You are on page 1of 3

P A R E C E R

TC-001137/026/11 Prefeitura Municipal: Itapetininga. Exercício: 2011. Prefeito: Roberto Ramalho Tavares. Advogados: Marcus Vinicius Ibanez Borges e outros. Acompanham: TC-001137/126/11 e Expedientes: 000803/009/11, TC-000804/009/11, TC-001376/009/11, 001787/009/11, TC-001788/009/11, TC-001930/009/11, 014347/026/11, TC-037297/026/11 e TC-012475/026/12. Vistos, relatados e discutidos os autos. A Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, em sessão 19 de fevereiro de 2013, pelo voto dos Conselheiros Sidney Estanislau Beraldo, Relator, Robson Marinho, Presidente, e Edgard Camargo Rodrigues, ACORDA, na conformidade das correspondentes notas taquigráficas, emitir parecer favorável às contas da Prefeitura, com ressalvas das falhas subsistentes nos itens: “Planejamento das Políticas Públicas” (o Município deve elaborar o Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos); “Resultado da Execução Orçamentária” (a limitação da autorização para abertura de créditos adicionais é medida de prudência fiscal que evita que o orçamento se torne peça de ficção, contribuindo para o equilíbrio das contas); “Precatórios” (deverá ser efetuado o cadastramento no sistema do E. Tribunal de Justiça), “Encargos” (a Prefeitura Municipal deverá encaminhar a Lei municipal que regulariza a situação perante o SEPREM – Entidade de Previdência); “Contratos Examinados In Loco” (o Município deve observar rigorosamente a Lei federal nº 8666/93); “Análise do Cumprimento das Exigências Legais”; “Quadro de Pessoal” (deve o Município ajustar seu quadro de pessoal às normas constitucionais e ao próprio regramento municipal); Denúncias/Representações/Expedientes”; “Atendimento à Lei Orgânica, Instruções e Recomendações do Tribunal” (devem ser rigorosamente cumpridas as Instruções e Recomendações desta Corte de Contas). Registra constar dos autos que: a) a receita prevista inicialmente para 2011 foi de R$ 244.060.000,00 e a realizada, de R$ 240.863.043,63, fl. 22. Apurou-se déficit de arrecadação de R$ 3.196.956,37, 1,31% da receita prevista. O resultado

TCTCTC-

da LRF. o Município optou pelo regime especial e pagou o montante de R$ 2.89% do estoque. de “Encargos Sociais” dos servidores (INSS. O resultado financeiro apontou superávit de R$ 9.95%. foi reduzido. O estoque de restos a pagar. h) com relação aos precatórios.176. cumprindo o disposto no artigo 77.793. III.65.57. a implantação das providências regularizadoras anunciadas. TC-804/009/11. d) na saúde.11. TC1787/009/11. FGTS. No exercício foram recebidos R$ 4.orçamentário correspondeu a superávit de 3.396. superior ao mínimo estabelecido de R$ 2. e) os recolhimentos.957.866.92. Previdência Própria e PASEP) foram encontrados em ordem. b. um ano após. demonstrando um acréscimo de 2. g) o Município observou o limite de repasses à Câmara dos Vereadores.07. na próxima inspeção. Também cumpriu o artigo 60. f) os subsídios do Prefeito.509.36% das receitas de impostos. um ano depois.27.04.750.60% da receita de impostos. R$ 8. sendo que em 2010 era de R$ 127.988.711. TC-803/009/11. outrossim.99.273. observando o limite de 54% previsto no artigo 20. apresentando um acréscimo de 11.455. c) o Município aplicou no ensino 28.99 e. TC-1930/009/11.299.23. fls.10. para R$ 27. b) a “Despesa com Pessoal” foi de 38. 5280/08 e 5281/08.029. 3.168.167. previsto no artigo 29-A da Constituição. Determina.00% dos recursos do FUNDEB.60. passou para R$ 38.549. conforme o Sistema AUDESP.51%. pois aplicou 62. III. sendo que em 2010 houve déficit de R$ 2. TC-1788/009/11. o Município investiu 26. TC-1376/009/11.55% dos recursos do FUNDEB na remuneração dos profissionais do magistério da educação básica bem como aplicou 100.890.73%. O estoque da dívida ativa. 24/25.310. de competência do exercício de 2011. atendendo ao artigo 212 da Constituição.595. não tendo sido constatados pagamentos indevidos. foi de R$ 142.267. que em 2010 era de R$ 38. do ADCT-CF. . que os expedientes TC14347/026/11.245. A Fiscalização verificará. O endividamento de longo prazo em 31-12-10 era de R$ 37.243. XII. Vice-Prefeito e Secretários Municipais foram fixados pelas Leis municipais nºs 5279/08. do ADCT-CF.134.554. ou seja.89% da RCL.

permaneçam apensados a estes autos. quando do julgamento das contas da Prefeitura Municipal de Itapetininga relativas ao exercício de 2010 – TC-2665/026/10 (Parecer publicado no DOE-SP de 24-11-12).Presidente SIDNEY ESTANISLAU BERALDO . Conselheira CRISTIANA DE CASTRO MORAES. Presente a Procuradora do Ministério Público de Contas – Letícia Formoso Delsin Publique-se. por determinação da E. Deixa de propor a abertura de autos próprios para tratar da concessão sem licitação de serviços funerários uma vez que a matéria já é objeto de análise nos autos do TC-2264/009/12. . 27 de fevereiro de 2013 ROBSON MARINHO . bem como o acessório TC1137/126/11. São Paulo. Esta deliberação não alcança os atos pendentes de apreciação por este Tribunal.TC-37297/026/11 e TC-12475/026/12.Relator ft.