You are on page 1of 4

2. DIAGNÓSTICO AMBIENTAL 2.1. CARACTERIZAÇÃO AMBIENTAL A se instalará no município de Varginha ao longo da BR 491, km 239,4, zona urbana do município de Varginha.

O local está antropizada, não possui surgência no entorno. Será necessário empréstimo de solo para obras de terraplanagem. Foi constatado em vistoria que o local proposto encontra-se apto a instalação do empreendimento. A empresa apresentou declaração da Prefeitura Municipal informando que a atividade desenvolvida e o local de instalação estão em conformidade com as leis e regulamentos do município. Foi apresentado parecer técnico da Administração Aeroportuária Local do aeroporto SBVG endereçado a secretaria de planejamento do município atestando que a implantação da empresa Betonwerk concreto Usinado Ltda. esta em conformidade com os gabaritos determinados pela Portaria nº. 256/GC5 e demais regulamentos emitidos pelas utoridades aeronáuticas. 2.2. CARACTERIZAÇÃO DO EMPREENDIMENTO A empresa atuara no ramo de prestação de serviços na fabricação de concreto usinado para aplicação na construção civil e construções rurais. O empreendimento requereu Licença Prévia concomitante com Licença de Instalação para instalação da fabrica em área útil de 5.000 m². sendo que a área construída será de 1.480 m². O quadro funcional será composto por 12 colaboradores. A empresa operara em turno único turnos de 8,5 horas, 6 dias/semana. Nos estudos ambientais apresentados consta a descrição do processo e equipamentos a serem instalados, sendo:

Modelo demonstrativo de usina de concreto Usinado

2.2 .1 - FLUXOGRAMA DO PROCESSO PRODUTIVO E BALANÇO DE MASSA

O processo inicia-se pelo recebimento dos materiais agregados (brita 0, brita 1, pó de brita e areia), cimento, água e aditivos. Os agregados são transportados das baias de estocagem através de uma pá carregadeira até a tremonha, uma correia transportadora transfere estes para o navio suspenso de agregados que esta acoplada a balança de dosadora e a partir daí, pesa-se as quantidades necessárias. Desta balança uma correia transportadora transfere os materiais para o caminhão betoneira misturador (CBM). Dosa-se a quantidade de cimento através da balança de cimento, instalada abaixo

Para alterar determinadas características dos concretos e argamassas.6 UTILIZAÇÃO DE RECURSOS HÍDRICOS Para fornecimento do insumo água no período a instalação do empreendimento foi celebrado contrato entre as empresas 1(um) Ea 2(dois).2.6’’ e Longitude 450 28’ 08. 2. 2. litros e m3) são baseados em um fck 20.do silo de cimento e que descarrega o mesmo diretamente no CBM. Obs. 2.1’’. 2.4 . Foi requerido e concedido autorização para perfuração de poço tubular na área do empreendimento. nas coordenadas Latitude 210 34’ 16.INTERVENÇÃO EM ÁREA DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE Não haverá intervenção em área de preservação permanente na proposta neste processo licença prévia concomitante com licença de instalação. . sendo o referido poço a ser utilizado para a fase de operação do empreendimento.1 Esgoto Sanitário. contrato de prestação de serviços. são utilizados aditivos líquidos. processo nº.5. a apresentação de recibo diverso expedido pela COPASA comprovando o fornecimento.INTERVENÇÃO AMBIENTAL Não haverá supressão de vegetação proposta neste processo de licença prévia concomitante com licença de instalação. Dosa-se a água através de uma bomba d’água dotada de um medidor de vazão e encaminha ao CBM através de tubulação. A instalação do empreendimento gerara a contribuição de carga poluente sanitária de operários contratados para as obras de construção civis.2 MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2. pois empreendimento situa-se em área urbana do Município de Varginha. 14666/2011.RESERVA LEGAL Não se aplica. 3 IMPACTOS IDENTIFICADOS 3. Através deste contrato a empresa Costa Terraplanagem ira fornecer água comprada da COPASA.3 . Figurará como condicionante 01. A dosagem é feita através de recipiente dosador e colocado no interior do CBM quando do acerto final por um sistema de dosagem automática.empresa Costa Terraplanagem e Construtora Ltda.0 MPa.: os valores citados acima (kg.

filtro anaeróbio e sumidouro.3 . já na fase operação o seguinte impacto : 4 MEDIDAS MITIGADORAS 4.Resíduos Sólidos Na fase de implantação a empresa gerará resíduos de construção civil. Será condicionado na fase de operação a o monitoramento de ruídos na divisa de propriedade. 3. Figurará como condicionante nº 02 desta licença a apresentação de comprovação da instalação e destinação do efluente gerados através de notas fiscais. Será condicionado que a empresa devera enviar os resíduos de bota fora para locais previstos para disposição de resíduos pelo município. Quando da operação serão gerados os seguintes resíduos: 3. Durante a fase de operação a empresa apresentou modelo de planilha de gerenciamento de resíduos a ser implantada. 03 desta licença a apresentação de comprovação da .2 .Emissões Atmosféricas.25 m3/mês.4 .229 de setembro de 1993.Ruídos Durante a fase de instalação os ruídos gerados são os típicos de construção civil. 4.1 Efluente líquido sanitário Para a operação está previsto a geração de esgoto sanitário pela contribuição de 12 colaboradores.05 m3/dia ou 26. Durante a fase de instalação não haverá geração de emissão atmosférica que justifique monitoramento. O dimensionamento da estação de tratamento para efluente suporta a contribuição de 12 contribuintes previstos. Durante a fase de instalação o empreendedor propõe a utilização de banheiros químicos necessários para os trabalhos de obras civis. O dimensionamento é para uma vazão 20% maior que a necessidade diária para contemplar possíveis visitantes no empreendimento. A ETE biológica proposta para tratamento é da modalidade tanque séptico. Na implantação do empreendimento serão gerados resíduos de construção civil. Os cálculos de dimensionamento seguem as normas NBR/ABNT 7. A vazão estimada nos estudos ambientais é de 1. Figurará como condicionante nº.Nos estudos ambientais apresentados informam que quando da operação haverá geração de carga poluente de 12 colaboradores 3.2 -Resíduos Sólidos.

Figura condicionante quando da licença de operação o envia laudos de monitoramento deste impacto nas divisas de sua propriedade.Águas Pluviais Consta dos estudos proposta e projeto de recolhimento de águas pluviais no sistema bate lastros para aproveitamento no processo produtivo.3 – Ruídos A empresa monitorará o nível de pressão sonora em divisas. conforme Resolução CONAMA 307/2002.4 .destinação dos resíduos gerados na instalação do empreendimento. 4. O insumo sofrerá a reutilização. . 4.