You are on page 1of 7

SOCIEDADE BATISTA DE BENEFICÊNCIA TABEA

REGIMENTO INTERNO
CAPÍTULO I Da Sociedade e seus fins Art. 1º. A Sociedade Batista de Beneficência Tabea, doravante denominada simplesmente TABEA, é uma associação civil sem fins lucrativos que tem duração por tempo indeterminado, com sede e foro na cidade de Ijuí, Estado do Rio Grande do Sul, à Rua José Bonifacio, 1623, Bairro Storch. Art. 2º. A TABEA tem por finalidade a prática da caridade cristã, de obras assistenciais e filantrópicas, atendendo aos preceitos da Lei Orgânica da Assistência Social, aplicando integralmente suas receitas, recursos e eventual resultado operacional na manutenção e desenvolvimento dos objetivos institucionais, no território nacional. § 1º. Para os fins de que trata o caput deste artigo e em vista do superior e efetivo alcance dos objetivos visados, a TABEA poderá promover a instalação de um empreendimento mercantil de autogestão e publicar e licenciar produtos, com ou sem a logomarca da instituição, bem como poderá prestar serviços remunerados a pessoas jurídicas públicas ou privadas, objetivando captar recursos, que serão única e exclusivamente direcionados para a associação, para o desenvolvimento e a execução dos projetos sociais aos quais ela se destina. § 2º. No desenvolvimento de suas atividades sociais, a TABEA não fará distinção alguma quanto a raça, cor, sexo, condição social, credo político ou religioso dos atendidos. § 3º. Os serviços prestados por TABEA atenderão às condições do Conselho Nacional de Assistência Social – CNAS. § 4º. A Tabea organizará e manterá os serviços que se fizerem necessários obedecendo à legislação em vigor e aos regulamentos e normas específicas aprovados pela sua Diretoria, respeitando as diretrizes do Estatuto da Criança e do Adolescente, do Estatuto do Idoso e da Lei Orgânica de Assistência Social. Art. 3º. Com o propósito de manter sua total e absoluta independência, a TABEA não poderá encampar, defender ou privilegiar os interesses de qualquer entidade com finalidade lucrativa, promocional ou política, e não terá por objetivo a obtenção de benefícios e/ou vantagens pessoais para seus associados, fora daqueles previstos no Estatuto Social, nem permitirá a estes serviremse dela em proveito de suas aspirações particulares, políticas e/ou de outra natureza. Art. 4º. Este Regimento obedece às normas e condições estipuladas no Estatuto Social da TABEA, registrado no Cartório de Registro de Títulos e Documentos e Civil de Pessoa Jurídica, na comarca de Ijuí, Estado do Rio Grande do Sul. Art. 5º. A fim de cumprir suas finalidades, a TABEA se organizará em tantas unidades de prestação de serviços (UPS) quantas se fizerem necessárias, as quais serão regidas pelo Estatuto e este Regimento. Parágrafo Único. As unidades de prestação de serviço, devidamente registradas e estabelecidas nas respectivas cidades e que farão cumprir as finalidades associativas, aplicando os seus recursos exclusivamente no Estado de origem, são as seguintes: a) Lar da Velhice de Panambi, inscrito no CNPJ sob nº 91.986.125/0002-79, sito à Rua Benjamim Constant, 339 - Panambi, RS; b) Lar Criança Feliz de Cotia, inscrito no CNPJ sob nº 91.986.125/0003-50, sito à Rua Caminho do Furquim, 275 – Cotia SP; c) Lar Irmãos Dentzer, inscrito no CNPJ sob nº 91.986.125/0005-11, sito ao Largo São Vicente de Paulo, 1382 – Toledo, PR;

Parágrafo único. caberá sempre recurso à Assembleia. inscrito no CNPJ sob nº 91. § 3º. § 2º.d) Núcleo Social de Diadema. e) Lar da Criança Henrique Liebich. São deveres dos associados: I – Zelar para que os princípios éticos e morais preconizados na Bíblia Sagrada norteiem as atividades de TABEA. Art. § 1º. 8º. A qualidade de associado é intransferível sob qualquer alegação. CAPÍTULO II Dos Associados: Admissão e Demissão Art. sito à Rua Mercúrio. A TABEA pode ser depositária ou comodatária de qualquer espécie de bens. sito à Rua Chile. inscrito no CNPJ sob nº 91.125/0009-45. São direitos dos associados: I – Participar das Assembleias com direito a votar e ser votado para as funções de representatividade de TABEA. 126 – Diadema.986. móveis e outros. A demissão de associados ocorrerá exclusivamente por decisão da Assembleia.986.125/0008-64. 6º. obedecido ao disposto na legislação vigente. 9º.125/0006-00. para que a TABEA atinja seus fins e objetivos e cumpra sua missão.Ijuí. inscrito no CNPJ sob nº 91. inscrito no CNPJ sob nº 91. RS. A Tabea é constituída por número ilimitado de associados. § 3º. § 2º. nas seguintes situações: I . RS. compatíveis com sua natureza e missão. famílias.Por decisão fundamentada da Assembleia.125/0007-83. § 1º. 7º. O patrimônio de Tabea é constituído de bens imóveis. 1623 – Ijuí. g) Espaço Feliz – Centro Social Pioneiro. 1051 . III – Observar o presente regimento interno e zelar pelo seu cumprimento. . entidades de classe ou de sociedade sem caráter beneficente de assistência social. SP. 772 – Santa Rosa. f) Centro de Atendimento Integral ao Surdo. CAPÍTULO III Dos direitos e deveres dos associados Art.mediante solicitação do associado II . sito à Rua Barão do Rio Branco.986. A admissão de associados ocorrerá exclusivamente por decisão da Assembleia. O patrimônio da TABEA e os bens de que for depositária ou comodatária somente poderão ser utilizados na realização de sua finalidade estatutária. Ocorrendo a situação descrita no inciso II do parágrafo 2º deste artigo. II – Participar dos eventos e demais atividades promovidas pela TABEA. RS. CAPÍTULO IV Do patrimônio e da receita Art. II – Zelar pela geração de recursos. sito à Rua José Bonifácio. mediante recomendação por parte de no mínimo dois associados.986. Não constitui patrimônio exclusivo de um grupo determinado de indivíduos. admitidos em assembléia.

XI . 15.tomar outras decisões que envolvam aspectos administrativos. II – No encerramento do exercício fiscal. XIV .aprovar o Regimento Interno. bem como onerá-lo total ou parcialmente. legados. doações. 13. 10. III – Realização de auditoria da aplicação dos recursos.Art. para os fins previstos na legislação. A Assembleia constituída pelos associados é o poder soberano. levados a conhecimento dos associados em Assembleia. doações. A Assembleia dos associados reúne-se ordinariamente a cada ano e extraordinariamente sempre que necessário em local e data previamente designados. cabendo-lhe as seguintes atribuições: I . inclusive por auditores externos independentes quando for o caso. IV – Prestação de contas de todos os recursos e bens de origem pública recebidos. conforme determina o parágrafo único do art. IX . Art. X – criar e supervisionar unidades prestadoras de serviço (filiais). alienação ou oneração de bens imóveis da TABEA dependerá de prévia autorização da Assembleia. 14. 11. XII . publicação do relatório de atividades e as demonstrações financeiras da entidade por qualquer meio eficaz.resolver os casos omissos neste regimento. CAPÍTULO VI Da Assembleia Art. Art. 70 da Constituição Federal. A receita da TABEA constitui-se de contribuições. exonerar os membros da diretoria. V .eleger entre os associados e. II – eleger o conselho fiscal.decidir sobre a mudança do nome da TABEA.transferir a sede da TABEA. III – apreciar os relatórios periódicos e anuais de trabalho da diretoria e das unidades prestadoras de serviço. materiais ou sob outras formas advindos de executivo municipal serão aplicados exclusivamente no município que os concedeu e nas finalidades para as quais foram concedidos. 12. incluindo as certidões negativas de débitos junto ao INSS e ao FGTS.Os recursos financeiros.aprovar o orçamento anual. § 1º – Recursos financeiros. IV – discutir e aprovar as contas e o balanço anual. para tratar de assuntos relacionados com as atividades que promove.aceitar doações e legados.reformar o Estatuto. XIII . VII . . se necessário. § 2º . aplicados integralmente no território nacional e na manutenção de seus objetivos. VIII . XV . É vedada a prestação de avais ou fianças em nome da TABEA CAPÍTULO V Da prestação de contas Art. inclusive de todas as unidades prestadoras de serviços a que se refere o parágrafo único do artigo 5º. VI – autorizar a diretoria a alienar por venda ou de outra forma o patrimônio da TABEA. Qualquer ato que importe venda. Art.deliberar sobre a dissolução da TABEA. rendas e eventual resultado operacional de procedência compatível com sua finalidade. A prestação de contas da TABEA satisfará as seguintes condições: I – Observação dos princípios fundamentais de contabilidade e as Normas Brasileiras de Contabilidade. legados e recursos advindos dos poderes públicos deverão ser aplicados dentro do Estado de origem e nas finalidades a que estejam vinculadas.

O Conselho é composto pelo presidente e dois conselheiros de cada UPS. entretanto. é feita por votação em nominatas (chapas) previamente inscritas. II – Diretoria eleita de acordo com o art. separadas entre si por intervalo de pelo menos 01 (uma) hora. Art. As UPS podem adquirir personalidade jurídica própria. Art. 18. Todos os mandatos são de 2 (dois) anos. com a presença de qualquer número de associados. Art. A eleição da diretoria da TABEA. Art. eleitos pela Assembléia. 21. pelo prazo que convier.Parágrafo único. Para a realização de seus fins. proposto pelos conselheiros da UPS e do(a) diretor(a) em exercício respeitada a letra do Estatuto Social de Tabea e deste regimento interno. § 2º . Art. vice-presidente e tesoureiro. devendo. CAPÍTULO VIII Da estrutura de Tabea e das UPS Art. 16. Art. podendo deliberar validamente sobre os assuntos constantes da ordem do dia. os respectivos estatuto e regimento interno conter dispositivos irreformáveis que estabeleçam que: . 25. 17. 24. por meio de edital. a Tabea terá a seguinte estrutura administrativa: I – Conselho de Administração composto dos membros da diretoria e dos conselheiros de cada UPS. CAPÍTULO VII Das eleições Art. considerando-se eleita a que obtiver a maioria dos votos dos associados presentes à Assembleia ordinária de TABEA convocada para esse fim. Art. Art. § 1º . 19. 19. As UPS são regidas por regimento interno próprio. Os funcionários de Tabea não podem ocupar cargos eletivos da mesma. não podendo esta deliberar em primeira convocação sem a maioria absoluta dos associados. que regulamenta a respectiva estrutura administrativa. Para as deliberações a que se referem os incisos I e XI do artigo 14 exige-se o voto concorde de 2/3 (dois terços) dos presentes à Assembleia extraordinária especialmente convocada para esse fim. aprovado pelo Conselho de Administração de Tabea. A diretoria deverá acolher representação que lhe seja dirigida por um mínimo de 1/5 (um quinto) dos associados. IV – Diretores das UPS: Cada UPS terá seu(sua) próprio(a) diretor(a). um cargo de confiança contratado pela diretoria de TABEA. Parágrafo Único. 20. com antecedência mínima de trinta (30) dias. III – Cada UPS terá dois conselheiros. ou com menos de 1/3 (um terço) nas convocações seguintes. composta por presidente. A convocação das Assembleias é feita pelo presidente da TABEA ou seu substituto legal. meia hora após. Todos os suplentes têm mandato de 2 (dois) anos. Cada Assembleia consta de tantas sessões quantas necessárias. constando em ata da diretoria da Tabea. desde que aprovada pela Assembleia. ou em segunda convocação.A posse do suplente é um ato administrativo. 23. podendo haver reeleição. nas quais devem constar também 2 (dois) suplentes. A Assembleia devidamente convocada será instalada em primeira convocação com a presença de no mínimo 50% dos associados. solicitando a convocação da Assembleia para apreciar assuntos expressos na representação. 22.

a seu critério. 27. XII . seu patrimônio passará a pertencer a Tabea. Art. quando falarem sobre matéria vencida ou fora de ordem e quando não usarem linguagem conveniente. prestando relatórios regulares de seu trabalho bem como um balanço geral de suas contas. V . A prestação de contas da UPS deve estar acompanhada de parecer do conselho fiscal.acompanhar as atividades das diversas UPS. VIII . IV .convocar as Assembleias. para cada reunião do conselho administrativo. Art. ouvido o Conselho de Administração. isto é. III – No caso de dissolução. 29. as questões administrativas da Tabea não previstas no presente regimento. II – Administre o movimento financeiro da UPS. . d) resolver todas as questões de ordem. por escrito. seus relatórios de atividades. 30.promover. passiva. Compete ao presidente: I .resolver. III – Prepare a prestação de contas da UPS a ser incorporada ao relatório de atividades. X – no caso de vacância de um conselheiro da UPS.representar a Tabea ativa. podendo: a) conceder ou negar a palavra aos associados. As UPS de Tabea devem constituir uma comissão de finanças que: I – Elabore uma proposta orçamentária a ser submetida à diretoria de TABEA.encaminhar o programa de atividades à Assembleia.elaborar o orçamento operacional da Tabea. As UPS de Tabea devem apresentar.assegurar o bom andamento da composição das nominatas que concorrerão às eleições dos diferentes níveis dentro da Tabea.exercer as demais atribuições específicas delegadas pela Assembleia. III . VII . Parágrafo Único.abrir. em local a ser determinado na convocação. judicial e extrajudicialmente. III . Art. IX . II . Parágrafo Único. A falta de integrante da Diretoria e Conselho de Administração a 2 (duas) reuniões consecutivas sem justificativa significa perda de mandato. questões atinentes à observância do regimento interno.autorizar a realização de campanhas e levantamento de ofertas especiais por parte das UPS. V . IV . sendo convocado o suplente. preparando a respectiva ordem do dia. para aprovação. Art. VI . organizar e realizar eventos de interesse geral da Tabea. A juízo da Assembleia.I – A UPS é regida por princípios idênticos aos de Tabea. II .realizar no mínimo 3 (três) reuniões ordinárias no exercício. b) interromper os oradores quando se afastarem das questões em debate. respeitados os direitos de terceiros. CAPÍTULO IX Da Diretoria Art. Compete à diretoria: I . convocadas pelo presidente ou seu substituto legal.nomear secretários "ad-hoc" para a redação de atas. conforme regulamentado no capítulo XI deste regimento interno. II – A UPS segue fielmente a orientação de Tabea.convocar e presidir as reuniões da diretoria. substituindo os responsáveis. 28.apreciar e conciliar os planos de trabalho e as propostas orçamentárias das UPS. presidir e encerrar as sessões da Assembleia. XI . nomear o substituto para complementar o mandato. a Tabea pode criar ou suprimir UPS a ela subordinadas.Elaborar um programa estratégico consolidado de atividades para a Tabea. 26. com poder de interferir caso não sejam executadas e/ou cumpridas decisões que tenham sido tomadas. respeitadas as disposições estatutárias e regimentais. c) suspender a sessão em caso de perturbação da ordem.

predestinadas na fonte. elaborado pela diretoria e seus assessores. II . g) nomear comissões de assessores da mesa. § 2. § 1. CAPÍTULO X Do orçamento Art.verbas vinculadas.e) submeter à discussão e votação as propostas feitas. § 3. 26 do presente Regimento. mediante acordo e autorização da diretoria. 31. VI . Para a execução de suas funções. O conselho fiscal presta relatório escrito à diretoria a cada 3 (três) meses. com devolução o mais rápido possível. Art. e de 3 (três) suplentes. f) assinar as atas com o secretário.notificar a diretoria. bem como sobre outros documentos contábeis e fiscais. Os orçamentos das UPS. de acordo com o disposto no Art. que serão ressarcidos pela diretoria ou instituição envolvida. no máximo 90 (noventa) dias após o recebimento dos respectivos demonstrativos contábeis. para as providências cabíveis. e II . Art. desde que capacitados para tal. sob pena de substituição imediata dos responsáveis pelo atraso. submetendo-os à Assembleia ordinária da Tabea para aprovação ou rejeição. Compete ao Conselho Fiscal: I . não integrantes de nenhum outro cargo.utilização do fundo de reserva.busca de ajuda em outras fontes. orientada pela diretoria. IV . 34. o conselho fiscal tem acesso a toda a documentação necessária. quando necessário. 32. 33.campanhas junto aos associados. destinam explicitamente as verbas disponíveis aos itens do plano de contas previamente estabelecido pela diretoria.empréstimo de verbas entre UPS. inclusive das UPS da Tabea. despesa e resultado operacional.verbas originárias das receitas não vinculadas. II . V . O conselho fiscal é composto de 1 (um) relator e 2 (dois) membros efetivos. balanços patrimoniais e seus respectivos demonstrativos de receita. III . de possíveis irregularidades contábeis ou financeiras apuradas no desempenho de suas atribuições.Emitir pareceres sobre os relatórios financeiros. todos indicados pela Assembleia ordinária. Art. com no mínimo 3 (três) membros. os quais por sua vez se compõem de: I . de cujo cumprimento prestam contas à diretoria da TABEA. associados ou não. nesta ordem de preferência. O conselho fiscal pode solicitar à diretoria a utilização de serviços profissionais especializados de terceiros. nomear e constituir comissões especiais. distribuídas entre as UPS em proporção proposta pela diretoria e aprovada pela Assembleia. As despesas extra-orçamentárias restringir-se-ão ao inevitável e sua cobertura deve ser realizada por meio das seguintes providências. informando a assembleia da Tabea quando as providências necessárias não forem tomadas.de acordo com resolução da diretoria.reprogramação do orçamento da(s) UPS(s) afetada(s) e/ou corte de despesas. é composto dos orçamentos de cada uma das UPS e do orçamento da sede. . sendo que todas as demonstrações financeiras não poderão estar defasadas mais do que 90 (noventa) dias. conforme as possibilidades: I . 35. CAPÍTULO XI Do Conselho Fiscal Art. O orçamento da Tabea. sejam públicas. Compete-lhe o exame das contas e da aplicação das verbas da Tabea e fornecer pareceres à Assembleia. privadas e/ou organizações não governamentais. sendo obrigatório constar em todos um valor destinado a um fundo de reserva.

Art. não são remunerados por qualquer forma. Os membros da diretoria da TABEA e do conselho de administração. 36.CAPÍTULO XII Das disposições gerais Art. 37. Também a Tabea. mantenedores ou associados. sob nenhuma forma ou pretexto. podendo receber reembolso de despesas. suas UPS não distribuem lucros. As UPS da Tabea observarão como período fiscal o ano civil. 23 de julho de 2010. bonificações ou vantagens a dirigentes. Reforma Estatutária e do Regimento Interno: Santa Cruz do Sul (RS). .