You are on page 1of 173

Daniel Caetano de Figueiredo

A Familia Paula Pessoa
(Esboço de Genealogia - 1726-2013)

ISBN: 85-87906-16-X
Sobral - Ceará Março de 2013

Frota (Nena)(i.m) e José Albuquerque de Figueiredo (Zéquinha)(i.m), meus tios; DEDICO ESSE LIVRO • a Antônio de Paula Pessoa de Figueiredo(i.m) e Antônia Ernestina Saboia de Figueiredo (Totonha) (i.m), meus avós paternos; • a Fernando Antônio Figueiredo Mendes e Francisco José Passos Mota, companheiros de mocidade e de vida militar ; ao Dr. Manoel Souza de Saboia, companheiro e amigo de peraltices infantis desde 1965; a Antonio Augusto Seabra Batista e Luiz Augusto Lima Vieira da Rocha; • ao Maestro José Wilson Brasil(i.m.); • a Antônio Colaço Martins, Magnífico Reitor da Universidade Estadual Vale do Acarau; • ao Governador Cid Ferreira Gomes, ex-Prefeito de Sobral por dois mandatos e atual(em 2013) Governador do Estado do Ceará; • ao Deputado Estadual e ex-Reitor da U.V.A. José Teodoro Soares e Maria Norma Maia Soares;

• a Deus , o Supremo Arquiteto do Universo, que guiou-me as mãos na elaboração deste singelo trabalho ; • a meu querido, inesquecível e insubstituível pai, Caetano Saboia de Albuquerque Figueiredo , que ensinou - me o amor às Letras e aos Números , à Verdade e à Justiça ; • à Ana Frieda e Caetano Neto , meus filhos queridos: motivo maior da alegria de minha vida ; • à Maria Veralucia, minha esposa; • à minha mãe Maria Luiza e às minhas irmãs Sara e Nazira; • a Ernesto Saboia de Figueiredo(i.m.) , Maria Figueiredo Mendes (Ia)(i.m) , Antonina Figueiredo

3

• a Evaristo Linhares Lima e Maria Nilsa Brígido Linhares; • Ainda para Professora Laís Paula Pessoa, Denise Pessoa(Denise Tostes), Ana Maria Pessoa dos Santos, Simone dos Santos Pereira, Médico José Rodrigues Pessoa dos Santos (Dr. Pessoa), Francisco José dos Santos Pereira(Franzé), José Ivo Parente Viana, Manoel Segismundo Pessoa dos Santos Parente Viana, Joaquina Maria Frota Mont’Alverne (Quinquina), Ana Maria Pires Selvati, Francisca Carolina de Paula Pessoa, Zenaide Pessoa dos Santos, Domingos Marques Pereira, Oneide Lopes de Paula Pessoa, Dr. Cláudio Aguiar, Celeste Paula Pessoa, Francisco Marinho Vasconcelos Filho, Gabriela Pessoa(Gabí), Bárbara Figueiredo Cavalcanti(Babi), Luiz Sousa Figueiredo de Paula Pessoa(Luiz Figueiredo),Médico Henrique Rodrigues, Mirian Alexandrino, Viviane Aguiar Holanda e Rachel Ary Mendes pelas preciosas informações que me cederam acerca da Família Paula Pessoa. • àqueles a quem conhecí, uns com intimidade, outros não, e cujos os olhos já se fecharam para sempre. Espero que descansem na Paz do Senhor;

• Aos que se foram antes de mim: desde o primeiro morto que eu vi, quando tinha 7 anos de idade, um senhor que morava na Rua Senador Jaguaribe(Camocim, 1962), quase vizinho à nossa casa ; Gerardo "Bujaleco", fal. em Camocim mais ou menos na mesma época do anterior; Caetano Saboia de Figueiredo, meu querido e amado pai, falecido em janeiro de 1968; Eloá Paula Pessoa, fal. em Fortaleza, 1968 ou 1969; Jairo Santana, meu companheiro de Colégio Militar, fal. em 1969, Cel. José Aurélio Saraiva Câmara, meu estimado amigo Professor de Matemática no Colégio Militar; Maria Figueiredo Mendes, querida e amada tia Ia ; Cel. Manoel Felizardo de Paula Pessoa Mendes, meu estimado tio e ex- professor no Colégio Militar ; General Haroldo Erichsen da Fonseca, meu excomandante no Colégio Militar de Fortaleza(C.M.F); Ministro Henrique Saboia, fal. em 2005; Deocleciano Saboia de Albuquerque, pai do anterior ; Rosinha Saboia, esposa do anterior; meus insquecíveis companheiros de Marinha de Guerra (1972-1974): Paulo Sérgio Espinosa da Silva (Bonitinho), José de Freitas Rocha, Torezzani Figueiredo, Eraldo Simião da Silva (Gadão), Nilter Uchoa Vasconcelos, Nilton Sebastião Mello de Figueiredo (Peninha), Elano Correia Mota(Colosso de Rodes), José Fernandes Del Angelo(03),

Marcelo(Bolinha); Almirante Paulo de Bonoso Duarte Pinto, Diretor da Escola Naval em 1974, que muito me transmitiu de experiência e ajudoume nos difíceis anos de 1974/1976;

Vicente Saboia de Albuquerque Filho(Vicentinho) (1910-1976);Vicente Saboia de Albuquerque Netto(Tinho)(*1939; +2000); Médico Massillon Saboia de Albuquerque; José Carlos Coelho Saboia(1955-1988); Maria Lúcia Coelho Saboia; Júlio de Araújo Jorge; Hugo Alfredo; Vileimar Carneiro; Prof. Francisco Maximino Barreto(Mister Barreto): Dr. Carlos Rolim; Profa. Miriam Maia Göerch; Motorista Ariosto da UVA; Prof. Arry Rocha de Oliveira; Juiz José Olavo Rodrigues Frota ; Sílvio Geraldo Figueiredo Frota; Heloisa Saboya de Albuquerque; Maria Saboya de Albuquerque(Maricota); Médico Pneumologista Carlinhos Thomé de Saboya; José Silvestre Saboia de Albuquerque (Zé da Boina); Dr. Zequinha Silvestre; Frieda Saboia de Albuquerque(Base Frieda); José Figueira Saboia de Albuquerque (Figueirinha); Prefeito Jerônimo Medeiros Prado; Prefeito José Euclides Ferreira Gomes Junior; Prefeito José Parente Prado; Prefeito Joaquim Barreto Lima; Louro do Othelino; Moço; Enfermeiro Inácio( que atendeu a meu pai em seus derradeiros momentos de vida); Dr. Zé Alverne (que me retirou do útero de minha mãe); Dr. Ewerton Mont'Alverne; Pudenciana Saboia(Nazinha); Evangelina Saboia; Dr. Plínio Pompeu de Saboya Magalhães; Dona Mariiinha; José Saboia Neto(meu

5

padrinho); Gilberto Saboia Pompeu; Ilton Girão; José Martônio Barreto Lima; Ildefonso Cavalcante; Compositor Laerte Melo( companheiro de infância); Régis Ferreira Gomes (Régis Khan); Monsenhor Sabino Loiola; Padre José Mendes Lira; Wilson Oliveira; Médico Cláudio Pessoa( Claudinho Rodrigues); Felizardo Mendes Parente (Gatão); Dona Ritinha, esposa do anterior; Dr. Hugo Mendes Parente(que foi meu dentista e era muito amigo de meu pai); Renato Borges; José Renato Borges (Zé Renato); Francisco Borges (Chiquito); Maria de Lourdes Souza Saboia(Dona Lourdes); Miguel Deroci Carneiro (meu ex-sogro); Cláudio Marinho de Andrade; Aprígio(morador da fazenda Aiuá (Município de Massapê), na época propriedade de meu pai); Engenheiro Marcos Gurgel; Calú Arruda; Expedito Quinto(pai do Dr. Zé Arteiro); Wagner de Sá Ponte; José Borges de Almeida Monte(ZéMonte) ...e muitos outros que já nos deixaram. ....................................

O Evangelho segundo Mateus

Genealogia de Jesus Cristo 1 LIVRO da geração de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão. 2 Abraão gerou a Isaque; e Isaque gerou a Jacó; e Jacó gerou a Judá e seus irmãos; 3 E Judá gerou, de Tamar, a Perez e a Zerá; e Perez gerou a Esrom; e Esrom gerou a Arão; 4 E Arão gerou a Aminadabe; e Aminadabe gerou a Naasssom; e Naassom gerou a Salmon; 5 E Salmom gerou, de Raabe, a Boaz; e Boaz gerou de Rute a Obede; e Obede gerou a Jessé; 6 E Jessé gerou ao rei Davi, e o rei Davi gerou a Salomão da que foi mulher de Urias. 7 E Salomão gerou a Roboão; e Roboão gerou a Abias; e Abias Gerou a Asa; 8 E Asa gerou a Josafá; e Josafá gerou a Jorão; e Jorão gerou a Uzias; 9 E Uzias gerou a Jotão; e Jotão

gerou a Acaz; e Acaz gerou a Ezequias; 10 E Ezequias gerou a Manassés; e Manassés gerou a Amom; e Amom gerou a Josias; 11 E Josias gerou a Jeconias e a seus irmãos na deportação para Babilônia. 12 E, depois da deportação para a Babilônia, Jeconias gerou a Salatiel; e Salatiel gerou a Zorobabel; 13 E Zorobabel gerou a Abiúde; e Abiúde gerou a Eliaquim; e Eliaquim gerou a Azor; 14 e Azor gerou a Sadoque; e Sadoque gerou a Aquim; e Aquim Gerou a Eliúde; 15 E Eliúde gerou a Eleázar; e Eleázar gerou a Matã; e Matã gerou a Jacó; 16 E Jacó gerou a José, marido de Maria, da qual nasceu JESUS, que se chama Cristo. 17 De sorte que todas as gerações , desde Abraão até Davi, são catorze gerações; e desde Davi até a deportação para a Babilônia,

catorze gerações; e desde a deportação para a Babilônia até Cristo, catorze gerações; ............... Provérbios 24. Melhor é morar só num canto de telhado do que com a mulher briguenta numa casa ampla. ..................... Capítulo 9 - Eclesiastes ...... 5 Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa alguma, nem tampouco terão eles recompensa, mas a sua memória fica entregue ao esquecimento. 6 Também o seu amor, o seu ódio, e a sua inveja já pereceram, e já não têm parte alguma para sempre, em coisa alguma do que se faz debaixo do sol. ......

7

........................................ Capítulo 12 - Eclesiastes ....... 7 E o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu.8 Vaidade de vaidades, diz o pregador, tudo é vaidade. ....... 13 De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo o homem 14 Porque Deus há de trazer a juízo toda a obra, e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau. .......

• AS PRIMEIRAS VILAS DO CEARÁ 1.a Aquirás - 25 de janeiro de 1700. 2.a Fortaleza- 13 de abril de 1726. 3.a Icó - 04 de maio de 1738. 4.a Aracati - 10 de fevereiro de 1748. 5.a Monte Novo - 14 de abril de 1764. 6.a Crato - 29 de junho de 1764. 7.a Sobral - 05 de Julho de 1773. 8.a Granja - 27 de junho de 1776. 9.a Quixeramobim - 13 de junho de 1789. *Dados da História da Província do Ceará. (Conforme Ismar de Melo Torres, in GENEAGRAFIA E HISTÓRICO DE CRATEÚS.)

• NOMES ANTIGOS DE ALGUMAS CIDADES DO CEARÁ Acaraú – Porto dos Barcos do Acaraú, Barra do Acaraú, Oficinas, Acaracu. Alcântaras - Sítio São José, São José dos Alcântaras. Barbalha- Salamanca, Cetama. Bela Cruz- Alto da Genuveva, Santa Cruz. Brejo- Brejo de Anapurus. Capistrano - Riachão, Capistrano de Abreu. Carnaubal – Carnaubal dos Estorgios. Chaval- Ibuaçu. Cariré- Lagoa do Mato. Coreaú- Várzea Grande, Palma. Crateús- Piranhas, Príncipe Imperial. Crato- Missão do Miranda, Aldeia do Brejo, Vila Real do Crato. Granja- Macaboqueira. Ibiapina- São Pedro de Ibiapina. Iguatú - Telha. Ipu- Vila Nova do Ipu Grande. Irauçuba- Cacimba do Meio. Itapagé- Riacho do Fogo, São Francisco de Uruburetama.

Itapipoca- Imperatriz. Jaguaretama – Riacho do Sangue, Frade. Lavras de Mangabeira- Mangabeira, Lavras,São Vicente Ferrer, São Gonçalo das Lavras. Limoeiro do Norte - Limoeiro. Marco- Marco, São Manoel de Marco. Martinópole- Córrego da Angica. Massapê- Massapê, Serra Verde. Milagres- Povoação Nossa Sra. dos Milagres, Vila dos Milagres. Mombaça- Maria Pereira. Moraújo - Pedrinhas. Morrinhos- Alto das Flores, Morrinho Alto das Flores. Nova Russas- Curtume. Palmácia- Arraial das Palmeiras, Palmácea. Paracuru - Alto Alegre do Parazinho. Pentecostes- Barra da Conceição. Reriutaba- Santa Cruz, Santa Cruz do Norte. Russas - Russas, São Bernardo do Governador, São Bernardo de Russas. Saboeiro- Santa Cruz, Caracará(Carcará). Santana do Acarau- Olho d’Água, Curral Velho, Licânia, Santana. Santa Quitéria- fazenda Cascavel. São Benedito- São Benedito da Ibiapaba. São Gonçalo do Amarante- Anacetaba.

9

Sobral- Caiçara, Vila Distinta e Real de Sobral, Fidelíssima Cidade Januária do Acaraú. Tauá - São José do Príncipe, São João do Príncipe dos Inhamuns Tianguá- Chapadinha, Barrocão. Ubajara- Jacaré. Uruburetama- Sítio Arraial, Vila de São João de Uruburetama, Arraial. Viçosa- Vila Viçosa Real,Ibiapaba, Viçosa do Ceará. *Conforme o Pe. e Historiador João Mendes Lira, em SUBSÍDIOS PARA A HISTÓRIA ECLESIÁSTICA E POLÍTICA DO CEARÁ, 1984, Rio de Janeiro. Acrescentamos, ainda: Jucás - Vila de São Mateus. Boa Viagem - Povoação de Cavalo Morto. Independência - Pelo Sinal. Groaíras - Riacho dos Guimarães. Barroquinha - Paço Imperial. Paracurú - Vila de Alto Alegre. Apuiarés - Jacú. Caucaia - Soure. Meruoca - Beruoca.

Massapê - Vila Verdade. *A maioria destas últimas informações foram transmitidas ao Autor pelo Prof. Universitário Almino Rocha Filho.

• NOMES ATUAIS DE ANTIGAS RUAS E PRAÇAS DE SOBRAL

Rua Domingos Olímpio - R. Marquês de Herval, Rua da Aurora, R. Desembargador Moreira da Rocha. Rua Cel. Ernesto Deocleciano - Rua Nova do Rosário, Rua do Campelo. Av. Dr. Guarany - Rua da Cruz das Almas, Boulevard Dom Pedro II. Av. Dom José - Rua da Vitória, Rua Senador Paula. Rua Diogo Gomes - Rua dos Cocos. Rua Pe. Fialho - Rua Nossa Senhora do Bom Parto, Rua Santo Antônio. Praça Senador Figueira - Praça da Fortaleza, Praça Dr. João Tomé. Praça Dr. José Saboia - Praça Barão do Rio Branco, Praça do Mercado, Praça da Coluna da Hora. Rua Oriano Mendes - Rua do Oriente. Rua Deolindo Barreto - Rua Maestro José Pedro. Rua Conselheiro Rodrigues Júnior - Rua da Gangorra. Rua Cel. José Saboia - Rua Velha do Rosário.

Praça Samuel Gomes da Ponte - Praça João Pessoa. Rua Cel Joaquim Ribeiro - Rua do Cisco, Rua da Palma. R. Conselheiro José Júlio - Rua Augusta, Rua Jacinto Tercio Gondim. Rua das Dores - Rua do Rio. Rua do Menino Deus - Rua Grande, Rua da Penha, Rua do Negócio. Praça da Várzea - Rua Campina da Jurema. Praça Duque de Caxias - Praça Imperial, conhecida comoPraça do Siebra, Praça do Bosque. Praça Professor Arruda - Praça da Boa Vista, Pracinha do Amor. Praça General Tibúrcio - Praça da Meruoca.

11

• OS MENINOS" IMPERADORES "DE SOBRAL

O historiador Alberto Amaral escreveu em sua excelente obra Para a História de Sobral, hoje rarissimamente encontrada : "É de 1918 o último "Imperador", extinguindose uma tradição que em Sobral provinha da primeira metade do século passado. Consistia na escolha anual, por sorteio, de um menino que presidia simbolicamente as festividades do Divino Espírito Santo. Esta escolha, firmada no critério de recair sobre uma criança cujos pais se credenciavam à consideração dos paroquianos, excluia por outro lado a possibilidade de contemplar mais de um filho do mesmo casal. No primeiro dia da novena de junho consagrada ao Divino Espírito Santo, tinha lugar na Matriz a entronização do “Imperador”, que, cingindo à testa sua famosa coroa, empunhava garbosamente o cetro. Era assim paramentado que ele, concluída a cerimônia na Igreja, voltava em cortejo à casa paterna, dando início às danças, que em alguns

casos se repetiam todas as noite do período novenal. No dia seguinte ao da derrradeira novena, domingo do Espírito Santo, após a missa, realizavase o sorteio do “Imperador” para o ano seguinte. (...) A relação nominal dos “Imperadores”, de 1847 a 1918, que abaixo transcrevo, foi gentilmente enviada a meu pedido por S. Exa Revma. D. José Tupinambá da Frota.(...). Relação dos meninos “Imperadores” e dos seus pais, a contar do ano em que chegou à freguesia de Sobral o Vigário Francisco Jorge de Sousa. 1847 - Rufino, filho do Cel. Rufino Furtado de Mendonça. 1848 - José, filho do Maj. Miguel Francisco do Monte. 1849 - Francisco, filho do Maj. Joaquim Lopes dos Santos. 1850 - Estevão, filho do Capitão Cesário Ferreira da Costa. 1851 - João, filho do Major João Antonio Cavalcante. 1852 - não houve. 1853 - João, filho do Cel. João Thomé da Silva. 1854 - Vicente, filho do Major Sancho Ferreira Gomes. 1855 - não houve. 1856 - Joaquim, filho do Cel. Joaquim Lourenço

Franca. 1857 - Emílio, filho do Major Manoel Francisco de Morais. 1858 - José, filho do Capitão Galdino Alves Cavalcante. 1859 -Alfredo, filho do Capitão Manoel Marinho Lopes de Andrade. 1860 - Petronilho, filho do Major Trajano José Cavalcante. 1861 - João, filho do Major Frederico Rodrigues Pimentel. 1862 - Candido, filho do Comendador João Mendes da Rocha. 1863 - João, filho do Dr. João Felipe Bandeira de Melo. 1864 - não houve. 1865 - Diogo, filho do Cel. Diogo Gomes Parente. 1866 - Thomaz, filho do Dr. Vicente Alves de Paula Pessoa. 1867 - Felinto, filho do Capitão Antonio Raymundo Cavalcante. 1868 -Pedro, filho do Coronel José Gomes Rodrigues de Albuquerque. 1869 - Vicente, filho do Major Vicente Severino Duarte. 1870 - Cesario, filho do Capitão Cesario Ferreira Gomes.

1871 - Vicente, filho do Coronel Francisco Alves da Fonseca. 1872 - Francisco, filho do Conselheiro Antonio Joaquim Rodrigues Junior. 1873 - João, filho do do Ten. Cel. Antonio Regino do Amaral. 1874 - Antonio, filho do Major João Ferreira da Rocha Frota. 1975 - Joaquim, filho do Major Joaquim Rodrigues de Albuquerque. 1876 - José, filho do Capitão Jacinto Tercio de Oliveira Gondim. 1877 - Julio, filho do Coronel Francisco de Albuquerque Rodrigues. 1878 - José, filho do Major Joaquim da Frota Vasconcellos. 1879 - João, filho do Major Antonio Rangel do Nascimento. 1880 - Francisco, filho do Coronel João Evangelista da Frota. 1881 - Fenelon, filho do Capitão Manoel Saboia de Castro. 1882 - Raimundo, filho do Ten. Cel. João Felipe Frota. 1883 - João, filho do Maj. Manoel Felizardo Pereira Mendes. 1884 - Eurico, filho do Dr. João Francisco do

13

Monte. 1885 - José, filho do Cel. José Figueira de Saboia e Silva. 1886 - José, filho do Sr. Manoel Arthur da Frota. 1887 - Luiz, filho do Sr. José Silvestre Gomes Coelho. 1888 - Alexandre, filho do Sr. Alexandre Mendes. 1889 - Antenor, filho do Sr. José Vicente Franca Cavalcante. 1890 - Alarico, filho do Cel. Antonio Mont’Alverne. 1891 - Alfredo, filho do Dr. Alfredo Marinho de Andrade. 1892 - Sergio, filho do Sr. Adolfo Saboia. 1893 - Não houve. 1894 - Massillon, filho do Cel. Ernesto Deocleciano de Albuquerque. 1895 - Oscar, filho do Sr. José Porfirio de Paula. 1896 - Não houve. 1897 - Manoel , filho do Sr. Vicente Adeodato Carneiro. 1898 - Cesario, filho do Dr. Vicente Cesario Ferreira Gomes. 1899 - Oscar, filho do Sr. Frederico Bessa . 1900 - Pedro, filho do Cel. José Ignacio Parente. 1901 - Francisco, filho do Dr. João Julio de Almeida Monte.

1902 - José, filho do Coronel José Candido de Souza Carvalho. 1903 - José, filho do Sr. Francisco de Paula Pessoa. 1904 - Francisco, filho do Sr. Ernesto Esperidião Saboia de Albuquerque. 1905 - Thomaz , filho do Sr. Cesario Pompeu Magalhães. 1906 - Antonio, filho do Sr. Antonio Frutuoso Frota. 1907 - Caetano, filho do Dr. Antonio de Paula Pessoa de Figueiredo. 1908 - Edson, filho do Sr. Henrique Severino Duarte. 1909 - Nilo, filho do Sr. Domingos Deocleciano de Albuquerque. 1910 - Antonio, filho do Sr. Francisco Rodrigues dos Santos. 1911 - Ernesto, filho do Dr. José Saboia de Albuquerque. 1912 - Ernesto, filho do Cel Vicente Saboia de Albuquerque. 1913 - Manoel, filho do Sr. Antonio Rodrigues dos Santos. 1914 - João, filho do Sr. Francisco Petronilho Gomes Coelho. 1915 - Humberto, filho do Sr. John Sanford. 1916 - José, filho do Sr. Francisco Porfírio da Ponte.

1917 - José, filho do Sr. Oswaldo Rangel Parente. 1918 – Danilo, filho do Sr. Joaquim da Silveira Borges. (Conforme Alberto Amaral in Para a História de Sobral, R.J, 1951.)

• BARÕES ANTIGOS Barão de Aquiraz – Gonçalo Baptista Vieira. Barão de Aracati – José Pereira da Graça. Barão de Aratanha – José Francisco da Silva Albano. Barão de Canindé – Paulino Franklin do Amaral. Barão de Camocim – Geminiano Maia. Barão do Crato – Bernardo Duarte Brandão. Barão de Ibiapina – Joaquim da Cunha Freire. Barão de Messejana – Antonio Candido Antunes de Oliveira. Barão de S. Leonardo – Leonardo Ferreira Marques. Barão de Sobral – José Júlio de Albuquerque Barros. Barão de Studart – Guilherme Studart. Barão de Vasconcelos – Rodolfo Smith de Vasconcelos.

15

• ORIGENS DA CIDADE DE SOBRAL Escreve Alberto Amaral em seu livro PARA A HISTÓRIA DE SOBRAL: " DA CAIÇARA A SOBRAL O Capitão Antonio Rodrigues Magalhães e sua mulher Quiteria Marques de Jesus, além da fazenda do Macaco, onde moravam, possuiam na mesma Ribeira do Acaraú , povoação da Caiçara, um "sitio" de 100 braças de terra em quadro. Perante o tabelião Roque Correia Marreyros, por escritura de 6 de dezembro de 1756, fizeram doação do "sitio" para patrimônio de Nossa Senhora da Conceição, orago da freguesia da Caiçara. O documento indica as esquinas da antiga Capela como pontos de referência para a demarcação da área doada. Uma das confrontações rumava da esquina da sacristia à ribanceira do Acaraú. Segundo uma outra indicação veiculada pela tradição oral, consta que a atual rua do Portela é o

logradouro mais antigo nas imediações, onde ficava a casa da Fazenda Caiçara. Havia tambem uma lagôa - a única, aliás, nas proximidades - "a lagôa da Fazenda" , assim chamada por fazer parte da estância. Caiçara, vocábulo indigena, quer dizer " cercado velho ". Na humilde condição de povoado, sem embargo de seu acelerado crescimento, permaneceu Caiçara até o ano de 1773. A 5 de julho de 1773 ganhou fóros de Vila, em cumprimento da Carta Régia de 22 de julho de 1776 expedida ao Governador de Pernambuco, Manoel da Cunha Menezes. Não havia especifica menção da Caiçara nessa Ordem Real. Seu propósito era dar corretivo aos nômades turbulentos que traziam em dasassossego a Capitania, "para que se ajuntassem em povoações com mais de cinquenta fogos, repartindo-se entre êles com justa proporção as terras adjacentes, sob pena dos refratários serem considerados inimigos e como tais punidos severamente". Demorou sete anos para que chegasse a vez da Caiçara tornar-se Vila. Mereceu a incumbência de erigi-la o Ouvidor Geral e Corregedor da Comarca do Ceará Grande, Dr. João da Costa Carneiro e Sá, que,

congratulando-se com os novos municipes, foi buscar do logar em que nascera, no concelho ou distrito de Vizeu, ao norte de Portugal, o nome da vila recem-creada : SOBRAL, ou melhor- "Vila Distinta e Real de Sobral". Quando à septuagenária Vila foi outorgado o predicamento de Cidade, os sobralenses experimentaram uma surpresa e uma decepção. O presidente da provincia, José Martiniano de Alencar, estivera um mês antes em Sobral para sufocar a rebelião deflagrada pelas forças que seguiram para combater os balaios. Na noite de 11 de dezembro de 1840 o grupo sedicioso capitaneado por Francisco Xavier Torres tentou a deposição do presidente, que se hospedara na casa do Senador Francisco de Paula Pessoa, à rua da Vitória, hoje Senador Paula. A hospitaleira mansão, a que o destino reservara honrosas finalidades, pois veio a ser sede do Bispado de Sobral, e readaptada para modelar educandário, o "Ginásio Sant'Ana", ficou ainda em nossa história como "Residência do Govêrno do Ceará", tal qual precede a assinatura do presidente Alencar na Ordem de 12 de dezembro de 1840, adiando as eleições pelo tempo necessário à pacificação geral da Provincia. Um dos seus primeiros atos, de regresso à capital, foi dar andamento à lei elevando a vila à

categoria de cidade, lei que tomou o no 229, de 12 de janeiro de 1841, com o seguinte texto: "Art o 1o - Fica elevada à categoria de Cidade a antiga vila de Sobral, com o titulo de - Fidelissima Cidade Januária do Acaraú. "Arto 2o - Revogam-se as disposições em contrário." Reconhecido embora à hospitalidade sobralense, o presidente provincial José Martiniano de Alencar denunciava por outro lado com seu ato o intuito de lisonjear a Familia Imperial, na pessoa da Princesa Januária, irmã de D. Pedro II. Os sobralenses, por seu turno, não lhe perdoaram a subalternidade, que lhe viria arrebatar o nome batismal da cidade, Ante a repulsa unânime da população sobralense, o artigo 2o da referida lei apenas conseguiu subsistir por um ano. Ao presidente Alencar sucedeu, na chefia do executivo provincial, o Dr. José Joaquim Coelho, que, sancionando a lei n.244, de 25 de outubro de 1842, devolveu à nossa Cidade o nome que pertencia à vila: " A cidade de Januária se denominará doravante Cidade de Sobral." Rio de Janeiro, 10 de maio de 1950. "

17

• PREFEITOS DE SOBRAL (Desde o advento da República) Dr. Vicente Gomes.......................1890 Cesar Ferreira

Cel. José Gomes.............................1891/1892 Rosendo Augusto Siqueira.....................1892/1902 Dr. Alfredo Marinho Andrade................1902/1904 Cel. José Ignacio Parente..................1904/1908 Cel. Frederico Parente.....................1908/1912 Cel. José Candido Parente...............1912/1914 Francisco Porfirio Ponte..................................1914 Cel. Frederico Parente.....................1914/1916 Dr. José Jacome Oliveira.......................1916/1920 Henrique Rodrigues Albuquerque..........1920/1923 Antonio Carneiro....................................1923 Ernesto Marinho Albuq..........................1924/1928 Monsenhor Fortunato Linhares..................1928 Dr. José Jacome

Ferreira de de Alves Gomes Gomes da Gomes de de Mendes de Alves de

Oliveira........................1928/1930 Arthur da Borges...........................1930/1932 Ten. Machado........................................1932 Dr. Paulo de Sanford..............................1932 Alpheu Aboim........................................1933 Dr. Leocadio de Júnior....................1934/1935 Ataliba Barreto..........................................1935 Vicente Antenor Gomes................1935/1944 Dr. João de Mello..........................1944/1945 Dr. Arnaud Baltar...................................1945 Randal Pompeu de Magalhães .......1945/1946 Dr. João de Mello...................................1946 Dr. José Gerardo Parente............................1947 Ataliba Barreto................................1947/1948

Silveira Floriano Almeida Ribeiro Araujo Daltro Ferreira Alencar Ferreira Saboya Alencar Frota Daltro

Dr. Jacyntho Antunes Pereira da Silva........1948/1951 Antonio Frota Cavalcante............................1951/1955 Dr. Paulo de Almeida Sanford....................1955/1959 João Germano da Ponte Neto....................................... Pe. José Palhano de Saboia..........................1959/1963 Cesário Barreto Lima..................................1963/1967 Jerônimo Medeiros Prado...........................1967/1971 Joaquim Barreto Lima(Quinca)...................1971/1973 José Parente Prado......................................1973/1977 José Euclides Ferreira Gomes Junior..........1977/1982 Joaquim Barreto Lima................................1983/1988 José Parente Prado......................................1989/1992 Francisco Ricardo Barreto Dias.................1993/1994 Aldenor Façanha

19

Junior..............................1994/1996 Cid Gomes....................................1997/2000 Cid Gomes....................................2001/2004 Leônidas de Cristino....................2005/2008 Leônidas de Cristino....................2009/2012

Ferreira Ferreira Menezes Menezes

SOBRAL DE MINHA INFÂNCIA

Nossa querida cidade sempre foi muito agradável e hospitaleira para os seus habitantes nativos, ou mesmo para aqueles que a elegeram por

morada. O povo de Sobral é antes de tudo um povo amigo, pacato e ordeiro. Quando menino, lembro-me de uma Sobral que possuia poucas ruas com asfalto, diferente da cidade que encontramos hoje em dia. Na década de 60 as ruas Cel. José Saboia, Ernesto Deocleciano, trechos da Av. Dom José e uma ou duas travessas no centro da cidade, já possuiam revestimento asfáltico, e eram as únicas ruas de Sobral com estas características. Além delas, existia asfalto na pista que dá acesso à Serra da Meruoca, assim mesmo até uma certa altura, ou seja, até antes do início da subida da Serra. Como a chamada Pista , à época,ficava distante do Centro da cidade, após os trilhos, quando alguém queria menosprezar uma pessoa dizia: “Aquele ali? Ele não vai nem prá pista...” Sobral possuia três cinemas: Cine Alvorada, Cine Rangel - de bonita arquitetura e que, infelizmente, não foi preservado- e Cine São João, sendo que os dois primeiros eram os mais movimentados. A diversão dos meninos de minha idade, em 1965, 1966 e 1967, era jogar futebol nas praças, tomar banho no Rio Acaraú, muitas vezes pescando piabas usando farinha dentro de uma garrafa de vidro da qual fora retirado(quebrado) o fundo e

assistir ao cinema; brincar de espadas feitas de madeira, ou de "esconde e esconde" era também muito apreciado. Minha geração não teve a infelicidade de conviver com estes "agitos" malfadados dos adolescentes de hoje, nem com a violência que atualmente faz parte do cotidiano. Éramos amigos próximos uns dos outros, e a diferença de classes sociais não era tão gritante como nos dias atuais, caracterizada pela infame exclusão social, causa de quase todas as mazelas que nos atingem. Não tínhamos, felizmente, contato algum com as drogas, estando esta praga restrita aos marginais que muitas vezes iam fumá-la no morro do Alto do Cristo. É verdade que pitar um cigarro(Continental, BB, Minister, Hollywood) dava às mocinhas a falsa idéia de que estávamos amadurecendo, já quase adolescentes, portanto mais ajuizados( normalmente um ledo engano...). Éramos bem servidos na Área de Educação, aliás, muito bem servidos. Existiam boas escolas, destacando-se o Colégio Sobralense, de gloriosas tradições e por cujos bancos passaram muitos dos filhos ilustres de Sobral; tínhamos o Colégio Estadual, com um bom nível de ensino e também o Colégio Dr. Ribeiro Ramos, que ficava na Praça do Hotel Municipal e era denominado Escolas

Reunidas Dr. João Ribeiro Ramos; o Colégio Santana, por tradição, era outra escola de destaque; tínhamos ainda o Patronato, que funcionava no mesmo local de hoje e o Colégio Prof. Arruda, entre os que eu me recordo. A Fábrica de Cimento passou a existir a partir dos meados da década de 1960, e recordo-me bem de alguns Engenheiros e Técnicos estrangeiros que a vieram montar. Pela filha de um deles, cujo o nome não recordo-me atualmente, apesar de lembrar-me perfeitamente de suas características, curti enorme Paixão Platônica....Coisas de menino. A Fábrica de Tecidos, que desempenhou papel vital para o desenvolvimento de Sobral e que foi fundada em julho de 1895 por Ernesto Deocleciano, bisavô do Autor destas singelas linhas, ainda emitia seus suspiros de esperança: refiro-me ao apito da fábrica, se não me engano por volta das 5 horas da manhã e depois às 17 horas. O casario de Sobral era muito bonito, e embora continue a sê-lo, muitos prédios foram criminosamente demolidos. Se tal fato não houvesse ocorrido, ainda hoje poderíamos desfrutar do prazer de ver o velho casario de nossos antepassados e mostrá-lo aos nossos filhos. O prédio do Cine Rangel era de uma arquitetura fabulosa; o mesmo acontecia com a "casa dos leões", onde residia a

21

família do Dr. Fábio Saboia; subindo um pouco, e já atrás dos Correios, podíamos encontrar várias casas muito bonitas com azulejos portuguêses nas paredes; Infelizmente estas construções foram destruídas pela ganância, pela insensibilidade e pela ignorância peculiares àqueles que não possuem formação cultural adequada, o que nos faz lembrar do perigo de " darmos pérolas aos porcos". As festas do Carnaval Sobralense eram memoráveis. Quando ainda menino, lembro-me de dois blocos marcantes e que praticamente monopolizavam o carnaval sobralense: refiro-me aos Blocos dos Contras e dos Abutres. Os que integraram estes blocos eram mais velhos que os meninos de minha geração: devem ter hoje em dia (2010) idade próxima dos 60 anos. Outro fato que marcou minha infância e que causava-me enorme medo, era ver na rua o carro de cor preta que levava os mortos para o cemitério, chamado de "funeral". Porém, mesmo o carro citado, apesar de lúgubre, trouxe-me ensinamento importante e válido, qual seja o de pensar na brevidade desta existência, evitar o mal e procurar fazer, se possível, apenas o bem. Vizinho ao Cine Alvorada, de inesquecíveis matinês, ficava o Bar Crepúsculo, de um lado, e, do outro, a Livraria Feira do Livro. Atravessando a rua

tínhamos a sempre tradicional Padaria Princesa do Norte e, quase vizinho a esta, a lanchonete Serve Bem, que pertencia ao Sr. Bismarck e fazia sanduíches(americano, principalmente) maravilhosos. Andando na mesma calçada da Princesa do Norte, em direção ao Rio Acaraú, encontrávamos o Bar Antárctica, do João Sales, mas a idade não nos permitia freqüentá-lo, ainda. Onde hoje fica o Focus Studio, atrás da Igreja do Rosário, loja que revela fotografias, se encontrava a mercearia do Dico, que era muito sortida, e lembro-me bem ainda de como, quando criança, empezinhava o meu pai em busca de bombons. Pelo que me consta, o Dico, que era homem de posses, teria perdido sua riqueza amealhada com muito Trabalho em campanhas políticas. Coisas da Política....Recordo-me muito bem dele, pois era fornecedor e amigo de meu pai. E também de seus filhos Sérgio e Paulo, a quem chamavam de Paulo do Dico. Paulo, infelizmente, faleceu por volta de 2004, por aí. Coisas da vida.... As temporadas na Serra da Meruoca eram muito boas. Naqueles idos de 1960, a Serra ainda não fora devastada pelo desmatamento. Existiam muitos pássaros, os cajueiros e as mangueiras eram frondosos e na serra ainda fazia bastante frio, que

começávamos a sentir logo quando a subíamos. Hoje em dia, a perniciosidade característica da mente dos que só visam auferir lucros, de preferência fáceis, conseguiu reduzir a vegetação da Serra da Meruoca a um monte de arbustos. As árvores grandes e antigas, que o tempo levou anos e anos para formar, foram em sua maioria derrubadas por pessoas irresponsáveis: chamam a isto de "progresso". Nos idos de 1965, 1966 e 1967, entre as minhas recordações, lembro-me da Loja O Conrado(Praça da Coluna da Hora); da Coluna da Hora; do Prédio onde se localizava a antiga Rádio Tupinambá, na mesma praça; do Beco do Cotovelo, no mesmo se localizando a Livraria Zé Osmar; da Loja Ciclorama, de José Randal de Mesquita, na qual meu pai comprou uma bicicleta Caloi (marca Pelé por causa da Copa do Mundo de 1966); do Cine Alvorada, do Cine Rangel, da Livraria Feira do Livro; da Mercearia do Dico; da Lanchonete Serve Bem, do seu Bismark; do Cemitério São José; do Hotel Municipal; da Estação Ferroviária; do Monturo Público(mais ou menos onde se localiza a atual Rodoviária-em 2008); do Clube da AABB; da Serra da Meruoca, bastante arborizada, fria e cheia de flores e de passarinhos, bem como de sagüis; da Padaria Princesa do Norte; da Praça

da Meruoca, à época repleta de residencias; do Colégio Patronato; da Igreja do Patrocínio; da casa que montava ou fabricava Sandálias Havaianas; do Depósito de sal do Luis Carlos de Paula Pessoa; Recordo-me, ainda, do Cabo Lira (da Polícia Militar) que policiava os bancos e a Cidade....É bem verdade que, antigamente, existiam muitos ladrões a menos do que hoje em dia (2008)....mas é que, roubar, sempre foi uma característica humana, intrisecamente humana, daí....O Cabo Lira faleceria em 2006 ou 2007, ainda o reencontrei no Beco do Cotovelo, pouco antes de sua (dele) morte...Coisas da vida. Existia, na década de 1960, A Lanchonete Santa Edwiges, descendo a Rua Cel. José Saboia, do lado direito, já quase chegando na Avenida Dom José. Como esquecer os seus bolos “Luis Felipe”, comidos depois das seções do Cine Rangel, próximo a ela, na mesma rua? ...e por aí vão as recordações de nossa infância.

SOBRAL DE MINHA MOCIDADE

23

A Sobral de minha mocidade pouco se diferenciou da Sobral de minha infância. Estudei de 1968 a 1971 no Colégio Militar de Fortaleza; contudo, vinha a Sobral todas as vezes em que me encontrava de férias, ficando hospedado na casa do Sr. Aurélio Ponte, meu atual e sempre amigo, a quem tive a satisfação de conhecer em 1969. No início da década de 70, Sobral tinha, basicamente, apenas dois locais onde a sua juventude divertia-se, acompanhada, na maioria das vezes, pelo atento olhar de seus pais. Tínhamos o Restaurante O Chicão, no início da atual Rua Oriano Mendes, que possuía uma boite familiar, e para onde ia a maioria daqueles que queriam se divertir aos sábados. Na Sexta-feira, dançava-se no Restaurante Entre-Rios, que pertencia ao saudoso "Pintinho" e ficava perto da Ponte da Tubiba. Ambos os locais eram muito agradáveis. Muita gente passava as férias na Serra da Meruoca, neste tempo ainda bastante frondosa, mas já notava-se, aqui ou acolá, o crime cometido por alguns inconscientes, que a desmatavam, para fazerem plantações de café. Sobral era muito tranquila, inexistindo, praticamente, a violência. A violência existente era aquela considerada “normal”, fruto de desavenças

pessoais, do uso imoderado de bebidas, de divergências por causas de amores. Realizavam-se tertúlias nas casas de família, isto durante o período de férias e os rapazes e moças comportavam-se dignamente. Durante a Páscoa tínhamos a derrubada do Judas, na Praça da Várzea, onde estava localizada a casa do ex-Deputado Chico Figueiredo, já falecido. Na mesma praça já existia o Bar do Enoque, que funciona no mesmo local ainda hoje em dia(2010). Final de ano íamos à famosa festa do Derby Clube Sobralense, dia 31 de dezembro. O clube ficava superlotado e tínha-se de usar paletó para entrar no mesmo. Do início, às 22 horas, até meianoite, ouvia-se e dançava-se músicas da época, ou antigas. Meia-noite em ponto, o crepitar de fogos anunciava mais um ano vindouro, cheio de esperança; cantava-se o Hino Nacional e, após isto, começava o Carnaval, que ia até 5 ou 6 horas da manhã. Falar de minha mocidade sem citar os “locais suspeitos” seria hipocrisia de minha parte. Entre os conhecidos locais de divertimentos não muito sadios, existiam o “Trem”, conjunto de casas de taipa que ficava defronte ao Clube do B.N.B., alinhadas uma junto a outra. Depois de muito tempo, foi citado conjunto de casas demolido, mas

o certo é que por volta do ano 2000 ainda funcionava no mesmo local. Era um trem que não se locomovia. Existia relativamente próximo ao “Trem” o “Cabaré da Dozinha”; perto do Quartel da Polícia Militar existiam casas simples onde moravam mulheres sofridas que teimam em taxar de “mulheres de vida fácil”. Não consigo imaginar vida mais difícil do que aquela onde a mulher vende seu próprio corpo para sobreviver.

SOBRAL DE MINHA MATURIDADE(19902008)

Após residir 22 anos distante de meu Torrão Natal, minha querida Sobral, para cá retornei em

janeiro de 1990 com a finalidade de lecionar no Colégio Geo-Studio, que aqui se instalara naquele ano. Encontrei uma Sobral muito modificada, sobre a qual buscarei tecer alguns comentários. Muita coisa mudara; algumas, infelizmente, para pior. O Carnaval de Clubes, com exceção do "Bal Masquê", praticamente acabara - a população preferia, como ainda hoje, viajar para Camocim ou Parnaíba; o Bloco dos Sujos ainda trazia- como hoje- alegria ao Carnaval; na área da política, Sobral estagnara por completo; na área da educação o Colégio Sobralense, a U.V.A- por falta de verbas- e o Colégio Estadual Dom José Tupinambá da Frota deixavam, no início de 1990, muito a desejar. Porém, logo as coisas começaram a melhorar: o Colégio Sobralense passou a ser dirigido pelo GeoStudio e, apesar do excessivo amor ao dinheiro demonstrado por seus donos, ávidos por lucros, a qualidade de ensino melhorou bastante. A Universidade Estadual Vale do Acaraú deu um passo gigantesco quando o Prof. José Teodoro Soares e o Prof. Evaristo Linhares Lima assumiram, respectivamente, a Reitoria e a Vice-Reitoria, em 1990; e, em parceria com o Governo do Estado do Ceará, começaram a trabalhar no soerguimento da Instituição. A UVA é hoje reconhecida além das

25

fronteiras do Ceará, deixando de ser a Universidade amadora que foi um dia - não por causa de sua direção, que sempre foi exemplarmente exercida pelo Cônego Sadoc de Araújo, mas sim, por falta de verbas- para tornar-se um centro de estudos profissional. Foram promovidos inúmeros concursos, que muito melhoraram o desempenho do corpo docente; cursos foram criados: Geografia, Física, Química, Biologia, Administração, Computação, Zootecnia, Engenharia, Direito e Medicina(os dois últimos em parceria com a Universidade Federal do Ceará), entre outros. Na política, após o troca-troca diário de Prefeitos(1994), Sobral melhorou em 1997 quando assumiu a Prefeitura o então Deputado Cid Ferreira Gomes: foram promovidos concursos e moralizada a administração. Em termos de industrialização, instalaram-se algumas fábricas na cidade, sendo a Grendene- de sapatos- a maior delas. O Museu foi reformado com a ajuda da UVA e de Órgãos Governamentais da Alemanha; e o Casarão dos Figueiredo, que encontrei caindo aos pedaços em 1990, foi reconstruído, sendo obedecidas as suas características originais, e transformado na Casa de Cultura de Sobral. Contudo, a violência, como em todo o Brasil,

aumentou muito. Surgiram problemar de drogas e outras mazelas graves. A cidade foi asfaltada de forma incorreta, asfaltando-se até mesmo travessas pequenas- o que é desnecessário. Tal fato em muito contribuiu para que a média de temperatura aumentasse: já não sentimos, hoje em dia, à noite, o "friozinho" que fazia outrora. Com relação às diversões noturnas, as serestas, as românticas tertúlias, as festas elegantes nos Clubes Sociais cederam lugar, infelizmente, aos "badalos" dos inferninhos, às bandas horrorosas de nomes imcompreensíveis, bandas estas, quase todas, mercenárias e alienantes, que só fazem apologia de drogas, crimes e violência; multiplicaram-se os motéis de prazeres sujos e passageiros, e apareceram outras mil mazelas impublicáveis. Gangs foram formadas, contribuindo, assim, para o aumento da criminalidade. Pudesse o Autor destas linhas fazer uma comparação matemática entre o Bem e o Mal, diria que o Bem cresce em Progressão Aritmética enquanto que o Mal faz o mesmo em Progressão Geométrica. Daí..... As Igrejas, outrora aos domingos cheias de pessoas em busca de fé, se mostram atualmente vazias. Esquecer o Criador do Universo não é coisa boa. Não precisamos necessariamente estarmos em

uma Igreja, é verdade. Porém devemos nos lembrar Dele sempre. Concluindo: se ocorreram mudanças positivas, igualmente outra mudanças vieram para pior, a nosso ver. Devemos compreender, porém, que Sobral faz parte de um País que agoniza: o Brasil. E, em assim sendo, as coisas não poderiam se passar de forma diferente por aqui, visto que estamos inseridos neste contexto social dramático.

SOBRAL- e outras cidades, e outros “causos”...DE MINHAS RECORDAÇÕES

Recordo-me de muitas passagens de minha vida. Umas boas, outras nem tanto. Depois de uma certa idade as recordações assumem um papel muito importante em nossas vidas. Em 1965 voltamos de trem de Camocim para

Sobral. Tocava muito, à época, a música “xô, xô, xô, xô...casaca de couro”. Fomos morar numa casa perto da Estação Ferroviária; esta casa pertencia a Luis Carlos Barbosa de Paula Pessoa, que era amigo de meu pai, apesar da diferença de idade, meu pai muito mais idoso. Perto de nossa casa morava o Raimundo Alves, pai do Daniel Alves, com quem eu estudei nas Escolas Reunidas Dr. Ribeiro Ramos. Seu Raimundo Alves fornecia, às vezes, marmitas lá pra casa. Eu tinha um galo e uma galinha de estimação. Subir o Alto do Cristo era uma aventura. Saía de casa e ia para a escola onde estudava, à pé; Minha escola ficava na Praça Senador Figueira, e minha professora era Dona Carolina, creio que de Paula Pessoa. Daqueles a quem esta sociedade, muitas vezes hipócrita, taxa por loucos, recordo-me muito bem do Cibamba – com seu tradicional óculos escuros-, do Homem é Homem, do Poeta, da Mutamba. É claro que os loucos ricos eram escondidos à sete chaves:poderiam comprometer seus familiares? Certamente. Em minha época de adolescente, da descoberta das coisas boas da vida, idade muito perigosa, recordo-me dos locais de diversões fáceis. Existia um conjunto de casas, muito pobres, próximas ao Quartel da Polícia Militar, em Sobral. Por algumas

27

ocasiões, 1970, por aí, cheguei a freqüenta-lo com pessoas, hoje ilustres Médicos ou Advogados. Não citarei os nomes destas pessoas por uma questão de ética, depois por saber que eles devem renegar o seu passado, o que jamais o fiz. Existia o Rei das Águas, local que o Dr. João Conrado Cavalcante da Ponte chamava, em tom de gozação, de “Water’s King”, e que era, também, conjunto de casas com mulheres simples, que ficava defronte ao Clube do BNB, na saída de Sobral para Fortaleza, em indo para a Capital, do lado Direito. Falando com o Heuser Hortmann, em 2008, no Bar do Dermeval, a quem eu não via há quase 36 anos(creio tê-lo visto em 1971 ou 1972, se não me falha a memória), contou-me ele acerca de algumas obras que o pai, Dr. Hortmann, fizera, como engenheiro, em Sobral: construção da sede da AAB.B, montagem do painel da Festa de Jubileu de Dom José, em 1955; uma das reformas do Teatro São João (Governo do Zé Prado), pavimentação da Avenida Dr. Guarany. Dr. Hortmann, que foi casado com Dona Vita, foram os pais de Jandira, ex-esposa de Fernando Aragão, e Euser(Eusão). Começamos, então, no bar do Dermeval, a relembrarmos as pessoas que moravam nas casas que ficavam, à época, atrás do

Hotel Municipal; Hotel este que depois foi o Forum Dr. José Saboya de Albuquerque e que, atualmente(fev de 2008) está abandonado, novamente. Na Avenida Lúcia Saboya, indo no sentido do Rio Acaraú, encontrávamos(idos de 1968): a casa da esquina, ocupada pelas tias do Arnau Cavalcante; a casa do Sr. Ildefonso Cavalcante; a casa do Dr. Hortmann; a casa do Zé Monte(José Borges de Almeida Monte); a casa de Dona Lourdes Saboia; a casa de Gilberto, salvo engano, casado com a Hercília; a casa do Melquíades Maia, pai do Evandro e da Irnes, entre outros; a casa da Maria Linhares; a casa de meu pai, Caetano, que era de propriedade do Conrado; a casa do Senhor Renato Borges; a casa do Abdelmoumen Melo, pai do Laerte Melo; a casa do Dr. Plínio Pompeu, na esquina. SOBRALO QUE FALARAM OU ESCREVERAM ACERCA DA PRINCESA DO NORTE.

Escreveu Ernesto Figueiredo em se livro De Sobral

a Tuiuti: “O MENDIGO – A seca que se verificava em 1932, como as anteriores, havia escorraçado o homem do campo para a cidade. Sobral. Conhecida como o “pai da pobreza”, desde épocas imemoriais, atraía grande número de retirantes, chegando ao ponto de a Prefeitura Municipal, sob a intervenção do Tenente Floriano Machado, ver-se obrigada a concentra-los no “Prado”, antiga sede do Derby Club Sobralense, o qual, segundo sua história, foi fundado em 1871. Ali se reuniram a miséria e a doença. Verificavase diariamente uma elevada quantidade de mortes, especialmente entre os velhos e crianças. Diante da calamidade, o sobralense, sob a liderança de D. José Tupinambá da Frota, cerrou fileiras a fim de melhorar a situação de seus infelizes irmãos. Infelizmente os recursos angariados na cidade era tal qual uma gota d’água no mar, conforme o dizer de Juliano Leite, pois a nossa economia, alicerçada na pecuária e agricultura, frustradas naquele ano, não permitia larguezas de dádivas, pois todo mundo estava com a “corda no pescoço”. Contudo, as Comissões de Amparo aos

Flagelados realizavam milagres para sustentar aquele povão, comprando a crédito no Armazém de Francisco Romano da Ponte e na Farmácia de Jonas Monte, enquanto vinham os recursos pedidos às autoridades governamentais e aos sobralenses ilustres do Rio de Janeiro. As providências do governo, como sempre, tardavam, porém um telegrama do sobralense Vicente Sabóia, comunicando haver conseguido da Companhia de Navegação “Ita” um cargueiro com destino ao Porto de Camocim, trazendo gêneros de primeira necessidade e remédios, deu grande alento. Vicente comunica ainda haver remetido uma ordem de cinqüenta contos de réis e que estava “azucrinando” o Ministro José Américo no sentido de com urgência abrir frentes de trabalhos. Em meados de abril ou maio, o carregamento chega a Camocim e ali o Ramos Fontenele faz o reembarque em trem cargueiro expresso, o qual chega a Sobral num fim de tarde. O carregamento é armazenado num depósito na Praça da Santa Casa. Foi efetuado durante toda a noite , sob a superintendência e invejável dedicação de José Fabião de Vasconcelos e Antônio Félix Ibiapina, homens que nasceram para prestar favores. Para maior comodidade e segurança dos trabalhos, Oriano Mendes mandou iluminar o local e

29

prorrogou o fornecimento de energia elétrica até ao amanhecer, pois naquele tempos a luz se apagava às dez horas da noite, a não ser em casos excepcionais. Naquela noite, constituía diversão ir espiar o descarregamento. No Prado, o programa de assistência aos retirantes não sofria solução de continuidade, por maiores que fossem as dificuldades. Dava gosto ver as filhas de Sobral, sem diferença de posição social, irmanadas no trabalho de distribuição de alimentos e tratamento dos doentes e crianças. Também em quase todas as casas confeccionavam-se roupas para os flagelados, os quais chegavam cobertos de trapos que mal davam para cobrir as vergonhas. O tecido necessário era fornecido por Da. Chiquinha Saboia, proprietária da Fábrica Sobral, cuja razão social era Viúva Ernesto & Saboia. Depois de muita demora, vem ordem do governo para o início de obras da Estrada de Ferro, o fornecimento gratuito de passagens para quem desejasse trabalhar na Amazônia e a abertura do voluntariado para compor os célebres batalhões provisórios, a fim de brigarem contra uma revolução que estava havendo em São Paulo.

Ficaram em Sobral apenas os incapazes fisicamente e como alguns destes que não queriam se submeter às ordens usadas no Prado, perambulavam pelas ruas pedindo esmolas, fazendo concorrência aos nossos tradicionais mendigos, que eram os seguintes: O megalomaníaco André, que dizia serem as enchentes do Rio Acaraú função direta da micturição de suas irmãs que moravam nas nascentes do rio; o apocalíptico Zé-Querereis, que pregava o fim do mundo; o desaforadíssimo João Pé de Burro, que por tudo se zangava; a irreverente Bibiana, cujo linguajar era impróprio aos ouvidos das senhoras e senhoritas e, por fim, o respeitável Romaco Pereira Homem, veterano da Guerra do Paraguai, tendo se alistado voluntariamente com quinze anos incompletos, logo no começo de 1865. O velho soldado responsabilizava o regime republicano implantado em 15 de novembro de 1889 por tudo de ruim que acontecia no Brasil. Reclamava contra a carestia e o atraso de pagamento de sua “micha” pensão militar, a qual para ser recebida era necessário dar incômodo ao seu procurador, o senhor Antônio Pereira de Menezes.” Em seu livro Sobral – Cidade de Cenas Fortes ,

escreve o Autor Lustosa da Costa, à página 132: “José Saboya – José Saboya (1871-1950) formou-se pela Faculdade de Direito de Recife. Ainda jovem estudante, salvou a vida de dois náufragos do navio Bahia, em que viajava, o qual, à noite, colidiu com o Piabanha, gesto de bravura que lhe rendeu calorosas homenagens. Juiz de 1892 a 1936, reinou absoluto na cidade, até que foi aposentado compulsoriamente por dispositivo inserido na Constituição do Estado, com o objetivo expresso de afasta-lo do cargo e esvaziar-lhe a tremenda influência política que exercia na região. Casado com dona Sinhá Saboya, filha do Dr. Paulinha, precocemente falecido no Rio como deputado federal, neta do Senador Paula Pessoa, “o senador dos bois”, durante cinqüenta anos foi o homem mais importante de Sobral. Reunia o poder econômico, porque era dono de uma fábrica de tecidos e de 16 fazendas de gado, no Ceará e no Piauí, herdadas do pai e do sogro, e o poder político, porque, com mão forte, controlava a Justiça, gozando da segurança da vitaliciedade de magistrado, e o Partido Republicano Conservador, depois PSD e, por fim, UDN. Esteve quase sempre de cima, até mesmo no

curto período de Franco Rabelo, apesar de seu pai haver sido vice-presidente do Estado, no primeiro período em que o comendador Nogueira Accioly, foi alçado ao poder. Conheceu a oposição depois da eleição de Menezes Pimentel ao Governo do Estado, em 1935, decidida na Assembléia Legislativa do Estado pelo “Smith and Wesson” de seu exliderado, Chico Monte, que passou a ser, desde então, até o fim do Estado Novo, dono da bola e das camisas de Sobral . Antes, seu partido, o PSD, enfrentou violenta resistência do bispo e do clero, sendo chamado, do alto dos púlpitos e no silêncio dos confessionários, de Partido sem Deus. José Saboya sempre teve relações difíceis com a imprensa de sua terra. Quando rompe o Século XX, está em guerra com Álvaro Otôni,de A Cidade...(...) ...(...) Ainda menino, presenciei a última polêmica que, apoiado pelos genros Plínio Pompeu e José Maria Alverne, travou com o bispo e o padre Sabino Loyola, pelo Correio da Semana. ”

O QUE FALARAM OU ESCREVERAM ACERCA DA FAMÍLIA PAULA PESSOA:

31

saía à rua vestida à moda antiga, com "peitilho" de renda, chapéu e luvas.(...)” * Coluna Tirada do Baú, de Marciano Lopes, publicada no Jornal “Diário do Nordeste” do dia 5 de fevereiro de 2001: “(...)3. Nos anos sessenta, já reconhecido como o maior incorporador de Fortaleza, José Alcy Siqueira desejou adquirir o secular sobrado da heráldica família Paula Pessoa, na Rua Barão do Rio Branco, local onde agora está uma unidade das Lojas Americanas. Ele pretendia demolir o casarão e erguer um moderno edifício no lugar. Ao receber o emissário de Alcy com a proposta de compra, Dona Eloah de Paula Pessoa, última habitante do sobrado, ofendida em seus brios mas aparentando a fleugma característica dos bem-nascidos, respondeu, calma e tranqüilamente: "José Alcy Siqueira? Nunca ouvi falar nele. Quem é? Imagina um desconhecido pretender comprar esta augusta moradia. Pois diga a esse senhor que esta casa não está à venda. Nunca esteve. E diga mais. Para ele derrubar esta casa e construir em desses monstrengos que estão aparecendo por aí, só passando sobre o meu cadáver". O sobrado só foi demolido após a morte da solteirona convicta e juramentada que já na década de sessenta ainda *Jornal Diário do Nordeste do dia 12 de janeiro de 2002: “(...)Moradias no centro - - - Conheci casas de residências em pleno Centro de Fortaleza, inclusive nas ruas Barão do Rio Branco, Major Facundo, e Floriano Peixoto. Na Barão do Rio Branco, apenas o quarteirão entre as travessas Guilherme Rocha e Liberato Barroso era totalmente comercial, pois no trecho entre as travessas São Paulo e Guilherme Rocha ainda pontificavam três moradias, inclusive o heráldico Solar da ilustre família Paula Pessoa. A partir da Travessa Liberato Barroso, na direção Sul, haviam mais residências do que pontos comerciais, o mesmo ocorrendo nas ruas Major Facundo e Floriano Peixoto do quarteirão correspondente. Na rua Major Facundo, recordo-me da casa de Efrem Gondim, ao lado do Palace Hotel que ele comandava. Daí, até a Liberato Barroso não haviam mais residências. O mesmo ocorria com a Rua Floriano Peixoto, que tinha casa de morar lá próximo ao Passeio Público, o restante era dominado pelo Comércio e só a partir da Travessa Liberato Barroso voltava a contar com residências. A partir da Rua Senador Pompeu, na direção Oeste

tudo era residência, salvo alguma padaria, vidraçaria ou pensões familiares. À tarde, a partir das quatro horas, eram comuns as chamadas "rodas de calçadas" que se prolongavam até a noite. Sinais de uma Fortaleza provinciana, pura e recatada, sem violência, ao contrário, plena de pudores. Como as donzelas da época.”

• A ACADEMIA SOBRALENSE DE LETRAS Escreveu Marcos da Cruz em sua coluna semanal DAQUI E...DACOLÁ, publicada no jornal O Noroeste do dia 22 de janeiro de 2000: " Fundada a 3 de maio de 1922 por um grupo de eminentes sabralenses, amantes das Letras, dentre os quais o Juiz Municipal e eloquente orador, Dr. José Clodoveu de Arruda Coelho e mais os sócios a seguir: 1.Pe. Leopoldo Pinheiro Fernandes; 2. Dr. Cláudio Nogueira; 3. Dr. Lauro Meneses; 4.

Jornalista Craveiro Filho; 5. Pe. Fortunato Alves Linhares; 6. Prof. Paulo Aragão; 7. Dr. Benjamim Hortêncio; 8. Dr. Atualpa Barbosa de Lima; 9. Dr. Luiz Viana; 10. Dr. Ruy de Almeida Monte; 11. Antônio Oriano Mendes. Foi o seu primeiro Presidente o Pe. Leopoldo Fernandes, e a primeira reunião foi na residência do Dr. Cláudio Nogueira à Rua Senador Paula, hoje Avenida Dom José. Atualmente a Academia Sobralense tem os seguintes titulares para as suas quarenta cadeiras: Evaristo Linhares Lima(1); José Ferreira Portela Neto(2); José Ribamar Coelho(3); Francisco Jerônimo Torres(4); Francisco Sampaio Sales(5); Maria Dias Ibiapina(6); Ataliba Araújo Moura(7); Raimundo Nonato Arcanjo(8); Almino Rocha Filho(9); Pe. Jairo Linhares Ponte(10); José Maria Soares(11); Pe. João Mendes Lira(12); José Gerardo Frota Parente(13) (vaga); Francisco de Assis Vasconcelos Arruda (14); Cônego Francisco Sadoc de Araújo(15); Maria das Graças Teixeira Pontes(16); João Edson Andrade(17); João Ribeiro Ramos(18); Dr. Vicente Abdias Fernandes(19); José Euclides Ferreira Gomes Júnior(vaga)(20); João Alves Teixeira(21); Mons. Sabino Guimarães Loiola(22); Dr. Francisco Antônio Tomaz Ribeiro Ramos(23); Expedito Gerardo de Vasconcelos(24);

33

Dr. José Teodoro Soares (25) ; Maria Leilah Cabral Araújo Monte Coelho(26); Tereza Maria Ribeiro Ramos Fonteles(27); Maurício Mamede Moreira(28)(vaga); Gizela Nunes da Costa(29); Gerardo Rodrigues Albuquerque(30); Cônego Joviniano Loiola Sampaio(31)(vaga); Dom Walfrido Teixeira Vieira(32); Edson Luis Rodrigues de Almeida(33); Francisco José Soares(34); Raimundo Aristides Ribeiro(35); Raimundo Rodrigues Pinto(36); Mons. Tibúrcio Gonçalves de Paula(37); Francisco Santamaria Mont'Alverne Parente(38); Dr. Thomaz Corrêa Aragão(39)(vaga); Pe. José Linhares Ponte(40)." BIOGRAFIA RESUMIDA DE ALGUNS ACADÊMICOS (1) Evaristo Linhares Lima, filho de Cícero Ribeiro Lima e de Ana Linhares Figueiredo. Cursou Filosofia no Seminário de Fortaleza; bacharelou-se em Direito e é licenciado em Letras Clássicas. Possui os seguintes Títulos de Pós-Graduação: Especialista em Educação para a América Latina; Universidade de Brasília; DEA em Sociologia, Universidade René Descartes-Paris V- SorbonneParis-França. Foi Professor Titular da Universidade do Estado do

Ceará, Professor do Liceu e do Colégio Estadual Justiniano de Serpa; Coordenador do Departamento de Ciências da Universidade do Estado do Ceará e assumiu outros importantes cargos no Estado. Centro de pesquisas Educacionais da Universidade de São Paulo. Tese de Mestrado/ UNB(Universidade de Brasília)-1976. Escreveu inúmeros artigos em revistas especializadas na área de educação. O Professor Evaristo é hoje Vice-Reitor da Universidade Vale do Acaraú-UVA, sediada na cidade de Sobral-Ceará. É Presidente da Academia Sobralense de Estudos e Letras. ................................ (2)José Ferreira Portela Neto nasceu em Sobral em 2 de abril de 1932, filho de Romão Ferreira da Ponte e de Maria Amélia da Ponte. Foi funcionário do Banco do Nordeste do Brasil(1958) e do Banco do Brasil S.A (1958 a 1985). Atualmente é professor concursado da Universidade Estadual Vale do Acaraú. ................................ (3) José Ribamar Coelho nasceu em Sobral a 9 de janeiro de 1934, sendo filho de José Antenor Coelho e de Mariana Júlia. Funcionário aposentado do INSS, é empresário do setor gráfico, sendo sócio da Tipografia Lux Ltda.

................................ (5) Francisco Sampaio Sales nasceu na Meruoca filho de Gabriel Francisco de Sales e Maria Sampaio Sales. É Professor Universitário e Engenheiro Operacional, além de radialista. Durante muitos anos fez o programa radiofônico Ao Cair da Tarde, de grande audiência na zona Noroeste do Estado, dedicado à Música Popular Brasileira.Atualmente desempenha importantes funções da Universidade Vale do Acaraú. ................................ (12) Padre João Mendes Lira nasceu em Sobral no dia 23 de janeiro de 1925 e faleceu em 2005. Fez seus primeiros estudos na Escola Elvira, nome de uma senhora que viera do Amazonas. Estudou, em seguida, com o Professor Luis Felipe. Segundo palavras do próprio Pe. Lira : "Elvira era uma professora muito dedicada e em sua escola haviam três classes: além da Professora Elvira tinha Dona Benvinda e o Sr. Luis Felipe. Depois de frequentar a Escola Superior do Sr. Luis Felipe, recebi o "Diploma" para frequentar a Escola Modêlo do sr. Pintinho. Assim me preparei para o Exame de Admissão. Depois fui aprovado no Seminário Diocesano, onde me formei..."

Padre Lira foi durante muitos anos Professor do Colégio Sobralense. Homem culto, simples e querido, publicou diversas obras, entre as quais podemos citar: Subsídios para a História Eclesiástica e Política do Ceará, Sítios Arqueológicos Encontrados na Região centro-Norte do Ceará, e vários outras publicações que muito contribuíram para o aprimoramento cultural do povo sobralense. ................................ (14) Francisco de Assis V. Arruda, natural de Sobral (CE), nascido a 18 de novembro de 1948, filho de Francisco Linhares Arruda e de Maria de Jesus Vasconcelos Arruda. Engenheiro Agrônomo, formado pela Faculdade de Agronomia do Nordeste, em Areia - PB, em 1975. Em 1982, concluiu o urso de Mestrado em Nutrição Animal, pela Faculdade de Agronomia do Ceará. Ainda neste mesmo ano foi eleito vereador do Município de Sobral, pelo Partido Democrático Social (PDS), com 1.200 votos, sendo o terceiro mais votado, ocupando posteriormente a vicepresidência no período de 1984-1986. Em 1985, assume a Chefia Geral do Centro Nacional de Pesquisa de Caprinos (EmbrapaCaprinos), sediado em Sobral (CE), permanecendo

35

no cargo até 1988. Representou o Ministério da Agricultura em Santiago-Chile, numa Reunião da FAO, para o Desenvolvimento da Caprinocultura dos Países da América do Sul. Posteriormente, em 1977, representou a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, nos Estados Unidos, na Reunião do SMALL RUMINANT COLABORATIVE PROGRAM, convênio que vinha administrando através do Centro Nacional de Pesquisa de Caprinos. No mesmo ano foi convidado pela Universidade de Oklahoma-USA, para proferir palestra sobre Desenvolvimento da Caprinocultura no Brasil. Em 1989, foi liberado pela EMBRAPA para realizar o Curso de Doutorado na Escuela Técnica Superior de Ingenieros Agrónomos da Uniersidad Politécnica da Madrid, España, defendendo tese em 1993,. Membro da Academia Sobralense de Estudos e Letras, cadeira nº 14, que tem por patrono Justiniano de Serpa. Como estudioso em Genealogia, vem desenvolvendo pesquisa na área desde 1970, com as principais famílias da Ribeira do Acaraú. Publicando seu primeiro trabalho em 1980 sobre a Genealogia dos Arrudas, com 150 páginas. Em seguida, publicou a segunda edição ampliada e melhorada sobre o título de GENEALOGIA

SOBRALENSE - OS ARRUDAS, editado pela IOCE, com 360 páginas. Em 1993, publica o segundo volume da Coleção "GENEALOGIA SOBRALENSE - OS GOMES PARENTE". TOMO I, II e III impressos pela IOCE. Em 1998, publica o quarto volume OS FERREIRA DA PONTE TOMO I e em preparo os tomos I, II e III dos Ferreira da Ponte. ................................ (16) Cônego. Francisco Sadoc de Araújo, nasceu em Sobral a 17 de dezembro de 1931, filho de Galdino Orlando de Araújo e Rita Albuquerque de Araújo. Concluiu os estudos secundários no Seminário de Sobral, o curso de Filosofia no Seminário de Fortaleza e o bacharelado e mestrado em Teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma. Foi ordenado sacerdote na Basílica de São Paulo, em Roma, a 25 de fevereiro de 1956. Ao retornar ao Brasil, passou a residir no Seminário de Sobral como professor e, depois, como reitor. Foi o fundador e primeiro reitor da Universidade Estadual Valre do AcaraúUVA Residiu em Olinda, Pernambuco, durante cinco anos, quando dirigiu o Instituto de Filosofia e Teologia da Arquidiocese de Olinda e Recife e

exerceu o oficio de capelão na ilha de Fernando de Noronha. Nomeado postulador da causa de canonização do Padre Ibiapina, tem-se dedicado ao trabalho de acompanhar o processo junto ao Vaticano. Desde 1996, reside em Sobral exercendo a função de pároco da Paroquia do Cristo Ressuscitado. Genealogista e profundo entendedor do assunto, Padre Sadoc- como é chamado carinhosamentepublicou, entre outros livros; Cronologia Sobralense- 5 volumes(1974-1990); A Ciência Criadora(1976); História da Culura Sobralense(1978); Estudos Ibiapanos(1979); História Religiosa da Meruoca(1979); Ceará: Homens e Livros(1981); Traços Biográficos de Dom José Tupinambá da Frota(1982); Dicionário Biográfico de Sacerdotes Sobralenses(1985); História Religiosa de Guaraciaba do Norte(1988) e Padre Ibiapina, Peregrino da Caridade- entre outros. É, também, membro da Academia Cearense de Estudos e Letras, Sócio do Instituto do Ceará, do Instituto Genealógico Brasileiro e do Colégio Brasileiro de Genealogia. ................................

(25) José Teodoro Soares é natural de ReriutabaCeará, onde nasceu a 28 de dezembro de 1940. Filho de Agrípio Teodoro Soares e de Maria Palmira Soares., é casado com a Dr.a Maria Norma Maia Soares. Bacharel em Direito e Filosofia, Licenciado em Ciências Políticas pelo Instituto de Estudos Poliíticos da Universidade de Paris(1968), e em Ciências Sociais pelo Instituto Católico de Paris no mesmo ano;, Mestre em Administração Pública pelo Instituto Internacional de Administração Pública de Paris(1970). É Reitor da Universidade Estadual Vale do Acaraú, Vice-Presidente do Conselho de Educação do Ceará, Professor Adjunto da Universidade Federal do Ceará e Membro da Academia Cearense de Ciências Sociais. Foi Professor Adjunto da Fundação Universidade Federal do Piauí, Chefe de Gabinete do Reitor da UFPI, Assessor de Planejamento do Projeto Rondon do Ministério do Interior, Subchefe de Gabinete do Ministério da Educação e Cultura, Membro do Conselho Nacional do Serviço Social do MEC, Representante do Ministério da Educação e Cultura junto ao Conselho Curador da U.F.C., Reitor da Universidade Regional do Cariri, Presidente do Conselho de Reitores do

37

Ceará(CRUC). Tem uma produção literária refletida em 15 livros editados e vários artigos publicados em Jornais do Brasil e no exterior.(Transcrito do Jornal O Noroeste de 18/03/2000 por ocasião da outorga do troféu Mandacaru ao ilustre homenageado, ocasião em que fizeram também juz à citada comenda os senhores Dom Aldo Paggotto (Bispo de Sobral); Ciro Ferreira Gomes, ex-Governador do Ceará e político de renome nacional e Sérgio Ricardo de Oliveira, Empresário e fundador do Noroeste ). Apóstolo da Educação, revolucionou a Educação Superior Cearense, mormente a da Zona Noroeste do estado. Pode ser considerado insubstituível em sua área de atuação. ................................ (39) Thomaz Corrêa Aragão nasceu em Ipu-Ce a 16/08/1910, sendo seus pais o Cel. Auton Aragão e Da. Adalgisa Correia Aragão. Iniciou o seu Curso de Humanidades no Colégio Cearense do Sagrado Coração, em Fortaleza-Ce, em 1924, terminando-o em 1929. Concluído referido curso, o Dr. Thomaz seguiu para a cidade do Rio de Janeiro, onde concluiu o Curso de Medicina .

Veio, então, residir em Sobral, onde montou moderno consultório. Dr. Thomaz faleceu em idade avançada, tendo, antes, dado enorme contribuição para a Medicina Mundial, ao identificar e estudar o agente patogênico transmissor da grave moléstia conhecida por Calazar, transmitida aos humanos por cães doentes. ................................ (40) Padre José Linhares Ponte nasceu em Sobral a 21/10/1930, sendo filho de Francisco Jacinto Ferreira da Ponte e de Maria Amália Linhares. Estudou no Seminário de Sobral e depois foi para o Seminário Maior de Fortaleza, onde concluiu os Cursos de Filosofia e Teologia. Foi Reitor do Seminário Diocesano de Sobral e possui especialização em Psicologia Profunda, pela Universidade de Munique, Alemanha Ocidental. De volta ao Brasil, assumiu a direção do tradicional Colégio Sobralense, onde exerceu com tal zêlo a administração, que o Colégio Sobralense chegou a ser considerado um dos melhores Colégios de todo o Estado do Ceará, ao lado do Colégio Militar de Fortaleza e do Colégio Cearense, ambos estes situados na Capital Alencarina. De 1970 a 2003 assumiu a Direção da Santa Casa de

Misericórdia de Sobral, transformando-a, também, em um Hospital Modêlo, tendo sido, este nosocômio, considerado a melhor de todas as Santas Casas do Brasil. Graças a sua credibilidade e probidade, Padre Zé conseguiu trazer para Sobral o Hospital do Coração, único do gênero não apenas no Estado, mas também na região Nordeste. Eleito Deputado Federal por diversos quadriênios, quando a população chegou a transformá-lo no mais votado do Ceará, Padre José Linhares Ponte honrou e honra a Terra que lhe serviu de berço e na qual caminhou seus primeiros passos. Figura ímpar, a história lhe reservará papel prepoderante tanto na área de Educação, quanto na de Saúde, para desconsolo de seus injustos e insensíveis perseguidores políticos. ................................................................................... ................ LISTA ALFABÉTICA DE BACHARÉIS, MÉDICOS, ENGENHEIROS E SACERDOTES SOBRALENSES (ATÉ 1950)

Segundo Alberto Amaral em Para a História de Sobral, "Um jornal de Aracaty, no principio da República, estampou uma lista de todos os aracatyenses formados, proclamando a glória de ser, no interior do Ceará, "a cidade que contava maior número de filhos ilustres". Indireta resposta lhe deu, em 1892, "A Ordem", de José Vicente, publicando relação dos sobralenses formados, em número bastante superior, com o que reinvidicou para Sobral o primeiro lugar. (...)A presente lista, concluída em outubro de 1950, embora restrita aos Bacharéis, Médicos, Engenheiros e Sacerdotes, tem por fim patentear que Sobral continua detendo a primazia." Segue portanto, abaixo, a relação de Bacharéis, Médicos, Engenheiros e Sacerdotes sobralenses, com o respectivo ano de formatura, o que certamente constitui-se em excelente fonte de consulta. I - BACHARÉIS Acacio Aragão de Souza Pinto;Adolpho Pompeu de Arruda; Alberto Magno da Rocha(1892); Alfredo Severino Braga Duarte(1883); Alfredo Tacito da Rocha Pagé(1893); Alvaro Ottoni do Amaral(1897); Antenor Franca Cavalcante; Antonio Adolpho

39

Coelho de Arruda(1885); Antonio Eliseu Hollanda Cavalcante(1886); Antonio Firmo Figueira de Saboia(1853); Antonio Frederico de Andrade(1874); Antonio Frutuoso Frota Filho(1928); Antonio Ibiapina(1879); Antonio Joaquim Rodrigues Junior(1857); Antonio José Leal; Antonio de Paula Pessoa Figueiredo; Antonio Plutarcho Rodrigues Lima(1881); Antonio Regino do Amaral Filho(1894); Antonio Sabino do Monte(1870); Bento Fernandes Barros(1853); Carlos de Paula Pessoa(1919); Custodio Celso de Saboya e Silva; Diogo Parente Xerez(1915); Domingos Gonçalves Cearense(1870); Domingos José Pinto Braga; Domingos Olympio Braga Cavalcante(1873); Edgard Catunda Gondim; Edgard Miranda de Paula Pessoa; Edson Pimentel Severino Duarte(1922); Ernesto Miranda Saboya de Albuquerque(1930); Esmerino Gomes Parente(1855); Eugenio Marinho de Saboya e Silva; Filipe Bandeira de Mello; Francisco Cicero Coelho de Arruda(1891); Francisco Domingues da Silva(1835); Francisco Furtado de Mendonça; Francisco Gomes Parente(1867); Francisco Gomes Parente Sobrinho; Francisco Moacyr de Saboya Santos; Francisco de Oliveira Memoria(1889); Francisco Ponte; Francisco Pothier Rodrigues Lima(1874); Francisco Prado; Francisco Rodolpho do Amaral(1908); Francisco Severino

Galdino Catunda Gondim; Henrique Domingues da Silva; Ignacio Ferreira de Almeida Magalhães(1866); Jeronymo Macario Figueira de Mello(1851); Jeronimo Martiniano Figueira de Mello(1832); Jeronymo da Silva Frota(1892); Jeronymo de Xerez(1889); João Adolpho Ribeiro da Silva(1868); João Baptista de Vasconcellos(1939); João Baptista Figueira Lima; João de Albuquerque Rodrigues(1862); João Capistrano Bandeira de Mello(1833); João Carlos Pereira Ibiapina(1837); João Domingues da Silva(1836); João Edmundo de Oliveira Gondim; João Evangelista da Frota Vasconcellos(1889); João Evangelista da Silva Frota; João Filipe da Cunha Bandeira de Mello(1852); João Ferreira de Almeida Guimarães(1869); João Figueira Linhares; João Firmino de Hollanda Cavalcante(1867); João Julio de Almeida Monte(1885); João Lima Rodrigues(1890); João Miranda de Paula Pessoa; João Paulo Barbosa Lima; João Pedro da Cunha Bandeira de Mello(1879); João Peregrino Viriato de Medeiros; João Thomé da Silva Junior(1864); Joaquim Frota Vasconcellos(1893); Joaquim Gondim de Albuquerque Lins(1926); Joaquim Miranda de Paula Pessoa(1889); Jorge Pessoa Mendes(1941); José Alfredo Coelho de Arruda; José Antonio Pereira Ibiapina(padre)(1832); José

Archanjo Figueira de Mello Castro(1842); José Austregesilo Rodrigues Lima(1863); José Barreto de Araujo(1939); José Camillo Linhares de Albuquerque(1886); José Candido da Silva Franca(1864); José Clodoveu de Arruda Coelho(1908); José Daltro Barreto(1940); José Deusdedit Mendes(1936); José Furtado de Mendonça(1869); José Gerardo Frota Parente; José Gomes da Frota(1866); José Gonçalves de Moura(1858); José Getúlio da Frota Pessoa(1905); José Gonçalves Viriato de Medeiros; José Julio de Albuquerque Barros(1861); José Maria da Cruz Andrade(1940); José Maria Mont'Alverne(1933); José Miramar Ponte; José Moreira da Rocha(1890); José Olavo Rodrigues Frota(1920); José Potyguara da Silva; José Saboya de Albuquerque(1891); José Sylvestre Monte Coelho; José Thomé da Silva(1865); José Wilson de Vasconcellos; José Xrez(1887); Julio Santa Cruz Oliveira; Justiniano Raymundo da Silva Freire(1881); Justino Domingues da Silva(Padre)(1849); Justino Lopes Freire; Juvencio Alves Ribeiro da Silva(1856); Ladislau Acrisio de Almeida Fortuna(1858); Leocadio Andrade Pessoa(1850); Levino Pinto Brandão(1861); Lucrecia Pinho; Luiz Antonio Vieira Lima; Luiz Gonzaga Coelho de Arruda(1900); Luiz Lopes Teixeira Moura Junior(1850);Mozart Catunda Gondim; Pedro

Raymundo Edson Pimentel Duarte; Raymundo Furtado de Albuquerque Cavalcante(1859); Raymundo Justiniano Freire; Raymundo Leopoldo Coelho de Arruda; Raymundo Monte Coelho; Raymundo Orestes de Aguiar; Rufino Furtado de Mendonça; Tancredo Halley de Alcantara(1938); Teophilo Fidelis de Paula(1891); Theotonio Santa Cruz Oliveira; Thomaz Antonio de Paula Pessoa(1858); Thomaz Miranda de Paula Pessoa(1894); Thomaz de Paula Pessoa Rodrigues(1892); Trajano Viriato de Medeiros(1863); Vicente Alves de Paula Pessoa(1850); Vicente Alves Rodrigues de Albuquerque(1869); Vicente Coelho de Arruda; Vicente de Arruda Gondim; Vicente Cesario Ferreira Gomes(1868); Vicente Ferreira de Arruda Coelho(1914); Vicente Liberalino de Albuquerque; Virgilio Augusto de Moraes(1867). II - MÉDICOS Adalberto Rodrigues de Albuquerque; Agenor Gomes da Frota(1939); Alberto Saboya Viriato de Medeiros; Antonio Custodio de Azevedo; Antonio Domingues da Silva; Antonio Guarany

41

Mont'Alverne(1935); Antonio Ibiapina Filho(1930); Antonio Francisco Rodrigues de Albuquerque; Antonio Mont'Alverne Ferreira Gomes(1938); Antonio Raymundo Gomes da Frota; Cesario Ferreira Gomes; Edson Lima; Ernesto Vicente Saboya de Albuquerque; Euclydes Pontes; Francisco Alves Pontes(1842); Francisco Donizetti Gondim(1923); Francisco de Paula Pessoa Figueiredo(1862); Francisco Peregrino Viriato de Medeiros(1872); Francisco de Paula Rodrigues; Genserico Aragão de Souza Pinto; Heitor da Silva Frota; Helvecio Monte Coelho; Jarbas Ibiapina(1936); João Marinho de Andrade(1883); João Pedro Figueira de Saboya(1884); José Alcebiades da Silva Frota; José Antonio de Figueiredo Rodrigues(1898); José Augusto Gomes Angelim; José Barbosa de Paula Pessoa; José Mendes Mont'Alverne(1940); José Onofre Muniz Ribeiro(1887); José de Paula Pessoa Mendes; José Pessoa Rodrigues dos Santos; José Pessoa Mendes(1936); José Nilson Ferreira Gomes; José Ribeiro Gomes da Frota; Julio Guimarães Filho(1932); Leopoldo Viriato Figueira de Saboya(1912); Luiz Vianna(1918); Lucio Mendes Carneiro da Frota; Manoel Joaquim da Rocha Frota; Manoel Marinho de Andrade(1906); Massillon Saboya de Albuquerque(1912); Olavo Rangel Parente; Oswaldo Fernandes; Ruy de

de Saboya(Visconde de Saboya)(1858). III - ENGENHEIROS Alberto José Moreira da Rocha; Alzir Barreto Araujo(1940); Antonio Adeodato Mont'Alverne(1940); Antonio Freire de Vasconcellos; Antonio Gonçalves da Justa Araujo; Areodino Santos; Aristides Barreto Neto(1938); Caetano Saboya de Albuquerque Figueiredo(1934); Carlos Perdigão da Silva Monte; Domingos Sergio Saboya e Silva; Edmundo de Almeida Monte(1898); Fabio Marinho Figueira de Saboya; Felinto Alcino Braga Cavalcanti(1885); Francisco Rodrigues de Almeida(1922); Francisco Saboya de Albuquerque; Gerardo Rodrigues de Albuquerque(1938); Gilberto Rangel Mendes; Gladstone Rodrigues Severino Duarte; Humberto Rodrigues de Andrade(1915); Humberto Saboya de Albuquerque(1901); Jarbas Cavalcante de Aragão(1925); Jayme Viriato Figueira de Saboya; Jeronymo Furtado de Mendonça; João Aymbiré Mendes; João Ernesto Viriato de Medeiros; João Pompeu da Silva Magalhães; João Thomé de Saboya e Silva(1891); José Albuquerque Figueiredo(1925); José Antonio de Paula Pessoa Figueiredo; José Avelino Portella(1940); José Figueira Saboya de

Albuquerque; José Figueiredo de Paula Pessoa; José Pessoa de Andrade; José Saboya; Josias Ferreira Gomes; Julio de Saboya e Silva; Leopoldo Jorge Moreira da Rocha; Lister Ibiapina Parente; Luiz Saboya de Albuquerque; Luiz Marinho de Andrade; Luiz Sylvestre Gomes Coelho; Manoel do Nascimento Alves Linhares(1867); Martinho Braga; Octavio de Paula Rodrigues(1897); Odorico Rodrigues de Almeida; Onofre Muniz Gomes de Lima(General); Osir Pinho Marinho de Andrade(1937); Paulo de Almeida Sanford(1922); Paulo Saboya Bandeira de Mello; Pompeu Ferreira da Ponte(1883); Raymundo Furtado da Frota; Raymundo Pimentel Ferreira Gomes(1922); Raymundo de Souza Raposo(1863); Ruy Monte Soares(1940); Trajano Saboya Viriato de Medeiros(1886); Trajano Viriato de Medeiros Filho; Tobias do Monte Coelho; Wicar Parente de Paula Pessoa(General). Sacerdotes Sobralenses

Antonio Alves de Carvalho(1927); Antonio Claudino Pessoa; Antonio Cordeiro Soares; Antonio da Silva Fialho(1839); Antonio de Souza

Neves; Antonio de Castro e Silva; Antonio de Lira Pessoa de Maria(Mons.)(1875); Antonio Ferreira de Paula(1871); Antonio Gonçalves da Cunha Linhares; Antonio Ivan de Carvalho; Antonio Lopes de Araujo(Mons.)(1879); Antonio Manoel Diniz Pereira(1843); Antonio Regino Carneiro; Bernardino de Oliveira Memória; Diogo José de Souza Lima(Mons.)(1852); Domingos da Cunha Linhares; Domingos Barreto de Araujo(1933); Domingos de Paiva Dias; Domingos Rodrigues Vasconcellos(1931); Elisio Nogueira da Motta; Fortunato Alves Linhares(Mons.)(1892); Francisco Candido de Vasconcellos(1894); Francisco Cavalcanti de Albuquerque; Francisco de Paula Menezes; Francisco Eudes Fernandes; Francisco Gonçalves Ferreira Magalhães; Francisco Hildebrando Gomes Angelim(Mons.); Francisco Linhares; Francisco Lopes Freire; Francisco Olyntho Leitão; Gonçalo Ignacio de Loyola Albuquerque Mello Mororó; Herculano Bernardino Gomes Ferreira; Ignacio Americo Bezerra; Ignacio Nogueira Magalhães; Jeronymo Thomé da Silva(Arcebispo Primaz)(1872); João Alves de Maria; João Augusto da Frota; João Augusto de Lima(Dr.); João Baptista Pereira(1933); João de Lira Pessoa de Maria(1887); João França Mello(1931); João Gualberto Ribeiro Pessoa; João

43

José de Castro(1872); João José Mendes de Mello; João Rodrigues Alves de Mendonça; João Scaligero Augusto Maravalho(1869); João Teophilo Soares; Joaquim Arnobio de Andrade(1938); Joaquim de Salles; Joaquim Manoel de Jesus(Dr.); José Alpheu Lopes de Araujo(1884); José Aloysio Pinto(1929); José Antonio de Maria Ibiapina(Dr.)(1853); José Bemvindo de Vasconcellos(1871); José Bezerra Coutinho; José Edson Frota Mendes(1942); José Ferreira da Ponte(Mons.)(1871); José Gentil da Frota; José Gerardo Ferreira Gomes; José Gomes Ferreira Torres; José Ignacio Mendes Parente(1942); José Leorne Menescal(Dr.)(1874); José Lourenço da Costa Aguiar(Dom)(1870); José Osmar Carneiro; José Sabino Lopes de Alcantara; José Tupynambá da Frota(Dom)(1905); Justino Domingues da Silva(Dr.)(1846); Luiz Martins dos Santos Araujo; Luiz Mendes Frota(1942); Luiz de Carvalho Rocha(Mons.)(1908); Justino Furtado de Mendonça; Mamede Antonio de Lima; Manoel da Cunha Linhares; Manoel Francisco da Frota(Mons.)(1861); Manoel França Mello(1892); Manoel Henriques; Marcos Lucio Frota Carneiro; Miguel Francisco da Frota; Miguel Francisco Mendes de Vasconcellos(1812); Miguel Lopes Freire; Miguel Lopes Madeira Uchoa; Miguel

Mendes(1812); Pedro Cavalcanti Rocha(1881); Pedro Emiliano da Frota Pessoa(Dr.); Philomeno do Monte Coelho(Mons.)(1881); Primenio Freire das Virgens(1875); Sabino de Lima Feijão(1931); Sabino Guimarães Loyola(1935); Salviano Pinto Brandão(1867);Thomaz Pompeu de Souza Brasil(Dr.)(1841).

• ALGUNS ALUNOS DA TURMA DE 1968 DO COLÉGIO MILITAR DE FORTALEZA O Jornal CORREIO DO CEARÁ publicou no dia 23 de fevereiro de 1968, a relação dos aprovados no exame de seleção para o C.M.F e que estudaram no CURSO BÁSICO DE MATEMÁTICA, dirigido pelo Cel. Felizardo Mendes, sobralense radicado em Fortaleza, e que funcionava, na época, na Avenida Santos Dumont, no 1111, na Aldeota, local onde depois funcionou o Paloma Lustres, ou seja, na esquina da Rua Antônio Augusto co a citada Avenida Santos Dumont. "Alfredo Turbay Neto; Fernando Antonio Figueiredo Mendes; Heliomar Rocha Leitão; Winston de Paulo Bastos Maia; Roberto Ribeiro Costa Lima; Creto Augusto Vidal; Adonias Melo de Cordeiro; José Erialdo Albuquerque Junior; Ronaldo Cabral Nogueira; Edvânio Almeida Lima; Francisco Gentil Tavares Meireles; José Ademar Gondim Vasconcelos; Paulo de Mello Machado Filho; Roney Sergio Marinho de Moura; Pedro Luiz Cortezi Botelho; Ludwig Pinto Kleinberg; Wellington Barros de Oliveira Moura; Germano José Mendes Martins; Victor Samuel Cavalcante da Ponte(1); Júlio Cesar Pimentel de Oliveira;

Gladstone Campos Costa; Cesar Fontenelle Catrib; Luiz Emanuel Abrantes Pequeno; Sérgio Ricardo Coelho Ximenes; Oto Ossean de Brito; Cláudio Porto Silveira; Marcus Vinicius Coutinho da Silva; José Nairton Quezado Cavalcante(Neno)(2); Marcelo Farias Maciel; Wilson de Souza Sales Filho; Francisco Carlos Teixeira Cabral; Glauber Ponte Proença; Carlos Alberto Mendes Forte; Ruy Davi de Goes; Margarino Nascimento Souza e J. Jairo Araujo Santana." Fizeram parte dessa mesma turma que ingressou no Colégio Militar em 1968, embora não tenham feito o Curso do Cel. Felizardo: Edgar Albuquerque Neto; Dorian Sampaio Filho; Daniel Caetano de Figueiredo; Paulo Sérgio Teixeira Mendes de Carvalho; Daniel Fidélis Viana de Barcellos; Francisco José Passos Mota; Aniano Bezerra da Silva Costa Neto; Fernando José Lopes Castro Alves; Antônio Alberto Rocha Aguiar, Aluísio Sérgio Novais Eleutério (Sérgio Novais)(3) e Pedro Luiz Cortezi Botelho, entre outros. (1)Victor Samuel(Vituel), nascido em Sobral a 25 de julho de 1955. Filho do conceituado comerciante Aurélio Cavalcante da Ponte(Casa Samuel) e de Maria do Socorro C. da Ponte; Foi companheiro de internato do autor dessas linhas no Colégio Militar

45

de Fortaleza(1969-1971). Fez concurso para a Escola Preparatória de Cadetes do Ar, localizada em Barbacena-M.G, onde estudou durante três anos; em seguida, concluiu o curso de Formação de Oficiais da Marinha Mercante no CIAGA(Centro de Instruções Almirante Graça Aranha), no Rio de Janeiro. Atualmente, exerce importante função no Governo do Estado do Ceará. (2)Neno, articulista da Coluna É... do Jornal Diário do Nordeste; é irmão do também Colunista Lúcio Brasileiro. (3)Sérgio Novais. Formado em Engenharia Química pela U.F.C, foi eleito vereador por Fortaleza(Partido Socialista Brasileiro-P.S.B) e em 1998 elegeu-se Deputado Federal pelo Ceará(também pelo P.S.B). Parlamentar atuante e íntegro, caracteriza-se por manter-se sempre ao lado dos oprimidos e mais fracos, além de assumir uma postura nacionalista.

•TURMA DE 1972 DO COLÉGIO NAVAL Em 1972 era Diretor do Colégio Naval o Capitão-de-Mar-e-Guerra Marcy Aroldo Gomes de Brito e seu Vice-Diretor o Capitão-de-Fragata Leal. Em 1973 assumiu a Diretoria o Capitão-de-Mare-Guerra Hugo Stoffel, que depois alcançaria o Almirantado. Segue abaixo a relação dos alunos que passaram no Concurso para o Colégio Naval no ano de 1972, por ordem de classificação. A relação foi publicada no D. O . U no 19, de 12 de maio de 1972. Francisco Roberto Portella Deiana; Francisco Pais; José Fernandes Del Ângelo(i.m); Jacinto Fernandez Otero; Luiz Alexandre Marques Peixoto; Jorge Mauro Fiorito; Armando Alonso Filho; Marcelo de Lyra Filho; Álvaro Maurício Bertho dos Santos; Almir Ribeiro Guimarães Junior; Dilermando Ribeiro Lima; Heraldo Simião da Silva(i.m); Sérgio Más Souza Braga; Lauriston de Mendonça Furtado; Rogério Almeida Manso da Costa Reis; Paolo Stanziola Neto; Antonio Pedro Kasakewitch Souza; José Ribamar Freitas da Motta; Rogério do Amaral Gil; Luiz Miguel Régula; Roberto Oliveira Pinto de

Almeida; Carlos Renato Seabra de Almeida; Roberto Carvalho de Medeiros; Pierre Matias da Silva; Antonio Paulo de Souza Carelli; Plínio Soares Junior; Luiz Fernando da Silva Costa; Palmiro Ferreira da Costa; Álvaro Lima Martins Bahiense; Carlos Eduardo Videira; Egilson Azevedo Pontes; Mauro Scharth Gomes; Edson da Silva Siqueira; Cid Pereira Santos; Ibrahim Ribeiro Dantas Neto; Marcelo Garcia Vaz; Mário Luiz Alves de Lima; Alexandre Antônio Barreto de Miranda; Alexandre José Barreto de Mattos; Renato Braslavski Leite; Wagner Santos de Almeida; Edson José Ferreira Araújo; Luiz Felipe de Paula Perestrello de Menezes; Mauro Joaquim da Costa Braga; Jorge Luiz da Silva Lasperg; Ivan Nascimento Auzier; Luiz Alberto Branquinho Gonçalves; Ailton Bispo dos Santos; Roberto Carvalho Costa; José Dias de Araujo Machado; Jorge Marques de Menezes; Osmar Pedro da Cunha; Francinet Antunes dos Santos; Jair Leal Señorans; Luiz Antonio Torres dos Santos; Hamilton de Carvalho Burd; Gilson Carneiro da Costa; Henrique Stankiewicz Machado; Wilfredo Carlos Santos Junior; Sérgio Ominelli de Souza; Carlos Alberto Pêgas Ferreira; Júlio Andrey Facure Neves; Lander Loureiro da Silva; Faustino Ferlin; Erivaldo Edson Carvalho de Almeida; Nuno Guilherme da Paixão Rangel; Franklin de Oliveira

Érico Pontes Damasceno; Antonio Carlos Nascimento Motta; Francisco Antonio Cardoso Garcia; Paulo Cesar Hardoim; Ary Cavalieri Brando Júnior; Wilson Carlos Esteves Leite; Sonilon Vieira Leite; José Maria Leite de Araújo Castro; Marcos Nunes de Miranda; Richard Harold Geraldo Asch; Mario Jorge Fernandes Pires; Carlos Alberto Guerra; Waldemiro Soares de Andrade; Paulo Roberto da Silva Xavier; Fernando Antonio Machado Mureb; Sérgio Lindeberg Chaves; Juarez Alves Junior; José Antonio Nogueira; Rodolfo Henrique de Saboia ; José Augusto da Costa Oliveira; Moisés Hora Santos; Dejair da Silva Trindade; Antonio Pascoal Fernandes Mitrano; Rubens da Igreja Ferreira; Sérgio Ricardo Ferreira; Carlos Alberto Ferreira da Rocha; Genivaldo Berto da Silva; José Carlos Martinho Alves; Sérgio da Silveira Miranda; Sérgio Deluiggi; Frederico Ayres Pereira Corrêa da Silva; Luiz Carlos de Carvalho Roth; Rui Campos Ribeiro; Marcio de Souza Campos; Ricardo José Machado Rodrigues; Murilo Moreira Barros; José Carlos Quaresma Filho; Reinaldo Cesar Monteiro de Barros Bezerra; Jorge Chater Youssef Arous; Carlos Guilherme Mayer; Nelsley Figueiredo Torezani(i.m); Oswaldo Guilherme Schroeter; Carlos Eduardo Junqueira; Bahime Velasques Keijock; Marco Andrade Brasil

47

de Matos; Clovis Loureiro Lima; Durval Geraldo Ribeiro Alves; João Luiz Viellas de Farias; Paulo Vinicius Correia Rodrigues Junior; Cosme José Alves; Wilson Luiz Vieira Villela; Tocandira Carreira Benaion; Francisco Gonçalves Pereira Neto; Sidnei Conceição Menezes; Luiz Augusto Lima Vieira da Rocha; José Helvécio Moraes de Rezende; Floriano Saad Mazini; Adelmo Bandeira de Mello Abreu; Dílton Domingos Gomes dos Santos; Reinaldo Biangolino Perlingeiro; Rubens de Carvalho Rodrigues; Paulo Bodnar; Ariovaldo Carreiro de Mello; Antonio Roberto de Oliveira; Abdon Baptista de Paula Filho; Carlos Alberto Marques; Álvaro de Castro Neto; Francisco Eduardo Neves Novellino; Paulo Roberto Ferreira Horta; Roberto Vieira Ferreira Horta; Marcelo Lima Arruda; Fernando Sérgio Paranhos Marçal; Carlos Sartori Ferreira; Alexandre Veloso; Waldecir Loureiro dos Santos; Claudio Iorio Ferraz; Carlos Roberto da Silva; Odair Fernandes Aguiar Filho; Orlando Couto Júnior; Daniel Fidelis Viana de Barcellos; Jorge Ribeiro Junior; Francisco Doege Esteves; Fabio Bittencourt Xavier dos Santos; Luiz Antonio Carvalho; Jefferson Simões Santana; José Fernão Von Teschenhausen Eberlin; Marcus Vinicius de Almeida Malvar; Jorge Luiz Machado; Samy Mustapha; Mauricio Cézar Lourenço Leite; Marcus Segond Carvalho Cruz;

Marcelo de Camargo Fernandes; Itamar Mosso da Silva; Daniel Caetano de Figueiredo; José Carlos Maia de Oliveira; José Guido de Castro Pacheco; Pedro Luiz Cortezi Botelho; Francisco José Passos Mota; Roberto Pereira Terra; Eduardo Henrique Ferreira França; Carlos Augusto Fonsêca; Cezar de Alvarenga Jacoby; Helcio Augusto Lopes da Silva; Arnaldo Luiz Ramos Vasconcelos; Sylvio Gustavo Chaves Chilingue; Wanderley Nunes; Antonio Joaquim Gonçalves Moreira; Marcos Antônio de Barros; Sérgio Luiz Coutinho.

• TURMA DE 1974 DA ESCOLA NAVAL (Turma Humaitá) ESPADIM - 74

Diretor da Escola Naval Contra-Almirante - Paulo de Bonoso Duarte Pinto Vice-Diretor da Escola Naval Capitão-de-Mar-e-Guerra- Paulo Freire Comandante do Corpo de Aspirantes Capitão-de-Fragata - Gothardo de Miranda e Silva Segue abaixo a relação, por ordem de classificação, dos Aspirantes no início do Primeiro Ano da Escola Naval. Integrantes da Turma Humaitá: Abdon Baptista de Paula Filho; Francisco Roberto Portella Deiana; Francisco Pais; Juarez Alves Júnior; Plínio Soares Junior; Odair Fernandes Aguiar Filho; Marcelo de Lyra Filho; Francinet Antunes dos Santos; Cláudio Lirange Zanatta; Wilfredo Carlos Santos Júnior; José Ribamar Freitas da Motta; Lander Loureiro da Silva; Orlando Couto Júnior; Edson da Silva Siqueira; Sérgio Deluiggi; Sérgio Luiz Coutinho; Jorge Cascardo Amarante; Jorge Marques de Menezes; Pierre Matias da Silva; Carlos Alberto Ferreira da Rocha; Antonio Pedro Kasakewitch Souza; Dilermando Ribeiro Lima; Paolo Stanziola Neto; Alexandre Antonio Barreto de Miranda; Jair Leal Senorans; Francisco Eduardo Neves Novellino; Carlos Alberto Guerra; Almir Ribeiro

Guimarães Júnior; Jacinto Fernandez Otero; Marcelo Garcia Vaz; Armando Alonso Filho; Luiz Antônio Torres dos Santos; Roberto Carvalho de Medeiros; Roberto Pereira Terra; Ailton Bispo dos Santos; Luiz Carlos de Carvalho Roth; Alexandre José Barreto de Mattos; Frederico Ayres Pereira Correa da Silva; Álvaro de Castro Neto; José Fernandes Del Ângelo; Murilo Moreira Barros; Palmiro Ferreira da Costa; Luiz Miguel Regula; Paulo Roberto da Silva Xavier; Roberto Oliveira Pinto de Almeida; Nelsley Figueiredo Torezani; Luiz F. de Paula Perestrello de Menezes; Hamilton de Carvalho Burd; Ruy Campos Ribeiro; Cézar de Alvarenga Jacoby; Francisco Gonçalves Pereira Neto; Franklin de Oliveira Gonçalves; Cosme José Alves; José Maria Leite de Araújo Castro; Paulo Vinícius Correia Rodrigues Júnior; Sidnei Conceição Menezes; Jeferson Simões Santana; Erivaldo Edson Carvalho de Almeida; Francisco José Passos Mota; Carlos Alberto Pegas Ferreira; José Carlos Maia de Oliveira; José Dias de Araújo Machado; Genivaldo Berto da Silva; Antônio Paulo de Souza Carelli; José Helvécio Moraes de Rezende; José Carlos Quaresma Filho; José Guido de Castro Pacheco; Edson José Ferreira Araújo; Antônio Roberto de Oliveira; Rubens de Carvalho Rodrigues; Maurício César Lourenço Leite; Roberto

49

Carvalho Costa; Antônio Pascoal Fernandes Mitrano; Lauriston de Mendonça Furtado; Ivan Nascimento Auzier; João Astor Mendonça Lisboa; Wagner Santos de Almeida; Sérgio Ricardo Ferreira; Wanderley Nunes; Edmilson Sant'Ana Correa da Costa Lara; Luiz Alexandre Marques Peixoto; Gustavo Silveira Carvalho de Souza; João Luiz Viellas de Farias; Carlos Alberto Marques; Francisco Nunes de Azevedo; Mauro Scharth Gomes; Gilson Carneiro da Costa; Floriano Saad Mazini; Rubens da Igreja Ferreira; Sidney Cordeiro de Araújo; Osmar Pedro da Cunha; Frederico José Cavalcanti de O . e Silva; Cid Pereira Santos; Nilton Sebastião Mello de Figueiredo; Wilson Luiz Vieira Villella; Oswaldo Guilherme Schroeter; Carlos Renato Seabra de Almeida; Alípio César Zambão da Silva; Omar Amílcar Temer Júnior; Ary Cavalieri Brandão Júnior; Henrique Stankiewicz Machado; José Augusto da Costa Oliveira; Laécio Barbosa Ramos; Sonilon Vieira Leite; Jorge Chater Youssef Arous, Jorge Mauro Fiorito; Cláudio Iorio Ferraz; Heraldo Simião da Silva; Fernando Sérgio Paranhos Marçal; Ruy Fernandes Torres; Fernando Antônio Machado Mureb; Daniel Caetano de Figueiredo; José Fernão von Teschenhausen Eberlin; Ibrahim Ribeiro Dantas Neto; Clóvis Loureiro Lima;

Marcus Segond Carvalho Cruz; Fernando da Motta Souto; Sylvio Gustavo Chaves Chilingue; Luiz Augusto de Oliveira; Daniel Fidelis Viana de Barcellos; Rogério Passos Caetano da Silva; Márcio Souza Albuquerque; Marco Andrade Brasil de Matos; Henrique Isensee de Barros; Ricardo Costa Pina; Paulo Bodnar; José Airton dos Santos; Pedro Paulo Gouvea de Magalhães; Álvaro Lima Martins Bahiense; Ricardo Luiz de Sá; Nilo Alberto Monteiro Carvalho; Carlos Guilherme Mayer; Marcus Vinicius de Almeida Malvar; Rodolfo Henrique de Saboia; Marcos Nunes de Miranda; Luiz Antônio Cavalcanti; Waldemiro Soares de Andrade; Bahime Velasques Keijock; Adolfo Barros da Silva Júnior; Carmine Amato Neto; Marco Antônio Moreira de Vasconcellos; Enito Sales Morais Filho; Richard Harold Geraldo Asch; Antônio Carlos Nascimento Motta; Alexandre José Costa de Almeida; Paulo Ricardo Ckless Silva; Nilter Uchoa Vasconcelos; Sérgio Maya de Azevedo; Luis Antônio Marques Pateira; Renato Braslavski Leite; Reinaldo César Monteiro de Barros Bezerra; Luiz Augusto Lima Vieira da Rocha; Márcio de Souza Campos; Sérgio Lindeberg Chaves; Carlos Magalhães Trajano; Alan Gomes Omar; José Carlos Martinho Alves; João Carlos Langone; Carlos Augusto da Costa Ferreira; Osmar

Rossato(até aqui os que vieram do Colégio Naval, turma de 1972). E mais: Antônio Fernando Monteiro Dias, Sílvio de Souza Aguiar Carvalho; Sérgio Esteves Krug; Walter Galluf; Paulo Cézar de Quadros Küster; Fernando Gomes Ferreira Lima; Gilberto Gabriel Eid Salomi; João Luiz Carvalho de Queiroz Ferreira; Sérgio Teixeira Pinto; Luiz Fernando Sampaio Fernandes; Newton Rodrigues Lima; Francisco Arilo Cordeiro Gondim; Manuel Costa Neto; Fernando César da Silva Motta; Edgard Cândido de Oliveira Neto; Ângelo de Oliveira Filho; Clébio de Souza Medeiros; Levindo José Garcia Neto; Ivan Pereira de Souza; Fernando Antônio Rosa Sindeaux; Paulo Figueiredo Andrade de Oliveira Filho; Alberto de Oliveira Júnior; José Roberto Alves Fernandez; Francisco Arlindo Lima Moura; Klaus Rolf Zeidler; José Eduardo Gonçalves Ferreirinha; Liseo Zampronio; Lucas de Campos Costa; Wanderley Dull; Pedro Heleno de Almeida Duarte; José Carlos Pereira; José Dalton Carvalho; Francisco Heráclio Maia do Carmo; Paulo Sérgio de Oliveira Listo; Sérgio Martinho de Ribeiro Brandão; Paulo Viegas Fernandes; Edlander Santos; Cláudio Ferreira Moreira; Franklin Ajuricaba de Freitas; Roberto Miguez Ferreira; Helston Pereira de Mello; Maurício Kiwielewicz; Paulo Fontes da Rocha

Vianna; Francisco José Umgemer Taborda; Ricardo Antônio Amaral; Carlos Alberto Tormento; Altevir Costa Machado; Roberto Bastos Rangel; Salvador Ghelfi Raza; Luiz Gonzaga Lima; Alaor Moacyr Dall Antônia Júnior; Gilson Batista de Oliveira; Brasil Lourenço Pinto Filho; Luiz Otavio Guidi de Ornellas; Tarcísio Alves de Oliveira; Jair Xavier da Silva Júnior; Carlos Henrique Gomes; Antônio Bertino Nogueira Filho; Augusto Cézar Castro Moniz de Aragão Júnior; Fernando Luiz Silva Nogueira; Paulo Roberto Caminha Costa; Jakob Henrique Husch; José Américo Ferreira; Davi Santiago de Macedo; Hiran Nestor Silva; José Otávio Dias Lima; Antônio Augusto Seabra Batista; Ruy de Freitas Quintão; Gilberto Carlos Pedroso; José Ferraz de Oliveira; Ivan Cardim da Silva; José Eduardo de Franca Arruda; Ricardo Carlos Von Montfort; Sérgio Ribeiro Magalhães; Sérgio Thadeu Pereira de Souza; Sérgio Fernandes Cima; Carlos Marcello Ramos e Silva; Marco Antônio Delduca dos Reis; Lauro Matias de Souza Filho; Cícero da Silva Santos; Aristeu de Moraes Rego; Jorge Luiz Noel Kronemberger; Geraldo Lopes da Cruz Filho; Eduardo Eurico Ivan da Motta; Wellington de Oliveira Cunha; José Luiz Simões Medeiros; Fernando Antônio da Cunha; Wilson Luiz de Lima Neves; Dioscoro de Souza Gomes Filho; Carlos

51

Alberto Cardoso de Almeida; Francisco Humberto Pinheiro Landim; Édson Douglas de Souza Leony; Jorge Silas Lopes Domingues; José Ribeiro de Vasconcellos Filho; Jorge Augusto Baltazar de Lara; Sérgio Fernando Veríssimo de Mattos; Getúlio Mello Pessoa; Elian José do Nascimento; Thomas Carl Behrens; Ewerson Madeira Correa; Jorge Antônio Ferreira dos Santos; Eduardo Cícero da Silva Tergolina; Marco Antônio da Rocha Suzarte; Luiz Carlos Vinhas da Silva; Francisco Filgueiras Sampaio; Júlio César de Almeida Carvalho; Cleber Ribeiro Afonso; Demostenes da Silva Reis; José Augusto Lopes; Luiz Carlos Ferreira de Assis; José Roberto Alves Coutinho; Lúcio Francisco Arruda; Aquiles Mendes da Silva; Paulo César Gonçalves Henriques; John Antony Pimento Moreno; Álvaro Ernesto Testa Rivera; Roberto Antônio Solis Palma(esses três últimos naturais do Panamá). Nota do Autor: Desta Turma atingiram o Posto de ContraAlmirante, promovidos em 2008 e 2009, entre outros: Francisco Roberto Portella Deiana, Dilermando Ribeiro Lima, Alexandre José Barreto de Mattos,

Rodolfo Henrique de Saboia, Marcos Nunes de Miranda, Antônio Fernando Monteiro Dias, Paulo Cézar de Quadros Küster, Fernando César da Silva Motta, Liseo Zampronio. Já são falecidos: José Fernandes Del Ângelo(1975), Nelsley Figueiredo Torezani, Frederico José Cavalcanti de O . e Silva, Nilton Sebastião Mello de Figueiredo, Heraldo Simião da Silva, Nilter Uchoa Vasconcelos, Maurício Kiwielewicz(2009).

TURMA DE ENGENHARIA CIVIL (CONCLUDENTES EM DEZ. DE 1982 PELA UNIVERSIDADE DE FORTALEZA)

(Turma Edson Queiroz) Alan Arrais Sydrião de Alencar; Alda Maria Pequeno Costa; Alexandre Carlos de Abreu Camilo; Américo Aragão Alves; Amílcar Mamede Filho; Ângela de Sá Cavalcante Torres; Antônio Augusto de Sales; Antônio Braga Ximenes; Antônio Gilberto Mendes Barroso; Antônio Iran Costa Magalhães; Celina Maria Romcy; César Romero Teixeira; Cícero José Alves Caçula; Cláudia Jerusa Gadelha Moreira; Daniel Caetano de Figueiredo; Eduardo Henrique de Lima Braga; Fernando Antônio Martinez Rodriguez; Francisco Afrânio Ponte Aragão; Francisco Almir Lopes da Luz; Francisco de Freitas Justo Junior; Francisco Edir Carneiro; Francisco Gilvan Moura Ribeiro; Francisco Marcelo Ribeiro Taumaturgo; Francisco Régis Campelo Dantas; Gerardo Oliveira de Almeida; Gilberto Cabral Vila-Nova;Gilberto Sousa Saboia; Gotardo Sales Gonçalves Junior; Guilherme Leite Mapurunga; Hercílio Teixeira; João Bosco Pimenta; João Castelo Branco de Araújo Filho; João Umberto de Paula Cavalcante; Jorge Luiz Maia de Oliveira; José Airton Carneiro Cardoso; José Aloísio Andrade Lima; José Arthur de Carvalho Junior; José Fábio Gomes Oliveira;

José Luzardo Teixeira; José Marconi Landim Leite; José Moésio Sousa Magalhães; José Ribamar Parente; José Sávio Cunha; José Valdir Barreto Rodrigues; Lília Freire Araújo Evaristo; Luiz França Barreto Junior; Manuelito Cavalcante Junior; Maria Albani Jovino; Maria Bernadette Frota Amora; Maria Carlenise Paiva de Alencar; Maria de Fátima Maia de Sousa; Maria do Socorro Marques Rodrigues; Maria Dulcilene Mourão; Maria Lyraneide Bezerra; Maria Socorro Ximenes Martins; Marcondes Junior Andrade Maia; Maurício Batista Pinho; Maurício Miranda Cabral; Newton Fernandes Silva Filho; Núbia de Oliveira Matos; Patrícia Eugênia de Gouveia C. Magalhães; Pedro Wilton Clares; Raimundo Wagner Luna; Ricardo Miranda Pinto; Robson Gonçalves Fontenelle; Rosa Gattorno Silva Ramos; Rui de Paula Barbosa; Sérgio de Alencar Araripe Rocha; Suely Beserra de Castro; Tereza Mônica Elpídio de Carvalho e Tiago Otacílio de Alfeu Junior.

53

TURMA DE 1968 DO COLÉGIO MILITAR DE FORTALEZA Abaixo segue a relação dos alunos da Turma de 1968 do C.M.F, por ordem alfabética: Adonias Melo de Cordeiro, Ailton Macêdo de Lima, Airton Ferreira de Oliveira, Aldenor Mesquita Filho, Alexandre Adolfo, Alves de Figueiredo, Alexandre Sabóia Leitão, Alfredo Turbay Neto, Aloysio Vasconcelos Filho, Aluísio Sérgio Novais Eleutério, Álvaro Plácido Cruz Ferreira Lima, Aniano Bezerra C.da Silva Costa Neto, Anísio José Almeida Alexandre, Antônio Alberto Rocha Aguiar, Antônio Carlos Veras de Araújo, Antônio Edísio do Nascimento e Silva, Arcelino de Mattos Brito Neto, Aurélio Fernandes Nunes, Carlos Alberto Sales Cavalcante, Carlos Augusto Giffoni Barros, Carlos Henrique Marques Uchoa, Carlos Roberto Carneiro de Oliveira, César Fontenele Catrib, Creto Augusto Vidal, Daniel Caetano de Figueiredo, Daniel Fidélis Viana de Barcelos, Daniel Rodrigues de C. Pinheiro, Danilo de Mattos Brito Góes, David Alcântara Meireles Pereira, Dimas de Queiroz Lima Filho, Dorian Sampaio Filho, Edgar Albuquerque Neto, Ednardo dos Santos Lopes, Edson Carvalho Nunes Filho,

Eduardo da Cunha Correia Lima, Eduardo de Medeiros Brandi, Elifas Chaves Gurgel do Amaral, Emilio Carlos Barbosa Praxedes, Fábio Pessoa Araújo, Fernando Antônio Figueiredo Mendes, Fernando Cláudio de Sousa, Fernando José Lopes de Castro Alves, Fernando Ricardo Marques Uchoa, Flávio Augusto Sales de Oliveira, Francisco Alfredo Pessoa Mota, Francisco Antônio Brandi, Francisco Charles Góes Farias, Francisco Eduardo Felipe Pessoa, Francisco Gentil Tavares Meireles, Francisco José Passos Mota, Francisco Maurício Freitas Uchoa, Frederico Antônio Saraiva Nogueira, George Alexandre Moreira de Sousa, Germano José Mendes Martins, Gustavo de Melo Reis de Sousa, Hamilton de Castro Filho, Heliomar Rocha Leitão, Ilton Ferreira de Araújo, Irtonio Pereira Rippel Júnior, Ivanildo Felix de Oliveira, Jahilton José Mota, Jaime Martins de Sousa Júnior, João de Deus Marques de Lima, João Wellington Maia, Joffre Coelho Chagas Júnior, José Ademar Gondim Vasconcelos, José Arnoldo Cabral Barbosa, José Bonfim de Albuquerque Filho, José Carlucio Gomes de Sousa, José Cronemberg Filho, José de Maria Moraes Estrela, José de Oliveira Alves, José Eduardo Gurgel do Amaral, José Erialdo de A Monteiro Júnior, José Filizola Mascarenhas de Abreu, José Joaquim de Almeida Neto, José

Washington Bastos Brasil, Juarez Pereira de Alcântara, Judicael de Almeida Jacó, Julio César de Sales, Julio César Pimentel de Oliveira, Ludwig Pinto Kleinberg, Luis Emmanuel Abrantes Pequeno, Luiz Cláudio de Mello Caminha, Luiz Virgínio Morais Correia Pinheiro, Mamede Nogueira de Queiroz Neto, Marcelo Alexandre Flores Barbosa, Marcos Antônio Nunes Torres de Melo, Marcus Augusto Gadelha Lopes, Marcus Lacerda Almeida, Marcus Regis de Paiva Costa, Marcus Roberto Ferreira Costa, Margarino Nascimento de Souza, Mário César Bezerra de Menezes, Mario Fernando da Costa e Silva, Max Alves Gomes Nogueira, Miguel Antônio Furtado de Arruda, Newton de Sousa Costa, Orlando Barros Freire, Oto Ossian de Brito, Paulo Anísio Teixeira e Silva, Paulo de Melo Machado Filho, Paulo José Lima Rocha, Paulo Pereira Jucá, Paulo Roberto de Lira Gondim, Paulo Rogério Rayol Braga, Paulo Sérgio de Melo Carvalho, Pedro Luís Cortezi Botelho, Pedro Paulo Avelino Martins, Philemon Benevides Magalhães Neto, Raimundo Nonato Rocha de Oliveira, Raimundo Valdir dos Santos Júnior, Rinaldo Albuquerque Cysneiros Filho, Roberto Pinheiro Klein Júnior, Roberto Ribeiro Costa Lima, Roberto Vieira de Albuquerque, Ronaldo Cabral Nogueira, Roney Sérgio Marinho de Moura, Ruy Davi de Góis, Ruy Flávio de

Araújo, Silvio Aragão de Almeida, Victor Samuel Cavalcante da Ponte, Vitor Frota Rios, Walmir Rodrigues de Castro Júnior, Wellington Barros Oliveira de Moura, Winston de Paulo Bastos Maia.

ENTRELAÇAMENTO ENTRE OS PAULA PESSOA E OUTRAS FAMÍLIAS

55

A família Paula Pessoa une-se à família Saboia através do casamento realizado a 22 de novembro de 1890 de Francisca Saboia Ximenes Aragão , n. a 17 de novembro de 1870 e fal. a 21 de março de 1937, filha de Francisca Cândida Saboia e de Manoel Cornélio Ximenes Aragão, com João Barbosa de Paula Pessoa, n. a 24 de novembro de 1868 e fal. a 26 de dezembro de 1915, filho do Senador Vicente Alves de Paula Pessoa e de sua 2a mulher Ana Barbosa de Paula Pessoa. O Senador Vicente Alves de Paula Pessoa n. em Sobral a 29 de março de 1828 e era filho do Senador Francisco de Paula Pessoa e de Francisca Carolina Alves. Unem-se , ainda, as duas famílias através do casamento de Antônia Ernestina Saboia de Albuquerque, filha do Cel. Ernesto Deocleciano de Albuquerque com o Dr. Antônio de Paula Pessoa de Figueiredo , filho de José Antônio de Figueiredo e de Antônia Geracina Paula Pessoa Figueiredo, que era filha do Senador Paula e, portanto, irmã do Dr. Vicente Alves, anteriormente citado. O Senador Francisco de Paula Pessoa, natural de Granja, filho do português Capitão-Mor Tomaz

Antonio Pessoa de Andrade e de Francisca de Brito Pessoa de Andrade, casou-se com Francisca Maria Carolina, nascida a 15 de março de 1807 em Santa Quitéria, filha única do Cel. Vicente Alves da Fonsêca, nascido em Quixeramobim, e de Antônia Geracina Isabel de Mesquita. Essa Antônia Geracina Isabel de Mesquita, n. em novembro de 1774 na povoação de Santa Quitéria e era filha única de Antônio Pinto de Mesquita, nascido em Jacurutu em 1736 e que foi casado com Dona Luiza Teresa de Jesus Colaço, natural de Itamaracá, Capitania de Pernambuco. Antônio Pinto de Mesquita exerceu os postos de Capitão das Ordenanças e foi ainda Capitão-Mor e Presidente do Senado da Câmara da antiga Vila Distinta e Real de Sobral, onde faleceu, tendo sido filho do Sargento-Mor João Pinto de Mesquita. João Pinto de Mesquita era português e chegou ao Brasil em companhia de um irmão, Manoel Santiago Pinto, indo residir nas terras que adquirira por sesmaria no rio Jacurutu, hoje Jacurutu-Velho, que fica no minicípio de Santa Quitéria, e, à época, não era muito distante da povoação do Riacho dos Guimarães, hoje cidade de Groaíras. O citado Sargento-Mor João Pinto de Mesquita casou-se em 1726 com Dona Tereza Rodrigues de Oliveira, filha do Capitão Luiz de Oliveira

Magalhães, natural de Sergipe d ‘El Rei , e de Dona Isabel Rodrigues Magalhães, natural do Rio Grande do Norte e irmã do Capitão-Mor Antônio Rodrigues Magalhães, dono de muitas fazendas de criação, entre as quais a Fazenda Caiçara, hoje cidade de Sobral. Também através do casamento de Maria da Soledade Miranda Pessoa (Sinhá Saboia), filha de Francisco de Paula Pessoa Filho e de Pudenciana Joaquina da Costa Miranda com o Dr. José Saboia de Albuquerque, irmão de Antonia Ernestina, estão entrelaçadas as famílias Paula Pessoa e Saboia. Temos ainda, em época mais recente, o casamento celebrado entre Maria Lúcia Coelho Saboia, filha do Dr. Carlos Ernesto Saboia de Albuquerque, com Luis Carlos Carneiro de Paula Pessoa, filho de Vicente Barbosa de Paula Pessoa, sendo este mais um dos inúmeros laços a unirem as duas distintas famílias sobralenses. O Dr. José Antônio de Figueiredo, natural do Cabo, Pernambuco, -pelo que sabe o Autor destas linhas-, foi o primeiro membro da família Figueiredo a chegar em Sobral e contrair matrimônio com pessoa da região, constituindo família; no caso, José Antônio seria o "Adão dos Figueiredo" da região norte do Ceará, tendo se casado com Antônia Geracina de Paula Pessoa

(n02), filha do Senador Paula Pessoa. Dele descendem quase a totalidade dos Figueiredo de Sobral . As famílias Saboia e Sanford entrelaçam-se pelo casamento de Judith Barbosa de Paula Pessoa, filha de Francisca Saboia Ximenes de Aragão e do Dr. João Barbosa de Paula Pessoa, com Paulo de Almeida Sanford, ex-prefeito de Sobral, filho de John Rorshore Sanford e de Minerva de Almeida Monte. x--x--x--x--x--x--x--x--x--x

• ABREVIATURAS p. pai

57

f. filho n. neto 2n. bisneto 3n. trineto 4n. quarto neto 5n. quinto neto 6n. sexto neto 7n. sétimo neto 8n. oitavo neto 9n. nono neto 10n. décimo neto fal. faleceu , falecido(a). n. nasceu, nascido(a). c.c. casou, casou - se com.

ORIGENS DA FAMÍLIA PAULA PESSOA

TOMAZ ANTONIO PESSOA DE ANDRADE, Capitão-Mor, nascido em Rabaçal, bispado de Coimbra, Portugal, era filho do notário Feliciano Pessoa de Andrade e de Dona Maria Tereza de Macedo. Vindo de Portugal em 1760 saltou na Bahia e veio para Sobral, onde esteve algum tempo como caixeiro; retirando-se para Granja , ai casou com Dona Francisca Mota, filha do português João Carvalho da Mota, vindo da Bahia, e irmã do Cel Mota, que representou papel saliente no norte da província e comandou forças organizadas no Ceará contra o General Fidié (vol. 1, Barão de Studart, ver também pág. 331, vol. 3, do Pe Sadoc in Cronologia Sobralense). Antonio Batista Fontenele escreveu em seu livro OS FONTENELE : " De Ribaçal, Bispado de Coimbra, veio o Capitão de Ordenanças Tomaz Antônio Pessoa de Andrade, com destino ao Ceará. Andrade era filho de Feliciano de Andrade Pessoa e sua mulher, Maria Tereza de Macedo. Como ponto de referência sobre seu novo destino, trazia a indicação da Vila de Sobral, por recomendação paterna. ...." O casal Tomaz Antônio Pessoa de Andrade e Francisca Maria de Jesus tiveram:

f09- ANA DE ANDRADE PESSOA CAPÍTULO I f01- FRANCISCO DE PAULA PESSOA CAPÍTULO II f02- JOÃO DE ANDRADE PESSOA ANTA CAPÍTULOIII f03- JOSÉ RAIMUNDO PESSOA DE ANDRADE CAPÍTULO IV f04- GONÇALO DE ANDRADE PESSOA CAPÍTULO V f05- JOAQUIM DE ANDRADE PESSOA CAPÍTULO VI f06- TOMÁS DE ANDRADE PESSOA CAPÍTULO VII f07- CATARINA DE ANDRADE PESSOA CAPÍTULO VIII f08- MARIA TERESA PESSOA CAPÍTULO I CAPÍTULO IX CAPÍTULO X ?f10- FRANCISCA TOMÁSIA PESSOA CAPÍTULO XI f?11- ANTONIO DE ANDRADE PESSOA CAPÍTULO XII ?f12- ISABEL PESSOA CAPÍTULO XIII f13- MANOEL DE ANDRADE PESSOA

59

x--x--x--x--x--x--x--x--x—x f01. Francisco de Paula Pessoa (Senador Paula). Nasceu em Granja a 24/3/1795 e fal. em Sobral a 16/7/1879. Casou-se a 16/5/1827 com Francisca Maria Carolina, n. em Santa Quitéria a 15/3/1807 e fal. em 1851, filha única do Cel. Vicente Alves da Fonsêca e de sua primeira mulher Antonia Geracina Isabel de Mesquita. Acerca do Senador Paula Pessoa, escreveu Lustosa da Costa em seu livro Clero, Nobreza e Povo de Sobral(pág. 87) “(....) A DINASTIA - Nascido em Granja, a 24 de março de 1795, falecido a 16 de julho de 1879, em Sobral, era filho do capitão-mor Thomaz Antônio Pessoa de Andrade e de dona Francisca de Brito Pessoa de Andrade, parente, registra o Barão de Studart,do célebre José Agostinho de Macedo. Aos 15 anos, achando Granja pequena para suas altas ambições, muda-se para Sobral, centro mais adiantado, onde foi Sargento-Mor, Capitão-Mor das antigas ordenanças da cidade e Vereador. Casa-se com a filha única do Coronel Vicente Alves da Fonseca e de sua mulher Antônia Geracina Isabel de Mesquita a 16 de maio de 1827, exatamente no mesmo dia em que o sogro, viúvo, faz o mesmo com Irene Ermelinda da Glória. Já era próspero e influente. Ligado, porém, a uma família

ilustre da região, tende a crescer em dinheiro e prestígio. Quando da instalação da Assembléia Provincial do Ceará, em abril de 1835, ele e o sogro estão presentes como Deputados do Partido Liberal(Chimango). Vice-Presidente da Província várias vezes até que, um dos mais votados na eleição para preenchimento de vagas no Senado, é escolhido por carta imperial de 23 de dezembro de 1848 senador do Império, posto vitalício em que se mantém por 31 anos. O senador tratou de espalhar filhos, genros e sobrinhos na vida pública cearense em que sua família exerceu influência até 1945, quando elegeu Egberto Rodrigues à Assembléia Nacional Constituinte e manteve os latifúndios que incorporou, até os dias de hoje. Francisco de Paula Pessoa Filho, médico conhecido por doutor Paulinha, morreu a dois de agosto de 1879 aos 43 anos como deputado federal, no Rio. Sua filha, Maria da Soledade, Sinhá, casou com o Juíz José Saboya, responsável pela eleição do genro, Plínio Pompeu, avô da Senadora Patrícia Saboya, para a Câmara Alta do País. Outro filho do senador, Vicente Alves de Paula Pessoa, foi eleito senador duas vezes. Na primeira, em 1879, o pleito foi anulado, devido à seca do ano anterior. A segunda, em 1881, na eleição para

preenchimento de três vagas na Câmara Alta, uma delas de Francisco de Paula Pessoa. O genro, conselheiro Rodrigues Júnior, foi Deputado e Ministro da Guerra do gabinete Lafayete, pai do senador Thomaz de Paula Rodrigues e do Deputado Estadual Paula Rodrigues, este chefe do Partido Democrata e político de maior prestígio no governo do Coronel Franco Rabelo. O neto, Thomaz de Paula Rodrigues, deputado federal e senador foi pai do deputado Egberto Rodrigues, deputado à Assembléia Nacional Constituinte, em 1946. Até um dias desses, a família tinha representante na Assembléia Legislativa do Ceará, Chico Figueiredo, que foi Secretário de Agricultura do Governo Parsifal Barroso e substituído no mandato pelo filho, Alexandre.” Acrescento que o Engenheiro Tomás Antônio Albuquerque de Paula Pessoa(Thomás Figueiredo) foi por duas vezes Prefeito da Cidade de Santa Quitéria; seu filho, de igual nome(Tomás Antônio Albuquerque de Paula Pessoa Filho) é atualmente(2010) Deputado Estadual pelo Ceará. O Senador Paula e Francisca Maria Carolina tiveram os seguintes filhos:

n01. n02. n03. n04. n05. n06. n07.

Vicente Alves de Paula Pessoa; Antônia Geracina de Paula Pessoa; Tomás Antônio de Paula Pessoa; Francisco de Paula Pessoa Filho; Maria Luiza de Paula Pessoa; Francisca Carolina de Paula Pessoa; Leocádio de Andrade Pessoa;

PARTE I

n01. Vicente Alves de Paula Pessoa. Senador do

61

Império e grande jurista, n. em Sobral a 29 de março de 1828 e casou-se três vezes. A primeira em Fortaleza a 20 de novembro de 1852 com Maria Barbosa, filha do major Simão Barbosa Cordeiro e de Ana Mendes Barbosa. Ao ficar viúvo, o Dr. Vicente Alves casou-se com sua cunhada Ana Barbosa de Paula, irmã de sua primeira mulher, a 01/02/1865, em Canindé. Casou-se pela terceira vez com Mariana Barbosa Cordeiro, a 5 de junho de 1870, também em Canindé. O historiador Cônego Fco. Sadoc de Araújo cita em seu livro Cronologia Sobralense - vol. II , à pág. 177: " Fazendo alusão aos seus três casamentos , o Senador gostava de dizer o seguinte trocadilho: Casei-me com Maria, Ana e Mariana." ****DO PRIMEIRO CASAMENTO de Vicente Alves com Maria Barbosa nasceram:

2n 01. Francisco Vicente Barbosa de Paula Pessoa, n. em Fortaleza-Ce a 23/10/1853, no sobrado à rua Formosa. Foi batizado pelo Vigário-Geral( depois Senador do Império) Tomáz Pompeu de Souza Brasil, aos 19/02/1854, sendo padrinhos o seu avô, Senador Francisco de Paula Pessoa e sua tia (depois madrasta) Da. Ana Barbosa Cordeiro(segundo Wicar de Paula Pessoa). Bacharel em Direito pela Faculdade de Recife, c.c. sua prima Francisca Carolina de Paula Figueiredo(2n14), filha do Dr. José Antônio de Figueiredo e de Antonia Geracina de Paula Pessoa Figueiredo, a 10/12/1887. Tiveram: 3n 01. Vicente de Paula Pessoa, Bacharel em Direito, c. no Rio de Janeiro. Conhecido por VPP; 3n 02. Jaime de Paula Pessoa, n. em 1905 em Fortaleza, c.c. Maria Consuelo Austragésilo (Maria Rodrigues Lima), filha do Dr. José Austragésilo Rodrigues Lima e de Maria Celeste. Tiveram: 4n ... Adalgisa de Paula Pessoa; 4n ... Margarida de Paula Pessoa; 4n ... Rita de Paula Pessoa, c.c. Gustavo Linhares, de Sobral. Pais de: 5n ... Jaime de Paula Pessoa Linhares, Advogado e Delegado da Polícia Civil, exerceu importante cargo no Setor de Segurança Pública do Estado do Ceará; 4n ... Francisco de Paula Pessoa;

4n ... Maria Odele de Paula Pessoa , c.c. o Cel PM Nicodemos Araújo; 4n ... Raimundo Austragésilo de Paula Pessoa; 4n ... Renato Austragésilo de Paula Pessoa, c.c.Tereza Oliveira, natural do Rio de Janeiro. Tiveram: 5n ... Francisca Carolina de Paula Pessoa, n. no Rio de Janeiro, e que forneceu importantes dados ao Autor; 5n ... Francisco Antônio Oliveira de Paula Pessoa; 3n 03. Eloá de Paula Pessoa, inupta. 3n 04. Odele de Paula Pessoa, inupta. 2n 02. Ana Barbosa de Paula Pessoa, n. a 24/11/1854 em Fortaleza, c.c. seu primo Dr. Plácido Fontenele de Pinho Pessoa (2n64), a 19/9/1874. Deste consórcio nasceu um filho e Ana faleceu em conseqüência desse parto com 21 anos de idade a 3/1/1876. Tiveram: 3n 05. Vicente, fal. dias depois de nascido. 2n 03. Simão Barbosa de Paula Pessoa, n. a 26/04/1856, c.c. Ana Isabel Camarão no Rio de Janeiro. Não houve sucessão. 2n 04. Vicente Alves de Paula Pessoa Filho, Engenheiro, n. a 30/08/1857. Viveu maritalmente com Da Isabel, natural do Rio Grande do Sul e

tiveram uma filha: 3n 06. Olga, em casa chamada Linda, que nasceu a 26/03/1890. Olga foi batizada a 5/01/1896 na Igreja de Nossa Senhora da Penha, no Rio, Freguesia de Irajá. 2n05. Francisca Barbosa de Paula Pessoa, n. a 23/10/1859 na vila de Saboeiro-Ceará e fal. na cidade de Sobral a 18/11/1868, vítima de coqueluche. 2n06. Tomás Barbosa de Paula Pessoa, n. a 24/05/1861 e fal. a 14/07/1903. Casou-se com Maria Pia Severino Duarte, filha do Major Vicente Severino Braga Duarte e de Luiza Libânia Braga Duarte, a 31/10/1885 em Sobral. Tomás foi jornalista notável, redator da Gazeta de Sobral e fundador do Clube Republicano de Sobral. Tiveram: 3n 07. Maria Duarte de Paula Pessoa, n. a 30/10/1886 e fal. a 31/10/1886; 3n 08. Luiza Duarte de Paula Pessoa, n. a 16/12/1887 e foi batizada na Igreja do menino Deus em Sobral; c.c. João Gutemberg Mendes, filho de João Modesto Pereira Mendes e de Maria José Mendes, a 07/09/1907. Tiveram: 4n 01. Tomaz de Paula Pessoa, n. a 30/06/1908; 4n 02. João, n. a 02/10/1911; 4n 03. Jorge, n. a 06/06/1913; 4n 04. José, n. a 22/12/1914;

63

3n09. Victor Duarte de Paula Pessoa, n. a 25/09/1889 em Sobral; c.c. Maria Aragão Mendes, filha de Antonio Enéas Pereira Mendes e de Regina Saboia Aragão Mendes, a 12/09/1908. (ver o Livro Os Saboia-Esboço de Genealogia-, do mesmo Autor deste Trabalho). 3n.10. Hugo de Paula Pessoa, n. a 28/04/1895, c.c. Maria Amélia Rodrigues de Almeida, filha do Dr. Joaquim Antunes de Almeida Lobo e de Estefânia Rodrigues de Almeida, a 26/11/1918; 3n 11. Carlos de Paula Pessoa, n. a 28/05/1897; 2n07. Maria Barbosa de Paula Pessoa, n. a 10/07/1862 na Fazenda Jacurutú (Canindé) e fal. em Sobral a 11/07/1865; 2n08. Maria Barbosa de Paula Pessoa, n. a 28/01/1864 na Fazenda Serrote, Canindé; c.c. o seu cunhado Dr. Plácido Fontenele de Pinho Pessoa (2n64)a 25/12/1890 em Fortaleza, viúvo de sua irmã Ana Barbosa(2n02), e formado pela Academia de Direito de Pernambuco. O Dr. Plácido de Pinho Pessoa nascido aos 9/5/1856 na Fazenda Retiro, Granja, era filho de João de Pinho Pessoa (f. de Marçal Borges de Pinho e de Maria Tereza de Pinho) e de Geminiana Fontenele, nascida em 1827, filha de Plácido Fontenele e de Maria Antonia dos Santos; Tiveram: 3n 12. João de Pinho Pessoa, formou-se em

Direito e c. em Minas Gerais. Deste matrimônio nasceram sete filhas e um filho. Faleceu em 1974 aos 78 anos de idade; 3n 13. Geminiana de Pinho Pessoa, c.c. Manoel Marinho de Andrade, Médico, n. a 23 de agosto de 1880, filho de Alfredo Marinho de Andrade e de Belarmina Caetana de Oliveira Gondim. Casados em Canindé-Ce, a 09/05/1912, tiveram: 4n05. Osir Pinho Marinho de Andrade, n. em Sobral a 12 de agosto de 1916. Engenheiro Agrônomo formado pela Escola de Agronomia do Ceará, casou-se com Maria Haydê Araujo, irmã de Walter Araújo. Tiveram: 5n01. Maria Denise Marinho, filha única, c.c. Francisco Assunção Monte Coelho e tiveram: 6n01. Antonio de Pádua Marinho Monte, filho único, n. a 21 de março de 1974. Foi aluno do autor no Colégio Geo Studio Sobralense; 4n06. Walmir Pinho Marinho de Andrade, falecido aos 2 anos de idade; 4n07. Ademar Marinho de Andrade, fal. em acidente de carro. Era casado com uma das filhas de José Lino da Silveira; 4n08. Plácido Marinho de Andrade, n. em Sobral a 08/10/1917 e c.c. Maria Gláucia, da família Ferreira Gomes, da cidade de Acaraú-Ce. Bacharel em Direito em 1946 e Promotor de Justiça, é autor do

interessante livro SOBRAL - HUMOR E PROSA. Tiveram: 5n02. João Jaime Gomes Marinho de Andrade. Casado com Márcia Jereissati, foi Chefe de Gabinete do Governador do Ceará Tasso Jereissati; 5n03. Fernanda Marinho de Andrade, c.c. Clístenes, filho de Manoel Gonçalves da Silva e de Eneida. Casaram-se na Igreja do Cristo Rei, em Fortaleza; 4n09. Elsa Pinho Marinho de Andrade, c.c. o Dr. João Batista Esmeraldo de Vasconcelos, Advogado, nascido a 23/06/1912, filho de José Fabião de Vasconcelos e de Ana Esmeraldo de Vasconcelos. Tiveram: 5n04. Francisco de Assis Marinho de Vasconcelos (Chico Memé) , proprietário da gráfica Ingrapel em Sobral, c.c. Maria das Graças Albuquerque. Tiveram: 6n02. Elza Albuquerque Vasconcelos (Elzinha), Odontóloga; foi aluna do Autor no ano de 1990 no Colégio Sobralense-Geo Studio. Casou-se com Márcio Barata Freire. Tiveram: 7n..... Lucca Vasconcelos Freire ; 7n..... Lunna Vasconcelos Freire ; 6n03. Francisco Assis Marinho Vasconcelos Filho, Bacharel em Administração de Empresas,

também foi aluno do Autor destas linhas. Casou-se com Mariana Montenegro Bastos Mota; 6n04. Fábio Albuquerque Vasconcelos , c.c. Isabela Markan Rios. Pais de: 7n..... Lara Markan Rios Vasconcelos ; 5n05. José Fabião Vasconcelos Neto, formado em Engenharia Química pela Universidade Federal do Ceará , é funcionário da Universidade Estadual Vale do Acaraú. Casou-se com Maria Lucia Medeiros. Tiveram: 6n05. Fabiana Medeiros Vasconcelos; 6n06. Lívia Medeiros Vasconcelos; 6n07. Vitor Medeiros Vasconcelos; 5n06. Manoel Marinho Vasconcelos, n. a 22 de abril de 1945 e faleceu em 1997. Engenheiro agrônomo casou-se a primeira vez com Maria das Graças Parente, n. a 19 de julho de 1949, filha do Dr. Hugo Mendes Parente, n. a 15/10/1920 e de Emilia Lopes; Manoel Marinho exerceu o cargo de Chefe de Gabinete do Secretário de Agricultura do Estado do Ceará e c. a segunda vez com Virgínia Costa Lima. Manoel Marinho e Maria das Graças tiveram: 6n08. Hugo Parente Vasconcelos; 6n09. Rodrigo Parente Vasconcelos; 6n10. Manoela Parente Vasconcelos; Do segundo casamento nasceu:

65

6n11.Joana; 5n07. João Batista Marinho Vasconcelos , Médico formado pela Universidade Federal do Ceará em 1973, c.c. Helenira Ellery. Tiveram: 6n12. Germana Ellery Marinho, Acadêmica de Pedagogia da Universidade Estadual Vale do Acaraú, em Sobral; 6n13. Leonardo Ellery Marinho, Acadêmico de Medicina da U.F.C; assim como sua irmã Germana, foi aluno do Autor no Colégio GeoSobralense; 6n14. Ivna Ellery Marinho c.c. Carlos Eugênio Ellery Lustosa da Costa, filho do Deputado Paulo Lustosa; 5n08. Ana Maria Marinho Vasconcelos c.c. Ubirajara Ramos Cairo e tiveram: 6n.... Gildásio; 6n.... João Carlos; 6n.... Danilo; 5n09. Rosa de Lourdes Marinho Vasconcelos c.c. Renato Catunda Parente, n. a 10/09/1946; 5n10. Elza Maria Marinho Vasconcelos, casou a primeira vez com Alfredo Lopes Neto e a segunda vez com Frederico Lustosa da Costa. Do primeiro casamento nasceram: 6n15. Aline; 6n16. Pablo;

6n17. Paloma; Do segundo casamento nasceu: 6n18.Maurício; 4n10. José Marinho de Andrade, n. em 22/12/1927. Engenheiro Químico Industrial pela Universidade de Curitiba, industrial e fazendeiro residente em Vitória da Conquista, na Bahia; 4n11. Francisco Marinho de Andrade c.c. Zelisa Guimarães Moraes, n. a 19/02/1939. Tiveram: 5n11. Lincoln Moraes de Andrade, c.c. Aline; 5n12. Fernando Moraes de Andrade; 5n13. Ciro Moraes de Andrade; 5n14. David Moraes de Andrade; 4n12. Maria do Carmo Pinho Marinho de Andrade, c.c. José Edmilson Sousa, nascido a 6 de outubro de 1925, filho de Francisco Hermenegildo de Sousa. Tiveram: 5n15. Francisco Hermenegildo Sousa Neto, Engenheiro Civil e Professor Universitário é também Vereador por Sobral eleito pelo PDT(Partido Democrático Trabalhista) em 1997. Companheiro de mocidade do Autor , casou-se com Jeane Mary Lucetti e tiveram: 6n19. Igo Lucetti Sousa, n. em 1983; 6n20. Breno Lucetti Sousa; 6n21. Victor Lucetti Sousa; 5n16. José Edmilson Sousa Filho, Engenheiro

Civil, c.c. Stefânia e tiveram: 6n.... Camila; 5n17. Carmilce Marinho de Andrade c.c. Gustavo e tiveram: 6n.... Nicole; 4n13. Manoel Marinho de Andrade; 4n14. Valney Marinho de Andrade, c.c. Lúcia Maria Catunda Parente, n. a 31/12/1941; 4n15. Erineudes Marinho de Andrade; 3n14.Maria de Pinho Pessoa; 3n15. Ana de Pinho Pessoa; 3n16. Abigail de Pinho Pessoa; 3n17.Laura de Pinho Pessoa , fal. em 1943; 3n18. Plácido de Pinho Pessoa Filho, residente em Canindé-Ce; 3n19. Alzira de Pinho Pessoa, casada com César Fernandes em Fortaleza; 3n20. Otília de Pinho Pessoa, c.c. o Dr. Lauro de Paula Vale, Bacharel em Direito; 3n21. Vicente de Pinho Pessoa , Engenheiro Civil residente no Rio de Janeiro; 3n22. Francisco de Pinho Pessoa , fazendeiro no município de Canindé; **** DO SEGUNDO CASAMENTO de Vicente Alves com Ana Barbosa nasceram:

2n09. José Barbosa de Paula Pessoa, n. a 26/01/1866 e fal. inupto a 15/05/1894. Foi sepultado no Cemitério de São João Batista, na cidade do Rio de Janeiro. 2n10. João Barbosa de Paula Pessoa, Advogado, n . a 24/11/1868 e fal. a 26/12/1915; c.c. Francisca Saboia Ximenes de Aragão, n. a 17/11/1870 e fal. a 21/03/1937, filha de Manoel Cornélio Ximenes Aragão e de Francisca Saboia de Aragão, a 22/11/1890. Tiveram 10 filhos: 3n23. Ana Aragão de Paula Pessoa(Naninha), casou-se a 16 de setembro de 1911 com Piragibe Mendes, comerciante, nascido a 25 de dezembro de 1886 e fal. a 10 de outubro de 1941, filho de Manuel Felizardo Pereira Mendes e de Maria Candida Mendes da Rocha. Pe. Francisco Sadoc de Araújo escreveu à página 109, vol. 5 da Cronologia Sobralense: " 8 de janeiro de 1921 (sábado): Às 13 horas é inaugurado o Banco de Crédito Agrícola de Sobral à Rua Campelo; o capital inicial foi de 150:000$000. A seção inaugural foi presidida pelo Sr. Piragibe Mendes. Usou a palavra o idealizador do Banco, o Sr. Oriano Mendes. Foi o primeiro estabelecimento bancário da cidade." Ana e Piragibe tiveram:

67

4n16. Maria Cândida de Paula Pessoa Mendes c.c. José Godofredo Rangel, comerciante. Casou-se em segundas núpcias com o Dr. Marco Antonio Forte, em Fortaleza. Do primeiro matrimônio nasceram: 5n.... Mauro Rangel ; 5n.... Roberto Rangel ; 5n.... Reginaldo Rangel ; Do segundo casamento nasceram: 5n18. Carlos Alberto Mendes Forte. Estudou no Colégio Militar de Fortaleza, turma de 1968, a mesma do Autor. Formou-se em Direito pela Universidade Federal do Ceará e casou-se a 26 de setembro de 1991 com Karla Cardoso de Alencar em Fortaleza. É Advogado do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA) em Fortaleza. Tiveram: 6n22. Carlos de Alencar Forte; 5n19. Antônio José Mendes Forte. Exímio pianista é atualmente parceiro de Egberto Gismonti; casou em primeiras núpcias com Maria de Fátima Goulart, portuguesa. Tiveram: 6n23. Marco Goulart Forte; Antonio José casou em segundas núpcias com Odália Sampaio e tiveram: 6n24. Ana Sampaio Forte; 4n17. Neide de Paula Pessoa Mendes casou-se a

29 de junho de 1941 com Heitor Esteves Nobre, n. a 24 de dezembro de 1912, filho de Custódio Ferreira Nobre e de Raimunda Esteves. Heitor foi gerente do Banco do Brasil em Fortaleza e possuia um sítio próximo a Fortaleza, denominado " o paraíso dos macacos" , em alusão ao seu apelido de macaco, sítio este que o Autor visitou nos anos de 1968 e 1969. Tiveram: 5n20. Vânia Mendes Nobre, n. a 7 de outubro de 1942; 5n21. Ernani Mendes Nobre, n. a 24 de agosto de 1947, Engenheiro Civil e Professor Universitário (Unifor), lecionou a disciplina de Concreto Armado I ao Autor dessas linhas, em 1981. Trabalhou no Nutec e c.c. Tereza Gorete da Ponte Aguiar, filha de Raimundo Mendes Aguiar e de Maria de Jesus Cavalcante ( D.a Jú, filha de Samuel Gomes da Ponte). Gorete é irmã do empresário José Lirio, natural de Sobral e radicado em Brasília. Ernani e Gorete tiveram: 6n25. Régis Aguiar Nobre; 6n26. Lívia Aguiar Nobre; 6n27. Mariana Aguiar Nobre; 5n22. Ricardo Mendes Nobre, n. a 22 de janeiro de 1954. Casou-se com Lisia e tiveram: 6n28. Alexandre Nobre; 6n29. Juliana Nobre;

4n18. João Barbosa de Paula Pessoa Mendes, Coronel do Exército da Arma de Artilharia e Engenheiro Militar, nasceu em Sobral a 12 de dezembro de 1916 e fal. em São Paulo em 2005. Casou-se a 31 de julho de 1943 com Maria Izana Pires Chaves, natural de Uruburetama, Ceará, filha do Maestro Ismael Pires Chaves e de Joana Estela dos Santos Chaves. João Barbosa cursou o Colégio Militar do Ceará de 1930 a 1935. Ingressou na Escola Militar de Realengo, RJ, em 1936 de onde saiu Aspirante a Oficial em dezembro de 1938. Matriculou-se na Escola Técnica do Exército(Hoje Instituto Militar de Engenharia-IME), tendo concluído o curso de Engenheiro Industrial de Automóveis em dezembro de 1949, no posto de Capitão. João Barbosa e Izana tiveram: 5n23. Ana Maria Mendes, nascida em 10 de julho de 1945 na cidade do Rio de Janeiro. É Formada pelo Instituto Mackenzie, São Paulo, no Curso de Secretariado, em 1965. Casou-se a 20 de abril de 1972 com Marco Antonio Buselli, nascido a 22 de maio de 1946, natural de São Paulo, SP, formado pela Faculdade de Turismo de São Paulo.Tiveram: 6n30. Patrícia Mendes Buselli; 6n31. André Mendes Buselli; 5n24. Vera Lúcia Mendes, nascida em 19 de

novembro de 1951, na cidade do Rio. Depois de concluído os cursos Técnico de Arquitetura e Interiores, pela Escola Panamericana de Artes e Desenho Industrial pela Universidade Mackenzie, seguiu para Roma , Itália, onde graduou-se em Arquitetura e Urbanismo pela Università degli Studi di Roma, defendendo sua Tese de Doutorado em Projeto de Arquitetura e Urbanismo. Atualmente reside em Santa Cruz Cabrália, Bahia, onde presta serviços de arquitetura para a Prefeitura local. É divorciada e não teve filhos; 5n25. Nilza Mendes, nascida em 25 de abril de 1957, na cidade de Curitiba, PR. Concluiu o Curso Técnico em Administração no Instituto Mackenzie e diplomou-se em Psicologia pela Faculdade de Ciências e Letras São Marcos, SP, em 1982. Casouse a 14 de abril de 1993 com Antonio Aldenízio Pinheiro, nascido a 8 de maio de 1960, natural de Fortaleza. Nilza trabalha em São Paulo desempenhando trabalhos na área de Informática; 4n19. Manoel Felizardo de Paula Pessoa Mendes, Cel. do Exército da Arma de Infantaria e Professor do Colégio Militar de Fortaleza , n. em 1918 em Sobral-Ce e faleceu em Fortaleza no ano de 2000. Casou-se com Maria Figueiredo Mendes(3n38), filha do Dr. Antônio de Paula Pessoa de Figueiredo e de Antonia Ernestina Saboia de Albuquerque. Foi

69

professor de Matemática do Autor em 1968 no Colégio Militar de Fortaleza. Mons. Vicente Martins a ele assim se refere: "(...)Fez os estudos primários em sua terra natal e o curso de preparatórios no Colégio Militar do Ceará, onde concluiu a 20/12/1936. Seguindo para o Rio de Janeiro, matriculou-se na Escola Militar de Realengo a 1o de abril de 1937. Foi declarado Aspirante a Oficial a 12 de dezembro de 1939 e promovido a 2o Tenente a 24/12/1940." VER DESCENDÊNCIA NA MULHER; 4n20. Ieda de Paula Pessoa Mendes c.c. Armando Pinto Nogueira e tiveram: 5n.... Tânia Mendes Nogueira ; 5n.... Sandra Mendes Nogueira ; 5n.... Sérgio Mendes Nogueira ; 5n.... Cláudio Mendes Nogueira ; 5n.... Ana Luiza Mendes Nogueira ; 3n24. Maria Geminiana Aragão de Paula Pessoa (Mimi), n. a 09/03/1894, casou-se a 9 de outubro de 1915 com Flávio Viriato de Saboia , comerciante, filho de José Viriato Figueira de Saboia e de Antônia Adélia de Saboia. Tiveram: 4n.... José Flávio de Paula Pessoa Saboia. Coronel de Exército , Engenheiro Civil e empresário no setor de construção civil, n. em

Sobral a 18 de outubro de 1916. Casou-se com Silvia Alves de Melo, natural da Paraiba. Tiveram: 5n... Flávio Viriato de Saboia Neto, Engenheiro Agrônomo, c.c. Maria Inez Barreira e tiveram: 6n... Henrique Barreira de Saboia; 6n... Renata Barreira de Saboia; 6n... Erick Barreira de Saboia; 6n... Sabrina Barreira de Saboia; 5n... Anamaria Alves de Paula Pessoa Saboia, c.c. o Coronel da Aeronáutica Ruy Silva. Tiveram: 6n... Alexandre Saboia Silva; 6n... Flavia Saboia Silva; 5n... Silvane Alves de Paula Pessoa Saboia, casouse em primeiras núpcias com Cláudio Henrique Câmara e tiveram: 6n... Cláudio Henrique Saboia Camara; 6n.... David Saboia Camara; Silvane casou em segundas núpcias com o capitão da Aeronáutica Daniel Dubanhevitz e tiveram: 6n.... Rafael Saboia Dubanhevitz; 5n.... Ivana Alves de Paula Pessoa Saboia c.c. Flávio Boaventura Gomes e tiveram: 6n.... Ursula Saboia Gomes; 4n.... Odele Paula Pessoa Saboia, n. em Sobral a 5 de janeiro de 1917 e fal. a 21/08/2003. Professora diplomada pelo Colégio Sant’Ana de Sobral, casouse a 4 de fevereiro de 1939 com Luciano Alves

Lopes, comerciante, falecido a 18/07/2004, filho do Cel. João Lopes e de D. Francisca Alves Lopes. Tiveram: 5n.... Silvia Saboia Lopes. Advogada, Procuradora da Justiça do Trabalho em Brasília, cc .... e tiveram: 6n.... Silvia Camilla Saboia Lopes; 5n.... Cecy Saboia Lopes, Economista, c.c. Nelson Waldemar Lindemann, também Economista, natural do Rio Grande do Sul. Tiveram: 6n... Felipe; 6n... Luciana; 5n... Luciano Lopes Filho, Engenheiro Químico e Economista, c.c. Norma Moura. Tiveram: 6n.... Rafaela; 6n.... Marcela; 5n.... Lais Saboia Lopes, Médica, c.c. Eduardo Moreira Tavares de Melo, também Médico, e Empresário. Tiveram: 6n.... Leonardo; 6n.... Henrique; 4n.... João Barbosa de Paula Pessoa Saboia. Engenheiro Agrônomo, n. a 7 de janeiro de 1935 e casou-se a 6 de maio de 1967 com Maria Carmem Porto, filha de Antonio Ferreira Porto e de Alice Félix Porto. Tiveram: 5n.... Daniele Porto Saboia, n. a 12 de junho de

1976; 5n.... João Flávio Porto Saboia, n. a 13 de fevereiro de 1985; 3n25. Vicente Barbosa de Paula Pessoa, c.c. Abigail Trevia Carneiro, filha de Manuel Juarez Carneiro e de Maria Trevia Carneiro, natural de Camocim. Tiveram: 4n21. Mona Waleska Barbosa de Paula Pessoa, c.c..... e tiveram: 5n26.Júnior Moraes; 5n27. Ricardo Moraes de Paula Pessoa; 5n28. Rafael Moraes de Paula Pessoa; 5n29 Átila Moraes de Paula Pessoa; 4n22. Francisco Amaury Carneiro de Paula Pessoa, n. em 1938, Analista Bioquímico e Professor Universitário vinculado a U.E.C.E(Universidade Estadual do Ceará); c.c. Maria Neice Barreto Arruda, nascida a 29 de junho de 1941, Bancária, filha de José Maria Arruda Coelho e de Euridice Barreto Arruda. Amaury é exímio pianista e reside atualmente em Fortaleza. Tiveram: 5n30. Silvana Maria Arruda Paula Pessoa c.c. Joaquim Nabuco Pereira Junior. Deste casamento nasceram: 6n.... Raoni Paula Pessoa Pereira ; 6n.... Joel Paula Pessoa Pereira ;

71

6n.... Júlia Paula Pessoa Pereira ; 5n31. Nicia Arruda Paula Pessoa c.c. Danilo Souza Magalhães e tiveram: 6n32. Danilo Souza Junior; 6n.... Gabriela Paula Pessoa Magalhães ; 6n.... Beatriz Paula Pessoa Magalhães ; 5n32. Liana Arruda Paula Pessoa c.c. Abílio Oliveira Lima Junior. Tiveram: 6n.... Emanuel Paula Pessoa Lima ; 6n.... Lia Paula Pessoa Lima ; 6n.... Samuel Paula Pessoa Lima ; 5n33. Sérgio Arruda Paula Pessoa, Engenheiro Civil, c.c. Gláucia Ferreira Leite. Pais de: 6n.... Luana Leite Paula Pessoa ; 4n23. Luis Carlos Carneiro de Paula Pessoa, c.c. Maria Lucia Coelho Saboia, n. em 1944 no Rio de Janeiro e fal. em Fortaleza em 1994, filha de Carlos Ernesto Saboia de Albuquerque e de Leonor Coelho Saboia de Albuquerque. Tiveram: 5n34. Carlos Ernesto Saboia de Albuquerque , n. e fal. em 1961; 5n.35. Luis Carlos Saboia de Paula Pessoa (Ló), n. em 1962. Formou-se em Administração de Empresas pela Universidade de Fortaleza e c.c. Rosiane, natural do Estado do Amapá. Tiveram: 6n33. Carlos Ernesto Saboia de Albuquerque, n. em 1990;

5n.36. Adriane Saboia de Paula Pessoa, n. em 1965, formada em Administração de Empresas. Solteira; 5n37. Cristiane Saboia de Paula Pessoa, n. em 1966, c.c. Manoel Alfredo Martins e Rocha Filho, natural do Piauí. Tiveram: 6n34. Manoel Alfredo Martins e Rocha Neto, n. em 1991; 6n35. Lucas Saboia Rocha, n. em 1994; Ao ficar viúvo, Luis Carlos c.c. Ileana Castelo Vieira, sobrinha do ex-Governador do Ceará Plácido Castelo. Luis Carlos e Ileana geraram: 5n.... Karla Maria de Paula Pessoa ; 5n.... Tatiana Vieira de Paula Pessoa ; 4n24. Fernando Carneiro de Paula Pessoa, n. em 1950, Médico em Fortaleza. Casou-se com Hilda Maria Cruz, da família Veras Coelho, da cidade de Camocim-Ce. São os pais de: 5n38. Ana Karine Paula Pessoa, c.c. Roberto Arrais Maia; 5n39.Kamila Paula Pessoa; 5n40. Henrique Paula Pessoa; 4n25. Wilson Carneiro de Paula Pessoa (Wilsinho), companheiro de adolescência do Autor, c.c Maria da Conceição Lopes e tiveram: 5n41. Érico Collier Paula Pessoa, filho único;

3n26. Judith Barbosa de Paula Pessoa, casou-se a 10 de fevereiro de 1926 com Paulo de Almeida Sanford, Engenheiro Agrônomo e ex-Prefeito de Sobral, nascido em Sobral a 17 de agosto de 1898 , filho de John Rorshore Sanford e de Minerva de Almeida Monte. Tiveram: 4n26. João de Paula Pessoa Sanford, Oficial do Exército e Engenheiro Civil, proprietário da Construtora Britânia, residente em Fortaleza, c.c. Olga Barroso. Tiveram: 5n42. Nise Sanford, Engenheira Civil e professora da Unifor-Universidade de Fortaleza. Foi professora do Autor destas linhas no Curso de Engenharia Civil. Casou-se com José Carlos Fraga e tiveram: 6n36. João Carlos Sanford Fraga; 6n37. Ivo Sanford Fraga; 6n38. Valéria Sanford Fraga; Depois Nise casou-se com seu primo Luis Fernando Pessoa(.....), que foi casado com Miriam Pinheiro. 5n43. Paulo de Almeida Sanford Neto, c.c. Denise Nóbrega e tiveram: 6n39. Marcelo Nóbrega Sanford; 6n40. Paulo Nóbrega Sanford; 6n41. Ticiana Nóbrega Sanford; 5n44. Carla Sanford , c.c. Jeovah Damasceno

Filho e tiveram: 6n42. Jeovah Alves Damasceno Neto; 6n.43. Rodrigo Sanford Damasceno; 6n44. Rômulo Sanford Damasceno; 6n.45. Karina Sanford Damasceno, já falecida; 5n45. Maria Sanford, c.c. Pablo Neiva, natural da Colômbia e geraram: 6n46. Vicente Sanford Neiva; 4n27. Maria Nise de Paula Pessoa Sanford, c.c. o Dr. Olavo Rangel Parente, n. em Sobral a 6 de agosto de 1918, Médico, filho de Raimundo Osvaldo Rangel Parente e de Rosalina Cavalcante Rangel, a 10 de abril de 1948. Tiveram: 5n46. Maria Carmen Sanford Rangel Parente, n. a 30 de setembro de 1959. Casou-se a 4 de junho de 1981 com Antonio José Veras Parente, n. a 7 de abril de 1955, comerciante, filho de Antonio Rodrigues Parente e de Maria Guaraci Veras Parente. Tiveram: 6n47. Gisela Sanford Rangel Parente, n. a 26 de dezembro de 1981; 6n48. Michele Sanford Rangel Parente, n. a 17 de outubro de 1985; 4n28. Solange de Paula Pessoa Sanford c.c. Vicente de Paula Feitosa. Tiveram: 5n47. Paulo Sanford Feitosa c.c. Eliane e tiveram: 6n49.Paulo Victor Feitosa;

73

5n48. Vicente Sanford Feitosa c.c. Lara e tiveram: 6n50. Ana Carolina Feitosa; 6n51. Sissi Feitosa; 5n49. Ana Luiza Sanford Feitosa, c.c. o médico Gerardo Oliveira e tiveram: 6n52. Louise Feitosa Oliveira; 6n53. Anne Feitosa Oliveira; 4n29. Helvécio de Paula Pessoa Sanford, Advogado, c.c. Liana Lima Mascarenhas, filha do Gen. Bolivar Mascarenhas e de Minerva Sanford Lima e tiveram: 5n50. Denise Mascarenhas Sanford, n. a 31 de agosto de 1970, c.c. Guilherme Sampaio e tiveram: 6n54. Gabriel Sanford Sampaio; 6n55. Pedro Sanford Sampaio; 5n51. Ricardo Mascarenhas Sanford, n. a 19/01/1972, c.c. Mariana Paz e tiveram: 6n56. Gustavo Paz Sanford; 5n.52 Maurício Mascarenhas Sanford, n. a 03/10/1977, ex- funcionário da Universidade Estadual Vale do Acaraú, foi eleito em 2004 Vereador pela cidade de Meruoca. Formado em Administração de Empresas pela U.V.A . Casou-se com Andréa Pinheiro e tiveram: 6n.57 Júlia Pinheiro Sanford , n. em 17/07/1999; 5n53 Eveline Mascarenhas Sanford, n. a

23/07/1982; 4n30. Roberto de Paula Pessoa Sanford. Formouse em Agronomia pela UFC em 1975; 3n27. José Barbosa de Paula Pessoa c.c. Jandira Pires Chaves, filha de Ismael Pires Chaves e de Maria Chaves. Tiveram: 4n31. Lúcio Glauro Pires de Paula Pessoa , funcionário do Banco do Brasil, casou-se a 12 de março de 1955 com Maria José Mendes Adeodato, filha de João Nogueira Adeodato e de Luzia Mendes Adeodato, já falecida. Lúcio Glauro fal. em Sobral em 2005. Tiveram: 5n54. Felizardo; 5n55. Sandra; 5n56. Lúcio Júnior; 5n57 José Alber, c.c. Ormisa Frota Angelim. Trabalha na Universidade Estadual Vale do Acaraú(UVA); 4n32. Darcy Barbosa Pires de Paula Pessoa, n. a 18 de dezembro de 1938 e casou-se a 6 de outubro de 1962 com Maria da Conceição Mont’Alverne Rangel, nascida a 6 de outubro de 1943, filha de José Edson Rangel e de Maria Alpha Mont’Alverne Rangel. Tiveram: 5n58. Francisco Sérgio Rangel de Paula Pessoa, Médico, nascido a 4 de janeiro de 1964, c.c. Lia Mont’Alverne Barreto Lima(5n261)(VER

DESCENDÊNCIA NA MULHER); 5n59. Darcy Pires de Paula Pessoa Junior, Arquiteto, nascido a 16 de março de 1965. Casouse com Adriana, filha de Raimundo Deocleciano da Frota (Deoclécio), comerciante em Sobral. Tiveram: 6n58. Gabriela; 5n60. Ticiana Rangel de Paula Pessoa; 5n61. Ricardo Rangel de Paula Pessoa; 5n62. Daniel Rangel de Paula Pessoa; 4n33. Maria Dilza Paula Pessoa c.c. José Brisamar de Azevedo, nascido em Sobral a 1o de julho de 1925 e fal. a 30 de agosto de 1979, filho de Vicente Custódio de Azevedo e de Maria da Conceição Parente de Azevedo. Tiveram: 5n63. Francisco Arnaldo Paula Pessoa Azevedo (Naim), Advogado formado pela Universidade Federal do Ceará(UFC) em 1977, c.c. Ziza Maria Guimarães Azevedo, filha de José Ferreira Guimarães e de Edite Lopes Guimarães. Tiveram: 6n59. Ezio Guimarães Azevedo, n. a 1o de março de 1983; 6n60. Arnaldo Paula Pessoa Azevedo Júnior, n. a 22 de fevereiro de 1986; 6n61. Erle Guimarães Azevedo, n. a 12 de novembro de 1987; 6n62. Iury Guimarães Azevedo, n. a 10 de março

de 1995; 5n64. Reginaldo Paula Pessoa Azevedo, Engenheiro Civil, c.c. Luzia Adeodato Andrade, filha de Aristides Frederico Neto (Dr. Tidinho), Médico, e de Terezinha Adeodato Andrade; 5n65. Janice Paula Pessoa Azevedo, c.c. Pedro Sérgio Barreto, filho de Maximino Barreto e de Maria Celina Mendes Barreto; 5n66. José Roberto Paula Pessoa Azevedo (Betica). Formado em Odontologia, c.c. Lusana Mendes Vieira, filha de Raimundo Lusmar Vieira e de Zaira Mendes Vieira. Tiveram: 6n63. Jossana Vieira Azevedo; 5n67. Fernando Antônio Pessoa de Azevedo (Ninica), Advogado, casou-se com Izana Frota Soares , filha de José Arteiro Soares e de Maria de Jesus Frota. Tiveram: 6n64. ... 5n68. José Brisamar de Azevedo Junior; 4n34. João Barbosa Pires de Paula Pessoa(Dr. Pessoa), Médico Gastroenterologista e Professor Universitário em Fortaleza(U.F.C.). Nascido em 1929, é casado com Helena; 4n35. Armando Pires de Paula Pessoa, Dentista, já falecido; 4n36. Jane Pires de Paula Pessoa c.c. Valdir Frota;

75

4n37. Ernane Pires de Paula Pessoa, já falecido. Casou-se a 8/12/1962 com Maria de Jesus, n. a 24/3/1946, filha de Adalberto Aguiar Albuquerque e de Ilca Frota Aguiar. Tiveram: 5n69. Adalberto Albuquerque de Paula Pessoa; 3n28. Simão Barbosa de Paula Pessoa, n. a 8 de dezembro de 1904 e fal. em Sobral a 15 de julho de 1968, c.c. Maria Celeste Parente Frota, filha de Francisco Frota Menezes e de Maria Alméria Gomes Parente. Simão Barbosa era comerciante e grande incentivador das rinhas de galos de briga em Sobral. Simão Barbosa foi muito amigo de Caetano Figueiredo. Tiveram: 4n38. Francisco Marcelo Frota de Paula Pessoa (Negrinho), Representante Comercial, estudou no Colégio Cearense; 4n39. Simone Maria Frota de Paula Pessoa, casou-se a 23 de março de 1957 com o Professor José Maximino Barreto Lima (Conhecido carinhosamente por Mister Barreto), Professor de inglês conceituado em Sobral e também Professor da UVA, nascido a 16 de julho de 1932 e já falecido, filho de Francisco das Chagas Barreto e de Maria Cesarina Lopes (Sinhá Barreto). Mister Barreto foi muito amigo de Caetano Figueiredo e também do Autor destas linhas. Tiveram: 5n70. Maria Cesarina Paula Pessoa Barreto

(Sinhá), c.c. Marco André Medeiros Lopes.Tiveram: 6n65. André Barreto Lopes; 6n66. Bruno Barreto Lopes; 6n67. Paulo Barreto Lopes; 6n68. Vitoria Barreto Lopes; 5n71. Maria Celeste Paula Pessoa Barreto, n. em Sobral a 10 de junho de 1959, c.c. Carlos Eduardo Correia de Albuquerque, n. a 23 de agosto de 1955, bancário, filho do Cel. do Exército Ary Cavalcante de Albuquerque e de Alzira Correia de Albuquerque. Casados em Sobral a 29 de março de 1982. Tiveram: 6n69. Débora Barreto Albuquerque; 6n70. Rodolfo Barreto Albuquerque; 5n72. José Barreto; 4n40. José Parente Frota de Paula Pessoa (Zèzinho), Engenheiro Civil, c.c. Maria Auxiliadora e tiveram: 5n73. Rônei, Engenheiro Civil; 5n74. Rebeca; 5n75. Renata; 4n41. Celeste Maria Frota de Paula Pessoa, Bel. Em Estatística pela U.F.C., c.c. Silvio Azevedo, Advogado e tiveram: 5n76. Diego Azevedo, Acadêmico de Sociologia na UFC, c.c. Sara e tiveram: 6n..... Hannah Azevedo;

6n..... David Azevedo; Celeste casou-se depois com Oscar Santos Filho, Bacharel em Administração de Empresas e PósGraduado em Informática; 3n29. Manoel Barbosa de Paula Pessoa (Paulinha)casou-se a 28 de setembro de 1933 com Maria Candida Mendes Mont’Alverne, irmã do Dr. Everton Mendes Mont’Alverne, filha de Alarico Mont’Alverne e de Edith Mendes Alverne.Tiveram: 4n42. Vanderilo Mont’Alverne de Paula Pessoa, Agrônomo. Casou-se com Ana Marta, filha de Edmundo Rodrigues. Tiveram: 5n77. Maria Cândida IV; 4n43. Amilcar Mont’Alverne de Paula Pessoa, Economista, c.c. Milena e tiveram: 5n78. Tersandro; 4n44. Maria das Graças Mont’Alverne de Paula Pessoa, c.c. Roberto Pergentino Maia, filho do dono do Cartório Pergentino Maia. Pais de: 5n.... Rodolfo Maia ; 5n.... Daniel Maia ; 5n.... Bernardo Maia ; 4n45. Alarico Mont’Alverne de Paula Pessoa (Alá); 4n46. Manoel Mont’Alverne de Paula Pessoa, Engenheiro Civil;

3n30. Francisca Aragão de Paula Pessoa (Chiquita), casou-se a 16 de junho de 1929 com Ildefonso de Holanda Cavalcante, nascido a 7 de agosto de 1905, filho de Ildefonso de Holanda Cavalcante e de Maria Carolina Franca. Ildefonso foi funcionário do antigo Banco de Crédito Agrícola de Sobral e vereador à Câmara de Sobral em várias legislaturas. Foi, ainda, eleito vice-prefeito de Sobral na administração de Cesário Barreto Lima e faleceu em Massapê a 22 de outubro de 1973. Tiveram: 4n47. Maria Carolina de Paula Pessoa Cavalcante, nascida em 8 de fevereiro de 1930, religiosa; Filha de Caridade de São Vicente de Paulo; 4n..... Maria de Paula Pessoa Cavalcante , nascida e falecida em 1931; 4n48. Maria Sônia Cavalcante , n. em 12 de junho de 1932, c.c. o Tabelião Édison Luis Rodrigues de Almeida a 17 de junho de 1950. Édison Luis, n. em 22 de setembro de 1929, Contador, formado pela Escola Técnica de Comércio Dom José em 1946, é filho do Tabelião Antônio Almeida; sobralense de grande destaque na comunidade, foi presidente do Lions Club Caiçaras por diversas vezes. Tiveram: 5n79. Alda Maria Almeida, n. em 1951, Professora, Pós-Graduada em Pedagogia pela UVA, c.c. Francisco Xavier do Amaral Torres, n. em 1933.

77

Tiveram: 6n.... Lilian Almeida do Amaral Torres ; 5n80. Silvana Maria Almeida , n. em 1952, c.c. o Dr. Francisco Hermínio Neto, Engenheiro Civil, n. em 1948. Tiveram: 6n71. Manoel Wagner de Sá Ponte Neto; 6n72. Geyne Almeida de Sá Ponte; 6n73. Daniel Almeida de Sá Ponte; 5n81. Ildefonso Cavalcante de Almeida, n. em 1953, Advogado e Tabelião do Segundo Ofício de Sobral, c.c. Sandra Luzia de Paula Pessoa, Bancária. Tiveram: 6n74. Juliana Paula Pessoa Cavalcante; 6n75. Mariana Paula Pessoa Cavalcante; 6n..... Édison Luis Rodrigues de Almeida Neto, n. em 1990 e fal. em 2002; 5n82. Geisa Cavalcante de Almeida. Funcionária do Banco do Nordeste do Brasil, n. a 9 de janeiro de 1955 e c.c. o Dr. José Helder Lima Parente, Odontólogo, nascido a 27/04/1952, filho do Dr. Hugo Mendes Parente. O Dr. José Helder é filiado ao Lions Club Caiçaras, tendo exercido a Presidência deste por duas vezes, com brilhantismo. Tiveram: 6n76. Érico Almeida Parente, Odontólogo pela UFA, c.c. Ranielly Ximenes. Tiveram: 7n... Virna;

6n77. Sônia Almeida Parente; 6n78. Mayra Almeida Parente c.c. Marcius Reges Pinheiro Rodrigues; 6n79. Hugo Mendes Parente Neto; 5n..... Édison Luis Rodrigues de Almeida Filho, n. e fal. Em 1956; 5n83. Antônio Joaquim Rodrigues de Almeida Neto, Engenheiro Civil, c.c. Julieta Maria Mendes Frota, Médica, e tiveram: 6n80. Joyce Frota de Almeida; 6n....Flávio Frota de Almeida; 6n....Victor Frota de Almeida; 5n84. José Tupinambá Cavalcante de Almeida, (Babá)Advogado e Bancário, casou-se com Lucimar Pontes; tiveram: 6n....Amanda Pontes de Almeida; 6n....Matheus Pontes de Almeida; 4n49. João Barbosa de Paula Pessoa Cavalcante, Advogado e funcionário aposentado do Banco do Brasil, n. em 1934; c.c. Teresa Francisca Lopes a 18 de dezembro de 1965. Tiveram: 5n85. Humberto Lopes Cavalcante, n. a 29/09/1966, Advogado e Bancário, c.c. Stefânia Albuquerque, filha de José Osmar de Albuquerque Filho(Zé Osmar da Livraria) e de Francisca Rodrigues, já falecida. Tiveram: 6n81. Levi Albuquerque Cavalcante, n. a 13/09/92;

5n..... Suyane Lopes Cavalcante, n. em 1968 e fal. em 1969; 5n86. Fábio Lopes Cavalcante, n. a 13/07/1970, Odontólogo formado em Fortaleza. Casou-se com Liane Belchior, também odontóloga. Tiveram: 6n..... Thaís Paraiba Cavalcante; 5n87. João Barbosa de Paula Pessoa Cavalcante Filho, n. em 12/7/72, Advogado. Casou-se com Karoline Brandão Alves (Karol). Tiveram: 6n...... Klarissa Maria Alves Cavalcante; 5n88. Ildefonso Lopes Cavalcante , n. em 1975, empresário. Casou-se com Lidiane Andrade. Tiveram: 6n..... Francisco Valmir Andrade Neto ; 4n50. Francisca Barbosa Cavalcante, Professora, n. em 1942 e fal. em 2003. Casou-se com Hélio Pereira Lima a 4 de janeiro de 1964 e tiveram: 5n89. Rosemaildes Cavalcante Lima, c.c. Bruno Maia Gomes e tiveram: 6n82. Bruna Lima Gomes; 6n..... Bárbara Lima Gomes; 6n..... Brena Lima Gomes; 5n90. Ronaldo Cavalcante Lima; 5n91. Gislaine Cavalcante Lima, c.c. .... e tiveram: 6n..... Pedro Lima Figueiredo; 5n92. Helilton Cavalcante Lima; 4n51. Arnaud de Holanda Cavalcante, n. em

1945, funcionário aposentado do Banco do Brasil e ex-presidente da AABB de Sobral por diversos anos, foi Secretário de Recursos Humanos da Prefeitura de Sobral na gestão do Dr. Ricardo Barreto Dias em 1993. Empresário, foi dono da Naja Turismo Sobral, empresa que promovia excursões; foi, ainda Colunista Social. Casou-se a 12 de fevereiro de 1971 com Aloma Feijão, também funcionária do Banco do Brasil, filha de Moacir Lima Feijão e de Zuleica Rangel. Tiveram: 5n93. Arnaud de Holanda Cavalcante Junior, n. em Sobral a 25/05/1972, c.c. Cinthia Collier Vasconcelos Arruda, n. a 25/08/1977, filha de Francisco de Assis Vasconcelos Arruda, conceituado genealogista sobralense, autor de inúmeros livros, alguns deles citados na bibliografia deste Trabalho, e de Silvéria Lopes Vasconcelos Arruda. Tiveram: 6n.... Luna Collyer Arruda Cavalcante, n. em 2003; 5n94. Alano Feijão Cavalcante, que foi aluno do autor dessas linhas no Colégio Sobralense-Geo. Bacharel em Direito. Casou com Paloma Mourão Macedo; 5n95. André Feijão Cavalcante; 5n96. Ayanne Feijão Cavalcante; 4n52. Fernanda Maria Cavalcante casou-se a 9 de dezembro de 1972 com Francisco Tavares Pereira,

79

funcionário do Banco do Brasil. Tiveram: 5n97. Dharla Cavalcante Tavares Pereira, n. a 29 de novembro de 1975. Casou-se com o Tecnólogo da Construção Civil Rubens Lima Vasconcelos. Ambos foram alunos do Autor destas linhas, Dharla no Geo Sobralense e Rubens na Universidade Vale do Acaraú. Tiveram: 6n.... Rubens Lima Vasconcelos Filho; 5n98. Ingrid Cavalcante Tavares Pereira, n. a 12 de abril de 1978. Assim como a anterior, foi aluna do Autor. Casou com José Oswaldo Soares Balreira Júnior, Tecnólogo da Construção Civil. Tiveram: 6n..... Iarley Cavalcante Tavares Balreira; 5n99 Carolina Cavalcante Tavares Pereira, n. a 27 de março de 1984; 3n31. Helena Barbosa de Paula Pessoa, fal. com mais de 90 anos de idade , inupta; 3n32. João Barbosa de Paula Pessoa Filho (Barbosinha); 3n33. Laura, falecida de crupe(difteria) aos 3 anos de idade; **** DO TERCEIRO CASAMENTO de Vicente Alves com Mariana Barbosa, nasceu:

2n11. Francisca Magalhães de Paula Pessoa, n. a 05/05/1871 e fal. a 13/07/1889. Filha única do casamento de Vicente Alves com sua terceira mulher Mariana Barbosa, casados em Canindé a 05/06/1870. x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

Capítulo I PARTE II

n02. Antonia Geracina de Paula Pessoa, n. a 30 de março de 1832 e fal. a 22 de agosto de 1907. Casouse com o Dr. José Antonio de Figueiredo, filho de Antonio José de Figueiredo e de Rosa Maria da Conceição, a 30 de abril de 1851. José Antonio de Figueiredo era natural do Cabo, Pernambuco. Pelo que sabe o Autor, José Antônio foi o primeiro membro da família Figueiredo a chegar em Sobral, conforme já citado. Acerca de José Antônio de

Figueiredo, podemos ler no livro DICIONÁRIO BIOGRÁFICO DE PERNAMBUCANOS ILUSTRES, cujo autor F. A . Pereira da Costa, escreveu à página 527: "José Antonio de Figueiredo : Nasceu na villa do Cabo a 15 de Dezembro de 1823, e foram seus paes Antonio José de Figueiredo e D. Rosa Maria da Conceição Figueiredo. José Antonio começou os seus estudos preparatorios na cidade do Recife, e revelando logo o elevado talento de que era dotado conseguiu optimos resultados; matriculou-se na Academia Juridica de Olinda, e depois de um brilhante tirocinio de 5 annos, recebeu a 22 de Outubro de 1845 o gráo de bacharel em sciencias juridicas e sociaes. (...) Em 1849 tomou assento na Assembléa Provincial, na qualidade de supplente, e foi tão heroica e grandiosa a attitude que manteve, elle só e Mendes da Cunha, em luta constante com a maioria conservadora, ainda exaltada dos seus triumphos sobre os infelizes liberaes que haviam ousado erguer o grito da revolta, que, ás glorias e os louros colhidos na tribuna da Assembléa, conquistou amigos, sympathias e geral consideração. <Moço, sem compromissos politicos, sem fortuna, dotado de talento, quando podia

ambicionar um brilhante futuro alistando-se nas phalanges de Cezar, preferiu a milicia pompeana, já destroçada e vencida>. (...)Se o Dr. José Antonio de Figueiredo conquistou na camara dos deputados os fóros de parlamentar distincto pela attitude brilhante e honrosa que manteve, não menos se distinguiu como lente, como publicista e como advogado. (...)Lente da Faculdade, o Dr. Figueiredo regeu as cadeiras de Direito Natural e Direito Romano e a de Direito Publico e Constitucional, e nomeado lente cathedratico por Decreto de 4 de Setembro de 1858, a 13 de Outubro tomou posse da sua cadeira de Direito Natural e de Direito Publico. Condecorado em 1874 com a commenda da Rosa por seus serviços e antiguidade no magisterio, os seus discipulos apressaram-se em offerecer-lhe a respectiva venera, mas elle agradeceu-lhes reconhecidamente, dizendo que não aceitava a condecoração que o governo lhe conferira. (...)O Dr. José Antonio de Figueiredo falleceu a 18 de Abril de 1876. O partido liberal de Pernambuco, que o tinha como vice-presidente de seu directorio, a imprensa, e os seus amigos e discipulos, pagaram o merecido tributo ao talento, ao merito, a probidade e aos serviços do illustre morto, de uma maneira honrosa e condigna."

81

José Antônio e Geracina tiveram: 2n12. Antonio de Paula Pessoa de Figueiredo casou-se a 24 de outubro de 1899 com Antonia Ernestina Saboia de Albuquerque(Totonha) , filha de Ernesto Deocleciano de Albuquerque, nascida a 13 de julho de 1876 e falecida em Sobral em 1953.O Dr. Antonio de Paula Pessoa de Figueiredo n. em Recife-Pe a 25/06/1870 e fal. em Sobral-Ce a 27 de agosto de 1948. Foi Juíz de Direito de Sobral e durante muitos anos foi Gerente Técnico da Fábrica de Tecidos de Sobral, cargo que deixou por motivos de saúde. Tiveram: 3n34. Caetano Saboia de Albuquerque Figueiredo , n. em Sobral a 13 de abril de 1902 e fal. na mesma cidade a 9 de janeiro de 1968. Foi Cel. Engenheiro do Exército Brasileiro e acerca do mesmo escreveu Mons. Vicente Martins em seu livro Homens e Vultos de Sobral, pág. 95, 2a edição, UFC, 1989: “Capitão Caetano Saboia de Albuquerque Figueiredo - Filho do Dr. Antonio de Paula Pessoa de Figueiredo e D. Antonia Ernestina Saboia de Albuquerque Figueiredo, nasceu em Sobral a 13 de abril de 1902. São seus avós pelo lado paterno: Dr. José Antonio de Figueiredo e D. Antonia Geracina Paula Pessoa de Figueiredo, e pelo lado materno: Ernesto Deocleciano de Albuquerque e D. Francisca Saboia

de Albuquerque. Fez os estudos primários em sua terra natal, com João Barbosa de Paula Pessoa; o curso de Humanidades no Colégio Cearense em Fortaleza, em 1914, e no Colégio Marista da Bahia, onde concluiu. A 1o de janeiro de 1922 matriculou-se na Escola Militar de Realengo, no Rio de Janeiro. Dias depois, rebentando a revolução, foi preso no Rio e desligado para Itajubá, onde era comandante o Capitão Luiz Silvestre. De volta ao Rio, respondeu conselho de guerra, sendo excluído do Exército. Matriculou-se então na Escola de Engenharia de Ouro Preto em Minas Gerais e depois transferiu-se para a de Belo Horizonte. Estando a cursar o 5o ano, foi chamado pela revolução de 1930 e comissionado no posto de 2o Tenente, a 8 de novembro de 1930, por decreto no 19.395. Esteve dois meses na Coluna Prestes e depois como Delegado Militar em Brasópolis, fazenda do Dr. Venceslau Braz, então Presidente da República. Terminada a revolução que vitoriosa levou à Presidencia da República o Dr. Getúlio Vargas, foi continuar os estudos no Rio, onde concluiu o curso de Engenheiro Militar, pelo regulamento de 1929. A sua promoção a 1o Tenente data de 20 de abril de 1934, e a de Capitão de 2 de outubro de 1934.

Conta tempo dobrado: Revolução de São Paulo 12 de julho a 3 de outubro de 1932 e 18 anos de serviço militar. É casado com D. Jucelina Antunes e é irmão do Dr. José de Albuquerque Figueiredo, Engenheiro Civil.” Em sua vida militar Caetano Figueiredo foi contemporâneo de Luis Carlos Prestes, Juarez Távora, Siqueira Campos e Eduardo Gomes, entre outros, que mais tarde se destacariam na vida política do Brasil. Caetano casou-se com Jucelina Antunes (Celina), filho do Cel. Julio Andrade e de Áurea Antunes, natural de Pedra Azul, Minas Gerais, e desse casamento não houve sucessão. Desquitou-se e constituiu família com Maria Luiza Ferreira (Maria Luiza de Paula Mendes Vasconcelos), nascida a 13 de fevereiro de 1937 e natural de Sobral.Tiveram: 4n53. Sara de Albuquerque Figueiredo, n. em Sobral a 22 de setembro de 1953. Casou-se nessa cidade em 1967 com José de Sousa Saboia, filho de Fábio Marinho Figueira de Saboia e de Maria de Lourdes Sousa.Tiveram: 5n100. Danielli Figueiredo Saboia, n. em Sobral a 24 de outubro de 1968, formada em Letras pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), c.c. Juvêncio Prado; ambos são Professores .

Sara desquitou-se e casou em Fortaleza com Lourival Gadelha Júnior, Contador, filho de Lourival Gadelha e de Carmélia Gadelha, natural de Fortaleza. Tiveram: 5n101. Rodrigo de Figueiredo Gadelha, c.c.......e residiram em Fortaleza-Ce. Separados, não geraram filhos;. 4n54. Daniel Caetano de Figueiredo( O Autor). Engenheiro Civil , n. em Sobral na Praça Duque de Caxias , conhecida atualmente por Praça do Bosque, a 18 de julho de 1955. Cursou o Primário na Escola Dr. João Ribeiro Ramos, em Sobral. Falecendo seu pai a 9 de janeiro de 1968, transferiu-se para Fortaleza, indo residir com sua tia Maria Figueiredo e ingressou no Colégio Militar de Fortaleza, turma de 1968. Prestou em seguida concurso para o Colégio Naval , em Angra dos Reis, Estado do Rio , onde estudou durante o biênio 1972/73 e em seguida, aprovado com boas notas , foi para a Escola Naval, na Ilha de Villegaignon, onde concluiu o 2o ano. Retornou ao Ceará em 1977 e ingressou em 1978 no curso de Engenharia Civil, tendo concluído o mesmo em dezembro de 1982. De volta ao Rio em 1986, morou algum tempo na residência de Frieda Saboia de Albuquerque e depois retornou em 1989 para Fortaleza e em seguida, no ano de 1990, para Sobral, sua terra natal. Em 1994 foi aprovado

83

em concurso público promovido pela Universidade Estadual Vale do Acaraú(UVA), sendo Reitor da U.V.A o Prof. José Teodoro Soares. Está vinculado ao Departamento de Matemática. Em setembro de 1999 concluiu o curso de Especialização em Ensino de Matemática pela Universidade Estadual Vale do Acaraú. Desempenhou por dois anos a função de Coordenador do Curso de Matemática e por igual período de tempo a função de Vice-Coordenador do mesmo Curso. Casou-se em Forquilha a 7 de novembro de 1991 com Maria Veralucia Carneiro (Verinha), natural de Intans, Distrito de Morrinhos, n. a 18 de dezembro de 1955, filha de Miguel Deroci Carneiro e de Maria Geralda Carneiro. Maria Veralucia é prima legítima do poeta, jornalista e radialista Antônio Pinto Carneiro. Separaram-se em novembro de 2005 e voltaram a viver juntos no final de 2006. Tiveram: 5n102. Ana Frieda Carneiro Saboia de Figueiredo, n. a 9 de janeiro de 1993 na Santa Casa de Misericórdia de Sobral, sendo a equipe que a assistiu formada pelos médicos Luis D’Assenção Morais de Aquino Junior (Obstetra), Vicente Cristino M. Neto (Anestesista) e Francisco Plácido Nogueira Arcanjo(Pediatra). Iniciou seus estudos no Colégio Luciano Feijão, em 1996. De 1997 a

2005 cursou o Colégio Sobralense e em 2006 voltou a estudar no Colégio Luciano Feijão, onde cursa atualmente(2008) o Primeiro ano do Ensino Médio; 5n103. Caetano Saboia de Albuquerque Figueiredo Neto, n. na Santa Casa de Misericórdia de Sobral a 13 de dezembro de 1996, sendo a equipe que o assistiu composta pelos médicos Luis Aquino, Vicente Cristino e Pedro Olivar Sousa Magalhães (Pediatra). Iniciou seus estudos no Colégio Sobralense, onde estudou de 1999 a 2005.Em 2006 transferiu-se para o Colégio Luciano Feijão, onde atualmente(2008) cursa o Sexto Ano do Ensino Fundamental; 4n55. Nazira de Albuquerque Figueiredo, n. em Sobral a 27 de março de 1957. Casou-se em 1as núpcias com Antonio de Sousa Cavalcante, Médico Anestesista, natural de Campina Grande, Estado da Paraíba, nascido a 2 de novembro de 1956 e formado pela FESP de Recife. Tiveram: 5n104. Barbara Figueiredo Cavalcanti(Babí), n. em Pernambuco a 7 de novembro de 1978. Estudou em Caruarú, Pernambuco. É Bacharel em Direito. Solteira; 5n105. Samí Figueiredo Cavalcanti, nascido e falecido em 1979. Nazira desquitou-se e constituiu família com Francisco Capibaribe Filho, natural de Fortaleza e

irmão do Jornalista Capibaribe Neto, do Diário do Nordeste. Nazira e Francisco Capibaribe tiveram: 5n106. Ravache de Albuquerque Figueiredo, n. em Fortaleza a 30 de outubro de 1984. Caetano Figueiredo teria gerado com Raimunda Sampaio Pessoa, descendente de Pessoa Anta, o filho: 4n56. Fernando Jorge Pessoa da Silva, n. em Sobral a 5 de maio de 1952, cc Lucy e residem em Fortaleza. Tiveram: 5n107. Francisco Edson Pessoa da Silva. 5n108. Marco Aurélio Pessoa da Silva. 5n109. Luis Edmo Pessoa da Silva. 5n110. Maria Lenilce Pessoa da Silva. 5n111. Daniel Pessoa da Silva. 5n112. Ismael Pessoa da Silva. 3n35. Antonina Saboia de Albuquerque Figueiredo (Nena), n. a 17 de outubro de 1904 em Sobral e casou-se a 4 de janeiro de 1922 com o Dr. José Olavo Rodrigues Frota, n. em Sobral a 17 de fevereiro de 1896, filho de Estanislau Lucio Carneiro da Frota e de Ana Joaquina Rodrigues. O Dr. José Olavo foi Promotor de Justiça em Sobral(1921), Juiz Municipal de Coreaú(1922) e de Santana do Acaraú(1925) e depois Juiz de Direito de Crateús, tendo sido, ainda, interventor de Crateús em 1945. Faleceram ambos em Fortaleza,

onde residiam. Tiveram: 4n57. Silvio Geraldo Figueiredo Frota, n. em Sobral a 21 de abril de 1925 e fal em Fortaleza em 1994. Cirurgião Dentista, residiu longo tempo em Crateús. Casou com Rosa Virgínia Veras. Tiveram: 5n113. João Olavo Veras Frota, Médico. 5n114. Sílvio Ernesto Veras Frota, Vereador em Fortaleza eleito em 1996 ; 5n115. Goethe Veras Frota, Advogado;. 4n58. Antonio Figueiredo Frota. Médico, casou-se com Sebastiana Sales Bezerra(Mimi) e tiveram: 5n116. Gêngis Bezerra Frota 5n117. Gênvis Bezerra Frota 4n59. João Byron de Figueiredo Frota. Nasceu em Crateús, Ceará, em 1943. Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Ceará. Foi Juiz de Direito em Coreaú-Ce -durante a década de 1970-, depois em Ipu, no mesmo Estado e a seguir Juiz da 6a Vara de Família do Fórum Clóvis Beviláqua, em Fortaleza. Atualmente é Desembargador e reside na Capital Alencarina. No Site Oficial da Escola Superior da Magistratura do Estado do Ceará, encontra-se: “Nasceu em Crateús (Ce), em 24 de junho de 1943, filho de José Olavo de Rodrigues Frota e Antonina de Albuquerque Figueirêdo Frota, ele magistrado e ela de prendas domésticas, ambos de tradicionais

85

famílias sobralenses. Iniciou e concluiu o curso primário em sua cidade natal - Crateús - no Instituto Santa Inês, dirigido pelas educadoras Francisca de Araújo Rosa e Leonor Rosa Véras. Começou o ciclo ginasial no Ginásio Capistrano de Abreu, concluindo-o no Colégio Cearense do Sagrado Coração (Marista), término em 1959. O curso científico principiou no Colégio São João e terminou no Colégio São José, no ano de 1962. Submeteu-se ao exame vestibular na então Faculdade de Direito do Ceará, sendo aprovado em décimo lugar, iniciando os estudos jurídicos em 1963 (mil novecentos e sessenta e três), completando-os em 1967 (mil novecentos e sessenta e sete). Ainda universitário foi eleito Secretário Geral do Centro Acadêmico Clóvis Beviláqua, da já então Faculdade de Direito da universidade Federal do Ceará, (1963), exercendo ponderável liderança no meio estudantil; em 1965, após rigorosa seleção, foi classificado para o " Seminário Especial para Líderes Estudantis Brasileiros”, na Universidade de Harvard, cidade de Cambridge, estado de Massachussetts, Estados Unidos da América, tendo como colegas, entre outros, o mineiro Francisco Rezek, ex-ministro do Supremo Tribunal Federal e

atualmente integrando a Corte Internacional de Justiça em Haia e o pernambucano Roberto Freire, ex-senador da República e atual deputado federal. Em anos posteriores participaram do mesmo Conclave os empresários Beni Véras, ex-senador e ex-vice-governador do Ceará e Amarílio Macedo, empresário de vulto, um e outro, também, partícipes do Centro Industrial do Ceará (CIC) e, assim, da empreitada política que elegeu Tasso Jereissati Governador do Ceará. Entre os anos de 1966 e 1967, ao lado das atividades estudantis, estagiou na então Assistência Judiciária aos Necessitados, embrião da atual Defensoria Pública, à época capitaneada pelo advogado José Almir de Carvalho, de saudosa memória, que viria a ser desembargador do Tribunal de Justiça do Ceará. Bacharel em 1967, advogou em Crateús e cidades circunvizinhas, assumindo, em 1970, o cargo de escriturário do Banco do Brasil, atendendo à convocação resultante de concurso em que fora aprovado quando ainda universitário. Em 1971 cumpriu estágio na à época denominada Assistência Jurídica do Banco do Brasil - AJURE - com real aproveitamento, entre os meses de abril e agosto. Submeteu-se à concurso para o cargo de Juiz Substituto, logrando aprovação em quarto lugar maior média nas provas escritas - sendo nomeado

inicialmente para a Comarca de Coreaú. que, então, tinha como Termo Judiciário a atual Comarca vinculada de Moraújo, assumindo as funções do cargo a 25 de novembro de 1971. Cumpre salientar que a cidade de Coreaú , então Palma, à época Termo de Massapê, foi a primeira Comarca de seu genitor, José Olavo de Rodrigues Frota, o qual fora nomeado Juiz Substituto em 1921, cinqüenta anos antes. Removido para Comarca de Redenção, de 1ª entrância, ajudou a elevá-la à 2ª ali permanecendo de novembro de 1972 à junho de 1979. Titular em Redenção, respondeu pelos serviços judiciais das comarcas de Pacatuba, Aracoiaba, Baturité e Maranguape. Antes de assumir os serviços judiciários da comarca de Ipu, de 3a entrância, em promoção por merecimento, concluiu em Fortaleza o Curso de Especialização em Direito Público, promovido pelo Departamento de Direito Público da Universidade Federal do Ceará, obtendo a 1ª colocação, com .média de 9,3. Após judicar em Ipu por quatro anos - JUN/79 a OUT/83 - foi promovido, também por merecimento, para a comarca de Fortaleza, onde é titular da 7ª Vara de Família - antes de Família e Sucessões – exercendo, cumulativamente, as

funções do cargo de Juiz eleitoral da 3a Zona desta Capital, por um lustro. Foi convocado, por três vezes, para compor os quadros do egrégio Tribunal de Justiça, em substituição aos eminentes desembargadores José Ari Cisne, Carlos Facundo e José Evandro Nogueira Lima quando de impedimentos dos mesmos, o último por um ano, havendo-se, sempre, com zelo e correção. Assessor da Corregedoria Eleitoral quando da gestão do desembargador Mauri Moura Rocha, compôs, também, a 4ª Turma Recursal dos Juizados Especiais chegando a ser seu presidente. Escolhido desembargador em sessão colegiada do dia 13, tomou posse no dia 20 do mês de março do ano de 2003 estando, presentemente, judicando na 2ª Câmara Criminal do egrégio Tribunal de Justiça do Ceará. Tem sentenças publicadas na Revista de Jurisprudência e Doutrina editada pelo colendo Tribunal de Justiça do Estado do Ceará, a saber: n° 94, pgs. 216/221; 343/348 e 348/351, n° 113, pgs. 323/327, n° 114, pgs. 397/401, n° 122, páginas 308/313; n° 124, pgs. 289/292; n° 126, pgs. 201/205. Contribuiu com trabalhos para a Revista da ACM - Associação Cearense de Magistrados - n° 01, pg.. 17; n° 02, pgs. 07/09 verso; n° 03, pg. 41 e verso e n° 04, pgs. 32/33. Do mesmo modo, tem

87

acórdãos transcritos na referida Revista à partir do vol. 11, ano de 2003, inicialmente como convocado, depois como membro vitalício. No terreno dos certames intelectuais vale consignar a aprovação do biografado no concurso para o cargo de Inspetor do Trabalho, na vigésima colocação, resignando por preferir a magistratura.. Com ampla e intensa atuação classista, foi eleito 2° vice-Presidente da Entidade classista cearense, para o biênio 1976/77. Reeleito seguidas vezes para o mesmo cargo, quando das gestões do então juiz de Direito José Maria de Melo e do já desembargador Júlio Carlos de Miranda Bezerra. Vice-presidente na chapa encabeçada pelo, ao tempo, juiz de Direito José Evandro Nogueira Lima, para o biênio 1986/87, assumiu a presidência por licenciamento do último, hoje desembargador, completando o mandato. Para sucedê-lo, indicou o nome do então desembargador Francisco Cláudio de Almeida Santos, para a presidência, permanecendo na 1ª Vice, por solicitação deste, sendo a chapa vitoriosa para mandato de 1988/89. Indo Cláudio Santos para o Superior Tribunal de Justiça, novamente assumiu a presidência, concluindo a delegação. Candidato eleito para o cargo maior da ACM para o biênio 1990/91, foi reeleito para o biênio seguinte, sem oposição, cumprindo os dois

integralmente, sem licenciar-se para o exercício do cargo, como lhe facultava lei complementar à Constituição. Por força de reforma do Estatuto do Órgão classista, por sua sugestão, vedada a reeleição para o mesmo cargo por mais de uma vez, continuou a fazer parte da Diretoria em cargos de VicePresidência. Nessa condição participou da grande maioria das reuniões do Conselho de Representantes da AMB Associação dos Magistrados Brasileiros, inclusive dos trabalhos da Assembléia Nacional Constituinte de 1988, defendendo as prerrogativas classistas. Foram mais de 20 (vinte) anos de luta em favor da Classe, do Judiciário e da Cidadania, incluindo melhores condições de trabalho, excelência na prestação jurisdicional e remuneração condigna, por todos reconhecida. Foi o criador, redator e principal editorialista do Informativo da ACM, delegando, ao final, esta última função ao colega Paulo Eduardo Mendes Sobrinho. Colaborador dos jornais " O Povo", "Diário do Nordeste" e "Tribuna do Ceará", versou importantes temas sobre o Judiciário e a Cidadania. Oportuno salientar ter sido honrado com transcrição em Ata do Pleno do Egrégio Tribunal de Justiça de artigo de sua lavra, publicado no "O Povo", de 25.10.87, intitulado "Respeito ao Judiciário" que,

oportuna e eficazmente, estancou campanha difamatória que se movia contra o Poder no Estado. De igual modo, teve artigos transcritos em Atas plenárias no Tribunal de Contas dos Municípios e Câmara Municipal de Fortaleza. Como presidente, além do que acima foi dito, foram reformadas e conservadas a sede central e as casas do Icaraí, adquirida mais uma, b) Início da informatização da Associação, com a aquisição de dois computadores e uma impressora a laser; c) Implantação do primeiro plano de saúde do judiciário cearense, com a UNIMED, para muitos a realização mais importante; d) Criação da revista da ACM, publicando-se os 03 (três) primeiros números; criação do "Informativo" da Associação Cearense de Magistrados cujo último número circulou em 1995, final da gestão do desembargador José Maria de Melo, que novamente, na atual, o reedita; e) Reforma do Estatuto da Entidade de Classe. f) Aquisição de um aparelho telefônico e outro de fax; g) Realização de confraternizações semestrais sem ônus para os associados; h) luta pela elevação do número de desembargadores de 15 para 21; i) Apoio à iniciativa de transformação dos cartórios judiciais em secretarias de Vara e muitas outras. Orador de reconhecidos méritos, pronunciou

inúmeros discursos em datas festivas e congressos, a maioria dos quais exclusivamente orais, valendo salientar entre os primeiros o que proferiu na solenidade de posse do primeiro bispo diocesano de sua cidade natal, Dom Antônio Batista Fragoso, ocorrida no dia nove de agosto de 1964, em palanque armado no pátio da Catedral do Senhor do Bonfim e, entre os escritos, o da transmissão da presidência da ACM ao desembargador José Maria de Melo, o de saudação de posse na presidência do TJ, ao Desembargador João de Deus Bringel e o de sua própria posse na Corte de Justiça local, dos quais somente este está transcrito no nº 11 da Revista de Jurisprudência do Tribunal de Justiça. Foi homenageado na comarca vinculada de Moraújo cujo Fórum leva seu nome, na cidade e comarca de Redenção, com o título de cidadania e uma sala com seu nome e em Ipu, com carta de cidadão do município e com a denominação do salão do júri, em sua homenagem, o que o deixa sobremodo recompensado e honrado pelo reconhecimento do povo e dos representantes daqueles municípios. Foi membro, por dez anos de Lions Internacional Redenção, Ipu, Fortaleza - Fortaleza/Assunção, presidindo a cédula leonística da primeira cidade, anos 1978/1979. Participou de inúmeros cursos, congressos,

89

simpósios, seminários, no Ceará e em outros Estados da federação, muitos na qualidade de presidente da Associação Cearense de Magistrados, indicando, ao lado dos já citados, para exemplificar, o 11º Congresso Nacional de Direito Processual Civil, realizado em Porto Alegre (RS), no período de 17 a 20 de agosto de 1993, junto à Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - Faculdade de Direito e II Jornadas Judiciais Luso - Brasileiras, promovidas pela Associação dos Magistrados Brasileiros e Associação Sindical dos Juízes Portugueses, realizadas em Curitiba (PR), no período de 08 a 11 de dezembro de 1992. O biografado é o terceiro filho de seus saudosos pais, salientando-se os mais velhos, Sílvio Geraldo de Figueirêdo Frota (cirurgião dentista ) e Antônio Figueirêdo Frota (médico), já são falecidos. O desembargador Byron é casado com a Sra. Rita Enoy Machado Vale Frota, de tradicionais famílias crateuenses, graduada em letras pela Universidade Federal do Ceará e funcionária do Juizado da Infância e da Adolescência. Tem três filhos, a saber: Danielle Maria Vale Frota, médica, Isabelle Maria Vale Frota, e José Olavo de Rodrigues Frota Neto, acadêmicos de Direito. Do casamento De Danielle com o empresário Luiz Carlos Lafuente, nasceu o infante Pedro.

Entre seus colegas de bacharelado em Direito, menciona-se: Ubiratan Diniz Aguiar, Ministro do Tribunal de Contas da União Meton Vieira Filho, Procurador da República; José Glauberton Alves Sá, Raimundo Nonato Lima, Enéias Braga Fernandes Vieira e Francisco Arlindo Ribeiro de Amoreira, Procuradores de Justiça, Francisco Gurgel Holanda, Sávio Leite Pereira, José Eliezer Pinto e Francisco Ângelo Mota Miranda, juizes de Direito; Antônio Carlos de Araújo Sousa, Welton Coelho Cysne, José Anchieta dos Santos Sobreira e José Américo Catunda Timbó advogados, entre outros. João Byron casou-se com Rita Enoy Machado Vale e tiveram: 6n431. Danielle Maria Vale Frota, Médica formada pela Universidade Federal do Ceará. Casou com Luiz Carlos Lafuente e tiveram: 7n.... Pedro ; 6n432. Isabelle Maria Vale Frota, Bacharel em Direito, c.c. Pedro Sávio em Fortaleza; 6n433. José Olavo de Rodrigues Frota Neto, Bacharel em Direito; 3n36. José Albuquerque de Figueiredo (Zequinha), nascido em 18/04/1903, em Sobral/Ce, faleceu em 1951 . Formou-se em Engenharia Civil em 1925, na University of Notre Dame du Lac, no Estado de Indiana, Estados Unidos da América. Casou-se em

1927 em Alagoa Grande/PB, com Maria da Conceição Chaves da Silva, que passou a chamarse Maria Silva Figueiredo, natural daquele Estado, filha de Joaquim Gonçalve Silva e Francisca de Albuquerque Chaves. Sobre a cidade de Alagoa Grande, encontramos em Monografia de Alagoa Grande - Paraíba 1976, cuja autora Maria Thereza Chaves Alves, escreve: "Aspectos Históricos - O Município de Alagoa Grande teve origem nas terras designadas por Sertão do Paó, nas quais teriam habitado indígenas carirís, encontrados no local, ainda no início do século XVIII. O vocábulo Paó significa no idioma Tupí, "nesga de terra que sobe", e referia-se ao aspecto peninsular do território, quando em época de enchentes da Lagoa, liga-se ao Rio Mamanguape. As primeiras casas e fazendas instalaram-se às margens da Lagoa do Paó a atual Lagoa Grande que daria nome ao Município. O núcleo viu o início de sua colonização entre 1719 e 1767 quando Domingos da Rocha, o Alferes Isidoro Pereira Jardim, Martinho Gomes, Agostinho de Jesus e outros, obtiveram concessões de terra, iniciando plantios de cana-de-açúcar, nas baixadas e vales, enquanto nas encostas semeou-se o algodão.

Pertenceu o Sertão do Paó anteriormente a Mamanguape, passando a constituir o distrito de Areia, pela Lei no 05 de 9 de julho de 1847, nessa época já povoada, com a denominação de Lagoa Grande. O Monge Carmelita Frei Alberto Santa Júlia Cabral, criou a Paróquia local, sob a invocação de Nossa Senhora da Boa Viagem por ordem do Bispado de Olinda e Lei provincial no 38 de 01.10.1861. Foi elevada à categoria de Vila com o nome de Alagoa Grande em 1864, passando a Município em outubro do mesmo ano. (...)A Lei estadual no 286, de 27 de março de 1908, concedeu foros de Cidade à sede do Minicípio, tendo sido seu primeiro Prefeito o Cel. Joaquim Pereira de Miranda Henriques." Maria Thereza Chaves Alves, autora da monografia citada, é mãe de Geraldo Guttenberg Chaves Alves, proprietário do Restaurante O Arrumadinho, que fica em Sobral e marido de Flor de Lis Pinheiro Alves. José (Zèquinha) e Maria da Conceição tiveram: 4n60. Maria de Lourdes Silva Figueiredo (Lourdinha), Poetisa, possui diversos livros publicados, entre os quais poderíamos citar, entre outros: Riso e Pranto – Poemas .Casou-se com

91

Diogo Soares Araújo, alto funcionário do Banco do Nordeste e irmão do advogado Rafael Araújo, marido de Neli.Tiveram: 5n121. Maria Cristina Figueiredo Araújo, formada em Engenharia Química pela Universidade Federal do Ceará, c.c. José Sarto Mamede Aguiar, irmão do Professor Universitário e Engenheiro Civil Newton Mamede. Tiveram: 6n83. Mara Araújo Aguiar; 6n84. Luiz Gustavo Araújo Aguiar; 6n85. Bruno Araújo Aguiar; 5n122.José Eduardo Figueiredo Araújo (Duda). Engenheiro Civil formado pela Universidade Federal do Ceará, c.c. Fernanda Saboia , filha de Teresinha Saboia, esta última neta de Maria Sabóia, também descendente de Joseph Baulthasar Augeri( ramo da família vinculada em Camocim). Tiveram: 6n86. Isabela Figueiredo Araújo; 6n87. José Eduardo Figueiredo Araújo Filho; 5n123. Maria Paula Figueiredo Araújo, c.c. o Arquiteto e Professor Universitário José Paulo Narciso da Rocha, natural do Piauí. Paulo Narciso foi professor do Autor na Universidade de Fortaleza em 1979. Tiveram: 6n88. Breno Araújo da Rocha; 6n89. Biatriz Araújo da Rocha;

4n61. Ruth Silva Figueiredo. Inupta; 4n62. Paulo Silva Figueiredo, nascido em Itajubá/MG, em 31/05/1937. Com o falecimento de seu pai, mudou-se para João Pessoa/PB, onde estudou no Liceu Paraibano. Prestou concurso para o Banco do Brasil, onde trabalhou até 1989, quando se aposentou por motivos de saúde. Casou-se em 26/05/1963, em Garanhuns/PE, com Maria do Socorro, que passou a se chamar Maria do Socorro Figueiredo, nascida em 13/07/1938, em São João, no município de Garanhuns/PE, filha de Francisco Barbosa de Araújo e de Virgínia Barbosa de Almeida. Tiveram como filhos: 5n124. José Albuquerque de Figueiredo Neto, nascido em Garanhuns/PE, em 14/02/1964, residiu naquela cidade até 1976, quando se mudou para João Pessoa/PB. Formou-se em Medicina, em 1987, pela Universidade Federal da Paraíba. Especialista e Doutor em Cardiologia pela Universidade de São Paulo. É médico na cidade de São Luís/MA. Casouse, em 02/02/1991, em João Pessoa, com Andréa Araújo de Melo e Silva, que passou a se chamar Andréa Melo e Silva de Figueiredo, nascida em Campina Grande/PB, em 01/06/1965, filha de Armando Gomes de Melo e Silva e de Urd Araújo de Melo e Silva. Graduada em Medicina, em 1988, pela Universidade Federal da Paraíba, é médica em

São Luís/MA. Tiveram como filhos: 6n.... Mateus Melo e Silva Albuquerque de Figueiredo, nascido em São Luís/MA, em 01/02/1994. 6n....André Melo e Silva de Figueiredo, nascido em São Luís/MA, em 23/01/1996. 6n....Viviane Melo e Silva de Figueiredo, nascida em São Luís/MA, em 30/01/1999; 5n125. Virgínia Maria Figueiredo, nascida em Garanhuns/PE, em 08/02/1965, residiu naquela cidade até 1976, quando se mudou para João Pessoa/PB. Formou-se em Medicina, em 1988, pela Universidade Federal da Paraíba. Especialista em Gastroenterologia pela Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro. Mestra e Doutora pela Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo. É médica na cidade de Salvador/BA; 5n126. Paulo Henrique Silva Figueiredo, nascido em Garanhuns/PE, em 02/10/1973. Mudou-se para João Pessoa/PB em 1976. Graduou-se em Engenharia Civil, em 1995, e em Ciências Jurídicas e Sociais (Direito), em 2003, ambos cursados na Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Servidor público federal desde o ano de 1996, é AuditorFiscal da Receita Federal desde 1999. Casou-se, em

10/01/1998, em João Pessoa, com Luciana Madruga Figueiredo, nascida no Rio de Janeiro, em 07/06/1973, filha de Maria de Lourdes Madruga. Bacharela em Ciências Jurídicas e Sociais (Direito), em 1995, pela Universidade Federal da Paraíba, é Advogada da União, em João Pessoa. Tiveram como filhos: 6n....Marina Madruga Figueiredo, nascida em João Pessoa, em 25/02/2002. 6n....Felipe Madruga Figueiredo, nascido em João Pessoa, em 15/09/2004. 3n37. Ernesto Saboia de Figueiredo , n. em Sobral a 20 de maio de 1917 e fal. em 20/05/ 2007. Iniciou seus estudos em Sobral, sua terra natal; seguiu depois para Fortaleza, onde estudou no Colégio Militar do Ceará, atual Colégio Militar de Fortaleza, de 1932 a 1937; em 1938 ingressou na Escola Militar de Realengo, no Rio, onde concluiu o segundo ano na Arma de Cavalaria. Foram seus companheiros de turma, entre outros, o ex-Ministro Mário Andreazza, Mauro Borges e José Maria Pinto Duarte, este falecido na campanha da FEB, na Itália, durante a Segunda Grande Guerra Mundial. Funcionário do Banco do Brasil, onde atingiu, por merecimento, cargos elevados, casou-se com Albetiza Aguiar, natural de Massapê, filha de

93

Joaquim Aguiar e de Maria de Sousa Aguiar, a 27 de fevereiro de 1943. Tiveram: 4n63 Maria Inez Saboia de Figueiredo (Marinez), que depois de casada passou a chamar-se Maria Inez Sabóia de Figueredo Cavalcante; Marinez casou-se com o Cel. da Aeronáutica Osório Cavalcante em 31 de julho de 1976, que era viúvo e tivera do casamento anterior a filha Lara Pedrosa Cavalcante; Osório, após o casamento com Marinez, recebeu ordens de transferir-se para a Itália, Roma, no cargo de Adido Aeronáutico, tomando posse em setembro de 1976 e retornando ao Brasil em maio de 1979, quando fixou residência em Fortaleza/Ce em virtude de sua designação para o Comando do Aeroporto de Fortaleza (Superintendência da Infraero no Ceará). Teve por missão adaptar o dito aeroporto para o pouso do avião do Papa João Paulo II, quando da visita deste a Fortaleza, no ano de 1980. Neste cargo da Infraero esteve até setembro de 1990, quando faleceu em Fortaleza, no dia 21 de fevereiro de 1998. Do casamento de Marinez com Osório não houve filhos. Marinez é Bel em Direito(1968) com Pós Graduação em nível de mestrado através da OEA em Desenvolvimento Jurídico e Social integrado em Buenos Aires Argentina,1970; Em Direito

Romano através da Universitá di Roma (Roma Itália). Desde 1965 frequenta os movimentos literários, quando passou a integrar o Grupo Literarte de Literatura e o Grupo Sin de Literatura, publicando em Antologias, revistas literárias e folhas culturais; Publicou 2 livros de Poesia: O Poeta e a Ponte em 1997 e Estrela Vida Minha em 2004. Marinez é membro da Academia Fortalezense de Letras, cadeira numero 15 (Gustavo Barroso) tendo tomado posse em 26.09.2002; Academia de Letras e Artes do Nordeste, cadeira número 17 (Auta de Souza); ´integrante da Associação Brasileira dos Bibliógrafos do Brasil e de um grupo cultural que este ano (2011) comemora seus 50 anos de fundação, denominado Aigas do Livro. É detentora dos seguintes Prêmios em literatura: União Brasileira de Escritores,UBE,1996, Crônicas; Ideal Clube de Literatura, 1999,Crônicas; Secretaria de Cultura do Ceará,1993, Contos; VII Premio Ideal Clube de Literatura, Obra Publicada, Poesia. Publica ainda, habitualmente, em Revistas, Antologias e Revistas Eletrônicas. O nome literário de Maria Inez é, desde 1965, Inez Figueredo. No ano de 2006, após 8 anos de viuvez, Inez Figueredo estabeleceu relacionamento estável com

Valder Mendes Cantidio, médico, natural de Mossoró RGN e filho de Valter Moura Cantidio e Maria Mídia Mendes Cantidio. 4n64. Sandra Maria Aguiar de Figueiredo. Professora Universitária com Mestrado pertencente aos quadros da Universidade Estadual do Ceará, c.c. Raimundo Porfírio Sampaio Neto (Zêzê), Médico Oncologista residente em Fortaleza e com cursos nos Estados Unidos da América. Separados; tiveram: 5n127 Cynthia Figueiredo Sampaio. 5n128. Clarissa Figueiredo Sampaio. 5n129. Márcio Figueiredo Sampaio. 5n130. Cristina Figueiredo Sampaio, casou-se a 19/5/93 com Fernando, filho de Fernando Antonio Mendes Façanha. 5n131. Fernando Figueiredo Sampaio. 4n65. Joyce Maria Aguiar de Figueiredo (Joyce Cavalccanti). Escritora e Jornalista, autora de inúmeros livros de sucesso nacional, entre os quais poderíamos citar: A Costela de Adão e Inimigas Íntimas, casou-se com Carlos Augusto Ancillon Cavalcanti, Oficial da Aeronáutica, natural do Maranhão. Carlos Ancillon foi Adido Militar da Aeronáutica em Washington. Tiveram: 5n132. Sabine Figueiredo Cavalcante, cc Wagner Barros, em Fortaleza, a 26/12/86. Pais de:

6n.... Rodrigo Cavalcante Barros; 6n.... Katherina Cavalcante Barros; Sabine casou-se em segundas núpcias com Alberto Magno Rodrigues Valadão e tiveram: 6n.... Tomas Cavalcante Valadão; 5n133. Camile Figueiredo Cavalcante c.c. Marcos Davi e tiveram: 6n.... Sophia; 4n66. Antonio de Figueiredo Neto(Toni). Nasceu a 17 de maio de 1950. Engenheiro Civil formado pela Universidade Federal do Ceará , foi aluno do Colégio Militar de Fortaleza, turma de 1962. Foi Secretário de Transporte de Fortaleza na gestão do Prefeito Ciro Ferreira Gomes e Chefe das Obras do Porto de Pecém. Casou-se a 27/5/77 em Fortaleza com Isabel Pinheiro(Bel), filha de Manoel Décio Pinheiro. Tiveram: 5n134. Ernesto Saboia de Figueiredo Neto(Ernesto Neto), Engenheiro Civil pela Universidade Federal do Ceará, n. a 1o de abril de 1979. Possui o Grau de Mestre em Engenharia Civil; 5n135. Felipe Pinheiro de Figueiredo, n. a 25 de fevereiro de 1982. 5n136. Guilherme Pinheiro de Figueiredo; Toni casou-se depois com Patrícia; 4n67. Ernesto Saboia de Figueiredo Junior (Ernestinho). Formado em Administração de

95

Empresas, é também Analista de Sistemas. Foi diretor do Serproce e Secretário de Administração do governo Tasso Jereissati (1995/1998). Em 1999 foi nomeado para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Ceará (TCM). Voltou aos bancos escolares e concluiu Ciências Contábeis na UNIFOR em 2002; Atualmente é Bacharel em Direito pela UNIFOR. Casou-se a 29/10/83 em Fortaleza com Márcia Pinheiro, filha de Geraldo Climério Pinheiro e deste casamento não houve descendência. Ernesto Saboia Junior casou-se depois com Geórgia Fontes Tavares e tiveram: 5n.... Priscilla Fontes Saboia de Figueiredo, nascida em 1986; 5n137. Pedro Ernesto Fontes Saboia de Figueiredo, n. em 2002; 5n138. Maria Eduarda Fontes Saboia de Figueiredo, gêmea de Pedro Ernesto; 4n68. Silvana Maria Aguiar de Figueiredo. Formada em Psicologia pela Universidade Federal do Ceará, é também Professora concursada(concurso de 1994) vinculada à Universidade Estadual Vale do Acaraú. Possui Mestrado em Psicologia pela Fundação Getúlio Vargas. Casou-se com Hélio Lacerda de Mesquita

e tiveram: 5n139. Hélio Figueiredo Lacerda de Mesquita, n. em 1983; 5n140. Pamela Figueiredo Lacerda de Mesquita, c.c. Allison Voss Pontes Jereissati. Pais de: 6n.... Gregory de Mesquita Pontes Jereissati, n. em 20/04/2006; Silvana casou-se depois com seu primo Rogério Coelho Saboia de Albuquerque, Engenheiro Civil, que foi Secretário de Turismo da Cidade de Camocim, filho de Carlos Ernesto Saboia de Albuquerque e de Leonor Coelho; 3n38. Maria Saboia de Figueiredo (Ia). Nasceu em Sobral em 1921 e faleceu em Fortaleza em julho de 1997. Casou-se a 21 de novembro de 1940 com Manuel Felizardo de Paula Pessoa Mendes (4n19) , Oficial do Exército da Arma de Infantaria, Professor de Matemática do Colégio Militar de Fortaleza, natural de Sobral, filho de José Piragibe Mendes e de Ana de Paula Pessoa Mendes. Tiveram: 4n69. José Piragibe Figueiredo Mendes (Pira), nasceu a 25 de janeiro de 1942. Engenheiro Civil formado pela Universidade Federal do Ceará no ano de 1968 , trabalhou no Departamento Financeiro do Banco do Nordeste do Brasil em Fortaleza, cargo no qual se aposentou. Casou-se com Ana Maria Jereissati Ary, prima legítima do ex- Governador do

Ceará Tasso Ribeiro Jereissati, depois Senador pelo mesmo Estado Residem em Fortaleza. Tiveram: 5n141. Celina Ary Mendes,depois Celina Mendes Garcia; n. em Fortaleza em 25/06/1969 e cc. Gilles Pierre Thomas Garcia, na França, onde atualmente faz Curso de Mestrado em Psicologia na cidade de Bordeaux. Tiveram: 6n90 . Joaquim Gabriel Garcia; 6nxx . Marcela Laure Garcia; 5n142. Rachel Ary Mendes, depois de casada Rachel Ary Mendes Ramalho; . Bacharel em Direito, é casada com o ex-Procurador do Município de Fortaleza Deodato José Ramalho Junior, natural de Boa Viagem/Ceará. Deodato foi depois secretário da Regional IV, e por último, Secretário da Secretaria do Meio Ambiente e Controle Urbano de Fortaleza - SEMAM.Tiveram: 6nxxx. Lucas Mendes Mota Ramalho nascido em 25/09/2003.; 6nxxx. Davi Mendes Mota Ramalho, nascido em 21/08/2007.; 4n70. Paulo César Figueiredo Mendes , n. em Fortaleza em 1953. Estudou no Colégio Cristo Rei e depois cursou o Colégio Militar de Fortaleza, turma de 1966. Engenheiro Mecânico formado pe Universidade Federal do Ceará, é atualmente

funcionário concursado da Petrobrás. Casou-se com Ana Dias e tiveram: 5n143. João Paulo Dias Mendes. 5n144. Diego José Dias Mendes. 5n145. Gustavo César Dias Mendes. 4n71. Fernando Antônio Figueiredo Mendes (Nando), n. em Fortaleza a 25 de janeiro de 1955. Estudou no Colégio Cristo Rei e após ingressou no Colégio Militar de Fortaleza, turma de 1968, a mesma do autor . Concluiu o curso da Academia Militar das Agulhas Negras em Resende, Rio de Janeiro, no ano de 1978, sendo declarado Oficial do Exército Brasileiro. Pertence à arma de Artilharia e atualmente é Tenente-Coronel no Rio Grande do Sul (Rrm). Casou-se nesse Estado com Sonia Maria Chagas Thones, natural de Santiago, R.S. Primo e amigo de infância do Autor destas linhas, com quem estudou no Colégio Militar de Fortaleza(19681971). Nando e Sônia tiveram: 5n146. Daniela Thones Mendes, n. a 22 de março de 1981. Colou grau em Medicina em 2005, pela Universidade de Medicina de Pelotas, R.G.S; 5n147. Fernanda Thones Mendes, n. a 2 de julho de 1982. Formou-se em Psicologia no Rio Grande do Sul em 2005; 5n148. Clarissa Thones Mendes, n. a 20 de dezembro de 1984, Jornalista.

97

Todas nascidas no Rio Grande do Sul. 4n72. Emanuel Felizardo Figueiredo Mendes (Maneca), n. em Fortaleza a 5 de dezembro de 1959. Estudou no Colégio Cristo Rei e depois no Colégio Militar de Fortaleza. Concluiu o curso de Engenharia Mecânica pela Universidade de Fortaleza(Unifor) Casou-se com Viviane Sousa, de quem se separou. Tiveram: 5n149. Vitor Sousa Mendes. 5n150. Igor Sousa Mendes, gêmeo do primeiro. Ambos nascidos em Fortaleza. 3n39. Raimundo, fal. quando criança. 3n40. Ernesto (Primeiro do Nome), fal. quando criança. 3n41. Francisca, fal. quando criança. 3n42. Francisco, fal. quando criança. 2n13- Ana Evangelina de Paula Pessoa Figueiredo(Nana Figueiredo), n. em 1868 e fal. em 1950, c.c. Francisco de Paula Pessoa (Chico Rico) (2n42), filho do primeiro matrimônio de João de Albuquerque Rodrigues com Francisca Maria Carolina de Paula Pessoa. Chico Rico foi criado pelo Senador Paula. Ana Evangelina e Chico Rico casaram-se a 18/07/1891 e tiveram: 3n43- João Figueiredo de Paula Pessoa, c.c. Eutália Capote de Paula, filha de João Capote de

Paula e de Cecilia Cecilina Albuquerque, a 23/07/1920. Tiveram: 4n 73. Francisco Figueiredo de Paula Pessoa(Deputado Chico Figueiredo), Engenheiro Agrônomo, n. a 13/07/1921 e fal. em 1990, c.c. Benedita Maria Albuquerque(Didita), filha de Francisco das Chagas Albuquerque e de Laurênia Albuquerque, em Fortaleza. Chico Figueiredo foi Deputado Estadual pelo Ceará em diversas legislaturas e também Secretário de Agricultura do Estado do Ceará. Tiveram: 5n 151. João Francisco Albuquerque de Paula Pessoa(Quico Figueiredo), Engenheiro Civil, c.c. Antonica Cavalcante da Ponte (Totó), filha de Aurélio Cavalcante da Ponte e de Maria do Socorro Ponte. Aurélio Ponte é conceituado comerciante e político na cidade de Sobral. Quico Figueiredo e Antonica tiveram: 6n91. Francisco Figueiredo de Paula Pessoa Neto, advogado diplomado pela Universidade de Fortaleza. 6n92. João Aurélio Ponte de Paula Pessoa, acadêmico de Direito na Universidade de Fortaleza(Unifor). 6n93. Pedro Ponte de Paula Pessoa 5n 152. Maria de Fátima Albuquerque de Paula Pessoa , Juíza Federal;

5n 153. José Manuel Figueiredo de Paula Pessoa(Dedé Figueiredo). Engenheiro Aeronáutico formado pelo ITA(Instituto Tecnológico da Aeronáutica), em São Paulo. Casou-se com a Profa. Eni Terezinha Stumpf Fleck e tiveram: 6n .... Adriano Fleck de Paula Pessoa, n. em 1982; 6n .... Fernando Fleck de Paula Pessoa, n. em 1985; 6n .... Manoela Fleck de Paula Pessoa, n. em 1990; 5n154. Tomáz Antonio Albuquerque de Paula Pessoa(Tomáz Figueiredo), Engenheiro formado na Bahia, n. na cidade de Sobral no dia 12 de maio de 1954. Tomáz Figueiredo foi prefeito da cidade de Santa Quitéria de 1993 a 1996. É casado com Cândida Maria Saraiva (Cândida Figueiredo), Engenheira Civil e ex-Deputada Estadual pelo Ceará, nascida em Fortaleza a 08 de outubro de 1953. Tomáz Figueiredo é o atual Prefeito de Santa Quitéria(2006). Tomáz e Cândida tiveram: 6n94. Fátima Laurênia Saraiva de Paula Pessoa, n. a 08/09/1977, estudante. 6n95. Tomás Antonio Albuquerque de Paula Pessoa Filho, n. a 25/08/81, estudante. 6n96. Joana Carolina Saraiva de Paula Pessoa, n. a 19/07/85, estudante. 5n 155. Luiz Alexandre Albuquerque Figueiredo

de Paula Pessoa(Alexandre Figueiredo), Engenheiro Agrônomo diplomado pela Universidade Federal do Ceará, n. em Sobral a 28/03/1957. Foi Deputado Estadual pelo Ceará e atualmente é Conselheiro do Tribunal de Contas do Ceará (T.C.E). 4n 74. Anacleto Figueiredo de Paula Pessoa, n. a 13/07/1923, c.c. Leda Parente Prado, filha de Jerônimo Medeiros Prado, ex-Prefeito de Sobral, e de Francisca Gomes Parente; portanto irmã do também ex-Prefeito de Sobral e ex- Deputado Estadual José Parente Prado(Zé Prado). Casaram-se a 19/1/1953 e tiveram: 5n 156. Jerônimo Prado Paula Pessoa (Jero); 5n 157. João Prado Paula Pessoa ; 5n 158. Ana Lêda Prado Paula Pessoa ; 5n 159. Francisca Prado Paula Pessoa ; 5n 160. Beatriz Prado Paula Pessoa ; 4n 75. José Figueiredo de Paula Pessoa(Zé Figueiredo), gêmeo com o precedente, pertenceu à Marinha de Guerra do Brasil durante dez anos e serviu durante a Segunda Grande Guerra Mundial. Casou-se a 10/10/1950 com Maria Laís Rodrigues de Sousa, Professora Universitária vinculada à Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVASobral/Ce), já aposentada, natural do Cariré-Ce, filha de Francisco Gabriel de Sousa e de Felícia

99

Alice Rodrigues de Sousa. Tiveram: 5n161. Maria Lucy Sousa de Paula Pessoa; 5n162. Maria Alice de Paula Pessoa, Jornalista formada pela U.F.Ba, Licenciada em Lingua Portuguesa/Inglesa; Professora, exerceu o cargo de Diretora do CREDE de Sobral; c.c. Maroni Lima Saraiva, funcionário do D.E.R./Ce, Licenciado em Ciências pela U.V.A.; natural de Fortaleza, irmão da ex-Deputada Cândida Figueiredo, já citada. Tiveram: 6n97. Tocantins Martins Saraiva Neto, n. em Salvador a 10/04/1977. Acadêmico do curso de Computação em Rede da Universidade Gama Filho, em Fortaleza. Atualmente(2009) está concluíndo o Curso de Biologia pela U.V.A. 6n 98. José Manoel de Paula Pessoa Saraiva, Bacharel em Fisioterapia pela Universidade de Fortaleza; 6n 99.Maroni Lima Saraiva Filho, cursando em 2009 Bacharelado em Farmácia pelo I.N.T.A. (Sobral); 5n163 Eutália Sousa de Paula Pessoa, formada em Agronomia pela U.F.C.; c.c. Osmani Mendes Parente. Tiveram: 6n 100. Laís de Paula Pessoa Parente, foi estudante do Colégio Sant'Ana, em Sobral. Atualmente(2009) cursa Agronomia;

6n 101. Antonia Thais de Paula Pessoa Parente. 5n164. José Figueiredo de Paula Pessoa Filho, Engenheiro Elétrico; c.c. Solange Holanda. Tiveram: 6n 102. Lia Holanda de Paula Pessoa ; 6n 103. Renata Holanda de Paula Pessoa ; 6n 104. Raquel Holanda de Paula Pessoa ; 5n165. Luis Carlos Sousa de Paula Pessoa (Luís Figueiredo), c.c. Vanda Lúcia de Barros e tiveram: 6n105. Luciana de Barros Paula Pessoa c.c. Francisco Claudiano Alves Linhares e tiveram: 7n..... Samile Maria Paula Pessoa Linhares ; 6n106. Luis Carlos Sousa de Paula Pessoa Filho. 6n 107. Ismael Lucas de Barros Paula Pessoa. 5n166. Maria Carolina Sousa de Paula Pessoa(Carol), Economista do B.N.B.; c.c. José Berlan Silva Cabral e tiveram: 6n 108. Berlan de Paula Pessoa Cabral , em 2009 cursa Arquitetura na Unifor; 6n 109. José Emanuel de Paula Pessoa Cabral ; 6n 110. Gabriel de Paula Pessoa Cabral ; 5n167. João Figueiredo de Paula Pessoa Neto (Joãozinho), c.c. Carla Valéria Frota Capote de Paula Pessoa e tiveram: 6n 111. Ana Cecília Capote de Paula Passoa , atualmente(2009) cursa Direito na Faculdade Christus;

6n 112. João Figueiredo de Paula Pessoa Filho ; 6n 113. José Ivanildo Frota de Paula Pessoa ; 5n 168. Antonio Sousa de Paula Pessoa, Médico Oftalmologista em Sobral; foi vinculado à Santa Casa de Misericórdia na mesma cidade, solteiro. José Figueiredo de Paula Pessoa (Zé Figueiredo) gerou com Francisca Maria de Castro: 5n...... Paulo José de Castro, nascido em 1974 em Sobral; Padre, formado pela Pontifícia Universidade Católica Argentina como Bacharel e Professor em Teologia; 5n...... Victor Paulo Farias de Castro; 4n 76. Maria do Socorro Figueiredo de Paula Pessoa, c.c. Werter Magalhães Catunda, filho de Abdelkader Catunda e de Olga Magalhães Catunda, a 11/03/1953. Tiveram: 5n 169. Werter Magalhães Catunda Junior , c.c. Ilma Mesquita de Sales, Profa. do Colégio Luciano Feijão. Pais de: 6n 114. Werter Magalhães Catunda Neto, n. em 1989; 6n 115. Aldo Werner de Sales Catunda, n. em 1993; 4n 77.Estevão Figueiredo de Paula Pessoa, c.c. Araci Rodrigues, filha de Antônio Rodrigues Sobrinho e de Maria Luisa Rodrigues, a 24/12/1961.

3n44- José Antônio Figueiredo de Paula Pessoa, Engenheiro Civil, c.c. Edite Moura(Studart??), filha de José Gomes de Moura, Cônsul do Paraguai, e de D.a Tereza Gomes de Moura. Tiveram: 4n 78. Maria Evangelina Moura de Paula Pessoa, diplomada em São Paulo. 4n 79. Francisco de Paula Pessoa Neto 4n 80. Luiz Marcelo Moura de Paula Pessoa 4n 81. Marta Maria Moura de Paula Pessoa 4n 82. Antônio Maria Moura de Paula Pessoa 3n45. Antonio Figueiredo de Paula Pessoa(Tonico Figueiredo). Casou-se com Catarina Figueiredo. Funcionário destacado do Banco do Brasil, Tonico Figueiredo fal. em Niteroi, Rio de Janeiro, com a idade de aproximadamente 90 anos. 3n46. Luis Figueiredo de Paula Pessoa, c.c. Nancy Pamplona, irmã do general Fernando Pamplona. Tiveram: 4n83............... 4n 84. Francisco Arnulpho Pamplona de Paula Pessoa . General do Exército Brasileiro, sentou Praça a 02 de março de 1949, na Escola Preparatória de Cadetes de Fortaleza(Ceará); Foi declarado Aspirante de Infantaria da Turma de 08 de maio de 1954, na AMAN(Academia Militar das Agulhas Negras). Comandou o 14o Batalhão Logístico de Recife e atingiu o Pôsto de General-de-Brigada em

101

31 de março de 1987. Sua última comissão foi o Comando Militar do Nordeste. 3n47. Maria Luisa Figueiredo de Paula Pessoa(Miriam), n. em 1899 e fal. em 1975, c.c. Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos, n. em Sobral no ano de 1891 e fal. na mesma cidade em 1956, filho de José Rodrigues dos Santos e de Irene Alves da Fonseca; casaram-se a 20/10/1920 e tiveram: 4n 85. Maria de Jesus Pessoa dos Santos, n. em 1921 em Sobral-Ce e fal. na mesma cidade em 1941; c.c. Antônio Walter Andrade, n. em 1917 e fal. em 2006, filho de Joaquim Anselmo de Andrade e de Maria da Penha Andrade, a 29/06/1940. Sem descendentes. Antônio Walter Andrade casou-se pela segunda vez com Walderez Mont'Alverne, a 23/10/1948; 4n 86. José Rodrigues Pessoa dos Santos(Dr. Pessoa), n. em Sobral em 1923. Médico Hematologista, Chefe do Centro de Hematologia de Sobral, c.c. Josephina Alicata, n. em Santa MariaR.G.S em 1930. Casaram-se no Rio de Janeiro e tiveram, todos nascidos no Rio de Janeiro: 5n 170. Maria Cristina Pessoa dos Santos, Médica, nascida em 1955; c.c. Carlos Fernando de Souza Leão Andrade. Tiveram: 6n .... Eduardo Pessoa de Andrade, n. em 1980;

5n 171. Ana Maria Pessoa dos Santos, Arquiteta, gêmea da anterior, n. em 1955. Possui Curso de Mestrado. Estudiosa da História e da Genealogia. Casou-se com Ozório Pereira Mendes, natural de Itaguaí-RJ., onde nasceu em 1944; casou-se uma segunda vez com Fausto Fleury Alves Amorim, nascido em 1944 em Goiânia-Goiás. Com Ozório teve: 6n .... Pedro Pessoa Mendes, n. em 1980; 6n .... André Pessoa Mendes, n. em 1982; Com Fausto Fleury teve: 6n .... Isabel Pessoa Fleury Amorim, n. em 1990; 5n 172. Maria Carolina Pessoa dos Santos, Cineasta, trabalha nas Organizações Globo. Nascida em 1958, c.c. Alexandre Raposo Moreira Leite. Tiveram: 6n .... Bernardo Pessoa Moreira Leite, n. em 1994; 6n .... Gabriel Pessoa Moreira Leite, n. em 1996; 5n 173. José Francisco Pessoa dos Santos, Economista, n. em 1961; 5n 174. João Paulo Pessoa dos Santos, n. em 1963, Geólogo. Casou-se com Rosana Barbosa dos Santos, n. em 1969 no Rio. Tiveram: 6n .... Tiago Barbosa Pessoa dos Santos, n. em 1995; 4n87. Francisco Segismundo Rodrigues Pessoa dos Santos(Chico Sigismundo), n. em 1925 em

Sobral-Ce, c.c. Aíla Marques Lins, n. em 1926, filha de Galdino Gonçalves Lins e de Nair Marques Lins, natural de Tauá-Ce. Casados a 11/05/1948, tiveram: 5n 175. Francisco Sigismundo Rodrigues dos Santos Neto, Médico, n. em Sobral no ano de 1949 e fal. em 2005 em Fortaleza, c.c. Marília Nogueira Prado; 5n 176. Galdino Gondim Lins dos Santos, n. em 1951 em Sobral, c.c. Maria de Fátima Moreira Parente, n. em 1953 na mesma cidade. Tiveram: 6n .... Gabriela Parente dos Santos , n. em 1986; 6n .... Felipe Parente dos Santos, n. em 1988; 5n 177. José Luiz Lins dos Santos, , n. em Sobral em 1954, c.c. Simone Cavalcante; 5n 178. Maria Nair Lins dos Santos, n. em 1956 em Sobral, c.c.Rubens Airton da Silva Rocha, n. em 1954 também em Sobral-Ce; 5n 179. Francisco Rodrigues Pessoa dos Santos Júnior, n. em 1960 em Sobral, c.c. Soraia Maria Coutinho e Sá, nascida em Crateús no ano de 1965. Tiveram: 6n .... Caroline Maria Sá dos Santos , acadêmica do Curso de Engenharia Civil e Ambiental da Universidade Estadual Vale do Acaraú; 4n 88. Ana Evangelina Pessoa dos Santos (Anita),

n. em 1926 em Sobral e fal. em 1955 na mesma cidade, c.c Ruy Parente Viana, natural de CamocimCe, onde n. em 1922, filho de Manoel Francisco Viana e de Alzira Parente Viana. Casaram-se em 08/12/1946 e tiveram: 5n 180. Manoel Segismundo Pessoa dos Santos Parente Viana , n. em 1947, ex-funcionário do Banco do Brasil, estudioso da Astronomia. Casou-se com Joaquina Maria Frota Mont'Alverne (Quinquina), n. em 1951. Tiveram: 6n120. Maria Yeda Mont'Alverne Viana , c.c. o Professor de Física Ronaldo Gadelha. Tiveram: 7n.... Manoel Lucas Mont'Alverne Viana Gadelha; Casou depois com . . . . e tiveram: 7n.... Luana; 6n116. Ana Carolina Mont'Alverne Viana , c.c. . . . e tiveram: 7n.... Manoel Segismundo; 6n119. Rebeca Mont'Alverne Viana ; 6n117. Manoela Mont'Alverne Viana, c.c. ... e tiveram: 7n.... Francisco Mateus; 6n118. Mariana Mont'Alverne Viana, a exemplo de Maria Yeda, foi ex-aluna do autor no Colégio Sobralense ; 5n 181. José Ivo Santos Viana , n. em 1950 em

103

Sobral, c.c. Marilene Bandeira Teixeira, natural de Iguatu-Ceará. Foi Engenheiro da antiga Teleceará, a qual foi privatizada pelo governo de Fernando Henrique Cardoso e constitui a Telemar atualmente. Tiveram: 6n .... Ivo Teixeira Viana, n. em 1978; 6n .... Ítalo Teixeira Viana, n. em 1981; 5n 182. Maria Luisa Santos Viana(Mariza), n. em 1951 em Sobral e fal. em Fortaleza em 2005. Casou-se com Francisco Auto Filho e depois com Marcos Guilherme Vieira dos Santos; Do casamento com Francisco Auto Filho, nasceu: 6n .... Ernesto Viana Auto, fal. em 4 de junho de 2008; Do casamento com Marcos Guilherme, nasceram: 6n .... Gabriel Viana Vieira dos Santos; 6n .... Anita Vieira dos Santos; 5n 183. Raimundo Nonato Santos Viana, n. 1954 em Sobral-Ce, c.c. Palmira Saraiva e depois c.c. Esmerinda Barreto Correia ; Do casamento de Raimundo com Palmira, nasceram: 6n .... Alexandre Saraiva Santos Viana; 6n .... Henrique Saraiva Santos Viana; 6n .... Ana Saraiva Santos Viana; Do casamento de Raimundo com Esmerinda, nasceram:

6n .... Daniel Barreto Santos Viana; 6n .... Danilo Barreto Santos Viana; 4n 89. João Rodrigues Pessoa dos Santos, n. em Sobral em 1928, c.c. Nizeuda Alexandrino dos Santos, natural de Iguatú-Ce e tiveram: 5n 184. Mirian Alexandrino Pessoa dos Santos, n. em 1956 em Fortaleza-Ce, c.c. Domingos Melo Neto. Tiveram: 6n .... João Rodrigues c.c.Sheila e tiveram: 7n .... Gabriel ; 7n .... Gabrielle ; 6n .... Julia c.c. Maurissandro e tiveram: 7n .... Mauricio ; 7n .... Mirian ; 7n .... Mirella ; 6n .... Maria Conceição c.c. Roberto Aragão e tiveram: 7n .... Victor Domingos ; 6n .... Danyelly ; João Rodrigues gerou ainda os seguintes filhos: Átila, Rodrigues e Adriano ; 4n 90.Irene Pessoa dos Santos, n. em 2 de novembro de 1930 em Sobral-Ce e fal. em 3 de junho de 2006 em Fortaleza; c.c. José Maria Marques Pereira(Zé Maria), ex- gerente da Unimaq de Sobral, empresa que ficava localizada na Rua Joaquim Ribeiro, no centro de Sobral. José Maria n.

em Sobral, sendo filho de Luis Marques Pereira e de Francisca Aldenora. Tiveram: 5n 185. Francisco José dos Santos Pereira(Franzé), n. em 11 de março de 1961 em Fortaleza – Ce, c.c. Teresa Neumann e depois c.c. Maria Liana. Trabalhou no Colégio Geo Studio(Dorotéias) em Fortaleza; atualmente (2008) é Agente da Polícia Federal. Do casamento com Teresa Neumann nasceram: 6n ..... Adélia Virgínia, n. em 1 de janeiro de 1989; 6n ..... Ana Luisa, n. em 2 de março de 1992; Do casamento com Maria Liana nasceram: 6n ..... Liana Isabelle, n. em 16 de abril de 1997; 6n ..... Irene Pereira, n. em abril de 2011; 5n 186. José Maria Pereira Filho n. em 1962, c.c. Ana Maria Nunes Machado da Costa; 5n 187. Francisca Aldenora dos Santos Pereira, n. em 1963 em Fortaleza-Ce; 5n 188. Verônica Maria dos Santos Pereira, n. em 1964, c.c. Marcelo Silva Montenegro; 5n189. Marcos Vinicius dos Santos Pereira , n. em 1967, c.c. Shirley Magalhães de Carvalho ; 5n .... Miriam dos Santos Pereira, n. em 1974, c.c. Helder Bartolomeu Correia dos Santos; 4n 91. Francisca Carolina Pessoa dos Santos(Carol), n. em 1932 em Sobral, c. em 1960 c. José Eduardo Gomes Barreira, n. em 1930, filho

do Dr. Eduardo Ellery Barreira e de Maria Juracy da Frota Gomes e tiveram: 5n 190. Eduardo Ellery Barreira Neto, n. em 1961, Economista. Casou-se com Keyla Yasmaia Costa Lima Sales e tiveram: 6n .... Gabriela Sales Barreira ; 6n .... David Sales Barreira ; 6n .... Gustavo Sales Barreira ; 5n 191. Júlio Santos Barreira, n. em 1962, c.c. Ana Lourdes Matias Leal e tiveram: 6n .... Marina Leal Barreira ; 6n .... Álvaro Leal Barreira ; 5n 192. Maria Isabel Santos Barreira, n. em 1967, c.c. Cláuber Sérgio Andrade Portela, n. em 1959. Casaram-se em 1992 e tiveram: 6n .... Leonardo Barreira Portela , n. em 1995; 5n 193. Maria Teresa Santos Barreira, n. em 1969, c.c. Cláudio Augusto Teófilo Junior e tiveram: 6n .... Clarisse Barreira Teófilo ; 5n 194. Maria Carolina Santos Barreira, n. em 1972, c.c. Vicente Borges Neto; 4n 92.Zenaide Pessoa dos Santos, n. em 1933, c.c. Domingos Marques Pereira, funcionário aposentado do Banco do Brasil, filho de Luis Marques Pereira e de Francisca Aldenora Pereira. Tiveram: 5n 195. Luiz Marques Pereira Neto, solteiro; 5n 196. Simone Pessoa dos Santos Pereira,

105

Economista do Banco do Nordeste do Brasil(B.N.B), c.c. Francisco Clerton Melo Sampaio. Tiveram: 6n .... Francisco Ulisses, 6n .... Arthur, 6n .... Bruno, 5n 197. Sérgio dos Santos Pereira; 5n 198. Cláudia dos Santos Pereira, c.c. Aristides Andrade Lopes. Tiveram: 6n .... Juliana Pessoa; 4n 93. Margarida Maria Pessoa dos Santos , n. em 1935, solteira; 4n 94. Expedito Pessoa dos Santos, n. em 1938, c.c. Maria das Dores Ferreira, filha de Vicente Ferreira da Silva e de Altina Junior da Silva, natural de Catolé do Rocha , Paraíba, a 13/05/1967. Tiveram: 5n 199. Altina Maria Ferreira Pessoa dos Santos, c.c. João Veras Parente ; 5n 200. Maria Luiza Ferreira Pessoa dos Santps, gêmea da anterior , c.c. Ricardo Luiz Andrade Lopes; 5n 201. Eveline Ferreira dos Santos, c.c. Jadson Borges; 5n 202. Sílvia Fernanda Ferreira dos Santos ; 5n 203. ExpeditoPessoa dos Santos Filho, n. em 1976, c.c. Vanice Monteiro de Macedo;

4n 95. Maria de Jesus Pessoa dos Santos, c.c. Mário Freire Ribeiro e tiveram: 5n 204. José Granja Sobrinho, c.c. Raimunda Elizângela Alves; 5n 205. Márcia dos Santos Ribeiro, c.c. Manoel Fernandes; 5n 206. Mário Freire Ribeiro Filho; 5n 207. Ana Luiza dos Santos Ribeiro; 4n .... Antônio Joaquim Rodrigues dos Santos, n. em 1929 em Sobral, onde fal. com 12 anos de idade; 3n48. Margarida Figueiredo de Paula Pessoa, inupta. 3n49. Maria Figueiredo de Paula Pessoa, inupta. 3n50. Mary Figueiredo de Paula Pessoa, inupta. 2n14. Francisca Carolina de Paula Pessoa Figueiredo, c.c. o Dr. Francisco Barbosa de Paula Pessoa(2n01), seu primo, filho do Senador Vicente Alves de Paula Pessoa e de Maria Barbosa de Paula Pessoa, a 10/12/1879. VER DESCENDÊNCIA NO MARIDO. 2n15. José Antonio de Figueiredo Filho. Engenheiro, n. em 1863 e fal. em 1900 sem deixar descendentes. 2n16. Maria Luiza de Paula Pessoa Figueiredo, c.c. o Dr. João de Albuquerque Rodrigues, seu parente, filho de Antonio Joaquim Rodrigues e de Ana Rosa de Albuquerque Rodrigues, viúvo de

Francisca Carolina(n06). Casados a 07/02/1872. Tiveram: 3n51. José Antônio de Figueiredo Rodrigues, Médico Bacteriologista pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, n. em Sobral a 02/10/1873. Foi Chefe do Serviço Médico da Manaus Harbour Company e Deputado Federal pelo Ceará. Casou-se com Da. Amélia de Figueiredo Rodrigues, em Manaus; 3n52. Antonia de Figueiredo Rodrigues, n. a 22/06/1875 e fal. a 23/10/1883; 3n53. Ana de Figueiredo Rodrigues, n. a 01/07/1880 e fal. a 22/04/1882; 3n54. Maria do Carmo de Figueiredo Rodrigues, n. a 27/12/1881, c.c. o Bacharel em Ciências Sociais Antônio Regino do Amaral Junior, a 29/05/1897. Antônio fal. em Tamboril-Ce a 15/02/1925, quando exercia o cargo de Juiz de Direito. Tiveram: 4n..... Francisca Romana do Amaral, n. em 1910, c.c. Francisco Torres de Farias, nascido em 1903. Tiveram: 4n..... José Moacyr do Amaral Torres (Moacyr Amaral), c.c. Maria Suzana Saboia Frota. Tiveram: 5n.... Tânia Maria Saboia Torres, n. em 23/05/1959, c.c. Francimar Machado e tiveram: 6n....Eva;

6n.... Suzana ; 5n.... Luis Alberto Saboia Torres (Beto), n. a 17/06/1960. Frequentador, assim como o Autor, do folclórico Bar do Felipe , sito à Avenida Dom José e já próximo ao Teatro São João, em Sobral. São outros frequentadores, nem sempre assíduos: Engenheiro Civil e Acadêmico de Direito Lucídio Mesquita; Dr. Pedro Olivar de Sousa Magalhães; Advogado Zé Alberto Dias Lopes; Jornalista e funcionário do Banco do Brasil Raimundo Aragão; Professor Ricardo Azevedo; Arquiteto Edilson Aragão; Advogado Clodoveu Arruda Neto (Veveu); Vereador e Engenheiro Eletricista Luciano Linhares; Comerciante José Cavalcante da Ponte (Zezinho), filho de Aurélio Ponte; entre outros. Beto casou-se com Glícia Maria Arruda Rangel e tiveram: 6n.... Joyce Rangel Torres; 6n..... José Moacir do Amaral Torres Neto; 6n..... Henry Rangel Torres; 6n..... Louise Rangel Torres; 5n.... Emerson Saboia Torres; 4n..... Maria Bernardete do Amaral Torres ; 4n..... Francisco Xavier do Amaral Torres ; 4n..... Maria do Carmo do Amaral Torres ; 4n..... Antônio Tarcísio do Amaral Torres ; 4n..... Ary do Amaral Torres ; 4n..... Vera Lúcia do Amaral Torres ;

107

4n..... Homero do Amaral Torres ; 4n..... Maria do Amaral Torres ; 4n..... Juremir do Amaral Torres ; 4n..... Maria Luiza do Amaral Torres ; 3n55. Maria Luiza de Figueiredo Rodrigues, n. a 22/07/1883, casou-se a 27/01/1911 com Francisco Alves Parente, filho do Ten. Cel. José Inácio Alves Parente e de Francisca Alves da Fonseca Parente. Tiveram:( os descendentes deste casal foram pesquisados no site da estimada prima Ana Pessoa, cujo o link é: http://familytreemaker.genealogy.com/users/d/o/ s/Ana-maria-P-Dos-santos/; exceto Maria Helena Rodrigues Parente, cujos dados nos foram passados por seu filho Luciano) 4n..... Maria Helena Rodrigues Parente, c.c. José Leon Coelho de Vasconcelos e tiveram: 5n..... Francisco de Jesus Parente Vasconcelos, jornalista, já falecido; 5n..... Maria Luiza Rodrigues Parente Vasconcelos; 5n..... José Antônio de Figueiredo Sobrinho; 5n..... Amélia Parente Vasconcelos; 5n..... José Parente Vasconcelos; 5n..... Mariana Parente Vasconcelos; 5n..... Germana Parente Vasconcelos;

5n..... José Leon Filho, fal. com a idade de um ano; 5n....- Luciano Parente Vasconcelos, Primeiro Tabelião e Oficial de Registros e Ofícios e Notas da Comarca de Meruoca-Ceará. Casou-se com Maria da Conceição Souza e Silva, já falecida. Tiveram: 6n..... Luciana Silva Parente Vasconcelos, n. em 1978, c.c. Fabrício Simões Aguiar, filho de Murilo Aguiar , ex-Prefeito da cidade de Camocim-Ceará; 6n..... Helen Silva Parente Vasconcelos, enfermeira; 6n..... Leonardo Silva Parente Vasconcelos; 5n..... Carlos Augusto Parente Vasconcelos; 4n..... Iolanda Rodrigues Parente; 4n..... João Parente; 4n..... Maria Luiza Rodrigues Parente; 4n..... Fleurice; 4n..... Elza; 4n..... Berenice Rodrigues Parente; 4n..... Noemia ; 4n..... Heloisa ; 4n..... Ivone ; 4n..... Hortência Rodrigues Parente ; 4n..... José ; 4n..... Zenaide , c.c. Helmuth von Halle e tiveram: 5n..... Angela von Halle: 5n..... Cristina von Halle: 5n..... Ines von Halle:

5n..... Maria Luiza von Halle: 4n..... Mariana von Halle ; 3n56. Noemi de Figueiredo Rodrigues, n. a 13/08/1886, e fal. inupta; 3n57. Antônio Joaquim de Figueiredo Rodrigues, n. a 20/07/1888 e fal. inupto; 2n17. Mariana de Paula Pessoa Figueiredo, n. em 1856 . Inupta; 2n18. Rosa Amélia de Paula Pessoa Figueiredo (Rosinha), inupta. 2n19. Manoela, inupta. 2n20. Joviniana Augusta de Paula Pessoa Figueiredo, n. em 1861. Inupta; 2n21. Francisco de Paula Pessoa Figueiredo, n. a 1o de março de 1852 e fal. criança. 2n22. José de Paula Pessoa Figueiredo, n. em 1854 e fal. criança. x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x. Capítulo I PARTE III n03 . Tomás Antonio de Paula Pessoa. Magistrado, n. em Sobral a 31 de outubro de 1834 e fal. a 6 de janeiro de 1901. Cursou as Faculdades de Direito de Recife e de São Paulo. Foi celibatário

toda vida. x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

Capítulo I PARTE IV n04. Francisco de Paula Pessoa Filho. Médico e Deputado Geral, n. a 28 de outubro de 1836 e fal. no Rio de Janeiro a 2 de agosto de 1879. Casou-se no Rio de Janeiro a 11 de janeiro de 1862 com Pudenciana Joaquina da Costa Miranda, nascida no

109

Rio a 26 de novembro de 1843 e falecida em Sobral a 27 de agosto de 1910, filha do comendador Joaquim Inácio da Costa Miranda e de Pudenciana Luitigarda Torres de Miranda.Tiveram: 2n23. Francisco Miranda de Paula Pessoa, n. em Sobral a 22/10/1862, c.c. Antonia Frederica Rodrigues de Andrade, filha do Cel. José Frederico de Andrade e de Francisca Rodrigues de Andrade. Falecido a 21/06/1895, deixando 4 filhos pequenos: 3n..... Cláudio Miranda de Paula Pessoa , n. em 1899 (ou 1900) e fal. em 1935; está sepultado em Aracatiaçu, distrito de Sobral; c.c. Alba Sales Lopes, natural de Acaraú-Ce. Tiveram: 4n..... Ailsa Lopes de Paula Pessoa , c.c. Jorge Sales Lopes, natural de Acaraú. Tiveram: 5n..... Tarcísio de Paula Pessoa Lopes , fal. solteiro; 4n..... Antonina Lopes de Paula Pessoa , c.c. Gerardo Aguiar Ximenes; este, tio do Prof. Wellington Menezes; Gerardo, também, foi irmão de Antonio Atibones, pai de Socorro, esposa de José Borges de Almeida Monte(Zé Monte). Tiveram: 5n..... Angélica Aguiar, Comerciante, c.c. Wilson Rodrigues dos Santos, já falecido. Tiveram: 6n..... Rosa de Fátima Aguiar Rodrigues, Agente da P.F., já falecida ;

6n..... Antonina Angélica Aguiar Rodrigues, c.c. Enildo Silva ; 6n..... Lilia Aguiar Rodrigues ; 5n..... José Cláudio Aguiar , Médico Dermatologista e Agropecuarista. Casou-se com Jane e tiveram: 6n..... José Cláudio Aguiar Junior, comerciante, residente em Recife. Casou-se com Tereza ; 6n..... Claudine Aguiar , Advogada, c.c. Luciano de Arruda Coelho Junior(Lucianinho), também Advogado, irmão do atual (em 2012) Prefeito de Sobral Clodoveu Arruda Neto; 6n..... João Pupo Aguiar , Advogado. Superintendente do Detran no Ceará(em 2009); Em 2013 Secretário do Município de Fortaleza. Casouse com Tércia; Cláudio Aguiar casou-se depois com Maria Dilma da Silva e tiveram: 6n..... Lara Silva Aguiar , Médica; 6n..... Lucas Silva Aguiar, Acadêmico de Direito ; Cláudio Aguiar casou-se terceira vez com Ivancy Aguiar e tiveram: 6n..... Claudiana Silva Aguiar ; 5n..... Vera Silva Paula Pessoa Aguiar, c.c. Manoel Ricardo de Holanda Neto, já fal.. Tiveram: 6n..... Viviane Aguiar Holanda, Funcionária Pública; forneceu importantes dados ao Autor

destas linhas ; 6n..... Gerardo Aguiar Ximenes Neto , Funcionário Público, casado; 6n..... Ticiane Aguiar Holanda, Cabeleireira, casada com Antonio Henrique Ponte do Nascimento ; 5n.....Antonio Atibones Ximenes, Funcionário Público, já falecido; foi casado com Zélia Paiva. Tiveram: 6n..... Antonio Atibones Ximenes ; 6n..... Marcus Vinicius Paiva Ximenes ; 5n..... Rosa Maria Aguiar, professora c.c. Marcelo Alcântara. Pais de: 6n..... Mariana A. Alcântara, Psicóloga ; 6n..... Ana Virginia Aguiar Alcântara ; 6n..... Fábio Aguiar Alcântara , Advogado, c.c. Renata; 5n..... Alba de Paula Pessoa Aguiar, fal. aos 7 anos no Rio de Janeiro; 4n..... Iolanda Lopes de Paula Pessoa , c.c. o Professor de Matemática Gerardo Rodrigues de Albuquerque, nascido em 1918. Acerca de Gerardo Rodrigues de Albuquerque encontramos na Publicação Deputados Estaduais – Legislatura – 1959/1962, da Assembléia Legislativa do Estado do Ceará: “Gerardo Rodrigues de Albuquerque –

P.T.B. Partido Trabalhista Brasileiro. Filho de Henrique Rodrigues de Albuquerque e Maria Antonieta. Nasceu a 10.08.1918, em Sobral. Pedagogo. Formado pela Universidade Estadual do Ceará, em Pedagogia, com habilitação em Administração Escolar e Magistério. Professor de Matemática, Desenho e Estatística do Colégio Sobralense, Colégio Santana, Colégio São José, Seminário Diocesano e Escola Técnica de Comércio Dom José, em Sobral, e, em Fortaleza, nos Colégios: Batista Rui Barbosa, Santa Lúcia, Joaquim Albano, Júlia Jorge e Noel Hugnem de Oliveira Paiva; e Diretor dos Colégios Estaduais Noel Hugnen de Oliveira Paiva e Maria José Medeiros. Iniciou sua carreira política como Vereador, eleito em três legislaturas consecutivas e Presidente da Câmara Municipal de Sobral, durante três anos seguidos; assumiu a Prefeitura Municipal de Sobral durante um mês; e Deputado Estadual(suplente) no Governo Parsifal Barroso, tendo assumido, por várias vezes, nos anos de 1961 e 1962. Gerardo e Iolanda tiveram: 5n..... Francisco Haroldo Rodrigues de Albuqerque, Desembargador, c.c. Maria do Socorro Brito. Tiveram: 6n..... Alexandre Albuquerque, Advogado;

111

6n..... Francisco Haroldo Rodrigues de Albuquerque Filho, Odontólogo; 6n..... Antonieta Albuquerque, Advogada; 6n..... Gerardo Rodrigues de Albuquerque Neto, Advogado; 5n..... Henrique Rodrigues de Albuquerque, Médico, c.c. Anaíde(5n227). VER DESCENDÊNCIA NA MULHER; 5n..... Cláudio Pessoa Rodrigues, Médico Anestesista, já falecido; 5n..... Maria das Graças de Paula Pessoa Albuquerque, c.c. o Prof. Roberto Cláudio Frota Bezerra, que foi Reitor da Universidade Federal do Ceará. Pais de: 6n..... Prisco Rodrigues Bezerra; 5n..... Maria Antonieta de Paula Pessoa Rodrigues; 5n..... Luzia, c.c. José Inácio Parente, filho de Manoel Felizardo Mendes Parente, conhecido por “Gatão”. Tiveram: 6n..... André Rodrigues Parente; 6n..... Inácio Rodrigues Parente; 5n..... José Gomes de Paula Pessoa Rodrigues; 5n..... Gerardo Rodrigues de Albuquerque Filho; 5n..... Francisco de Paula Pessoa Rodrigues, Odontólogo; 4n..... Maria da Conceição Lopes de Paula Pessoa

, c.c. o Cel. Abdon Guimarães. Tiveram: 5n..... Valter Cláudio Paula Pessoa Guimarães; 5n..... Regina Paula Pessoa Guimarães; 5n..... Paulo Paula Pessoa Guimarães; 5n..... Roberto Paula Pessoa Guimarães; 5n..... Rejane Paula Pessoa Guimarães; 5n..... Jaqueline Paula Pessoa Guimarães; 5n..... Severino Paula Pessoa Guimarães, companheiro de peraltices do Autor destas linhas 5n..... Fausto Paula Pessoa Guimarães; 4n..... Francisca Lopes de Paula Pessoa (Chiquita) c.c. José Flamarion Neves. Tiveram: 5n..... Lúcia de Paula Pessoa Neves; 5n..... Isabel de Paula Pessoa Neves; 5n..... Cláudio Miranda de Paula Pessoa Neves; 5n..... Jane de Paula Pessoa Neves; 5n..... Regina Cláudia de Paula Pessoa Neves, c.c. Joaquim Miranda; 5n..... Ana Helena de Paula Pessoa Neves; 5n..... José Ricardo de Paula Pessoa Neves; 4n..... Oneide Lopes de Paula Pessoa , c.c. João Passos Dias, filho de Luiz Dias da Ponte e de Raimundinha Passos; poliítico honesto e de destaque na cidade de Sobral, falecido em 19 de novembro de 2009. Tiveram: 5n..... Cláudio de Paula Pessoa Dias , Advogado, c.c. Maria do Socorro Vasconcelos. Tiveram:

6n..... Cláudio Junior; 6n..... Louise; 5n..... Ana Carmem de Paula Pessoa Dias , c.c. Edson Rodrigues de Andrade. Tiveram: 6n..... Ian de Paula Pessoa Dias Andrade; 6n..... Larissa Paula Pessoa Dias Andrade; 5n..... Joyna de Paula Pessoa Dias , mãe de: 6n..... Iolanda; 5n..... Eveline de Paula Pessoa Dias , Empresária de destaque na Cidade de Sobral, mãe de: 6n..... Oneide Paula Pessoa Dias; 6n..... David de Paula Pessoa Dias; 3n....Maria de Jesus Pessoa de Andrade, que c.c. Joaquim Frederico de Andrade e tiveram, entre outros: 4n...Francisco Miranda de Paula Pessoa, que casou-se com.... e tiveram, entre outros: 5n...Maria de Jesus Facó de Paula Pessoa, 3n..... Edgar de Paula Pessoa , Juiz de Direito; 3n..... Francisca de Paula Pessoa (Nenem);

2n24. Joaquim Miranda de Paula Pessoa, Bacharel , n. a 12/01/1864 em Sobral-Ceará e fal. no Rio de Janeiro a 17/04/1900, casou-se com Vitalina Gomes Parente, n. a 17/08/1864, filha do Cel. José Cândido Gomes Parente e de Cesarina Gomes. Casaram-se a 09/05/1895 e tiveram: 3n58. Wicar Parente de Paula Pessoa. General do Exército Brasileiro, n. a 06/05/1897 e fal. em 06/09/1983. Fez cursos de Engenharia no Ceará e foi Professor Catedrático de Matemática da Escola Preparatória de Fortaleza(E.P.F). Casou-se com Zilda Barbosa de Almeida Castro, n. a 03/12/1902 e falecida em 02/08/1985, filha de Vicente de Almeida Castro e de Ana Barbosa de Almeida Castro. Zilda de Castro era irmã de Bené de Castro, sendo este o pai de Fernandina que foi casada com o Cel. do Exército José Aurélio Saraiva Câmara, de saudosa memória, e que foi Professor de Geometria do autor dessas linhas no Colégio Militar de Fortaleza em 1970. Wicar e Zilda tiveram: 4n96. Euclides Wicar de Castro Parente Pessoa, n. a 27/05/1924 e fal. em 18/02/1977. Bacharel em Direito e ex-Deputado pelo Ceará, c.c. Denise Tostes de Carvalho Cruz, natural de Minas Gerais. Tiveram: 5n 208. Gisela Cruz Pessoa , Psicóloga e fazendeira, c.c. Carlos Eduardo Monteiro e tiveram:

113

6n 121. Karla , Advogada, n. a 14/03/1978; 6n 122. Gabriela , também Advogada, n. a 03/10/1979; 5n 209. Francisco José de Paula Pessoa , n. a 29/01/1962 e c.c. Christiane Maria Ribeiro. Em segundas núpcias c.c. Daniela Toledo. Atualmente está com Regina; 5n 210. Euclides Wicar de Castro Parente Pessoa Filho, n. a 27/09/1965 e c.c. Ana Paula Dias Machado. Tiveram: 6n 123. Camilla , n. a 19/04/1989; 4n 97. José Cândido Castro Parente Pessoa, n. a 30/10/1925 e fal. em Petrópolis-R.J a 10/02/2003. Engenheiro Civil, ex- Diretor Geral do DNOCS(Departamento Nacional de Obras Contra as Secas). Casou-se com Maria Augusta Moreira de Capistrano, n. a 14/01/1935 e fal. a 16/11/1977. Tiveram: 5n 211. Maria de Lourdes , n. a 30/11/1963 e fal. em 1979; 5n212. José Candido , n. a 08/06/1965 c.c. Christiana Dietrich e tiveram: 6n 124. Roberto, n. a 05/02/1994; 6n 125. Guilherme, n. a 09/04/1995; 5n .213. Maria Beatriz , n. a 29/02/1968; 4n 98. Vicente de Castro Parente Pessoa, n. a 21/01/1927 e fal. a 01/03/1984, era Médico e

também Bacharel em Direito. Casou-se com Maria de Fátima Araújo, que foi Miss Maguary(Clube de Fortaleza-Ce). Tiveram: 5n 214. Vicente Araújo Pessoa 5n 215. Wicar Paula Pessoa Neto, c.c. Liana Fujita; 5n 216. Fernando Hugo Araújo Pessoa; 5n 217. Zilda Maria Araújo Pessoa; 4n 99.Eunice Zilda de Castro Paula Pessoa, n. a 21/05/1928 e fal. a 30/01/1929; 3n59. Anaíde Parente de Paula Pessoa, n. a 26/07/1889, c.c. José Leôncio Gomes de Andrade, seu primo, n. a 30/12/1879, f. de José Leôncio de Andrade e de Amália Gomes Parente. Escritora de grande projeção, também foi empreendedora; fundou a Maternidade Manoel Marinho e o Posto de Puericultura. Escreveu a obra Terra de Contraste. Casaram-se a 08/09/1917 e tiveram: 4n 100. Joaquim Miranda Pessoa de Andrade, n. a 30/06/1918 em Sobral, c.c. Daise Max da Costa, filha de Eduardo Max da Costa e de Irene Max da Costa. Cel do Exército, combateu na Segunda Guerra Mundial, quando foi integrante da F.E.B(Força Expedicionária Brasileira) na Campanha da Itália. Foi, ainda, Comandante de Batalhão do 20o R.I, em Curitiba-Pr. Tiveram: 5n 218. José Eduardo Pessoa de Andrade, n. a 05/04/1951, c.c. Terezinha Rodrigues. Tiveram:

6n126. Ana Rodrigues Pessoa de Andrade, n. a 12/09/1981; 6n127. Lara Rodrigues Pessoa de Andrade, n. a 15/01/1987; 5n 219. Luiz Fernando Pessoa de Andrade, n. 26/10/1952 e c.c. Miriam Pinheiro. Tiveram: 6n128. Mariana Pinheiro Pessoa de Andrade; 6n129. Ives Pinheiro Pessoa de Andrade; 6n130. Patrick Pinheiro Pessoa de Andrade; 6n131. Maria Pinheiro Pessoa de Andrade; Depois Luiz Fernando casou-se com Nise Sanford, sua prima(.....) Fernando foi da Turma de 1965 do Colégio Militar de Fortaleza. 5n 220. Leila Pessoa de Andrade, n. a 14/07/1954, c.c. Ricardo Carvalho. Tiveram: 6n132. Rodrigo Pessoa de Andrade Carvalho; 6n133. Roberta Pessoa de Andrade Carvalho; 5n 221. Sérgio Pessoa de Andrade, Fazendeiro em Tauá, n. a 09/12/1955, c.c. Soraia e tiveram: 6n134. Luita Pessoa de Andrade; 5n 222. Irene Pessoa de Andrade,c.c. André Luna e tiveram: 6n135. Luiza Pessoa de Andrade Luna; 4n 101. José Leôncio Pessoa de Andrade, Major do Exército, fez a Campanha da Itália na Segunda Guerra Mundial, integrante da F.E.B. Engenheiro Civil e construtor no Rio de Janeiro e Minas

Gerais, c.c. sua prima Silvia Fraenckel. Tiveram: 5n 223. Lilian Pessoa de Andrade, c.c. Roberto Fiúza Junior; 5n 224. Eliane Pessoa de Andrade, c.c. Luis Antonio Catapan; 5n 225. Elizabeth Pessoa de Andrade, fal. criança; 5n 226. José Leôncio Andrade Neto, solteiro; 4n 102. Fernando Paula Pessoa de Andrade , n. a 10/07/1923, c.c. Nilda Carneiro Melo, nascida a 17/11/1926, filha de Abel Vieira Melo e de Maria carneiro de Melo. Engenheiro Agrônomo formado pela Faculdade de Agronomia de Viçosa- M.G; casados a 30/03/1949 e tiveram: 5n 227. Anahid Maria Melo de Andrade, n. a 06/01/1950, c.c. o Médico Cardiologista Henrique Rodrigues de Albuququerque , seu primo,(5n.....) filho do Prof. de Matemática Gerardo Rodrigues de Albuquerque(Tio do Ex- Ministro da Marinha Henrique Saboia) e de Iolanda Paula Pessoa Rodrigues de Albuquerque. Pais de: 6n136. Fernando Henrique Melo de Andrade Albuquerque, n. a 21/04/1980; 6n137. Beatriz Melo de Andrade Albuquerque, n. a 14/10/1982; 6n138. Yolanda Melo de Andrade Albuquerque, n. a 18/01/1987; 5n 228. José Leôncio Melo de Andrade, conhecido

115

como " o Pão", c.c. Maria José Braga e tiveram: 6n139. José Leôncio Melo de Andrade Junior; 6n140. Samara Braga Melo de Andrade; 6n141. Rebeca Braga Melo de Andrade; 5n 229. Fernando Melo de Andrade, fal. aos 10 meses de idade; 5n 230. Francisco Ricardo Melo de Andrade, n. a 03/09/1962, c.c. Lina Márcia Arraes, filha de Raimundo Arraes e de Maria Dolores Dias. Tiveram: 6n142. Francisco Ricardo Melo de Andrade Filho , n. a 04/07/1991; 6n143. Maria Dolores Arraes Melo de Andrade, n. a 04/04/1993; 5n 231. Joaquim Melo de Andrade, n. a 08/09/1961, Engenheiro Agrônomo formado pela Faculdade de Agronomia do Ceará, c.c. Regina Cláudia Neves, filha de Flamarion Neves e de Francisca Neves; 5n 232. Judith Melo de Andrade, n. a 03/11/1958, c.c. José Gadelha e tiveram: 6n 144. Jonathan Melo de Andrade Gadelha ; 4n 103. Maria Judith Parente Pessoa de Andrade, n. a 28/10/1919. Religiosa da Congregação das Irmãs de Santa Dorotéia, Doutora em Filosofia e

Psicologia Clínica. Reside no Maranhão; 4n 104. Maria Dolores Parente Pessoa de Andrade, n. a 22/09/1924, c.c. o Engenheiro Agrônomo Joaquim de Castro Feitosa. São os pais de: 5n 233. Bernardo Pessoa de Andrade Feitosa, fal. solteiro aos 25 anos de idade; 5n 234. José Leôncio Pessoa de Andrade Feitosa, c.c. Vera e tiveram cinco filhos; 5n 235. Judith Pessoa de Andrade Feitosa, c.c. Ângelo; 5n 236. Fátima Lúcia Pessoa de Andrade Feitosa ; 5n 237. Ana Maria Pessoa de Andrade Feitosa, c.c. Túlio; 4n 105. Francisco Paula Pessoa de Andrade, Engenheiro e Geólogo, mora em Fortaleza. Nasceu a 08/09/1938 e c.c. Teresinha Araújo. Pais de : 5n 238. Helena Maria ; 5n 239. Leonardo; 2n25. Vicente Miranda de Paula Pessoa, n. a 05/10/1865 e fal. a 18/12/1870. 2n26. João Miranda de Paula Pessoa, n. a 20/09/1867 em Sobral e fal. inupto a 17/09/1890 quando cursava o 5o ano da Faculdade de Direito de Recife; 2n27. Tomás Miranda de Paula Pessoa, n. a 05/05/1871 em Sobral. Formado em Direito pela

Faculdade de Recife, c.c. sua prima Eponina(Epônima?) Augusta Tavares da Costa Miranda, filha do Desembargador Joaquim Tavares da Costa Miranda e de Josefa Joaquina Tavares da Costa Miranda. 2n28. Pudenciana Luitigarda Miranda de Paula Pessoa, n. a 02/06/1873, c.c. Francisco Frederico Rodrigues de Andrade a 30/05/1891. Tiveram dois filhos. 2n29. Maria da Soledade Miranda de Paula Pessoa(Sinhá Saboia). Nasceu a 28/11/1875 e c.c. o Dr. José Saboia de Albuquerque, filho do Cel. Ernesto Deocleciano de Albuquerque e de Francisca Carolina Figueira de Saboia, a 30/11/1893. Sobre o Dr. José Saboia escreveu Jarbas Cavalcante de Aragão em "Os Ximenes de Aragão no Ceará", página 136: ...."Outro fidalgo cavaleiro de que bem se lembra o autor , por tê-lo visto sempre bem montado passeando, pelas ruas de Sobral e austeramente trajado, foi o Dr. José Saboia de Albuquerque, tetraneto de Inês Madeira de Vasconcelos. O Dr. José Saboia de Albuquerque que nasceu a 6 de agosto de 1871, e que pertencia à mesma grei dos Ximenes de Aragão, e por conseguinte, dos Carrascos e dos Holandas.(...)" Tiveram:

3n60. Evangelina Saboia, n. a 24 de novembro de 1898 e fal. em Sobral a 6 de maio de 1988. Casou-se com Theodor Wilhelm Ziesemer(Teodoro Ziesemer), natural da Alemanha, a 28 de maio de 1938. Não houve sucessão. Pe. Francisco Sadoc de Araújo escreveu em seu livro Cronologia Sobralense, volume 5, pág. 117: " 7 de janeiro de 1922 (sábado): a senhorita Evangelina Saboia, em concurso patrocinado pelo jornal "A Ordem" é eleita a mais bonita mulher de Sobral com 276 votos. Em 2o lugar classificou-se Noemi Mendes, com diferença de apenas um voto. Foi o primeiro concurso de Miss Sobral."; 3n61. Francisca Saboia de Albuquerque (Chiquitinha), n em 1901 e casou-se a 19 de fevereiro de 1925 com o Dr. Sérgio Saboia , filho de Adolpho Saboia de Mello e de Maria Elisa de Saboia e Silva. Tiveram: 4n106. Francisco Sérgio Saboia, Engenheiro da Companhia Siderúrgica Nacional de Volta Redonda, casou-se com Dinorah Salles. Tiveram: 5n240. Adrianne Salles Saboia; 5n241. Sérgio Salles Saboia; 3n62. Maria da Soledade Saboia (Mariinha), n. a 10 de janeiro de 1904 e fal. em Sobral a 28 de janeiro de 1993. Casou-se a 11 de fevereiro de 1928 com o Dr. Plínio Pompeu de Saboia Magalhães ,

117

nascido em Ipu a 3 de março de 1892 e falecido com 102 anos de idade em Sobral a 27 de maio de 1994, filho do Dr. João Pompeu de Sousa Magalhães e de Jacinta Viriato de Saboia. O Dr. Plínio Pompeu era Engenheiro Civil formado pela Escola Politécnica da Bahia em 1914 e foi Senador da República e Prefeito de Fortaleza. Tiveram: 4n107. Lúcia Pompeu de Saboia Magalhães, n. a 31 de janeiro de 1929 e fal. inupta a 20 de maio de 1954 ,vítima de acidente de carro; 4n108. José Saboya Neto, n. a 23 de julho de 1933 e fal. em Sobral a 1o de dezembro de 1978. Foi construtor no Rio , em Sobral e no vizinho Estado do Piauí: participou da construção do Hotel Municipal de Sobral, do clube Caiçaras na Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio, e também da FRIPISA(Frigoríficos do Piauí S.A). Casou-se com Maria Marly Aguiar Mendes, filha de José Moacir Mendes e de Guiomar Aguiar. José Saboia Neto era Padrinho do Autor e muito amigo do pai deste, Cel. Caetano Figueiredo. Tiveram: 5n242. José Moacyr Mendes Saboya (Moca).Nasceu em Sobral a 4 de janeiro de 1958. Foi Consultor Presidente do Grupo Édson Queiroz durante 14 anos.Casou-se em Meruoca a 28/11/87 com Mônica Couceiro de Medeiros, filha de Izamar P. de Medeiros, natural de Quarí, estado do

Amazonas.Tiveram: 6n145. Gabriella Medeiros Saboya, n. a 14 de julho de 1988; 6n146. José Saboya Neto, n. a 13 de novembro de 1989; 6n147. Pedro Medeiros Saboya, n. a 14 de dezembro de 1995; Todos nascidos em Fortaleza. 5n243. Plinio Pompeu de Saboya Magalhães Neto (Plininho).Engenheiro Mecânico formado pela Universidade de Fortaleza em 26/12/1986, n. a 10 de setembro de 1959 e casou-se com Cristiane Sousa, nascida a 4 de novembro de 1973, filha de Antonio Arismar Sousa e Maria Lima. Casaram-se na Sé de Sobral em 8/12/1990. Tiveram: 6n148. Marly Sousa Pompeu de Saboia, n. a 23 de setembro de 1991; 6n149. Natasha Sousa Pompeu de Saboia, n. a 21 de setembro de 1992; 6n150. Nicole Sousa Pompeu de Saboia, n. em 04/08/1995; Plinio Neto é pai de: 6n151. Raimundo Nonato Lira Pompeu de Saboya, que estudou no Colégio Professor Luciano Feijão, em Sobral-Ceará. Casou-se com Sandra Sousa e tiveram: 7n.... Camille Sousa Pompeu de Saboya ;

5n244. Patrícia Lucia Mendes Saboya. Pedagoga formada em Fortaleza, foi Vereadora por Fortaleza pelo PSDB, tendo sido a mais votada nas eleições de 1994 com 21.000 votos. Eleita em 1998 Deputada Estadual pelo PPS do Ceará com expressiva votação (76000 votos). Casou-se em Fortaleza a 5 de maio de 1983 com Ciro Ferreira Gomes, filho de José Euclides Ferreira Gomes Jr., ex-Prefeito de Sobral e de Maria José Santos. Ciro Ferreira Gomes nasceu em Pindamonhangaba, Estado de São Paulo, a 6 de novembro de 1957. Cursou o secundário no Colégio Estadual de Sobral e o penúltimo ano no tradicional Colégio Sobralense. Formou-se em Direito pela Universidade Federal do Ceará, iniciando depois breve carreira de Professor Universitário na Universidade Estadual Vale do Acaraú(UVA). Entrou na política pelas mãos de seu pai, o Dr. José Euclides Ferreira Gomes, então Prefeito de Sobral. Em 1982 elegeu-se aos 24 anos para a Assembléia Legislativa do Ceará. Foi reeleito Deputado Estadual pelo Ceará em 1986 , quando foi líder do Governador Tasso Jereissati na Assembléia. Lançado por Tasso , Ciro foi Prefeito de Fortaleza. Foi eleito Governador do Estado do Ceará em 1990 e governou esse Estado no período 1991/94 e em seguida foi Ministro da Fazenda no final do

Governo do Presidente Itamar Franco em 1994. Candidatou-se à Presidência da República em 1998 pelo PPS, porém não foi eleito, apesar de uma performance relativamente boa. Ciro é irmão do Engenheiro Civil e ex-Prefeito de Sobral Cid Ferreira Gomes. Patrícia foi eleita Senadora pelo Estado do Ceará em 2002. Ciro e Patrícia tiveram: 6n152. Lívia Saboya Ferreira Gomes; 6n153. Ciro Saboya Ferreira Gomes; 6n154. Yuri Saboya Ferreira Gomes; 4n109. Gilberto Saboia Pompeu, n. em 1935 e fal. em acidente automobilístico em Sobral a 25 de dezembro de 1985. Engenheiro Civil, foi presidente do FRIFORT(Frigorífico de Fortaleza).Casou-se com Ana Maria Monteiro, natural de Fortaleza, filha de Moacir Monteiro e de Raimunda Teófilo Monteiro. Tiveram: 5n245. Fernando Monteiro Saboia Pompeu; 5n246. Carlos Henrique Monteiro Saboia Pompeu, n. a 7 de agosto de 1964. Casado com Rosângela Melo, natural de Fortaleza. Tiveram: 6n155. Carlos Henrique Melo Saboia Pompeu, n. em Sobral a 21 de novembro de 1996; 3n63. Ernesto Miranda Saboia de Albuquerque, n. em Sobral a 24 de junho de 1906 e fal. no Rio de janeiro em 1994.Bacharel em Direito, foi Deputado

119

Federal pelo Ceará. Industrial , foi também Presidente do BNDES. Casou-se com Fernandina Amorim Pereira da Silva, natural de Recife. Tiveram: 4n110. Fernando Ernesto Saboia de Albuquerque, n. no Rio de Janeiro a 26 de junho de 1934 e alí fal. a 18 de março de 1988. Casou-se com Dagmar Gomes(Dag Saboia), proprietária de uma loja de revenda de quadros de pintura, em Copacabana. Tiveram: 5n247. Fernando Gomes Saboia; 4n111. Ricardo Ernesto Saboia de Albuquerque, n. em 1936. Casou-se com ..... e tiveram: 5n248. Ricardo Saboia Filho(?); 4n112. Vera Christiana da Silva Saboia de Albuquerque, casou-se em 1as núpcias com Hercílio Malburg e em 2as núpcias com Edgardo. Vera teve do seu primeiro casamento: 5n249. Eduardo Henrique Malburg; 5n250. Patrícia Malburg, c.c. Guilherme Cañedo; 5n251. Bianca Malburg, c.c. Ricardo Buarque Goulart no Rio a 8/9/83. 5n252. Vera Christiana Malburg, fal. criança; 5n253. Vera Christiana Malburg, que possui o mesmo nome de sua irmã anterior; 4n113. Ticiana da Silva Saboia de Albuquerque, casou-se em 1as núpcias com José Milton Sampaio

e em 2as núpcias com Oriovaldo Vargas L’Offler. Ticiane teve: 5n254. José Milton Sampaio Junior, Engenheiro Civil; 5n255. José Otávio Albuquerque Sampaio; 5n256. José Eduardo Albuquerque Sampaio; 5n257. José Roberto Albuquerque Sampaio. Casou-se no Rio a 19/8/89 com Ana Tereza, filha de Francisco de Paula Basílio Jr. e Maria Rejane Pinto Palhares; 3n64. Pudenciana Saboia (Nasinha), n. em Sobral a 31 de março de 1909 e fal. na mesma cidade a 5 de outubro de 1994. Casou-se a 25 de março de 1936 com José Maria de Araújo Mont’Alverne, nascido em Sobral a 12 de outubro de 1908 e fal. a 23 de novembro de 1955, Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito do Ceará em 1933, filho de Antonio Mont’Alverne Filho e de Maria Marphisa de Araújo Soares. José Maria foi gerente da Fábrica de Tecidos de Sobral e um de seus diretores. Foi vereador à Câmara Municipal em 1935 e era homem de fino trato e um dos líderes da sociedade sobralense. Era irmão do Dr. Guarany e do Engenheiro José Lourenço Mont'Alverne ( este foi professor do Autor na Universidade de Fortaleza em 1979), entre outros. Tiveram: 4n114. Elsie Saboia Mont’Alverne. Nasceu a 23 de

março de 1937 e casou-se a 12 de setembro de 1960 com José Martônio Barreto Lima, comerciante, n. a 6 de maio de 1935 e falecido a 9 de julho de 1995, filho de Antonio Amancio Correia Lima e de Margarida Barreto Lima. Tiveram: 5n258. José Maria Mont’Alverne Neto (Zézé), n. em Sobral a 28/9/1961. Casou-se com Cristiene Cardoso, natural de Minas Gerais e tiveram: 6n156. Marina; 6n157. Maria Clara; 6n.... Karina; 5n259. Martonio Mont’Alverne Barreto Lima (Toninho), n. em Sobral a 27/11/1962. Advogado formado pela Universidade de Fortaleza. Casou-se com Maria Cláudia d'Alge, filha do Professor Carlos d’Alge. Tiveram: 6n158. Julia; 6n.... Rafael; 5n260. Gisele Mont’Alverne Barreto Lima, n. em Sobral a 22/6/1964. Casou-se com Marcelo Melo, filho do conhecido empresário do ramo imobiliário e construtor em Fortaleza, Capitão Melo. Capitão Melo foi instrutor do Autor em 1968/1969 no Colégio Militar de Fortaleza. Tiveram 6n.... Leticia; 6n.... Marcela;

5n261. Lia Mont’Alverne Barreto Lima, n. em Sobral a 3/7/1966. Casou-se a 22/9/90 com Fco. Sérgio Rangel de Paula Pessoa (5n58). Pais de: 6n159. Camila; 6n..... Rebeca; 6n..... Renata; 5n262. Francisco David Mont’Alverne Barreto Lima, n. a 1/11/1967. Casou-se com Ismênia Xavier. Tiveram: 6n..... Hislana; 5n263. Mariana Barreto Lima; 4n115. Martha de Saboia Mont’Alverne. Nasceu em Sobral a 21 de janeiro de 1942 e casou-se em Sobral a 16/12/60 com Gilberto Napoleão Parente e Silva, nascido a 27 de novembro de 1938. Gilberto trabalhou no antigo SAMDU de Sobral (Serviço de Assistência Médica de Urgência) e depois foi estudar Direito em Fortaleza; depois montou a indústria salineira Arataím no município de Granja. Tiveram: 5n264. Helano Mont’Alverne Napoleão Parente e Silva, c.c. Ana Leda Neves Viana, filha de Aloísio Martins Viana. Ana Leda foi aluna do Autor no Colégio Genius, em Sobral, no ano de 1990. Tiveram: 6n160. Gilberto Napoleão Parente e Silva Neto, nascido em 20/7/96;

121

6n..... Rafaela; 5n265. Larissa Mont’Alverne Parente e Silva, c.c. Reynaldo Arruda Carneiro.Tiveram: 6n161. Vitor Carneiro Napoleão; 6n..... Ana Lara; 5n266. Izabelle Mont’Alverne Parente e Silva, c.c. Cassio Lopes Albuquerque , Médico, nascido a 3 de outubro de 1968. Tiveram: 6n162. Mateus Mont’Alverne Lopes; 6n163. Cassio Lopes Filho; 6n..... Gabriel; 4n116. Glória Giovana Saboia Mont’Alverne , nasceu em Sobral a 18 de dezembro de 1944. Diretora do Museu Dom José, em Sobral e coautora do livro Sobral - História e Vida, feito em parceria com Norma Soares, esposa do Reitor da UVA Teodoro Soares . Historiadora e Professora Universitária vinculada à Universidade Estadual Vale do Acaraú, casou-se com José Hilton Parente Girão , nascido a 11 de abril de 1942 e fal. em Sobral em 1994, filho de Benício Carneiro Girão e de Raimunda Parente Girão. Tiveram: 5n267. Eugênio Mont’Alverne Girão , c.c. Beatriz Saboia (5n271)e tiveram: 6n..... Manuela Mont’Alverne Girão ; 6n..... Pedro Hilton Mont’Alverne Girão ; 5n268. Marcílio Mont’Alverne Girão;

5n269. José Hilton Mont’Alverne Girão; Marcílio e José Hilton Mont’Alverne foram alunos do Autor no Colégio Sobralense (Geo Studio). 4n117. Paulo César Saboia Mont’Alverne, n. em Sobral a 10 de setembro de 1946. Advogado, casouse em 5/7/74 em Fortaleza com Jacqueline, filha de Roberto Vieira Nepomuceno e de Vera Augusta Guimarães. Tiveram: 5n270. André Nepomuceno Mont'Alverne, c.c. Adriana Sanford Frota Barbosa. Pais de: 6n..... Guilherme; 5n271. Beatriz Nepomuceno Mont'Alverne, c.c. Eugênio Mont’Alverne Girão(5n267). VER DESCENDÊNCIA NO MARIDO; 5n272. Tiago Nepomuceno Mont'Alverne; 3n65. Francisco Saboia de Albuquerque, n. em 1894 e fal. em 1897; 3n66. Lucia Saboia de Albuquerque, n. em 1920 e fal. criança; 2n30- José Miranda de Paula Pessoa, n. a 13/06/1877 e fal. a 20/10/1877. 2n..... Cláudio Miranda de Paula Pessoa , n. em......c.c........e tiveram, entre outros: 3n..... Oneide Lopes de Paula Pessoa , c.c. João Passos Dias, poliítico honesto e de destaque na cidade de Sobral, falecido em 19 de novembro de

2009. Tiveram: 4n..... Cláudio de Paula Pessoa Dias ; 4n..... Maria do Carmo de Paula Pessoa Dias ; 4n..... Joyna de Paula Pessoa Dias ; 4n..... Eveline de Paula Pessoa Dias ; x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

Capítulo I PARTE V n05. Maria Luiza de Paula Pessoa, n. a 29 de maio de 1839 a fal. em Fortaleza a 11 de setembro de 1910. Casou-se a 12/01/1861 com o Dr. Antonio Joaquim Rodrigues Junior, nascido em Sobral a 12 de março de 1837 e fal. em Fortaleza a 14 de março de 1909, filho de Antonio Joaquim Rodrigues e de Ana Rosa de Albuquerque. Rodrigues Junior foi Conselheiro do Império e Ministro da Guerra.Tiveram: 2n31. Francisca Carolina de Paula Rodrigues, n. a 03/03/1862. 2n32. Ana de Paula Rodrigues, gêmea da anterior, faleceu durante o parto.

2n33. Francisco de Paula Rodrigues, n. em Sobral a 19/10/1863. Médico Oftalmologista, fal. inupto. 2n34. Maria Adelaide de Paula Rodrigues 2n35. Antonio Joaquim de Paula Rodrigues 2n36. Luiza Leticia de Paula Rodrigues, n. a 07/02/1872. 2n37. Tomás de Paula Rodrigues, n. a 24/11/1873. Formou-se em Direito pela Faculdade do Recife e foi Senador do Império. Teve: 3n67 - Egberto de Paula Pessoa Rodrigues, que foi Deputado Federal. 2n38. Otávio de Paula Pessoa Rodrigues. Nasceu a 23/07/1875 e formou-se em Engenharia Civil pela Escola Politécnica do Rio de Janeiro. 2n39. Ana Amelia de Paula Rodrigues, n. a 17/07/1877(Madre Maria de Santa Teresa de Jesus, que foi Superiora do Asilo do Bom Pastor.) 2n40. Alberto de Paula Rodrigues, Engenheiro Civil, n. a 27/01/1882.(Médico segundo o Barão de Studart) 2n.... Antonia de Paula Rodrigues, c.c. José Henrique Pires. Tiveram: 3n.... Antônio de Paula Pires c.c. Francisca Cirila Ferreira Gomes. Tiveram: 4n.... Maria Aglair Pires, n. em 1932 em Uruburetama-Ceará, c.c. Adeodato Cavalcante Lopes e tiveram:

123

5n.... Ana Maria Pires Lopes, n. em 1959 em Fortaleza, c.c. Amauri Selvati Mendonça. Tiveram: 6n.... Ana Carolina Lopes Selvati , n. a 12 de junho de 1988 no Hospital São Lucas, em Brasília. Cursou o Ensino Fundamental e o Ensino Médio no Instituto Mackenzie. Acadêmica do Curso de Física da Universidade Federal de Brasília(UNB). Assistente do Planetário Intinerante; 5n.... Camila Selvati , n. a 03 de setembro de 1990 no Hospital Sta. Luzia, em Brasília. Cursou o Ensino Fundamental no Instituto Mackenzie e o Ensino Médio no Colégio Sigma; x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x. Capítulo I PARTE VI n06. Francisca Maria Carolina de Paula Pessoa, n. a 18 de março de 1841 e c. a 02/05/1868 c. o Dr. João de Albuquerque Rodrigues, n. a 08/12/1839 e fal. a 27/07/1901, filho de Antonio Joaquim Rodrigues e de Ana Rosa de Albuquerque, portanto irmão de Rodrigues Junior. João ficou viúvo e casou a segunda vez com Maria Luiza de Paula Figueiredo (2n16) a 07/02/1878; Maria Luiza era sua prima, filha de Antonia Geracina e de José Antonio de

Figueiredo. João de Albuquerque Rodrigues gerou: * Do seu primeiro casamento : 2n42. Francisco de Paula Pessoa(Chico Rico). Casou-se a 17/07/1891 com Ana Evangelina de Paula Pessoa Figueiredo(2n13), sua prima, filha de Antonia Geracina de Paula Pessoa e de José Antonio de Figueiredo. A mãe de Chico Rico faleceu de parto durante o seu nascimento e ele foi criado pelo Senador Paula. VER DESCENDÊNCIA NA MULHER; * Do segundo casamento de João de Albuquerque Rodrigues, VER DESCENDÊNCIA NA MULHER (2n16);

Capítulo I PARTE VII n07. Leocádio de Andrade Pessoa, n. em dezembro de 1824, filho de Maria Francisca, solteira; foi legitimado como filho pelo Senador Paula. O Dr. Leocádio foi Desembargador do Tribunal da Relação da antiga Província do Maranhão; casou-se com Hermelinda Pereira Jacinto da Mota, filha de José Pereira Jacinto e de Maria Zeferina da Mota, a 2 de maio de 1852 na Matriz de Sobral. Tiveram: 2n43.Francisca Carolina Pessoa , que casou-se em 1888 com o Desembargador Félix Cândido de Souza Carvalho;

125

x--x--x--x--x--x--x--x--x--x

Capítulo II f02. Cel João de Andrade Pessoa Anta. Nasceu a 23 de dezembro de 1787 na Vila de Granja, hoje cidade, no Estado do Ceará, e c.c. Raymunda Ferreira Veras, filha natural do rico português Benedito Veras, natural do Cabo Verde. Benedito Veras chegou em Granja-Ce e alí estabeleceu-se. Tendo comprado uma escrava de rara beleza, com esta teve dois filhos: Vitorino e Raymunda, que casou-se com Pessoa Anta em 1815. Mártir da Confederação do Equador foi fuzilado a 30 de abril de 1825 em Fortaleza, na antiga Praça dos Mártires, hoje chamada de Passeio Público.

Muito moço ainda, Pessoa Anta foi nomeado Sargento-Mor, depois Capitão-Mor e Coronel de Milícias e condecorado com a distinção de Cavaleiro da Ordem de Cristo, antes de aderir às idéias revolucionárias do movimento republicano de 1824. Sobre Pessoa Anta escreveu o Barão de Studart: " A seus esforços e poderoso concurso mallogrou-se a tentativa de Fidié para apoderar-se da villa de Parnahyba, que se declarara pela Independencia. Esses e outros importantes serviços á causa publica valeram a João de Andrade a nomeação de Coronel de milicias e o Officialato do Cruzeiro. (...)Opposicionista a Pedro José da Costa Barros e adheso ás idéas da Republica do Equador, (...) foi por denuncia e traição dos seus escravos José e Francisco entregue a Conrado de Niemeyer, e, depois de condemnado pela celere Commissão Militar, foi espingardeado ao lado do P.e Gonçalo Mororó a 30 de Abril de 1825. A essa execução se referem dois interessantes documentos publicados ás pags. 37 e 38 das minhas Datas e factos para a historia do Ceará, vol. 2.º Nestes termos é concebida a despedida de Pessoa Anta á sua familia e aos amigos. <Manos, patricios e amigos, envio a todos

perpetua saudade muito especialmente a meus filhos, masculinos e femininos. Oratorio, 28 de Abril de 1825. Hoje, pelas 3 horas da tarde foi-me intimada minha sentença de morte! Prasa a Deus que fosse por Deus assim destinado, como meu verdadeiro Author. Peço a todos que não se magôem por minha morte por não ser ella motivada por crime que mereça execração publica e sim por opinião que segui; e se tiverem noticia que em o cadafalso mostrei alguma fraquesa, não deve ser reparada, porque o homem não pode resistir aos effeitos da natureza. Peço a todos incessantemente que roguem a Deus por minha alma nas suas orações diarias, porque meus rogos talvez não sejam capazes de obter. O Supremo Dictador da natureza vos dê melhor sorte, que eu saudoso vos deixo. Não sou mais extenso porque já me vae faltando o tempo para os negocios d'alma. Sou o mais amante dos patricios, e á minha nação amarei ainda na sepultura. Adeus meus charos filhos até o dia tremendo João de Andrade Pessoa Anta> ". Pessoa Anta gerou os seguintes filhos com

Raymunda: n08. Francisca de Andrade Pessoa ; n09. Maria de Andrade Pessoa ; n10. Ana de Andrade Pessoa ; n11. Thomaz Rodolpho de Andrade Pessoa ; n12. Elesbão de Andrade Pessoa ; n13. Donata Silveira ; n14. Joaquim Pessoa ; n15. Porfírio de Andrade Pessoa ; Os quatro últimos eram filhos naturais x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

Capítulo II PARTE VIII n08. Francisca de Andrade Pessoa , c.c. Alexandre da Costa Sampaio. Fixou residência em Angica(Martinópole) e do casal houve 9 filhos, entre os quais: 2n 44. Antônio da Costa Sampaio; x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

127

Capítulo II PARTE IX n09. Maria de Andrade Pessoa x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

Capítulo II PARTE X n10. Ana de Andrade Pessoa x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

5n..... Joaquim Rodolfo Pessoa(Quinca), c.c. Zezé Abraão e tiveram: 6n..... Maria do Rosário Abraão Pessoa; 6n..... Francisco das Chagas Abraão Pessoa; 6n..... Maria de Fátima Abraão Pessoa; 6n..... Tadeu Abraão Pessoa; 5n..... José Rodolfo Pessoa Sobrinho, c.c. Nair Rodolfo da Silva e tiveram: 6n..... Valdecy Rodolfo Pessoa Silva (i.m); 6n..... Rita Rodolfo Pessoa Silva; 6n..... Rodolfo Pessoa Silva; 6n..... Raimunda Rodolfo Pessoa Silva; 6n..... Valdeni Rodolfo Pessoa Silva , que foi Paraquedista do Exército Brasileiro(i.m); 6n..... Maria Nilza Rodolfo Pessoa Silva (i.m); 6n..... Zenilda Rodolfo Pessoa Silva; 6n..... Sebastião Rodolfo Pessoa Silva; 6n..... Francisco Rodolfo Pessoa Silva (i.m); 6n..... Aldaíza Rodolfo Pessoa Silva, c.c Olavo Almeida da Silva e tiveram: 7n..... Rubens Béssio Pessoa de Almeida, c.c ... e tiveram: 8n..... Ruan Bessio Fonteles Almeida; 8n..... José Gabriel Fonteles Almeida; 7n..... Rubany Pessoa de Almeida c.c. Jocileida

Capítulo II PARTE XI n11. Thomaz Rodolpho de Andrade Pessoa, c.c. .... e tiveram: 2n..... Justino Rodolpho Andrade Pessoa, c.c. Ana e tiveram: 3n..... Joaquim Rodolpho Andrade Pessoa, c.c. Ana(Aninha) e tiveram: 4n..... Rodolfo Pessoa de Andrade, c.c. Francisca das Chagas Lima e tiveram:

129

Rocha e tiveram: 8n..... Rayan dos Santos Almeida; 8n..... Ana Carolina dos Santos Almeida; 7n..... Olaiza Pessoa de Almeida; 7n..... Olavo Almeida da Silva Junior; 6n..... Maria de Fátima Rodolfo Pessoa Silva; 6n..... Irene Rodolfo Pessoa Silva ; 6n..... José Iso Rodolfo Pessoa Silva (i.m); 6n..... Maria José Rodolfo Pessoa Silva , c.c. Antônio de Pádua O . Nazareno e passou a chamar-se Maria José Rodolfo Pessoa Nazareno. Remeteu gentilmente os dados referentes à sua família, pelo que muito o Autor destas linhas lhe agradece ; . x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x *Pessoa Anta gerou, além dos filhos de seu casamento com Raymunda, quatro filhos naturais: Capítulo II PARTE XII n12. Elesbão de Andrade Pessoa x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x

Capítulo II PARTE XIII n13. Donata Silveira x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x

Capítulo II PARTE XIV n14. Joaquim Pessoa x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

131

Antonio Nolasco de Brito, morador em Granja - Ce; 2n 47. João Porfirio de Andrade Fontenele, político influente, n. em Iboassu e c.c. Joana de Brito Fontenelee, em segundas núpcias, com Maria Adelina de Brito Fontenele; 2n 48. Francisco Porfirio Fontenele, c.c. Ana Firmina Fontenele; 2n 49. Ludovica Maria Fontenele, c.c. Francisco Camilo de Brito; 2n 50. Porfirio de Andrade Fontenele, c.c. Isabel Claudina de Lima; 2n 51. Plácido Fontenele, c.c. Joana Machado Fontenele; 2n 52. José Porfirio Fontenele, c.c. Da. Maria da Assunção; Capítulo II PARTE XV n15. Porfírio de Andrade Fontenele, filho de Ludovica Fontenelles, nasceu em Vila Viçosa e c.c. Maria do Espírito Santo Fontenelles, de cujo consórcio tiveram: 2n45. Maria de Andrade Fontainelles , c.c. Inácio José Magalhães, morador em Viçosa; 2n46. Luzia do Espírito Santo Fontainelles, c.c. x--x--x--x--x--x--x--x--x--x

Capítulo III f03. José Raimundo Pessoa de Andrade c.c. Joaquina Isabel Carolina de Azevedo. Deputado provincial em diversos biênios, fixou residência em Fortaleza. José Raymundo e Joaquina tiveram: n16. José Raimundo Pessoa Filho; n17. Padre Claudino Pessoa de Andrade; n18. Maria Lourença Pessoa de Andrade; n19. Carolina Pessoa de Andrade; n20. Henriqueta Pessoa de Andrade;

Capítulo III PARTE XVI n16. José Raimundo Pessoa Filho, c.c. sua prima Ana Josefina de Andrade Pessoa(n26), filha de Joaquim de Andrade Pessoa e de Maria Isabel Pessoa Veras. Casaram-se a 17/04/1833 e Ana Josefina fal. a 06/04/1880. Tiveram: 2n53. Francisco Raimundo de Andrade Pessoa, c.c. sua prima Isabel Cristina de Andrade Pessoa(xxxx), filha de João Zeferino Pessoa e de

133

Francisca Zeferina de Andrade Pessoa, a 02/04/1869. 2n54. Emiliano Frederico de Andrade Pessoa. Professor, c.c. Maria Adelaide da Frota, filha de José da Frota Vasconcelos e de Maria Isabel, a 25/11/1869. Tiveram: 3n68. Maria Emilia Frota Pessoa(Maroquinha), n. em Sobral a 19/06/1872, professora catedrática no Rio de Janeiro, faleceu ali em avançada idade ; 3n69. José , fal. criança; 3n70. Emiliano (Milô), fal. aos 8 anos; 3n71. José Getúlio da Frota Pessoa , n. em Sobral a 02/11/1875 e fal. no Rio a 01/08/1851. Casou-se com Maria José Gomes da Cunha (Zezé), filha de Pedro Celestino Gomes da Cunha e Altina de Souza. Pais de: 4n118. Renato Frota Pessoa, fal em 1932 no 2o ano de engenharia; 4n119. Celso Frota Pessoa, advogado, c.c. Nilza Brasileiro. Sem sucessão; 4n120. Regina Frota Pessoa , c.c. o pintor Jean Pierre Sablos, suiço. Tiveram: 5n273. Ana Maria , c.em Zurich, Suiça, c. Jean Scherer, suiço-alemão. Tiveram: 6n164. Alain ; 4n121. Osvaldo Frota Pessoa, médico, c.c. Elisa

Abema de Maia, filha de Juvenal Moreira Maia . Tiveram: 5n274. Sônia ; 5n275. Roberto ; 3n72. Ana Letícia Frota Pessoa (Naninha), n. em Sobral a 25/12/1877, professora e diretora de escola, c.c. Pedro Lourenço Gomes , filho do advogado Antonio Lourenço. Tiveram: 4n122. Gláucia Lourenço Gomes, c.c. o médico Milton Weinberger e tiveram: 5n276. Liliana, c.c.Edmundo Macedo Soares e tiveram: 6n165. Alex ; 5n277. Marília, c.c.Estevão Kranz e tiveram: 6n166. Ana Patrícia ; 6n167. Márcia , n. a 09/10/1960; 4n123. Lectícia Lourenço Gomes , c.c. Haroldo Figueiredo, filho de Domingos Marcelino de Figueiredo e de Ambrosina Penha de Paiva. Tiveram: 5n278. Ricardo , c.c. Maria Olga e tiveram: 6n168. Ricardo ; 6n169. Roberto ; 4n124. Maria Lourenço Gomes , solteira; 4n125. Emiliano Lourenço Gomes , médico, lente da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, c.c. Sílvia Moreira Lima, filha do general Moreira Lima.

Pais de: 5n279. Ivan ; 5n280. Sandra ; 4n126. Lúcia Lourenço Gomes , c.c. Haroldo Burle Marx, filho de Willliam Marx e de Cecília Burle. Tiveram: 5n281. Sônia , c.c. Malcolm Anthony Smith e tiveram: 6n170. Sérgio ; 6n171. Sandra ; 4n127. Alcides Lourenço Gomes , médico, professor , c.c. Helena Martins de Camargo . Pais de: 5n282. Eliana ; 5n283. Solange ; 5n284. Gilberto; 4n128. Frederico Lourenço Gomes , advogado, c.c. Lucy e tiveram: 5n285. Pedro Lourenço Gomes ; 5n286. Tito ; 4n129. Cláudio Lourenço Gomes , engenheiro; 3n73. Pe. Pedro Emiliano da Frota Pessoa, nasceu a 31/03/1879 em Sobral. Foi ordenado em Roma a 20/10/1902. Era doutor em filosofia pela Universidade Gregoriana. Faleceu na diocese da Barra, no Estado da Bahia, a 05/02/1930; 3n74. Isabel Inah Frota Pessoa(Sinhazinha), n.

aos 04/04/1881 em Sobral e fal. no Rio a 13/01/1960. Professora por concurso do Instituto Nacional de Música; 3n75. Julieta Frota Pessoa, n. em Sobral a 29/03/1883 e fal. no Rio a 15/05/1960. Casou-se com Mário Filomeno Gomes, filho de Francisco Ferreira Gomes e de sua primeira mulher Maria Laura Carneiro de Messias. Sem sucessão; 3n76. Marinette(Maria) Frota Pessoa, professora e diretora de escola, n. em Sobral a 25/03/1884, c.c. Alberto Severino Duarte, filho de Vicente Severino Duarte e de Libânia Braga, Sem sucessão; 2n55. José Raimundo Pessoa Neto, c.c. Edeonira Miquelina Angelim, filha de Francisco Gomes Angelim e de Vicência Francisca Angelim, a 25/01/1858; 2n56. Virgílio de Andrade Pessoa, Advogado e exDeputado pelo Rio de Janeiro, c.c. ....; 2n57. Vicente Getúlio de Andrade, n. a 02/04/1851. Poeta místico, fal. em Sobral a 26/06/1877, inupto; 2n58. Joaquim Andrade Pessoa Neto, inupto. Foi professor durante muitos anos na cidade de SobralCe, onde fal. em idade avançada. Deixou um filho natural, fruto de seu relacionamento com Teresa : 3n77. Juarez de Andrade Pessoa, notável jornalista no Rio de Janeiro; x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

135

Capítulo III PARTE XVII n17. Claudino Pessoa de Andrade, Padre. x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

Capítulo III PARTE XVIII n18. Maria Lourença Pessoa de Andrade, casou-se com o seu tio Joaquim de Andrade Pessoa(f05), viúvo, irmão do Senador Paula, a 17/04/1833; x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

Capítulo III PARTE XIX n19. Carolina Pessoa de Andrade,; x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

Capítulo III PARTE XX n20. Henriqueta Pessoa de Andrade; x--x--x--x--x--x--x--x--x--x

137

como legado especial a dispensa das dívidas com ele contraídas. Seus filhos seguiram a carreira das armas, fixando residência no Rio Grande do Sul." Gonçalo casou-se com....e , entre outros filhos, tiveram: n21.Izabel Pessoa; n22.Francisca; n23.Maria; x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

Capítulo IV f04. Gonçalo de Andrade Pessoa c.c. Maria de Andrade Lima. Antonio Batista Fontenele escreve que: "Segundo afirma Pessoa Anta, em seu testamento, era o mais pobre da família, sendo esta a razão pela qual o mártir revolucionário deu-lhe

Capítulo IV PARTE XXI n21.Izabel Pessoa; x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

Capítulo IV PARTE XXII n22. Francisca ; x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

Capítulo IV PARTE XXIII n23. Maria ; x--x--x--x--x--x--x--x--x--x

139

Pessoa Andrade(n18), filha de José Raimundo Pessoa e de Joaquina Isabel Carolina, a 17 de abril de 1833. ***Com a primeira esposa Joaquim gerou: n24. João de Andrade Pessoa; n25. José de Andrade Pessoa;

Capítulo V f05. Joaquim de Andrade Pessoa foi casado duas vezes. A primeira com Maria Isabel Pessoa Veras e a segunda com sua sobrinha Maria Lourença Capítulo V PARTE XXIV n24. João de Andrade Pessoa, escrivão em Sobral.

x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

*****Com a segunda esposa Maria Lourença, Joaquim de Andrade gerou: x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

Capítulo V PARTE XXV n25. José de Andrade Pessoa, funcionário da Fazenda, em Fortaleza.

Capítulo V PARTE XXVI

141

n26. Ana Josefina de Andrade Pessoa, c.c. seu primo José Raimundo Pessoa Filho(n16), filho de José RaImundo Pessoa e de Joaquina Isabel Carolina. VER DESCENDÊNCIA NO MARIDO. x--x--x--x--x--x--x--x--x--x

f06- Thomaz de Andrade Pessoa Francisca Fortuna Pessoa. Tiveram:

casou-se com

n27. Joaquim de Andrade Fortuna Pessoa; n28 . Francisca Fortuna Pessoa ; x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

Capítulo VI

Capítulo VI PARTE XXVII

n27. Joaquim de Andrade Fortuna Pessoa, n. em Granja-Ceará a 15/06/1834 e fal. em Camocim a 05/07/1910. Casou-se com D.a Antonia Carlota, filha do Capitão-Mor Joaquim Cavalcanti Gomes Pessoa, em Recife. Bacharelou-se em Direito pela Faculdade de Recife em 1860. Começou a vida pública como Promotor de Viçosa e de Ipú; foi Juiz Municipal em Lavras e Juiz Substituto em Russas, Aracatí e Trairí. Em 1893 se transferiu para o Maranhão e exerceu os cargos de Juiz Municipal de Santa Helena e de Juíz de Direito do Riachão. x--x--x--x--x--x--x--x--x--x

Capítulo VI PARTE XXVIII

?n28. Francisca Fortuna Pessoa, c. em Granja a 22/09/1860 c. (João Zeferino Pessoa)Zeferino Ferreira de Veras(....?), nascido a 06/04/1834, filho de José Benedito de Carvalho e de Maria Serafina de Pinho Pessoa. Zeferino fal. em 14/12/1909, deixando 7 filhos casados e 3 solteiros. Tiveram, entre outros: 2n59. Francisca Romana de Andrade Pessoa, casou-se a 30/04/1867 com Antonio Manuel Lopes Cavalcanti, nascido em 1838 e fal. em 1888, filho de Antonio Lopes Freire e de Francisca Mariana Lopes Frota Cavalcanti. Pais de: 3n78. Antonio Manuel Lopes Filho, n. em Sobral a 09/05/1876, c.c. Maria Petronilha (Mocinha), n. em Santana do Acaraú a 14/11/1872, filha de Joaquim Teles de Mendonça (outros dão o nome do pai como Joaquim Furtado de Mendonça) e de Rita Carneiro; casados a 19/01/1892. Tiveram: 4n130. Walter Mendonça Lopes; 4n131. Maria Carmen Lopes, solteira, n. em Sobral a 11/11/1898; 4n132. Hilda Mendonça Lopes, n. em Sobral a 25/10/1900, c.c. Randal Pompeu, filho de João Pompeu de Souza Magalhães e de Jacinta Figueira de Saboia. O industrial Randal Pompeu de Saboia

143

Magalhães n. em Caruarú a 26/08/1896, mas foi educado em Sobral. Foi Prefeito de Sobral de 1945 a 1946 e com o falecimento de Hilda Mendonça Lopes, a 8 de março de 1956,. casou-se em segundas núpcias com Francisca Flora Ferreira Fernandes, sem sucessão. Randal e Hilda tiveram: 5n287. Kepler Lopes Pompeu. Arquiteto e Oficial do Exército, casou-se a 27/1/1945 com sua prima Cléone Lopes, filha de seu tio materno Walter Lopes Mendonça e de Heloina Lima. No livro O CEARÁ de Antonio Martins Filho e Raimundo Girão, 3a edição(1966), encontramos : "Kepler Randal Pompeu - n. a 25/02/1922. Oficial do Exército, Engenheiro Civil e Construtor em Fortaleza". Tiveram: 6n172 Hilda; 6n173 Diana; 6n174. Randal; 6n175. Cléone; 5n288. Joaquina Lopes Pompeu (Quinquina). Nascida em Sobral, casou-se a 8/1/1944 com Pedro Cavalcanti Sidrim, n. em 1917 e filho de Pedro Freire Sidrim e de Maria do Carmo Cavalcanti. Tiveram: 6n176. Luzia; 6n177. Hilda Maria, n. em Fortaleza a 16 de março de 1947;

6n178. Hermosa; 6n179. Maria do Carmo; 6n180. Randal; 6n181. Maria Cleonice. Casou-se com Francisco José Andrade da Silveira Filho. VER DESCENDÊNCIA NO MARIDO , Livro Os Saboia, do mesmo Autor deste Trabalho; 5n289. Miriam Lopes Pompeu. Casou-se duas vezes: A primeira com Antonio Rangel, filho de José Quixadá Rangel e Zenaide Duarte Rangel, e a segunda vez com João Sales Veras. Miriam e João Sales tiveram: 6n182. João Veras Filho, Eletrotécnico pela Escola Técnica de Fortaleza, Tecnólogo da Construção Civil pela Universidade Vale do Acaraú (U.V.A) e funcionário da Coelce. Casou-se em 1as núpcias com Ana Maria Nogueira e tiveram: 7n01 João Pompeu Randal Nogueira Veras; 7n02. Juliana Randal Pompeu Veras; 7n03. Igo Victor Randal Pompeu Veras; João Veras Filho casou-se a segunda vez com Rilke Sousa da Silveira e tiveram: 7n04. Giovana Randal Pompeu Silva; 7n05. Igo Randal Pompeu Silva; 6n183. Randal Pompeu Veras, c.c. Andrea Pompeu Veras;

5n290. Gerardo Lopes Pompeu (Gerim). Casou-se com Perpetina Vieira, filha de Luis Vieira e de Ana. Tiveram: 6n184. Ana Hilda Vieira Pompeu, era Acadêmica de Medicina quando fal. em 1979; 5n291. Antonio Manuel Lopes Pompeu. Advogado, c. em 1960 com Teresa Martins, filha do Dr. Antonio Martins Filho, Reitor da Universidade Federal do Ceará e de Maria de Carvalho; 5n292. João Pompeu Lopes Randal. Médico diplomado em 1958 pela U.F.C, n. a 4 de janeiro de 1935 em Sobral. Professor da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará e idealizador e diretor do Hospital Fernandes Távora. Casou-se com Rita Vânia Cavalcante da Ponte, filha de Samuel Gomes da Ponte e de Antônia Frota Cavalcante, portanto irmã de Aurélio Cavalcante da Ponte, conceituado comerciante da cidade de Sobral. Tiveram: 6n185. Randal Pompeu Neto; 6n186. João Hildo Ponte Randal Pompeu, c.c Mirian, filha de Mirian e Gonzaga Mota. Tiveram: 7n06. Clara Mota Randal Pompeu; 7n07. Inês; 7n08. Mirian; 7n09. João;

6n187. Vânia Ponte Randal; 6n188. Antonica Ponte Randal; 5n293. José Carlos Lopes Pompeu. Engenheiro Agrônomo, c.c. Helena Gurgel, filha de José Gurgel do Amaral e de Zuíla Ribeiro; Helena é irmã do Engenheiro e Construtor Marcos Gurgel, especializado em estruturas metálicas. Marcos Gurgel foi amigo do autor dessas linhas e fal. em 2005 . José Carlos e Helena tiveram: 6n189. Randal Gurgel Pompeu; 6n190. Carlos Hildo Gurgel Pompeu, Advogado e casado com Idionara; 6n191. Carlena Gurgel Pompeu; 5n294. Hilda Lopes Pompeu. Casou-se com José Moreira, filho de Solano Moreira e de Maria do Carmo Nascimento. Tiveram: 6n192. Hilda; 6n193. Solano Randal; 6n194. Maria do Carmo; 5n295. Maria Laura Fernandes Pompeu;(?) 4n133. Deliza Mendonça Lopes; 4n134. Maria de Lourdes Lopes; 4n135. Maria Helena Lopes, fal. aos 5 meses; 4n136. Artur Mendonça Lopes; 4n137. Rubens Mendonça Lopes, solteiro; 4n138. Maria Hermosa Lopes; 4n139. Jarina Lopes;

145

4n140. 4n141. 4n142. meses; ?2n60. ?2n61. ?2n62.

José Gerardo Mendonça Lopes; Humberto Mendonça Lopes; Helena Mendonça Lopes, fal. aos 6 Capítulo VII Tomaz Zeferino Veras ; João Veras ; José Carlos Veras ; f07. Catharina de Andrade Pessoa c.c. Manoel José da Silva. Foram os avós de: 2n63. Tiago Ribas, jornalista que durante muitos anos gerenciou o jornal UNITÁRIO, de João Brígido. x--x--x--x--x--x--x--x--x--x

Capítulo VIII Capítulo VIII PARTE XXIX f08. Maria Teresa de Andrade Pessoa c.c. Marçal Borges de Pinho, nascido na Paraíba do Norte, filho do Capitão João Borges de Pinho, natural de Portugal. Tiveram: n29. João de Pinho Pessoa; n30. Maria Serafina de Pinho Pessoa; x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x. n29. João de Pinho Pessoa, que c.c. Geminiana Fontenele, n. em 1827 e fal. em 1909, filha do Capitão Plácido Fontenele e de Maria Antônia dos Santos, daí resultando a família Pinho Pessoa, de Viçosa. João de Pinho e Geminiana tiveram: 2n 64. Plácido de Pinho Pessoa, n. em 09/05/1846 na Fazenda Retiro, município de Granja-Ce e fal. em Fortaleza a 31/01/1931. Formou-se pela Faculdade de Direito de Recife em 1871; casou-se em 1874 c. Ana Barbosa de Paula Pessoa(2n02), filha do Senador Vicente Alves de Paula Pessoa, falecida em 1876, sem descendência. Fazendeiro, Juiz de Direito e Deputado Estadual, foi grande criador de gado na fazenda que lhe coube por herança(do sogro, Senador Vicente Alves de Paula Pessoa), fazenda essa situada perto de Canindé-Ce Do segundo matrimônio de Plácido, realizado com

147

Maria Barbosa de Paula Pessoa (2n08), irmã de Anna Barbosa, realizado a 25/12/1890, nasceram diversos filhos. VER DESCENDÊNCIA NA MULHER. 2n 65. Leocádio de Pinho Pessoa, n. em 07/08/1850. Faleceu sem deixar descendência; 2n 66 João de Pinho Pessoa, n. em 06/01/1852; 2n67. Salustiano de Pinho Pessoa, n. em 26/09/1853. Chefe de importante firma comercial em Viçosa-Ce - Pinho & Irmão"- firma que dirigiu até o ano de 1920, quando faleceu. Casou-se com Irinéia Parente e tiveram os seguintes filhos: 3n79. Justo de Pinho Pessoa, c.c. Alaíde Passos, filha do Cel. Honório Passos , comerciante estabelecido em Viçosa-Ce; 3n80. Salústio de Pinho Pessoa, Advogado, c.c. Maria Antonieta, filha do comerciante José Firmino de Siqueira; 3n81. Justo de Pinho Pessoa ; Houve outros filhos. 2n 68. Justiniano de Pinho Pessoa, n. em 26/09/1853, gêmeo com o anterior, fal. em Recife quando fazia o Curso de Direito; 2n 69. Marçal de Pinho Pessoa, n. em 02/09/1856. Membro da firma "Pinho & Irmão", faleceu solteiro em Viçosa do Ceará;

2n 70. Maria de Pinho Pessoa, n. em 06/08/1858. Casou-se com o Dr. Ernesto Marques da Silva, Juiz de Direito da Comarca de Viçosa; 2n 71. Felizardo de Pinho Pessoa, n. em 25/05/1860 (ou 1864) e fal. em 1944; c.c. Hilda de Carvalho, filha do Cel. José Joaquim de Carvalho, comerciante em Viçosa-Ce, no ano de 1914. Tiveram os seguintes filhos: 3n82. Felizardo de Pinho Pessoa Filho, formado em Farmácia; 3n83. João de Pinho Neto, c.c. Miriam Fontenele, filha do Dr. Humberto Fontenele; 3n84. José Leorne de Pinho, Engenheiro Agrônomo, formado em 1945; 3n85. Geminiano de Pinho Pessoa, formado em Direito e Odontologia, reside em Fortaleza; 3n86. Hildo de Pinho Pessoa, foi Chefe do Departamento de Rendas da Receita Federal em nosso Estado; 3n87. Justiniano de Pinho Pessoa, Odontólogo e funcionário público, reside em Fortaleza; 3n88. Gerardo de Pinho Pessoa, funcionário público; 3n89. Ernesto de Pinho Pessoa, Médico; x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

Capítulo VIII PARTE XXX n30. Maria Serafina de Pinho Pessoa, c.c. José Benedito de Carvalho e tiveram: (?)2n 72 Zeferino Ferreira de Veras, n. a 06/04/1834 na antiga fazenda Sobradinho; mudouse para Viçosa aos 16 anos . Casou-se com Da. Francisca Fortuna Pessoa(......); x--x--x--x--x--x--x--x--x--x

Capítulo IX f09. Ana de Andrade Pessoa cc Antonio da Costa Sampaio. Segundo Antonio Batista Fontenele, "nasceu desse casal apenas uma filha, que contraiu matrimônio com o primo Manuel Inácio Pessoa, deixando descendência em Coreaú". x--x--x--x--x--x--x--x--x--x

149

Capítulo X

Capítulo X PARTE XXXI n31. Joaquim Inácio Pessoa, Tenente-Coronel e político, faleceu assassinado a mando de seus inimigos. x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

?f10. Francisca Thomasia Pessoa, n. em 1785 e c.c. o Farmacêutico e Advogado José Ignacio Rodrigues Pessoa, nascido em Portugal. Tiveram um total de 9 filhos, entre os quais: n31. Joaquim Inácio Pessoa; n32. Maria Senhorinha Pessoa; n33. Ana Pessoa; x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

Capítulo X PARTE XXXII n32. Maria Sinhorinha Pessoa, n. em abril de 1806 e fal. a 24 de dezembro de 1895. Casou-se com Manoel Gregório de Almeida Fortuna, nascido em Quixeramobim a 29 de novembro de 1805 e fal. em Granja a 9 de dezembro de 1876.Tiveram: 2n73. Ladislau Acrisio d’Almeida Fortuna, n. em Sobral a 08/12/1834. Formou-se em Direito pela Faculdade de Recife em 1858 e exerceu no Rio de Janeiro a profissão de Advogado, tendo fal. a 30/03/1910; 2n74. Theophilo Fenelon d’Almeida Fortuna, n. em 1831 e fal. em 1859 em São Luiz do Maranhão. Formado em Direito pela Academia de Pernambuco em novembro de 1856. Foi Promotor Público do Ipú-CE e depois Juiz Municipal de Parnaiba-Pi; 2n75. Cel. Arcadio Lindolpho de Almeida Fortuna, n. em 1836. Deputado Proviicial em diversas legislaturas, c. em primeiras núpcias com Constantina Pereira da Mota e em segundas núpcias com Ricardina Pereira da Mota, ambas filhas do negociante José Pereira Jacinto;

2n76. Anibal Possidonio de Almeida Fortuna, n. em 1837 e fal. em 1882. Casou-se no Rio de Janeiro, onde era comerciante; 2n77. Cel. Ignacio de Almeida Fortuna, n. em 1841 e fal. aos 97 anos de idade em 1938. Foi Deputado Provincial em duas legislaturas, Advogado provisionado e chefe político em GranjaCE; Casou-se com Maria Garcez Fortuna e deixaram quatro filhos; x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

151

Capítulo X PARTE XXXIII ?n33. Ana Pessoa ; x--x--x--x--x--x--x--x--x--x

Capítulo XI ?f11. Antonio de Andrade Pessoa, anos. x--x--x--x--x--x--x--x--x--x fal. com 17

Capítulo XII Capítulo XIII ?f12. Isabel Pessoa, fal. inupta aos 15 anos de idade. x--x--x--x--x--x--x--x--x--x f13. Manoel de Andrade Pessoa, que foi filho único do segundo casamento do Capitão-Mor Thomaz Antonio Pessoa de Andrade e Maria José de Andrade. Casou-se com Esméria Joaquina da Conceição. Segundo A . B. Fontenele escreve no livro A Marcha do Tempo - Os Fontenele, " Manoel foi casado na família Portela, de Sobral, tendo deixado diversos filhos, alguns deles residentes na Ribeira do Coreaú". Manoel c, em segundas núpcias com Maria José de Andrade. Manoel e Esméria (Esmerina?) tiveram, entre outros: n34. Maria; n35. Justina; n36. Francisca; n37. Genoveva; x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

153

Capítulo XIII PARTE XXXV Capítulo XIII PARTE XXXIV n34. Maria, que casou-se com José Machado; x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x. n35. Justina,; x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

Capítulo XIII PARTE XXXVI n36. Francisca ; x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

Capítulo XIII PARTE XXXVII n37. Genoveva de Andrade Pessoa, que casou-se com Inácio Gomes Parente(Terceiro do nome), filho de Inácio Gomes Parente Junior e de Umbelina Ferreira Gomes, filha de José Ferreira Gomes e de Francisca Lira Pessoa. Tiveram: 2n78. Francisca Gomes Parente 2n79. Regina Gomes Parente 2n80. Florência Gomes Parente 2n81. Mariana Gomes Parente 2n82. Joaquim Inácio Gomes Parente 2n83. Manoel Gomes Parente 2n84. José Inácio Gomes Parente 2n85. Maria José Gomes Parente 2n 78. Francisca Gomes Parente , casou-se a 26/06/1880 com seu primo legítimo José Henrique Gomes Parente, filho de Floresmino Gomes Parente

155

e de Maria Ribeiro da Silva, filha de José Ricardo Ribeiro da Silva e de Maria Madeira de Vasconcelos. Tiveram: 3n90. Floresmino Henrique Gomes Parente , c.c. Amélia Cavalcante Parente e tiveram: 4n 143. Gerardo Cavalcante Parente ; 4n 144. Francisco Cavalcante Parente ; 4n 145. Gabriel Cavalcante Parente ; 4n 146. Raimunda Cavalcante Parente ; 4n 147. Maria Cavalcante Parente ; 4n 148. Francisca Cavalcante Parente ; 3n 91. Francisco Henrique Gomes Parente , casou-se com Brígida Aguiar Parente. Pais de : 4n 149. José Henrique Gomes Parente Neto ; 4n 150. Francisca Gomes Parente ; 4n 151. Maria Gomes Parente ; 4n 152. Raimunda Gomes Parente ; 4n 153. Odete Gomes Parente ; 3n 92 Inácio Henrique Gomes Parente , casou-se com Patriolina da Ponte e tiveram: 4n 154. Gerardo Henrique Ponte Parente ; 4n 155. Raimundo Inácio Ponte Parente ; 4n 156. Francisco Inácio Ponte Parente ; 3n 93. Francisca Gomes Parente , c.c. Cícero

Gomes Parente, filho de José Mariano Gomes Parente e de Raimunda Gomes Parente, a 18/07/1911 e tiveram: 4n 157. Francisca Gomes Parente ; 4n 158. Raimunda Gomes Parente ; 4n 159. Maria Gomes Parente ; 3n 94. Manoel Henrique Gomes Parente , casou-se com Maria Aguiar e tiveram: 4n 160. João Aguiar Parente , c.c. sua prima Francisca Gomes Parente, filha de Francisco Henrique Gomes Parente e de Brígida Aguiar Parente. Pais de: 5n 296. Maria Lêda Parente ; 5n 297. Francisco Parente ; 5n 298. Roseli Parente ; 4n 161. José Henrique Aguiar Parente , casou-se com Rita Neri e tiveram: 5n 299. José Benício Parente ; 5n 300. Francisco Parente ; 4n 162. Francisco Aguiar Parente ; 4n 163. Osvaldo Aguiar Parente ; 3n 95. Rosa Gomes Parente , inupta; 3n 96. Maria Gomes Parente (Mimosa), casou-se a

07/07/1906 com Henrique Gomes Parente, filho de José Mariano Gomes Parente e de Raimunda Gomes Parente. Tiveram: 4n 164. Sebastião José Gomes Parente ; 4n 165. Maria Zilda Gomes Parente ; 4n 166. Luzia Gomes Parente ; 4n 167. Raimunda Gomes Parente ; 4n 168. Jovelina Gomes Parente ; 4n 169. Francisca Gomes Parente ; 3n97. Sebastiana Gomes Parente , casou-se com Cícero Gomes Parente, seu cunhado, filho de José Mariano Gomes Parente e de Raimunda Gomes Parente. Tiveram: 4n 170. Sebastião Gomes Parente ; 3n98. Raimunda Gomes Parente , casou-se com Domingos Ricardo Ribeiro da Silva, filho de Joaquim Ricardo Ribeiro da Silva e de Francisca Carolina da Silva. Pais de: 4n 171. Raimundo Parente Ribeiro ; 4n 172. José Parente Ribeiro ; 4n 173. Francisco Parente Ribeiro ; 4n 174. Valdir Parente Ribeiro ; 4n 175. Eduardo Parente Ribeiro ; 4n 176. Maria de Fátima Parente Ribeiro ; 4n 177. Iracy Parente Ribeiro ;

3n99. Emília Gomes Parente , n. a 5 de maio de 1902 e casou-se com seu primo Manoel Joaquim Gomes Parente, n. a 20/12/1889, filho de Joaquim Inácio Gomes Parente e de sua 1a mulher Emília Porcina Cavalcante 2n 79. Regina Gomes Parente , casou a 30/07/1885 com Antônio Custódio de Azevedo, filho de Custódio Francisco de Azevedo e de Ursulina Maria do Livramento. Pais de: 3n 100. Inácio Custódio de Azevedo, c.c. Ana Carneiro Ximenes e tiveram: 4n 178. Edmílson Custódio de Azevedo ; 4n 179. José Gerardo de Azevedo ; 3n101. Francisco Custódio de Azevedo , c.c. Judete Aguiar e tiveram: 4n 180. José Taumaturgo de Azevedo ; 4n 181. José Gerardo de Azevedo ; 4n 182. José Maria de Azevedo ; 4n 183. José Leopoldino de Azevedo ; 4n 184. José Pedro de Azevedo ; 4n 185. Francisco Custódio de Azevedo Filho ; 4n 186. Maria Jesedite de Azevedo ; 4n 187. Maria Eliete de Azevedo ; 4n 188. Maria Ivanecy de Azevedo ;

157

4n 189. Maria do Livramento de Azevedo ; 4n 190. Maria Pompeia de Azevedo ; 4n 191. Maria Judite de Azevedo ; 4n 192. Maria do Socorro de Azevedo ; 4n 193. José de Jesus de Azevedo ; 4n 194. José Tarcísio de Azevedo ; 3n 102. Francisca Parente de Azevedo , casou-se com Eustáquio Francisco de Aguiar. Pais de: 4n 195. José Custódio de Aguiar ; 4n 196. Antônio Custódio de Aguiar ; 4n 197. Francisco Custódio de Aguiar ; 4n 198. Maria José de Aguiar ; 4n 199. Maria Suzete de Aguiar ; 3n103. Raimunda Parente de Azevedo , c.c. Joaquim Lopes de Aguiar Filho e tiveram: 4n 200. Frutuoso Lopes de Aguiar ; 4n 201. Osvaldo Lopes de Aguiar ; 4n 202. Osmar Lopes de Aguiar ; 4n 203. Antônio Lopes de Aguiar ; 4n 204. José Lopes de Aguiar ; 4n 205. José Parente de Aguiar ; 4n 206. Francisco Parente de Aguiar ; 4n 207. Francisco Aguiar Parente ; 4n 208. Francisco Joaquim de Aguiar ; 4n 209. Maria Berenice de Aguiar ;

4n 210. Maria Parente de Aguiar ; 4n 211. Maria José de Aguiar ; 4n 212. Maria Aldenora de Aguiar ; 4n 213. Acácio Lopes de Aguiar ; 4n 214. Hugo Lopes de Aguiar ; 3n104. Luiza Parente de Azevedo, c.c. Odilon Moreira Fontenelle. Tiveram: 4n 215. Maria José Fontenelle ; 4n 216. Antônio Odir Fontenelle ; 4n 217. José Gerardo Fontenelle ; 3n 105. Maria Parente de Azevedo (Mariazinha), c.c. Godofredo Custódio de Azevedo e tiveram: 4n 218. Antônio Custódio de Azevedo; 4n 219. Antônio Juracy de Azevedo ; 3n 106. Adélia Parente de Azevedo ; 3n 107. Genovina Parente de Azevedo , c.c. Tibúrcio Augusto Portela ; 3n 108. Amélia Parente de Azevedo ; 3n 109. Felina Parente de Azevedo , c.c. José Belarmino Gomes Parente. Pais de: 4n 220. Raimundo Nonato Parente ; 4n 221. Francisco Wilson Parente ; 4n 222. Manuel Nélson Parente ; 4n 223. Antônio Gomes Parente ;

4n 224. Raimunda Azevedo Parente ; 4n 225. Maria Henriqueta Parente ; 4n 226. Maria de Lourdes Parente ; 4n 227. Francisca Azevedo Parente ; 3n 110. Ursulina Parente de Azevedo , c.c. José Monte Carneiro. Pais de : 4n 228. Neodemio de Azevedo Carneiro ; 4n 229. Antonio de Azevedo Carneiro ; 4n 230. Mario Ximenes Carneiro ; 4n 231. Eurípedes de Azevedo Carneiro ; 4n 232. Raimundo de Azevedo Carneiro ; 4n 233. Almer de Azevedo Carneiro ; 4n 234. Waldemar de Azevedo Carneiro ; 3n 111. Maria Regina Parente de Azevedo ; 3n112. Maria Alcina Parente de Azevedo , c.c. Vicente Frederico Carneiro e tiveram: 4n 235. Alda Azevedo Carneiro ; 4n 236. Aldaisa Azevedo Carneiro ; 4n 237. Aury Azevedo Carneiro ; 4n 238. Aldenir Azevedo Carneiro ; 4n 239. Alzenir Azevedo Carneiro ; 4n 240. Maria Aureny Azevedo Carneiro ; 4n 241. Regina Azevedo Carneiro ; 4n 242. José Eurides Azevedo Carneiro ; 4n 243. Antônio Coliê Azevedo Carneiro ; 4n 244. Vicente Frederico Carneiro Filho ;

4n 245. José Aiton Azevedo Carneiro ; 4n 246. Francisco de Azevedo Carneiro ; 2n 80. Florência Gomes Parente c. com João Luis Pereira e tiveram: 3n 113. Juvêncio Parente Pereira ; 3n 114. Eupídio Parente Pereira ; 3n 115. Antônio Parente Pereira ; 3n 116. Quintina Parente Pereira ; 3n 117. Francisca Parente Pereira ; 2n 81. Mariana Gomes Parente , c. em 20/09/1887 c. José de Holanda Cavalcante, filho de Francisco Alves Cavalcante e de Francelina Cristina Cavalcante. Pais de: 3n 118. Benedito Parente Cavalcante ; 3n 119. Maria Amélia Parente Cavalcante ; 3n 120. Francisco Parente Cavalcante ; 2n 82. Joaquim Inácio Gomes Parente , c duas vezes. A primeira vez com Emília Porcina Cavalcante, filha de Joaquim Alves Cavalcante e de Francelina Cristina Cavalcante; a segunda vez com Mariana Aguiar. * Do primeiro matrimônio com Emília Porcina , nasceram: 3n121. Manoel Joaquim Gomes Parente ,

159

3n 122. José Joaquim Gomes Parente ; 3n 123. Raimunda Gomes Parente ; 3n124. Francisca Gomes Parente ; 3n 125. Ernestina Gomes Parente ; 3n 126. Maria José Gomes Parente ; 3n 127. Raimundo Gomes Parente ; 3n 128. João Gomes Parente ; 3n 129. Inácio Gomes Parente ; 3n 130. Francelina Gomes Parente ; x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x * Do segundo matrimônio com Mariana Aguiar, nasceram: 3n 131. José Inácio Parente ; 3n 132. José Ribamar Parente ; 3n 133. Maria Parente ; 3n 134. Beatriz Parente ; x--x--x---x---x--x--x--x--x Filhos do primeiro casamento de Joaquim Inácio Gomes Parente com Emília Porcina: 3n 121. Manoel Joaquim Gomes Parente , n. a 20/12/1889, c.c. sua prima Emília Francisca Parente, n. a 05/05/1902, filha de José Henrique Gomes Parente e de Francisca Gomes Parente. Pais de: 4n247. Francisca Gomes Parente , n. a 01/01/1931, c.c. Manoel Alves Pontes, f. de Durçulino Ernesto Pontes e de Jovelina Gomes

Parente. Pais de: 5n 301. Raimundo Ailton Pontes ; 5n 302. Francisco Haroldo Pontes ; 4n248. Francisca Valdeci Parente , n. a 03/12/1935, c.c. Gerardo Cavalcante Parente, f. de Floresmino Gomes Parente e de Amélia Cavalcante Parente. Tiveram: 5n303. Francisco Arnóbio Cavalcante Parente , n. a 02/08/1968 ; 5n304. Francisco Arnaldo Cavalcante Parente ; 5n305. Francisco de Assis Cavalcante Parente ; 5n306. Maria de Fátima Cavalcante Parente ; 4n249. Francisca Luzanira Parente , n. a 01/03/1939, inupta; 4n250. Francisco Alves Parente , n. a 03/12/1940, solteiro; 4n251. Francisca Anete Parente , n. a 02/02/1945, inupta; 4n252. Francisca Chagas Parente , n. a 10/10/1948, inupta; 4n253. Francisco Edilson Parente , n. a 02/07/1959, c.c. Maria Rejane Vinuto, f. de José Vinuto. Pais de : 5n307. Francisco Emanuel Vinuto Parente ; 3n122. José Joaquim Gomes Joaquina Parente. Tiveram: Parente , c.c.

4n254. Maria Parente; 4n255. Francisco Parente; 4n256. Antonio Parente; 3n 123. Raimunda Gomes Parente c.c. Vicente Cavalcante e tiveram: 4n257. Expedito Parente Cavalcante , c.c. Anita ; 4n258. José Parente Cavalcante, c.c Maria de Lourdes Aguiar, filha de Francisco Lopes Aguiar e tiveram: 5n308. Laura Aguiar Cavalcante ; 5n309. Maria do Socorro Aguiar Cavalcante ; 5n310. Vicente Aguiar Cavalcante ; 4n259. Aderaldo Parente Cavalcante ; 4n260. Raimundo Parente Cavalcante , c.c. Francisca Portela de Albuquerque, filha de Joaquim Onofre e tiveram: 5n311. Vicente Parente ; 5n312. Antonio Parente ; 5n313. Jandra Parente ; 5n314. Maria de Jesus Parente ; 5n315. Lilian Parente ; 4n261. Maria Parente Cavalcante , c.c. Manoel Silvestre Moita. Pais de: 5n316. Francisca Moita ; 5n317. Francitonio Moita ; 5n318. Francivaldo Moita ;

5n319. Francisca Moita ; 4n262. Emília Parente Cavalcante , c.c. José Inácio Parente da Ponte, filho de Joaquim Aristides e de Perciliana Ernestina da Ponte. Tiveram: 5n320. Raimunda Parente da Ponte ; 5n321. Maria das Graças Parente da Ponte ; 5n322. Aristides Parente da Ponte ; 5n323. Vicente Parente da Ponte ; 5n324. Francisco Parente da Ponte ; 5n325. Maria Aparecida Parente da Ponte ; 3n 124. Francisca Gomes Parente , c.c. José Magalhães Cavalcante e tiveram: 4n263. Raimundo Parente Magalhães , c.c. Benedita Aguiar e tiveram: 5n326. Antonio Aguiar Magalhães ; 5n327. Edilson Aguiar Magalhães ; 5n328. José Aguiar Magalhães ; 5n329. Alberto Aguiar Magalhães ; 5n330. Albanira Aguiar Magalhães ; 4n264. Frutuoso Parente Magalhães , c.c. Francisca Pontes. Tiveram: 5n331. Orlando Pontes Magalhães ; 5n332. Carlos Alberto Pontes Magalhães ; 5n333. Maria do Socorro Pontes Magalhães ; 4n265. Epaminondas Parente Magalhães , c.c. Francisca Ribeiro e tiveram: 5n334. Terezinha Ribeiro Magalhães ;

161

5n335. Cleide Ribeiro Magalhães ; 4n266. Clodoveu Parente Magalhães , c.c. Tereza ; 4n267. Maria Auzenira Parente Magalhães , c.c. José Lusmar Cunha. Pais de: 5n336. Maria Lucimar Magalhães Cunha ; 5n337. José Vilmar Magalhães Cunha ; 4n268. Maria Marlene Parente Magalhães , c.c. Félix Ibiapina Solon e tiveram: 5n338. Carmem Sheila Magalhães Solon ; 5n339. Vitória Régia Magalhães Solon ; 3n 125. Ernestina Gomes Parente , inupta; 3n 126. Maria José Gomes Parente , inupta; 3n 127. Raimundo Gomes Parente (Doca), c.c. Izaura Carvalho Ribeiro. Tiveram: 4n269. Vilanir Ribeiro Parente , c.c. Tarcísio Aguiar ; 3n 128. João Gomes Parente , n. 14/06/1908, casou-se a 15/01/1944 com sua prima Elisabeth Gomes Parente, filha de Manoel Gomes Parente e de maria de Lourdes Cavalcante Parente. Tiveram: 4n270. Lourdes Emilia Gomes Parente , n. a 13/01/1945, solteira ; 4n271. Marcos Aurélio Gomes Parente , n. a 08/08/1947, c.c. Maria Zélia Vieira, filha de João Lourenço Vieira e de Lindalva Vieira. Tiveram: 5n340. Anna Karla Vieira Parente ;

5n341. Anna Elisabeth Vieira Parente ; 5n342. Anna Zélia Vieira Parente ; 4n272. Maria do Livramento Gomes Parente, n. a 13/12/1949, c.c. Paulo Alcides Matos da Costa, filho de Luiz Gonzaga Costa e de Silvana Costa. Pais de: 5n343. Elisabeth Parente Costa ; 5n344. Silvana Parente Costa , gêmea da anterior ; 4n273. Vera Lúcia Gomes Parente, n. 20/09/1952, c.c. François Rodrigues de Farias. Sem sucessão ; 4n274. Liduina Maria Gomes Parente , n. a 11/09/1958 e c.c. David Pereira Gonzaga. Pais de: 5n345. Elisabeth Parente Gonzaga ; 5n346. Ana Lídia Parente Gonzaga ; 3n 129. Inácio Gomes Parente , n. a 16/12/1908, na fazenda Gonçalo Alves, Município de Sobral , e fal. em Fortaleza a 20/11/1987. Em 1937 transferiu seu negócio de tecidos para Sobral, adotando o nome de Casa Parente. Casou-se em Sobral a 28 de setembro de 1934 com Carminda Gomes Parente, filha de Rufino Gomes Parente e de Domitília Gomes Parente. Tiveram: 4n275. José Iran Parente , n. a 04/05/1935 . Técnico em Contabilidade, formado pela Escola Técnica Dom José em 1956, casou-se a 23/05/1959 com Terezinha Brito de Oliveira, n. a 15/01/1935,

filha de Luiz Gonzaga de Oliveira e de Ana Brito. Tiveram: 5n347. Jeissler Brito de Oliveira Parente , n. a 23/03/1960, casou-se a 23/10/1980 com Flávio Régis de Albuquerque Melo, n. a 25/12/1953, filho de Francisco Vilar Albuquerque Melo e de Fernanda Maia Régis. Pais de: 6n195. Flávia Parente de Albuquerque Melo , n. a 14/04/1981; 6n196. Victor Parente de Albuquerque Melo , n. a 09/06/1982; 6n197. Vivian Parente de Albuquerque Melo , n. a 26/04/1985; 6n198. Isabele Parente de Albuquerque Melo , n. a 14/03/1995; 5n348. José Iran Parente Filho , n. a 18/08/1962. Acadêmico de Processamento de Dados, solteiro; 5n349. Denise Brito de Oliveira Parente , n. a 02/04/1964. Pedadoga, casou-se com Cláudio Câmara, nascido a 09/11/1963, filho de Adrimar Câmara e de Maria Tereza. Casaram-se a 04/05/1988 e tiveram: 6n199. Thiago Parente Câmara , n. a 27/06/1990; 6n200. Ticiana Parente Câmara , n. a 30/10/1991; 4n276. Evandro Alves Parente , n. a 09/06/1936 . Engenheiro Civil, casou-se a 01/06/1954 com Eneida Ramos, nascida a 31/04/1939, filha de

Joaquim Ribeiro Ramos e de Esther Holanda. Pais de: 5n350. Paulo de Tarso Ramos Parente , n. a 07/02/1965, Médico, c.c. Vânia Albuquerque, Odontóloga, e tiveram: 6n201. Gabriel Albuquerque Parente , n. a 11/01/1996; 5n351. Daniel Ramos Parente , n. a 22/08/1967, Médico, c.c. Márcia Parente, também Médica. Pais de: 6n202. Paulo Henrique Parente , n. a 22/01/1994; 5n352. Evandro Parente Junior , n. a 11/09/1969. Engenheiro Civil, c.c. a também Engenheira Civil Áurea Sílvia de Holanda; 4n277. Maria do Socorro Parente , n. a 31/10/1938. Funcionária Pública, já falecida. Casouse a 29/07/1961 com José Nélson Frota Filho, n. a 16/09/1929, filho de José Nélson Rodrigues Frota e de Maria Parente. Tiveram: 5n353. Roberto Nélson Parente Frota , n. a 19/04/1962. Arquiteto, c.c. Vera Lucia Fontenele Frota a 01/06/1989. Pais de: 6n203. Nícola Fontenele Frota Parente; 6n204. Tales Fontenele Frota Parente; 5n354. Ricardo Nélson Parente Frota , n. a 30/05/1964, solteiro; 5n355. Régis Parente Frota , n. a 14/06/1967,

163

economista, c.c. Morgiana Maria Holanda Viana a 25/07/1969; 5n356. Ronaldo Parente Frota , n. a 02/04/1969, Engenheiro Civil, c.c. Denise Fernandes Frota a 13/10/1990, filha de Expedito Gonçalves Fernandes e de Dulce Vasconcelos. Pais de: 6n205. Natália Frota Parente , n. a 06/03/1992; 4n278. Manoel Haroldo Parente , n. a 27/03/1943 . Casou-se com Jane Fiuza, n. a 08/09/1951, filha de Jonas Barreto da Silva e de Sebastiana Amélia Fiuza. Pais de: 5n357. Karina Carminda Fiuza Parente , n. a 10/01/1975; 5n358. André Luiz Fiuza Parente , n. a 07/11/1987; 4n279. Iolanda Alves Parente , n. a 31/12/1946. Casou-se a 27/07/11985 com José Ribamar dos Santos, comerciante, filho de Manuel José dos Santos e de Raimunda Ferreira Barbosa. Tiveram: 5n359. Arnaldo Parente dos Santos , n. a 04/06/1986; 5n360. José Ribamar Parente dos Santos , n. a 29/05/1987; 4n280. Marluce Alves Parente , n. a 28/06/1948 , Assistente Social. Casou-se e teve os seguintes filhos: 5n361. Inácio Parente Alencar , n. a 08/08/1972;

5n362. Suyanne Parente Alencar , n. a 10/06/1975; 5n363. Rodrigo Parente Alencar , n. a 01/12/1976; 4n281. Maria Benvinda Parente , n. a 05/06/1951, formada em Ciências Contábeis, casou-se com Francisco Eleardo Vasconcelos Parente, Dentista formado pela Universidade Federal do Ceará, filho de Abelardo Gomes Parente e de Berenice Vasconcelos. Pais de: 5n364. Francisca Cristianne Vasconcelos Parente, n. a 29/09/1980; 5n365. Aline Vasconcelos Parente , n. a 24/04/1988; 4n282. Terezinha de Jesus Alves Parente , n. a 06/01/1952 , formada em Gerência Empresarial e Gerência de Marketing, casou-se a 01/11/1993 com Isaú Fernandes de Meneses, filho de Frutuoso Fernandes Meneses e de Rita Santos. Pais de: 5n366. Isaú Parente de Meneses , n. a 07/04/1994; 5n367. Levi Parente de Meneses , n. a 09/06/1995; 4n283. Ana Lúcia Parente , n. a 15/11/1954, formada em Economia Doméstica, casou-se com Luis Joathan de Souza. Pais de: 5n368. Matheus Parente de Souza; 4n284. Inácio Alves Parente Filho , n. a 26/11/1955 . Casou-se a 28/07/1981 com Laborênia Cavalcante Costa, n. a 02/11/1956, advogada, filha de José Lafaiete Costa e Emília Cavalcante Costa.

Pais de: 5n369. Eric Costa Parente , n. a 08/11/1984; 5n370. Larisse Costa Parente , n. a 27/01/1986; 3n 130. Francelina Gomes Parente ; x--x--x--x--x--x--x--x--x Do segundo casamento de Joaquim Inácio Gomes Parente com Mariana Aguiar: 3n 131. José Inácio Parente , c.c. Rita Aguiar Parente, filha de Sebastião Lopes Aguiar e de Conceição Prado Aguiar ; 3n 132. José Ribamar Parente , solteiro; 3n 133. Maria Parente , inupta; 3n 134. Beatriz Parente , c.c José Cornélio ; 2n 83. Manoel Gomes Parente , casou-se a 01/12/1894 com Maria de Lourdes Cavalcante, f. de Manoel Osterno Cavalcante e de Francisca Carolina. Tiveram: 3n 135. Maria José Gomes Parente , casou-se duas vezes, ambas sem sucessão. A primeira com Juvêncio Luiz Perreira e a segunda vez com Orlando Costa Lima; 3n 136. Francisca Carolina Gomes Parente , casou-se com José Prado Vasconcelos e tiveram: 4n 285. Maria de Lourdes Parente Vasconcelos;

4n 286. Hélio Parente Vasconcelos; 4n 287. Zaíra Parente Vasconcelos; 4n 288. Tarcísio Parente Vasconcelos; 4n 289. Mafalda Parente Vasconcelos; 4n 290. Francisco José Parente Vasconcelos; 3n 137. Genovina Gomes Parente , c.c. Francisco Euclides de Souza. Pais de: 4n 291. Norma Parente de Souza , c.c. Demevaldo Castelo Branco de Mesquita, natural do Piauí; 3n 138. Rita Gomes Parente , n. a 20/04/1914, casou-se com Domingos Linhares Filho, n. a 20/04/1913 e fal. a 16/04/1978, filho de Domingos Linhares Lima e de Raimundinha Linhares. Tiveram: 4n292. Raimundo Nonato Parente Linhares, n. a 15/08/1948, casou-se com Conceição de Maria Carneiro, filha de Manoel Frota Carneiro (Manéis). Pais de: 5n371. Daniele Carneiro Parente Linhares; 5n372. Ana Karine Carneiro Parente Linhares ; 5n373. Rita Carneiro Parente Linhares ; 5n374. Domingos Carneiro Parente Linhares ; 5n375. Renata Carneiro Parente Linhares ; 4n293. Antonio Luciano Parente Linhares , n. a 23/07/1950, casou-se com Sâmya Maia, filha de Edilson Miranda da Ponte e de Nívia Maia Meireles. Pais de:

165

5n376. Diego Maia Parente Linhares , n. a 19/12/1985; 5n377. Luciana Maia Parente Linhares , n. a 27/09/1988; 4n294. Rita Maria Parente Linhares , n. a 12/12/1952, casou-se com Paulo de Tasso Cavalcante Asfor. Tiveram: 5n378 Rafaela; 5n379. Paulo; 3n 139. José Arimatéia Gomes Parente , casou-se com Zeneida Moreira Parente. Pais de: 4n295. Maria de Fátima Moreira Parente; 4n296. Ana Lúcia Moreira Parente; 3n 140. Elisabeth Gomes Parente , n. a 26/04/1913, casou-se com João Alves Parente a 15/01/1944. 3n 141. Anete Gomes Parente , casou-se com o médico Nilo Peixoto. Pais de: 4n297. Irene Parente Peixoto ; 3n 142. José Osterno Gomes Parente , fal. solteiro ; 2n 84. José Inácio Gomes Parente, c.c. Leonília Gomes Parente, filha de Durçulino Gomes Parente e de Francisca Cesarina Parente, a 08/07/11896. Tiveram: 3n 143. Maria Gomes Parente , n. a 27/05/1900, c.c. José Nélson Rodrigues Frota a 21/01/1922,

filho de Antônio Nélson Frota e de sua segunda mulher Paulina Rodrigues de Albuquerque, filha do Cel. José Gomes de Albuquerque e de sua segunda mulher Irene Moreira da Rocha. Pais de: 4n 298. Jorge Parente Frota , n. a 18/09/1922, c.c. Maria Augusta Espíndola. Pais de: 5n380. José Nelson Espíndola Frota; 5n381. Jorge Parente Frota Júnior; 5n382. Paulo César Espíndola Frota; 5n383. Célia Maria Espíndola Frota; 5n384. Conceição de Maria Espíndola Frota; 5n385. Olga Maria Espíndola Frota; 4n 299. José Inácio Parente Frota , n. a 05/10/1923, c.c. Olga e tiveram: 5n386. Nélson José Frota; 5n387. Sílvia de Fátima Frota; 4n 300. Paulina Parente Frota , n. a 02/01/1924, já falecida ; 4n 301. Maria Neusa Parente Frota , n. a 25/03/1925, já falecida; 4n 302. Antonieta Parente Frota , n. a 05/05/1927, c.c. Amarílio Benevides Magalhães. Tiveram: 5n388. Tasso Frota Benevides Magalhães ; 5n389. Regina Lêda Benevides Magalhães ; 5n390. Filomena Benevides Magalhães ; 5n391. Amarílio Benevides Magalhães ; 4n 303. Paulina Parente (segunda do nome) , n. a

26/08/1928, c.c. José Heriberto Chagas, n. a 24/01/1916. Casaram-se a 29/09/1946 e tiveram: 5n392. Julita Frota Chagas ; 5n393. Vânia Frota Chagas ; 5n394. Paulina Frota Chagas ; 5n395. Mariinha Frota Chagas ; 5n396. José Heriberto Frota Chagas ; 5n397. Valdênia Frota Chagas ; 4n 304. José Nelson Frota Filho , n. a 16/09/1929, c.c. Maria do Socorro Parente a 29/07/1961, filha de Inácio Alves Parente e de Carminda Gomes Parente. Pais de: 5n398. Roberto Nélson Parente Frota, n. a 27/04/1962 , c. a 01/06/1989 com Vera Lúcia Fontenele. Tiveram: 6n206. Nicola Fontenele Frota ; 6n207. Tales Fontenele Frota ; 5n399. Ricardo Nélson Parente Frota, n. a 30/05/1964, solteiro ; 5n400. Régis Parente Frota, n. a 14/06/1967, casou-se com Morgiana Maria Holanda Viana ; 5n401. Ronaldo Parente Frota, Engenheiro Civil, n. a 02/04/1969, c. a 13/10/1990 com Denise Fernandes, filha de Expedito Gonçalves Fernandes e de Dulce. Pais de: 6n208. Natália Fernandes Frota ; 4n 305. Leonília Parente Frota , n. a 04/12/1930,

c.c. Edmilson Ponte Aragão. Tiveram: 5n402. Aurino José Frota Aragão ; 5n403. Maria Aurini Frota Aragão ; 5n404. Edmilson Ponte Aragão Junior ; 5n405. Fernando César Frota Aragão, n. em 1961 ; 5n406. Paulo Sérgio Frota Aragão , n. em 1963 ; 4n 306. Isolda Parente Frota , n. a 02/03/1932, c.c. Manoel de Oliveira e Silva. Pais de: 5n407. Fátima Maria Frota e Silva ; 5n408. Vânia Maria Frota e Silva ; 5n409. Rosângela Maria Frota e Silva, n. em 1961 ; 4n 307. Elza Parente Frota , n. a 20/09/1933, c. a 16/12/1961 com Luiz Carlos Viana, filho de Raimundo Viana e de Antônia. Tiveram: 5n410. Viviane Frota Viana, n. em 1962 ; 4n 308. Antônio Nelson Parente Frota , já falecido ; 4n 309. Maria Ilca Parente Frota (Zilca) ; 4n 310. Mércia Parente Frota , n. a 29/04/1940, c. a 19/03/1964 com Vicente de Paula Lobo, filho de Joaquim Eurico Lobo e de Maria Benevides Mesquita ; 3n 144. Francisca Gomes Parente , casou-se com Jerônimo Medeiros Prado, ex-Prefeito de Sobral, líder inconteste da política sobralense, comerciante e

167

agropecuarista. Homem honesto por excelência, foi um dos fundadores da atual Universidade Estadual Vale do Acaraú, juntamente com o então Padre, hoje Cônego Francisco Sadoc de Araújo, este último um dos luminares educação e da genealogia cearense. Jerônimo Prado era filho de José Jerônimo do Nascimento e de Maria Raimunda Sousa e faleceu nonagenário. Pais de 4n 311. Tereza Zilar Parente Prado, c.c. Martins Maranhão Alves. Pais de: 5n 411. José Alves ; 5n 412. Maria da Conceição Alves ; 4n 312. José Parente Prado, n. a 11/07/1932 em Sobral e fal. na mesma cidade em .......Foi Deputado Estadual pelo Ceará e Prefeito de Sobral por duas vezes. Casou-se com Maria do Socorro Barroso e tiveram: 5n 413. José Ricardo Barroso Prado, foi Deputado Estadual pelo Ceará ; 5n 414. Marco Antônio Barroso Prado(Marquinho). Formado em Direito, foi candidato por duas vezes à Prefeitura de Sobral em 1996 e 2004. Casou-se com Lia Dias Pimentel Gomes, n. em 1973, filha do Bacharel em Matemática pela U.F.C e Engenheiro Operacional pela U.V.A José Mário Pimentel Gomes, n. em 1943 em Caxias, maranhão e Sílvia Maria barreto

dias, esta última irmã do ex-Prefeito de Sobral Dr. Ricardo Barreto Dias. José Mario é filho de Raimundo Nonato Pimentel Gomes, que foi muito amigo de Caetano Figueiredo, pai do autor destas linhas, Raimundo Nonato foi casado com a conceituada Professora Jacyra Seixas(Dona Jacyra), natural do Maranhão. Marquinho e Lia tiveram: 6n 209. José Parente Prado Neto, n. em 1994; Marquinho desquitou-se e casou novamente com Aline, ex-aluna do autor deste trabalho no Colégio Geo Studio; 5n 415. José Inácio Gomes Parente, eleito em 2004 para a Câmara Municipal de Sobral pelo P.S.D.B. Foi aluno do autor e casou-se com Raquel Sousa Teófilo, natural de Marco-Ceará, também ex-aluna do autor no Colégio Geo-Sobralense. Zé Inácio e raquel tiveram: 6n 210. Rodrigo Teófilo Parente Prado, n. em Sobral em 1999 ; 4n 313. Lêda Parente Prado, já falecida, casou-se com seu primo Anacleto Figueiredo de Paula Pessoa(i.m)(xxxx). Pais de: 5n 416. Jerônimo Prado Paula Pessoa ; 5n 417. João Prado Paula Pessoa ; 5n 418. Ana Lêda Prado Paula Pessoa ; 5n 419. Francisca Prado Paula Pessoa ; 5n 420. Beatriz Prado Paula Pessoa ;

4n 314. Ivone Parente Prado, c.c. Fernando Afonso Marques. Pais de: 5n 421. Maria Violeta Prado Afonso ; 5n 422. Valdênia Maria Prado Afonso , n. em 1953, c.c. José Antônio Dias Carneiro, foi vereador por Sobral na gestão do Prefeito Joaquim Barreto Lima e o primeiro Prefeito do Município de Forquilha, quando Forquilha foi desmembrada de Sobral e deixou de ser distrito. Tiveram: 6n 211. Antônio Kervim Afonso Carneiro ; 6n 212. Ádria Maria Afonso Carneiro , c.c. César Martins; 6n 213. Charles Afonso Carneiro ; 6n 214. José Antônio Dias Carneiro Filho ; 6n 215. Maria Juracy Afonso Carneiro ; 6n 216. Ivone Maria Afonso Carneiro ; 6n 217. Fernanda Maria Afonso Carneiro , Advogada, ex- aluna do autor destas linhas; c.c. o Prof. Doutor Petrônio Emanuel Timbó Braga, da Universidade Estadual Vale do Acaraú, localizada em Sobral-Ceará; 5n 423. Fernando Prado Afonso ; 5n 424. Evanoé Prado Afonso ; 5n 425. Tatiana Prado Afonso ; 5n 426. Jerônimo Prado Afonso ; 5n 427. Antônio Prado Afonso ; 4n 315. Marlene Parente Prado, c.c. Humerto

Arena. Pais de: 5n 428. José Prado Arena ; 4n 316. Zulene Parente Prado, c.c. seu parente Olivar Lopes Ribeiro, empresário, filho de Newton Xerez Ribeiro e Raimunda Lopes. Pais de: 5n 429. José Olivar Prado Ribeiro ; 5n 430. Flávio Prado Ribeiro ; 4n 317. Iara Parente Prado, c.c. Gilberto Arena; 4n 318. Regina Cely Parente Prado, c.c. Paulo Fontenele Façanha. Pais de: 5n 431. Cristina Prado Façanha ; 5n 432. Bruno Prado Façanha ; 5n 433. José Inácio Prado Façanha ; 5n 434. Lecy Prado Façanha ; 5n 435. Neonília Prado Façanha ; 5n 436. Verônica Prado Façanha ; 3n 145. Genovina Gomes Parente , inupta, reside no Rio de Janeiro ; 3n 146. Beatriz Gomes Parente , fal. inupta no Rio de Janeiro; 3n 147. Maria Deny Gomes Parente , c. no Rio de Janeiro, onde reside; 3n 148. Avanir Gomes Parente , c. com Hermenegildo e residem no Rio de Janeiro. Pais de: 4n 319. José Inácio Parente ; 2n 85. Maria José Gomes Parente, c.c. Joaquim Lopes de Aguiar e tiveram:

169

3n 149. Antônio Lopes de Aguiar; 3n 150. José Lopes de Aguiar; 3n 151. Vicente Lopes de Aguiar; 3n 152. Artur Lopes de Aguiar; 3n 153. Joaquim Lopes de Aguiar. c.c. Raimunda Parente Ponte; 3n 154. Genovina Lopes de Aguiar. c.c. Vicente Ribeiro da Ponte, filho de Joaquim Aristides da Ponte e de Perciliana Parente; 3n 155. Iracema Lopes de Aguiar. c. em 1928 com Francisco Parente de Azevedo, filho de Manoel Custódio de Azevedo e de Umbelina Gomes Parente;

ÍNDICE PREFÁCIO.....................................................pág. DEDICATÓRIA...........................................pág. ABREVIATURAS......................................pág. AS ORIGENS DA FAMÍLIA PAULA PESSOA.......pág. CAPÍTULO I-Senador Fco. de Paula Pessoa......pág. CAPÍTULO II- Cel. João de Andrade Pessoa Anta.........pág. CAPÍTULO III-José Raimundo Pessoa de

Andrade.........pág. CAPÍTULO IV-Gonçalo de Andrade Pessoa........pág. CAPÍTULO V-Joaquim de Andrade Pessoa.......pág. CAPÍTULO VI-Tomás de Andrade Pessoaa........pág. CAPÍTULO VII-Catarina de Andrade Pessoa......pág. CAPÍTULO VIII-Maria Teresa Pessoa..............pág. CAPÍTULO IX-Ana de Andrade Pessoa............pág. CAPÍTULO X-Francisca Tomásia Pessoa.........pág. CAPÍTULO XI-Antônio de Andrade Pessoa......pág. CAPÍTULO XII-Isabel Pessoa..........................pág. CAPÍTULO XIII-Manoel de Andrade Pessoa......pág. BIBLIOGRAFIA..........................................pág.

Bibliografia

171

* AMARAL, Alberto - Para a História de Sobral Rio de Janeiro 1951. * ARAGÃO, Jarbas Cavalcante de - Os Ximenes de Aragão no Ceará-Rio de Janeiro, 1969 - Editora Laudes. * ARAÚJO, Pe. Fco. Sadoc de - História Religiosa de Guaraciaba do Norte, Fortaleza, 1988. * ARAÚJO, Pe. Fco. Sadoc de - Raízes Portuguesas do Vale do Acaraú - Fortaleza, 1991, Gráfica Editorial Cearense Ltda. * ARAÚJO LIMA,Francisco Augusto de, FAMÍLIAS CEARENSES, Fortaleza-CearáEditora Premius- 2001. * ARAÚJO LIMA, Francisco Augusto de-"Famílias Cearenses", Fortaleza, Ceará, 2001. * ARAÚJO, Cônego Fco. Sadoc de - Cronologia Sobralense (volumes I,II,III,IV e V). Sobral, Imprensa Universitária UVA, 1978,1979,1983,1985,1990; * ARRUDA, Fco. de Assis V. - Genealogia Sobralense - Os Gomes Parente - IOCE, Fortaleza, 1989 - volume II - tomo I. * ARRUDA, Fco. de Assis V. - Genealogia Sobralense - Os Arrudas - Segunda Edição, Fortaleza, IOCE, 1987. * ARRUDA, Francisco de Assis Vasconcelos -

GENEALOGIA SOBRALENSE-"OS GOMES PARENTE": VOLUME II - TOMO 1,VOLUME IITOMO II, VOLUME II- TOMO III, VOLUME IITOMO IV; * BARBALHO DE SIQUEIRA, Nélson Cronologia Pernambucana-Subsídios para a História do Agreste e do Sertão , Volumes 1 a ....- Recife-Pe, 1982 ; * BARROSO, F. Andrade. - OS ANDRADES - De Goiana a Maranguape - 8 Gerações -Fortaleza 1990; * BEZERRA, Ademar Mendes – Memorial do Centenário de João Bezerra de Menezes – Fortaleza, 1996. * BRAGA, Zaqueu de Almeida - Esboço Genealógico dos Nogueiras - Fortaleza, 1982 Editora Henriqueta Galeno. * CASCUDO,Luis da Câmara - Notas e Documentos para a História de Mossoró - Coleção Mossoroense, Série C, Volume 11(Reedição). * COSTA, F. A. Pereira da - Dicionário Biográfico de Pernambucanos Ilustres * CAVALCANTE,Arnaud de Holanda - "Sociedade Sobralense-Vultos em Destaque"-Imprensa Oficial do Município, Sobral-Ceará, 2004. * EDUARDO DE CASTRO B. NETO, VINÍCIUS B. LEAL e RDO. TELES PINHEIRO - Os Bezerra de Menezes (Do Riacho do Sangue, da Zona Norte e

do Carirí) - Tipografia Minerva, Fortaleza-Ceará, 1982. * ESCÓSSIA, Lauro da - CRONOLOGIAS MOSSOROENSES-Mossoró, Fundação José Augusto, 1981; * FONTENELE, Antonio Batista - A MARCHA DO TEMPO-OS FONTENELE-FORTALEZACEARÁ-1981; * FROTA, Dom José Tupinambá da - História de Sobral, 3a Edição, Fortaleza, Ceará, 1995 - IOCE. * GENTIL, Pe. José da Frota - Os Frotas , Rio, 1967. * GIRÃO, Raimundo - Famílias de Fortaleza Fortaleza, Ce, 1975. * GIRÃO, Raimundo / MARTINS FILHO, Antonio - O Ceará - 3a edição; Fortaleza, Ceará, Editora Instituto do Ceará, 1966. * GIRÃO, Raimundo -REVISTA DO INSTITUTO DO CEARÁ-ANO DE 1966-"MONTES. MACHADOS. GIRÕES"-III; * GIRÃO, Raimundo- REVISTA DO INSTITUTO DO CEARÁ-ANO DE 1972- "O ABRAÃO DO JAGUARIBE"; * GIRÃO, Raimundo - REVISTA DO INSTITUTO DO CEARÁ-ANO DE 1973- "O ABRAÃO DO JAGUARIBE- CONT."; * LIMA, Raimundo Raul Correia Lima -

Crateús(dos indios caratiús ao homem civilizado)As Origens da Família Correia Lima e outras, Fortaleza-Ce; IOCE-1970; * LIMA, Francisco Augusto de Araújo, SOARES E ARAÚJOS DO VALE DO ACARAÚ, Fortaleza, 1989. * LINHARES, Mário - Os Linhares, 2.a Edição Rio de Janeiro, 1954. * LIRA, João Mendes, Pe - Subsídios para a História Eclesiástica e Política do Ceará - Rio de Janeiro, 1984. * MACEDO, Dimas, Lavrenses Ilustres- Fortaleza, 1980. * MACEDO, Nertan- O Clã de Santa Quitéria * MARIA NORMA MAIA SOARES/GLÓRIA GIOVANA SABOIA GIRÃO - Sobral: História e Vida - Sobral, Edições UVA, 1997. * MARTINS, Vicente, Mons. - Homens e Vultos de Sobral - segunda edição - Fortaleza, 1989 Universidade Federal do Ceará. * MESQUITA, J. Helder de – João Pinto de Mesquita, o Patriarca de Jacurutu, Fortaleza, Ceará, 2003; * PAULA PESSOA, Amílcar - HISTÓRIAS E CRÔNICAS DE MEU PAI - U.F.C - Fortaleza-Ce, 1997; *PESSOA, General Wicar Parente de Paula Pessoa,

173

Família Barbosa Cordeiro , Anotações Genealógicas inéditas, não publicadas. *PESSOA, Ana(Ana Maria Pessoa dos Santos) Home Page “A Família Paula Pessoa” link: http://familytreemaker.genealogy.com/users/d/o/ s/Ana-maria-P-Dos-santos/ * PONTE, José Fernando da -REVISTA DO INSTITUTO DO CEARÁ-ANO DE 1972"FAMÍLIAS ENDOGÂMICAS DO VALE DO ACARAÚ”; * RIBEIRO, Valdir Uchoa - Genealogia da Família Barreira -, Fortaleza Premius Editora, 1999. * ROSADO, Vingt-un - Sobralenses na História de Mossoró - Coleção Mossoroense, vol. CDXXVIII, 1988. * SABOIA, Pires - Lembranças de um Advogado Fatorama, Brasília, 1997. * SANFORD,Paulo de Almeida - A Família Sanford no Ceará - 1985. * STUDART, Guilherme Studart, Diccionario BioBibliographico Cearense de 1910,1913,1915Imprensa Universitária da UFC - 1980. * STUDART, Barão de, Datas e Factos para a História do Ceará, . Edição fac-similar - Fortaleza : Fundação Waldemar Alcântara, 2001; Tomo I(1603-1822), Tomo II(1822-1889) e Tomo III(1889-1924).

* TORRES, Ismar de Mello -Geneagrafia dos Mellos e Histórico de Cratheus. * TORRES, Ismar de Mello -Geneagrafia dos Torres, 1a Edição, 1997. * ROCHA FILHO, Almino - "....E NÓS, QUEM SOMOS?...."- Sobral- Ceará. **************************** 174 páginas.