You are on page 1of 24

FUNDAÇÃO MARIA ULRICH Relatório Anual 2007

1.CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DA MARIA ULRICH

1.1 – Recital pela ONT:

Em 3 de Março realizámos na Casa Veva de Lima um recital de oboé e Piano da Orquestra Nacional do Tejo destinado às famílias, que estiveram presentes tendo manifestado o seu agrado pela iniciativa. As obras interpretadas foram: -Três Romanzas para Oboé e Piano Op. 94 de R.Schumann - Sonatina para Oboé e Piano de M. Arnold - Cantabile para Corne Inglês de F.Rasse - Improviso Op. 90 nº 3 de F.Schubert - Morceau de Salon de J. W. Kalliwods

1.2 – III Concerto:

A Fundação realizou em 21 de Outubro o III Concerto Comemorativo do Centenário do nascimento da Maria Ulrich.

FMU – RELATÓRIO 2007

1

Este Concerto teve lugar na extraordinária Biblioteca da Academia de Ciências de Lisboa, gentilmente cedida para este efeito.

MAESTRO:Pedro Oliveira Neves SOLISTAS: Francisca Fins, Violino Eldevina Materula, Oboé PROGRAMA: 1ªPARTE W. A. Mozart – Serenata Nocturna; W. A. Mozart – Adágio e Fuga em Dó menor; J. S. Bach – Concerto para Violino, Oboé e Cordas em Dó menor. 2ªPARTE

P. Mascagni – Cavaleria Rústicana; Intermezzo W.A. Mozart – Sinfonia nº 29 em Lá Maior KV 201

1.3 - Livro sobre a biografia da Maria Ulrich:

Está a ser preparado o livro sobre a biografia da Maria – vida e obra. Já se realizaram encontros com as amigas e alunas da Maria tendo sido recolhidos diversos testemunhos sobre a sua personalidade e pensamento. Ao mesmo tempo decorrem os estudos a todos os documentos existentes quer na Fundação quer na Escola de Educadoras.

FMU – RELATÓRIO 2007

2

1.4- Ciclo de Conferências sobre os Santos Portugueses:

Este ano a Fundação decidiu homenagear alguns dos Santos portugueses mais emblemáticos da nossa cidade de Lisboa. Decorreram durante todo ano na Sala da Casa Veva de Lima, gentilmente cedida para o efeito, as seguintes conferências:

- 27 Fevereiro. São João de Brito, por Nuno Guedes. - 13 Março. São Vicente, por Isabel Alçada Cardoso. - 22 Maio. Beata Jacinta Marto, por Madalena Fontoura. - 12 Junho. Santo António, por João Luís César das Neves. - 16 Outubro. Mártires de Lisboa, pelo Padre João Seabra.

1.6 – Primeiro Painel sobre “O Risco de Educar com uma Proposta” – 28 Setembro

A Fundação realizou este ano, e pela primeira vez um painel subordinado ao tema: “O RISCO DE EDUCAR COM UMA PROPOSTA”. Para este evento foram convidadas escolas com propostas educativas muito diversas, de modo a tornar claro que a educação não é um programa ou uma directiva ministerial mas uma vida vivida. Este painel decorreu da seguinte forma: 1. Apresentação a cargo do Prof. Doutor Henrique Leitão – Um testemunho adulto sobre a educação como um desafio constante a uma vida mais humana. 2. Apresentação sintética do essencial da sua proposta educativa: FMU – RELATÓRIO 2007 3

. Externato o Nosso Jardim – “O Nosso Jardim – 50 anos de história” – Dr.ª Teresa Bobone, Dr.ª Maria José Samuel e Dr.ª Ana Maria Capela; . Academia de Santa Cecília – “O risco do ensino integrado” – Dr.ª Filipa Pacheco de Carvalho; . Escola da Ponte – “Projecto Fazer Ponte” – Dr.ª Ana Moreira e Dr. Cristiano Silva; . Colégio de Santa Maria – “Trabalho independente como caminho para a autonomia” – Prof. Doutora Isabel Valente Pires; . Colégio de S.Tomás – “Educar é um Risco” – Mestre Isabel Almeida Brito. 3. Debate. O público alvo foram pais, professores e educadores. Realizou-se a 28 de Setembro, na Universidade Católica Auditório 1 pelas 14:30H.

2. ACTIVIDADES DE FORMAÇÃO

2.1 – Curso de Formação «O Bebé Competente e os Desafios Educativos» destinado a profissionais com diferentes funções na Creche. O curso realiza-se com uma periodicidade quinzenal. Tendo sido iniciado no mês de Outubro, prolonga-se até 20 de Maio de 2008.

O público-alvo é composto por 20 educadoras de infância, 2 auxiliares da acção educativa e 1 psicóloga.

FMU – RELATÓRIO 2007

4

2.2 – O NFED procedeu com êxito ao processo de acreditação do curso acima mencionado, junto do Conselho Cientifico e Pedagógico da Formação Contínua (CCPFC).

2.3 – Colaboração com o Departamento da Catequese do Patriarcado de Lisboa:

A Fundação integra a Equipa do Despertar da Fé e colabora nas áreas da formação e consultadoria pedagógica. Participa também na publicação do livro “O Despertar Religioso”.

Durante este ano participou nas Formações realizadas: Jornada de um dia de formação em Coimbra, sobre o Despertar da Fé das crianças dos 0-6 anos, destinada a cerca de 50 Educadores de Infância e Catequistas. Apresentação da comunicação «Porquê o interesse pela dimensão espiritual e religiosa da criança» no Encontro de Sensibilização e Formação «A Espiritualidade da Criança» realizado no dia 2 de Outubro pela Irmandade da Misericórdia de São Roque e pela SCML. Curso de «Formação de Formadores para o Despertar da Fé», em parceria com a Escola Superior de Educadores de Infância Maria Ulrich. O curso destina-se a animadores pastorais, educadores de infância e auxiliares de educação, que tenham interesse em dinamizar esta área do desenvolvimento da criança, nas famílias, nas paróquias e nas instituições educativas. Teve início em Outubro e prolongar-se-á até Maio de 2008, num total de 45h. O curso é acreditado pelo CCPFC. Sessões em 2007: Datas Sessões 11/10/07 Sessão 1 Conteúdos - Apresentação do curso - Antropologia; Processo de socialização (primária e secundaria) e enculturação da criança Formadores Equipa* e Ana Ayres

*

A Equipa organizadora deste Curso é constituída pela Irmã Maria José Bruno (Patriarcado de Lisboa) , Mª João Ataíde (ESEI Mª Ulrich) e Teresa Jardim (FMU).

FMU – RELATÓRIO 2007

5

18/10/07 Sessão 2 25/10/07 Sessão 3 Bloco 1

08/11/07 Sessão 4

15/11/07 Sessão 5

Pe. Paulo Malícia, Mª João Ataíde e Teresa Jardim - Pedagogia do desenvolvimento espiritual na Mª João formação de adultos e na Ataíde e educação de infância – conceitos e técnicas de Teresa animação. Jardim

- O “Eu” e o “não Eu” na construção da espiritualidade. - A Bíblia como testemunho de experiência do encontro de Deus com o homem. - Apresentação da Bíblia – Antigo e novo Testamento. - Metodologia: Como fazer a apresentação da Bíblia. - A fé como experiência de encontro com a Pessoa de Jesus. - A descoberta das personagens bíblicas mais indicadas para a fase do despertar da fé.

Deolinda Botelho Pe. Paulo Malícia e Equipa

2.5 – II Curso Livre sobre Pedagogia e Espiritualidade da Criança «Dá-me qualquer coisa que não morra» organizado pela Faculdade de Teologia da UCP, em parceria com a Fundação Maria Ulrich, a Escola Superior de Educadores de Infância Maria Ulrich e o Secretariado Nacional para a Educação Cristã. Temas: - O Ano Litúrgico tem cor (9 e 16 de Outubro, das 18h às 19h30) - A Festa do Pão (23 e 30 de Outubro, das 18h às 19h30) - Encontrar Jesus (6 e 13 de Novembro, das 18h às 19h30)

2.6 – Ciclo de Conferências “Saúde, Amor e Sexualidade”

FMU – RELATÓRIO 2007

6

Foi convidado para este ciclo o Professor Henri Joyeux, que muito tem contribuído em França para a discussão e debate destas matérias, tendo sobre este assunto publicado diversas obras. - 8 Março. Saúde, Amor e Sexualidade. Auditório Cardeal Medeiros da Universidade Católica Portuguesa. Às 21h.

- 9 Março. O Papel insubstituível do Pai. Casa Veva de Lima. Às 19h. - Para jovens, namorados e noivos: 13 Março. Atracção, Amizade, Amor/Solidão e Dificuldades Afectivas.

2.7 – Escola de Pais A Fundação promoveu em conjunto com a Associação Mais Família mais uma Escola de Pais. As sessões e os temas decorreram da seguinte forma: - 31 Março. A importância de educar: A resposta aos porquês, por Isabel Almeida e Brito. - 14 Abril. O perigo de não propor: a Televisão e a Internet, por João Pinto Coelho. - 21 Abril. Verificação: Amizades, e Tempos Livres, por Madalena Fontoura. - 28 Abril. A Autoridade, uma questão de prémios ou castigos?, por Joana Castelo Branco.

3 – OUTROS:

3.1 – Encontro com as antigas colaboradoras da FMU. A Filosofia na vida e obra de Maria Ulrich, por Fátima Viseu Pinheiro.

FMU – RELATÓRIO 2007

7

3.2 – Encontro com os Professores da Escola Superior de Educadores de Infância Maria Ulrich. A Filosofia e a educação na vida e obra de Maria Ulrich. Fátima Viseu Pinheiro e Teresa Jardim.

3.3 – Site:

Numa sociedade de informação como aquela em que vivemos a Fundação lançou o seu site com o endereço www.fmu.org.pt.

3.4 - Venda Natal:

Pelo segundo ano que a Fundação realiza a Venda de Natal. Aconteceu entre 31 de Novembro e 2 de Dezembro, desta vez em favor das bolsas do Colégio de S. Tomás.

5 – AGRADECIMENTOS:

A Fundação Maria Ulrich agradece a todos quantos com ela colaboraram e particularmente aos seus patrocinadores e amigos. Sem o seu apoio as suas actividades não se teriam realizado.

Os nossos patrocinadores foram:

- BPI; - Santander Totta; - Central de Cervejas; - Academia de Ciências de Lisboa; FMU – RELATÓRIO 2007 8

- Rádio Renascença. - Fundação Maria Amélia Mello; - Instituto Vasco Villalva; - Millennium BCP.

Agradecemos particularmente ao Dr. Raul Capaz Coelho, Secretário-Geral do Ministério da Ciência e Tecnologia, que nos deu pessoalmente todo o seu apoio para tornar possíveis muitas das nossas actividades.

FMU – RELATÓRIO 2007

9

FUNDAÇÃO MARIA ULRICH
Exercício 2007

BALANÇO
(Euros)

Códigos das contas

Exercícios Activo 2007
Activo bruto Imobilizado Imobilizações incorpóreas Amortizações e ajustamentos Activo liquido

2006
Activo liquido

POCISSSS

431 432 433 443 449

Despesas de instalação Despesas de investigação e de desenvolvimento Propriedade industrial e outros direitos Imobilizações em curso Adiantamentos por conta de imobilizações incorpóreas

Imobilizações corpóreas
421 422 423 424 425 426 427 429 442 448

Terrenos e recursos naturais Edifícios e outras construções Equipamento básico Equipamento de transporte Ferramentas e utensílios Equipamento administrativo Taras e vasilhame Outras imobilizações corpóreas Imobilizações em curso Adiantamentos por conta de imobilizações corpóreas

15.041,78 638.853,69 1.729,99 499,97 13.588,08 134.472,92

350.008,44 682,93 499,97 12.734,50

15.041,78 288.845,25 1.047,06

15.041,78 312.271,44 996,39

853,58 134.472,92

1.533,57 134.472,92

804.186,43
Investimentos financeiros
411 412 413 414 415

363.925,84

440.260,59

464.316,10

Partes de capital em empresas do grupo Obrigações e títulos de participação Empréstimos de financiamento Investimentos em imóveis Outras aplicações financeiras

2.497,06

2.497,06

2.497,06

FMU – RELATÓRIO 2007

10

441 447

Imobilizações em curso Adiantamentos por conta de investimentos financeiros

2.497,06
Circulante Existências
36 35 34 33 32 37

2.497,06

2.497,06

Matérias-primas, subsidiarias e de consumo Produtos e trabalhos em curso Subprodutos, desperdícios, resíduos e refugos Produtos acabados e intermédios Mercadorias Adiantamentos por conta de compras

Dividas de terceiros - Médio e longo prazo
218

Clientes de cobrança duvidosa

Dividas de terceiros - Curto prazo
2811+2821 211 212 213 214 218 251 229 2619 24 265 262+266+267+268+221

Empréstimos concedidos Clientes, c/c Contribuintes c/c Utentes c/c Clientes, contribuintes e utentes - Títulos a receber Clientes, contribuintes e utentes de cobrança duvidosa Devedores pela execução do orçamento Adiantamentos a fornecedores Adiantamentos a fornecedores de imobilizado Estado e outros entes públicos Prestações sociais a repor Outros devedores

5.520,43

10.000,00

10.000,00

5.000,00

4.589,07 14.589,07

4.589,07 14.589,07

4.380,65 14.901,08

Títulos negociáveis
151 152 153 159 18

Acções Obrigações e títulos de participação Títulos de dívida pública Outros títulos Outras aplicações de tesouraria

FMU – RELATÓRIO 2007

11

Depósitos bancários e caixa
13 12 11

Conta no Tesouro Depósitos em Instituições Financeiras Caixa

23.916,51 23.916,51

23.916,51 23.916,51

22.695,58 21,03 22.716,61

Acréscimos e diferimentos
271 272

Acréscimos e proveitos Custos diferidos

28,84 28,84
Total de amortizações Total de ajustamentos Total do activo

28,84 28,84 363.925,84

414,00 414,00

845.217,91

363.925,84

481.292,07

504.844,85

O Técnico Oficial de Contas

A Direcção

FMU – RELATÓRIO 2007

12

FUNDAÇÃO MARIA ULRICH
Exercício 2007

BALANÇO
(Euros)

Códigos das contas

Exercícios Fundos Próprios e Passivo
Fundos próprios:

POCISSSS
51 55 56

2007 410.784,96

2006 410.784,96

Património Ajustamentos de partes de capital em empresas Reservas de reavaliação Reservas: Reservas legais Reservas estatutárias Reservas contratuais Reservas livres Subsídios Doações Reservas decorrentes da transferência de activos Subtotal Resultados transitados Resultado líquido do exercício Total do capital próprio Passivo Provisões para riscos e encargos

571 572 573 574 575 576 577

59 88

410.784,96 -90.215,38 -9.137,30 311.432,28

410.784,96 -83.784,04 -6.431,34 320.569,58

29

Dividas a terceiros - Médio e longo prazo
231+12

Dividas a instituições de crédito

Dividas a terceiros - Curto prazo Empréstimos por obrigações:
2321 2322 233

Convertíveis Não convertíveis Empréstimos por títulos de participação

FMU – RELATÓRIO 2007

13

231+12 269 221 228 222 2612 252 253+254 251+255 219 239 2611 24
262+263+264+265+267+268+211

Dividas a instituições de crédito Adiantamentos por conta de vendas Fornecedores, c/c Fornecedores - Facturas em recepção e conferência Fornecedores - Títulos a pagar Fornecedores de imobilizado - Títulos a pagar Empresas do grupo Empresas participadas e participantes Outros accionistas (sócios) Adiantamentos de clientes Outros empréstimos obtidos Fornecedores de imobilizado Estado e outros entes públicos Outros credores

119.583,38

131.250,02

524,46 3.532,44 123.640,28

524,46 514,63 132.289,11 11.434,46 40.551,70 51.986,16 504.844,85

Acréscimos e diferimentos
273 274

Acréscimos de custos Proveitos diferidos

11.322,83 34.896,68 46.219,51
Total dos fundos próprios e do passivo

481.292,07

O Técnico Oficial de Contas

A Direcção

FMU – RELATÓRIO 2007

14

FUNDAÇÃO MARIA ULRICH
Exercício 2007

DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS

Códigos das contas

Exercícios 2007 2006

POCISSSS

Custos e perdas
61

Custo das mercadorias vendidas e das matérias consumidas Mercadorias Matérias Fornecimentos e serviços externos Custos com o pessoal: Remunerações Encargos sociais: Pensões Outros Amortizações do imobilizado corpóreo e incorpóreo Provisões Impostos Outros custos perdas operacionais (A) Custos e perdas operacionais Perdas em empresas do grupo e associadas Amortizações e provisões de aplicações e investimentos financeiros Juros e custos similares Relativos a empresas do grupo Outros (C) Custos e perdas correntes Custos e perdas extraordinários (E) Custos e perdas do exercício 7.963,16 91.630,32 5.000,00 96.630,32 7.932,86 105.816,32 90,00 105.906,32 7.963,16 7.932,86 7.236,37 7.236,37 83.667,16 24.424,51 24.424,51 7.385,63 7.385,63 97.883,46 25.124,89 25.124,89 52.006,28 65.372,94

62

641+642

643+644 645/8 66 67 63

65

682 683+684 681+685+686+687+688

69

86

Impostos sobre o rendimento do exercício

FMU – RELATÓRIO 2007

15

(G) Custos totais
88

96.630,32 -9.137,30 87.493,02

105.906,32 -6.431,34 99.474,98

Resultado liquido do exercício

(Euros)

FMU – RELATÓRIO 2007

16

Códigos das contas

Exercícios 2007 2006

POCISSSS

Proveitos e ganhos
71

Vendas: Mercadorias Produtos

72

Prestação de serviços Variação de produção Trabalhos para a própria empresa Proveitos suplementares Subsídios à exploração Outros proveitos e ganhos operacionais (B) Proveitos e ganhos operacionais Ganhos em empresas do grupo e associadas Rendimentos de participações de capital Rendimentos de títulos negociáveis e de outras aplicações financeiras: Relativos a empresas do grupo Outros

210,00

210,00

886,00

886,00

75 73 74 76

23.400,00 23.400,00 23.610,00

31.821,04 31.821,04 32.707,04

782 784 7812+7815+7816+783

56.401,02

59.205,47

7811+7813+7814+7818+ 785+786+787+788

Outros juros e proveitos similares: Relativos a empresas do grupo Outros (D) Proveitos e ganhos correntes Proveitos e ganhos extraordinários (F) Proveitos totais 56.401,02 80.011,02 7.482,00 87.493,02 59.205,47 91.912,51 7.562,47 99.474,98

79

RESUMO:
Resultados operacionais (B) - (A) = Resultados financeiros (D-B) - (C-A) = Resultados correntes (D) - (C) = Resultados antes de impostos (F) - (E) = Resultado liquido do exercício (F) - (G) = -60.057,16 48.437,86 -11.619,30 -9.137,30 -9.137,30 -65.176,42 51.272,61 -13.903,81 -6.431,34 -6.431,34

FMU – RELATÓRIO 2007

17

NOTAS AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS Em 31 de Dezembro de 2007 Introdução As notas que se seguem respeitam à numeração definida no Plano Oficial de Contabilidade das Instituições do Sistema de Solidariedade e de Segurança Social (POCISSSS). As notas não aplicadas foram omitidas. Todos os valores são expressos em euros.

8.2.1.- Princípios contabilísticos As demonstrações financeiras foram preparadas segundo a convenção dos custos históricos, e na base da continuidade das operações da Empresa, em conformidade com os princípios contabilísticos fundamentais da prudência, consistência, substância sobre a forma, materialidade e especialização dos exercícios.

8.2.3. - Critérios valorimétricos e contabilísticos a) Imobilizações Corpóreas As imobilizações corpóreas estão registadas pelos valores que resultaram da sua aquisição ou dos valores constantes do Testamento de Maria Ulrich. As amortizações são calculadas pelo método das quotas constantes e de acordo com o decreto-lei 221/90 de 12 de Janeiro. São utilizadas as taxas mínimas no que respeita às obras do edifício da R. do Andaluz.

8.2.7. - Activo imobilizado Movimentos ocorridos nas rubricas do activo imobilizado constantes do balanço e nas respectivas amortizações e provisões, de acordo com os seguintes quadros discriminativos: FMU – RELATÓRIO 2007 18

8.2.7.1 - Amortizações e ajustamentos
(EUROS)

Rubricas Imobilizações incorpóreas: Despesas de instalação Despesas de investigação e de desenvolvimento Propriedade industrial e outros direitos Trespasses Total Imobilizações corpóreas: Terrenos e recursos naturais Edifícios e outras construções Equipamento básico Equipamento de transporte Ferramentas e utensílios Equipamento administrativo Taras e vasilhame Outras imobilizações corpóreas Total Investimentos financeiros: Títulos e outras aplicações financeiras Outros empréstimos concedidos Total

Saldo inicial

Reforço

Regularizações

Saldo final

326.582,25 364,60 499,97 12.054,51

23.426,19 318,33

350.008,44 682,93 499,97

679,99

12.734,50

339.501,33

24.424,51

363.925,84

FMU – RELATÓRIO 2007

19

8.2.7.2 - Activo bruto
(EUROS)
Rubricas Saldo inicial Reavaliação/aju stamento Aumentos Alienações Transferências e abates Saldo final

Imobilizações incorpóreas: Despesas de instalação Despesas de investigação e desenvolvimento Propriedade industrial e outros direitos Trespasses Imobilizações em curso Adiantamentos por conta imobilizações incorpóreas Total Imobilizações corpóreas: Terrenos e recursos naturais Edifícios e outras construções Equipamento básico Equipamento de transporte Ferramentas e utensílios Equipamento administrativo Taras e vasilhame Outras imobilizações corpóreas Imobilizações em curso Adiantamentos por conta imobilizações corpóreas Total Investimentos financeiros Partes de capital em empresas do grupo Empréstimos a empresas do grupo Partes de capital em empresas associadas Empréstimos a empresas associadas Partes de capital em outras empresas Empréstimos a outras empresas Títulos e outras aplicações financeiras Outros empréstimos concedidos Imobilizações em curso Adiantamentos por conta investimentos financeiros Total

15.041,78 638.853,69 1.360,99 499,97 13.588,08 134.472,92 369,00

15.041,78 638.853,69 1.729,99 499,97 13.588,08 134.472,92

803.817,43

369,00

804.186,43

2.497,06

2.497,06

2.497,06

2.497,06

FMU – RELATÓRIO 2007

20

8.2.12 - Imobilizações corpóreas e em curso O valor constante em edifícios diz respeito à R. do Andaluz, imóvel arrendado e principal rendimento da Fundação.

8.2.18 - Discriminação da conta «Outras aplicações financeiras» e «Obrigações e Títulos de Participação:
Outras Aplicações Financeiras
Acções Sonagi S.I Chocolates SPE Cª CC de Gados S. I Calçado Elite Sodimul Banco P. Brasil Cª Diamantes de Angola Emp. Cer. Lisboa TVI Diversas Ultramar

Quantidade

Valor Nominal 4,99 0,50 4,99 0,40 0,50 7,48 0,40 0,12 4,99

Valor Balanço 1.279,29 38,41 401,53 55,87 13,97 29,93 3,19 375,10 0,50 249,40 49,88 2.497,07

61 2 81 140 28 12 8 100 4 50 1.405

Total

1.891

8.2.27 - Valor das dívidas a terceiros há mais de cinco anos. Empréstimo BCP Valor a mais de 5 anos Valor a menos de 5 anos

61.250,18 euros 58.333,20 euros

FMU – RELATÓRIO 2007

21

8.2.28 - Valor das dívidas a terceiros cobertas por garantias reais Empréstimo BCP no valor de original de 140 mil euros coberto com garantia real - Prédio da R. do Andaluz.

8.2.29 - Descrição das responsabilidades da entidade por garantias prestadas Hipoteca do Prédio da R. do Andaluz a favor do BCP

8.2.32 - Movimentos dos Fundos próprios
(EUROS)

Rubricas
51 - Património 59 - Resultados Transitados 88 - Resultado líquido do exercício

Saldo inicial 410.784,96 -83.784,04 -6.431,34 320.569,58

Aumentos

Diminuições

Saldo final 410.784,96

-6.431,34 -9.137,30 -15.568,64 -6.431,34 -6.431,34

-90.215,38 -9.137,30 311.432,28

Total

FMU – RELATÓRIO 2007

22

8.2.37 - Demonstração dos resultados financeiros
(EUROS)

Custos e perdas 681-Juros suportados 682-Perdas em empresas do grupo e associadas 683-Amortizações de investimentos em imóveis 684-Provisões para aplicações financeiras 685-Diferenças de câmbio desfavoráveis 686-Descontos de pronto pagamento concedidos 687-Perdas na alienação de aplicações de tesouraria 688-Outros custos e perdas financeiros Resultados financeiros Total

Exercícios 2007 6.891,91 2006

Proveitos e Ganhos

Exercícios 2007 2006

6.742,11 781-Juros obtidos 782-Ganhos em empresas do grupo e associadas 783-Rendimentos de imóveis 784-Rendimentos de participações de capital 785-Diferenças de câmbio favoráveis 786-Descontos de pronto pagamento obtidos 787-Ganhos na alienação de aplicações de tesouraria 788-Outros proveitos e ganhos 1.190,75 financeiros 51.272,61 Resultados financeiros 59.205,47 Total 56.401,02 59.205,47

1.071,25 48.437,86 56.401,02

56.401,02

59.205,47

8.2.38 - Demonstração dos resultados extraordinários
(EUROS)

Custos e perdas 691-Donativos 692-Dividas incobráveis 693-Perdas em existências 694-Perdas em imobilizações 695-Multas e penalidades 696-Aumentos de amortizações e de provisões 697-Correcções relativas a exercícios anteriores 698-Outros custos e perdas extraordinários Resultados extraordinários Total

Exercícios 2007 5.000,00 2006

Proveitos e Ganhos

Exercícios 2007 2006

90,00 791-Restituição de impostos 792-Recuperação de dívidas 793-Ganhos em existências 794-Ganhos em imobilizações 795-Beneficios de penalidades contratuais 796-Reduções de amortizações e de provisões 797-Correcções relativas a exercícios anteriores 798-Outros proveitos e ganhos extraordinários

7.482,00 7.482,00

7.562,47 7.562,47

2.482,00 7.482,00

7.472,47 Resultados extraordinários 7.562,47 Total

FMU – RELATÓRIO 2007

23

8.2.39 - Outras informações

Acréscimos e diferimentos Decomposição dos saldos evidenciados no balanço em 31 de Dezembro de 2007:
(EUROS)

C u s t o s d if e r id o s S e g u ro s 2 0 0 8 T o ta l 2 8 ,8 4 2 8 ,8 4

A c r é s c im o s d e C u s t o s E s g o to s 2 0 0 7 O r q u e s tr a C o m is s ã o a lu g u e r R /c T o ta l 2 2 2 ,8 3 1 0 .0 0 0 ,0 0 1 .1 0 0 ,0 0 1 1 .3 2 2 ,8 3

P r o v e it o s d if e r id o s S u b s íd io s p a ra in v e s tim e n to s n a R . A n d a lu z R e n d a s J a n e ir o 2 0 0 7 T o ta l

2 9 .9 2 7 ,6 8 4 .9 6 9 ,0 0 3 4 .8 9 6 ,6 8

O Técnico Oficial de Contas

A Direcção

FMU – RELATÓRIO 2007

24