You are on page 1of 6

Ajuste dos câmbios da bicicleta (MTB

)

Ajustar os câmbios de uma MTB não é muito complicado, o segredo é saber exatamente o que estamos fazendo, do contrário podemos piorar o funcionamento. Regulagem da altura do câmbio Normalmente isso não é necessário fazer, mas com isso podemos variar a distância entre a roldana superior e o cassete. Essa distância será entre 13-16mm entre a roldana superior e os dentes do maior pinhão do cassete ou de 3841mm medidos entre o eixo da roldana superior e os dentes do pinhão maior. Apertando o parafuso em sentido horário aumentamos a distância. Afrouxando o parafuso em sentido anti-horário diminuiremos a distância. Ajuste dos limites do câmbio traseiro Este ajuste é um dos que podem causar mais dor de cabeça se não deixarmos bem ajustado. O câmbio mau ajustado pode fazer com que a corrente vá além do pinhão, com isso o câmbio traseiro pode entrar no meio dos raios da bicicleta causando uma queda, quebrando o componente e a gancheira do quadro.

Regulagem do câmbio traseiro Para ajustar os limites, devemos atuar sobre os parafusos de regulagem, estes estão marcados com as letras „L‟ e „H‟. Começamos regulando o limite exterior do câmbio, este é o que corresponde ao pinhão menor, para isso devemos atuar sobre o parafuso „H‟, soltando ou apertando o mesmo. Até vermos que a corrente não vai mais além do pinhão.

Regulagem do câmbio traseiro Dando continuidade. Principalmente se trocamos cabos e conduites. que corresponde ao pinhão maior. Para isso atuaremos sobre o parafuso „L‟. Ajuste da tensão do cabo Ajuste da tensão do cabo A tensão do cabo é fundamental para conseguirmos um funcionamento correto dos câmbios. apertando ou afrouxando o mesmo até vermos que a corrente não passe mais além do pinhão maior. Primeiro é preciso esticar o cabo. regulamos o limite interior do câmbio. devemos em primeiro lugar .

Ajuste de tensão Um primeiro lugar. Ajuste do limite interior do câmbio dianteiro . nos daremos conta porque subirá com facilidade nas coroas maiores. Quando passarmos a coroa tensionando (desenroscando). se não subir. nos novos câmbios shimano e sram esse ajuste terá desaparecido. o que pode custar baixar por termos tensionado muito o cabo. desenroscamos o tensor do passador 1/2 volta e voltamos a testar. pois só teremos o tensor do passador. Ajuste do câmbio dianteiro O ajuste do câmbio dianteiro é muito mais simples que o traseiro mas temos que saber o que fazemos. Colocamos a coroa dianteira média e o pinhão traseiro pequeno. atuamos sobre o tensor do passador dando uma volta e meia no mesmo. e repetimos até vermos que a corrente passa para o outro pinhão com precisão. nesse caso temos que enroscar outra 1/2 volta o tensionador do passador. pressionamos uma vez o passador para subir uma coroa. depois voltar ao ponto inicial e dar uma forte esticada no cabo.deixar o cabo esticado e passar por todos os pinhões. isso nos permitirá ajustes posteriores. O tensor do câmbio se ajusta da mesma forma. mas agora testaremos a troca para as menores. contudo. pois o ajuste de cabos e conduites sempre produz esse efeito. Na medida em que notarmos um melhor sincronizado podemos atuar no tensor com 1/4 de volta para realizarmos um ajuste mais preciso. o qual nos obrigará a ser mais precisos ajustando a tensão do cabo. Assim evitamos que eles passem sozinhos.

nós o ajustamos usando o parafuso marcado com a letra „L‟ apertando para deixar mais perto e afrouxando para distanciar. Se não está assim. a face interna do guia do câmbio dianteiro que impede a corrente de passar do limite deve passar a 1.Ajuste do câmbio dianteiro – Limite interior Devemos colocar a corrente no pinhão maior e na coroa menor. . até encontrar o ponto exato ou quase exato. básicamente o que queremos é que a corrente suba bem a coroa maior mas sem permitir e escape além da coroa maior. Ajuste do limite exterior do câmbio dianteiro Ajuste do limite exterior Devemos colocar a corrente na coroa maior e no pinhão menor.5-2mm da corrente e sem roçar.

se não for o suficiente deveremos voltar a tensionar o cabo ajustando-o.Atuaremos sobre o parafuso marcado com a letra „H‟. trocar a marcha para subir até a média e se não subir tensionamos o tensor do passador que é o único que temos.5-2mm da corrente a face interna do guia onde impede que a corrente salte para fora do pedivela com a coroa maior e pinhão menor engrenados. vai a dica: Bike de 21 marchas Coroa maior com os quatro pinhões menores . o melhor ponto se situa a 1. apertando para evitar que a corrente ultrapasse o limite e afrouxando se tiver dificuldades para subir. Lembrando a importância de usar as marchas de maneira correta evitando cruzar a corrente para um bom funcionamento. Tensão do cabo Tensão do cabo Devemos colocar a corrente no pinhão grande e coroa pequena.

A coroa menor com os quatro pinhões maiores.A coroa media é compatível com todos. utilizando o método infalível do acerto-erro poderemos “afinar nossa bicicleta” e fazer com que nossos câmbios funcionem com perfeição . Não tenha medo na hora de realizar esses ajustes.