000.500. Arrecadação de Receita Orçamentária .3.500. Valor (R$) Natureza da Inf.00 Código Patrimonial 29. Valor (R$) 10 .000.00 Código Patrimonial 15. Arrecadação de Tributos (ICMS) .00 Código Natureza da Inf. CONTRATAÇÃO DE OPERAÇÃO DE CRÉDITO DE CURTO PRAZO 4.500.concomitante com o fato gerador Título da Conta D C Título da Conta D C Informe a natureza da receita: Título da Conta D C Controle 29.00 3.Título da Conta D C Código Natureza da Inf. Valor (R$) Orçamentária 15.00 Código Natureza da Inf.1. Valor (R$) Controle 11.00 Código Natureza da Inf.000.000. Valor (R$) Natureza da Inf.00 Código Natureza da Inf.Operação de Crédito Externa Título da Conta D C Título da Conta D C Informe a natureza da receita: Título da Conta D C Controle 15.

Título da Conta D C Título da Conta D C Título da Conta D C Título da Conta D C 5.2.entrega da NF e Liquidação da Despesa Orçamentária. vinculada a contrato. Valor (R$) 5. Valor (R$) Informe a natureza da despesa: Título da Conta D C Controle 200. Valor (R$) Natureza da Inf.1.00 Natureza da Inf. Registro do contrato de serviços Título da Conta D C Controle 1.00 Código Natureza da Inf. Valor (R$) 11 . Valor (R$) Natureza da Inf.00 Código Natureza da Inf.00 Código Código Natureza da Inf. Reconhecimento da VPD (concomitante com a liquidação orçamentária) .00 Código Natureza da Inf.200. CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS 5. Valor (R$) Controle 100. Empenho da despesa de serviços de terceiros .pessoa jurídica Título da Conta D C Orçamentária 200.3. Valor (R$) 5.4.00 Código Orçamentária 100. Valor (R$) Patrimonial 100.00 Código Natureza da Inf. Pagamento da Despesa Orçamentária (Saída do Recurso Financeiro) Título da Conta D C Patrimonial 100.5.00 Código Controle 100.

00 Código Natureza da Inf. Valor (R$) Orçamentária 100.00 Código Natureza da Inf.1. Valor (R$) Controle 100.000. Valor (R$) Informe a natureza da despesa: Título da Conta D C Controle 24. Empenho da Dotação Orçamentária referente a aquisição de 2 veículos no valor de R$12.00 Código Natureza da Inf.00 para cada veículo Título da Conta D C Código Natureza da Inf. Valor (R$) Controle 24.00 (cada) Título da Conta D C Orçamentário 24.2.000.000. no valor de R$ 400.000. Reconhecimento da Variação Patrimonial Diminutiva decorrente da depreciação.00 Código Patrimonial 24. DEPRECIAÇÃO 7.000.00. Valor (R$) Natureza da Inf.00 7.00 Código Natureza da Inf.00 12 .00 6.1. sendo R$200.000. Valor (R$) Patrimonial 400. Valor (R$) Natureza da Inf. AQUISIÇÃO DE BENS DO IMOBILIZADO (VEÍCULOS) 6. Valor (R$) 6.Título da Conta D C Título da Conta D C Código Natureza da Inf. Liquidação da Despesa Orçamentária e Incorporação do Bem Título da Conta D C Título da Conta D C Título da Conta D C Código Orçamentário 24.

00 2.2.00 Natureza da Inf. Valor (R$) 9. Apuração do valor líquido contábil Título da Conta D C 8.00 Código Natureza da Inf.00 Código Natureza da Inf.000. Valor (R$) 14.00 Informe a natureza da receita: Título da Conta D C Controle 14. Valor (R$) Patrimonial 200. ALIENAÇÃO DE UM VEÍCULO 8.800. Realização da doação concedida de veículos Título da Conta D C Patrimonial 11. Valor (R$) 9.200. Apuração do valor líquido contábil Título da Conta D C Patrimonial 200.000.800. Recebimento do valor da venda a vista Título da Conta D C C Título da Conta D C Orçamentária 14. Valor (R$) Código Natureza da Inf.00 11.1.8.00 Código Patrimonial Código Natureza da Inf.1.00 Código Natureza da Inf.2. Valor (R$) 13 .000. DOAÇÃO CONCEDIDA A INSTITUIÇÕES PRIVADAS REFERENTE A UM VEÍCULO 9.

Ajuste a valor recuperável de um dos imóveis . REAVALIAÇÃO DE IMÓVEL RECEBIDO EM DOAÇÃO 11. Recebimento de depósito de caução Título da Conta D C Título da Conta D C Título da Conta D C Controle 2.1.000.00 13.000.00 Código Patrimonial 2.00 Código Natureza da Inf.000.00 Título da Conta D C Patrimonial 10.00 / valor contábil: R$ 30. Valor (R$) 12.000.00 Título da Conta D C Código Natureza da Inf.000.00 Código Natureza da Inf.1.000. DOAÇÃO RECEBIDA DE INSTITUIÇÕES PRIVADAS REFERENTE A IMÓVEIS 10. Valor (R$) Patrimonial 5.1.00 Código Natureza da Inf. Recebimento de 2 imóveis no valor de R$30.valor atualizado: R$40. Reavaliação de 1 imóvel .1.000.000.valor atualizado: R$ 25.00 / valor contábil: R$ 30. Valor (R$) 14 . Valor (R$) Natureza da Inf.00 (cada).000.000. CAUÇÃO 13. Valor (R$) Natureza da Inf.00 Código Controle 2. Valor (R$) 11.000. Título da Conta D C Patrimonial 60.10. AJUSTE A VALOR RECUPERÁVEL DE IMÓVEL RECEBIDO EM DOAÇÃO 12.

Formalização do processo para encaminhamento à Procuradoria Jurídica (PJ) No órgão Título da Conta D C Controle 3.000.2.2.00 Código Patrimonial 700.3.000.00 Código Natureza da Inf. 14.00 Código Natureza da Inf. Valor (R$) 15 .13. Valor (R$) 14.000.1.00 Código Natureza da Inf.00 Código Natureza da Inf. Devolução parcial de caução recebida Título da Conta D C Título da Conta D C Controle 700.00 Código Natureza da Inf. Encaminhamento para inscrição em dívida ativa (recebimento do processo pela PJ) No órgão Título da Conta D C Controle 3. Inscrição da Dívida Ativa No órgão Título da Conta D C Patrimonial 3. Valor (R$) Na Procuradoria Jurídica Não há lançamentos.000. Valor (R$) Natureza da Inf. Valor (R$) Na Procuradoria Jurídica Título da Conta D C Controle 3. DÍVIDA ATIVA 14. Valor (R$) 14.

00 Código Patrimonial 3. Valor (R$) 16 . Valor (R$) 1.000. PRECATÓRIO DE PESSOAL 15.00 Código Natureza da Inf. Valor (R$) Patrimonial Código Natureza da Inf.3.000.00 Código Natureza da Inf. Valor (R$) 15. Valor (R$) 15.Na Procuradoria Jurídica Título da Conta D C Título da Conta D C Controle 3.00 Código Natureza da Inf.00 Código Natureza da Inf. Liquidação Título da Conta D C Orçamentária 100.1.00 Código Orçamentária 100. Valor (R$) Natureza da Inf.000.00 Código Controle 100. Empenho Título da Conta D C Orçamentária 100. Valor (R$) Natureza da Inf. Reconhecimento após decisão judicial Título da Conta D C C 15.00 Informe a natureza da despesa: Título da Conta D C Título da Conta D C Título da Conta D C Patrimonial 100.2. Valor (R$) Natureza da Inf.00 900.00 100.

000. 16. Valor (R$) Natureza da Inf.4. CONVÊNIO FIRMADO ENTRE OS ESTADOS "A" E "B" PARA CONSTRUÇÃO DE PONTE .Convênio entre Estado A (concedente) e Estado B (convenente) para construção de ponte Título da Conta D C Título da Conta D C Controle 20.00 Código Natureza da Inf.1.00 Código Natureza da Inf. Valor (R$) Controle 100. Valor (R$) 16.LANÇAMENTOS NO ESTADO "A" (CONCEDENTE) OBS: Os lançamentos a seguir. relativos ao controle de convênios registrados nas classes 7 e 8. Valor (R$) Informe a natureza da despesa: Título da Conta D C Controle 20.2.000.00 Código Natureza da Inf. Valor (R$) 17 . são apenas ilustrativos. Assinatura do Convênio . Valor (R$) Natureza da Inf.00 Código Orçamentária 100.000.Título da Conta D C Código Natureza da Inf. Valor (R$) Natureza da Inf.000.00 Código Controle 20.00 Código Patrimonial 100. Valor (R$) 16. Pagamento Título da Conta D C Título da Conta D C Título da Conta D C Controle 100.00 Código Natureza da Inf. em virtude das contas utilizadas não estarem no nível de padronização obrigatória para a Federação. Empenho relativo ao convênio a ser firmado Título da Conta D C Orçamentária 20.00 15.

Valor (R$) Natureza da Inf. Valor (R$) Natureza da Inf.000.5. Prestação de Contas e incorporação da ponte ao patrimônio do Estado A Título da Conta D C Título da Conta D C Controle 20.16. Valor (R$) 18 . Valor (R$) Natureza da Inf.00 Código Patrimonial 20.000. Valor (R$) 16. Liquidação para transferência do recurso ao convenente (concomitante ao pagamento) Título da Conta D C Título da Conta D C Título da Conta D C Controle 20.00 Código Patrimonial 20.000.00 Código Natureza da Inf. Valor (R$) Natureza da Inf. Valor (R$) Natureza da Inf.00 Código Patrimonial 20.00 Código Natureza da Inf.00 Código Controle 20.000.3.4. Valor (R$) 16.000.000.000. Valor (R$) Natureza da Inf.000.00 Código Natureza da Inf. Valor (R$) Natureza da Inf.00 Código Orçamentária 20.000. Pagamento (concomitante a liquidação) Título da Conta D C Título da Conta D C Título da Conta D C Título da Conta D C Título da Conta D C Controle 20.00 Código Controle 20.000.00 Código Orçamentária 20.

000.Aluguéis .00 16. Valor (R$) Natureza da Inf.00 Código Controle 20.00 Código Natureza da Inf.000. Valor (R$) Informe a natureza da receita: Informe a natureza da receita: Informe a natureza da receita: Título da Conta D C Controle 2.R$ 400. Arrecadações diversas .1.6. Valor (R$) Controle 20. Aprovação da prestação de contas Título da Conta D C Título da Conta D C Controle 20.Título da Conta D C Código Natureza da Inf.Receita Orçamentária concomitante ao fato gerador (Receitas Imobiliárias .00 C C C 1.000.00 Código Natureza da Inf.R$ 1.00 / Receitas de Serviços relacionados a T.000. Valor (R$) 19 .250.000.00) Título da Conta D 2. ARRECADAÇÕES DIVERSAS 17.00 Código Natureza da Inf.I. Valor (R$) 17. Valor (R$) Patrimonial 350.000.R$ 350.00 400.00 Código Natureza da Inf.00 / Receitas de Indústrias de Transformação . .00 Título da Conta D C Orçamentária 2.250.

Valor (R$) Natureza da Inf. Valor (R$) Informe a natureza da despesa: Título da Conta D C Controle 20. Empenho Título da Conta D C Orçamentária 20.000.000.00 Código Natureza da Inf. Valor (R$) 18. Valor (R$) Natureza da Inf.000.00 Código Controle 20.3.1.00 Código Natureza da Inf.00 Código Orçamentária 100.2. Valor (R$) 20 .18.00 Código Natureza da Inf.000.000. Pagamento Título da Conta D C Título da Conta D C Título da Conta D C Controle 20.00 Código Orçamentária 20.00 Código Patrimonial 100. Valor (R$) Patrimonial 20.00 Código Natureza da Inf.000. Valor (R$) Natureza da Inf. Liquidação concomitante ao reconhecimento da VPD Título da Conta D C Título da Conta D C Título da Conta D C 18. DESPESA COM PESSOAL 18. Valor (R$) Natureza da Inf.

RESTOS A PAGAR 19.2.00 Código Natureza da Inf. Valor (R$) 19. Valor (R$) 21 .000.1.saldo da conta "crédito empenhado liquidado a pagar" Título da Conta D C Orçamentária 24.00 Código Natureza da Inf. Inscrição em Restos a Pagar Processados .saldo da conta "crédito empenhado a liquidar" Título da Conta D C Orçamentária 100.19. Inscrição em Restos a Pagar Não Processados .

2.xx 6.x.xx.1.x.xx. x.Receita Orçamentária posterior ao fato gerador . FIXAÇÃO DA DESPESA 2.00 3.1.2. Valor (R$) Patrimonial 14.xx Título da Conta Código 6.xx.2.1.2.03 GABARITO – LANÇAMENTOS CONTÁBEIS TÍPICOS DO SETOR PÚBLICO 1.1.1. Previsão da Receita Título da Conta D C Previsão inicial da receita Receita a realizar Código 5. x.000. Valor (R$) Orçamentária 80.xx nacional (F) Créditos tributários a receber (P) 1. Valor (R$) Orçamentária 80.xx Natureza da Inf.1. PREVISÃO DA RECEITA 1.1.enfoque patrimonial) Título da Conta D C Código Natureza da Inf.2.x.2.02.1. Reconhecimento do Crédito Tributário relativo ao IPVA (Variação Patrimonial Aumentativa / Receita Tributária por Competência .2.2.2.2.1.xx.1.x.xx 6.1.xx. RECEITA DE IMPOSTOS 3.xx.1.xx IPVA 3.1.1.1. x.xx.xx.xx 11120500 Natureza da Inf.00 D C Receita a realizar Receita realizada Informe a natureza da receita: 22 .1.xx.xx.07.1.xx Impostos sobre patrimônio e a renda / 4.xx Natureza da Inf. x.2.IPVA Título da Conta D C Código Natureza da Inf. Arrecadação de Tributos .1.1. Valor (R$) Patrimonial 11. Fixação da Despesa Título da Conta D C Dotação orçamentária / Crédito inicial Crédito disponível Código 5.2.000.xx 6.00 Caixa e equivalentes de caixa em moeda 1.1.00 Créditos tributários a receber (P) 1.2.000.1.2.000.000.2. Valor (R$) Orçamentária 11.00 2.

x.00 4.000.xx 6.xx.2.1.500.1.2.xx 21200000 Código 7.000.x.xx.xx.x.1.1.xx.2.xx ICMS Título da Conta Código 6.xx Recursos Controle 29.1.00 D C Receita a realizar Receita realizada Informe a natureza da receita: Título da Conta Natureza da Inf.xx.x.xx nacional (F) Impostos sobre a produção e a circulação / 4.1. Valor (R$) Caixa e equivalentes de caixa em moeda 1.x.1.1.1.1.Operação de Crédito Externa Título da Conta D C Código Natureza da Inf.1.500.xx.concomitante com o fato gerador Título da Conta D C Código Natureza da Inf.500.1.1.2.3.xx nacional (F) 2.1.2.2.1.2. Valor (R$) D C Controle da disponibilidade de recursos Execução da disponibilidade de recursos Disponibilidade por Destinação de 8.2.00 Natureza da Inf.000. Arrecadação de Receita Orçamentária .1.000.1. Valor (R$) Orçamentária 15.xx.00 D C Receita a realizar Receita realizada Informe a natureza da receita: Título da Conta Natureza da Inf.2.1.3.Título da Conta D C Controle da disponibilidade de recursos Código Natureza da Inf.x. Valor (R$) Patrimonial 15. Valor (R$) Orçamentária 29.00 23 .xx Patrimonial 29.1.x.xx Recursos Controle 11.2.xx. Valor (R$) D C Controle da disponibilidade de recursos Execução da disponibilidade de recursos Disponibilidade por destinação de 8.xx recursos Controle 15.1.1.xx Natureza da Inf.x.xx 11130201 Código 7.xx.1.xx Empréstimos a Curto Prazo (P) Título da Conta Código 6.1.1.1.1.1.xx Execução da disponibilidade de recursos Disponibilidade por Destinação de 8.x.1.xx.00 Caixa e equivalentes de caixa em moeda 1.x.xx.00 3.2. CONTRATAÇÃO DE OPERAÇÃO DE CRÉDITO DE CURTO PRAZO 4.xx.2.1. Arrecadação de Tributos (ICMS) .2.xx.xx 6. Valor (R$) 7.2.x.1.1.xx.

xx Fornecedores e contas a pagar nacionais a 2.1.xx contratos de serviços a executar 5.3.200.1.x.2.3.01.2. Valor (R$) Natureza da Inf. Valor (R$) Orçamentária 100.xx.x.xx contratos de serviços a executar Execução de obrigações contratuais 8. CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS 5.1.2.5. Valor (R$) D C Execução de obrigações contratuais 8.2.2. Valor (R$) Execução de obrigações contratuais 8.xx 339039 Código Natureza da Inf.00 Informe a natureza da despesa: Título da Conta D C Execução da disponibilidade de recursos Disponibilidade por Destinação de 8.1.pessoa jurídica Título da Conta D C Crédito disponível Crédito empenhado a liquidar Código 6.xx.1.2.00 D C Crédito empenhado a liquidar Crédito empenhado liquidado a pagar Título da Conta Natureza da Inf.2.xx Código Natureza da Inf.2.00 Natureza da Inf.xx 6.1.2. Reconhecimento da VPD (concomitante com a liquidação orçamentária) .2.3. Valor (R$) Patrimonial 100.01.x.xx DDR comprometida por empenho Controle 200.entrega da NF e Liquidação da Despesa Orçamentária.1.1.x.1.3.xx.1.00 5.xx.xx.3. Empenho da despesa de serviços de terceiros .00 24 .xx curto prazo .1.2. Valor (R$) Orçamentária 200.3.xx Recursos Execução da disponibilidade de recursos 8.xx.xx DDR comprometida por empenho Execução da disponibilidade de recursos DDR comprometida por liquidação e 8.1.xx 6.xx.2.2.1.xx contratos de serviços executados Título da Conta Código Controle 100.3.x.2.xx Controle 1.3. Registro do contrato de serviços Título da Conta D C Obrigações contratuais Código 7.03.00 Natureza da Inf.2.00 Serviços Terceiros – PJ 3.1.1.1.xx.3.3.Consolidação (F) Título da Conta Código 6.1.2.2.3.2.3. Valor (R$) D C Execução da disponibilidade de recursos 8.xx.2.2.1. vinculada a contrato.1.1.xx entradas compensatórias Controle 100.xx. Título da Conta D C Código Natureza da Inf.1.1.xx.

3.000.2.xx Código Patrimonial 100. Valor (R$) Orçamentário 24.00 1.1.2.Consolidação (F) Caixa e equivalentes de caixa em moeda 1.xx curto prazo . Pagamento da Despesa Orçamentária (Saída do Recurso Financeiro) Título da Conta D C Código Natureza da Inf.01.x.01.1.xx.1. Valor (R$) D C Execução da disponibilidade de recursos DDR comprometida por liquidação e 8.xx 6.00 D C Crédito empenhado liquidado a pagar Crédito liquidado pago Título da Conta Natureza da Inf.00 Natureza da Inf.3.1.2.1. AQUISIÇÃO DE BENS DO IMOBILIZADO (VEÍCULOS) 6.xx.2.00 6.1.xx DDR comprometida por empenho Controle 24.2.xx recursos Execução da disponibilidade de recursos 8.xx Natureza da Inf.3.1.xx 449052 Código Natureza da Inf.1.veículos (P) Fornecedores e contas a pagar nacionais a 2.xx.00 Natureza da Inf.03.xx nacional (F) Título da Conta Código 6.4. Valor (R$) Informe a natureza da despesa: Título da Conta D C Execução da disponibilidade de recursos Disponibilidade por destinação de 8.1.xx.3.000.1.3.1.xx.2.03.2.xx curto prazo .1.xx entradas compensatórias Execução da disponibilidade de recursos Disponibilidade por destinação de 8.00 6.2.1.2.1.1.Consolidação (F) Título da Conta Código 6.x.xx.1.5. Valor (R$) Fornecedores e contas a pagar nacionais a 2.1.2.2.2.1.3.2.2. Empenho da Dotação Orçamentária referente a aquisição de 2 veículos no valor de R$12.1.1.1.xx. Valor (R$) Orçamentário 24.00 (cada) Título da Conta D C Crédito disponível Crédito empenhado a liquidar Código 6.3.1.xx Bens móveis .2.2.1.2.2. Liquidação da Despesa Orçamentária e Incorporação do Bem Título da Conta D C Código Natureza da Inf.4.3.04.xx 6.1.xx.xx recursos utilizada Controle 100.00 D C Crédito empenhado a liquidar Crédito empenhado liquidado a pagar 25 .000. Valor (R$) Patrimonial 24.3.xx.1.xx 6.1.2.000. Valor (R$) Orçamentária 100.1.000.

1.3.1.x.xx.8.1.000.veículos (P) Código 1.x.xx.3.01.1.00 8.3.2.x.3.00 Natureza da Inf.1.xx. Valor (R$) Patrimonial 400.1.2.xx Natureza da Inf.xx DDR comprometida por empenho Execução da disponibilidade de recursos DDR comprometida por liquidação e 8.00 8.veículos (P) Código 3.xx 1. Apuração do valor líquido contábil Título da Conta D C * Depreciação acumulada .000.1.xx Código 6.00.xx 1.01.xx entradas compensatórias Controle 24.x.x.1.00 7.00 Informe a natureza da receita: Título da Conta D C Controle da disponibilidade de recursos Execução da disponibilidade de recursos Disponibilidade por destinação de 8.3. Valor (R$) Execução da disponibilidade de recursos 8.2.xx.1. ALIENAÇÃO DE UM VEÍCULO 8.xx 6.8.2.1. Reconhecimento da Variação Patrimonial Diminutiva decorrente da depreciação. Valor (R$) 14.1.1.00 para cada veículo Título da Conta D C Depreciação * Depreciação acumulada .00 11.xx.1.xx.2.2.2.1.xx.xx Natureza da Inf.1.000.000.1.2.1. Recebimento do valor da venda a vista Título da Conta D C C Caixa e equivalentes de caixa em moeda nacional (F) Bens móveis .1.veículos (P) Bens móveis .1.xx Controle 14.2.x. Valor (R$) Orçamentária 14.3.200.2.800.xx.veículos (P) Ganhos com alienação de imobilizado Título da Conta D C Receita a realizar Receita realizada Código 1.2. Valor (R$) Patrimonial Natureza da Inf.xx.1.2.x. DEPRECIAÇÃO 7.6.Título da Conta D C Código Natureza da Inf.00 2.2.xx 1.xx recursos 26 .x.2.xx 4. Valor (R$) Patrimonial 200. sendo R$200.1.xx.xx. no valor de R$ 400.00 Natureza da Inf.2.3.1.xx 22150000 Código 7.

000.x.2.00 Título da Conta D C Bens imóveis (P) Reavaliação de imobilizado Código 1.6.2.000.00 Transferências a instituições privadas sem 3.xx.x.xx.3.3.veículos (P) Código 1.x. Valor (R$) Patrimonial 10.800.3.00 / valor contábil: R$ 30.1.6.1. Realização da doação concedida de veículos Título da Conta D C Código Natureza da Inf. Valor (R$) Patrimonial 5.5.000.2.3.x.2.x.valor atualizado: R$ 25.3.3.8.01.1. Apuração do valor líquido contábil Título da Conta D C * Depreciação acumulada .xx Natureza da Inf.x.000.000.1.3.2.xx.3. AJUSTE A VALOR RECUPERÁVEL DE IMÓVEL RECEBIDO EM DOAÇÃO 12.xx 1.2. Valor (R$) Patrimonial 200.2.2.00 1.000. Título da Conta D C Código Natureza da Inf. REAVALIAÇÃO DE IMÓVEL RECEBIDO EM DOAÇÃO 11.00 27 .x.1.00 12.xx Bens imóveis (P) Transferências das instituições privadas 4.veículos (P) 10.xx.xx Natureza da Inf.00 (cada).00 Título da Conta D C Redução a imobilizado Bens Imóveis valor recuperável de Código 3.xx Natureza da Inf.000.xx.1.xx Bens móveis .veículos (P) Bens móveis .xx sem fins lucrativos 11.x.1.xx. Valor (R$) Patrimonial 11.1.5.xx fins lucrativos 1.00 9.xx 4.valor atualizado: R$40.2.xx 1.xx.x. DOAÇÃO RECEBIDA DE INSTITUIÇÕES PRIVADAS REFERENTE A IMÓVEIS 10.1.xx.2. DOAÇÃO CONCEDIDA A INSTITUIÇÕES PRIVADAS REFERENTE A UM VEÍCULO 9.1.9. Recebimento de 2 imóveis no valor de R$30. Valor (R$) Patrimonial 60. Ajuste a valor recuperável de um dos imóveis .00 / valor contábil: R$ 30.xx.1.1.000. Reavaliação de 1 imóvel .2.

xx.3.x.1.1.1.4.xx.3.6.1.00 Controle do encaminhamento de créditos 7.1.8.1.2.1.1.3.1. 28 .2.00 Natureza da Inf.xx Recursos Execução da disponibilidade de recursos DDR comprometida por liquidação e 8.1. Recebimento de depósito de caução Título da Conta D C Código Natureza da Inf.1.000. Valor (R$) Patrimonial 700.1.xx para inscrição em dívida ativa Créditos a encaminhar para a dívida ativa 8.3.000.1.x.x.x. DÍVIDA ATIVA 14.1.xx entradas compensatórias Execução da disponibilidade de recursos Disponibilidade por destinação de 8.1.xx Valores restituíveis (F) Título da Conta Código Natureza da Inf.3.xx recursos utilizada Controle 700.xx (F) 2. Valor (R$) D C Execução da disponibilidade de recursos Disponibilidade por Destinação de 8.00 13.xx 1.8.1.x.000.x.1.xx.xx Na Procuradoria Jurídica Não há lançamentos. Valor (R$) C Execução da disponibilidade de recursos DDR comprometida por liquidação e 8.2.3.2.1.xx entradas compensatórias Controle 2.x.xx.1.1.8.2.6. Formalização do processo para encaminhamento à Procuradoria Jurídica (PJ) No órgão Título da Conta D C Código Natureza da Inf.xx.13.00 14. CAUÇÃO 13.xx.1.xx.xx.000.1.xx.xx Código Natureza da Inf.xx.xx.00 Depósitos restituíveis e valores vinculados 1. Valor (R$) Patrimonial 2.xx Recursos Título da Conta Código Controle 2. Valor (R$) D C Controle da disponibilidade de recursos 7.00 Natureza da Inf.2.xx.1.x.xx Execução da disponibilidade de recursos Disponibilidade por Destinação de 8.8.2. Devolução parcial de caução recebida Título da Conta D C Valores restituíveis (F) Depósitos restituíveis e valores vinculados Título da Conta D Código 2. Valor (R$) Controle 3.

2.xx.00 D C Créditos a inscrever em dívida ativa 8.x.000.00 29 .xx.2.xx. Valor (R$) D C Créditos realizáveis de longo prazo 1.1.1.x.x.xx 14. Valor (R$) Controle 3.xx Na Procuradoria Jurídica Título da Conta Código Natureza da Inf.Intra 4.1.xx OFSS Créditos tributários a receber (P) 1.00 900.000.00 100.1.5.xx receber 15. Reconhecimento após decisão judicial Título da Conta D C C Remuneração a pessoal .x.1.xx 2.3.x.00 Tranferências intragovernamentais .00 Controle da inscrição de créditos em 7. Inscrição da Dívida Ativa No órgão Título da Conta D C Código Natureza da Inf.1.2.0.x.3.xx.x.1.2.xx Natureza da Inf.1.1.xx 2.1.1.2.xx OFSS Título da Conta Código Patrimonial 3.2.Intra 3.xx dívida ativa Créditos a inscrever em dívida ativa 8.xx.x.xx.xx.2.1.5. Encaminhamento para inscrição em dívida ativa (recebimento do processo pela PJ) No órgão Título da Conta D C Créditos a encaminhar para a dívida ativa Créditos encaminhados para a dívida ativa Código 8.00 Na Procuradoria Jurídica Título da Conta D C Código Natureza da Inf.2. Valor (R$) 1.00 Natureza da Inf. Valor (R$) Patrimonial 3.x.3.3.000.xx Créditos inscritos em dívida ativa a 8.xx.2.xx.14.000.1.x.xx Patrimonial Natureza da Inf.000.xx.3.1.3.xx Dívida ativa (P) Tranferências intragovernamentais .2.2.0.1. Valor (R$) Controle 3. PRECATÓRIO DE PESSOAL 15.Precatórios a curto prazo (P) Pessoal a pagar .000.Precatórios a longo prazo (P) Código 3.2. Valor (R$) Controle 3.xx.RPPS Pessoal a pagar .xx.xx.1.x.3.1.x.1.1.3.xx 8.

xx 6.2.3.3.1.1. Liquidação Título da Conta D C Crédito empenhado em liquidação Crédito empenhado liquidado a pagar Título da Conta D C Código 6.xx 319091 Código 6.1.xx.00 Natureza da Inf.Precatórios a curto prazo 2. Valor (R$) Orçamentária 100.xx 6.xx (F) Patrimonial 100.2.01.1. Valor (R$) Orçamentária 100.3.02. Valor (R$) C Execução da disponibilidade de recursos Disponibilidade por destinação de 8. Pagamento Título da Conta D C Código Natureza da Inf.1. Empenho Título da Conta D C Crédito disponível Crédito empenhado a liquidar Código 6.1.1.3.1.2.2.xx recursos Execução da disponibilidade de recursos 8.3.2.00 Natureza da Inf.2.1.4. Valor (R$) Execução da disponibilidade de recursos 8.1.xx Código Natureza da Inf.x.Precatórios a curto prazo 2.1.xx.2.1.x.2.1.xx.3.xx.2. Valor (R$) Natureza da Inf.1.00 15.2.xx nacional (F) Patrimonial 100.1.xx (P) Pessoal a pagar .xx 6.xx.2.03.15. Valor (R$) D C Pessoal a pagar .1.xx Código Orçamentária 100.00 15.xx DDR comprometida por empenho Título da Conta Código Controle 100.2.x.Precatórios a curto prazo 2.1.00 30 .2.1.1.00 Informe a natureza da despesa: Título da Conta D C Crédito empenhado a liquidar Crédito empenhado em liquidação Título da Conta D Natureza da Inf.xx.xx.x. Valor (R$) Pessoal a pagar .2.1.xx.3.2.1.02.1.xx entradas compensatórias Controle 100.xx (F) Caixa e equivalentes de caixa em moeda 1.2.xx.xx DDR comprometida por empenho Execução da disponibilidade de recursos DDR comprometida por liquidação e 8.2.1.2.1.01.2.1.1.1.1.00 Natureza da Inf.

xx.xx.3.1.2. Valor (R$) Natureza da Inf. são apenas ilustrativos.xx 6.000.2.x.03.01.2.1.xx DDR comprometida por empenho Controle 20.2.2.xx. CONVÊNIO FIRMADO ENTRE OS ESTADOS "A" E "B" PARA CONSTRUÇÃO DE PONTE . Valor (R$) Orçamentária 100.1.1.1.2.2.2.00 16.x. Valor (R$) C Execução da disponibilidade de recursos DDR comprometida por liquidação e 8.2.2.00 Controle 20.3.xx.xx.1.1.xx recursos utilizada Controle 100. Valor (R$) Orçamentária 20.xx entradas compensatórias Execução da disponibilidade de recursos Disponibilidade por destinação de 8.1.x.xx convênios a liberar 31 .1.xx 6.00 Informe a natureza da despesa: Título da Conta D C Execução da disponibilidade de recursos Disponibilidade por destinação de 8.xx recursos Execução da disponibilidade de recursos 8.00 Natureza da Inf.1.2.2.xx.2.Título da Conta D C Crédito empenhado liquidado a pagar Crédito liquidado pago Título da Conta D Código 6.1. Valor (R$) Execução de obrigações conveniadas 8.1.xx 8.000.00 Natureza da Inf. Empenho relativo ao convênio a ser firmado Título da Conta D C Crédito disponível Crédito empenhado a liquidar Código 6.xx Controle 20. Valor (R$) Natureza da Inf.2.xx. em virtude das contas utilizadas não estarem no nível de padronização obrigatória para a Federação.2.2.4.xx. relativos ao controle de convênios registrados nas classes 7 e 8.1.x.1.1.00 16.LANÇAMENTOS NO ESTADO "A" (CONCEDENTE) OBS: Os lançamentos a seguir.xx Código 7.000.xx.1.1.xx 443251 Código Natureza da Inf.1.2.000.1.Convênio entre Estado A (concedente) e Estado B (convenente) para construção de ponte Título da Conta D C Direitos Conveniados Execução de direitos convênios a receber Título da Conta D C Obrigações conveniadas conveniados Código 7.xx Código Natureza da Inf. 16.2.2.3.1. Assinatura do Convênio .1.2.3.04.

00 Natureza da Inf.1.xx convênios a liberar Execução de obrigações conveniadas 8.xx.00 16.3.xx entradas compensatórias Controle 20.xx.1.1.03.2.4.xx DDR comprometida por empenho Execução da disponibilidade de recursos DDR comprometida por liquidação e 8.1.1.x.2. Pagamento (concomitante a liquidação) Título da Conta D C Código Natureza da Inf.000.2.000.x.xx Código Patrimonial 20.xx 6.2. Liquidação para transferência do recurso ao convenente (concomitante ao pagamento) Título da Conta D C Código Natureza da Inf.xx.xx 6.1.00 D C Crédito empenhado a liquidar Crédito empenhado liquidado a pagar Título da Conta Natureza da Inf.3.4.1.2.1.1.000.3. Valor (R$) D C Execução da disponibilidade de recursos 8.1.03.3.000.x.3.xx.2.2.00 Natureza da Inf.2.000.xx entradas compensatórias Execução da disponibilidade de recursos Disponibilidade por destinação de 8.2. Valor (R$) D C Execução da disponibilidade de recursos DDR comprometida por liquidação e 8.00 Natureza da Inf.xx convênios a comprovar Título da Conta Código Controle 20.xx curto prazo – Inter OFSS (F) Caixa e equivalentes de caixa em moeda 1.3.1.x.1.2.xx curto prazo – Inter OFSS (F) Título da Conta Código 6.2.2.xx.000. Valor (R$) D C Execução de obrigações conveniadas 8.xx.xx receber – Inter OFSS (P) Fornecedores e contas a pagar nacionais a 2.00 Natureza da Inf.xx.3.1.1.04.000.x.1.xx.2. Valor (R$) D C Execução de direitos convênios a receber Execução de direitos convênios a comprovar Título da Conta Controle 8.1.3.xx Código 20.3.8.2.2.1. Valor (R$) Outros créditos e valores de curto prazo a 1.00 32 .1.2.1.1.1.xx.3.2.xx.1.3.1.xx.2.00 D C Crédito empenhado liquidado a pagar Crédito liquidado pago Título da Conta Natureza da Inf.3.2.xx nacional (F) Título da Conta Código 6.1.3.16.xx Código conveniados conveniados 8.1.000.1. Valor (R$) Orçamentária 20.xx Patrimonial 20. Valor (R$) Fornecedores e contas a pagar nacionais a 2. Valor (R$) Orçamentária 20.xx recursos utilizada Controle 20.01.xx.

xx.2.x.00 1.xx Código 20.xx.2.xx 4.2.1.2.xx Outros créditos e valores de curto prazo a 1.xx Controle 8.2.1.1.Receita Orçamentária concomitante ao fato gerador (Receitas Imobiliárias .xx Código Natureza da Inf.1.2.xx convênios a comprovar Execução de obrigações conveniadas 8.3.3.xx.1.00 16.Aluguéis .250.00 Natureza da Inf.000.x.xx.xx. Valor (R$) 2.x.I. Valor (R$) Patrimonial 20.000.1.5.x.16. Arrecadações diversas .3.1.00 Natureza da Inf.1.xx convênios aprovados Controle 20.xx convênios a aprovar Execução de obrigações conveniadas 8.1.xx.8.00 / Receitas de Indústrias de Transformação . Prestação de Contas e incorporação da ponte ao patrimônio do Estado A Título da Conta D C Bens imóveis (P) Código Natureza da Inf.1.2.xx.00 Natureza da Inf.00 17.x.1.x.6.3. .xx 4.x.) Código 1.xx.R$ 350.R$ 400.00 / Receitas de Serviços relacionados a T.1.1.xx.x.x.1.3.2.R$ 1.2.3.2.x. Aprovação da prestação de contas Título da Conta D C Execução de direitos convênios a aprovar Execução de direitos convênios aprovados Título da Conta D C conveniados conveniados Código 8.00 33 . Valor (R$) D C Execução de direitos convênios a comprovar Execução de direitos convênios a aprovar Título da Conta Controle 8.2.I.xx.000.1.3.xx Patrimonial 400.00 350.250.1. ARRECADAÇÕES DIVERSAS 17.1.2.xx.000.00) Título da Conta D C C C Caixa e equivalentes de caixa em moeda nacional (F) Valor bruto de exploração de bens e direitos e prestação de serviços (Aluguéis) Venda bruta de produtos (Venda de Produtos da Industria de Transformação) Valor bruto de exploração de bens e direitos e prestação de serviços (Prestação de Serviços Relacionados a T.000. Valor (R$) Execução de obrigações conveniadas 8. Valor (R$) 20.xx convênios a aprovar Controle 20.1. Valor (R$) D C Execução de obrigações conveniadas 8.xx 4.xx.xx receber – Inter OFSS (P) Título da Conta Código conveniados conveniados 8.1.1.x.xx Natureza da Inf.00 1.3.xx.x.x.000.2.xx.2.2.

xx.2.xx 319011 Código Natureza da Inf. Liquidação concomitante ao reconhecimento da VPD Título da Conta D C Crédito empenhado a liquidar Crédito empenhado liquidado a pagar Título da Conta D C Código 6.03.1.xx.000.x.xx 6.xx Controle 20.1.xx DDR comprometida por empenho Controle 20.1.1.xx entradas compensatórias Título da Conta Código 3.2.xx 2.2.xx recursos Execução da disponibilidade de recursos 8.xx 13110000 15209900 16000100 Código 7.00 Informe a natureza da receita: Informe a natureza da receita: Informe a natureza da receita: Título da Conta D C Controle da disponibilidade de recursos Natureza da Inf.2.1.2.000.000.2.1.2.000.xx.xx.1. Valor (R$) Orçamentária 2.000.2.1.x.000.xx Natureza da Inf. Valor (R$) Execução da disponibilidade de recursos 8.3.00 Informe a natureza da despesa: Título da Conta D C Execução da disponibilidade de recursos Disponibilidade por destinação de 8.1.1.00 Natureza da Inf.2.1.1.1.01.xx.2.01.1.1.Título da Conta D C Receita a realizar Receita realizada Código 6.1.x.1.xx.1.xx. Valor (R$) Patrimonial 20. Valor (R$) Execução da disponibilidade de recursos Disponibilidade por Destinação de 8.2.xx.1. Valor (R$) Natureza da Inf.xx Código Natureza da Inf.00 Natureza da Inf.00 18.2.1.xx. Valor (R$) Orçamentária 20.3.3.1.xx.2.xx 6.2.x.2.RPPS Pessoal a pagar (F) 34 .x.2. Empenho e reconhecimento da VPD Título da Conta D C Crédito disponível Crédito empenhado a liquidar Código 6.2.xx.2.1.1.xx DDR comprometida por empenho Execução da disponibilidade de recursos DDR comprometida por liquidação e 8. DESPESA COM PESSOAL 18.00 18.2.000.1.3.00 D C Remuneração a pessoal .xx Recursos Controle 2.1. Valor (R$) Orçamentária 20.1.1.1.2.xx 6.1.

inscrição no exercício Código 5.xx exercício RP não Processados a Pagar .000.2.xx exercício 19.xx.1.03.xx. Valor (R$) Patrimonial 20.1.7.3.1.2.00 2.xx exercício Orçamentária 100.xx Código Natureza da Inf.7.4. Inscrição em Restos a Pagar Não Processados .xx entradas compensatórias Execução da disponibilidade de recursos Disponibilidade por destinação de 8.3.saldo da conta "crédito empenhado liquidado a pagar" Título da Conta D C RP Processados .x.x.1.xx Orçamentária 24.1. Valor (R$) Orçamentária 20.3.3.2.saldo da conta "crédito empenhado a liquidar" Título da Conta D C Código Natureza da Inf. Valor (R$) RP Processados a Pagar .2.x.xx.xx 6.xx recursos utilizada Controle 20.3.1.x.inscrição no 6.xx.1.1.00 19.1.000.xx.xx.inscrição no 6.1. Valor (R$) D C Execução da disponibilidade de recursos DDR comprometida por liquidação e 8.x.2.1.x. Valor (R$) RP não Processados .2.1. Inscrição em Restos a Pagar Processados .2.1.000.7.00 D C Crédito empenhado liquidado a pagar Crédito liquidado pago Título da Conta Natureza da Inf. Pagamento Título da Conta D C Pessoal a pagar (F) Código Natureza da Inf.1.3.04.3.xx nacional (F) Título da Conta Código 6.xx.2. RESTOS A PAGAR 19.00 Natureza da Inf.inscrição no 5.00 35 .2.18.000.xx Caixa e equivalentes de caixa em moeda 1.1.xx.3.7.

00 Crédito 14.00 122.x.03.x.3.1.xx.00 Débito 31.xx 4.3.1.1.00 24.xx 3.1.1.xx 4.xx 3.6.000.1.x.x.1.xx 1.xx 1.xx.3.3.Precatórios a longo prazo (P) SOMA CLASSE 2 Remuneração a pessoal abrangido pelo RPPS (P) Serviços Terceiros – PJ Depreciação (VPD) Transferências de bens intragovernamentais 3 (VPD) Transferências de bens a instituições privadas sem fins lucrativos Redução a valor recuperável de imobilizado SOMA CLASSE 3 Impostos sobre patrimônio e a renda (IPVA) Impostos sobre a produção e a circulação (ICMS) Venda bruta de produtos (Venda de Produtos da Industria de Transformação) 4 Valor bruto de exploração de bens e direitos e prestação de serviços (Aluguéis) Valor bruto de exploração de bens e direitos e prestação de serviços (Prestação de Serviços Relacionados a T.00 350.03.2.01 BALANCETE CONTÁBIL Contas Caixa e equivalentes de caixa em moeda nacional (F) Créditos tributários a receber (P) Depósitos restituíveis e valores vinculados (F) Outros créditos e valores de curto prazo a 1 receber – Inter OFSS (P) Bens móveis .xx.2.3.00 1.1.xx 2.xx.2.xx 3.xx 3.8.xx.x.1.00 1.xx 2.veículos (P) Bens imóveis (P) * Depreciação acumulada .1.5.xx 2.xx 4.xx 1.) Classe Código 1.1.1.000.xx.xx.00 900.2.1.00 36 .xx 2.1.1.1.x.2.2.1.1.x.00 85.xx.xx.1.03.xx.00 11.1.x.x.000.xx.700.xx.2.000.xx.1.2.01.3.3.2.x.500.300.xx 21.00 1.xx 1.01 DADOS PARA RESOLUÇÃO 07.6.1.8.1.1.8.Consolidação (F) Fornecedores e contas a pagar nacionais a curto prazo – Inter OFSS (F) Valores Restituíveis (F) Pessoal a pagar .xx.x.xx.3.300.x.00 5.I.x.1.1.3.07.x.xx.x.x.1.2.2.00 400.300.2.x.3.1.3.1.00 400.600.xx.2.5.00 EXERCÍCIO 2 – DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO 07.xx 4.1.0.xx.800.xx.xx 4.000.xx 1.2.xx 2.xx 3.Precatórios a curto prazo (F) Empréstimos a Curto Prazo (P) Fornecedores e contas a pagar nacionais a 2 curto prazo .xx 1.x.00 41.1.xx 2.xx 2.00 100.00 41.1.1.3.8.xx 3.300.00 29.x.xx.3.xx.1.xx.250.1.3.xx.1.xx 2.Precatórios a curto prazo (P) Pessoal a pagar .3.3.000.3.3.3.xx.01.xx.000.veículos (P) SOMA CLASSE 1 Pessoal a pagar (F) Pessoal a pagar .1.x.1.00 15.1.1.00 3.1.x.

2.xx 6.xx.xx.xx 5.700.x.x.xx 8.00 117.2.3.2.00 25.00 100.00 15.xx 6.5.2.x.xx 5.1.xx.000.00 73.3.x.1.xx.2.00 3.2.00 37 .2.xx 5.00 80.2.x.2.xx.500.2.xx.2.xx 8.7.1.xx.1.x.xx 8.3.200.xx 8.xx.xx 20.00 100.500.7.2.xx 6.xx.3.x.200.2.1.x.1.2.x.2.xx.xx 8.x.x.04.xx.00 80.000.2.xx 8.xx.xx.000.1.2.3.xx.xx 6.2.1.00 184.3.xx 7.00 60.xx.xx.6.xx 5.xx 6.500.00 24.00 7.x.Transferências de bens das instituições privadas sem fins lucrativos Reavaliação de Imobilizado Ganhos com Alienação de Imobilizado SOMA CLASSE 4 Previsão inicial da receita (ver conta corrente) Dotação Orçamentária / Crédito inicial (ver conta corrente) 5 RP não Processados .1.inscrição no exercício SOMA CLASSE 6 Direitos conveniados Obrigações conveniadas Obrigações contratuais 7 Controle da disponibilidade de recursos Encaminhamento de créditos da dívida ativa SOMA CLASSE 7 Execução de direitos conveniados .xx 8.xx.xx.xx 6.xx 7.2. de recursos .1.xx 8.1.3.2.2.x.xx.3.00 20.2.xx 7.xx 4.00 20.000.xx.convênios aprovados Execução de obrigações conveniadas convênios a liberar Execução de obrigações conveniadas convênios a comprovar Execução de obrigações conveniadas convênios a aprovar Execução de obrigações conveniadas convênios aprovados 8 Execução de obrigações contratuais contratos de serviços a executar Execução de obrigações contratuais contratos de serviços executados Exec da disp.200.inscrição no exercício SOMA CLASSE 5 Receita a realizar (ver conta corrente) Receita realizada (ver conta corrente) Crédito disponível (ver conta corrente) Crédito empenhado a liquidar Crédito empenhado em liquidação 6 Crédito empenhado liquidado a pagar (ver conta corrente) Crédito liquidado pago (ver conta corrente) RP não Processados .000.2.Disp por Dest de Recursos (ver c/c) Exec da disp.1.inscrição no exercício RP Processados .1.400.7.100.1.1.1.1.1.xx 8.00 1.1.100.xx.xx 8.200.01.xx 8. de recursos .x.000.2.1.inscrição no exercício RP Processados .3.xx.1.2.2.1.1.1.00 40.2.x.2.00 24.100.x.Disp por Dest de Recursos comprometida por empenho 4.1.000.x.2.1.6.2.1.1.2.xx.x.1.00 117.convênios a comprovar Execução de direitos conveniados .3.700.1.1.2.3.00 100.x.xx 6.1.1.000.03.1.7.1.200.00 184.xx.000.000.xx.3.2.1.2.00 71.00 24.1.xx 7.2.xx 6.2.xx 6.x.2.2.xx.xx.xx 7.2.00 1.2.x.1.02.00 20.x.1.convênios a aprovar Execução de direitos conveniados .2.xx.x.00 10.1.2.00 2.convênios a receber Execução de direitos conveniados .3.1.00 100.xx 4.x.1.x.x.000.2.xx.000.00 8.1.xx 8.

00 07.00 20.3.Vinculação Recursos Próprios Diretamente Arrecadados Operações de Crédito Externas Vinculação Operações de Crédito Alienação de Bens Móveis .250.1.1.DDR comprometida por liquidação e entradas compensatórias Exec da disp.2.00 465.00 R$ R$ R$ R$ R$ 350.1.500.xx Crédito Disponível Outras Despesas Correntes Investimentos Débito 80.02 DETALHAMENTO DAS CONTAS ORÇAMENTÁRIAS E DE DISPONIBILIDADE POR DESTINAÇÃO DE RECURSOS Código Conta 5.00 Débito Crédito R$ 15.x.1.100.1.00 R$ 10.xx.00 Débito R$ R$ R$ R$ R$ R$ 350.1.000.700.000.00 38 .2.1.Destinação Ordinária Receitas Imobiliárias .03.700.2.00 R$ 5.500.00 400.500.xx 8.Disp por destinação de recursos utilizada Créditos a encaminhar para a dívida ativa Créditos encaminhados para a dívida ativa SOMA CLASSE 8 TOTAL DO BALANCETE 8.00 1.00 9.xx Dotação Orçamentária / Crédito Inicial Pessoal e Encargos Sociais Outras Despesas Correntes Investimentos Código Conta 6.000.00 4.000.xx Receita a realizar Impostos Imobiliárias Industriais Serviços Alienação de Bens Móveis Código Conta 6.00 Débito Crédito R$ 71.2.xx 8.900.00 15. de recursos .500.000.000.01.00 54.500.00 117.000.Destinação Alienação de Bens Código Conta 6.00 1.xx.2.xx. de recursos .700.00 400.00 55.x.xx.00 40.xx Receita realizada Impostos .1.1.00 3.00 5.2.00 Crédito R$ R$ R$ R$ Crédito R$ R$ R$ R$ Crédito 8.500.1.Destinação Ordinária Receitas das Industrias de Transformação .2.3.xx Previsão inicial da receita Impostos Operações de Crédito Externas Alienação de Bens Móveis Código Conta 5.2.2.2.00 15.00 Débito 80.xx.700.250.2.x.00 15.1.x.xx.1.Exec da disp.900.x.1.xx.00 14.2.3.xx.4.Destinação Ordinária Receitas de Serviços .000.000.xx 465.2.xx.1.00 R$ 40.xx 8.700.

2.000.2.Destinação Ordinária Investimentos .Função: Encargos Especiais Pessoal e Encargos Sociais .1.250.1.00 100.Código Conta 6.03.2.00 R$ 100.00 R$ R$ R$ Crédito 7.200.3.xx Crédito Empenhado a Liquidar Outras Despesas Correntes .00 Débito R$ R$ R$ R$ R$ Débito R$ R$ 23.Função: Judiciária Investimentos .000.xx.00 20.550.200.Destinação Ordinária .Destinação Ordinária Outras Despesas Correntes .3.00 15.1.xx Crédito Liquidado Pago Pessoal e Encargos Sociais .00 100.3.00 Débito Crédito R$ 24.1.000.xx Disponibilidade por Destinação de Recursos Destinação Ordinária Recursos Próprios Diretamente Arrecadados Operações de Crédito Alienação de Bens Código Débito Crédito R$ 100.00 R$ R$ R$ 24.Destinação Ordinária Função: Urbanismo Conta Execução da disponibilidade de recursos 8.Destinação Ordinária .000.Destinação Ordinária Código Conta 6.Destinação Ordinária Código Conta 6.500.xx Crédito Empenhado Liquidado a Pagar Pessoal e Encargos Sociais .Destinação Ordinária .1.04.2.Função: Judiciária Outras Despesas Correntes .01.2.00 Crédito 40.00 39 .00 1.00 20.2.000.1.2.00 14.

07.02. Públicas Transferências de Convênios Transferências para o Combate à Fome OUTRAS RECEITAS DE CAPITAL Integralização do Capital Social Dív. da Amortiz.02 EXERCÍCIO – DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO Para cada uma das demonstrações apresentadas a seguir. 07.03.01 EXERCÍCIO – BALANÇO ORÇAMENTÁRIO <ENTE DA FEDERAÇÃO> BALANÇO ORÇAMENTÁRIO DATA DE EMISSÃO: PREVISÃO ATUALIZADA (a) RECEITAS REALIZADAS (b) EXERCÍCIO: PERÍODO (MÊS) : PÁGINA: SALDO c = (b-a) RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS RECEITAS CORRENTES RECEITA TRIBUTÁRIA Impostos Taxas Contribuição de Melhoria RECEITA DE CONTRIBUIÇÕES Contribuições Sociais Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico Contribuição de Iluminação Pública RECEITA PATRIMONIAL Receitas Imobiliárias Receitas de Valores Mobiliários Receita de Concessões e Permissões Compensações Financeiras Receita Decorrente do Direito de Exploração de Bens Públicos em Áreas de Domínio Público Receita da Cessão de Direitos Outras Receitas Patrimoniais RECEITA AGROPECUÁRIA Receita da Produção Vegetal Receita da Produção Animal e Derivados Outras Receitas Agropecuárias RECEITA INDUSTRIAL Receita da Indústria Extrativa Mineral Receita da Indústria de Transformação Receita da Indústria de Construção Outras Receitas Industriais RECEITA DE SERVIÇOS TRANSFERÊNCIAS CORRENTES Transferências Intergovernamentais Transferências de Instituições Privadas Transferências do Exterior Transferências de Pessoas Transferências de Convênios Transferências para o Combate à Fome OUTRAS RECEITAS CORRENTES Multas e Juros de Mora Indenizações e Restituições Receita da Dívida Ativa Receitas Decorrentes de Aportes Periódicos para Amortização de Déficit Atuarial do RPPS Receitas Correntes Diversas RECEITAS DE CAPITAL OPERAÇÕES DE CRÉDITO Operações de Crédito Internas Operações de Crédito Externas ALIENAÇÃO DE BENS Alienação de Bens Móveis Alienação de Bens Imóveis AMORTIZAÇÕES DE EMPRÉSTIMOS TRANSFERÊNCIAS DE CAPITAL Transferências Intergovernamentais Transferências de Instituições Privadas Transferências do Exterior Transferências de Pessoas Transferências de Outras Instit. preencha os dados necessários com base no balancete contábil e respectivo detalhamento.03. Emp. e Financ. Ativa Prov. Restituições Receitas de Capital Diversas SUBTOTAL DAS RECEITAS (I) REFINANCIAMENTO (II) Operações de Crédito Internas Mobiliária Contratual Operações de Crédito Externas Mobiliária Contratual SUBTOTAL COM REFINANCIAMENTO (III) = (I + II) DÉFICIT (IV) TOTAL (V) = (III + IV) SALDOS DE EXERCÍCIOS ANTERIORES (UTILIZADOS PARA CRÉDITOS ADICIONAIS) Superávit Financeiro Reabertura de créditos adicionais PREVISÃO INICIAL – – – – 40 .

DOTAÇÃO INICIAL DESPESAS ORÇAMENTÁRIAS (d) DESPESAS CORRENTES PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA OUTRAS DESPESAS CORRENTES DESPESAS DE CAPITAL INVESTIMENTOS INVERSÕES FINANCEIRAS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA RESERVA DE CONTINGÊNCIA RESERVA DO RPPS SUBTOTAL DAS DESPESAS (VI) AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA/ REFINANCIAMENTO (VII) Amortização da Dívida Interna Dívida Mobiliária Outras Dívidas Amortização da Dívida Externa Dívida Mobiliária Outras Dívidas SUBTOTAL COM REFINANCIAMENTO (VIII) = (VI + VII) SUPERÁVIT (IX) TOTAL (X) = (VII + IX) DOTAÇÃO ATUALIZADA DESPESAS EMPENHADAS DESPESAS LIQUIDADAS DESPESAS PAGAS SALDO DA DOTAÇÃO (e) (f) (g) (h) (i)=(e-f) - – - ANEXO 1 – DEMONSTRATIVO DE EXECUÇÃO DOS RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS: EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS EXERCÍCIOS ANTERIORES (a) DESPESAS CORRENTES PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA OUTRAS DESPESAS CORRENTES DESPESAS DE CAPITAL INVESTIMENTOS INVERSÕES FINANCEIRAS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA TOTAL INSCRITOS EM 31 DE DEZEMBRO DO EXERCÍCIO ANTERIOR (b) LIQUIDADOS (c) PAGOS (d) CANCELADOS (e) SALDO (f)=(a+b-c-e) ANEXO 2 – DEMONSTRATIVO DE EXECUÇÃO DOS RESTOS A PAGAR PROCESSADOS: RESTOS A PAGAR PROCESSADOS E NÃO PROCESSADOS LIQUIDADOS DESPESAS CORRENTES PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA OUTRAS DESPESAS CORRENTES DESPESAS DE CAPITAL INVESTIMENTOS INVERSÕES FINANCEIRAS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA TOTAL INSCRITOS EM EM 31 DE DEZEMBRO EXERCÍCIOS DO EXERCÍCIO ANTERIORES ANTERIOR (a) (b) PAGOS (c) CANCELADOS (d) SALDO (e)=(a+b-c-d) 41 .

07...02.02 EXERCÍCIO – BALANÇO FINANCEIRO <ENTE DA FEDERAÇÃO> BALANÇO FINANCEIRO DATA DE EMISSÃO: EXERCÍCIO: PERÍODO (MÊS) : PÁGINA: INGRESSOS ESPECIFICAÇÃO Exercício Atual Exercício Anterior DISPÊNDIOS ESPECIFICAÇÃO Exercício Atual Exercício Anterior Receita Orçamentária (I) Ordinária Vinculada Previdência Social Transferências obrigatórias de outro ente Convênios (..) (-) Deduções da Receita Orçamentária Transferências Financeiras Recebidas (II) Recebimentos Extra-Orçamentários (III) Transferências Financeiras Concedidas (VII) Pagamentos Extra-Orçamentários (VIII) Saldo em Espécie do Exercício Anterior (IV) TOTAL (V) = (I+II+III+IV) Saldo em Espécie para o Exercício Seguinte (IX) TOTAL (X) = (VI+VII+VIII+IX) 42 .03..) Despesa Orçamentária (VI) Ordinária Vinculada Previdência Social Transferências obrigatórias de outro ente Convênios (.

07.03.02.03 EXERCÍCIO – DEMONSTRAÇÃO DAS VARIAÇÕES PATRIMONIAIS <ENTE DA FEDERAÇÃO> DEMONSTRAÇÃO DAS VARIAÇÕES PATRIMONIAIS PERÍODO (MÊS): DATA EMISSÃO: EXERCÍCIO: PÁGINA: VARIAÇÕES PATRIMONIAIS QUANTITATIVAS Exercício Atual Exercício Anterior VARIAÇÕES PATRIMONIAIS AUMENTATIVAS Impostos. Serviços e Direitos Venda de Mercadorias Venda de Produtos Exploração de Bens e Direitos e Prestação de Serviços Variações Patrimoniais Aumentativas Financeiras Juros e Encargos de Empréstimos e Financiamentos Concedidos Juros e Encargos de Mora Variações Monetárias e Cambiais Descontos Financeiros Obtidos Remuneração de Depósitos Bancários e Aplicações Financeiras Outras Variações Patrimoniais Aumentativas – Financeiras Transferências e Delegações Recebidas Transferências Intra Governamentais Transferências Inter Governamentais Transferências das Instituições Privadas Transferências das Instituições Multigovernamentais Transferências de Consórcios Públicos Transferências do Exterior Execução Orçamentária Delegada Transferências de Pessoas Físicas Valorização e Ganhos Com Ativos Reavaliação de Ativos Ganhos com Alienação Ganhos com Incorporação de Ativos por Descobertas e Nascimentos Outras Variações Patrimoniais Aumentativas Variação Patrimonial Aumentativa a Classificar Resultado Positivo de Participações Reversão de Provisões e Ajustes de Perdas Diversas Variações Patrimoniais Aumentativas 43 . Taxas e Contribuições de Melhoria Impostos Taxas Contribuições de Melhoria Contribuições Contribuições Sociais Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico Contribuição de Iluminação Publica Contribuições de Interesse das Categorias Profissionais Exploração e Venda de Bens.

Amortização de Exaustão Custo de Materiais. Serviços e Consumo de Capital Fixo Uso de Material de Consumo Serviços Depreciação.VARIAÇÕES PATRIMONIAIS DIMINUTIVAS Pessoal e Encargos Remuneração a Pessoal Encargos Patronais Benefícios a Pessoal Custo de Pessoal e Encargos Outras Variações Patrimoniais Diminutivas . Taxas e Contribuições de Melhoria Contribuições Custo com Tributos Outras Variações Patrimoniais Diminutivas Premiações Resultado Negativo de Participações Incentivos Subvenções Econômicas Participações e Contribuições VPD de Constituição de Provisões Custo de Outras VPD Diversas Variações Patrimoniais Diminutivas Resultado Patrimonial Do Período 44 .Pessoal e Encargos Benefícios Previdenciários e Assistenciais Aposentadorias e Reformas Pensões Benefícios de Prestação Continuada Benefícios Eventuais Políticas Publicas de Transferência de Renda Outros Benefícios Previdenciários e Assistenciais Uso de Bens. Serviços e Consumo de Capital Fixo Variações Patrimoniais Diminutivas Financeiras Juros e Encargos de Empréstimos e Financiamentos Obtidos Juros e Encargos de Mora Variações Monetárias e Cambiais Descontos Financeiros Concedidos Outras Variações Patrimoniais Diminutivas – Financeiras Transferências e Delegações Concedidas Transferências Intra Governamentais Transferências Inter Governamentais Transferências a Instituições Privadas Transferências a Instituições Multigovernamentais Transferências a Consórcios Públicos Transferências ao Exterior Execução Orçamentária Delegada Desvalorização e Perda de Ativos Redução a Valor Recuperável e Provisão para Perdas Perdas com Alienação Perdas Involuntárias Tributarias Impostos.

VARIAÇÕES PATRIMONIAIS QUALITATIVAS (decorrentes da execução orçamentária) Exercício Atual Exercício Anterior Incorporação de ativo Desincorporação de passivo Incorporação de passivo Desincorporação de ativo 45 .

03.04 EXERCÍCIO – BALANÇO PATRIMONIAL <ENTE DA FEDERAÇÃO> BALANÇO PATRIMONIAL DATA EMISSÃO: EXERCÍCIO: PERÍODO (MÊS): PÁGINA: ATIVO ESPECIFICAÇÃO Exercício Atual Exercício Anterior PASSIVO ESPECIFICAÇÃO Exercício Atual Exercício Anterior ATIVO CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa Créditos a Curto Prazo Clientes Créditos Tributários a Receber Divida Ativa Tributaria Divida Ativa não Tributaria – Clientes Créditos de Transferências a Receber Empréstimos e Financiamentos Concedidos (-) Ajuste de Perdas de Créditos a Curto Prazo Demais Créditos e Valores a Curto Prazo Investimentos e Aplicações Temporárias a Curto Prazo Estoques VPD Pagas Antecipadamente ATIVO NAO-CIRCULANTE Ativo Realizável a Longo Prazo Créditos a Longo Prazo Clientes Créditos Tributários a Receber Divida Ativa Tributaria Divida Ativa não Tributaria – Clientes Empréstimos e Financiamentos Concedidos (-) Ajuste de Perdas de Créditos a Longo Prazo Demais Créditos e Valores a Longo Prazo Investimentos e Aplicações Temporárias a Longo Prazo Estoques VPD Pagas Antecipadamente Investimentos Participações Permanentes Participações Avaliadas pelo Método de Equivalência Patrimonial Participações Avaliadas pelo Método de Custo Propriedades para Investimento Demais Investimentos Permanentes Imobilizado Bens Móveis Bens Imóveis Intangível Softwares Marcas. Direitos e Patentes Industriais Direito de Uso de Imóveis PASSIVO CIRCULANTE Obrigações Trabalhistas. Previdenciárias e Assistenciais a Pagar a Longo Prazo Empréstimos e Financiamentos a Longo Prazo Fornecedores a Longo Prazo Obrigações Fiscais a Longo Prazo Provisões a Longo Prazo Demais Obrigações a Longo Prazo Resultado Diferido TOTAL DO PASSIVO PATRIMÔNIO LÍQUIDO ESPECIFICAÇÃO Exercício Atual Exercício Anterior Patrimônio Social e Capital Social Adiantamento para Futuro Aumento de Capital Reservas de Capital Ajustes de Avaliação Patrimonial Reservas de Lucros Demais Reservas Resultados Acumulados Resultado do exercício Resultados de exercícios anteriores Ajustes de exercícios anteriores (-) Ações / Cotas em Tesouraria TOTAL TOTAL DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO TOTAL ATIVO FINANCEIRO ATIVO PERMANENTE SALDO PATRIMONIAL PASSIVO FINANCEIRO PASSIVO PERMANENTE 46 . Previdenciárias e Assistenciais a Pagar a Curto Prazo Empréstimos e Financiamentos a Curto Prazo Fornecedores e Contas a Pagar a Curto Prazo Obrigações Fiscais a Curto Prazo Obrigações de Repartição a Outros Entes Provisões a Curto Prazo Demais Obrigações a Curto Prazo PASSIVO NAO-CIRCULANTE Obrigações Trabalhistas.02.07.

Compensações ESPECIFICAÇÃO Saldo dos Atos Potenciais Ativos Exercício Atual Exercício Anterior ESPECIFICAÇÃO Saldo dos Atos Potenciais Passivos Exercício Atual Exercício Anterior TOTAL TOTAL <ENTE DA FEDERAÇÃO> DEMONSTRATIVO DO SUPERÁVIT/DÉFICIT FINACEIRO APURADO NO BALANÇO PATRIMONIAL EXERCÍCIO: PERÍODO (MÊS): DATA EMISSÃO: PÁGINA: DESTINAÇÃO DE RECURSOS Ordinária Vinculada Previdência Social Transferências obrigatórias de outro ente Convênios (..) TOTAL SUPERÁVIT/DÉFICIT FINANCEIRO 47 ..

07.03.02.05 EXERCÍCIO – DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA
EXERCÍCIO: <ENTE DA FEDERAÇÃO> DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA PERÍODO (MÊS): DATA EMISSÃO: PÁGINA:

Exercício Atual

Exercício Anterior

FLUXOS DE CAIXA DAS ATIVIDADES DAS OPERAÇÕES
INGRESSOS RECEITAS DERIVADAS Receita Tributária Receita de Contribuições Outras Receitas Derivadas RECEITAS ORIGINÁRIAS Receita Patrimonial Receita Agropecuária Receita Industrial Receita de Serviços Outras Receitas Originárias Remuneração das Disponibilidades TRANSFERÊNCIAS Intergovernamentais da União de Estados e Distrito Federal de Municípios Intragovernamentais DESEMBOLSOS PESSOAL E OUTRAS DESPESAS CORRENTES POR FUNÇÃO Legislativa Judiciária Previdência Social Administração Defesa Nacional Segurança Pública Relações Exteriores Assistência Social Saúde Trabalho Educação (...) JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA Juros e Correção Monetária da Dívida Interna Juros e Correção Monetária da Dívida Externa Outros Encargos da Dívida TRANSFERÊNCIAS Intergovernamentais a União a Estados e Distrito Federal a Municípios Intragovernamentais

FLUXO DE CAIXA LÍQUIDO DAS ATIVIDADES DAS OPERAÇÕES

FLUXOS DE CAIXA DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTO
INGRESSOS ALIENAÇÃO DE BENS AMORTIZAÇÃO DE EMPRÉSTIMOS E FINANCIAMENTOS CONCEDIDOS DESEMBOLSOS AQUISIÇÃO DE ATIVO NÃO CIRCULANTE CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS E FINANCIAMENTOS

FLUXO DE CAIXA LÍQUIDO DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTO

FLUXOS DE CAIXA DAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO
INGRESSOS OPERAÇÕES DE CRÉDITO DESEMBOLSOS AMORTIZAÇÃO/REFINANCIAMENTO DA DÍVIDA

FLUXO DE CAIXA LÍQUIDO DAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO

APURAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA DO PERÍODO
GERAÇÃO LÍQUIDA DE CAIXA E EQUIVALENTE DE CAIXA CAIXA E EQUIVALENTE DE CAIXA INICIAL CAIXA E EQUIVALENTE DE CAIXA FINAL

48

07.03.02.07 EXERCÍCIO – DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO

49

07.03.03 GABARITO – DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO
EXERCÍCIO: PERÍODO (MÊS) : BALANÇO ORÇAMENTÁRIO DATA DE EMISSÃO:
PREVISÃO ATUALIZADA (a) 55.000,00 55.000,00 55.000,00 RECEITAS REALIZADAS (b) 42.000,00 40.000,00 40.000,00

PÁGINA:
SALDO c = (b-a) (13.000,00) (15.000,00) (15.000,00)

RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS RECEITAS CORRENTES RECEITA TRIBUTÁRIA Impostos Taxas Contribuição de Melhoria RECEITA DE CONTRIBUIÇÕES Contribuições Sociais Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico Contribuição de Iluminação Pública RECEITA PATRIMONIAL Receitas Imobiliárias Receitas de Valores Mobiliários Receita de Concessões e Permissões Compensações Financeiras Receita Decorrente do Direito de Exploração de Bens Públicos em Áreas de Domínio Público Receita da Cessão de Direitos Outras Receitas Patrimoniais RECEITA AGROPECUÁRIA Receita da Produção Vegetal Receita da Produção Animal e Derivados Outras Receitas Agropecuárias RECEITA INDUSTRIAL Receita da Indústria Extrativa Mineral Receita da Indústria de Transformação Receita da Indústria de Construção Outras Receitas Industriais RECEITA DE SERVIÇOS TRANSFERÊNCIAS CORRENTES Transferências Intergovernamentais Transferências de Instituições Privadas Transferências do Exterior Transferências de Pessoas Transferências de Convênios Transferências para o Combate à Fome OUTRAS RECEITAS CORRENTES Multas e Juros de Mora Indenizações e Restituições Receita da Dívida Ativa Receitas Decorrentes de Aportes Periódicos para Amortização de Déficit Atuarial do RPPS Receitas Correntes Diversas RECEITAS DE CAPITAL OPERAÇÕES DE CRÉDITO Operações de Crédito Internas Operações de Crédito Externas ALIENAÇÃO DE BENS Alienação de Bens Móveis Alienação de Bens Imóveis AMORTIZAÇÕES DE EMPRÉSTIMOS TRANSFERÊNCIAS DE CAPITAL Transferências Intergovernamentais Transferências de Instituições Privadas Transferências do Exterior Transferências de Pessoas Transferências de Outras Instit. Públicas Transferências de Convênios Transferências para o Combate à Fome OUTRAS RECEITAS DE CAPITAL Integralização do Capital Social Dív. Ativa Prov. da Amortiz. Emp. e Financ. Restituições Receitas de Capital Diversas SUBTOTAL DAS RECEITAS (I) REFINANCIAMENTO (II) Operações de Crédito Internas Mobiliária Contratual Operações de Crédito Externas Mobiliária Contratual SUBTOTAL COM REFINANCIAMENTO (III) = (I + II) DÉFICIT (IV) TOTAL (V) = (III + IV) SALDOS DE EXERCÍCIOS ANTERIORES (UTILIZADOS PARA CRÉDITOS ADICIONAIS) Superávit Financeiro Reabertura de créditos adicionais

PREVISÃO INICIAL 55.000,00 55.000,00 55.000,00

350,00 350,00

350,00 350,00

400,00 400,00

400,00 400,00

1.250,00

1.250,00

25.000,00 15.500,00 15.500,00 9.500,00 9.500,00

25.000,00 15.500,00 15.500,00 9.500,00 9.500,00

29.500,00 15.500,00 15.500,00 14.000,00 14.000,00

4.500,00 4.500,00 4.500,00

80.000,00

80.000,00

71.500,00

(8.500,00)

80.000,00

80.000,00

71.500,00

(8.500,00)

80.000,00

80.000,00

71.500,00

(8.500,00)

50

900.00 20.000.700.00 (i)=(e-f) 5.000.700.000.00 80.000.00) 8.000.00 44.00 80.00 - 64.00 200.000.100.00 100.00 20.00 10.900.000.000.00 64.000.500.200.00 44.00 20. respectivamente.100.200.2.000.00 100.200.000.200.000.200.100. A execução da receita está indicada no detalhamento da conta 6.00 (g) 20.00 54.2.1.00 40.00 80.00 7.700.700.000.200.00 54.00 44.1.00 (7.200. O detalhamento das contas 5.00 64.00 5.00 80.00 (f) 20.00 15.100.00 20.000.500. que tratam da execução orçamentária.000.00 40.1 demonstra.00 54.00 20.00 15.00 (h) 20.00 20.000.200.1 e 5.000.00 40.00 44.000.00 10.300.00 ANEXO 1 – DEMONSTRATIVO DE EXECUÇÃO DOS RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS: INSCRITOS EM 31 DE DEZEMBRO DO EXERCÍCIO ANTERIOR (b) RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS EM EXERCÍCIOS ANTERIORES (a) LIQUIDADOS (c) PAGOS (d) CANCELADOS (e) SALDO (f)=(a+b-c-e) DESPESAS CORRENTES PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA OUTRAS DESPESAS CORRENTES DESPESAS DE CAPITAL INVESTIMENTOS INVERSÕES FINANCEIRAS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA TOTAL ANEXO 2 – DEMONSTRATIVO DE EXECUÇÃO DOS RESTOS A PAGAR PROCESSADOS: INSCRITOS EM 31 DE DEZEMBRO DO EXERCÍCIO ANTERIOR (b) RESTOS A PAGAR PROCESSADOS EM EXERCÍCIOS ANTERIORES (a) PAGOS (c) CANCELADOS (d) SALDO (e)=(a+b-c-d) DESPESAS CORRENTES PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA OUTRAS DESPESAS CORRENTES DESPESAS DE CAPITAL INVESTIMENTOS INVERSÕES FINANCEIRAS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA TOTAL COMENTÁRIOS SOBRE A ELABORAÇÃO DO BALANÇO ORÇAMENTÁRIO O Balanço Orçamentário demonstrará as receitas e despesas previstas em confronto com as realizadas e para elaborá-lo deve-se observar os saldos constantes nos grupos de contas 5 e 6.00 80.000.00 64.300.200.2.00 54.200.00 5.00 DOTAÇÃO ATUALIZADA DESPESAS EMPENHADAS DESPESAS LIQUIDADAS DESPESAS PAGAS SALDO DA DOTAÇÃO DESPESAS CORRENTES PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA OUTRAS DESPESAS CORRENTES DESPESAS DE CAPITAL INVESTIMENTOS INVERSÕES FINANCEIRAS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA RESERVA DE CONTINGÊNCIA RESERVA DO RPPS SUBTOTAL DAS DESPESAS (VI) AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA/ REFINANCIAMENTO (VII) Amortização da Dívida Interna Dívida Mobiliária Outras Dívidas Amortização da Dívida Externa Dívida Mobiliária Outras Dívidas SUBTOTAL COM REFINANCIAMENTO (VIII) = (VI + VII) SUPERÁVIT (IX) TOTAL (X) = (VII + IX) (e) 26.100.00 80. as receitas e despesas previstas.2.1.00 20.00 64. 51 .2.300.000.00 5.DOTAÇÃO INICIAL DESPESAS ORÇAMENTÁRIAS (d) 26.00 71.

com base no detalhamento da conta 6.2.2.xx Crédito Empenhado a Liquidar Outras Despesas Correntes .000. Para a receita.000.2. apurando.1. basta subtrair a execução da previsão atualizada. Dessa forma. de modo que os quadros anexos não apresentarão dados. Por fim.Função: Urbanismo R$ 40.Para as despesas executadas. Para as despesas empenhadas.200.03.2.xx Crédito Empenhado Liquidado a Pagar Investimentos . O resultado orçamentário é encontrado confrontando o valor das receitas arrecadadas daquele relativo às despesas executadas.Função: Encargos Especiais Pessoal e Encargos Sociais .Destinação Ordinária .Destinação Ordinária Valor R$ 100.00 TOTAL DA DESPESA EMPENHADA (a+b+c) TOTAL DA DESPESA LIQUIDADA (b+c) R$ 64. Posteriormente. 52 . liquidada e paga.2. é necessário apenas somar. pois. No exercício não houve execução de Restos a Pagar.01. que no exercício prático. dessa forma.2.2.200.03 e 6.00 R$ 64.00 20.1.1.2.3.01.00 R$ R$ R$ R$ 100. simplificadamente. as despesas empenhadas a liquidar relativas à conta 6.xx Crédito Liquidado Pago Pessoal e Encargos Sociais .Destinação Ordinária .Destinação Ordinária .000.3. apenas inscrição.04.1 (crédito disponível da despesa).Destinação Ordinária R$ 24.3.3.00 Quanto à apuração dos valores constantes nas colunas saldo da dotação (despesas).2. o valor total da despesa liquidada.Destinação Ordinária .Função: Judiciária Investimentos .1. referentes a restos a pagar.04.1. o balanço evidencia a despesa empenhada. aquelas registradas nas contas 6.2.2. podem-se somar às despesas pagas.Função: Judiciária Outras Despesas Correntes .1.2.1.2. conferindo o respectivo resultado por meio do saldo da conta 6. no período da demonstração.00 100.000.00 (c) 6. aos valores liquidados já apurados.300. relativas aos valores liquidados a pagar e em liquidação.00 R$ 100. não há execução de restos a pagar inscritos em exercícios anteriores.3.3. é possível encontrá-lo subtraindo os valores fixados daqueles executados.1.00 (b) 6. foi um superávit orçamentário de R$ 7. pois esta informação é obtida confrontando a despesa empenhada e liquidada com a despesa paga.2. Alertamos que os anexos não devem trazer o valor inscrito no período.2.200. os anexos I e II do balanço orçamentário.3.00 R$ 24. Código Conta (a) 6. não devem ser preenchidos. pode-se preencher inicialmente as despesas pagas.00.2.00 20.02.

2.2.000.3.750..00 40. registrados nas contas 5.00 COMENTÁRIOS SOBRE A ELABORAÇÃO DO BALANÇO FINANCEIRO O Balanço Financeiro demonstrará os ingressos e dispêndios.250.300.1.000..00 Despesa Orçamentária (VI) Ordinária Vinculada Previdência Social Transferências obrigatórias de outro ente Convênios (.600.03.00 Transferências Financeiras Recebidas (II) Recebimentos Extraorçamentários (III) 26. bem como os saldos em espécie do exercício anterior e aquele que se transfere para o exercício seguinte.00 Inscrição de restos a pagar não processados 2. além dos valores ingressados a título extra-orçamentário.00 30.1. devem ser informadas todas as despesas empenhadas. Para compensar os valores empenhados ainda não pagos devem ser informados os valores inscritos em restos a pagar na coluna dos ingressos..8.7 e 5. para elaborá-lo cabe inicialmente verificar a receita orçamentária registrada na conta 6. Dessa forma.) (-) Deduções da Receita Orçamentária 71. podendo ser obtida por meio 53 . se ordinária ou vinculada.03.500.00.750.00 (IX) TOTAL (X) = (VI+VII+VIII+IX) 97.00 14.2.00 15.00 Inscrição de restos a pagar processados 100.600.300. Quanto às despesas orçamentárias.00 24. Já para os recebimentos extra-orçamentários é necessário informar os valores inscritos em restos a pagar processados e não processados. conforme descrito acima.1. registrado na conta 2.00 1. a qual traz em seu detalhamento a informação da destinação de recursos.) 64.000. que no caso prático foi de R$ 2. relativo ao recebimento de caução.7.600. A informação da despesa orçamentária deve ser evidenciada por destinação.3.00 64.500.00 Transferências Financeiras Concedidas (VII) Pagamentos Extraorçamentários (VIII) Pagamentos de restos a pagar processados Pagamentos de restos a pagar não processados Valores restituíveis 700.02 GABARITO – BALANÇO FINANCEIRO <ENTE DA FEDERAÇÃO> BALANÇO FINANCEIRO DATA DE EMISSÃO: EXERCÍCIO: PERÍODO (MÊS) : PÁGINA: INGRESSOS ESPECIFICAÇÃO Exercício Atual Exercício Anterior DISPÊNDIOS ESPECIFICAÇÃO Exercício Atual Exercício Anterior Receita Orçamentária (I) Ordinária Vinculada Previdência Social Transferências obrigatórias de outro ente Convênios Recursos Próprios Diretamente Arrecadados Operações de Crédito Alienação de Bens (.100.000.00 700. mesmo que essas ainda não tenham sido desembolsadas.00 Valores restituíveis Saldo em Espécie do Exercício Anterior (IV) TOTAL (V) = (I+II+III+IV) 97.00 Saldo em Espécie para o Exercício Seguinte 32..07.5. orçamentários e extraorçamentários.

Para finalizar o preenchimento do balanço financeiro restam informar o saldo do período anterior.1.01 a 6.1. que no exemplo foi inexistente.2.2.da soma dos saldos das contas 6. e o saldo para o exercício seguinte. 54 .3. o qual é obtido por meio da soma dos saldos das contas 1.2. devem ser informados pelo seu fluxo.1. representando essa devolução em um desembolso extraorçamentário de R$700. assim como os recebimentos.3.1.1 (caixa e equivalentes de caixa) e 1. No caso prático a caução recebida foi devolvida parcialmente.6 (depósitos restituíveis e valores vinculados).2.3. as quais trazem essa informação em seu detalhamento.04.00. Os pagamentos extra-orçamentários.1.

000.00 1.00 43.300.00 - - 60.00 43.200.000.00 Exercício Anterior - VARIAÇÕES PATRIMONIAIS QUANTITATIVAS VARIAÇÕES PATRIMONIAIS AUMENTATIVAS Impostos.00 - - - 41.03.200.MODELO NOVO EXERCÍCIO: PERIODO: MÊS DATA DE EMISSÃO: PÁGINA: Exercício Atual 117.200.000.00 21.03.000.000.600.000.00 2.03 GABARITO – DEMONSTRAÇÃO DAS VARIAÇÕES PATRIMONIAIS <ENTE DA FEDERAÇÃO> DEMONSTRAÇÃO DAS VARIAÇÕES PATRIMONIAIS . Serviços e Direitos Venda de Mercadorias Venda de Produtos Exploração de Bens e Direitos e Prestação de Serviços Variações Patrimoniais Aumentativas Financeiras Juros e Encargos de Empréstimos e Financiamentos Concedidos Juros e Encargos de Mora Variações Monetárias e Cambiais Descontos Financeiros Obtidos Remuneração de Depósitos Bancários e Aplicações Financeiras Outras Variações Patrimoniais Aumentativas – Financeiras Transferências e Delegações Recebidas Transferências Intra Governamentais Transferências Inter Governamentais Transferências das Instituições Privadas Transferências das Instituições Multigovernamentais Transferências de Consórcios Públicos Transferências do Exterior Execução Orçamentária Delegada Transferências de Pessoas Físicas Valorização e Ganhos com Ativos Reavaliação de Ativos Ganhos com Alienação Ganhos Com Incorporação de Ativos por Descobertas e Nascimentos Outras Variações Patrimoniais Aumentativas Resultado Positivo de Participações Reversão de Provisões e Ajustes de Perdas Diversas Variações Patrimoniais Aumentativas VARIAÇÕES PATRIMONIAIS DIMINUTIVAS Pessoal e Encargos Remuneração a Pessoal Encargos Patronais Benefícios a Pessoal - - 2.000. Taxas e Contribuições de Melhoria Impostos Taxas Contribuições de Melhoria Contribuições Contribuições Sociais Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico Contribuição de Iluminação Publica Contribuições de Interesse das Categorias Profissionais Exploração e Venda de Bens.07.000.00 10.00 - 400.00 21.00 - 55 .00 - 60.00 12.

Serviços e Consumo de Capital Fixo Uso de Material de Consumo Serviços Depreciação.800.Pessoal e Encargos Benefícios Previdenciários Aposentadorias e Reformas Pensões Outros Benefícios Previdenciários Benefícios Assistenciais Benefícios de Prestação Continuada Benefícios Eventuais Políticas Públicas de Transferência de Renda Outros Benefícios Assistenciais Uso De Bens.00 3.00 56 .800.00 - - - - - 75.500.00 11.00 - 14.00 - 100.000.800.000. Amortização E Exaustão Variações Patrimoniais Diminutivas Financeiras Juros e Encargos de Empréstimos e Financiamentos Obtidos Juros e Encargos de Mora Variações Monetárias e Cambiais Descontos Financeiros Concedidos Outras Variações Patrimoniais Diminutivas – Financeiras Transferências e Delegações Concedidas Transferências Intra Governamentais Transferências Inter Governamentais Transferências a Instituições Privadas Transferências a Instituições Multigovernamentais Transferências a Consórcios Públicos Transferências ao Exterior Execução Orçamentária Delegada Desvalorização e Perda de Ativos Redução a Valor Recuperável e Provisão para Perdas Perdas Com Alienação Perdas Involuntárias Tributarias Impostos.00 5.00 - 5.00 11.Outras Variações Patrimoniais Diminutivas . Taxas e Contribuições de Melhoria Contribuições Outras Variações Patrimoniais Diminutivas Premiações Resultado Negativo de Participações Incentivos Subvenções Econômicas Participações e Contribuições VPD de Constituição de Provisões Diversas Variações Patrimoniais Diminutivas Resultado Patrimonial do Período VARIAÇÕES PATRIMONIAIS QUALITATIVAS (decorrentes da execução orçamentária) Incorporação de Ativos Desincorporação de Passivos Incorporação de Passivos Desincorporação de Ativos - - - - 500.00 400.000.00 - 44.900.00 15.000.

(b) aquisição de dois veículos no valor total de R$ 24. sejam elas aumentativas ou diminutivas. relativas aos grupos 3 e 4.00 e (d) construção de ponte por meio de convênio firmado com o Estado “B” no valor de R$ 20.00. sua apuração decorre da liquidação efetiva ou em curso (em liquidação) das receitas e despesas de capital no exercício. Já para as variações qualitativas.00 com valor contábil de R$ 11. (c) alienação de um veículo no valor de R$ 14. Para facilitar o entendimento.800. destacando na DVP aquelas que representaram incorporação ou desincorporação de ativos e passivos. o que facilita o seu preenchimento.000. bem como o resultado patrimonial apurado no exercício. seguem detalhes das variações qualitativas ocorridas no exercício prático: (a) contratação de operação de crédito de curto prazo no valor de R$ 15. Quanto à informação das variações quantitativas.500.COMENTÁRIOS SOBRE A ELABORAÇÃO DA DEMONSTRAÇÃO DAS VARIAÇÕES PATRIMONIAIS (DVP) A DVP demonstrará as variações qualitativas e quantitativas ocorridas no exercício. a DVP segue estrutura similar ao plano de contas.00.000.000. 4 (variações aumentativas) e 6 (variações qualitativas – decorrentes da execução orçamentária). Para elaborá-la é necessário observar os grupos 3 (variações diminutivas). 57 . incluindo a relativa aos restos a pagar não processados.00.

00 Patrimônio Social e Capital Social Adiantamento para Futuro Aumento de Capital Reservas de Capital Ajustes de Avaliação Patrimonial Reservas de Lucros Demais Reservas Resultados Acumulados Resultado do exercício Resultados de exercícios anteriores Ajustes de exercícios anteriores (-) Ações / Cotas em Tesouraria 75.800.07.00 16.300.00 24.600.800.400.00 Obrigações Trabalhistas.00 31.03.000.00 ATIVO FINANCEIRO ATIVO PERMANENTE SALDO PATRIMONIAL 32.03.400.100. Previdenciárias e Assistenciais a Pagar a Longo Prazo Empréstimos e Financiamentos a Longo Prazo Fornecedores a Longo Prazo Obrigações Fiscais a Longo Prazo Provisões a Longo Prazo Demais Obrigações a Longo Prazo Resultado Diferido TOTAL DO PASSIVO 900.600.300.00 PASSIVO NAO-CIRCULANTE 85. Direitos e Patentes Industriais Direito de Uso de Imóveis 32. Previdenciárias e Assistenciais a Pagar a Curto Prazo Empréstimos e Financiamentos a Curto Prazo Fornecedores e Contas a Pagar a Curto Prazo Obrigações Fiscais a Curto Prazo Obrigações de Repartição a Outros Entes Provisões a Curto Prazo Demais Obrigações a Curto Prazo 40.04 GABARITO – BALANÇO PATRIMONIAL <ENTE DA FEDERAÇÃO> BALANÇO PATRIMONIAL DATA EMISSÃO: EXERCÍCIO: PERÍODO (MÊS): PÁGINA: ATIVO ESPECIFICAÇÃO Exercício Atual Exercício Anterior PASSIVO ESPECIFICAÇÃO Exercício Atual Exercício Anterior ATIVO CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa Créditos a Curto Prazo Clientes Créditos Tributários a Receber Divida Ativa Tributaria Divida Ativa não Tributaria – Clientes Créditos de Transferências a Receber Empréstimos e Financiamentos Concedidos (-) Ajuste de Perdas de Créditos a Curto Prazo Demais Créditos e Valores a Curto Prazo Investimentos e Aplicações Temporárias a Curto Prazo Estoques VPD Pagas Antecipadamente ATIVO NAO-CIRCULANTE Ativo Realizável a Longo Prazo Créditos a Longo Prazo Clientes Créditos Tributários a Receber Divida Ativa Tributaria Divida Ativa não Tributaria – Clientes Empréstimos e Financiamentos Concedidos (-) Ajuste de Perdas de Créditos a Longo Prazo Demais Créditos e Valores a Longo Prazo Investimentos e Aplicações Temporárias a Longo Prazo Estoques VPD Pagas Antecipadamente Investimentos Participações Permanentes Participações Avaliadas pelo Método de Equivalência Patrimonial Participações Avaliadas pelo Método de Custo Propriedades para Investimento Demais Investimentos Permanentes Imobilizado Bens Móveis Bens Imóveis Intangível Softwares Marcas.900.700.00 PATRIMÔNIO LÍQUIDO Exercício Atual Exercício Anterior ESPECIFICAÇÃO 85.00 Exercício Anterior 58 .00 85.900.00 1.00 PASSIVO FINANCEIRO PASSIVO PERMANENTE 25.00 Compensações ESPECIFICAÇÃO Saldo dos Atos Potenciais Ativos Exercício Atual Exercício Anterior ESPECIFICAÇÃO Saldo dos Atos Potenciais Passivos Obrigações Contratadas a executar TOTAL TOTAL Exercício Atual 1.00 PASSIVO CIRCULANTE Obrigações Trabalhistas.100.00 41.00 TOTAL 117.500.300.00 1.000.00 1.600.00 75.000.00 TOTAL DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO TOTAL 75.00 15.00 117.000.00 1.600.00 85.00 900.300.000.

sendo “F” de financeiro e “P” de permanente. Ao final do demonstrativo.550. Como no exercício prático. No exercício. expresso de forma resumida. no campo compensações. a partir do balancete contábil.<ENTE DA FEDERAÇÃO> DEMONSTRATIVO DO SUPERÁVIT/DÉFICIT FINACEIRO APURADO NO BALANÇO PATRIMONIAL EXERCÍCIO: PERÍODO (MÊS): DATA EMISSÃO: PÁGINA: DESTINAÇÃO DE RECURSOS Ordinária Vinculada Recursos próprios diretamente arrecadados Operações de crédito Alienação de bens TOTAL SUPERÁVIT/DÉFICIT FINANCEIRO (23. registro no passivo.00 7. as marcações das contas. a entidade deve observar o atributo de cada conta. relativa ao valor inscrito em restos a pagar não processados a liquidar. detalhadas até o 3º nível. uma vez que não ocorreu o fato gerador.00 15.250. com o resultado patrimonial do exercício. portanto. bem como do resultado patrimonial. cabe demonstrar a obrigação a executar. o qual representa uma obrigação no passivo financeiro. O primeiro obedece a teria contábil e o segundo. Dessa forma. que traz um viés orçamentário. se financeiro ou permanente. os valores informados são apenas relativos ao exercício atual. pois os restos a pagar não processados em liquidação e os processados já se constituem obrigação presente. dividindo os grupos em função da dependência ou não de autorização orçamentária. ou seja.00 COMENTÁRIOS SOBRE A ELABORAÇÃO DO BALANÇO PATRIMONIAL É no Balanço Patrimonial que poderá ser observada a situação patrimonial da entidade relativa ao exercício atual. é necessário observar por meio do balancete. é determinado o valor devido do ativo e passivo. 59 .320/1964. sem saldos contábeis anteriores. contendo. Para as informações relativas ao enfoque dado pela Lei nº 4. comparando-a com a do exercício anterior.320/1964. observa o enfoque da Lei nº 4. Portanto. apenas sob o enfoque da Lei nº 4. portanto.00. a entidade inicia o exercício com uma situação patrimonial nula. devendo constar no balanço as contas contábeis dos grupos 1 e 2. financeiro e permanente. demonstrado na DVP.00) 30.200. no passivo circulante pelo enfoque da teoria contábil. devem ser evidenciados os atos que possam vir a afetar o patrimônio. Note-se que tal situação ocorre apenas com os restos a pagar não processados a liquidar. Destaca-se que os resultados patrimoniais demonstrados no balanço acima apresentam uma diferença de R$ 100.500.750. No caso prático. não constando. passivo e patrimônio líquido. registrada na classe 8. A estrutura do balanço patrimonial coincide com a do balancete.320/1964. É importante observar que o novo modelo do Balanço Patrimonial demonstra a situação patrimonial sob dois enfoques. decorrente do contrato assinado. O valor do resultado acumulado no grupo do patrimônio líquido coincidirá. uma vez que o saldo anterior é zero.00 1.00 14. o primeiro passo é preencher as colunas do ativo.000. nessa situação.

segregando a destinação ordinária daquela vinculada.2. nas classes 7 e 8.2. representando a diferença positiva entre contas do ativo e passivo financeiro. Tal controle permitirá apurar a qualquer momento o superávit ou déficit financeiro por fonte de recursos. será necessário apenas observar o saldo da conta 8. para preenchimento desse demonstrativo. É importante observar que a nova estrutura do Plano de Contas Aplicado ao Setor Público prevê. o controle da disponibilidade de recursos.1. 60 . relativo ao exercício prático.1.COMENTÁRIOS SOBRE A ELABORAÇÃO DO DEMONSTRATIVO DO SUPERÁVIT FINANCEIRO Esse demonstrativo evidenciará os recursos que poderão ser utilizados no exercício seguinte por meio de créditos adicionais. Sua apuração é feita com base no Balanço Patrimonial do exercício. que retrata a disponibilidade por destinação de recursos. Dessa forma.

00 Receita de Contribuições Outras Receitas Derivadas RECEITAS ORIGINÁRIAS 2.00 14.00 FLUXOS DE CAIXA DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTO INGRESSOS ALIENAÇÃO DE BENS AMORTIZAÇÃO DE EMPRÉSTIMOS E FINANCIAMENTOS CONCEDIDOS DESEMBOLSOS AQUISIÇÃO DE ATIVO NÃO CIRCULANTE CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS E FINANCIAMENTOS 14.00 Receita de Serviços 1.200.100.000.000.00 20.00 Outras Receitas Originárias Remuneração das Disponibilidades TRANSFERÊNCIAS Intergovernamentais da União de Estados e Distrito Federal de Municípios Intragovernamentais DESEMBOLSOS PESSOAL E OUTRAS DESPESAS CORRENTES POR FUNÇÃO Judiciária Encargos Especiais (.) JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA Juros e Correção Monetária da Dívida Interna Juros e Correção Monetária da Dívida Externa Outros Encargos da Dívida TRANSFERÊNCIAS Intergovernamentais a União a Estados e Distrito Federal a Municípios Intragovernamentais 20.00 Receita Agropecuária Receita Industrial 400.000.250.000.000.00 40.00 FLUXO DE CAIXA LÍQUIDO DAS ATIVIDADES DAS OPERAÇÕES 21.07.03.00) 61 .00 100..000.00 20.00 Receita Tributária 40.00 FLUXO DE CAIXA LÍQUIDO DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTO (6.00 20.00 20.03.200.000..05 GABARITO – DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA <ENTE DA FEDERAÇÃO> DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA PERÍODO (MÊS): DATA EMISSÃO: EXERCÍCIO: PÁGINA: Exercício Atual Exercício Anterior FLUXOS DE CAIXA DAS ATIVIDADES DAS OPERAÇÕES INGRESSOS RECEITAS DERIVADAS 42.00 Receita Patrimonial 350.000.800.000.

o demonstrativo apura a geração líquida de caixa e equivalente de caixa que representa a soma dos fluxos de caixa líquidos decorrentes das operações.500. investimentos e financiamentos.2. para preencher o fluxo de caixa das atividades de operações. registradas na conta 6. Verifica-se que.2.00 COMENTÁRIOS SOBRE A ELABORAÇÃO DA DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA Por meio da DFC é possível avaliar a capacidade da entidade gerar caixa e equivalentes de caixa. Para o fluxo de financiamentos deverão ser considerados os recursos relacionados à captação e à amortização de empréstimos e financiamentos. O resultado positivo do fluxo de caixa líquido das atividades é um bom indicador. registrado na conta 6.00 31. industriais e serviços.2.2. deverão ser considerados os ingressos decorrentes de receitas tributária. bem como avaliar suas necessidades de liquidez. para elaborá-lo pelo método direto cabe observar os ingressos e desembolsos ocorridos no período.2.00 APURAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA DO PERÍODO GERAÇÃO LÍQUIDA DE CAIXA E EQUIVALENTE DE CAIXA CAIXA E EQUIVALENTE DE CAIXA INICIAL CAIXA E EQUIVALENTE DE CAIXA FINAL 31.2.300.1.1. o fluxo foi negativo. expostos ao final do demonstrativo.2.FLUXOS DE CAIXA DAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO INGRESSOS OPERAÇÕES DE CRÉDITO DESEMBOLSOS AMORTIZAÇÃO/REFINANCIAMENTO DA DÍVIDA 15. no caso prático.3. Já para os desembolsos decorrentes do fluxo de atividades deverão ser incluídas as despesas pagas relacionadas às atividades do Estado.500. 62 .1.3.2. É importante observar que o valor da geração líquida deve coincidir com a diferença entre os saldos iniciais e finais da conta de caixa e equivalentes de caixa (1. imobiliárias. A estrutura do demonstrativo segrega os fluxos por operações. registrado na conta 6.1.00 15.2 (receita realizada). Nesse caso. pois representa que houve mais ingressos que desembolsos decorrentes do negócio da entidade. indicando que houve mais desembolsos que ingressos decorrentes de investimentos.1. Dessa forma. Para o fluxo de investimentos deverá ser incluído os recursos recebidos pela alienação de bens.300.2. ocorreu apenas um ingresso decorrente de operação de crédito. investimentos e financiamentos.04 (crédito liquidado pago). registrado na conta 6. bem como o desembolso ocorrido em razão do convênio firmado para construção de ponte. Em relação ao exercício prático. Por fim.500. conforme o respectivo fluxo.1.00 FLUXO DE CAIXA LÍQUIDO DAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO 15.1). a título de investimentos.1. verificadas por meio do detalhamento da conta 6.04.

para Futuro Aumento de Capital Reserv.06 GABARITO – DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ENTE DA FEDERAÇÃO> DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES NO PATRIMÔNIO LÍQUIDO PERÍODO (MÊS): DATA EMISSÃO: EXERCÍCIO: PÁGINA: ESPECIFIC. demonstrado na DVP.900. de Capital Ajustes de Aval.00 75. Social/ Capital Social Adiant. Atual Ajustes de Exercícios Anteriores Aumento de Capital Resultado do Exercício Constituição/ Reversão de Reservas Dividendos Saldo Final Ex. a única alteração verificada foi o resultado do exercício.03. Saldo Inicial Ex. Ações / Cotas em Tesouraria TOTAL 75.00 75. Result. Acumul.07.03.00 COMENTÁRIOS SOBRE A ELABORAÇÃO DA DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES NO PATRIMÔNIO LÍQUIDO Essa demonstração evidenciará as variações ocorridas no patrimônio líquido. 63 . No exercício prático. Atual Pat.900. Pat.00 75. Reservas de Lucros Demais Reserv. ou seja. Anterior Ajustes de Exercícios Anteriores Aumento de Capital Resultado do Exercício Constituição/ Reversão de Reservas Dividendos Saldo Final Ex. demonstrará o aumento ou diminuição da riqueza no período.900.900. Anterior Saldo Inicial Ex.