You are on page 1of 23

Objetivo

Identificar e avaliar os aspectos e impactos ambientais gerados no processo de água desmineralizada, propondo ações corretivas através de levantamento de objetivos, metas e planos de ações para os aspectos críticos encontrados.

Introdução
O problema de corrosão dos equipamentos e a necessidade de uma água de resfriamento que não altere as características físico-químicas das substâncias levaram ao desenvolvimento de um sistema dentro da indústria para a obtenção de uma água sem minerais, que não provoquem o desgaste dos sistemas e a deposição de partículas. Neste relatório, avaliamos a situação atual, propondo melhorias através dos métodos apresentados durante a aula e alguns conhecimentos já adquiridos durante o curso. Não levaremos em consideração a Política de Segurança, Saúde e Meio Ambiente da empresa, o que poderia tornar significativo alguns dos aspectos ambientais avaliados. A parte interessada será restrita à apenas aos nossos consumidores e comunidade local e a legislação será analisada superficialmente não abordando as especificações definidas nas normas, leis, portarias, NBR’s, decretos, os artigos, entre outras. O ciclo PDCA não será abordado, e consideraremos que a ordem seguida no relatório já é coerente sem precisarmos avaliar a situação do ciclo.

Departamento de Utilidades
O departamento de utilidades de uma indústria é responsável por todos os utilitários necessários para a produção. No nosso estudo, o departamento de utilidades é responsável pela geração de vapor, geração de fluido térmico de aquecimento, sistema de água potável, sistema de água gelada, sistema de ar de serviço, geração de água de resfriamento, sistema de limpeza do ar, geração de água desmineralizada, geração de energia (calor), estação de tratamento de efluentes, entre outras.

Definições básicas
Aspectos ambientais – elementos das atividades de uma organização (processos), seus produtos ou serviços, que podem interagir com o meio ambiente. Impactos ambientais – quaisquer mudanças no meio ambiente que ocorrem como resultado das atividades de uma organização, adversa ou beneficamente. Objetivos ambientais – são as metas globais de desempenho, originárias da política ambiental e da avaliação de efeitos e impactos significativos, que uma organização estabelece para si própria. Metas ambientais – são os requisitos detalhados de desempenho, sempre que possível quantificados (metas mensuráveis), aplicáveis a uma organização ou parte dela, que se originam dos objetivos ambientais e que necessitam ser implantadas de modo a atingir aqueles objetivos. Plano de ação – consiste num planejamento de implementação das diretrizes, realizando as modificações necessárias nos processos industriais que permitam atingir as metas, ou seja, definir com precisão o trabalho a ser realizado, os funcionários requeridos e as responsabilidades de cada um, os recursos necessários e o prazo de execução.

Identificação de Aspectos Ambientais A identificação dos aspectos ambientais deve ser levantada. . inicialmente. O levantamento será através da análise do fluxograma do circuito de água desmineralizada que pode ser visualizado a seguir. em condições de operação normal do sistema. Seguida de uma análise em situações anormais de operação e condições de emergência que possam causar acidentes em potencial.

.

Para facilitar a visualização das entradas e saídas para a identificação dos aspectos ambientais. Os dados de entrada e saída estão logo a seguir. utiliza-se o diagrama a seguir. .

.

. .

situação. As metodologias existentes baseiam-se numa abordagem através de grupos multidisciplinares e competentes sobre o sistema em estudo. Segundo o fluxograma. freqüência. panos. potencial de dano ao meio ambiente. os aspectos ambientais serão avaliados conforme método de hierarquização dos aspectos identificados no inventário que avaliará os aspectos conforme: o atendimento à legislação. nitrogênio. impactos à comunidade e benchmarks internos e e externos. areia. e os panos correspondem a limpeza das bombas. considerações econômicas. graxa mineral. energia e água. apesar de poderem ser aspectos ambientais. Avaliação de Aspectos Ambientais e Impactos Ambientais A avaliação de aspectos e impactos ambientais envolve três passos básicos: • • • Identificação. Consideram-se como aspecto ambiental. obtém-se 43 aspectos ambientais na geração de água desmineralizada. foram desconsiderados por não tratarem de fontes de energia e recursos naturais diretos. presença de reclamações e controle serão vistas mais adiante. Decisão sobre aceitabilidade do impacto A finalidade deste requisito verificar se os controles existentes são adequados. hidróxido de sódio. carvão. o consumo de recursos naturais não renováveis. .As definições de origem. resinas iônicas. reservatório. consumidores. óleo combustível. O óleo usado refere-se à troca de óleo durante a manutenção. com a intenção de gerenciar os aspectos antes que possa ocorrer o impacto. e os renováveis. ácido clorídrico. luvas descartáveis. Os demais consumos. As avaliações têm finalidade de fornecer uma base para a implementação de medidas de controle e de prevenção de perdas. Estimativa – probabilidade e gravidade. Numa primeira avaliação. filtros e da área.

.

Resíduos classe II. . abrangência e frequência Cálculo do Risco Real Determinação dos filtros Determinação da significância Severidade 1 – Baixa • • • • Dano desprezível ou totalmente reversível. reversível com ações mitigadoras. Consumo moderado dos recursos naturais não-renováveis e consumo elevado de recursos renováveis. Imagem da empresa não é afetada. 2 – Média • • • • Dano considerável ao meio ambiente. Resíduos classe III. A próxima avaliação dos aspectos ambientais segue as seguintes etapas: • • • • • • • • • Determinação da severidade Determinação da abrangência Determinação da frequência Cálculo do Risco Potencial Controles e eficácias Re-determinação da severidade.Os aspectos com maiores severidades são os de significância alta e devem ser analisados. Consumo baixo/moderado de recursos não renováveis. Imagem da empresa afetada na vizinhança.

incomuns Emergencial – ocorre de forma não prevista ou não programada 1 – Baixa • • Normal/Anormal – ocorrência acima de 1 vez por semana Emergência – ocorrência em período acima de 1 ano 2 – Média . Resíduos classe I. A imagem da empresa é afetada publicamente. Consumo elevado de recursos naturais não-renováveis. Abrangência 1 – Baixa Contido na área da unidade (local) 2 – Média Atinge a vizinhança (regional) 3 – Alta Atinge extensões além da vizinhança (global) Freqüência • • • Normal – ocorre de forma rotineira Anormal – provém de atividades não-rotineiras porém prevista.3 – Alta • • • • Danos irreversíveis e degradação ambiental mesmo com ações mitigadoras.

• • • • Normal/Anormal – ocorrência com certa periodicidade 1 vez por dia ou semanal Emergência – ocorrência de 1 mês a 1 ano Normal/Anorma .ocorrência decorrente continuamente no processo Emergência . organizações externas. • Corporativo De acordo com a Política de SSMA .ocorrência ao menos uma vez por mês 3 – Alta Risco = Severidade * Abrangência * Frequência • • Risco Potencial – inexistência de controles para atenuação do impacto Risco Real – considera-se os controles existentes Temporalidade: Passado. Presente ou Futuro Ação: Direta ou Indireta Controles Cálculo do Risco Real Filtros de Significância • Legislação Obrigação do controle operacional. • Partes interessadas Compromisso da empresa com as partes interessadas.

.Significância Requisitos para o aspecto ser significativo • • • • Risco real ≥ 4. Filtro aplicável. Severidade = 3 com ou sem controle. Risco potencial ≥ 8. Visualiza-se a seguir a tabela com a segunda avaliação dos aspectos ambientais.

.

.

Objetivos e Metas .

para avaliar as causas de cada aspecto ambiental crítico.Análise de Causa e Efeito A análise será realizada através do diagrama de Ishikawa (“Espinha de Peixe”). .

.

Plano de Ações .

.

Quais os prazos de execução de cada atividade planejada? Quais são as datas de início e fim previstas para cada atividade? • Where Onde serão executadas as ações programadas. Quais são os aspectos ambientais e impactos ambientais que serão tratados.Uma forma bastante prática e simples para a elaboração do plano de ação é seguir os passos das perguntas básicas denominadas 5W1H. Em qual unidade de empresa? Em qual processo ou linha de produtos? • Why Porque serão realizadas as ações. Quais são os requisitos legais ou corporativos que determinam a realização das ações? • Who Quem tem a responsabilidade de realizar aquela ação. Qual procedimento que terá que ser seguido para se chegar ao resulltado pretendido? . • What O que tem que ser feito. Qual a pessoa ou a área da companhia diretamente responsável pela ação a ser tomada? • How Como sera realizada a ação necessária para atingir a meta. • When Quando sera feito.

Resultados Esperados .

Escola Politécnica da Universidade de São Paulo DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÍMICA Circuito de Água Desmineralizada Identificação e Avaliação de Aspectos e Impactos Ambientais e Medidas Corretivas César Machado dos Santos Fábio Kazuo Oshiro Tiago do Monte Corrêa Novo .