You are on page 1of 6

101 Idéias

Evangelismo Familiar

Divisão Sul-Americana

Departamento dos Ministérios da Família

2001
101 Idéias para O Evangelismo Familiar

“O lar cristão é ... em comparação a mais poderosa agência evangelizadora no mundo... Os lares
com sua amável influência convertem mais pessoas que todos os pregadores colocados juntos. Dê-nos
suficiente deste evangelismo, e logo o mundo será cristão...”. (David e Vera Mace). Aqui há sugestões
para apresentar a mensagem aos que estão dentro e fora de nossos lares.

PREPARAÇÃO PESSOAL

• Estudar cuidadosamente alguns versículos como Efésios 2:4-8, 13; II Coríntios 5:21; Romanos
5:12-20; 8:1, que apresentem as boas novas da salvação em Cristo Jesus.
• Refletir no amor de Deus. Que pessoas têm influenciado profundamente a compreender o amor de
Deus? Como está aumentando sua compreensão do amor de Deus?
• Desenvolver com muita oração seu testemunho pessoal de fé e segurança de salvação em Cristo.
Escrever seu testemunho pode ajudar-lhe a pensar melhor...
• Fazer uma lista de versículos que falem a você do amor de Deus. Estuda-los e memoriza-los para
compartilhar como seu testemunho pessoal.

COMPARTILHAR SUA FÉ NO LAR

• Compartilhar seu testemunho com seu cônjuge. Escutar o testemunho de seu cônjuge. Como o
Evangelho tem influenciado sua relação?
• Mostrar a graça de Deus trabalhando em sua vida sendo compreensivo com seu cônjuge, e
compartilhando mutuamente seus pensamentos e profundos sentimentos.
• Tomar tempo para compartilhar com seu cônjuge o que sua fé significa para você. Como essa fé
lhe ajuda a controlar a ira, a resolver conflitos, ou a encarar a depressão?
• Esforçar-se para elevar e animar seu cônjuge com palavras de ânimo e elogios apropriados.
• Fazer o culto e orar juntos regularmente.

COMO GANHAR UM CÔNJUGE QUE NÃO CRÊ NO SENHOR

• Ser uma fonte de estímulo emocional e espiritual para o cônjuge que não crê, lutando para não
julgar seu comportamento, mas oferecendo-lhe regularmente elogios e palavras de ânimo.
• Dar um exemplo sincero de fé e da graça de Deus, vivendo com honestidade sua crença Adventista
diante de seu cônjuge... Reconhecendo suas debilidades e faltas, e sua necessidade de melhora.
• Compartilhar com seu cônjuge sobre o perdão e contínuo reavivamento que encontra em Cristo.
Tudo o que têm aprendido na sua relação com Cristo faça melhor sua experiência matrimonial.
• Fazer esforços extras para identificar e enfatizar as coisas que você e seu cônjuge tem em comum.
Buscar os pontos em que concordam.
• Participar alegremente em todos os aspectos possíveis da vida de seu cônjuge sem comprometer
seus princípios.
• Descobrir juntos novas atividades e amizades para substituir aquelas que foram deixadas atrás por
causa de sua fé, dando-se conta que a força do vínculo de amor que os une é o mais importante
para ganhar seu(ua) amado(a) para Cristo.
• Ao fazer amizades na igreja, convide homens para que sejam amigos de seu esposo, ou mulheres
para que sejam amigas de sua esposa.
• Convidar seu cônjuge para participar nas atividades da Igreja, tais como: sociais, seminários de
saúde, eventos familiares, retiros, acampamentos ou programas de manutenção.
• Animar seu cônjuge a participar em alguns aspectos da igreja ajudando com suas habilidades e
experiência.

101 Idéias, Evangelismo Familiar 2
Ministérios da Família, 2001.
UMA CRIAÇÃO MISSIONÁRIA

• Fazer uma lista das mudanças que gostaria de fazer para que sua forma de criar seus filhos seja
mais evangelizadora.
• Fazer com que o Evangelho seja mais atrativo para seus filhos com uma atitude positiva ao
relacionar-se com eles, sorrindo sempre e tratando de compreende-los.
• Cantar para as crianças cânticos que lhes falem do amor de Deus.
• Orar por cada um de seus filhos, praticando o amor de Deus e seu amor por eles em suas orações.
• Explicar para a criança em termos simples o amor de Deus como está descrito em Sua Palavra.
• Pedir perdão para seu filho quando você tiver feito algo que tenha lhe causado dor.
• Mostrar-lhe amor incondicional e aceitação. Evitar dar-lhe uma mensagem equivocada dizendo:
“Amo você se...”.
• Fazer planos para que as crianças tenham oportunidade de fazer suas próprias decisões de confiar
em Cristo.

OS FAMILIARES

• Orar sempre para que seus familiares aceitem a mensagem.
• Preparar com a família uma lista de esforços específicos que possam fazer para levar Cristo a seus
familiares.
• Fazer planos de comunicar-se com cada familiar por quem a família está orando – por telefone, por
carta, ou visitando para oferecer-lhe primeiramente uma expressão de seu amor e compartilhar
seu entusiasmo.

AMIGOS E VIZINHOS

• Compartilhar com sua família durante o culto familiar as oportunidades especiais que são
apresentadas durante o dia para compartilhar a mensagem – na família, no trabalho, na escola e
na vizinhança.
• Conversar com a família do interesse espiritual demonstrado por algumas pessoas no trabalho, na
vizinhança, na escola e nos círculos familiares.
• Fazer uma lista incluindo os 10 vizinhos mais próximos.
• Conversar durante o culto das diferentes formas de testemunhar aos indivíduos desta lista.
• Animar as crianças a fazer algum favor ou atividade com amor para aqueles que não são tão
afortunados como elas.
• Cooperar com seus filhos em alguma tarefa de serviço cristão que esteja dentro de suas
habilidades, de sua força e interesse e no qual tenham êxito e se sintam felizes.
• Ajudar aos filhos maiores e aos jovens a formar grupos com seus amiguinhos e companheiros de
escola para ajudar em algum projeto missionário.

DONS ESPIRITUAIS

• Usar alguns períodos do culto familiar lendo e estudando alguns versículos que enumerem os dons
espirituais – Romanos 12; I Coríntios 12, 13; Efésios 4. E que cada um expresse sua opinião na
forma que nos ajudam a identificar nossos dons espirituais.
• Ler biografias dos pioneiros Adventistas e de outros notáveis líderes cristãos cujo espírito de
serviço e dons espirituais sirvam de ânimo para sua família.
• Pensar e orar juntos para descobrir quais são os talentos e habilidades de cada membro da família.
Dar graças a Deus juntos por essas habilidades e talentos.
• Os dons que Deus deu aos filhos podem ser diferentes dos vossos como pais. Convidar a membros
de igreja, que tenham dons espirituais e habilidades mais semelhantes aos de seus filhos, para que
compartilhem suas experiências com eles e lhes sirvam de modelo e exemplo.

101 Idéias, Evangelismo Familiar 3
Ministérios da Família, 2001.
• Expresse sua gratidão em forma especial pelos talentos singulares, e os dons e habilidades de cada
membro da família, confirmando assim a contribuição de cada um para que a atmosfera do lar seja
tranqüila e eficiente.
• Pensar e orar juntos para saber de que forma as habilidades do pai, da mãe, da irmã, do irmão e
de qualquer outro membro da família podem ser usados por Deus no lar, na igreja e na obra
missionária na comunidade.
• Depois de reconhecer os talentos e habilidades, cada membro prepare um plano simples com uma
ou duas coisas específicas que pode fazer para testemunhar por Deus. As crianças podem
desenhar o que podem fazer.
• Peça aos membros da família que compartilhem regularmente como Deus os têm ajudado ao usar
os talentos e habilidades nas atividades diárias.

UM PROJETO MISSIONÁRIO DE FAMÍLIA

• Planeje como usar os diferentes talentos da família em um projeto missionário especial. Consiga
sugestões dos líderes da igreja para ver em que projetos sua família pode ajudar.
• Conseguir a participação de sua família para que todos os membros de diferentes idades possam
participar, guardando um equilíbrio entre as necessidades da família e a necessidade de
compartilhar com outros. Procurar escolher um projeto cujos resultados possam medir-se e que
assim todos possam experimentar satisfação e obter êxito.
• Ler a Bíblia ou algum livro com a mensagem a uma pessoa idosa ou a um cego.
• Visitar uma pessoa inválida.
• Ir à mercearia para comprar alimentos para uma pessoa inválida.
• Escrever uma carta de consolo para uma família enlutada, que está sofrendo ou desanimada.
• Visitar enfermos.
• Conceder um empréstimo sem juros para uma família que está passando por problemas
financeiros.
• Fazer um bolo para uma pessoa desamparada.
• Fazer sanduíches ou salgados para distribuir aos desamparados.
• Oferecer uma cesta de alimentos de forma regular a uma ou várias famílias necessitadas.
• Cortar a grama, recolher as folhas ou limpar o jardim, de alguma pessoa idosa.
• Uma vez por semana prover cuidado para o filho de uma mãe ou de um pai solteiro.
• Repartir literatura de casa em casa em alguma parte específica da cidade regularmente.
• Ir cantar ou tocar um instrumento em um hospital ou em uma casa de anciãos.
• Dar umas poucas horas de serviço ocasionalmente para famílias que necessitem ajuda para cuidar
de suas crianças, remodelar sua casa ou aprender a direcionar o seu dinheiro.
• Oferecer seu lar para uma pessoa jovem que esteja em necessidade.
• Dar de presente uma roupa nova ou usada para pessoas necessitadas ou dá-la em um centro de
distribuição.
• Sair com sua família para recolher dinheiro para a Recolta.
• Colocar seu endereço em envelopes de visitação para reuniões evangelísticas.
• Inscrever seus vizinhos em cursos bíblicos por correspondências.
• Distribuir convites para as reuniões evangelísticas.
• Perguntar para as crianças menores se querem compartilhar alguns de seus brinquedos com as
crianças pobres.
• Usar seu carro para levar visitas para as reuniões evangelísticas.
• Convidar seus amigos para uma Feira de Saúde ou para uma Classe de Cozinha.
• Convidar um ou dois amiguinhos de seus filhos para irem à Igreja e então almoçar com vocês.
Prover-lhes transporte se o necessitarem.
• Reunir-se com sua família para pensar e encontrar diferentes idéias para “ajudar e abençoar a
outros”. Que ato de amor pode sua família fazer imediatamente para algum familiar, para a igreja,
para a vizinhança ou para a comunidade?
• Se há algum projeto missionário que se possa incorporar durante o tempo do culto familiar, tais
como preparar envelopes de visitação, ou desenvolver estudos bíblicos, faça planos de faze-lo e dê
tempo aos membros da família para expressar como se sentem sobre o projeto.

101 Idéias, Evangelismo Familiar 4
Ministérios da Família, 2001.
MORDOMIA DA FAMÍLIA

• Planejar dar uma oferta especial para o Décimo Terceiro Sábado.
• Escolher um projeto de Inversão. Pedir informação e sugestões ao Diretor de Inversão ou ao
Diretor de Escola Sabatina de como sua família pode envolver-se em recolher fundos para as
missões.
• Separar um “Fundo para o Senhor” no orçamento familiar ademais do dízimo e ofertas regulares.
Este dinheiro deverá ser guardado no tesouro familiar e poderá ser usado quando algum membro
da família se sente impressionado por Deus a ajudar em algum projeto missionário especial ou
para alguma outra necessidade que lhe chame a atenção.
• Além dos dízimos, ofertas e compromissos com a igreja, orar por alguma obra missionária em que
sua família pode participar com sacrifício.

A ARTE DA VISITAÇÃO

• Pedir a alguém experiente na arte de fazer visitas para acompanhar sua família, ou a alguns
membros da mesma, em uma visitação pela vizinhança. Que essa pessoa os instrua quanto aos
bons modos, a conversação a conduta corretas para estas visitas.
• Para prover oportunidade de conhecer os vizinhos e começar a cultivar amizade, levar um presente
de “Boas-vindas a Vizinhança”, para alguma família que tenha se mudado recentemente.
• Levar um presente de “Felicitações pelo Nascimento do Bebê”, à família que tenha um recém-
nascido.
• Levar um presente de “Felicitações pelo Casamento”, a um novo casal.
• Levar algo especial à família que tenha experimentado alguma morte ou desgraça.
• Convidar seus vizinhos para algum programa especial da igreja, como a Escola Bíblica de Férias,
alguma celebração especial, aos encontros sociais, etc., para prepara-los a receber um convite
para assistir às reuniões evangelísticas ou aos serviços regulares da Igreja.
• Levar um prato especial de comida para seu vizinho. Permitir que as crianças tomem parte na
preparação e em leva-lo.
• Procurar presentear aos seus vizinhos com aquilo que lhes agrada, por exemplo, um ramo de flores
para aqueles que gostam de flores, ou selos para quem coleciona selos, ou uma receita de cozinha
para aqueles que gostam de cozinhar.
• Presentear seus vizinhos com coisas que seus filhos gostam. Como livros de histórias, livros com
histórias ou gravuras. Estas são coisas que as crianças e os adultos irão apreciar.
• Pedir um favor para seu vizinho. Mostrar-lhe, que como família você também necessita de
amizade. Isto vai colocar você no mesmo terreno e abre as portas para o companheirismo.
• Ao visitar seus vizinhos ou conhecidos faça uma curta oração ao despedir-se. Esta oração pode ser
um poderoso testemunho de sua fé em Deus, de Seu cuidado, e da verdade que você crê.
• Convidar outras famílias, a seus conhecidos ou aqueles a quem você queira conhecer melhor para
unir-se com sua família para celebrar o culto familiar. Fazer um serviço curto, interessante e
animado. Escolher cânticos fáceis e fazer orações curtas e simples. Escolha algumas gravações
para escutar ou algumas leituras apropriadas ao nível dos presentes.
• Convidar outros para comer em sua casa. Oferecer-lhes sua amizade, um modelo de temperança,
de vida saudável com os alimentos que servir.
• Convidar outros para unir-se à sua família em uma pequena excursão ou atividade recreativa ou
típica dos momentos saudáveis que passam juntos em família.

TESTEMUNHANDO AO MUNDO

• Aprender os nomes dos lugares onde estão servindo pessoas que você conhece ou que servem às
missões. Orar diariamente pela família destes missionários.
• Conseguir os endereços de missionários estrangeiros e anima-los com suas cartas.
101 Idéias, Evangelismo Familiar 5
Ministérios da Família, 2001.
• Tomar especial interesse nos aspectos missionários do Décimo Terceiro Sábado. Ir à Biblioteca e
aprender sobre o lugar, as pessoas e as necessidades específicas do lugar onde está localizado o
projeto. Orar por esse projeto com sua família para poder ajudar com uma oferta de sacrifício.
• Averiguar com o pastor ou com a liderança de sua igreja onde estão localizadas as áreas não
penetradas pelas Missões Adventistas do Sétimo Dia seja em seu país ou em outros lugares.
Aprender tudo o que puder da área e seus habitantes. Orar para que as portas se abram para
evangelizar estas pessoas.
• Perguntar ao seu pastor ou a outros líderes da igreja como pode encontrar um amigo em um país
estrangeiro para escrever-lhe. Que os membros de sua família escrevam para pessoas de sua
idade e que compartilhem com sua família o que aprenderam da vida nesse outro país.
• Há muitas oportunidades para adultos e jovens de servir por um curto tempo como missionários
em outros países. Estas oportunidades de serviço estão disponíveis por meio da Associação Geral
em conexão com as instituições educacionais e organizações privadas. Averigue com seu pastor
ou com os líderes de sua igreja sobre as possibilidades para que os membros de sua família
possam servir nas missões. Se for possível, fazer planos para participar nessa experiência
missionária.
• Enquanto a mensagem Adventista circunda o mundo, a necessidade de obreiros com ampla
variedade de profissões e ocupações para trabalhar no exterior, se faz cada vez maior. Consultar
com o pastor ou com os líderes da igreja e orar pela possibilidade de que um dos membros de sua
família alcance servir ao Senhor tempo completo nas missões.
• Escolher uma quadra de sua cidade onde não tenha adventistas e considera-la como sua “área
missionária não penetrada” para fazer visitas missionárias, distribuir literatura e ganhar outros
para Cristo.
• Fazer um estudo com sua família, de uma das principais religiões não cristãs do mundo. Conversar
sobre as formas criativas como os Adventistas podem alcançar a estes grupos com as boas novas
de Jesus. Que pontos de suas crenças religiosas os fazem receptivos?
• Se tiver que mudar com sua família para outro lugar, considere com oração a possibilidade de
mudar-se para outra região, onde haja poucos Adventistas ou nenhum para testemunhar ali.
• Falar aos seus filhos, à medida que crescem, das bênçãos e da importância do serviço missionário
seja em seu país ou no estrangeiro, e da possibilidade de viver em outras partes do país onde há
necessidade de estabelecer a presença da Adventista do Sétimo Dia.

Compilado e Editado por
Ronald e Kaem Flowers
Ministérios da Família da Associação Geral dos
Adventistas do Sétimo Dia
2001

101 Idéias, Evangelismo Familiar 6
Ministérios da Família, 2001.