You are on page 1of 5

Épocas de plantio e de colheita em frutíferas

Embrapa – Meio Ambiente
FRUTA Abacate Abacaxi

Julho de 2009
COLHEITA De janeiro a dezembro, com pico em abril e maio. Novembro a abril, com pico de janeiro a março, ou o ano todo, já que é indispensável o uso de reguladores de florescimento Setembro a março; colheita manual diária ou em dias alternados

PERÍODO PLANTIO Período de chuvas, ou fora dele. Com irrigação

Acerola

Ameixa

Amora preta

Pode ser realizado durante ano todo, mas deve-se dar pre4ferência ao início da estação chuvosa Utilizar mudas enxertadas de pessegueiros de sementes, de preferência do cultivar Okinawa, resistentes ao nematóide de galhas. Mudas de raízes nuas: plantio em julho e agosto; em recipientes: em qualquer época, de preferência na estação das águas. Preferência meses mais frios do ano.

Setembro a fevereiro, conforme o cultivar e região; safras comerciais, a partir do segundo ano de instalação do pomar, colheita manual dos frutos no estádio de vez

Banana

Caqui

Deve ser iniciado com as primeiras chuvas, sempre que possível, evitando-se começá-lo nos meses de baixa temperatura, e também em função do período em que se pretende colocar o produto no mercado. Deve ser realizado com mudas enxertadas, com 250 a 400 mudas por hectare, podendo ser de raiz-nua, em julhoagosto, ou de torrão no início do período chuvoso.

Novembro a fevereiro, dependendo da variedade e da região onde se localiza a cultura. Fazer a colheita a cada dois ou três dias, somente dos frutos completamente pretos, e colocá-los em recipientes rasos, para evitar o amassamento. Não devem ser expostos ao sol para que não se tornem avermelhados. Ao ano todo, 12 meses após o plantio, quando a fruta atingir a plenitude de seu desenvolvimento (mercado interno) ou segundo o diâmetro da fruta solicitado pelo importador.

A época da colheita é influenciada pelas condições climáticas, sendo precoce em regiões quentes e tardia em regiões mais frias; safras comerciais a partir do 4º ano de instalação do pomar; colheita manual de frutos no estádio de vez. Taninos: Ramaforte – março a julho; Taubaté – março a maio Giombo – abril a julho Não taninos: Fuyu - abril a agosto Isahaya - março a maio Tokio-Gosho - fevereiro a março Kioto (chocolate) - maio a julho Girô - março a abril

Citrus • Laranjas e pomelo

Período de chuvas ou fora deste, com irrigação. Lima e Piraloma: Mar – Jul Hamlin, Baianinha, Westin, Barão e Baia: Abr-Ago Marsh, seedless: Mai-Ago Pêra, Lima verde, Natal e Valência: Jun-Dez Cravo, Poncã e Mexerica: Mar-Jul

Tangerinas e Tangor

Outubro a novembro. de preferência. em recipientes: em qualquer época. Figo Murcote: Jul-Out Para laranjas e tangerinas. desde que haja umidade no solo. Pico de safra de Fevereiro a Abril. colocando os frutos em caixas de colheita. Mudas de raízes nuas (transplantes) de Julho a Agosto e envasadas no período das águas. porém. recolhendo os frutos no chão de Novembro a Julho. Tommy Atkins – dezembro a janeiro. Ano todo. conforme material cultivado e região. No início das chuvas (Outubro) em dias nublados. Palmer e Keitt – fevereiro a março. Safras significativas a partir do segundo ano de instalação do pomar Dezembro a Abril. De Janeiro a Abril. Efetuar duas vezes na semana. Em regiões muito quentes. de preferência estação chuvosa Estacas enraizadas. Safras comerciais a partir do segundo ano de instalação do pomar e a colheita manual dos frutos. Galego e Taiti: Dez-Mai Siciliano e Eureca: Abr-Ago As limas ácidas e os limoeiros podem apresentar outras floradas durante o ano. após dez a doze meses de plantio quando os frutos passam do verde-escuro para o verde-claro e apresentam uma a duas estrias ligeiramente amareladas. De Outubro a Março dependendo da região e da variedade. A colheita também é feita manualmente. inchado ou verde. Mudas de raízes nuas: Plantio de junho a julho. O número de meses necessários para o completo desenvolvimento e maturação dos frutos depende dos cultivares. Goiaba Kiwi Lichia Maçã Mamão Pode ser realizado durante o ano todo. Dezembro a fevereiro e Março. na estação das águas. em estádio de vez de maturação. Plantar no início das chuvas. o número de meses necessários para o completo desenvolvimento e maturação dos frutos depende dos diferentes cultivares: Efetuar a colheita manualmente 6 a 13 meses a partir do florescimento. nos estádios: maduro. Meados de Dezembro a início de Janeiro. conforme a destinação do produto. De Outubro a Março. Plantar em dias nublados. mas deve-se dar preferência ao início da estação chuvosa. em covas previamente preparadas e irrigar. para a comercialização ao natural ou maduras firmes. em dois a três repasses semanais. a partir do segundo e terceiro anos de instalação do pomar. além da principal. 2 Manga Maracujá No período das chuvas ou fora dele com irrigação. dando frutos fora de época normal de colheita. Manual. pode ser feito o ano todo. Abril e maio. com dois a três repasses semanais. evitando-se a quebra do torrão da muda.• Limas ácidas e limões Damasco japonês Qualquer época. Embrapa – Meio Ambiente . compreendendo entre 5 e 12 meses a partir do florescimento. Safras comerciais.

Tonet. período das águas. 75 a 90 dias. Acesso em 16 de julho de 2009. Disponível em <http://www. sob espaçamento denso. Mudas de raízes nuas – plantio em jul-ago. Setembro a Fevereiro. Em qualquer caso.htm>. de preferência do cultivar Okinawa. 1998. Embrapa – Meio Ambiente 3 . Outubro a abril (80 dias). SP. Estaca de porta-enxerto: plantio direto no campo em Julho e em Agosto. Fevereiro a Março. enxertadas entre pés francos de nespereira. 6ª edição. Perspectiva promissora de cultivo de nespereira enxertada sobre marmelo. de Outubro a Dezembro. Boletim 200: Instruções agrícolas para as principais culturas econômicas. Nas regiões Oeste e Noroeste: Março a Abril e Outubro a Novembro. resistente aos nematóides de gralhas. L. Rangel. Mudas de raízes nuas (transplante): Julho a Agosto. Toda Fruta.com/>. Mudas de raízes nuas: Plantio de Julho e Agosto.br/>. Associação Paulista dos Produtores de caqui.agrobyte. C. Disponível em <http://www. R.. colheita manual das pencas com os frutos maduros. conforme cultivar e região. Penteado. Utilizar mudas enxertadas sobre cavalos de pessegueiro oriundos de sementes. A. em recipientes. 396 p. safras comerciais a partir do segundo ano de instalação do pomar.. safras comerciais a partir do 2º ano de instalação do pomar. de preferência na estação das águas.Marmelo Melancia Melão Morango Nectarina Nêspera Pêra Pêssego Uva Mudas de raízes nuas (transplante) em Junho e Julho e envasadas no período das águas.todafruta. Safras comerciais a partir do 2º ano de instalação do pomar. Fontes: IAC. Abril a maio. De fevereiro a agosto. em recipientes: qualquer época. mudas de porta-enxerto enraizadas em recipiente plástico: plantio no campo. M. conforme o cultivar e a região.plantio em qualquer época.br/banana. Acesso em 16 de julho de 2009. a enxertia com a variedade copa deve ser feita em Julho e Agosto do ano seguinte. de preferência na estação das águas Mudas em recipientes. Setem bro a dezembro. De agosto a março. Plantio na estação das águas.com. Disponível em <http://www. colheita manual de frutos no estádio de vez. Safras comerciais a partir do terceiro ano de instalação do pomar. com. Dezembro a Abril: safras comerciais a partir do quinto ano de instalação do pomar.appckaki. Nas regiões tradicionais: Dezembro a Março. Manual de culturas CATI: Banana. A. Campinas. Acesso em 16 de julho de 2009. Junho a outubro. Maio a outubro.

Oferta REGULAR .Concentração da colheita: Oferta FRACA . FRUTAS ABACATE ACEROLA ABACAXÍ AMEIXA KIWI PINHA BANANA BANANA-PRATA BANANA-MAÇÃ BANANA-TERRA CAJU CAQUI CARAMBOLA COCO COCO-VERDE FIGO GOIABA JABUTICABA JACA MAÇÃ MAMÃO MANGA MARACUJÁ MELANCIA MELÃO MORANGO JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ Embrapa – Meio Ambiente 4 .Tendência os preços estáveis.Tendência de alta nos preços.Tendência de baixa nos preços. Oferta FORTE .

MAÇÃ IMPORTADA NECTARINA IMP. UVA IMPORTADA Fonte: CEASA Campinas (modificado) Embrapa – Meio Ambiente 5 . KIWI IMPORTADA PERA IMPORTADA PÊSSEGO IMPORT.NECTARINA NÊSPERA PÊRA PÊSSEGO UVA COMUM UVA ITÁLIA/RUBI UVA NIAGARA LIMA LIMA PÉRSIA TANGERINA CRAVO LIMÃO PONKAN MEXERICA ROMÃ AMEIXA IMP.