KP - Casa Dos Prazeres - 03 - Simplesmente Desavergonhados

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Simplesmente Desavergonhados
4

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Disp. e Tradução: Rachael Revisora Inicial: Angie Brunni Revisora Final: T. Regina Colaboração: Nívea Formatação: Rachael

4

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

4

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Cada Desejo Explorado

4

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Um fim de semana proibido anos atrás, Helene Delornay encontrou-se presa com um total estranho. Atrevido, viril e bem-educado nas artes eróticas, Philip Ross abriu os olhos de Helena para um mundo de prazer sexual que ela nunca soube que existia. Agora, dona da casa de prazeres mais exclusiva de Londres, Helene nunca esqueceu a felicidade carnal que ela compartilhou com Philip e nunca encontrou outro homem que pudesse satisfazer os desejos insaciáveis que despertou dentro 4 dela...

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Cada Fantasia Cumprida Quando Philip de repente retorna à vida de Helena, a atração física que partilham é muito forte para qualquer um negar. Agora, enquanto eles exploram suas fantasias e as levam além do limite, Helene descobre que seus sentimentos por Philip são muito mais profundos do que apenas por um amante... 4

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Capítulo Um
Dover, janeiro de 1801 "Senhor, se você conseguir chagar mais perto da senhora, você estará dentro de seu vestido, em vez de meramente babando sobre ele. Posso sugerir que você se afaste?" 4

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

O olhar de Helene voou para o cavalheiro que falava suavemente e se sentava a sua frente no coche lotado. Ao menos, ela assumiu que ele fosse um cavalheiro. Seu rosto estava obscurecido pela aba do chapéu de três pontas, mas seu tom de voz arrastado e elegante, embora o traje um tanto sujo proclamasse sua condição de alto nível na vida. 4

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

O cura1 gordo sentando ao lado dela se endireitou abruptamente e retirou a mão de sua coxa. Seu rosto rechonchudo estava vermelho arroxeado enquanto ele lutava para se sentar direito. "Eu sou um servo de Deus, meu jovem. Como você ousa insinuar que eu estava fazendo qualquer coisa desfavorável para a senhora?" "Eu não estou insinuando qualquer coisa, senhor. Eu estou declarando um fato. Afaste-se dela, ou eu o lançarei pela4janela mais próxima."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Helene estremeceu enquanto contemplava a paisagem coberta de neve fora do coche. Ninguém em sã consciência escolheria estar em espaço aberto hoje. Seria melhor o vigário manter suas mãos apalpando a si mesmo. Ela sorriu. Se o homem não intervisse, ela tinha planejado usar o alfinete de três polegadas de seu chapéu nos rosados dedos carnudos do cura. Era uma arma surpreendentemente efetiva. Ela roubou outro olhar em seu salvador improvável, pegou a suspeita de um 4 sorriso, e movimentou a cabeça em retorno. "Merci, monsieur."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ele tocou a aba de seu chapéu com um dedo enluvado. "Não por isso, Madame." Seu sotaque inglês segurava uma sugestão de lugares estrangeiros, de segredos a serem explorados, de mistério. Os outros passageiros no dilapidado coche desvaneceram-se no fundo quando Helene enfocou no homem em frente a ela. Ele se sentava à vontade, um cotovelo 4 apoiado contra a lateral do balançante coche, sua outra mão dobrada no bolso de seu pesado casaco.
1

Vigário auxiliar.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ao lado dela, o cura pigarreou seu descontentamento, mas suas mãos ficaram em seu colo, conspicuamente dobrou ao redor um livro de oração desgastado. Helene fechou os olhos enquanto o cansaço a ultrapassava. Ela havia viajado por três dias e ainda tinha que alcançar seu destino e a perspectiva sedutora de um novo futuro. Ela tocou o medalhão de prata sem brilho em sua garganta. Imagens de sua família, de Marguerite e do passado, ameaçaram dominá-la. 4 Ela tinha que ter sucesso em Londres. Era a única maneira de dar sentido a sua vida.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

O ar dentro do coche era pesado e fedorento, mas ninguém reclamava. Lá fora, o vento uivava através dos campos estéreis. Chuva chicoteava contra as janelas, ocasionalmente chocalhando-os quando se transformava em granizo. Helene meneou seus pés frios e bateu contra algo duro. O cavalheiro em frente a ela esticou as pernas até que as pontas de suas bota estavam niveladas com seus dedos dos pés. Ela estudou o couro cintilando, perguntou-se onde estava seu criado, incapaz de 4 acreditar que tal homem elegante limpasse suas próprias botas.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Um grito abafado do cocheiro e o sopro de sua corneta fez Helene sentar-se. Eles estavam precisando parar, ou o cocheiro tinha decidido não ir mais longe a tão

4

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

terríveis condições? Ela cerrou os punhos sentindo o puxar da pelica 2 velha contra seus dedos. Ela queria deixar o passado atrás e seguir em frente. Outro atraso repentinamente parecia insuportável. O coche diminuiu a velocidade e então parou. Uma porta foi puxada aberta, e uma rajada de ar gelado cortou pela atmosfera rançosa. O cocheiro abaixou o cachecol embrulhado em torno da metade inferior do rosto. "Todos para fora, 4 senhoras e senhores. Temos que mudar os cavalos novamente. Vocês tem tempo

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

para uma bebida rápida e comer um lanche antes de nós continuarmos, se continuarmos." Helene esperou até que os outros cinco passageiros desembarcassem antes dela deslizar ao longo do assento e se ancorar contra a armação da porta, pronta para pular. Ela quase gritou quando uma mão envolveu seu cotovelo. "Permita-me, Madame." 4 Ela olhou diretamente no rosto do homem jovem que havia se sentado em frente a ela. Seus olhos eram um pálido castanho avelã que quase combinavam com

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

a cor bronzeada de sua pele. Era ele realmente inglês ou de uma terra completamente diferente? "Obrigado, Senhor." Ela abaixou a cabeça para evitar tanto a agitação da neve quanto a intensidade de seu olhar. Por que ele estava sendo tão solícito? O que ele queria? Helene se repreendeu por sua desconfiança imediata. Embora tivesse razões para saber4 que a maioria dos homens eram bastardos, ela não devia julgar um estranho simplesmente por querer ajudá-la.
2

- tipo de couro – refere-se às luvas que ela usa

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ele manteve sua mão enquanto se dirigiram à pequena estalagem pitoresca, só liberando-a quando entraram no corredor estreito. Helene moveu-se para arrumar o capuz de sua capa, o gorro e ajeitar levemente seu cabelo, que estava em completa desordem. Ela ficou ciente de seu companheiro que esperava atrás dela, aparentemente inconsciente do tagarelar dos passageiros que circulavam ao redor deles. Com estranha relutância, virou-se em direção 4 ele. Não havia nenhum lugar para ir, além a

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

de voltar para a porta da frente ou passar por ele entrando na taverna barulhenta adiante. Ele curvou-se, chapéu na mão. "Eu posso ser tão ousado para apresentar-me? Eu sou Philip Ross. Reconhecida ovelha negra e segundo filho de um baronete secundário, em delicada, mas tentadora esperança de um título real um dia." Ele se endireitou, um sorriso nos lábios, como se quisesse que ela soubesse 4 que gracejava. Ela estimou que tivesse por volta de vinte anos, não muito mais velho que ela. Seu cabelo castanho escuro estava amarrado na nuca com um laço preto.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Sob o manto pesado, ele vestia um, sobretudo espesso simples preto, calções, e um colete combinando. Helene fez uma reverencia em retorno. "Eu sou Madame Helene Delornay." Seu olhar varreu seu vestido marrom conservador. "Delaney, hein? Seu marido é irlandês?" "Meu marido está morto, monsieur, e, não, ele não era irlandês. É Delornay. O 4 nome vem da cidade de Lorme na província de Livernoi."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ele fez uma careta. "Claro, você é francesa. Eu tenho estado longe da Inglaterra por tanto tempo que meu ouvido para sotaques obviamente desapareceu." "Isso não importa, monsieur." Ela sorriu para ele. Ela praticou as mentiras tantas vezes que elas vieram facilmente a seus lábios. Para sua surpresa, ele franziu a testa. "Eu só posso me desculpar por sua perda, também, Madame, e lamentar por ser insensível o suficiente para lembrá-la 4 disso."

"Se eu pudesse ser tão ousado." Helene tocou delicadamente seu nariz com um lenço de renda enfeitada." Ele parou e olhou abaixo para ela. O meu marido era muito mais velho que eu. Nós éramos casados há menos de dois anos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela encolheu os ombros enquanto ele gesticulava em direção à taverna lotada e ofereceu-lhe o braço. "Ele morreu há mais de um ano atrás. você parece um pouco jovem para ter sido ambos. casada e viúva. Estou acostumada a estar só. "Eu 4 tenho dezoito anos." .

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Ainda assim. Senhora. você não era mais que uma criança. sua cabeça escura curvada em ." "Realmente. um desafio cético em seus olhos castanhos. "Eu era velha o suficiente. "Tenho certeza que você está certa. suas mãos 4 dobradas na mesa com marcas na frente dele. monsieur." Ele segurou seu olhar." Ele puxou uma cadeira para ela e então se sentou em frente." Helene levantou as sobrancelhas. para saber exatamente o que estava fazendo.

ela podia ouvir cada palavra que ele disse com toda facilidade." Ele olhou por cima do ombro ao cura gordo. "Aquele homem devia ter vergonha dele mesmo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C direção a ela." 4 "Por quê?" "Porque ele aproveitou-se de você!" . Apesar do burburinho ao redor deles. "Obrigado por me ajudar no coche. que se sentou sozinho bebendo uma caneca de cerveja inglesa no canto.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela olhou em seu rosto corado. era um inocente que ainda acreditava em honra e no código de um cavalheiro. "Ele simplesmente agiu como a maioria dos homens fazem quando veem uma mulher viajando sozinha. especialmente viúvas. são vistas como jogo de quermesse. obviamente. Por que tinha que ser ela a desiludir suas noções idealistas? 4 "Mulheres viajando sozinhas. Ele." "Você está sugerindo que isso tinha acontecido com você antes?" Helene abafou uma risada amarga." .

muito cansada para qualquer humor por sua ignorância por mais tempo." Ele piscou.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele franziu o cenho. "Porque elas são vulneráveis sem um homem?" Ela segurou seu olhar. "Porque teve um homem antes e deve querer outro em sua cama. "Eu não tinha pensado isto." Helene tomou um gole do café morno que uma empregada atormentada colocou na frente dela. "Não é por isso que você decidiu 4 defender minha causa no coche? Não está esperando se beneficiar de minha gratidão eterna?" .

Vou retirar-me de sua presença no caso de esquecer-me e forçá-la para a cama antes de voltarmos 4 para o coche. Embaixo de seu charme." . Senhora. "Eu imploro seu perdão.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Sua expressão mudou se tornou tão ártica quanto o tempo lá fora. "Você acredita que eu tomaria vantagem de você assim?" Helene levantou as sobrancelhas. "Por que não?" Ele levantou-se e curvou. ela vislumbrou a vontade férrea do homem que ele se tornaria.

Ela terminou seu café.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Seu firme ultraje poderia ter sido divertido se Helene não estivesse tão cansada ou tão certa de que ele quis dizer cada palavra. e resolutamente 4 pôs seus pensamentos em Londres. . estremecendo com o gosto horrível. mesmo após seu pedido de desculpas suave. “Desculpe-me”. Ele já se afastava dela e não parou de se mover. Ela tomou uma respiração lenta.

Onde estava todo mundo? Teriam eles decidido que era muito perigoso para 4 continuar no caminho para Londres e ficaram na estalagem? . na entrada do coche para a porta fechar com violência em sua parte traseira e impulsioná-la para frente. Seu solitário companheiro de viagem não fez nenhuma tentativa para ajudá-la a recuperar o equilíbrio enquanto o coche deu uma guinada.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene hesitou muito tempo. Ela acomodou-se e seus pertences no assento oposto a Philip Ross.

"Mas nós estamos sozinhos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela tentou um sorriso em seu companheiro silencioso. "Supostamente devo responder?" Helene franziu o cenho." Ele olhou fixamente para ela. "Se você desejar. Você não tem medo que eu tente forçá-la ou algo assim?" ." 4 Ele olhou ao redor. "Parece que nós somos as duas únicas pessoas desesperadas o suficiente para viajar em uma nevasca para alcançar nosso destino. todo o bom humor tinha ido de seu rosto.

Eu estava cansada e talvez um pouco cautelosa. "Sr. Ross. "Talvez você esteja certa. Eu estive fora da Inglaterra por cinco 4anos. mas eu devia ter lhe dado o benefício da dúvida.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene sentou-se reta. eu me desculpei por minhas observações. em um movimento fluido." . Esqueci algumas das noções mais peculiarmente estranhas sobre mulheres viajando sozinhas." Ele encolheu os ombros. "Talvez eu tenha uma boa razão para ser cautelosa. monsieur." "Um pouco?" Ela segurou seu olhar.

"Então. Ela sentiu-se relaxar." Ele sorriu seus dentes brancos contra a pele bronzeada. . monsieur. "Eu não tenho qualquer conhecimento deste país. apesar de sua mocidade óbvia. agradecida pelo alívio. contente por ter achado alguém com quem ela podia adquirir conhecimento. Esta é minha primeira visita.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Seus ares desgostosos. fizeram Helene querer rir. talvez devêssemos perdoar um ao outro e começar de novo?" 4 Ela sorriu de volta a ele.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu gostaria assim. que você tinha razão de ser cautelosa comigo?" "Monsieur?" "Que como todos os homens." . no espírito da honestidade e amizade. eu a desejo e ficaria muito feliz se a sua 4 gratidão se estendesse para uma noite em minha cama. sua expressão atenta." Seu sorriso morreu e ele se inclinou para frente. "E se eu lhe disser.

"Eu agradeço por sua honestidade e educadamente declino. "Você não sente isso. e a escassa luz do lampião iluminou os ângulos perfeitos de seu rosto. A luxúria é normalmente um problema masculino. Ela lambeu os lábios." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Apesar de sua ampla experiência com homens." Ele se debruçou de volta. Helene simplesmente olhou fixamente para ele. eu acredito. então? Esta atração entre nós?" 4 "Para falar a verdade não.

um desejo de conhecêla melhor.. "Luxúria talvez seja uma palavra muito dura.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele pegou em sua mão e apertou com força. curiosa para ver como ele reagiria para a sua utilização de linguagem grosseira." Ela foi deliberadamente brusca. Eu prefiro chamá-la de uma atração instantânea..” "Uma oportunidade na cama comigo. Ele retrocederia? Para sua surpresa. um. parte dela 4 esperava que não o fizesse. .

"Você é muito direta. mas ele segurou.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele a estudou." Ele fez uma 4 pausa trazendo sua mão para seus lábios e beijando-lhe os dedos. "Então talvez eu possa ser igualmente franco." "Eu tinha que ser. Eu quero correr minhas mãos por seu cabelo loiro glorioso e ouvi-la gritar com prazer enquanto eu gozo bem fundo em você. seu dedo polegar massageando a palma de sua mão através de sua luva desgastada. Eu quero você. "Estou sendo honesto demais para você agora?" ." Ela tentou puxar de volta sua mão.

" ela sussurrou. "Eu também. Quanto tempo fazia desde que ela sentiu a pele de um homem jovem contra a sua. Seu corpo agitou com as palavras. puxou-a através do espaço estreito para se sentar ao 4 lado dele. Ele puxou seu pulso.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene percebeu que ela estava agitando a cabeça." . um homem que a desejava? "Eu valorizo a honestidade. um homem saudável. as imagens implantadas em sua mente com a claridade de vidro lapidado.

Ela estremeceu quando sua língua esvoaçou sobre sua veia." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele desabotoou sua luva e beijou a pele suave no lado inferior de seu pulso. em lugar de simplesmente ser tomada ou vendida ou forçada. Ele tirou sua luva. e puxou seu polegar em sua 4 boca antes de liberá-lo com um suave estalo. mas eu nunca tomaria o que não fosse livremente oferecido. esta sensação de calor ilícito e emoção. Ela nunca tinha se sentido assim com um homem antes. beijou ao redor de seus dedos. "Eu quero você. o pensamento de que ela podia escolher tê-lo se ela desejasse.

que ambos estejamos com tanta pressa para chegar à cidade." Ele suspirou sua expressão de repente distante." "Você não deseja ir para Londres?" 4 . "É lamentável. Londres e meu futuro.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu entendo. sim. "Ah." Mon Dieu. isso era sua voz sussurrando? Ela clareou a garganta. então. Eu tinha quase esquecido.

" Ele grunhiu. "Eu fui trazido de volta da Índia para salvar o nome da família." Ela cruzou as mãos no colo. Você devia estar agradecido que sua família se importa com você e quer você de volta." "Eu não tenho família. Meu dever para com minha família assim o exige." Ele encolheu os ombros." . não é fácil estar sozinha no 4 mundo. "Acredite em mim. o gesto eloqüente como de qualquer francês. "Sorte sua.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu não tenho escolha.

"É uma tradição na Inglaterra entre as classes superiores." . o despachado ao exterior para fazer algo de si mesmo quando tudo mais falhou." Ele olhou para cima." "Forçar suas crianças para fazer seu dever?" "Forçar suas crianças a respeitá-las e sacrificar tudo para a glória do nome da 4 família.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eles não se importam comigo. Eu sou a ovelha negra oficial. deve ter visto sua expressão perplexa. e riu.

" "Eu não entendo." Ele retrocedeu um braço ao longo da parte de trás da cadeira." "E eu estou indo para Londres para viver a vida do meu irmão. "Eu estou indo para Londres para iniciar uma nova vida. e ela tocou em sua manga. e eu tenho que casar em seu lugar." "Casar-se com uma mulher que você nem sequer viu antes?" .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Sua amargura a surpreendeu. ansiosa para mudar de assunto. "Meu irmão 4 primogênito morreu.

visto que ele tem vivido fora da renda de suas propriedades por anos. mas você ainda pode quebrar a promessa. você vê. Meu pai está relutante em perder sua riqueza." Seu sorriso era desagradável. "Que tal pobre de mim?" 4 Helene estudou seu rosto indignado. e a vaga esperança de um título.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Oh não. "Meu pai é seu guardião." . eu lamento por você dois. "Na verdade." "Pobre menina." Philip endureceu. eu a vi. Ela cresceu com nossa família. Anne tem uma fortuna arrumadinha. Ela não tem essa escolha.

foi provavelmente por mim." "Ela amou seu irmão?" "William? Eu duvido isso. "Se ela mostrou uma preferência para qualquer um de nós. "Eu suponho que você está certa. "Então você tem a habilidade de se contentar e fazer seu casamento feliz." Seu sorriso reapareceu.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele suspirou." 4 . Eu tenho estado tão ocupado lamentando por mim mesmo que eu tinha esquecido o quão infeliz ela deve ser." Helene bateu levemente em sua mão.

" . "Talvez isso fizesse parte de minha recuperação. me apaixonar imediatamente. "Mas eu não quero estar contente e casar com alguém que eu já conheço. 4 eu presumo?" Philip sorriu." "Enquanto prova uma sucessão de senhoras dispostas ao longo do caminho.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Seu rosto pareceu desapontado. Eu quero muito mais." Ele segurou seu olhar. e ser terrivelmente rejeitado de forma que precise vagar pela Europa à procura de um novo amor. "Eu quero encontrar alguém em um baile.

ela se sentiu mais livre do que jamais tinha sido antes. O que teria sido crescer com tal confiança no futuro? Para sonhar com tais coisas como o verdadeiro amor ou felicidade? Seu sorriso esmaeceu. e eu não posso fugir disso. flertando até. Meu destino 4 está escrito em pedra." . "Mas eu não terei nenhuma dessas coisas. Ela não conseguia acreditar que estava brincando com ele.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene riu e ele relutantemente se juntou. Dentro dos limites apertados do coche.

"E quanto a você? Por que você está viajando para Londres?" 4 ." Ele apertou sua mão. Pelo menos seu futuro estava.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene soltou a respiração. seu destino para fazer. em suas próprias mãos. Talvez ela não fosse à única cuja vida não seguiria um caminho para a felicidade. "Eu sinto muito." Ele limpou a garganta. "Não está tão triste quanto eu. acredite-me. monsieur. finalmente.

ela esperou. Ele olhou furiosamente para ela. mas suficiente. para contentá-lo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene o considerou." "Eu posso lhe assegurar que isso não acontecerá. e ela estava apreciando demais a experiência para quebrar suas ilusões." Uma meia-verdade. "Não deixe ninguém forçá-la a outro 4 casamento." . "Eu estarei encontrando com meus curadores para considerar meu futuro. Quanto ela devia revelar? Ele obviamente considerou-a uma senhora.

não importa o que aconteça." Helene lutou para esconder um sorriso. eu não me sinto particularmente como um avô em relação à senhora." 4 . "Como eu disse. tenha certeza que você esteja bem provida.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Bem." Ele se inclinou mais perto e roçou seu lábio inferior com a ponta do dedo enluvado. "Agora você soa como meu avô.

" O polegar dele roçou seu lábio. . Eu adoraria conhecer um pouco de suas fantasias. e se perguntou se sua pele era bronzeada por toda parte. em sua cama. "Eu não me lembro de ter dito isso. "Nós já concordamos." 4 Ela imaginava-o ali. especialmente se elas me incluírem nu. toda a elegância flexível e longos membros emaranhados.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela engoliu em seco quando seu quente cheiro picante encheu suas narinas. que nossos negócios em Londres nos impedem de explorar qualquer uma de suas fantasias.

" "Sobre comércio e negocio?" Seus lábios roçaram sua bochecha. "Não é bem assim." "Com dor?" 4 Ele riu o hálito quente perto de sua orelha." . eu acho. sobre como dar prazer a uma mulher até que ela grite. Mais perto do êxtase.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele se debruçou mais perto e mordiscou sua orelha. "Sobre sexo. "Eu aprendi muito na Índia.

Mas na Índia. Seu corpo agitou com o pensamento de tê-lo 4 cima dela. em . é um requisito. era quase impossível resistir a sua arrogância.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene inclinou a cabeça para longe dele de forma que ela podia olhar para seu rosto. talvez." Apesar de seu cinismo. e eu estudei muito para me tornar proficiente." "Na Europa. "A maioria dos homens não são conhecidos por serem amantes considerados. dentro dela. possuindo-a.

" . Ela não tinha juízo de modo algum? Abrindo suas pernas ao primeiro homem que mostrou interesse? Onde estava todo seu recém-descoberto auto respeito e sua promessa de nunca permitir-se ficar dependente da boa vontade de um homem novamente? Ela endireitou seu chapéu e arriscou um olhar para Philip. Seus olhos castanhos tinham as pálpebras pesadas.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Com um avanço. monsieur. "Eu estou certa que sua nova esposa apreciará suas habilidades. ela piscou e afastou-se. sua ereção era evidente através da 4 espessura de seus calções.

" Ele pôs a mão em concha em seu queixo." ." "O que você quer dizer?" Helene sentiu o calor nas bochechas. "Só que eu acho que nos daríamos bem juntos." 4 "Você pode lhe ensinar tudo que ela precisa saber. Minha futura esposa é uma virgem e é improvável que deseje explorar o tipo de satisfação sexual que almejo agora.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu estou certo que você as apreciaria mais. na cama. Tinha ele percebido que ela não era o que parecia? Ele pareceu surpreendido com seu tom glacial. "Eu prefiro ensinar-lhe.

4 .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene fechou os olhos enquanto ele se inclinava mais perto. e seu mundo abruptamente virou de cabeça para baixo.

ele achou que a parte principal do coche agora estava de lado. e finalmente parou estremecendo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Capítulo Dois "Maldição!" Philip Ross jurou quando a carruagem deu uma guinada para um lado. De sua posição. Seu corpo estava em 4 . resvalou por uma encosta.

ele apoiou seu braço contra o banco e afastou-se dela. "Você está bem?" Ela olhou para ele. sua respiração ofegantemente curta. . "Eu não tenho certeza se posso mover-me. Com um grunhido. Philip tomou sua mão e 4 sentiu a pulsação irregular em seu punho. seu rosto uma mancha pálida na escuridão.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C cima de Madame Helene Delornay." Ela soou fraca.

" Ele sorriu encorajador. e alguém estava gritando ordens. A que 4 distância eles caíram? Eles eram mesmo visíveis da estrada? Ele tentou se levantar . os cavalos relinchavam. Acima deles.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Isto provavelmente é porque eu tirei seu fôlego." Ele esticou a cabeça e olhou para o contorno da porta acima dele. arreios tilintavam. Ele só podia esperar que o cocheiro e cavalos estivessem incólumes e pudessem vir em socorro antes que mais neve caísse e os enterrasse para sempre. "Apenas se concentre em respirar por um momento enquanto eu escuto.

"Você acha que sairemos daqui?" Ele desviou seu olhar até Helene. Ele remexeu no fecho da porta novamente. e ela estava tremendo tanto que seus dentes batiam. . Seus braços estavam envolvidos em torno de si mesma. mais violentamente agora. "Você está machucada.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C forçou os pés contra o banco e sacudiu a porta trancada. Senhora?" 4 Ela estremeceu e desviou o olhar dele. Franziu o cenho. Negou-se a surtir efeito. e ele amaldiçoou em voz baixa.

Talvez haja um Deus vingativo afinal. 4 "Está tudo bem. como um encontro no mar. "Imagine ter vivido através de uma revolução sangrenta e então morrer em um acidente de carruagem estúpido." Ela riu uma rajada de som selvagem e alto. senhor?" "Nós estamos bem." . vou chutar a janela e nós podemos sair por lá. embora a porta esteja emperrada." Um estrondo do outro lado da porta da carruagem salvou Philip de responder.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Se eu não puder abrir a porta.

O rosto sombrio do cocheiro olhou para ele. enviando lascas de madeira e vidro caindo sobre eles. então." Philip abaixou ao lado de Helene quando uma bota pesada atravessou a janela da carruagem. protegendo-a do pior de tudo. 4 "A senhora pode se mover?" . Ele puxou Helene contra ele.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Afastem-se. dando a proteção de suas costas largas.

O coche estava além da salvação. Duas das rodas foram esmagadas fora de 4 suas bordas e deitavam em um ângulo desajeitado para o corpo da carruagem. Philip levantou seu olhar para a margem recém-marcada abaixo onde o coche tinha . ganhando um bocado de saias com babados para seu problema. e a seguiu para fora. Com toda sua força. ele a segurou em direção ao cocheiro robusto.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip movimentou a cabeça e manobrou-se ao redor até que ele pudesse pegar Madame Delornay pela cintura. que a pegou por baixo dos braços e a arrastou pela abertura estreita. Philip a impulsionava por baixo.

Eles foram sortudos de ter parado onde pararam.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C deslizado e deixou escapar um suspiro." "Obrigado. senhor. ." 4 Philip tremia enquanto seguia Madame Delornay e o cocheiro subindo a margem escorregadia. "Nós passamos por uma pequena estalagem mais ou menos meia milha estrada abaixo. Abaixo deles ficava um riacho coberto de gelo e pedras pontiagudas. Você e a senhora podem buscar abrigo para passar a noite lá.

eu sou. e vai ter a certeza de encontrar a estalagem. senhor. Philip acenou-lhe. Só siga nossas pistas descendo a colina." 4 . "Você é necessário com os animais. as pegadas dos enormes cavalos já estavam sendo coberta com neve fresca." "Sim. Eu cuidarei da senhora.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Suas mãos tremiam se de frio ou choque ele não se importou em adivinhar. O cocheiro hesitou ao lado dos cavalos. Obrigado. A neve no topo do aterro estava pisoteada e enlameada.

Ele girou para sua companheira muda e ofereceu a ela seu braço. seus sentidos pareciam mais . "Senhora?" Ela apoiou a mão enluvada na dobra de seu braço e manteve o ritmo de seu passo lento.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip observava ele saltar sobre a parte de trás de um dos cavalos e agarrar a rédea principal do outro. Depois de flertar com o desastre. 4 Ele dirigiu-se ao lado menos lamacento da estrada que corria ao lado de um bosque de árvores.

"Pelo menos nós não morremos lá. Ele olhou para seu rosto e viu alguma cor retornando às suas bochechas." Ela fez uma careta. "Você tinha medo disso? Teria sido mais improvável. Flocos de neve flutuavam abaixo e derretiam em sua pele. "Parece que todos os nossos planos se deram mal.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C vivos." Ele apertou sua mão. mais cientes de tudo ao seu redor." 4 .

. viu as sombras neles. "Eu aprendi que a maioria das coisas improváveis acontece o tempo todo. Ele tocou a trêmula boca de lábios delicados com a ponta de seu dedo enluvado." Ele estudou seus olhos azuis.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Sua respiração fazia nuvens na frente de seu rosto quando ela se virou e olhou para ele. você quer dizer?" "Monsieur?" 4 Ela levantou o queixo para olhar para ele. e parou de andar. sua expressão perplexa. "Como agora.

eu estou absolutamente livre. Você não acha isso interessante?" Ela continuou a olhar fixamente para ele e então sorriu." 4 Ele deslizou a mão ao redor de seu pescoço e trouxe seu rosto para encontrar o dele. "Livre para compartilhar minha cama? Livre para me deixar entrar em você?" . Pela primeira vez em minha vida. ninguém sabe onde estamos ou podem vir encontrar-nos. "Eu não pensei sobre isto. A beleza dela fez Philip piscar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Nós estamos presos juntos até amanhã.

"Oui." "Isto é sim. seu coração pareceu diminuir a velocidade conforme ela considerou." Seus lábios lhe responderam a boca suave e feroz contra a sua. não é?" ele perguntou sua mente se movendo muito lentamente para suas necessidades crescentes. sua 4 respiração fluindo para ele. .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Mesmo com seu pênis expandindo. "Diga-me que é sim.

buscando ingressar. Ela era muito menor que ele. a língua emaranhando com a sua até que ele puxou-a apertada contra ele. Sem quebrar o beijo. Com um grunhido. e seu pênis espesso esfregou 4 contra o duro espartilho de seu vestido.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele gemeu e lambeu a linha de seus lábios. Ela o beijou de volta. ele a levantou até que sua seta encontrou as curvas mais suaves entre suas pernas. ele abriu seu casaco e apertou o comprimento inteiro de seu corpo contra ele. . e gemeu novamente quando ela o permitiu dentro da caverna quente de sua boca.

seus olhos azuis suaves com o desejo. . Philip a baixou para o chão. desejando que ele pudesse simplesmente puxar suas saias para cima e fodê-la ali mesmo na neve. Usando toda sua determinação. Sua mão se fechou em punho no seu cabelo. Mas ela não era nenhuma prostituta do cais. Seus lábios 4 estavam inchados. quase desalojando seu chapéu. Fez um grande esforço contra ela. ele estava extremamente pronto para gozar. era uma senhora de honra.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Depois de cinco meses de quase completo celibato em um navio.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele limpou a garganta. "Nós devíamos caminhar para a estalagem." Seu sorriso hesitou e ela tocou em sua bochecha. eu não me importo com nada além de ficar dentro de você." 4 Mon Dieu." Ele acariciou um cacho rebelde afastando-o de seu rosto. "Para você. seu rosto manchado de vermelho com o correr de seu desejo e o cruel corte do vento. Neste momento. "Então talvez devêssemos nos apressar. "Iria certamente ser mais confortável." Ela sorriu novamente. olhos castanho cheios de luxúria. Ela o . definitivamente. ele era bonito.

e seu corpo. Depois do horrível choque do acidente de carruagem. sua noite juntos seria uma memória perfeita para levar com ela em sua nova vida. Helene tomou seu braço e rindo eles deslizaram e escorregaram para baixo em direção à estalagem situada na curva da estrada. sua vibração. Fumaça saía das chaminés. ela aprendeu a saborear os momentos de rápido prazer e mantê-los perto. sua força de vida. . Em sua vida problemática.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C quis. e o 4 cheiro de esterco fresco de cavalos subiu para saudá-los quando atravessaram o pátio de pedras.

Uma mulher magra com cabelos grisalhos apareceu na entrada e fez uma mesura. Gannon. Helene tremia quando Philip a puxou apertando-a contra seu lado. Você e a senhora estão bem. Você tem alguma coisa disponível?" "É o que fazemos senhor. senhor?" . uma coisa tão 4 terrível para acontecer. Eu ouvi sobre o acidente de carruagem do cocheiro.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Um sopro de ar quente com aroma de cerveja os acolheu na taberna. Senhora. Eu sou a Sra. Philip pigarreou. "Boa tarde. Philip Ross. Eu exijo um quarto para mim e minha esposa. Eu sou Sr.

Isto é tudo que precisará hoje à noite depois do choque que teve." Sra. "Eu trarei um pouco de comida em uma bandeja em breve.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene dirigiu um rápido aceno com a cabeça e um sorriso na direção da proprietária e então olhou para baixo novamente. Em seus artigos de vestuário puídos e botas remendadas. "Somente ponha suas roupas molhadas . Gannon continuou falando 4 enquanto liderava o caminho até as escadas. A Sra. ela mal parecia esposa de um cavalheiro. Gannon certamente o notou. ainda que Philip não.

Meu marido tentará recuperar sua bagagem do coche. E despejou beijos por toda parte de seu rosto e pescoço enquanto lutava . e eu terei-as de volta para você de manhã. Gannon. e ele a puxou em seus 4 braços." "Nós faremos isto. Sra. Obrigado. Momentos mais tarde.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C fora da porta." Helene se achou empurrada firmemente dentro do quarto quando Philip fechou a porta atrás dele. a chave girava na fechadura.

" Ele virou-a até que suas costas estavam contra a porta. Ele continuou a beijá-la mesmo enquanto ela trabalhava nos botões . Seus dedos estavam congelados e desajeitados contra sua pele aquecida. suas mãos 4 frias estavam debaixo de suas pesadas saias. erguendo-a contra a porta. "Deus." Ela não o parou.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C para desatar seu chapéu e tirá-lo fora de sua capa. "Eu preciso estar em você imediatamente. separando suas coxas. Antes que ela pudesse começar em seu colete. eu preciso de você. suas mãos trabalhando ativamente para empurrar seu chapéu e sua roupa fora.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C de seus calções. Seria diferente desta vez porque ela o queria? Ele fez uma . a coroa do pênis apertou contra sua entrada. abruptamente esfregando e afagando sua súbita intimidade úmida. e ela 4 ofegou com a súbita pressão. este calor. Segundos mais tarde. Ela nunca se sentira assim antes. esta necessidade desesperadora para ter um homem dentro de si imediatamente antes da realidade fria reafirmar seu aperto. Aqui estava a verdade. Seus dedos gelados mergulharam entre suas dobras. aqui estava a evidência física espessa de sua luxúria.

" Helene deliberadamente relaxou seus músculos e ele deslizou para dentro. pressionando-a implacavelmente na porta com cada longo golpe 4 ascendente. seu prazer. a respiração irregular. sua necessidade por ela. Ela agarrou seu traseiro musculoso com os saltos e entregou-se ao ritmo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C pausa. "Leve-me para dentro. por favor. . Seu gemido apaixonado a fez ainda mais molhada. tome tudo de mim. as mãos rígidas em suas coxas. Ele encostou sua fronte contra a dela. Ele agarrou suas nádegas e empurrou duro. mal movendo os quadris.

4 ." Ele mudou o ângulo de suas punhaladas. Mas esta era sua noite. sua chance roubada de experimentar algo completamente por si mesma. levando seu peso sobre seu broto mais sensível. construindo seu desejo junto com o dele.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Venha comigo. Ela puxou e se agarrou a ele com um selvagem abandono que nunca se permitiu sentir antes. e pretendia apreciar cada minuto dela.

além da razão e do cuidado. eu estou gozando. Ele conseguiu puxar fora." Ele começou a retirar. só podia segurar e experimentar a fúria e frenesi com ele. sua4 semente ainda bombeando em um fluxo .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Seu ritmo hesitou então cresceu mais rápido e mais frenético até que ela não teve mais qualquer controle sobre seus movimentos. mas ela o segurou profundamente. A força de seu próprio clímax apertando seu pênis o levou além do bom senso. "Deus.

Os botões de prata de seu colete apertados em sua carne suave.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C quente molhado a baixo sobre sua barriga e coxas. foi? Eu tentarei fazer melhor da próxima vez. "Eu sinto muito. Com um gemido. ele enterrou sua cabeça em seu ombro e apertou os dentes em sua pele. Helene fechou os olhos e apreciou a sensação de seu peso caindo sobre ela. Ele lhe lambeu o pescoço e recuou. Seu coração bateu contra o dela. 4 Isso dificilmente foi uma boa exibição de minhas denominadas habilidades. o soar tão audível quanto sua respiração." .

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele soltou suas nádegas e permitiu seus pés deslizarem para o chão. Com uma risada. seus mamilos castanhos visíveis pelo leve salpicado de pelo escuro. Seu tórax era tão bronzeado quanto seu rosto. Um . ele pegou-a e a depositou na cadeira mais próxima do fogo. e ela teve que segurar nele para se equilibrar. seus músculos bem definidos e seu estômago plano. Suas pernas tremiam quando ela tentou endireitar-se. ele tirou as botas e os calções e a roupa íntima para ficar nu diante dela. Ela olhou fixamente para ele quando ele tirou o colete e puxou a camisa sobre a cabeça. 4 Ele era esbelto. Com um sorriso.

seu pênis já espesso e cheio para ela.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C pulsar bateu fundo entre suas pernas enquanto ela o olhava. 4 . Um homem tão bonito.

senhora. ele desceu sobre um joelho. se desejar. seu olhar fixo na ondulação superior de seus seios." Ela estremeceu quando ele procurou os broches que seguraram seu corpete e saia juntos. ela puxou o laço do fichu 3 ao redor de seus ombros e o soltou no chão. "Deixe-me ajudá-la.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Sem tirar os olhos dele. Com um gemido. 4 "Você pode me chamar de Helene." . deixe-me ver você. seus dedos certos e ágeis enquanto ele trabalhava.

desde que você o diga neste encantador sotaque francês. deixando o corpete de seu vestido cair longe. "E você pode me chamar de Philip.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Seu sorriso lento era íntimo. Ele se sentou de volta em seus calcanhares e olhou para ela. espartilho. deixando ela em úmidas meias." Ela encolheu os ombros. Ela levantou-se e lhe permitiu despir suas saias encharcadas e anáguas. e uma 4 combinação de linho. ." Suas mãos deslizaram ao redor de sua cintura e apressaram-na para frente. "É a única maneira que sei falar.

o comentário inevitavelmente seria seguido por um homem possuindo seu corpo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você é bonita." 3 . Quando ela era mais jovem. ela fantasiou sobre ser feia. ela acreditou em Philip. E. pequeno. Quando amadureceu." Parte dela odiava sua declaração. usado na cabeça ou em volta do decote do vestido. "Erga sua perna.tipo de xale feminino. no entanto. Helene. perguntava-se se sua vida teria sido diferente. triangular. ela percebeu que sua beleza era ainda outra arma para ser esgrimida em sua discrição. . Ela podia ver isso em seus olhos e pela 4 reverência de seu toque.

Para sua surpresa. Ela estudou sua cabeça . ele não empurrou algo imediatamente dentro dela.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele envolveu seu calcanhar com a mão e colocou seu pé no braço da cadeira. Sua concentração despertava-a. mas continuou a descer sua úmida e imunda meia abaixo por sua perna. mudando sua posição. ele colocou seu pé esquerdo para cima sobre o outro braço da cadeira e trabalhou sua meia para baixo em sua carne fria. Ele beijou seu joelho e então seu tornozelo quando a meia juntouse a pilha crescente de roupas no chão. fazendo-a se mover na cadeira. 4 Sem perguntar. deixando-a aberta a seu olhar.

sua boca desceu e beijou seu caminho ao longo da linha de sua coxa para seu sexo." Ele lambeu seu clitóris. Ele estremeceu e deixou a meia cair por terra. "Você cheira a mim. até que você esqueça qualquer outro. meu odor." . Ela acariciou seu cabelo amarrado e apreciou a sensação sedosa contra os dedos. 4 você estará coberta de meu sêmen. a ponta de sua língua tão direta quanto um dedo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C curvada. meu suor. o arco alto de sua maçã do rosto e longos cílios. Nunca suficiente. mas não o suficiente. "Antes do fim da noite.

Ela podia sentir seu cheiro picante . a mente de Helene considerou-as cuidadosamente. ela esperava que sim. Seus encontros sexuais passados não eram nada para orgulhar-se. Ele realmente poderia fazê-la esquecer-se? Fazê-la pensar apenas nele? Deus. mergulhou em suas dobras cheias. e separou os inchados lábios de seu sexo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Mesmo com seu corpo glorificado. em suas palavras possessivas. 4 Sua língua rodou ao redor do seu clitóris. Era uma experiência nova ter um homem com a intenção de seu prazer ao invés de esperar que ela o distraísse. Ela levaria toda vida para esquecê-los.

provocando. Abrindo-lhe assim. seus lábios inchados. seus dedos emaranhados em seus longos cabelos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C misturado com o dela. o restolho fraco de sua barba brilhando com sua umidade. ela só podia permitir seu toque." . 4 "Você está muito quieta. adicionando pressão. Ele levantou a cabeça para sorrir a ela. sondando até que ela se contorceu contra ele. Ela ofegou quando seus dedos seguiram o caminho de sua boca.

" 4 ." Ele sorriu para ela." "Isto é certamente verdade. "Separadamente do óbvio. claro.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu estou muito ocupada para conversar. Certamente isto é um elogio para sua habilidade?" "Mas eu quero você gritando e implorando. lembra? Uma das coisas que aprendi na Índia era que a maioria dos homens não tem nenhuma ideia do que mulher esconde entre suas pernas.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele se debruçou adiante e rodou sua língua ao redor de seu clitóris. "Uma das mulheres indianas que me tutorou nas artes sexuais me disse que as mulheres não só tem sabor de ostras. mas têm uma pérola escondida em suas dobras inchadas também. eu4 era muito mais capaz de agradar uma amante." Helene ofegou conforme ele fez um círculo ao redor do seu clitóris e então o sacudiu com sua língua. "Uma vez que entendi isso." .

Ele lutou livre e surgiu sorrindo para ela. "E então ela me ensinou como fazer isto. Muito melhor. prendendo sua cabeça para mantê-lo lá. ela balançou na extremidade de um clímax afiado. Um gemido escapou enquanto ela tinha espasmos de prazer. Pega entre as duas pressões firmes." "E você gritará também?" 4 . mas eu estou esperando por mais.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele enganchou seu dedo para cima e adiante e chupava seu clitóris ao mesmo tempo.

"O que?" "Você nunca se perguntou se alguma das mulheres que você teve em sua 4 cama fingiu experimentar o êxtase?" Ele ajoelhou e começou a desatar seu espartilho. ciente de seu pênis cutucando o interior de sua coxa. "Eu saberia. Ele franziu o cenho. deixando uma trilha de pré-sêmen em sua pele." Ela deu a ele um sorriso superior." . "Eu pretendo. É impossível deixá-la selvagem sem me tomar também.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Sua expressão se intensificou.

" Ele juntou todas as roupas e dirigiu-se à porta. Fique aí. provocando o mamilo enquanto ele removia seu espartilho com habilidade. seu corpo aberto a ele. Helene permaneceu na cadeira. dando a ela uma boa visão de suas esbeltas nádegas e pernas longas. seus mamilos já apertados e antecipando seu toque. "Vamos ver isso.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Seu tom confiante a divertiu. "Você não saberia. 4 ." Seus dedos desviaram-se até seu seio cheio.

Todas as francesas são tão exigentes?" Ela se achou sorrindo para ele. segurando seus seios em concha. e cuidadosamente manuseando 4 seus mamilos. .. esta. justo na extremidade da cadeira. Conexão? Ele ajoelhou entre suas pernas.. "É parece que tenho muito a provar-lhe sobre minhas habilidades de fazer amor.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Quando retornou. seu abdômen peludo esfregava contra seu sexo molhado com cada respiração rota que tomou. Quando sexo já tinha sido divertido para ela? Esta brincadeira divertida e provocações amorosas. ele caiu de joelhos a sua frente novamente e suspirou. Situada como estava.

Helene fechou os olhos. 4 Seu pênis se alongou e ajustou-se entre suas coxas abertas. Ela deixou seu corpo deslizar contra o dele enquanto ele sugava um seio de cada vez.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele inclinou-se e deixou os lábios esfregarem sua carne. Ele foi tão cuidadoso com seu prazer. o lado de seu eixo movendo entre os lábios inchados de sua vagina. puxando para baixo o prepúcio . tão disposto a provocar sua alegria. Ela ficou tensa enquanto ele circulava seu mamilo com sua língua e então o chupou em sua boca. tão molhada e agora tão quente que ela o queria novamente.

permitindo seu cabelo acomodar-se ao redor de seus ombros. Que homem bonito." Ela pegou a tira preta e desatou-a. Ela tentou erguer os quadris para engolfar a cabeça. Helene.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C para expor a espessa coroa púrpura molhada. Com toda determinação. ela . "Não ainda. Tão inocente 4 em muitas maneiras. Ele ergueu a cabeça. Memórias de todos os rostos que vieram antes dele levantaram-se a insultá-la. Eu não terminei com você. os olhos castanhos estreitados com paixão. mas não podia controlá-lo.

para dentro. Sua mão curvou sobre seu quadril e em seguida. Ele beijou o espaço entre seus seios e então a ondulação suave de seu estômago 4 antes de enterrar o rosto entre suas pernas. fazendo-a retorcer-se contra ele. . circulando-o com a ponta de seu dedo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C empurrou as imagens para longe e concentrou-se na textura do cabelo de Philip e da atração de sua boca em seu seio. para deslizar entre seus corpos aquecidos. Ela estremeceu quando ele delicadamente dedilhou seu clitóris.

desesperada agora para senti-lo dentro dela. 4 . sua boca e as sensações requintadas que desabrochavam dentro dela.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela já estava inchada desde que fez amor. a faziam arquejar e chamar seu nome. Picos de prazer. e sua carne rendia-se imediatamente a pressão de sua boca e dedos. Ela culminou novamente. Sua concentração se estreitou para o jogo de seus dedos. o fez rir baixo contra seu sexo e levá-la ainda mais ao longo de um caminho desconhecido de prazer.

Philip.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Por favor. ele segurava seu gotejante pênis em uma mão." Ela quase não podia acreditar em suas próprias palavras. eu quero você. seu polegar massageando a carne espessa de sua seta. Ela que nunca implorou a um homem para fodê-la e quis dizer isso? Quando ela abriu os olhos. Helene lambeu os lábios 4 conforme ele a avaliava. Ele guiou o pênis entre suas pernas até que a coroa estava dentro dela e parou. .

"Como saberei Helene?" "Porque eu gritarei seu nome?" 4 . Ela quis chorar quando ele se retirou até que mal esteve dentro dela.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Como você disse. silenciosamente pedindo-lhe. como saberei se você realmente vai gozar quando eu estiver dentro de você?" Ela olhou fixamente abaixo em seu pênis.

"Porque dentro 4 de você. Helene?" Ela simplesmente olhou fixamente para ele. não é?" Ele acariciou seu inchado clitóris até que ela estremeceu. "Mas você podia fingir isso. tornando quase impossível para mim para sair a tempo quando eu gozar. "Como." . sua boca seca. seu corpo equilibrado na extremidade do desconhecido. Seu sorriso desapareceu e foi substituído por chocante crueza.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Seu sorriso era ao mesmo tempo tenro e cheio de antecipação sexual. eu irei sentir você agarrar e soltar meu pênis como um punho.

4 puxando e apertando os botões sensíveis. exceto seu corpo e sua resposta a ele." Helene fechou os olhos quando seus dedos tocaram em seus mamilos. . Ele arqueou suas costas e mordeu-lhe o lábio quando ela convulsionou ao redor ele. "Eu ainda não estou certo de que faço isso direito. ele a encheu e ela o abrigou. Ela engoliu em seco. culminando com uma força que a cegou para tudo. sua seta uma presença inflexível espessa bem no fundo dela.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Com uma punhalada rápida.

. rasos movimentos ascendentes que a fizeram ofegar. você faz. Ela agarrou seus antebraços musculosos e cavou suas unhas profundamente quando outra4 onda de satisfação caiu sobre ela." “Não é isso que os franceses chamam de qualquer maneira? Le petit mort. acho que morrerei.” (A Pequena Morte) Ele a beijou suavemente e começou a mover os quadris. Se eu experimentar mais prazer.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Confie em mim.

" Ele acariciou seu pênis agora flácido. respirando com dificuldade. eu quero ficar mais em você. "Eu quero minha semente em você. eu gostaria que houvesse uma maneira de obter satisfação sem ter que me retirar. "Eu tenho algo em minha bagagem que poderia ajudar se já chegou aqui." . "Da próxima vez. Ele beijou sua garganta e sentou-se atrás em seus calcanhares." 4 "Você não quer. e seu esperma inundou sua barriga e empoçou na cadeira embaixo dela.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele retirou-se." Seu olhar era direto." Inquieta Helene contou os dias desde seu último ciclo mensal. "Maldição.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele afastou-se dela. ela encontrou seu olhar cheio." Apesar do nervosismo súbito em seu estômago. "Você tem preservativos de pele de carneiro?" "Os homens não os usam para se protegerem contra doença? Eu tenho algo para proteger a mim mesma. . Tinha que haver algo que ela pudesse dizer. sua expressão cuidadosa. Teria ele percebido que ela não era o que parecia? Ela odiou o pensamento de 4 que ele poderia se afastar dela em desgosto.

" 4 "Por quê?" Helene embrulhou os braços ao redor de seus joelhos e retrocedeu mais para trás na cadeira. ansiosa para evitar seu olhar penetrante. mas o que mais ela podia dizer? Sua sensação de felicidade e bem-estar se dissipou. "Eu sinto muito. A minha porção de viúva dependia de me certificar que isso não acontecesse. Philip se levantou e esticou antes de olhar para ela." Mon Dieu.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "O filho do meu marido de seu primeiro casamento não queria diluir sua herança. . outra mentira.

e eu tinha que estragar tudo." Ele enfiou a mão em seu cabelo." Ela encontrou seu olhar comovido." . Por trazer o mundo exterior ao nosso refúgio. A única vez que realmente podemos ser nós mesmos. 4 "Nós nunca somos verdadeiramente livres.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Por fazer suposições sobre seu caráter quando eu mal conheço você. espantada que ele sentisse o mesmo que ela e que ele tinha a capacidade de colocar seu desejo em palavras tão eloquentes. "Este é nosso tempo longe da realidade.

mas eu quis que fosse diferente para nós esta noite. "Eu sei. "Se isto é um sonho fora do tempo." Helene levantou-se e caminhou para ele." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Seus ombros se encolheram. oui?" 4 "Suponho que sim. e seu cheiro cobrindo o seu próprio. Ela já lhe devia tanto. então nós fazemos as regras. Ela acariciou suas costas e rodeou sua cintura com os braços. Sua semente agarrada em suas coxas.

" Ele deslizou a mão em seu cabelo e afundou o beijo até que seu pênis cutucou sua barriga novamente. .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela esfregou a bochecha contra sua pele morna. "Eu também. Seus dedos apertaram em seu cabelo. Ter um amante tão jovem vigoroso era uma revelação." Ela subiu para beijar sua boca deliciosa. nós devêssemos simplesmente apreciar um ao outro?" Ele suspirou. "Eu gostaria disso. 4 Helene sentiu um tremor de resposta em seu sexo. "Então talvez.

" 4 .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Vamos para a cama.

intragável ou infestada na pior das 4 hipóteses. fechou a porta. A comida no navio tinha sido simples na melhor. A fumegante tigela de guisado de carne.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Capítulo Três Philip agradeceu a empregada. . equilibrando a bandeja da ceia em suas mãos. pão fresco crocante. e retornou para cama. cerveja inglesa e torta de maçã alegraram seu coração.

que cochilava embaixo das bem amarrotadas cobertas. Eles transaram a noite toda em 4 todas as posições possíveis e achou uma intimidade que até em tão escapara dele em sua vida. Ele parou ao lado da cama e olhou fixamente para Helene. Seu corpo ansiava o dela com . ela o lembrou das estatuetas de porcelana na lareira da sua mãe. era um prazer voltar para casa com as coisas mais simples da vida. Seu cabelo loiro estava enredado.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C E embora ele amasse as especiarias da Índia. sua pele uma delicada concha cor-de-rosa da aspereza de seu queixo não barbeado. Apesar de sua desordem.

Ele fez cócegas em Helene atrás da orelha. Mesmo enquanto ele a observava." 4 Ele riu. "Você está com fome?" "Por você? Sempre. Eu quis dizer de comida. Com um gemido. ele colocou a bandeja em uma mesa pequena e subiu entre os lençóis. seu pênis ergueu-se em antecipação. "Não desta vez." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C uma intensidade que o humilhava.

Helene afastou o cabelo de seus olhos e aceitou a caneca de cerveja inglesa 4 que ele lhe deu. Philip inclinou-se para afofar os travesseiros e a puxou em uma posição sentada. Ela estremeceu quando bebeu e depois colocou sua xícara para baixo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Seu nariz contraiu-se quando ela sentiu o cheiro do banquete trazido para eles. e ele olhou fixamente para suas pontas rosadas. Ela bocejou. Seu pênis cresceu ainda mais. . Seus seios surgiram sobre a parte superior das cobertas.

que o chamou em um nível primitivo. "Porque eu sou inglês?" Seu sorriso fez seu coração apertar. o fez querer cobri-la com seu corpo e protegê-la de todo mal.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Cerveja inglesa é tão fraca. Havia algo frágil sob sua beleza surpreendente. Ele amaldiçoou a si mesmo por ser um tolo quando seu rosto tornou-se cauteloso. "Onde em Londres você está hospedada. Por que ele não . Como você pode preferir isto a vinho?" Philip a brindou com sua caneca. Helene?" A pergunta lhe escapou antes de 4 considerar as implicações.

você deve estar com fome. não querendo que ela visse sua expressão desprotegida. "Coma. ela o levou em sua palavra. Ele focou o olhar em suas mãos. . comendo com um rigor grave que fez ele pergunta se o alimento sempre esteve livremente disponível para ela." Para sua surpresa. serviu-se outra caneca.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C podia apenas aceitar o aqui e agora? Por que ele tem que estragar tudo? Ele terminou sua cerveja. O 4 pensamento de sua carência por qualquer coisa o fez curiosamente furioso. e então equilibrou a bandeja de comida em seus joelhos.

Ele virou seu braço para exibir as marcas ásperas em seu pulso interno. sentiu os ossos pequenos e flexíveis submeter-se sob a pele de porcelana. Ele apertou-lhe a4 carne. ele cercou seu pulso esquerdo com o dedo indicador e o polegar. fazendo-a soltar o pão. . respirando de forma superficial que ele perguntou-se se ela poderia desfalecer.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Com uma maldição suave. "Quem machucou você?" "Por que você pergunta?" Ela ficou em silencio.

Eu fui encarcerada durante algum tempo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu vi algemas fazerem cicatrizes em pele antes. "Minha família foi apanhada na revolução. Helene torceu fora de seu aperto e apertou ambas as mãos em seu peito." Ela suspirou. . ele conhecia muito bem os horrores que acompanharam a Revolução 4 Francesa. Apesar de seu exílio na Índia." Philip simplesmente olhou fixamente para ela enquanto lutava com as imagens apavorantes que sua simples declaração trouxe para vida.

comparada a sua existência 4 condescendente e mimada? Ele se sentiu extremamente inadequado para perguntar sobre o sofrimento refletido em seus olhos encantadores. Ela tomou uma respiração rota.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela retrocedeu para algum lugar privado que ele sentia que nunca lhe seria permitido ou seria capaz de entrar. . Ele podia reclamar." Philip movimentou a cabeça. mas como tinha sido assim sua curta vida. Eu sobrevivi e desejo seguir em frente com minha vida. Ela só tinha dezoito anos. "Eu não desejo conversar sobre isso.

era menos provável que dissesse qualquer . e veio para descansar em seus pés. entregou-lhe de volta sua caneca de cerveja.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele levantou sua cerveja. ela conseguiu dar um sorriso trêmulo." ela disse. Philip sorriu de volta e retornou a 4 atenção para seu prato. o raciocínio de que se pudesse encher a boca com comida." Ela olhou para ele. "À vida. levantando a caneca. e levantou as sobrancelhas. sua expressão ainda distante e cautelosa. Ele alcançou do outro lado. Seu coração suavizou. "Então aqui está: à vida. Para seu alívio intenso. derreteu.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C coisa estúpida. Helene mexeu-se em seu sono. Seu meio-ereto pênis aconchegado entre suas nádegas. Muito mais tarde. A apreciação profunda dela era evidente em tudo que ele . ele mostraria-lhe exatamente o quanto ele estava disposto a ir para remover a dor de seu olhar. O colchão de penas velhas cedeu no meio em um ninho perfeito. quando o quarto era uma série de sombras e formas distorcidas. a outra em concha em seu seio. Atrás dela. E assim que Helene terminasse de comer. Philip deitado de lado. Ela se 4 sentiu mais confortável com ele do que com qualquer outro homem. uma mão enterrada entre suas pernas.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C fez. teria ela se sentido assim? Esta conexão instantânea e forte atração sexual? Ela tinha mudado tanto que já não confiava mais em si mesma. Nada jamais foi tão bom quanto parecia. . 4 contudo aqui estava ela. Se ela o encontrasse em sua antiga vida em um baile ou outra ocasião social. ele livremente compartilhava a si mesmo com ela. e. Ele adorava seu corpo. embrulhada nos braços de um homem e em paz pela primeira vez em muitos anos. e ela regozijava-se em cada nova sensação. A experiência amarga substituiu seu antigo sonho romântico.

Ela já tinha se permitido estar entrelaçado com um homem sem se livrar das lembranças físicas de outro encontro sexual indesejado? "Você está acordada.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela sorriu na escuridão. Seu cheiro a banhava agora." Ela abriu os olhos lentamente." . 4 "Eu suponho que estou. o cheiro exótico de especiarias e sua semente tão familiar quanto sua própria nata. quando Philip acariciou seu pescoço.

devo acrescentar." 4 Ele riu novamente. "Eu fico imaginando que estou de volta a bordo do navio novamente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele riu o som abafado contra a nuca de seu pescoço. cinco a seis meses em média. não convencionais para explorar. "Sim. o som sonolento e íntimo. Eu acordei porque tudo estava parado. Você pode imaginar isso?" "Eu não posso imaginar como você sobreviveu sem sexo por tanto tempo." Ele apertou seu seio." . n'est-ce pas" (não é). "Houve alguns caminhos." "A viagem da Índia é muito longa. "E nenhuma mulher entre os passageiros com quem flertar.

Eu hesito em chocá-la. um dos homens que serviram 4 nas cabines de passageiro deixou claro para mim que se eu estivesse interessado em um encontro sexual." Ela quase riu. "Tais como?" "Você é uma curiosa descarada.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela colocou a mão sobre a dele enquanto ele lentamente dedilhava seu mamilo. "Desde meu primeiro dia a bordo do navio." . "Eu não acho que isso é possível. senhora. sua respiração morna em sua bochecha. ele teria muito prazer em favorecer." Ele suspirou e acomodou-se contra ela.

claro. "Encontrei-me me demorando em4minha cabine para vê-lo realizar as tarefas mais simples. educadamente recusei sua oferta. dizendo a ele que eu não tinha interesse em homens." Helene arqueou suas costas contra o inchaço crescente do pênis de Philip. sentiu a primeira umidade de seu pré-sêmen molhar sua pele. Amei o modo que ele trocava minha roupa de cama. eu comecei a ver sua proposta com uma luz diferente. a extensão .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip beijou seu ombro. "Eu. Mas como a viagem progrediu e minha mão se tornou o único meio satisfazendo a mim mesmo.

senti seu 4 pênis ereto moer contra o meu. "Uma manhã. Ele era um homem bonito. e ele agarrou meus braços.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C apertada de seus calções sobre seu traseiro quando ele fez minha cama. Uma manobra do navio me lançou contra ele. com longos cabelos negros e um brinco de ouro em cada orelha”. eu o encontrei em um dos estreitos corredores entre as salas de estar e a cozinha. também. cerca de três meses em nossa viagem." . Eu não me afastei. Eu deixei meu corpo apertar o seu na parede.

" "E como isso fez você se sentir?" Ele gemeu e balançou contra ela. seu pré-sêmen fazendo seu pênis deslizar facilmente entre suas nádegas... e desesperado. Dois dias depois. eu quase gozei em meus calções. se você realmente 4 quer saber. Ele me empurrou dentro do quarto e desceu sobre seus joelhos. eu deliberadamente o encontrei novamente fora da despensa minúscula. "Quando ele lambeu meus lábios.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene tremeu quando a ponta do polegar de Philip trabalhou dentro de sua passagem traseira. "Duro. excitado. .

minhas mãos em seu cabelo. seu traseiro pronto para a primeira penetração de seu pênis.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Antes que eu pudesse falar. deixando seu sexo aberto a seus dedos pesquisadores." Helene deslizou sua perna por cima da coxa de Philip e ancorou o pé em seu quadril. se retirou. segurando ele contra mim. 4 "Deus. eu o deixei fazer aquilo comigo toda noite em minha cabine. tendo certeza que ele tomou cada . ele tinha meu pau em sua boca e logo minha semente era bombeada garganta abaixo. Ele apertou contra ela. e então retornou seu pênis agora coberto em óleo e pré-sêmen.

Ela gozou quase eróticas de Philip fodendo o homem 4 sutileza que lhe dera flutuavam por sua desconhecido com toda a concentração e mente." Ele gemeu e ondulou os quadris contra ela.. eu o coloquei em suas mãos e joelhos.” Helene fechou os olhos enquanto ele abria caminho dentro dela.. imagens . na minha cama. que imediatamente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C gota de meu sêmen. E Deus me perdoe. "E então ele me ofereceu seu traseiro e me mostrou como lubrificar meu pau para entrar nele. sobre minha mesa.

.. muito lento. "Eu teria gostado disto. também. eu gostei disso." . desde que você estivesse nua e tão excitada que a fizesse gozar conosco." Ele mordeu seu ombro. 4 "Eu o levei em minha boca. o pênis de Philip contraiu-se e inchou quando ele deu outra punhalada.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu teria gostado de ver vocês juntos." "E você deu a ele as mesmas liberdades?" Bem no fundo dela.

" . sua respiração quente e apressada em seu pescoço.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele agarrou seus quadris enquanto bombeava duro contra suas nádegas. "Eu estava pronto para deixá-lo me foder. Suas palavras finais eram sussurradas muito quietamente ela quase as perdeu. mas a viagem estava terminando. seus dedos que cavavam em sua carne à medida que ele gozou." 4 "Vocês foram surpreendidos por sua luxuria por este homem. e ele foi chamado para outras tarefas.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele moveu-se atrás dela. Aqui estava um homem que poderia entender que o amor vem em diferentes disfarces. . diabos. ela estava pensando? Ela tinha uma nova vida para planejar. entretanto eu não senti nenhuma vergonha. "A princípio eu estava horrorizado. ser tomado. só uma necessidade profunda de ser fodido." Sonhadoramente. Que. Helene considerou suas palavras. Um homem que poderia amá-la apesar de seu passado. ainda que fosse por outro homem. Ela se afastou longe dele para a extremidade 4 da cama.

A última coisa que ela precisava era se lançar nos braços de Philip Ross e pedir-lhe para mantê-la lá para sempre. Ela não tinha aprendido nada? "Helene? Eu desgostei você com minha história?" Ela abriu os olhos e enfocou na luz suave da vela quando tremulou ao lado da cama. Mas pelo menos . Significava os rostos 4 daqueles que a tinham fodido eram todos memoráveis demais.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C um novo futuro. Ela odiava a escuridão e sempre insistia em uma luz.

Em verdade. É incomum encontrar um inglês com tais pontos de vista sexuais liberais. Philip. "Eu não estou chocada.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C manteve os decadentes fantasmas daqueles que já não eram capazes de foder qualquer coisa mesmo. Ela gostaria de estar no comando de tal . "Talvez eu devesse começar um novo tipo de clube de cavalheiro para instruir meus companheiros ingleses nas artes eróticas. O que você acha?" 4 Ela olhou fixamente para ele por um longo momento como suas palavras giravam em torno de sua cabeça. eu achei sua história excitante." Ele riu.

Para mostrar aos homens como as mulheres deviam ser tratadas na cama. explorar os prazeres sensuais que Philip tinha revelado a ela. de Ela suspirou. "Você está certa que não a ofendi? Você parece distante. Seu cabelo caído em volta de seu rosto." Ele virou-se em seu cotovelo para estudá-la.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C estabelecimento. "Eu estava pensando no amanhã." . suavizando as duras. linhas limpas 4 suas maçãs do rosto. "Helene?" Ela piscou e refocou seu rosto.

"Eu sei. seu intento de expressão. e empurrando seu pênis fundo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Nós concordamos em não pensar muito duro." Ele se arrastou em direção a ela. mas é difícil. Eu tenho muito prazer para lhe dar antes da manhã." Ele deslizou de joelhos entre suas coxas. senhora. e este idílio. seus olhos castanhos planos com os dela." Helene fez careta. 4 abrindo-as amplamente. Helene gemeu enquanto seu sexo extremamente sensível absorvia sua plenitude espessa. . "este espaço. ela gesticulou no desarrumado quarto. "Nosso tempo ainda não acabou. Eu apreciei este tempo com você".

assistir-lhe tomá-la e torná-la sua. Ela só podia se mover com ele. sua intenção de possuí-la muito óbvia para uma mulher de sua experiência." Ela alcançou seus ombros. Pela primeira vez em sua vida. Helene. e eu sou um homem de palavra. . ela se permitiu imaginar 4 como seria ser amada tão completamente. mas ele puxou suas mãos sobre sua cabeça e segurou-as lá enquanto bombeava nela. Sua expressão era selvagem.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu prometi fazer você gritar.

" Ela recuou e usou a ponta de sua língua para atormentar a fenda pulsante na coroa. eu amo você chupando meu pau. mergulhando sua seta de volta dentro de sua 4 vagina em golpes longos e duros. e deslizou seu pênis em sua boca. rastejando em cima de seu corpo. . gemendo quando ela o tomou profundamente em sua garganta. ele recuou e ajoelhou entre suas coxas. rodou sua língua em torno da cabeça até que ele gritou. Com um grunhido. "Deus.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele retirou-se.

e seu quente sêmen derramou em sua barriga. Ela tinha perdido muitas das pessoas que amou para acreditar que tal perfeição poderia durar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Seu clímax a tomou de surpresa. Helene mordeu seu lábio quando seu peso agora-familiar caiu sobre ela. Seus dedos emaranharam em seu . Ele continuou a abraçá-la. seus quadris continuavam se movendo no ritmo do amor. Ele mal conseguiu retirar-se a tempo. enviando-a em um espiral de êxtase com uma rapidez que fez Philip gozar também. Ela lembrou que até mesmo o êxtase de fazer amor era uma alegria em uma vida muito 4 curta que poderia terminar amanhã.

ela se achou rezando. mas vital. e ela lutou contra as lágrimas. mas alguma coisa tinha mudado. Philip arriscou um sorriso cauteloso para Helene sobre o bule de café. Pela primeira vez em anos. mas se sua oração era por perdão por ousar esperar um milagre. Algo indefinível. Ela era toda delicadeza e calma. ela não podia dizer. deslizou por seus dedos durante as 4 desconhecidas horas frias do amanhecer .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C cabelo úmido.

sua xícara meio erguida para sua boca.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C enquanto eles dormiam. Ele pousou sua xícara. A compreensão o segurou congelado em choque. Os artigos de vestuário remendados e vestidos de uma mulher de classe baixa. Não 4 importava para ele. . Ela vestiu suas próprias roupas novamente. Ele estava preparado para comprar qualquer coisa que ela desejasse. Um nó de tensão formou em seu intestino enquanto ele a estudava. Ele não podia aguentar separar-se dela.

uma carranca pequena enrugando sua testa.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você gostaria de um pouco mais de café." Abruptamente ele levantou-se e começou a andar pela sala. Helene pousou a cafeteira e observou ele cuidadosamente. o conjunto de entrar no lugar do meu irmão morto. "Eu não posso continuar com isto." . obrigado." 4 "Com o que?" "O casamento com Anne. Philip?" "Não. Ele se virou para encará-la.

" Philip rechaçou um calafrio. Ele segurou seu olhar. você sabe. o dever para sua família é quase tão importante quanto dever para com o rei e Deus. "Ele nunca entenderá. Quem sabe você calculou mal e ele entenderá. Case-se comigo. . mon ami. "Sim. "Eu não sei como ajudar você." Ela mordeu o lábio." Ela rapidamente piscou seu rosto 4 empalidecendo quando ela olhou fixamente para ele. Para ele.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Diga a seu pai quando você o vir." (meu amigo).

nem a mesma nacionalidade. Não posso fazer isto. Ele estava propondo casamento a ela.. Você mal me conhece." ." "Esse não é o ponto. "Eu conheço você." "Por que não?" A raiva aumentou. nós não somos da mesma classe social. deslocando o medo. porra.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu.. por que ela não estava sorrindo? "Eu prometo que vou ser um bom marido." 4 Ele seguiu de volta a mesa e se inclinou sobre dela.

Sexo não segura um casamento." 4 Ele puxou para trás como se tivesse batido nele. "Eu não sou bom o suficiente para você? Quem está esperando por você em Londres. sua respiração áspera. você me quer. suas belas feições compostas. Não é o suficiente?" "Não para mim. "Eu quero você. "Philip. Sua boca se curvava em um canto e abasteceu seu encontro de incompreensível ira." Ele olhou fixamente abaixo nela. você conhece meu corpo. o rei?" .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela olhou para ele.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Dor cintilou em seu rosto. "Ela não é minha Anne. Como ela ousava recusá-lo? . "Não é o que eu quis dizer. Se você quiser sair do casamento com sua Anne." 4 Sua lógica fria cortou-o. só diga a verdade a seu pai. Você não precisa fingir que se apaixonou por mim só para dar a si mesmo uma rota de fuga." Ele olhou para ela por cima do ombro. Ele moveu-se para andar no assoalho novamente. reduzindo-o a uma impotente criança furiosa. e ela agarrou os braços de sua cadeira mais duro. você tem o mundo inteiro para descobrir. Você é jovem.

"Eu acho que podia amar você. sua raiva morrendo enquanto estudava seu rosto bonito. Helene. "Você não tem nenhum direito de 4 fazer isso comigo!" "Sobre que inferno você está falando?" . sua xícara de café caiu no chão e quebrou.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Nós podemos ir para Gretna Green." "E como nos sustentaremos quando seu pai cortar sua renda?" Ele se voltou para encará-la. se casar lá." Ela levantou-se muito violentamente.

"Você não pode me amar.. seu sorriso miserável.. Eu não posso lidar com essa.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela bateu o punho contra seu peito. Eu não permitirei isso. "Eu tenho planos. essa. Eu tenho uma nova vida me aguardando. "Você pensa que eu 4 tenho uma escolha no assunto?" .” "Estupidez? Apaixonar-me por você é estúpido?" "Eu não disse isso!" Ela brevemente fechou os olhos como se não pudesse aguentar olhar para ele." Ele segurou seu angustiado olhar.

"Eu não posso fazer isso. e esqueça tudo sobre mim.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Todos nós temos escolhas. e ele deu um passo vacilante em direção a ela." Sua garganta doía. para sua família." 4 . Eu quero você e só você. Vá para casa. Eu só quero me casar com você. Eu não me importo com seu passado ou o fato que você é uma viúva. As suas já são claras." Ela afligiu o lábio tão duro que arrancou sangue. case-se com a moça que é suposto. "Você não pode.

" Philip extraiu uma respiração instável." Ele colocou a mão sobre o coração.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Por que não? Eu sei que você se importa comigo." Ela estremeceu violentamente e ergueu o queixo." . Diga-me o que posso fazer para fazer as coisas certas para nós. espelhando o gesto." 4 "Eu sou uma prostituta. "Eu sei isto aqui. "Você é a mulher que eu amo. "Eu não sou o que você pensa.

apenas o tremor fino em suas mãos dobradas exibia qualquer sugestão de tumulto interno. Eu sou uma prostituta. Eu passei dois anos na Bastilha servindo os guardas e dois anos como amante de um homem velho. . sua garganta estava tão apertada." Ele ainda não podia falar. "É verdade. Tive mais homens na cama do que você jamais poderia imaginar. 4 suas feições compostas. Ela sentou-se.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele abriu a boca para responder e agitou a cabeça quando as palavras finalmente o escaparam.

" . um fingimento? Que eu só era outro cliente para você?" Ela inclinou a cabeça mera meia polegada. Eu sei quando uma mulher está fingindo e você. mas não tão boa." 4 Ela levantou as sobrancelhas. "Senhora. você é boa na cama... "Você não tem que fingir comigo. e ele levantou seu casaco e chapéu. e ele pegou seu queixo em seus dedos duros. Você não estava.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você está sugerindo que o que nós compartilhamos era uma fraude. A ira borbulhou e ferveu dentro dele novamente. Diga.

A pulsação na .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela engoliu duro. Em um movimento selvagem. mas uma atriz brilhante. a língua umedecendo os lábios. "Talvez eu não seja só uma prostituta." Ele olhou em seus olhos azuis enquanto a dor em seu coração ameaçava encher seu peito inteiro e então rastreou até sua garganta." 4 Seus cílios tremularam para baixo. Se você escolheu fingir que nós não significamos nada um para o outro. tenha isso ao seu modo. Mas eu sei a verdade. seus dedos enrolaram ao redor do seu pescoço. Eu conheço você. "Você mente. escondendo sua expressão.

enfiou a mão no bolso de seu casaco. "Quanto devo a você por nossa noite juntos?" Ela olhou para longe dele. e tirou sua bolsa. Com todo o controle. Philip!" (Vá para o diabo) . "Se você é uma prostituta profissional. ele a deixou ir e andou de volta.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C curva de sua garganta bateu como um animal preso. "Quanto?" "O que você quer dizer?" ela sussurrou. certamente você tem uma 4 tarifa regular?" "Va chez le diable. Ele tinia sua bolsa.

"Você vê. A tristeza comeu em sua raiva. não é? Porque você sabe que nós compartilhamos mais que uma transação comercial ou satisfação da luxúria. A mistura de desolação e raiva em seus olhos provavelmente refletindo o seu. . você não pode me cobrar." Ele colocou o chapéu. "É uma vergonha que você esteja com muito medo de confiar em mim. 4 Ela se encolheu longe dele como se esperasse um golpe.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele colocou a bolsa em seu bolso. com dedos trêmulos e esperou até que ela olhou nele novamente. Compartilhamos a alma um do outro.

" Ela não falou. senhora.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Espero que um dia você perceba o que deixou escapar por entre os dedos. Bom dia. nem sequer olhou para ele enquanto ele se dirigia à porta. Sua mente se recusava a funcionar corretamente enquanto ele se 4 esforçava para fazer sentido do silêncio atrás dele. empurrando sua bolsa meio-embalada com ele. e eu espero que você se sinta tão vazia e miserável quanto eu faço hoje. Ele bateu a porta fechada e encostou-se a ela. .

Ele devia alugar um cavalo. 4 Ele também suspeitava fosse improvável que alguma vez .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Pensamentos caíram irregularmente por sua mente. chegar a Londres o mais rápido possível. mas ele reconheceu o amor quando o encontrou. que encontrasse coisa parecida novamente. Ele fechou os olhos. Qual era o ponto de fazer qualquer outra coisa? Helene podia pensar nele como um bobo romântico. e se casar com quem quer que seu pai deseje.

4 Em sua alma. isso era tudo. cair em seus braços e encontrar a felicidade. Uma parte dela desejava correr atrás dele.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene segurou sua respiração enquanto a porta fechava atrás de Philip e sua bagagem. No súbito silêncio. Mas ela não podia se . ela olhou fixamente atrás da porta. nada mais. ela soube que ele quis dizer cada palavra. Ele simplesmente ficou chateado quando ela ignorou sua proposta de casamento ridícula. Um gemido escapou de seus lábios apertados. Ele ainda estava lá fora? O que ele estava esperando? Ela implorar-lhe para voltar? Ela feriu seu orgulho. Mon Dieu machucava respirar.

sua oferta galante de amá-la de 4 qualquer maneira. As imagens de seu rosto quando ela lhe disse o que era o choque que ele tentou esconder. Ela ficou de pé lentamente e encurvou-se como uma mulher idosa com a dor da sua partida. ela já estava além da redenção. E sua família teria certeza que ele percebesse que erro colossal ela era. não podia permitir-se ser usada e descartada novamente quando ele percebesse seu erro. .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C arriscar. Todos os que verdadeiramente a amavam estavam mortos. Ela não merecia tal amor. com a dor de recusá-lo.

seu cheiro tão familiar agora quanto o dela própria. Ela tinha pessoas que estavam dependendo dela para sair-se bem. esquecer que e Philip Ross alguma vez existiu. se fosse possível.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Lágrimas escorriam por suas bochechas quando ela rastejou de volta a cama e enterrou o rosto nos lençóis. Londres teria que esperar até o próximo coche de passageiro passar. para reconstruir sua força 4 tentar. Ela ainda podia sentir seu odor. Ela precisava chorar novamente. .

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C 4 .

Era esta casa imponente em St.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Capítulo Quatro Uma última vez. tentando evitar uma surra dos guardas na Bastilha. Acusado de . James Square realmente a residência de Visconde Harcourt-DeVere? Parecia extremamente grande para uma família. A última vez que tinha visto o visconde tinha sido em 4 trapos e algemas. Helene verificou o endereço no pedaço maltratado de pergaminho apertado em sua mão enluvada.

Ela quase virou e desceu os degraus retrocedendo quando a porta foi aberta abruptamente. em forma de um sino de igreja apareceu em seu rosto. que lhe deu uma visão elevada da praça e do deserto jardim no centro. A aldrava de bronze. As árvores na área central estavam despojadas de folhas e cobertas com gelo. Ela engoliu sua náusea súbita e subiu os degraus. Levou toda sua força para levantá-la e 4 deixá-la cair. grande. . e Helene tinha estado contente em ajudá-lo. a fuga era sua única opção.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C espionar para os ingleses.

4 Senhora?" . Senhora?" O homem que assumiu ser o mordomo estava vestido sombriamente de preto que contrastava fortemente com a brancura de sua peruca e seus lábios finos e pálidos. "Eu desejo falar com o visconde. Ele está em casa?" O mordomo a considerou por um longo momento.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu posso ajudá-la. "Você tem uma entrevista. Helene ergueu o queixo.

mas o visconde disse-me que se eu alguma vez visitasse Londres. e abriu a porta." O mordomo tomou o pergaminho. "Talvez pudesse importar-se de esperar na pequena sala matutina enquanto eu inquiro sobre o paradeiro do visconde?" 4 Helene estava muito agradecida de que ele não fechasse a porta em seu rosto para se preocupar com sua recepção menos que entusiasmada. inclinou-se. Ela seguiu o .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu não. que o procurasse imediatamente. "Ele me deu seu endereço e disse-me para trazê-lo como apresentação." Ela ofereceu a ele o pedaço de pergaminho.

O calor de uma lareira diminuta abraçou-a enquanto entrava na sala com painéis de carvalho. seus nervos muito na extremidade para lhe permitir se 4 sentar. Um relógio bateu ruidosamente sobre a lareira elevada. Helene andou pela sala. Ela tirou as luvas e segurou as mãos em frete às chamas. "Senhora?" . eventualmente moendo e ofegando para golpear uma nota única significando o quarto de hora.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C mordomo pelo corredor sombrio em mármore e em uma sala voltada para frente da casa.

.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela virou-se para o mordomo na porta. e seu olhar tinha uma pitada de cautela. Um criado abriu as portas para revelar um homem sentando em uma escrivaninha opulenta. "O visconde a verá agora. caneta de pena 4 erguida em sua mão como se estivesse prestes a escrever algo. Seu cabelo era quase cinza." Helene se encheu de coragem e seguiu o mordomo por outro longo corredor sombrio para um conjunto imponente de portas duplas." "Obrigada. seu rosto aristocrático.

você poderá lembrar-se melhor de mim como Helene. respeitosa reverencia. seus olhos cinzaprata fixos em seu rosto. Talvez você possa me lembrar de onde nos conhecemos. . e duas manchas coraram suas bochechas." Helene caiu em uma profunda. "Meu senhor.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Madame Delornay?" O visconde levantou-se e curvou-se. Ele levantou o 4 pedaço pequeno de pergaminho de sua escrivaninha e releu." Ele largou a pena. "Peço desculpas por não poder lembrar seu nome.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Bom Deus. iria?" . meu senhor. tomou sua mão. "E se você não fizesse isso. Helene da Bastilha? Tem carregado isso com você por todos esses anos?" Para sua surpresa. Eu 4 meramente ajudei você a escapar de sua cela. "A mulher que salvou minha vida. e trouxe para seus lábios. ele veio ao redor da escrivaninha. "Isso dificilmente." Ele riu. eu não teria ido muito longe. Como eu poderia esquecer você?" Ela tentou um encolher de ombros.

"Eu fico mais surpreso que você o fez. senhor. Sua apavorante existência na prisão não era conducente para a sobrevivência. minha querida. ." Ela sentiu calor nas bochechas quando se lembrou de ser afagada por um dos 4 guardas da prisão enquanto acorrentavam o visconde a parede e lhe batiam." Sua expressão suavizou.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela encontrou seu olhar e sorriu em seus olhos. "Eu estou simplesmente contente por ter sobrevivido.

Você nunca deve lamentar isso." Ele colocou a mão em seu braço e a levou perto do fogo. Eu não me orgulho de como fiz isso. . "Você está viva. para duas grandes cadeiras defronte um fogo reconfortante. não tive nenhuma escolha." Ele usou seus dedos para levantar seu queixo e examinar seus olhos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu consegui achar uma saída. Ele a ajudou em uma cadeira e voltou para 4 a porta para falar com o lacaio posicionado ali fora. ma petite (minha pequena). mas na verdade.

ele lhe prometeu qualquer coisa que seu coração pudesse desejar. fique confortável. Você parece cansada. . Mas quanto de sua história ela iria precisar revelar para ganhar seu apoio? No calor de sua fuga. e aquilo mal tinha terminado bem.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Por favor. O visconde parecia ser um homem honrado." Helene agarrou as mãos juntas no colo para que parassem de tremer. Helene. Mas 4 também tinha Philip feito. Eu pedi um pouco de chá para nós enquanto ouço o resto de sua história. Ela combateu um sorriso amargo.

senhor. você é viúva?" "Nenhum dos dois. minha querida. . Você se casou. ou Deus me livre.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C O visconde voltou e sentou-se na cadeira a sua frente. "São apenas três anos desde a última vez que te vi. Eu decidi que seria mais seguro viajar para a Inglaterra vestida em traje de luto do que como uma mulher solteira. Seu olhar varreu seu vestido escuro e as tiras de seda preta de seu chapéu." 4 Não que ela tivesse feito seu disfarce muito bom. Certamente não dissuadiu Philip Ross ou salvou seu coração de ser partido. então.

Ao longo dos últimos anos. Estou certo que estarão tão interessados em 4 ouvir que você sobreviveu como eu estou. Eu não tenho nenhum desejo de continuar a vida que fui forçada a viver. "Eu estava esperando que pudesse me ajudar a começar de novo aqui na Inglaterra." ." O visconde estendeu a mão e acariciou seu joelho.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela respirou fundo firmemente. eu conheci vários cavalheiros que se beneficiaram de sua ajuda na Bastilha. "Eu posso garantir que não acontecerá.

"Eles eram adultos que conheciam os riscos de seu envolvimento. eu fui apenas uma parte pequena do empreendimento." . sua expressão suave." O visconde inclinou-se adiante. Seu agradecimento realmente pertence aos outros que arriscaram suas vidas para que você chegasse à costa. Deixei de ser uma criança quando fui separada da 4 minha família. senhor." "Não realmente. senhor. "Como eu disse.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene esboçou um sorriso. Você era apenas uma criança.

em lugar da negociação com os guardas para ser usada à medida que eles desejassem." Ela encolheu os ombros." 4 . "O pensamento de meu pai foi me salvar de tal destino. mas todos eles agora são falecidos?" Helene tragou duro. Eu os vi sendo levados um por um para a morte.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Desculpe-me por perguntar isso. Às vezes eu desejei que ele me permitisse morrer como eles. "Sim.

Helene ficou tensa quando ele virou-se para encará-la." "Mas eu quis morrer. e começou a andar pela sala. seus penetrantes olhos de prata fixos em seu rosto." "Mas você sobreviveu e aqui esta você." "Sim." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C O visconde fez um som abafado. ma petite. ficou de pé. "Peço desculpas. Parecia um caminho perfeito para realizar meu objetivo. monseigneur 4 (Meu senhor). aqui estou eu. O pensamento de você suportando tal existência e ainda arriscando tanto por completos estranhos faz-me querer achar os guardas da Bastilha e sufocá-los com minhas mãos nuas.

Helene considerava a propagação duvidosa. e ela se sentiu corar." Ele despejou seu chá e entregou-lhe um prato cheio de comida. minha querida. "Eu espero que você esteja com fome. pelo menos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele movimentou a cabeça devagar. . e um homem entrou carregando uma grande bandeja de prata. 4 Desde a partida abrupta de Philip. Meu cozinheiro estará muito desapontado se você não experimentar. Houve uma batida na porta. O estômago de Helene grunhiu. seus bolos e doces. ela experimentou grande dificuldade de manter a comida descendo de algum modo. Uma empregada seguiu com outra bandeja com iguarias da tarde.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Com um murmúrio de agradecimento. permitindo o calor da bebida fermentada adaptar-se em seu estômago. O visconde se sentou e serviu-se de uma seleção de massas antes de girar sua atenção de volta para Helene. "Você me dirá como escapou da Bastilha?" A franqueza de sua maneira lembrou a Helene de Philip. ela descansou o prato em seu colo e tomou um gole de seu chá. Todos os aristocratas ingleses 4 eram tão acostumados a serem obedecidos que assumiam que todas as suas perguntas deviam ser prontamente e honestamente respondidas? .

aterrorizada. eu não me orgulho do que fiz." Seu sorriso estava cheio de memórias gritantes. francamente. Em seu lugar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Como eu disse. e eu estava." Helene foi incentivada pelo fluxo inesperado de simpatia. eu percebi que estava grávida. mas no momento." . "Você acha que condenarei você? Eu experimentei os horrores de sua existência apenas por alguns dias. eu não podia ver nenhum outro curso de ação aberta para mim. acredito que eu teria feito qualquer coisa para escapar. senhor. "Logo depois que 4 você partiu.

. Eu.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "É bastante surpreendente quando você tem quinze anos e está sozinha.. "Você tem alguma ideia de quem era o pai da criança?" Ela mordeu o lábio. Não tinha escolha quanto a quem me tinha na cama." Ele pausou para servir-se mais chá. tomou a 4 xícara longe dela.." Sua mão tremia tanto que o chá derramou sobre o lado de sua xícara. minha querida. . escaldando-lhe os dedos. e a deixou na mesa lateral. O visconde inclinou-se. ou quantos.. "Eu não tinha ideia.

"Então." "Não." . era improvável que meu bebê sobrevivesse. por favor." 4 "Eu também percebi que se os guardas descobrissem que eu estava grávida. nós podemos deixá-lo no passado." Ela levantou o olhar para encontrar os dele.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu sinto muito trazer de volta essas lembranças desagradáveis para você. continue. "Eu gostaria de compartilhar minha história com alguém que pudesse entender alguém que não vai me julgar." Ele lhe deu seu lenço e sentou-se. senhor. Se isto é muito difícil.

Eu só queria ter estado lá para te ajudar. "Então eu decidi encontrar um homem que pudesse me tirar da prisão por bem." "Obrigado. mas estou contente que você tenha escapado." ." Seu sorriso leve a fazia se sentir um pouco melhor. senhor. então eu flertei com ele e o convenci a me comprar dos guardas." "Uma decisão sábia." "E você foi bem sucedida.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene respirou fundo. "Um dos advogados idosos do novo regime estava completamente tomado 4 por mim.

mas ele era rico o suficiente para me instalar em meu próprio apartamento e4 providenciar cuidados ao longo da minha gravidez. e fingi que a criança era dele. entretanto?" "Infelizmente. "Eu somente posso aplaudir sua ingenuidade." O sorriso do visconde não tinha nenhum indicio de condenação. Ele não iria casar com você. apenas aprovação total. Eu também o convenci a ir para a cama comigo. ele tinha uma esposa.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C “Eu fui." .

separadamente do fato que ele não me deixaria manter o bebê." O visconde acalmou. Meu amante concordou em pagar pela manutenção da criança até que ela atingisse a idade de casar ou empregável. então. "Eu suponho que." 4 O visconde suspirou. "O que aconteceu com a criança?" "Minha filha foi enviada para um convento local que atendia crianças órfãs e abandonadas." ." "Sim.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Uma boa escolha. nas circunstâncias. isso foi o melhor que você podia esperar.

mas agora eu não estou tão certa. Marguerite ainda é minha filha.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene tentou sorrir. "Mesmo que eu não saiba quem era seu pai. "Eu tinha a esperança de tê-la 4 comigo na Inglaterra. ela está florescendo. Até onde eu sei." . e eles são gentis o suficiente para escrever de volta com a simples informação. Eu escrevo para o convento uma vez por mês para inquirir sobre sua saúde." Ela arriscou um olhar direto no visconde. Eu não tinha permissão para vê-la depois que foi tirada de mim.

" Ele gesticulou em seu prato intocado. coma. Você está extremamente pálida. mas eu me sinto um pouco enjoada. monsieur. ." Ela fechou a mão sobre a boca enquanto sua vista escurecia e um som de trovão rugia por sua 4 cabeça. "Por que não? Eu estou certo que podemos arranjar alguma coisa. "Minhas desculpas. "Agora. A última coisa que lembrou foi o rosto preocupado do visconde quando ela deslizou molemente para o chão. por favor.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele franziu o cenho e pôs sua xícara e prato vazio atrás na bandeja." Helene olhou para as delicias amontoadas em seu prato e tentou engolir.

Ela pensou ouvir a voz funda e cansada do visconde e se esforçou para ver seu rosto.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene ficou num bonito salão muito feminino decorado em tons de amarelos suaves e verdes. Seus pés foram levantados sobre uma 4 . uma mulher dava ordens para um número indistinto de pessoas que pareciam girar ao redor da sala. Acima de sua cabeça. Uma mão suave em sua testa e ela parou de se mover muito.

e um mantô com aroma de lavanda foi dobrado ao redor dela. Ela se esforçou para sentar-se. "Eu me sinto muito melhor agora. no outro extremo da confortável chaise lounge 4." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C almofada. 4 me desculpo por me comportar de modo Eu inadequado. "Você está se sentindo melhor agora. senhora?" Helene abriu os olhos completamente e olhou o rosto de uma mulher excepcionalmente bela que ela presumiu ser a esposa do visconde.

logo após sua chegada não estava bem feita de mim. Ele se curvou e aventurouse mais perto. Forçando você 4 a recontar uma história angustiante. senhora." Helene olhou ao redor e viu o visconde na entrada." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C A viscondessa sorriu. Eu somente estou feliz por meu marido ter a presença de espírito de trazer você para mim. "Eu dificilmente acho que você desmaiou deliberadamente. "Peço desculpas por não perceber como você estava esgotada.

vendo como ela salvou sua vida. Ela não era dificilmente o tipo de companhia que uma senhora nobre da sociedade esperaria entreter em seu salão particular." Ela não podia acreditar que o visconde a levara para sua esposa.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu estou absolutamente bem. "Certamente Madame Delornay ficará conosco. A viscondessa franziu o cenho e levantou-se. e talvez eu devesse estar saindo antes de causar qualquer constrangimento maior." 4 .tipo de divã . senhor. alisando as dobras de seu vestido de seda. meu querido? É o 4 mínimo que podemos fazer por ela.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Claro que ela ficará. Em sua pressa para chegar ao visconde. "Por favor. ela não fez arranjos para ficar em Londres e levava todos os seus 4 pertences em sua grande bolsa de viagem. Eu não poderia permitir qualquer outra coisa. pelo menos esta noite. é nossa convidada de honra." Helene estava muito cansada para discutir. Tenho a intenção de reunir alguns de seus amigos aqui amanhã para discutir seus planos para o futuro. senhora." Ele curvou-se novamente para Helene. .

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Duvidosamente. Meus filhos estão fora na escola no momento. "Obrigado." 4 . então eu apreciaria um pouco de companhia. "Eu teria muito prazer se você ficasse. ela virou-se para a viscondessa e a viu sorridente e assentindo." Helene se achou sorrindo fracamente em retorno. Isso seria maravilhoso.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Capítulo Cinco
Quando Helene despertou na manhã seguinte, estava com uma sensação de irrealismo. Ela saiu da cama enorme e foi à janela para espiar através das cortinas. O quarto ensolarado e luminoso em que tinha sido colocada estava no mesmo andar 4

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

que a suíte da viscondessa e voltado para o jardim particular e as cavalariças atrás da casa. A tranquilidade do lugar lembrou-lhe da casa onde cresceu no campo próximo a Versalhes. Ela quase tinha esquecido como era viver no luxo, despertar sem medo, com a sensação que nada poderia dar errado em seu mundo enquanto seus pais a amassem. 4

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Um golpe na porta a fez voltar para baixo das coberturas. A porta abriu-se para admitir uma empregada vestida em um uniforme quadriculado azul e branco, uma bandeja equilibrada em suas mãos. "Bom dia, senhora. Eu sou Betty." "Bom dia." Cautelosamente, Helene devolveu o sorriso alegre da empregada. "Eu trouxe um chocolate quente e água morna para se lavar." Ela colocou a bandeja numa mesa ao lado da cama 4 enorme e retirou a tampa. "Sua senhoria

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

pergunta se pode encontrá-lo depois do café da manhã em seu estúdio, mas que não deve se apressar." Helene olhou a empregada quando ela moveu-se pelo quarto, abrindo as cortinas e despejando água em uma tigela de porcelana decorada com rosas para combinar com o jarro de água. A expressão da menina era tão aberta e alegre que fez Helene se sentir velha, e ainda assim elas e provavelmente tinham a mesma 4 idade. "Você gostaria de um banho, madame?"

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

"Isso seria bom." Helene assistiu curiosamente quando ela abriu outra porta e desapareceu lá dentro. Depois de um tempo curto, o odor de rosas e algumas nuvens de vapor filtravam para o quarto. Betty estalou sua cabeça em torno da porta. "Não vai demorar, madame. Eu já tinha arranjado para a água ser aquecida." 4 "Obrigada," Helene disse quando cuidadosamente tomou um gole. agarrou seu chocolate quente e

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Seu estômago fez uma revolução lenta, e ela rapidamente pôs a xícara abaixo novamente. "Sua senhoria achou que você gostaria de pegar emprestado um pouco de suas roupas, visto que sua bagagem está atrasada. Vou colocá-las na cama enquanto você se banha senhora." Que bagagem? Helene apreciou a criatividade da viscondessa e saiu da cama. 4 Agarrou as cortinas de seda rosa da cama quando uma onda de náusea rolou sobre ela.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

"Você está bem, senhora?" Helene abriu os olhos para ver a empregada olhando ansiosamente para ela. Por um segundo, ela se esforçou para lembrar as palavras que precisava em Inglês. "Eu estou bem. Obrigado por sua ajuda. Eu tomarei meu banho agora." A sala de café da manhã estava deserta, então Helene pode comer a torrada seca e o chá adocicado que seu estômago exigia, sem que ninguém comentasse. Depois da terceira xícara, ela se sentiu 4 melhor e começou a apreciar a intimidade dos pequenos painéis da sala.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Retratos de família e pinturas de paisagem adornavam as paredes, inclusive um dos gêmeos idênticos que ela adivinhou deviam ser os filhos ausentes do visconde. Uma pilha de jornais dobrados organizadamente estava no canto do aparador ao lado da torradeira. Os dedos de Helene coçaram para ler um. Muitos homens, inclusive seu protetor anterior, considerava a leitura sobre o atual clima político 4 sangrento muito prejudicial para as mentes frágeis das mulheres. Helene sempre

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

odiou aquela atitude e leu tudo o que podia pegar. Depois de um olhar rápido em torno da sala, ela levantou o Times de Londres e acomodou-se para ler. O relógio sobre a lareira soou a meia hora, e ela olhou para cima. A maior parte dos pratos no aparador tinha sido levado, e ela não tinha notado. Quando ela dobrou o jornal cuidadosamente de volta em sua forma original em seu colo, um nome muito familiar chamou sua atenção. Ela começou a ler a coluna estreita na 4 seção de anúncios da sociedade. Quando ela terminou de ler, o jornal deslizou por entre os dedos de repente, sem força.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Então, Philip Ross tinha se casado com a esposa escolhida por seu pai afinal... Tinha sua rejeição cruel o empurrado a uma decisão tão importante? Ou será que ele simplesmente lamentou seu momento de loucura com ela no segundo que se reencontrou com sua família? Sem dúvida, seguro dentro da aprovação de sua família, ele estava de joelhos agradecendo Deus por sua sorte. Sua última esperança, sua última fantasia romântica, murchou e morreu e foi substituída por raiva latente. Apesar de 4 mandar Philip embora, ela ainda se sentia traída. Ela o havia rejeitado e o deixou ir por todas as razões certas. Philip tinha

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

justificado a sua mudança apressada do coração, lembrando-se que ela havia dito a ele para ir? Teria isto feito ele se sentir melhor sobre seu casamento abrupto? Instavelmente, ela enxugou uma lágrima de sua bochecha. Não havia lugar para sentimento agora. Ela tinha que ser corajosa e pôr suas noções tolas de ser resgatada para trás. Philip só tinha se comportado como a maioria dos homens em sua vida: tomou o que era oferecido e partido. 4 Por que ela não devia fazer o mesmo?

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Helene levantou o jornal, dobrou-o cuidadosamente, e se pôs de pé, mãos crispadas aos lados. Não importa o que o visconde oferecesse para fazer por ela, era imperativo que ela fosse dona de si. Mas que habilidades ela tinha para construir seu caminho no mundo? Ela conseguiu permanecer viva no meio do inferno da Bastilha; ela tinha aprendido a bajular os homens e fazê-los feliz na cama. Talvez essas habilidades muito difamadas fossem salvá-la agora. Estava na 4 hora dela virar a mesa e usar suas habilidades para si mesma. O tênue vislumbre de uma ideia ultrajante fluiu em sua mente enquanto ela fazia seu caminho para o

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

estúdio do visconde. Talvez ela tivesse algo para agradecer a Philip afinal. Era definitivamente tempo para discutir seu futuro com o Visconde Harcourt-DeVere e averiguar exatamente o quão agradecido ele pretendia ser. Para sua surpresa, havia vários homens reunidos no estúdio do visconde, e todos se levantaram e sorriram para ela. O visconde veio em torno de sua escrivaninha e a levou a uma cadeira no centro da sala. 4 "Minha querida, eu não estou certo se você se lembra destes cavalheiros, mas, por favor, me permita apresentá-la a todos."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Helene enfocou no mais jovem dos homens e assentiu. "Eu reconheço o Duque de Diable Delamere. Como está, meu senhor?" O duque inclinou a cabeça; seu rosto bonito ainda trazia as marcas de seu sofrimento. "Eu estou bem, senhora." "E sua filha?" "Ela está bem também." Seu sorriso era entortado. "Ela sente falta de seu 4 irmão, mas..."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Helene segurou seu olhar. "Eu me desculpo, senhor. Eu gostaria que tivéssemos sido capazes de salvar seu filho também." Ele se endireitou e fez uma reverencia. "Senhora, não há necessidade de se desculpar. Você arriscou mais do que a maioria das pessoas jamais fariam para me advertir sobre os planos tortuosos da minha esposa." Ele fechou a distancia entre eles e beijou sua mão. "Eu te devo minha vida e minha sanidade." 4 "Merci, monseigneur." Os olhos de Helene se encheram de lágrimas. "Eu só queria que eu pudesse ter feito mais."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ele soltou sua mão e voltou para as sombras, claramente pouco disposto a exibir alguma emoção em um lugar tão público. O homem de idade avançada ao lado dele limpou a garganta. "Madame Delornay, nós realmente não nos encontramos antes. Eu sou Lord Derek Knowles. Você salvou minha esposa, Angelique. Você se lembra dela?" Helene estava quase aliviada de afastar-se do duque e lhe permitir um pouco 4 de privacidade.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

"Eu realmente lembro, senhor." Angelique quase morreu de uma febre durante seu tempo na Bastilha. Helene tinha muito prazer em ouvir que ela havia prosperado. "Ela está bem?" O rosto de Lord Derek iluminou. "Ela está." Ele apalpou dentro de seu casaco e deu a Helene seu grande relógio de ouro. "Eu tenho um retrato dela encomendado justo este ano." 4 Helene abriu o gancho de ouro delicado e estudou o retrato em miniatura da mulher no interior da caixa. Angelique vestia um vestido vermelho, seu cabelo

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

prematuramente branco arranjado em tranças formais apertadas em sua cabeça. Seu sorriso era deslumbrante. O artista a tinha pego seu espírito inabalável, a força que a ajudou sobreviver a Bastilha e o horror da morte iminente. Helene entregou o relógio de ouro de volta. "Obrigado por me mostrar isso. Sua esposa parece estar em melhor saúde do que eu me lembro dela." "Realmente. Ela estava só pele e osso quando retornou." Lord Derek sorriu 4 com benevolência.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

"Quando você decidir, minha querida, eu estou certo que ela insistirá em visitá-la pessoalmente. Ela nunca esqueceu você, e eu sei que ela se alegrará por sua fuga." Helene olhou para o terceiro homem, que estava inclinado contra a escrivaninha, os braços cruzados enquanto a observava. Algo sobre seu corpo longo e esbelto pareceu familiar, mas ela não podia lembrar-se exatamente quando eles se 4 conheceram. Ele se curvou. "Senhora? Eu sou Lord George Grant."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ela sorriu para ele. "Eu quase não o reconheci sem a barba e cabelo comprido." Diversão animou seu sorriso e brilhou em seus olhos castanhos. "A vida de um espião nunca é fácil, senhora, especialmente um espião capturado. Eu não estava no meu melhor quando nos conhecemos." "Nem eu estava, senhor." Ele segurou seus olhar, seus 4 olhos castanhos fixos. "Mas nós dois sobrevivemos para ver outro dia, mais bonito, não é?"

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

O visconde riu. "Você dificilmente é bonito, George, e Madame Delornay sempre foi linda para mim." "Ela era um anjo." Helene percebeu que não podia desviar o olhar dos olhos de Lord Grant. Ele a entendia, todos eles fizeram. Eles sabiam o que ela tinha sido, e ainda assim viram o melhor nela. Lágrimas picaram em sua garganta. 4 "Você todos são muito gentis, cavalheiros. Eu só fiz o que era necessário."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

"Você fez muito mais que isso." O visconde olhou ao redor. "E agora é nossa vez de ter certeza que você nunca vai necessitar de mais alguma coisa em sua vida." Ele se sentou em frente. "Nós concordamos em comprar uma casa em qualquer parte do país que você preferir e lhe dar um estipêndio anual que será aumentado quando necessário." Helene respirou fundo e permitiu o silêncio estabelecer-se ao redor dela. Ela 4 teria a coragem de propor seu plano patético para os homens poderosos em volta

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C dela? E se eles pensassem que ela enlouqueceu e todos se recusassem a ajudá-la? Estaria verdadeiramente valendo apena o risco? "É mais do que eu esperava. "Você é muito modesta. não me oferecer um futuro tão seguro. minha querida. Achei que vocês poderiam me ajudar a encontrar algum emprego." O visconde levantou as sobrancelhas. 4 Você salvou nossas vidas e as vidas daqueles que amamos. cavalheiros. Como poderíamos . muito mais.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C oferecer-lhe qualquer coisa menos? Você terá dinheiro suficiente para viver confortavelmente para o resto de sua vida. Podia ela alguma vez acomodar-se neste país estrangeiro e fingir ser o que não era? Iria alguma quantia de dinheiro ser grande o suficiente para fazê-la esquecer do abuso de seu corpo e a destruição de sua inocência? 4 Ela pensou em Philip Ross. que estavam entrelaçadas juntas em seu colo. suas mãos em sua pele. mostrando a ela que fazer amor não tinha que ser uma tarefa ou algo a ser suportado. Ele também a ensinou ." Helene contemplou suas mãos.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C que existia poder no ato sexual para uma mulher. "Eu estou bem." . Sua idéia chocante mexeu novamente a vida em seu cérebro. Podia ela usar aquele conhecimento para mudar sua vida ao redor? Teria a determinação para tomar seu passado e finalmente fazer sentido disso? "Senhora? Você está se sentindo bem?" Ela olhou para o visconde e viu a preocupação em seus olhos. Eu estava apenas contemplando4 meu futuro e como eu deveria responder a sua oferta generosa. senhor.

" . não é?" "Oh não. "Minha querida.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você não está pensando em desviar-nos para baixo. por favor. "Eu estava só pensando que poderia ser mais interessantes se nós entrássemos em um negócio juntos em vez disso. seja qual for. senhor. Estamos4pouco prováveis de objetar ou estarmos chocados por qualquer sugestão que você possa ter. e o visconde sorriu para ela. nos diga." Ela juntou sua coragem." "Negócios? Que tipo de negócios?" Lord George Grant disse. Helene hesitou novamente.

" Helene fechou os olhos. "A arte erótica carnal?" "Sim." . meu senhor. "Eu penso que envolverá a arte erótica carnal.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu não estou bastante certa dos detalhes ainda. mas eu falho em ver como." 4 "Isto é verdade. senhor. senhora. Talvez fosse melhor simplesmente deixar escapar.." O visconde levantou as sobrancelhas. Eu recentemente conheci um homem que me lembrou de que os ingleses não são conhecidos por suas habilidades em agradar seus parceiros..

Eu estaria oferecendo um serviço muito caro e discreto para uma quantia limitada de clientes." Helene sorriu cautelosamente a eles todos." "Eu não estaria me prostituindo. como nós dissemos. melhorar suas habilidades de fazer amor e explorar novas possibilidades sexuais. se prostituir novamente." . "Eu gostaria de possuir uma casa de prazer assim." O visconde franziu o cenho. "Minha querida. 4senhor. não há necessidade de você. desculpe minha franqueza.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu gostaria de oferecer aos clientes mais exigentes um lugar para aprender estas artes.

"Não. um clube de cavalheiros. senhor. onde cada membro tem que ser aprovado e pagar uma taxa anual.” Helene continuou falando quando a idéia tomou forma ainda mais em sua mente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Um bordel exclusivo. mais que um clube privado.. mas eu ainda não vejo." "Mas por que alguém iria querer fazer isso quando se pode ir a mil bordeis e pagar quase nada?" 4 . então..

"Se isto é a vida . "Tem certeza que você não iria preferir uma casa linda no campo?" "Eu acho que nós devíamos permitir que Madame Delornay fizesse qualquer coisa que ela. eu digo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Porque nós estaremos oferecendo algo sem igual. bem 4 deseja. Nós ofereceremos a nossos membros a oportunidade de tomar parte em qualquer fantasia sexual que eles possam imaginar ou assistir outros explorando suas próprias fantasias." "Oh." Lord Derek Knowles clareou a garganta." O duque de Diable Delamere de repente endireitou-se e fez uma careta aos outros homens na sala. condenadamente.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C que ela escolheu. "Eu acho que eu poderia muito bem me tornar seu primeiro. Delamere. mas eu não tenho nenhum problema com . monseigneur." "Obrigado.. eu apoiarei sua decisão." Helene inclinou a cabeça para o duque. "Existem muitos detalhes a serem trabalhados. e eu poderia dizer que sua premissa me intriga em um nível pessoal também?" Havia um brilho malvado nos pálidos olhos de prata do duque. Pelo menos ela estará no controle de seu próprio destino." "Depois de mim. "Um prazer. Membro. senhora.." O 4 visconde ergueu-se a seus pés.

"Eu sugiro que instalemos uma sociedade. "E como essa jovem senhora é obviamente tão tenaz quanto ela é linda. dando a Madame Delornay quarenta por cento do negócios. Será que estamos todos de acordo?" ." Ele olhou para os outros dois homens.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Madame Delornay fazendo exatamente o que quer." Ele sorriu para Helene. o resto compartilhado entre nós quatro. nós também ofereceremos a ela a oportunidade de comprar de volta nossas ações 4 no empreendimento quando se tornar bem sucedido. e ambos concordaram.

e Helene brevemente fechou os olhos quando uma onda de gratidão a envolveu. ela jamais iria querer qualquer coisa novamente. Estranho que foi o fazer amor erótico de Philip Ross que lhe deu o fantasma de uma idéia.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Um coro de acordo saudou sua pergunta. No pensamento4de Philip. Se ela pudesse ser bem sucedida nisso. Ela não acreditou em Deus por algum tempo. como podia após toda destruição que testemunhou? Mas ela acreditava em destino e na força de sua própria vontade. lembrou-se de seu mais urgente problema. .

"Senhora?" 4 Helene levantou-se e enfrentou-os. cavalheiros. "Mas existe um assunto que significa que terei que pôr nossos planos em espera por mais ou menos um ano." . e eu prometo que não vou decepcioná-los. "Eu estou grávida." O sorriso do visconde esmaeceu." Ela suspirou. "Também significa que eu não poderei ter minha filha de volta para viver comigo ainda." Ela respirou fundo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu aprecio sua fé em mim.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C 4 .

. tomando cuidado para não perturbar o jovem que estava deitado esparramado sobre os lençóis de seda..Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Capítulo Seis Dezembro de 1819. mas 4 não no lugar apropriado e não ofereceu a Helene a mais leve sugestão de prazer. Na verdade. Helene escapou da cama. Dezoito anos mais tarde. Ela . Lord Thomas Roebuck tinha estado muito bêbado para atuar ontem à noite. ele tinha gozado.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C suspirou quando mapeou seu delicioso bumbum nu. Sem dúvida ele esqueceria seu fracasso e gabar-se-ia de sua conquista até que qualquer um de seus amigos cansados de ouvi-lo ou ele achar outra mulher disposta a tolerar suas insuficiências. Ela estava cansada de tutorar jovens nas artes eróticas e começava a apreciar ter sua cama só para si. era seu tempo menos . Tanta promessa e ainda uma decepção tão grande. O inverno estava se aproximando. 4 Ela fez seu caminho em seu quarto de vestir e contemplou o céu cinza chumbo fora de sua janela.

A exposição dos esqueletos das árvores e da dureza implacável da terra a fez pensar na morte e no passado. Duas empregadas de copa estavam ocupadas preparando as fruta e legumes comprados frescos do mercado naquela . ecoando em torno do espaço vazio enquanto ela descia as escadas de volta ao porão. ela ignorou seu pálido reflexo no espelho e depressa prendeu o cabelo. Sentando em sua penteadeira. Com uma sacudida de cabeça. Madame 4 Dubois já estava acordada e trabalhando duro. Na cozinha. ela vestiu um corpete leve e um vestido velho que podia amarrar em cima.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C favorito do ano. O grande relógio no corredor principal bateu seis horas.

O aroma de café fresco e os croissants flutuavam através da cozinha para atormentar os sentidos de Helene. et vous (eu estou bem.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C manhã." (muito bem) 4 Madame Dubois sacudiu um pano sobre a mesa de pinho escrupulosamente limpa e fez sinal para Helene se sentar. Madame Dubois. madame. madame. Helene estava com a ." "Bonjour. Coment-allez-vous (como está?) "Je suis bien. Dentro de segundos. "Bonjour (bom dia). e voce?) "Bien aussi.

e Helene esperava que nunca 4 partisse. Helene empregou muitos dos imigrantes franceses que tinham fugido sucessivamente do regime no outro lado do canal.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C boca cheia de chocolate morno e camadas amanteigadas de croissant coberto de flocos. Madame Dubois tinha estado com ela por muito tempo. Madame Dubois fazia os melhores croissants de Londres e certificava-se que Helene tivesse um no café da manhã todos os dias. . Ao longo dos anos. Ela suspirou e tomou um gole de café.

e o sucesso estava nos detalhes. e colocou a caneca e o prato na pia. e tirou o avental fora do gancho.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Saindo do seu lugar no banco. Se alguns de seus empregados há achavam um pouco excêntrica. Ela duvidou que alguns de seus clientes aristocráticos a reconhecessem neste traje enfadonho. Helene murmurou seu agradecimento. Ela tinha aprendido bem essa lição ao longo dos últimos dezoito anos. Em sua mente. . Todas as manhãs ela gostava de fazer um balanço de seus negócios a partir de cima para baixo. nenhum deles ousaria lhe dizer isso na cara. ela era responsável por cada 4 pequeno detalhe.

onde os tetos eram mais baixos e os corredores estreitos. Helene verificou quatro dos pequenos quartos íntimos e então se dirigiu para a área mais pública. o odor de sexo e fumaça de charuto pesavam fortemente no ar. 4 acorrentado na parede. Aqui. ou pior ainda. mais privados.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela respirou fundo e subiu quatro lances de escada de volta para o topo da casa. estavam situados. no sótão. onde os quartos pequenos. . Pela primeira vez não havia ninguém dormindo no chão.

Chicotes. e correias de couro todos pendurados em seus espaços distribuídos nas paredes pintadas de preto. Também lhe pareceu que todo o equipamento tinha sido posto de volta em seu lugar apropriado. mas isto era de se esperar. Helene levantou sua saia para evitar uma mancha escura no chão. . correntes. mordaças.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene franziu o cenho. Havia manchas de sangue e outros fluidos corporais nas tábuas de madeira 4 lisa. máscaras. Os clientes que gostavam de machucar um ao outro.

. Helene entrou no segundo quarto e achou um dos criados já limpando a área. amarrado.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C ou ferir a si mesmos. Aos empregados que limpavam o piso superior eram pagos salários mais altos para assegurar sua discrição completa sobre que e quem eles viam nestes quartos. ficariam desapontados em jogar sua noite se um pouco de sangue não fosse derramado. Nenhum futuro Primeiro ministro ou Lord do Almirantado iriam querer que soubessem que ele gostava de ser dominado por uma mulher. ou que 4 tinha tido sexo com um homem.

" Ele inclinou a cabaça.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Bom dia. seu rosto cor-de-rosa. madame. "Eu pensei em começar a fazer os quartos." "Bom dia. Michael. Ela notou que sua camisa não estava enfiada nas calças e que seu uniforme estava amarrotado." Helene estudou sua 4 expressão. considerando que eu estive aqui até bem tarde a noite passada e tudo isso. madame. "Você se divertiu?" .

madame. "Sim." 4 . mas não esqueça de ir e buscar algo para comer e descansar antes de seu próximo turno. eu fiz." "Então está tudo bem.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele encontrou seu olhar sem vergonha. Obrigado por seus esforços.

" "Sim. mas lembre-se. embora você seja um empregado aqui. Michael. madame. "Eu estou contente por ouvir isto.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele sorriu e levantou um flogger5 ensanguentado que alguém tinha deixado debaixo de uma cadeira. Já me sinto completamente em casa aqui. "Eu irei. E. ninguém pode forçar você a fazer 4 qualquer coisa que não queira fazer. madame? Obrigado por me dar a oportunidade de trabalhar neste piso." Helene inclinou a cabeça." .

Ela refez seu caminho e desceu um lance de escadas.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Michael lambeu os lábios ligeiramente encrespados e olhou abaixo no flogger. Helene o deixou a sua tarefa. um sorriso sonhador em seu rosto. Ela tinha um talento para localizar os interesses sexuais particulares de ambos. Em seu estabelecimento. Ele acariciou o cabo de couro e estremeceu. eles tinham total privacidade para satisfazer a si mesmos . Michael estava feliz e também a maioria de seus clientes. os seus clientes e seu pessoal e sentiu a curiosidade de Michael sobre os atos sexuais mais extremos no início de seu trabalho. verificando o pó sobre o 4 corrimão enquanto descia.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C com o que quisessem com o outro adulto consentindo. e cada cliente era obrigado a manter os padrões da casa ou sua associação era revogada. Todos que trabalhavam para ela vieram com uma recomendação pessoal. Ela nunca recrutou prostitutas de um ou outro sexo das ruas. 4 Ela fez uma pausa para inspecionar o maior salão no terceiro andar. A maior parte dos quartos que levam por este corredor era para fantasias privadas ou . e nada tão vulgar quanto dinheiro jamais mudou de mãos entre seus clientes e empregados.

Os deste andar eram para os apreciadores da paixão sexual e desejo erótico. Eles eram distintos dos quartos mais públicos abaixo. Helene ajustou uma cortina adamascada no lugar e reamarrou a faixa. Não era seu lugar formar uma 4 opinião. onde quase qualquer coisa podia acontecer e normalmente acontecia. ela simplesmente fornecia as mais eróticas e exóticas experiências sexuais que os muito ricos podiam desejar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C relações sexuais mais íntimas. . Não que ela estivesse julgando qualquer uma das preferências expressas por seus clientes. Aqueles quartos eram para os voyeurs e exibicionistas.

Quando teve sua alegria por suas realizações transformada em melancolia? Ela alcançou seu objetivo. movendo um arranjo floral para uma mesa diferente. recuperando um mantô de seda e máscara perdida. corrigindo uma cadeira. Sua lista de 4 .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene suspirou enquanto caminhava pelos quartos. Ela parcialmente possuía e administrava a casa de prazer mais discreta e bem sucedida na cidade de Londres.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C espera era de três longos anos. e a adesão era mais difícil de obter do que cupons 4 .

Ela parou no corredor e escutou o silêncio ao redor dela. 4 Ele estava certo? Será que todo homem e mulher vêm a perceber que toda a oportunidade e o prazer sexual no mundo não compensavam essa solidão. A casa era deliberadamente projetada para ocultar barulho e criar uma sensação de intimidade para seus clientes.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C para o Almack ou a admissão para o White6. Essa manhã parecia muito calma e muito vazia. Helene agarrou um batente da porta até que seus dedos embranqueceram. O que estava errado com ela? Ela parecia tão cansada e indisposta como seu velho amigo Peter Howard. aquela .

"Pelo amor de Deus. aquela falta de companheirismo? Ele certamente reduzira suas visitas a seu estabelecimento desde que ele encontrou o amor. enfraquecendo no silêncio das paredes e no tapete rosa espesso.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C cama vazia. Helene!" Em um esforço para realinhar-se. 4 "Eu não estou sozinha. ela disse as palavras em voz alta. Elas afundaram depressa. E eu posso ter qualquer homem em Londres com um estalo de meus dedos!" Helene demonstrou o estalo e caminhou até o destino .

Clubes para a classe alta de Londres no Século XVIII . Seu cabelo preto estava bagunçado pelo vento. "Eu me recuso a me transformar no tipo de mulher que anda por aí nos corredores falando sozinha. ele ainda era um 6 ." Helene ofegou e perscrutou abaixo na escuridão da escadaria aberta. Lord George Grant sorriu para ela do hall de entrada circular dois andares abaixo. suas bochechas vermelhas de frio. e seus 4 olhos castanhos cintilavam travessuras.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C principal." "Mas você está conversando com você mesma. Aos quarenta e cinco anos.

mas contente por estar em casa por algumas semanas. obrigado. 4 "Eu estou bem. "Seu miserável. Helene se inclinou sobre o corrimão. "Eu nem sabia que você estava de volta a Londres! Como vai você. Eu não sabia que alguém estava aí!" Ela começou a descer os degraus. você me assustou. a mão sobre seu coração. mon ami?" Lord George tomou as duas mãos nas suas e beijou-as. ocupado com toda essa bobagem diplomática com a França.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C homem muito atraente." . mãos estendidas para ele.

entretanto. isso é.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela prendeu o braço no dele e encaminhou-o em direção à parte de trás da casa." Ela hesitou. "Tenho certeza que sua filha apreciaria sua companhia. Eu duvido que ela fique feliz de me ver às seis e trinta da manhã. "Você já foi à casa de sua família?" "Para minha esposa amorosa. se você tiver tempo." ." 4 Helene bateu levemente em sua mão. "Venha e converse comigo enquanto eu respondo minha correspondência. você quer dizer?" Ele encolheu os ombros. "Até onde eu sei Julia ainda está ocupada fodendo Lord Lambdon.

" Ele olhou para ela debaixo de seus longos cílios. você não é minha consciência. Ela é a única razão de eu permanecer casado." . Claro que eu irei ver Amanda." "Eu não pretendo casar com ninguém. "Eu sei.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Lord George lançou-se em uma cadeira e olhou para ela. eu estaria fora desta cadeira e batendo na porta do escritório do meu advogado em um segundo. se você quisesse casar comigo. "Claro. Helene. "Droga." 4 Ele suspirou. mas isso não me impede de esperar.

então sentou em sua escrivaninha limpa. 4 Com um suspiro. Ela mandou a eles uma soma significativa de dinheiro e sua habitual carta cheia de mentiras. Amanhã era o décimo oitavo aniversário dos gêmeos. De todos os fundadores originais. ela fechou o livro e retornou sua atenção a Lord George. Uma anotação na página seguinte chamou sua atenção. George era o único que tinha mais a ver com o dia-a- . Ela abriu-a na data correta e leu a lista já longa de tarefas que precisava realizar antes do dia terminar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene tentou não sorrir quando tocou por alguns refrescos. Sua agenda de couro sobre o mata-borrão.

que não desejavam frequentar mais as reuniões. ela aprendeu a nunca ir para a cama com homens que ela verdadeiramente gostava. mas também o correio da manhã. conseguiu não derramar o chá ou . Ele era um dos poucos homens em Londres com quem ela não dormiu e realmente era confiável. A amizade era extremamente preciosa para se misturar com as incertezas do sexo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C dia dos negócios. Ele lidava com o banco e retransmitia relatórios mensais de Helene para os outros companheiros. Helene sorriu quando Oliver. seu mais novo criado. Um golpe na porta não só trouxe 4 seu chá. Desde Philip Ross.

George aceitou uma xícara de chá e sorveu um gole. Ele estava com eles só há algumas semanas.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C soltar as cartas. Helene separou seu correio. Um dos outros empregados o encontrou passando fome e espancado na rua depois de ser expulso por um bordel suprido para homens e o trouxe para Helene. mas ele já estava começando a engordar e recuperar sua confiança. Essa não é casa de campo de Lord Derek?" . pausando quando algo pegou seu interesse. 4 "Há uma carta de Sudbury Court. sua expressão pensativa.

" . "Eu pergunto-me o que o bode velho quer. Lord Derek morreu depressa. Sua mão voou para sua bochecha. "Eles estão ambos mortos de varíola. "Mon Dieu. quebrou o selo de cera preta." "O que?" "É do advogado de Lord Derek. é.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Sim." George sentou-se. Angelique pareceu ter se recuperado. mas sucumbiu de uma infecção dos pulmões." Helene olhou fixamente para George." Ela conseguiu passar4 lhe a carta. e esquadrinhou a única folha. leia você mesmo. "Aqui." Helene franziu o cenho para ele. isto é horrível.

Angelique insistiu em reivindicar Helene como sua amiga.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Lord Derek sempre tinha sido um partidário leal. Apesar das duras regras da sociedade. As imagens da mulher vibrante que ajudou a salvar da Bastilha enchia sua mente. A maioria das mulheres tendia a não gostar de Helene. Elas passaram muitas horas juntas falando sua língua nativa. compartilhando segredos e memórias mais felizes. Sua esposa tinha sido amiga de Helene. 4 .

" Lord George deu um suspiro desgostoso.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Parece que a casa inteira pegou varíola do novo ajudante da cozinha. "Você teria pensado que eles experimentariam a 4 .

" George estudou a carta." Ela engoliu em seco. "Pelo menos eles foram juntos." . não era? Ele preferiu colocar sua confiança em Deus. Pelo menos nenhum deles foi deixado para lamentar sozinho.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C vacina de Jenner7." Helene tocou de leve nas lágrimas em suas bochechas. "Lord Derek sempre foi um pouco cético da ciência. "Parece que eles foram enterrados com alguma 4 pressa também.

Eu adoraria dizer adeus corretamente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Não que eu teria sido bem-vinda no enterro de qualquer maneira." ." Ele franziu o cenho. Eu teria muito prazer em escoltar você. o Conde de Swansford. "Mas teria gostado de ter dado meus respeitos." Helene tentou sorrir. sua expressão séria. Talvez possamos ir visitar seus túmulos. Eles não tiveram filhos. e ele era o herdeiro presuntivo 4 de seu tio. "Claro que iremos. "Eu pergunto-me quem herdará sua propriedade e seu título." Ele encontrou seu olhar.

"Eu não tinha pensado nisso. quem herda a propriedade herda quinze por cento de seus negócios." Helene pôs a carta de volta na escrivaninha e alisou-a com os dedos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Como você está tendo tais pensamentos mercenários em um dia tão terrível. "A menos que Lord Derek tenha dado as ações de volta para você em seu testamento." "Eu não estou sendo mercenário." Ele lançou-lhe a carta. Ele . Helene. Eu tive intenção de 4 pedir a Lord Derek para me vender de volta 7 O medico britânico Edward Jenner foi quem descobriu a vacina contra a varíola em 1789.

" . "Eu possuiria até mais se você me 4 permitisse comprar de volta a sua parte como o Duque de Diable Delamere e Visconde Harcourt-DeVere o fizeram. Você ainda possui setenta por cento dos negócios. você tem uma participação de controle. mas ele sempre pareceu tão feliz de estar envolvido em algo tão escandaloso." Helene fixou-o com um olhar afiado. então aconteça o que acontecer.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C suas ações por anos. "Eu não me irritaria sobre isto." George terminou seu chá e baixou a xícara.

minha querida." "Eu sei e me desculpo. "Isso poderia levar um tempo. mas provavelmente será mais fácil lidar com um advogado que com o novo herdeiro." Ela suspirou." 4 "Eu percebo isto." George levantou-se e se espreguiçou. Uma propriedade tão complexa não será ordenada durante a noite.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Seu rosto escureceu. "Eu suponho que só terei que contatar os advogados e discretamente tentar e comprar as ações de volta através deles. Eu faço. Antigos cavalheiros espiões e ex-diplomatas não são bem pagos." expunha uma pessoa a versão bovina do vírus. "Eles não precisam da renda que este lugar gera. e inicialmente essa pessoa tinha reações leves da . você sabe.

mais tarde.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C George riu. "Se existe uma cerimônia para ser realizada em Londres para Angelique e Lord Derek. Um título e propriedade de parte em um bordel. desenvolvia imunidade contra a versão humana da . E agora eu estou saindo para tomar o café da manhã com minha filha e roubá-la de suas lições por algumas horas antes de eu cair em minha cama solitária. "Seguramente será uma das heranças mais incomuns que um homem poderia receber." Ele piscou para ela quando se dirigia para a porta. "Eu sei. George." 4 Helene movimentou a cabeça. você me acompanhará ali?" doença com rápida recuperação que." "Não é um bordel.

Às vezes George ainda a surpreendia. . ele 4 pareceu ficar ainda mais distante e mordaz. Sua falta de angustia sobre um homem e sua esposa que tinha conhecido há quase vinte anos parecera frio. ele tivesse desligado toda suavidade dentro dele também. desde que sua esposa tomou um amante.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele curvou. e de alguma maneira eu duvido que ela vá." Helene esperou até a porta se fechar atrás dele antes de descansar a cabeça agora-dolorida em sua mão. doença. eu estou à sua disposição. Era como se fechando suas emoções para sua esposa. Nos últimos meses. "Se minha esposa não esperar minha escolta.

A assinatura rabiscada através do canto da carta era muito difícil de ler.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene tomou um momento para copiar o endereço do advogado do Knowles e colocar a carta a um lado. removendo a revista Ackermann mais recente para ler mais tarde. ela descobriu uma carta elegante em uma caligrafia familiar. De acordo com um panfleto sobre uma cura milagrosa para calvície. . 4 Ela desdobrou a folha e olhou atentamente o texto escrito. Ela continuou a classificar o correio. e o selo vermelho era pouco conhecido também.

" Helene olhou fixamente para a nota até que as palavras borraram na frente de seus olhos. não interfira. estou escrevendo para informá-la que estou casada. Lady Justin Lockwood. Helene amassou a carta em seu punho. Ela era apenas uma criança. Marguerite. O que em nome de Deus Marguerite tinha feito. Suficiente velha 4 para fugir.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Querida Maman. não mais uma criança. Não. Ela tinha vinte e um anos. Por favor. E suficiente velha para enganar . Sua filha.

Ela teria que partir para a França imediatamente. não lhe permitir ficar e ensinar. com as mãos entrelaçadas junto ao peito. A culpa era de Helene. Helene levantou-se e começou a andar pelo pequeno espaço.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C sua mãe e fugir das freiras que supostamente estavam cuidando dela. e ter o casamento anulado. Ela parou . Ela devia ter insistido com Marguerite para vir viver na Inglaterra assim que ela completou sua educação. 4 descobrir onde sua filha primogênita tinha ido.

Lord Justin Lockwood. Teria ele alguma vez visitado a casa de prazer? Helene entrou no quarto dos fundos de seu escritório onde guardava seus registros e arrastou para fora alguns 4 dos grandes livros de couro de registro de clientes até que ela achou a etiqueta L M. Ela pegou o amassado pergaminho e o releu. Uma imagem de um homem moreno bonito de rosto formou-se em sua cabeça. . O nome do homem que havia se casado com Marguerite soou inglês e vagamente familiar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C de caminhar.

"Ah. Nem um membro integralizado." Seu toque pousou em seu nome. sim. mas ele tinha sido admitido como um convidado em várias ocasiões por Sir Harry Jones. Helene . Era lamentável que ele era apenas um convidado. ela 4 teria muito mais informações íntimas sobre ele e suas preferências sexuais. Se ele tivesse sido um membro.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Limpando o pó da superfície. ela puxou o volume enorme sobre sua escrivaninha e começou a procurar. aqui está ele.

Uma imagem súbita dos dois homens sentando juntos em um dos salões veio a Helene. Uma comoção súbita diante de 4 sua porta fez ela olhar para cima. Judd. e ela bateu o livro fechado." . Ele parecia extremamente interessado em seu melhor amigo. "Eu me desculpo. abriu a porta. que sabia serviu no exército durante as campanhas napoleônicas na Espanha. seu mordomo. Ela tinha que chegar a Marguerite. mas estas duas pessoas insistiam em vê-la. madame.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C tentou imaginar seu amigo. Sir Harry. Lord Justin Lockwood não era o tipo de homem que jamais deveria se casar.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Com uma sensação de choque. Você não vai nos desejar um feliz aniversário. Helene olhou fixamente nos rostos determinados do jovem e a mulher que havia empurrado seu caminho passando seu mordomo." 4 . Como na Terra eles a acharam? O jovem sorriu sem humor e esboçou uma reverencia. Maman. "Bonjour.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C 4 .

o que vocês estão fazendo aqui? Vocês deveriam estar na escola. Ela tomou uma profunda e firme respiração.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Capítulo Sete "Não é seu aniversário até amanhã. Lisette. "Christian." 4 ." A resposta de Helene foi automática.

" Christian sorriu novamente. "Nós decidimos que não precisamos mais ir para a escola. Algo para segurá-la após a série de choques que sofrera naquela manhã. Christian compartilhou um rápido olhar conspirativo com sua irmã. mas4seu sorriso não era para tranquilizar. . Ele tomou a mão de sua irmã e guiou-a a uma das cadeiras em frente à escrivaninha. desesperada para sentir algo sólido atrás dela. Nós usamos o dinheiro que você nos mandou para nosso aniversário para vir visitá-la ao invés.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela se inclinou para trás e agarrou a extremidade da escrivaninha.

ele teria uma batalha em suas mãos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene lutou para recuperar a compostura habitual. Se Christian queria chocá-la para concordar com tudo que ele sugerisse ao aparecer de forma tão inesperada. "Eu repito. o que você está fazendo aqui?" "Você não sabe. Maman?" "Se soubesse por que estaria perguntando a você?" 4 .

" 4 Helene lançou seu punho na escrivaninha e sentou-se atrás dela.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Christian movimentou a cabeça. Eu fiz o que era melhor para todos nós. você quer dizer." "Melhor para você. "Deixando de lado o fato de que nos mentiu durante anos sobre a sua profissão e se recusou a deixar-nos visitá-la na Inglaterra. seus olhos castanhos estreitaram quando ele a estudou." Helene ergueu o queixo. precisando de uma barreira entre seus filhos e ela. "Eu não devo satisfações para você sobre minhas ações. . Era fácil para Christian estar lá e condená-la.

avidamente. Sub-repticiamente. ela não precisava de sua ajuda. ela fez isso a si mesma todos os dias de qualquer maneira. Deus. ela estudou seu filho. Suas feições e cor de cabelo dela.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C tão fácil para ele julgá-la e se achar carente." 4 . O comprimento de suas pernas e sua altura veio de seu pai. "Eu me recuso a discutir com você sobre isso até que você me diga exatamente por que decidiu cruzar o canal e me encontrar.

"É sobre Marguerite. Você sabia disso?" 4 . seus olhos castanho-dourados claro que lembrou a Helene de Philip." Helene achou a carta que acabara de ler e mostrou aos gêmeos." "Eu recebi isso dela hoje.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Christian sentou-se ao lado de Lisette e tomou sua mão enluvada. Lisette era quase tão alta quanto seu gêmeo. "Aparentemente ela se casou. seu cabelo um tom mais escuro.

seu olhar a condenando como seu irmão." 4 "O homem que casou com Marguerite é um Lord inglês. Ela deixou uma carta para as freiras..Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Claro que sim. mas perguntei-me se era algum esquema de vocês." "E é por isso que vocês estão aqui? Para acusar-me de outro. "Eu acho que a sua capacidade de acreditar no pior de mim é bastante deprimente.. Crime?" Helene esfregou a fronte. Nós pensamos que poderia tê-lo enviado a Paris para conhecê-la." Christian vagueou seu olhar ao redor ." Lisette se inclinou para frente. "Nós imaginamos que ela fugiu. e elas vieram nos dizer. onde uma dor de cabeça ameaçava.

É a única razão que lhe permitiu ficar na escola e não vir para Inglaterra como eu queria. ela está ajudando as freiras ensinando o resto de nós.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C da sala." "Você quis Marguerite e não nós?" 4 ." "Eu sei disso. "Desde que ela completou sua educação e paquerava com a ideia de tomar votos. sua curiosidade quase palpável.

" as "Ela disse a você que estava partindo?" . mais como se ela estivesse em seu próprio mundinho. "Lisette e eu notamos uma mudança nela algumas semanas atrás." Christian continuou a falar como se Helene não tivesse falado. Então ela parou de aumentar 4 lições para todos. "Marguerite é mais velha que vocês. Eu quis que vocês dois completassem sua educação antes que eu tomasse quaisquer decisões sobre o futuro de vocês.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene suspirou. Ela estava muito distraída. mas não como se ela estivesse assustada.

. No dia seguinte ela se foi. "Eu certamente não enviei Justin Lockwood para a França. Eu estava apenas verificando meus registros para ver se ele era um cliente aqui. "A última vez que a vi.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Lisette encolheu os ombros. Mas ele não sabe de minha conexão com Marguerite. e achei seu nome como um convidado." Helene alisou a cobertura de couro do livro volumoso na frente dela. E por que na Terra 4 eu desejaria encorajar minha própria filha a fugir?" "Aliviar você de um de seus fardos?" Christian disse. ela me disse para não me preocupar e que ela ia ser muito feliz.

quando eles a tratavam com tal desprezo. Ela havia permitido que outros os educassem e nunca tinha sido uma mãe adequada para eles. "Eu estava planejando partir para a França hoje e encontrar sua irmã.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene mordeu o lábio para evitar uma réplica precipitada. "Se você quiser me acompanhar. Os gêmeos tinham direito as suas queixas. era quase impossível." Helene 4 levantou-se. "Nós não vamos a lugar nenhum. Às vezes era duro. eu apreciaria sua companhia." Lisette sorriu pela primeira vez. Ela sempre tentava se lembrar disso. Hoje." .

Tenho certeza que você nos permitirá viver aqui com você." Christian deu de ombros. "Nós decidimos ficar e ver os pontos turísticos de Londres. e olhou para ela. não vai." Ele olhou 4 para seu vestido claro. "Nós estaremos aqui quando você voltar. "Você faz dublê como a empregada assim como a responsável do bordel?" . também. Maman?" "Mas eu estou indo para a França procurar por Marguerite.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Como?" Christian levantou-se.

não em um hotel." 4 Christian fez uma careta. Ela abriu a gaveta da escrivaninha e ordenou as chaves nitidamente etiquetadas. ele foi o primeiro a desviar o olhar. "O que você quer dizer. Lisette. a outra casa? Nós queremos ficar aqui.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene olhou diretamente em seus olhos. Para seu alívio. "Eu tenho algumas suítes na outra casa. Amanhã eu instruirei um dos meus empregados para colocá-lo em um hotel decente e encontrar-lhe uma acompanhante. esperou que ele pudesse ver a ira crescendo nos dela." . Você é bem-vindo a ficar lá pela noite.

e desceu a escadaria para o porão." Ela passou pela porta da cozinha. que permaneceu no corredor. O cheiro de carne de porco assando na cozinha a fez sentir náuseas. A parte de trás é realmente a casa na praça diretamente atrás de nós. esta casa é na verdade dois edifícios em um. "Apesar das aparências.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene moveu-se em direção à porta. 4 "Esta área reúne as duas casas juntas. moveu-se no . Ela não esperou para ver se os gêmeos a seguiram. Hoje vocês podem comer na cozinha ou serem servidos em seus quartos." Ela assentiu calmamente a Judd. a cabeça erguida.

destrancou as duas portas. "Eu 4 assumirei que vocês desejam estar um ao lado do outro." Ela parou no topo da escada no largo corredor com tapete creme. "Os quartos de convidado estão acima dois lances de escadas.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C pequeno pátio escuro que era iluminado por candeeiros a óleo. e entrou no segundo quarto. Ela fez uma pausa . que está voltada para Barrington Square. Vocês também tem sua própria entrada privada na frente desta casa." Helene verificou seu chaveiro. Meus apartamentos privados estão no nível mais baixo. e abriu outra porta na parte traseira do edifício.

"Vocês tem alguma bagagem?" Christian deu de ombros. Christian não sabia que ela tinha . "Alguém da companhia de transporte irá entregá-la ainda hoje." Para satisfação de Helene. Ela não tinha nenhuma intenção de discutir com ele ou Lisette sobre suas chegadas não planejadas. sua atitude sem tolices obviamente o deixou 4 incerto de como prosseguir.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C para acender o fogo e abrir as pesadas cortinas azuis antes de balançar de volta para os gêmeos.

Sua busca por Marguerite era muito mais importante que trocar insultos com os gêmeos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C aprendido a fazer o melhor de uma situação ruim bem antes dele nascer. Apesar de seus pressentimentos. ela tinha planejado convidá-los para visitá-la em algum momento desse ano. e uma vez que tivesse resolvido os problemas mais urgente de Marguerite. . Bem. comprometerem-se em arranjos de novas vidas. Algumas semanas desenfreadas em Londres e então esperava que eles estivessem prontos para voltar para a França novamente ou. pelo menos. esse 4 ponto tinha chegado. ela estava mais do que pronta para lidar com os gêmeos.

suas mãos esbeltas estendidas para o fogo. não é?" Helene abriu a porta que conectava os dois quartos e acendeu o outro fogo também. "Por que eu desperdiçaria meu fôlego? Vocês estão aqui. e terei toda 4 minha família junta. e o som áspero reverberou em torno do quarto. . "Talvez depois de eu encontrar Marguerite.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você não vai gritar conosco?" Lisette se inclinou em direção ao fogo. ela desejará me visitar. seu cauteloso olhar em sua mãe." Christian riu. também.

"Talvez não nos importe o que você queira?" . Christian." Ela encontrou seu olhar." 4 Christian moveu-se para ficar ao lado de sua irmã. E essa era minha escolha para fazer. "Talvez seja tempo para que haja honestidade entre nós. Todos nós sabemos que você não tenha um osso materno em seu corpo. Talvez sua visita nos permita fazer algo fora dos laços que nos ligam junto." Helene caminhou de volta para a porta.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Não minta Maman. "Você não sabe nada sobre mim. não sua.

" "Se Marguerite quiser ser ajudada. velha o suficiente para casar sem minha permissão. "Então por que vieram aqui?" "Como dissemos. ter certeza de ajudar a Marguerite. eu a ajudarei." "O que você quer dizer. 4 . se ela quiser?" "Ela tem vinte e um anos." Helene encolheu os ombros.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene os enfrentou e de repente invejou sua proximidade.

" "Então o que você realmente está dizendo é que você não fará absolutamente nada. se Marguerite desejar sair de seu casamento precipitado." 4 .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Se ela realmente se fixou neste curso." Helene estudou as feições bravas do seu filho. eu farei que isso aconteça. Mas prometo a você. há pouco que eu possa fazer para impedi-la de escolher seu próprio marido. "Você deliberadamente me entende mal.

" Ele olhou fixamente para ela. ajuda. 4 "Eu ainda gostaria de saber como você descobriu exatamente onde eu vivo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Seu desprezo era como uma bofetada no rosto. "Mas. Helene virou-lhe as costas e caminhou para a porta. lembrese disso. sua expressão tão desafiadora quanto ela própria. "Como se você tivesse o poder de ajudar alguém." ." Helene levantou suas sobrancelhas. Eu duvido que o mero acaso o trouxesse aqui. você veio me pedir.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Lisette tirou o gorro. "Nós recebemos uma carta de alguém que disse que era seu amigo. "O que exatamente ele disse?" "Que você dirige um bordel em Mayfair e que você era uma prostituta notória. não estava?" ." Helene ignorou o olhar bravo que Christian deu a irmã e se concentrou em Lisette. "Mas ele estava certo." "E você escolheu acreditar nele?" 4 Lisette corou." "Meu amigo.

" Lisette esticou o lábio. isso machucava." . disse que era uma empregada e que não podia nos manter com você porque seu empregador odiava crianças. Quando você nos visitou. Era sua própria culpa por mentir para eles. "Será que realmente parece isso para você?" "Eu nunca estive em um bordel antes. ela esperava poupá-los da dura realidade de sua vida.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Deus. e isto não é um bordel. Maman. mas eu certamente não sou uma prostituta. "Eu não tenho tempo para explicar tudo para você agora." Ela segurou o olhar de Lisette. mas em sua própria defesa. "Mas 4 você mentiu para nós.

Eu estava ocupada construindo meu negócio. "Eu quis que vocês tivessem a segurança de um lar digno. sim." Helene estendeu as mãos em num gesto apaziguador." 4 .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Christian bufou. não é o tipo o lugar que qualquer mulher desejaria educar seus filhos. e. a vantagem de uma excelente educação. e a oportunidade de crescer com sua irmã." "Isso simplesmente não é verdade. "Ela não podia nos manter com ela porque ela estava muito ocupada com todos os seus homens.

Vocês eram apenas crianças. Pretendia explicar tudo para vocês quando os visitasse este Natal. sua boca curvada para baixo nos cantos quando ele chutou a grade de azulejos. "Isto é provavelmente. "Eu fiz Christian." "Marguerite sabe o que você realmente é? Ele franziu o cenho.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você não tem que mentir para nós." Christian murmurou suas mãos enfiadas nos bolsos. assim como eu fiz com Marguerite. por que ela fugiu e não4acredito que você quis nos dizer qualquer .

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C coisa." "Por que ela não nos disse. então?" 4 . "Eu disse a verdade a Marguerite quando ela tinha dezoito anos. Duvido que ela esperasse três anos para decidir fugir por causa do que eu disse. você só está dizendo isso para nos fazer nos sentir culpados por termos vindo aqui." Helene segurou seu olhar.

O autor daquela carta obviamente quis causar problemas entre nós. Os homens de dezoito anos de idade não eram famosos por aceitar que podiam ter agido precipitadamente." Até Christian teve a graça de olhar para longe dela. você não acha? Caso contrário poderia ser mal interpretado. Quem de . E parece que ele teve sucesso.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Porque eu pedi a ela. Algumas coisas são melhores ouvidas de sua fonte. a mente 4 Helene trabalhava furiosamente. Ela estava contente que ele tivesse consciência. Mesmo quando ela sorriu calmamente para os gêmeos.

"Eu enviarei uma empregada para ajudar vocês a instalar-se e mostrar-lhe de volta a cozinha principal se você desejar comer lá. "Se eu descobrir que vocês entraram na casa de prazer ou participaram de alguma forma em meu negócio antes ." 4 Ela fixou os dois gêmeos com seu mais duro olhar. e muito menos para onde eles foram para a escola. Helene assentiu e abriu a porta.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C poderia ter-lhes enviado tal carta? Quase ninguém sabia da existência dos gêmeos. Ciente de ter feito os gêmeos pensarem sobre suas ações. Amanhã você irá para um hotel.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C de eu retornar. . então Helene fez uma reverencia e fechou a porta atrás dela. "Por que na Terra iríamos querer ver o funcionamento de um bordel?" "Exatamente. Por que você iria? Quando eu voltar da França. sem desculpas." 4 Nenhum dos gêmeos parecia convencido. Isso está claro?" Lisette parecia afrontada. eu instruirei meu mordomo para pôr vocês no próximo barco para a França. minha querida. eu prometo que me sentarei e discutirei todos esses assuntos com você. Sem exceções.

Ela nunca esperaria ser forçada a se . exatamente. Helene olhou fixamente para o retrato de um jovem cavaleiro morto na parede em frente. Quem.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Seus passos reduziram como ela chegou ao patamar. a traiu com os gêmeos? Eles estavam mentindo? Marguerite tinha lhes dado às informações antes de fugir? Poderia explicar a coincidência de sua chegada com a fuga de Marguerite. 4 Era verdade que ela disse os gêmeos que era a empregada de um político importante e não podia mantê-los com ela.

os gêmeos pareciam não gostar muito dela. Talvez ela tivesse tentado muito duro compensar Marguerite das circunstâncias terríveis de seu nascimento e esquecido de 4 mostrar seu amor aos gêmeos. Ela assumiu eles saberiam como eram amados. mas . Ela assumiu que diria aos gêmeos quando eles estivessem prontos para ouvi-la. como Marguerite.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C defender sobre sua decepção. Mas eles não eram tão complacentes quanto sua filha primogênita. Ela nunca entendera muito bem por que. apesar de seus melhores esforços.

mas sua necessidade de chegar a Marguerite era mais forte. Ela quase voltou a exigir mais respostas. 4 . O surgimento dos gêmeos e todas as perguntas em torno dela teriam que esperar até que ela voltasse.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C obviamente que não era o caso. E como gêmeos. sua proximidade parecia excluí-la desde o começo.

" Helene suspirou enquanto desembaraçava as tiras do seu gorro manchadas de sal e a colocava na mesa do corredor. casaco e as 4 luvas. você não pode encontrá-la?" "Christian. fez uma reverencia e se retirou para o porão.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Capítulo Oito "O que quer dizer.. Ela girou em direção à parte de .. Judd a ajudou tirar sua capa.

" "De nada. A cozinheira disse para dizer-lhe para vir visitá-la na 4 cozinha logo que tiver terminado seu trabalho! Ela está preocupada que você não tenha comido corretamente. Judd. madame. Ela sorriu para ele. Judd reapareceu com uma xícara de chocolate quente. uma pequena misericórdia pela qual Helene estava profundamente agradecida. "Obrigado.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C trás da casa e fez o caminho para seu escritório. que ele colocou a seu lado. Christian em seus calcanhares. Assim que ela se sentou. Não havia nenhum sinal de Lisette." .

"Você vai me dizer o que aconteceu ou não?" Helene olhou seu filho.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Christian resmungou algo sob sua respiração enquanto Judd piscava para Helene e batia em sua mão. Helene tomou um gole da bebida quente e quase gemeu no sabor deliciosamente doce. que compassou no tapete na frente de sua escrivaninha. "Marguerite e seu novo marido aparentemente estão viajando pela Europa." 4 "Onde exatamente?" . mãos apertadas atrás das costas.

"Talvez eu devesse ir atrás deles eu mesmo. Você já encontrou Lord Justin Lockwood?" Ele franziu o cenho.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu não tenho ideia. ela negou ter estado lá. "Eu penso que os vi juntos caminhando nos jardins do 4 convento um dia." Christian sentou-se com um baque." . mas quando eu perguntei a Marguerite quem era o homem." "Você é bem-vindo a tentar. Eles não deixaram um roteiro detalhado com o pessoal do hotel.

apreciando o calor escoando em sua pele fria. A última coisa que preciso é ser atacada no momento em que atravesso a porta. Eu tenho viajado por 4 mais de uma semana.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene embalou a xícara de chocolate quente em suas mãos." Christian bufou. "É o contrario de Marguerite ser reservada. "Como você saberia? Você sabe tanto sobre ela quanto sabe sobre mim e Lisette." ." Helene pousou sua xícara. "Christian estou cansada.

." ..Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "O que vamos fazer agora?" Helene se esforçou para ignorar a grosseria dele e sua recusa em reconhecer o quanto ela tinha tentado achar Marguerite. pressionando as pontas do dedo na escrivaninha para neutralizar o movimento de balanço de um navio fantasma. serão capazes de localizar Marguerite 4 se ela estiver realmente na Europa. com o tempo. "Eu tenho. cansada. Amigos que. Ela ficou em pé. e moveu-se em direção à porta.

"Eu não posso acreditar que o tipo de amizade que você tem Maman." 4 Ele ergueu suas sobrancelhas. "Eu nunca percebi que se prostituir podia ser exaltada como profissão. "Só porque você acha que é divertido me enfraquecer e me depreciar. não pense que os outros também o fazem. Eu conheço mais chefes de estado e líderes de governo do que você tem cabelos em sua cabeça. seja capaz de nos ajudar em tudo." A expressão de Christian era cética. Você é a amante do rei?" ." Ela parou ao lado dele.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Amigos. Christian.

"Boa tarde. ela forçou a abrir as mãos. para lhe mostrar que ela não se importava com ele de modo algum. parecia que Christian era tão tenaz quanto ela era sobre buscar seus objetivos. Talvez eu veja você no jantar hoje à noite.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu não sou amante de ninguém." Com a maior dificuldade. Era como se ele quisesse que ela brigasse com ele. um olhar perplexo em seus olhos que não a tranquilizou." Ele olhou para ela. Ela duvidou que ele estivesse preparado para deixar sua4casa até que ouvisse melhores noticias de sua meia-irmã. mas minha própria. . De seu conhecimento escasso dele.

e não havia nada que Helene poderia fazer. Marguerite tinha deixado Paris e estava indo para a Itália com seu novo marido. Helene afundou em uma cadeira macia ao lado do fogo e cobriu o rosto com as mãos. Nenhuma quantia de ouro ou ameaças fizeram as informações melhores nem mais claras. então sentar-se e esperar. 4 No isolamento de seu apartamento. Ela disse a verdade a Christian. . Marguerite tinha ido.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C O desespero agitou através dela quando desceu as escadas de volta para seu apartamento. além de pedir alguns favores de alguns de seus clientes mais influentes. Pelo menos Marguerite não estava só.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

De todas as contas, o jovem casal pagou suas contas e partiu em grande estilo. Marguerite não teria que enfrentar os extremos que Helene teve. Talvez ela até seja feliz, apesar do início de seu casamento. Helene olhou fixamente as chamas quando imaginou o cabelo escuro de sua filha primogênita, feições delicadas, e pele morena clara. Marguerite significava muito para ela, uma criança bonita, saudável salva dos horrores da Bastilha. Uma 4 esperança que tinha ajudado Helene sobreviver. Tinha sido duro deixar Marguerite sob os cuidados de outros.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Helene tinha justificado sua decisão dizendo a si mesma que Marguerite estaria mais segura na França do que com ela. O tumulto dos anos desde o nascimento de seus filhos tinha feito quase impossível removê-los do convento. Ela lamentou a necessidade daquela escolha todos os dias desde então, e agora ela se sentia até mais que uma tola. Era lá mais seguro que em qualquer lugar no mundo? Helene fechou os olhos e se permitiu chorar. 4 Quatro horas mais tarde, ela estudou seu reflexo no longo espelho no primeiro salão público.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ela tinha escolhido vestir seda azul, uma de suas cores favoritas, na esperança de que pudesse diminuir as linhas de fadiga estirando sua pele e as sombras debaixo de seus olhos. Diamantes reluziam em suas orelhas, ao redor de seu pescoço, e nos saltos de seus sapatos. Hoje à noite ela precisava parecer em cada centímetro à proprietária de um clube exclusivo em lugar da mãe atormentada de uma noiva fugitiva. 4

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

"Helene, você está de volta." Ela virou-se para encontrar George curvando-se na frente dela. Sua inspeção foi minuciosa e concluída em seu rosto. "Você parece cansada." Ela suspirou. "Eu acabei de gastar uma hora tentando criar a ilusão que eu tenho vinte e cinco anos novamente, e você arruína isto em uma frase." Ela colocou a mão em seu braço e lhe permitiu levá-la em direção à mesa de bufê. "Eu tenho 4 estado muito ocupada." "Judd disse que você teve que ir para a França."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

"Judd disse isso?" "Por quê? Foi concebido para ser um segredo?" George pausou enquanto lhe oferecia uma xícara de vinho branco. "Nós ainda somos amigos, não somos?" "Claro que nós somos." Ela olhou para ele. "Ele também falou sobre meus convidados?" "Não. Isso manteve para ele mesmo. Você tem convidados?" 4 "Os gêmeos chegaram, exigindo que eu encontre sua irmã."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

"Ah, de forma que é por isso que você foi para a França. Para achar Marguerite e ter os gêmeos de volta a escola." Ele apertou seus dedos. "Não admira você está cansada. Isso deve ter sido uma provação." "Pior do que você pensa. Os gêmeos ainda estão aqui, e Marguerite fugiu." "Bom Deus," George disse. "Você sabe com quem ela casou?" "Algum nobre inglês, aparentemente." "Oh bem, então eu suponho que4você a deixará ter seu caminho. Nenhum ponto em interferir se a menina foi e conseguiu um título."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Helene deu um passo atrás de forma que ela pudesse examinar o rosto de George. Sua expressão era tranquila, e ele não estava sorrindo. "Eu não estou feliz com isso, George. De fato, eu queria pedir sua ajuda." Ele inclinou a cabeça, seus olhos imediatamente cheios de preocupação. "Claro. O que posso fazer por você?" "Você tem contatos em todas as embaixadas na Europa. Eu ficaria agradecida 4 se você pudesse descobrir exatamente onde Marguerite e seu marido, um Lord Justin Lockwood, finalmente instalaram-se."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

"Você acha que eles poderiam ficar no estrangeiro?" "Você não faria?" Seu sorriso era relaxado. "Absolutamente. De fato, eu provavelmente não retornaria até que eu tivesse meu filho e o herdeiro em meus braços para suavizar os corações de meus pais." Helene estremeceu. "Eu não tenho nenhum desejo de ser avó ainda. Eu só 4 gostaria de saber que ela está segura e bem." "Você decidiu não ir atrás dela, então?"

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Helene encolheu os ombros e pôs sua xícara de volta na mesa de bufê. "Se eu conseguir descobrir exatamente onde ela planeja residir, eu irei ter com ela então." "Uma decisão sábia. Se ela sentir que você tem a intenção de descobrir, ela poderia continuar se movendo. Eu certamente farei algumas investigações discretas para você nas várias embaixadas." "Obrigado, George." Ela apertou seu braço. "Você é uma das poucas pessoas 4 que sabem que eu tenho filhos. Eu aprecio sua ajuda."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ele beijou seus dedos e então sua palma. "É duro de acreditar que você tem idade suficiente para ter uma filha, quanto mais três." "Infelizmente, eu acho tudo muito acreditável no momento. Vejo você mais tarde, George. Eu devo ir e misturar-me." Ela livrou sua mão e caminhou para o salão principal decorado de vermelho e dourado, onde um fluxo de pessoas começou a verter pela porta dupla. Enquanto 4 caminhava, ela acenou para os que a saudaram e para alguns dos homens mais jovens que lhe beijaram os dedos.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Parecia que em sua ausência, tudo tinha ido bem. Seu pessoal estava bem treinado, e Judd supervisionou tudo perfeitamente. "Madame Helene." Uma voz familiar e um sorriso até mais familiar a fizeram parar. Um homem emergiu do aperto das pessoas e fez uma reverencia. Seu cabelo dourado brilhava a luz das velas; seu casaco de linho preto e branco era de corte impecável. Helene estendeu a mão. "Gideon, 4 como vai você?"

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

"Eu estou muito bem e também está Antonia." Ele olhou ao redor da sala se enchendo rapidamente. "Ela está aqui em algum lugar. Eu direi a ela para vir e fazer uma reverência mais tarde." Ele acenou para um cavalheiro alto de pé dentro da porta. "Há alguém que eu gostaria que você conhecesse. Meu pai pediu para eu assinar por ele como meu convidado." O sorriso gracioso de Helene congelou nos lábios quando o homem caminhou 4 em direção a ela. O barulho e tagarelar desapareceram, deixando-a em um vazio

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

assustador de pura emoção. Quando seus olhos se encontraram, não tinha certeza se ela se sentia ofendida ou aliviada pela total falta de reconhecimento em seu olhar. "Este é o Sr. Philip Ross." Gideon sorriu. "Ele recentemente herdou um novo título extravagante, mas para minha vergonha, eu não posso lembrar exatamente o que é." Helene umedeceu os lábios com a língua. "Sr. Ross, você é muito bem-vindo." 4 "Madame."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ele tomou a mão fria, envolveu-a dentro da sua, e roçou os lábios sobre sua pele com decoro rígido, pouco entusiasmo. "Você vai ficar em Londres por muito tempo, senhor?" "Depende. Eu tenho alguns negócios a resolver. Eu não estou certo quanto tempo vai demorar." Espero que não seja muito longo, Helene rezou. As Parcas estavam definitivamente conspirando contra ela. 4

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Graças a Deus os gêmeos não estavam ao redor. Ela freneticamente verificou a multidão. Seria exatamente típico deles, esgueirar-se no salão abarrotado sem que ela percebesse. "Madame?" Ela forçou sua atenção de volta para Philip Ross, notando pela primeira vez que ele usava as cores escuras e sombrias do luto e que seu rosto estava duro e sério. Em contraste com os bloqueios 4 decorrentes de sua juventude, seu cabelo estava agora cortado brutalmente curto, acentuando os ângulos duros de suas

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

maçãs do rosto. Será que ela o teria reconhecido se Gideon não o tivesse apresentado pelo nome? Ele apresentou pouca ou nenhuma semelhança com o homem elegante, que ela se lembrava rindo dezoito anos antes. Ela reuniu um sorriso. "Eu imploro seu perdão, monsieur. Gostaria de algum refresco?" "Não, obrigado." 4

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Helene pegou o divertido e especulativo olhar de Gideon. Ele provavelmente nunca a vira tão distraída antes. Ela forçou outro sorriso. "Foi um prazer conhecê-lo, senhor. Espero que aprecie sua noite." Gideon parecia desapontado. "Mas, madame, eu prometi a Philip que como meu convidado, que lhe daria uma excursão pessoal das instalações." "Você fez?" Helene estreitou os olhos nele. "Tenho certeza que o Sr. Ross 4 prefere gastar sua noite com você."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

"Pelo contrário, madame. Quem melhor para me mostrar, que a mulher que criou um estabelecimento tão incomum?" Helene olhou atentamente Philip Ross, que parecia estar sorrindo apesar da mordida de desprezo de suas palavras. Ela fez uma reverência e levantou o queixo. "Eu teria muito prazer em lhe mostrar, senhor. Gideon está certo. Estou extremamente orgulhosa desta casa de prazer." 4 Ele colocou a mão em sua manga e acenou para Gideon. "Obrigado pela apresentação. Talvez eu veja você no White amanhã."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Gideon curvou-se e piscou para Helene. "A apresentação foi um prazer. Madame Helene tem um lugar muito especial em meus afetos." "Realmente." Não havia como negar o sarcasmo na voz de Philip desta vez. Gideon levantou as sobrancelhas. "Eu conheci minha esposa aqui. Eu tenho certeza que madame lhe dirá todos os detalhes." 4 "Eu estou certo que ela irá."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Gideon virou-se e voltou em direção à entrada, onde um homem mais jovem permanecia esperando por ele. Helene escondeu um sorriso quando Gideon deu um beijo nos lábios do jovem. Ela lançou um rápido olhar para Philip. "Essa é a esposa de Gideon. Ela às vezes gosta de se vestir como um homem." Philip nem sequer piscou; se qualquer coisa, seu olhar se tornou muito mais 4 gelado. "E eles se conheceram aqui. Que... Interessante." "Sim, foi bastante romântico."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

"Eu tomarei sua palavra para isto." Helene o levou em direção à outra extremidade do salão de forma que ele podia ver a sala inteira. A sua direita, um grupo de mulheres e homens jovens estavam envolvidos em um jogo de cartas que precisava desnudar-se de vários artigos de roupa. Os gritos e risadinhas surgiram da mesa quando uma das mulheres lentamente rolava sua meia-calça e lançava sua liga de seda sobre a pilha 4 continuamente crescente de roupa.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

"Estes são as salas mais públicas. Meus clientes podem apreciar uma série de entretenimentos, participar em atos sexuais em grupo, e se divertirem sem se preocupar." "Eu posso ver isto." O tom do Philip era pouco animador, seu rosto ainda menos. Helene fingiu uma gargalhada. "Você desaprova senhor?" 4 "Claro que eu desaprovo. Tal comportamento é pouco adequado em público, não é?"

madame.' senhor." "Se você insiste. não é? Às vezes todos nós precisamos ser tolos.” "O privilégio para se comportar como tolos no cio." Helene encolheu os ombros." 4 .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Depende de como você define 'público. As pessoas pagam para pertencer a ele e para as prerrogativas que lhes oferece. Isto é um clube privado. "Não há nada de errado com isso.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C O olhar critico que ele lhe deu inflamou algo feroz embaixo de seu peito. monsieur." Um músculo se contraiu em sua bochecha. monsieur. Por 4 favor. Isto é só o início da loucura." "Se você insiste. mostre-me mais. Como ele ousava ficar ali e julgá-la e seus protetores? Ela levantou os olhos aos seus. um desafio em seu olhar. Eu odiaria chocá-lo. "Talvez você devesse sair agora." . "Eu duvido que você faça isto.

"Além das áreas públicas estão os4 quartos mais retirados. Ele não disse nada e seu rosto não traiu nenhuma emoção. nós suprimos as fantasias sexuais mais populares." Ela gesticulou para a linha de portas. Helene pausou. tendo certeza que ele teve uma boa visão dos malabaristas nus e da exótica mulher de pele escura apresentando a dança dos sete véus.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela o levou de volta por ambos os salões públicos. "Neste andar." . O que tinha acontecido para transformá-lo assim em um bordão enfadonho de homem? No corredor além dos dois salões.

"Ao longo dos anos." . alguns cenários foram solicitados por nossos clientes muitas vezes. Eu mantenho uma lista dos favoritos." "Quão eficiente. Quando as pessoas deixam de desfrutar de um cenário específico simplesmente mudamos o tema e introduzimos 4 outro de nossa lista. e ela olhou para cima até encontrá-lo observando-a atentamente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Como você decide o que são?" Sua pergunta tranquila a surpreendeu.

mas ele estava tratando suas realizações com desprezo absoluto. ela tinha certeza que o chocou completamente até ao seu conservador. 4 "Você gostaria de entrar em um dos quartos?" . senhor.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Isso é um negócio. antiquado." Por que ela estava tão decidida a impressioná-lo? Ele não só a tinha esquecido. retrógado e sem dúvida beato dedão do pé. se ela não pudesse impressioná-lo. O que ele esperava achar aqui? Gideon disse a ele exatamente o que ela fornecia? Bem.

A placa na porta lê blefe de homem cego. "Por que não?" "Talvez você gostasse de escolher qual quarto entrar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Era um desafio deliberado. e ela esperou por sua resposta com um sorriso tranquilo. Helene apontou na terceira porta a esquerda. "Eu prefiro que você escolha. Você é a especialista." 4 Ao acaso. Os temas estão nas portas. "Vamos entrar aqui?" ." Ele olhou para ela.

Ela focou sua atenção no centro do quarto. onde um homem nu coberto de óleo estava sendo amarrado a um cenário pintado de preto. 4 . um suspiro coletivo de aprovação feminina ecoou em torno do quarto. Um cachecol de seda branca estreita cobria seus olhos. Quando as mãos do homem tinham sido fixadas acima de sua cabeça e seus tornozelos presos no lugar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele a seguiu no quarto escuro e sentou-se próximo a ela.

Philip Ross se mexeu na cadeira. acariciando seu pênis ereto. chupando e lambendo sua pele. Logo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene escondeu um sorriso quando uma das mulheres do público rastejou adiante e começou a tocar o homem. Ela arriscou um olhar em seu perfil e viu seu olhar . Será que o quadro erótico o despertou ou o repugnou? Helene não podia dizer na semi-escuridão. um mar de fêmeas o cercou. tudo o que ela podia sentir era o 4 calor e a tensão radiando dele. beijando ele na boca. Ao lado dela.

. Helene o seguiu para fora tão silenciosamente quanto pode. de costas para a parede. sua boca uma linha dura. Encontrou-o mais abaixo no corredor deserto.. "Eu me recuso assistir tal.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C fixo na cena. suas mãos fechadas dos lados.” Ele ficou de pé e tropeçou em direção à porta. "Monsieur? Você está se sentindo 4 bem?" . Ele estremeceu quando uma das mulheres caiu de joelhos e puxou o pênis do homem em sua boca.

"Aquele 'pobre homem' tem esperado um mês por essa experiência. "Como eu devia estar me sentindo depois de ser forçado a experimentar tal comportamento apavorante?" "Eu não estou bem certa do que você achou apavorante." Helene permitiu que ele visse 4 seu sorriso. cercado por essas rameiras.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele levantou a cabeça para olhar fixamente em seus olhos." "Além daquele pobre homem." . senhor. Todo mundo parecia estar se divertindo muito. e ela experimentou um momento de medo puro.

então aquelas harpias são pagas para fingir gostar dele." . "Isto é uma casa de prazer. Tudo oferecido aqui é uma escolha.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você está tentando me dizer que ele quis ser usado assim?" Ela encolheu os ombros." "Não." "Ah." 4 Ele bufou. Se isto é sua noção de prazer. Ninguém é forçado a fazer nada. "Não creio que nenhuma mulher respeitável escolheria comportarse assim. de modo algum. senhor. então eu só posso oferecer-lhe a oportunidade de apreciá-lo.

" . Ele se virou para olhar pela janela estreita. Talvez eu tenha escolhido um quarto que sua esposa teria preferido mais que você.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene tomou seu braço e o guiou para a outra extremidade do corredor. "Você poderia ficar surpreendido com o que uma mulher respeitável quer." Ela olhou para ele sob os 4 cílios. seus ombros e as costas rígidas. onde existia menos chance deles serem ouvidos. "Eu somente posso pedir desculpas. Quase todas as mulheres neste quarto tem títulos de Lady. Helene estudou seu perfil rígido.

não era nenhuma maravilha que ele parecesse tão reprimido e infeliz.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Minha esposa nunca rebaixaria-se a tal comportamento lascivo. Se a esposa de Philip tinha realmente sido tal senhora." Quão terrível para você. Mas eu posso assegurar que tais exibições eróticas a teriam chocado infinitamente. Tomou toda a determinação de Helene não falar as 4 palavras altas." "Talvez você devesse trazê-la aqui e ver se isto é verdade? Você poderia ficar surpreendido." Ele virou-se completamente para enfrentá-la. . "Minha esposa está morta.

"Eu me desculpo novamente. Não tente mentir para 4 mim.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela respirou fundo. "Você sabe quem eu sou." "Perdoe..?" Philip encolheu os ombros.. senhor." "Por que não? Eu estou certo que você esteve pensando sobre ela todos estes anos. Eu não devia ter mencionado sua esposa." .

" Seu sorriso era quase um esgar." Helene tocou em seu rosto. "Agradeça a Deus por isso. monsieur. "Eu pensei que você tinha me esquecido.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Realmente o faço. e hesitei em lembrá-lo de minha existência." . "Isto dificilmente é verdade. "Como eu podia esquecer? Você não mudou nada." 4 Sua risada era severa. Eu não tenho mais dezoito anos." Helene pausou para juntar suas defesas.

" Suas palavras carregadas pairavam no ar entre eles." Ela engoliu em seco. Eu faço as escolhas muito mais sábias do que eu fiz então. seu riso e os prazeres de sua vida amorosa. Certamente estou feliz por não ter mais dezoito anos. Eu não tinha a intenção de lhe causar dor. "Eu sinceramente lamento meus comentários sobre sua esposa.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu não estou bem certa do que você quer dizer." "Você não tinha a intenção de me causar dor. . brincando de costas para 4 as noites que tinham compartilhado a sensação de sua pele contra a dela.

Uma mulher . "Por que você está aqui.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela o machucou? Helene focou sua atenção em sua gravata branca lisa para evitar olhar seu rosto. "Você é conhecida 4 como a mulher que pode ter cinco homens pela noite e ainda estar procurando por outro para o café da manhã." "Eu sou infame?" Ele se curvou. senhor?" "Porque Lord Gideon Harcourt me trouxe e porque eu frequentemente perguntei-me se a infame Madame Helene possivelmente podia ser você.

além de tê-la. eu realmente seria uma mulher surpreendente." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C que só tem que olhar para um homem para dirigi-lo de joelhos e fazê-lo esquecer de qualquer coisa. Mas eu aprendi a nunca ouvir fofocas." Ela tentou rir. "E agora que você me viu o que fará?" Ele levantou seu queixo com o dedo." "Se isso fosse verdade. isso depende de você?” 4 "Eu não entendo. "Certamente.

apoiando-a contra a parede enquanto ele saqueava sua boca. que foi tão .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele curvou a cabeça até sua boca encontrar a dela e delineou seus lábios com a língua. Ela respondeu de algum lugar lá no fundo com a lembrança de sua textura e sabor inundando-a. ele a beijou. levando-a desprevenida a um mundo de pura sensação. Ela não conseguia parar sua reação para seu beijo. Ela aplainou suas mãos contra os sulcos dos painéis de madeira para se 4 impedir de tocá-lo. Antes que ela pudesse protestar.

ela teria tropeçado se ele não pegasse seu braço e a empurrasse atrás contra a parede. Ela viu quando ele pegou o lenço e deliberadamente limpou a mancha vermelha de seu batom da boca.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C imediato e aquecido quanto o próprio. seu pênis estava duro contra seu estômago. Seu corpo a prendeu na parede do joelho ao pescoço. Quando ele recuou. "Você disse que ninguém é pago por tomar parte em atividade sexual em seu 4 estabelecimento?" .

4 "Eu também disse que todo mundo aqui tem uma escolha para participar em atos sexuais ou não. Ela avançou e lhe deu um tapa na dura bochecha. "Boa noite." Ela fez uma reverencia. Ele dobrou o lenço de volta em seu bolso. Sr. Helene simplesmente movimentou a cabeça. Ross." A sensação de um rugir destruiu o bom senso de Helene.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Incapaz de falar." . "Então talvez você me encaixe em sua duvidosa lista já completa para hoje à noite.

"Deixe-me saber quando você mudar de ideia. Ela queria fugir do cinismo e antipatia em seu rosto.” "Boa noite. Ross." "Eu não iria para cama com você mesmo se fosse o último homem na Terra. Sr.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele encolheu os ombros." Suas sobrancelhas se levantaram. Eu estou certo que você ficará sem homens logo. mas se recusou a lhe dar ." 4 Helene juntou suas saias e afastou-se dele. "Isto é um desafio? Você devia saber melhor do que brincar com um desafio como esse. rumo às áreas privadas da casa.

ela teria enlaçado seus braços ao redor de seu pescoço e o 4 abraçado. ela estava muito vulnerável para lidar com Philip . com certeza que era ela? Mon Dieu. lembrando seu possessivo beijo. Com os gêmeos em casa e o desaparecimento de Marguerite.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C satisfação. e estremeceu. se ele a beijasse por muito mais tempo. Como ele ousava aparecer e insinuar que ela era de algum modo responsável pela forma como ele saiu? Se alguém tivesse uma reclamação para fazer sobre o resultado de sua noite juntos. os gêmeos. Apesar de sua indignação. Ela tocou os lábios com os dedos.. Isso teria sido um erro enorme..

Capítulo Nove 4 .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ross no momento. Esperava que ele tivesse visto o que queria e agora a deixasse em paz.

embora ela tenha sido rápida para mascarar isso.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip Ross contemplou os restos de seu café da manhã e olhou para fora da janela. da casa na Rua Hans que tinha alugado para a temporada. Helene não recebeu a mesma vantagem. Ontem à noite não foi bem. incrustada de sujeira. apreciou ainda mais. Ele ficou surpreso com o calor do ressentimento que estremeceu . Ele viu o choque em seus olhos 4 quando eles foram apresentados. Ele reconheceu Helene antes de Gideon os apresentar e teve bastante tempo para treinar seus recursos em uma expressão de desinteresse cortês antes de ter que enfrentá-la.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C através dele. Como ela ousava ser tão radiante quando ele estava... Ele terminou o café e pegou o bule para servir mais. se alguma vez ele tinha ouvido uma. Ele gemeu4 empurrou a mão pelo cabelo." um nome fantasia para um bordel. Como infernos ela tinha permanecido tão bonita? Seu pênis respondeu antes mesmo dele puxar uma respiração para falar com ela. Impiedosamente ele empurrou seus pensamentos de auto-piedade longe. presidindo a sua "casa de prazer. quando ele a viu em seu elemento. Tantos anos e .

Pelo menos agora era velho o suficiente para não ser seduzido por seu pênis. e o beijo. . seu corpo quente e flexível.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C desde que ele a viu. Ela se sentiu perfeita sob suas mãos. se transformou em algo muito mais potente e agradável. Mas ele a beijou. tantas memórias que vieram à tona logo que ele tinha cheirado seu aroma único de lavanda e rosas. embora destinado a ser um insulto. sua boca 4 deliciosamente pecaminosa e convidativa. Helene havia lhe ensinado essa lição também.

estava diante de outro choque. Ele afastou a mesa e foi encontrar seu chapéu e luvas. Philip não estava surpreso que Helene o manteve esperando por uma boa 4 meia hora antes de ela concordar em vê-lo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Entretanto ela era uma prostituta qualificada. estremecendo com os sentimentos amargos. Ele bebeu mais café. Ela provavelmente pensou que o tinha visto pela última vez. ele perguntou-se se ela o veria de algum modo e que ele acabaria por ter que conduzir seus negócios com ela . Madame Helene. Na verdade. ou qualquer que fosse seu maldito nome nestes dias. mas ela não tinha nenhuma ideia.

Um pequeno par de óculos adornava a ponta de seu nariz. Ela se sentou atrás de uma escrivaninha grande e limpa. sem frescuras ou balangandãs femininos para distraí-la.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C através de seu advogado. Ele parou na porta aberta olhando para ela. Ela não se levantou. seu cabelo loiro preso em um elaborado coque severo atrás de sua cabeça. seu vestido verde de gola alta. mas ela os tirou quando o viu. Seu escritório era tão eficiente quanto o dele. . Muito mais agradável ver seu rosto quando dissesse a ela a situação. 4 recatado como o de uma governanta. surpreso.

"Você veio para se desculpar?" Ele piscou para ela. Ross. Ela batia o fim de sua pena enquanto espera ele voltar sua atenção para ela. "O que?" 4 . "O que eu posso fazer por você?" Ele tomou seu tempo se acomodando na cadeira em frente a sua escrivaninha. "Sr." Ele se curvou." Seu tom era glacial.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Madame.

" .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela se inclinou para frente. "Eu meramente permiti que você me beijasse 4 porque você não me deu escolha. e você me beijou de volta de boa vontade." "Você insultou-me e me feriu. "Você veio para se desculpar por seu comportamento pavoroso na noite passada?" "Eu não estava ciente de que me comportei pavorosamente." "Eu não feri você." A cor inundou suas bochechas.

. "Se tiver terminado de me insultar. ele retirou os documentos que seu advogado havia lhe dado." "Mas eu ainda nem comecei. senhor." Ele a favoreceu com um sorriso preguiçoso. pode partir. "O que quer Sr." Ela suspirou e colocou as mãos espalmadas na escrivaninha. Ross?" 4 Do bolso de seu casaco.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Mentirosa. então franziu o cenho quando ela se levantou.

sua expressão não encorajadora. "Eu deveria estar impressionada?" Ele desdobrou os documentos e alisou-os sob as pontas dos dedos. . mas Gideon Harcourt mencionou ontem à noite que eu recebi um título.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu não estou certo se você se lembra. Eu sou agora Lord Philip Knowles. "Você certamente devia ficar interessado." Ela permaneceu em pé." 4 Ele teve a satisfação de ver a cor drenar de seu rosto e vê-la afundar-se lentamente para trás em sua cadeira.

" "Você espera que eu o felicite?" Ele encolheu os ombros.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você é o herdeiro de Lord Derek Knowles?" "Isto é correto. "Para falar a verdade não." Ele lançou os documentos sobre sua escrivaninha e . Eu estou mais interessado em sua reação para um determinado conjunto de documentos que meu advogado 4 me deu relativo a seu negócio. o que significa que eu também sou o herdeiro presuntivo do Conde de Swansford.

Eu conheci Lord Derek e sua esposa muito bem." Ela olhou nele. uma mão aplainada acima dos documentos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C esperou até que ela os puxou para frente dela." . "Não se apresse lendo-os. Tenho certeza que você concordará que eles são autênticos. "Eu sei que eles são genuínos. "E como ela reagiu à sua amizade com seu marido?" 4 Ela sustentou seu olhar. "Ela estava feliz por mim." "Você conheceu sua esposa?" Ele riu.

Ele menosprezou o sentimento desconfortável e retornou ao assunto em questão." Helene olhou abaixo de seu nariz para ele. É um clube privado.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Algo em seus olhos o fez se sentir envergonhado de suas suposições implícitas." "Não é um bordel. não é?" . "E como isso aconteceu não é de sua4conta. "A coisa que me interessa é como um cavalheiro respeitável como Lord Derek acabou possuindo quinze por cento de um bordel.

Isto foi o suficiente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu posso imaginar. Você recompensou todos de uma vez ou individualmente?" 4 "Novamente. entretanto. Quantos homens você teve que seduzir para conseguir o que queria Helene?" Seu sorriso era tão afiado e frio quanto o dele." . "Eu precisei apenas de quatro homens agradecidos para ter sucesso. isso não é de sua conta." "Apenas quatro? Que admirável.

Você teria corrido de volta para sua família na primeira oportunidade. não é? 4 Você não me deu a chance. "Você não poderia ter ficado muito tempo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "E se eu tivesse ficado com você. você não iria precisar de nenhum desses outros homens. o seu olhar de desprezo. Philip." Seus dedos se fecharam no braço da cadeira. "Nós nunca saberemos. iria?" Ela olhou para ele então." .

" Raiva encadeou através dele.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você casou menos de uma semana depois que me deixou. "Agora. "Eu fiz o que eu pensei que era melhor para nós dois. "Como ousa assumir uma moral alta quando você é a única que escolheu retornar a se prostituir?" Ela se encolheu como se ele a tivesse atingido. você deseja discutir sua 4 herança ou varrer velhas mágoas?" "Eu não estou magoado." Ela respirou fundo. Eu dificilmente diria que atestou sua constância.” .

" . "Eu gostaria de comprar as ações de você. elas me fornecem uma soma razoável de dinheiro a 4 cada trimestre." Ela mordeu o lábio inferior até que ele pode ver uma mancha de sangue." "E se eu não quiser vender?" Ela franziu o cenho para ele." "É meu Lord. aparentemente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela olhou fixamente para ele novamente. Todo nobre precisa de dinheiro vivo. Ross. "Se você diz. Sr. "Por que na Terra você desejaria mantê-las?" "Porque.

" "Por quê?" Em verdade." "Mas eu não estou disposto a vender a qualquer preço. . Ele estava muito mais interessado em descobrir como Helene pretendia lidar com ele. ele não tinha exatamente certeza do que pretendia fazer.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Suas mãos agarraram uma a outra tão duro que ele podia ver a brancura de seus ossos esbeltos. "Estou disposta a pagar o dobro do seu valor. A visão de seu nome nos documentos legais lhe dera sua primeira centelha de 4 interesse desde a morte da sua esposa mais de um ano atrás.

Transformar este lugar em um centro de cultura e aprendizado." ela estalou. e eu não tenho nenhuma intenção de tomar qualquer conselho seu você de modo algum. eu levarei você ao tribunal. Ele levantou as sobrancelhas. Ele estava quase começando a se divertir. 4 "Você não tem escolha." "É um centro de cultura sexual e aprendizagem.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Isso não é de sua conta." . Se você insistir em me negar o meu direito legal de se intrometer em seus negócios." Ele encolheu os ombros. "Talvez eu possa ajudá-la a se tornar mais respeitável.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Seu sorriso era infinitamente superior. "Eu não vou permitir que você faça isso comigo. Que homem desejaria ser associado com um negócio como este?" "Mas se eu mudasse isto em algo mais respeitável..?" Helene pulou de pé. eu estou certa de que podemos levá-lo a razão. "Como você vai me parar?" 4 "Eu pretendo conversar com os outros acionistas. Entre nós.. Pense sobre sua reputação. "Não creio que você fará isto. impecável." ." Ele se recostou na cadeira para olhar para ela. sem duvida.

"Talvez você devesse fazer isso e então nós podemos ter outra discussão." . Isto é só uma decisão de negócios. e ele viu a angústia nos olhos dela. Mas eu lhe dou um aviso: Eu não vou vender." "Por que você me odeia tanto?" Por um segundo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Claro. Eu não odeio você. Ele enfiou as mãos nos bolsos e focou o olhar em sua escrivaninha. 4 "Não há necessidade de ser tão melodramática. Eu esqueci sobre eles." Philip ficou de pé. os outros acionistas. ela abandonou a compostura.

Eu não posso acreditar que era tão estúpido." 4 . então seguramente você devia me ser agradecido por recusar seu generoso oferecimento e não trazer velhas queixas e me ameaçar." "Se você foi estúpido. "Você ainda está tentando me punir por recusar sua proposta de casamento?" "Eu realmente propus a você?" Ele fingiu uma gargalhada "Eu tinha esquecido sobre isso." Ela respirou rápido.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Parece muito pessoal para mim.

"Eu possuo quinze por cento de seu negócio. "Como eu disse." "Você não tem direito a nada. não é pessoal." 4 .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela procurou seu rosto como se tentasse ver o homem que ele uma vez tinha sido. Mas ele sabia que era inútil." Ele a enfrentou. e eu tenho direito as minhas opiniões sobre o modo que ele deve ser executado. Aquele homem tinha morrido há muito tempo no vazio sem fim de seu casamento.

Sua consciência maldita o picava.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Seu momento de fraqueza tinha passado. não é?" Ele se curvou e recuperou seus documentos da escrivaninha. madame. A mulher que o enfrentou agora estava magnífica em seu desprezo. "Como eu disse. Ela . ele olhava fixa e inexpressivamente fora da janela. "Bom dia. Helene não merecia tal tratamento. vamos ver. 4 Dentro de sua carruagem. Tenho certeza que você estará em contato." Ele a deixou com um sorriso condescendente que desapareceu no momento que ele ganhou a rua.

não era como se ele não tivesse muito que fazer. Eles ainda 4 não tinham se acomodado confortavelmente em sua casa nova. Que homem mesquinho ele acabou por ser. Seus filhos também poderiam apreciar uma visita dele. Ele sentia falta deles muito mais do que previra. Seria melhor para todos se ele lhe vendesse as ações e voltasse para o campo. Com seu novo posto e obrigações sociais. . Foi isso que o irritou? Que ela era feliz e ele não era? Se ele tivesse sempre sido feliz desde que ele a deixou naquela estalagem? Ele fechou os olhos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C obviamente conseguiu se tornar bem sucedida sem ele.

ele percebeu que não podia. e não havia nada que ele pudesse fazer sobre isso. Helene Delornay lançou seu feitiço sobre ele novamente. o fez sentir emoções que há muito tempo ele acreditou enterradas. o poder que exercia sobre ela. Por quê? 4 . Mesmo pensando em partir. Sua resposta irritada para ele. o fazia se sentir vivo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene mexeu com seus sentidos.

Ela cobriu os olhos com as mãos trêmulas e concentrou-se em sua respiração. Sentia-se tão indefesa quanto seus dezoito anos de idade quando Philip cruzou seu caminho e irrevogavelmente mudou o curso de sua vida. Por que ele estava fazendo isso 4 com ela? Ele pareceu estar se divertindo. Teria ele realmente se transformado em um tipo de homem que manteve suas . e ele não tinha nenhuma intenção de vender as ações para ela.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene desmoronou de volta em sua cadeira quando Philip fechou a porta atrás dele. Philip Ross possuía quinze por cento de seu negócio.

Philip parecia ter feito muito bem para si mesmo pelos padrões da maioria das pessoas. Ela iria deixá-lo arrancar seu controle novamente? . Separadamente de seu excesso de moralidade.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C queixas tão perto de seu peito que esperaria uma vida inteira para conseguir possuíla de volta? Sua rejeição a ele realmente azedou sua vida muito mal? Apesar de sua reputação. ela nunca tinha se visto como o tipo de mulher que os homens nunca pudessem esquecer. 4 Helene abriu os olhos lentamente.

mas ele não tinha ideia do quão duro ela lutou para chegar onde estava ou o que estava preparada para fazer para mantê-lo longe dela. Deus proíba que eles descubram sobre Philip. Ela tinha que achar um caminho para fazê-lo partir. Apesar de suas diferenças. não . Ela conversaria com os outros diretores hoje e veria se existia qualquer 4 caminho legal para comprar de volta as ações de Philip. ela tinha os gêmeos para pensar também. O acordo original tinha sido baseado no alto parecer dos homens. De alguma maneira ela duvidava.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele achava que tinha todo o poder.

Ela não podia se sentar e esperar o desastre achá-la. Nós . Seria melhor ir ver o Visconde Harcourt-DeVere imediatamente. eu não penso que haja nada que possamos fazer Helene. 4 "Infelizmente. Ela afagou seu cabelo desordenado de volta no lugar e saiu para o corredor. o acordo foi feito entre amigos que quiseram o melhor para você. Ela sorriu para si mesma. Se não havia nenhum caminho legal de livrar-se de Philip.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C desdenhando Philip Ross é óbvio. Como você disse. ela tinha algumas ideias próprias interessantes.

"Você pode pensar sobre alguma coisa. Eu disse a ele que fizesse isso em incontáveis ocasiões. George?" 4 Ele agitou a cabeça.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C não fizemos estipulações para acionistas hostis." . que se sentou no canto da escrivaninha do visconde." O visconde Harcourt-DeVere suspirou. seus braços dobrados. "Eu terei que ler do início ao fim o contrato novamente. Ela girou para George. mas eu acredito que o visconde esteja certo. "Derek foi um tolo em não outorgar as ações de volta para você." Helene só podia movimentar a cabeça de acordo.

o Duque de Diable Delamere estava na França e incapaz de comparecer a reunião improvisada. o estúdio parecia frio. 4 "Tem que haver algo. Para seu desânimo. Eu não posso permitir esse homem de volta em minha vida. e ela estremeceu. Philip Ross poderia encontrar a si mesmo sendo forçado a um duelo. Embora dada sua natureza mais arrogante.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene franziu o cenho para os dois e recomeçou a andar no tapete vermelho turco. Apesar do sol aquoso e uma lareira." . talvez fosse o melhor.

" . "Eu o conheci antes. Ela nunca disse a ninguém a identidade do pai dos gêmeos. 4 "Deve ter sido lá. Eu dificilmente podia tê-lo encontrado no Almack. "Você já tem uma familiaridade com o novo Lord Knowles?" Helene relutantemente o enfrentou." "Na casa de prazer?" Ela olhou fixamente para George.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "De volta em sua vida?" George perguntou sua expressão plena de interesse. e não tinha intenção de divulgá-lo agora.

" Helene respirou fundo. Eu não tinha idéia que ele pretendesse causar dificuldades. "Eu só posso me desculpar por mandá-lo para a casa de 4 prazer encontrar você. "Eu sinto muito.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C George levantou as mãos. "Não há necessidade de me atacar. George. Eu estou do seu lado. ." O visconde pigarreou. lembra? Eu não quero este idiota entrando e arruinando nosso negócio também. Estou tão preocupada com o que vai acontecer.

eu ainda tenho uma grande influência nos círculos jurídicos. há pouco que o homem pode realmente fazer sem levá-la ao tribunal. minha querida.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Você ainda controla a maioria do negócio." O visconde virou-se para tocar o sino dos empregados. Helene." "Eu terei certeza de que não aconteça." "Ele disse que estava preparado para fazer isso se for necessário. e o Duque de Diable Delamere tem ainda mais. Apesar da minha saúde debilitada. "Eu também convocarei o 4 novo Lord Knowles para uma reunião aqui comigo e para corrigi-lo em algumas questões." . Apesar de suas ameaças.

" 4 . mas eu não estou certa de que vai fazer muita diferença.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene afundou em uma cadeira. "Isto é muito amável de sua parte.

"Mas você deve prometer não forçar a si mesmo por minha causa.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você ficaria surpresa." Helene se levantou e caminhou até a escrivaninha. a sua tão frágil agora que ela podia ver a curva delicada de seus ossos dentro." ." Ele bateu levemente em sua mão. De perto. dependendo das ações que ele escolher tomar. ela podia ver as linhas de tensão no rosto do visconde. Helene. Eu posso fazer sua transição para o pariato8 mais fácil ou muito mais difícil. 4 sempre um prazer ajudar você. minha "É querida." "Eu aprecio sua ajuda. o padrão de saúde em sua pele pálida.

eu não tenho objeção alguma." . Mas eu não posso4 me sentar e permitir que ele destrua tudo que eu fiz por mim mesma. "Desde que você não mate o homem. "Você não teria nenhuma objeção se eu tentasse fazê-lo mudar de opinião eu mesma. fina como papel.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene hesitou enquanto ele sorria em seus olhos. e por um momento ela viu um flash de seu perverso eu mais jovem em seu olhar." Ela curvou e beijou sua encavada bochecha. não é?" Suas sobrancelhas se ergueram. "Dificilmente vai chegar a esse ponto.

" 4 8 O titulo e a classificação dos pares ou fidalgos. Helene.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Bom para você." Helene sorriu sinceramente pela primeira vez naquele dia. "Eu acho que ele nem vai saber o que o atingiu." George aplaudiu. "Tudo que espero é que em breve ele esteja voltando para sua nova casa em Sudbury Court tão rápido quanto seu cavalo o puder levar. .

seu criado. Jones. 4 "Oh. meu senhor.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Capítulo Dez Philip Ross cuidadosamente atou a gravata e a prendeu no lugar com um alfinete de pérola única. deu-lhe um colete marrom enfadonho e seu casaco preto favorito. Você parece muito agradável." .

Em sua saúde cada vez mais 4 delicada. Quando ele tinha parado de sorrir e aproveitar a vida? Quando foi sua última gargalhada? Sua esposa não tinha encorajado risadas. não havia? Ele odiava isso. Ele sabia que Helene tinha ficado chocada por sua aparência austera. um homem em direção aos quarenta anos que tinha permitido que outros sugassem toda a alegria de sua vida. eles tinham arruinado sua vida. Afinal.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip conseguiu sorrir seu agradecimento. odiava que ela tivesse . Ele pareceu com o que era. ela achou até as risadas de seus filhos demais para suportar.

todavia. e ele estava mais que disposto a atendê-la. Helene pediu-lhe para encontrá-la na casa de prazer.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C forçado-os a rastejar em torno da casa como ratos assustados com medo de perturbá-la. governando a casa de seu leito de doente. hoje à noite um tremor de antecipação emocionada atravessou suas veias. Na verdade. Uma tirana tão gentil. ele não parou de pensar sobre o quarto que 4 ela o tinha levado. Sua boca torceu. mas uma tirana. Os gemidos de êxtase e prazer do homem sendo acariciado tinha . No entanto.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C se registrado em seu cérebro. ele percebeu que Helene poderia oferecer-lhe a última oportunidade de viver novamente. molhado e carente. fazendo-o acordar duro. e quão alto era o preço? 4 . A pergunta era o que ela proporia a ele. algo que não aconteceu para ele em anos. Em algum lugar no fundo de sua alma. Ele enfiou a caixa de cartão e uma bolsa de moedas no bolso do casaco.

fazia com que a maioria das pessoas se comportasse. Seu pessoal não era só bem pago. 4 Por baixo de sua aparência calma. George tinha oferecido para levar os gêmeos para uma . juntamente com o medo de ser riscado da lista de membros. A oportunidade de saciar suas fantasias sexuais mais selvagens. mas bem treinado. Em um ajuste de galantaria.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene verificou o salão público. contente por ver que tudo parecia estar funcionando perfeitamente. raramente tiveram quaisquer problemas com os convidados. Apesar da natureza dos entretenimentos oferecidos. Helene percebeu que estava nervosa.

seu rosto bem barbeado.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C semana de férias na sua casa em Brighton." Ela virou-se para encontrar Philip atrás dela. claro. a menos que houvesse notícias de Marguerite. O corte e estilo severos de sua 4 roupa escura trazia uma nota sombria para a beleza exuberante do salão vermelho e ouro. Helene tinha estado feliz em aceitar em nome dos gêmeos e. apesar de seus protestos. Ele cheirava a sândalo e conhaque. tinham feito as malas bem cedo naquela manhã. sua expressão tão . Ela tinha uma semana de paz relativa para lidar com Philip Ross. "Madame.

Helene percebeu que ela esperou ansiosamente o desafio de dominá-lo. Quanto tempo desde que tinha estado realmente interessada em dobrar um homem à sua vontade.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C sinistra como sempre. Ela sorriu devagar e permitiu a seu experimentado olhar percorrer seu corpo longo e esguio. ou talvez por causa disto. Ela se lembrou da sensação do seu . ele não sucumbiu à varíola ou o consumo excessivo de alimento ou álcool. 4 Diferentemente de muitos homens de sua idade. Apesar de sua falta de entusiasmo.

"Você está calculando quanto tempo eu durarei em sua cama?" Helene piscou e voltou a olhar Philip. a sensação de grande força e músculos duros.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C corpo pressionado contra o dela. isto certamente não seria um sofrimento." 4 . Se ela tivesse que recorrer a foder com ele para conseguir seu intento. “Como você adivinhou?" "Pelo olhar lascivo em seu rosto.

"Há pouco para admirar. o gesto quase embaraçoso. Eu sou simplesmente um proprietário rural. "Você não gosta de ser admirado?" Ele encolheu os ombros.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela levantou as sobrancelhas." 4 .

ajuda a trazer a colheita. "Um proprietário rural que. caça seu próprio 4 . provavelmente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene apertou seu braço como se estivesse testando sua força.

"Meu escritório." "E é por isso que é digno de admiração.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C gamo9." "Eu faço essas coisas. se você preferir. e passeia com os cães de caça. Eu não acredito que existe uma polegada de gordura em seu corpo" Ele saiu do alcance. o farfalhar de seu ." "Aqui?" Seu gesto largo tomando rapidamente o salão cheio. sua boca uma linha dura reta. "O que você quer Helene?" Ela agitou os cílios para ele. No silêncio denso." 4 Ele curvou-se e ela colocou a mão em seu braço e lhe permitiu levá-la para a relativa paz e sossego na parte de trás da casa. "Só conversar com você.

"Eu tenho uma proposta para você. mas descobriu que estava revigorada pelo pensamento de fazê-lo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C vestido de seda creme de babados e única anágua soou alto." ." 4 Seu sorriso era entediado. Era quase refrescante ter um desafio. Ele não era um aristocrata jovem mimado disposto a fazer qualquer coisa que ela pedisse. "Eu não vou vender as ações. Ela não tinha idéia de como ele reagiria a sua proposta. Helene tomou a cadeira atrás da escrivaninha e esperou por Philip se sentar.

"Entre nós?" "Isto é correto. dos cervídeos (Dama dama)." "Uma aposta?" Ele se sentou ligeiramente para frente. Sul da Europa e ." 9 . "Eu estava pensando mais em termos de uma aposta.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Seu sorriso de resposta estava cheio de doçura. com as mãos unidas. os cotovelos apoiados em seus joelhos. encontrado na Ásia." Ela levantou as sobrancelhas. "Está abaixo de sua recente dignidade apostar?" 4 "Isso depende da aposta e as condições.mamífero artiodáctilo da fam.

Se você sair antes que o prazo termine." Ele riu. Suas esperanças aumentaram." "E se eu realizar esta tarefa assustadora. você espera que eu lhe dê as ações 4 de qualquer maneira? Eu duvido que você esteja oferecendo me dar as suas. sem dúvida alguma faísca do aventureiro arrogante permanecera? "Eu quero que você passe os próximos trinta dias trabalhando ao meu lado na casa de prazer. as ações são minhas. Por baixo daquela fachada endurecida." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela viu a faísca de interesse em seus olhos castanhos que ele não conseguia esconder. "Parece que as condições são todas para sua vantagem. glacial.

chifres em forma de galhada plana com várias . meu senhor. Quem iria escutá-la de qualquer maneira?" Helene levantou uma lista de nomes. "Você não tem os recursos para me levar ao tribunal. Estou certa que eles não olhariam com Norte da África. com cerca de 1.75 m de comprimento. eu não vou levá-lo a justiça para recuperar a posse das ações." Sua expressão escureceu. a metade da Câmara dos Lordes e um bom4numero dos atuais Membros do Parlamento são membros totalmente integralizados aqui. e eu lhe permitirei permanecer como um parceiro silencioso sob as minhas condições muito particulares.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Não. "Quase todos os juízes em Londres. Se você completar seus trinta dias aqui.

"O que exatamente eu teria que fazer na casa de prazer?" Helene deu de ombros. "A princípio você me pontas e pelagem manchada de branco . sua expressão agradável." Houve silêncio quando Philip olhou para a lista e depois para ela. determinada a não mostrar qualquer sinal de triunfo 4 em sua capitulação evidente no caso dele rescindir.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C bons olhos um caso que poderia resultar no fechamento de um de seus clubes favoritos. Ela manteve a respiração lenta e constante.

"E eu não fodo todos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C acompanharia e aprenderia como a casa opera. Eu não tenho certeza que poderia me ter fodendo todos os homens. Elas provavelmente 4 apreciariam. eu poderia até permitir que você ocasionalmente assumisse o comando." "Talvez você pudesse foder todas as mulheres ao invés." Helene pôs a lista de volta na gaveta e trancou-a. Só aqueles que me atraem ou necessitam de aulas nas artes eróticas. "Embora." . Se você provar-se capaz." "Você faz parecer como se eu fosse incapaz de cumprir seus chamados deveres." Ele fingiu suspirar. você poderia estar certa.

Eu mal tenho tempo para compartilhar minha cama com alguém estes dias." ." 4 "Então você quer que eu aja como um empregado não pago pelos próximos trinta dias em seu bordel.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Que é a maior parte da aristocracia inglesa. e ele quase sorriu de volta antes de converter sua diversão em uma carranca. Ter um assistente para compartilhar meus fardos pode ser divertido. "Existe mais para o funcionamento desse estabelecimento que sexo." Ela sorriu para ele.

" Ela assistiu e abanou a cabeça lentamente. "As chances parecem ainda pesarem a seu favor.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Não é um bordel. mas basicamente. O que na Terra está errado com isto?" . você não me levará ao tribunal." "Como assim?" "Você pode me dizer o que fazer por trinta dias." "E em troca." 4 "Posso mostrar a você que o investimento vale a pena e como executá-lo se você desejar se envolver em seu futuro. sim.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Tudo. eu quero algo de você. Helene enrijeceu quando ele girou na frente de sua escrivaninha." Ele se levantou e começou a andar no tapete tecido. com as mãos atrás das costas." "O que. então eu terei um pouco de 4 compensação para todo meu trabalho duro. "Se eu concordar." . meu senhor?" "Seu corpo por aquelas trinta noites.

"E se eu recusar?" ." "Você deseja me usar." "Como você deseja me usar por trinta dias. "Como eu já disse a você." "Eu não estou oferecendo dinheiro a você para isto.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene lambeu os lábios quando se imaginou e Philip entrelaçados. entretanto." 4 Seus olhares se fixaram e nenhum deles pareceu capaz de desviar o olhar. nus em sua cama. meu corpo não está à venda.

" . mãe de três filhos 4 a quem ela ainda tinha que proteger apesar de si mesmos." Trinta dias na cama ao lado de Philip Ross. e estaremos de volta onde começamos. Podia ela inflamar sua luxúria. Será que ele ainda faz amor com esse total abandono? De alguma maneira Helene duvidava... "Se eu concordar. você deve prometer não me machucar. fazê-lo ansiá-la tanto quanto a dezoito anos atrás? Será que ela queria mesmo? Ela era uma mulher bem sucedida em seu próprio direito.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Então eu não aceitarei suas condições.

. Helene se levantou e moveu-se 4 para estar na frente dele." Como seu temperamento começou a subir. é porque você me colocou nesta ridícula situação. as mãos nos quadris. eu ainda sinto que você está bravo comigo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Por que eu a machucaria?" Ele retornou a sua cadeira e se sentou uma perna longa cruzada acima da outra." Seu sorriso era desconsiderado. "Porque apesar do que você diz. "Você está enganada. Se estou com raiva de tudo.

" Ele enrolou o braço ao redor da cintura dela e puxou-a em seu colo. você iria simplesmente renunciar seu interesse neste lugar e ir embora." "Então talvez eu não seja um cavalheiro. meu senhor. eu sou o único 4 homem nela. Ela estremeceu quando ele beijou o caminho acima de seu ombro até seu pescoço. "E quando estou em sua cama. Se você fosse um verdadeiro cavalheiro.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "A situação é de sua própria criação." .

"Parece justo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você está dizendo que eu não posso ter qualquer outro amante?" Helene reprimiu um suspiro quando seus dentes situaram-se sobre a pulsação na base de sua garganta. não é? Você consegue minha atenção inteira por trinta dias e eu consigo a sua. . 4 Ele não tentou pará-la. simplesmente esperou que ela rearranjasse o corpete de seu vestido." Ela o espetou com o cotovelo com grande efeito e deslizou fora de seu colo.

e eu gastarei as próximas trinta noites com você." "Está frio aqui. então? Você 4 gastará seus próximos trinta dias comigo." . "Estamos de acordo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Seus mamilos estão duros. "O que isso tem a ver com o fato que você está excitada?" Helene recuperou seu mantô estampado da cadeira atrás de sua escrivaninha e o pôs ao redor dos ombros." Ele levantou as sobrancelhas.

" Ele sorriu. seu olhar fixo em seus seios. madame.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele levantou-se lentamente. Em trinta dias. "E o que acontece se eu não aparecer todos os dias?" "Então nosso acordo é nulo. "Talvez até lá você esteja tão cativada com meu corpo e nossas partes do . depois que ambos completarmos acordo. "Eu concordo com suas condições. e você me dá suas ações. nós podemos discutir a situação 4 novamente." Ela esperou impacientemente até que ele movimentou a cabeça.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C minha perspicácia nos negócios que você decidirá fazer meu envolvimento permanente. nós negociaremos as condições de sua participação minoritária em meu negócio. se você insistir em reter as ações." ." "Como eu disse. pode ficar tranquila. "Por favor." Ela olhou para ele. eu não ousaria assumir qualquer coisa sobre 4 você." "Madame. não imagine que lhe será entregue o controle de tudo pelo que trabalhei.

"Talvez nós devêssemos começar imediatamente e continuar o nosso tour pela casa?" Philip beijou sua palma e colocou sua mão em sua manga." 4 . "O que mais está lá? Eu achava que tinha visto o pior. Ela deixou cair uma reverência formal e estendeu a mão. ele teria ido muito antes disso. Se ela fizesse do seu modo. sua expressão sinistra.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene tentou não ranger os dentes.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene lançou-lhe um olhar de soslaio enquanto mentalmente revisava a programação do entretenimento da noite. Era difícil não olhar fixamente. Onde deveria levá-lo primeiro? O que mais o chocaria? Philip tentou evitar olhar fixamente para as três mulheres nuas se contorcendo sobre as grandes almofadas de seda atrás das mesas de bufê. vários homens estavam reunidos para assistir e comentar sobre o desempenho. Elas estavam comendo uvas purpúreas e bebendo vinho tinto enquanto davam prazer 4 uma a outra. À sua direita. Observar as mulheres .

estão sendo oferecidos todos os alimentos exóticos que ele poderia comer. 4 "Meu senhor?" . apesar de uma exibição tão flagrante e pública de sua sexualidade. de repente. Ele se sentia como um homem que tinha vivido de uma dieta de pão e água por vinte anos. Parte dele quis devorar tudo. a parte mais sã sabia que tal excesso provavelmente o mataria.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C particularmente não o despertou. a quem.

Como ela ousava desfrutar de sua derrota? Ela não tinha ideia de quão difícil seus deveres matrimoniais tinha sido. .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele arrastou sua atenção de volta para Helene. que durante anos ele tinha muita dificuldade em manter uma ereção. que tinha explicado as implicações financeiras de fornecer um bufê tão luxuoso todas as noites. Ele pegou o eco de seus próprios pensamentos. Ele enrijeceu quando registrou a insinuação de diversão dissimulada em seu rosto. algo tão estranho a sua natureza. Ela não podia saber que o sexo se tornou algo 4 para ser evitado. Claro que ela não tinha ideia.

substituído pela preocupação. "Realmente existe mais?" ." "Claro. uma mistura sutil de lavanda e rosas. e seu odor invadiu suas narinas. Philip inalou nitidamente. meu senhor." 4 Ele olhou nas portas duplas abertas. "Nós podemos prosseguir? O bufê parece ser mais do que suficiente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Monsieur?" A diversão nos olhos azuis de Helene tinha desaparecido. Eu quero levá-lo para o próximo andar agora.

" Ele desviou o olhar de uma das mulheres nuas. madame." O homem ruivo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Existem mais dois andares que são abertos a clientes. "Boa noite. Um alto e bem construído criado posto de pé ao lado do apoio central da escada acenou para eles quando passaram. . e fixou-o nos degraus. sardento. que estava acenando para ele. tinha um sotaque irlandês 4 espesso. mas não aos seus convidados. a menos que eu pessoalmente os aprove.

Eu gostaria de lhe apresentar Lord Knowles." ." Helene movimentou a cabeça. madame. incluindo as escadas.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Boa noite. madame. Sean. "Algum problema hoje à noite?" 4 "Nenhum." Sean olhou fixamente para Philip por muito tempo como se memorizando seu rosto e então movimentou a cabeça. Direi a meu irmão. "Sim. ele tem entrada em todas as partes do estabelecimento. A partir de agora.

Muitos homens não ficavam perto de dois irmãos irlandeses sem uma briga. Seu irmão Liam está justo ali perto da parede." Philip observou a outra figura grosseira e pôde só admirar a segurança de Helene.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene sorriu cortesmente enquanto ele inclinava a cabeça. Eles alcançaram o segundo patamar. "Sean está colocado ali para evitar que pessoas sem autorização subam?" "Realmente está. e4Philip olhou em volta com curiosidade. Philip encontrouse acenando também. O .

"Este piso é para nossos clientes mais exigentes. Mais portas apareciam e o salão no final pareceu menor. Normalmente eles reservam um quarto com antecedência com pedidos específicos sobre que artigos eles desejam que coloquem nele. e uma nítida falta de barulho." "Tais como?" 4 Helene sorriu." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C corredor parecia com o de baixo. "Talvez fosse melhor se eu lhe mostrasse um dos quartos que já está configurado. tapete rosa espesso. Painéis brancos.

Para sua surpresa. Gravetos estavam prontos para o fogo na lareira. Ele deu de ombros. e ele seguiu-a." Helene caminhou 4 para a cama. o quarto pareceu bastante normal. e o resto da decoração parecia bastante comum. a cama grande estava coberta de lençóis de seda creme. relutantemente admirando o balanço de seus quadris e a forma que seu vestido de seda delineava a .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip achou que estava segurando a respiração conforme ela lentamente destrancou uma porta com o número dez sobre ela." "É respeitável. "Isso tudo parece perfeitamente respeitável para mim.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C longa linha de sua coxa toda vez que ela dava um passo. sua garganta de repente seca. Ela levantou um artigo que tinha sido colocado na colcha de seda e mostrou-o a ele. "Por que estas pessoas pediriam cordas douradas?" Philip engoliu em seco. Philip não 4 podia tirar os olhos delas. . "Amarrar um ao outro?" Helene deixou as douradas cordas finas balançarem em sua mão.

tendo que permitir atos sexuais serem realizado sobre ele. não é?" 4 Helene colocou as cordas de volta na cama e cuidadosamente as ajeitou antes de mover-se para um dos grandes armários pintados de creme contra a parede . "E se uma pessoa não quiser ser presa?" "Então eles provavelmente não pediriam estas. não tendo nenhuma capacidade para dizer não. Seu pênis se contorceu e espessou em seus calções. como o homem que ele tinha testemunhado na véspera.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele imaginou ser amarrado à cama ou à parede.

. algemas e outros artigos que não quis identificar. e Philip lutou para respirar. memórias que ele pensou que tinha esquecido. Ela abriu as portas. "Claro. se eles ficarem entediados com o cenário escolhido há uma abundancia de outros brinquedos para escolher.. O cheiro de 4 especiarias e sexo. Dentro do armário estava uma seleção de chicotes." Ele lambeu os lábios secos quando as memórias de seu tempo na Índia inundaram por ele. floggers. seu corpo untado em óleo se contorcendo entre duas mulheres enquanto elas davam prazer a seu pênis e sua boca..Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C oposta.

"A escolha é feita pelas pessoas nos quartos. Eles decidem se abrem as vigias ou não. "Todos os quartos neste andar são como este?" "A maior parte deles. para os clientes se encontrarem e se escolherem. Existem dois salões públicos também. Há também uma rede de vigias e passagens estreitas entre os quartos para aqueles que simplesmente gostam de assistir.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele virou-se para a porta." "E você permite isto?" Ela encolheu os ombros. o gesto fazendo a manga cheia de seu vestido azul 4 deslizar por cima de seu ombro." .

" . ele teria vindo aqui e favorecido a si mesmo? Ele evitou explorar suas opções sexuais por causa de seu medo do que Anne poderia fazer para as crianças se ela ouvisse alguma fofoca sobre ele. A idéia de assistir outro pares fodendo em lugar de participar ele mesmo poderia ter salvado sua sanidade.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip olhou fixamente para ela. Ele encolheu os ombros. Se ele soubesse deste lugar durante os longos anos estéreis do seu casamento. "Eu não 4 posso dizer que nada disso particularmente me excita.

" Ele cruzou para a saída e abriu a porta." "Eu pensei que você concordou em me mostrar tudo. "Eu não sou uma criança 4 que precisa ser protegida." ." "Mostre-me. sua mão sobre os painéis ornamentados. "Há outro quarto especial. "Eu fiz... mas.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene fechou as portas do armário e hesitou. mas eu não tenho certeza que você irá apreciá-lo." Ela suspirou.

numa porta verde lia-se PRIVADO." . Ele tentou abri-la e encontrou-a trancada. "Esta é a porta que eu quis dizer. "Não este. seu odor subjugando seus sentidos já despertados. Eu darei uma a você amanhã. Essa porta dá para as escadas e aos quartos do pessoal e 4 empregados. No fim do corredor. Todos que trabalham aqui tem uma chave." Ela gesticulou para a esquerda.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela o seguiu fora do quarto e dirigiu-se à outra extremidade do corredor. Helene esbarrou nele ao passar.

Era exatamente o mesmo que todos os outros.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip estudou a porta. "É diferente. "O que é tão especial sobre este quarto?" Helene estava encostada contra a parede e ergueu o queixo delicado para olhar para cima em seu rosto." "Não é o resto do bordel suficiente?" . Uma pequena placa branca sobre ela lia-se TUDO que VOCÊ DESEJA. pois é um lugar para expressar seus desejos sexuais mais 4 profundos.

É um modo de experimentar uma nova faceta de sua 4 personalidade sexual em um ambiente seguro e discreto. Você não pode conhecer nunca a identidade da pessoa que fornece o serviço para você. ou até talvez para você mesmo." “Então”? "Então a casa de prazer tentará satisfazer seu pedido no anonimato do escurecido quarto." . ou sua esposa. No isolamento deste quarto.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Para algumas pessoas. você pode compartilhar um desejo sexual secreto. isso pode não ser aceitável para seu amante. não.

" "Como o que?" 4 . "Ou talvez seja algo que não é considerado de algum modo respeitável. "Eu ainda não entendo por que qualquer um que paga para usufruir este lugar lascivo de repente se tornaria muito tímido para expressar seus desejos sexuais abertamente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip cruzou os braços e recostou-se contra a outra parede." "Talvez eles só desejem tentar algo uma vez ou experimentar sem magoar uma pessoa querida." Ela sorriu.

" 4 Ela nem sequer piscou." "Então?" "Você é uma mulher amoral. "Essas coisas são pecaminosas. "Beijar um membro de seu próprio sexo? Tentar sexo anal?" Ele simplesmente olhou fixamente para ela com todo seu sangue abandonando seu cérebro para seu pênis.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela encolheu os ombros. eu suponho que sou. má." . "Sim.

e ele combateu um desejo de agarrar sua mão e pressioná-la em seu pênis latejante." Seu olhar caiu para a tenda de seus calções. "Então talvez você gostasse de me escoltar de volta para minha suíte privada?" 4 .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele endireitou-se longe da parede. "Eu preferiria ver o resto da casa de prazer amanhã.

porque . Na verdade. Helene considerou o 4 seu casamento. Apesar de sua excitação. Pela primeira vez.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Capítulo Onze Helene assistiu uma série de fluxo de emoções contraditórias através de rosto de Philip. Ele teria sido feliz? Era o seu descontentamento com o sexo. ele obviamente não era o tipo de homem a ser liderado por seu pênis. ele pareceu lutar contra qualquer sinal de que ele era um homem normal de sangue quente.

se quiser me acompanhar?" Ele assentiu e virou-se abruptamente sobre os calcanhares. Ela tocou em seu braço e ele estremeceu. é muito mais rápido. Nós podemos usar as escadas dos 4 empregados. "Nós não precisamos voltar pelos salões.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C estava tão apaixonado por sua esposa que não podia aguentar a idéia de tocar outra mulher? Seus instintos normais sobre homens pareciam tê-la abandonado. "Meu senhor." .

Ele seguiu-a descendo as escadas íngremes sem tapetes. Ela o empurrou muito longe? E como ele reagiria se tivesse feito isso? Ela não o viu por dezoito anos e mal o conhecia até então. a decoração estéril um forte contraste com o luxo da casa de prazer. o lugar onde seu trabalho duro e organização fazia tudo acontecer. Ela murmurou uma saudação alegre para o criado parado fora de sua porta e uma dispensa para sua empregada dentro. Ela sempre gostou de escapar para o mundo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela sentiu o calor de sua respiração irregular na nuca exposta enquanto destrancava a porta. . Finalmente eles chegaram a sua 4 suíte.

O que ele faria de seu santuário. suas mãos em punhos a seus lados. "Isto não é o que eu esperava. o lugar que era só seu? A paleta de cor era neutra. Ele parou no centro do quarto.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela deixou a porta aberta para Philip. Uma mistura harmoniosa de branco creme e dourado em um estilo simples que a acalmava no fim de seus dias agitados." "Não é?” 4 . e ele a seguiu ao lado de dentro.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela envolveu seu mantô sobre uma cadeira e chutou fora de suas altas e cômodas sandálias.. "Eu iria dizer colorido. e pecador?" Ele franziu o cenho. dando a seus dedos algum alívio muito necessário.." "Grosseiro. mas quaisquer uma das palavras acima farão muito bem. "Eu imaginei que seria mais. insípido." 4 .

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ah. . Ela girou para ele. ele voltava a estar bravo novamente. Helene combateu um sorriso. pelo menos pelos próximos trinta dias. viu-o tenso como se estivesse para voar.4O que quer que tenha lhe acontecido no passado. Seus dedos tremiam como uma virgem sempre que roçaram sua carne revelada. "Você podia desamarrar meu vestido para mim? Eu não posso alcançar os laços. então apesar de sua ereção furiosa. Levou só um momento para ele começar a tarefa." Ela virou-lhe as costas e parou. De alguma forma. seu futuro sexual era dela. isso tornou muito mais fácil para Helene lidar com ele.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Está feito." Ela lentamente se virou para ele e permitiu o corpete de seu vestido cair até a cintura. seus seios cheios e arredondados. 4 seu traseiro apertado. sua pele firme." "Merci. Ela não era particularmente vaidosa. . Helene permitiu o vestido cair no tapete espesso e saiu dele. Seu aquecido olhar seguiu o deslizar da seda. Com uma dança deliberada. mas sabia que ela parecia bem para sua idade.

A combinação sob o espartilho era de tecido de algodão bem fino e fazia pouco para esconder sua pele ou o cabelo loiro na junção de suas coxas.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip lambeu os lábios enquanto ela passava as mãos sobre seu espartilho e suspirava. justo acima de seus joelhos. 4 . Fitas azuis erguiam suas meias. Seus seios estavam quase completamente expostos e eram erguidos pelo desenho do corpete ao olhar como se fossem as mãos em concha de um homem.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela soltou a respiração com exagerado cuidado. "Eu odeio vestir um espartilho. Eles são tão restritivos. afastou-se dele. penteados mais . muitas mulheres adotaram mais curtos. Em anos recentes. "Os homens não sabem a sorte que tem de não seguir tais modas absurdas. Helene saiu do espartilho. Ela se sentou. levantados seus braços e começou a tirar os prendedores do 4 cabelo. Philip girou em torno dela e desamarrou o espartilho. deixando-o cair ao chão." Sem falar. e foi para a penteadeira." Ela puxou as cordas.

Ela viu em seu espelho quando Philip deu dois passos vacilantes em direção a ela.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C elegantes. cada vez que ele retornava a seu lado era uma admissão de seu interesse sexual e de suas necessidades. Ela pegou a escova do suporte de prata. Mesmo que ele ainda não percebesse. mas Helene acreditava que a maioria dos homens preferia uma mulher de cabelos longos. 4 "Você gostaria de escovar meu cabelo para mim?" "Por quê?" .

." 4 Philip não falou. e ela deu-lhe a escova. Seu olhar estava dirigido para baixo. a fez lembrar sua mãe de um modo mais leve do que suas lembranças de seus últimos dias na Bastilha.. "Mmm. Isso é bom. suas mãos firmes quando ele separou seu cabelo e cuidadosamente escovou das raízes até as pontas.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela olhou-o por cima do ombro. e é difícil ver os emaranhados nas costas quando faço isso sozinha.." Ele estendeu a mão. "Porque minha empregada partiu. Ela adorava ter seu cabelo penteado. Isto a fazia se sentir como uma criança novamente.

" 4 Ela encontrou seu olhar bravo no espelho. Eu quero que você chupe meu pau. as cerdas presas em seu cabelo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela tentou pegar seu olho no espelho. Você escovava o cabelo de sua esposa?" Ele ficou imóvel. "Se você não tirar suas mãos de mim. "Agora suficiente desta postura. eu vou gritar. as coisas tinham sido definitivamente erradas entre ele e sua esposa. "Não. Ah." Ele pôs a escova sobre a penteadeira e colocou suas mãos em seus ombros. "Você é bom nisso." . sacudindo a cabeça para trás.

"Tire suas mãos de mim." "Você me pediu para acompanhá-la a sua suíte. . Aposto que ele não estourou por aqui toda vez que você fez sexo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Tenho certeza que seu criado ouviu você gritar antes. Jem é um pugilista campeão." Ela segurou seu olhar." Ele a soltou e se afastou. Eu posso assegurar-lhe o encontro não será agradável. 4 empurrando as mãos nos bolsos. ou você descobrirá se ele sabe a diferença.

"Você me deve trinta noites de sexo. "Isto é verdade. "Seu primeiro dia é amanhã. Seu aquecido olhar seguiu seus 4 dedos. o fiz?" Um toque de raiva vermelha tingiu suas bochechas. e brincava com o laço de fita de sua combinação." Helene permitiu a mão deslizar da garganta até a inchação de seus seios.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene rodou no tamborete baixo para enfrentá-lo. n 'est-ce pas?" (não é isso?) . mas eu não concordei com o toque. E noite segue o dia.

madame." . Um caipira como eu não compreende que quando uma mulher experiente que comanda um bordel convida 4 um homem a seu quarto e ele a ajuda sair da maior parte de suas roupas. "Eu simplesmente lhe pedi para me acompanhar até a minha suíte. Você deve me perdoar. ou não?" Um músculo estalou em sua bochecha e ele se curvou. "Eu só posso me desculpar por meu erro. ela não está realmente oferecendo fazer sexo com ele.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Então por que você me convidou aqui?" Ela arregalou os olhos para ele.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela ofereceu a ele seu sorriso mais entusiástico e apertou suas mãos em seus seios. Eu estou tão feliz que você veja o erro de seus modos. meu senhor." Ela esperou até que ele quase alcançasse a porta. "É exatamente isso. "Meu senhor?" 4 "O que é agora?" Ele se virou relutantemente como ela se levantou. "Eu estarei a caminho." Ele ofereceu-lhe seu sorriso e dirigiu-se à porta. então. .

" Ela tremulou os cílios para ele. meu senhor. Basta colocá-las na cama.." "Oh. "Por que você não pode pegá-las por si mesma?" "Mas você está mais perto.. . pelo amor de Deus. "Você não precisa trazê-las para mim.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você possivelmente podia abrir aquela gaveta ao lado de minha cama e tirar as coisas lá de dentro?" Ele lentamente exalou." 4 Ele abriu a gaveta com tal força que o conteúdo acabou no tapete.

Seu consolo de mármore rosa grosso pareceu desajeitado em suas grandes mãos. então ele não podia falhar em ver o que ela lia antes de ir para a cama. meu senhor. "Só ponha eles na cama. Seu livro de posições sexuais eróticas tinha caído aberto.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene continuava sorrindo enquanto ele se abaixava para pegá-los." Ele a obedeceu. seu rosto impassível. . Ela imaginou-o usando-o nela e achou a ideia estranhamente excitante. 4 suas mãos firmes.

mas ela precisava testar seus limites. e bom descanso." "Boa noite.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela lhe soprou um beijo aéreo. e lembre de que espero ver você às seis da manhã. achar suas debilidades e trabalhá-los para enviá-lo 4 fazer as malas." Suas palavras finais foram murmuradas baixinho enquanto caminhava em direção à porta e a bateu quando fechou atrás dele. madame. Encontre-me na cozinha. Seduzi-lo era um jogo perigoso. Helene soltou a respiração. "Boa noite. Ela aprendeu uma coisa: a .

Philip nunca concordaria com isso. Ela repreendeu-se pela pequena pontada de satisfação que o pensamento lhe deu. Helene fechou o livro com 4 um estalo. Que pena que envolvia duas mulheres. ele estaria mais interessado em homens. se seus interesses não haviam mudado.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Seu casamento tinha sido difícil. Isso era definitivamente algo para considerar em sua campanha para derrubá-lo de seu negócio. Com um suspiro. No passado. ela andou até a cama e levantou seu livro para estudar a posição sexual complicada retratada na gravura. .

Ele só devia tê-la deitada de costas e fodido-a no momento que entrou em seu quarto. Maldita Helene por jogar 4 com ele. e caramba aquele ridículo acordo que fez. Seu pênis e bolas doíam tanto que queria gritar. Como ele iria reembolsá-la por sua tentativa deliberada de aborrecê-lo? A antecipação bateu nela e ela sorriu. . Pelo menos ela não poderia reclamar que estava entediada. Philip escapou corredor abaixo e então percebeu que não tinha ideia para onde ir.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Amanhã à noite pertenceria a Philip.

" Não havia nenhum lampejo de 4surpresa no olhar de Sean ou qualquer sugestão de condenação. obrigado. Como se chega às vigias no segundo andar? Madame iria me mostrar eles mas teve que se retirar. mas eu ainda estou um pouco incerto do plano da casa.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu posso ajudá-lo. senhor?" Ele olhou fixamente no rosto de Sean. o criado irlandês quer tinha conhecido mais cedo. "Eu estou bem. .

" Philip encontrou seu caminho até as escadas e saiu para o corredor em 4 silêncio. Suba as escadas de volta até o andar de cima. Tenha uma boa noite.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Isto é fácil. seu pênis agora dolorosamente ingurgitado." "Obrigado. senhor. É aí onde você entra nas passagens. senhor. e procure por uma porta branca no meio do corredor que não tem um número nela. senhor." "Por nada. Depois de uma rápida olhada ao redor. seu coração batendo forte. Sean. ele abriu a porta sem número e deslizou para .

Apesar de seus medos. Apesar de todos os seus anos 4 separados. no momento que ele tirou seu espartilho e as pontas rosadas dos mamilos atravessavam a renda. a passagem estreita estava bem iluminada e era alta o suficiente para deixá-lo ficar de pé. Ele imaginou sua pele cremosa. ele fez seu caminho para o . Com um gemido abafado. ele ainda a queria. assim como Helene. Ele também notou que acima de cada vigia estava o número do quarto correspondente. Tão eficiente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C o lado de dentro.

Philip engoliu em 4 seco quando o homem mudou de posição. . suas mãos enluvadas ocupadas acariciando sua carne enquanto ela se contorcia contra os laços. As cordas douradas amarravam uma mulher nua de cabelos escuros.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C número junto à vigia marcando o numero dez. suas pernas bem abertas. permitindo a Philip uma visão excelente do sexo da mulher. na cama pelos pulsos e os tornozelos. Um homem vestido de traje de noite cinza elegante permanecia acima dela. Estava aberto e ele se inclinou para frente tentando se ajustar a nova visão do quarto e as duas pessoas na cama.

Philip gozou. Sua camisa e roupa íntima estavam molhadas com pré-sêmen. O homem na cama continuando a . Philip trabalhou seu próprio pênis em seu 4 ritmo. suas bolas altas e apertadas contra a base de seu pênis inchado. combinou os grunhidos do homem e gemidos com seus próprios. O homem no quarto também desabotoou seus calções e ajoelhou entre as pernas da mulher. Philip segurou sua respiração conforme o homem deslizou suas mãos sob as nádegas da mulher e começou a fodê-la. Depois de mais ou menos dez golpes duros.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip descansou sua sobrancelha contra a parede e abriu seus calções.

demasiados absortos um no outro para perceber outra coisa senão os 4 prazeres da carne. Eles o ouviram indiretamente compartilhando seu prazer? Tinham a idéia de que alguém observava a excitação deles? Ou talvez eles não se importassem.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C mover-se. Philip manteve sua mão ao redor do seu pênis e continuou a assistir. suas nádegas apertando e relaxando com cada movimento para frente. erguendo a mulher em suas punhaladas. . Apesar de ter gozado.

Ela beijou o lado de seu pescoço e acariciou sua orelha enquanto ele tremia e se contorcia contra ela. Não é de admirar que Helene achasse tão divertido. Com sua vasta experiência sexual. Quão patético era ele? Reduzido a assistir os estranhos casais para chegar à conclusão sexual. Lentamente Philip retirou sua mão de seus calções e tirou seu lenço para enxugar a evidência de sua paixão solitária de seus dedos. . ficou imóvel e desmoronou sobre as pernas da mulher.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C O homem gemeu. a 4 falta de prática humilhante devia ser óbvia demais.

Ele se preocupava apenas que tivesse permitido a Helene aumentar suas paixões sexuais a uma altura que ele tinha que encontrara a liberação ou morrer. 4 Conforme ele abotoou seus calções e endireitou-se lentamente. exibindo a todos os outros convidados na casa de prazer exatamente como ele se divertiu. O homem estava amarrado à cama agora. os calções de camurça úmidos se agarraram ao seu eixo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip enfiou o lenço na frente de seus calções e limpou-se rudemente. . ele não pode resistir um último vislumbre pela vigia. Apesar de seus esforços. Não que ele se importasse com o que pensavam sobre ele.

Enquanto ele fazia seu caminho de volta para a porta. Philip sentiu uma pontada responder em seu próprio eixo e forçou-se a se afastar. 4 Perguntou-se se ela estava lendo seu livro lascivo e comprazendo-se com aquele . ele pensou em Helene. Comprazer-se uma vez mostrou uma grande falta de autodisciplina.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C seu pênis já ereto. e a mulher escarranchada em seu tórax. Duas vezes o faria tão depravado quanto os outros que se reuniam para foder aqui.

ele estava começando a se sentir como em seus quinze anos de idade novamente. Seu pênis endureceu em uma corrida única. constantemente ereto. Helene não .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C monstruoso dildo10. ele tinha ficado quase aliviado quando seu pai enviou-o ao estrangeiro. Danação. ele pode entender e lidar com sua sexualidade nascente. Ele apostaria que era o único homem deixando a casa de prazer com um pênis ainda duro. Pelo menos na Índia. apavorado que seus pais e colegas notassem e rissem dele. 4 Ele fez uma pausa para reajustar seus calções úmidos. Apesar da natureza abrupta de sua deposição da Inglaterra naquele ano.

Ele bateu a mão contra o painel e empurrou a porta de saída larga.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C estaria feliz sobre isso de modo algum. não mais se importando se alguém o visse. Ele sorriu ao pensamento lascivo enquanto descia a . Talvez fosse hora de virar a mesa com ela. Como ela ousava estar tão confortável com sua natureza descaradamente sexual? Certamente ela devia ter alguma vergonha ou remorso pelo o caminho que escolheu? Philip se consolava com o pensamento que sua próxima noite seria gasta na 4 cama de Helene. amarrá-la a cama e fazer o que quisesse com ela.

Ele pegou o chapéu com o mordomo e saiu para a leve garoa. . O relógio ornamentado bateu uma vez e ele estremeceu. imitação de pênis. 10 . Ele tinha apenas cinco horas antes de Helene esperar vê-lo novamente. então ele decidiu caminhar. e ele já estava esgotado. Sua casa alugada não era tão longe da casa de prazer.consolo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C escadaria principal e esperou por um criado para recuperar seu chapéu e luvas. Por incrível que pareça. o pensamento de retornar e 4 ganhar uma aposta contra Helene era muito mais revigorante do que mergulhar na administração complexa de sua nova posição. Ele ainda tinha cartas a escrever para explicar sua ausência continuada da propriedade a seus filhos.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele tinha uma vida inteira para se familiarizar com Sudbury Court e seus inquilinos e só trinta dias com Helene por sorte ou.. Ele parou no meio-fio para olhar ambos os caminhos e então tomou um atalho através da praça. O que ele precisava resolver com Helene? Uma mulher de seu passado. uma mulher tão distante dele socialmente que ser visto em sua companhia seria submetê-lo ao tipo de boatos e insinuação que tinha se esforçado tanto para 4 evitar durante o seu casamento? ..

e ele lambeu os lábios. Ele era um bobo por acreditar em que ele era resgatável? Ele apertou o chapéu em sua cabeça. Trinta dias com Helene era a oportunidade perfeita para descobrir. Depois de sua existência despreocupada na Índia e seu fim de semana com Helene. algo tinha ido terrivelmente errado. 4 .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C A chuva suave soprava em seu rosto. Ele se perdeu em algum lugar.

as ruas . então ele se espremeu entre as cestas de produto frescos empilhadas e cinco galinhas vivas em uma gaiola de arame.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Capítulo Doze Consultou o bolso enquanto descia os degraus de pedra escorregadios no porão da casa de Helene. Ele não tinha antecipado que sua jornada tomaria muito 4 tempo. A porta exterior estava ligeiramente entreaberta. mesmo nesta hora improvável da manhã. Para seu assombro.

" 4 . aí está você. e ele lentamente inalou. uma porta marcada PORÃO. que ele abriu. fazendeiros. um quarto de roupa para lavar. e outra porta. Philip. Uma explosão de ar quente misturado com o odor delicioso de pão assando bateu-lhe no rosto.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C estavam abarrotadas com comerciantes. leiteiros e as varias crianças correndo ao redor para Deus sabe onde. O corredor estreito continha um buraco de carvão. "Ah.

a quem ele assumia devia ser a cozinheira montava guarda ao longo da mesa. Seus óculos .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele piscou e procurou ao redor do grande espaço ocupado. Desde quando ele tinha dado permissão a Helene para chama-lo por seu nome de batismo? Uma mulher redonda. de algumas horas mais cedo. Ele olhou novamente a mulher acomodada à mesa. Duas empregadas varriam o chão e um terceiro estava sentado à mesa de pinho. 4 O cabelo loiro do Helene estava coberto por uma touca de renda normal. Foi difícil a Philip reconhecer a borboleta social elegantemente vestida.

ao lado. Ele tirou o chapéu e as luvas e deixou-os no banco ao lado dele antes de tomar assento na cadeira em frente a ela. em um prato estavam os restos de um croissant de . "Madame Helene?" Ela movimentou a cabeça e gesticulou para ele juntar-se a ela.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C estavam firmemente fixados em seu nariz. Até ele reconheceu que seu vestido era pelo menos dez anos fora de moda. As mãos de Helene apertavam uma xícara de louça espessa 4 com chocolate.

"Você gostaria de um pouco de café da manhã. fascinado." Ela encolheu os ombros e bebericou seu chocolate. Daquele jeito. Ele observou. e não quereria deixá-la esperando. como sua língua se lançou para lamber uma gota de chocolate de seu lábio inferior. ele estava 4 duro novamente. eu já estou atrasado. madame.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C chocolate. Philip?" "Se tivermos tempo. "Eu mesma ainda não terminei. desejando que sua boca ." Ela virou-se para falar com a cozinheira em um rápido francês.

"Madame Dubois faz os melhores croissants na Inglaterra. seguido por uma xícara de chocolate. A cozinheira colocou um croissant na frente dele. querendo saber sobre a noite que compartilhariam juntos se ele sobrevivesse a seu primeiro dia. que não sorriu de volta.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C lambesse outras coisas. "Obrigado." . Ele sorriu a cozinheira." Helene observou quando ele tomou um bocado da massa folhada morna e 4 lentamente mastigou.

. também. Outro croissant apareceu." 4 "Bom. Ela olhou para ele. "Tão pronto quanto jamais estarei. e pôs sua xícara e prato na pia.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele acenou seu acordo. então prosseguiremos. Philip levantou-se. mais absorvido em comer que em se preocupar com suas maneiras." Ele a seguiu até uma saída diferente que os levou a parte principal do edifício. e ele comeu aquele também. "Você está pronto?" Ele encolheu os ombros. Helene estava de pé e amarrava um avental ao redor sua cintura. Quando ele tinha acabado.

No patamar final ela parou. os Dá-me a sensação de como as coisas estão e o que precisa ser melhorado. Ele lutava para respirar normalmente. e ele a seguiu. esperando por ele alcançá-la. e por que você está vestida como uma criada?" Ela olhou-o seriamente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela começou a subir as escadas." . parando para tomar fôlego à medida que eles se moviam inexoravelmente para cima. "O que exatamente nós estamos fazendo. "Eu gosto de caminhar por todos 4 quartos da casa de prazer toda manhã. seus olhos azuis enormes atrás de seus óculos.

a menos que eles queiram algo. eu posso permanecer invisível se acontecer de esbarrar com alguém." "E por que se veste assim?" "A maior parte de meus clientes não veem os criados." Ela parou e colocou a mão em . eu posso discretamente 4 ajudar qualquer cliente que se esqueceu de partir. ocasionalmente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você faz isso todos os dias?" "Claro. E. então para todos os efeitos.

Eu sou perfeitamente capaz de lidar com qualquer coisa que você se atreva a me mostrar. "Eu não mostrei a você o terceiro andar ontem à noite." 4 . não apenas as partes que julga mais apropriada. eu desejo ver tudo o que este lugar tem para oferecer.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C seu braço. madame. Talvez você devesse esperar aqui. "Como eu disse antes. É o mais extremo dos pisos e não para os fracos de coração." Ele intencionalmente removeu seus dedos de sua manga.

ela estava escondendo dele? Seu estômago apertou se de medo ou antecipação ele não podia dizer." Ele tentou ver seu rosto mais claramente na escuridão e falhou. "Então se você desejar me acompanhar." 4 .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela suspirou. O que. diabo. "Eu lhe dou minha palavra. eu devo ter sua palavra de honra que nada que você ver ou ouvir neste andar jamais será divulgado a ninguém fora deste estabelecimento.

" "Nós podemos olhar?" 4 .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene abriu a porta e andou em um corredor estreito ladeado com portas pintadas de preto. dependendo de quem você é. Candeeiros de vela forravam as paredes irregulares. "O mais extremo dos prazeres sexuais ou seus piores pesadelos. cera vermelha derretida tinha gotejado e endurecido no chão de madeira nu. "O que está nestes quartos?" ele sussurrou.

"Estamos aqui para garantir que tudo está correndo perfeitamente com nosso negócio." Ela lentamente abriu a primeira porta. isto é uma estante?" Helene atravessou o pequeno espaço e abriu as cortinas pretas e a janela. O odor de sangue e sexo crus fez Philip se sentir enjoado. lençol de seda vermelha enrolada ao redor de um chicote de cabo longo. "Bom Deus. é nossa responsabilidade ter certeza que tudo isto está no lugar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene deu-lhe um olhar fixo considerando-o. Philip inclinou-se para obter um olhar mais atento e então recuou. Um 4 filete de luz iluminou a cama desfeita. .

"Como pode ser tão prosaica sobre esses atos desumanos?" Ele gesticulou para a prateleira. "Alguém foi obviamente . "O pessoal da limpeza irá refazer a cama." 4 Philip agarrou o batente da porta. Helene caminhou de volta para ele. Eu só verifico cada quarto todas as manhãs para ter certeza que ninguém foi deixado acorrentado ou amarrado às grades ou as camas.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C As correntes que pendiam do topo da estante de madeira vertical balançavam suavemente na corrente de ar. limpará e colocará no lugar qualquer brinquedo que os clientes tocaram.

e você ainda não só permite isto em suas instalações.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C brutalizado. mas também parece concordar com isso." Ele se empurrou longe da porta. ele agarrou seu cotovelo. "Você vai me responder?" 4 "O que você quer que eu diga? Você já julgou e me condenou." Ela o seguiu fora no corredor e deixou-o furioso quando ela metodicamente verificou os outros três quartos. Quando ela fechou a quarta porta. "Eu não entendo você. Por que você não parte e se salva de qualquer contaminação adicional?" . escrevendo notas à medida que foi.

Alguns deles só podem funcionar sexualmente se forem submissos ou se puderem dominar outro alguém. Certamente você sabe isto? Você foi para um colégio interno. não dor. não foi?" "Mas isto deveria ser uma casa de prazer.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu quero saber por que você permite isso." "Porque existem alguns homens e mulheres que almejam tais excessos em suas vidas." 4 .

4 Eles são livres para dizer não para qualquer um aqui. Você deve se lembrar de que ninguém aqui é forçado a fazer qualquer coisa que não queira." "Mesmo a você?" . até onde eu sei. "Mas o que é doloroso para você poderia ser aprazível para outro. seus olhos tranquilos e fixos. E se duvida de mim.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela encontrou seu olhar." "Eu acho difícil de acreditar. pergunte a eles. Quantos do seu pessoal são coagidos a atos indecentes por temerem a demissão?" "Nenhum. por favor.

" Ele se curvou primorosamente. madame. "Isto é uma consequência infeliz de nossa aposta e não tem nada a ver com como eu normalmente conduzo minhas atividades. meu senhor." Ela se afastou dele. Agora se você tiver terminado de me dar sermões.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Seus olhos azul fogo relampejaram. você quer dizer." "Além de mim. "Se você insisti. "Eu sei." 4 Ela virou-se para encará-lo. talvez nós pudéssemos nos entender?" . "Eu não durmo com meu pessoal. sua expressão fria.

correntes. As paredes eram pintadas de preto e cobertas com uma exibição inconcebível de floggers. máscaras. chicotes. e outra parafernália degradante. Ele engoliu em seco à medida que seu olhar viajou em torno do quarto.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Claro. o chão em baixo de seus pés pegajoso com substâncias que não se . As duas camas 4 estavam vazias. madame." Ele a seguiu pelo curto corredor em um grande espaço aberto e abruptamente parou.

Helene moveu-se à frente dele.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C importou em examinar. Ela estava no canto ajoelhada no chão. . De repente ela endireitou. suas mãos em seus quadris. as saias espalhadas ao redor enquanto ela murmurava para alguém ou algo na 4 frente dela. O gemido de uma resposta masculina o teve se movendo adiante para olhar por cima de seu ombro. você novamente!" Ela desapareceu no segundo quarto. "Anthony. levantando os chicotes e brinquedos descartados e restabelecendo-os para seu lugar na parede. e Philip cautelosamente a seguiu.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Um homem deitado no chão. Helene estava ocupada removendo as correntes de seus pulsos enquanto murmurava para ele em francês rápido." Philip fez um exame rápido do quarto e viu um montículo de roupa jogado 4 negligentemente em uma cadeira de madeira. notou o tecido de algodão bom e o corte primoroso dos calções. Ela se virou para olhar Philip. "Você pode achar suas roupas? Elas deviam estar por perto. sua cabeça no colo de Helene. de olhos fechados. Ele levantou os artigos de vestuário. Este não era . o rosto contundido.

sua boca inchada meio rindo. sua expressão 4 preocupada. Philip soltou as roupas no chão e ficou para trás enquanto Helene ajudava o homem puxar a camisa acima de sua cabeça e passava-lhe seus calções. mas um cavalheiro. .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C nenhum empregado ferido. seu tom afetuoso e maternal. O homem jovem estava sentando agora. Ele levou a pilha de volta para Helene. Ela continuou a conversar com ele. sua expressão triste.

" ." Philip pigarreou "Alguém machucou você?" Anthony olhou curiosamente para ele. "Eu estou bem. "O que é isso para você?" "Porque eu acredito que madame subestima a quantidade de coerção que se passa em um lugar como este. Eu só adormeci.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Afinal o homem levantou-se e se espreguiçou. Eu não posso acreditar que um jovem cavalheiro 4 como o senhor estaria disposto a participar de tais perversões. madame. Realmente estou.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C O sorriso lânguido de Anthony desapareceu." Philip assistiu o jovem homem partir e virou-se para encontrar Helene 4 observando-o. felizmente. Eu verei você hoje à noite. Eu não estava sob coação. Você está satisfeito agora?" Ele curvou-se para Philip e beijou a mão de Helene. senhor. tomei parte na perversão. "Então me deixe deixar sua mente à vontade. "Obrigado por me despertar. "Você está satisfeito agora?" . e de boa vontade.

posso?" Helene levantou as algemas que saltou dos pulsos de Anthony e as pôs sobre as costas de uma cadeira. Eu o encontro aqui frequentemente. "Em verdade. "Você está dizendo que estou certo?" . "Eu não posso continuar a acreditar no que ele nega." 4 Philip olhou para ela. Eu estou começando a perguntar-me por que ele busca formas tão dolorosas para aliviar-se.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Que ele não foi forçado?" Ele deu de ombros. ele me preocupa.

" "E então onde é que pessoas como Anthony iriam? Provavelmente algum lugar onde ninguém toma cuidado com 4 eles.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Não. Só que Anthony está buscando as coisas erradas para as razões erradas e que não acabará bem. Isto é que é melhor?" . onde eles poderiam ser abusados ou mortos." "É isso que você faria se possuísse este lugar?" "Absolutamente." "Mais razão ainda para fechar este nível da casa.

mas achou isto difícil de fazê-lo quando confrontado por Helene em sua magnífica.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip tentou reunir seus argumentos. "Você está certo sobre isto?" 4 . sentiu o cheiro de sangue e o odor pesado de sexo." Helene veio para estar na frente dele e lentamente o apoiou contra a parede. e melhor indignação. Ele olhou ao redor da sala nos chicotes descartados. "Eu não posso ver prazer aqui.

.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela agarrou seus pulsos com ambas as mãos. "Você tem certeza.. e se você gostará disso ou não. Imagine ser vendado e não saber quem tocará em você." Ele estremeceu quando ela ficou nas pontas dos pés e beijou seu queixo." "Eu não desejaria. como irão tocar você." Ele tragou duro quando seu pênis engrossou. Isto. deixando-o duro.. fazendo que você queira. Philip?" Deus. "Imagine as mãos em seu corpo. "Imagine estar nu e algemado a essa parede. 4 sua voz era tão sedutora. a menos que tenha tentado?" . "Como você pode dizer isso..

" Ela levantou o queixo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele forçou seus olhos abrirem e afastou-a quando suas memórias ameaçaram subjugá-lo." "Eu não concordei com isso. "Talvez eu deva explicar que é uma condição do nosso acordo que você experimente tudo que a casa de prazer tem a oferecer. sua expressão tranquila." Ela o estudou. "Você está 4 com medo?" . "Eu posso assegurar-lhe que eu não apreciaria sexo com dor.

Ele não podia dizer isso a ela. 4 "E se fosse comigo?" Ele tragou. "Perdoe-me?" . Que diabo podia dizer para ela para tirá-la deste assunto? Não havia nenhuma maneira que ele pudesse permitir a um estranho a dominá-lo sexualmente. ele tinha todo direito de estar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Claro que ele estava e. não podia deixá-la saber que ele temia perder o controle sexual mais do que temia perder sua vida. por Deus. recusou-se a olhar para os instrumentos de prazer diabólico ao redor dele. Ele focou sua atenção em seu rosto.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "E se fosse só eu a brincar com você?" Seus olhos eram afiados. "Por que isso faria alguma diferença?" "Porque você podia confiar em mim para não machucar você?" "Você não pode confiar em ninguém para não ferir você." . Talvez venhamos a discutir sua participação aqui quando 4 tivermos mais tempo." "Isto é verdade. como se ela pudesse ver através de seu medo.

e voltou para o patamar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela se afastou dele e colocou as algemas em um gancho na parede." Philip permaneceu perto da parede. escreveu outra nota em seu livro. os saltos de suas . sua respiração desigual. 4 Helene deu uma última olhada ao redor do quarto. sua mente lutando para lidar com as memórias que ela o forçou a recordar. Por que ela parou de pressioná-lo? Tinha ela percebido a profundidade de sua aversão? Foi surpreendente. ele não tinha exatamente escondido bem. "Precisamos seguir em frente. Caladamente. Philip a seguiu.

recuperando peças perdidas. Helene já estava trilhando seu caminho através do primeiro dos salões menores. Até o ar cheirava melhor. espantado com a destreza de seu toque e a . abrindo 4 janelas e cortinas. menos carregado de sofrimento e de sexo. A exuberância mais familiar do andar de baixo era quase reconfortante depois da aridez acima. colocando as coisas para a direita. Philip olhou para ela. mais fresco.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C botas ecoando oco nos degraus de madeira quando se apressou para alcançá-la.

Philip não podia acreditar que ele já passara duas horas na casa de prazer. "É hora de conhecer o resto do pessoal. Helene esperou por ele no fundo da escadaria principal." . Quão diferente da anfitriã lânguida da noite anterior. um feixe de notas em sua mão. Qual era a Helene real? Ele não tinha mais certeza. venha junto. 4 Ela olhou para ele.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C fluidez de seus movimentos. O relógio marcou oito vezes. Por favor. Depois que eles terminaram o último andar do público.

" Para surpresa de Philip. Philip tentou deslizar discretamente atrás de Helene. mas ela pegou seu cotovelo. Helene abriu uma porta e foi saudada por um coro de "bom dia. inclusive o mordomo. 4 .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela foi em direção à parte de trás da casa e Philip obedientemente a seguiu. sentindo-se muito como quando tinha ordens em torno de sua governanta. e as empregadas da copa. a cozinheira. havia pelo menos cinquenta pessoas na sala.

Philip.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Este é o Sr. Ela consultou suas notas e limpou a garganta. por favor. ajudem-no com o melhor de sua habilidade. por uma vez feliz por permitir a Helene o centro do palco." Ele acenou para os cumprimentos murmurados e inclinou-se contra a parede. particularmente o terceiro nível. Estamos com falta de pessoal?" . Se ele tiver perguntas ou tarefas para vocês. "Existem várias áreas que 4 precisam ser limpas mais completamente. Ele estará me acompanhando em torno da casa de prazer pelo próximo mês.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Judd." . "Por favor. madame. madame. levantou-se. o mordomo. tenha certeza que os criados recebam seus salários e algo extra para ajuda com as contas do médico. eu oferecerei uma gratificação. "Estamos." "Nós sabemos quando retornarão?" "Eu não posso dizer. Dois de nosso regulares estão fora atendendo parentes doentes. Se alguém 4 estiver disposto a trabalhar no andar de cima durante o tempo que for preciso." Helene suspirou e tirou os óculos.

e ela movimentou a cabeça." Philip quase esqueceu seu aborrecimento enquanto ouvia Helene alternadamente louvar e suavemente punir seu pessoal. consulte o Sr. "Por favor. mas ela não era assim de modo algum.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Várias mãos subiram. como a típica madame de um bordel insistindo que seus trabalhadores aumentem suas rendas. ele não tinha visto quaisquer sinais de descontentamento ou ouviu qualquer resmungo. Seu 4 pessoal parecia apreciá-la também. e obrigada. Ele esperou que ela fosse mais exigente. Judd se você está interessado. . Olhando para cada rosto por sua vez.

Sua esposa teve problemas terríveis para manter os criados em sua casa. mas isso poderia ter sido porque ela era tão difícil de agradar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Todos pareciam felizes em trabalhar para ela. ele seguiu Helene de volta ao seu escritório e esperou enquanto ela se sentava em sua escrivaninha e transferia o conteúdo de seu caderno para seu livro diário. Quando a reunião acabou. Não fazia sentindo. 4 "Como é que você não espera que seu pessoal crie oportunidades de fazer dinheiro para você?" .

Isto não é um bordel." "Então você diz. "Eu já disse a você. cruzou as pernas. mas nada está realmente livre.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela olhou para ele. Todo serviço sexual que meus clientes desejam é fornecido por nada. "O que você quer dizer?" Ele se sentou." Ela suspirou. "Estou certo que você sabe. 'Serviços extras' que a maioria dos bordéis oferece por um preço. e recostou-se na cadeira. é?" 4 .

o que o irritou muito. "Quão significante?" 4 . Meus membros pagam uma taxa significante para apreciar todas as atividades que ofereço.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Seu sorriso era complacente." Ele levantou as sobrancelhas. "Isto é correto.

"Você está falando sério? Custam só vinte guineus para se tornar um membro do White.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Existe uma taxa de entrada de trinta e cinco guineus11 e uma assinatura anual de vinte guineus." 4 "E quantos membros você tem atualmente?" ." Philip olhou fixamente para ela. "É isso mesmo? Eu fico surpreendida que eles cobrem tão pouco. e sua assinatura anual é de onze!" Ela pareceu interessada.

Depois de ver a quantia depositada em sua conta bancária no último mês. ele devia ter adivinhado que ela estava fazendo muito bem." . 4 "Você fez muito bem por si mesma. Ela certamente não precisava de um homem para sustentá-la. "Cerca de cento e cinquenta." Ela arqueou uma sobrancelha. Os dígitos lhe deixaram tonto." Mentalmente Philip tentou calcular quanta renda Helene estava gerando de seu negócio. "Você faz que soe como um insulto. Eu posso mostrar-lhe contas do ano passado se você se importar vê-las. eu acredito.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela encolheu os ombros.

"Eu ganho dinheiro satisfazendo fantasias dos aristocratas ricos. 4 meus preços altos mantêm o clube pequeno e discreto. O que está errado com isto?" 11 . e eu ofereço qualquer coisa que um homem ou mulher possam desejar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Bem você dificilmente poderia esperar que a aplaudisse por ganhar dinheiro em tais perversões. Meus clientes confiam na minha discrição.moeda corrente na Inglaterra na época . Elas não são necessariamente minhas perversões." "Eu forneço um serviço sem igual." "Mas você as fornece a eles. não é?" Seu sorriso era tranquilo.

"Eu tenho moralidade. se você não tem nenhuma moral. suas bochechas ruborizando. quão liberal de você. também. "Claro. Isto é um negócio. "Nada. Não se esqueça disso." Ela sacudiu o dedo em seu rosto." Ele se curvou. não uma declaração de minhas convicções." Helene levantou-se.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip levantou-se. "E eu também ofereço a meu pessoal uma oportunidade de favorecer suas fantasias sexuais também. Os ricos pagam pelo 4 prazer do homem pobre também." . eu esqueci a filantropa que você é.

" 4 . se você precisar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela olhou para ele. junto com sua mocidade no dia que se casou. "Eu esqueci o puritano que você se tornou. madame. seus seios subindo e descendo com cada respiração agitada. desesperado para fugir dela antes dele dizer qualquer coisa ainda mais incriminatória." Ele dirigiu-se à porta. "Eu estarei na cozinha. O que aconteceu com o homem que aprendeu sobre anticristão e atos eróticos na Índia?" "Ele morreu.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Capítulo Treze
Helene verificou a hora, era meia-noite e os salões estavam abarrotados com seus clientes. Apesar da presença proibitiva de Philip em seu cotovelo a noite toda, as coisas foram muito bem. Ela tomou a oportunidade para flertar descaradamente com cada homem que a abordou, só para ver a carranca de Philip afundar. 4

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Quando confrontado com as duvidosas delícias do terceiro andar naquela manhã, ela achou que ele iria correr. Mas ele conseguiu permanecer de pé em seu terreno. Embora parte dela estivesse desapontada, sua curiosidade foi despertada. Embaixo daquele exterior severo estava um homem que havia sofrido. Algo profundo dentro dela respondeu a isso e quis ajudá-lo. O que havia acontecido para fazê-lo temer a perda do controle sexual? O que exatamente tinha sido seu casamento? 4

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ela soprou um último beijo prolongado para o jovem Lord Blake e virou-se para Philip, que estava carrancudo. "Você está pronto para ir?" Ela bocejou atrás de seu leque. "Eu acredito que estou muito cansada." Ele curvou-se e tomou sua mão. "Então nós nos retiramos." Ele caminhou em direção à porta principal e olhou para ela. "Estamos nos retirando juntos está noite?" Ela sorriu para ele. "Claro. Eu não quebro minhas promessas." 4 Eles chegaram a sua suíte, e ele fechou a porta atrás dele, sua expressão inescrutável.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Helene se virou para ele, percebendo que ela estava ligeiramente nervosa, mas também excitada. "O que você deseja de mim, meu senhor?" "Eu quero que você se dispa." "Claro, meu senhor." Ela lançou as sandálias macias e lhe presenteou com sua volta. "Se você pudesse me desamarrar?" 4

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ele agradeceu, seus dedos estavam firmes e ágeis quando ele desamarrou tanto o corpete como o espartilho. Ela os empurrou para baixo sobre os quadris e saiu de sua única anágua. "Se sente no tamborete e tire suas meias." Ela levantou as sobrancelhas. "Minha combinação também?" "Apenas as meias." 4 Ela levou seu tempo rolando a meia de seda delicada para baixo sobre sua panturrilha e colocando-a em sua mesa penteadeira. Philip retrocedeu para a porta,

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

braços dobrados, olhar fixo em suas pernas. Ela terminou com a segunda meia e a pôs com a primeira. "E agora, meu senhor? Você gostaria que eu despisse você?" Ele agitou a cabeça e caminhou em sua direção. "Não, obrigado, madame. Agora eu desejo que você se sente no lado da cama." "Assim?" 4 Helene se organizou na extremidade da ampla cama alta, suas pernas ligeiramente separadas, mãos apoiadas nos lençóis de cetim creme.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ele chegou ainda mais perto. "Abra suas pernas mais largas e puxe sua combinação. Eu quero ver você." Ela segurou seu olhar, ciente que ele estava tentando objetificá-la, transformar algo aprazível em algo que ela deveria se envergonhar. Ele não tinha nenhuma ideia de que ela estava se divertindo imensamente. Fazia um longo tempo desde que qualquer homem disse a ela o que fazer. 4 "Desta forma?"

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ela lentamente levantou sua combinação e sentiu o ar frio contra sua carne mais tenra. Seus mamilos apertaram quando ele continuou a olhar para seu sexo. "Toque em si mesma." "Onde, meu senhor?" Ele gesticulou entre suas pernas. "Você sabe onde. Eu quero ver você deslizar seus dedos. Tocar e esfregar sua protuberância faça você mesma gozar." 4 "E o que você estará fazendo enquanto eu... Divirto-me?" "Assistindo."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ela pegou seus seios em forma de concha, esfregando seus dedos polegares acima de seus mamilos já doloridos. "Você deseja que eu me toque aqui também, senhor?" "Sim." Ela deslizou a mão sobre a barriga e sacudiu seu clitóris já inchado. Philip deixou escapar um suspiro, uma mão fechada e estendida o seu lado. Ela o via 4 enquanto continuava sua lenta exploração, deixando-o ver seu prazer, recusou a deixá-lo baratear a experiência.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

"Ponha seus dedos dentro." Ele se aproximou mais enquanto se penetrava com dois dedos entrelaçados. Ela gemeu quando sua nata aliviou seu caminho, cheirando seu próprio desejo, e ouviu a umidade lisa de cada movimento sutil. "Belisque seus mamilos, mais forte." Sua voz tinha sido rouca. Suas calças apertadas agora eram tendas, e sua 4 ereção empurrava no cetim espesso. Ela olhou para ele por suas pestanas. "Você não quer ajudar, meu senhor?"

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

"Eu quero... Eu quero que você goze." Ela aumentou a punhalada de seus dedos, usando seu dedo polegar em seu clitóris, e sentiu seu clímax construir. Ela arqueou as costas e puxou seus pés para cima da cama para dar a ele a visão perfeita de seu sexo. "Eu estou gozando para você." Ela fechou os olhos e respirou fundo quando sua vagina apertou ao redor de 4 seus dedos e ouviu seu gemido respondendo quando ela se contorceu contra o prazer. Quanto tempo fazia desde que ela tinha toda sua atenção centrada em si

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

mesma em lugar de algum homem estúpido? Quando ela abriu os olhos, ele ainda estava de pé na frente dela. "Você deseja que eu chupe seu pau agora?" Ele estremeceu e forçou seu olhar longe dela. "Eu não preciso de qualquer coisa de você." "Tem certeza, meu senhor?" Ela lentamente retirou seus dedos de sua vagina 4 e os trouxe a sua boca, usou a ponta da língua para limpá-los. "Porque eu estou mais que disposta a servir você. É parte do nosso negocio, não é?"

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

"Eu não preciso de você." Ela desceu da cama e veio para estar na frente dele. "Por que você se recusa a liberação? Você pensa que isso o faz melhor que eu?" "Um verdadeiro homem deve ser capaz de resistir à tentação carnal." "Um homem estúpido, talvez. O que lhe ofereço é parte do nosso negócio. Por que, depois de insistir em passar suas noites comigo, recusa o que é seu para 4 apreciar?" Ele olhou para ela, sua boca configurada numa linha sinistra.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

O brilho sexual de Helene começou a enfraquecer. "Talvez eu comece a entendê-lo. Foi você que pediu aquelas trinta noites simplesmente para me impedir de fazer sexo com alguém" "Talvez eu tenha feito." Ela sorriu para ele com a raiva rapidamente substituindo o desejo. "Então você vai ficar desapontado." Ela apontou para a cama. "Eu posso me dar prazer 4 muito adequadamente, como você acabou de ver, e não sinto vergonha disso."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ele se encolheu quando ela estendeu a mão e golpeou a frente de suas calças. "Você é o único com uma ereção inconveniente. Se eu não sou boa o suficiente para tocar em seu pau, vá e divirta-se na casa de prazer. Eu estou certa que você encontrará alguém lá que vá obrigá-lo." "Eu não preciso de ninguém para me tocar." Ela girou nos calcanhares e subiu na cama. "Está certo. Você tem uma mão, 4 não é? Ou isto é muito pecador também? O auto-abuso é desaprovado em muitos

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

círculos; eu acredito que eles ainda oferecem aparelhos para parar os homens de tentar fazê-lo." "Você provavelmente já sabe tudo sobre isto, não é?" Ele zombou. "Não, porque aqui na casa de prazer, sexo é visto como uma parte natural e bonita da vida, não algo para se ter vergonha ou temer. Você é o único com um problema, não eu." Helene esmurrou o travesseiro, tomou seu livro da gaveta ao 4 lado da cama, e ignorou Philip. Ele limpou a garganta. "Eu estou indo agora."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

"Bon." "Eu voltarei amanhã." "Não se incomode." Ela encurvou os ombros para ele, recusando-se a encontrar seu olhar. Ele era verdadeiramente um homem sufocante. Por que ela considerou mesmo que ele seria um amante interessante? Ele 4 obviamente permitiu que a vida o amargurasse a tal ponto que já não tinha a capacidade para o prazer sexual.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ela podia passar sem sexo por trinta dias se isso significasse o fim do envolvimento de Philip Ross em seu negócio. "Eu não estou desistindo, Helene. Eu estarei aqui pelos próximos vinte e nove dias como prometido." Ela olhou para ele então. "Você espera gastar o próximo mês na mais extrema casa de prazer em Londres sem sucumbir a seus desejos nem uma vez?" 4 "Eu não... Não tenho certeza."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ela acenou uma demissão. "Nós veremos, não é? Agora vá embora. Eu tenho um livro para ler." "Helene..." "Você não foi ainda?" Ele permaneceu ao lado da porta, uma mão segurando o batente. "Você ainda é a mulher mais bonita que eu já vi. Boa noite." 4

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ele fechou a porta quietamente, e Helene olhou fixamente para o revestimento creme. Como ele ousava elogiá-la assim! Fez o não gostar dele mais difícil. O que ele faria agora? Ele correria para casa ou finalmente encararia seus demônios? Atrás dele, a porta vibrou quando Helene jogou algo nela. Philip tentou sorrir. Pelo menos ela esperou até que ele fechasse a porta. Ele retomou o caminho para a 4 escada principal dos empregados e se achou incapaz de continuar. Aqui estava ele

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

novamente na mesma situação como ontem à noite, desesperado pela liberação. E desta vez tinha apenas que culpar a si mesmo. Ele olhou para a escuridão da escada. Assistir o clímax de Helene tinha sido insuportável. Ele tinha intenção de humilhá-la mantendo distância, mas falhou. Sua alegria em sua própria sexualidade simplesmente o fez se sentir como um vaso vazio, inútil. Deus, ele queria rasgar suas calças e empurrar seu pênis dentro dela, 4 fazer seu clímax novamente até que ela gritasse seu nome.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ele pôs as mãos em forma de concha nas suas bolas e gemeu com o peso pesado. Helene estava certa. Se havia alguma chance de superar seu passado e tomar o controle de seu futuro sexual, ele precisava da casa de prazer. Ele precisava de um lugar onde ele podia recapturar a alegria do sexo, que tinha sido tão esvaziado por seu casamento. Com um suspiro, ele fechou os olhos e permitiu a seu passado subjugá-lo. Imagens da Índia, sua viagem para casa,4e seu encontro com Helene inundaram sua mente. Qual tinha sido seu maior desejo erótico então? O que ele desejava que fosse

Philip abriu-a e encontrou-se .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C totalmente proibido? Ele se lembrou do empregado a bordo do navio. a porta no segundo nível marcada TUDO que VOCÊ 4 DESEJA estava na frente dele. a boca do homem fechando ao redor de seu pênis. Ele soube onde precisava ir e o que precisava fazer. Um minuto mais tarde. Com as mãos tremendo. Ele ficou ciente da dureza da parede em suas costas. os gritos agudos e murmúrios felizes dos clientes de Helene através das portas pesadas.

. completamente escuro. então ele ficou próximo à porta. Um homem para chupar meu pau. Ele não podia nem ver sua própria mão. Ele engoliu em seco. "Qual é seu desejo?" A voz estava tão calma.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C em um espaço pequeno." . Será que ele poderia passar por isso? Poderia salvar algo de seu passado para ajudá-lo a redescobrir a si mesmo? 4 "Eu quero um homem. Philip mal o ouviu..

e aproximou-se dele. "Claro. mova-se para o quarto a sua esquerda.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Suas palavras soaram tão altas e chocantes no pequeno espaço que ele quase desejou que pudesse levá-las de volta." Duvidosamente. Philip esticou sua mão esquerda. A espera parecida interminável. sentiu um batente de porta. embora ele 4 ainda não pudesse ver mais que um pé ao redor dele. Nós podemos acomodar seu desejo dentro dos próximos dez minutos. seu batimento cardíaco levantou reflexo pelo pulsar urgente de seu . Por favor. senhor. O segundo espaço pareceu maior que o primeiro.

Um fraco contorno de branco. e o mergulho de volta a escuridão prendeu sua atenção de volta ao presente. Ele saltou quando dedos 4 calejados escovaram suas coxas e começou nos botões de suas calças. Cada tenso segundo o trouxe mais perto de fugir. para renegar sua aposta e tentar fazer uma vida com seus filhos longe de Londres e os encantos de Helene Delornay. Mas ele podia correr de si mesmo? Ele tinha tentado isso antes e não funcionou.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C pênis. Ele fechou as . o clicar de uma tranca.

Dentro de vinte golpes desesperados. empurrando seu pênis tão . enfiou a mão no cabelo espesso do homem para segurá-lo exatamente onde o queria.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C suas mãos aos seus lados enquanto seu pênis tremia e jorrava pré-sêmen. "Deus. ele estava gozando duro." Seus quadris empurraram adiante quando sua seta foi arrastada para uma boca morna. fodendo à boca do homem com 4 toda sua força.. molhando sua roupa intima quando o homem lentamente expos seu pênis. Ele se esqueceu de pensar quando o homem começou a chupar.. molhada.

mergulhando para baixo para chupar suas bolas e acariciar a pele sensível entre seu ânus e sua seta. a 4 borda da cabeça. Eu sinto muito. Chupava menos agora. a língua enrolando sobre a coroa de seu pênis.. mas sentiu os dentes do homem fechando suavemente em torno da base de sua agora flácida seta e continuou. sondando a fenda." Ele tentou puxar de volta.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C fundo quanto ele podia quando espasmo depois de espasmo de semente disparava dele. "Deus.. .

"Você pode me chamar de Adam. Ele beijou a coroa e sorveu o fluido reunido. A voz era culta. Ele poderia poderia o encontrar ainda e nunca o conhecer. a de um . Eu posso usar minhas mãos em você também?" cavalheiro. inconscientemente esperava.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Seu pênis cresceu e encheu a boca do outro homem novamente. não o criado que Philip 4 ter encontrado este homem socialmente. Só então o homem o libertou.

. A boca do 4 Adam era forte. convidando-o a conduzir seu pênis mais fundo na boca do Adam.. mãos e dedos longos acariciavam as nádegas e coxas de Philip." Adam beijou o pênis de Philip novamente. girando ao redor de sua boca enquanto segurava as bolas de Philip com a mão em concha.. "Sim. "Ah.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Inexplicavelmente.. quase áspera. É. seu pênis inchou até mais com o pensamento." Philip fechou os olhos quando a felicidade estremeceu por ele..

"O prazer foi todo meu. "Obrigado." 4 Adam liberou seu pênis e deu-lhe um último beijo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip tentou parar de empurrar. sugá-lo mais forte. Seu segundo clímax continuou e todo o seu corpo convulsionou de prazer quando se derramou na boca do homem desconhecido. "Eu não quero machucar você." A resposta de Adam foi levá-lo mais fundo. "Que tal suas necessidades?" . cavando seus dedos nas nádegas de Philip e o forçando a bombear tão rápido quanto ele podia." Philip pigarreou.

Basta pedir-me pelo nome. Eu gosto de tomar um homem em minha boca. Estamos quites. Philip respirou fundo. seu corpo inteiro aliviado pelo derramamento de sua semente. fechando a porta atrás dele. a sensação . sim? Você gosta de ter a boca de um homem em você. Suas pernas ainda tremiam. "Se você deseja me ver aqui novamente." Adam pôs o pênis de Philip de volta em suas roupas íntimas e abotoou suas calças.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Este quarto é para desejos secretos." Philip não teve nenhuma oportunidade para responder quando Adam afastou4 se do quarto. eu seria mais que disposto a atendê-lo.

A perna da 4 mulher estava embrulhada alta em torno da coxa do homem. Eles entenderiam que sua necessidade de redescobrir a si mesmo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C de que ele passou muito mais que isso. Ele voltou para a porta e sentiu seu caminho de volta ao salão principal. quase colidiu com um casal se beijando contra a porta dos criados. Ele se sentia mais em paz consigo mesmo do que tinha estado há anos. Philip passou à . mesmo que aos olhos da maioria das pessoas tinha permitido um ato imoral. Mas Helene e todos os clientes da casa de prazer não o condenariam.

Ele tomou um último olhar ansioso para os degraus que levava a parte traseira da casa. Parte dele queria voltar para Helene e a levar para a cama. Nada na casa de prazer lhe escapava.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C margem e tomou o corredor de volta para o salão principal e então até a silenciosa cozinha quente para recolher seu chapéu e luvas. Suas experiências 4 anteriores o fizeram querer pensar sobre o que tinha feito dele antes que ele se enroscasse com maior profundidade nas redes de Helene. Ela provavelmente já sabia o que ele fez. O que Helene pensaria sobre suas aventuras? Ele pôs o chapéu. .

"Ele me pediu para chupar seu pênis. Tantas pessoas não o faziam. ela devia ser capaz de aceitá-lo tal como ele era. Seria interessante ver se ela vivia com suas próprias regras.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Talvez não fosse preciso dizer ou explicar nada para ela." 4 "É só isso?" . Se Helene realmente acreditava que todos os homens e mulheres tinham o direito de experimentar o sexo até que eles achassem seu prazer particular. Ele percebeu que estava sorrindo.

Não é?" . Capitão Gray." Helene tinha sido despertada em sua cama por Judd para lidar com o inesperado pedido de Philip no quarto de desejos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Capitão David Gray deu de ombros e então sorriu para ela. Ela sorriu 4 ao jovem capitão naval. "Estou contente que tenha gostado mesmo. Ela pediu a um de seus clientes favoritos. "Foi o suficiente para mim. Eu o apreciei imensamente. para responder as necessidades de Philip e esperou ansiosamente em sua sala de estar para ouvir como as coisas tinham ido.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Ele gozou duas vezes em minha boca. E não há necessidade de reportar de volta para mim se ele pedir você novamente. "Estou contente por ouvir isto. mas me ofereci para chupar seu pênis quando quisesse." 4 "Obrigado. madame. Eu respeito a sua privacidade. então eu assumo isso. não nas minhas. Eu espero que ele volte." O sorriso do capitão Gray se tornou mais hesitante. "Mas isto está em suas mãos." Helene apertou seu braço." . "Eu não dei a ele meu nome verdadeiro." Ele suspirou.

" 4 Ele se despediu e Helene soprou as velas e voltou para a cama. "Obrigado por pensar em mim. mas eu." Ela beijou levemente sua bochecha. Eu prometo-lhe minha discrição completa neste assunto.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu gostaria de poder lhe dar uma resposta. também estou insegura do que ele realmente deseja. Ela teria amado ver Philip com David. "Nós dois teremos que esperar e ver o que acontece. sabia que ele não teria sido capaz de lidar com sua . David. não é?" David curvou-se e beijou sua mão. madame.

ela estaria desapontada.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C presença. Era essa a extensão de sua identidade sexual? Ele não podia mais se realizar com uma mulher de modo algum? Nesse caso. Os próximos vinte e nove dias poderiam vir a ser muito interessante realmente. Capítulo Quatorze 4 .. Ela deitou de volta em seus travesseiros e deslizou sua mão entre as pernas. Apesar de sua necessidade de se livrar dele. ela sorriu lentamente enquanto imaginava Philip a fodendo..

Ele olhou para ela por um longo momento.. seus gostos e aversões sexuais.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Então eu mantenho um arquivo pessoal de cada cliente. Philip. que se sentou ao lado dela em sua escrivaninha... você está me ouvindo?" Helene olhou para Philip.?" 4 . seus pedidos especiais. o número de vezes que visitam a casa.. "Perdoe.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela baixou a caneta. Você gostaria de um?" ." "Você disse que você tem um arquivo de cada membro do clube." "Eu duvido. "Eu perguntei se você estava me ouvindo. Você tem 4 um para mim?" "Não ainda. Como você espera aprender sobre à casa de prazer se você não pode nem mesmo me dar sua atenção por cinco minutos?" "Eu ouvi o que você disse.

beijava sua mão e 4 partia. ele não tinha aproveitado qualquer uma das possibilidades da casa de prazer. ." Ela cheirou. ele a escoltava a sua suíte. embora desde sua segunda noite juntos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Seu sorriso era desconsiderado. "Eu estou certo que você tem bastante informações para pôr lá." Ele também tinha tido direito a cinco noites em sua cama também. Você não fez nada particularmente excitante. Para o melhor de seu conhecimento. Philip. "Você só está aqui há cinco dias.

"Um homem de sua idade provavelmente necessita de descanso. ele era um tolo e não 4 valia à pena preocupar-se com isso." Ela amavelmente sorriu.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele levantou as sobrancelhas. Se ele quisesse recusar os prazeres de sua cama. Ela não tinha desejo de compartilhar suas preocupações com ele. "Eu desapontei você?" "Eu não disse isto. Helene continuou a olhar inocente." Um músculo se contraiu em sua mandíbula enquanto olhava para ela. Ou a sua experiência com Adam o tinha .

O que mais você quer?" "Que tal as noites?" Ele encolheu os ombros. Eu não podia ser mais feliz. "Eu levo você para o seu quarto toda noite e a vejo 4 segura em sua cama." Ele franziu o cenho.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C convencido que ele realmente preferia homens. "Eu passo o dia todo com você." . O que mais você quer?" "Nada. ou a imoralidade do lugar tinham-no subjugado e ele decidiu retroceder novamente. meu senhor. "Você não está levando nosso negocio a sério.

"Eu quero que cumpra todas as partes de nosso negocio e me escolte até a abertura de um novo quarto no andar público hoje à noite. uma mão esfregando a parte de trás de seu . Eu gostaria da opinião de um homem." 4 "Se é isso que você realmente quer o que eu duvido. claro que eu irei.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Seu sorriso era lento e cheio de satisfação." Ele se levantou e caminhou até a janela." Helene bateu o livro fechado e colocou sua caneta longe na primeira gaveta. "Você quer que eu fique não é? Você me quer fodendo você.

" . Ela freava seu temperamento. mais ou menos as oito. Ela não estava acostumada a seus amantes falarem assim com ela. "Eu tomarei um primeiro jantar na cozinha com Madame Dubois e estarei pronto assim que você me quiser." Helene olhou para sua cabeça descoberta. Ele realmente esteve provando ser um homem exasperante. mas apenas por enquanto. certo?" Ele girou para olhar para ela. "Eu quero estar lá para a primeira 4 visão. Um sorriso tremeu em seus lábios.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C pescoço. "Oito então. Ela cresceu acostumada a ser adorada.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Fiel a sua palavra. Helene colocou um de seus vestidos mais ousados. o corpete não vai cair?" . Philip estava esperando por ela fora do quarto novo. 4 “Se você espirrar. uma confecção creme e renda que mal conseguia conter seus seios e agarrava-se ao contorno das pernas. Seu olhar moveu-se sobre ela e se estabeleceu na sombra entre seus seios. o casaco preto e calças brancas uma perfeita combinação para as linhas austeras de seu rosto. Ele havia se trocado para suas roupas de noite e pareciam bastante severas.

" Helene correu o dedo ao longo dos declives e as curvas da renda para ilustrar o ponto." Helene abriu a porta e entrou. "A escrita na placa não foi preenchida. Ele vai agarrar meus mamilos." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Claro que não." Ele apontou a porta." "Não vamos esperar. "Será se o quarto for considerado um sucesso 4 hoje à noite. "E estou pouco provável a espirrar aqui de qualquer maneira. Vamos achar nossas cadeiras.

Philip a cutucou. Para seu deleite. à direita da porta. "A pele mostra-se melhor contra o vermelho. O palco foi preenchido por uma grande cama coberta de lençóis de cetim vermelho. "Os lençóis não estão um pouco espalhafatoso? Seguramente você não quer criar a imagem de um bordel. o espaço já estava cheio." Ela olhou para ele com surpresa. 4 Mas se realmente não gostarem do efeito." . e Philip juntou-se a ela. pode ser mudado.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela escolheu se sentar atrás.

suas mãos vagavam acima de suas nádegas e cintura quando ela se deslocou contra ele. puxando sua camisola acima de sua cabeça para expor seus seios pequenos e o cabelo escuro entre suas coxas. Ele começou a beijá-la.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Um homem de cabelo loiro apareceu vestido só em sua camisa e calções. Um homem de cabelo escuro apareceu e juntou-se aos outros. Ela cuidadosamente colocou sua vela no outro lado da cama e veio para estar ao lado do homem. beijando a 4 mulher também. Ele colocou uma vela no lado da cama e começou a remover sua camisa. vestido só em uma camisola fina. Uma mulher o seguiu. Helene sorriu quando os dois homens .

Helene olhou para Philip. suas bocas em seus seios. algo que crescia em direção a um momento de clímax. sua atenção fixa na exibição erótica na frente dele. Ele certamente não parecia um 4 homem que queria partir. seus lábios em sua vagina.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C focaram na mulher. . Ele parecia absorto. Isto era exatamente o que ela pediu algo elegante e sensual. A mulher ajudou os homens a removerem suas roupas e logo todos os três estavam entrelaçados na cama.

pernas abertas. seus dedos entrelaçados quando os mergulhou repetidamente no sexo da mulher. sua língua 4 enredando com a do outro homem. e nata inundando seu sexo. Na cama. seus mamilos apertados. Mesmo em sua excitação. O homem loiro a sua direita lambendo seu sexo e o homem de cabelo escuro chupando seus seios. Helene notou com .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C A mulher jazia deitada de costas. Ela pulou quando Philip cobriu sua mão com a sua e apertou forte. Helene sentiu seu próprio corpo responder a cena deliciosa. o segundo homem deslizou até a vagina da mulher.

"Um verdadeiro ménage a trois." O sussurro de Philip apenas mexeu o 4 ar ao lado de sua orelha. Os espectadores murmuraram em apreço. . Um dos homens gemeu e o outro o beijou em cheio na boca antes de retornar sua atenção para o clitóris da mulher. quando a mulher pegou ambos os pênis dos homens e começou a esfregá-los. então.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C olhos de um conhecedor que ambos os homens estava angulando seus corpos para permitir ao público uma melhor visão da mulher.

Muitas das mulheres aqui são fascinadas pelo pensamento de dois homens juntos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Fora. Este cenário os permite assistir e então decidir se desejam tomar parte. embora às vezes não cumpridos." "Até onde irão?" "Até onde cada parte envolvida quiser. Os limites são geralmente acordados antes de começar." . Algumas poderiam até preferir assistir os homens terem sexo e não participa de modo algum. outras mulheres poderiam querer 4 fazer sexo com ambos os homens. Alguns podem escolher parar agora.

sua mão dura em seu cotovelo." "Como você pode ver. No corredor. então. O homem de cabelo escuro subiu a cama e posicionou seu pênis sobre a boca da mulher.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Um quarto interessante com muitas opções variadas." Ela sorriu na escuridão quando o homem loiro ajoelhou entre as coxas da mulher e penetrou-a com sua seta espessa. De repente. Ninguém no arrebatado público4pareceu notar sua partida quando a mulher abriu a boca para admitir o gotejante pênis do homem. Philip beijou . Philip levantou-se e a puxou com ele.

seu corpo já bem no caminho da paixão. era só puxar sua mão e a arrastar ao longo do corredor e descer as escadas a sua suíte. . seu odor sedutor tão familiar agora quanto ela própria. Ela o beijou de volta.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene. Ela recuou até que ela estava 4 de pé ao lado da cama. uma mão envolvida em torno da parte de trás de seu pescoço para mantê-la perto. Quando ele finalmente libertou sua boca. Ele se moveu tão rápido que ela estava ofegante quando fechou a porta atrás dele.

Seus olhos estavam reluzindo. que eu nem sequer . "Minha 4 noite de núpcias foi um desastre. ela estava tão perturbada. Eu tentei ser gentil. Na verdade. O que aconteceu para mudar sua atitude relaxada? Que coisa em particular o tinha perturbado? Desesperadamente. eu tentei não assustá-la. Helene tentou pensar de volta sobre o desempenho que tinham acabado de testemunhar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele tirou seu casaco e colete e lançou-os no chão. sua boca severa. "Você odiou aquele quarto também?" Ele olhou para ela enquanto suas mãos moviam-se para sua garganta. mas Anne ficou inconsolável.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C tentei cumprir minhas obrigações matrimoniais. Em desespero." Helene lutou para entender sua abrupta mudança de assunto quando ele puxou sua gravata sem desprender o alfinete. eu até concordei em levá-la de . arrancou-a longe de sua garganta e jogou-a no chão. Eu só deitei ao lado dela e escutei ela lamentar toda maldita noite. "Por três meses eu tolerei seu choro e desmaio e sua recusa para me permitir 4 remover alguma roupa sua ou minha.

um desastre 4 completo. mas desta vez eu não pararia. onde ela me prometeu que estaria mais disposta a me aceitar em sua cama.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C volta a seus pais e instalá-la no campo." Ele deu dois passos largos adiante e sentou-se pesadamente em uma das delicadas cadeiras francesas de Helene. Eu . foi claro. A cadeira rangeu e gemeu enquanto ele tirava suas botas e meias. "Quando finalmente a noite determinada chegou. Ela gritou e lutou com as unhas. "Eu nunca vi tanto sangue vir de uma mulher." Seu sorriso não tinha nenhum calor.

" Helene olhou para ele quando se levantou da cadeira e moveu-se ainda mais perto de onde ela estava. tentei amenizar dentro dela. mas ela gritou e desmaiou.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C estava determinado a possuí-la. E mesmo assim. eu tentei meu mais forte para não a machucar. Ele dirigiria sua raiva contra ela ou estava simplesmente amarrado a suas palavras e memórias? 4 . mantive meu peso fora dela. mantive minhas punhaladas rasas e controladas.

eu me mantive afastado dela depois que ela correu gritando para minha mãe.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela era a pessoa que queria que ele perdesse suas inibições. O que mais eu podia fazer?" . a casa inteira me tratou como se eu fosse um monstro 4 selvagem. enfiou a mão por elas. "Claro. Eu não tinha vivido com minha família por quase cinco anos. Ele desabotoou os calções. Eles estavam bastante dispostos a tomar sua palavra sobre a minha. Deus. Talvez ela devesse ter sido mais cuidadosa. e arrastou as fraldas da camisa.

" Ele desamarrou-lhe com as mãos ásperas rápidas e a girou de costas para ele. Ele estava magnificamente ereto. "Três meses mais tarde." Helene não discutiu quando ele tirou a camisa e saiu de seus calções.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele tocou o ombro de Helene. "Tire fora o resto. e ele caiu ao redor dos ombros dela. Seus dedos se moveram em seu cabelo. Anne me 4 disse que ela estava grávida e que como eu realizei minha tarefa odiosa. eu não precisava compartilhar sua cama novamente até . os prendedores em forma de joias caíram no chão. seu pênis já cintilando com pré-sêmen. "Vire-se.

tornando-os instantaneamente duros." Ele deu de ombros. minha esposa sempre descobriu 4 e começava uma cena merecedora de uma farsa de Drury Lane. "Não que nós estivéssemos partilhando uma cama de qualquer maneira." Sua boca torceu-se em um . "Eu não podia foder ninguém na casa de meus pais. e de alguma maneira. seus dedos polegares raspando sobre seus mamilos. sempre que eu achei uma moça disposta no bairro. Então eu cresci bem familiarizado com minha mão e minha imaginação." Ele estendeu as mãos e cobriu os seios de Helene.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C depois que o bebê nascesse.

" Ela teve que virar a cabeça quando seus dentes rasparam seu pescoço. tais carícias que não lhe deram nenhuma escolha senão submeter-se? Ela estremeceu quando ele 4 mordiscou sua orelha e guiou-a de volta para a cama.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C canto. embora eu tivesse jurado nunca mais pensar em você novamente. seu olhar ainda distante e nitidamente hostil. Suas ações eram excitantes. Será que ele sabia que ela ansiava por essa franqueza. "As imagens eram todas de você. .

seu quente e molhado pênis apertado contra sua barriga." Ele a ergueu sobre a cama e se inclinou sobre ela. eu tive minha esposa mais uma vez.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Dois anos mais tarde. "Você percebe que eu tive mais sexo com você durante aquele fim de semana selvagem que tive com minha esposa em dezessete anos?" Helene lambeu os lábios. Depois disto. ela me recusou completamente. e ela produziu nossa filha. "Isso praticamente é minha culpa. . monsieur?" Ele pegou seu pênis em torno da 4 base e esfregou contra seu clitóris até que ela gemeu. é isso.

e Helene ofegou. Ela tentou puxar seus joelhos. mas 4 depois de um tempo. profundamente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu não disse que era. Ele lentamente retirou seu pênis e olhou para ele antes de pressionar com força profundamente mais uma vez." Ele empurrou seu comprimento inteiro. você se tornou a única coisa sobre a qual eu quis fantasiar. "A princípio eu tentei não pensar em você quando me masturbava." Ele retirou-se . mas seu peso segurou-a presa a cama. a única coisa não arruinada pela associação com minha família.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C novamente. e encheu-a com todo o comprimento espesso de seu pênis em outro golpe suave interminável. . o peito arfante. "E agora eu vou fazer você gritar de verdade. me implorando para foder você mesmo quando eu tomava você duro e rápido." Ele olhou para ela." 4 Helene gemeu quando ele deslizou as mãos debaixo de seus joelhos e puxou seus pés sobre seus ombros. seu batimento cardíaco audível. "Eu imaginava você debaixo de mim. me implorando para enchê-la com meu pau.

determinada a assistir o mais 4 íntimos dos momentos. forçando-a ao clímax novamente. Ele não parou nem quando ela gritou seu nome. os . Ela manteve os olhos abertos quando ele bombeou nela. Ela agarrou seus antebraços e esperou enquanto ele continuava a martelar afastado. o rosto contorcido com as agonias do desejo que balançava dentro dela. Ele começou a gemer com cada golpe. ver sua expressão quando ele culminasse dentro dela. cada golpe a enchendo até a borda.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela não podia parar a profundidade de sua penetração ou seu peso caindo sobre seu osso púbico.

para apertar e tirar a última gota de sua semente bem no fundo sela. Ele culminou com um rugido que a levou com ele. seu rosto 4 enterrado contra seu pescoço. e permitir a seu corpo espasmos contínuos de prazer. seu pênis crescendo absurdamente maior dentro dela. Com um gemido. Ela teve que fechar os olhos então para segurar o momento primoroso.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C músculos tremendo embaixo de sua pele. ele desmoronou sobre ela. . imobilizando-a na cama.

" Seu brilho sexual foi abruptamente extinto.4 . Ela estava certa de que havia mais feridas para descobrir. sua mente já estava ocupada revisando a história intrigante de seu casamento. Ela empurrou seus ombros. permitindo-lhe este momento de posse.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene ficou imóvel. "Eu peço desculpas. mas Philip ainda perceberia por si mesmo? Ele alavancou-se longe dela um pouco. e ele obedientemente rolou sobre suas costas. mais mentiras. Deveria ter puxado para fora.

"Você provavelmente também assume que uma . Isto foi tudo. Você provavelmente supõe que porque eu sou uma prostituta." Ele se virou para olhar para ela e franziu o cenho. "Eu quis dizer o que eu disse. Eu deveria ter puxado para fora. não importa se eu ficar grávida.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Sua desculpa está um pouco tarde demais e um pouco complacente. Por que fazer um drama com isso?" 4 Ela rolou para longe dele até que estava sentada do outro lado da cama e puxou o lençol para cobrir os seios.

" "Não existirá nenhuma 'consequência.' como você a chama. "Se eu presumi qualquer coisa." . o que em nome do Deus entrou em você?" Philip se sentou e olhou para ela. "Eu4suponho que você considerará uma bênção em minha profissão. eu espero que você me diga e eu honrarei minhas obrigações.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C prostituta saberia como livrar-se de qualquer lembrança inconveniente de sua paixão. Eu não posso mais ter filhos. Se houver consequências das minhas ações." "Helene." Ela engoliu em seco. peço desculpas.

"O que você quer que eu diga? Se eu concordar com você." Helene olhou fixamente para ele. você provavelmente ficará ofendida também. Parte dela queria a pomposa declaração sobre suas obrigações de volta garganta abaixo e revelar as obrigações que ele já tinha dado a ela. você se ofenderá. Ela levantou as sobrancelhas.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip levantou as mãos. 4 O resto dela simplesmente queria que ele partisse. . Se eu não fizer isso.

"Eu não penso em você como uma prostituta. Eu nunca o fiz." Ela ficou pasma com ele. "O que você me chamou?" 4 Ele encontrou seu olhar de frente. "Helene. então não finja ser uma." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você já acabou?" "O que?" "Você já acabou comigo? Você me teve você não tem que sair agora?" Sua expressão escureceu. pare de agir como uma pobre puta injustiçada.

" . 4 "Você me prometeu suas noites.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Mentiroso." "Helene. onde seu meio-ereto pênis ostentava propriamente. "Eu quero foder você novamente.. e ela tentou não olhar para os músculos de suas coxas e o achatamento tenso de seu estômago.. Não uma jogada rápida na roupa de cama. Por que você está fazendo isto tão difícil?" Ele rastejou em direção a ela." Ele suspirou.

não é?" Ela lutou para achar as palavras e colocá-lo a uma distância novamente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Na sua idade. eu não esperava que você tivesse energia para mais de uma vez. ." Ele sorriu e estendeu a mão para afagar a dureza crescente entre suas coxas. "Mas então você não percebeu quanto tempo eu tenho para compensar. 4 mesmo quando seu corpo ansiava e preparava-se para seu toque.

"Não com minha esposa.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Está seriamente sugerindo que depois que seu segundo filho nasceu. você nunca fez sexo novamente?" Ele deu de ombros. Nós chegamos a um acordo em que eu poderia ter uma amante se prometesse nunca mais tocá-la novamente." 4 . Eu achei uma viúva na cidade a vinte milhas de distancia que estava disposta a compartilhar minha cama ocasionalmente. Era suficiente.

"Quantos anos tem sua filha?" "Emily tem quinze anos. condenado a um casamento sem amor.." . sem sexo.. Richard? Ele tem dezessete anos." "E seu filho mais velho?" 4 "Meu filho. Helene sentiu alguma condolência por Philip.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Apesar de sozinha. Enquanto ela tinha ao menos apreciado sua vida escandalosa. enquanto ela.

então seus comentários sobre a sua fertilidade não foram feitos para serem pessoais. Se ela esperava persuadir Philip a renunciar às ações para ela. ela tinha que manter a sua parte da barganha. Richard teria qualquer semelhança com seu pai ou Christian? Sua raiva contra Philip morreu tão depressa quanto surgiu. Ela tinha que se lembrar disso. Com um suspiro. Ele não sabia sobre os gêmeos. ela soltou o 4lençol e deu a Philip seu sorriso mais encantador. .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Não muito mais jovens que os gêmeos.

a suspeita em seus olhos claramente em guerra com sua luxúria crescente. "Se você prometer não mordê-lo. "Isto.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você gostaria que eu chupasse seu pau?" Ele olhou para ela por um longo momento. "Agradeço a Deus por isso." . Eu odiaria privar-me de tal prazer. eu posso prometer." 4 Philip gemeu quando ela o lambeu novamente." Helene se inclinou e lambeu a coroa.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C 4 .

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C 4 .

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Capítulo Quinze 4 .

Uma semana passou desde que Philip tinha concordado com seu negocio. Apesar de sua idade. e ela não conseguira assustá-lo. ele se tornou tão familiar a ela como o resto de seu pessoal e da mesma maneira tão eficiente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene se sentou a sua escrivaninha mordendo o final de sua pena. No momento. ele estava tão ansioso para foder como 4 qualquer dos jovens lords que haviam compartilhado sua cama no passado. A diferença era que ele gostava de ser o . Seu apetite sexual não conhecia limites também. Na verdade. ele estava na cozinha discutindo a qualidade das entregas de vinho com Judd e Madame Dubois.

ela sentiria falta dele quando os trinta dias se fossem. sua ânsia. os gêmeos devem ter retornado.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C mestre na cama. Ele certamente fez uma alteração em todas as aulas particulares.. Ela gostava de sua aspereza. e a maneira que ele tentava dominá-la. enquanto que os jovens da nobreza haviam lhe permitido ditar todos os movimentos sexuais. Mon Dieu. Como na terra ela ia mantê-los . e ela olhou para a porta.. 4 Uma comoção no corredor interrompeu seus pensamentos. Helene percebeu que estava sorrindo. Se ela não fosse cuidadosa.

George parecia excepcionalmente atormentado seu chapéu torto. Philip iria mesmo reconhecer seus próprios filhos? Como a maioria dos homens. certamente ele não estaria procurando reconhecer seus bastardos mais velhos. sua roupa imaculada amassada.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C longe de Philip? Não era como se ela pudesse esperar despejá-los em George por mais três semanas. Ela levantou-se quando o barulho cresceu mais alto. . A porta se abriu e George e os 4 gêmeos entraram na sala.

"Estou indo dormir por uma semana. Eu a verei quando eu acordar. "Seus filhos insistiram em partir em alguma hora desumana esta manhã e viajar em velocidade para chegar aqui. mas Lisette tinha pegado alguma cor em suas faces." 4 . Então aqui estão eles.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Christian olhava com seu habitual auto desprezo." George curvou-se em direção a Helene.

"Eu gostei Maman. "Bonjour. Lord George foi um anfitrião excelente. bonjour. Como foi vocês apreciaram sua visita a Brighton?" Lisette realmente sorriu para ela. e 4 nós conseguimos ver todas as pessoas elegantes caminhando nos passeios a tardes. Helene convocou um sorriso brilhante. A paisagem era bonita. Os gêmeos não se preocuparam em dizer adeus. Lisette.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene lhe soprou um beijo quando ele recuou apressadamente fora da sala. Christian." .

Você só estava bravo porque ele não o deixou jogar ou juntar-se aos mais selvagens jovens em suas festas escandalosas.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Não. Mesmo durante sua curta convivência com os gêmeos. Senhorita Olhar-Puritano?" Helene apressou-se a interromper." "E o que você saberia sobre isto. se não fossem 4 distraídos." Christian interrompeu. "Ele foi. . ela percebeu que podiam alfinetar um ao outro por horas. ele não foi.

se é isso que você quer dizer. 4 "Vocês podem ficar nas suítes dos hóspedes aqui desde que vocês fiquem fora da ." "Isto é verdade." Ela evitou Christian com um gesto decisivo de sua mão.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Estou feliz que você apreciou sua estadia. Não vimos quase nada de Londres ainda. "Nós não estamos prontos para voltar para a França. Eu arranjei um novo companheiro para levar os dois ao redor na semana que vem. O que você gostaria de fazer agora?" Christian franziu o cenho.

" O sorriso do Lisette desvaneceu-se.." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C casa de prazer. "Você não pode poupar algumas horas para nos levar você mesma?" Helene olhou fixamente para ela. Lisette. Eu não insistirei que vocês retornem ao hotel se prometerem se comportar.. Ela estragaria isso." Teria interpretado mal os sinais? Seus filhos estavam 4 tentando alcançá-la? "Nós não a queremos conosco. Presumi que você não daria boasvindas a minha companhia. "Eu.

"Eu não sou uma prostituta. "Como eu faria isto?" "Porque você é uma prostituta notória." . Eu não quero Lisette sendo cobiçada pelo tipo de homens que você lida.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene voltou-se para Christian. ser visto em minha companhia dificilmente arruinaria 4 você. mas a menos que você tenha aspirações para ser aceito pela nobreza. Eu não sou considerada completamente respeitável." Helene suspirou e sentou-se.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Christian deu de ombros." . Eu não emprego nenhuma prostituta profissional e nenhum dinheiro muda de dono. "Eu ainda gostaria de 4 saber quem disse a você que sou uma prostituta. pelo amor de Deus." Ela fixou Christian com seu olhar mais duro. Você mantém um bordel famoso. "Todo mundo sabe quem você é. Meus clientes pagam uma grande quantidade de dinheiro para se entregarem as relações sexuais de sua escolha na privacidade deste clube." "Eu não mantenho um bordel. sua cor elevada." "Eu gostaria de saber por que você mentiu para nós por todos esses anos.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene respirou fundo. Apesar de sua preocupação com Marguerite. lembrando-lhe a força de seu pai em seu aspecto mais altivo. Os gêmeos eram quase adultos. "Eu menti porque não quis que vocês tivessem vergonha de mim. "Vergonha?" 4 . pelo menos uma vez ela tinha que tentar explicar o que tinha feito. Talvez eles finalmente entendessem seus motivos." Christian levantou as sobrancelhas.

Eu não tinha ideia se eu teria sucesso ou não." "Você já visitou o convento. mas no final. eu realmente acreditei 4 que as freiras tinham a melhor chance de proteger vocês. também se tornou cada vez mais difícil visitar a França por causa do caos permanente e da revolução e a ascensão de Napoleão. . Eu considerei tentar trazê-los comigo." Ela arriscou um olhar aos gêmeos e encontrou os dois ouvindo atentamente. Maman?" Lisette disse.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu era solteira e preste a iniciar um novo empreendimento. Eu pensei que seria melhor se fosse ambos cuidados em um lugar seguro. "Nos primeiros anos.

e nós éramos apenas dois de muitos. mas as freiras gostavam muito de crianças. Eu tentei ir ao menos uma vez que um ano. não. "Não maltratados." "Você está sugerindo que eram maltratados?" Lisette mexeu-se em sua cadeira." "Mas você realmente nunca viu. Nós estávamos 4 separados também.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você sabe que eu fiz. Você só viu as partes que as freiras lhe permitiram ver." .

Isto é o que você sempre fez. maman." Christian tomou a mão de sua irmã.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene engoliu em seco. "Não." . eu nunca teria visto vocês nem teria tempo para cuidar de vocês. você fez o que era melhor para si mesma. Ainda que tivessem ficado comigo. Você nos abandonou e Marguerite para 4 seu próprio ganho egoísta. Eu estava trabalhando vinte horas por dia para conseguir a casa de prazer de pé. Isso era verdade? "Eu fiz o que pensei que era melhor para vocês no momento.

Ela reconheceu aquela mesma luz determinada nos olhos castanhos de seu filho. A mesma idade que você tem agora. quando fiz aquela escolha Christian." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela encontrou seu duro olhar e lembrou o quão segura ela tinha sido de que suas escolhas eram certas. Vocês realmente acreditam que cada decisão que fazem é correta?" 4 "Claro que eu faço ou eu não as faria. "Eu tinha dezoito anos.

eu não tive nenhuma notícia de Marguerite ainda." "E eu tenho que viver com elas." "Mas você fez. "Isto é a vantagem de envelhecer. mas ele desviou o olhar. tentando mostrar-lhe o amor nos olhos. Eu não tenho mais certeza de que fiz as escolhas certas quando tinha sua idade.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela sorriu hesitante. "Como você terá que viver com as escolhas que faz agora. "E antes de você perguntar." 4 ." Ela respirou fundo." Ela segurou seu olhar.

meu senhor. "Não por isso. Por que vocês não vão até a 4 cozinha para ver Madame Dubois? Tenho certeza que ela pode fazer-lhe uma refeição deliciosa. Nós estávamos terminando. e Philip olhou para dentro. vocês provavelmente precisarão comer.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Houve um golpe gentil na porta aberta. "Estou perturbando você." Ela girou para os gêmeos e falou em francês rápido. Depois de sua longa jornada. "Nós podemos continuar esta conversação mais tarde. madame?" Ela reuniu sua compostura e esboçou um sorriso." .

que esperou pacientemente na entrada." Ele olhou para Philip." "Eu vejo vocês mais tarde. Christian.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Christian parecia amotinado. seu ultimo amante? Ele parece um pouco velho. Lisette. o que ele poderia ter ouvido? . "Quem é esse. Helene 4 virou-se para Philip e rezou por seu francês não ser tão bom quanto o dela. Não me diga o que fazer. e pior. "Eu não sou uma criança." Os gêmeos saíram Lisette parecendo tão infeliz quanto seu irmão. Quanto ele tinha entendido da conversa. Eu ouvi dizer que você gosta deles jovens.

Helene simplesmente olhou para ele. Seu francês era excelente. seus dedos unidos na frente dela. Ainda assim. o dialeto local o tinha impedido de compreender cada palavra. algo que ele não tinha acreditado possível até que ela começou a verter suas camadas de compostura absoluta para revelar a mulher apaixonada por dentro. "Então ele pensa que eu sou muito velho. não é?" 4 Para sua surpresa. Ele sentou-se na frente .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip estudou o rosto corado de Helene. seus lábios pressionados em uma linha apertada. mas a velocidade de sua entrega. ele estava seguro de ter o espírito da coisa. Ela parecia realmente triste.

" Helene umedeceu os lábios. O que o rebento jovem disse que a chateou tanto? Ele era um amante do passado? O pensamento fez a raiva agitar em seu estômago. "Ele é um bobo arrogante. Todos os homens nessa idade são. Quem ele é. "Ele é jovem. transtornado por seu aborrecimento imediato em 4 defesa do jovem. e quem é a menina?" . Philip encolheu os ombros.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C de sua escrivaninha e continuou a estudá-la. Vendo-a vulnerável o fez sentir-se desconfortável de maneira que ele se recusou a examinar.

"Eles são meus filhos. 4 "Eu pensei que você disse que você não podia ter filhos." . viu que eles eram loiros." Ele tomou seu tempo para digerir essa declaração nua. franceses.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C O silêncio se estendeu entre eles até que ele estava para abrir a boca para repetir a pergunta inegavelmente rude. muito parecido com Helene. de fato. A partir do vislumbre que teve dos dois jovens. e propensos a discutir.

" "Ah. então. Depois que os gêmeos nasceram eu fui incapaz de conceber novamente." Ela ficou em silencio novamente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela finalmente encontrou seu olhar. "Eu disse que eu não podia mais ter filhos. Ele balançou seu relógio de bolso preguiçosamente entre os dedos enquanto considerava suas opções. isso explicaria. Será que ele realmente queria detalhes de sua vida amorosa depois que ela o 4 deixou? Ele descobriu que não. O pensamento de seu corpo sendo possuído por . e desta vez ele a deixou.

afinal? Ele estaria aqui apenas pelos próximos vinte e três dias." 4 Ela piscou nele. Ele empurrou o pensamento longe ainda mais rápido.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C outro homem era muito difícil de lidar. Por que ele devia se importar. "Perdão?" . "Judd e eu decidimos tentar um novo fornecedor de vinho. e ele teve suficiente embaraço sentimental com sua finada esposa para durar toda uma vida.

" 4 "Talvez eles estejam tendo um tempo difícil em conseguir os melhores vinhos por causa da guerra." . a qualidade de seus produtos tem diminuído ao longo do ano passado. Dificilmente acho que eles precisam mais de você. não de economia. e.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu disse. de acordo com Judd." "Eles são um dos principais comerciantes de vinho em Londres agora." "Eu os conheço há anos. Eu fui um de seus primeiros clientes. Eu acho que você ficou com os irmãos La Tours por razões de lealdade. Judd e eu decidimos tentar um novo fornecedor de vinho.

um de seus melhores clientes? Eu não vejo isto. Eles não fazem por merecer sua conta. "Eu tomo as decisões finais sobre nossos fornecedores. Você logo terá um sócio para considerar." Ela levantou o queixo. não você.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip estava aliviado ao ver alguma cor rastejar de volta ao rosto de Helene quando seu interesse na conversa cresceu. lembra?" . "Onde está sua lealdade a você." 4 "Não mais.

"Você devia ter me consultado primeiro.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela endureceu." Helene levantou-se. "Eu já disse a La Tours que nós desejamos tomar nossos negócios em outro lugar. Ah. a determinação para o melhor dele." 4 ." "Você não tinha nenhum direito de fazer isto. Nós veremos como eles reagem a isso e tomar uma decisão. existia o fogo. Seu sorriso era deliberadamente protetor.

"Eu estou apenas esperando por você concordar comigo. lembrar a ela seu vinculo sexual já profundo. "Não pense que você pode usar sexo para 4 conseguir o que quer de mim." Philip levantou." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu estou consultando você." Ele a beijou e dirigiu sua língua profundamente. também. precisando possuí-la. e moveu-se com ela. Ele deslizou seu braço ao redor de sua cintura e a puxou para perto. Ela puxou sua boca longe dele.

" . E você?" "Eu dificilmente posso fazer isto. "Não é o que você faz? você não me tolera em sua cama porque eu tenho algo que você quer?" Ela olhou em seus olhos. "Eu faço muito mais do que tolerar você. "Você tem certeza disso?" "Eu não falsifico meu prazer. pegou seu lábio inferior entre os dentes e mordeu lentamente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele sorriu." Ele a beijou novamente. 4 evidência da minha luxúria enche-a e te A faz tão molhada que deslizar em você das próximas vezes é muito mais fácil.

O odor de sua estimulação misturada com seu perfume.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele tomou sua mão e colocou-a sobre sua ereção." Ela tentou sair de seus braços. "Definitivamente inconvenientes. beijou a longa linha de sua garganta até que ela tremeu 4 em seus braços. Eu tenho que ir me encontrar com o La Tours e tranquilizá-los de que não tenho nenhuma intenção de sair dos negócios. e seu pênis ." Ele a manteve perto. "Meu desejo por você às vezes pode ser inconveniente também.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C cresceu mais duro. Veja qual é sua resposta em primeiro lugar." 4 Desta vez quando ela tentou escapar." "E você parecerá tolo por intervir sem perguntar. "Espere até amanhã. "Eu dificilmente me importo com isto. Judd concordou com minha decisão de ir falar com ele. Se você for correndo de volta para eles agora. "Você me acompanhará ao teatro hoje à noite?" . você irá parecer fraca e indecisa." Ele encolheu os ombros. ele a deixou ir e se curvou." Ele a beijou novamente. "Pelo menos faça isto.

os olhos ainda cautelosos. mão pressionada contra o peito. . "Por quê?" "Porque eu gostaria de levá-la?" "Você está certo de que deseja ser visto com uma puta notória?" A mordida atrás de suas palavras dificilmente podia escapar dele.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela fez uma pausa. Será que seu filho a desaprovava e seu estilo de vida? Isso machucava? Ele imaginou como se 4 sentiria se seu filho o odiasse.

" 4 . "Então eu teria muito prazer.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu acredito que minha reputação pode suportá-lo." Seu sorriso era lento em vir tirar o fôlego quando apareceu. Como anda a sua? Certamente eu sou um homem de idade tão avançada que você não tem nada para temer de mim. meu senhor. Ela afundou-se numa mesura baixa.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Capítulo Dezesseis 4 .

assim estava concentrada em seu trabalho. Ela raramente saía á rua. 4 Ela estudou seu vestido de limão pálido no espelho. Judd era um substituto excelente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Depois de encontrar com os gêmeos novamente e tentar acalmar seus sentimentos desordenados. A bainha de seda narciso coberta por uma minúscula rede deslizante adornada com . Era um de seus favoritos. Tendo Philip ao redor ajudou que ela percebesse que merecia um assistente real para compartilhar um pouco de seus fardos. Helene estava muito feliz por estar deixando a casa de prazer por algumas horas. mas faltava-lhe intuição sobre as pessoas.

Quanto tempo desde que ela tinha ido ao teatro? Mais anos do que queria contar. Ela fechou o conjunto harmonioso de pérolas ao redor do pescoço e uma pulseira para completar o conjunto. Ela havia desistido de frequentar depois que vários de seus acompanhantes se ressentiram de outros homens chegarem para prestar seus respeitos a ela.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C pequenas sementes de perolas. . eles eram tão insuportavelmente ciumentos. Isso 4 era a dificuldade com homens jovens.

" 4 . "Você está linda. madame. meu senhor.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Depois de uma dessas ocasiões que quase terminou em uma luta de espada ao amanhecer. Philip a encontrou na entrada grandiosa da casa de prazer vestido com sua habitual e austera escuridão de cores marrons e branco desta vez. Helene decidiu ficar em casa." "Obrigada. embora um diamante brilhasse em sua gravata. Ele curvou-se e a ajudou com seu manto.

as profundidades de sua vida amorosa ainda inexploradas. suas emoções escondidas embaixo de uma leve carranca. Sua fibra era notável. ela gostava de ver aquela carranca desaparecer. Ele a instalou no banco e se sentou a sua frente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela permitiu que ele a levasse para o ar enregelado onde a carruagem os aguardava. Ele a pegou olhando fixamente para ele e 4 sua carranca aprofundou. assistir o sensualista que lutava para se libertar de seu passado emergir e assumir o comando. "O que é isto?" . Quando eles faziam sexo.

Em seu egoísmo." Sua falta de confiança continuava a surpreendê-la." 4 "Porque eu aguento você?" .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela levantou as sobrancelhas para ele. sua esposa fez-lhe muito dano. "Por que você quereria? Eu dificilmente sou excepcional. "Eu não tenho permissão para olhar para você?" Ele fez uma careta. "Eu penso que você é excepcional.

"É verdade que a maioria de homens falha em estar à altura de meus severos padrões.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela sorriu. você me surpreende." . "Toda vez que acho que entendo você." Ele a olhou com consideração. Você é uma das mulheres mais exasperantes que eu já encontrei. e não tenho certeza de que eu gosto." 4 "Isto não é o modo que devia ser?" "Não." "Isso não era o que eu quis dizer.

Você devia se esforçar para um autocontrole maior." Ele se mexeu no banco." 4 "É dificilmente minha culpa se isso acontece. "Eu acredito que meu principal problema é que no momento que eu vejo você. Eu nunca gostei de ser conduzido ao redor por meu pênis.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Porque você simplesmente não pode me categorizar como uma prostituta e me entregar para o diabo?" "Isso certamente facilitaria as coisas." . metade do meu sangue é diretamente desviado para minha virilha.

Ela tomou sua mão. "Então talvez eu tenha que ser cuidadosa. "E se eu não tenho mais autocontrole?" Ela sorriu docemente e empurrou seu peito.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C A carruagem fez uma parada." O teatro já estava lotado quando4eles fizeram seu caminho até a escadaria principal para os níveis superiores. ofegou quando ele arrancou duro e a puxou apertada em seu corpo. Philip saiu e veio para ajudá-la a descer. e Helene juntou suas saias para descer. Sua ereção roçou seu estômago. Helene tentou ignorar tanto os olhares admirados .

beleza trazia suas próprias vantagens e desvantagens peculiares. e ela ensinou os mais jovens como melhorar o prazer das mulheres. como sua casa de prazer era um segredo mantido discretamente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C dos homens e os cortes deliberados de algumas de suas mulheres. talvez as mulheres simplesmente acreditassem em que ela era uma cortesã de alta- . 4 Entretanto. Ela nunca dormiu com homens casados. a maioria devia ser agradecida a ela. Em sua opinião. Ela não estava bastante certa por que muitas das senhoras desgostavam dela. Não era como se isto fosse novo para ela. não desaprová-la.

Ela certamente se parecia com uma. então ela sorriu e acenou para seus conhecidos quando Philip a instalou em seu camarote." Sua pergunta abrupta compôs seu olhar nele. Ela se recusou a deixá-los incomodá-la." . "Você conhece todo mundo aqui?" "Não todo mundo. "Eu não estive no teatro por vários anos. e eu nunca frequento eventos sociais. Eu não sou 4 considerada apropriada.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C classe.

"Apesar de você ser uma pária. Eu não tenho nenhuma ambição de dançar no Almack. "Você está lamentando por mim? Por favor. não faça." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "E ainda a maioria tem muito prazer por você fornecer a eles os serviços sexuais que eles exigem. eu espero que sejamos inundados com 4 visitantes no intervalo." Ele tomou a cadeira ao lado dela e começou a estudar o programa." Ela encolheu os ombros.

"E tão apropriado para uma mulher sem moral como eu. "Cost Fan Tutte é 4 um dos meus favoritos." Ele fez uma carranca para ela. Você escolheu esta ópera particular para fazer um ponto?" . Você gosta dele?" "Claro que gosto. "É Mozart." Ela sorriu docemente. eu entenderei. "Se você não quiser ser visto comigo." Ela estudou atentamente a folha escrita. Sinta-se livre para sair.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela deu a ele seu melhor sorriso. Eu não vou a lugar nenhum. "Eu escoltei você para o maldito lugar." Ele empurrou o programa para ela.

" "Por que se aborrecer em apostar 4 sobre algo que já está provado?" ." Ele pegou o programa de volta. "Eu nem mesmo sei sobre o que você está falando." "A ópera é sobre duas irmãs e seus amantes. Os amantes concordam em uma aposta para adotar os disfarces e cortejarem a noiva do outro e mostrar que todas as mulheres são basicamente infiéis. eu não tenho o poder para dizer ao teatro o que apresentar a cada noite. "Infelizmente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip bufou.

senhor. "Você. então por que as mulheres não 4 podem?" . Ele é esperado espalhar sua semente selvagem. tem terríveis padrões duplos." Helene fixou-o com um olhar sufocante. "É diferente para um homem.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você acredita que todas as mulheres são incapazes de fidelidade? E que tal os homens?" Ele encolheu os ombros. Se homens podem 'espalhar sua semente'.

" Helene olhou para a plateia e poço do teatro. obviamente perturbou Philip em algum nível fundamental. O que na Terra sua esposa fez para ele? Ela suspeitou de que não tinha ouvido a metade. Estava ficando cada vez mais difícil de fingir que ela não 4 se importava com as causas de seus problemas e queria ajudá-lo a resolvê-los. . e ela não queria estragar a noite antes mesmo de começar. A discussão.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Porque um homem tem o direito de saber que não existe nenhum cuco em seu ninho conjugal.

perfume barato. e álcool criou uma fermentação inebriante. e algumas das luzes foram apagadas pelos criados presentes.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Para disfarçar sua intranquilidade. O fedor de carne não lavada. Helene se sentou e se preparou para se . fumaça de cachimbo. O rugido de conversa4 esmaeceu ligeiramente quando as pessoas voltaram suas atenções para o palco. A orquestra tocou uma nota alta. ela enfocou na massa fervente abaixo dela. As garrafas de vidro pegaram a luz de vela e lançaram de volta para rebater nos diamantes e pedras preciosos dos patronos mais ricos acomodados acima.

ela estava tão absorta na música que a mão de Philip em sua coxa a fez saltar. 4 Ele se inclinou até que sua boca quase roçou a orelha dela. Seus dedos deslizaram por seu braço e foram parar na nuca. A música era um de seus prazeres verdadeiros. Muito mais tarde. Ele aproximou sua cadeira dourada tão perto da dela que já não havia mais nenhum espaço entre eles. embora ela nunca tivesse aprendido a tocar um instrumento corretamente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C divertir. "Você se lembra da falta inconveniente de autocontrole que discutimos?" .

A lambida delicada de sua língua trouxe todos os seus sentidos vivos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela movimentou a cabeça enquanto ele acariciava seu dedo ao longo da linha de sua mandíbula. ." Ela tentou mostrar que estava muito interessada na música para querer fazer alguma coisa com ele. "Retornou como uma vingança e precisa ser satisfeita agora. Sua boca viajou abaixo por seu pescoço e assentou acima da 4 pulsação na base de sua garganta." "Ssh.

A música crescia em torno dela.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu estou pensando em quando você atinge o orgasmo embaixo de mim. Como seu corpo aperta ao redor do meu pau e extrai cada gota de minha semente. Helene. fazendo cada pequena sensação mais intensa. mais primorosa. 4 . e profundamente mais pessoal." Ela estremeceu quando a ponta de sua língua traçou um caminho preguiçoso de volta para sua orelha.

" "Não é?" Ela se esforçou para afastar a névoa sensual que a envolvia. "Eu não pertenço a nenhum homem. saber que você é só minha. eles vão me ver foder você. e nunca pertencerei."4 ." "Eu não sou sua posse. ver você vindo além por mim.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu também estou pensando em ter você um pouco antes do intervalo de forma que quando todos os seus amigos chegarem.

Ela estava pronta para dizer a ele a verdade sobre os gêmeos? Poderia servir seu propósito4e afastá-lo para sempre. mas valia a pena as inevitáveis consequências para seus filhos já hostis? Ela ansiava encontrar alguma .. Não foi? Helene fechou os olhos e afastou-se dele.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele mordeu o lóbulo de sua orelha. sua respiração desigual. Ela esqueceu o quão tenaz ele podia ser e o quão bem ele lia suas emoções. "E o pai de seus filhos? Você não pertenceu a ele?" Deus. ela quis.. mas ela teve que deixá-lo ir. seu sexo florescendo para ele. e ela ficou imediatamente molhada. os mamilos doloridos para serem tocados.

serem agradáveis um com o outro. Ela meio que se levantou e moveu sua cadeira mais distante dele até que ela estava de volta nas sombras traseira do camarote. mas não ainda. Adicionar Philip na equação seria como soltar um fósforo em um barril de combustível. ao menos. A beleza da música. Ela teria que dizer a ele em algum 4 ponto.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C paz com eles. a fez querer chorar. alguma posição intermediaria onde eles podiam. combinada com sua súbita explosão de emoção. Ela se . não enquanto ele estava preso a seu lado.

" Sua boca cobriu a dela. "Não me afaste. Ele gemeu quando a língua encontrou a sua em um duelo feroz e deslizou o outro braço ao redor de sua cintura e envolveu seu seio. qualquer coisa para impedi-la de confessar seu segredo mais 4 doloroso e íntimo. Ela se entregou . Ele deslizou a mão atrás de sua cabeça e se inclinou sobre ela. Ela permitiu qualquer coisa para impedi-la de falar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C acomodou em sua cadeira e respirou fundo quando Philip moveu sua cadeira também. exigindo entrada.

Ele manuseou seu clitóris no ritmo da punhalada de seu dedo e a teve alcançando um rápido clímax. a carícia de sua língua. Seus dedos cravaram no tecido fino do casaco dele quando ela ergueu os quadris contra a palma da mão coberta de couro. Ele afastouse dela quando uma explosão de aplausos misturados com assobios e zombarias 4 irrompeu pelo teatro. . seus dedos enluvados empurrando suas saias para cima e deslizando dentro dela.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C ao momento erótico.

"Nós terminaremos isto mais tarde. . ela sabia que devia parecer atordoada. Ela ajeitou levemente seu cabelo e 4 endireitou o vestido. Ele beijou sua boca inchada e inclinou cabeça." Pelo sorriso satisfeito em seu rosto... mas ela recusava-se a deixá-los vê-la como uma meretriz comum. saciada. que sua calça de cetim branco estava puxando para conter sua ereção. A posse de um homem realmente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela olhou para ele. percebeu que sua respiração estava tão atormentada quanto à dela. Ela não podia impedir seus amigos e conhecidos de notar sua excitação.

você não vai nos apresentar?" George disse. Vocês estão apreciando a ópera?" Ambos os homens beijaram sua mão e movimentaram a cabeça para Philip. "Helene. e Peter Howard e Lord George Grant entraram. ainda outro gesto de 4 propriedade. "Boa noite. que tinha tomado uma posição atrás de sua cadeira. meus amigos. . Sua mão descansava fortemente em seu ombro. provavelmente para esconder sua ereção.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Houve uma batida na porta. Helene sorriu brilhantemente.

especulativo e então retornou sua atenção para Philip." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene olhou para Philip." George acendeu-lhe um olhar assustado. Posso apresentar Lord George Grant e Sr. eu sou Lord Philip Knowles agora. Philip Ross. bastante bem. milorde. "Parabéns por seu novo título. Eu conheci seu predecessor. Peter Howard? Cavalheiros. "Se você desejar. querida. Lord 4 Derek. este é o Sr." "Na verdade.

Peter piscou para Helene e tomou a cadeira ao lado dela. mas o que podemos fazer?" . "Obrigado por ajudar Anthony esta semana. Peter.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Realmente?" O tom de Philip não convidava a intimidades. Eu não gosto dos jogos que ele joga ou as pessoas com quem se 4 associa. "Infelizmente." Enquanto George e Philip se entreolhavam. A ligação foi breve e minha elevação para ao pariato muito inesperada. Nossas famílias não se davam bem de modo algum. "Eu estou preocupada com ele. eu não." Helene suspirou." "Nem o faço eu.

"Eu não desejaria esse destino a meu pior inimigo." Peter estremeceu. a menos que você deseje dizer a Valentin e deixá-lo resolver o problema. é por isso que eu tentarei monitorar suas atividades na casa de 4 prazer e intervir se necessário. É duro o suficiente para ele ter Val como um irmão sem criar tensões adicionais. muito menos Anthony." "Eu concordo." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Nada.

Ela convocou um sorriso. Estou certo que ele teria muito . Preciso me informar sobre alugar um camarote." Helene afagou sua mão.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu farei o mesmo. Eu vou mencionar seu interesse para ele. Eu não me lembro porque parei de frequentar. seus cabelos louros brilhando a luz das velas." 4 Peter levantou-se. "A ópera é maravilhosa. e também tentarei incutir algum sentido dentro dele. não que ele escutará. ciente que George e Philip tinham parado de conversar e estavam ambos olhando para ela. "Valentin já tem um. é claro.

" Ela olhou esperançosamente para George. seu suspeito olhar fixo em Philip.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C prazer em ver você ocupar o seu. e soprou um beijo para Helene." Helene beijou seus dedos. "Um prazer conhecê-lo." Ele movimentou a cabeça aos dois homens." Ele apontou para a porta. mas eu devo retornar ao meu lugar. mas ele pareceu determinado a 4 marcar seu território. "Você dificilmente sentirá minha falta na aglomeração. "Dê meu amor a Abigail. Peter. que rapidamente estava enchendo com as pessoas." "Au revoir. Ela suspirou. Estava ele sendo .

o suposto estilo de . Philip fez uma careta quando Helene permitiu ser rodeada pelos visitantes. mas ela não achava que Philip tomaria isto muito bem. Embora existisse uma pitada razoável de jovens apaixonados. Seus preconceitos contra ela. Todo mundo parecia encantado em ver Helene e feliz por cumprimentá-la.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C difícil? Ele às vezes parecia acreditar que era seu dever manter seus pretendentes longe. ele estava surpreendido com a variedade de espectadores que decidiram invadir seu camarote. Ele supôs que todos seriam homens jovens. No passado a divertiu. muitos dos convidados 4 estavam em pares elegantemente vestidos. Na verdade. obviamente.

há quanto tempo você e Madame Delornay se conhecem?" Ele virou-se de sua contemplação de Helene para encontrar Lord George Grant ainda ao seu lado." . meu senhor. Ele estudou a expressão triste no rosto do homem enquanto 4 ele decidia como emoldurar sua resposta. "Eu a conheço há vários anos. "Então. estava começando a desaparecer à medida que a realidade tomava o lugar à frente em seu ponto de vista previamente distorcido.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C vida que levava.

eu sou um dos originais fiduciários da casa de prazer. é agora um acionista também. tenho ." Ele tentou rir. As bochechas de Lord George ruborizaram. "Eu me desculpo. De fato.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Assim como eu. "Como um 4 dos mais antigos amigos de Helene." Seu sorriso parecia forçado. claro. Isso não é da minha conta." "Eu sei disso. "Você." "E o que você pretende fazer com suas ações?" Philip levantou as sobrancelhas e deixou seu olhar de desprezo falar por si.

mas seguramente qualquer mulher que sobreviveu ao que ela fez. Eu odeio vê-la sendo posta em uma posição tão vulnerável." 4 . "Perdoe-me. merece ser elogiada." "Helene vulnerável?" "Você não a vê assim?" Lord George fez uma pausa. não condenada.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C sido acusado de ser superprotetor às vezes.

eu fui forçado a confiar em sua força para salvar minha vida. Eu estou certo de que se ela pode sobreviver a qualquer coisa caso ponha sua mente nisso. Ela é uma mulher muito forte e determinada." 4 . Talvez seja por isso que a vemos de forma diferente. Quando eu a encontrei na Bastilha." "Você soa como se não aprovasse.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu não estou condenando-a.

Lord George iria 4 realmente sair. Não posso dizer que ela já salvou minha vida. Complicado isso. "Realmente. talvez. mas é isso que as mulheres fazem. ou estava contando em juntar-se à festa pela noite? A raia superprotetora de lord George e as insinuações deliberadas sobre o quão bem ele .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip produziu seu sorriso mais desdenhoso." A multidão ao redor de Helene diminuiu quando o sino de advertência soou faltando cinco minutos para o fim do intervalo. Philip fez uma careta. "Eu suponho que é. não é?" Lord George piscou para ele.

4 Apesar de suas tentativas de afastar-se dele. Ele suspeitava que .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C conhecia Helene estava começando a incomodá-lo. para continuar seu jogo sexual. ele a compreendia sexualmente. e simplesmente para o prazer de sua companhia. Ele não viu nada em sua maneira para indicar que ela ansiasse qualquer dos homens que haviam lotado o camarote. Philip achou que ele queria Helene para si mesmo. inclusive Lord George. Ele conhecia Helene. sem sequer pensar nisso. sabia exatamente como excitá-la. Ele a tinha conhecido desde o primeiro momento que eles se encontraram.

de como ele desejava explorar esse lado de sua natureza novamente. Sua expressão não 4 tinha nenhum indicio de anseio ou desejo. Mas ela o conhecia. ela achasse desconcertante ser confrontada com um homem que sabia o que queria. daquele quarto secreto. que estava rindo de Lord George. Ele pensou sobre Adam.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C depois de todos os seus anos de cama com homens mais jovem. não é? Sabia o que ele desejava e tinha lhe oferecido os meios para se divertir. também. Ele estudou Helene. nenhuma sugestão da paixão que ele .

" Lord George curvou-se e finalmente partiu. Helene.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C podia despertar nela com um único toque. deixando Helene a sós com Philip. Eu verei você amanhã. "Como você aguenta toda essa bobagem lisonjeira e aduladora?" ." Ele 4 gesticulou no camarote agora vazio. Ela olhou para ele quando ele deslizou na cadeira vazia ao lado dela. Lord George não sairia nunca? "Seria melhor eu ir. Ele se mexeu na cadeira e olhou o relógio. "Por que você está carrancudo?" "Eu gosto de franzir a testa.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "É assim que lhe pareceu? Que eu apreciei ser o centro das atenções?" Ele olhou para ela. eu percebi que a beleza tem suas próprias recompensas. "Não é isso que eu quis dizer. e decidi explorá-la em meu próprio 4 beneficio. "Quando eu era jovem." "Quão perspicaz para perceber isso. Eventualmente." . Deve ser um fardo. costumava rezar para que Deus me fizesse simples. Você não pode entender. não é? Sua beleza chama a atenção." Ela suspirou.

O odor de gim cru e cera de vela queimada flutuavam para cima das massas .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele olhou para o teatro ruidoso. "Lord George disse que ele a conheceu na Bastilha e que você salvou sua vida." "Realmente?" "É verdade?" "Que nós nos encontramos na Bastilha? Oui." "Você dois eram prisioneiros?" A orquestra começou a tocar. e 4 escuridão encheu o espaço íntimo entre a eles.

seguro atrás das cortinas.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C acumuladas abaixo. Ele foi pego espionando para os ingleses e estava previsto para ser executado. "Eu não era propriamente uma prisioneira até então." "Por que você não era mais uma prisioneira?" "Eu era a prostituta dos guardas. Ela quase sentia como se eles estivessem fechados na intimidade de sua cama." 4 "Por quê?" . sussurrando segredos um para o outro. George era.

e seu ombro roçou o dele." 4 "Quantos anos você tinha?" "Será que isso importa?" . "Minha família estava morta. Era a única maneira de sobreviver. "Como foi que você foi a única a sobreviver?" "Porque eu era bonita." Ele pegou suas mãos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela encolheu os ombros. acalmou os dedos inquietos entre os seus. Porque os guardas foram preparados para agradar meu pai e ofereceram minha vida em troca do uso do meu corpo.

Não é de admirar que você veja sua beleza como uma maldição.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele aumentou o aperto em suas mãos." "É estranho." "Mais jovem que minha filha é agora. Eu o odiei por me forçar a viver assim.. "Mas logo 4 percebi que a minha vontade de viver foi ." Ela tentou retirar seus dedos. e Philip lentamente os liberou. "Quantos anos você tinha?" "Quase quatorze anos. Deus.. não é? A princípio eu desejei que meu pai me permitisse morrer com ele.

" Ela respirou calmamente. Quanto tempo foi desde que ela falou sobre o passado? "De qualquer maneira.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C mais forte do que eu jamais tinha imaginado e que a beleza teve seus benefícios afinal." 4 "Você faz isso soar tão simples. eu consegui libertar George de sua cela e contatei alguns dos espiões britânicos que o ajudaram a deslizar para a liberdade. Eu duvido que fosse." .

Ela ficou de pé desajeitadamente e bateu a cadeira. não podia rever os horrores sem eles a subjugando." . sua voz calma como se tivessem discutido o tempo. madame.. "Eu irei buscar seu mantô. "Eu tenho uma dor de cabeça. seu rosto ainda nas sombras.. Nenhum dos guardas acreditava que eu tivesse a habilidade de fazer qualquer coisa exceto. Nós podemos ir?" 4 "Claro." Philip levantou-se também. "Eu era uma menina jovem.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela encolheu os ombros. especialmente na companhia de Philip. ela percebeu que não podia continuar." Para sua surpresa.

e estremeceu. Até a perfeição da música falhou em tranquilizá-la. Expor seu passado para Philip a fez sentir-se vulnerável. Ela tinha se tornado tão perita em esconder seus segredos que tinha se desligado de seu verdadeiro eu? Ela fechou os olhos. E o que tinha possuído George para compartilhar as memórias de infância 4 dela com Philip? Será que ele não percebeu que a estava pondo em perigo? "Madame?" .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela girou cegamente em direção ao palco. e ela odiou isso. onde os amantes continuaram a cantar em perfeita harmonia.

"Por quê?" . suas mãos tão gentis que ela quis chorar novamente. Ele a parou com uma mão em seu ombro. Ela puxou o mantô acima de sua cabeça e apressou-se em direção a ele.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip tocou em seu ombro e então a embrulhou em seu mantô. ele foi abrir a porta do camarote sem dizer nada. "Helene. "Merci." Ela se forçou a olhar para ele." Para sua surpresa. eu estou contente por seu 4 pai tentar salvar você.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Porque como pai. posso entender como ele faria qualquer coisa para manter sua filha viva. claro que não. "Não." "Até mesmo condená-la a uma vida como uma prostituta?" Ela sussurrou." Ele localizou uma lágrima em sua bochecha. "Até. então?" 4 Ela olhou fixamente para ele. "Você ainda o odeia. se isso significasse que ela viveria. Ele levantou as sobrancelhas." .

aquela revelação desagradável manteve o suave silencio pelo resto da curta viagem. Ele a fez perceber que realmente não tinha perdoado a todos. Helene sorrateiramente enxugou os olhos. A habilidade de Philip de ver o dilema de seu pai a agitou. Vamos?" Como eles se afastaram da frente do teatro. "Minha carruagem já deve estar pronta agora. .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele não respondeu. Apesar das tentativas de Philip para 4 conversar com ela. mas sua atenção permaneceu nela.

Ela não falou com ele em toda a viagem para casa. mas ele não acreditou que ela estivesse sofrendo de uma dor de cabeça.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Capítulo Dezessete Philip olhou para Helene quando ela passou rapidamente para sua suíte. 4 .

Ela gostaria que ele a consolasse? Para sua surpresa. Ele desejou que não tivesse permitido a Lord George Grant irritá-lo tanto que ele insistiu em questionar Helene.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C As revelações sobre seu passado abalaram-no profundamente. Tanto para sua imagem dela como uma prostituta de coração frio. Ele tinha idade suficiente para saber . Ele esperou ela tirar seu mantô e jogá-lo sobre as costas de uma cadeira. Seria tão fácil atravessar o pequeno espaço entre eles. tomá-la em 4 seus braços e fazer amor com ela à noite toda. ele queria muito. Philip olhou seu perfil.

Seu pênis acordou. mas ele ainda acreditava que poderia proporcionar-lhe algum conforto. balançando os quadris. Ele deu um passo em direção a ela e então parou quando ela virou-se e deulhe um deslumbrante sorriso falso. Helene?" "Claro que estou.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C que ele não podia mudar o passado. impulsionando os seios. Ela correu o dedo nos . Por que eu não estaria?" 4 Ela caminhou em sua direção. "Você está bem. e ele resistiu ao desejo de reajustar-se.

. 4 Ele gemeu conforme ela lambeu o eixo através do tecido. Seus dedos trabalhando no fechamento de suas calças até que estava aberta para revelar sua roupa intima." Ela caiu de joelhos muito graciosamente.. ele lembrou-se de um cisne. Seus dedos curvaram em torno da parte de trás de seu . Seu pênis já tentava escapar dos limites do linho fino. "Helene.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C botões de prata abaixo de seu colete até que alcançou o cós de suas calças. Ele estremeceu quando ela cobriu sua crescente ereção. tornando-o instantaneamente molhado.

" . "Fazer o que?" "Encenar a prostituta para mim." A cor inundou suas bochechas." Ela ficou imóvel e olhou para ele. "Estou meramente me divertindo e espero 4 despertar você. "Você não precisa fazer isso.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C crânio enquanto seu bom senso tentava lutar contra as exigências estridentes de seu pênis.

Era incrivelmente duro ser honrado quando ele estava muito disposto a arrastá-la para a cama e fodê-la até amanhecer. agarrou-a pelos ombros.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele se curvou adiante. Mas ele aprendeu suas lições sexuais extremamente bem para 4 permitir ser usado por alguém sofrendo se uma crise emocional. e puxou-a de pé." Ela encontrou seu olhar. . "Não. "Eu não estou agradando você?" Ele suspirou. você não está. raiva e miséria em guerra em seus olhos azuis.

"Helene. "Não. você quer provar algo para você mesma. "Eu não sei o que você está falando." "Então vá para a cama e eu verei você de manhã. e eu nunca apreciei jogar esses tipos de jogos. eu não estou certo de que possa lhe dar o que você quer esta noite." ." "Eu quero você".Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele soltou um beijo em sua fronte." 4 Irritação brilhou em seus olhos. "Eu nem tenho certeza se você sabe o que quer." Ele parou para abotoar suas calças.

"Boa sorte com isso nesta casa..." "Madame?" 4 . "Então se eu desejar." "Philip.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "E o que você fará agora? Vai procurar alguém que não quer jogar?" Seu sorriso de desprezo não foi projetado para tranquilizá-lo." "Este lugar não deveria fornecer qualquer coisa que eu desejo?" Ele curvou e virou-se para a porta. eu estou certo que vou encontrá-lo.

"E o que mais eu desejo é. seguramente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Se há qualquer outra coisa que você quer aqui em vez de mim. "Eu quero você." . Então ela sabia que ele tinha chegado até o quarto dos desejos. você sabe disso. estou muito feliz por você explorar tudo o que lhe interessa." 4 Ela encontrou seu olhar sem vacilar." Virou o rosto dela. eu não lhe negaria. mas não quando você está neste estado de espírito. "Como eu disse. assunto meu." Philip fez uma pausa.

"Quando eu entrei aqui. "Agora.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Quão gracioso de você e quão incrivelmente condescendente. tudo que eu quis era levá-la para a cama e foder até que tudo em que você podia pensar era me foder de volta. seguir suas ordens." Ela mordeu o lábio inferior como se estivesse tentando evitar falar. e achar alguém que realmente me queira."4 ." Ele deu dois passos em direção a ela. vou sair daqui. Ele curvou-se primorosamente.

"Boa noite." "Boa noite. com medo que de alguma maneira enfraquecesse sua capacidade de partir. madame. "Philip." 4 Ele hesitou mais uma vez e então se forçou a sair. então." Ele não permitiu que ela terminasse.. Que diabo havia sobre mulheres que não podiam decidir sobre o que elas queriam? Ela se afastou dele.. Estava ela mais abalada por suas confidencias a ele do que ele percebeu? Era por isso que ela o estava . ficando mais suave. eu sinto muito.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Sua expressão mudou. eu não quis dizer para.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C afastando? Sua consciência lembrou-lhe que ele tinha recusado sua primeira proposta. na . Ela não tinha que bancar a prostituta para ele disfarçando o que sentia. Era um bom momento para tranquilizá-la que ele nunca iria partilhar seus segredos com alguém? Ele arriscou outro olhar de volta4 porta e fez uma careta. Talvez não. ele a conhecia muito bem. mas existia uma boa razão. Ele considerou que muito poucas pessoas sabiam sobre seu passado.

Estaria ele usando sua raiva hipócrita contra Helene para justificar e ceder as suas perversões? Ele franziu o cenho. Droga. e levou-se para o quarto de desejos. Ele olhou para a porta por um longo momento.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele continuou subindo os degraus para a parte principal da casa de prazer acenou para os robustos irmãos irlandeses em guarda na escadaria. então por que ele não deveria? 4 . ela tinha estado feliz em deixá-lo explorar sua sexualidade.

se ele quisesse ser inteiro novamente. Helene não tinha direitos sobre ele." "Por favor.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele estava excitado como o inferno. ande para sua esquerda. "O que você deseja?" "Adam. Ele empurrou a porta e encontrou-se na escuridão agora familiar. Ele tinha todo o direito de foder o que ou quem ele quisesse. e ele estará com você brevemente. Eu quero Adam. ser capaz de . Independentemente de Helene." 4 Philip soltou a respiração e fez seu caminho na escuridão assustadora. e precisava de algum alívio.

não é? Enfrentou horrores sexuais muito piores do que ele teve e sobreviveu. Parecia que ele não podia esquecer Helene afinal. ele tinha que superar os fantasmas de seu passado. que tinha estado semiereto a noite toda e agora latejava como uma dor de dente. Ele esfregou seu pênis.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C funcionar como um ser humano normal. Ela viu através dele. Sua mão acalmou em seu eixo. e Philip se endireitou. . Ele tinha que vir a termos com o que tinha sido feito para ele. Ela triunfou acima de seu passado. 4 afinal? Ela reconhecia um companheiro sofredor e queria ajudá-lo? A porta a sua direita abriu brevemente.

senhor. ." "Como eu posso servi-lo?" Philip fechou os olhos brevemente." "Você tem certeza que é isso que quer senhor?" 4 Philip estremeceu quando Adam se moveu e cobriu seu queixo.. Adam. "Eu gostaria que você chupasse meu pênis e então." "Boa noite.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Boa noite. Eu gostaria de chupar o seu..

senhor. Ele cheirava a mar e a frescura tonificante de um dia ventoso. Eu preciso ver se há alguma alegria deixada de bom para mim. "Se isso agradá-lo." Adam deixou escapar um suspiro. nós podemos estar na cama e agradar um ao outro ao mesmo tempo." "Eu não sabia que era possível." 4 .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu preciso fazer isto.

e mais agradável também. "Eu não quero ser dominado. "De fato é. "Nós podemos estar de lado. Ele hesitou quando Adam desabotoou ambos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Adam riu o som surpreendentemente normal considerando as circunstâncias. ou você pode deitar em cima de mim. onde ele pegou seu primeiro vislumbre de uma cama branca estreita iluminada por uma única vela." Philip o seguiu cegamente para o canto do quarto." ." Adam parou seus dedos roçando4 o pênis estirado de Philip.

" 4 Foi o suficiente para fazer Philip empurrar os calções de Adam até expor seu pênis." Adam subiu na cama e Philip o seguiu. invertendo sua direção de forma que sua cabeça estava perto dos joelhos de Adam. Philip gemeu quando a boca de Adam o . que também estava duro e pronto. "Eu estou contente por ter pedido por mim. então. Eu gostei de ter você em minha boca. Ele estremeceu quando Adam aninhou seu pênis.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "De lado.

Ele abriu a boca e tomou profundamente o eixo de Adam.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C tragou inteiro. Ele fechou os olhos e lambia timidamente o pênis de Adam. avidamente até. Desta vez ele tragou alegremente. e se entregou ao prazer. gemendo quando sentiu o aumento de pressão sobre seu próprio pênis e combinou sua mamada em Adam para que eles acabassem juntos. sentindo enrijecer todo o corpo de Adam e arquear em direção a ele. quando ele rastejou longe e vomitou para limpar seu corpo do abuso vil. . Tão estranho sentir o esperma de um homem em sua garganta novamente. 4 Tão diferente de seu último encontro.

. eu estou.. ele esperava que sim por causa dela. "Você está bem. Bom. Ele percebeu que Adam estava falando. senhor?" "Sim.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Menos um horror para assombrar seus sonhos." 4 . Isso foi. Isso o ajudou a entendê-la muito mais. Isso era o que Helene tinha feito? Substituído cada horror com um novo encontro quando ela estava no controle? Deus. Uma nova memória para substituir à antiga.

mas eu não tenho permissão." Adam acariciou a coxa de Philip. "Eu quis tocar em você aqui. "Eu entendo. "Eu deixaria você me ter 4 assim." Philip suavemente removeu a mão de Adam. parou um dedo entre as nádegas de Philip e circulou seu buraco." Adam suspirou." Ele fez uma pausa." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu estou contente." "Eu não tenho certeza que eu estou pronto para isso. "Eu não tenho certeza que estou pronto para isto.

" "Você foi forçado? Algum homem o tomou sem seu consentimento?" 4 . "Eu posso perguntar algo pessoal. Adam fez o mesmo. mas eu não posso garantir que conseguirá uma resposta. senhor?" "Você pode perguntar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip rolou em uma posição sentada e começou a endireitar suas roupas.

" "Este encontro é de minha escolha. Adam tocou em seu joelho. "Está tudo bem." "E ainda assim. confiante de eu não maltratar você." . Meu primeiro encontro sexual com um homem não era de minha escolha também. Você é um homem mais corajoso que eu. aqui está você. senhor. Eu posso ir embora de você sempre que 4 eu quiser.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip olhou fixamente abaixo em seus pés e lutou contra as lembranças.

e eu espero que considere me chamar novamente. senhor. mas seus pensamentos eram . "Eu me desculpo por incomodá-lo. Boa noite." Antes de Philip poder responder. Philip olhou para a escuridão e amaldiçoou silenciosamente sob sua respiração. Adam afastou-se nas sombras e desapareceu 4 por outra porta. Seu corpo tremia com satisfação sexual.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip levantou-se e fingiu reorganizar sua gravata. "E se você não pode ir embora? E se você está destinado por laços do matrimônio e medo pela segurança das suas crianças se você sair?" O silêncio encheu o quarto quando Adam ficou de pé.

Podia ele entender as escolhas que Adam e Helene fizeram para redescobrir sua individualidade sexual? Ele podia aprender algo com eles afinal? Porra. O criado de plantão movimentou 4 meramente a cabeça quando Philip cuidadosamente abriu a porta. Um candelabro . a única pessoa que poderia entendê-lo era Helene.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C caóticos. se ele não podia dizer a Adam. Ele tateou seu caminho para a porta mais próxima e saiu. usou a escada dos empregados para voltar à suíte de Helene.

Ela imediatamente abriu os olhos. Ele respirava lentamente sua essência de lavanda e fechou os olhos." 4 Helene apertou sua mão. "Tive minhas duvidas sobre isso. "Philip?" Ele ajoelhou ao lado da cama.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C completamente iluminado fornecia suficiente luz para ver que Helene estava na cama." . Ele caminhou através do tapete espesso e olhou para ela. "Minha esposa não era tão inocente quanto parecia. pegou as mãos dela nas suas e beijou-a.

Ela mentiu para mim sobre sua virgindade e sua saúde por anos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele olhou para ela. Eu fui um bobo. "Você é uma mulher astuta. É aí onde seu amante estava?" ." "Mas por quê?" "Porque ela já adquirira um amante antes de nosso casamento e estava apavorada que eu descobrisse e os separasse para sempre." "Eu lembro de que você me disse que ela mentiu para manter você fora de 4 sua cama por meses até que a levou para casa.

" "E ela concebeu seu filho nessa ocasião. perguntei-me se ela deliberadamente cedeu a mim naquele tempo em particular para esconder uma gravidez já avançada.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Sim. Eu só queria sexo. Parece suspeito. "Por aquele ponto. Mas meu filho nasceu . eu estava muito agradecido para me preocupar sobre seus motivos. uma?" Ele sorriu. Quando eu finalmente percebi o que 4 estava acontecendo." Ele estremeceu. Eu suspeito que foi ele a pessoa que lhe disse que ela tinha que ir para a cama comigo pelo menos uma vez para acalmar minhas suspeitas. "Eu sei.

" "E sua filha?" Philip engoliu duro. "Como você descobriu?" "Entrei na suíte da minha esposa. em lugar de mais cedo. os braços em volta dos joelhos.4uma noite para argumentar com ela sobre seu tratamento a nosso filho. eu entrei e ela e seu amante fodiam." Ele . Disseram-me que ele carrega uma forte semelhança comigo. não é e ela nunca vai saber ou que eu vou tratá-la de forma diferente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C mais tarde que o esperado." Helene se sentou. então eu tenho que assumir ele poderia ser meu. "Não. Infelizmente.

Quando eu despertei.. Ele era muito mais rápido para reagir.” 4 "Oh. "fez-me tomar seu pênis em minha boca e então me fodeu. "Minha esposa estava tão apavorada." ele fechou os olhos..Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C tentou engolir. tudo que ela podia era chorar. Ele me forçou a assistir ele foder minha esposa e então ele. não podia administrar isto." .." "O que ele fez?" "Ele me nocauteou. Philip. "Que horrível para você. mas seu amante." Helene se debruçou adiante e tomou seu rosto em suas mãos. eu estava amarrado à cama..

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Isso não foi o fim disso. não só dela. e ele ameaçou fazê-la dizer a eles que ele era meu amante e que ela estava vivendo com medo de mim. Ele pensou que ela poderia convencê-los manterme afastado. Eu não podia permitir a ele ficar sob a influência 4 daquele monstro pervertido. Ele sabia que minha esposa era bem amada por minha família. não é?" . mas também de meu filho e quaisquer outras crianças que tivéssemos." Ele olhou nos olhos de Helene. "Eu não podia abandonar meu filho.

Até ." Ela tocou em seu rosto. "Você fez o que tinha que ser feito para salvar seu filho. eu recusei. Eu ofereci a ela uma pechincha." "Mas você sobreviveu. você não podia. Na verdade. a saúde de Anne se deteriorou muito nesse ponto. Quando Anne ficou grávida a segunda vez e tentou me persuadir de volta em sua cama. Eu reconheceria a 4 criança e a permitiria manter seu amante se ela nunca esperasse que eu a tocasse novamente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Não." "E sofri com um casamento do inferno por causa disso. sim?" "Mal.

"Eu estava mais que disposto a obrigá-la. Eu não podia despedi-lo caso ele recorresse à chantagem. 4 supervisionado o bem-estar dos meus filhos quando sua mãe ficou muito frágil para dirigi-los. e ficaram longe dela. Ele foi empregado como um jardineiro na propriedade. Foi assim que eles se conheceram. "Eu nem mesmo sei por que estou lhe . "Ele ficou." Ele fez uma careta." "O que aconteceu com seu amante? Ele ficou ao lado dela?" Philip fez uma careta." Ele hesitou. Eu me mantive ocupado nas propriedades do meu pai.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C minha mãe pediu-me que eu não forçasse uma esposa pouco disposta que temia uma nova gravidez.

"Venha para a cama.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C dizendo isto. "Talvez seja uma noite para confidencias." Helene o beijou e envolveu os braços ao redor de seu pescoço. "Eu não me lavei e eu fui com.. Eu não disse a ninguém antes.." ." Ele fez uma careta. "Venha 4 para a cama." Ela o interrompeu com outro beijo e o puxou abaixo sobre a cama." Ele encolheu os ombros.

. ele a deixou tirar suas roupas e o cobriu com os lençóis e as curvas deliciosas de seu corpo. "Helene. Ela o beijou novamente e então beijou seu caminho abaixo por seu pescoço e usou a ponta de sua língua em seus mamilos." 4 . o calor úmido de seu sexo contra seu estômago.. Você não tem que fazer isto.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Com um suspiro. Ela o empurrou sobre suas costas e se escarranchou sobre ele.

ser cercado pela caverna quente e úmida de sua boca. Pré-sêmen escorreu por seu eixo. 4 sua língua enrolou ao redor dele até que ele encheu ainda mais. e ela sorveu em . ávido para ser tocado. sua reação a ele era tudo e nada se devia a um artifício. Seu pênis subiu para encontrá-la. mas igualmente erótico. Ele se referia a eles neste momento. Ela lambeu a coroa. mergulhou em seu umbigo e pelo grosso cabelo de sua virilha.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele percebeu que suas palavras eram um eco de sua conversa anterior. Tão diferente de Adam. também. mas Helene estava diferente. Ele gemeu quando sua boca viajou mais baixo.

Ela começou a chupar. levar ele fundo e duro. segurá-la bem onde ele precisava dela no centro escuro de seu desejo." Ele gemeu conforme ela o engoliu abaixo por sua garganta e o segurou lá.. Ele plantou seus pés na cama de forma que ele podia levantar seus quadris em cada golpe. longo e duro.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C cima também. Com a mão tremula. tentando persuadi-la a tomar mais dele. "Deus. Seus quadris ergueram. ele passou a acariciar seu cabelo.. . chupar ele seco. 4 puxar a sua carne disposta que o deixou ainda mais duro e maior.

Seus dedos acariciaram de seu ânus ao eixo e circularam suas bolas em um padrão infinito de felicidade. indo mais distante com . puxando-as contra a base de seu pênis para roçar os lábios franzidos." Helene chupou mais forte e ele 4 fechou os olhos mais completamente para apreciar as sensações. Seu polegar demorou em seu buraco enrugado. toque-me lá.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene segurou suas bolas em conchas. apertando e retrocedendo num ritmo tentador que o deixou louco. Faça isto. Seu dedo deslizando dentro dele. "Sim.

Ele chegou ao clímax. mas. Ela suspirou e o . 4 Quando ele terminou de estremecer. sentindo seu esperma disparar dele em um fluxo quente. garganta abaixo de Helene.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C cada golpe. infinito. Ele beijou sua bochecha e se aninhou em seu pescoço. "Por favor. quando todos os sentimentos físicos se uniram em uma necessidade de gozar tão forte e tão rápido quanto ele podia. ele a juntou em seus braços e a puxou sobre ele.. ele não podia dizer. para que. criando uma nova sensação de crua necessidade até que ele estava pronto para implorar-lhe para nunca parar.." Ele ouviu-se mendigando.

Ele lentamente abriu os olhos e olhou para as cortinas creme da cama. "Helene?" ele sussurrou.. relaxada como uma gata apesar de sua falta de fazer amor. "Mmm?" "Quando ele me forçou.." "Então?" 4 .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C beijou de volta." "Amante da Anne?" "Eu fiquei duro.

Seu longo cabelo loiro fazia cócegas em seu rosto. Não quer dizer que tenha gostado. eu fiquei duro o suficiente para gozar para ele." ele?" Ele olhou para ela. "Você não pode controlar tudo. Às vezes eu chegava ao clímax quando estava com um homem que só esteve me usando. "Você está certa? Isso não me faz tão pervertido quanto 4 . Philip." Helene se ergueu em um cotovelo e olhou para ele.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Mesmo ele me sujeitando.

n 'est-ce pas? (não é) Nosso criador tentou fazer isto uma experiência aprazível. Confie em uma francesa ser tão pragmática sobre a mecânica do amor. apesar de nós. enquanto você dorme. seu corpo o traiu e o mandou em espiral abaixo na inconsciência abençoada." "Então pense nisso agora." 4 Mesmo enquanto ele lutava para fazer isso. .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Porque seu corpo reagiu como devia ao sexo? Estamos todos projetados para procriar. Por que outra razão continuaríamos fazendo isso?" Philip fez uma careta. "Eu não tinha pensado nisso desse jeito.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Capítulo Dezoito 4 .

George sorriu. tirou o chapéu e as luvas e lançou-os sobre a escrivaninha. "São boas notícias.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C “Eu tenho algumas notícias para você." . a esperança em guerra com o medo em seu peito. eu acho. Ela e o marido foram visto em Calais ontem. 4 comprando passagem para Dover.” "Sobre Marguerite?" Helene soltou a pena e olhou para George.

"Eu não sei sobre isto. não é?" Helene levantou-se e compassou o comprimento da sala." Ela apertou os dedos em sua têmpora numa . Eu disse tudo a ela quando tinha dezoito anos. Ela ainda não sabe seu endereço real. "Sim.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Ela está vindo para a Inglaterra? Talvez ela concorde em se encontrar comigo aqui. ela sabe." George encolheu os ombros e se sentou. inclusive meu endereço real se ela 4 precisasse entrar em contato comigo.

" Helene suspirou. não é? Eu aposto que você moverá Céu e Terra para recuperá-la.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C tentativa de acalmar o barulho repentino. mas eu duvido que ela reagisse fugindo com o primeiro homem que a pediu para casar-se com ele." "Você não conhece Marguerite. "Talvez ela pensasse que ser casada a protegeria de novo contato comigo. "Eu tenho me perguntado se minhas revelações fizeram com que ela se comportasse muito fora de caráter e fugir. "Então ela não conhece você muito bem. Ela é algo de uma romântica." ." 4 George riu. "Você pode tê-la chocado." George a considerou.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Isto é verdade. Eu posso pelo menos inquirir nas 4 pousadas de postagem se ela ficar lá." "Você deseja ir para Dover ou esperará até conseguirmos mais informações? Eu posso tê-la seguida para você." Ela suspirou. "Eu verdadeiramente aprecio sua ajuda." Ela bateu levemente em seu ombro." Helene pausou. George. Não é como se eles estivessem tentando se esconder. "Mas como posso ir com você quando eu prometi ficar aqui com Philip?" . "Eu quero ir para Dover.

ou eu sou 4 muito tolo também?" . "Se você me perguntasse. eu teria levado você. Eu odiava ser escoltada por homens jovens tolos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C George a olhou afiado. O que na Terra você estava fazendo com ele no teatro? Eu pensei que você odiasse sair em sociedade?" "Isto não é completamente verdade. "Eu tenho querido lhe perguntar sobre isto." Ele franziu o cenho.

"E você apreciou sua noite?" "Eu certamente apreciei a ópera. Meu companheiro se comportou muito adequadamente também. não é?" . mas você é casado e você sabe como eu sinto sobre isto." "Eu sei. "Claro que você não é." George levantou-se." 4 "Você sucumbiu a seus charmes ocultos. e continua a me irritar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela removeu a mão de seu ombro.

"Isso foi desnecessário. o que você 'garantiu' para Philip 4 Ross?" ." Ele olhou fixamente para ela. "Se posso ser tão ousado. "Não há necessidade de usar esse tom comigo." "Eu sinto muito. George. mas eu não tenho tempo para lidar com seus assuntos com Philip." Ele endureceu. Eu não sou sua esposa.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene franziu o cenho. Eu devo achar Marguerite. seu rosto inexpressivo.

" . então eu fiz um trato com ele. "Nós alcançamos um impasse sobre a questão das ações. eu consigo as ações de volta. Ele tem que sobreviver a trinta dias trabalhando comigo na casa de prazer.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene enfocou em arrumar a pena e o diário. "E não ocorreu a você me informar de seus planos? Eu sou seu parceiro de negócios também. Se ele falhar. Ela sabia que ele não tomaria suas revelações bem e decidiu ser econômica com a verdade. sua boca uma linha dura. pouco disposta a encontrar o olhar de George." 4 George a considerou.

aqui é Sr. vendo como você está agora tão perto. . "Infelizmente. "Sim. "Ah. eu sou incapaz de acompanhá-la de qualquer maneira. George.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Aconteceu muito de repente." 4 Ele se curvou. Ross." "Cuidando de seus filhos. Talvez você devesse dizer-lhe as suas novidades. quando você estava fora em Brighton." Helene rezou por paciência." Ele abruptamente girou para enfrentar a porta. e eu aprecio mais do que posso dizer a você.

" . "Que notícias são essas?" 4 Helene se sentou. Mande-me uma mensagem se você precisar de mim.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Eu tenho uma reunião com o banco. Seu olhar inquiridor encontrou Helene. "Onde você estava? São quase dez horas." Philip inclinou a cabeça um escasso centímetro quando George movimentou a cabeça bruscamente e deslizou passando por ele.

sim. O visconde HarcourtDeVere me pediu para encontrar-me com ele em sua casa. "O visconde disse-me algo muito interessante sobre o início da casa de 4 prazer." Ele olhou-a cuidadosamente quando se instalou na cadeira que George acabara de desocupar." . eu esqueci. "Eu disse a você.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Suas sobrancelhas levantaram-se." "Ah.

ele disse que você foi muito heróica." tentou sorrir." "Quase isso. De fato. "Ele disse-me que Lord George não era a única pessoa que você ajudou a salvar da Bastilha.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Realmente?" Helene exagerou com os artigos restantes em sua escrivaninha enquanto tentava pensar numa maneira de dizer a Philip que ela precisava ir para Dover sem despertar suas suspeitas." Ela importância. 4 "Ele é propenso a exagerar minha .

De fato." "Mas você me deixou acreditar nisto." 4 "Você aprecia ser descrita como uma prostituta. "Eu sinceramente duvido." "Eu não tenho que me justificar para cada homem que conheço. então?" .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele segurou o olhar dela. Isso era completamente sua sugestão. seu negócio foi subsidiado por algumas daquelas pessoas agradecidas. Por que você permitiu que eu pensasse que você dormiu seu caminho para adquirir a casa de prazer?" "Eu não fiz. Philip.

existe uma razão para esta conversa?" . Ela precisava achar 4 Marguerite. eu sempre serei uma prostituta.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela encolheu os ombros. "Para a maioria das pessoas." "Que suposição incrivelmente arrogante. Por que ele estava tão bravo? Ela realmente não tinha tempo para isso. independente de meus motivos. Aqueles que se preocupam em me conhecer sabem a verdade. "Philip." Seus olhos reluziam enquanto ele continuava a olhar para ela.

" . por favor. "Eu pretendia expressar minha admiração por você e oferecer minhas 4 desculpas por minhas suposições fanáticas. mas eu realmente não tenho tempo para discutir isso. Mas." Sua expressão era agora trovejante. lembrando-lhe notavelmente George mais cedo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "O que diabo isso quer dizer?" "Eu não sei por que você está aborrecido. não me deixe desperdiçar seu tempo valioso.

"Você." 4 Ele levantou-se." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene bateu a mão na escrivaninha." "Eu tenho que ir para Dover." "Quando?" "Assim que eu possa organizar isto. Você é a pessoa que parece estar tendo dificuldade de concentração. por favor. "Eu pensei que estava. "Eu posso levar você em meu cabriolé. pode me ouvir?" Ele olhou de volta para ela.

Talvez você devesse ficar e assumir o comando pelo dia." ." Seu sorriso era deliberadamente confrontante. Eu prefiro ir com você. obrigado." "Você deveria estar aprendendo sobre à casa de prazer. "Eu deveria ser sua sombra." 4 "Não. "Não é possível você me emprestar seu cabriolé e ficar aqui?" "Não.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela mordeu o lábio. lembra? E eu certamente não confiaria em você com meus cavalos.

só continuando a ficar lá." Ainda estava chuviscando quando eles partiram." Helene sacudiu a cabeça quando se apressou para a porta. Philip também envolveu um cobertor 4 espesso acima de seus joelhos e levantou o teto do cabriolé para dispor-lhes alguma . "Venha comigo se for preciso.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela olhou para ele em frustração. "Vou buscar meu chapéu e peliça e encontro você no hall. desperdiçando tempo ainda mais precioso. Afortunadamente ela colocou sua peliça mais quente e botas de pele forrada. Ele nem sequer vacilou.

quando finalmente abandonaram o caos da cidade e se dirigiram para a área mais aberta da estrada de Dover. ele estava extremamente confiante nas rédeas. Ele olhou para ela. "Está tudo bem. Ela deixou uma nota apressada para os gêmeos e sua acompanhante e enviou uma a George pedindo-lhe para 4 transmitir novas informações à estalagem Sereia em Dover onde ela esperava ficar. Para sua surpresa.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C proteção. A chuva gotejava da borda de seu chapéu em um padrão fixo sobre seus joelhos. Helene?" . mesmo no trânsito enlouquecedor de Londres.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Sim. "Eu aprecio sua ajuda." "Eu sou agradecida. Eu estava 4 concentrando em nos fazer sair da cidade antes de perguntar. você me pegou na minha palavra que eu precisava para ir.” uma explicação." Ele bufou seu olhar afiado de volta aos cavalos e a estrada. "Não é que eu tenha notado. Você não pediu detalhes. obrigado." "Eu ainda estou esperando apenas me ." Ela tentou sorrir.

ela não teria que dizer qualquer coisa a Philip de modo algum.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela suspirou. Ela olhou para o céu cinzento nublado. "Eu tenho que te contar tudo?" Ele não respondeu imediatamente enquanto suas mãos enluvadas tocavam as rédeas para guiar os cavalos ao redor de um buraco grande. . Se não houvesse nenhum rastro de Marguerite e 4 seu marido em Dover. "Você pelo menos podia esperar até que nós cheguemos a Dover?" "Eu posso esperar tanto tempo." Helene soltou a respiração.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela lhe lançou um olhar rápido. Ela deu uma risada relutante 4 repentina. Ela não podia deixar de lembrar-se de sua última viagem com Philip. o acidente do coche que mudou sua vida. mas pelo menos ela podia decidir exatamente como ela podia se safar. "Vamos esperar que não neve." . presos pela neve. iluminando a aspereza da paisagem de inicio de inverno. seu encontro apaixonado na pousada. O sol apareceu brevemente através da massa de nuvens. bem. talvez ela dissesse.

" .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você está preocupado em estar presa em outra pousada comigo?" "Não. sentido seu grupo de músculos do braço em baixo de seu casaco à medida que ele lutava com as rédeas." "Você estava com medo de mim?" "Não de você." Ela se inclinou quando o cabriolé virou à direita e pegou um leve toque de fumaça de charuto e sândalo. desta vez eu não estaria tão assustada. "Eu tinha medo de 4 como você me fez sentir.

" ele disse devagar. "Eu sempre acreditei que uma pessoa tinha que ser fiel às escolhas que faz." . mas às vezes desejava que eu soubesse então o que sei agora. estávamos?" Ela mordeu o lábio." "E o que é isso?" 4 "Que grandes paixões não chegam com muita frequência. "Nenhum de nós estava preparados para lidar com uma paixão tão grande nessa idade.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu acredito que eu sentia a mesma coisa.

fazendo Helene procurar um lugar mais seguro para segurar. "Fique confortável.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela ficou em silêncio enquanto se aproximavam de uma barreira de pedágio. Ele olhou para ela. Ele usou o chicote em seus cavalos. esperou enquanto Philip lançava algumas moedas ao porteiro. aumentando o ritmo. e seguiram em frente. madame." . Nós ainda temos um caminho 4 longo para percorrer. A chuva parou e o sol brilhante lutava com algumas nuvens remanescentes.

4 .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Estava escuro no momento em que os cavalos batiam contra os paralelepípedos do estábulo da Pousada Sereia. com toda a agilidade de um homem que tinha estado em uma movimentação no parque ao invés de uma viagem de oitenta milhas moendo ossos. Philip parecia muito bem. e sentia seus pés como blocos de gelo. Os dentes de Helene estavam batendo. Ele saltou do cabriolé. À parte de um nariz vermelho.

Ela olhou para ele quando ele voltou para fora para conversar com o 4 cavalariço.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele não se preocupou em dar a mão a Helene fora do cabriolé. o proprietário . chutou-a aberta. e a depositou no tapete esfarrapado dentro. "Proprietário!" Seu grito imperioso ricocheteou no teto de gesso baixo e perfurou a cabeça de Helene. Ele simplesmente a pegou andou a passos largos para a porta. e quando Philip voltou. O cabriolé foi levado para longe.

venha por aqui. . só para ser impedida por Philip. Você pode nos acomodar?" "Sim. Por favor. Helene abriu a boca. senhor." Helene seguiu para a escada estreita e permitiu que ele lhe mostrasse um quarto encantador voltado para frente da casa.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C estava se curvando para ambos. O proprietário acendeu o fogo enquanto conversava com Philip sobre o 4 tempo prometendo um bom jantar antes da hora e ficou em pé. realmente. "Nós precisamos de um quarto para a noite.

. talvez você também pudesse fornecer a minha esposa um tijolo quente para seus pés e talvez algo para sua enxaqueca. "Meu bom homem. em um piscar de olhos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Com um suspiro. 4 prometendo todos os tipos de delicias. Philip deu-lhe um olhar afiado. ela tirou seu chapéu e luvas e afundou na cadeira mais próxima. Ela pressionou uma mão na cabeça dolorida." Imediatamente o proprietário parou de falar e curvou-se a caminho da porta.

"Eu ficarei bem quando eu ficar parada por um tempo. ele veio se ajoelhar ao lado de sua cadeira.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene suspirou agradecida quando ele finalmente deixou o quarto. e as luvas e estendeu as mãos para o fogo. Depois de um tempo. casaco." ." Ele acariciou sua mão. Eu nunca fui uma boa viajante. "Você está bem?" Ela forçou um sorriso. Achei que você queria chegar aqui tão depressa quanto possível. Philip tirou seu chapéu. "Eu sinto 4 muito se nós viajamos muito rápido.

" "Você esperava que eu me sentasse e deixasse você assumir o comando?" Ela estudou sua expressão afrontada. "Acho que não. "Embora estes dias eu não esteja acostumada a ter um homem dirigindo meus planos de viagem." 4 "Desapontada?" "Não por isso.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu fiz e agradeço por seus esforços." Ela enrugou o nariz para ele." . Você é muito mais um desafio. Você não me parece o tipo de homem que estaria confortável com uma mulher dizendo-lhe o que fazer.

" "Obrigado. "Boa noite. Madame. eu trarei junto com seu jantar." Ela sorriu a Helene. senhor. que diz que você deve bebêla enquanto está quente." Ela fez 4 uma mesura. Você sabe se há alguma mensagem para mim?" "Eu verificarei. Madame." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu estou contente por ouvir isto." Ele ficou de pé quando houve uma batida na porta. Ele a abriu e admitiu uma empregada jovem de seios grandes. "Eu tenho um tijolo quente para seus pés e uma tisana de ervas de minha senhora. "Se houver alguma.

" Philip encolheu os ombros." "Estou certa que você pode. estará em meu próprio nome." Ela tomou um gole de sua tisana e inalou os 4 odores calmantes de mel e camomila. Talvez você não devesse ter dito ao proprietário que éramos casados.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene fez careta a Philip quando ele fechou a porta atrás da empregada. "Eu ouvi muitos homens casados construindo . "Estou certo que nós podemos pensar sobre uma explicação plausível. "Eu devia imaginar que. se George me deixou uma mensagem.

" "Você não precisa se preocupar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C desculpas para parecer que esqueceram que tinham uma esposa. Alguns deles eram até bastante imaginativos. então. "Se George me deixou um mensagem. Só diga-me mais e deixe para mim." "Eu não lhe pedi para me acompanhar. eu poderia precisar sair depois do jantar." "Certamente que pode esperar até manhã? Está extremamente tarde para 4 estar vagando pelas ruas de um porto conhecido." ." Helene brevemente fechou os olhos quando sua enxaqueca começou a aliviar.

Helene. "Nós não terminamos esta discussão. "Você não acha que eu permitiria que você saísse sem escolta?" "Não é uma questão sobre o que você 'permite'." 4 Um golpe na porta os interrompeu." "Eu sou bastante capaz de cuidar de mim mesma. lembra-se?" "Mas você é uma mulher vulnerável." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele ficou imóvel. Philip levantou-se para abrir a porta. Eu não sou sua esposa.

"Sim. nós terminamos. Teria que ser você?" Helene movimentou a cabeça encorajando-a enquanto Philip fingia inspecionar os pratos fumegantes de comida na bandeja. "Havia uma mensagem que veio para uma senhora de cabelos loiros. 4 "Aqui está então." "Obrigada." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela docemente sorriu." A empregada que trouxe a tisana colocou uma grande bandeja coberta no aparador e virou-se para Helene.

O cheiro suculento de cordeiro assado e frango encheu o quarto. A empregada fez outra reverência e levantou as tampas dos alimentos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene tomou a nota selada e deslizou-a em sua bolsinha. senhor." . Para sua surpresa." Desta vez a criada dirigiu-se a Philip. Helene percebeu que ela estava com fome. "Eu trarei alguns pratos mais e um pouco de queijo bom e porto também. 4 "Isso seria excelente.

"Você não vai abri-la?" . Durante algum tempo. Ela equilibrou o prato precariamente em seus joelhos quando Philip juntou-se ela. houve silêncio enquanto ambos comiam. Seus dedos deslizaram em sua bolsinha e tocaram 4 a nota. lavando o alimento com quantidades generosas de um bom vinho tinto.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene permitiu que Philip lhe servisse um prato de comida e levou para a cadeira mais próxima do fogo. Philip continuou a comer. Helene não conseguiu muito. mas seu estômago estava definitivamente mais constante.

." Ela abriu o selo da carta e depressa esquadrinhou o conteúdo. Se formos sortudos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela quase saltou quando ele fixou seu olhar nela. "Eu suponho que deveria. "Ah." "Bem?" 4 . isso pode revelar-se uma tentativa absurda. seus olhos castanhos a considerando.." Ele retirou seus pratos e se recostou na cadeira. "Você ainda não me disse o que ou quem estamos perseguindo." "Talvez eu não precise.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Ela está aqui." 4 Surpresa chamejou em seus olhos." "Eu pensei que sua filha estava seguramente abrigada em sua casa em Londres. O que aconteceu? Ela fugiu?" "Esta é minha filha mais velha. "Exatamente quantos filhos você tem?" ." "Quem?" "Minha filha.

"Ela é maior de idade. e nenhuma mulher mencionou um casamento.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Três." "Como ela casou recentemente?" "Por que deveria importar?" "Porque eu tenho vivido em sua casa por mais de uma semana. Minha filha primogênita se casou recentemente." Calor floresceu nas bochechas de4 Helene. Sua decisão para casar foi seu próprio negócio. isto é tudo. meu senhor." . Isso deve ser inédito. e eu preciso falar com ela.

Philip se sentou adiante em sua cadeira e juntou as mãos entre os joelhos." Ela assistiu a perplexidade em seu rosto aprofundar e resignouse para mais explicações." "Antes mesmo de me conhecer?" 4 Helene inclinou a cabeça. "Você teve um filho quando tinha quinze anos?" "Oui. .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Quantos anos ela tem?" "Vinte e um.

Eu desejo falar com ela e ter certeza que tudo está bem e 4 que ela não foi coagida ou forçada de qualquer maneira. Sou sua mãe. Aos olhos da maioria das pessoas. "Mas você não está feliz.." "Por que você pensaria isto?" ." "Eu.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu tenho que assumir ela casou sem seu consentimento." Suas sobrancelhas se levantaram. Acredito que seu marido é um par do reino." Ele franziu o cenho. ela fez muito bem.. "Ela se casou tolamente?" "Depende de seu ponto de vista.

" 4 "Você não vem comigo. "Então vamos sair." . "Claro que não." Ele levantou-se e olhou para ela." "Você assume que alguém que tenha estado ali é suspeito de algum modo?" Ela o atacou.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene se levantou e foi para a janela com vista para a rua abaixo. "Porque eu tenho uma vaga lembrança do homem. Eu só gostaria de ver minha filha e me assegurar que tudo está bem. com quem se casou na casa de prazer." "Então você não está indo.

" Ele encolheu os ombros. você não tem nenhum direito de me dar ordens. "Eu tenho todo o direito." 4 .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Philip Ross. Isto é extremamente perigoso." Ela bateu o pé. Nenhuma dama sob minha proteção sai sozinha à noite. "Eu não sou uma dama!" "Você deseja ser confundida com uma prostituta novamente? Porque se você sair sozinha. eu estou certo que isso acontecerá.

inclinandose contra a porta. você espera do lado de fora. Seus dedos coçando para pegar o atiçador da lareira e bater-lhe com força na cabeça." . Eu recuso-me a comprometer mais que isto." Ele se curvou." 4 "Você recusa se comprometer?" Helene agarrou seu chapéu e colocou-o na cabeça. "Se você vier comigo. "Eu esperarei do lado de fora do quarto que você ocupar. "Você é a pessoa se comportando como um completo tirano.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela olhou para ele quando ele se moveu para bloquear sua saída.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "É pegar ou largar." Ela olhou para ele para um longo momento. feroz. imaginava sua forma sem vida estirada sobre a lareira." . "Certo. Dificilmente soa como se ela 4 estivesse ansiosa para evitar ser descoberta." "The Royal Dover?" Ele fez uma pausa enquanto encolhia os ombros em seu casaco. Helene. "Essa é a melhor acomodação na cidade. Marguerite e seu marido estão hospedados na The Royal Dover.

Eu tenho meus próprios filhos. "Tenho certeza que tudo ficará bem. Ele beijou sua garganta. "Isto é verdade. Eu não posso simplesmente a roubar de volta." "Fácil para você dizer." ." Helene amarrou as fitas de seu chapéu e agarrou sua peliça. ela é maior de idade. Philip tirou-lhe das mãos e a ajudou com isso. mas eu entendo Helene.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Como eu disse. 4 Ele segurou a porta aberta para ela. fazendo-a tremer." ela murmurou enquanto ela calçava as luvas.

Helene manteve aquele pensamento azedo para ela mesma enquanto descia os degraus e saia para a escuridão da noite hostil.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Mais do que você sabe. 4 .

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C 4 Capítulo Dezenove .

O que na Terra . 4 Helene passou longos minutos de espera em uma tentativa infrutífera para dispor seus argumentos para Marguerite. ela se viu levada a uma sala de estar privada para aguardar Marguerite enquanto Philip permanecia discretamente em guarda a porta. Helene estava quase agradecida pelo ar de comando de Philip e a expectativa imediata de ser atendido também. Dentro de pouco tempo mesmo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Quando eles entraram na pousada The Royal Dover. Mas nada pareceu ajudar.

Seu cabelo escuro estava recuado de seu rosto e empilhado em sua cabeça. A porta abriu e Helene se virou para enfrentar Marguerite.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C ela podia dizer? O relacionamento delas era extremamente frágil para arriscar dizer a coisa errada. Dois anéis escovados em suas bochechas cor de azeitona. . Marguerite se assemelhava a Helene. mas sua 4 coloração era toda sua. Em estatura. Ela parecia tão apreensiva como Helene se sentia. Ela estava vestida com um elegante vestido de seda azul de corte baixo que combinava com seus olhos.

minha querida. "Um amigo meu me disse que você e seu marido reservaram passagem para a Inglaterra. "Como você sabia que eu estava em Dover?" Helene deu de ombros. "Não.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Maman."4 . Eu só queria desejar-lhe felicidade e ter certeza que tudo estava bem com você. Há algo de errado?" Helene tentou um sorriso." Marguerite parou junto à porta como se esperasse uma emboscada.

eu quis saber quando você 4 retornasse a Inglaterra. nem sou tão rica." ." "Mas você tem muitos clientes que podiam ajudar você." Helene suspirou. "Isto é verdade e eu confesso.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Marguerite franziu a testa. "Você está dizendo que você esteve me seguindo?" "Como eu podia fazer isto? Eu não estou trabalhando para o governo.

"Eu disse a você que eu estava segura. e lhe pedi para me deixar em paz. Justin está vindo para jantar comigo." Helene respirou fundo." "Eu sei. "Você está4 bem?" . "Eu tenho que voltar logo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Por quê?" Marguerite juntou seu mantô de seda negra mais perto dos peitos. "Você se sentará um momento para que possamos conversar?" Marguerite olhou hesitantemente na porta." Helene se sentou e gesticulou para a cadeira a sua frente.

Maman. "Eu estou contente por ver você feliz. "Eu estou apaixonado." ." Helene não pode deixar de sorrir de volta.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu estou bem." 4 "Então você é realmente uma mulher de sorte." "Como eu não poderia ser? Justin faz-me sentir a mulher mais preciosa no mundo. Isso não é o melhor sentimento do mundo?" "É. minha querida. Ele diz que me adora." Ela sorriu radiante.

ele pensa que é muito divertido que você é minha mãe.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Marguerite suspirou sua expressão de felicidade. Na verdade. e ele não se importa que eu seja ilegítima." "Você disse a ele sobre mim?" "Ele sabe quem você é. E o que é melhor mesmo é que eu lhe disse tudo sobre a minha vida." . Ele também parece pensar que é por isso que esfregamos juntos tão 4 bem. "Eu sei.

e ele estava tendo alguns problemas para alguém entender seu francês terrível. "Desculpe-me por não lhe dizer que eu estava indo me casar. Seu cavalo 4 tinha perdido uma ferradura.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene não tinha certeza de que gostou do som disto. Isso tudo aconteceu muito depressa." . Eu encontrei Justin na aldeia enquanto estava levando alguns recados para as freiras. Justin Lockwood acreditava que Marguerite tinha as mesmas amplas tolerâncias sexual como sua mãe? Foi por isso que ele casou-se com ela? Marguerite afundou na cadeira ao lado de Helene.

Apesar de seus receios. Nenhuma 4 sugestão de coação." Não havia nenhum sinal de tensão nas palavras de Marguerite. ." Marguerite olhou para ela. Era óbvio que ela não precisava ser resgatada afinal. "Eu estou tão contente por ouvir isto. Esta é uma oportunidade maravilhosa para mim. Você não precisa ter nenhum medo disso. Helene tinha que acreditar tudo daria certo para o melhor. compartilhar minha vida com um homem que eu respeito e amo. sua expressão aliviada.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene conseguiu sorrir. minha querida. "Eu não pretendo me intrometer em seu casamento.

nós podemos nos encontrar mais regularmente. Eu sei o quão duro foi para você depois que eu nasci." . "Você escreverá para mim?" "Claro. Maman." 4 "Eu gostaria de ter feito mais. Eu gostaria de ter mantido você comigo através de tudo isso. E quando estivermos estabelecidos. "Você não deve me achar ingrata por tudo que você fez por mim." Marguerite hesitou.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela apertou a mão de Marguerite." "Eu gostaria disso.

me deu uma educação e oportunidades que lhe foram negadas. não é? Você me manteve viva.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Marguerite olhou séria. "Eles ainda me odeiam. O que mais uma criança podia querer?" "Você poderia querer fazer a Christian e Lisette essa pergunta. "Você fez o seu melhor." Helene suspirou. Você soube que eles apareceram na Inglaterra?" "Os gêmeos? Como eles souberam onde você vive?" 4 Helene observou Marguerite atentamente. "Você não disse a eles?" .

" Uma lágrima deslizou pelo rosto de Helene. eu odiei você durante algum tempo também. Marguerite lhe dera o maior 4 presente de todos. "Isto é tão típico deles. Eu prometi não fazer isso.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Claro que não. Então você teve a coragem para vir a mim e me dizer a verdade. perdão. Quando eu era mais jovem. Agora eu estou orgulhosa de ser sua filha. Assim como ela resolveu deixar sua filha fazer suas próprias escolhas e ser feliz por ela. Havia lago mais doce que isso para uma mãe? ." Marguerite sorriu.

" "Eu escreverei também. Eu prometo. Maman. "Je t 'aime." . "Eu verdadeiramente desejo que seja feliz." Por um momento. Marguerite." (Eu te amo. "Je t 'aime. também) 4 "Eu escreverei para você. nenhuma delas falou apenas se abraçaram em um forte e esmagante abraço." (eu te amo. mamãe) Marguerite sussurrou. aussi.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Obrigada." Helene abraçou Marguerite forte.

enxugou as bochechas." . "Eu tenho que ir agora.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Marguerite desvencilhou-se. "Sim. e saltou. seu sorriso morrendo. Eu não estou certa do que faremos de nós mesmos quando ele tiver que ir para casa. balançando os cachos enquanto abria a porta. Justin e Harry estarão esperando por mim. isto não é maravilhoso? Ele certamente animou tanto nosso espírito e 4 nossa viagem pela Europa. também." Helene levantou-se. "Sir Harry Jones está viajando com vocês?" Marguerite movimentou a cabeça.

Marguerite saltou levemente os degraus. Se Justin Lockwood verdadeiramente quis dizer seus votos de casamento. seu vestido de cetim escuro rapidamente misturando-se com a escuridão. "Onde você está indo?" . Helene reprimiu um desejo de chamá-la de volta. adverti-la.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Com um último beijo. não era como se Sir Harry representasse uma ameaça para Marguerite. Ela começou ir para a porta e achou 4 seu caminho bloqueado por Philip. mas do que? Os casais muitas vezes levavam outras pessoas ao longo de suas luas de mel.

perguntou-se se suas dúvidas estavam claras em seu rosto como seu controle apertado.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela olhou para ele. "Você pode me levar de volta para a estalagem?" 4 ." Era difícil resistir o desejo de correr até os degraus depois de Marguerite e implorar a ela para voltar para casa. mas ela não tinha nenhuma escolha. "O que é isto? Algo está errado?" "Eu não estou certa.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Claro. . Se for verdade. A excitação gerou um frisson de perigo em Helene." Ele tomou seu braço e a guiou em direção à parte traseira da pousada. uma sensação de que a violência 4 podia estourar a qualquer momento." Lá fora. Philip a puxou para mais perto a seu lado e a manteve dentro da extremidade da calçada. nós teremos que vigiar nosso passo. as ruas de pedras estreitas pareciam estar cheias de homens de todas as idades e classes com a intenção de achar o local de rumores da luta. "Eu ouvi os rumores de uma luta de boxe em uma das tabernas do cais.

"Eu sinto muito. Lembrou a ela de sua família capturada durante a revolução. da sensação de serem . forçando todos os outros para os lados. Você está bem?" 4 Ela prendeu a respiração enquanto a multidão surgiu ao redor deles. Philip amaldiçoou quando um bando de marinheiros começou a correr pelo meio da multidão espremida. Helene. Helene ofegou quando Philip foi derrubado contra ela.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Um rugido e o impacto de vidro quebrado à frente deles enviaram mais ondas de energia pulsando pela multidão. empurrando-a contra a janela de arco de uma loja de chapelaria.

"Helene. A multidão rugia passando por eles como um poderoso rio em inundação. trouxe-a para colidir sobre seu lado.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C apanhados em algo que ela não podia controlar. diga alguma coisa. A multidão tinha invadido a carruagem dos seus pais. e arrastou-os como animais ao sacrifício para satisfazer sua sede de sangue. "Inferno e danação!" Philip a pegou em torno da cintura e puxou de volta para a relativa segurança de uma passagem entre duas lojas. invencível e indiferente sobre o dano 4 causado em sua esteira." .

." os .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela olhou para o rosto preocupado de Philip. "Helene. desesperada por algo para conectá-la com o presente. "Eu estou bem agora. Por um momento. viu sua determinação de protegêla refletida em seus olhos castanhos.. rasgar seus pensamentos longe dos horrores do passado. Ela estendeu a mão trêmula e tocou o rosto." Ela administrou um sorriso trêmulo. eu temi estar de volta na França durante 4 terrores do passado.

"Eu sei. Ele não precisou de nenhum convite adicional para beijá-la de volta." Ela subiu na ponta dos pés e beijou sua boca. . Ela deslizou a mão entre 4 eles e segurou suas bolas." Ela o beijou novamente. Eu juro que não deixarei ninguém machucar você. mordiscando seu lábio inferior. eu nem sequer pensei nisso.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Deus. seu corpo pressionando-a contra a parede de pedra irregular enquanto ele devorava sua boca. mais forte desta vez.

Vamos. Ela teria lhe deixado tomá-la direto então contra a parede. Nós estamos quase no Sereia." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele gemeu e se afastou dela. "Não aqui." Helene o apertou mais uma vez e então o soltou. Não é seguro. "A maior parte da 4 multidão desapareceu. Philip agarrou sua mão e esticou sua cabeça fora do beco. mas descobriu que seu medo de ser achada pela turba era ainda maior.

mas ela continuou correndo quando a placa da estalagem Sereia surgiu. . Helene mal teve tempo de agarrar um punhado de suas saias para se prevenir de tropeçar e estava agradecida de que vestia botas para caminhar de sola plana.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele puxou forte pela mão e começou a descer a rua. Sua respiração ficou desigual. Philip a puxou para o corredor e subiu os degraus. sustentou seu olhar. Ainda lutando para respirar. batendo a porta do quarto fechada atrás dele. Ele se inclinou contra a porta. sua respiração tão rota quanto à dela. ela o enfrentou. 4 o deixando ver a luxúria em seus olhos.

"Você vai me dizer o que aconteceu?" Ela balançou cabeça.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Um músculo palpitou em sua bochecha quando ele olhou para ela. "Você não acha que eu tenho direito a uma explicação?" Ela se concentrou nos planos rígidos de seu rosto. precisava dele para tocá-la tão mal que seu corpo inteiro começou a tremer. 4 "Eu quero que você me foda." .

"Isto é tudo que eu sou para você? Alguém para foder?" "Não é o que sou para você?" "Você é mais que isso. e atirou-os sobre uma cadeira.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Sua expressão apertada." ." "Porque eu entendo você?" Ele tirou o casaco e chapéu. e você sabe disso. "Você está 4 sugerindo que não? Você é a primeira mulher que já falei sobre minha esposa e seu amante.

" "Eu sou experimentado o suficiente para saber a verdade quando eu a vejo. "E você é um perito sobre o sexo. "Eu sou uma prostituta. "Como assim?" Ele avançou em direção a ela." . encorajou-a.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela encolheu os ombros." "Você é uma mentirosa. abanou-a ainda mais alto." Ela alimentou sua raiva. Temos de ser boas ouvintes. "Você usa sexo para esconder seus verdadeiros sentimentos e transformar homens em babões tolos." 4 Ela sacudiu a cabeça.

" Seus dedos deslizaram debaixo de seu queixo. e ele forçou sua cabeça até seus olhos se encontrarem. mas esta noite vai ser nos meus termos. não seu. "Claro que sim." "Nenhum homem jamais conseguiu me satisfazer à noite toda." . Como ele ousava tentar dizer por que ela fez tudo de algum modo! "Então você não que me foder.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela abaixou o olhar enquanto lutava para assimilar o que ele tinha dito. Eu pretendo 4 fazer amor com você até que você implore para eu parar.

não?" Seus lábios frios fecharam sobre o dela. rasgando e arrancando quando ele não podia conseguir acesso rápido o suficiente. ele a levou em direção à cama e a sentou na extremidade. Suas mãos trabalhavam nos botões e fitas de seu vestido. esta noite será uma primeira vez para você. e ela ofegou quando a língua encheu sua boca. Com uma maldição murmurada. Helene gemeu conforme ele curvou sua cabeça e adicionou o tormento de sua língua e dentes em .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Então. usando4o polegar para seu clitóris. Ele usou seus ombros largos para empurrar suas pernas separadamente e deslizar dois dedos dentro dela.

Ele as afastou. buscando as delicias penetrantes de sua língua. Helene. boca e queixo cintilando com sua nata. inchado. "Um corpo tão bonito. sentindo seu corpo recolher-se para um clímax. sua expressão selvagem. Ela tentou não se contorcer e implorar para ele deixá-la gozar enquanto ele tirava seu vestido e anáguas. Tão fácil para um homem perder-se nele e em 4 você. Ela ergueu os quadris. deixando as meias de seda e ligas.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C seu sexo molhado." .

A outra mão envolvia seu seio. antecipando sua próxima carícia. que ela avidamente sorveu. Eu quero que você faça isto rápido. sua língua revestida em seus sucos. precisando disto mais do que precisava respirar. olhou enquanto deslizava dentro e fora. seus nervos estirados apertados. Ele a beijou. "Você vai tomar meu pau em sua 4 boca e me tomar duro agora. Ela estava tremendo agora. como um homem." . usando o polegar para trazer seu mamilo para um ponto duro e dolorido. Os sons da suave sucção molhada excitando-a ainda mais.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele deslizou um dedo dentro dela.

ele parecia surpreso por seu conhecimento de suas atividades sexuais. como Adam.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Como Adam?" "Sim. Sua 4 seta já estendendo a roupa de baixo. Ele estremeceu quando as puxou para baixo para revelar seu pênis. então? Ele percebeu o que verdadeiramente desejava? Ele a ajudou a descer da cama e lentamente desabotoou seus calções. ." Para seu aborrecimento. Tinha ele chegado a um acordo com suas necessidades.

" Ela abriu a boca. e com uma onda de seus quadris.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Faça isto. Ele apertou a mão em seu cabelo. Não que ela se importasse. não se permitindo pensar sobre qualquer coisa . ele alimentou seu pênis entre os lábios." Helene ficou de joelhos aos pés dele e lambeu a gotejante coroa de seu pênis. Ela queria ser subjugada e dominada. Ela teve pouco tempo para se preparar quando ele começou a se 4 empurrar mais fundo com cada dura punhalada. "Tome tudo.

"Pare agora. Apesar de sua irritação. E ele sabia disso.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C exceto no prazer dele." . Ele bateu nos joelhos. precisa do meu pau." 4 "Você." Ela segurou ainda quando ele cuidadosamente removeu a seta de sua boca e sentou fortemente na cadeira mais próxima. porém. "Venha aqui." "Eu não sou seu cachorro. ele ainda sabia o que ela queria e estava mais que disposto a dar isto para ela.

então eu diria que é uma necessidade. Sua seta molhada espessa estava firmada entre eles. ela obedeceu. "Você quer meu pau?" 4 "Se você quiser fazer amor comigo até que eu desmaie. suas coxas escarranchada nas dele. Ele a ergueu sobre seu colo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele não sorria. só continuava a olhar para ela. Com um suspiro. fazendo-a gemer." . couro de camurça macio contra sua pele nua. Seus dedos indicadores e polegares ao redor de seus mamilos beliscando duro.

seu já inchado clitóris roçando contra a raiz de sua seta. Helene?" Ela tentou escapar das ondas de desejo intenso estremecendo por ela. 4 . "Você quer isto. achar uma resposta inteligente. mas não podia.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele apertou seus mamilos novamente. Ele apalpou seus seios novamente puxando as pontas até que eles doeram. Ela não podia evitar se contorcer mais perto dele. curvou a cabeça para aninhar as pontas expostas com sua língua e então seus dentes.

longe de seu pênis. todo cabelo grosso em sua virilha um tormento separado contra seu clitóris. sua boca luxuriante curvada em um canto. Ele deslizou a mão entre suas coxas espalhadas e esfregou a palma contra seu sexo." Helene fechou os olhos quando ele colocou as mãos ao redor de sua cintura e 4 a colocou para trás mais distante em suas coxas. "Diga-me exatamente o que você quer." Ele a considerou. "Sim. seus olhos estreitados. .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela se contorceu contra ele novamente.

" "Só meu pau?" Ela piscou nele. "Eu quero seu pau dentro de mim.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você está certamente molhada o suficiente." Seu tom era de comando o suficiente para incomodar. mas ela estava muito necessitada de alívio para discutir isso agora. então me diga o que você quer. Ela suspirou. "O que mais existe?" 4 .

Embaixo daquela fachada dura.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Tudo o que eu quiser. ele verdadeiramente era um homem excepcionalmente sensual." Helene simplesmente olhou para ele quando sua frequência cardíaca chutou para cima. 4 "Deseja que eu use isto em você?" Suas sobrancelhas levantaram. "Por exemplo. Ela manteve sua expressão neutra. "O que?" . medindo o comprimento do cabo contra seu pênis. isso iria funcionar bem. certo?" Ele esticou o braço e pegou sua escova de cabelo. sua voz ainda mais.

" "Ah. tão cavalheiro. "Talvez agora que você teve Adam." Seu pênis empurrou. acariciou seus dedos sobre o cabo. entendo. gotejando mais pré-sêmen em uma corrida escorregadia súbita.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela tocou as cerdas." "Eu não tive Adam. Eu não estou certo que jamais poderia me tornar íntimo 4 com um homem. Você lhe permite o prazer e não o dá em troca." Ela o observou cuidadosamente por suas pestanas abaixadas. isto é realmente o que você prefere. "Eu posso espancar você com isso. "Ou lubrificar o cabo e inserir isso em seu ânus." .

e achou a imagem não só acreditável." "Talvez. mas altamente excitante. "Mas no momento." Ela olhou para ele. "Talvez você me deixe assistir da próxima vez. vamos nos concentrar em você. tentando imaginá-lo agradando um homem. "Eu não diria isto.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele segurou seu olhar e sorriu devagar." Ele alisou seus dedos sobre a escova." 4 .

ele a virou sobre seu colo. Seu cabelo caiu sobre o rosto quando ela lutou para se endireitar. Ela endureceu quando Philip acariciou sua 4 carne com o lado liso de madeira da sua escova.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Antes que ela pudesse articular outra palavra. Ela estremeceu quando a mão alisou suas nádegas. Isto é verdade?" Helene parou de se mover e ficou imóvel. . mas ele era muito forte. tentando recuperar o fôlego. "A fofoca na cozinha insiste que você nunca experimentou a alegria do último andar.

" "E por que isto?" "Eu pensaria que é óbvio. então você está correto.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Responda a pergunta." . Eu tive suficiente de ser forçada por homens para durar uma vida. Helene." "Você tem medo que pudesse se divertir muito?" 4 "Não seja absurdo." "Se você estiver perguntando se eu nunca permiti a um homem me dominar.

e a colocou em seu sexo." Ele moveu a escova ao redor. Você não confia em mim 4 para fazer isto?" . "Você disse-me queria ser fodida a noite toda.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu não estou planejando forçar você. deslizou a outra mão entre suas pernas. "Porque eu desejo tocar as curvas deliciosas de seu traseiro. claro." "Então por que você não me deixa sentar?" Ela meneou em outra tentativa para ficar livre e sentiu a inchação de seu pênis puxar contra seu quadril.

O que ela queria? E ela podia realmente confiar suficiente que ele não ia machucá-la? "Helene?" Ela estremeceu quando ele bateu a escova cinco vezes contra sua nádega direita e depois à esquerda. que cobria seu sexo já a excitado. sentiu o calor agrupar em sua virilha.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene abriu os olhos e olhou para o padrão usado no tapete vermelho junto à lareira. Cada pequeno bofetão da escova a empurrou contra 4 mão de Philip. .

agarrou-a pela cintura. então fez uma pausa para afagar seus seios e puxar forte seus mamilos. e ela estremeceu quando ele retomou a atenção para suas nádegas. Ela sentiu que estava prestes a atingir o clímax sem ele nem mesmo penetrá4 la e empurrou descaradamente contra sua mão. mais duro dessa vez. ele soltou a escova. alternando da esquerda para a direita.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele fez isto novamente. e endireitou-a. Com uma maldição murmurada. Ela gritou enquanto seu . Calor fundiu em seu sexo. Uma sugestão de dor vislumbrou em sua mente e se transformou em desejo furioso.

lutando contra seu punho de ferro em seus quadris que a seguravam em cima dele. Philip a segurou severamente. Ela gozou forte. "O que você está fazendo?" .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C mundo girava. e ele empalou-a sobre seu pênis em uma punhalada exigente. não fazer ele mesmo gozar quando a ergueu fora dele e a colocou de volta em seu 4 colo. mordendo a boca à medida que ele tentava beijá-la. Ele rezou para. inadvertidamente. a deixou pulsar e se contorcer ao redor de seu pênis até que ela desmoronou contra seu ombro.

ele estava duro agora. estudando a agora ligeiramente avermelhado nádega. "O que eu quero." Ele levantou a escova novamente. Ver alguém sendo espancado o fez duro como o inferno. tão ávido para foder Helene que 4 machucava respirar. .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene soou atordoada e muito diferente dele mesmo. Ele gastou algum tempo no último andar assistindo a clientela realizando atos sexuais ultrajantes. Por Deus. Ele gostou disto.

Ele deslizou um dedo dentro de sua passagem molhada e enrolou ao redor para sondar o lugar especialmente sensível. Ele soube que não podia esperar mais. a apoiou contra a parede mais próxima. Sua respiração sibilou para fora quando ele aplicou um pouco de pressão para a figura do oito que fazia em ambas as nádegas. ele acariciou com as cerdas da escova a pele dela. ele a pegou. Com um gemido áspero. apreciando o modo que ela estremeceu no toque sutil. e empurrou seu . Helene condescendeu gozar novamente. seus gritos afiados um canto de 4 sereia para seu pênis sensível.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Com grande cuidado.

seus saltos afundaram em suas nádegas quando ela o segurou fundo. sua semente a enchendo quando ela gozou com ele.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C pênis dentro dela.. torcendo a última gota de sua ainda pulsante ." 4 Ele só conseguiu gemer seu nome quando gozou dentro dela. "Helene. tomando cada polegada dele. Ela não parou de gozar enquanto ele martelava nela.. sentindo seu sêmen se reunir em suas bolas e forçar seu caminho até seu eixo. Ele começou a grunhir com cada golpe longo.

4 Ele suspirou. ela estava olhando para ele. nenhum amor delicado. Ele não se preocupou em retirar-se. sua expressão agressiva. só a levou até a cama e caiu com ela envolvida em seus braços. Quando ele abriu os olhos. "O que está errado agora?" . isto era sexo em sua forma mais poderosa e crua. o modo que sempre tinha sido e sempre seria. Não havia nenhuma sutileza.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C seta. O modo que devia ser entre eles.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você não me deu uma chance de decidir se eu queria que você me espancasse ou não. Ele amava o modo ." "Você queria." Ele levantou-se sobre um cotovelo para olhar para ela corretamente. Você gritou muito ruidosamente quando gozou para que eu pensasse que ficaria surdo permanentemente. Seus 4 mamilos estavam apertados como brotos vermelhos." "Você é um idiota pretensioso. e suas barrigas estavam entrelaçadas com uma combinação de sua semente e seu suor.

deslizou a mão entre eles para localizar seu clitóris. o achou escorregadio com seu sêmen e muito sensível para seu toque. Você é insaciável. madame?" Seu pênis espessou ao pensamento de têla uma vez mais. Ele usou a ponta de sua língua para excitar seu clitóris até que ela se . Ele angulou os quadris contra sua vagina novamente. "Claro que sim. ele moveu seus quadris. não é?" 4 Ele escorregou para fora dela e beijou o caminho até sua barriga e por seus pelos crespos. Experimentalmente. "Você precisa de mais. a ouviu soltar um suspiro.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C que eles cheiravam juntos.

apreciando a corrida de sua nata. e então partiu em uma excursão de lazer pelos lábios da vagina e sua abertura lisa. ele precisava de ritmo próprio e seu prazer em tantas maneiras4 que pudesse inventar para salvar seu pênis de murchar. Ela estava tão larga para ele agora. ele podia colocar quatro dedos sem que ela parecesse muito apertada. Ele avaliou se realmente tinha a intenção de satisfazê-la a noite toda. e ele pegou sua língua bem no fundo dela para sentir o aperto dos músculos. .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C contorceu contra ele. Ela gozou de repente contra sua boca.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele ajoelhou-se até olhar para ela. Não admira homens lutarem por ela. Se ela pertencesse a ele. feliz que ela gostasse de olhar para ele. Não admira que cada homem em Londres quisesse estar em sua posição. Ela estava deitada na cama. ávido para trazê-la gritando ofegante para aquele platô de perfeição sexual mais uma vez. Ele dificilmente podia culpá-los. Helena de Tróia ressuscitada. Ele queria . olhos azuis suavizados com desejo. ele lutaria por ela também. Helene viu quando ele espalmou seu pênis e puxou-o longe de seu estômago. 4 Ele segurou seu olhar. pernas abertas. seios arfando.

e esperou até que 4 ela gozasse novamente antes de liberá-la. Ele curvou a cabeça. . Mostrou-a para ela antes de revesti-la com a nata espessa de sua semente e deslizá-la dentro dela.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C rastejar em cima da cama e colocar seu pênis entre seus lábios perfeitos. mas ele não estava pronto para gozar novamente ainda. delicadamente deixou os dentes em seu clitóris. Seus quadris resistindo enquanto ele trabalhava isso dentro e fora de sua molhada e fodida vagina. Ele saiu da cama e recuperou a escova.

e o óleo foi fácil de encontrar. 4 . Enquanto ele trabalhava sua vagina e ânus.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Preguiçosamente ele ajoelhou de volta e tocou seu clitóris bem inchado. coletou sua semente em seu dedo. era definitivamente tempo de se tornar mais criativo. Havia uma abundancia de velas no quarto. ela podia ter prazer com seu pênis em sua boca. Se ele quisesse durar a noite toda. e dirigiu-se a seu ânus. Ele sempre quis usar dois dildos em uma mulher ao mesmo tempo.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C 4 .

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Capítulo Vinte 4 .

seu rosto apertado contra o peito dele. Seu coração batia continuamente. confortavelmente. e o estrondo de rodas de carrinho sobre os paralelepípedos abaixo. você realmente é insaciável. "Deus.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene estava esparramada sobre o corpo desossado de Philip. roída pelas traças." . junto com o dela. Estrias tênues de luz cinza penetravam na semiaberta cortina da cama. Ela girou a cabeça ligeiramente para 4 beijar seu mamilo. e ele gemeu. fez as vidraças das janelas em losango vibrarem. Os pássaros estavam cantando. o braço em volta de sua cintura. Helene.

Ele acariciou sua orelha e mordeu delicadamente. ela estava desgastada e completamente satisfeita. "Como já satisfiz sua luxúria. você agora vai me dizer o que aconteceu com Marguerite?" Helene manteve os olhos fechados. mas ela não tinha certeza se queria que Philip soubesse disso ainda.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela sorriu contra seu peito. Na verdade." "Você ia interferir." . "Ela estava preocupada que eu quisesse 4 interferir com o casamento.

mas ela estava tão feliz. "Eu sei." "Pelo que tenho visto e ouvido.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene suspirou. seus instintos são normalmente corretos. Lord Justin Lockwood. Ele é conhecido por ser um 4 homem violento ou um bêbado?" . O que exatamente está preocupando você?" "O marido do Marguerite. Eu não podia pôr-me e estragar tudo puramente por suspeitas não comprovadas e meus instintos." "Eu não acredito que já o tenha conhecido.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Não que eu saiba. "É mais uma questão de onde seus gostos sexuais residem. ." "Então por que ele se preocuparia em se casar?" "A maioria dos homens de sua convicção o fazem. "Você acha que ele é pervertido?" "Não. É o único modo que eles 4 podem evitar os rumores sobre suas inclinações e atividades sexuais." Ela rolou sobre suas costas e olhou fixamente no teto baixo de vigas. só que ele poderia preferir a companhia de homens." Philip franziu o cenho.

"Fazendo o que?" . você acha que eu teria deixado Marguerite com ele? Eu simplesmente o vi com o mesmo homem em diversas ocasiões na casa de prazer. eles se sentem obrigados." 4 Philip levantou-se em um cotovelo e a considerou. "Se eu tivesse. seus olhos castanhos estreitados. a fornecer o próximo herdeiro.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Frequentemente." "Você tem prova dos gostos do seu marido?" Helene virou-se para alisar uma mecha de cabelo do rosto de Philip. por razões de família.

como eu disse. muito próximo." . "Agora Lockwood é casado.” Ele estendeu a mão e traçou o contorno de sua boca com um dedo preguiçoso. só sentado juntos. então?" “Não.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Nada notável." "Não na cama. talvez a amizade alcance sua conclusão 4 natural. é apenas um sentimento que tenho que eles são mais que apenas amigos.

" Philip levantou as sobrancelhas.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene segurou seu olhar. não há nada. "É isso que eu esperava. "É extremamente difícil ser 4 pai ou mãe. "Bem. maldição. não é?" "Não. até que Marguerite disse que Sir Harry os acompanhou em sua lua de mel também. Mas não há nada que eu possa fazer a menos que ela me peça ajuda." "Realmente. não é?" ." Ele acariciou sua bochecha.

Só espere até que seus filhos alcancem seus vinte anos." ." "E isso significou muito para você. não fez?" Ela tentou rir. "Pelo menos Marguerite não me culpa por todos os seus males. "Eu nunca me perdoei por permitir que outros cuidassem de 4 meus filhos enquanto eles estavam crescendo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você não tem nenhuma ideia. como os gêmeos fazem. Ontem à noite ela até me agradeceu por educá-la." Ela beijou seus dedos errantes.

"Não é um bordel. e ela a chicoteou longe. e dificilmente poderia permitir a eles viver com você em um bordel." Sua língua agradou sua palma. 4 Eu quase nunca via minha mãe quando estava crescendo." Ela bateu a mão sobre sua boca. A maioria dos pais de classe alta envia suas crianças para os cuidado de amas de leite." . "Eu sei.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Mas você mesma era só uma criança. mas você foi sábia em não tê-los com você. e internatos. e não me fez nenhum dano. babás.

"Obrigada." "No sentido bíblico?" ." "Por quê?" "Por fazer amor comigo a noite toda e por me compreender. Mas eu conheço você. e beijou sua boca.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela estudou seu rosto relaxado. você é uma 4 mulher." "Eu não teria a pretensão de compreender você de modo algum. não viu nenhuma sugestão de condenação em seu olhar.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele a agarrou. "Você não tem que se provar mais. girando-a de costas." A coroa de seu pênis cutucou seu sexo inchado e deslizou uma polegada." Helene tentou agarrar seus antebraços conforme ele se ajeitou sobre ela. e a noite não terminou ainda. Ele 4 gemeu e lentamente balançou seus quadris. e empurrou o joelho entre suas coxas. "Definitivamente. cada movimento o pressionando mais para o lado de dentro. Você é definitivamente o melhor amante que eu já tive. .

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Deus. permitiu que Philip dirigisse seus movimentos e a interpretasse como4 desejava. Ele levou seu tempo. Você está dolorida?" "Claro que estou." "Você me levará mais uma vez. mas ainda sou humana. Eu sei disso." Suas bolas apertaram contra suas nádegas à medida que ele deslizou todo o caminho até seu centro. seus movimentos lentos e sem pressa em comparação ao primeiro acoplamento feroz da . você está tão apertada quanto uma virgem. Eu posso ser insaciável. e não é de manhã ainda. "Eu prometi satisfazer você a noite toda." Helene fechou os olhos e relaxou.

deixando-a trêmula e se agarrando a Philip. mais rápido agora. quase foi surpreendida quando o prazer colidiu por e através dela. Ele mudou sua posição. Ele congelou sobre ela e gozou em jatos longos de bombeamento de semente bem fundo no seu útero.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C noite. deslizando as mãos sob suas nádegas. Ela não esperava chegar ao clímax. Sua boca cobriu a dela quando ele continuou a empurrar. O calor engolfou a barriga de Helene e fluiu mais baixo para seu sexo. cada movimento 4 mais afiado e mais raso. . e continuou seus golpes longos e regulares.

Seu último pensamento foi que estava contente por não ter que andar a cavalo por todo o caminho de volta para Londres." Com um suspiro. e adormeceu. 4 .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu espero que você esteja satisfeita agora. mas podia relaxar no luxo comparativo do cabriolé. Helene." A voz de Philip era um mero fio. ela o tomou sobre ela. envolvendo os braços e pernas ao redor dele. "Ou então um bom homem morre por nada.

Philip bateu levemente em sua mão enluvada. Às vezes durante a jornada. mas ela ainda estava dolorida. Talvez ela realmente estivesse ficando velha demais para se entregar a tais prolongadas e excitantes brincadeiras sexuais. 4 Bem. talvez ainda não. .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Quando eles alcançaram Londres naquela noite. Helene lamentou a necessidade de ter que sair de sua cama na pousada. Ela sufocou um sorriso contra o ombro de Philip quando recordou alguns dos detalhes de sua relação sexual. Philip fez com que ela se deitasse em seu colo e sustentou seu corpo.

ou eu deveria aproveitar a oportunidade para ir e ver se meu pessoal tem me abandonado e meus aposentos ainda estão de pé?" Relutantemente. . "Sim. Helene. Por que ela se sentia tão segura confiando nele. Helene se endireitou. vá para casa. Você quer que eu vá com você. para 4 entender por que ela havia permitido que ele a tratasse como desejasse." Ela certamente precisava de tempo para considerar sua viagem. e eu verei você de manhã.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Nós estamos quase lá.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele levantou as sobrancelhas para ela. "Por que você soa tão aborrecido? Eu imaginei que você estaria agradecido por uma noite em sua própria cama." Ele deu 4 uma cotovelada em seu lado." "Você acha que eu não estou disposto à outra noite como a última?" Helene olhou meramente para ele até o canto de sua boca levantar em um sorriso relutante. "Talvez você esteja certo. "Eu estou sendo dispensado?" Ela desamarrou as fitas de seu chapéu e o ajustou de volta no meio de sua cabeça. "Não há .

bem. "Eu estou sempre desconfiado quando você sorri assim e concorda 4 comigo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C necessidade de desculpar-se. Se você não pode suportar a ideia de ser dominada novamente." Helene abriu a boca e então a fechou novamente." . Ela não permitiria que este homem exasperante levasse a melhor dela. eu entendo. Ela docemente sorriu. Eu preciso de meu sono. "Você está certo." Ele riu.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C O cabriolé inclinou-se perigosamente para um lado quando Philip manobrou ao redor de uma esquina e diminuiu a velocidade dos cavalos para um passeio. "Você está certa que não quer que eu entre?" . 4 suas mãos firmemente ao redor de sua cintura. Uma virada mais à direita e eles estavam na praça de elegantes casas onde a de Helene estava situada. Ele a ergueu sobre as lajes em um movimento fácil e continuou segurando-a. Um dos criados parado na frente de sua porta correu para segurar os cavalos enquanto Philip descia e a ajudava descer do cabriolé.

"Eu realmente estou muito cansada. uma noite de sono tranquila e ela estaria mais que pronta para enfrentar Philip de manhã. Eu espero que sua viagem tenha sido bem sucedida." . Um bom banho quente. madame. "Bemvinda de volta. soltou-a. curvou-se e voltou para o cabriolé. ela arrastou os passos para a casa. Ela o observou ir embora. Com um suspiro." "Então eu verei você de manhã." Ele beijou sua fronte. todos os músculos em seu corpo protestando.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela sorriu para ele. 4 Judd a encontrou no topo dos degraus. sua forma impecável quando ele girou fora da praça. seu rosto bochechudo agitado.

. Pela 4 expressão resoluta em seu rosto." "Os gêmeos estão bem?" Helene removeu seu chapéu e casaco. ela soube que não estaria subindo em sua cama por um bom tempo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Foi. devo eu dizer. "Há algo que você deseje me dizer?" Ele limpou a garganta quando fechou a porta da frente atrás deles. Obrigado. madame. e Judd os deu para um criado." Ela notou que ele ainda não parecia feliz. existem umas coisas que foram. Judd. um pouco mal. "Bem. realmente.

" Helene dirigiu-se a seu estúdio. Eu só posso me desculpar. Judd ao seu lado. "Isto é um dos pequenos problemas que você mencionou Judd?" "Realmente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eles estão bem. A senhora entrou na casa 4 sob falsas pretensões e insistindo em esperar para lhe falar. Smith-Porterhouse. madame. madame." . Ela parou viu uma mulher elegantemente vestida compassando o corredor fora de sua porta. e felizmente escondidos nos apartamentos de convidado com Sra.

seu olhar de desprezo. seu tom ainda mais. Eu posso ajudá-la?" A mulher virou-se para Helene. 4 "Eu sou Madame Delornay." Helene ergueu o queixo e permitiu um silêncio cair entre elas antes de falar. "Eu estou esperando para falar com Madame Delornay. "Boa noite. Como eu posso ajudá-la?" . não um de seus pedaços de musselina.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene fixou um sorriso em seu rosto e avançou para a mulher mais jovem.

"você é extremamente jovem e bonita para ser ela. embora você já deva saber isto." ." Helene endureceu a mandíbula." ela gesticulou de modo selvagem a Helene. e você. e conduziu sua convidada indesejada ao seu estúdio." "Eu sou esposa de Lord George Grant. Ela sentou-se e esperou até a mulher se acomodar na cadeira oposta a ela.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Não pode ser! Eu ouvi dizer que a bruxa tem quase quarenta anos. "Eu tenho medo de que não possa4 ajudá-la se eu não souber quem você é. enviou Judd para algum chá. Julia.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene encolheu os ombros." "Embora nós aparentemente compartilhemos meu marido. "Por que eu devia conhecer você? Você." Julia levantou sua cabeça e olhou para Helene através das lágrimas que 4 brilhavam em seus olhos. e nós não compartilhamos o mesmo conjunto de conhecidos. está muito superior na hierarquia para mim. obviamente. "Você está dormindo com meu marido." "Eu não tenho certeza se a entendo. Isto é claro o suficiente para você?" .

Eu o considero um de meus amigos mais antigos e mais queridos. "Eu somente vim para adverti-la que se você for em frente com seu plano de casar-se com ele. Eu nunca durmo com homens casados." "Como se uma mulher como você me diria a verdade de qualquer maneira. Eu lutarei pelos direitos da 4 minha filha também." Julia zombou. e eu certamente nunca dormi com George.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Mas isso não é verdade. eu não irei tranquilamente." .

" "Então George está enganado." . Por que na Terra iria escolher dar tudo isso para um homem?" Uma sugestão de incerteza mostrou-se nos olhos castanhos de Julia.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene levantou as sobrancelhas. Perdoe-me. Eu não preciso de um marido ou um protetor. "George disse que você quer casar com ele. talvez ele meramente gritasse 4 uma coisa absurda quando vocês estavam brigando? Os homens frequentemente fazem ameaças vazias quando estão enfurecidos. "Eu não tenho nenhum plano para casar com ninguém. e sou rica por meu próprio direito.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "George e eu nunca brigamos. Eu nunca encontrei um casal que não tem divergências ocasionais." Houve um golpe na porta quando Judd retornou com o chá e uma seleção de bolos. Não era a primeira vez que foi abordada por uma mulher ciumenta." "Então você está de parabéns. mas nunca era . Helene tomou seu tempo despejando o líquido fumegante enquanto seu 4 cérebro cansado se remexia para lidar com a encolerizada esposa de George.

"Quando você terminar de insultar-me em minha própria casa. Eu posso ver eu cometi um engano em apelar para sua melhor natureza. que eu não tenho nenhuma intenção de casar com George." 4 Helene levantou-se e caminhou para abrir a porta. talvez ela pensasse que poderia ser envenenado. talvez você desejasse partir?" . minha senhora. "Eu posso assegurar-lhe. Julia recusou tocar em seu chá.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C agradável. Helene pousou a xícara vazia." Julia olhou para ela. Uma mulher como você obviamente não tem uma. "Você mente.

"Se eu o quisesse. Por que de repente eu mudaria de idéia agora?" "Porque você está ficando mais velha e perdendo seus charmes?" 4 .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu partirei quando eu tiver sua palavra que você não pretende seduzir George longe de mim." A raiva aumentou as defesas já danificadas de Helene enquanto olhava para a mulher mais jovem. eu podia tê-lo tido a qualquer hora nos últimos dezoito anos.

4 . "Eu recusei propostas do casamento de todas as camadas da nobreza. Seu olhar permaneceu fixo em Helene como se ela estivesse desesperada para negar a verdade das palavras de Helene. Por que diabos iria eu conformar-me com o quarto filho de um duque?" Julia parecia ter ficado sem coisas para dizer.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "E eu secretamente anseio ser esposa de um nobre?" Helene sorriu.

Talvez se você cuidasse melhor de seu casamento. "Como ousa falar assim comigo?" "Como você ousa marchar em minha casa e tratar-me como uma empregada 4 de copa?" Para assombro de Helene." Julia bramou em direção a Helene.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Uma última palavra de conselho. o rosto de Julia contorceu-se. você não precisaria buscar justificar seu adultério me atacando por minha suposta indiscrição com seu marido. sua respiração desigual. . suas bochechas vermelhas. minha senhora.

eu percebo que eu nunca poderei competir." "Que tolice absoluta. Agora que eu vi você." Julia agarrou sua mão.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você não entende." . Ele estaria tão bravo comigo se soubesse que eu tenho estado4 neste lugar horrível e pecador." Helene suspirou e olhou fixamente nos olhos da outra mulher. por favor. eu não tenho nenhum desejo de roubar seu marido. acredite-me. Não lhe diga nada. "Por favor. "Oh. e eu devo certamente repreendê-lo severamente por perturbá-la. Eu só fiz isto para fazer ele me notar novamente.

" ." "A única razão de George vir aqui é para me ajudar com minhas contas.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Se eu não disser a ele. Como um acionista nos negócios." Ela sorriu. "E eu não estaria tão certa que George não nota você. Ele estava 4 extremamente chateado quando descobriu que tinha um amante. ele é obrigado para assegurar que está funcionado sem problemas e que sua renda está protegida. você deve esquecer esta idéia ridícula que eu quero casar com ele." "Eu tentarei.

Talvez nem tudo esteja perdido afinal." Julia soltou um suspiro trêmulo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Ele estava?" "E ele ama sua filha. "Bom." Helene bateu levemente no ombro dela. Eu duvido que ele faça qualquer coisa para chateá-la. "Isto é verdade. então por que eu não peço que Judd escolte você para sua carruagem ou chamar para você um coche de 4 aluguel?" .

novamente. Ela afundou-se na cadeira mais próxima e gemeu enquanto sua enxaqueca retornava. O que na terra George tinha feito? Como ele ousava arrastá-la em suas disputas matrimoniais? Ela tinha prometido a Julia que não 4 iria dizer-lhe abertamente. . que casamento estava completamente fora de questão.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Julia assentiu docilmente. mas ela certamente queria deixar isso claro para ele." Helene fez uma reverência e permitiu a Judd a honra de escoltar Lady George Grant fora das instalações. Não me levará um momento para virar a esquina. "Minha carruagem está na Praça Barrington.

Isto era por que ela nunca dormia com homens casados. ela levantou-se e voltou para sua suíte privada. . Seria 4 estranho dormir só depois de suas noites com Philip.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela mordeu o lábio. Era extremamente complicado quando o sentimento de outras pessoas era envolvido. Com um suspiro. Ela tinha sido muito dura com a mulher? Ter que se defender contra tais acusações ridículas tinha drenado sua última força extremamente empobrecida. Ela havia se acostumado com ele em sua cama de uma maneira que nunca experimentou com um homem antes.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela parou na cozinha. Os gêmeos podiam esperar para ouvir sobre Marguerite de manhã. . Ela devia entrar e dizer boa noite? Sem dúvida se eles a vissem. e um fogo queimava 4 brilhantemente na grelha. ouviu os gêmeos rindo suavemente atrás da porta espessa. seu riso imediatamente seria substituído por mau humor. Ela acenou para o criado parado fora de sua suíte e entrou. Frescas flores do jardim de inverno do Visconde Harcourt-DeVere adocicavam o ar.

Se essa pessoa teve acesso a informações privadas. Não era como ela quisesse qualquer coisa dele em troca. Ela também estava muito ciente do mal-intencionado “amigo" que escreveu para os gêmeos divulgando seu endereço e suposta profissão. Ele merecia saber que era seu pai. talvez. ele também soubesse quem era o pai dos 4 gêmeos? . Helene estudou as chamas enquanto reconhecia uma verdade vital: Ela teria que dizer a Philip sobre os gêmeos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Por um longo momento.

Talvez Philip já tivesse descoberto que ele era o pai dos gêmeos e por razões desconhecidas para Helene mantinha aquelas informações para ele mesmo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Outro pensamento ainda mais indesejável a agarrou. . Helene esfregou sua têmpora dolorida e decidiu levar todos os seus 4 problemas para a cama. Como herdeiro de Lord Derek. tinha Philip se deparado com qualquer correspondência privada entre ela e Angelique que mencionou os gêmeos e seu paradeiro? Era certamente possível. Ao menos assim ela poderia ser capaz de dormir entre suas preocupações.

reassegurou a seu pessoal que ele não estava morto. . nem enrolado com tristeza. e respondeu toda sua correspondência em circulação. Sua cama pareceu vazia sem Helene nela. e ele 4 sentiu falta do prazer de sua companhia mordaz mais do que tinha antecipado. perseguido por cobradores de dívida. Ele havia dormido bem.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Capítulo Vinte e Um Philip chegou à casa de prazer quando o relógio da cozinha batia seis vezes.

a menos4que Helene mantivesse a promessa e lhe permitisse algo a dizer em matéria de negócios na casa de prazer. As revelações de Helene sobre Marguerite. Helene era a única mulher que ele conheceu que parecia instintivamente compreendê-lo e. Ele percebeu que . mais importante. Ele estaria sem rumo novamente. seguido pela noite erótica que compartilharam parecia ter complicado ainda mais seu relacionamento. aceitá-lo como era. Que diabo ele faria com ele mesmo quando os trinta dias terminassem.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele tirou o casaco e o chapéu e pendurou-os no corredor escuro.

possivelmente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C gostaria disso. Judd. Ele lentamente abriu a porta da cozinha e achou-a surpreendentemente cheia de pessoas. Todo o pessoal da cozinha estava ocupado polindo a prata sob a direção de 4 . mais para vir se o Conde de Swansford morresse sem um filho. Não que ele não tivesse um novo conjunto de responsabilidades para se preocupar e.

Ele girou abruptamente para a esquerda e colidiu com Helene." . sorrindo complacentemente quando o menino provocou sua irmã retendo a caneca de chocolate quente que madame também colocou na mesa.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Os gêmeos de Helene sentados à mesa comendo os famosos croissants de Madame Dubois. "Bonjour. Philip. Lembrou a ele de assistir seus próprios filhos na mesa do café da manhã. Philip forçou-se a respirar. Era como ver seus filhos na mesa de café da 4 manhã. Ele parou para vê-los.

. O vidro quebrou com impacto satisfatório.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Deus. Com um aceno com a cabeça afiado. e o cheiro forte de conhaque picou 4 seus sentidos. ele não podia falar com ela agora. "Maldição!" Ele agarrou a primeira garrafa que sua mão alcançou e lançou-a na parede de tijolo. ele tropeçou seu caminho através do corredor para a adega de vinho e tinindo seus passos abaixo na bem vinda escuridão.

ele poderia muito bem ter sido cego. na verdade. E. a cabeça entre as mãos. não que pudesse ver muito. ele conseguiu controlar a respiração e abrir os olhos. E o . Depois de um tempo. Ele foi enganado pela clara coloração dos gêmeos e sua própria decisão deliberada de 4 ignorar qualquer descendência que Helene tivesse criado com outro homem.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele não se preocupou em acender uma vela. só apalpou seu caminho para a parede mais próxima e se sentou os joelhos dobrados contra o peito.

ele obviamente conseguiu engravidá-la.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C homem sensato andava a procura para ver se gerou algum bastardo de qualquer maneira? Mas ele devia pelo menos ter considerado isto. e apesar de seus melhores esforços. infernos ela não lhe disse então ou agora? "Philip?" 4 . Eles tinham sido jovens e impetuosos. Por que. Ele agarrou seus joelhos ainda mais firmemente.

a musselina suave de seu vestido 4 flutuando acima de seus dedos e seu odor florido substituiu o sabor ácido de vinho engarrafado. .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele olhou para cima. Ela se ajoelhou ao lado dele. ficou ciente de uma bola crescente de raiva povoando em algum lugar entre seu peito e seu intestino. você está bem? Você caiu?" Ele ainda não podia falar. viu a luz bruxuleante de velas descendo os degraus e a sombra distorcida de uma mulher na parede. Ele protegeu os olhos enquanto Helene girava lentamente ao redor tentando achá-lo. "Philip.

e ele se encolheu longe. que foi difícil quando tudo que ele podia inalar era sua sedutora essência familiar..Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C O ângulo da luz de vela manteve seus rostos nas sombras. Ele respirou fundo.. "Quantos anos eles têm?" "Os. Tanto para conhecê-la. Tanto para sua estranha convicção que eles compartilhavam uma alma comum. que era uma espécie de alívio. gêmeos?" 4 . Ela tocou o braço dele.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Sim." "Eles tem apenas dezoito anos. "Quem lhe disse?" ." Ele tomou seu tempo para absorver isto. Ela o levou como um tolo como sua esposa tinha feito? "Por que você não me disse?" 4 Sua ingestão áspera de respiração soou alto ecoando nos confins da adega. Ainda outra mulher mentiu para ele sobre seus próprios filhos. descobrindo que eles eram de fato o que ele pensava que eram.

Eu tolamente esperava que você estivesse muito preocupado com outras coisas para se preocupar sobre algo que aconteceu muito tempo atrás." "Como?" "Por que isso importa?" "Porque eu tenho tomado grande cuidado para manter os gêmeos afastados 4 de você." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele franziu o cenho na escuridão. Por que ela soou então na defensiva? Ele era a pessoa que tinha sido enganado. "Ninguém teve que me dizer. Eu resolvi isto por mim mesmo. novamente.

Eu não quis usar um pedaço tão 4 importante e pessoal de informações para fazer você partir.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Muito preocupado com a porra da sua mãe. mas eu pretendia dizer a você. você quer dizer. Ele apreciou o som de sua respiração aflita e o sutil tremor de seus membros onde ela quase o tocou. "Eu sei que você não me acreditará." ." Ela não respondeu." "Quando? Em meu leito de morte?" "Depois que os trinta dias tivessem acabado.

"Eu não estava certa se você desejaria saber que tinha mais filhos. como ela ousava soar tão razoável e tão vulnerável ao mesmo tempo? Ele querida machucá-la tanto quanto ela fez fazê-la se sentir tão traída como ele se sentia.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Danação. Talvez não lhe ocorresse que eu poderia ser capaz de lidar com uma discussão sobre meus próprios filhos sem atacá-la num acesso de raiva?" 4 Ela hesitou novamente como se tentando escolher suas palavras com grande cuidado." . "Isto é muito próprio de você.

eles não seriam bastardos." . não é?" "Eu não soube que estava grávida até depois que você me deixou. E se você casasse-se comigo a primeira vez que nós nos encontramos. não é?" "Isto é injusto." 4 "Você foi à única que me fez partir." "Mas é verdade.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Porque eles são bastardos? Eu já estou acostumado a ter que lidar com isso por causa de minha esposa e seu amante.

eu tinha a intenção de pedir ao Visconde Harcourt-DeVere para me ajudar a encontrá-lo para que pudesse pelo menos dizer . e Philip fechou os olhos para evitar olhar para o perfil perfeito de Helene.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu me lembro de que você estava mais que disposto a ir depois que eu disse que era uma prostituta. joelhos dobrados até o queixo. Ela sentou ao lado dele. 4 "Quando eu vim para Londres." "Isto é uma mentira." O silêncio caiu entre eles novamente. suas costas contra a parede.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C que estava grávida. eu sabia que eu não era da classe certa para isso. . Não era que eu esperasse que você se casasse comigo ou qualquer coisa que." "Mas você não me contou. mas pelo menos eu queria que você soubesse." Ela suspirou. quando li no jornal que você já estava casado?" 4 Philip olhou para a escuridão. "Como eu poderia. tentando reconstituir a sequência de eventos que ele tinha tentado tão duramente esquecer.

Você pensou que eu fiz isso por maldade? Depois que deixei você na pousada e retornei a cidade. Ele também ameaçou casar Anne com um velho notoriamente devasso." Ele tentou rir. "Você estava certa sobre mim. Eu era um covarde. Infelizmente. . Quando apareci diante de meu pai.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu não tive nenhuma escolha. Eu não 4 podia imaginar viver minha vida sem todas as armadilhas caras que estava acostumado. eu estava determinado a dizer a ele para ir para o diabo. ele ameaçou me deserdar. eu gastei vários dias bebendo e com putas para me forçar a esquecer de você. e isso me trouxe para meus sentidos.

" Ele estremeceu quando seus dedos roçaram os dele." Ele apertou seus dedos 4 duros. "Eu não estou certo se eu teria ido. eu ainda o mandaria embora." . entretanto. Então nós fomos casados por licença especial no dia seguinte. Philip.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C e eu não podia permitir um ou outro. "Ainda que eu soubesse que estava grávida. Ele pegou em sua mão fria e segurou firme." "Eu sei.

" "E se eu quisesse sustentar você e os gêmeos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você não teria tido nenhuma escolha no fim." Ela se mexeu ao lado dele. eu tinha que casar com Anne e reivindicar a herança. Que irônico. Seu pai estava determinado que você se casar-se com Anne. e suas saias fizeram a luz da vela chamejar. . "Os gêmeos estavam bem cuidados. Marguerite. O visconde Harcourt-DeVere assegurou que eles 4 fossem aceitos na mesma escola particular que minha filha mais velha.

meu estilo de vida não permitiu isto. eu dificilmente podia educá-los em uma casa de prazer. mas pelo menos eu sabia que eles estavam seguros." 4 Ele podia ouvir a dor crua atrás de seu tom leve e percebeu que ele não era a única pessoa que tinha sofrido." "Claro. Quanto . você não podia mantê-los com você.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Eu senti falta de vê-los crescerem. mas infelizmente. O brilho quente de raiva dentro dele baixou. mesmo exclusiva como esta. Como eu disse. podia?" "Eu teria adorado manter todos eles.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C mais velho ele ficava. que havia muitos matizes de cinzas entre eles." 4 . mais ele percebia que a vida não era preto e branco. As decisões de Helene sobre os gêmeos tinham pouco a ver com a fraude deliberada da sua esposa e sua consequente falta de interesse nos resultados de seu adultério. "Algumas mulheres simplesmente abandonam seus filhos em hospitais de enjeitados.

mesmo depois que eu estava casado. mas ela ainda era minha filha. eu teria ajudado você. "Se você tivesse vindo a mim.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela suspirou. mas o que teria me acontecido então? Eu estaria em dívida com você por tudo... sustentado você. Eu nunca soube qual homem na Bastilha foi o pai de Marguerite. porque eles me lembravam de você. instalado você em sua própria casa. "Eu não podia ter feito isto. à sua disposição e chamado. E os gêmeos eram duplamente especiais." 4 "Eu sei. simplesmente existindo entre os momentos ." Ele engoliu duro.

" Ele pensou sobre isto. eu jurei que eu nunca seria uma mulher mantida novamente. apesar de sua mágoa. "E sua vida tem sido melhor sem mim?" "Minha vida tem sido diferente. Eu tenho três filhos saudáveis e bastante .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C que você podia arrebatar longe de sua esposa. até perceber que ele podia aceitar sua lógica. Permitindo que sua mente considerasse suas palavras. Depois que meu amante francês idoso morreu. Eu alcancei um nível de independência e 4 sucesso que poucas mulheres conseguem.

Ela não precisava dele de modo algum. "Os gêmeos sabem que eu sou seu pai?" "Não.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C dinheiro guardado para saber que nunca vou ter que depender de ninguém para qualquer coisa em minha velhice." "Isto é certamente uma realização. "Você vai dizer a eles agora?" ." Ele soltou a mão dela. eu não disse a eles." Philip levantou-se e escovou seus 4 calções. resolvessem procurá-lo e confrontá-lo. Eu suponho que você não teria se divertido se eles de repente. Ela estava certa.

protegendo a chama com sua mão em concha." "Um choque. .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene pegou a vela e levantou-se também. não é?" "Você me deixará pensar sobre isto?" "Claro." Por que eles estavam sendo tão corteses e razoáveis um para o outro? O que aconteceu com seu desejo de estrangulá-la por enganá-lo? Tinha desaparecido relegado 4 segundo plano pelo sentimento de sua dor a compartilhada. Eu sei que isto tem sido uma surpresa desagradável para você. "Isto é para você decidir. certamente.

as lágrimas refletindo em suas bochechas." 4 Ele começou a subir as escadas e saiu para a copa estreita.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele começou a ir para os degraus. "Você sente muito? Você enfrentou o fardo de ter meus filhos. ciente dela atrás dele. e não existia nenhum sinal dos gêmeos." Ele deu meia volta. "Philip... A porta da cozinha estava aberta. sozinha. viu seu rosto iluminado pela luz pela primeira vez. Você não tem que se desculpar comigo. uma pequena coisa . Eu sinto muito.

em seu presente estado desordenado. Para seu alívio. ele era profundamente agradecido. seu estômago assentou e ele percebeu que 4 era capaz de funcionar novamente. e ele entrou na cozinha. Ele já tinha adivinhado que eles não eram bobos. O cheiro de café torrado capturou seus sentidos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C para a qual. Ele duvidou que pudesse enfrentá-los agora sem trair algo de seus sentimentos caóticos. Madame Dubois acenou para ele quando ele se serviu de café e uma fatia de pão recentemente assado. .

Philip largou a caneca e dirigiu-se ao escritório de Helene. Ele perguntou-se onde ela tinha ido. Onde em nome do Deus ela tinha ido? Havia apenas um lugar para olhar. Ela não estava lá. Ele duvidava que ela deixasse sua troca agonizante de confianças afetá-la tanto quanto tinha afetado ele. então ele começou a subir as escadas de volta e fez seu caminho para baixo por todos os andares da casa de prazer... . mas ela tinha chorado. 4 Ele bateu na porta de sua suíte privada e ficou surpreendido quando ela disse que ele entrasse.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene não o tinha seguido até a cozinha.

" Ela alisou uma das à . cercada por pacotes de cartas. "Helene. "Eu quis dar-lhe estas.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele a achou sentando no chão. Ele não foi enganado por sua maneira profissional. Elas são todas as cartas que eu recebi das freiras e dos gêmeos desde que eles foram levados 4 escola do convento. tinha aprendido que escondia muito mais. você está bem?" Ela assentiu com a cabeça enquanto recolhia algumas das pilhas de cartas e colocava em uma das cestas da cozinha.

Eu tive que mandá-los para longe. surpreendido com o peso. "Obrigado. "Claro." Philip olhou para a cesta. Helene estava observando-o de perto. "Eu mantive os gêmeos comigo em seu primeiro ano. e percebeu que tinha uma 4 vida cheia de amor... quase com medo de alcançá-la. Depois disto.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C fitas desbotadas." . Eu prometo devolvê-las a você quando eu estiver preparado." Ele levantou a cesta... se você não desejar ler sobre eles. eu entenderei.

. apesar das chances contra eles. "Por que você está me olhando?" ." Ele estudou seu rosto. Ele desejou que ele pudesse ter visto seu corpo inchado com sua semente. Força que tinha certeza que seus filhos sobreviveriam à idade adulta. saboreando a força sob a frágil beleza requintada. ele percebeu que ele queria ligá-la a ele na forma 4 mais primitiva e possessiva que um homem podia. "Eu acho que tenho todos elas de coração." Ela cerrou os punhos contra o peito. Ela levantou as sobrancelhas.. "Não há necessidade. Com um começo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela sorriu.

"Porque você é linda?" "Você tem apenas notado isso?" Ela recolheu o resto das cartas. colocando-as de volta em sua caixa. "Foi ha muito tempo. Mal posso lembrar exatamente o que aconteceu. Sua autoconfiança continuava a encantá-lo e alternadamente a confundi-lo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele conseguiu encolher os ombros." . e trancando-as em seu armário ao lado da cama. "Eu notei a primeira vez que nos encontramos você não lembra?" 4 Ela encolheu os ombros.

queria sua atenção completamente enfocada nele.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele avançou em direção a ela e a puxou em seus braços." . "Você não lembra que eu estava tão duro quanto uma rocha e que a viagem inteira de coche tudo que eu podia pensar sobre era puxar suas saias para cima e foder você na frente dos outros passageiros?" 4 "Eu não recordo nada disso. você se comportou como um perfeito cavalheiro. Na verdade. quis ver aquela beleza glacial dissolver e revelar seu desejo por ele e só ele.

4 gemendo enquanto cada espessa polegada era abrangida por sua passagem . até que apoiei você contra uma parede e a tive. Ele apressadamente desfez os botões em seus calções para revelar seu pênis ávido e a ergueu acima dele. Ele segurou seu olhar enquanto lentamente a abaixava sobre seu eixo. ele precisava estar dentro dela mais do que tudo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu fui." Ele adequou ações a suas palavras e a manobrou contra a parede mais próxima. empurrando suas saias ao redor de sua cintura. Neste momento especial.

Com um gemido. Ele assumiu o controle de seus quadris. criando um rápido ritmo de moagem que dirigiu a ambos em direção ao clímax. . ele mudou seu agarre e permitiu que ela se movesse sobre ele até não mais aguentar. seu pênis pulsando eternamente enquanto ela o ordenhava seco. Ela agarrou seus ombros e cavou os saltos de suas sandálias preciosas em seu traseiro. Helene gozou primeiro. pressionando-a para baixo sobre seu pênis ingurgitado enquanto empurrava para cima. gemendo 4 seu nome.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C molhada e apertada. e ele rapidamente a seguiu.

"Eu ainda fico duro toda vez que vejo você. e ele lutou com um forte desejo de levá-la de volta para a cama e esquecer todos os seus problemas na 4 alegria de fazer amor." Uma sensação curiosa de paz invadiu seus membros. sua vida . Helene. Nas duas semanas desde que ele a viu novamente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele retirou-se e deixou suas pernas deslizarem até o chão." "E eu ainda deixo você me cobrir contra paredes e ter seu modo comigo. pressionando-a na parede com seu peso.

"Eu não sou uma inválida." Ela empurrou seu tórax." 4 . Ele beijou o topo de sua cabeça. Eu sou perfeitamente capaz de seguir minha rotina habitual. O que aconteceu entre eles. apesar de suas atenções. "Se você desejar ficar aqui e descansar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C mudou de maneira extraordinária. Philip. eu farei a inspeção para você. ele nunca a esqueceria.

então?" . quando sentia vontade de tomar um longo cochilo luxuoso. "Você não irá." Ela o fixou com um brilho em seus belos olhos azuis.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele sorriu em seu tom profissional. "Talvez eu fique aqui e descanse em seu lugar. Você me acompanhará." 4 "Ainda esperando me ver acorrentado no andar de cima. Como gostava dela emergindo com renovado vigor de fazer amor.

e sua seta cresceu ainda mais. seu pênis se contorceu e começou a engrossar." Seu olhar se voltou especulativo. "Você pareceu gostar quando eu a espanquei com sua própria escova de 4 cabelo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu gostaria disso." . "Como você se submeteu para mim?" Ela mordeu o lábio inferior exuberante. "Você já está pronto para se submeter a mim?" Apesar de sua atividade.

4 e bateu. e ela se virou em direção a seu quarto de vestir. "Eu estarei pronta em um momento. Talvez você possa endireitar seu traje." . viu a coroa de seu pênis empurrando pela barra molhada de sua camisa.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Sua cor intensificou. Philip sorriu. "Eu esperarei por você lá em cima. "Como eu disse. mas ela bateu-lhe a porta. e sorriu." Ela não respondeu." Ele olhou para os calções desabotoados. só você. eu não preciso de quaisquer desses instrumentos de tortura e fantasia para me por duro. andou até a porta.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele levantou a cesta de cartas e partiu impressionado que podia achar Helene incrivelmente atraente e profundamente comovente ao mesmo tempo. Sua descoberta da identidade dos gêmeos o tinha chocado até o núcleo e. se não mais forte. no entanto. parecia que sua atração por Helene ainda era forte. 4 . Ele fez uma pausa na copa para esconder as cartas em seu casaco e continuou até o topo da casa.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C 4 .

Maman?” Helene saltou quando percebeu que Lisette estava olhando ansiosamente para ela novamente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Capítulo Vinte e Dois “Há algo errado. Havia menos de sete dias restando de sua aposta . não olhando fixamente no 4 espaço se preocupando com Philip. O que na Terra tinham estado conversado? Ela deveria estar apreciando a companhia da sua filha durante o almoço.

eu quase não ouvi o que você disse. Onde exatamente você deseja ir?" . minha querida. "Eu estava perguntando se você queria fazer compras comigo esta tarde enquanto Christian está ocupado nas 4 corridas. Lisette. mas e depois disto? Podia ela realmente trabalhar com ele afinal? "Eu sinto muito." Lisette deu um suspiro longo de sofrimento.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C e ela não estava mais perto de saber o que ele iria fazer do que tinha sido no início. Ela sabia que ele veria isto por agora." "Eu gostaria.

e ela mordeu o lábio. Eu estou certa de que ela apreciaria isto.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Para Bond Street e todos os lugares mais elegantes para assistir as multidões. "Por que eu não estaria? Nós levaremos a Sra. "Se você estiver confortável com isto." A excitação de Lisette enfraqueceu." Lisette brincou com o punho de renda da manga de seu vestido de musselina azul matutino novo." Helene tentou parecer animada. Smith-Porterhouse conosco também." (prostituta) . Maman é claro. eu porque você é uma notória fille de joie. "Christian diz que 4 não deveria sair em público com você.

" Helene sorriu para a filha. "Vê? Eu não sou a ogra que Christian gostaria de eu fosse. "Eu gostaria de sair com você. Lisette encontrou seu olhar. você acreditará em mim?" Helene bateu levemente na mão de sua filha. "Eu gostaria disso também. Eu verdadeiramente desejo começar novamente e ser uma mãe melhor para você." Timidamente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "E se eu lhe assegurar que ele está errado." 4 .

porque você mentiu para nós por anos." . "É difícil saber no que acreditar mais. mas não é um bordel. E eu certamente não tenho sido uma mulher mantida desde que eu deixei a 4 França dezoito anos atrás. mas eu não pretendo enganar você por mais tempo." "Eu sei que menti para você. É verdade que eu possuo e dirijo esta casa de prazer. Christian diz que você não pode ser confiável. Lisette.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Lisette moveu-se desconfortavelmente na cadeira.

Eu simplesmente desfrutei do sexo." . Ninguém me 4 pagou ou me forçou. Talvez essa tenha sido uma boa oportunidade para ser honesta com Lisette sem Christian interferindo. mas isso era por escolha. "Isto é verdade?" Helene olhou para trás em sua filha." Lisette levantou-se e moveu-se para olhar para fora da janela com vista para o jardim traseiro.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "A carta disse que você teve mais amantes que qualquer outra mulher em Londres. "Eu posso ter tomado alguns amantes ao longo dos anos.

"Maman. Os franceses são geralmente conhecidos 4 por sua praticidade sobre assuntos de amor. seus olhos enormes. "Talvez eu devesse ter confiado sua educação a uma escola menos espiritual. a mão sobre a boca.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Lisette virou-se. que coisa para dizer! As senhoras não deveriam entrar nesse tipo de coisa sem a santidade do casamento!" "É isso que as freiras lhe ensinaram?" Helene reprimiu um sorriso." . Eu fico surpreendida que você esteja tão chocada.

maman?" 4 Uma imagem de Philip relampejou pela mente de Helene. você entenderá sobre o amor. Eu não podia fazer as mesmas escolhas que você terá. "Minha vida tem sido muito diferente da sua.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Lisette fez um mundano gesto de desprezo com a mão." "Você já encontrou o homem certo. "As freiras não sabiam de nada." . quando você encontrar o homem certo. Nós as meninas aprendemos tudo com o pessoal da cozinha e os romances que eram contrabandeados." Helene levantou-se e alisou as saias. "Um dia.

Ele iria se divertir demais. embora às vezes o destino possa pregar peças em você. "Como Lord George?" 4 Helene ficou quieta. "Eu suponho que o fiz. Se você tiver sorte. mesmo que nunca pretendesse admiti-los para ele." Aí estava ela admitiu seus sentimentos duradouros por Philip para si mesma. "O que há com ele?" .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você quer dizer que você encontrou o homem certo e o perdeu?" Helene sorriu. às vezes você cruza com a pessoa amada mais de uma vez.

eu o considero como um irmão.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Só que Lord George disse que a tinha conhecido quando você era muito jovem e que ele a amou desde então." "Eu não penso que era o que ele quis dizer. sabe. "Ele é casado." Helene estudou a expressão especulativa de Lisette. acredito." . e ele tem uma filha. "Lord George quis dizer algo diferente. 4 sua filha era altamente perspicaz e uma juíza astuta de caráter." Helene esboçou um sorriso. Nós temos sido amigos por tanto tempo. Apesar de sua mocidade.

"Eu pensei que talvez fosse o que você quis dizer quando disse que às vezes as coisas não dão certo a primeira vez." Lisette suspirou com felicidade. não tenho nenhum desejo de casar com ninguém." . Agora vá e ache a Sra. Na verdade.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu sei. "Eu não tenho desejo de casar com George." Helene abriu a porta para sua suíte e conduziu Lisette na frente dela. Smith-Porterhouse. mas que talvez no futuro. pegue seu chapéu. e me 4 encontre no corredor tão depressa quanto você pode.

robustas. Ela se apressou de volta a sua suíte colocar seu chapéu e peliça e mudar as botas para caminhar. e Helene deu ordens para Judd achar-lhe uma carruagem de aluguel para a viagem relativamente curta à cidade. Ela não podia o ter dizendo a seus filhos que ela estava ansiando atrás dele quando existia a 4 possibilidade muito real dela estar ansiando atrás de outra pessoa. Ela parou .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Lisette desapareceu em um redemoinho de saias de musselina. Soou como se ela precisasse ter outra conversa com George. Os gêmeos estavam cautelosos o suficiente com ela para não querer complicar mais.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C de amarrar seus cadarços quando um pensamento realmente horrível passou por ela. Ele prometeu retornar antes da multidão da . Por causa de insinuações de George sobre sua relação. Philip estava 4 fora. então pelo menos ela não tinha que se preocupar com ele nas próximas horas. em visita aos comerciantes de vinho. os gêmeos agora pensariam que ele era seu pai? E o que na Terra aconteceria se Philip decidisse dizer a verdade a eles? Helene estremeceu enquanto dirigia-se ao corredor principal.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C noite chegar. George teria que ser enfrentado. ela estava preocupada que sua paixão por ela tivesse se descontrolado. Ela só podia esperar que ele não provasse vinho demais e fosse realmente capaz de ser útil. Toda a facilidade em sua relação pareceu ter desaparecido. Talvez fosse melhor consultar o Visconde Harcourt-DeVere 4 ver se ele podia intervir ou falar com e George. Desde a chegada de Philip. Na verdade. mas ela não estava bastante certa de como. tinha-se tornado difícil conversar com George. .

Mas ela queria que ele parasse de . madame. sem falar uma série 4 amantes. Ela estava olhando adiante para sua viagem de compras com Lisette." Judd abriu a porta e curvou-se para ela. Christian. odiava a ideia de sua mãe ter um pensamento sexual. Ele esteve se mostrando muito mais difícil para ela alcançar que sua filha. Pelo menos tinha parado de chover.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Boa tarde. que pelo menos lhe deu o benefício de sua atenção quando Helene tentou explicar sobre seu passado. sem Christian. sendo do sexo masculino. claro.

de Nápoles. A tentação de sacudi-lo até que seus dentes batessem estava ficando dura de resistir. Maman!" Lisette apareceu encantadoramente vestida com uma colorida peliça de seda pesada. e chapéu combinando forrado com cetim branco. SmithPorterhouse vestia seu mantô marrom castanho habitual.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C de ironia com ela. A Sra." . que combinava com seus 4 olhos gentis e cabelos castanhos. e ser tão condescendente. "Nós estamos prontas. Helene. Ela sorriu quando viu Helene. "Boa tarde.

4 . Sylvia continuou a visitar ambos Helene e a casa de prazer desde a morte de seu marido.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Boa tarde." Helene encontrou Sylvia e seu marido na casa de prazer vários anos antes. Eu aprecio sua companhia quase tanto como eu aprecio a sua. Minha filha está se comportando corretamente estes dias?" "Ela realmente está. Sylvia.

Pelo menos as compras levariam sua mente fora de seus problemas durante algum tempo. Helene tomou a mão de Lisette e saiu pela porta para esperar a carruagem. Com um aceno satisfeito. Tarde da noite.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela ficou encantada por aceitar o pedido de Helene para atuar como acompanhante de Lisette. sua atenção no livro de contas. O resto do pessoal há muito tinha ido para a cama. Helene sentou-se 4 em frente a Philip na cozinha. Como suas . declarando que estava tão entediada como uma viúva respeitável que podia até gritar.

mas relutante em admitir alguma coisa." Ela olhou em seus olhos castanhos. não significa que não pode ser melhorado. "Helene. 4 . tudo que eu estou dizendo é que só porque você fez algo de uma maneira pelos últimos dezoito anos. ciente que ele poderia ter um ponto.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C discussões haviam ficado mais aquecidas. Philip descartou seu casaco e arregaçou as mangas da camisa como se preparando para socos.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip amaldiçoou em voz baixa. eu estou tentando melhorá-lo." 4 Helene abriu seus olhos largos nele. "Um de seus defeitos mais irritantes é que você sempre pensa que está certa. Ele empurrou a mão no cabelo. lembra?" "Como eu podia esquecer?" Ela estalou de volta antes que pudesse parar. "Pelo amor de Deus. "Um de meus defeitos irritantes? E você é muito melhor?" . Eu tenho uma participação em seu sucesso. mulher. eu não estou tentando arruinar seu negócio.

sabe. Seu intenso olhar interessado fixo no rosto de Christian. Desculpe-me se você se sentiu ameaçado por isto.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C A porta da cozinha se abriu e Christian invadiu dentro. Nós meramente gastamos algum tempo juntas. "Isso não vai funcionar. ." 4 Ela estava ciente de Philip sentando em frente a ela. "Tentar virar Lisette contra mim comprando suas coisas." "O que não vai?” Helene perguntou tão calmamente quanto podia." "Eu não tenho nenhum interesse em virá-la contra você.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Christian deu de ombros. Ela estava cansada de lutar contra ele por cada fragmento de aprovação. "Eu não tenho nenhuma necessidade de me preocupar sobre isto. Não há nenhuma maneira de você poder comprar seu amor. . Pela primeira vez que em sua vida. ela não teve nenhum desejo para permanecer em seu terreno. Talvez Christian nunca viesse a gostar dela." Helene levantou-se. para todo sorriso ou reconhecimento 4 simples de seu direito de existir.

você tem qualquer outra coisa que deseja me dizer. e correu para a 4 porta." "Você sempre tem. Lisette precisa lembrar-se disso.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu estou muito ciente disso. que ficou de pé. Era ruim o suficiente quando Christian era rude para ela em particular. Isto faz-me querer vomitar." Helene desviou o rosto. Agora. ainda . ou você já terminou? Eu tenho trabalho a fazer. não é? O trabalho sempre tem sido a coisa mais importante em sua vida. antes de começar a me dizer o quão boa e gentil você é. passou por Philip.

Philip olhou para trás a Helene enquanto ela escapava da cozinha." . Como Christian ousava se comportar assim com sua 4 mãe? Antes que pudesse parar a si mesmo. ele começou a falar. Ela não podia aguentar por Philip ver o quanto ela tinha resolvido sua relação com seu filho. Raiva inesperada floresceu no peito de Philip.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C pior quando ele falou com ela assim na frente de Philip. Ele não podia deixar de notar que Christian a viu. "Sente-se. a expressão em seu rosto jovem e bonito uma combinação de repugnância e perplexidade. também.

" "Eu prefiro permanecer de pé." Christian murmurou com sua carranca aprofundada. Não faz nenhuma diferença para mim. "Você está falando comigo?" "Eu disse que se sente." "Você não tem nenhum direito de me dizer o que fazer.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Christian olhou para ele e abertamente zombou. 4 ." Philip deu de ombros. "Então fique.

" "Ela não merece meu respeito. claro que sabe." . Você é o mais recente de sua lista interminável de 4 amantes.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu acredito que seja o dever de qualquer adulto do sexo masculino repreender severamente um jovem tolo quando ele estiver sendo desrespeitoso com sua mãe. Você sabe o que ela é?" Christian olhou para Philip. "Oh sim.

" Philip sorriu.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu também sou seu amigo. Ela é notória possuindo a casa mais exclusiva 4 privada de prazer em Londres. mas não por ser uma prostituta. e eu ainda mantenho que qualquer homem que fala assim com sua mãe merece ser chicoteado." ." "Isso significa a mesma coisa. "Ela é realmente notória." "Por dizer a verdade?" "Que verdade é esta?" "Que minha mãe é uma prostituta notória.

apertando as mãos ao seu lado." "Ela mentiu para proteger você." "Por que ela não deveria?" "Porque ela é minha mãe! Porque ela me disse que ela era uma empregada e mentiu para mim por anos. "Ela tem amantes.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Nem um pouco." Christian se afastou dele." 4 . seus ombros.

e você não pode mudar isto.. "Não! Eu nunca a amei. Você não foi lançado sobre um monte de 4 lixo. ou levado para casa do enjeitado. Se eu não lesse aquela carta sobre sua vida real." "Ela dificilmente abandonaria você. "Agora você soa como ela. Você e suas irmãs foram dispendiosamente . o destino de muitas crianças bastardas.. eu. Ela nos abandonou independente das razões que fossem." "Ainda a adoraria?" Christian virou-se. deixado a morrer de fome na sarjeta.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Christian curvou um ombro.

Ele não tinha ideia que havia desenganado 4 o menino sobre sua mãe. Você não tem ideia do que um bom pai fará para manter um filho vivo. mas ele era sábio o suficiente para perceber que deve ter sido um choque. um ambiente que sua mãe trabalhou duro para pagar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C cuidados e educados em um ambiente seguro e agradável. ." "Deitada de costas." "E quem dá a você o direito de julgá-la? Você nunca teve um filho." Philip se sentou a mesa de pinho.

" “Então”? .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Sua mãe já falou a você sobre sua vida antes dela vir para a Inglaterra?" "Por que ela diria? Ela começou a se prostituir jovem o suficiente para ter Marguerite quando só tinha quinze anos. Talvez esta história não fosse sua para contar." Philip considerou o homem jovem na frente dele. 4 "Sua mãe e sua família inteira foram prisioneiros na Bastilha durante algumas das piores atrocidades da revolução. mas ele duvidava que Christian jamais permitisse que Helene se aproximasse o suficiente para dizer-lhe a verdade. Eu duvido que haja muito para dizer.

a mão na porta da cozinha. e lentamente olhou sobre o ombro." Christian ficou imóvel. "Que tipo de trato?" "Ele deu sua mãe a eles para a usarem como quisessem. em um esforço para salvar ao menos um de sua família da guilhotina. fez um trato com os guardas da prisão. Eu assumo que ela 4 era tão linda então como ela é agora.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Então seu avô. Os guardas concordaram com a troca e sua .

Ela usou suas habilidades para ajudar vários outros prisioneiros a escaparem da Bastilha e fugirem 4 para a Inglaterra." . não só a assistir o resto de sua família morrer." Ele olhou para Christian. "Você pode imaginar o que eles quiseram dela. Ela tinha apenas quatorze anos. ela simplesmente não desistiu. E ela suportou isto por quase dois anos excruciantes. que estava engolindo convulsivamente. sendo sua mãe. Claro.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C mãe foi forçada. mas se submeter a qualquer coisa que aqueles monstros exigiam dela.

" Philip se debruçou adiante. ela não me disse quase nada.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Christian tentou um desinteressado encolher de ombros. "Ela disse isso a você. Na verdade." "Por que não?" . eu suponho? E você acreditou nela?" "Não. em lugar de aceitar fundos de aristocratas agradecidos que ela ajudou a salvar. e ela certamente não anuncia 4 quantas pessoas ela ajudou a salvar. "Sua mãe não é o tipo de mulher que vê seu próprio valor. ela deixou-me assumir que usou seu corpo para estabelecer este negócio incrível.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Porque ela não acredita que tenha feito qualquer coisa particularmente extraordinária. Ele estava relutante de trabalhar o ponto no caso de Christian começar a se sentir na defensiva. . "Se você duvida de minha história." Philip permitiu o silêncio desenvolver entre eles." 4 "Isso não será necessário." Christian empurrou a porta e partiu. eu posso fornecer-lhe os nomes de pelo menos dois respeitáveis cavalheiros que podem dizer-lhe mais.

ele poderia 4 também terminar o trabalho. até certo ponto muito alusivo a sua mãe. .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip suspirou enquanto seu filho mais velho fechou violentamente a porta. mas ao menos Christian escutou. ele não teve tempo para verbalizar suas outras preocupações sobre o estado dos livros. Ele ajudou ou dificultou a causa de Helene? Era difícil de julgar ainda. Por causa da interrupção de Christian. Philip juntou os livros de contabilidade e foi à procura de Helene. relutantemente. Se ele iria se intrometer.

"Por que você permite que ele fale com você assim?" "O que?" "Seu filho. por que você permite que ele trate você tão desrespeitosamente?" 4 "Eu não sei.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele achou Helene em seu estúdio. suas mãos trançadas juntas em um laço. Sua expressão era cansada. seus ombros já afundados em derrota. Ele colocou os livros em sua escrivaninha e fechou a porta. ." Ela olhou fixamente para ele. seus olhos azuis problemáticos. olhando fixamente o espaço.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Se qualquer outro falasse para você assim. Difícil. "Ele trata você como uma prostituta.." "Porque você está com medo dele?" "Eu não estou com medo. "E dizendo-lhe que não 4 sou uma prostituta.. você cortaria sua língua!" Ela suspirou. quando eu mantenho uma casa de prazer fará tudo direito?" "Pelo menos você devia dizer a ele a verdade sobre sua vida. "Não é tão simples assim. É só que nossa relação é." Philip olhou para ela." ." Helene se encolheu como se ele a tivesse atingido.

4 mas eu penso que posso entender por que. Eu não tenho nenhuma intenção de dizer a meus filhos sobre a decepção em torno . muito menos compartilhar confidencias. Você vive dizendo que lamenta sua relação passada com os gêmeos. ele mal consegue estar no mesmo quarto comigo. "Você é." Ela levantou-se. Não é como você fosse uma covarde.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Philip. "Talvez você devesse fazer o tempo para dizer-lhe. suas bochechas esvaziadas. e então você recusa a fazer o certo." Ele respirou fundo. "Eu não sou covarde!" Ele encolheu os ombros.

Pretendia ir para o convento no Natal e dizer-lhes a verdadeira história." Helene estremeceu e abraçou-se. Eu não estava esperando os gêmeos caírem sobre mim neste verão. e lidar com as repercussões de 4 lá. "Alguém lhes enviou uma carta dizendo a 'verdade' sobre minha suposta profissão e dando-lhes meu endereço real." "Você sabe quem enviou a carta?" .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C de seus nascimentos. Meu único medo é que algum outro diga a eles. É isso que aconteceu com os gêmeos? Christian mencionou uma carta.

" "Você fez o que?" 4 Ele franziu o cenho. e ainda não tenho nenhuma idéia de quem iria querer fazer isso para mim.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Não. e expliquei por que. Eu o corrigi sobre algumas coisas. "Não se preocupe com Christian. Eu pensei sobre isso sem parar. eu não sei." . "Eu meramente disse a ele que ele não tinha nenhum direito de falar com você como se você fosse uma meretriz." Ele estudou sua postura derrotada. suprimiu um desejo de tomá-la em seus braços e prometer-lhe que tudo daria certo.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Como você ousa interferir?" Ela contornou a escrivaninha para olhar fixamente para ele. "Eu fiz o que achava certo." 4 . tem sido duro para você se comunicar com Christian. Eu meramente tentei fazer as coisas mais fáceis." "Sem me consultar primeiro?" "Como você disse.

" "Não bastante.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela balançou a cabeça. prepotência 4 desnecessária. Ambos seriam exemplos de interferência." . "Como você sentiria se eu abordasse seus filhos e explicasse algumas verdades para eles?" Raiva e ressentimento superando seu senso de justiça. Eu sou pai de Christian. como se as palavras estivessem além dela." "Eu certamente posso. e então o cutucou no peito. "Você não pode comparar as duas situações.

" ." "Você tem que ganhar esse direito. Eu tenho dois filhos de meu casamento. e pensa que isso lhe dá o direito de interferir?" "Sim. Philip. "Você soube há menos de uma semana. Você não pode marchar para assumir o comando depois de ter sido um pai ausente por dezoito anos. 4 "Certamente que sim? Eu tenho alguma experiência.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Suas mãos cerraram em punhos." Seu sorriso era fraco quando ela retrocedeu atrás da escrivaninha e se sentou.

porque você está com muito medo para ter uma conversa honesta com ele." "Eu sou bastante capaz de ter essa conversa! Eu já fiz as pazes com 4 Marguerite e comecei o processo com Lisette." "Mas é mais difícil com Christian. em lugar de ser mimado e favorecido por você. Eu simplesmente decidi que Christian precisava ouvir a verdade de uma vez. "Eu não estou sugerindo de modo algum.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você está sugerindo que você seria um pai melhor do que eu?" Ele franziu o cenho. não é? É porque ele é um homem?" .

" . Ele estava extremamente bravo para discutir as contas com Helene agora.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Que diabo você quer dizer?" Philip cruzou a sala até a porta. para afastá-los de conhecer você. para detê-los de intrometer-se em sua vida real. Você passou sua vida inteira usando sua beleza para ofuscar o sexo masculino. "Resolva isto por você mesma. 4 não é? Você não pode seduzir seu próprio filho. Mas você não pode fazer isso com Christian.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C 4 .

enquanto fazia seu caminho através dos quartos do último andar da casa de prazer. Ela olhou ao redor dos quartos 4 desordenados. Onde estava todo mundo? . Helene chutou fora um chicote ensanguentado que jazia em seu caminho.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Capítulo Vinte e Três Na luz fraca do amanhecer. Ela não tinha energia nem paciência para parar e apanhálo. Seu pessoal devia estar fazendo isto.

seus quadris bombeando. ela não estava em um estado de espírito de confrontar a si mesma. uma mão embrulhada em torno do pênis do outro homem. estava atrás de um homem nu envolto em uma das cadeiras de couro. Ele franziu o cenho para ela e Helene suspirou. Lord Minshom. Na verdade. e ela foi para os últimos dos salões.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Um gemido chamou sua atenção. Lord Minshom não era o tipo de homem que apreciava ser interrompido. depois de sua última 4 discussão com Philip. Nenhuma maravilha ninguém estar limpando. . Um de seus clientes mais difíceis e exigentes.

Isso a incomodava mais do que podia ter imaginado. Como Philip ousava insinuar que ela não sabia lidar com seu próprio filho? E como se atrevia a sugerir que ela deliberadamente seduzia todos os homens que conheceu? Ela estava totalmente fora de favorecê-lo e gastou os últimos dois dias o evitando sempre que possível. mas quando ela fingia dormir. ele não a aborrecia. . Ele ainda compartilhava sua cama.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela se retirou em silêncio através dos quartos para a escadaria dos criados. Ela estava acostumada com ele fazendo amor com ela. 4 Ela mordeu o lábio enquanto descia os degraus.

Ela nunca se sentiu tão segura como ela fez com Philip. Philip tinha emocionalmente se distanciado dela. seu rosto redondo perscrutando para dentro da escuridão. É verdade. Mas desde sua discordância sobre Christian. eles podiam discutir. 4 Judd apareceu na parte inferior dos degraus.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C envolvendo-a nos braços e segurando-a junto à noite toda. sua retirada ainda doía. Apesar de sua resolução de não pedir seu perdão. . mas ela sempre acreditaria que no fundo eles começaram a confiar um no outro.

4 Maman. Diz 'urgente. Ela arrancou a nota de seus dedos estendidos e voltou-se em direção a luz que entrava por uma das grandes janelas na frente da casa. eu preciso de você. Ela reconheceu a distinta caligrafia de Marguerite e abriu o selo.' " Helene imediatamente pensou em mil coisas que podiam estar errado e desceu correndo os degraus para encontrar Judd. . Eu estou no Hotel Grillons.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Madame? Uma nota acaba de chegar para você.

diga a qualquer um que pergunte que eu estou fora a negócios e eu voltarei assim que puder. Consiga-me um coche de aluguel. Philip?" 4 "Não." "Madame. você está bem? Eu devo chamar Lord George ou Sr. e ela girou ao redor para achar Judd ainda olhando para ela." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene releu o rabisco quase ilegível várias vezes para tentar e fazer melhor sentido disto. por favor. por entre os dedos enervados. "Eu tenho que sair. O papel caiu de repente.

e não havia tempo a perder. Marguerite precisava dela. O funcionário no Grillons deu a Helene outro olhar condescendente e suspirou. Você está certa que tem o endereço correto?" . "Madame. eu dificilmente acho que qualquer hospede neste 4 estabelecimento fino seria um 'amigo ou parente' seu.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene correu em direção a seu estúdio para pegar sua bolsinha e recuperar o chapéu que havia deixado lá na noite anterior. Ela não teve tempo para mudar o vestido antigo que usava em suas rondas matutinas ou reorganizar seu cabelo. pela última vez.

Seu olhar desceu em um cavalheiro de idade avançada lendo um jornal. sim. "Se você não me disser em que quarto minha filha. está ocupando. o homem perfeito.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene levantou o queixo e estudou o rapaz até que ele começou a corar. . Ah. Lady Justin Lockwood. terá certeza que você não seja mais empregado aqui ou em quaisquer dos hotéis mais finos em Londres. Ela caminhou até o homem e bateu em seu ombro. "E como uma mulher de sua classe conseguiria isso?" Helene olhou ao redor do átrio lotado." O jovem se retesou. Tinha que haver um cliente dela aqui 4 em algum lugar.

"Lord Crenshaw." Helene sorriu e apontou o funcionário infeliz. Madame Delornay?" . 4 "Algum problema. seria tão gentil em dizer a este jovem que eu sou uma mulher perfeitamente respeitável?" Lord Crenshaw levantou-se. ele veio para juntar-se a Helene na escrivaninha. Madame Delornay! Que prazer. Após um rápido olhar em torno do salão de entrada. sua tez floreada escurecendo quando ele olhou para o funcionário.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Bom senhor.

meu senhor?" Lord Crenshaw franziu o cenho ao funcionário "Claro que eu posso. Talvez você possa garantir meu caráter.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene agitou os cílios para ele. Que idéia ridícula. "Eu não estou certa. Lord Crenshaw." "Por que na Terra ele pensaria isso?" "Eu não tenho idéia. Madame Delornay é uma das mulheres mais elegantes e decentes que já 4 conheci!" . O funcionário parece acreditar que eu esteja no hotel errado.

" Ela fez uma reverência para Lord Crenshaw." Ele piscou para ela." Helene ouviu o número que o funcionário lhe deu e dirigiu-se aos degraus. minha querida. As 4 observações de Philip sobre ela usando sua beleza para conseguir o que queria dos . "Prazer em ajudar. Eu acharei meu próprio caminho. meu senhor. meu senhor. "Obrigado. "Não há necessidade." Helene sorriu docemente. Madame.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu me desculpo. eu acharei aquele número de quarto para você imediatamente e alguém para mostrar-lhe.

eu estou tão contente que você está aqui. 4 "Maman. bateu novamente mais forte antes de finalmente tentar a maçaneta. A porta se abriu. Seu rosto estava pálido. e Marguerite estava lá. Ela olhou fixamente para sua mãe e começou a chorar. Justin está morto. então. O que mais ela deveria fazer quando as chances eram constantemente empilhadas contra ela? Ela bateu na porta de Marguerite e esperou." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C homens ressonando em sua cabeça. e seu cabelo solto caído em espessas ondas escuras ao redor do rosto. seguida por uma onda de raiva.

" Judd partiu e Philip afundou de volta na cadeira de Helene. Ele tamborilou os dedos no mata-borrão e olhou fixamente para a escrivaninha vazia. Ela simplesmente disse que voltaria assim que ela completasse os negócios. Helene tinha 4 quebrado as condições de seu trato por desaparecer sem ele? Ou era ele o único que tinha que permanecer na casa de prazer os trinta dias? Ele suspeitou que fosse a . senhor. "Onde Madame Helene disse que estava indo?" "Ela não disse.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip fixou Judd com um olhar acusador.

" . Eu esperava que Helene estivesse aqui. ir embora da situação crescentemente tensa e ignorar os sentimentos que ela provocou nele. Ele gemeu. Agora ele estava tentando enganar a si mesmo. E por Deus. Ele não tinha nenhuma 4 intenção de partir de modo algum. Desculpe. bom dia. ele estava desejando uma briga.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C verdade dele e que não podia nem usar aquele argumento para começar uma briga com ela quando ela voltasse. antes de partir. "Ah. De algum modo seria um alívio quebrar o trato. Mas existia a questão das contas e a confusão sobre os gêmeos para esclarecer.

" Philip falsificou um sorriso. Judd me informou que Helene desapareceu em uma incumbência misteriosa. recusando dar a George a satisfação de parecer tão aborrecido quanto se sentia. Depois 4 disso era outra história. "Talvez ela tenha um novo amante. ." "Realmente? Eu pergunto-me o que pode ser?" George caminhou na sala e tomou a cadeira oposta a Philip.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip olhou para cima para ver George Grant pairando na porta. Grant. "Bom dia. Helene pertencia a ele nos próximos dias.

"Sim. que ela parece estar reduzindo as atividades amorosas. ele teria que tentar muito mais que isto.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Mas novamente. . Se George estivesse pescando informações sobre sua relação com Helene." George assentiu com a cabeça sabiamente. talvez não. que recusou. George tirou uma 4 cigarrilha e ofereceu uma para Philip. Eu notei. ultimamente. quiçá ela percebeu que precisa concentrar suas consideráveis habilidades em um homem." Philip não comentou.

Ross. Eu gostaria 4 de acreditar que peguei algumas dicas de como ela pensa. senhor. "Eu a conheço há dezoito anos. Sr." ." "Não creio que preciso de sua ajuda.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Vendo como todos nós estamos sozinhos." O sorriso de George aprofundou. talvez eu pudesse oferecer a você algum conselho?" "Sobre o que?" "Lidar com Helene Delornay.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip simplesmente olhou para ele. e eu posso ver por que. inteligente. mas ela pode ser cruel. Eu vi muitos homens fazerem papel de bobos sobre Helene." Ele estremeceu. eu estou tentando ajudá-lo." "Eu estou certo que ela pode." 4 George pareceu aliviado. "Você tem reparado isso sobre ela? A maioria dos homens nunca vê além de sua beleza ao aço abaixo. "Olhe. Ela é linda. e tem a habilidade de atrair homens para ela como abelhas ao mel. suas sobrancelhas levantadas até George suspirar. "Eu a vi .

" George encontrou seu olhar. "Eu estou tentando ser honrado com você. 4 Ela confiou em mim sobre o que ela realmente pretende fazer em relação às ações que você atualmente possui." Philip se sentou de volta e cruzou as pernas na altura dos tornozelos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C descartar homens como lenços usados e passar para o próximo sem um pensamento para as consequências. "Para um homem que considera a si mesmo um amigo leal de Helene. você não pinta um quadro muito bonito. Ross." .

talvez? Essa é sua favorita. ela usará quaisquer armas necessárias para conseguir aquelas ações de você." 4 "Ela encontrará muito pouco para me chantagear." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Ela o fez realmente?" "Eu acho que você devia saber que ainda que você fique os destinados trinta dias. Tenho levado uma vida exemplar. "Chantagem. no momento em que o acordo terminar." "Que tipo de armas?" George encolheu os ombros.

"Peço desculpas por ter que repetir isso." Ele suspirou." Philip ficou imóvel.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C George hesitou. mas Helene me disse que ela jurou as declarações dos empregados e um de seus clientes que você realizou ato sexual ilícito com outro homem nessas dependências. "Perdão?" "Você não sabia que ela documenta tudo? Por que você acha que este lugar é tão bem sucedido? Helene sabe mais sobre as toneladas de depravações sexuais do 4 que ninguém na Inglaterra. "Eu estou quase certo que ela está .

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C reforçando sua renda correndo algum esquema de extorsão secundário paralelamente. "E o que tudo isso tem a ver comigo? Eu ainda duvido que ela tente uma chantagem. Eu terei uma maior influência 4 nos negócios. e eu poderei parar as atividades mais ilegais de Helene e talvez restringir sua influência global para o mínimo." . sua expressão séria." George se sentou ereto. você não precisará se preocupar com isso. "Se você vender suas ações para mim." Philip lentamente abriu suas mãos.

" "Eu não entendo. mas Helene concordou em casar-se comigo uma vez que meu divórcio seja bem sucedido. você ainda possuirá só trinta por cento dos negócios." 4 "Minhas felicitações. "Não espalhe isso." "Não por muito tempo. Eu possuirei todas as ações então." George sorriu.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Mesmo com minhas ações." .

e esta mais profunda. Parece que eu devia aproveitar a ausência de Helene e ir falar com meu advogado sobre essas ações." 4 . A traição era uma pílula amarga para tragar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Levou todo o melhor esforço de Philip ficar em sua cadeira e não saltar adiante através da escrivaninha e estrangular George Grant. Ele se levantou e se curvou. "Obrigado por sua honestidade.

assobiando alegremente. Ela não tem culpa por ser insensível. que deixou em sua escrivaninha. Ela tem muitas razões para tratar os homens mal. . Philip pegou uma pena e escreveu duas notas. Depois de uma respiração profunda. "Peço desculpas se eu tiver lhe dado uma prova ruim do caráter de Helene.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C George também se pôs de pé. 4 A segunda ele lacrou e foi à procura de Judd. sua expressão triste e preocupada. Uma delas para Helene." Philip apenas balançou a cabeça quando George partiu.

4 "O que você está dizendo. Dê a madame minhas desculpas. Justin está morto?" . Judd. Mas estarei de volta para o jantar." Ele estendeu a nota. "E pode você ter certeza que esta nota será entregue para o homem que atende pelo nome de Adam? Eu acredito que você o achará pelo quarto de desejos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu tenho que sair por um tempo curto." Philip colocou o chapéu e as luvas e saiu pela porta. determinado fazer o que ele devia ter feito bem antes desta charada idiota maldita sequer começar.

" 4 "O que diabos aconteceu?" .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Marguerite apática voltou-se para seu quarto e afundou em uma cadeira perto do fogo escasso. por seu amigo." "Por assaltantes ou ladrões de estrada?" Helene empoleirou-se no braço da cadeira e segurou as mãos frias da sua filha entre as dela. Sir Harry. "Ele foi baleado. Um tremor convulsivo passou por Marguerite. "Não.

" "Mas você acabou de se casar. e Harry saiu correndo. "Sobre mim.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Marguerite suspirou e agarrou seu lenço. "Eu não estou bastante certa." "Você sabe sobre o que eles estavam discutindo?" Marguerite enterrou seu rosto no lenço. Claro que seu enfoque devia estar em você. Harry pareceu acreditar que Justin estava gastando tempo demais comigo e não suficientemente engajado 4 em atividades mais viris. Eu ouvi Justin e Harry discutindo uma noite quando nós estávamos ainda em Dover." .

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "É isso que Justin disse quando eu o questionei sobre a partida súbita de Harry. e Justin decidiu que nós devíamos vir a Londres para achá-lo e exigir uma explicação. e ele não voltou para casa para mim." Ela . e duas noites atrás Justin foi para seu clube para encontrar com Harry. Ele me disse para não me preocupar e que Harry voltaria. Mas ele não voltou. "Então nós viemos aqui." Marguerite suspirou. Ontem de manhã. um homem que eu nunca vira na frente bateu em minha porta 4 para me dizer que Justin tinha sido morto em um duelo por seu melhor amigo.

" Ela 4 sufocou um soluço. e insisti que ele me levasse para ver o corpo de Justin. meu bem. ." "Não. "Está tudo bem. Está tudo bem. "Eu não quis acreditar nele. porque o homem estava certo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C agitou a cabeça. Justin está morto. Maman." Helene desceu em seus joelhos e embrulhou seus braços ao redor da forma curvada de Marguerite e suavemente a balançou. não está.

Seus pais já tinham decidido que eu era um casamento inadequado para seu filho." Helene fechou os olhos e abraçou Marguerite ainda mais apertado. e agora eles se recusam a deixar-me vê-lo. Eu também terei certeza que a família de Lockwood trate você com o respeito que você merece. mas a casa de sua família.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "E a pior coisa era que eles não o devolveram para mim." 4 "Eles provavelmente me culpam por sua morte. "Se você quiser vê-lo. eu arranjarei isso. não tenha nenhum medo disto." .

longe dela. Certamente você percebeu isso?" Marguerite olhou para ela. Harry não teria lutado com ele. "Não." "Mas se ele não se casasse comigo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene segurou Marguerite pelos ombros." . um rubor cobriu suas bochechas. "Eu não estou 4 certa do que você quer dizer. Você não teve nada a ver com isto." "Sir Harry teria ciúmes de qualquer pessoa que casasse com Justin. ele escolheu lutar um duelo.

Ela afagou os ombros de Marguerite e levantou-se.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene estudou a expressão perturbada da filha e percebeu que ela não estava disposta a continuar a perturbar a paz de Marguerite adicionando uma nova camada de potencial duplicidade sexual para a tragédia. Só lembre que você não é culpada." . "Não importa. minha querida. Eu pedirei ao Visconde Harcourt-DeVere se ele pode arranjar para você ver o corpo de Justin e lidar com quaisquer outros 4 assuntos decorrentes do funeral e da propriedade de seu marido.

"Como pode pensar sobre tais assuntos práticos quando o meu coração está quebrado?" "Porque alguém tem que fazer. eu acho que Christian está certo e que seu coração 4 realmente é feito de pedra.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Marguerite olhou para ela. maman." ." Helene começou a pegar as roupas de Marguerite e outras bagagens e colocá-las em um dos baús vazios "Você quer levar as coisas de Justin ou deixá-las aqui?" "Às vezes.

ainda enxugando as lágrimas que escorriam por suas bochechas." Ela olhou em torno do quarto de hotel. então. e botas. "Marguerite. eu farei." Marguerite levantou-se. casaco. porem eu prefiro você a salvo e até acomodada em casa comigo antes de fazermos isso. . "Eu irei com você." 4 Helene continuou a embalar enquanto Marguerite conseguia colocar seu chapéu.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene soltou o par de botas que ela estava segurando no baú. se você quiser que eu me sente e chore com você. "Não há nada deixado aqui para mim de qualquer maneira.

Helene suspirou. Enquanto esperava.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela tocou por uma empregada e deu ordens para a bagagem ser levada para um coche de aluguel. Por que ela estava sempre em falta por ser prática em tempo de crise? Se todo mundo simplesmente se sentasse e chorasse. nada poderia ser feito. Explosões sentimentais era um 4 luxo que ela nunca podia dispor. ela fez seu melhor para consolar Marguerite. que pareceu incapaz de responder. .

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Quando o coche de aluguel chegou. ela ajudou uma Marguerite chorosa dentro e a levou para sua casa. 4 .

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Capítulo Vinte e Quatro Helene guiou os passos de Marguerite pelos degraus do porão e na cozinha. Ela não estava surpreendida por achar os gêmeos e a Sra. os gêmeos pareciam gravitar de volta em direção a sua casa em cada oportunidade. 4 . Smith-Porterhouse lá. Apesar de seus melhores esforços para mantê-los ocupados.

"Maman?" . e Lisette a abraçou com força. Helene perguntou-se desoladamente se ela era mesmo necessária para o conforto de Marguerite agora desde que seus irmãos estavam lá. Vê-los juntos a fazia se sentir como uma estranha 4 novamente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Marguerite é você?" Lisette levantou-se e correu em torno da mesa. Marguerite começou a soluçar novamente. rapidamente seguida por Christian. Helene se afastou para permitir aos gêmeos abraçar sua irmã.

4 "Marguerite pode compartilhar meu quarto. minha querida. “Oui?” "Eu posso ir e descansar um pouco?" "Claro." Lisette disse seu braço ao redor dos ombros de sua irmã mais velha. Maman. Eu mesmo a levarei lá para cima.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene colou um sorriso quando Marguerite virou-se para ela." "Não há necessidade." .

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Se é isso que você quer Marguerite." Helene acenou para suas filhas. 4 Christian demorou na porta e então limpou a garganta." Helene encolheu os ombros. "Eu sou sua mãe. Helene olhou para cima. "Talvez você venha me ver em meu estúdio quando você se sentir melhor. ." Marguerite estendeu a mão para apertar sua mão. O que mais eu faria?" Lisette levou Marguerite em direção aos degraus. Surpresa. tagarelando o tempo todo. "Obrigado por vir por mim.

. Eu. Agora.. "Eu não fiz nada.." Helene travou uma súbita vontade de chorar." Christian não se moveu." . Marguerite me achou. se você me desculpar." Ela tentou sorrir.. "Por quê?" "Por achar Marguerite. o que Sr.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Obrigado. mal posso responderlhe. É verdade. "Maman. Não pensei que faria. Ross disse?" 4 "Como eu não tenho nenhuma ideia do que ele disse.

" Christian se afastou seu rosto de repente fechando no dela. tão perto de descobrir sobre a tragédia terrível de Marguerite. Ela não queria ter esta discussão agora. Sobre sua família. Existem muitos acordos que precisam ser feitos em nome da sua irmã. peço desculpa..." . eu realmente tenho que voltar a trabalhar." Helene momentaneamente fechou os olhos. Agora. "Ele lhe disse a verdade. "Se eu tiver 4 afligido você.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Sobre a Bastilha.

"Não." Ela rezou para ele não ver através da mentira. Christian deu seu um sorriso desajeitado. "Eu irei ver Marguerite. e eu raramente penso sobre isso. então. esperava que ele nunca percebesse que apesar de seus melhores esforços.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela se forçou a encontrar seus olhos. você não fez." Helene assentiu incapaz de falar. ela permitiu que esses eventos ditassem e torcessem sua vida inteira. . 4 o viu sair. Quando a porta se fechou. ela e seguiu o exemplo de Philip e achou seu caminho para um canto escuro da adega. Isso tudo aconteceu há muito tempo atrás.

Helene faria tudo em seu poder para ter certeza que sua filha recebesse o devido como uma viúva. ela podia baixar sua guarda e soluçar o conteúdo do seu coração. Isso sempre tinha sido seu caminho. se quebrar discretamente em particular. então. Essa era uma maneira que podia assegurar a Marguerite que nunca faltasse qualquer coisa novamente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Pelo menos aqui. Sobreviver à crise e. . Ela não se importava com o que a família de 4 Lockwood dissesse. Pelo menos Marguerite estava segura. Ela enxugou os olhos com seu lenço e assuou o nariz.

Deus. afinal.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C E Christian tinha falado com ela de forma voluntaria. Ele ainda agradeceu a ajuda com Marguerite. Tudo o que ele tinha dito para Christian obviamente o afetou. A 4 tentação para apoiar-se em Philip acenou. Ela estava cansada de ter que apresentar uma aparência calma ao mundo quando por dentro ela sentia vontade de chorar. tudo estava uma bagunça. mas ainda tinha medo dela. Parecia que Philip era um pai melhor do que ela. Talvez ela devesse estar agradecendo a Philip ao invés. Ela teria a coragem de confiar nele? .

e ela agora tinha que seguir em frente. ela precisava se tornar a anfitriã cintilante. Seu momento de debilidade estava terminado. Seu negócio não correria propriamente. Helene levantou-se. Ela subiu 4 novamente os degraus e achou o caminho para seu estúdio. Alguém acendeu um fogo na grelha. Iria ser duro fingir que ela era uma mulher brilhante hoje à noite quando tudo que ela queria era ficar com Marguerite e simplesmente ser uma mãe. e uma pilha de cartas assentadas em sua escrivaninha. ligeiramente má que a sociedade esperava ver em seus salões. . e em questão de horas.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Com um suspiro.

ela supôs era difícil para ele ver o homem sem convidá-lo para a casa de prazer. e ela podia ver que nunca faria. Negócios urgentes com seu advogado? Considerando-se as horas que ele trabalhou. Onde ele tinha ido quando todo o drama de família estava acontecendo? Ela esquadrinhou a nota. e ela franziu o cenho. agora. Ele deveria estar na casa de prazer. ou seu acordo definitivamente estaria terminado. Seria melhor Philip voltar logo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Uma nota na caligrafia. familiar de Philip pegou seu olho. . 4 entretanto.

sorrindo para ela. "George. "Boa noite. Não havia nada mais para ela fazer senão dar continuidade aos negócios do dia." Helene olhou para cima para achar George.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene olhou para a pilha de cartas por abrir. vestido em suas roupas de noite. e esperar que Philip Ross não abusasse de sua confiança. começar a ajudar Marguerite. que horas são?" 4 . minha querida.

conversando com Judd. ele estava na cozinha quando eu passava. "É quase sete. eu prefiro conversar com você. Você viu Philip?" "Ross? Sim. Você não está vestida para jantar hoje à noite?" Helene tirou os óculos e esfregou os olhos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele tirou o relógio de bolso. Você quer que eu vá pegá-lo para você?" 4 "Não. "Eu não posso acreditar em que seja tão tarde. Eu tinha muita coisa para por em dia hoje. Parecem séculos desde que nós tivemos a chance de conversar. George." .

"Elas estão ambas bem. "Como estão sua esposa e Amanda?" Seu sorriso desapareceu." "Quem lhe disse isto?" . Helene o estudou cuidadosamente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Que coisa boa para dizer." George sorriu e se sentou. Por que você pergunta?" "Porque eu ouvi um rumor de que sua esposa livrou-se de seu amante e que 4 se reconciliaram. percebeu que ela tinha a oportunidade perfeita para desenganá-lo de algumas de suas ideias mais estranhas.

" 4 . "Você sabe o que me faria feliz. George. você sabe como é. "Oh. É verdade que minha esposa descartou seu amante. Case-se comigo." "Então não acredite nessa tolice. As pessoas me dizem coisas o tempo todo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene sorriu alegremente. Eu raramente acredito nelas. Eu gostaria que você fosse feliz. mas isto não mudou as coisas entre nós mesmo." Ele olhou para ela." "Isto é uma vergonha.

" ." 4 "Isto é uma situação completamente diferente. Eu fiz uma regra mesmo antes de encontrar você que não iria para a cama com homens que eu gostava. "Você parece gostar de Philip Ross bem o suficiente e ainda o deixa foder você. E ele também não é nenhum de seus negócios. todo o bom humor filtrado de seu rosto." Ele levantou e começou a compassar o tapete.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você sabe que não vai acontecer. Você é um de meus amigos mais antigos.

sua mente estava trabalhando furiosamente. nenhuma ação falou de um homem racional. Como George tinha sabido que Philip tinha estado na casa de prazer com ela e com Adam? 4 Ele ou estaria bisbilhotando ou lendo seus arquivos privados. "Você sabia que ele gosta de foder homens?” "Eu sei que os gostos sexuais dos meus clientes são seus negócios.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C George balançou ao redor." Embora ela mantivesse o tom leve. Eu não estou aqui para julgar ninguém. .

entretanto. ela tomou a oportunidade para tocar o sino do criado quando ele estava de costas. por que você não fode comigo?" . Eu considero que ele seja tanto um membro do clube como você é." 4 George empurrou a mão pelo cabelo. não é?" Helene levantou e caminhou até a lareira como se para aquecer suas mãos. "Philip possui a mesma quantia de ações que você. Quando George começou a compassar novamente. "Se somos iguais.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Philip Ross não é um cliente.

então você deve tê-lo tido quando ele era casado.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "George. uma expressão presa em seu rosto. "Exatamente quanto tempo você conhece ele?" ." "Mas novamente você fez uma exceção para Ross. Você sabe disso." 4 George olhou para ela. Ele disse que é conhecido por anos. você é casado! Eu não durmo com homens casados." "Eu o conheci pouco antes dele se casar e não o vi novamente até algumas semanas atrás quando ele apareceu aqui com Gideon Harcourt.

é que eu nunca casarei com você." ." "Que divórcio?" Ele levantou as sobrancelhas. "Mas eu não quero casar com você. nós podemos casar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Isso não é da sua conta. "Eu não disse a você? Vou divorciar-me de 4 minha esposa por adultério." Os sons de passos lânguidos fora no corredor fortaleceu sua coragem. "Tudo que eu desejo que você entenda George." Helene abanou a cabeça. Quando eu estiver livre." "Você vai depois de meu divórcio.

"Ou talvez eu devesse dizer a eles que voltem 4 mais tarde. "Você está pronta para algumas visitas?" Seu sorriso esmaeceu quando viu George." . Claro que você quer. minha querida." Helene abriu a boca para responder e então a fechou novamente quando alguém bateu na porta. um sorriso indulgente em seu rosto." Philip enfiou a cabeça na porta. Depois de um olhar cauteloso em George.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele deteve na frente dela. ela disse. "Entre. "Não seja tola.

Para alívio de Helene." Helene olhou para Philip. minha querida." George curvou e beijou sua mão. cuja expressão gelou quando observou George. "Nós não terminamos completamente. . embora houvesse círculos escuros sob seus olhos. mas eu entendo que você tenha muito para pensar. e seus lábios estavam mordidos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Não. em carne viva. por favor. George e eu terminamos nossa discussão de qualquer maneira. 4 Marguerite parecia ligeiramente mais composta. entre. Ele abriu a porta totalmente e Marguerite e os gêmeos entraram.

minha querida. Nossos negócios podem esperar até a manhã?" "Claro. eu só queria dizer a você que eu decidi jantar com os gêmeos e a Sra." Helene sorriu encorajando sua filha. "Eu já enviei uma mensagem para o Visconde Harcourt-DeVere. Nós podemos conversar sobre o que você quer fazer 4 amanhã e tomamos nossas decisões a partir daí.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Maman. que está disposto a nos ajudar a lidar com a família Lockwood." . Smith-Porterhouse e então ir para a cama.

Maman. "Ele visitou o convento pouco antes de eu partir." Ela sorriu para George. "Peço desculpas. Você não conheceu Lord George Grant antes. não é? Lord George posso apresentar minha filha primogênita. nós nos encontramos. Marguerite.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene notou que Marguerite estava estudando George com grande interesse. Lady Justin Lockwood." Apesar de Marguerite estremecer com o título. ela fez uma reverência e acenou para George. embora eu não reconheça esse 4 nome. "Realmente. Eu pensei que ele estava procurando uma escola para colocar seus filhos." .

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene franziu o cenho." Philip falou da porta aberta. "Você ou ainda tem essa carta?" . Era chance completa que aconteceu de eu acabar no lugar onde seus filhos estavam na escola. que ele bloqueou com seu corpo." Ele olhou para Christian. "Por que você não me disse que você visitou a Normandia?" George encolheu os ombros. "Eu estava lá a negócios diplomáticos e parei pelo caminho para visitar algumas potenciais escolas para Amanda. "Você está certa?" Ela virou-se para George. "Eu nunca fui um grande partidário de coincidências 4 acaso.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Christian assentiu e enfiou a mão no bolso do casaco.. "George. Helene mal respirava quando ele trouxe um pedaço muito dobrado e amassado de pergaminho.. por que você escreveu isto?" ." "Nós entendemos. "Eu não podia pôr-me a jogá-lo fora." Ela estendeu a mão para tomar a carta com dedos trêmulos e reconheceu a 4 caligrafia em um momento. Eu tentei. "Dê uma olhada nisso. mas." Philip movimentou a cabeça a Helene.

não é assim. sabe por que!" "Porque você desejou que meus filhos me odiassem?" "Não por isso! Porque eu amo você. Eu decidi que se suas da . Recentemente eu percebi que a razão de você não casar comigo era por causa 4 casa de prazer. não seja tola. Helene.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C George murchou e empurrou as mãos em seus bolsos." "Dizendo a meus filhos que eu sou uma prostituta?" "Helene. e eu quis chamar sua atenção. "Maldição.

Eu sei o quão duro foi para você desistir das crianças todos 4 aqueles anos atrás. você poderia achar outra pessoa para gerenciar o lugar enquanto você apreciava algum tempo bem merecido com eles. "Você decidiu que eu precisava me tornar um mãe melhor e uma mulher de negócios menos obcecada." "Exatamente." Helene se sentou fortemente em uma cadeira perto do fogo." .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C crianças precisassem de você. Eu pensei que isso poderia ser um caminho para devolver eles para você.

mas funcionou. "Eu sei que soa ridículo." Helene encontrou seu olhar. não é?" 4 . não é? Você tem todos os seus filhos ao seu redor agora. "E eu certamente tenho meu trabalho para tentar cuidar deles.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Dizendo a eles sobre minha vida ‘real’ de forma que eles não teriam nenhuma opção senão tentar me achar e exprimir sua revolta?" George assentiu.

" Ele sorriu ao menino e então a Helene." Philip disse da entrada.12" Christian lançou um ansioso olhar para Helene.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Ataman. Helene. Christian. Mas talvez seja hora para eles se 4 retirarem desta discussão. Você está fazendo um trabalho excelente de cuidar de seus filhos. "George está certo numa coisa. "Sua mãe nunca iria acreditar que você conspirou com George para enganá-la. "Eu não sei quem enviou a carta." "Está tudo bem. Foi entregue na escola em mãos." .

" "Obrigado. Maman. Deus. mas Marguerite tomou sua mão e a de Lisette e puxou-os em direção à porta. e sua atenção estava enfocada em George. Ele não sorria mais.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Christian olhou como se ele quisesse protestar. "Nós estaremos na cozinha se você precisar de nós." A intervenção seca de Philip chamou a atenção de Helene para sua expressão. o que ele 4 estava pensando? Podia ele acreditar que tola ela tinha sido? Philip fechou a porta atrás dos gêmeos e se recostou contra ela. . Marguerite.

" Helene tentou manter a voz calma. Helene. "O que você está tentando dizer.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu não acho que George está sendo muito honesto com você. . você acreditará em qualquer coisa. não é? Eu fiz isso por amor. Ross." Philip começou a rir. Ela não gostou de ser discutida por dois 4 homens. "E eu não acho que isso seja assunto seu. Helene entende." George agarrou a cabeça. Philip?" 12 Expressão muito usada para chamar a atenção. "Se você acredita nisso.

"Um homem que alcançou o limite de suas forças. Que tipo de homem faz isso com a mulher que ele diz amar?" George olhou para Philip. Ele enviou a seus filhos uma carta que não só revelou seu endereço. mas chamou você de prostituta. ele não teria se comportado assim. Um homem que tem esperado pacientemente pelo dia em que a mulher decidir consertar seus caminhos e estabelecer-se.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Se George verdadeiramente ama você." 4 "E você pensa que Helene é estúpida o suficiente para acreditar nisto?" .

Helene vai concordar com você. Ela me disse varias vezes que os homens que ela fode são tão estúpidos quanto ovelhas. Helene. ele já está decidido a vender suas ações para mim e sair do meu caminho. George fez uma careta. você não é. De fato. "Não pense que porque ela compartilha sua cama. "Eu tenho que concordar com você." . não é?" Philip girou para ela." "Eu não sou estúpido." Helene estalou.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C O rosto de George ficou vermelho. "Não. Ross não 4 é estúpido mesmo.

"Isto é verdade?" Ele encolheu os ombros." "Mas quando você se casar com ele. "Eu não pretendo me casar com ele. "Você disse-lhe isso?" . ele terá tudo. eu ainda possuo os restantes setenta por cento dos negócios. não é?" Helene bloqueou seu olha com Philip." Helene levantou-se.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene olhou para Philip." 4 Philip sorriu. "Ainda que Philip vendesse as ações para você. "Eu visitei meu advogado hoje.

Pelo 4 amor de Deus. "Muitas vezes. eu não entendo muito bem por que ele de repente insiste em casar-se comigo agora. Ross é como todos os outros bobos em sua vida que têm desertado e enganado você. "Não escute ele. Como você. ele até fode com outros homens!" ." "Eu penso que eu faço. George se sentou e enterrou a cabeça nas mãos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene virou-se lentamente para olhar para George." Philip murmurou.

"Helene.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu não me importo com quem ele fode. mas eles alcançaram seu objetivo. Ele tem todo direito de descobrir e apreciar o que lhe agrada. seu olhar suplicante. e 4 isto é tudo que eu quero." .. Nós temos sido amigos por dezoito anos. Você agora está livre para me amar. Eu amo você.." "Além de uma participação no cotrole de meus negócios. e eu quero que você case-se comigo. Você tem que acreditar em mim." George ergueu a cabeça. Eu vejo que os meus métodos podem ter sido um pouco arbitrários.

" Ele girou para Helene." Philip começou a rir. Eu somente espero que com sua família agora ao redor de você. Eu nunca pararia você de gerenciar este negócio como você vê ajuste. "Não é isso que você me sugeriu. se você não calar a boca. "Você se lembra daquela noite na cozinha 4 quando nós estávamos examinando cuidadosamente os livros de conta?" .” "Ross. "Eu duvido. você me permitiria compartilhar o fardo. eu vou lhe plantar a mão.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Isto não é verdade." Philip encolheu os ombros.

e eu não compartilhei minhas preocupações com você sobre os livros. Nossa conversa terminou em uma discussão.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Quando Christian entrou e nos interrompeu?" "Sim. aquela. George permaneceu em sua cadeira. a cabeça abaixada quando Philip continuou. Eu suspeitei que os irmãos La Tour estivessem enganando . "A primeira vez que notei as discrepâncias foi quando nós decidimos mudar os 4 comerciantes de vinho." Helene agarrou o encosto da cadeira e segurou firme.

mas somadas. mas não disse nada. eles representam uma boa quantia todo mês. mas em outra investigação.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C você. quantias pequenas." 4 . "Eu comecei a notar outras discrepâncias recentes. O dinheiro estava desaparecendo bem antes de alcançar os bolsos dos comerciantes de vinho. talvez. eu percebi que não era o caso. Pagamentos extras de alguns de seus clientes." George mexeu-se em sua cadeira.

"Eu não sou estúpida. "Eu penso que o desejo súbito de George casar com você origina-se mais de seu medo de ser exposto como uma fraude e possivelmente um chantagista que de qualquer noção de amor. mas com toda a turbulência aqui recentemente. "Eu a amo." Philip movimentou a cabeça em George. Philip." 4 George levantou-se e apontou um dedo tremulo para Philip. seu bastardo! Como você ousa sugerir o contrário!" . Eu notei que algo estava errado.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene assentiu. eu não consegui discutir minhas preocupações com o curador ou o banco.

eu suspeito." Helene ignorou Philip e caminhou até George.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu estou certo que você faz. "Eu vou entender quando você explicar isso para 4 mim. de Helene. "Deus. "O que está acontecendo." . mas sua noção de amor não é como a minha ou. você entende. Ela tocou em seu braço. não é?" Ela apertou seu ombro. George?" O rosto dele se contorceu com seu tom suave.

" Helene franziu o cenho. "Eu nunca soube que você era um jogador." "Mas por que você não me pediu ajuda?" ." George escapou de sua mão e começou a compassar novamente. e o desesperado som estremeceu seu corpo inteiro. Eu precisei do dinheiro para sustentar minha família. "Eu fiz alguns investimentos imprudentes ao longo dos anos e usei toda a minha poupança 4 e a herança da minha esposa. Você certamente não joga aqui.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele suspirou. "Eu tenho dívidas. que eu tenho que pagar. dívidas de jogo.

Quando jamais quis qualquer coisa?" O sorriso de Philip era sombrio. uma 4 mais que outras. "Você não entenderia. "Eu quis muitas coisas em minha vida.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Pedir à mulher que eu admiro mais que qualquer outra no mundo para me ajudar? Admitir que fui um tolo e quase empobreci minha família? Pareceu mais fácil tomar um pouco dos livros." . "Mais fácil roubar de sua amiga que pedir sua ajuda?" George virou-se." Philip bufou.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Seu olhar encontrou Helene. ele é o pai de seus gêmeos. George gemeu." Helene olhou para ele. não é? Eu nunca tive uma chance de casar com você depois que ele apareceu. "Maldição. sua atenção toda em Helene. "Mas eu também aprendi que você não pode forçar alguém a te querer ou te amar. não é?" Philip ignorou George. "O que você quer fazer 4 com ele?" . incapaz de desviar o olhar da dor em seus olhos.

" . apesar de tudo que eu fiz?" "Claro. "Eu não sei. Talvez eu precise conversar com os outros administradores e ver se eles me ajudarão a resolver suas dificuldades financeiras.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Com George?" Ela suspirou. e seus ombros começaram a tremer. Você ainda é meu amigo. 4 "Eu não mereço isso." George pigarreou. "Você pretende me ajudar." George baixou a cabeça em suas mãos.

Uma vez que as preocupações sobre suas dívidas e o sustento de sua família sejam esclarecidas. Amanda." Ela olhou para Philip. tudo parecerá diferente. precisa dele. "Você o escoltará até sua casa?" "Se é isso que você quer." e . George? Sua filha. Ele agarroulhe os dedos e os seguraram apertados. "Mas você irá." Ela assentiu com a cabeça. "Eu duvido que ele faça qualquer coisa tola.4 eu suspeito que sua esposa também. não é.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene ajoelhou na frente dele e bateu levemente em seu joelho.

onde 4 Judd a aguardava. seus olhos injetados. "Eu pagarei de volta. Apesar de suas ações. sua boca uma linha fina. Ela esperava que desse tudo certo. era . Eu prometo. Só vá para casa e descanse um pouco. George.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C George começou lentamente a ficar de pé. ainda que leve toda uma vida." Ele movimentou a cabeça e girou obedientemente em direção à porta." "Não se preocupe com isso agora. Helene.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C difícil parar de cuidar de um homem que tinha sido uma constante em sua vida por tanto tempo. por que você faz isto? Por que você constantemente me 4 afasta?" ." Helene encolheu os ombros com indiferença. "Não há necessidade de voltar." "Maldição. Helene. Philip esperou até que George passou por ele e então se voltou para Helene. "Eu levarei George para casa e volto aqui assim que eu puder.

com medo de você me ver assim. Eu tenho que ser forte para todo 4 mundo." . "Por quê?" Ela balançou a cabeça e estendeu a mão para se equilibrar em sua escrivaninha. "Porque eu tenho que ser forte.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela sentiu o picar quente das lágrimas em seu rosto e tentou piscá-las longe." Ele tomou um passo precipitado em direção a ela. "Porque eu estou com medo de quebrar completamente.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Não para mim. "Helene. "Que eu use sua debilidade contra você." 4 "Então por que você ofereceu vender suas ações para George?" . Você pode ser o que quiser para mim. que vou subjugá-la e a impedir de ser forte?" Seu sorriso era amargo." "E talvez seja isso que me assusta mais." Ele parou de se mover. Eu sou bastante capaz de suportar algumas lágrimas. Eu não quero possuir você. ninguém pode fazer isso com você exceto você mesma.

mas era muito tarde. nós não temos nada mais para dizer um ao outro." Helene lutou para respirar." Ele abruptamente se curvou. para emoldurar as palavras que deixariam ambos 4 livres sem a confusão que ela tinha criado. Philip já tinha partido. . Não há nenhuma chance no inferno que você jamais confie em mim com seu coração se você não pode confiar em mim sequer com seus negócios. Eu tentarei ficar fora do seu caminho. "Se você realmente pensa que eu faria isto.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Sua expressão escureceu. "Eu voltarei amanhã para me despedir do pessoal.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C 4 .

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C 4 Capítulo Vinte e Cinco .

Durante sua noite insone. Outra pilha de correspondência enchia a superfície. Ela poderia muito bem lidar com isto.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip tinha sido tão bom quanto sua palavra. ela 4 percebeu que não acreditava que Philip vendesse suas ações para George. Ele tinha traçado seu percurso em torno da casa de prazer para não cruzar com ela de modo algum. Ela resistiu ao impulso de ir e encontrá-lo novamente e voltou para sua escrivaninha. Ele provavelmente as usaria como uma isca para . exigindo sua atenção. Helene não o viu o dia todo.

Isso seria muito mais como Philip que conspirar por trás dela. Mas como diabo ela iria conseguir que ele acreditasse nela? Ele obviamente decidiu que ela era incapaz de confiar em alguém. Ela queria que ele ficasse.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C conseguir que George expusesse seus planos verdadeiros para ela e os negócios. Seus pensamentos espiralavam em torno de uma volta interminável. 4 . Ela não queria que ele partisse.

"Maman." Lisette disse. Ela achou os óculos e tentou novamente. Quando ela conseguiu ler uma. "E muito mais tranquila agora. ela abriu a primeira carta e tentou ler. Nós podemos falar com você?" Ela ergueu sua cabeça e encontrou os gêmeos na porta. "Claro. Marguerite está bem?" 4 "Ela está dormindo. mas as palavras continuavam saltando por toda a página.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Com um suspiro. não fazia sentido. suas expressões sérias." .

" . Levará um longo tempo para se recuperar dessa tragédia terrível. "Você vai nos enviar de volta para a França?" "Não a menos que você deseje voltar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu estou contente por ouvir isso. Com você. eu quero 4 dizer.. e todos nós teremos que ajudá-la." Ele olhou para Lisette. Nós gostaríamos de aprender sobre os negócios. "Nós preferiríamos ficar aqui." Christian cruzou os braços e se inclinou preguiçosamente contra a parede..

Smith-Porterhouse concordou em ficar como sua acompanhante durante o tempo que quiser Lisette." Ela fingiu reorganizar as cartas em sua escrivaninha.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene sorriu pela primeira vez naquele dia. "Eu estou esperando que vocês gastem os próximos anos completando sua educação e apreciando os encantos de Londres. "Vocês dois são um pouco jovens para serem envolvidos nisso." 4 . Sra. mas em poucos anos. vocês certamente podem me ajudar se ainda o desejarem.

"Viu? Eu disse a você que ela ficaria contente que queremos ficar. Isto é 4 verdade?" "Sim. como sempre. "O Sr. Ross disse que você não era apaixonada por Lord George e que era tudo de sua mente. Mas o Sr. Ross estava certo. Ross nos disse sobre o que aconteceu com Lord George." "Mesmo? Isso é típico dele." Sua expressão sóbria." . o Sr. Maman." "Eu sinto muito Lord George machucar você.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Lisette sorriu alegremente para sua mãe e depois a Christian.

ela disse algo engraçado. "Você não gosta dele?" "Sr.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Lisette compartilhou outro olhar ansioso com seu irmão." "O que ela disse?" 4 . Ross? Eu gosto dele bem o suficiente. depois que Marguerite tomou o láudano. Por quê?" "Porque ontem à noite. Helene perguntou-se se ela tinha soado tão amarga quanto se sentia.

" Helene olhou fixamente para os rostos expectantes dos gêmeos e tentou manter sua expressão sob controle. disse que Christian e eu. Ross em lugar de comigo. "Talvez vocês devessem estar tendo esta conversa com Sr." 4 Christian fez uma careta. Ross.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Que quando ela piscou muito rápido. "O que isso quer dizer?" . parecíamos com o Sr.

então.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Quer dizer que o Sr. Ross é o único que pode responder-lhe. Ele está aqui hoje. Por que não perguntam a ele?" "Você pensa que ele se importaria?" "Por que ele devia?" Christian agarrou a mão de Lisette. suas mãos ainda ligadas. Maman está certa. . "Vamos perguntar a ele. e rezou para que ela tivesse feito à coisa certa. o que de pior ele pode fazer para nós?" 4 Helene assistiu eles irem.

Ela retornou ao correio em sua escrivaninha e abriu outra carta. . reverta para você a partir deste dia. Cara Madame Delornay. que foram incluídas no espolio do falecido Lord Derek Knowles. nosso cliente. 4 Nós apreciaríamos se você pudesse vir ao nosso escritório e assinar os documentos finais para completar esta transferência em seu nome. Lord Philip Knowles.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Esperava que Philip fizesse também. nos instruiu para informá-la que as ações em sua casa de prazer.

notando que estava datada do dia anterior e que Philip arranjara a transferência antes da altercação com George. e ela ainda não confiava nele e o excluía. Helene olhou para a carta. Lágrimas picavam em seus olhos. advogados. Ele fez tudo para mostrar que ela estava segura4e amada. Smallwood e Smith. Ele teve toda razão de estar desgostoso com sua falta de confiança. .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Atenciosamente. Fotheringay.

certamente. Sua decisão de como mostrar-lhe que tinha chegado a amar e confiar nele era inteiramente dela. o amante perfeito.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela colocou a carta na escrivaninha e alisou-a com os dedos. ela ia ter que assumir um risco. aquele que todo o resto de seus muitos amantes falhou em estar à altura? Um ideal. A decisão de Philip dizer aos gêmeos sobre ele era sua para tomar. Quando Philip se tornou tão importante para ela? Ou 4 será que ele sempre esteve lá no fundo de sua mente. Ela olhou para a carta. Que diabo ela ia fazer? Pela primeira vez em sua vida. se ela realmente queria algo. .

Depois de uma respiração profunda. O que eu posso fazer para você?" "Você pode descobrir se o Sr. Philip pretende ficar aqui hoje à noite?" 4 . com sua experiência adquirida dolorosamente. madame. Helene tocou o sino dos empregados e Judd apareceu.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C mas a realidade. "Bom dia. a sensualidade erótica e verdadeiro antagonismo eram muito melhor.

madame. "Eu acredito que ele o faça." 4 .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Judd franziu o cenho. Adam." "Perfeitamente. Você deseja que eu pergunte a ele ou descubra de um modo mais sutil?" Helene sorriu. se você entende o que quero dizer. madame. Eu verei o que posso fazer. Ele mencionou algo sobre ver o Sr. "Eu preferiria saber sem ele saber.

Para todas as suas causas. Não. ainda que ela tivesse negado esse direito para si mesma. os gêmeos teriam alguma semelhança de uma conexão com ele. 4 Estava na hora de decidir se ela tinha a força para deixar Philip Ross ir embora novamente. era pior que isto. Eles mereciam ser felizes. como havia feito Philip. ela esperava que ainda que sua relação com Philip não desse certo. Helene estava fora de si nervosa e incapaz de enfrentar e visitar os salões regulares de modo algum. Ela tinha que encontrar a força para .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C No momento em que a noite chegou. os gêmeos desapareceram a tarde toda. Para adicionar a suas ansiedades.

Ela não cometeria o erro de se afastar do amor novamente.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C aceitá-lo e pedir-lhe para ficar. suas escolhas pareceram irrevogáveis. mas agora ela sabia de forma diferente. Ela não podia usar sua beleza para conseguir o que queria dele 4 também. . Um homem que não tinha medo de dizer a ela que ela estava errada. Aos dezoito anos. Ele esperava muito mais dela do que isso. Ele amadureceu em um homem que ela poderia respeitar. até quando ele sabia que ela estaria brava.

Smith-Porterhouse na casa ao lado. e os gêmeos estão seguramente abrigados com a Sra. Judd. "Madame? O Sr. Philip está no salão principal.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Judd bateu em sua porta quando o relógio marcou nove horas." . Há alguma coisa que posso fazer para ajudá-la?" "Obrigada. A senhorita Marguerite comeu um jantar leve e retirou-se para a cama. e se inclinou. Você deve saber que eu faria qualquer coisa por você. "Por nada. madame." 4 O velho curvou-se profundamente.

Nós lhe devemos tanto. dos mais apavorantes bordéis e da guilhotina. basta lembrar-se disso. Philip." . "Madame. O rosto de Judd suavizou. Era óbvio desde o início que se importava com ele. "Ele é o primeiro homem que já 4 alcançou o poder de estar com você e viveu para contar o conto. "Todos nós gostamos muito do Sr." Ela olhou para ele com surpresa e ele piscou. você salvou tantos de nós da sarjeta." Ele bateu levemente em seu ombro." As desacostumadas lágrimas ameaçavam e Helene tentou sorrir.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Obrigada. e você toma tão pouco em retorno.

Era fácil esquecer que em uma casa tão pequena quanto essa.4 pedir-lhe para ficar. parou na porta para juntar sua coragem. nada era privado ou sagrado.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene podia fazer nada mais do que movimentar a cabeça e recomeçar a subir os degraus atrás dele. e . Ela criou sua própria família ao seu redor ao longo dos anos. Ela contornou os salões principais e dirigiu-se ao quarto de desejos. Ela tinha que baixar a guarda. Ela tinha que fazer isto. em seguida. oferecer-se a Philip. mesmo sem perceber. E talvez isso fosse como devia ser.

a julgar pela sua conversa com Judd. talvez eles já soubessem. 4 Ela respirou fundo.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Depois dos pastéis sutis do corredor. "Qual é o seu desejo?" Helene fechou os olhos. a espessa escuridão repentina era desorientadora. Embora." . Se ela dissesse isto. "Eu quero Philip Ross. todos na casa de prazer saberiam exatamente o que ela procurava.

a principal casa do finado Lord Knowles. Se ele . e ofereceu um convite para eles visitálo lá. Ele passou à tarde com os gêmeos de Helene. ele 4 se afastando de vizinhos que conheciam foi intimamente a Sudbury Court. Lisette tinha sido tímida. seus gêmeos agora. Christian um pouco mais cauteloso. mas encantada. Desde sua ascensão ao título. olhando para a porta toda vez que alguém entrava. Mas até ele veio a si quando Philip descreveu sua sede da nova fazenda e a qualidade de seus cavalos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip compassou o salão principal. vendo como ele admitiu que era seu pai.

Ele tinha que decidir com os gêmeos exatamente o que eles queriam tornar público sobre sua relação antes dele tomar mais alguma decisão. Ele franziu o cenho.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C trouxesse os gêmeos com ele desde o inicio. . Não seria fácil compensar todo o tempo que tinha perdido. mas ele pretendia cumprir seu dever apreciassem ou não. Seu dever para com sua mãe era outro assunto. Quando George tinha 4 explicado seus vários esquemas para controlar Helene. ninguém lá saberia nada diferente. Philip mal conseguiu conter sua ira por tamanha traição.

Ele sempre a conheceria. e ainda assim ele quase tropeçou na mesma armadilha que todos os outros homens4 em sua vida. tentando superprotegê-la e .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Não admira Helene sentir que cada homem em sua vida aproveitou-se dela e que ela tinha que se defender. E ele era definitivamente o homem que podia fazer isto. Helene não precisava ser domesticada ou possuída: ela precisava ser apreciada e amada por exatamente o que era uma mulher surpreendente. Ele a conhecia. Ele também tinha sido uma revelação.

fazendo seus olhos azuis refletirem todas as cores do mar. Na verdade.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C controlá-la. ela não precisava dele ou de qualquer homem. . mas ele esperava por Deus que ela quisesse que ele ficasse ao redor de qualquer maneira. Seu cabelo loiro estava amarrado em um laço preto apertado. e sua pele 4 estava ligeiramente bronzeada. está esperando por Adam?" Philip virou-se e encarou um homem alto de seus trinta anos vestindo um uniforme naval. "Senhor.

" O sorriso de David era surpreendentemente doce." Philip estendeu a mão. "Você me deu grande prazer.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Você é Adam?" "Eu sou. "Eu também sou Capitão David Gray. "Sério?" Philip moveu-se em direção a um canto da grande sala onde eles teriam mais 4 isolamento antes dele responder. Por que eu não quereria admitir isto?" . "Eu tenho muito prazer em conhecê-lo." O homem se curvou. um oficial da Marinha Real.

" Philip admirou a habilidade de David de trocar de amante a militar profissional em uma oração. Muitos homens relutam em admitir que o prazer pode surgir na forma mais peculiar de circunstâncias. o problema inicial desapareceu.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu aprecio o elogio. o que eu posso fazer por você? Sua nota soava urgente. Agora. Eu fui ameaçado com 4 chantagem por causa de meu envolvimento com você." "Chantagem?" . "Na verdade.

"Eu quero que você me amarre. "Eu teria muito prazer de estar de serviço.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Philip assistiu o fluxo de raiva no rosto de David e florescer em seu rosto." . "Aquela ameaça está terminada. O que eu posso 4 fazer por você?" Philip sorriu. mas eu estou esperando que você me ajude com outro problema que eu tenho para lidar esta noite." David se curvou. Este homem não tinha sido mais que uma festa para os planos de George que ele e Helene eram.

” Judd abriu um sorriso.. senhor. Philip? Madame não virá para os salões hoje à noite. e ela pediu." 4 Philip sorriu para Judd e David como se o seu cavalo favorito tivesse acabado de ganhar o Derby. muito melhor. seu rosto corado. Ela acabou de entrar no quarto de desejos. mas eu . Por você.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C A boca de David abriu e ele piscou forte. "Não.. "Então nós precisaremos mudar nossos planos um pouco. "Sr." "Por que diabo não? Eu preciso dela! Não me diga que ela saiu. Antes que ele pudesse dizer qualquer coisa. Judd apareceu no cotovelo de Philip.

David. Depois do que parecera como horas. ela ouviu uma porta abrir no lado oposto 4 quarto e o som de respiração suave." "Passe para o quarto a sua esquerda. Judd vá em frente e reserve esse quarto para nós. você pode ir buscar Helene.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C acho que nós ainda podemos fazê-los funcionar." Helene achou o caminho através da entrada ainda mais escuro para o que parecia ser uma área relativamente pequena. depois que você me prender. e nós cumpriremos seu desejo. do "Madame?" .

madame." . "Um momento.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Seu coração quase estremeceu em uma parada. O que quer que esteja acontecendo. um sorriso em seu rosto. Ele parou perto da porta. Essa não era a voz de Philip. e ela aceitou. ela tinha que segui-lo. talvez ele não quisesse ela afinal. David estendeu a 4 mão. "Madame Delornay? Você virá comigo. Oh Deus. por favor?" Ela abriu os olhos para encontrar o Capitão David Gray bem na frente dela.

ao longo de um pequeno corredor frio. era ele deslizando uma venda sobre seus olhos. Ela permitiu que ele a ajudasse a caminhar para outra porta. madame.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele soltou sua mão e andou atrás dela. Ela soube que eles estavam usando a escada dos empregados por causa do som oco de seus pés na superfície nua. 4 "Por favor. A próxima coisa que soube. e então esperou quando ele parou novamente." . venha para dentro. Ele tomou suas mãos e levou-a lentamente para o corredor.

esperou enquanto David removia o venda. e achou-se olhando fixamente para Philip. e seus pulsos estavam algemados acima de sua cabeça em uma armação de madeira. Philip estava nu. com exceção de uma camada fina de óleo. 4 .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela avançou. Uma vela preta grande iluminava o quarto pequeno no último andar da casa de prazer. mas não fixo a estrutura. Seus tornozelos estavam acorrentados um ao outro.

" Philip inclinou a cabeça. e do esforçado pênis ereto entre os cabelos escuros em sua virilha. Philip. a curva delicada de seus quadris. bebendo a vista de seus músculos sombreados. com destino a seu prazer.. Eu. "Eu prometi que tentaria tudo que a casa de prazer tinha a oferecer." Helene lambeu os lábios.. "Então aqui eu estou. "Você não tem que fazer isso por mim.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene olhou fixamente para ele." 4 .

Mas aqui estou eu." Ele cortou sua tentativa hesitante de falar. "Isso é o que eu devia estar dizendo para você! Eu sou a pessoa que mostrou uma completa falta de confiança. "Eu quero que você entenda que sou seu para fazer o que você quiser e eu confio em você para não me machucar. "Talvez nós dois tenhamos culpa." Ela quase bateu o pé. eu tenho." 4 . disposto a ser usado como você quiser. não você." Seu sorriso era gentil.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Sim.

Use-me." Helene respirou fundo. veja se você pode fazer-me implorar." . E. entenda que eu farei qualquer coisa que você me pedir." "Então confie em si mesma com 4 meu corpo. mais tarde nós mudaremos de lugar e eu farei você implorar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene torcia as mãos juntas. Mas é tão duro para mim ter fé em alguém exceto eu mesma. "Eu devia ser presa lá em cima.." "Então tente. Eu quero mostrar a você que você pode confiar em mim. se assim desejar.. "Eu quero acreditar em você.

seu olhar treinado interessado em ambos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela segurou seu olhar. Ela meio que se virou para olhar para ele." . David Gray ainda estava inclinado contra a porta. viu a aceitação tranquila de sua vulnerabilidade em seus olhos castanhos e movimentou lentamente a cabeça. Será que realmente importava qual deles estava preparado para dar esse passo vital quando o resultado final traria a ambos tanta felicidade? Atrás dela. 4 "Eu gostaria de ver David chupar seu pau.

madame." Helene sorriu para David. Philip nitidamente inalou. "Você fará isso por mim?" "Claro. exibindo os músculos planos apertados de seu abdômen." Ele caminhou até Philip e caiu de joelhos.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C A expressão sutilmente relaxada de Philip como se ele sentisse sua capitulação completa. 4 "Como você gostaria que eu o chupasse. madame? Duro ou rápido. suave ou áspero?" . Será um prazer. "É por isso que pedi-lhe para me ajudar esta noite.

eu penso que definitivamente áspero. a coroa já molhada de seu pênis empurrava em direção a David como se ávido para ser tragado todo. ele estaria gozando rápido de qualquer maneira. Deus. e isso o fez tão duro que ele quis gozar imediatamente e com a sucção que David estava usando. empurrando seu pênis tão profundamente quanto podia.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene considerou o torso magro de Philip. Helene estava assistindo-o. "Duro." Os músculos da garganta de Philip trabalharam quando David o levou em sua boca. Os dentes de David . Ele gemeu e 4empurrou seus quadris no movimento.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C rasparam sua seta. Ele a deixou ver sua necessidade. Ele abriu os olhos e viu o topo da cabeça de David e então Helene olhando fixamente para ele. Ele gozou duro em grandes ondas de tremor. enviando ele em um frenesi até mais intenso de luxúria. Helene gostou do que viu? Faria com que ela o desejase? . e sua alegria em compartilhar com ela. arqueando suas costas para empurrar o máximo de si na boca e garganta de David tanto quanto David podia 4 tomar. sua iminente falta de controle.

"Gostou disso?" "Você não poderia dizer?" Ele se debruçou adiante e lambeu o pênis de Philip novamente. você gostou. Ele olhou em Philip. "Mais importante. madame?" "Sim. "Gostaria que Philip chupasse 4 você. agora?" ." A resposta de Helene era suave e íntima. mas sua expressão era de felicidade.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C David soltou o pênis de Philip e se sentou de volta. enxugando a boca.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

David ficou de pé e espalmou a tenda em seus calções. "Não, madame. Eu penso que o resto de seu esforços deviam pertencer a você esta noite." Ele piscou. "E provavelmente para o resto de sua vida." Philip abriu a boca para falar, mas Helene foi mais rápida. "Eu acho que ele ainda precisará de você ocasionalmente, David, se você estiver disposto. Eu adoraria ver vocês juntos novamente." David levantou as sobrancelhas e 4 olhou para Philip, que movimentou a cabeça e disse, "Definitivamente."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

"Então vou me manter em prontidão." David piscou e fez uma reverencia. "Boa noite para você dois, e eu espero que você sobreviva a ela." Depois que a porta se fechou atrás de David, Philip esperou para ver o que Helene pretendia fazer a seguir. Ela chegou perto dele e começou a remover seu vestido de cetim marrom. Sua garganta secou quando ela revelou um colete de cetim preto apertado, meias 4 pretas, ligas e sapatos de salto alto. Seus seios exuberantes praticamente expostos pelo colete, revelando seus mamilos apertados através do laço preto suave.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ele viu quando ela atravessou para a prateleira de chicotes e outros brinquedos sexuais, seu corpo inteiro tenso em antecipação. Ela escolheu um chicote e voltou para ele. Ele estremeceu quando ela arrastou a ponta do chicote sobre seu peito e depois seus mamilos até que eles eram dois pontos duros de sensação dolorida. "Você deixou David foder você?" "Não." 4

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ele quase se esqueceu de respirar quando ela moveu o chicote mais embaixo e circulou seu umbigo. O óleo com que David o cobriu agora refletido no couro preto. "Por que não?" "Porque eu não estou pronto para ser tomado por um homem como aquele." Ela correu o chicote sobre seu pênis, esfregou-o contra a coroa molhada até que o couro aumentou a fricção úmida e criando um atrito adicional contra sua carne 4 em rápida expansão. "E se eu pedisse para tomá-lo agora?"

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ele fechou os olhos quando o chicote deslizou sobre suas bolas e a pele suave atrás delas. "Então eu o faria." Ele empurrou quando ela se curvou e beijou a ponta de seu pênis. "E se eu fodesse você ao invés?" De repente era difícil respirar, então ele se concentrou naquilo enquanto ela 4 continuava a atormentar seu pênis e bolas com o chicote de couro agora molhado. "Eu não entendo o que você quer dizer."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ela riu e ligeiramente sacudiu o chicote contra sua coxa. "Você viu o que acontece aqui no último andar. Você sabe que há mais de uma maneira de tomar um homem." Ele ficou tenso quando ela o circulou ciente que ela o estava estudando. Ele não podia deixar de apertar suas nádegas quando ela ligeiramente bateu-lhes com o chicote. A cabeça do chicote cutucou entre suas nádegas. 4 "Há mulheres que amarram um pênis falso com correia para tomar homens que gostam de ser usados assim. Você os viu?"

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

"Sim." Ele gemeu quando o chicote deslizou mais para baixo e cutucou suas bolas por trás. "E então existem os pênis falsos, ou dildos, que imitam a mesma sensação, mas não o movimento excessivo. Ambos, homens e mulheres podem usá-los." O chicote ficou parado. "Qual você preferiria?" 4 Deus, ela esperava que ele escolhesse? Philip friccionou os dentes. "O que você quiser Helene, eu farei."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ela soltou o chicote e voltou para os armários e tirou de uma gaveta. Ela trouxe tudo para a cama para que ele pudesse ver o conteúdo. Ele já sabia o que continha de suas visitas diárias ao andar. Pênis de todos os comprimentos, larguras, cores, de couro, pedra, vidro, e madeira, tudo feito artesanalmente para o prazer. Seu pênis cresceu mais duro só de olhar para eles. O que ela iria escolher, e como ele se sentiria permitir ela encher seu ânus totalmente? Ele abafou um gemido 4 enquanto ela ponderava cada objeto, acariciando-os com os dedos, pesando-os em suas mãos até que ela finalmente tomou uma decisão.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ela escolheu um pênis de madeira esculpido espesso que era do comprimento do seu próprio quando ereto. "Você tomará este por mim?" Ele movimentou a cabeça, incapaz de falar enquanto se preparava para a invasão. Helene sorriu pela primeira vez, e ele percebeu que ela estava se divertindo, estava confiando que ele apreciasse também. 4 "É grande," ele conseguiu murmurar.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ela tocou o pênis de madeira, trouxe-o para compará-lo com o seu. "Aproximadamente o mesmo que o seu. Eu acho que você gostará disto." Ela desapareceu atrás dele novamente, e ele cheirou uma sugestão de limão e especiarias e sentiu a frieza do óleo entre suas nádegas. Sua mão deslizou acima de seu quadril e pegou seu pênis pela base. Ela apertou e relaxou até ele esquecer o que estava por vir era o prazer de sua mão sobre ele. Esqueceu-se até que ela aliviou um dedo lubrificado dentro dele e 4 depois outro.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ele tentou ignorar a invasão estranha, tão bem que ele quase se acostumou a isto, congratulou-se a cada jogo sutil estirando sua carne. Três dedos agora e a pressão aumentou. Sua respiração ficou ofegante. Ele já não sabia quanto tempo tinha passado enquanto ela trabalhava nele, alargando-o, e o acalmando com beijos suaves nas costas. Oh Deus, isso não era mais seus dedos, isso era a pressão mais dura do falo 4 de madeira. Mas era muito tarde para expulsá-lo enquanto ela trabalhava seu pênis em um frenesi. Sentiu como se seu eixo houvesse se expandido para encher seu

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

ânus também. A forte dor, sensação aveludada virou uma pontada de pura luxúria quando ela sondou mais fundo e achou algo dentro dele que respondeu avidamente e desesperadamente a procura do pênis de madeira. "Helene..." Ele queria vê-la, mas queria que ela nunca parasse de fazer tudo que ela estava fazendo, porque ele nunca se sentiu tão excitado antes em sua vida. 4 "Espere," ela sussurrou.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ele quase chorou quando ela parou de tocá-lo, empurrando seus quadris cegamente em protesto até ela reaparecer de joelhos na frente dele, tomou seu pênis em sua boca, e continuou a deslizar o falo dentro e fora com a outra mão. "Deus, Helene, eu quero descer em sua garganta agora," ele rosnou. "Não pare." Ela o chupou mais forte e tudo se tornou um borrão de sons e sensações, 4 levando-o em uma tempestade de êxtase que ele não se negou. Seu sêmen explodiu

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

em sua boca quando ela bateu o falo de madeira de retorno uma ultima vez, o deixando ofegando, gemendo e chamando seu nome. Quando ele pode respirar novamente, ele olhou para ela. Sua bochecha estava apertada em sua coxa, e seus braços estavam frouxamente ao redor de seus quadris. "Helene, você sabe que eu te amo." Ela beijou a pele suave acima de seu osso 4 do quadril. "Eu não quero controlar você. Eu pensei que quisesse, mas eu percebi que não era o que você precisava de modo algum."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ela se sentou de volta e olhou para ele, sua expressão cuidadosa. "Eu sou bastante capaz de cuidar de mim mesma." "Isto é verdade, mas eu gostaria de ser o tipo de homem que você pode respeitar um homem que te respeita. Alguém para compartilhar seus fardos e apoiála, não aumentá-los." Ela sorriu para ele. "Há algo que você esqueceu." 4 "O que é isso?"

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

"Eu preciso de alguém que entenda de onde eu vim. Alguém que me conheça." Ele segurou seu olhar. "Eu conheço você, amor. Às vezes eu nem sempre gosto de você, mas eu sempre vou tentar entendê-la e amar você independentemente." "Sim," ela sussurrou, com os olhos cheios de lágrimas. "Se eu tivesse confiado 4 em mim mesma todos aqueles anos atrás e ido com você..."

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

"Eu desapontaria você, e você acabaria se ressentindo. Eu prefiro ter você agora, como o homem que sou hoje que o jovem tolo que era então." Ele pausou. "E verdadeiramente, você não se orgulha da mulher que você se tornou?" Helene enxugou uma lágrima de seu rosto e olhou fixamente em Philip. Ele estava certo, maldito, como estava cada vez mais nestes dias. Ela se levantou. "Você acorrentado?" "Eu gostaria disso." acha que podemos continuar 4 esta conversa sem você estar

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ela soltou as algemas de seus tornozelos e depois ficou nas pontas dos pés para tentar aquelas ao redor de seus pulsos. "Você deve me prometer, Philip, que você ainda estará favorável quando as restrições se forem." "Muito tarde, minha querida. Eu nunca te prometi nada." Ela gritou quando o soltou, e ele a agarrou pela cintura e a segurou 4 firmemente contra seu peito nu.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

"Você sabe que você tem estado em minha cabeça e meu coração pelos últimos dezoito anos?" Ela tocou em sua bochecha. "Você tem estado no meu também. Nenhum de meus outros amantes nunca esteve a sua altura." Ele mudou de posição, trazendo o sexo latejante dela alinhado com sua ereção em rápido crescimento. 4 "Isto é bom, porque você não sentirá falta deles, então." Ela arregalou os olhos para ele. "O que você quer dizer?"

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ele levou-a até a cama de seda preta drapejada e a soltou no centro da mesma, prendendo-a com seu corpo antes dela poder protestar. Ele agarrou suas mãos e trouxe-as sobre sua cabeça. Antes que ela pudesse protestar, ela ouviu o estalido metálico quando ele acorrentou seus pulsos juntos. "Philip!" "Você disse que eu podia fazê-la implorar, não é?" Ele a girou sobre seu estômago e 4 deslizou vários travesseiros embaixo de seu estômago de forma que suas costas estavam curvadas, sua parte inferior levantada

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

e disponível para ele. Ela ofegou quando ele bateu em suas nádegas e em seguida estendeu a mão para investigar a coleção de dildos na gaveta. "Algo bom e espesso para seu traseiro, eu penso." Helene tentou relaxar quando o óleo gotejou entre suas nádegas, seguida pela pressão urgente de um dildo espesso de couro contra sua passagem traseira. Ela gemeu quando o dildo deslizou lentamente dentro. 4 Gemeu mais quando Philip a levantou mais alto e deslizou o pênis em sua vagina.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce

Cat C

Ela estava tão excitada de vê-lo que gozou imediatamente, apertando seu corpo na dupla penetração, o movimento de seus dedos sobre seu clitóris, seus dentes mordendo seu ombro. Não havia nenhuma sensação de ser forçada ou de ter medo. Apenas um desejo de agradá-lo e agradar-se em qualquer modo sexual que eles inventassem. Mesmo quando ela gozou novamente, ele retirou-se e virou-a de costas. 4 Quando ele olhou para ela, seus olhos castanhos cheios de desejo e determinação. "Não mais amante para você, Lady Knowles."

Pense sobre nossos filhos. "Mas você irá." Ela tentou escapar embaixo dele. Ela ressurgiu para encontrá-lo sorrindo para ela. . mas era impossível. mandando-a acima da extremidade em um mar de prazer. "Eu não irei! Eu concordo não ter nenhum outro amante se você desistir desta ridícula noção que nós já podemos casar!" 4 Ele alcançou entre eles e cercou seu clitóris.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu não concordei em me tornar sua esposa!" Ele empurrou seu pênis bem no fundo dela e segurou dentro.

"Você não quer que eu desista?" Ele franziu o cenho. Nós compartilharemos nossos filhos. Helene. então por que nós não devíamos nos casar?" Ela segurou a respiração." . e você irá ocasionalmente tomar meu conselho sobre a casa de prazer. "Por que eu iria? Você faz mais dinheiro por ano que minha propriedade velha faz. eu possuirei a 4 coisa toda. Eu percebi que George estava ligado em alguma coisa. Se eu me casar com você.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C "Eu não estou desistindo dessa noção ridícula.

suas pernas espalhadas largas por seus quadris e a profunda penetração latejante de seu pênis. Eu matarei você primeiro. enviando tremores de alegria por seu corpo inteiro." "Essa é minha Helene. seus seios esmagados contra seu tórax.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ela olhou para ele. "Eu nunca me casarei com você se você tomar controle de meus negócios. Ela lutou ." Ele sorriu e curvou-se para chupar duro em seus seios. Ela gemeu conforme 4 ele balançou os quadris.

pare com isso." 4 "Pare o que?" "Distraindo-me com sexo. Tudo que ele tinha que fazer era beijá-la e ela simplesmente murchava. muito menos um argumento inteiro.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C para manter um pensamento coerente. "Nós podemos ter um casamento tranquilo com todo mundo que comparecer jurando segredo. agora." . Ele levantou a cabeça e beijou seus lábios." "Nós não vamos nos casar!" Seu sorriso era lascivo e cheio de promessa sexual. "Philip Ross.

seu coração batendo duro e rápido próximo ao dela." . seu pênis ainda enterrado profundamente dentro ela." "Philip. "Mas eu aprendi com uma perita.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele se curvou e beijou seu nariz e arrastou os lábios nos dela. desta vez mais profundamente. mas você tem que prometer considerar tudo que eu disse." Ele a beijou novamente. eu pararei.. 4 "Certo..

ainda pouco disposta a conceder completamente. Com um suspiro." Ela agarrou seus ombros. "Mas eu ainda quero pensar sobre isto." Seu sorriso era lento e cheio de satisfação masculina presunçosa. "Teria que ser extremamente privado." 4 . Não viu nada para temer e muito para jogar.Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Helene olhou em seus olhos. "Nosso casamento? Isso pode certamente ser arranjado. caso ele pensasse que tinha vencido. ela o beijou.

" Helene ofegou quando ele começou a empurrar mais rápido e mais duro. e pretendia apreciar cada segundo glorioso dela. Estou certo que posso esperar um pouco mais. "Há uma mulher sensata. 4 .Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C Ele deslizou seus braços sob seus joelhos e subiu em cima dela. Não importava o que tinha acontecido. Eu esperei dezoito anos para chegar até aqui. ela tinha uma segunda chance.

Simplesmente Desavergonhados Casa dos Prazeres 03 Kate Pearce Cat C 4 .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful