Introdução a Engenharia (ADM500) Professora: Laila Soares Aluno: Mário Morato Lima

Desenvolvimento administrativo corporativo.

Desde os tempos primórdios a estratégia definida pelo conceito: "trata-se da forma de pensar no futuro, integrada no processo decisório, com base em um procedimento formalizado e articulador de resultados" (Wikipédia) vem sendo o fator decisivo para separar os grupos de grupos pela ascensão e sucesso no seu setor, seja ele qual for, o destaque de uns em relação aos outros é gritante, e na corrida capitalista as grandes instituições que brigam diáriamente pelo monopólio do mercado de vendas são o exemplo da estratégia bem elaborada e executada, como foi o caso da rede de supermercados Pão de açucar. A competitividade mundial aumentou, acentuadamente nas últimas décadas, obrigando as empresas a um contínuo aprimoramento de seus processos, produtos e serviços, visando oferecer alta qualidade com baixo custo e querer assumir uma posição de liderança no mercado onde atua. Na maioria das vezes o aprimoramento exigido, sobretudo pelos clientes dos processos, produtos e serviços, ultrapassa a capacidade das pessoas envolvidas, por estarem elas presas aos seus próprios paradigmas. Assim o Benchmarking surgiu como uma necessidade de informações e desejo de aprender depressa, como corrigir um problema empresarial. É um processo de pesquisa, contínuo e sistemático, onde o administrador realiza comparações de processos e práticas de sua empresa com os de organizações que são reconhecidas como representantes das melhores práticas administrativas, para avaliar

e pelos seus salários é claro. mas claramente este é um dos grupos que mais se destacam com certeza. mas como esse pensamento substitutivo é utópico resta as grandes redes criar diversas estratégias para concorrer com as grandes marcas sempre tendendo a valorizar seu produto. que não devem ser nada baixos. fez bem o seu "dever de casa" durante todo esse tempo. Podemos dizer com toda certeza que o grupo Pão de açucar. avaliar como tais resultados são obtidos. . que é sempre fundamental porque nos permite vislumbrar oportunidades e também ameaças competitivas. E diante desse novo quadro de mercado algumas redes de supermercado dentre outros setores revendedores.produtos. Isto constitui um atalho seguro para a Excelência. Lógico que ainda deve haver algumas preocupações pois nada é cem por cento eficaz. Estes estudos. objetivando atingir uma posição de liderança em qualidade. procurando a superioridade competitiva. A técnica de Benchmarking visa portanto. reponsáveis pelos seus setores e comprometidos com o sucesso da rede justamente movidos pela moderna administração e novas relaçoes de gestão de pessoas. e diante dessa corrida capitalista esses produtos de marca própia vem galgando seu espaço nas prateleiras das suas redes. devem identificar serviços e processos de alto nível de qualidade em outras empresas. serviços e métodos de trabalho. com o propósito de aprimoramento organizacional. perceberam que a margem de lucro aumentaria em números tentadores se estas começassem a vender o seus produtos em vez de revender os produtos de outras marcas. levando em conta as cinco forças sugeridas por porter que é basicamente a funcionalidade do Benchmarking. isso claro dependendo da análise de mercado. e investindo tanto em estratégia construiram um império indústrial baseado em uma estrutura sólida de gestores. muitas ainda não amadureceram nesse processo e levam pouco a sério a questão da relação preço/qualidade. e incorporar o conhecimento. o desenvolvimento de estudos que comparem o desempenho com a concorrência e com referenciais de excelência. organizados em projetos. oferecem determinado produto apreços bastante inferiores. e como não oferecem um produto que possa concorrer com qualidade. pois utiliza todo o trabalho intelectual acumulado por outras organizações e evita os erros e armadilhas do caminho. quando aplicável à seus processos e serviços. com políticas de preço e qualidade. ou setores da própria empresa.