Página 1

SCARLET EO BEAST VOLUME I O adversário do Deus Todo Poderoso está manipulando eventos para realizar seu tão desejado governo universal do Anticristo. Sua luta para o domínio do mundo começou no Éden, onde ele sussurrou seus planos de Adão e Eva. Dentro de dois milênios Satanás havia capturado todos mas oito da raça humana - Noé e sua esposa, seus três filhos e suas esposas. Deus parou a tentativa de Satanás para globalismo com um dilúvio universal. Depois do Grande Dilúvio, Satanás tentou em Babilônia para restabelecer o globalismo, mas Deus o parou novamente. Satanás então tomou seu subterrâneo da conspiração. Tornou-se conhecido como Mistério da Babilônia. Plano clandestino do adversário ainda está sendo dirigido por trás das portas de alojamento religiões de hoje do mistério, o mais poderoso de que é a Maçonaria. Aqui podemos encontrar babilônico planeja inaugurar um governo mundo sem Deus um. Maçonaria planeja uma Império Universal, a mesma de que fala o Daniel profetas e John. Vamos revelar seus planos neste livro.

* 55 SCARLET Merovingian Dinastia (496 AD) | Priorado de Sião (1090) | Rosacrucianismo (1188) | Maçonaria inglesa (1600) | Grande Loja Unida (1717) ---

Página 2

(Mãe de todas as sociedades modernas e cultos secretos) | Rico |

Direita | Deísta / Panteísta Idade / Nova |

_________________________________________________________________________ _____ _________ Aristocrático Médio para Pró-negócios Constitucional | Superior Capitalista Monarquia Reis Classe Monopolista | Lordes | | Corporativo Counts Financiers Corpo Multinacional.

Socialismo Barões World Land Barons Banco-FMI-BIS etc Profissionais Financiers de drogas Domina: Grã-Bretanha, Canadá, EUA Nordeste (Estabelecimento Oriental), a maioria dos países orientais, Hong Kong, Austrália e África do Sul. 56 A BESTA Merovingian Dinastia (496 AD) Priorado de Sião (1090) Cavaleiros Templários (1118) Maçonaria Francesa (1725) Francês Grande Loja (1743) - Grande Oriente Francês (1772) (Também conhecido como Continental ou a Maçonaria Latina) Pobre Esquerdismo Ateístico

| ---

Página 3

________________________________________________________________________ Proletariado Inferior a Médio Anti-business República Classe | | | Sindicatos Democrático Trabalhador comum Crime organizado Socialista Alguns profissionais Cartéis de drogas Comunista Alguns ricos Dominantes: Continente europeu, sul e ocidental dos EUA, ex-URSS, Ilhas do Pacífico, Filipinas, América e América do Sul, África (assumiu recentemente a África do Sul).

57 1 O CONFLITO: CONVENTO DE TEMPLAR SION VERSUS CAVALEIROS As sociedades secretas em virtude de seu sigilo muito têm muitas vezes mantido historiadores na baía, ea historiadores, relutantes em confessar sua ignorância, preferem diminuir a consequência do seu assunto. Maçonaria .. é de importância vital para qualquer história social, psicológico, cultural ou política de Europa do século XVIII, e mesmo para a fundação dos Estados Unidos, mas a maioria dos livros de história nem sequer mencioná-lo. É quase como se uma política implícita obtida: Se algo não pode ser exaustivamente documentada, tem de ser irrelevante e não vale a pena discutir assim I em tudo. Investigadores do Santo Graal ' Maçonaria, Francês e Inglês, tal como a conhecemos hoje, encontra seus loots em duas organizações do Idade Média - o Priorado de Sião e da Ordem dos Cavaleiros Templários. O que se segue é o fascinante, se a história às vezes complicado e obscuro, de como esses dois modernos, anti-cristãs seculares sociedades secretas - Maçonaria Inglês e Francês desenvolvidos a partir de dois grupos que eles próprios tinham raízes no ocultismo. Vamos ver como o Priorado de Sião

desejado para governar o

mundo a partir do trono de Davi em Jerusalém através de sua linhagem merovíngia judaica falsa, e como sua própria criação, os Cavaleiros Templários, movido além de seu papel como policial e protetor de Sion para mestres financeiros da Europa medieval. Vamos traçar a aliança de Sião e Templários, a disputa sobre a descoberta de tesouros de Salomão, e as intrigas terríveis que se seguiram que levou à desfazendo dos Templários em sua luta sobre a riqueza, poder e política. Vamos revelar as crenças destes dois grupos: de que Jesus teve filhos com Maria Madalena, que um deus espiritual de bom (Satanás) enfrenta um deus material do mal; que Lúcifer não, Jesus, merece adoração; que a "Lança do Destino" (mais tarde procurou e possuído por Hitler) permite que o seu titular a governar o mundo. Nós também irá apresentar dados sobre o paradeiro da riqueza do Rei Salomão, o plano para um dia devolvê-lo ao 59 Jerusalém, e revelam que o objetivo final destes dois grupos é governo mundial, e que o seu descendentes, a Maçonaria Inglês e Francês, desejo o mesmo. ---

Página 4

A Trilha Histórica: O Priorado de Sião e do Santo Graal

Em 1982 e 1986 três seculares autores revisionistas, Michael Baigent Richard Leigh e Henry Lincoln publicado Holy Blood, Holy Grail seguido por A herança messiânica. Estes dois livros revelam dramaticamente uma ordem secreta estruturado na forma da Maçonaria, e fundou na Europa 12 séculos antes da Grande Loja foi formada oficialmente em 1717. Esta ordem protege tanto o Santo Graal ea Merovingian linhagem, que linhagem realizado Mistério da Babilônia para a Igreja Católica em 496 AD O Santo Graal, é claro, é o copo chamado a partir do qual Jesus bebeu na Última Ceia. O Merovíngios, os proprietários do Santo Graal, ensinar que Jesus teve filhos com Maria Madalena. O Merovíngios afirmam ser os descendentes dessa união "santo", e, como tal, afirmam que eles são judeus da Linhagem de Davi. Em Apocalipse 17:3-5, o apóstolo João descreve uma visão, que Rev. Igreja JR em Guardiões da Graal é cumprida acredita na lenda do Graal. A Prostituta da Babilônia está segurando em sua mão um cálice de ouro cheio de blasfêmia. Igreja acredita que a taça é o blasfemo Santo Graal

Outro elemento da lenda do Graal é a lança supostamente perfurou o lado de Jesus, também conhecido como a Lança de Longinus ou Lança do Destino. Quem possui esta lança, assim diz a lenda, será governar o mundo. Os merovíngios, cujos descendentes são os pretendentes dos Habsburgos ao trono austríaco hoje, estão na posse da lança. Está em exibição no museu dos Habsburgos, em Viena, Áustria Ninguém, no entanto, sabe a localização do Santo Graal. Pelo menos ninguém está dizendo. Embora herética, essa sociedade secreta não devem ser descontados, pois é viva e bem hoje. De facto, em 1956, uma Ordem que se autodenomina o Prieuré de Sion, ou Priorado de Sião, registrouse publicamente pela primeira vez tempo com o governo francês. (Sion é francês para Zion.) É a partir desta Ordem que a lenda do Santo Graal originou cinco séculos depois da morte de Cristo. Observações Rev. Igreja desta organização: Este misterioso grupo é actualmente constituído por mais de 9.000 homens, incluindo protestantes, Romano Católicos, judeus e 60 Muçulmanos. Os membros desta seita secreta devem ser considerados infiéis às suas respectivas crenças, por na realidade, eles não são nem cristão, nem católico, eles não são nem judeu nem muçulmano. Sua doutrina escamoteia os princípios básicos de suas crenças e substitui-los com os ensinamentos de

seu maior profeta a quem eles acreditam ser Buda. 2 A partir deste fim secreto JR Igreja acredita, virá o Anti-Cristo, pois ele escreve: "O final objetivo é governo mundial! Documentação: Pergaminhos antigas do Priorado de Sião Adeptos do Sion governantes são conhecidos como "Nautonniers", significando navegadores, pilotos, ou timoneiros. Seu dever é para dirigir o rumo traçado pelo Priorado de Sion. Um Nautonnier está vivo em todos os momentos e outro é sempre sendo preparado para assumir o seu lugar. Referimo-nos a esses Nautonniers como Grandes Mestres. "11982, o Grão-Mestre de Sião era um homem chamado Pierre Plantard, de acordo com os autores do Santo Sangue, Santo Graal. Em Messiânico Legados destes autores entrevistaram Plantard, que lhes disse que o Priorado de Sion "realmente possuía o tesouro perdido do Templo de Jerusalém. Ele seria devolvido a Israel, ele

disse, "quando for a hora certa." ' 4 Antes de 1956 não "outsider" nunca tinha ouvido falar do Priorado de Sion. No entanto, como os autores de Holy Blood, Holy Graal em 1982, escreveu: Desde 1956, uma quantidade de material relevante tem sido deliberada e sistematicamente "vazou" em uma fragmentada moda, fragmento por fragmento. A maioria desses fragmentos significado, implícita ou explicitamente, a questão a partir de alguns "privilegiados" ou fonte'' dentro. A maioria contém informação adicional, que suplementos que era conhecido antes e, assim, contribui para o quebra-cabeça global. Nem importação nem o sentido do puzzle global ainda não foi esclarecido, no entanto. Em vez disso, cada novo trecho de ---

Página 5

informação tem feito mais do que intensificar a dissipar o mistério. O resultado tem sido uma constante rede proliferante de alusões sedutoras, pistas provocativas, sugestivas referências cruzadas e

ligações. Ao enfrentar a confusão de dados agora disponíveis, o leitor pode sentir que ele está sendo brincou com - ou sendo engenhosamente e habilmente ia de conclusão a conclusão por sucessivas cenouras pendia antes de seu nariz. 61 E subjacente a isso tudo é a intimação, constante penetrante de um segredo - um segredo monumental e proporções explosivas. 5 Os autores de Holy Blood, Holy Grail embarcou em uma investigação de 10 anos, que levou toda a Europa. Os resultados de sua investigação causou repercussões surpreendentes. Um exemplo é a Hollywood "Indiana Jones" trilogia, com base em sua pesquisa. Os cinéfilos vão reconhecer Caçadores da Arca Perdida, O Templo da Perdição e A Última Cruzada. Os documentos mais importantes descobertas pelos autores sobre o Priorado de Sião veio do Grande Loja Alpina, a suprema Loja Maçônica da Suíça - o equivalente suíço da Grande Lodge em Londres e na Loja do Grande Oriente de França. Estes documentos chamado o segredo Dossiers disse

de um padre católico chamado Bérenger Saunière, que também era maçom. Mas este Maçonaria, observe o autores "diferente da maioria das outras formas em que era cristã, hermética e aristocrática." 6 Esta descrição corresponde à de um Ordem Rosacruz fundada em 1873, que Sauniere tinha aderido. Em 01 de junho de 1885, Saunière foi enviada para uma pequena paróquia na pequena aldeia de Rennes-le-Château, no sul da França. Oito séculos antes, em 1059, a igreja da vila de Rennes-le-Château foi consagrada a Maria Madalena, a padroeira do sul da França. No momento da atribuição de Sauniere, a igreja estava precisando de reparo, e em 1891 Sauniere embarcou sobre uma restauração modesta. Denunciar os autores de Holy Blood, Holy Grail, "No curso de seus esforços ele removido a pedra do altar, que repousava sobre duas arcaicas colunas visigodos. Uma dessas colunas provou ser oco. Dentro do padre encontrou quatro pergaminhos preservados em lacrados tubos de madeira. Dois desses pergaminhos são ditos ter compreendido genealogias, um namoro a partir de 1244, outro de 1644. " A linhagem do Anticristo Esses pergaminhos continha uma lista de Grão-Mestres de ambos os Cavaleiros Templários eo Priorado de Sion, bem como a história da linhagem merovíngia. O título de um dos documentos em cifra.

Quando traduzido, dizia: "Para Dagoberto II Rei e Sion pertence este tesouro e ele está lá morto." A pesquisa realizada pelos autores de Holy Blood, Holy Grail basicamente em torno autenticando estas genealogias. Eles 62 descobriu que os Dossiês Secretos, catalogados no Masonic Lodge Alpina, foram surpreendentemente precisas. Suas investigações revelaram que a história secular se esqueceu, ou intencionalmente retido. Mistério Babilônia Entra na Igreja Católica A avaliação de cortesia e corretiva cristã de que estes pesquisadores descobriram é fornecido . pelo Rev. JR Igreja em seus guardiões do Graal Igreja escreve: De acordo com os princípios da organização [Priorado de Sião], Jesus Cristo não morreu no Calvário -, mas apenas fingiu morrer, foi retirado da cruz, roubado do túmulo, e se acreditava ter se casado com Maria Madalena e filhos, mesmo produzidas. Eles afirmam que, quando os romanos destruíram o Templo de Jerusalém em 70 AD, Madalena fugiu

com seus filhos sagrados de barco através do Mediterrâneo para a França. Lá, ela encontrou refúgio em um judeu comunidade. As futuras gerações de seus descendentes teriam casado na franca real ---

Página 6

família e por volta do século quinto produzido um rei. Seu nome era Meroveu, por exemplo. Ele foi o primeiro de uma série de reis chamou a linhagem merovíngia. É disse que os descendentes de Meroveu, por exemplo foram anotados por uma marca de nascença acima do coração - uma pequena cruz vermelha. Este símbolo se tornou o emblema dos guardiões do Graal. Meroveu, por exemplo, rei dos francos 447-458 AD, foi um adepto da seita religiosa de Diana. Sua filho, Childerico I (458-481 AD.) praticavam bruxaria. Seu filho, Clovis 1 (481-511 AD) Cristianismo adotado em 496 AD

Em 496 AD, o Bispo de Roma fez um pacto com Clovis, o neto de Meroveu, por exemplo, e rei da Franks, chamando-o de "New Constantino", dando-lhe autoridade para presidir um "cristianizada" Império Romano. (O termo "Sacro Império Romano" não foi oficialmente usado até 962 AD) A prole chamada de Maria Madalena foram, assim, estabelecido como líderes do império. 8 Rev. Igreja acredita que a linhagem merovíngia e seu protetor, o Priorado de Sião, é um braço do Mistério da Babilônia, se não se Scarlet. Sua religião não é novo, mas sim, o renascimento da velha religião em Babilônia, alterada para enganar a Igreja. 63 Inicialmente o Vaticano era ignorante da "Holy Blood" heresia que havia entrado na Igreja. Com o tempo, seria descoberto, e um especial sobre o consumo tentada. Mas os merovíngios teria secretamente comprar o seu caminho de volta na Igreja Romana através de simonia, a prática de compra ou venda de nomeações eclesiásticas, indultos e benefícios. A simonia palavra "deriva de Simão, o Mago, um samaritano que tentou comprar de os apóstolos Pedro e João, o poder de conferir o Espírito Santo (Atos 8:18-19).

JR Igreja traça a linhagem desses reis merovíngios documentar que a realeza mais europeu

descende de esta linhagem, incluindo a dinastia dos Habsburgo ea realeza presente da Espanha. 9 Hoje, 12 famílias reais na Europa têm sangue Graal. 10 Afirmando ser descendentes de Jesus Cristo e Maria Madalena, eles acreditam judeus da linhagem de Davi. Entre os seus muitos nomes nobres é o título de "Rei de Jerusalém", cujo título foi dado a eles a conclusão com êxito da Primeira Cruzada. Rev. Igreja acredita que este título, é claro, uma blasfêmia. Na verdade, eles são usurpadores da linhagem de Davi. 11 Jesus Cristo fala como uma heresia em Apocalipse 03:09, onde Ele admoesta a Igreja Filadélfia, representando a história da Igreja de cerca de 1750 a 1900: "Eis que eu farei aos da sinagoga de Satanás, aos que se dizem judeus, e não são, mas mentem, eis que os farei vir e adoração diante de teus pés, e saibam que eu te amo. " A Vida Secreta de Dagoberto II Em 1891, quando maçom Sauniere descobriu o Priorado de Sion Dossiers pergaminhos secretos em Rennes-le-Chateau, um foi dirigido com a inscrição: "Para Dagoberto II Rei e Sion pertence este tesouro e ele está lá morto. "

A história fala de Dagoberto I e III Dagoberto, mas permanece em silêncio sobre Dagoberto U. Quem é ele? E por que ele tem sido removida dos registros históricos? O segredo é que ele possui que a realeza europeia e causou Vaticano a temê-lo a ponto de extirpar seu nome da memória, se de fato ele nunca existiu? Pesquisa por parte dos autores de Holy Blood, Holy Grail revelou Dagoberto U. Clovis foi sucedido por seu filho Dagoberto II, nascido em 651 AD Clovis governou o Franks e gauleses da França, e morreu quando Dagoberto era de cinco anos. A luta irrompeu pela ascendência ao trono. De cinco anos de idade, Dagoberto II foi relatada a foram mortos. Mas o fato é que ele foi seqüestrado por um padre católico e A Viagem de Chihiro para a Irlanda onde 64 ele foi criado e protegido no mosteiro irlandês de Slane, "não muito longe de Dublin, e aqui, na escola anexada ao mosteiro, ele recebeu uma educação inalcançável na França na época. "' 2 Em 666 AD,

Dagoberto se casou com uma princesa celta, pai de três filhas, mas nenhum filho. Logo, ele se mudou para Inglaterra residência, estabelecendo em York. Sua primeira esposa morreu em 670 AD, Dagoberto II e voltou para a França. Ele se casou com sua segunda esposa, Giselle de Razes, filha do conde de Razes e sobrinha do rei da ---

Página 7

Visigodos no sul da França. O casamento foi celebrado em Rennes-le-Chateau, um bastião Visigodo, o mesma aldeia onde Sauniere encontrou os geneologies secretos em 1891. Com este casamento, o Merovingian linhagem agora estava aliado com a linhagem real dos Visigodos, que tinham tendências gnósticas fortes. Dagoberto II foi de fato convertido à religião de sua esposa, afastando-se de sua herança católica. Para Dagoberto três anos esperou a sua hora de Rennes-le-Chateau, observando as alterações feitas em seus domínios para o norte. Finalmente, em 674 AD, com o apoio de sua mãe e de seus assessores, o longa-exilado monarca anunciou que ele era, reclamou o seu reino, e foi oficialmente proclamado rei da Austrásia,

que teve no território do noroeste da Europa e partes do que são hoje a Alemanha e Áustria. 13 Dagoberto II estabeleceu um brasão de armas de Rennes-le-Chateau consistindo de dois triângulos entrelaçados, um branco e vertical, outro preto e up-side-down, formando uma estrela de seis pontas. 14 Este emblema permitiu aos pesquisadores traçar a migração do Priorado de Sião ao longo dos séculos, pois é um símbolo dominante usado na Maçonaria. Enciclopédia Mackey da Maçonaria define a estrela de seis pontas como representando os poderes bons e maus na vida, 15 uma divisão de poderes que foi realizada pelo gnóstico Visigodos. Na verdade, esta estrela é em mosaico no piso do átrio de muitas lojas maçônicas hoje. 16 Desde que desenvolveu o esquadro eo compasso. (Ver Figs. 4 e 5, o Apêndice 2.) Assassinato de Dagoberto II Dagoberto foi um digno sucessor de Clovis. Austrásia tinha sido dividida em pequenos principados.

Anarquia prevaleceu, então ele começou a afirmar e consolidar a sua autoridade, restabelecer a ordem. Sua empresa regra quebrou os nobres vários rebeldes que tinham mobilizado 65 poder militar e econômico suficiente para desafiá-lo. Ele inspirou-se em seu tesouro substancial em Rennesle-Chatean, usando esses recursos para financiar a reconquista da Austrásia. 17 Dagoberto U também definir-se contra a Igreja Romana. Seus recém-adquiridos crenças gnósticas não lhe deixou espaço para o cristianismo. Em cada frente, ele restringiu a expansão do Vigário de Cristo. Por esta altura Roma era conhecedor da Merovingian heresia, e não podia permitir que ele continue. Em 23 de dezembro, 679 AD, enquanto descansava sob uma árvore durante uma caçada nas florestas artérias do norte da França, Dagoberto foi assassinado. Seus assassinos então voltou para o seu palácio do norte, com a intenção de exterminar o resto da família real. Sobrevivência dos merovíngios Antes das descobertas dos autores de Holy Blood, Holy Grail, o assassinato de Dagoberto foi considerado como o fim da dinastia merovíngia. Pelo menos isso é o que a Igreja Católica queria que o mundo

acreditar. Em seu lugar em 754 AD Roma estabeleceu a dinastia carolíngia com Pepin II. O nome "Carolíngio" deriva de Charles Martel, o avô de Carlos Magno, o primeiro designado "Sacro Império Romano Imperador. "Este título, em virtude do pacto com Clovis três séculos antes, deveria ter sido reservado exclusivamente para os merovíngios. Os autores de Holy Blood descoberta, no entanto, que o filho de Dagoberto (Sigisbert IV) por sua segunda esposa sobreviveram. Sua irmã tinha resgatado e contrabandeado dele para o sul para o domínio de sua mãe, a Visigodo princesa Giselle de Razes. Chegando na Lanquedoc (sul da França), em 681 AD, ele logo posteriormente herdou títulos de seu tio - Duque de Razes e Conde de Rhedae. Sigisbert também adotou a sobrenome "Plant-Ard" (posteriormente Plantard), que significa "atirar ardentemente florescimento" do Merovingian videira. Sob este nome, e sob os títulos adquiridos de seu tio, ele perpetuou sua linhagem. Por 886 AD

um ramo da linhagem que culminou em um certo Bernard Plantavelu (cujo nome é um derivado da plantaArd ou Plantard), cujo filho se tornou o primeiro Duque da Aquitânia. 18 Guiflem: Pai da Família Graal ---

Página 8

Por 100 anos após o assassinato de Dagoberto II, a linhagem merovíngia foi protegido por um sem nome sociedade secreta. Então, em 790 AD, um Guillem de Gellone assumiu "o título de conde de Razes - o título 66 Sigisbert é dito ter possuído e passou para seus descendentes Ele foi direto para o restabelecimento da a dinastia merovíngia. Guillem era um dos homens mais famosos do seu tempo. Tanto assim, relatam os autores Holy Blood ", que sua realidade histórica .. . Foi obscurecido pela lenda. Antes da época das Cruzadas havia pelo menos seis principais poemas épicos compostos sobre ele, chansons de geste similar à famosa Chanson de Roland. Na

A Divina Comédia de Dante concedido a ele um status de exclusividade exaltado. Mas mesmo antes de Dante, Guillem tinha voltar a ser um objeto de atenção literária. No início do século XIII ele figurou como protagonista de Willehalm, um romance épico inacabado composto por Wolfram von Eschenbach - cujo mais famoso trabalho, Parzival, é provavelmente o mais importante de todos os romances que lidam com os mistérios do Santo Graal .... Wolfram declarou em um outro poema que o 'Castelo do Graal, "morada da' família Graal ', foi localizado no Pirenos [sul da França], em que, no início do século IX, foi Guillem de Gellone de domínio. "20 Casamentos de energia e do sangue Graal Guillem manteve um relacionamento estreito com Carlos Magno, da dinastia carolíngia. Sua irmã se casou com um dos filhos de Carlos Magno, estabelecendo assim mais uma vez a linhagem merovíngia em realeza europeia. "Ao 886 AD a linha de Guillem de Gellone culminou .. . No [Bernard Plantavelu-Plantard], precisamente o mesmo indivíduo como ... Sigisbert IV e seus descendentes. " 21

Os autores de Holy Blood, Holy Grail acreditam que Guillem de Gellone era de fato Sigisbert VI, neto de Sigisbert Iv, tornando-o o bisneto de Dagoberto II. Sigisbert VI também era conhecido como Príncipe Ursus. Ursus em latim significa um eco. Posteriormente tornou-se aparente, ele era de fato um eco de Dagoberto II. Entre 877 AD e 879 AD Príncipe Ursus foi oficialmente proclamados Ursus King. Ele realizou uma insurreição contra Luís II da França, em uma tentativa de restabelecer a dinastia merovíngia. A insurreição, no entanto, falhou. Príncipe Ursus e seus apoiadores foram derrotados em uma batalha perto Pointiers em 881 AD Com este revés, a família Plantard perdeu suas posses no sul do França. Ursus morreu na Bretanha (noroeste da França), sua linha de aliados por casamento com a casa ducal de Breton. Na virada do século IX o sangue merovíngia tinha fluiu para os ducados de Brittany e tanto Aquitaine. Cerca de dois séculos antes das cruzadas da família Plantard se refugiaram na Inglaterra, estabelecer um ramo de Inglês da família

67 Planta chamado. A partir desta linha veio Bera VI, apelidado de "o arquiteto". É interessante notar que ele e seus descendentes, tendo encontrado um refúgio na Inglaterra sob o rei Atheistan, praticado "a arte de construir." Os autores de Holy Blood estado que "fontes maçônicas datam a origem da maçonaria na Inglaterra a partir do reinado do rei Athelstan. Será que a linhagem merovíngia .. . Além de sua pretensão ao trono francês, ser de alguma forma relacionado com algo no núcleo da Maçonaria? " 22 As Cruzadas e uma sociedade secreta "As Cruzadas", escreve o Rev. Igreja JR, "desempenhou um papel importante na promoção do Linhagem merovíngia. Muitos dos cruzados eram franceses que foram para a Palestina para libertar o Santo Terra dos muçulmanos. Os cruzados católicos tinham conquistado a cidade de Jerusalém e estabeleceu Godfroi de Bouillon no trono de Jerusalém. Afirmando ser da linhagem de Davi, Godfroi de Bouillon organizou uma sociedade secreta chamada a Ordem de Sion. "23 Sion: Culto do Santo Graal ---

Página 9

Os autores de Holy Blood, Holy Grail elucidar as ambições bizantinas políticos e familiares da Clã merovíngia que estão por trás de participação Godfroi de Bouillon nas Cruzadas. Meio século antes da conclusão da Primeira Cruzada de 1099, Godfroi reinou na vizinhança da Ardenas Floresta, no norte da França, onde Dagoberto II tinha sido assassinado cinco séculos antes. Como nós notaram, três séculos após este assassinato, bisneto de Dagoberto, o Príncipe Ursus (Sigisbert VI) foi derrotado perto Pointiers em 881 AD Após este revés, os merovíngios estabeleceu e financiou uma fundação de monges da Calábria, no sul da Itália, para alertá-los de qualquer evolução do Vaticano contra a sua linhagem. Para os próximos 200 anos, o Santo Graal linhagem continuou a prática de simonia, enquanto os monges Calabria esperou, viu e ouviu. Em 1070 trono um papa subiu Pedro, que pode causar problemas para os merovíngios. Isso foi há três décadas antes da Primeira Cruzada. O enredo merovíngios e Plano Os monges da Calábria imediatamente embarcou em uma viagem para o norte da França para visitar Godfroi de Bouillon. Eles estavam cientes de sua

68 o chamado patrimônio Sangue Sagrado. Seu líder era um Ursus nomeados, um nome, como vimos, associado com a linhagem merovíngia. Quando os monges se identificaram para Godfroi como os protetores do Santo Graal, eles receberam o trato de terra em Orval, onde Dagoberto II foi assassinado. Lá eles construíram uma abadia. Viajar com eles estava também o homem, posteriormente conhecido como Pedro, o Eremita. O objetivo da viagem dos monges era duplo. Primeiro, eles alertaram Godfroi dos sussurros no Vaticano. Papa Alexandre II (1061-1073) foi promover a abolição da simonia. Desde a usurpação do trono do Sacro Império Romano pelos carolíngios, simonia tinha sido o principal meio pelo qual o Merovíngios durante séculos havia penetrado no Vaticano, em uma tentativa de recuperar a sua ascendência. Aparentemente, o papa estava ciente de seus métodos e objetivos. Portanto, o segundo propósito para os monges " jornada foi o de apresentar um plano para antecipar o papa. Para governar o mundo a partir do trono de Davi

O culto merovíngia do Santo Graal precisava da Igreja Católica para estabelecer sua legitimidade: não só para recuperar a cobiçada posição de imperador romano, mas também para legitimar seu direito ao trono de Israel. Os merovíngios "objetivo final era governar o mundo a partir do trono de Davi em Jerusalém. A papal plano para eliminar a simonia eliminaria os merovíngios avenida principal para a Igreja e seu poder. Por isso, os monges encorajados Godfroi de Bouillon para começar uma guerra santa contra os muçulmanos para o conquista de Jerusalém, deportar os muçulmanos, e estabelecer-se como rei de Jerusalém no trono de Davi antes de o Papa Alexandre poderia fazer qualquer avanço em mais uma vez extirpando os merovíngios. Papa Alexandre morreu três anos após a reunião dos monges com Godfroi. O próximo Papa Gregório VII, levou a causa de Alexandre e em 1073 começou a sua série de reformas, de que Malachi Martin escreveu em seu livro O Declínio ea Queda da Igreja de Roma (1981). Martin diz que Gregório continuou a abolição da simonia, proibindo "sob as mais terríveis penas todos e toda e qualquer investidura de qualquer clérigo (bispo, padre, abade, diácono, sub diácono) por qualquer leigo governante do imperador romano até os mais impotente aldeia escudeiro em Haddam-Haddam, na Inglaterra. "

24 Sua ordem papal foi também concebido para libertar o real enorme participações de propriedade da Igreja de controle e posse por reis e príncipes. Isto era para atacar o sistema feudal muito própria, o único sistema europeu nesse momento sabia. 69 Gregory, aparentemente, foi avaliado de suspeita de Alexandre - que ainda havia um "eco" Merovingian de Dagoberto II sobre. O confisco de explorações reais da terra, além da abolição da simonia, faria manter descendentes de Dagoberto se torne muito poderoso. Plano de Gregory, se bem sucedido, teria sido tão desastroso para as ambições de longo alimentavam do ---

Página 10

Merovíngios como Alexandre. Daí, a revolta contra Gregory transbordou por toda parte. 25 Enquanto isso, o Monges da Calábria continuou a incentivar a Godfroi de Bouillon em direção a Jerusalém. Um Rei de Jerusalém

Gregory morreu sem alcançar seu objetivo da reforma. Em 1086, Victor mal subiu ao trono papal. Ele não foi melhor que Gregory. Ele morreu misteriosamente dentro de um ano. O papa seguinte, no entanto, era um Merovíngia, de acordo com os Dossiês Secretos. Os merovíngios através simonia tinha alcançado um dos seus objetivos. Urbano II subiu ao trono de Pedro em 1088, apenas uma década antes da Primeira Cruzada. Enquanto isso, Pedro, o Eremita tutelado Godfroi de Bouillon em sua nomeação selecionado para se tornar o Rei de Jerusalém. Em 1090, fundou a Godfroi "Ordem de Sião", em preparação para sua missão. Nesse mesma data, os monges calabreses partiu norte da França, seu destino de Jerusalém. Em 1095, Pedro, o Eremita, junto com o Papa Urbano II, preparada a Europa para se mobilizar contra a Palestina por pregando a necessidade de uma cruzada - "uma guerra santa que reclamar sepulcro de Cristo e da Terra Santa a partir de das mãos dos infiéis muçulmanos ". 26 Os cruzados começaram a marchar em direção a Jerusalém. Ursus e Pedro, o Eremita já estavam lá quando os cruzados chegaram. Em 1099, Godfroi de Bouillon, com três outros potentados europeus, conquistou Jerusalém. Imediatamente os monges calabreses convocada em conclave secreto com Ursus e Pedro, o Eremita para eleger um rei de Jerusalém. Godfroi de Bouillon foi oferecido o trono.

A pedido de Godfroi, um abadia foi construída no Monte. Sião, que abrigou a Ordem de Sion. Quando Godfroi morreu um ano depois, em 1100, seu irmão mais novo Baudoum, aceitou a maré eo trono do rei de Jerusalém. Cavaleiros Templários: Protetores da Ordem de Sião Para proteger o novo Rei de Jerusalém e seu culto Sion, a Ordem de Sion apoiados por Hugues de Payens em fundar os Cavaleiros Templários, 70 oficialmente organizada em 1118. De Payens, como o Grão-Mestre primeiro, criou 13 graus para o Templários Ordem, um número importante esotérica que tem possibilitado aos pesquisadores conspiração para controlar os movimentos do Templários até o presente. 27 "O propósito secreto para os Cavaleiros Templários", de acordo com a JR Igreja ", foi para preservar a Linhagem merovíngia, na esperança de um dia estabelecer um governo mundial e colocar o seu rei em cima

o trono - um rei que poderia reivindicar ser a descendência de Jesus Cristo e Maria Madalena ". 28 Os cavaleiros tinham oficialmente em operação desde 1114. Naquela data anterior eles eram conhecidos como Milice du Christ, soldados de Cristo. Em março, 1117, o rei Baudoum eu, que devia seu trono para a Ordem de Sião, levou à constituição dos Cavaleiros Templários para a Ordem de Sião, para aprovação. A Ordem dos Cavaleiros Templários foi aprovado em 1118. Os Templários tornou-se o braço militar e administrativo da Ordem de Sion. Seu nome deriva do seus quartos em abadia fortificada de Sion sobre as ruínas do Templo de Salomão. O local específico da Knights 'domicílio, a ala do palácio real no Monte do Templo, acredita-se ser de grande importância, para em algum lugar abaixo foi alegadamente enterrado a riqueza insondável de Salomão. A riqueza de Salomão Somos informados na Nova Versão Internacional da Bíblia sobre a riqueza tremenda do Rei Salomão. Eu Reis 10:14 nos informa que 25 toneladas de barras de ouro veio para o tesouro de Salomão cada ano por 40 anos. Com base em um padrão moderno de US $ 400 a onça, Salomão teria acumulou quase US $ 13 bilhões em ouro ouro durante o seu reinado. I Reis também nos informa que esta riqueza não inclui "as receitas de

mercadores e comerciantes e de todos os reis da Arábia e os governadores da terra. "De acordo com Reis, havia ouro tanto que prata foi considerada inútil durante os dias de Solomon. ---

Página 11

O ouro de Solomon veio de um lugar chamado Ophir. Ele tinha construído uma marinha para devolver o ouro disto lugar legendário. Também há evidência em mim os Reis que os navios de Tarshish trouxeram ouro a Solomon de as minas dele a Ophir. Quando Solomon morreu, o reino dele dividiu. Bíblia não faz nenhuma menção de acumula de ouro sendo levado fora conquistando os reis. Só o ouro usado construindo o Templo foi levado, e isso é distante com falta de que Bíblia indica Solomon acumulou. 71 Os autores de rastro de Sangue Santo a dispersão dos séculos de riqueza de Solomon depois: "Em 70 DC o templo

que então estava de pé.. foi ensacado através de legiões romanas debaixo de Titus. Seu tesouro foi saqueado e trouxe Roma, então saqueou trazido para o Pireneus novamente e talvez [a França sulista]. " 29 Mas estes plunderings ainda não esvaziariam a abundância de riqueza descrita em Bíblia. Onde podido Solomon tesouro foi escondido? Os Rolos de papel de Mar Mortos, descobertos em 1949, provêem uma pista. Um dos rolos de papel, o Cobre, Enrole, "decifrado em Universidade de Manchester em 1955-1956, faz referência explícita para grande quantidades de ouro em barra, recipientes sagrados, material não especificado adicional, e 'tesouro' de um tipo indeterminado. Cita vinte e quatro diferente acumula enterrado em baixo do próprio templo." 30 A Riqueza do Guerreiro Monks De acordo com os autores de Sangue Santos, "o fledgling ordenam" dos Cavaleiros Templar, "quase, imediatamente depois de seu começo, empreendeu escavações em baixo do templo." 31

Este "fledgling ordenam", enquanto só consistindo em nove homens, tinha esquartejado os cavalos deles/delas dentro o assim Estábulos chamados de Solomon diretamente em baixo do próprio monte de templo e pode ter tropeçado no princípio por Solomon tesouraria antiga. Aparentemente, algo tinha sido achado antes das 1104, porque o Hughes de Payens, logo-para-seja primeiro o Mestre Principal dos Cavaleiros, palavra enviada atrás para a Conta de Champanha, o vassalo dele domine na França. A conta se encontrou imediatamente e secretamente com certo nobles de alto-posição, um de quem teve já voltado de Jerusalém com informação da descoberta. Logo após este se encontrar secreto a Conta de Champanha partiu para a Terra santa e permanecido lá quatro anos, aparentemente como um observador, que voltam à França em 1108. Em 1114 ele fez uma segunda viagem para a Palestina, pretendendo ser iniciado nos Cavaleiros Templar, ainda chamou o du de milice o Cristo. Ele ficou porém, só um ano que devolve apressadamente. A Templar Inteligência Rede Aparentemente, enquanto a conta estava em Jerusalém que ano, os Cavaleiros, enquanto ainda consistindo em nove homens, ache todo o tesouro em baixo do templo. Voltando à França em 1115, a Conta começou a preparar um depósito.

72 Era durante este tempo que o Templars desenvolveu um serviço de apoio de inteligência para proteja o transporte

da tesouraria. John J. Robinson, autor de Nascido em Sangue: Os Segredos Perdidos de Maçonaria (1989), nos informa da extensão da Templar inteligência rede: O Templars foram conhecidos para manter os agentes de inteligência nas cidades principais do Oriente Médio e a costa mediterrânea, e eles necessariamente teriam empregado meios cobertos de comunicação. Procedimentos financeiros internacionais requereram segredo total, operações navais, requerido isto para informação de remessa de pele de muçulmano ou forças de pirata, e administração militar em cima de dois continentes requereriam isto certamente. Como um assunto de registro, ganhou o Templars um reputação, e não um bom, para a dedicação deles/delas para segredo, até mesmo nas reuniões e conselhos da ordem. 32 Nos dez anos que seguiu, o Templars ficou imensamente rico. História nos informa que eles adquirido a riqueza deles/delas dos Cruzados em pagamento para proteção. O que não é revelado é que havia ---

Página 12

só nove Cavaleiros para proteger e colecionar de tens de milhares de Cruzados um tarefa impossível. Até mesmo o autoridades do dia souberam melhor. Eles questionaram os Cavaleiros sobre a fonte da riqueza deles/delas, especialmente, o ouro deles/delas, e foi contado eles tinham descoberto o segredo alquímico da transmutação de metal. Propaganda e Influência São Bernard, o porta-voz dianteiro para Cristianismo ortodoxo e uma influência dominante, no Cistercian ordem monástica, era um propagandista principal para a imagem de Templar e reputação. Isto, claro que, seria a resposta apropriada de um homem que beneficiou da riqueza deles/delas. O Santo Autores de sangue informe isso "Através de 1115 dinheiro já era atrás corrente para a Europa e nos cofres do Cistercians, quem, debaixo de São Bernard e da posição nova deles/delas de força, endossou e deu credibilidade para o fledgling Ordenam do Templo." 33 Uma década depois do fundar oficial da Ordem de Cavaleiros Templar, porém, lá ainda

só era nove sócios. Até lá Bernard estava trabalhando para o estabelecimento deles/delas como um sacerdócio militar religioso dentro a Igreja. Em um das áreas dele ele louva as virtudes deles/delas e qualidades, enquanto declarando o Templars ser o epítome

e apoteose de valores Cristãos. Em 1127, todos os nove tinham voltado à Europa a um acolhimento triunfal, 73 orquestrado em grande parte por São Bernard. Em 1128 de janeiro, um conselho de Igreja concordou a Troyes, e o Foram reconhecidos os cavaleiros oficialmente e incorporaram como uma ordem de religioso-exército. Hughes de que Payens era Mestre Principal feito da ordem. Seguindo a aprovação deles/delas como uma ordem religioso-militar oficial da Igreja, os Cavaleiros Templar verdadeiramente se tornado os monges de guerreiro. Por meio de riqueza de Templar, Bernard guiou o Cistercians para espiritual predomínio na Europa, enquanto o Hughes de Payens e Andre de Montbard atingiu para o Templars um exército e predomínio administrativo na Terra santa, a fama de qual depressa expansão para a Europa. O próximo papa, não surpreendentemente, era um monge de Cistercian. Um protegido' de Bernard de Clairvaux, II Inocente, ascendido o trono de Peter em 1130. Em 1139, Inocente emitiu um touro papal que o Templars deveria submissão para nenhum poder secular ou eclesiástico diferente de ele. Os autores de

Sangue santo bastante justamente nota que o Templars foram "feitos totalmente independente de todos os reis, príncipes, e prelados, e de tudo interferência de autoridades políticas e religiosas. Eles tinham se tornado, em efeito, uma lei até eles, um império internacional autônomo". 34 Em 1146, o Templars adotou o insignia famoso deles/delas: a cruz vermelha alargada do Merovingians, colocando, isto nos mantos deles/delas, espadas, edifícios, e túmulos. O desígnio mudou um pouco em cima de os anos, mas a cruz sempre permaneceu alargada. Investigadores também localizam os movimentos de Templar por Europa, Escócia, e Inglaterra examinando cemitérios para os túmulos que exibem isto insignia. Com a cruz alargada blasonada nos mantos deles/delas, os Cavaleiros acompanharam o Rei o Louis VII de França na Segunda Cruzada. "Aqui eles estabeleceram a reputação deles/delas para zelo marcial juntado com um temeridade quase insana e arrogância feroz como bem", informe os autores de Sangue santo.

"Em geral, porém, eles foram disciplinados magnificamente - o a maioria disciplinou força lutadora dentro o mundo ao tempo."

35 Heresia, Perversão e Matança: Templars e o Cathars Em 1153, de de Bertrand Blanchefort, um nobre de uma família de Cathar, se tornou quartos Principal Mestre do Cavaleiros Templar. O Cathars seja uma seita de gnostic, também conhecida como o Albigensians, um nome, derivado de a cidade de Albi em França sulista para onde um conselho eclesiástico os condenou heresia em 1165. A casa ancestral de de de Bertrand Blanchefort era situado em um cume montês alguns milhas longe de Rennes-le-castelo onde, é 74 alegado, o tesouro de Templar é enterrado. Nós podemos datar a descida parecendo do Templars em paganismo do ascensão de de de Bertrand Blanchefort para a posição de Mestre Principal em 1153. ---

Página 13

O Cathars segurou as doutrinas de gnostic que Maçonaria abraçaria 500 anos conseqüentemente.

Exemplo de Por, um Cathars substituiu salvação por "fé" com salvação por "conhecimento." Eles receberam o gnostic deles/delas doutrinas dos judeus que preservaram esoterica antigo no Cabala deles/delas. E eles religioso praticado tolerância, como faz Maçonaria. Anti-procriação As práticas do Cathars refletiram os dogmas deles/delas. Buscando conhecimento eles praticaram meditação. Eles também era os vegetarianos rígidos, embora o comendo de peixe foi permitido. Eles seguraram a doutrina de reencarnação e reconheceu o princípio feminino em religião. Controlar o crescimento de população deles/delas, o deles/delas sacerdócio desaprovou qualquer tipo de união sexual que resultaria em parto. Conseqüentemente, eles foram o primeiro controladores de população conhecidos, experimentando com vários métodos de controle de natalidade, aborto incluindo. Sexo para procriação só foi tolerado por sustentar a raça deles/delas. Percebendo que os mais baixos elementos no deles/delas sociedade não poderia eliminar os passeios animais deles/delas completamente, o sacerdócio de Cathar introduziu o prática de homossexualidade e atos antinaturais de sodomia, inclusive relacionamento com animais, como uns meios de

controle de natalidade 36 A heresia mais séria do Cathars era porém a negação deles/delas que o Cristo era o Filho de Deus. Eles consideraram

Ele um profeta nenhum diferente de qualquer outro, um ser mortal. Eles repudiaram a significação veementemente de a crucificação e a cruz. Eles também negaram a validez de tais sacramentos como batismo e o Sacramento católico de Eucaristia Santa. Um conselho local da Igreja romana, como notamos nós, tinha condenado o Cathar, ou Heresia de Albigensian em 1165. Mas antes das 1200, a própria Roma tinha crescido distintamente alarmada à heresia do Cathars. O Papado os carregado com "práticas sexuais antinaturais" que foram levadas para significar homossexualidade e bestialidade. Embora estes custos eram verdades, o propósito deles/delas era incitar o nobles do norte contra eles. No dia 14 de janeiro de 1208, foi assassinado um dos delegados papais para a França sulista, mas não por o Cathars. Alguns sugerem que o assassinato fosse um jogo-para cima por Roma - criar um mártir. De qualquer modo, Roma fez não hesite culpe o Cathars. Imediatamente Papa Innocent III ordenou uma cruzada. A heresia era ser extirpado uma vez e todos de para. Um banho de sangue resultou, 75

que entrou unequalled até Guerras mundial eu e II em nosso 20º século. Assim começado os Inquisição. Estava nestes comunidades de Cathar na França sulista que os Cavaleiros Templar, fundador, de francês Maçonaria, se instalou o cedo e meio-1l00s. Dinheiro, Poder e Políticas: A Riqueza de Solomon De de Bertrand Blanchefort é creditado com transformar os Cavaleiros Templar no superbly eficiente, bem-organizado, e magnificamente disciplinou instituição hierárquica que se tornou eventualmente. Debaixo de seu administração, os Cavaleiros em 1156 importados à área de Rennes-le-castelo um contingente, de alemão mineiros que fala. De acordo com os autores de Santo Sangue, A tarefa alegada deles/delas era trabalhar as minas de ouro nos declives da montanha de Blanchefort - minas de ouro que tinham sido totalmente exaustas pelos romanos quase mil anos antes de." 37 A verdade é caso contrário. Os trabalhadores alemães não eram mineiros. Depois investigações revelam eles eram

"fundindo, talvez, derretendo algo, construindo algo fora de metal, talvez, escavando até mesmo uma cripta subterrânea de algum tipo e criando umas espécies de depósito." 38 O Templars: Os Banqueiros internacionais e Corretores de Poder

É acreditado que os trabalhadores alemães têm estado cavando grandes abóbadas de subterrâneo em qual armazenar o riqueza vasta descoberta pelo Templars em baixo do Templo de Solomon - riqueza o Templars tinha fundido baixo de para. Quase imediatamente posteriormente, informe os autores de Sangue santo, "o Templars criou e estabelecido a instituição de aterrar moderno. Emprestando somas grandes para destituir os monarcas eles se tornaram o banqueiros para todo trono na Europa.... Com a rede deles/delas de preceptories ao longo da Europa e o Meio ---

Página 14

Leste, eles também organizaram, a taxas de juros modestas, a transferência segura e eficiente de dinheiro para comerciante comerciantes.... Por exemplo, dinheiro depositado em uma cidade poderia ser reivindicado e poderia ser retirado dentro outros através de meios de notas promissórias se inscritas em códigos complicados. O Templars se tornou assim o primário mudadores de dinheiro de

a idade, e o preceptory de Paris se tornaram o centro de finanças européia. É até mesmo provável que o cheque como nós sabemos e usamos isto hoje foi inventado pela ordem. "39 Nenhuma instituição medieval fez mais para a elevação de capitalismo que o Templars: 76 Durante os próximos cem anos o Templars se tornou um poder com influência internacional. Eles estava constantemente comprometido em diplomacia de alto-nível entre nobles e monarcas ao longo de o Ocidental mundo e a Terra santa. Nós podemos virar para a Inglaterra para um exemplo de como influência de Templar penetrante estava na Europa. Assim poderoso era o Mestre do Templo que ele foi chamado regularmente ao Rei parlamento e era considerou cabeça de todas as ordens religiosas, enquanto levando precedência em cima de todos os priores e abades na terra. 40 Em um certo ponto Inglaterra armazenou até mesmo parte da coroa enfeita com jóias com o Templars. 41 Quando o Rei o Richard o Leão-Hearted levou o exército inglês dele em uma Cruzada para a Terra santa, ele viveu com o

Cavaleiros Templars a Acre em 1191. Em 1215 de junho, quando o Rei o John assinou o Magna Carta, um documento, constituindo um garantia fundamental de direitos e privilégios, o mestre dos Cavaleiros pelo que Templar estava. Em quase todo nível político o Templars agiu como árbitros oficiais em disputas, e até mesmo os reis

submetido à autoridade deles/delas. Tão poderoso os teve se tornar que eles pudessem fazer ou poderiam depor os monarcas a vontade. A Queda de Jerusalém: Enredo ou Happenstance? Dentro de sete décadas do fundar deles/delas, em vez de ser o protetor de Sion, "Rei de Merovingian de Jerusalém" culto, o Templars começou a negligenciar aquele papel. Enquanto atingindo prosperidade e notoriedade dentro Europa, eles permitiram a situação na Terra santa deteriorar seriamente. A Ordem de Sion para qual os Cavaleiros tinham prestado um juramento de sangue para defender e obedecer, foi debilitado. Os autores de Santo Sangue, Santo, Gral conta a história: Em 1185 Rei morreu Baudoum W de Jerusalém. Na briga dinástica que seguiu, De de Gerard Ridefort, mestre principal do Templo, traiu um juramento feito ao monarca morto e assim trazido a comunidade européia na Palestina para a beira de guerra civil. Nem este Ridefort só foi é questionável ação. A atitude cavalheiro dele para o Saracens precipitou a ruptura de uma trégua existente há muito e provocado um ciclo novo de hostilidades. Então, em 1187 de julho, Ridefort conduziu os cavaleiros dele, junto com o resto de o exército Cristão, em uma erupção cutânea, misconceived, e como aconteceu,

batalha desastrosa a Hattin. O Foram aniquiladas forças Cristãs virtualmente; e a própria dois meses Jerusalém posterior, capturou quase um século antes de, estava novamente em sarraceno mãos. 42 77 Aparentemente o abandono de Jerusalém foi planejado, para depois de obter os 24 acumula de riqueza em baixo do Templo de Solomon e transportando isto a abóbadas de subterrâneo secretas dentro sulista França, o A lealdade de Templars para a Ordem de Sion e seus reis de Merovingian virada a animosidade. Talvez os Cavaleiros visto a Ordem de Sion como um rival a ser eliminado. O "Corte do Olmo" a Gisors pelos Fundadores de Duas Maçonarias Modernas Um texto no segredo de Dossiês do Priorado de pergaminhos de Sion achado a Rennes-le Castelo faz sugira que os Cavaleiros estavam planejando a destruição da Ordem de Sion. Como o Santo Investigadores de gral ---

Página 15

declare, "não fala da impetuosidade de Gerard ou inépcia, mas do dele 'traição' - uma palavra muito severa realmente. O que constituiu isto 'traição' não é explicado. Mas como resultado disto o 'inicia' de Sion são ditos ter masse de en devolvido para a França - presumivelmente para Orleans [na França do norte]. " 43 De de Gerard a "traição" de Ridefort de 1187, tudo que que era, resultado na perda de Jerusalém, e precipitado uma racha desastrosa entre a Ordem de Sion e os Cavaleiros Templar. De acordo com os Dossiês segredo, o ano seguinte testemunhou um momento decisivo decisivo nos negócios de ambas as ordens. Em 1188 um formal separação aconteceu quando a Ordem de Sion que tinha criado os Cavaleiros Templar lavado suas mãos de seu protégé célebre. Esta ruptura é registrada no segredo de Dossiês como um ritual ou cerimônia de algum tipo, e está chamado o "corte do olmo." O evento aconteceu a Gisors, uma cidade perto da costa de França do norte, e debaixo do controle da monarquia inglesa. O Priorado documenta capote em alegoria e symbology o que aconteceu a Gisors. Alguns tipo de sangrento batalhe entre Rei Henry II de Inglaterra e Rei que Philippe II de França, porém, fez

aconteça lá em 1188. Aparentemente, ao término da batalha foi feita uma trégua, e uma árvore de olmo enorme estava cortada abaixo como um símbolo disso trégua. Os autores de Sangue Santos sugerem que ambos os Cavaleiros Templar e a Ordem de Sion era envolvido no conflito. O "corte do olmo" era então simbólico da divisão deles/delas e trégua como bem. Seu trégua, como veremos nós, aparentemente era permitir cada para operar independentemente do outro. A Gisors, quando o Rei de Inglaterra tomou partido com Sion, Londres se tornou seu novo protetor. De 1188 em, a Ordem de Sion permaneceu sediada na França do norte debaixo de seus protetores ingleses, enquanto os Cavaleiros Templars permaneceu sediado em Rennes-le-castelo 78 em França sulista onde a riqueza deles/delas é alegada para ter sido escondido. Sion vai eventualmente dê à luz para Rosicrucianism e Maçonaria de inglês como nós conhecemos isto hoje. Dos Cavaleiros Templar emergiria sua descendência revolucionária - Maçonaria francesa. Sion e Inglaterra Seguindo a batalha a Gisors, a Ordem de Sion sofreu uma especialização

administrativo reestruturando de seu próprio, mudando seu nome ao Priorado de Sion, e selecionando como seu primeiro Mestre Principal, Jean de Gisors, um vassalo de o Rei de Inglaterra. O Mestre Principal também possuiu propriedade na Inglaterra". '

O Priorado de Sion foi bem por outro nome como - "Ormus." Sociedades secretas são conhecidas nomes de mudança com a finalidade de encobrimento ao embarcar em alguma atividade clandestina. O Priorado de Sion era planejando tal uma atividade. Embora Sion tinha concordado permitir para o Templars operar independentemente, Sion, não pretenda deixar a riqueza deles/delas para o Templars. Ao invés ela inicia preparado penetrar o deles/delas a Ordem de adversário com a finalidade de reformar a riqueza de Solomon. Elementos de culto de Sion A palavra que Ormus conteve dentro de seu soletrar a história de Sion. Seu símbolo foi amoldado como um M. importante Dentro da armação do M estavam quatro cartas - OU e EUA - o qual junto com o feitiço de M "Ormus." Estes cartas combinam várias outras palavras chaves e símbolos importante para Sion. O "nosso significa 'agüente' em francês. Ursus, ou ecoa em latim, sugeriu, como subseqüentemente ficou aparente, Dagobert II e o Merovingian, dinastia. Orme é francês para 'olmo.' Ou, claro que, é 'ouro.' E o M que forma a armação que inclui o outras cartas não só são um M mas também o sinal astrológico para Virgo conotando, no idioma de iconografia medieval, "Senhora de Notre,

45 - o qual na França não é comemorativo da Virgem a Mary, mas de Mary Magdalene. O nome Ormus também representa a religião de Sion. Ormus era o nome de uma salva egípcia e místico que foi convertido supostamente a Cristianismo em 46 DC Em realidade ele era um perito de gnostic de Alexandria, Cristianismo misturando com Masdaism do qual era a forma grego-romana Zoroastrianism. Zoroastrianism era uma modificação de Brahamanism (agora Hinduísmo) de cada vez quando Budismo era um reforma do 79 ---

Página 16

mesmo. Como era prática comum nas religiões de mistério orientais, o Priorado de Sion freqüentemente usado note drogas se expandindo nas cerimônias deles/delas. O Priorado de jogo de Sion fora emular os Cavaleiros Templar usando a religião do Egípcio, Ormus.

Ormus e o dele inicia tinha levado a cruz vermelha como o símbolo identificando deles/delas quatro séculos antes de Merovee

(o fundador do Merovingian dinastia de Gral Santa) nasceu com a marca de nascença atravessada vermelha sobre o coração dele. Os Cavaleiros Templar adotou a cruz vermelha de Merovee depois seis séculos. Emular o Templars, o Priorado, de Sion a cruz vermelha de Ormus levou como seu próprio emblema, então adotou o de de l'Ordre de título Ia Rosa-Croix Veritas que quer dizer "A Ordem do mie o Cruz Vermelha." Este nome adicional foi somado ao behest de O Mestre Principal de Sion, Jean de Gisors. 46 Assim, Jean de Gisors é considerado o fundador do Rosa-Croix, ou Rosicrucians. Naquele momento, Sion adotou o "olho" do deus egípcio o Osiris como seu símbolo. O mesmo "olho" é conhecido como o "terceiro olho" de conhecimento na religião hindu que foi adotada pelo Templars. Em Maçom é conhecido como o Olho Todos-vendo." Com tantos semelhanças para os Cavaleiros Templar, o Priorado de Sion teve nenhuma dificuldade que penetra o deles/delas os graus de adversário. Satanism e Drogas "Sacramentais" em Sociedades Secretas:

O Templars Embrace o Diabo e Drogas Seguindo o cisma deles/delas da Ordem de Sion a Gisors, os Cavaleiros que Templar mergulhou em Satanism. Eles tinham encontrado misticismo oriental em parte da permanência deles/delas na Terra santa, e parcialmente por integrando com o Cathars. Do Cathars eles tinham absorvido as doutrinas secretas de gnosticism. Como no Priorado de rituais de Sion, drogas tiveram um papel importante em rituais de Templar. O Santo Autores de sangue nos fale que os Cavaleiros adquiriram o conhecimento deles/delas de drogas da associação íntima deles/delas com o "Hashishim, ou Assassinos [Máfia Medieval], a seita famosa de militante e freqüentemente os peritos fanáticos que era Islã equivalente do Templars. O Hashishim pagou tributo ao Templo e foi rumorado esteja dentro seu emprego." 47 O fundador do Hashishim era um persiano pelo nome de Hasan Saba. A droga "haxixe" e o nomeie o "assassino" é ambos derivados de Hashishim. Antes de executar um assassinato, Os peritos de Hasan levaram esta droga viciadora para lhes dar coragem. Deles o Templars adquiriu o conhecimento de

haxixe industrial e usando isto para o deles/delas 80 próprios feridos na batalha - incorporando seu uso eventualmente nos rituais pagãos deles/delas.

O Templars também seja bem versado em doutrina hindu. Eles praticaram Ioga para alcançar um estado alterado de consciência para abrir o "terceiro olho." Isto era conhecido como magia branca. Quando eles magia preta praticada eles chegaram ao mesmo estado alterado de consciência mais rapidamente pelo uso de mente - se expandindo drogas. 48 Uso de droga pelo Templars e o Sionists foi levado nos chalés degenerados de ambos Maçonarias. Em capítulos futuros e em volume três de Escarlata e a Besta, devemos nós aprenda como nosso fluxos de tráfico de droga modernos por, e é protegido por estes substituto-chalés. Como o Templars desceu mais profundamente em drogas e feitiçaria que eles viram o Jesus Christ como o deles/delas inimigo e começado a odiar a Igreja católica. Gradualmente eles abandonaram Catolicismo, enquanto se tornando adoradores do Baphomet, um símbolo pagão de Satanás se imaginou como uma cabeça de cabra dentro de uma estrela de cabeça para baixo. O Templars também adotado o símbolo Satânico do crânio e crossbones que símbolo de morte vai os siga

ao longo das migrações deles/delas, até mesmo para a cidade onde eles estão presentemente sediados. O uso do crânio e crossbones persistiram em Maçonaria onde se tornou o símbolo do Mestre Mason até depois de SEGUNDA GUERRA MUNDIAL. Foi derrubado porque o Hitler usou isto como um emblema para o SS.49 dele De acordo com o dualismo de gnostic de doutrina de Templar, Deus teve dois filhos - o Jesus e Satanás. Jesus era o irmão mais jovem. Do Catolicismo deles/delas, entendeu o Templars o Jesus era bom e Satanás era mau. Ainda, eles ensinaram que "'O filho mais velho de Deus, Satanael ou Lucifer só tem um direito à homenagem de mortais; Jesus o irmão mais jovem dele não merece este honour". ' 50 Talvez esta doutrina desenvolveu por causa do animosidade do Templars para o Merovingians, a descendência denominada de Jesus e Mary Magdalene. A adoração mais fervente do Templars foi endereçada a este deus de mal que só pôde os enriqueça, ---

Página 17

e realmente ele teve. Nenhuma dúvida eles entenderam o Lucifer de mitos orientais, de quem no 1930s britânico autor que Warren Weston escreveu em Pai de Mentiras: Na vaidade dele, ele finge ter inspirado em homem todas as invenções da razão humana. "Ele é

Prometheus, o amigo de homens que lhes deram fogo lhes ensinou todas as artes, mostrou para eles o minério rico e pedras preciosas enterraram na terra, e assim sucessivamente. É para estas beneficiações incontáveis conferidas em humanidade que os espíritos ciumentos que reivindicam ser verdadeiros deuses 81 combinou contra ele e o prejudicou. Ele é [para o pagão] o anjo mais luminoso unjustly expulsaram de céu, Lucifer, filho da manhã". 51 Destruição dos Cavaleiros Templar Se o Priorado de Sion conheceu as riquezas em baixo do Templo Monte em Jerusalém, e era atento que o Templars tinha os, como os autores de Sangue Santo, achado Gral Santo sugere, a "traição" dos Cavaleiros pode ter sido que eles fugiram com o tesouro. Sion, agora destituído de fundos e desprotegido, era compeliu achar e recobrar a riqueza vasta de Solomon se ela fosse avançar a causa dela de domínio mundial. Dentro de duas gerações depois que o Priorado de Sion e o Templars separasse companhia a Gisors em 1188,

Realeza européia era uma vez mais Merovingian por intermarriage. Ainda, Sion monarcas, em vez de segurando o ouro de em baixo do Templo de Solomon estavam pedindo emprestado isto. Cada vez mais eles ache eles financeiramente endividado à própria criação de Templar deles/delas. Um lntelligence Secreto Transmite em rede Rei o Philip a Feira de França (Philip W) era um dos Merovingian mendigo monarcas. História nos fala que à volta do 14º século ele foi alarmado a Templar dê poder a e desejou a riqueza deles/delas. Ele decidido agir. O que resultou era o imediato, e quase perfeitamente realizado destruição do deles/delas ordem. Tão prontamente era o colapso do Templars, parece duvidoso para ter sido o trabalho de um único monarca. Ainda era quase impossível outros reis terem ajudado o Philip. O Templars dominou tribunais reais ao longo da Europa e Inglaterra. Eles eles eram bem temperado subversives, operando, um segundo de rede de inteligência para nenhum, com espiões em todos lugares. Ainda, em uma atmosfera de Rei de segredo inatingido destruiu o Philip completamente o Templars. Nós devemos então assume que ele teve uma força de inteligência superior que história não registra. Para Philip ter

realizado o que ele fez necessitado, ao menos, a ajuda de uma sociedade igual em segredo e

subversão para o Templars - um que teve os mesmos símbolos que souberam os apertos deles/delas e contra-senhas - para infiltre os graus deles/delas. Este poderia ter sido só o Priorado de Sion. Há certos documentos de Priorado que insinuam Sion vigiaram o falecimento do Templars. Embora o autores de Sangue Santo não fazem 82 cometa eles a esta hipótese, eles fazem uma declaração que pode ser interpretada assim. Eles informam isso "depois da separação formal em 1188, Sion continuou exercitando um pouco de controle clandestino em cima de na realidade "Negócios de templo. 52 Este "controle clandestino" poderia ter sido subversivo, exercitado por infiltrators, espiões, e os agentes dobro não necessariamente o de cúmplices. O Seqüestro e Morte de um Papa Rei que o Philip percebeu o Vaticano teve que ser trazido na intriga. Os Cavaleiros Templar, embora sua blasfêmia, ainda era um braço da Igreja católica. Tão rico era o Templars que nenhum desafio de papa aceite a destruição deles/delas - a menos que ele percebesse ganho para a

Igreja, ou para ele. Então, Philip planejou ---

Página 18

para o próprio papa dele sentar no trono de Peter, um que faria a licitação dele. Isto significado adquirindo liberta do papa existente. Entre 1303 e 1305 criou o Rei francês, junto com os ministros dele, o seqüestrando e morte de Papa Boniface VIII, e bastante possivelmente envenenou Papa Benedict XI. Em 1305 o arcebispo de Bordéus ascendido o trono papal, enquanto levando o nome o V. Clemente que Ele era o Rei o Philip é próprio candidato - um com Sangue de Merovingian. Os autores de Sangue Santo nos informam, "Endividado como ele era à influência de Philippe, ele, poderia recusar as demandas do rei quase não. E estas demandas incluíram o eventual supressão do Cavaleiros Templar." 53 Recuperando o Gral Santo Enquanto o Philip o objetivo principal da Feira estava adquirindo a riqueza de Templar, o Priorado de Sion, era

interessado com recobrar algo mais significante que as riquezas de Solomon. O Templars teve aparentemente na custódia deles/delas o Gral Santo, supostamente a xícara usou à Última Ceia por Cristo antes Seu

crucificação. De acordo com lenda, Joseph de Arimathaea, o tio alegado de Mary Magdalene, segurado a xícara a o pé da cruz, enchendo isto do Santo de Cristo Sangue. No vôo dela para a França sulista em 70 DC, Maria Magdalene tinha levado a xícara e sangue com ela. Alguns acreditam foi levado o vizinhança de Rennes-le Castelo. O Priorado de Sion quis recobrar a xícara do Templars, como também o riquezas alegaram seja armazenado lá. Rotação. Igreja provê uma pista ao local da xícara hoje. Em Guardiães do Gral, diz ele, "Alguns contas dizem que o Joseph levou o Gral 83 em para a Inglaterra, enquanto outro cabo de contas que Mary Magdalene manteve o Gral na França." 54 Estas especulações sobre o paradeiro do Gral podem ter desenvolvido depois da perseguição do Cavaleiros. Mary Magdalene, ou algum imposter que reivindica ser o Magdalene, pode ter levado o denominado

Gral santo para a França sulista no ano 70 DC A alguma data posterior, talvez no começo dos 14º século, era afastado por alguém, ou alguma instituição, e levado para a Inglaterra. Se o Priorado de Sion era aquela instituição, esconderia sua ação naturalmente atrás do "Joseph de Arimathaea" alegoria. Portanto, ambas as lendas teriam alguma base em verdade. Um Sopro Súbito, Rápido e Letal Rei Philip, como um Merovingian que tenta adquirir a riqueza de Templar, certamente, ajuda solicitada do Priorado de Sion que teve seus próprios motivos pelo ajudar. Com tal ajuda superior ele planejado os movimentos dele cuidadosamente. Os autores de Sangue Santos nos informam que "UMA lista de custos foi compilada, em parte dos espiões do rei [possivelmente Sionist] que tinha infiltrado a ordem, em parte da confissão voluntária, de um renegado alegado Templar. Armado com estas acusações, o Philippe poderia mover afinal; e quando ele entregue o sopro dele, era súbito, rápido, eficiente, e letal." 55 Antes de o rei entrou em ação contra o Templars em 1307, o Priorado de Sion fez um de

o mais mais movimentos debilitando em operações de inteligência, um que polarizou os Cavaleiros Templar. Em 1306, o Priorado de

Sion ergueu seu véu, enquanto expondo sua verdadeira identidade derrubando a cobertura "Ormus." Os Cavaleiros era maldito quando de repente eles perceberam que o persecutors deles/delas não eram o Rei e Papa, mas bastante, o século-velho deles/delas inimigo. Quanto do Priorado de Sion tinha infiltrado os graus deles/delas era impossível para o Templars para sei. Lutar seriam fúteis. História convencional Desconcertou História convencional está perplexa pelo fracasso dos Cavaleiros para oferecer resistência. Uma perspectiva de revisionista, porém, pode responder pelo colapso súbito deles/delas: eles eram psychologically e militarily desprevenido contra os inimigos deles/delas. Os autores de Sangue Santo descrevem isto deste modo: "Em uma operação de segurança merecedor do SS ou Gestapo, o rei emitiu ordens lacradas e secretas ao seneschals dele ao longo do país. Estes ---

Página 19

84 ordens seriam abertas em todos lugares simultaneamente e seriam implementadas imediatamente. A amanhecer em Sexta-feira,

13 de outubro de 1307, todo o Templars na França seria agarrado e seria colocado debaixo de apreensão pelo os homens de rei, o deles/delas preceptories colocaram debaixo de seqüestro real, os bens deles/delas confiscaram." 56 Sexta-feira os 13º "Sexta-feira-o-13th" entrou na cultura desde então como um "presságio ruim" dia. O Priorado de Sion fez não em ignorância escolhe Sexta-feira-o-13th para o ataque deles/delas no Templars. Bem atento da significação o Templars colocou no valor esotérico deste número (sua Ordem conteve 13 graus), o Priorado tem que ter percebido o efeito debilitando um ataque neste dia teria. Por outro lado, rei que o Philip era provavelmente menos perspicaz. Tudo que ele quis eram a imensa riqueza do Templars que iludiu ele. Nunca era ache que realmente é estranho para em Paris o banco central do Templars era para toda a Europa. O preceptory lá teria armazenado o esconderijo maior de ouro, só secunde ao ao qual era supostamente escondido Rennes-le-castelo. Outro Engana? O Priorado de Sion tinha enganado o Rei Philip, também? Apoios de evidência

circunstanciais isto conclusão. Por exemplo, ao longo do período desta intriga, Guillaume Pidoye um de os homens do rei

e o guardião e administrador dos bens de Templar ao preceptory de Paris depois da apreensão do Templars - também era um colega de Guillaume de Gisors, o Mestre Principal de Sion. Se Pidoye fosse ele um Sionist, que parece ter sido o caso, ele teria sido certamente mais leal para o Principal dele Mestre que para o Rei. O Sangue santo os autores também sugerem que Pidoye agisse como um agente dobro", enquanto advertindo o Templars do deles/delas apreensão iminente ao preceptory de Paris. Isto pareceria ter sido um ato de traição contra ambos o o rei e Sion. De acordo com lenda, algum dia antes de Fridaythe-13th, a tesouraria no preceptory, junto com quase todos seus documentos e registros, foi transportado ao Templar naval funde a LaRochelle, e carregado em dezoito galeras das quais nunca foram ouvidas falar novamente. Por que Pidoye advertiriam o Templars? É improvável ele advertiria o inimigo seu Sionist Grand Mestre. Ele informaria mais provável para o Guillaume de Gisors do movimento iminente do Rei

contra o Templars. 85 Os autores de sugestão de Sangue Santa a outra explicação quando eles sugerem que o Principal Mestre de Sion "poderia ter sido parcialmente responsável para.. . o desaparecimento inexplicado de seu tesouro." 57 Alertando o Templars seriam então parte de um intricately tecida plano. Pidoye não pode foi um agente dobro" como foi sugerido, mas agente triplo." Pidoye soube que Sion não teve nenhum meios de transportar Ouro de Templar para a costa. Nem teve eles qualquer navio. Só os Cavaleiros Templar teve meios de transporte, com uma frota a La Rochelle. Se avisou com antecedência, os Cavaleiros poderiam chegar à cidade de porto dentro tempo. Pidoye, como representante do rei, fingiria condolência para o Templars, enquanto os advertindo de perigo iminente, sugerindo eles transportam a riqueza deles/delas fora do país antes Sexta-feira-o-13th. Como um agente triplo, vai ele então informe o Mestre Principal de Sion do transporte de ouro. O Priorado vai em troca instrua seu protetor,

a marinha inglesa, interceptar e fugir os navios depois de confiscar o ouro. O ouro seria então levado para a Inglaterra. Cumplicidade inglesa e Poder Novo Embora esta hipótese nunca pode ser provou, é interessante a nota que a Inglaterra, em cima de o próximo

século, rapidamente se tornou o poder dominante no mundo velho. A riqueza do Templars podido a maioria ---

Página 20

certamente minta ao coração do que era eventualmente se tornar o Império britânico. Outra indicação que o inglês pode ter ajudado o Priorado de Sion é o fato que os Cavaleiros Hospitaller de St. o John, ou o Hospitallers como eles chegaram a ser conhecidos, adquirido as propriedades do Templars depois da 1314 perseguição deles/delas. O Hospitallers seja os 12º século competidores ingleses de os Cavaleiros Templars durante as Cruzadas. 58 Mter o Saracens recuperou Jerusalém dos Cruzados em 1187, um, grupo de Hospitallers pousou na ilha de Rhodes, enquanto mudando seu nome ao Templo de St. o John de Jerusalém, e o outro pousou na ilha de Malta, enquanto mudando seu nome aos Cavaleiros de Malta. Britânico jornalista Stephen Knight, autor de A Fraternidade (1984), estados que ambas as ordens são

hoje o inglês Ordens de Exército maçônicas. 59 Além disso, os autores de O estado de Legado Messiânico que os Cavaleiros de Malta também é visto hoje como um canal ideal para ajuntamento de inteligência maçônico inglês. 60 Uma terceira indicação que o britânico pode ter ajudado o Priorado de Sion a La Rochelle é o fato que o Templars fugiu em seguida para a Escócia a supressão deles/delas e lá lutou ao lado de Rei Robert Bruce que estava na guerra com a Inglaterra. Por que vai o Templars viajam para tal 86 um lugar remoto e leva braços contra a Inglaterra, a menos que fosse relacionado ao desaparecimento das galeras deles/delas a La Rochelle e o confisco de todas suas propriedades pelo inglês controlaram Hospitallers? Mistério em Rennes-le-castelo: Gral e Ouro No ataque apoplético do Templars, a propriedade deles/delas e riqueza que lugar seguro de Templar, Rennes - le-castelo, não teria sido negligenciado. Escondido em abóbadas artificiais nas colinas sobre o castelo era o Santo Gral e a riqueza alegada de Solomon. Investigação nas atividades a Rennes-le -

Castelo revela, porém, o de todo o Templars prendeu, esses estacionados a este hamlet pequeno na França sulista foram intato, fazendo os investigadores de Sangue Santos sugerir que Papa Clement era um dobro agente, trabalhando,

para o Templars em vez do rei. Mas por quê? Tido Clemente não concordou o assassinato de dois seu antecessores para obter o trono de Peter. Por que proteja o Templars agora? Os autores de Sangue Santo sugestionam várias razões: (1) Papa Clement a família era de aquela área; (2) o Papa ainda conheceu lá muitas pessoas, até mesmo esses que vigiam o castelo; e (3) história revela ele estava lento para processe o Templars, embora mão-escolheu pelo rei fazer assim. Uma leitura ligeiramente diferente destes fatos, porém, oferece uma razão mais plausível para a proteção de Rennes-le-castelo. O fracasso de autoridades para mover contra tal um lugar seguro significante poderia ter sido porque a guarnição não estava tripulada por Templars. Porque o Papa era um Merovingian, ele vai não seja provável para proteger guardas que eram Templars. Isso que se os guardas fossem imposters imposters vestiram goste de Templars que, talvez, Sionist seja? Esta sugestão não está sem mérito, desde o "Joseph de Arimathaea" estados de lenda que o Gral Santo foi levado para a Inglaterra. História não registra o que aconteceu à riqueza de Templar, ou na Paris, depósito, ou a Rennes-le-castelo. Ainda nós fazemos bem para escutar a reivindicação fez em 1981 por Pierre Plantard, o

Mestre Principal contemporâneo do Priorado de Sion, para os autores de O Legado Messiânico,: "A Ordem de fato possui o tesouro perdido do Templo de Jerusalém. Será devolvido para o Israel quando o tempo for direito. "61 Uma coisa é certa: quando o Templars foram esmagados, toda a menção do para o qual aconteceu a riqueza deles/delas era purgado de história. Rennes-le-castelo permanece um enigma. História esqueceu do Templars intato estacionado lá. O destino deles/delas permanece um mistério para 87 este dia. Enquanto isso, Inglaterra subiu rapidamente durante os próximos quatro séculos para se tornar o mais poderoso e a nação mais rica em terra. Hoje Londres é o centro financeiro do mundo. É isto por causa de Riqueza de Templar? ---

Página 21

A Maldição dos Cavaleiros Templar: Poderes ocultos?

O ano 1307 não completou o Inquisição do Templars. Jacques de Molay, Principal, Mestre do

Cavaleiros Templar, ainda era a grande. Quando ele foi capturado sete anos depois em 1314, ele, era experimentado e queimado à estaca. Os autores de Sangue Santo descrevem o resultado de Jacques de Mo. a execução de posição: "Como a fumaça do fogo lento a vida sufocou do corpo dele, Jacques de que é dito que Molay tem emitido uma maldição das chamas. De acordo com tradição ele chamado o persecutors dele - Papa Clement e Rei o Philippe - unir e responde por eles antes do tribunal de Deus dentro do ano. Dentro de um Papa de mês Clemente era morto, supostamente de uma arremetida súbita de disenteria. Ao final do ano o Philippe estava como bem morto, de causas que permanecem obscuro a este dia. Há, claro que, nenhuma necessidade para procurar ex sobrenatural planations. O Templars possuiu grandes perícias no uso de venenos.... " 62 Quanto ao assunto, nós devemos se lembre, assim fez o Priorado de Sion. Eles tiveram razão para eliminar o rei quem eles enganaram também, e o papa que soube muito. Não obstante, o cumprimento aparente de Jacques de a maldição de Molay emprestou crença a convicção dentro o

Os poderes ocultos de Templars. Além disso, de acordo com lenda não terminou a maldição lá. Isto era lançar uma mortalha em cima da linha real francesa longe no futuro. 63 Jacques de Molay e o "Terceiro Grau" O Templars nunca perdoaria Coroa e Igreja para a destruição deles/delas. Haveria um dia de considerando. Para manter vívido a memória deles/delas desta atrocidade, adotou o Templars que fugiu para a Escócia o lenda da morte de Hiram Abif - o construtor alegado do Templo de Solomon em Maçonaria - como simbólico da destruição da ordem deles/delas, a perda da riqueza deles/delas, e a morte do Mestre Principal deles/delas, Jacques de Molay. 64 Hoje a lenda de Hiram Abif reagiu durante iniciação no Mestre Mason grau, chamou o 3º grau. De então até agora, quando 88 alguém diz, "Ele me deu o terceiro grau", a pessoa é desavisada de usar uma expressão que deriva do Inquisição de Jacques de Molay.

O Templars Flee para a Escócia

Quando o Templars foram suprimidos ao longo da Europa e Inglaterra durante os cedo 14º século, eles, fugido para Escócia que estava na ocasião na guerra com a Inglaterra. Na Escócia só era o Templars protegido. Os autores de Sangue Santo, estado de Gral Santo que Muitos inglês" e, vai se apareça, francês Templars achou um refúgio escocês, e é dito que um contingente considerável tem lutado a [o Rei] Robert Bruce apóie à Batalha de Bannockburn em 1314. De acordo com a lenda - e há evidência apoiar isto a ordem se manteve como um corpo coerente na Escócia durante outros quatro séculos." 65 O Templars e Maçonaria francesa: Banco internacional Um descendente de Robert Bruce, James Stuart VI, reinou na Escócia de 1567 até que ele ascendido o Trono britânico em 1603 a pedido de Rainha Elizabeth sem filhos eu. O Stuarts, e a ascendência deles/delas, era tudo iniciado na Ordem dos Cavaleiros Templar na Escócia, trazendo para Londres um contingente de escocês Templars. Os Cavaleiros que viajaram da Escócia para residir em Londres compraram propriedade lá, o qual

eles Ainda possuem hoje. Um fato fascinante é isso construído nesta terra é o distrito financeiro de Londres que atualmente clareia a maioria das transações dos bancos internacionais diariamente. ---

Página 22

A Bíblia e Sion COMO sabemos nós, durante o britânico de James Stuart reinado (1603-1625), o mundo Cristão recebeu o primeiro Tradução inglesa da Bíblia - chamou o Rei James Version (KJV). Entre o conclave de estudantes que presidiu em cima da tradução era Robert Fludd Grand o Mestre do priorado de Sion.66 Interestingly, ao longo da tradução do Testamento Novo, quando referência é feita para o Sion o soletrando é achado dentro seu Forma francesa - Sion! 89 Alvenaria de Rito escocesa Durante o reinado de James Stuart o embrião de Maçonaria de Rito escocesa começou desenvolva na Inglaterra. Foi chamado jacobita Freemasonry em memória de Jacques de Molay naquele

momento. James e seu descendentes eram todos os sócios do jacobita Lodges Realista que praticou Templar rituais. O

Templars também infiltrou a "operação" ou o chalé de trabalhador no York. Depois seus rituais foram conhecidos Pedreiros como o Rito de York. O Templar-Stuart reinado na Inglaterra foi curto-vivido. Sion desarraigou uma vez mais o Templars. Robert Fludd, o primeiro Mestre Principal britânico de Sion, foi designado para aquele propósito de expresso. O Stuart expulsão era rápido e completa, e como vimos nós, eles foram exilados para França que segue o Revolução gloriosa de 1688. O Priorado de Sion uniu os chalés se espalhados de Maçonaria inglesa então abaixo um Principal Chalé de mãe em 1717. Sion permaneceu em controle da Fraternidade britânica a este dia. 67 O Templars escocês voltou claro que à França com o exílio de Príncipe Charles Edward Stuart e Maçonaria francesa fundada em 1725. Antes das 1755 era conhecido como o Rito escocês, com 32, graus. Em França, como na Escócia, o Templars deixaram para trás os símbolos da presença deles/delas: o símbolo octogonal e o número "13 deles/delas. " Templarism = Maçonaria francesa Hoje Maçonaria francesa é Templarism. Desde o Templars nunca recobrou a riqueza

deles/delas de Inglaterra, Maçonaria francesa permanece financeiramente destituída a este dia. A guerra entre os Cavaleiros Templar e o Priorado de Sion no qual começou a Gisors com o "Corte do Olmo" 1188, ainda se enfurece entre o inglês e Maçonaria francesa. Maçonaria honra o Templars em vários graus dentro ambos o escocês e Rito de York. A Ordem de DeMolay na América é a sociedade secreta para filhos de Pedreiros em honra do Templar Mestre principal, Jacques de Molay. É fácil de ver os ideais do Templars pagão cedo dentro moderno Alvenaria. A Enciclopédia de Mackey de Maçonaria confirma a evolução de Templarism em Maçonaria: "De Larmenius veio o Templars francês. De Aumont, o Templars alemão de Observância rígida. De Beaujeu, o Templars sueco do rito de Zinnendorf Do protestante Templars de Escócia e o Chalé Antigo de Stirling, o Sulco Templars. De Príncipe Charles Edward [o Stuart King 90 que fugiu para a França quando depôs em 1688] e os partidários dele, o Templars do Ancião, e Aceitou

Rito escocês." 68

Sion e Maçonaria de inglês Nós seguimos o Templars do "Corte do Olmo" a Gisors em 1188 para o criação de francês Maçonaria em 1725. Agora nós voltaremos a Gisors e localizaremos a atividade da Ordem de Sion para seu criação de Maçonaria inglesa. Depois do "Corte do Olmo" em 1188, enquanto o Templars estavam desenvolvendo a Ordem deles/delas em um a instituição de banco internacional, a Ordem de Sion modificou seu nome ao de de Prieure (Priorado de) Sion. Pará ---

Página 23

esconda o nome mais profundamente "Sion", o Priorado levou o nome "Ormus", enquanto também adotando o de de l'Ordre de título la Rosa-Croix Veritas, ou A Ordem do Verdadeiro Cruz Vermelha. Este nome adicional era somado ao behest do primeiro Mestre Jean Principal do Priorado de Gisors. Era ele que fundou o Rosa-Croix, ou Rosicrucianism. Rosicrucianism

Quatro séculos depois outro Mestre Principal de Sion, Johann Valentin Andréa (GM 1637 1654), popularizou o Rosa-Croix como Rosicrucianism na lenda de Rosenkreuz Cristão - com a Substância química famosa dele Se casando de Rosenkreuz Cristão. De acordo com esta lenda, fundou Rosenkreuz Rosicrucianism perto do tempo que o Priorado de Sion, Papa Clement V, e Rei o Philip a Feira perseguiu o Templars. O Principal Mestre do Priorado de Sion naquele momento era o Guillaume de Gisors, o mesmo Mestre Principal, que ajudou dentro o confisco da riqueza de Templar. Ele é creditado por Andréa com organizar o Rosicrucians em um tipo de Maçonaria Hermética. Ele provavelmente é o modelo fictício para o Christian Rosenkreuz. Satanás contra Jesus Nós discutimos muitos dos elementos pagãos de Rosicrucianism na Introdução, mas agora devolverá em particular a um isso ilustra a semelhança de doutrina segurada pelo Templars e o Rosicrucians: um convicção de gnostic em um universo de dualistic. Como notável antes de, o Rosicrucian-maçom que o Gustav Carl Jung observou que o "[O Christian] cruz e

[Rosicrucian] rosa representa 91 o problema de Rosicrucian de opostos que são o Christian e elementos de Dionysian.... " Em a explicação dele de

o significado da cruz e rosa entrelaçou no emblema de Rosicrucian, o Jung confirma o Rosicrucian convicção que o Satanás tem as mesmas qualidades remissórias como faz o Jesus Christ - a mesma convicção segurado pelo Os adversários de gnostic de Rosicrucians - o Templars. O nome Rosenkreuz Cristão (Rosa-cruz Cristã ou cobra-cruz) ilustra a convicção de Rosicrucian em dualismo. E o Rosa-Croix é o cruz vermelha de Satanás - um insulto blasfemo para a cruz de Cristo. Os protestantes e Rosicrucianism Como vimos nós, muitos protestantes uniram o movimento de Rosicrucian para lutar o Católico Igreja - o qual eles viram como um inimigo comum. A Reforma encarnada por estes Protestantes, porém, só era uma "reforma" em nome, porque eles estavam espiritualmente mortos, depois de ter bebido um enganoso e mistura mortal de Cristianismo e paganismo. Novamente Bíblia profetiza este período de história de igreja no livro de Revelação. O período do Reforma, de acordo com Clarence Larkin, é significada pela Igreja a Sardis. A palavra Sardis quer dizer

esses escaparam. 69 Estes cristãos estavam escapando a Thyatira Igreja idade, em outro palavra romano Catolicismo. Jesus, pelo apóstolo o John, fala com a condição debilitada deles/delas dentro Revelação 3:1-3: Eu sei trabalhos de thy que tu hast um nome que tu mais ao vivo, e morto de arte. Seja alerto, e fortaleça as coisas que permanecem, isso está pronto morrer: porque eu não achei trabalhos de thy aperfeiçoam antes de Deus. Se lembre então como tu hast receberam e ouviram, e segura rapidamente, e se arrepende. Rosicrucians, enquanto tendo recrutado o apoio de Scripturally os protestantes fracos, alcançou o político deles/delas metas com a Revolução Gloriosa de Inglaterra plantando as sementes de revolucionário pensamento no Chalés maçônicos. O Rosicrucians ampliou a sociedade secreta deles/delas pela operação grêmios de masonic de Inglaterra protestante. ---

Página 24

Fundador de Maçonaria inglesa

Assim nós podemos ver como o Priorado de Sion, pelo Rosicrucians, o inglês fundado Maçonaria. 92 Desde ambos fluxos de Maçonaria nasceram em Londres, nós vemos o inglês novamente e Alvenaria francesa

Rosicrucianism comemorando nos rituais maçônicos deles/delas. A Enciclopédia de Mackey de Maçonaria lista o Graus de Rosicrucian em vários ritos de Alvenaria: "O Sétimo Grau do Rito francês. O Sétimo Grau do Philalethes. O Oitavo grau do Chalé de Mãe do Filosófico Rito escocês. O Décimo segundo grau do Eleito de Verdade. O Décimo oitavo Grau da Mãe Chalé escocês de Marselha. O Décimo oitavo Grau do Rito de Heredom, ou de Perfeição." 70 Nós viraremos agora à causa da primeira revolução maçônica chamada o Glorioso Revolução de 1688 em Inglaterra que era uma guerra civil entre Sion e o Templars. 93

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful