You are on page 1of 22

MINISTÉRIO SALVA-VIDAS Volume 1

:
Como estruturar um ministério salva-vidas
Davi Lago

1

Sumário

Prefácio......................................................................................................................3 I. APRESENTAÇÃO DO MINISTÉRIO SALVA-VIDAS 1. A história do ministério salva-vidas.................................................................4 2. Objetivos do ministério salva-vidas..................................................................4 3. Atividades do ministério salva-vidas...............................................................6 II. ESTRUTURANDO O MINISTÉRIO SALVA-VIDAS 1. Compreender a importância do serviço no Reino de Deus...........................7 2. Formar uma liderança.........................................................................................8 3. Preparar o treinamento.......................................................................................9 4. Recrutar os jovens..............................................................................................10 5. Realizar o treinamento e o culto de consagração..........................................10 6. A opção por um retiro espiritual.....................................................................11 7. Reunião mensal..................................................................................................11 8. Atividades de comunhão..................................................................................12 III. ESBOÇOS DAS PALESTRAS DO TREINAMENTO 1. Apresentação do ministério salva-vidas.........................................................12 2. A vida dos salva-vidas......................................................................................12 3. Salva-vidas em ação...........................................................................................16 APÊNDICES 1. Carta-compromisso dos salva-vidas...............................................................21 2. Bibliografia básica para um líder de jovens...................................................22 3. Contatos salva-vidas..........................................................................................22

2

O texto é claro e direto e procura apresentar os passos necessários para implantação do ministério salva-vidas. Este primeiro volume é destinado a pastores e líderes que desejem estruturar um ministério salva-vidas em suas igrejas. em Belo Horizonte.22). O e-book Ministério Salva-vidas Volume 1 faz parte de uma obra mais ampla que irá dissecar todo o funcionamento do ministério salva-vidas. portanto. a igreja deve estar alerta e os pastores preparados para cuidar da juventude. Desde o início da Bíblia podemos verificar como ele joga pesado com a juventude. Por isso. o ministério salva-vidas se espalhou pelo Brasil e ultrapassou as barreiras denominacionais. Há. Satanás odeia a juventude.Prefácio Pastorear jovens é um grande desafio. Iniciado na Igreja Batista Getsêmani. O ministério dos salva-vidas é uma estratégia poderosa para capacitar obreiros e entusiasmar os jovens a se envolverem nas atividades da igreja. Davi Lago Novembro 2008 3 . uma grande batalha pelo coração dos jovens. No livro do Êxodo está registrado que o faraó mandou matar todos os meninos hebreus: “o faraó ordenou a todo o seu povo: „Lancem ao Nilo todo menino recém-nascido‟” (Êx 1. O inimigo quer acabar com a força e o futuro da igreja. É na verdade um livro introdutório ao ministério salva-vidas e deve ser lido juntamente com o livro Salva-vidas: como ser um jovem radical e ativo no reino de Deus.

4 . havia na mocidade da Getsêmani apenas um pequeno grupo de jovens que apoiavam as atividades ministeriais. sem motivação e em constante mal humor. Os jovens vivem sem propósito. em 2006. O ministério salva-vidas procura ser um antídoto contra isso. O nome. em pouco tempo. Os salva-vidas tornam-se uma verdadeira família. APRESENTAÇÃO DO MINISTÉRIO SALVA-VIDAS 1. Pesquisei inúmeros ministérios com jovens e escrevi uma apostila para treinar os jovens que quisessem trabalhar ativamente na igreja. todos os obreiros no ministério com jovens da Igreja Batista Getsêmani passaram a ser chamados de “salva-vidas”. Era um visual muito inadequado para um culto de jovens. A idéia se expandiu além do previsto: a despretensiosa apostila tomou a forma de livro e outras igrejas pelo Brasil também reestruturaram seus ministérios com jovens com as estratégias dos salvavidas. nosso número de obreiros passou de nove para mais de cem. e não apenas ouvintes” (Tg 1. Despertar nos jovens o desejo de trabalhar na igreja. A Igreja Batista Getsêmani. A história do ministério salva-vidas O ministério salva-vidas nasceu na mocidade da Igreja Batista Getsêmani em Belo Horizonte em junho de 2006.22). A roupagem do ministério salva-vidas é contemporânea. possui um ministério com jovens abençoado por Deus. Foi então que tive a idéia de trocar o colete vinho por um colete vermelho de salva-vidas que trabalham nas praias.I. Semanalmente cerca de mil e quinhentos jovens se reúnem nos cultos de sábado para adorar ao Senhor Jesus. o colete. Esses jovens vestiam um colete vinho com uma estampa nas costas onde estava escrito “conselheiro”. Os salva-vidas contagiam os jovens. A partir daí comecei a elaborar um projeto para reestruturar o apoio ministerial no culto da mocidade. A Bíblia diz: “Sejam praticantes da palavra. Isso é atraente para o jovem. Os salva-vidas procuram incentivar os jovens ao serviço. a braçadeira e demais itens do ministério falam na linguagem dos jovens. 2. Uma das características dos jovens na pós-modernidade é a acomodação. Os salva-vidas são dinâmicos. Portanto. No entanto. presidida pelo Pastor Jorge Linhares há 30 anos. Objetivos do ministério salva-vidas O ministério salva-vidas existe para glorificar a Deus e tem os seguintes objetivos: 1. O nome da apostila foi conseqüência da idéia do colete: “Salva-vidas”. Esses sintomas também afetam os jovens na igreja. As igrejas estão cheias de jovens acomodados nos bancos. Tudo isso colabora para que os jovens sintam-se entusiasmados para trabalharem na igreja. O projeto prosperou e.

5 . 4. Oferecer exemplos e referências de vida para a juventude. A Bíblia diz que Deus levanta líderes na igreja “com o fim de preparar os santos para a obra do ministério” (Ef 4. no amor. mas seja um exemplo para os fiéis na palavra. de ícones.12).12). acessar os sites que ele acessa.12). cada um conforme o dom que recebeu. 5. 7. Repetimos as palavras de Paulo ao jovem líder Timóteo. Através do treinamento os jovens podem otimizar seus talentos e colocados a serviço do reino. Deus vai moldando seu caráter. Nem todos são chamados para pregar no púlpito. Cada um tem alguma coisa a realizar no seio da Igreja de Cristo. “ninguém o despreze pelo fato de você ser jovem” (1Tm 4. 2. como oferecem espaço na igreja para todos trabalharem. “Temos diferentes dons. de exemplos para seguirem. Na medida em que um jovem trabalha. Mas todos podem ser salva-vidas.6). de acordo com os dons que recebeu. de acordo com a graça que nos foi dada” (Rm 12. eles procuram por uma tribo atrativa. com dedicação e amor. O ministério salva-vidas está preocupado com as almas que não conhecem a Cristo. confirmando seu chamado e preparando para a liderança. 3. ler os livros que ele lê. no procedimento. Você pode ouvir as músicas que um salva-vidas ouve. Levar os jovens a desenvolver seus dons espirituais. pois as atividades que os salva-vidas realizam são deveres de todo cristão. Os salva-vidas são jovens exemplares. Salvar vidas. Vale ressaltar que vários jovens têm treinado outros jovens pelo Brasil nos ministérios salva-vidas. Treinar os jovens para trabalharem na igreja. Eles estão em busca de uma identidade. 6. precisamos colocá-los em ação. Oferecer espaço para todos trabalharem na igreja. os salva-vidas são modelos para a juventude. O ministério salvavidas abre espaço para que cada um desenvolva seus próprios dons espirituais.A Igreja Unida de Belo Horizonte criou um slogan interessante para seu ministério salva-vidas: “novos obreiros para uma nova igreja”. ou para ser missionário em uma terra distante. ou para tocar instrumentos no louvor. É fácil identificar os jovens que se empenham no serviço. enfim. Os salva-vidas não apenas incentivam os jovens ao serviço no reino de Deus. Através do ministério salva-vidas. O ministério salva-vidas oferece suporte e treinamento contínuo para que os jovens sejam capacitados para o serviço na igreja. Os salva-vidas devem ser referências da vida plena e abundante que só existe em Jesus.10). novos líderes emergem na igreja. freqüentar os locais que ele freqüenta. Por isso nos esforçamos ao máximo para levar as pessoas ao Salvador. como bons despenseiros da multiforme graça de Deus” (1Pd 4. Os salva-vidas objetivam ser jovens cristãos exemplares. Todos nós temos dons espirituais. Formar novos líderes. na fé e na pureza” (1Tm 4. “Ninguém o despreze pelo fato de você ser jovem. Os jovens estão atrás de modelos. “Servi uns aos outros.

Recepcionar visitantes nos cultos. aplicando as Escrituras à vida e. Precisamos ser uma igreja unânime em oração. “Sejam sábios no procedimento para com os de fora. aprendendo a resolver os problemas biblicamente. Os salva-vidas formam um exército de oração. acreditamos no apelo como um instrumento importante para abrir uma porta de comunicação com os não-crentes. Com vergonha do Evangelho. Isso ocorre porque.17). O apelo não é uma condição para a salvação. 1997. O apelo não é autoconversão. 1 MACARTHUR JR. compromisso e seriedade da igreja. São José dos Campos: Fiel. Todos os salva-vidas têm a missão de interceder durante a semana pelo ministério com jovens e por toda a igreja. O seu falar seja sempre agradável e temperado com sal. centradas no ensino de verdades bíblicas. John F. p. Sem oração não chegaremos a lugar algum. Nós vencemos a batalha nos joelhos. “Vão e façam discípulos de todas as nações. “Habite ricamente em vós a palavra de Cristo. mas todos nós. deste modo. Os salva-vidas devem ser guerreiros de oração. louvando a Deus” (Cl 3. Os salva-vidas são discipuladores. são centenas de jovens visitando os cultos toda semana. recebe um livro sobre os primeiros passos na fé cristã e preenche uma ficha solicitando ou não uma visita. aceitando a Cristo. 6 .16). Atividades do ministério salva-vidas O ministério salva-vidas realiza as seguintes atividades: 1. “Orem continuamente” (1Ts 5. de fato. Os salva-vidas estão preparados para receber as pessoas que fazem uma decisão por Cristo nos finais de cada culto. todo que aceita o convite do apelo. Eles chegam uma hora mais cedo para orar pelo culto e mantêm oração ininterrupta durante a reunião. não apenas uns poucos.19-20). Discipular os novos convertidos. É importante frisar que o apelo é apenas uma das formas de exigir das pessoas compromisso com a mensagem. Em nossa igreja. Interceder pela igreja. Não somos ingênuos a ponto de pensar que todos que aceitam o apelo estão. 5. Um homem de joelhos na presença de Deus pode mais que milhões escudados na força da carne. Todos jovens que se decidem por Cristo são acompanhados por um salva-vidas. aproveitem ao máximo todas as oportunidades. ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei” (Mt 28.3. No entanto. A recepção demonstra o preparo. É preciso preparo para receber essa multidão. O livro que distribuímos e as visitas realizadas têm sido muito relevantes na evangelização. Aconselhar. O ato de “vir à frente” não salva ninguém. 214. O discipulado requer tempo e envolvimento pessoal com os crentes”1.9). batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. instruí-vos e aconselhai-vos mutuamente em toda a sabedoria. em nossa igreja. Os salva-vidas são intercessores. para que saibam como responder a cada um” (Cl 4.5-6). 4. 3. Os salva-vidas são jovens preparados para aconselhar outros jovens. 2. John MacArthur explica que “discipulado é o ministério de desenvolver amizades espirituais profundas. “A salvação pertence ao Senhor!” (Jn 2. Receber as pessoas no apelo de salvação.

Compreender a importância do serviço no Reino de Deus O primeiro passo na estruturação de um ministério salva-vidas é a compreensão do líder da importância do serviço no reino de Deus. Mas também é preciso que o líder dos salva-vidas tenha uma visão elevada do serviço dos primeiros cristãos. Ninguém é inferior a um escravo. Todos os dias. continuavam a reunir-se no pátio do templo. e 7 .43-45). Jesus se tornou um escravo. A Bíblia diz que se cada uma das coisas que Jesus fez fosse registrada. seus discípulos continuaram suas obras na terra.4-12). “nem mesmo no mundo inteiro haveria espaço suficiente para os livros que seriam escritos” (Jo 21. e quem quiser ser o primeiro deverá ser escravo de todos. enviar emails. Ele é o modelo supremo do serviço. Os que criam mantinham-se unidos e tinham tudo em comum. Todos estavam cheios de temor. Os salva-vidas são.25). atender emergências. Ou seja: devem estar disponíveis para carregar coisas. o projeto não andará para frente. Jesus deixou o exemplo aos seus seguidores. O Senhor Jesus é nossa referência de serviço. Vendendo suas propriedades e bens. resolver problemas. é fundamental que o líder tenha uma visão elevada do serviço de Cristo. ESTRUTURANDO O MINISTÉRIO SALVA-VIDAS 1. portanto. Partiam o pão em suas casas. e muitas maravilhas e sinais eram feitos pelos apóstolos. II.1321). Apoiar todas as programações da igreja. ele lavou os pés dos seus discípulos (Jo 13. ele mesmo fez o lodo com o qual ungiu e curou o cego (João 9. Ele foi o maior de todos os servos. Por fim.6. O escravo é aquele que não tem vontade própria. não tem direitos. Pois nem mesmo o Filho do homem veio para ser servido. mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos” (Mc 10.6). Por isso. telefonar. Ele andou por todos os lados servindo as pessoas. um grupo dinâmico de obreiros cristãos preparados para trabalhar no ministério com jovens. distribuíam a cada um conforme a sua necessidade. Jesus se tornou o menor de todos ao nascer. Ele mesmo serviu o pão (Mt 14. ao partir do pão e às orações. não tem nenhuma proteção e está sujeito aos trabalhos mais humilhantes existentes. ele tocou e curou coxos. Jesus veio para nos servir. Jesus nos ensina a servir o próximo. leprosos. “Eles se dedicavam ao ensino dos apóstolos e à comunhão. os salva-vidas têm o objetivo de dar apoio a todos os eventos e programações da igreja. Se o líder não estiver em chamas para Deus. hemorrágicos. Cristo redefiniu o que é grandeza quando disse: “Quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo. é o menos valorizado de todos. distribuir panfletos e tudo o que for necessário. Quando Jesus subiu aos céus. O servo/escravo é o sujeito mais oprimido de todos.

que serviram o reino colocando tudo que tinham a disposição do Senhor. Deve ser alguém íntegro. Não pode sair contanto histórias de casa em casa. Nottingham. 6. mas para servir (Mt 10. Não pode mentir. “Não amigos de lucros desonestos” (1Tm 3. “Devem apegar-se ao mistério da fé com a consciência limpa” (1Tm 3. deve estar alerta e sóbria. mas agora reveladas”. sério. caso contrário terão uma consciência corrompida. se não houver nada contra eles. Neste texto aprendemos como os seguidores de Jesus serviam uns aos outros. reunimos três líderes e uma secretária. Sempre deve contribuir com o Reino e nunca ser alguém ganancioso e escravizado ao dinheiro. 3. É impossível servir a 2 STOTT. The living church.8).78.8). em qualquer liderança cristã. O líder precisa ter palavra.juntos participavam das refeições com alegria e sinceridade de coração. “Não amigos de muito vinho” (1Tm 3. “Devem ser dignos” (1Tm 3. Um líder na igreja precisa ser digno de respeito. louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo. Formar uma liderança O líder precisa estruturar uma equipe com outros líderes para auxiliálo no ministério salva-vidas.8). p. O líder deve ser honesto. “Devem primeiramente ser experimentados.45). Não pode ser difamador. As grandes doutrinas da fé são ocultas para os de fora da fé. E o Senhor lhes acrescentava diariamente os que iam sendo salvos”(Atos 2. reto.10). Apresentei o projeto. do serviço”2. O líder deve ser um homem de fé apegado à Palavra de Deus. que atuem como diáconos (servos)” (1Tm 3. A história da igreja é uma história de serviço. 2. Não pode dizer uma coisa a alguém e outra coisa a outro. Não pode dizer uma coisa enquanto estiver pensando em outra. Porque nós somos seguidores daquele que disse que não veio para ser servido. Deve zelar pela sua reputação. É impossível fazer tudo sozinho. 2. O líder precisa ter noção de como existiram homens na história da igreja. 5. Escolha para a liderança pessoas maduras na fé e que se enquadrem nos padrões bíblicos descritos em 1Timóteo 3: 1. conversamos durante algumas semanas e oramos bastante. Não pode haver rachaduras no caráter do líder. mas podem ser compreendidas pelos que crêem no Senhor. 4. Em nossa igreja.9). “Homens de palavra” (1Tm 3. Qualquer pessoa. England: Intervasity Press. Concluo essa divisão com palavras de John Stott: “Todos os cristãos são chamados para o ministério. Os líderes devem compreender a doutrina cristã e lhe obedecer de boa consciência. depois. íntegro e prudente na vida financeira.42-47). John. é inconcebível que vivamos de outra forma que não seja pelo caminho do ministério.8). O termo “mistério” significa “verdades outrora ocultas. 8 . 2007.

13). Confeccione os coletes. Portanto. “Os que servirem bem alcançarão uma excelente posição e grande determinação na fé em Cristo Jesus” (1Tm 3. 5. Reserve data e local na agenda da igreja. 3. ouvir uma palestra de 2h30 pode ser cansativo. Na nossa igreja o colete é vermelho com uma cruz branca estampada nas costas. Por isso. O líder deve usar o cargo. Na Igreja Batista Central de Cuiabá (MT) os jovens fizeram camisetas pretas com uma cruz vermelha estampada para seu 1º Encontro de Salva-vidas. Preparar o treinamento Para organizar o treinamento dos salva-vidas siga os seguintes passos: 1. 7. convide pessoas que atendam esses requisitos bíblicos e compartilhe a visão e o projeto do ministério salva-vidas. Por isso. O treinamento salva-vidas pode ser realizado em um dia só. orem juntos para o inicio do trabalho. é fundamental que o líder leia “Salva-vidas” para entender como funciona a dinâmica do ministério. não apenas ocupá-lo. O líder deve ser uma pessoa idônea e ao mesmo tempo organizada. O treinamento básico tem cargahorária de 2h30. como pode realizar trabalho de mais responsabilidade na igreja de Deus? 8. Na Igreja Cristã de Suzano (SP) as cores são vermelho e amarelo. Leia e estude o livro “Salva-vidas – como ser um jovem radical e ativo no reino de Deus”. Depois. é dos mais sublimes. um comportamento que comprove seu desejo de servir. Esses esboços são baseados no livro “Salva-vidas”. Tenha liberdade para confeccionar os coletes. para o perfeito desempenho do seu ministério. Reserve um espaço para a realização do treinamento e agende uma data. se alguém não dirige bem a sua casa e não encaminha com segurança seus filhos. mas camisetas vermelhas com cruzes brancas.12). Faça um banner para seu ministério. Elabore um banner salva-vidas. Contudo. “O diácono (servo) deve ser marido de uma só mulher e governar bem seus filhos e sua própria casa” (1Tm 3. 4. precisa ter um testemunho. Prepare um coffee break. é recomendável que haja uma pausa para um rápido lanche. O exemplo de Paulo. Na Igreja Batista de Divinópolis (MG) não há coletes. Todo o ministério salva-vidas está baseado nas instruções contidas nesse livro. 6.Deus apenas da boca pra fora. Leia e estude os esboços das palestras do treinamento que estão no terceiro capítulo do presente e-book. tirado da vida doméstica. Toda pessoa que aspira trabalhar na obra. Disponibilizei no final deste e-book os esboços para que você possa ministrar as aulas do treinamento. 3. 9 . precisa demonstrar essa disposição em atos concretos. 2. realmente.

Anuncie a data do treinamento. No Congresso de Jovens Loucos por Jesus em outubro de 2008. é apenas uma idéia simpática. Devemos cooperar com o Reino de Deus (1Co 3.8).14). Geralmente eu prego a mensagem “10 motivos decisivos para você ser um salva-vidas”. 9.9). Quem é ativo no reino de Deus cresce espiritualmente. Recrutar os jovens Uma vez que a equipe de líderes estiver formada e o treinamento preparado. no boletim. Pregue sobre a importância de ser um salva-vidas. Para isso.38). Procure fazer um culto festivo para comemorar a formação da equipe de salva-vidas. Explique o que é o ministério salva-vidas. é hora de recrutar os jovens para participarem do ministério. 4. Ore e imponha a mão sobre os jovens. Se não houver paixão na descrição. 5. A primeira turma de salva-vidas foi composta por trinta jovens. 6. Pregue sobre salvar vidas. seus objetivos e suas atividades. Divulgue o treinamento do ministério salva-vidas nos cultos.4. Devemos interceder (1Ts 5. Devemos frutificar espiritualmente (Jo 15. Durante a apresentação seja o mais claro possível. Devemos desenvolver nossos dons espirituais (1Pd 4. Você precisa incendiar sua mocidade com o desejo de trabalhar na igreja. Devemos seguir o exemplo de Cristo (Jo 13. Devemos ser exemplos para os fiéis (1Tm 4. Se apenas dez jovens estiverem dispostos. 10 motivos decisivos para você ser um salva-vidas 1. o número de salvavidas de nossa igreja ultrapassou 200 membros. 2.15). 7. sua história. Jesus abençoou todos seus 10 . Milhões de almas caminham em ritmo frenético para o inferno. 3. Em pouco tempo esse número se multiplicará.12). então sua visão não é transferível. 10. Todos servos fiéis serão recompensados (1Tm 3.10). Realizar o treinamento e o culto de consagração Não se importe com o número de jovens que atenderão o convite para participar do ministério salva-vidas. mas poucos são os ceifeiros (Mt 9. Fale tudo com paixão e desafie os jovens. 8. comece o ministério com esses dez. Apresente o projeto salva-vidas nos cultos. 5. nos quadros de aviso etc. 3. A paixão é contagiante.13). 2. A colheita é grande.37.14. A imposição de mãos tem grande significação na Bíblia. Este número cresceu mais de dez vezes em dois anos. Entre várias significações podemos destacar: os pais abençoavam seus filhos estendendo as mãos sobre eles (Gn 48. no site de sua igreja. faça o seguinte: 1.17).

19). algumas sugestões: 1. etc. Peça para os salva-vidas opinarem sobre o andamento do ministério e realize fóruns de discussão para solucionar problemas.13. Grave as mensagens em vídeo. criando uma comunidade de edificação mútua. Organize a infra-estrutura. a intercessão. Prepare e expanda as palestras. o recrutamento dos jovens e o culto de consagração pode ser realizado em um retiro espiritual. No entanto. mesa-redonda. 6. Prepare várias pregações sobre o tema salva-vidas expandindo os esboços das palestras de treinamento. A imposição de mãos também. descontração. Em vez de realizar o treinamento na igreja. Traga mensagens focadas para o serviço na igreja. Faça uma escala e permita sempre que um salva-vidas traga uma reflexão devocional breve.6).50). Não monte um retiro “seco”. vídeo. ou cd. At 6. 3. organize a cozinha. Molde a reunião da maneira que for melhor para seu grupo. as bandas. A opção por um retiro espiritual Todo o procedimento aqui relatado sobre o treinamento. você pode fazer tudo num único retiro ou acampamento de salva-vidas. fórum. É um momento para comunhão. Prepare uma programação variada. É recomendável que você grave em dvd. Essas gravações poderão circular pelos diversos ministérios salva-vidas espalhados pelo Brasil. 4. Inclua na programação teatro.18. Escale os jovens para compartilharem reflexões bíblicas. a melhor data. abra espaço para que os salva-vidas também possam falar na reunião. grupos de comunhão. Para esse retiro: 1. edificação e oração. dança.discípulos antes de subir ao céu (Lc 24. 2. Além da sua própria palavra como líder do ministério. Organize fóruns. etc. 7. Essa é uma opção que você pode seguir. o transporte. entrevistas. 11 . A imposição de mãos era um ato medianeiro quando os apóstolos transferiam o poder do Espírito Santo sobre as pessoas (At 8. o som. etc. simboliza a transferência de poder (2Rs 2. Separe um local para o retiro. Reunião mensal É importante que você realize uma reunião mensal fixa com os salvavidas de sua igreja. 3. 2. as mensagens que você pregar nas reuniões mensais. Prepare uma palavra de encorajamento.

Receber as pessoas no apelo de salvação. História do ministério salva-vidas 2. festa de aniversário.8. Discipular os novos convertidos. As atividades de comunhão integram o grupo e o mantém unido. Salvar vidas. Atividades de comunhão Além das reuniões mensais. A vida dos salva-vidas Leitura: “Atente bem para sua própria vida e para a doutrina. passeios. Oferecer exemplos e referências de vida para a juventude. ESBOÇOS DAS PALESTRAS DE TREINAMENTO Palestra nº1. 6. Apresentação do ministério salva-vidas Esta palestra introdutória deve seguir o conteúdo do capítulo I deste livro. 3. Aconselhar. Treinar os jovens para trabalharem na igreja. 2. café da manhã. intercâmbios com outras igrejas.16). 5. pois. Atividades do ministério salva-vidas 1. futebol. 4. os salva-vidas precisam organizar atividades especificamente voltadas para comunhão. agindo assim. caminhada ecológica. 4. 6. 7. 3. Recepcionar visitantes nos cultos. Levar os jovens a desenvolver seus dons espirituais. 5. pescaria. Interceder pela igreja. Palestra nº2. III. Apoiar todas as programações da igreja. Formar novos líderes. 2. 1. 12 . As possibilidades são inúmeras: churrasco no sítio. Objetivos do ministério salva-vidas 1. você salvará tanto a si mesmo quanto aos que o ouvem” (1Tm 4. Oferecer espaço para todos trabalharem na igreja. Despertar nos jovens o desejo de trabalhar na igreja. 3. perseverando nesses deveres.

15-16.O álcool cria um hábito maléfico (1Co 6.Transforma positivamente as civilizações mais que qualquer outro livro. .Os profetas condenam os alcoólatras (Jl 1. Santidade (2Tm 2. Hc 2. palavrões. Por isso é importante estudarmos quais devem ser as características da vida de um salva-vidas: 1.Introdução Só pode socorrer o outro quem está a salvo.Narra a vida e o ensino da maior figura da História.É de longe o livro mais influente da História humana.Possui perfeita harmonia e coerência interna.18). . .O álcool é um falso escape (Lc 21.Os bêbados irão para o inferno (1Co 6. .A embriaguez conduz à devassidão (Ef 5. .5. . Leitura bíblica (2Tm 2. . i) Santidade na sexualidade.1) . Jesus Cristo. Somente quem tiver sua vida salva pode ser um salva-vidas. Is 5.Sensualidade.É o livro mais lido. .A embriaguez destrói a família (Pv 23. . c) Santidade nos ouvidos. .22). traduzido e difundido do mundo. h) Santidade no guarda-roupa. g) Santidade contra os vícios. 2.Roupas são uma forma de linguagem. 13 .Malefícios do álcool: . .22). f) Santidade na boca. a) A supremacia da Bíblia.O álcool produz morte (Pv 20. a) Santidade nas amizades. .15).20-21).12).Ela afirma centenas de vezes ser a verdadeira Palavra de Deus. e) Santidade nos pensamentos. . .34). .“Vigie seus olhos”. b) Santidade nos ambientes.Não falar mentiras.19).Contém profecias que se cumpriram centenas de anos mais tarde. .10). d) Santidade nos olhos. .O álcool destrói o corpo (1Co 6. .

. .Transformou a vida de milhões de pessoas ao longo da História.11).1).É indestrutível. .Invista em uma Bíblia. .7). sempre relevante e nunca obsoleto.16).Possui em seus ensinos beleza majestosa e profundidade insuperável. 14 . .Sem a Palavra não podemos ser verdadeiros discípulos de Cristo (Jo 8.1-3). descreve personagens e eventos comprovados arqueologicamente. .O Todo Poderoso se inclina para nos ouvir (Sl 116. .A Palavra nos dá alegria (Jo 15.É o documento mais confiável da Antiguidade: . . . 3 3.Oração opera milagres.É geográfica e historicamente precisa. sempre atual.Alimentar-se com a Palavra é mais importante que alimentar-se com comida (Mt 4. .Memorize versículos.13).A Bíblia nos dá certeza da salvação (1Jo 5. .O estudo da Palavra nos purifica e nos adverte contra o pecado: (Jo 17.Separe tempo para leitura devocional e tempo para o estudo. .17).Jesus não dava um passo sem orar. . .Cheios da Palavra não caímos em armadilhas (Mt 22.A Bíblia nos dá confiança e poder na oração (Jo 15. que foram salvas pelo poder de Jesus Cristo.105).A Bíblia nos torna crentes e pessoas mais fortes e bemaventuradas (Sl 1.29).Inicie a leitura com uma oração curta.4). . . . . . releia e treleia o texto.É um Livro vivo. .Leia.. . . c) Como ler e estudar a Bíblia.Narra fatos. . .Interprete corretamente.Medite em tudo que você ler.Carregue com você uma Bíblia pequena.Faça anotações.É uma ordem: devemos ser cheios da Palavra (Cl 3.Adquira ferramentas para o estudo bíblico. .A Palavra nos orienta nas decisões importantes da vida (Sl 119. a) A necessidade da oração.8).31). .Não podemos terceirizar a oração. . b) A necessidade do estudo bíblico. . . Oração (1Tm 2.

. . .Cada crente é dotado de dons diferentes. . . .Ore início do dia.Prestação de contas.Humildade.Arão e Miriã (Nm 12).Sempre presta contas a alguém.Hb 13.Alegria (Sl 100.20-27). . . 4. .Começar orando pouco. . .Jejum é um exercício espiritual. etc.Adão e Eva (Gn 2.A rebelião de Cão (Gn 9.Tenha um espírito de obediência.16-17/ 3.1-2).Caderno de oração.10).2).14). 13/ 1Tm 5.Aprendemos orar orando: COLIN DYE.1Ts 5.A origem de Satanás (Is 14. 5. . O que os outros dizem de mim? O que me incomoda na igreja? 6.18.David Kornfield sugere três perguntas: O que gosto de fazer? Deus escreveu sua vontade dentro de nós. é fome de Deus. moral frouxa. Desenvolvimento dos dons espirituais (1Tm 4.Jejum não é greve de fome.Local apropriado. .Tenha a mesma atitude de Jesus. 15 .Excelência (Jr 48.1-6).12. .Mundo prega rebeldia: liberalismo. . a) A rebelião e suas conseqüências.Sinceridade. .Devemos orar pra ter vontade de orar.14).Fogo estranho oferecido por Nadabe e Abiu (Lv 10.Reconheça autoridade. Rebeldia é pecado sério. . .b) Como orar. .15-16.Não atropele os outros. . . Disposição para trabalhar (1Tm 1. .Orar pelos líderes.Vencer falta de vontade.19). . .Como descobrir meus dons? .17.12-14/ Ez 28. . .Não arma complôs.Pontualidade. b) Lições práticas sobre submissão: .17/ 1Co 16. Submissão espiritual (1Tm 4. . . . .Separar tempo. .13-17). .

2). Preparação para o culto . . para que saibam como responder a cada um” (Cl 4.Posicionar nas entradas. . . . 3% mudam para outro lugar.“Sejam sábios no procedimento para com os de fora.. O seu falar seja sempre agradável e temperado com sal.Interceder é clamar em favor de alguém. aproveitem ao máximo todas as oportunidades.Boa recepção é importante porque quebra apreensão das pessoas. 5% encontram um preço melhor. mas 18h começa a intercessão.5-6). 9% mudam em função de conveniência. 16 . .Boa recepção é importante porque as pessoas já formam uma opinião quando entram na igreja. convide alguém para participar do culto.Boa recepção é importante porque demonstra preparo.Intercessão antes do culto enche a atmosfera com a presença de Deus. .Colete e braçadeira dos salva-vidas.Ore antes de vir ao culto. Salva-vidas em ação 1. . .Culto começa na sua casa. Palestra nº3.Intercessão prepara a pregação. . 14% descontentamento pessoal. não fala levianamente porque tem senso de autoridade. Intercessão .Os salva-vidas oram em uma sala especial.Venha com alegria ao culto (Sl 100. . está sob controle. .Nosso culto de jovens começa 19h.A intercessão é ininterrupta durante o culto: há uma escala de oração.Recepção viva. . 3. Recepção . 68% em função de mau atendimento. 2.Intercessão traz necessitados aos cultos.Mantém sua boca fechada.Intercessão abençoa os cânticos.Durante a semana. . . . . .Pesquisas sobre clientela Standart Oil Company: “Por que os clientes mudam de produto?”: 1% dos clientes morrem.

não deixe pessoa deslocada. .Contribuição. . .Incrédulos pulam nos estádios porque não conhecem Jesus.Permanecer em espírito de oração. . . Ofertório .Acomodação. . . . . Mas a proclamação do evangelho nunca é em vão: ele leva pessoas à Cristo e torna as demais indesculpáveis”.A pregação do evangelho deve comunicar com urgência a necessidade de uma resposta individual.Conhecer templo.O ato de “vir à frente” não salva ninguém. ..O apelo não é auto-conversão.“A resposta ao evangelho é variada. . . .Zelo idades diferentes.Memorize o nome.Vibração.Carona. alegria.Nada vale empolgação que não gera transformação.Guarda-chuvas.Nunca pressionar uma decisão dos não-crentes.Atmosfera atraente. . .Sem preconceitos. Louvor . . 5.“Entre vocês há alguém que se sente feliz? Que ele cante louvores!” (Tg 5.Zelo com sexo oposto. . .13). 6. 17 .Calor.O apelo não é manipulação psicológica.Conhecer programações. precisamos insistir com os homens para que o recebam”.John Stott disse: “Não basta ensinar o evangelho. .Olhar nos olhos. . b) Como atuar no apelo.O apelo não é uma condição para a salvação. .Posição nos gasofilácios. . .Cartão/folder com programação. .Mau hálito. . .Não virar costas. 4. nos corredores e no meio do povo.Conhecer liderança. Há os que recebem e os que rejeitam. para contato no fim do culto. Apelo a) O que é o apelo.Os salva-vidas devem se posicionar na frente do altar. . . .

apertar. . Bíblias.Levar os decididos para sala anexa dentro do templo. .Não colocar a mão na cabeça.Está em processo de santificação.Estabeleça uma amizade. 7. . . 18 .Não distrair quem aceitou o apelo.Entregar livretos. panfletos evangelísticos voltados para jovens. etc.Grupos pequenos.  Ser membro é estar em comunhão com o povo de Deus e com o Senhor.O novo membro precisa ser arrancado do antigo modo de viver.Esteja disponível para ele. Como discipular o recém-batizado . . Discipulado . Visitação a) Características de um bom visitador. .  Ser membro dá ao crente uma família espiritual para apoiá-lo e encorajá-lo em seu caminhar com Cristo. . a missão da igreja é a comunhão e a edificação.  Em relação ao mundo. .O batismo é o próximo passo depois da conversão..  Igreja não é um prédio. 8.O batismo é uma declaração pública de nossa fé em Jesus.Conversem sobre a Palavra.  Comunidade de todos os que foram salvos.Os rapazes devem se aproximar dos rapazes e as moças das moças sem movimentos bruscos.Ser cheio do Espírito Santo.Encorajar o novo membro a manter a freqüência aos cultos. . . .  Ser membro concede a consciência da necessidade de crescer. .Preencher a “ficha de decisão”. etc. boletins da igreja. .Encorajá-lo na sua vida devocional .  Em relação aos cristãos. a missão da igreja é a adoração.  Ser membro coloca o novo cristão sob a proteção espiritual de líderes que seguem a Deus.O novo crente precisa compreender o que é a igreja e porque deve fazer parte dela. Como preparar o recém-convertido para o batismo. . a missão da igreja é a evangelização e a misericórdia.Explique ao recém-convertido a importância de ser membro da igreja:  Ser membro identifica uma pessoa como crente.  Em relação a Deus. .É um símbolo do início da vida cristã. .

amor. .Demonstre amor e interesse pelo aconselhado. Cl 3.Aconselhamento é envolvimento. amizade.Apresentar aspecto agradável. . .Ler versos da Bíblia. . .Pedir licença. 9.Conservar a saúde.O aconselhamento bíblico trata-se de descobrir as causas dos problemas e aplicar princípios bíblicos a essas causas. . . . . .Determinar o objetivo da visita. .Falar claramente.Estar bem informado. . não citar.Rm 15. . .Orar.Se possível.13.Preparar contra as desculpas.Orar. . 1Ts 4. b) Orientações para conselheiros.Dirigir a conversação. .Mentalmente alerta.16.Conhecer o indivíduo. .Saber guardar segredos. .Induza a pessoa a falar.Ir embora.Saudação. etc). .Paciência.Aconselhamento não é apenas “pregar” para a pessoa e abandoná-la..Hora apropriada. . .Demonstrar amizade.Mostre interesse pela pessoa. .14.Tenha compaixão genuína do aconselhado.Voz agradável. . b) A preparação para a visita.18. . Hb 3. . . comprar lembrancinha (caixa de bombom.Sorriso. .Postura reta.Mostrar confiança.Coragem. . . . . Aconselhamento a) Necessidade do aconselhamento bíblico. . . 19 .Faça a pessoa sentir que é apreciada.Evite discussões. . .Use nome do sujeito.Boa apresentação. c) Como visitar. .

Seja sincero e prudente. . . . nem relaxada demais. . pois o trabalho de vocês será recompensado” (2Cr 15. . .“Sejam fortes e não desanimem.13).Não direcione a pessoa para uma falsa esperança. 20 .Seja paciente enquanto a outra pessoa fala.Sempre que o problema for sério. pois vocês sabem que.A postura não deve ser nem dura demais. no Senhor. . .Ajude as pessoas a crescerem em seu relacionamento com Cristo.Tenha olhar respeitoso. . .58). Conclusão . .Baseie todo seu aconselhamento na Bíblia.Ouça.Direcione a pessoa para a verdadeira esperança.Conserve a confidencialidade.Dê atenção exclusiva. .Faça distinção entre diretrizes divinas e sugestões humanas. não faça muitas .perguntas no início. mantenham-se firmes. e que nada os abale.Importante ressaltar que homens devem aconselhar homens e mulheres aconselhar mulheres. . .Evite interromper a pessoa. .Não se deixe levar por sua curiosidade.Mantenha os ombros firmes. .Jesus ouviu pacientemente (Lc 24.“Os que servirem bem alcançarão uma excelente posição e grande determinação na fé em Cristo Jesus” (1Tm 3. o líder deve imediatamente encaminhá-lo ao supervisor. . .. . meus amados irmãos.Leve o problema a sério.7). o trabalho de vocês não será inútil” (1Co 15.13-14).Forneça exemplos piedosos para os aconselhados. . Sejam sempre dedicados à obra do Senhor.“Portanto.Tenha uma atitude atenta. .Resuma o que foi falado. . .

7. 3. fiel. Contatar os visitantes durante a semana. Demonstrar um coração de servo. 4. Ler a Bíblia todos os dias. fui batizado. sendo sempre disponível. Evangelizar todos os dias. 8. Chegar às 18h no culto de sábado para interceder pela reunião. perseverante e dedicado no serviço ao meu Senhor Jesus Cristo. Orar todos os dias e ter uma agenda oração. Estar disponível para discipular e integrar os novos membros. 10. e me comprometo a: 1. 5. Ser um louco por Jesus. 6. Ser submisso à liderança da Igreja. Buscar o Espírito Santo em todo o tempo.APÊNDICES 1. _________________________________ Assinatura __________________________ Data 21 . 2. 9. Carta-compromisso dos salva-vidas Já recebi a Cristo como meu Senhor e Salvador. Estudá-la em dias específicos.

4. 1. Piedade e paixão. Fiel. Spurgeon. 8. Hernandes Dias Lopes.com www.H. 5. Lúcio Barreto Jr. Vida Nova.C. Russell Shedd. As 21 indispensáveis qualidades de um líder. ABU. 10. Oswald Sanders. 3 e 4). o líder. PES. De pastor a pastor. Ryle.salvavidasgetsemani. John Stott. 1. Contatos salva-vidas www.com www. Hernandes Dias Lopes. J.xequemategelado. Davi Lago pietista@hotmail.getsemani.com. 3. O líder que Deus usa. Ed.com (31) 8661-3770 22 . Rick Warren. C. 6. Lições aos meus alunos (vol. 2 e 3). Mundo Cristão. Ed. Ed. Hagnos. John C. Liderança com propósitos. Loucos por Jesus (Vol. Paulo. Maxwell. Uma palavra aos moços.2. Os desafios da liderança cristã. Ed. 9. Ed. 7. Ed. Bibliografia básica para um líder de jovens 1. Hagnos. 3. Ed.br Pr. Ed. Vida. 2. 2. J. Vida. Ed.blogspot.