You are on page 1of 1

ESCALAPB PB ESCALACOR COR

Produto: EST_SUPL1 - INFORMATICA - 8 - 23/02/09


L8 - CYANMAGENTAAMARELOPRETO

%HermesFileInfo:L-8:20090223:

SEGUNDA-FEIRA, 23 DE FEVEREIRO DE 2009


L8 LINK O ESTADO DE S.PAULO

VIDA DIGITAL: CIA. BARBIXAS DE HUMOR, comediantes


ELES POR ELES MESMOS

ANDERSON BIZZOCCHI - 25 anos. “É formado em Rádio e TV pela Cás- DANIEL NASCIMENTO - 26 anos. “É formado em Rádio e TV. Já traba- ELIDIO SANNA - 24 anos. “Estudou Física na USP e foi professor. Mas
per Líbero. Já trabalhou em emissoras de TV e produtoras. Desde 1990 lhou e não trabalhou muitas vezes em diversos locais. Pega metrô desde todo mundo sabe que isso é mentira. Ele estudou um professor e foi físi-
é corcunda profissional e já ganhou até um Grammy por isso.” 1989, quando foi para o Poupa Tempo fazer seu RG.” co. O do Elidio é menorzinho porque de fato ele não fez muita coisa...”

■■■ Grupo aposta no improviso lógico espalhado via YouTube, em que é líder de audiência, para atrair público ao teatro

O troca-troca virtual dos Barbixas FOTOS: DIVULGAÇÃO


teira que compraram a ideia de provavel.com.br. Eles convidam PlanetaDiário.“Gostamosdefa-
:LUCAS PRETTI viver daquilo. Ainda não vivem. amigosqueficaramfamosos(co- zer esquetes, mas a produção é
Mas apostam no caminho “im- mo Rafinha Bastos, Marco Lu- muito cara. Ferrou, por exem-
provável”. que e Márcio Ballas) para facili- plo, se a gente precisar de um
Trêsatoressemtextodecorado, OfenômenoBarbixasteman- tar a identificação do público. tribunal.”
sem direção e sem saber o tema tecedentes. Brasileiros têm par- Troca. O grupo defende uma tese di-
da peça sobem ao palco. O públi- ticular interesse por humor des- O sucesso do espetáculo é ferente das triviais sobre o fato
co define um lugar para a ação. de Martins Pena, no século 19. bem-vindo, claro, mas trouxe de, em São Paulo, os teatros tra-
A cena começa, com o risco imi- Na internet, esquetes rápidos e também uma crise de identida- dicionais – exclua aqui alguns al-
nentede o mestre de cerimônias potencialmente virais estouram de. Troca. Um surto esquizofrê- ternativos da praça Roosevelt,
falar “Troca”. Então o ator deve fácil. Vide o stand-up comedy nico. Troca. Problemas de rela- festivais e circuitos culturais –
mudar o sentido da última fala (tinyurl.com/link-standup). Tro- cionamento com o público. estareminundadosdecomédias
ou movimento na hora, quase ca. O Tapa na Pantera (tinyurl. Todo mundo pensa que o no- às vezes discutíveis. “É o efeito
sem pensar. Este texto também com/3dzdor). Troca. O mendigo medacompanhia éOsImprová- Zorra Total de programas ruins
vai brincar disso. Awey,aqueleloucodoprograma veis e os desconectam de ou- da televisão. Não temos mais
Troca. Hermes e Renato (tinyurl. tros trabalhos de criação . A ChicoAnysio,JôSoares,OsTra-
Mais de 34 milhões de pes- com/4kpug6). Cia. Barbixas faz esquetes à palhões, TV Pirata, Família Tra-
soas (34 milhões!) já assistiram Paraaplateia,umdosdiferen- Monty Python e Os Melhores do po. É no teatro que as pessoas
aos vídeos do espetáculo Impro- ciais da experiência teatral é o Mundo. Aúltima aparição nace- suprem a carência por comé-
vável no YouTube, que alçou a risco, o fato de haver um ser hu- na teatral paulistana foi em de- dias de verdade”, diz Elidio.
Cia. Barbixas de Humor ao pos- mano numa situação desconfor- zembro, no projeto Farsas de Faz sentido, ainda mais da bo-
todequintocanalmaisacessado tável, inesperada, ali no palco – e Natal, do Grupo Parlapatões. ca de pessoas que estudam técni-
da história do site no Brasil, che- oimprovisolevaessacaracterís- Eles encenaram de maneira cas de interpretação para fazer
gandoaosegundolugaremalgu- tica ao extremo. inusualoapedrejamentode Ma- rir – e que mesclam arte com tec-
massemanas.Sãojogos teatrais Improvável parte de diversos ria Madalena. No YouTube, é nologia para serem vistos.
baseados em improviso. Eles jogos (veja os “clássicos” abai- possível ver a versão Barbixas Troca.
comprovamatesedequeainter- xo)que costumamser usadosna para a Santa Ceia. Para encerrar este texto, va-
net fortalece o teatro: não há preparaçãode atorespara espe- Troca. mosbrincarde“contodefadasim-
mais ingressos para Improvável, táculos tradicionais ou em aulas Chegar à televisão e ser um provável”:
em cartaz em São Paulo, no Tu- de interpretação. Desinibem, tipodeCasseta&Planetamoder- Num mundo em que a inter-
ca, até o meio de abril. afiam o raciocínio, trazem no- noé a aspiração inóspitado gru- net domina / Parece não ter lu-
Troca. çõesdedramaturgia,criamrela- po, num momento em que a TV gar para o teatro / Até que veio o
A pedaço de barba na cara ções entre os membros do elen- JOGANDO - Márcio Ballas (dir.) na estreia de Improvável no Tuca (SP) busca justamente obter um su- YouTube, que sina / E levou as
inspirou o nome do grupo da zo- co. Anderson, Daniel e Elidio di- cessosemelhanteao delesnain- pessoas de volta ao palco.
na norte paulistana, que se for- zemnãoensaiarparaoespetácu- o que vai acontecer”, diz Daniel. user/videosimprovaveis), sem- ternet.Mas, dizElidio, nãoseria Os versinhos acima são pro-
mousemquererapartirdebrin- lo.Eles“treinam”lógicaparaen- A estratégia da companhia é pre às quintas-feiras. Troca. comoo“enlatado”dehojedaRe- duto da mais pura vergonha
cadeiras no colégio. Anderson frentarassituaçõesdesconheci- colocar no You Tube um clipe Além disso, o grupo mantém o deGlobo esimalgo comoespíri- alheia.Éjustamenteagraçades-
Bizzocchi, Daniel Nascimento e das. “As pessoas não acreditam, porsemanadeshowsapresenta- www.barbixas.com.br, com blog, to crítico infame e engajado dos ses três caras com pedaços de
Elidio Sanna falavam tanta bes- mas a gente realmente não sabe dospeloPaís(www.youtube.com/ e o site do espetáculo, www.im- primordiais Casseta Popular e O barba no rosto. ●

INFLUÊNCIAS CLÁSSICOS IMPROVÁVEIS

JOGANDO NO QUINTAL WHOSE LINE IS THIS? GATO FEDORENTO JOGO DA TROCA CONTO DE FADAS IMPROVÁVEL SÓ PERGUNTAS
ONDE - tinyurl.com/cevlty ONDE - tinyurl.com/acb5cq ONDE - tinyurl.com/fedorento ONDE - tinyurl.com/936krf ONDE - tinyurl.com/contodefadas ONDE - tinyurl.com/soperguntas
O QUE - Peça em cartaz em São O QUE - Programa de TV britâni- O QUE - Grupo de atores portu- O QUE - Quando o apresentador O QUE - A plateia sugere um título O QUE - Só é permitido fazer per-
Paulo com jogos de improviso en- co de improviso. É exibido tam- gueses que faz esquetes tipo diz ‘Troca’, os atores devem mu- de conto de fadas, e os atores en- guntas em cena. Perde quem er-
tre palhaços, com Márcio Ballas bém nos EUA pela ABC. Monty Phyton na televisão dar a última fala. Com Oscar Filho cenam, sempre rimando as falas. rar. Com Cristiane Wersom