DEBAIXO DAS SUAS ASAS

Sua atitude crítica contaminou outro pastor auxiliar. Após algum tem po eles lideravam a reunião de oração juntos. Uma noite o pastor titu lar entrou no fundo do templo durante a reunião de oração e assistiu os dois pastores auxüiares conduzindo o culto exatamente da maneira que ele os havia pedido para não fazer. Ao invés de intercederem pela igreja, pela cidade, pelas almas perdidas, eles estavam induzindo as pessoas a outras formas de oração e reprimindo-as quando viam que elas não estavam seguindo-os. O povo estava confuso. Ambos os homens possuíam dons, mas não eram submissos às autoridades da igreja. A gravidade de suas ofensas era coberta pelo fato de que o Senhor os estava usando para ministrar a Seu povo. Se este é nosso padrão de aprovação, nós facilmente cairemos em rebelião, assim como Miriã e Árão. A unção de Deus é para o povo de Deus; nunca é para validarmos o estilo de vida e os comentários de quem está ministrando sob seu efeito.

dução usa a expressão de repente ao invés de imediatamente. Geralmente o julgamento vem sem aviso. Assim que os três saíram, é bem possível que Miriã tenha dito a Arão," Prepare-se! Moisés errou ao casar-se com aquela mulher estrangeira. Deus vai apontar você como nosso novo líder porque você tem sido correto em seu comportamento." Este tipo de questionamento acontece quando nos abrimos para o engano através do ato de resistir a uma autoridade.
f

Aprendendo submissão através do julgamento
"Era o varão Moisés mui humilde, mais do que todos os homens que havia sobre a terra. Logo o Senhor disse a Moisés, e a Arão, e à Miriã: Vós três, saía tenda da congregação. E saíram os três." (Nm.l2:3-4) Através desta passagem, vemos uma das características de caráter desejado por Deus para Seus líderes: humildade. Moisés era o homem mais humilde na terra. Mas esta não teria sido a descrição de Miriã e Arão sobre ele. Seu questionamento talvez teria sido alguma coisa do tipo, Ele recebeu um pouco além do que merecia. O Senhor chamou os três para fora do tabernáculo. Outra tra234

E claro, o que aconteceu foi algo bem diferente. Deus chamou Arão e Miriã para frente. Ele lembrou-lhes que havia entregado a Moisés todo Seu povo, e Ele lhe falou diretamente, face a face, não em enigmas. Então Deus colocou a questão: "Como, pois, não temestes falar contra o meu servo Moisés?" (v.8) Quando criticamos autoridade, mostramos nossa falta de temor ao Senhor. Ouça o que aconteceu: "E a ira do Senhor contra eles se acendeu; e retirou-se. A nuvem afastou-se de sobre a tenda; e eis que Miriã achou-se leprosa, branca como neve." (Nm. 12:9-10) Ao resistirmos autoridade, nós trazemos julgamento sobre nós mesmos. Este julgamento pode incluir a ausência da presença de Deus junto com alguma forma de calamidade. Retornando aos dois pastores que comentei previamente, não demorou muito e eles saíram da igreja. Um foi demitido, e o outro pediu demissão antes de ser mandado embora. Um começou sua própria igreja em outro lugar e batalhava para ter uma pequena congregação que nunca cresceu acima de cem pessoas. Como auxiliar, ele tinha mais de seiscentas pessoas sob seus cuidados. Pouco tempo após haver partido, ele passou por uma tragédia na família. O outro associado deixou a cidade e desfrutou de um certo sucesso no ministério, mas se sentia isolado e sem a confiança da maioria. Uma vez que o julgamento veio, Arão imediatamente orou em arrependimento por si e por Miriã. Deus os perdoou, mas ao cornando de Deus, Miriã teve que ser isolada da congregação por sete dias. Existem muitas questões por que Miriã foi atingida e Arão não. Uma razão pode ser que Miriã tenha atacado Moisés verbalmente mais do

235 .