You are on page 1of 4

Dicas de um BOM Logotipo

O que pode ser considerado um bom logotipo
Projetar um bom logotipo (ou logomarca) é uma das tarefas mais desafiadoras para um designer gráfico. Sintetizar em poucos traços a alma de uma instituição, produto, serviço ou idéia requer muito mais que habilidade e senso artístico. Requer horas de pesquisa, estudo, técnica e muita experiência. Além de único, singular, um logotipo bem resolvido precisa ser esteticamente agradável, equilibrado e tecnicamente viável. O logotipo deve comunicar com precisão a forma como a empresa quer ser percebida pelo mercado. Um bom logotipo deve ser simples, sem ser, entretanto, simplório. Deve atrair, seduzir e encantar. Precisa permanecer atual mesmo com o passar do tempo, sem elementos que caracterizam-se por épocas ou por modismos. Deve ser memorável. Detalhes excessivos ou efeitos rebuscados com grande quantidade de cores dificultam a reprodução e encarecem os materiais onde ele vier a ser utilizado. Um bom logotipo deve ainda ser facilmente reproduzido em mídias diferenciadas como papel, plástico, relevo em couro, aplicação em peças de metal fundido, etc. Deve manter-se claro e atraente, tanto colorido como em preto e branco, e ter a capacidade de manter íntegros e legíveis todos os seus elementos, mesmo sofrendo alta redução. Apesar do estágio avançado da tecnologia de impressão que permite reproduzir com consistência desenhos extremamente complexos, ainda trabalhamos com processos de reprodução limitados, especialmente fora do universo do offset e impressões digitais. Por esse motivo, o designer precisa prever antecipadamente os métodos mais prováveis de aplicação do logotipo e o potencial econômico do cliente. A realidade para muitas empresas brasileiras ainda esbarra no orçamento como fator impeditivo para optar pelos melhores fornecedores de impressão, especialmente em mídias diferenciadas como derivados do plástico e metal.

verniz uv. discussões e definição precisa sobre que mensagem o logotipo precisa transmissor. Pronto. planejamento de marketing. tons de cinza e negativo. cores. diferenciais. abertura para sugestões. Pode ser por meio de reunião presencial ou virtual. Ajustes.). ajustes. Arte-final em preto e branco (uso em mídias e situações específicas como base para clichês. etc. Desenvolvimento | Criação • • • • • • • • • • • • Estudo do resultado do Briefing e das Pesquisas. melhorias e refinamentos da peça escolhida.gif ou jpg para uso em aplicações Windows como Word e Excel e ambientes digitais. preto e branco. Arte-final em negativo. públicoalvo. • Pesquisas. . RGB e CMYK. posicionamento. Definição de alternativas Desenvolvimento do projeto gráfico Seleção do melhor ou melhores idéias que cumprem o que ficou estabelecido no Briefing e resistem aos testes de redução e aplicabilidade.Serviços que envolvem um projeto de Logotipo Essas etapas que são geralmente seguidas num projeto gráfico de logotipo: • Briefing Fase para conhecimento da empresa. Layout da(s) sugestão(ões) nas versões colorida. possibilidade de mudanças. Especificação da cor institucional em escala Pantone. concorrência. missão. agora é só registrar sua marca. Apresentação e discussão das idéias. seus valores. Entrega do material em CD (ou envio pela Internet) com a arte final das versões originais em programa vetorial e versões em bitmap com extensão . Arte-final em tons de cinza. Arte-final em arquivo vetorial nas cores institucionais (uso geral). planos de curto e longo prazos. mapeamentos e estudos Levantamento de informações sobre o mercado e positionamento de empresas ou produtos concorrentes. etc. produtos.

Projeto Gráfico de Logotipo: Gasto ou Investimento São muito comuns os casos de empresários que investem fortunas em infra-estrutura. Isso geralmente acontece quando a empresa percebe que sua marca não comunica adequadamente seus valores e sua organização ao público-alvo ou ao mercado. em matérias-primas e acabam deixando o projeto gráfico do logotipo para a última hora e nas mãos de pessoas desqualificadas. A marca em si também não trabalha sozinha para expressar graficamente os conceitos estabelecidos na estratégia da comunicação. embalagens. e qualquer outra peça que represente visualmente a empresa nos mais diversos níveis. A expressão gráfica de uma marca deve ser o resultado de uma ampla discussão sobre a empresa. tática. transmitindo insegurança. frota de veículos. sobre a definição clara a respeito do posicionamento estratégico dos seus produtos ou serviços. apesar de todo esforço e investimento em comunicação. site para Internet e Intranet. outdoors. levando a empresa a ter que refazê-lo num dado momento das atividades. no parque industrial. crachás. fachadas. Aqui se inclui todo tipo de papelaria. os resultados são pouco produtivos porque sua marca faz o papel de vilão. isso quando não rabiscam eles próprios alguma coisa que lhes vêm à mente. Todos os elementos visuais e pontos de contato com a marca devem ser pensados e projetados. como também exige menos investimento para comunicar os valores da empresa e reduz esforços e gastos adicionais com impressão e redesenho. Por isso. anúncios. etiquetas. produto ou organização é uma decisão estratégica inteligente que garante não somente uma peça agregadora de valor institucional alinhada com as melhores marcas do mercado. exigindo a substituição gradual ou imediata de todas as peças de comunicação para acomodar a nova assinatura corporativa. sua missão e valores. uniformes. estrategic e operacionalmente para agir como agentes que se complementam para atingir os objetivo traçados. O resultado quase sempre é desastroso. não permite a reprodução adequada com boa legibilidade e qualidade e. amadorismo e desorganização. . pensar com antecedência e de forma profissional no planejamento da identidade visual da marca de uma idéia. tags.

A janelinha do Windows e a concha amarela da Shell. vem sendo tratado há muitos anos nos países desenvolvidos. assinatura e marca.. por exemplo.. que estão relacionados com a estratégia adotada pela empresa para a representação interna e externa da sua personalidade. Existem ainda os termos Identidade Visual e Identidade Corporativa. atitudes em relação aos seus stakeholders. podemos dizer que na construção da identidade visual. missão. Símbolo é o sinal gráfico (ícone ou signo) que acompanha alguns logotipos. o designer desenvolve em conjunto com os profissionais estratégicos da empresa. médio e longo prazo. é que definirão a base para percepção de uma organização ou produto pelo mercado. não somente o logotipo e alguns itens de papelaria. tecnicamente só existem logotipo. especialmente nos Estados Unidos e recentemente no Brasil. embora seja também utilizada para se referir à representação simbólica de uma empresa (logotipo ou assinatura). O termo marca. uma postura que envolve todas as esferas da empresa como valores. De uma forma resumida. planos de curto. etc. são exemplos de logotipos. O logotipo ou o conjunto equilibrado e harmonioso (pelo menos deveria ser. são símbolos. produto ou pessoa.) de um logotipo e um símbolo pode também ser chamado de assinatura. no fim das contas. Todos esses ingredientes. pelo termo "Branding". ou "Gestão de Marcas". crenças. Logotipo. Embora nós brasileiros entendamos o que esse termo quer dizer. Google e Coca-Cola.Logotipo ou logomarca? Logomarca na verdade é um termo brasileiro muito utilizado para se referir à expressão gráfica de uma marca. é a forma personalizada de escrever ou desenhar um determinado nome. seu propósito maior de existir. pode ser considerada também como a soma de todos os atributos tangíveis e intangíveis de uma empresa. Esse processo. símbolo. que na verdade começas mas nunca termina. suas políticas sócio-econômicas e ambientais. ou apenas logo. e não é lá também um pecado mortal utilizá-lo. sintetizada num elemento gráfico. Os grafismos utilizados para representar as marcas Dell. . mas procuram definir uma linguagem.