You are on page 1of 43

UMA ANÁLISE DA

APROPRIAÇÃO DE
INSTRUMENTOS DO
ESTATUTO DA CIDADE
PELO MERCADO
IMOBILIÁRIO:
PROJETO PAC ZEIS
SANTA FELICIDADE –
MARINGÁ –PR
Profª Drª Ana Lúcia Rodrigues
Luiz Modesto Costa

OBSERVATÓRIO DAS METRÓPOLES-NÚCLEO
REGIÃO METROPOLITANA DE MARINGÁ

Agosto
2008
MARINGÁ-PR

• Crescimento urbano caracterizado por processo de
segregação socioespacial que afastou as baixas rendas
para os municípios do entorno
• Resultou numa cidade pólo sem favelas, sem ocupações
irregulares e sem morador de rua

• PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO
(PAC)-URBANIZAÇÃO DE FAVELAS E SANEAMENTO
- 25 milhões de reais

Agosto
2008
ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA

- Agentes: mercado imobiliários e poder público
- Os vazios urbanos em Maringá representam 45,42%
do perímetro urbano

Agosto
2008
Março
2008
ANÁLISE DA PROPOSTA
“ZEIS - SANTA FELICIDADE
PROJETO DE
REQUALIFICAÇÃO URBANA
E SOCIAL” DA PMM

Março
2008
Março
2008
Março
2008
“O discurso do resgate da auto estima não
serve para a população do bairro Santa
Felicidade, pois, ali, a auto estima não foi
construída, portanto, não pode ser
resgatada” (Prefeitura Municipal de
Maringá, p. 2)

Março
2008
Março
2008
Março
2008
Março
2008
Março
2008
Março
2008
Março
2008
Vias: caixa de rua = 5m / passeios= 1,40m
Largura dos terrenos = 10m.
O Projeto da PMM diz:

• o mapa de intervenção prevê a eliminação
de 82 lotes do Conjunto Santa Felicidade
para readequação da área habitacional,
pavimentação asfáltica, construção de
galerias de águas pluvias e reestruturação
do sistema viário;

• as famílias desses lotes serão removidas
para novas unidades residenciais (estão
previstas 665 novas unidades residenciais),
localizadas nos vazios urbanos declarados
de utilidade pública ou de propriedade do
Março município;
2008
• essa remoção acontecerá de “forma
pulverizada na malha urbana, de maneira a
manter a população atendida o mais próximo
possível do local onde já mantém laços
sociais e econômicos”;

• está prevista a formação de uma Zona
Especial de Interesse Social – ZEIS – na
região sul da cidade de Maringá, que teria
como núcleo irradiador o bairro denominado
Santa Felicidade.

Março
2008
A pesquisa e a análise do Observatório
constatam que:

• 117 proprietários de lotes, nos quais residem
643 pessoas, foram contatados pela prefeitura
para serem removidos;

• Ou seja, 55% do total dos 1171 moradores

• a população recebeu da PMM informações
contraditórias e pouco consistentes sobre o
processo de remoção;

Março
2008
• não há uma Lei Municipal transformando o
bairro Santa Felicidade em ZEIS, nem outra
área do seu entorno . O que se sabe é que foi
aprovado uma Lei complementar, em
dezembro de 2007, criando ZEIS nas áreas
periféricas da cidade, a maior parte delas
próximas ao limite do perímetro urbano, com o
objetivo de desafetar áreas para a implantação
do PAC (ver mapa da Lei 607/07);

Março
2008
ANÁLISE DOS RESULTADOS DA PESQUISA NO
CONJUNTO SANTA FELICIDADE (24/02/2008)
E
DA PROPOSTA ZEIS - SANTA FELICIDADE
PROJETO DE REQUALIFICAÇÃO URBANA E SOCIAL
DA PMM

OBSERVATÓRIO DAS METRÓPOLES-NÚCLEO REGIÃO
METROPOLITANA DE MARINGÁ
Bloco 5 sala 8 – Fone 3261-4287
observatorio@uem.br

Março
2008
• As novas ZEIS criadas dizem respeito apenas
a áreas de propriedade do Município, ou seja,
por enquanto, nenhuma área particular foi
declarada de utilidade pública.
• Ou seja, a PMM não está implementando sua
proposta nem utilizando os instrumentos
urbanísticos disponíveis para o cumprimento
da função social da propriedade (parcelamento
e edificação compulsórios, IPTU progressivo,
desapropriação com títulos da dívida etc.);
• Algumas áreas desafetadas para as novas
ZEIS estavam destinadas à construção de
equipamentos públicos/comunitários,
conforme mostram os documentos a seguir
Março
2008
PERFIL DOS
ENTREVISTADOS
Fevereiro de 2008

Março
2008
Universo da pesquisa:
Responsáveis pelos 246
terrenos
Entrevistados: 218 (89% do
total)
1. Chefe do domicílio principal
em cada terreno - 65,6%
2. Cônjuge ou companheiro –
13,3%

Março
2008
Cor ou raça do entrevistado - Conjunto Habitacional
Santa Felicidade, Maringá, PR / 2008.

Não Respondeu 2,29

Indígena 0,92

Amarela 0,92

Parda 39,45

Preta 30,28

Branca 26,15

0,00 5,00 10,00 15,00 20,00 25,00 30,00 35,00 40,00 45,00

Fonte: Pesquisa realizada no conjunto habitacional Santa Felicidade,
Maringá, PR / 2008 – Observatório das Metrópoles/ RMM.

Março
2008
Renda familiar mensal (SM) do domicílio - Conjunto
Habitacional Santa Felicidade, Maringá, 2008

35,00
30,73
29,36
30,00

25,00
21,10
20,00

15,00 13,30

10,00

5,00 2,29
0,92 0,92 1,38
0,00
Sem Renda A té 0,5 0,5 ----| 1 1----| 2 2 ----| 3 3 ----| 5 5 ----| 10 Não
Respo ndeu

Fonte: Pesquisa realizada no conjunto habitacional Santa Felicidade, Maringá, PR / 2008 – Observatório das Metrópoles/ RMM.

Março
2008
Março
2008
Total e percentual de pessoas residentes nos terrenos do Conjunto
Habitacional Santa Felicidade, Maringá, 2008

Mais que 10 pes soas 7,34
10 pes soas 0,92
9 pess oas 2,75
8 pess oas 8,26
7 pes s oas 9,63
6 pess oas 10,09
5 pess oas 17,43
4 pess oas 15,14
3 pess oas 14,68
2 pess oas 10,55
1 pes s oa 3,21

0,00 5,00 10,00 15,00 20,00

Fonte: Pesquisa realizada no conjunto habitacional Santa Felicidade, Maringá, PR / 2008 – Observatório das Metrópoles/ RMM.

Março
2008
Tempo (em anos) que o entrevistado reside no bairro, 2008

Entre 31 e 35 anos 3,67

Entre 26 e 30 anos 12,39

Entre 21 e 25 anos 36,24

Entre 16 e 20 anos 27,98

Entre 11 e 15 anos 7,80

Entre 6 e 10 anos 3,67

Entre 1 a 5 anos 8,26

0,00 5,00 10,00 15,00 20,00 25,00 30,00 35,00 40,00

Fonte: Pesquisa realizada no conjunto habitacional Santa Felicidade, Maringá, PR / 2008 – Observatório das Metrópoles/ RMM.

Março
2008
Março
2008
Março
2008
Março
2008