You are on page 1of 2

HISTÓRIA GERAL

Professor Oli

Grécia Idade Média Oriental


Democracia Império Bizantino

Clístenes – pai da democracia Justiniano


A democracia ateniense foi direta, mas só eram consi-
derados cidadãos os homens maiores de 18 anos nas- Corpus Júris Civilis – corpo de leis composto por quatro
cidos em Atenas e filhos de pai e mãe atenienses. partes:
Época de Péricles (século V a.C. ) – Século de Ouro ou Sé- • Digesto ou Pandectas – compilação da jurisprudência
culo de Péricles. romana.
Período Helenístico – Alexandre, o Grande. • Institutas – destinadas ao estudo do direito.
Com a fusão da cultura grega com a cultura oriental • Código – legislação desde a época de Adriano.
(persa), surge uma nova civilização: a Helenística, tam- • Novelas – leis editadas por Justiniano.
bém chamada de Helenismo ou Helenização. Em 1054 ocorreu o Cisma do Oriente, com o surgimen-
to de duas Igrejas:
– Católica Apostólica Romana
Roma – Ortodoxa Grega
República – 509 a.C. a 27 a.C.
Idade Média Ocidental
Conquistas da plebe
• Lei das XII Tábuas (450 a.C.) – primeira lei escrita, pú- Distinguem-se, na Idade Média, dois grandes períodos:
blica e comum para todo o povo romano. • Alta Idade Média – séculos V a X;
• Lei Canuleia (445 a.C.) – permitiu casamentos entre • Baixa Idade Média – séculos XI a XV – época feudal.
patrícios e plebeus.
• Lei Ogúlnia (300 a.C.) – permitiu plebeus nos Colégios
Sacerdotais e Pontífice Máximo. Feudalismo
• Lei Hortênsia (286 a.C.) – decisões da assembleia po-
pular adquiriram força de lei para todos. Características
A economia era predominantemente agrária. A produ-
Expansão romana ção destinava-se ao consumo local, portanto autos-
suficiente. O poder político, exercido pelos senhores
Guerras Púnicas, Crises da República, Irmãos Graco: Tibério feudais, era descentralizado, o que ocasionou o enfra-
– reforma agrária – e Caio, que aprovou a Lei Frumentária, quecimento do poder dos reis.
que reduzia o preço do trigo para os mais humildes. Sociedade feudal – nobres, clero e servos
Liga das cidades – associações de cidades medievais
para facilitar o intercâmbio comercial.
Império Romano • Mercadores de Staple – comércio da lã da Inglaterra e
Cristianismo cidades flamengas (Flandres).
• Milão (313) – do Imperador Constantino, que estabe- • Hansa Teutônica ou Liga Hanseática de mercadores ale-
lecia a tolerância para a religião cristã. mães – comércio do norte europeu.
• Tessalônica (380) – do Imperador Teodósio – cristia-
nismo como religião oficial.
Francos – Carlos Magno – título de “Grande e Pacífico Im-
Mercantilismo
perador dos Romanos”.
Ideia metalista, balança comercial favorável, intervenção
do Estado na economia, Pacto Colonial.
Fragmentação do Império Carolíngio
Tratado de Verdun (843). Tipos de mercantilsmo
– França Ocidental – Carlos, o Calvo.
– Lotaríngia – Lotário Espanhol – bulionista, essencialmente metalista.
– França Oriental (Germânia) – Luís, o Germânico. Francês – industrialista ou colbertismo.

2008 PÁG. 1 www.expoente.com.br


HISTÓRIA GERAL

Absolutismo Santa Aliança


O austríaco Metternich criou o Princípio da Interven-
Nicolau Maquiavel – obra: O Príncipe. Os fins justificam ção.
os meios. Consequências da Revolução Industrial: Separação en-
Jean Bodin – obra: Os Seis Livros da República. Defen- tre o capital (burguesia industrial, capitalistas) e o tra-
deu a origem divina do poder real. balho (proletariado); produção em grande escala e em
Jacques Bossuet – buscou inspiração nas Sagradas Escri- série; divisão técnica do trabalho; trabalho feminino e
turas para formular sua teoria. infantil; urbanização; situação precária do proletariado
Thomas Hobbes – obra: O Leviatã. Para ele, “o Estado é originando a Questão Social.
um monstro todo poderoso”.

Colonização espanhola Socialismo marxista ou científico


“Encomienda” – instituição originária das Antilhas.
Materialismo histórico, materialismo dialético, luta de
“Mita” – trabalho forçado e assalariado.
classes, doutrina da mais-valia.
Cabildos ou “ayuntamientos” – base local de governo polí-
tico – câmaras municipais.
Imperialismo na África
Iluminismo Conferência de Berlim – 1885 – definiu as regras para a
colonização.
Montesquieu – Espírito das Leis (1748) – três formas de
Primeira Guerra Mundial (1914-1918)
governo: a democracia, a monarquia, que só seria viá-
Formação de alianças, Paz Armada, imperialismo, rivali-
vel em repúblicas de pequenas dimensões, e decidiu
dade industrial, Questões Balcânicas
em favor da monarquia constitucional. Separação dos
Desmoronamento dos impérios Alemão, Austro-Húnga-
três poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário.
ro, Russo e Turco.
Rosseau – a propriedade privada é a causadora da desi-
Surgimento de novos países: Polônia, Tchecoslováquia,
gualdade. Contrato Social (1762).
Iugoslávia, Áustria, Hungria.
Economistas do iluminismo
Declínio da Europa, pois quem mais se beneficiou fo-
Liberdade econômica opondo-se a qualquer regula-
ram os Estados Unidos e o Japão.
mentação ou intervenção do Estado.
Segunda Guerra Mundial (1939-1945)
Atitude Revanchista, a Liga das Nações era inoperante,
Liberalismo econômico formação do Eixo
1940 – Eixo Roma-Berlim-Tóquio. Japão atacou a base
ADAM SMITH – A Riqueza das Nações – afirma ser o tra- de Pearl Harbour.
balho a verdadeira fonte de riqueza. Ampla liberdade
econômica, negou ao Estado o direito de intervir nos Consequências da Segunda Guerra Mundial
assuntos econômicos. • Ascensão dos EUA e da URSS como superpotên-
cias mundiais;
Revolução Francesa • Criação da ONU (Organização das Nações Unidas)
Primeiro Estado – clero, dividido em Alto e Baixo Clero. pela Conferência de São Francisco – 1945.
Possuidor de grandes privilégios.
Segundo Estado – nobreza, privilégios, proprietária de ter- Guerra Fria
ras e cargos administrativos. URSS – União das Repúblicas Socialistas Soviéticas e
Terceiro Estado – maioria: burgueses, camponeses e EUA – Estados Unidos da América.
sans-cullotes (operários urbanos). A União Soviética criou o COMECON – Conselho para
Assistência Econômica Mútua. O Ocidente criou a OTAN
Congresso de Viena – Organização do Tratado do Atlântico Norte.
URSS – em 1955, criação do Pacto de Varsóvia – Tratado
Restauração do absolutismo e reformulação do mapa de Assistência Mútua da Europa Oriental, extinto em
político europeu. Princípio da Legitimidade – legítimas 1991.
dinastias e fronteiras anteriores a 1789 deveriam ser Estados Unidos – Doutrina Monroe, Destino Manifesto e
restauradas. Big Stick.

2008 PÁG. 2 www.expoente.com.br