You are on page 1of 7

1.

A Declaração – Discurso, acto escrito com o qual se declara algo ou se
prestam informações. Tipos de Declaração: Escrita: - Declaração amigável - Declaração de amor - Declaração de frequência - Declaração de guerra - Declaração de presença - Declaração de rendimentos - Declaração de serviços prestados - Declaração dos Direitos da Criança - Declaração médica - Declaração Universal dos Direitos do Animal - Declaração Universal dos Direitos do Homem Oral: - Declaração de amor - Declaração de um governante aos cidadãos do país - Declaração de réu ou das testemunhas em tribunal Estrutura da Declaração Abertura – Identificação do declarante. Encadeamento – Identificação da pessoa que solicita a declaração. Finalidade da mesma. Fecho – Data e assinatura do declarante. Características do discurso - Registo da língua corrente - Linguagem denotativa - Terminologia especifica - Introdução generalizadora

Escola Secundária Alcaides de Faria

Prof. David Carpinteiro

Mudança de turma . – Petição por escrito.Linguagem objectiva . Objectivo do 3.Anulação da Matricula . residência do requerente. Data e assinatura de requerente. segundo as formas legais. Fecho – Pedido de deferimento. Encadeamento requerimento. na Na escola pode ser solicitado um requerimento de: .Regulamento Interno de uma escola Parciais: .Utilização de léxico especifico .Regulamentos de bibliotecas e de concursos Características do discurso .Linguagem denotativa Escola Secundária Alcaides de Faria Prof. associação ou .Utilização da 3ª pessoa – Identificação.. Características do discurso . O Regulamento colectividade.etc Estrutura do Requerimento Abertura – Identificação do destinatário. Tipos de Regulamentos: Gerais: – Texto normativo de uma instituição.Predomínio da subordinação .Utilização da 1º ou 3ª pessoa 2.Registo da língua corrente .Transferência . O Requerimento qual se solicita alguma coisa. David Carpinteiro .Registo da língua cuidado .

3ªpessoa . fenómenos atmosféricos e objectos. justificar ou refutar opiniões.Texto descritivo .Texto narrativo . A acção desenvolve-se em três tempos: situação inicial. Texto argumentativo – o objectivo destes textos é convencer os interlocutores. encaminhando-se para um desenlace. complicação e resolução. espaços. uma defesa ou uma contestação e pela exposição de argumentos a favor ou contra uma tese.Texto expositivo-explicativo . Têm intenção de agir sobre o destinatário do discurso.Frases tipo declarativo .Determinantes..Referências espaciais e temporais 4. As descrições correspondem a momentos de pausa – acção estática. Caracterizam-se pela apresentação de uma opinião. encadeados de forma lógica. para reforçar ou alterar o seu comportamento.Texto dialogal-conversacional . As sequências textuais descritivas aparecem interligadas com sequências narrativas.Verbos .Texto injuntivo-instrucional Texto narrativo – Representam factos localizados no tempo e no espaço.Títulos e subtítulos .Substantivos abstractos .Adjectivação escassa .Numerais ordinais e cardinais . artigos. Texto descritivo – Apresentam informações sobre personagens.Coordenação e subordinação . Os Protótipos textuais .Texto argumentativo . Escola Secundária Alcaides de Faria Prof. Os acontecimentos relatados envolvem personagens. David Carpinteiro . A progressão da acção é dinâmica. pronomes .

Regras de utilização .Diálogo em presença .Guias .Texto expositivo-explicativo – Apresentam análises e sínteses informativas.Justificações Texto dialogal-conversacional – são produzidos por. Exemplos: .Regras de trânsito . tirando conclusões sobre o nível cultural e a competência comunicativa de cada um.Problemas . abordando conhecimento.Conversa telefónica .Textos explicativos .Propostas de resolução . Exemplos: . através de exposições ou explicações científicas ou pedagógicas.Discussões/debates Texto injuntivo-instrucional Têm como objectivo controlar o comportamento do destinatário – são textos que incitam á acção.. David Carpinteiro . para esclarecimento dos interlocutores. problemas.Entrevistas .Leis . Ambos colaboram na comunicação.Instruções de uso . dois interlocutores que alternam o uso da palavra.Instruções de montagem .Manuais escolares (científicos) . pelo menos. Exemplos: . numa situação de diálogo.Obrigações a cumprir Escola Secundária Alcaides de Faria Prof. etc. propostas de resolução.Receitas de culinária .Textos didácticos . impõem regras ou fornecem instruções e indicações para a realização de um trabalho ou a utilização correcta de instrumentos.

mas também á sua apresentação. Tipos de Relatório: Critico: .Nome do destinatário .Parte central .Titulo .Pertinência . David Carpinteiro . Formação: .Nome do autor . Estrutura do Relatório 1ª Página: .Texto descritivo e opinativo sobre uma actividade com o fim de dar a conhecer como esta foi desenvolvida.Conclusão Características do discurso .Clareza .Texto mais ou menos pormenorizado que apresenta as actividades desenvolvidas durante um curso ou estágio.Objectividade/Subjectividade .Concisão .Estilo directo simples e incisivo Escola Secundária Alcaides de Faria Prof.Exactidão . uma poesquisa. Sintese: . etc.Normas de conduta 5. O Relatório – Texto em que se apresentam as conclusões de uma pesquisa e em que se dá importância não só a escolha de informação.Relatório menos elaborado sobre uma investigação.Data e local de realização Páginas seguintes: .Sumário .Introdução ..

expondo ou defendendo um ponto de vista. pacto entre duas pessoas ou mais para um Tipos de Contratos: . faz com que um estado de coisas e o conteúdo proporcional do enunciado coincidam 7. fazendo-lhe um pedido. confirmando ou refutando uma asserção..Contrato matrimonial .Assertivos – quando relacionam o locutor com a verdade ou a falsidade da proposição expressa pelo enunciado. . O Contrato determinado fim. com a enunciação da frase.Contrato de compra e de venda .Compromissivos – se o locutor se compromete a realizar a acção expressa no conteúdo proporcional do enunciado .Verbos fortes 6.Declarativos – quando o locutor.Contrato promessa Estrutura do Contrato Abertura – Identificação do 1ºoutorgante. – Convenção. Actos ilocutórios – o locutor.Contrato de adesão .Expressivo – no caso de o locutor exprimir um estado psicológico em função do conteúdo proporcional do enunciado . . numa posição institucional. Identificação do 2ºoutorgante. tem intenção de agir sobre o destinatário.Registo da língua . dando-lhe uma ordem ou uma garantia… Os actos ilocutórios podem ser: .Contrato de prestação de serviços . David Carpinteiro .Directivos – no caso de o locutor levar o destinatário a realizar futuramente o acto verbal ou não verbal em acordo com o conteúdo proporcional do seu enunciado.Contrato de arrendamento . Escola Secundária Alcaides de Faria Prof.Contrato de trabalho . questionando-o. comunicando-lhe uma informação.

Linguagem objectiva e denotativa . Características do discurso .Vocabulário técnico .Utilização da 3ª pessoa Escola Secundária Alcaides de Faria Prof. David Carpinteiro . Fecho – Data e assinatura dos outorgantes.Encadeamento – Cláusulas contratuais que os outorgantes se comprometem respeitar.