Página 1 18 A Revolução Maçônica HÚNGARA Todas as revoluções que derrubaram os regimes monárquicos da Europa Central, em 1918 foram inspirado

e dirigido por maçons, e foi maçons que receberam mensagens nos novos governos de Hungria, Alemanha, Áustria e Tchecoslováquia Eslováquia. Quase todas essas revoluções rapidamente degenerou em convulsões sangrentas com tendências claramente comunistas, sob Bela Kun, Liebnecht, Rosa Luxemburgo, Kurt Eisner e outros. 1 Vicomte Leon de Poncins A Primeira Guerra Mundial-I Revolução húngara oferece mais evidências do envolvimento maçônico do que outros. Com o fracasso, o governo húngaro dissolve as lojas, confiscou suas bibliotecas e publicaram seus arquivos, expondo envolvimento flagrante da Maçonaria na reviravolta. Aflito, o Maçons húngaros chamados seus irmãos em todo o mundo para vir em seu auxílio. Primeira revolução estourou na Hungria em 1848, ano em Grande Oriente da Maçonaria tinha programado tudo Europa a revolta. Seu líder era o Magyar grande, maçom Louis Kossuth (1802-1894). Ency-Mackey clopedia da Maçonaria dá um breve histórico da carreira do Kossuth: Nomeado de 1848, o Ministro das Finanças e sobre uma disputa com a Áustria sobre a revolta dos croatas, ele assumiu cargo e declarou a independência da Hungria. Após a derrota do Gorgei em Villagos de 1849, ele foi forçado a fugir para a Turquia. Preso e liberado mais tarde, ele então morava na Inglaterra para vários anos, em contato constante com Mazzini, Revolucionista italiano. Durante este período, ele também visitou o Estados Unidos. 2 A Revolução Húngara 1848 foi reprimida pela Áustria, com a ajuda da Rússia. Kossuth, acompanhado pelo italiano maçom Adriano Lemmi, chegou aos Estados Unidos em 1851 e se estabeleceram em Cincinnati, Ohio. Lemmi voltou para a Inglaterra no mesmo ano para ajudar Mazzini em sua Revolução italiano. Em 28 de fevereiro 1852, Kossuth falou aos irmãos maçons no Centro Lodge No.23, Indianapolis, Indiana: 465 A irmandade maçônica é aquele que tende a melhorar a condição da humanidade, e estamos

encantado de saber que pede a atenção de tantos irmãos .. . Que encontramos nos rodeia aqui. Além de a grande antiguidade da Ordem que deve encarecer a todos os maçons boas, excelentes e seus preceitos elevados ensinamentos morais deve induzir todos os bons membros da Ordem para apreciar os seus propósitos benevolentes e obras úteis. Para alguém como eu, sem um país ou uma casa, dependente da hospitalidade estranhos à vida e proteção, um ótimo substituto para todos os meus privações é, eu acho, de ser cercado por Irmãos da Ordem Maçônica. 3 Em outra ocasião, o irmão Kossuth proclamou seu anseio por uma ordem maçônica universal: "Se todos os homens foram maçons, oh, o que é uma república mundial e glorioso que devemos ter. " 4 Enciclopédia Mackey de relatórios Maçonaria que a carreira de revolucionário Kossuth cessaram após a Revolução húngara: "Após a reconciliação Austro-Húngaro, em 1867, sob o imperador Francisco José, Kossuth deixou quaisquer novos esforços políticos e sua morte ocorreu em Turim [Itália], em 1894. "5 A Grande Loja: Conciliação e apaziguamento Embora a revolta húngara de 1848 contra a regra não Habsburgo, Áustria comprometido em 1867 e formou a monarquia dupla que fez Hungria internamente autônomo. A conciliação, projetada para apaziguar a Hungarian Grand Lodge maçons, foi travada pelo Grande Oriente maçons, mas sem sucesso. Por Na virada do século 20, a Maçonaria húngara foi mais uma vez no trabalho minar a já existente ordem. Desta vez, no entanto, foi a Maçonaria Grande Lodge não, do Grande Oriente. Movimento observação de Londres Página 2 para preservar tanto a Coroa e sua Irmandade aristocrático, o Hungarian Grand Lodge percebeu que se não propor e estar de acordo com uma agenda social-democrata, que perderia influência no país para Grande Comunismo Oriente. Em um relatório assinado em 24 de fevereiro de 1911, por Paul Szende, o Grande Mestre venerável do Martinovics Rosacruz Loja Maçônica, encontramos passagens como o seguinte: Nós prontamente reconhecer que a caridade tal como agora a prática não corresponde com as nossas idéias. Nós deve concentrar a nossa 466

atenção sobre a necessidade de realização de mudanças radicais na sociedade atual. 6 As "mudanças radicais" começou com um esforço concentrado para ganhar o controle da imprensa. Até o tempo do mundo Eu tinha começado a guerra, Grand Lodge maçons mais propriedade dos meios de comunicação do país e começou a propagandear a militar. O Vilag jornal diário era especificamente responsáveis pelo enfraquecimento da disciplina na Exército húngaro. Ao longo da guerra cópias foram distribuídas aos milhares nas trincheiras. 7 A Casa de Habsburgo percebeu que estava sendo minada pela sua própria Grande Loja da Maçonaria. Para facilitar o desastre iminente de perder a guerra, o "Rei de Jerusalém" culto começou a fazer gestos amistosos para o Artesanato em preparação para a mudança chegando político. Maçons voltou a sua boa vontade em abril 29, de 1918, através de seu Grão-Mestre, 33 º grau Dr. Arpad Bokay, que viajou para Viena e entregue um discurso extremamente patriótico: Os inimigos da Hungria são também os inimigos da Áustria; aqueles que estão na liga para destruir Áustria gostaria de fazer o mesmo para a Hungria, é a monarquia que, na tempestade da guerra mundial, tem protegeu os povos da Áustria-Hungria, da maneira mais eficaz .... Em outubro de 1918, a Hungarian Grand Lodge, composta de burguesia radical (a classe média) e membros dos partidos social-democratas, estavam em aliança com o monarca reinante. Juntos, eles formaram uma coalizão político chamado o húngaro Conselho Nacional encabeçada pelo conde Mihaly Karolyi, que tentou sem sucesso estabelecer uma monarquia constitucional. O Conselho "defendeu o fim da união entre a Áustria ea Hungria, a paz com os aliados, a introdução de amplas liberdades civis e sociais e reformas econômicas, a formação de instituições políticas liberais [lojas maçônicas], e concessões ao não-magiares grupos de nacionalidade da Hungria. O conselho ganhou amplo apoio, inclusive a do Budapeste guarnição, o que obrigou o rei Carlos IV [r.1916-1918] para nomear Karolyi primeiro-ministro [Outubro 31, 1918]. O município se tornou Gabinete de Karolyi. " 9 Austríaca Grande Maçonaria Lodge saudou ascensão do Conselho Nacional de poder governamental. Em

a primeira página do seu boletim mensal, que era capaz de aparecer sem impedimentos, foram estas palavras de louvor: O novo estado de coisas veio como uma surpresa. Tudo de uma vez que se tornaram republicanos livres, mestres de nós mesmos. Fomos 467 já não os escravos e mártires de um governo burocrático que, sem crítica ou resistência servido militarismo e selfdomination. 10 A Grande Loja Symbolique de Budapeste decidiu por unanimidade enviar ao Conde Karolyi e sua Maçônica dominado revolucionário Conselho Nacional uma mensagem de boa vontade: "A Maçonaria húngara apoiar o novo Governo, com todo o seu poder, uma vez que encontra o último muito favorável para o realização de seus objetivos. " 11 Em 2 de novembro de 1918, Grão-Mestre Dr. Bokay fez um discurso significativo descrevendo o maçônico programa desejado para a Hungria. A seguir estão trechos de seu discurso: O maçônico [sic] o programa é também o programa do Conselho Nacional Húngaro e do Página 3 governo popular que acaba de ser formado. O nosso caminho é assim claro para nós. Estamos marchando ombro a ombro com eles, somos trabalhar com eles, estamos ajudando-os em seu grande e pesado, mas também grato tarefa, de modo que antiga Hungria pode entrar com perturbação amada terra do novo Hungria, que é o desejo mais ardente de cada patriota bom. Nossos amados irmãos e altamente estimado estão trabalhando hoje [sic] na primeira fila, e que inteiramente nos tranqüiliza, pois sabemos que eles e sabemos que eles irão realizar em um maçônico [sic] espírito o trabalho que assumiram. 2 No mesmo dia a Grande Loja Symbolique declarou seus sentimentos em relação ao novo governo: "O governo que está no poder agora busca os mesmos ideais como a nós mesmos. Muitos dos nossos irmãos são membros do Governo, que é uma garantia para nós que a Revolução Húngara vai seguir o caminho da reformas radicais. O nosso dever é ajudar-lo com todos os nossos meios. "'

3 Em 13 de novembro de 1918, o rei Carlos declarou que não poderia mais participar do governo. O Conselho Nacional imediatamente proclamou uma república da Hungria, e em 16 de novembro, chamado Conde Karolyi seu presidente provisório. Karolyi, por sua vez dissolvida a união entre seu novo estado e Áustria. 14 O novo governo planeja adotar medidas de reforma extensas de terra e de convocar uma constituinte montagem. A economia, no entanto, foi se deteriorando, causando inquietação muito. A nacionalidade não Magyar 468 grupos (sérvios, romenos, tchecos e) ocupação do território húngaro recusou-se a continuar a fazer parte da Hungria, querendo, em vez disso, para permanecer autônoma. 15 O Grande Oriente: A República Soviética da Hungria Além disso, os Aliados estavam colocando uma grande pressão sobre o governo socialista de Karolyi - exige que ele não pude resistir. Pressão da extrema esquerda foi igualmente grave. O Grande Oriente comunistas, rapidamente ganhando força, considerada a Grande Loja socialistas também burguês. O novo governo não continha membros do proletariado - o menor da classe social ou econômica. Os comunistas ameaçaram um contra-revolução. Hungria, cansada da guerra e derramamento de sangue, queria evitar mais derramamento de sangue. Karolyi de gabinete renunciou, transferindo o poder para o Grande Oriente. A República Soviética da Hungria foi formada 21 mar 1919 . 16 Liderando os comunistas foi o sanguinário, 33 grau judeu maçom Bela Kun (Cohen). Kun foi Grão-Mestre do Grande Oriente Lodge Haladas em Debreczin. Embora político e econômico condições fez o seu golpe de Estado, ele não continuar assim. Maçons do Grande Oriente começou a culpar o classes média e alta para os problemas da Hungria, sugerindo que ser eliminado. Auxiliar Kun foram os seguintes maçons do Grande Oriente: o camarada Kunzi, Ministro da Instrução Pública; Camarada Jaszi, National Ministro dos soviéticos; camarada camarada Ageston Pedro, Lukazs camarada, Diener Denes Zoltan; camarada Alexander Garbal (Joseph Pogany), chefe do exército, o camarada Ronai, Ministro da Justiça; camarada Varga Weichzelbaum de financiamento; camarada Vince Weinstein como governador do

da capital; camarada Moritz Erdelyi eo camarada Sezso Biro, para a polícia, eo camarada sanguinário Tibor Szamuelly, o primeiro-ministro. 17 Szamuelly projetou o abate da burguesia durante a viagem sobre a Hungria em seu especial trem. Uma testemunha ocular (de que não eram poucos) dá a seguinte conta: Este trem da morte retumbou durante a noite húngaro, e onde ele parou, os homens pendurados árvores, e sangue fluiu nas ruas. Ao longo da linha férrea uma freqüentemente encontrado nu e mutilado cadáveres. Sentença Szamuelly passou de morte no trem e aqueles que são forçados a entrar nunca contou o que que tinham visto. Szamuelly viveu nele constantemente, 30 terroristas chineses [Triads] assistiu sobre sua segurança; carrascos especiais 469 acompanhou. O trem era composto de dois carros de turismo, dois carros de primeira classe reservada para o Página 4 terroristas e dois carros de terceira classe reservada para as vítimas. Neste último as execuções aconteceram. O pisos estavam manchados de sangue. Os cadáveres foram jogados das janelas enquanto Szamuelly sentou-se à escrivaninha delicada pouco, no salão automóvel estofado em seda rosa e enfeitados com espelhos. A único gesto de sua mão distribuídas vida ou morte. 18 Dentro de semanas Bela Kun e seus camaradas maçônicos tinha destruído a velha ordem. Refugiados húngaros realizada a notícia do derramamento de sangue para a América, o que levou a uma investigação. Em 1920, um comitê da Legislativo de Nova York, presidida pelo senador Lusk, publicou um relatório sobre as atividades revolucionárias em Hungria. A seguir é uma porção: Não houve oposição organizada contra Bela Kun. Como Lenin cercou-se de comissários com autoridade absoluta. Dos 32 principais comissários 25 eram judeus, uma proporção quase semelhante à da Rússia. O mais importante deles formaram um repertório de cinco: Bela Kun (Kohn ou Cohen), Bela Vaga (Weiss), Joseph Pogany (Schwartz), Sigismond Kunfi (Kunstatter), e outro. Outros chefes foram Alpari e Szamuelly que dirigiu o Terror Vermelho, bem como as execuções e torturas da burguesia. 19

O Grande Oriente tinha tão habilmente liderado os judeus que as atrocidades da república comunista Hungria causou a tornar-se violentamente anti-semitas, assim como anti-maçônica. Três meses após a formação da República Soviética da Hungria, Bela Kun e seus companheiros fugiram para a Rússia, onde continuaram sua abate de Lênin e Trotsky. Hungria formaram uma monarquia constitucional sob a regência do Almirante Horthy. Maçonaria foi imediatamente proibida, Grandes Lojas e Grandes Orientes iguais. Segredo documentos descrevendo o papel da Maçonaria na Revolução Húngara foram apreendidos e publicado em todo Hungria. 20 Hungria Resiste a Maçonaria Maçonaria Universal começou a exercer pressão sobre a Hungria, por ter proibido a Arte. A Hungria foi acusado de fazer um movimento antidemocrático contra uma sociedade benevolente democrática. Durante a Paz 470 Conferência de Versalhes, em 1919, maçom Berthelot, o ministro francês, pediu Conde Apponyi, chefe da Delegação da Paz húngaro, para restabelecer a Maçonaria. O mesmo pedido veio da britânica representantes em Viena e Budapeste. E o governo dos Estados Unidos recusou um empréstimo à Hungria porque as lojas não foram reabertos. Em March1922, o Latomia jornal maçônico de Leipzig, na Alemanha, publicado lamentações sobre o supressão da benevolente Maçonaria, dos quais uma parte se segue: Nós somos capazes de fornecer as seguintes informações sobre o triste destino dos maçons na Hungria a partir de informações fornecidas por um dos nossos irmãos húngaros residentes em Nuremberg. Após a catástrofe [Guerra Mundial IJ, a Maçonaria, que tinha enviado outro endereço de boas-vindas para o imperador Franz Joseph durante a guerra, abraçou fervorosamente a ideologia socialista republicano de a convicção nobre que tinha chegado a hora quando o ideal maçônico seria realizado. Na sua escritos que eles fizeram propaganda ativa em seu favor e da maioria dos líderes eram maçons. Mas seguinte, quando a Hungria foi esmagada por uma onda de bolchevismo, os homens no poder [o Grande Oriente comunistas] logo começou a oprimir [Grande Loja Maçonaria] como uma instituição burguesa. A reação que, graças à ajuda estrangeira, pouco tempo depois, em conjunto e conseguiu

recuperar o poder, inspirada pela liderança clerical, fechou as lojas, ocuparam suas instalações, tomaram a sua fundos e qualquer outra coisa que encontraram lá .... Em sua angústia, nossos irmãos húngaros virou-se para as lojas norte-americanas Grand. O resultado foi que, como a Hungria foi, então, a negociação de um empréstimo nos Estados Unidos, a resposta veio que esse empréstimo podia não ser considerado até que as instituições legais foram restabelecidas na Hungria, uma clara alusão ao proibição da Maçonaria. Então, o governo húngaro foi obrigado a abrir negociações com o Mestre ex-Grand. Página 5 A retomada livre do trabalho maçônico foi proposto a ele, na condição de não-maçons deve ter o direito de acesso às sessões. Este foi naturalmente recusada pelo Grão-Mestre e do empréstimo abortou. 21 Em setembro de 1922, o maçom mensal, maçonnique de Vienne, da Itália anunciou que o Grande Mestre Torrigiani (mais tarde morto por Mussolini, porque ele era um maçom) prometeu intervir no Geneva 471 Conferência. Através dos governos dos vários poderes maçônicos, ele iria exercer pressão sobre o Governo húngaro. França agiu energicamente na mesma direção. O governo húngaro fez claro, no entanto, que, enquanto os maçons realizadas em suas atividades em segredo, eles não poderiam ser restabelecida com seus antigos privilégios. Ele permanecerá à honra do governo húngaro que fez não ceder, enfrentando corajosamente todas estas dificuldades. Maçonaria nunca se esqueceu da nação que tão firmemente repreendido seu poder. Na Conferência de Yalta, em 1943, uma conferência negociado pelo mundo três maçons principais (Roosevelt, Churchill e Stalin), Hungria foi entregue à União Soviética. Após a Segunda Guerra Mundial, Stalin punido Hungria. Em 1955-1956 a revolta húngara contra seus mestres soviéticos foi brutalmente esmagada. Só recentemente esta nação ganhou liberdade, mas não sem encontrar condições maçônicos. Em 1984, um desconhecido russo, Mikhail Gorbachev, viajou para Londres e Paris para uma reunião secreta com Otto von Habsburgo, pretendente ao trono austríaco. Foi feito um acordo para liberar quatro nações do Leste Europeu para o Ocidente, se o pretendente ajudaria desacoplar os Estados Unidos da Europa.

22 Um ano depois Gorbachev chegou ao poder. Em 1989, ele fez boa promessa dele - entregando para o Ocidente as nações da Polônia, Alemanha Oriental, Checoslováquia e Hungria. Antes de sua liberação, no entanto, Gorbachev pediu Grande Lojas Maçônicas Orient para ser reaberto em Budapeste. Além disso, ele pediu franceses líderes maçons para ajudar em esforços para relançar as lojas na Tchecoslováquia, Alemanha Oriental e na Polônia. 23 Quando a Maçonaria é permitido o reino livre em um país, não há revolução - ou de forma gradual, como no Estados Unidos, ou rapidamente, como na Europa após a Primeira Guerra Mundial I. As recentes mudanças revolucionárias na Polônia, Alemanha Oriental, Checoslováquia e Hungria são, portanto, compreensível. O que causa perplexidade é a revolução na Rússia durante a segunda metade de 1991. Dezembro do mesmo ano, a União Soviética foi dissolvida. Para o primeiro vez na história revolucionária, temos assistido a uma transição pacífica e sem derramamento de sangue do comunismo para democracia. Ter os dois Freemasonries chegar a um acordo de que o mundo deve ser democrática? Ou, tem Inglês maçonaria arquitetou a maior golpe de todos os tempos? O mundo está em admiração, mas o justo manter a cautela. 472