You are on page 1of 32

CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL

Prof. Bernardo Machado

AULA DEMONSTRATIVA Querido(a) aluno(a), eu me chamo Bernardo de Campos Machado, atualmente ministro aulas presenciais e à distância de Direito Previdenciário em diversos cursos do eixo Rio x Porto Alegre e ocupo o cargo de Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil no município de Nova Iguaçu (AFRFB). Fui aprovado no concurso de 2002 para Auditor Fiscal do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), tomando posse e entrando em exercício no dia 13/01/2003 na cidade de São Bernardo do Campo-SP. A pergunta que deve ter surgido na cabeça de vocês é a seguinte: como um Auditor Fiscal do INSS se tornou Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil? Fácil a resposta. Em 2005, por meio da Medida Provisória nº 222, convertida na Lei nº 11.098/05, foi criada a Secretaria da Receita Previdenciária (SRP), desincumbindo o INSS da tarefa de arrecadar, fiscalizar e cobrar suas contribuições. A SRP integrava a estrutura do Ministério da Previdência Social. A criação da SRP foi o passo necessário para a unificação do Fisco, ou seja, para a unificação entre a Secretaria da Receita Previdenciária e Secretaria da Receita Federal, o que efetivamente ocorreu em 16/03/2007, com a publicação da Lei nº 11.457/07. Nessa data, portanto, foi criada a Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB), órgão que tem a incumbência de arrecadar, fiscalizar e cobrar os tributos fazendários e as contribuições previdenciárias. Atualmente, trabalho fiscalizando tributos fazendários. No meu dia a dia, pouco faço em relação às contribuições previdenciárias. Entretanto, o meu amor pelo Direito Previdenciário nunca diminuiu. Ter me afastado da fiscalização das contribuições previdenciárias apenas faz com que eu lembre com saudades da importante função social que eu tinha. Saber que fiscalizava as contribuições previdenciárias para que o valor arrecadado fosse revertido para pagamento de benefícios da previdência social muito me enobrece. Atualmente, tenho outra função social que é arrecadar tributos para fins de girar a máquina pública, função não menos importante do que a anterior, mas apenas com foco distinto. Dessa forma, utilizarei a minha experiência em trabalhar como Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil e os anos de magistério em cursos preparatórios para concurso público para repassar aos meus queridos alunos o conhecimento necessário para a aprovação no próximo concurso. O atual curso será direcionado para os cargos de Auditor Fiscal e Analista Tributário da Secretaria da Receita Federal do Brasil. A estrutura do nosso curso terá como base a resolução de questões de provas anteriores da banca ESAF, organizadora do concurso. Sempre que necessário, serão apresentadas questões de outras bancas organizadoras de concurso público, no intuito de que os temas previstos no edital sejam abordados no nosso curso.

www.canaldosconcursos.com.br/curso_pdf

1

CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL
Prof. Bernardo Machado

Estudar para concurso público requer planejamento e metodologia de estudo. Além da necessidade do conhecimento teórico, o concursando necessita ter, principalmente, o conhecimento da banca examinadora. Isso só é possível com a resolução de provas de concursos anteriores. Vamos citar como exemplo, na matéria de Direito Previdenciário, duas grandes bancas organizadoras de concurso público que são o CESPE/UnB e a ESAF. A primeira elabora as suas questões com base em casos práticos para que o aluno aplique o seu conhecimento teórico. Já a segunda é mais objetiva, cobrando, regra geral, apenas o conhecimento teórico, sem a necessidade de aplicação a casos concretos. O curso será composto de 5 aulas (esta e mais 4), com a periodicidade de uma aula semanal, assim divididas: Aula 0 (Demo) Seguridade Social: Conceituação; Organização e princípios constitucionais. Regime Geral de Previdência Social. Segurados obrigatórios. Conceito, características e abrangência: empregado, empregado doméstico, contribuinte individual, trabalhador avulso e segurado especial. Segurado facultativo: conceito, características. Trabalhadores excluídos do Regime Geral. Empresa e empregador doméstico: conceito previdenciário. Financiamento da Seguridade Social. Receitas da União. Receitas das contribuições sociais: dos segurados, das empresas, do empregador doméstico, do produtor rural, do clube de futebol profissional, sobre a receita de concursos de prognósticos, receitas de outras fontes. Salário de contribuição. Conceito. Parcelas integrantes e parcelas não integrantes. Limites mínimo e máximo. Salário base: enquadramento, fracionamento, progressão e regressão. Proporcionalidade. Reajustamento. Arrecadação e recolhimento das contribuições destinadas à seguridade social. Obrigações da empresa e demais contribuintes. Prazo de recolhimento. Recolhimento fora do prazo: juros, multa e atualização monetária. Obrigações acessórias. Retenção dos 11%. Responsabilidade solidária. Decadência e prescrição. Crimes contra a seguridade social.

Aula 1

AULA 2

AULA 3

AULA 4

Após as devidas apresentações, vamos iniciar os nossos estudos!!!

www.canaldosconcursos.com.br/curso_pdf

2

CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL
Prof. Bernardo Machado

APRESENTAÇÃO DAS QUESTÕES COMENTADAS 1- (Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil – 2005 – ESAF) No âmbito da Seguridade Social, com sede na Constituição Federal/88 (art. 194), podemos afirmar: a) A seguridade social compreende um conjunto de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade, visando a assegurar os direitos relativos à saúde, à vida, à previdência e à assistência social. b) A seguridade social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade, destinadas a assegurar os direitos relativos à saúde, à previdência e à assistência social. c) A seguridade social compreende um conjunto de ações dos Poderes Públicos e da sociedade, destinadas a assegurar os direitos relativos à saúde, à previdência e à assistência social. d) A seguridade social compreende um conjunto integrado de ações dos Poderes Públicos e da sociedade, destinadas a assegurar os direitos relativos à saúde, à previdência, à vida e à assistência social. e) A seguridade social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos constituídos e da sociedade, destinado a assegurar os direitos relativos à saúde, à previdência e a assistência social. Comentários: LETRA B. Literalidade do art. 194, caput, o qual conceitua seguridade social. Portanto, a seguridade social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade, destinadas a assegurar os direitos relativos à saúde, à previdência e à assistência social. 2- (Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil – 2009 – ESAF) À luz da Organização da Seguridade Social definida na Constituição Federal, julgue os itens abaixo: I. Previdência Social, Educação e Assistência Social são partes da Seguridade Social; II. a Saúde possui abrangência universal, sendo qualquer pessoa por ela amparada; III. a Previdência Social pode ser dada gratuitamente à população rural carente; IV. a Assistência Social, por meio de sistema único e centralizado no poder central federal, pode ser dada a todos os contribuintes individuais da Previdência Social. O número de itens errados é:

www.canaldosconcursos.com.br/curso_pdf

3

tendo como uma de suas diretrizes a descentralização políticoadministrativa. www. cabe a esfera federal o estabelecimento de normas gerais e a coordenação dos programas assistenciais. O conceito de Seguridade Social colocado no Título da Ordem Social constitui em um novo paradigma constitucional à medida que: a) a Previdência Social é vista como um direito social independente e não relacionado à Assistência Social. portanto. apenas a título de exemplo da integração. ramos independentes. Ou seja. tendo em vista que a educação não é ramo da seguridade social. 3. a questão possui 3 itens errados.br/curso_pdf 4 . c) a Previdência Social é vista como um serviço a ser prestado de forma integrada com a Assistência Social e a Saúde. independentemente de contribuição para o sistema. uma vez que a assistência social será prestada a quem dela necessitar. Para fins de demonstrar o alegado. o orçamento da seguridade social é único. b) a Previdência Social é vista como um subsistema da Saúde. Comentários: LETRA C. após a sua aprovação.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. uma vez que é uma garantia constitucional o acesso universal e igualitário a todos. A afirmativa I está incorreta. 196 da CF/88. Bernardo Machado a) zero b) um c) dois d) três e) quatro Comentários: LETRA D. A afirmativa II está correta.com. A afirmativa III está incorreta. e) Saúde e Assistência Social são direitos sociais organizados da mesma maneira e com a mesma finalidade. A saúde. Portanto. tendo em vista que a previdência social tem caráter contributivo. cabendo a cada área.(Analista Tributário da Receita Federal do Brasil – 2009 – ESAF) A Constituição Federal de 1988 deu novo tratamento à Previdência Social no Brasil em relação às constituições pretéritas. previdência e assistência social fazem parte da seguridade social. não sendo. d) Assistência Social e Previdência Social são conceitos jurídicos idênticos. A afirmativa IV está incorreta. a gestão de seus recursos.canaldosconcursos. conforme o disposto no art. distrital e municipal) coordenam e executam os programas assistenciais. As demais esferas (estadual.

e) III e IV estão incorretos. Compete ao Poder Público organizar a Seguridade Social nos termos da lei. d) Somente I está incorreto. portanto.(Assistente Técnico-Administrativo do Ministério da Fazenda – 2009 – ESAF) À luz dos dispositivos constitucionais referentes à Seguridade Social. e) III e IV estão incorretos. julgue os itens abaixo: I. III. As demais afirmativas são perfeitas. A afirmativa IV está incorreta. A afirmativa IV está incorreta.(Auditor Fiscal da Previdência Social – 2002 – ESAF) À luz da Seguridade Social definida na Constituição Federal. Saúde.canaldosconcursos. A assistência social possui abrangência universal. caput da CF/88. uma vez que a assistência social será prestada a quem dela necessitar. A afirmativa II está incorreta. 194. As demais afirmativas são perfeitas. A afirmativa II está incorreta. A Seguridade Social não foi definida na Constituição Federal de 1988. d) I e II estão incorretos. tendo em vista a saúde é um direito de todos. uma vez que o conceito de seguridade social está previsto no art. 5.br/curso_pdf 5 . julgue os itens abaixo: I.com. II. A Previdência Social exige contribuição prévia.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. Saúde e Assistência Social são partes da Seguridade Social. b) I e III estão corretos. IV. Comentários: LETRA B. b) Somente I está incorreto. Previdência Social. a) Todos estão corretos. Comentários: LETRA C. II. a) Todos estão corretos. Bernardo Machado 4. III. sendo qualquer pessoa por ela amparada. A Seguridade Social pode compreender ações de iniciativa da sociedade. independe de contribuição. tendo em vista que o trabalho não é ramo da seguridade social. c) I e IV estão incorretos. A saúde exige contribuição prévia. www. Previdência e Trabalho compõem a Seguridade Social. IV. c) II e IV estão incorretos.

c) O sistema único de saúde será financiado. analise as assertivas abaixo. cabendo ao Poder Público dispor. além de outras fontes. Estados. Comentários: (A) ERRADA. a saúde é direito de todos e dever do Estado. sobre sua regulamentação. 197 da CF/88. a) As ações e serviços públicos de saúde integram uma rede regionalizada e hierarquizada e constituem um sistema único.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. conforme preceitua o art. ou seja. d) As ações e serviços de saúde não são de relevância pública. distrital e municipal. com a execução inclusive através de terceiros. buscando a correta. com recursos exclusivamente do orçamento. As ações e serviços de saúde são de relevância pública. (C) ERRADA. o acesso universal e igualitário a todos. estadual. www. tendo em vista que o financiamento da saúde é tripartite. dos Entes da Federação (União. proteção e recuperação constitui garantia constitucional. nos termos do art. a) A manutenção dos índices do risco de doença e de outros agravos constituem garantia constitucional. distrital e municipal. sem a participação da comunidade. É uma garantia constitucional. fiscalização e controle. Uma das diretrizes da saúde é a participação da comunidade. (E) ERRADA.com.canaldosconcursos. da CF/88. A afirmativa está incorreta. do Distrito Federal e dos municípios. b) O acesso universal igualitário às ações e serviços para sua promoção. (D) ERRADA. 7.br/curso_pdf 6 . 195. 196. Diante dessa premissa. da seguridade social. nos termos da lei. Depende de lei complementar a instituição de normas de fiscalização. assinale a opção que está correta. (B) CERTA. da União. orçamento da seguridade social. nos termos da definição constitucional da Saúde. avaliação e controle das despesas com saúde nas esferas federal. estadual. avaliação e controle das despesas com saúde nas esferas federal. e) Independe de lei complementar a instituição de normas de fiscalização.(Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil – 2005 – ESAF) Segundo dispõe o art. Distrito Federal e Municípios). da CF/88.(Auditor Fiscal da Previdência Social – 2002 – ESAF) A Saúde é direito de todos e dever do Estado. Bernardo Machado 6. dos estados.

br/curso_pdf 7 . além de outras fontes. §1º da CF/88. (B) CERTA. com recursos do orçamento da União. conforme preceitua o art. proteção e recuperação constitui garantia constitucional. segundo diretrizes deste. mediante contrato de direito público ou convênio. d) Atendimento integral. com prioridade para as atividades preventivas e não repressivas. as instituições poderão participar do Sistema Único de Saúde. (E) ERRADA. Comentários: (A) ERRADA. As ações e serviços públicos de saúde integram uma rede regionalizada e hierarquizada. 199. c) As ações e serviços públicos de saúde integram uma rede regionalizada e hierarquizada. A saúde é www. o acesso universal e igualitário a todos. c) complementar. e) suspensiva. dos Entes da Federação (União. b) supletiva. dos Estados e dos Municípios.canaldosconcursos. Uma das diretrizes da saúde é o atendimento integral. É uma garantia constitucional. 195. (C) ERRADA. nos termos do art. Estados. constituindo um sistema único. ou seja. sem prejuízo dos serviços assistenciais.(Analista Tributário da Receita Federal do Brasil – 2005 – ESAF) De acordo com a Constituição Federal/88. orçamento da seguridade social. As instituições privadas poderão participar da saúde no país de forma complementar. e) O sistema único de saúde será financiado. d) contributiva.com. 9. (D) ERRADA. podendo elas participar de forma a) alternativa. constituindo um sistema múltiplo. com prioridade para as atividades repressivas.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. Comentários: LETRA C. A afirmativa está incompleta. tendo preferência as entidades filantrópicas e as sem fins lucrativos. A política social e econômica da saúde visa reduzir os índices do risco de doenças e outros agravos. Distrito Federal e Municípios). 8. tendo em vista que o financiamento da saúde é tripartite. é característica da saúde.(Auditor Fiscal do Trabalho – 2009 – ESAF) A saúde integra o tópico da Constituição Federal que trata da Ordem Social. Bernardo Machado b) O acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção.

c) lei federal disporá sobre o regime jurídico. nas condições previstas na Constituição Federal. Sobre a saúde. de acordo com a natureza e complexidade de suas atribuições e requisitos específicos para sua atuação. que determina que lei federal disporá sobre o regime jurídico. prestar assistência financeira complementar aos Estados.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. o piso salarial profissional nacional.canaldosconcursos. Comentários: LETRA C. vedada a previsão de piso salarial nacional. ao Distrito Federal e aos Municípios. independentemente de contribuição à seguridade social. para o cumprimento do referido piso salarial. é correto afirmar que a) lei federal disporá sobre o regime jurídico e a regulamentação das atividades de agente comunitário de saúde e agente de combate às endemias. na formulação das políticas e no controle das ações em to- www. o piso salarial profissional nacional. Literalidade do art. nos termos da lei. vedada a previsão de piso salarial nacional. 198. II. da CF/88. d) lei complementar disporá sobre o regime jurídico e a regulamentação das atividades de agente comunitário de saúde e agente de combate às endemias. avaliando-se as circunstâncias. 10. A participação da população. As ações e serviços públicos de saúde integram uma rede regionalizada e hierarquizada e constituem um sistema único. por meio de organizações representativas. competindo à União. por tratar-se de um comando normativo constitucional auto-aplicável. para o cumprimento do referido piso salarial. A assistência social será prestada a quem dela necessitar. ao Distrito Federal e aos Municípios. Bernardo Machado um direito de todos e dever do Estado.com. b) o regime jurídico e a regulamentação das atividades de agente comunitário de saúde e agente de combate às endemias são previstos na Constituição. nos termos da lei. Tais regimes e regulamentações são suficientes para garantir as prerrogativas das duas classes. prestar assistência financeira complementar aos Estados. as diretrizes para os Planos de Carreira e a regulamentação das atividades de agente comunitário de saúde e agente de combate às endemias.br/curso_pdf 8 .(Analista Judiciário – Área Judiciária – TRF 3ª Região – 2007 – FCC) Considere as seguintes assertivas a respeito da assistência social: I. e) os gestores locais do sistema único de saúde poderão admitir agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias sem processo seletivo público. as diretrizes para os Planos de Carreira e a regulamentação das atividades de agente comunitário de saúde e agente de combate às endemias. competindo à União.

canaldosconcursos. É vedada a aplicação dos recursos de programa de apoio à inclusão e promoção social dos Estados e do Distrito Federal no pagamento de despesas com pessoal e encargos sociais. tendo em vista que a promoção da integração ao mercado de trabalho é objetivo assistencial e não previdenciário. IV. De acordo com a Constituição Federal brasileira. II. está correto o que se afirma APENAS em a) I. Comentários: LETRA B. c) I e II estão incorretos.3%. morte e idade avançada. III. A afirmativa III está incorreta.(Auditor Fiscal da Previdência Social – 2002 – ESAF) À luz da competência constitucional da Previdência Social. A afirmativa IV está incorreta. ao cônjuge ou companheiro e dependentes. Bernardo Machado dos os níveis é uma das diretrizes de organização das ações governamentais na área da assistência social. As demais afirmativas são perfeitas. III. II e IV. II e III. III e IV. e) II e IV. É facultado aos Estados e ao Distrito Federal vincular a programa de apoio à inclusão e promoção social até três décimos por cento de sua receita tributária líquida. III e IV.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. c) I. a promoção da integração ao mercado de trabalho. 11. salário-família e auxílio-reclusão para os dependentes dos segurados de baixa renda. b) Somente IV está incorreto.com. IV. a) Todos estão corretos. Comentários: LETRA B. tendo em vista que é facultado aos Estados e ao Distrito Federal vincular a programa de apoio à inclusão e promoção social até 0. julgue os itens abaixo que são de competência da Previdência Social: I. d) I e III estão incorretos. invalidez. homem ou mulher.br/curso_pdf 9 . b) I. d) II. Todas as demais afirmativas elencam objetivos previdenciários. pensão por morte do segurado. www. e) III e IV estão incorretos. cobertura dos eventos de doença.5% de sua receita tributária líquida e não até 0.

gostaria que o candidato tivesse o conhecimento dos objetivos da previdência social elencados no art. c) Uniformidade e equivalência dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais. tendo em vista serem objetivos da previdência social. Comentários: (A) ERRADA.(Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil – 2005 – ESAF) Indique qual das opções está correta com relação aos objetivos constitucionais da Seguridade Social: a) Irredutibilidade do valor dos serviços. A banca examinadora. Entre essas. como previsto na legislação respectiva. c) no aporte de recursos à entidade de previdência. Comentários: LETRA C. Irredutibilidade do valor dos benefícios. morte e idade avançada. Equidade na forma de participação no custeio. d) Seletividade na prestação dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais. (B) ERRADA. 13. 201 da CF/88.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof.canaldosconcursos. Assim. Bernardo Machado 12. nos termos do art. Assim. b) Eqüidade na cobertura. b) na proteção à maternidade. e) no pagamento de salário-família e auxílio-reclusão para os dependentes dos segurados de baixa renda. todas as afirmativas são corretas. veda-se a aplicação de recursos dessa origem a) na cobertura dos eventos de doença. salvo a afirmativa “c”. especialmente à gestante. XI da CF/88. portanto. e) Diversidade de atendimento. só podem ser utilizadas para a realização de despesas relacionadas aos objetivos da previdência social enumerados no art. invalidez. (C) CERTA.(Analista Tributário da Receita Federal do Brasil – 2012 – ESAF) É vedada a utilização dos recursos provenientes das contribuições sociais do empregador incidentes sobre a folha de salários para a realização de despesas distintas das enumeradas na Constituição. 167. As contribuições sociais do empregador incidentes sobre a folha de salários somente podem ser utilizadas para pagamento de benefícios do RGPS. Perfeita a afirmativa. tendo em vista as prioridades estabelecidas na lei de diretrizes orçamentárias. d) na proteção ao trabalhador em situação de desemprego involuntário.br/curso_pdf 10 . nos termos da legislação pertinente.com. 201 da CF/88. www.

c) a redutibilidade do valor dos benefícios. d) Irredutibilidade do valor dos benefícios e serviços. (D) ERRADA. 15. 14. Perfeita a afirmativa.canaldosconcursos. e) Uniformidade e equivalência dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais. (E) ERRADA. o princípio é o da irredutibilidade do valor dos benefícios. www. Entre os quais. no seu art. Seletividade e distributividade na prestação dos benefícios e serviços. Diversidade da base de financiamento.br/curso_pdf 11 . tendo em vista que o serviço é prestado e não concedido em pecúnia (dinheiro). (B) CERTA. parágrafo único. a) Diversidade da base de financiamento. b) Universalidade da cobertura e do atendimento. e) a unicidade da base de financiamento. d) a universalidade e a equivalência dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais. Portanto. (E) ERRADA. A afirmativa “d” está incorreta. Bernardo Machado (D) ERRADA. está correto: a) a diversidade de atendimento.com.(Analista Tributário da Receita Federal do Brasil – 2009 – ESAF) Tendo em vista os princípios e diretrizes da Seguridade Social. nos termos do texto da Constituição Federal e da legislação de custeio previdenciária. elenca os objetivos da Seguridade Social. (C) ERRADA. Diversidade da base de financiamento. assinale a opção incorreta. Diversidade da base de financiamento. 16. Uniformidade e equivalência dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais. c) Equidade na forma de participação no custeio. Comentários: LETRA D. 194.(Analista Tributário da Receita Federal do Brasil – 2005 – ESAF) A Constituição Federal. Irredutibilidade do valor dos benefícios.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. Comentários: (A) ERRADA. b) a eqüidade na forma de participação no custeio.(Analista Tributário da Receita Federal do Brasil – 2012 – ESAF) Assinale a opção incorreta. As demais afirmativas são perfeitas.

foi um erro de digitação da banca examinadora. Bernardo Machado Compete ao Poder Público. democrática e quadripartite. não www. inciso VII. a prestação dos serviços de saúde a cargo da Seguridade Social é garantida a todos. a gestão da Seguridade Social ocorre de forma a) descentralizada. organizar a seguridade social. em face de seu conteúdo genérico. b) Por força do princípio da universalidade do atendimento.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. Comentários: LETRA E. assinale a opção incorreta.br/curso_pdf 12 . Conforme determina o art. de modo. c) seletividade e distributividade na prestação dos benefícios e serviços. e) equidade na forma de participação no custeio. com base nos seguintes objetivos: a) universalidade da cobertura e do atendimento. b) prevalência dos benefícios e serviços às populações rurais.com. As demais afirmativas são perfeitas. 17. colegiada e tripartite. Comentários: LETRA D. colegiada e quadripartite.(Procurador da Fazenda Nacional – 2004 – ESAF) Considerando os princípios constitucionais que informam a Seguridade Social. A questão não foi anulada. sem distinções de quaisquer naturezas. b) centralizada. c) centralizada. parágrafo único. c) O princípio da uniformidade e equivalência dos benefícios às populações urbanas e rurais. § único. monocrática e quadripartite. com a ressalva da expressão “de modo” na afirmativa “a”. 194. Aparentemente. VII. monocrática e quadripartite.canaldosconcursos. d) irredutibilidade do valor dos benefícios. no seu art. a qual está simplesmente perdida na afirmativa. a gestão da seguridade social ocorre de forma descentralizada. democrática e quadripartite.(Analista Tributário da Receita Federal do Brasil – 2005 – ESAF) Nos termos da CF/88. d) descentralizada. nos termos da lei. a) Como expressão do princípio da universalidade da cobertura. tendo em vista que o princípio é o da uniformidade e equivalência dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais e não da prevalência dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais. e) descentralizada. 194. A afirmativa “b” está incorreta. independentemente do pagamento de contribuições. desde que atendidos os requisitos previstos em lei. 18. a Seguridade Social deve ser organizada para garantir seus benefícios a todos os residentes no país.

significa a irredutibilidade do valor real. o princípio da universalidade do atendimento e não o princípio da universalidade da cobertura. segundo a orientação do Supremo Tribunal Federal. em razão de suas especificidades. chamados riscos sociais. ao legislador é possível fixar. em razão da atividade econômica desenvolvida. www. alíquotas ou bases de cálculo diferenciadas. desde que justificados por circunstâncias particulares e objetivas. protegendo-os do fenômeno inflacionário. d) O princípio da seletividade na prestação de serviços e benefícios corresponde à noção de que compete ao legislador considerar critérios eqüitativos de solidariedade e justiça social e as possibilidades econômico-financeiras do sistema para definir quais benefícios serão concedidos a determinados grupos de pessoas.(Procurador da Fazenda Nacional – 2005/2006 – ESAF) Quanto aos princípios constitucionais da Seguridade Social. A afirmativa “a” está explicando o aspecto subjetivo do princípio.canaldosconcursos. é correto afirmar: a) a universalidade da cobertura e do atendimento significa a cobertura de todos os riscos. Bernardo Machado veda a concessão de benefícios diferenciados para cada qual das populações citadas. 19. Apenas lembrando. conforme legislação própria. c) o princípio da irredutibilidade do valor dos benefícios. b) a seletividade refere-se à escolha dos beneficiários que serão atendidos pelo Sistema da Seguridade Social. que podem ser menores em razão das características do trabalho desenvolvido. para as empresas ou entidades a ela equiparadas. d) o princípio da uniformidade e equivalência dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais não abrange o valor econômico dos benefícios do trabalhador rural. que podem atingir as pessoas que vivem em sociedade e que todos os residentes e domiciliados no território nacional . ou seja. e) À luz dos princípios da isonomia e da eqüidade na forma de participação do custeio das atividades da Seguridade Social. As demais afirmativas são perfeitas.br/curso_pdf 13 . o princípio da universalidade da cobertura visa cobrir os riscos sociais que possam levar a pessoa à condição de necessitada.com. enquanto que a distributividade define o papel de distribuição efetiva de renda reconhecido à Seguridade Social. Comentários: LETRA A.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof.brasileiros e estrangeiros – devem ser atendidos pelo Sistema de Seguridade Social.

(B) ERRADA.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. significando que a abrangência deve abarcar os riscos sociais e a prevenção do surgimento da necessidade protetora em qualquer circunstância. Sobre tais objetivos. (C) ERRADA. na medida em que não se dá mais a quem mais necessite. é correto afirmar que a) a doutrina subdivide a universalidade em objetiva. o princípio da irredutibilidade do valor dos benefícios visa proteger o valor nominal. significando que o atendimento deve abranger pessoas de todo o país. Conforme entendimento do STF. empregadores. Perfeita a afirmativa. caso as pessoas estejam nas mesmas condições. delegacias e repartições www. ou seja. não pode haver diferenciação. O princípio da equivalência refere-se ao valor econômico do benefício. 195. §4º da CF/88. A distributividade deve ocorrer de maneira uniforme. para as unidades federadas. aposentados e Governo . que a doutrina constitucionalista de José Afonso da Silva tem preferido chamar de princípios. c) a equidade. compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade destinadas a assegurar os direitos relativos à saúde. A seletividade visa determinar quais serão os riscos sociais que serão amparados pela seguridade social. a descentralização da Administração é concebida pelo ordenamento jurídico federal como um princípio fundamental da atividade da Administração e deve efetivar-se em três planos: a) dentro da própria Administração. distinguindo-se os níveis de direção e os de execução. nos termos da Constituição.canaldosconcursos. tendo em vista que o valor real é protegido pelo art. Comentários: (A) CERTA.empregadores.br/curso_pdf 14 . à previdência e à assistência social. na forma de participação. (D) ERRADA. A Constituição Federal estabelece objetivos da seguridade social. d) segundo a doutrina. mediante agências. no âmbito urbano ou rural. significa que cada fonte de financiamento há de contribuir com valores iguais. trabalhadores e aposentados nos órgãos colegiados. Bernardo Machado e) a garantia do caráter democrático e descentralizado da administração é o princípio materializado na gestão tripartite . e subjetiva. Já a distributividade na prestação dos benefícios e serviços visa determinar quais pessoas terão acesso a essas prestações. b) da Administração Central. (E) ERRADA.(Auditor Fiscal do Trabalho – 2009 – ESAF) A Seguridade Social. A gestão da seguridade social ocorre de forma quadripartite.nos órgãos colegiados. com a participação do governo. 20. b) a distributividade não é uma consequência da seletividade.com.

universalidade de participação nos planos previdenciários. IV. Analisando as assertivas. II. Perfeita a afirmativa. todos têm que ter acesso a seguridade social. mediante contrato ou concessão. (E) ERRADA. tal financiamento pode ser concebido no sentido próprio da palavra.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. Bernardo Machado distribuídas no território nacional. recebendo mais pagará mais. (B) ERRADA. devendo ser concedida ou prestada a prestação do sistema securitário a quem mais necessitar. Entretanto. a Previdência Social rege-se pelos seguintes princípios e objetivos: I. É justamente o contrário!!! A universalidade da cobertura seria o aspecto objetivo do princípio. seletividade e distributividade na prestação dos benefícios. III.br/curso_pdf 15 . o financiamento não pode ser concebido no sentido próprio da palavra.(Analista Técnico de Políticas Sociais do MPOG – Área Previdência – 2012 – ESAF) De acordo com a legislação previdenciária infraconstitucional. e) o financiamento vem de diversas fontes. seja nacional ou estrangeiro. Comentários: (A) ERRADA. como uma subvenção. sendo paga no intuito de custear os benefícios e serviços como um todo. ou seja. portanto. não se constituindo.canaldosconcursos. A título de exemplo. (D) CERTA. Ao contrário do que muitos pensam. valor da renda mensal dos benefícios substitutos do salário de contribuição ou do rendimento do trabalho do segurado não inferior ao do salário mínimo. tendo em vista o caráter solidário do sistema. www. é correto afirmar que: a) Todas as assertivas estão corretas. Já a universalidade do atendimento atingiria o aspecto subjetivo do princípio. ou seja. c) da Administração Federal. tanto quanto possível perto dos usuários da Seguridade Social. ou seja. para a órbita privada. A distributividade é uma consequência da seletividade.com. a seguridade social visa alcançar todos os riscos sociais que possam levar uma pessoa a uma condição de necessidade. (C) ERRADA. O financiamento da seguridade social ocorre de diversas fontes. na medida que o retorno ocorre com juros. cálculo dos benefícios considerando-se os salários de contribuição corrigidos monetariamente. 21. O princípio da equidade na forma de participação no custeio estabelece que a contribuição para o sistema será determinada de acordo com a capacidade econômica de cada contribuinte. a contribuição versada pela empresa não tem o retorno para ela. conforme menciona a questão.

195. 195. 195. e) Mesmo em débito com o sistema da seguridade social. majorar ou estender um benefício ou serviço do sistema securitário. deve ser indicada a correspondente fonte de custeio total (art. (C) ERRADA. 2º da Lei nº 8. O citado princípio determina que para se criar. assinale a opção correta. ou seja. d) Somente a assertiva IV está incorreta. a exigência da observância do primeiro dia do exercício seguinte para se cobrar o tributo. d) Há possibilidade de criar benefício previdenciário sem prévio custeio.213/91. c) As contribuições sociais criadas podem ser exigidas no ano seguinte à publicação da respectiva lei. pode a pessoa jurídica contratar com o poder público. c) Somente as assertivas II e IV estão corretas. devem apenas ser respeitados 90 dias da data da publicação da lei que houver instituído ou modificado (leia-se majorado) (art. Literalidade do art. (B) CERTA. a) A lei não pode instituir outras fontes de custeio além daquelas previstas na Constituição Federal. e) Todas as assertivas estão incorretas.canaldosconcursos. b) São isentas de contribuição para a seguridade social as entidades beneficentes de assistência social que atendam às exigências estabelecidas em lei.br/curso_pdf 16 . §5º da CF/88). §7º da CF/88. Comentários: (A) ERRADA. §4º da CF/88).com. o princípio da não-cumulatividade e a necessidade do fato gerador ou da base de cálculo ser diversa das contribuições sociais previstas na Constituição Federal (art.(Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil – 2005 – ESAF) Quanto ao financiamento da seguridade social. Princípio da preexistência do custeio em relação ao benefício ou ao serviço. A lei pode instituir outras fontes de custeio além daquelas previstas na Constituição Federal.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. desde que sejam respeitados o aspecto formal da lei complementar. 195. Todos os princípios elencados pela banca examinadora são princípios da previdência social previstos no art. Comentários: LETRA A. §6º da CF/88). (D) ERRADA. As contribuições sociais criadas não respeitam o princípio da anterioridade. 22. www. Bernardo Machado b) Somente a assertiva I está incorreta. Em relação às contribuições sociais. de acordo com o estabelecido na CF/88 e na legislação do respectivo custeio.

da Carta Magna. da CF/88. a) A pessoa jurídica em débito com o sistema de seguridade social não pode contratar com o poder público. só poderão ser exigidas após decorridos noventa dias da data da publicação da lei que as houver instituído ou modificado. 195 da CF/88. d) As contribuições sociais de que trata o art. não se lhes aplicando o princípio da anterioridade. Cabe ressaltar que o erro da afirmativa “c” reside no fato de que a isenção (imunidade) ocorre em relação às entidades beneficentes de assistência social que atendam às exigências estabelecidas em lei. não se lhes aplicando o disposto no art. b. b. §6º da CF/88. é correto afirmar: a) As contribuições sociais. as contribuições para o sistema securitário só poderão ser exigidas após decorridos 90 dias da publicação da lei que as houver instituído ou modificado (leia-se majorado). 23. mas sim uma entidade beneficente de assistência social que atenda às exigências estabelecidas em lei. 195.canaldosconcursos. 195. nos termos da Constituição Federal e da legislação de custeio previdenciária.br/curso_pdf 17 . só poderão ser exigidas após decorridos cento e oitenta dias da data da publicação da lei que as houver instituído ou modificado. b. e) As contribuições sociais de que trata o art. Bernardo Machado (E) ERRADA. não se lhes aplicando o disposto no art. não se lhes aplicando o disposto no art. não basta ser uma entidade de assistência social que atenda às exigências estabelecidas em lei.(Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil – 2005 – ESAF) Com relação às contribuições sociais. 150. 195. assinale a opção correta. da CF/88. 195. Conforme determina o art. 150. 24. III. III. Portanto. III. §3º da CF/88). b) As contribuições sociais de que trata o art.(Auditor Fiscal da Previdência Social – 2002 – ESAF) A respeito do financiamento da Seguridade Social. não se lhes aplicando o disposto no art. só poderão ser criadas e exigidas após decorridos noventa dias da publicação da lei que as houver instituído ou modificado. só poderão ser exigidas após decorridos noventa dias da assinatura da lei que as houver instituído ou modificado. Comentários: LETRA A. da CF/88. 150. www. A pessoa jurídica em débito com o sistema da seguridade social não pode contratar com o poder público (art. b.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. c) São isentas de contribuição para a seguridade social todas as entidades de assistência social que atendam às exigências estabelecidas em lei complementar.com. 195. da Carta Magna. de que trata o art. 150. da Carta Magna. no âmbito da seguridade social. da Carta Magna. III.

§4º da CF/88). c) Pode-se criar benefício previdenciário sem prévio custeio.(Auditor Fiscal da Previdência Social – 2002 – ESAF) A respeito da organização e princípios constitucionais da Seguridade Social. 195. Comentários: www. a exigência da observância do primeiro dia do exercício seguinte para se cobrar o tributo. Comentários: (A) CERTA. Literalidade do art. 195.br/curso_pdf 18 . 195.com. d) A lei definirá critério de transferência de recursos para o sistema único de saúde. As contribuições sociais criadas não respeitam o princípio da anterioridade. 195. (B) ERRADA. 25. majorar ou estender um benefício ou serviço do sistema securitário. devem apenas ser respeitados 90 dias da data da publicação da lei que houver instituído ou modificado (leia-se majorado) (art. ou seja. § 5º da CF/88). deve ser indicada a correspondente fonte de custeio total (art.canaldosconcursos. 195. Bernardo Machado b) A lei não pode instituir outras fontes de custeio além das previstas na Constituição Federal. c) Pode ser dada remissão para as contribuições sociais das empresas sobre a folha de salários. Princípio da preexistência do custeio em relação ao benefício ou ao serviço. desde que sejam respeitados o aspecto formal da lei complementar. A lei pode instituir outras fontes de custeio além daquelas previstas na Constituição Federal. e) São isentas de contribuição para a seguridade social todas as entidades beneficentes de utilidade pública federal. §3º da CF/88. (E) ERRADA. Em relação às contribuições sociais. (C) ERRADA. a) As contribuições sociais da empresa podem ter alíquotas diferenciadas. assinale a opção incorreta.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. §5º da CF/88). b) O orçamento da seguridade social dos entes federados descentralizados é distinto do orçamento da União. o princípio da não-cumulatividade e a necessidade do fato gerador ou da base de cálculo ser diversa das contribuições sociais previstas na Constituição Federal (art. (D) ERRADA. §6º da CF/88). São isentas (imunes) de contribuição para a seguridade social as entidade beneficentes que atendam às exigências estabelecidas em lei (art. O citado princípio determina que para se criar. e) Poderá haver contribuição social do trabalhador sobre o lucro e o faturamento. d) As contribuições sociais criadas podem ser exigidas no ano seguinte à publicação da lei.

a questão foi anulada. Entretanto. A afirmativa “c” está incorreta. As demais afirmativas são perfeitas. Tal afirmativa foi o gabarito inicial da banca. não é possível a concessão de remissão das contribuições sociais descontadas dos segurados. b) O orçamento da seguridade social dos entes federados descentralizados é distinto do orçamento da União. b) O rol de contribuições sociais não é taxativo. Bernardo Machado LETRA E.(Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil – 2009 – ESAF) A respeito da Ordem Social e princípios constitucionais da seguridade social. assinale a opção incorreta. Cabe apenas ressaltar que a afirmativa “c” está correta.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. há possibilidade de instituição de novas espécies de contribuição social? Assinale a assertiva que responde incorretamente à pergunta formulada. e) Pode ser dada remissão para as contribuições sociais do empregado retidas pelas empresas no pagamento dos salários. a) As contribuições sociais da empresa podem ter alíquotas diferenciadas.(Assistente Técnico-Administrativo do Ministério da Fazenda – 2009 – ESAF) Além das inúmeras contribuições sociais instituídas no texto da Constituição Federal. a) Pode haver contribuição social com o mesmo fato gerador de outra já existente. 27. d) A lei definirá critério de transferência de recursos para o Sistema Único de Saúde. A afirmativa “e” está incorreta. e) A União pode instituir outras contribuições sociais Comentários: www. Comentários: ANULADA. 26. desde que o valor devido seja inferior ao determinado em lei complementar. tendo em vista que poderá haver contribuição da empresa sobre o seu lucro ou faturamento e não do trabalhador.com. c) Poderá haver contribuição social do trabalhador sobre o lucro e o faturamento. tendo em vista que poderá haver contribuição da empresa sobre o seu lucro ou faturamento e não do trabalhador. conforme entendimento da ESAF. c) Há previsão constitucional de competência residual. Assim.br/curso_pdf 19 .canaldosconcursos. pois é possível a concessão de remissão ou anistia das contribuições sociais das empresas sobre a folha de salários. tendo em vista a existência de duas afirmativas incorretas. d) A diversidade da base de financiamento permite outras contribuições sociais.

Bernardo Machado LETRA A.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. tendo em vista que não pode haver contribuição social com o mesmo fato gerador de outra já existente.com. A aula de hoje termina por aqui. Abraços!!! Bernardo Machado www.canaldosconcursos. As demais afirmativas são perfeitas.br/curso_pdf 20 . A afirmativa “a” está incorreta.

II. pode ser dada a todos os contribuintes individuais da Previdência Social. sendo qualquer pessoa por ela amparada. visando a assegurar os direitos relativos à saúde. O número de itens errados é: a) zero b) um c) dois d) três www. 194).br/curso_pdf 21 . a Saúde possui abrangência universal. b) A seguridade social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade. à vida. à previdência e à assistência social. destinadas a assegurar os direitos relativos à saúde.(Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil – 2009 – ESAF) À luz da Organização da Seguridade Social definida na Constituição Federal. a Assistência Social. por meio de sistema único e centralizado no poder central federal. III. à previdência e à assistência social. 2. à vida e à assistência social. Bernardo Machado LISTA DAS QUESTÕES 1.(Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil – 2005 – ESAF) No âmbito da Seguridade Social. julgue os itens abaixo: I.canaldosconcursos. Educação e Assistência Social são partes da Seguridade Social. destinado a assegurar os direitos relativos à saúde. IV.com. destinadas a assegurar os direitos relativos à saúde. d) A seguridade social compreende um conjunto integrado de ações dos Poderes Públicos e da sociedade. podemos afirmar: a) A seguridade social compreende um conjunto de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade. Previdência Social. c) A seguridade social compreende um conjunto de ações dos Poderes Públicos e da sociedade. a Previdência Social pode ser dada gratuitamente à população rural carente.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. à previdência e a assistência social. destinadas a assegurar os direitos relativos à saúde. com sede na Constituição Federal/88 (art. e) A seguridade social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos constituídos e da sociedade. à previdência e à assistência social. à previdência.

III. e) III e IV estão incorretos. II. d) Assistência Social e Previdência Social são conceitos jurídicos idênticos. c) a Previdência Social é vista como um serviço a ser prestado de forma integrada com a Assistência Social e a Saúde. A saúde exige contribuição prévia.(Assistente Técnico-Administrativo do Ministério da Fazenda – 2009 – ESAF) À luz dos dispositivos constitucionais referentes à Seguridade Social.com. b) I e III estão corretos. b) a Previdência Social é vista como um subsistema da Saúde.br/curso_pdf 22 . A Seguridade Social não foi definida na Constituição Federal de 1988. julgue os itens abaixo: I.(Analista Tributário da Receita Federal do Brasil – 2009 – ESAF) A Constituição Federal de 1988 deu novo tratamento à Previdência Social no Brasil em relação às constituições pretéritas. Bernardo Machado e) quatro 3. e) Saúde e Assistência Social são direitos sociais organizados da mesma maneira e com a mesma finalidade. III. O conceito de Seguridade Social colocado no Título da Ordem Social constitui em um novo paradigma constitucional à medida que: a) a Previdência Social é vista como um direito social independente e não relacionado à Assistência Social. d) Somente I está incorreto. www. A Previdência Social exige contribuição prévia. IV. a) Todos estão corretos. julgue os itens abaixo: I. Compete ao Poder Público organizar a Seguridade Social nos termos da lei. Previdência e Trabalho compõem a Seguridade Social. Saúde e Assistência Social são partes da Seguridade Social.(Auditor Fiscal da Previdência Social – 2002 – ESAF) À luz da Seguridade Social definida na Constituição Federal. c) I e IV estão incorretos.canaldosconcursos. II.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. Previdência Social. Saúde. 4. 5. A Seguridade Social pode compreender ações de iniciativa da sociedade.

a saúde é direito de todos e dever do Estado. sobre sua regulamentação. 196. a) Todos estão corretos. e) Independe de lei complementar a instituição de normas de fiscalização. nos termos da lei. avaliação e controle das despesas com saúde nas esferas federal. a) A manutenção dos índices do risco de doença e de outros agravos constituem garantia constitucional. com recursos exclusivamente do orçamento. proteção e recuperação constitui garantia constitucional. d) As ações e serviços de saúde não são de relevância pública. da seguridade social. b) Somente I está incorreto. buscando a correta. nos termos do art. 195. b) O acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção. analise as assertivas abaixo. Diante dessa premissa. a) As ações e serviços públicos de saúde integram uma rede regionalizada e hierarquizada e constituem um sistema único. da CF/88. b) O acesso universal igualitário às ações e serviços para sua promoção. fiscalização e controle. estadual. da CF/88. assinale a opção que está correta. do Distrito Federal e dos municípios. c) II e IV estão incorretos. com a execução inclusive através de terceiros. proteção e recuperação constitui garantia constitucional. dos estados. nos termos da definição constitucional da Saúde. 6. c) O sistema único de saúde será financiado.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. www. c) As ações e serviços públicos de saúde integram uma rede regionalizada e hierarquizada.(Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil – 2005 – ESAF) Segundo dispõe o art. e) III e IV estão incorretos. Bernardo Machado IV.com. distrital e municipal. d) I e II estão incorretos. constituindo um sistema múltiplo. A assistência social possui abrangência universal.canaldosconcursos. cabendo ao Poder Público dispor.(Auditor Fiscal da Previdência Social – 2002 – ESAF) A Saúde é direito de todos e dever do Estado.br/curso_pdf 23 . sem a participação da comunidade. 7. da União. sendo qualquer pessoa por ela amparada.

195. A saúde é um direito de todos e dever do Estado. c) complementar.canaldosconcursos. 9. ao Distrito Federal e aos Municípios. por tratar-se de um comando normativo constitucional auto-aplicável. Tais regimes e regulamentações são suficientes para garantir as prerrogativas das duas classes. vedada a previsão de piso salarial nacional. as diretrizes para os Planos de Carreira e a regulamentação das atividades de agente comunitário de saúde e agente de combate às endemias. prestar assistência financeira complementar aos Estados. d) lei complementar disporá sobre o regime jurídico e a regulamentação das atividades de agente comunitário de saúde e agente de combate às endemias. competindo à União. As ações e serviços públicos de saúde integram uma rede regionalizada e hierarquizada e constituem um sistema único. e) O sistema único de saúde será financiado. c) lei federal disporá sobre o regime jurídico. vedada a previsão de piso salarial nacional. b) supletiva.br/curso_pdf 24 . dos Estados e dos Municípios. e) suspensiva. é característica da saúde. o piso salarial profissional nacional.com. Sobre a saúde. tendo preferência as entidades filantrópicas e as sem fins lucrativos. com recursos do orçamento da União. nos termos do art. segundo diretrizes deste. para o cumprimento do referido piso salarial. as instituições poderão participar do Sistema Único de Saúde. é correto afirmar que a) lei federal disporá sobre o regime jurídico e a regulamentação das atividades de agente comunitário de saúde e agente de combate às endemias.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. sem prejuízo dos serviços assistenciais. podendo elas participar de forma a) alternativa. d) contributiva. mediante contrato de direito público ou convênio. b) o regime jurídico e a regulamentação das atividades de agente comunitário de saúde e agente de combate às endemias são previstos na Constituição. 8. com prioridade para as atividades repressivas. Bernardo Machado d) Atendimento integral. www.(Auditor Fiscal do Trabalho – 2009 – ESAF) A saúde integra o tópico da Constituição Federal que trata da Ordem Social. nos termos da lei.(Analista Tributário da Receita Federal do Brasil – 2005 – ESAF) De acordo com a Constituição Federal/88.

IV. III. julgue os itens abaixo que são de competência da Previdência Social: I. está correto o que se afirma APENAS em a) I. independentemente de contribuição à seguridade social. É vedada a aplicação dos recursos de programa de apoio à inclusão e promoção social dos Estados e do Distrito Federal no pagamento de despesas com pessoal e encargos sociais.(Analista Judiciário – Área Judiciária – TRF 3ª Região – 2007 – FCC) Considere as seguintes assertivas a respeito da assistência social: I. II e IV. cobertura dos eventos de doença. 10. invalidez.br/curso_pdf 25 . d) II. b) I. 11. pensão por morte do segurado. morte e idade avançada. de acordo com a natureza e complexidade de suas atribuições e requisitos específicos para sua atuação. na formulação das políticas e no controle das ações em todos os níveis é uma das diretrizes de organização das ações governamentais na área da assistência social. III.(Auditor Fiscal da Previdência Social – 2002 – ESAF) À luz da competência constitucional da Previdência Social. A participação da população. a promoção da integração ao mercado de trabalho. III e IV.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. II e III. IV. É facultado aos Estados e ao Distrito Federal vincular a programa de apoio à inclusão e promoção social até três décimos por cento de sua receita tributária líquida. por meio de organizações representativas. Bernardo Machado e) os gestores locais do sistema único de saúde poderão admitir agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias sem processo seletivo público. III e IV. II. nas condições previstas na Constituição Federal. A assistência social será prestada a quem dela necessitar. homem ou mulher.com. De acordo com a Constituição Federal brasileira.canaldosconcursos. II. c) I. ao cônjuge ou companheiro e dependentes. e) II e IV. avaliando-se as circunstâncias. www. salário-família e auxílio-reclusão para os dependentes dos segurados de baixa renda. a) Todos estão corretos.

d) na proteção ao trabalhador em situação de desemprego involuntário.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. 194. invalidez. tendo em vista as prioridades estabelecidas na lei de diretrizes orçamentárias. 14. especialmente à gestante. elenca os objetivos da Seguridade Social. c) a redutibilidade do valor dos benefícios. b) a eqüidade na forma de participação no custeio. Bernardo Machado b) Somente IV está incorreto. morte e idade avançada. c) I e II estão incorretos. como previsto na legislação respectiva. e) no pagamento de salário-família e auxílio-reclusão para os dependentes dos segurados de baixa renda. e) Diversidade de atendimento. 13. veda-se a aplicação de recursos dessa origem a) na cobertura dos eventos de doença. nos termos da legislação pertinente. d) I e III estão incorretos.br/curso_pdf 26 . b) na proteção à maternidade.(Analista Tributário da Receita Federal do Brasil – 2012 – ESAF) É vedada a utilização dos recursos provenientes das contribuições sociais do empregador incidentes sobre a folha de salários para a realização de despesas distintas das enumeradas na Constituição. b) Eqüidade na cobertura. está correto: a) a diversidade de atendimento.(Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil – 2005 – ESAF) Indique qual das opções está correta com relação aos objetivos constitucionais da Seguridade Social: a) Irredutibilidade do valor dos serviços. 12. d) Seletividade na prestação dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais. parágrafo único. no seu art.com. Entre essas. www.canaldosconcursos. d) a universalidade e a equivalência dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais. c) Uniformidade e equivalência dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais. c) no aporte de recursos à entidade de previdência.(Analista Tributário da Receita Federal do Brasil – 2005 – ESAF) A Constituição Federal. Entre os quais. e) III e IV estão incorretos.

inciso VII.com. no seu art. 194.(Analista Tributário da Receita Federal do Brasil – 2009 – ESAF) Tendo em vista os princípios e diretrizes da Seguridade Social.(Analista Tributário da Receita Federal do Brasil – 2012 – ESAF) Assinale a opção incorreta. a) Como expressão do princípio da universalidade da cobertura. a gestão da Seguridade Social ocorre de forma a) descentralizada. 16. de modo. a Seguridade Social deve ser organizada para garantir seus benefícios www. c) centralizada.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof.canaldosconcursos. democrática e quadripartite. b) Universalidade da cobertura e do atendimento. Bernardo Machado e) a unicidade da base de financiamento. Compete ao Poder Público. assinale a opção incorreta.br/curso_pdf 27 . nos termos da lei. d) Irredutibilidade do valor dos benefícios e serviços. 15. a) Diversidade da base de financiamento. c) Equidade na forma de participação no custeio. e) equidade na forma de participação no custeio.(Procurador da Fazenda Nacional – 2004 – ESAF) Considerando os princípios constitucionais que informam a Seguridade Social. nos termos do texto da Constituição Federal e da legislação de custeio previdenciária. parágrafo único. 17. assinale a opção incorreta. colegiada e tripartite. c) seletividade e distributividade na prestação dos benefícios e serviços. e) Uniformidade e equivalência dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais. monocrática e quadripartite. colegiada e quadripartite. e) descentralizada.(Analista Tributário da Receita Federal do Brasil – 2005 – ESAF) Nos termos da CF/88. 18. d) irredutibilidade do valor dos benefícios. com base nos seguintes objetivos: a) universalidade da cobertura e do atendimento. b) centralizada. d) descentralizada. b) prevalência dos benefícios e serviços às populações rurais. organizar a seguridade social. monocrática e quadripartite.

enquanto que a distributividade define o papel de distribuição efetiva de renda reconhecido à Seguridade Social. significa a irredutibilidade do valor real. b) Por força do princípio da universalidade do atendimento. b) a seletividade refere-se à escolha dos beneficiários que serão atendidos pelo Sistema da Seguridade Social.brasileiros e estrangeiros – devem ser atendidos pelo Sistema de Seguridade Social. em razão da atividade econômica desenvolvida. que podem atingir as pessoas que vivem em sociedade e que todos os residentes e domiciliados no território nacional . d) o princípio da uniformidade e equivalência dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais não abrange o valor econômico dos benefícios do trabalhador rural. independentemente do pagamento de contribuições. em razão de suas especificidades. desde que justificados por circunstâncias particulares e objetivas. alíquotas ou bases de cálculo diferenciadas.canaldosconcursos. Bernardo Machado a todos os residentes no país. 19. segundo a orientação do Supremo Tribunal Federal.com. d) O princípio da seletividade na prestação de serviços e benefícios corresponde à noção de que compete ao legislador considerar critérios eqüitativos de solidariedade e justiça social e as possibilidades econômico-financeiras do sistema para definir quais benefícios serão concedidos a determinados grupos de pessoas. conforme legislação própria.br/curso_pdf 28 . c) O princípio da uniformidade e equivalência dos benefícios às populações urbanas e rurais. é correto afirmar: a) a universalidade da cobertura e do atendimento significa a cobertura de todos os riscos.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. chamados riscos sociais. desde que atendidos os requisitos previstos em lei. que podem ser menores em razão das características do trabalho desenvolvido. c) o princípio da irredutibilidade do valor dos benefícios. www. para as empresas ou entidades a ela equiparadas. não veda a concessão de benefícios diferenciados para cada qual das populações citadas. a prestação dos serviços de saúde a cargo da Seguridade Social é garantida a todos. sem distinções de quaisquer naturezas.(Procurador da Fazenda Nacional – 2005/2006 – ESAF) Quanto aos princípios constitucionais da Seguridade Social. ao legislador é possível fixar. e) À luz dos princípios da isonomia e da eqüidade na forma de participação do custeio das atividades da Seguridade Social. em face de seu conteúdo genérico. protegendo-os do fenômeno inflacionário.

significando que a abrangência deve abarcar os riscos sociais e a prevenção do surgimento da necessidade protetora em qualquer circunstância. no âmbito urbano ou rural. que a doutrina constitucionalista de José Afonso da Silva tem preferido chamar de princípios. d) segundo a doutrina. na forma de participação. não se constituindo. A Constituição Federal estabelece objetivos da seguridade social. é correto afirmar que a) a doutrina subdivide a universalidade em objetiva.(Auditor Fiscal do Trabalho – 2009 – ESAF) A Seguridade Social. e) o financiamento vem de diversas fontes. a descentralização da Administração é concebida pelo ordenamento jurídico federal como um princípio fundamental da atividade da Administração e deve efetivar-se em três planos: a) dentro da própria Administração.empregadores. mediante contrato ou concessão.canaldosconcursos.br/curso_pdf 29 .CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. significando que o atendimento deve abranger pessoas de todo o país. portanto. a Previdência Social rege-se pelos seguintes princípios e objetivos: I. significa que cada fonte de financiamento há de contribuir com valores iguais.com.(Analista Técnico de Políticas Sociais do MPOG – Área Previdência – 2012 – ESAF) De acordo com a legislação previdenciária infraconstitucional. para as unidades federadas. II. como uma subvenção.nos órgãos colegiados. mediante agências. nos termos da Constituição. distinguindo-se os níveis de direção e os de execução. aposentados e Governo . universalidade de participação nos planos previdenciários. 20. tanto quanto possível perto dos usuários da Seguridade Social. para a órbita privada. tal financiamento pode ser concebido no sentido próprio da palavra. b) a distributividade não é uma consequência da seletividade. c) da Administração Federal. delegacias e repartições distribuídas no território nacional. na medida que o retorno ocorre com juros. à previdência e à assistência social. Bernardo Machado e) a garantia do caráter democrático e descentralizado da administração é o princípio materializado na gestão tripartite . 21. b) da Administração Central. Ao contrário do que muitos pensam. compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade destinadas a assegurar os direitos relativos à saúde. Sobre tais objetivos. seletividade e distributividade na prestação dos benefícios. na medida em que não se dá mais a quem mais necessite. www. e subjetiva. A distributividade deve ocorrer de maneira uniforme. c) a equidade.

canaldosconcursos. cálculo dos benefícios considerando-se os salários de contribuição corrigidos monetariamente. IV. b) As contribuições sociais de que trata o art. www. da Carta Magna. d) Há possibilidade de criar benefício previdenciário sem prévio custeio. 23. c) Somente as assertivas II e IV estão corretas. da Carta Magna. d) Somente a assertiva IV está incorreta. não se lhes aplicando o disposto no art. b.com. só poderão ser exigidas após decorridos cento e oitenta dias da data da publicação da lei que as houver instituído ou modificado. 150. assinale a opção correta. a) A lei não pode instituir outras fontes de custeio além daquelas previstas na Constituição Federal. no âmbito da seguridade social. Bernardo Machado III. 22. é correto afirmar: a) As contribuições sociais. b) São isentas de contribuição para a seguridade social as entidades beneficentes de assistência social que atendam às exigências estabelecidas em lei. pode a pessoa jurídica contratar com o poder público. III. de acordo com o estabelecido na CF/88 e na legislação do respectivo custeio. e) Mesmo em débito com o sistema da seguridade social. 150. 195 da CF/88. III. b. valor da renda mensal dos benefícios substitutos do salário de contribuição ou do rendimento do trabalho do segurado não inferior ao do salário mínimo. 195. c) As contribuições sociais criadas podem ser exigidas no ano seguinte à publicação da respectiva lei. e) Todas as assertivas estão incorretas. de que trata o art.(Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil – 2005 – ESAF) Quanto ao financiamento da seguridade social. b) Somente a assertiva I está incorreta.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. é correto afirmar que: a) Todas as assertivas estão corretas.(Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil – 2005 – ESAF) Com relação às contribuições sociais. da CF/88. Analisando as assertivas.br/curso_pdf 30 . só poderão ser exigidas após decorridos noventa dias da data da publicação da lei que as houver instituído ou modificado. não se lhes aplicando o disposto no art.

nos termos da Constituição Federal e da legislação de custeio previdenciária. da CF/88. d) A lei definirá critério de transferência de recursos para o sistema único de saúde. b. 195.com. 24. e) São isentas de contribuição para a seguridade social todas as entidades beneficentes de utilidade pública federal. da Carta Magna. não se lhes aplicando o disposto no art. d) As contribuições sociais de que trata o art. assinale a opção incorreta. só poderão ser exigidas após decorridos noventa dias da assinatura da lei que as houver instituído ou modificado. c) Pode ser dada remissão para as contribuições sociais das empresas sobre a folha de salários. 150. 195. não se lhes aplicando o disposto no art. a) As contribuições sociais da empresa podem ter alíquotas diferenciadas. e) As contribuições sociais de que trata o art.canaldosconcursos. b.(Auditor Fiscal da Previdência Social – 2002 – ESAF) A respeito do financiamento da Seguridade Social. da Carta Magna. e) Poderá haver contribuição social do trabalhador sobre o lucro e o faturamento. III.br/curso_pdf 31 . d) As contribuições sociais criadas podem ser exigidas no ano seguinte à publicação da lei.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof. b) A lei não pode instituir outras fontes de custeio além das previstas na Constituição Federal. www. 150. da CF/88.(Auditor Fiscal da Previdência Social – 2002 – ESAF) A respeito da organização e princípios constitucionais da Seguridade Social. a) A pessoa jurídica em débito com o sistema de seguridade social não pode contratar com o poder público. c) Pode-se criar benefício previdenciário sem prévio custeio. b) O orçamento da seguridade social dos entes federados descentralizados é distinto do orçamento da União. assinale a opção correta. Bernardo Machado c) São isentas de contribuição para a seguridade social todas as entidades de assistência social que atendam às exigências estabelecidas em lei complementar. III. só poderão ser criadas e exigidas após decorridos noventa dias da publicação da lei que as houver instituído ou modificado. 25.

a) Pode haver contribuição social com o mesmo fato gerador de outra já existente.CURSOS EM PDF – DIREITO PREVIDENCIÁRIO – EXERCÍCIOS – RECEITA FEDERAL DO BRASIL Prof.br/curso_pdf 32 . c) Há previsão constitucional de competência residual. assinale a opção incorreta. d) A diversidade da base de financiamento permite outras contribuições sociais.com. 27. a) As contribuições sociais da empresa podem ter alíquotas diferenciadas.canaldosconcursos.(Assistente Técnico-Administrativo do Ministério da Fazenda – 2009 – ESAF) Além das inúmeras contribuições sociais instituídas no texto da Constituição Federal.(Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil – 2009 – ESAF) A respeito da Ordem Social e princípios constitucionais da seguridade social. c) Poderá haver contribuição social do trabalhador sobre o lucro e o faturamento. há possibilidade de instituição de novas espécies de contribuição social? Assinale a assertiva que responde incorretamente à pergunta formulada. e) Pode ser dada remissão para as contribuições sociais do empregado retidas pelas empresas no pagamento dos salários. d) A lei definirá critério de transferência de recursos para o Sistema Único de Saúde. Bernardo Machado 26. b) O rol de contribuições sociais não é taxativo. b) O orçamento da seguridade social dos entes federados descentralizados é distinto do orçamento da União. e) A União pode instituir outras contribuições sociais GABARITO 1-B 6-B 11-B 16-D 21-A 26-* 2-D 7-B 12-C 17-E 22-B 27-A 3-C 8-C 13-C 18-A 23-A 4-B 9-C 14-B 19-A 24-A 5-C 10-B 15-D 20-D 25-E - * Questão Anulada www.