39. Com relação ao Modelo de Entidades e Relacionamentos (MER), julgue os itens abaixo.

( ) Cada depósito de dados no Diagrama DFD, deve corresponder a pelo menos uma entidade do MER. ( ) Uma Entidade no MER conceitual, pode corresponder a diversas tabelas no BD relacional. ( ) Cada depósito de dados no DFD, gera no máximo uma tabela normalizada no BD. ( ) Um Relacionamento opcional no MER gera integridade referencial no BD. ( ) Cada entidade associativa, gera, no mínimo, duas integridades referenciais no BD. 40. Julgue os itens sobre normalização. ( ) Uma tabela em 3FN só possui dependência funcional parcial. ( ) Quando a chave primária de uma tabela é simples, pode-se afirmar que a tabela está em 2FN. ( ) Tabelas em 1FN podem ser criadas nos BD-R, porém apresentam redundância de dados. ( ) Tabelas em 1FN tendem a apresentar maior consistência do que em 3FN. ( ) Os SGBD-R só permitem a criação de tabelas em 3FN. 41. Relacione as sentenças com a melhor das alternativas numeradas: 1-CARDINALIDADE, 2-RELACIONAMENTO,3-ENTIDADE,4-AUTO-RELACIONAMENTO,5-ATRIBUTO. ( ) Quando 1:N, implica que a chave estrangeira reside na mesma tabela da chave primária ( ) Na notação de Peter Chen é representado(a) por um losango nomeado por um verbo. ( ) Indica a quantidade genérica de ocorrências envolvidadas no relacionamento. ( ) Propriedade que qualifica uma entidade. ( ) Objeto do mundo real sobre o qual se deseja armazenar informações. 42. ( ( ( ( ( Com relação aos Relacionamentos "Muitos/Muitos" no Modelo E-R, julgue os itens abaixo. ) Não podem ser representados diretamente nos BD relacionais. ) Inexistem do ponto de vista da modelagem de dados. ) A chave estrangeira será representada em ambas as entidades relacionadas. ) Sempre geram entidades associativas. ) Representa uma agregação de dados com itens a serem normalizados.

43. Assinale a alternativa correta: ( ) Uma tabela em 3FN é aquela que só possui dependência funcional completa. ( ) Quando a chave primária da tabela é simples pode-se afirmar que ela está em 3FN ( ) Todas as tabelas em 2FN possuem chave primária simples. ( ) Dependência transitiva ocorrre quando há relação de identificação entre componentes a PK. ( ) A normalização é uma sequência de projeções efetuadas a partir de uma estrutura de dados não normalizada. 44. ( ( ( ( ( Com relação às entidades associativas no Modelo de Entidades e Relacionamentos (MER), julgue os itens: ) Herdam as PKs das entidades associadas. ) Possuem no mínimo duas chaves estrangeiras. ) Não podem possuir outros atributos além a chave primária. ) Obrigatóriamente terão chave composta. ) Geram no mínimo duas integridades referenciais no BD.

45. As sentenças sobre normalização estão corretas EXCETO: ( ) Chave primária composta é pré-requisito para a ocorrência de dependência parcial. ( ) Tabelas em 3FN só possuem dependência funcional completa. ( ) SGBD-R só permitem a criação de estruturas de dados normalizadas ( ) Quando a PK é simples, e todos os valores são atômicos pode-se afirmar que a tabela está em 3FN. ( ) Estruturas de dados que só possuam valores atômicos estão normalizadas 46. Relacione itens numerados com a melhor das alternativas abaixo: 1-DEPENDÊNCIA PARCIAL, 2-DEPENDÊNCIA TRANSITIVA, 3-DEPENDÊNCIA COMPLETA 4-NDA ( ) Relaçào de identificação de atributos com parte da PK. ( ) Gera Chave Estrangeira que nào faz parte da PK. ( ) Ocorre quando a tabela esta em 3FN. ( ) Relaçào de identificação entre atributos que não fazem parte da PK. ( ) Ocorre quando todos atributos dependem exclusivamente da PK. 47. Com base nos verbos, identifique o tipo de relacionamento que ocorre numerando as sentenças: 1-AUTO-RELACIONAMETO,2-MÚLTIPLO, 3-DUPLO,4-COM ATRIBUTOS,5-OPCIONAL. ( ) Um pedido é REGISTRADO por um funcionário e DESPACHADO por outro. ( ) Vendedor VENDE produto para clientes. ( ) Funcionário CHEFIA orgão.

( ( 48. ( ( ( ( (

) Um advogado NOMEIA outros advogados como seu representante legal. ) Um cliente LOCA vários filmes. Com relação à normalização, assinale a alternativa incorreta. ) A 1FN possui redundância de dados ) A 2FN não possui dependências parciais ) Redundância gera inconsistência de dados. ) O mesmo conjunto de dados, normalizado segundo as mesmas regras, pode gerar resultados diferentes. ) 2FN e 3FN objetivam eliminar redundâncias.

49. Normalize a estrutura de dados VÔO, para julgar os itens abaixo. VÔO(NUMERO,ORIGEM,DESTINO,VIAGENS*(DATA,QTD-PASSAGEIROS). ( ) Serão geradas no mínimo duas tabelas. ( ) Podemos operar com apenas uma tabela sem nenhuma redundância ( ) Uma das tabelas deve ter PK composta. ( ) Deverá ser criada uma entidade associativa para registrar as viagens. ( ) Haverá uma chave estrangeira composta 50. Com relação aos níveis de abstração, julgue os itens abaixo: ( ) O modelo descritivo pode ser representado por um texto descrevendo o ambiente a ser modelado. ( ) A normalização gera o Modelo Conceitual. ( ) O dicionário de dados do MER Conceitual é igual ao do MER Operacional. ( ) O MER Conceitual deve conter somente estruturas de dados normalizadas. ( ) PK, FK e Índices são componentes fundamentais do dicionário de dados do modelo conceitual.

GABARITO 39) V V F F V 40) F V V F F 41) 4 2 1 5 3 42) V F F V V 43) V F F F V 44) V V F F V 45) 4º 46) 1 2 3 2 3 47) 3 2 5 1 4 48) 4º 49) V F V F F 50) V F F F F

BANCO DE DADOS I. RELACIONE AS SENTENÇAS COM A MELHOR DAS ALTERNATIVAS ABAIXO. 1. ENTIDADE 2. CARDINALIDADE 3. RELACIONAMENTO ( ( ( ( ( ( ( ( ( ( 4. ATRIBUTO 5. AUTO-RELACIONAMENTO 6. NDA

) Objeto do mundo real sobre o qual se deseja armazenar informações. ) Seu tipo pode ser numérico, caracter ou data; ) Possui correspondência com os depósitos de dados do DFD. ) Indica a quantidade genérica de ocorrências envolvidas no relacionamento ) Relaciona ocorrências de uma mesma entidade. ) Gera pelo menos uma tabela no banco de dados. ) Identificador único que pode ser simples ou composto. ) A bibliografia registra grande variação na sua notação (números, barras, setas, "pés de galinha", etc.) ) Representa no MER as entidades externas do DFD. ) Representa a relação entre dois conjuntos de informação no MER;

II. MARQUE 'V' PARA AS SENTENÇAS VERDADEIRAS E 'F' PARA FALSAS. ( ) Uma entidade do MER pode gerar "N" tabelas no BD. ( ) Em tabelas 3FN, todos os atributos "não chave" estão em dependência funcional completa com a chave. ( ) Entidades Associativas herdam as chaves primárias das entidades associadas. ( ) A normalização é uma seqüência de projeções, efetuadas a partir de uma estrutura de dados não atomizada. ( ) A chave estrangeira obrigatoriamente deve compor a chave primária. ( ) Os SGBD-R não permitem a criação de tabelas que contenham itens de grupo. ( ) Uma tabela normalizada só pode conter valor atômico. ( ) Quando a chave primária é simples, pode-se afirmar que a tabela não contém dependência funcional. ( ) Toda chave estrangeira é chave primária em outra tabela do banco de dados. ( ) Dependência transitiva é o nome da relação de identificação, entre componentes da chave primária. III. RESCREVA A ESTRUTURA DE DADOS EM 3FN E ELABORE O MER CORRESPONDENTE . CONTROLE DE MANUTENÇÃO DE MICROCOMPUTADORES NUM_OS DATA_OS TÉCNICO_ATENDEU MATRICULA NOME DESCRIÇÃO_DEFEITO NR_SÉRIE_MICRO PEÇAS* CÓDIGO DESCRIÇÃO OBS: "OS" significa ORDEM DE SERVIÇO. Não existem duas OS com o mesmo número. O usuário deseja montar um catalogo de peças e gerar estatísticas sobre consumo de peças e número de atendimentos.

GABARITO I)1 4 1 2 5 1 6 2 6 3 II)V V V V F V V F V F III)

PROJETO DE BANCO DE DADOS - EXERCÍCIOS I. RELACIONE AS SENTENÇAS COM A MELHOR DAS ALTERNATIVAS ABAIXO: 1. CARDINALIDADE 2. RELACIONAMENTO 3. ENTIDADE a. ( b. ( c. ( d. ( e. ( f. ( g. ( h. ( i. ( j. ( 4. AUTO-RELACIONAMENTO 5. ATRIBUTO 6. NDA

) Objeto do mundo real sobre o qual se deseja armazenar informações. ) Relaciona ocorrências de uma mesma entidade. ) Propriedade que qualifica uma entidade. ) Quando “1:N”, implica que a chave estrangeira reside na mesma tabela da chave primária. ) Representa no MER pelo menos uma tabela do banco de dados. ) Sinal que apresenta grande variação entre os diversos autores de literatura sobre MER. ) Deve gerar uma tabela do BD com no mínimo duas linhas e duas colunas ) Representa a relação entre dois conjuntos de informação no MER; ) Indica a quantidade genérica de ocorrências envolvidas no relacionamento ) Seu tipo pode ser numérico, caracter ou data;

II. MARQUE 'V' PARA AS SENTENÇAS VERDADEIRAS E 'F' PARA FALSAS. a. ( ) Dependência transitiva é o nome da relação de identificação, entre componentes da chave primária. b. ( ) Cada entidade do MER lógico gera no máximo uma tabela normalizada no BD. c. ( ) Em tabelas 3FN, todos os atributos “não chave” estão em dependência funcional completa com a chave. d. ( ) Entidades Associativas herdam as chaves primárias das entidades associadas. e. ( ) O chave estrangeira obrigatoriamente deve compor a chave primária f. ( ) A normalização é uma seqüência de projeções, efetuadas a partir de uma estrutura de dados não atomizada. g. ( ) Os SGBD-R não permitem a criação de tabelas que contenham itens de grupo. h. ( ) Uma tabela normalizada só pode conter valores atômicos. i. ( ) Quando a chave primária é simples, pode-se afirmar que a tabela não contém dependência funcional. j. ( ) Quando a chave primária é simples e os valores atômicos, pode-se afirmar que a tabela está em 2FN. IV. RESCREVA A ESTRUTURA DE DADOS EM 3FN E ELABORE O MER CORRESPONDENTE . CONTROLE DE BENEFÍCIOS MATRÍCULA_DO_FUNCIONÁRIO NOME_DO_FUNCIONÁRIO ENDEREÇO_DO_FUNCIONÁRIO BENEFÍCIOS DATA_DE_CONCESSÃO_DO_BENEFÍCIO CODIGO_DO_BENEFÍCIO NOME_DO_BENEFÍCIO (TICKETS, VALE TRANSPORTE, ASSIST. MÉDICA, BOLSA, ETC...) VALOR_DO_BENEFÍCIO OBS: Um funcionário pode receber vários benefícios, mas este deve ser cadastrado uma única vez. O valor de um benefício será igual para todos os beneficiários.

*

GABARITO
I) II) a-3, b-4, c-3, d-2, e-3, f-1, g-3, h-2, i-1, j-5 a-F, b-F, c-V, d-V, e-F, f-V, g-V, h-V, i-F, j-V