Revista de Conexão Missionária da JMM

ANO IX - Nº 45 MAIO/JUNHO 2012

O mais impactante congresso missionário de todos os tempos

Mobilização

missionária impacta líderes batistas

Onde Missões Mundiais está presente há 41 anos

REMETENTE: JUNTA DE MISSÕES MUNDIAIS DA CBB Rua Senador Furtado, 71 - Praça da Bandeira Rio de Janeiro - RJ - CEP: 20270-021

ENVELOPAMENTO AUTORIZADO. Pode ser aberto pela ECT.

RADICAL ÁSIA

RADICAL ÁFRICA

RADICAL LATINO-AMERICANO

RADICAL LUSO-AFRICANO

Onde Deus quer nos usar Missão para os Voluntários Sem Fronteiras

SEJA UM MISSIONÁRIO RADICAL

ctar os campos missionários Você está convocado a impa e, futuramente, na Ásia com na África, na América Latina entos. Seja mais um jovem a tal e ns do us se , lho ge an Ev o luntários sem Fronteiras. Vo – al dic Ra to oje Pr o r ra integ

Não fique de fora do que Deus está fazendo no mundo!
TENHA UMA ATITUDE RADICAL E FAÇA PARTE DESTA MISSÃO. 2122-1901 0800 709 1900 jmm.org.br radical@jmm.org.br
(cidades com DDD 21) (demais localidades)

Editorial
Tempo de avançar
Caro leitor, A obra missionária mundial continua avançando. Nesta edição, destacamos a carência do povo africano. Veja entrevista e matéria com os coordenadores de missionários na África (páginas 3 a 7). Nas unidades do PEPE em campos africanos, 7.150 crianças foram atendidas. A obra missionária avança também no oeste e centro da África, onde recentemente abrimos três campos: Camarões, Chade e Togo. Desta forma, somamos hoje 727 missionários em 64 países! Louvamos a Deus pelas igrejas batistas do Brasil que sustentam com orações, ofertas e engajamento nosso avanço missionário no mundo. Agradecemos ao Senhor por esse exército de missionários que, convictos de seu chamado, estão nos campos a ganhar almas para Cristo. Rogamos ao dono da seara que continue vocacionando vidas e nos dando a visão e as condições para seguirmos capacitando, mobilizando e avançando na conquista do mundo para Cristo. Com o crescimento da obra, temos mais vitórias nos campos, mas também crescem as necessidades. Confira também as seções Notícias dos Campos, JMM Jovem e Espaço Nova Geração. Boa leitura!

3 6 9 10 12 13 14 15 16 19 20 22 23 24 25 26 28

Especial África
Missões na África
Depois de 40 anos, colheita e crescimento

Mais missionários para a África
Entrevista com Pr. Ruy Oliveira

pepe
Novos desafios na Guiné Equatorial

Notícias dos Campos
Veja os destaques dos campos da América, África, Ásia e Europa

Espaço do Voluntário Missões: prioridade máxima!
Entrevista com Luiz Carlos de Barros

Igrejas que amam Missões Diário de Oração (encarte) PIM
Orar para avançar

Campanha 2012
Mobilização Missionária Última parte do artigo do Pr. Ronaldo Lidório

A Colheita
Diretor Executivo: Pr. João Marcos Barreto Soares Gerente de Comunicação e Marketing: Jaci Madsen Coordenação Editorial: Jaci Madsen Jornalista Responsável: Márcia Pinheiro (22582/DRT/RJ) Redação: Ailton de Faria (20975/DRT/RJ) Willy Rangel (31803/DRT/RJ) Projeto Gráfico e editoração: Equipe de criação JMM Fotos: Arquivos JMM Tiragem: 145.000 exemplares Contato: redacao@jmm.org.br Rua Senador Furtado, 71 Praça da Bandeira Rio de Janeiro - RJ CEP 20270-021 jmm@jmm.org.br pam@jmm.org.br Tel.: (21) 2122-1900 Fax: (21) 2122-1944 PAM: Tel. (21) 2122-1901

Seja Luz para o mundo Espaço do Adotante Espaço Radical JMM Jovem Espaço FM Especial

Campanha de 100 dias de oração

SIM, Todos Somos Vocacionados

Entre Aspas

sumário

De Pastor para Pastor

2

Foco nas ações definidoras de Missões Mundiais
s igrejas batistas do Brasil, que se unem para o cumprimento do “ide” através de Missões Mundiais, já entenderam que, para conquistarem o mundo para Jesus, precisam focar nas ações de capacitar, mobilizar e avançar! Capacitar os líderes das igrejas, bem como os vocacionados e selecionados por Deus para seguirem aos campos é tarefa de fundamental importância para Missões Mundiais. Duas ferramentas somam-se aqui: Conexão Missionária e Acampamentos para Pastores e Promotores. Por meio destes dois eventos, milhares de crentes têm sido impactados e orientados no desenvolvimento do trabalho missionário desde as igrejas espalhadas por todo o Brasil. Mobilizar os crentes e as igrejas é a ação objetiva, que precisa acontecer com acertividade, a fim de que o Brasil batista cresça em oração, interação, contribuição e envolvimento efetivo com a evangelização do mundo! Para este fim, contamos com os missionários mobilizadores, que atuam em todo o país e agora também no exterior, como pontes entre as igrejas e os campos. Avançar é a ação que não admite interrupção ou retrocesso. Há um movimento ascendente claro e inquestionável em Atos 1.8 – “Tanto em... como em... e até os confins da terra.” Quando o assunto é Missões, a ordem é avançar; e pela ação misericordiosa de Deus estamos avançando! A sétima turma do Radical África está evangelizando no Oeste da África – Níger e República da Guiné; a oitava seguiu para o Senegal e acaba de entrar em cena o Radical Ásia. O PEPE (programa socioeducativo) já registra 231 igrejas mantenedoras e 7.150 crianças atendidas no continente africano. A obra missionária avança, também, na África Central e Ocidental onde acabamos de abrir três novos campos: Camarões, Chade e Togo. Desta forma somamos hoje 727 missionários em 64 países! Louvamos a Deus pelas igrejas batistas do Brasil que sustentam com orações, ofertas e engajamento o nosso avanço missionário no mundo. Agradecemos ao Senhor por esse exército de missionários que, convictos de seu chamado, estão nos campos a ganhar almas para Cristo. Rogamos ao dono da seara que continue vocacionando vidas e dando-nos a visão e as condições para seguirmos capacitando, mobilizando e avançando na conquista do mundo para Cristo.

Capacitar, mobilizar e avançar

A

apresentação

Pr. João Marcos Barreto Soares Diretor Executivo da JMM

Missões na

África
Depois de quarenta anos, colheita e crescimento

D

esde 1971, os batistas brasileiros, através de Missões Mundiais, anunciam Cristo, a paz que liberta, à África, seu quarto campo missionário aberto, alcançado após Portugal, Bolívia e Paraguai. Após 41 anos de intenso trabalho que envolve orações, recursos financeiros e dedicação de vidas, a obra missionária na África registra grandes avanços. Hoje são 63 missionários efetivos, 34 locais e 18 Voluntários sem Fronteiras no continente. Eles falam do amor de Deus, o qual vivem através de projetos que levam às comunidades serviços nas áreas de saúde, educação, esportes, entre outras. A ação missionária dos batistas brasileiros na África é coordenada pelos pastores Mayrinkellison Wanderley e Ruy de Oliveira. Eles enfatizam que o estreitamento das relações com lideranças locais têm melhorado o diálogo entre as Convenções nacionais, colaborando para a conquista da África para Cristo em mais cinco novos campos: Togo, Chade, República Centro-Africana, Serra Leoa e Camarões.

4
Avança a obra missionária na África!
Chade
Em convênio com a Igreja Evangélica Batista do Chade, mantemos ali o missionário Joël Bekayo. Ele promove contatos para a evangelização das comunidades de língua árabe. O nosso missionário também atuará na formação de líderes e de evangelistas. Há ainda um grande clamor por pessoas dispostas a trabalhar entre os muçulmanos, que são maioria no país.

Conquistando os africanos
Investindo em projetos, Missões Mundiais chega a muitas comunidades animistas e muçulmanas. Enquanto ajudam a melhorar a qualidade de vida dos africanos, os missionários falam de Cristo, a paz que liberta. Recentemente foi inaugurado o primeiro templo batista de São Tomé e Príncipe. A PIB de São Tomé fica no distrito de São Marçal. Também no país, a “novela da igreja batista”, como os santomenses chamam o seriado “Reviravolta”, dirigido pela missionária Renata Santos, tem tido uma ótima aceitação em São Tomé. O Pr. Mayrinkellison Wanderley destaca ainda a compra de um terreno e o início da construção da primeira igreja batista de participação de batistas brasileiros em Guiné Equatorial. No mesmo terreno está sendo construído um espaço para o PEPE. Outras grandes conquistas recentes na África são: a consolidação das atividades do projeto Consolo, em Moçambique, através de uma clínica móvel; o início das atividades da clínica odontológica em Guiné-Bissau; a plantação de uma igreja batista entre os animistas na Gâmbia e os primeiros batismos em Mbour, no Senegal. O Pr. Ruy de Oliveira louva a Deus por tantas vitórias alcançadas na África graças a pessoas que dedicam suas orações e ofertas à obra de evangelização no continente, assim como pela vida daqueles que se dispõem a seguir para os campos. Ele cita os novos missionários que seguiram a países africanos: Pr. José Roberto e Sônia Santos (Guiné-Bissau); Pr. Robson e Zelma dos Santos (África do Sul) e Jacqueline Santos (Moçambique), além de mais 10 Radicais – Voluntários Sem Fronteiras. Com a permissão de Deus e o apoio dos crentes brasileiros, Missões Mundiais objetiva chegar, em breve, a outras regiões da África. Há possibilidades concretas de abertura de novos campos no Gabão, Benin, Ruanda, Burundi e Zâmbia. A África concentra grande parte dos 3 mil povos que precisam ser alcançados pela paz que liberta.

Togo
Estamos investindo na capacitação de 10 seminaristas que serão futuros missionários entre os povos não alcançados do Togo. Além disso, todos os missionários locais precisam de sustento para o alcance dos muçulmanos, em franco crescimento no país.

República Centro-Africana
Neste novo campo, a missionária Maria Ilza desenvolve o projeto Maison Prisca (Casa Priscila), alcançando mulheres e crianças. Atuamos no país a partir de dados que mostram como o islamismo tem avançado neste país, considerado cristão. Recentemente, Missões Mundiais decidiu apoiar cinco missionários locais que evangelizam comunidades distantes da capital e que agem para chegar aos povos da floresta.

Serra Leoa
Uma unidade do PEPE, programa socioeducativo, já foi implantada em Lungi, próximo à capital. Temos apoiado os missionários-educadores, mas pretendemos ampliar suas ações sustentando três missionários locais no interior do país, em regiões de maioria muçulmana. O orçamento é desafiador, mas o Pr. Mayrinkellison Wanderley acredita que é possível realizar um bom trabalho em parceria com a Convenção Batista em Serra Leoa.

Camarões
O norte de Camarões é quase totalmente muçulmano, poucas missões investem nessa importante parcela da população camaronesa. Missões Mundiais iniciou a ação no país com o missionário local, Pr. Pierre Celestin. Ele deixou seu ministério na PIB Dacar, no Senegal, para investir sua vida na evangelização de não alcançados.

Para abençoar crianças senegalesas!

O Senegal tem mais de 10 milhões de habitantes, dos quais 50% estão na faixa de menos de 14 anos. Na capital do país, Dacar, há um número exorbitante de crianças de rua que não têm o mínimo de condições adequadas para viver. O país tem o islamismo como religião predominante (92%), o que faz da poligamia um fato cultural que contribui diretamente para o aumento do número de filhos por família, tornando a situação ainda mais crítica. Muitas famílias doam seus filhos do sexo masculino para líderes muçulmanos a fim de estudarem o Alcorão desde cedo. As crianças também são obrigadas a mendigar uma quantia diária que deve ser entregue aos líderes responsáveis por sua criação. Se a cota diária não é atingida, são espancadas. O resultado deste tipo de situação é a fuga de muitos pequeninos, que passam a perambular pelas ruas. Para ajudar a amenizar a lamentável situação de crianças senegalesas que vivem nas ruas, o casal missionário Dr. Humberto e Dra. Elisangela Chagas criou o Projeto Fábrica de Esperança. O objetivo desse projeto é proporcionar, a essas crianças, atividades e recursos para seu desenvolvimento físico, moral, social e espiritual. O Projeto oferece também, às comunidades, atendimento médico, odontológico e oportunidade para prática desportiva. Ajude a levar esperança a crianças que vivem nas ruas de Dacar.

Acesse e confira: jmm.org.br/campanha2012

Adote este projeto:
Cidades com DDD 21

0800 709 1900
Demais localidades

(21) 2122-1901

pam@jmm.org.br
Rua Senador Furtado, 71 Praça da Bandeira, RJ CEP: 20270-021

6

Mais missionários para a África
Entrevista com o Pr. Ruy Oliveira

á dois anos, o Pr. Mayrinkellison Wanderley coordena a ação missionária dos batistas brasileiros no continente africano. Em novembro de 2011, Missões Mundiais convocou o Pr. Ruy Oliveira para dividir a coordenação com o Pr. Mayrinkellison e assim estabelecer bases para um maior crescimento. Mesmo sendo um campo que atrai grande número de vocacionados, a África continua sendo um tremendo desafio missionário. Esta foi uma das conclusões a que os coordenadores chegaram em viagem recente ao campo. A Colheita ouviu o Pr. Ruy sobre sua nova experiência em Missões Mundiais. Confira os principais momentos da entrevista.

H

A Colheita: O que o levou a aceitar o convite para integrar a coordenação dos missionários dos batistas brasileiros no continente africano? voluntário na Igreja Batista em Perdizes, em São Paulo/SP. Em fevereiro de 2011, comecei a pastorear a congregação da Igreja na Barra Funda. Também trabalhei durante 15 anos na área de garantia de qualidade na indústria farmacêutica. Mas no ano passado, fui desafiado a fazer parte do time de Missões Mundiais e contribuir na gestão do trabalho missionário na África, com foco em Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, São Tomé e Príncipe, Angola, Botsuana, África do Sul e Moçambique. Ao receber o convite, minha família, o pastor da igreja e eu oramos muito. Entendemos a direção de Deus para aceitar o desafio.

Ruy Oliveira: A direção de Deus. Desde 2003 eu era pastor auxiliar

A Colheita: Qual foi a sua primeira grande experiência com
o continente?

RO: Foi durante o meu primeiro contato com os missionários da
região no retiro de missionários, realizado em Cabo Verde, no ano passado. Fui impactado de forma abençoadora através de seus testemunhos. O continente africano realmente chama a atenção pela necessidade da presença da graça e da paz que liberta. Devemos amar as pessoas através da promoção do conhecimento de Cristo a todos os povos e etnias, estratégias, projetos e programas, mas principalmente por meio de nossa vida, seja intercedendo, contribuindo, aceitando o chamado (como efetivo ou voluntário), ou seja, na gestão do trabalho missionário.

A Colheita: Como foi a experiência de acompanhar

o trabalho desenvolvido nos campos durante sua recente viagem à África?

é muito forte entre as famílias e o agravante de não termos vocacionados dispostos a trabalhar no país. O Níger clama por missionários.

RO: Foi abençoadora e emocionante. Fiquei feliz ao observar os diversos aspectos do trabalho missionário nos países que visitamos. O primeiro é o amor dos missionários pela missão. Na verdade, o amor deles pelas pessoas. A Colheita: Quais são os desafios missionários mais urgentes na África?                     
nacionais para que possam auxiliar e conduzir o trabalho nos países onde estamos presentes. Precisamos discipular estes líderes para serem missionários no futuro, não apenas locais, mas em âmbito mundial. Há ainda uma grande carência por vocacionados evangelistas brasileiros. O avanço do islamismo é relevante em todo o continente, o que tem preocupado as lideranças cristãs. Embora não seja maioria, há uma predominância de muçulmanos no Norte da África e nos países próximos ao Deserto do Saara. conflitos étnicos e políticos. Como Missões Mundiais atua em situações assim?

A Colheita: Quais os planos de Missões Mundiais para
a África?

RO: Avanço missionário para alcançarmos novos pa-

RO: Precisamos despertar e treinar líderes e pastores

íses, bem como expandir a ação missionária onde iniciamos a parceria com missionários locais, procurando, sempre que possível, atuar em parceria com convenções estaduais e outras agências missionárias. Precisamos ainda consolidar as missões já existentes, promovendo o desenvolvimento da liderança local, com visão missionária. Assim os próprios africanos cuidarão de levar a todo o continente o Evangelho de Jesus Cristo, a paz que liberta.

TELEVISÃO MISSIONÁRIA
Em São Tomé e Príncipe, seriado ‘"Reviravolta"’ alcança vidas
Nossa missionária Renata Santos de Oliveira, que atua em São Tomé e Príncipe, dirige a série “Reviravolta”, que estreou em janeiro no único canal de televisão do país. O programa é um seriado jovem e divertido que trata os problemas sociais vividos pelos santomenses à luz da Bíblia. Segundo a missionária, “Reviravolta” é fruto de muita oração em São Tomé e no Brasil, pois só estreou após dois anos depois da gravação do piloto. “Muitos irmãos no Brasil e ao redor do mundo se uniram à equipe missionária em São Tomé e Príncipe, formando assim um grande grupo de intercessão por este projeto, que nasceu primeiramente no coração de Deus”, conta Renata, que vendo a situação vivida por grande parte da população santomense, começou a pensar em uma estratégia para divulgar o Evangelho no país. Segundo ela, a estreia de “Reviravolta” foi um sucesso, e o programa tomou proporção tal que a emissora passou a exibir o seriado três vezes por semana, às terças-feiras, sábados e domingos, inclusive no horário nobre. “Deus tem nos abençoado. A igreja batista está ajudando a construir parte importante da história desse país, e o nome do nosso Deus está sendo glorificado”, conclui Renata. Ore para que Deus mantenha esta porta aberta e supra as necessidades da ação missionária dos batistas brasileiros em São Tomé e Príncipe.

A Colheita: Na África constantemente são registrados

RO: Temos um plano de contingência. Se necessário, retiramos todos os nossos missionários do campo com urgência. Eles são orientados para não se envolverem em questões políticas, tampouco em conflitos civis. Também recebem instrução que se concentrem em uma outra região no próprio campo se possível, ou até em cidade ou país vizinho, caso necessário. Como os nossos missionários fazem registro nas Embaixadas brasileiras em cada país onde chegam, em caso de conflitos, eles precisam seguir as orientações das próprias representações diplomáticas. A Colheita: Onde na África a ação missionária tem
obtido resultados mais consistentes e onde a carência é maior?

RO: São Tomé e Príncipe é o campo mais próspero. Novas congregações têm sido plantadas e já preparadas para organização; líderes nacionais estão sendo treinados e novos vocacionados despertados. O trabalho batista tem crescido em visibilidade através do projeto “Reviravolta” (veja box). Posso dizer que o Níger é o mais carente. Há muita pobreza no país, o islamismo

Ofereça amparo a crianças carentes na África

Moçambique é um país com baixos índices de registrar altas taxas de mortalidade e desnutrição infantil. A Aids também assola o país, deixando muitos órfãos e crianças desamparadas. escolaridade e muitos analfabetos, além de

Missões Mundiais naquele local, oferece educação educacional, além de, essencialmente, apresentar às crianças e seus familiares, a paz libertadora que só Cristo oferece. de qualidade, acompanhamento nutricional e

O projeto Pequenas Sementes, desenvolvido por

que inclui creche e unidades escolares, atendendo a mais de 600 crianças.

O Pequenas Sementes faz parte de um complexo

Missões Mundiais conta com você para plantar a semente de esperança no coração desses pequeninos. Interceda e adote este projeto.

Acesse e confira: jmm.org.br/campanha2012

(21) 2122-1901
Cidades com DDD 21

@missoesmundiais

0800 709 1900
Demais localidades

facebook.com/ missoesmundiais

www.jmm.org.br

Novos desafios na Guiné Equatorial

A

missionária Terezinha Candieiro, coordenadora do PEPE (programa socioeducativo promovido por Missões Mundiais) visitou a Guiné Equatorial em fevereiro. Ela estava acompanhada pelos pastores Mayrinkellison Wanderley e Ruy Oliveira, coordenadores dos nossos missionários na região. O convite para a visita partiu das missionárias brasileiras em terras guinéu-equatorianas, Maria Lucinalva Dias e Nely Soares, e da liderança batista local. Eles queriam conhecer melhor esta ferramenta que tem abençoado crianças e suas famílias, e transformado comunidades em várias partes do mundo. A implantação do PEPE em Guiné Equatorial surge diante de uma necessidade do bairro onde a Igreja Batista Missionária de Bata está sendo plantada pelas missionárias brasileiras. No local há muitas crianças sem acesso à pré-escola. “Em poucos dias conhecemos a realidade local. Embora seja um país de maioria declarada cristã, há um sincretismo religioso muito forte. Somente na região onde as missionárias trabalham há mais de 20 centros de bruxaria. As carências

na área da educação são muitas, pois, devido à pobreza, pouquíssimas crianças têm acesso a uma educação de qualidade”, relata Terezinha Candieiro. As missionárias Maria Lucinalva e Nely Soares se sentiram movidas a desafiar as igrejas brasileiras para o cumprimento da missão integral entre aqueles povos tão necessitados. Com ofertas enviadas pelas igrejas brasileiras elas conseguiram comprar um terreno amplo, e atualmente trabalham para a construção do templo e a projeção das salas do PEPE, como também a construção do Posto de Saúde da Família. A coordenadora internacional do PEPE aproveitou os dias na Guiné Equatorial para, durante uma conferência para a liderança evangélica, apresentar o PEPE como uma das maneiras das igrejas servirem e estarem inseridas de forma viva e ativa em suas comunidades. Terezinha conta que recebeu publicamente o apoio da coordenadora da educação pré-escolar daquela região de Guiné Equatorial. Na oportunidade, um ato simbólico, mas muito significativo,

foi realizado: o livro do PEPE foi oferecido à coordenadora da educação local, e Terezinha recebeu de presente o livro do UNICEF que é utilizado na educação infantil em alguns lugares daquele país e do continente africano. Para a coordenadora do PEPE, segundo o que foi ouvido das próprias autoridades, a educação das crianças nos seus lares tem sido feita com muito descaso, sem limites, e sem princípios cristãos verdadeiros. Muitos líderes se sentiram desafiados e sensibilizados a se envolverem na implantação do PEPE em suas comunidades, a fim de ajudar na reconstrução de lares e facilitar o desenvolvimento integral das crianças e suas famílias. “Louvo a Deus por mais esta oportunidade, por mais este novo campo em que iniciamos o processo de implantação do programa. Ainda há grande necessidade de orações por este trabalho, pois a batalha espiritual é grande. Mas cremos que maior é nosso Deus que deseja estender Seu Reino. Que todos conheçam a Jesus como Senhor e Salvador”, diz Terezinha Candieiro.

10

NOTÍCIAS DOS CAMPOS
issões Mundiais atua há mais de 100 anos para anunciar Cristo, a paz que liberta, àqueles que ainda não conhecem o Salvador. Para isso, mantém mais de 700 missionários em 64 países na África, América, Ásia e Europa.

As notícias que compartilhamos nesta edição de A Colheita são frutos do trabalho árduo de nossos missionários e foram separadas para você ficar por dentro das novidades. Que essas notícias dos campos venham em boa hora e sejam motivo de alegria e estímulo para que você ore e se dedique ainda mais à expansão da obra de evangelização mundial.

M

LETÔNIA
Pequenos grupos alavancam trabalho
casal missionário Hans e Elaine Behrsin manda notícias do campo na Letônia, onde está à frente da igreja em Riga, capital do país, há mais de um ano e tem motivado os irmãos a investirem mais em evangelismo e comunhão. “Graças a Deus a frequência aos cultos de domingo tem aumentado”, conta o Pr. Hans, e acrescenta que no final de 2011 foi realizado um treinamento para plantação de pequenos grupos nas casas dos irmãos. Os missionários pedem oração pois, em geral, o povo na Letônia é muito fechado e teme abrir suas casas para outros irmãos e vizinhos. “Mas já temos quatro famílias dispostas a fazerem isso”, comemora o nosso missionário. “Um exemplo disso é que em uma das reuniões que tivemos, embora a temperatura estivesse próxima de 20 graus negativos, 11 irmãos participaram do encontro”, acrescenta. Além da igreja em Riga, o Pr. Hans apresenta os novos missionários da terra na Letônia, Kristaps e Kristine Kulpe, que têm dois filhos e vivem em uma pequena cidade próxima à fronteira com a Lituânia. Pr. Hans pede orações pelos novos missionários, principalmente por Kristine, que enfrenta problemas de saúde. Atualmente, Kristaps está plantando uma igreja na cidade onde mora e de lá pretende estabelecer novos pontos de pregação. “Contamos com suas orações. Ore para que possamos ampliar ainda mais nosso apoio aos missionários da terra”, conclama o Pr. Hans, e conclui: “Recentemente recebemos pedidos de adoção para a Estônia, onde também existe um movimento de plantação de igrejas”.

O

Moçambique
Clínica móvel

A

missionária e doutora Maria da Conceição Antonio, que atua em Moçambique, levou a clínica móvel do Projeto Consolo à localidade de Chibabel, a 230 quilômetros de Maputo no final de fevereiro e início de março. Durante os 15 dias em que permaneceu lá com a ajuda da também missionária Otília da Silva, a equipe do projeto atendeu 766 pessoas, inclusive com entrega de medicamentos. A clínica móvel foi instalada em um local bem rudimentar em Chibabel, onde a missionária realizou um trabalho com as escolas locais com palestras sobre higiene bucal e doenças sexualmente transmissíveis. A ida do Projeto Consolo a Chibabel impactou aquela localidade com o Evangelho, pois a equipe teve a oportunidade de falar abertamente da Palavra de Deus e apresentar o plano de salvação a cerca de 3.900 alunos.

NOTÍCIAS DOS CAMPOS

11
CHILE
Gol para Cristo

VIETNÃ
Futebol ajudará alcançar vietnamitas para Jesus
issões Mundiais se prepara para enviar a primeira família missionária ao Vietnã, país no Sudeste da Ásia, fechado ao Evangelho. Os missionários, cujos nomes serão omitidos por questão de segurança, visitaram o Vietnã em 2011, conheceram o campo, e agora se preparam para seguir definitivamente em junho. O Programa Esportivo Missionário (PEM), uma iniciativa que tem sido muito eficaz para anunciar Cristo, a paz que liberta, em regiões hostis ao Evangelho, será uma das ferramentas estratégicas que os nossos missionários usarão no Vietnã. “Realmente vemos e cremos que o esporte é uma grande ferramenta que Deus tem usado para a evangelização. Sendo um país fechado ao Evangelho, entraremos utilizando projetos relacionados ao futebol e à criação de uma escolinha”, conta o missionário. Trata-se de um país comunista, com 50% da população adepta do budismo. Segundo a Missão Portas Abertas, o Vietnã é o 19º em uma lista de 50 países onde se corre risco de vida por pregar o Evangelho. Precisamos colocar este novo campo missionário em nossa agenda diária de oração! “Mas algo muito especial tem acontecido no Vietnã. Sendo um país conhecido por guerras e por um regime que o mundo reprova, o governo tem tentado, de todas as formas, buscar ajuda de vários países para a transformação da sociedade”, conta o missionário. “Com essa oportunidade, podemos ir com a ajuda solicitada e com o que há de mais precioso e transformador: o amor de Jesus”, conclui. Glorifiquemos a Deus pelo avanço em Missões Mundiais, prestes a fincar a bandeira do Evangelho no Vietnã!

M

a região de Iquique, no norte do Chile, os nossos missionários Luiz César e Deise Queiroz desenvolvem o projeto Gol para Cristo, que consiste em oferecer treinamento às igrejas locais para que elas criem ministérios esportivos como instrumentos de evangelização. “O projeto apresenta como principais objetivos alcançar pessoas para Cristo e viabilizar o crescimento da igreja local, tendo em vista que a linguagem universal do esporte é uma ferramenta poderosa para comunicação de valores bíblicos”, explica o missionário Luiz César. Em Iquique, nossos missonários entram em contato com as igrejas para organizar treinamentos, que consistem em dois dias de atividades com exposições teóricas, apresentação do projeto e aplicação prática com participação de crianças e jovens da comunidade local. Uma vez iniciado o ministério de esportes na igreja, a cada seis meses são realizados eventos esportivos evangelísticos. “Cada viagem que faço é motivo de muita alegria, pois vejo os ministérios de esporte criando raízes e crescendo em número e em qualidade de vidas comprometidas com o Reino”, diz Luiz César, informando ainda que as duas escolas de futebol mantidas pelo projeto continuam realizando amistosos, promovendo amizade e comunhão. No bairro de Alto Hospicio, em contato com outras igrejas evangélicas locais, o Pr. Victor Núñez, da Primeira Igreja Batista de Iquique, promoveu um torneio quadrangular de futebol chamado Unidos por Cristo, viabilizando assim o entendimento entre as demais igrejas sobre a utilização do esporte como meio de evangelismo e maturidade cristã.

N

(21) 2122-1901
Cidades com DDD 21

Central do Adotante JMM
Demais localidades

0800 709 1900

12
Embarque em mais
uma

ESPAÇO DO VOLUNTÁRIO

missionária
M
issões Mundiais oferece mais duas oportunidades para você levar Cristo, a paz que liberta, a povos de outras nações. Vêm aí uma nova caravana de voluntários para o Haiti e o Tour of Hope 2012. As inscrições para a caravana ao Haiti foram abertas em 1 de maio. Os interessados devem entrar em contato com o Setor de Voluntários de Missões Mundiais através do e-mail: voluntarios@jmm.org.br. Esta será a quinta caravana que organizamos ao país, a quarta depois que foi atingindo pelo devastador terremoto que causou a morte de cerca de 300 mil pessoas, em 2010. O Haiti é  o único país para onde enviamos uma caravana de voluntários por ano, dada à carência e situação da nação. Estas caravanas já impactaram a comunidade local com ações nas áreas de saúde, educação, esportes, capelania, recreação e assistência social. Nesta viagem, marcada para a primeira quinzena de outubro, o coordenador do Setor de Voluntários, Pr. Marcos Grava, pretende levar aproximadamente 40 pessoas. Todos devem ser crentes em Jesus Cristo, comprometidos com Deus e com a sua igreja; membro atuante de uma igreja evangélica por, pelo menos, um ano; ter vida cristã exemplar, firmeza doutrinária, aptidão comprovada para evangelização, e ser submisso à liderança; ter completado, pelo menos, o Ensino Fundamental; ser saudável física, mental e psicologicamente e ter idade mínima de 16 anos. m uma parceria com o PEM, uma equipe de  futebol de alto nível formada por jogadores e ex-jogadores profissionais  do ministério Atletas de Cristo seguirá no final de agosto para a região da Ásia e Pacífico Sul onde, além de fazerem o que mais sabem em campo, promoverão clínicas para testemunhos e visitas a igrejas. O grupo  é formado por 20 missionários, entre atletas e treinadores. O Tour of Hope já levou o Evangelho, nossa maior esperança, a países afetados por tragédias e fechados à presença de missionários como o Vietnã, Malásia e Mianmar, onde em 2008, após a passagem de um devastador ciclone, atletas do Tour of Hope conseguiram entrar no país para a realização de jogos beneficentes; fato que nem a Cruz Vermelha e a ONU estavam conseguindo. Logo após a realização dos jogos, uma equipe de missionários da área de saúde foi autorizada a entrar para ajudar as vítimas. Você também pode participar deste projeto divino que está revolucionando o trabalho missionário no mundo, e de forma criativa, nos ajudar a superar as diversas barreiras  religiosas e governamentais que impedem a pregação do Evangelho. Interceda especificamente pelo nosso próximo Tour. Além disso, você pode contribuir para o alcance de milhares de pessoas, muitas das quais jamais ouviram do Evangelho. Caso você seja profissional  da área de saúde, esportes ou educação, cadastre-se e prepare-se. Em caso de necessidade, contataremos você.

viagem

E

Para orar, contribuir ou se cadastrar, escreva para: voluntarios@jmm.org.br.

INVESTIMENTO EM MISSÕES

13

Missões: prioridade máxima!
Por que a igreja local deve priorizar Missões?
Zelando pela administração financeira de Missões Mundiais por mais de 36 anos, Luiz Carlos de Barros falou com A Colheita sobre a importância da priorização de Missões pela igreja local. Confira.
A Colheita: O que Missões tem a ver com finanças?
ponsabilidade e dignidade requer visão e investimento financeiros. Desde o envio do vocacionado ao campo até sua manutenção e suporte, implica em significativo aporte de recursos.

A Colheita: Do ponto de vista financeiro, a ação missionária dos batistas brasileiros aponta para um avanço?

Luiz Carlos de Barros: Cuidar de um missionário com res-

A Colheita: Como nossos missionários são sustentados? LCB: Respeitando as diferenças regionais e a realidade
cultural de cada campo, os missionários que as igrejas batistas do Brasil mantêm no exterior através de Missões Mundiais recebem o suficiente para viverem com equilíbrio e dignidade. O sustento geral, no entanto, envolve os encargos sociais no Brasil, fundo ministerial, abono anual, passagens de ida e volta ao campo, instalação, compra e manutenção de veículo missionário, moradia, educação dos filhos, vistos e taxas internacionais, além do sustento pessoal. nários implica em mais investimentos?

povos do mundo, a concretização plena do novo modelo de ações desenvolvido por Missões Mundiais, notadamente no que diz respeito aos projetos, ministérios e categorias missionárias, tem melhorado muito a qualidade do serviço, o que nos faz ter uma visão otimista e de crescimento, desde que as igrejas entendam a necessidade de priorizar Missões em sua gestão financeira.

LCB: Embora ainda não tenhamos alcançado todos os

A Colheita: Como deve ser esta priorização? LCB: Peter Drucker, tido como o pai da Administração moderna, disse que “nosso produto não é um par de sapatos, nem um regulamento eficaz. Nosso produto é um ser humano mudado”. Então, devemos investir em Missões para transformar vidas! Sem o compromisso das igrejas e de seus membros, através do Dia Especial, do Programa de Adoção Missionária (PAM) e do Plano Cooperativo a ação missionária mundial estaria seriamente comprometida. A Colheita: Qual seu conselho aos que lideram e adminisLCB: Meu conselho e meu desejo é que façamos de Mistram as igrejas batistas em todo o Brasil, no que concerne à necessidade de avançarmos ainda mais em Missões?

A Colheita: Isso é tudo ou o cuidado com nossos missioLCB: Missões é uma tarefa que não pode ser cumprida de qualquer maneira, sem responsabilidade e previdência. O como fazer precisa seguir os mesmos princípios da tarefa a ser feita: amor, honra, dignidade, responsabilidade, compromisso, integridade e abnegação. Não podemos enviar o missionário e abandoná-lo no campo. Por isso que Missões Mundiais frequentemente administra situações imprevistas como internações urgentes, traslados de um país para o outro em função da precariedade do serviço médico local, despesas médicas ambulatoriais, ações imediatas em caso de confrontos ou guerras, cataclismos, entre outros.

sões a “prioridade máxima” em nossas igrejas! Vamos investir tempo, orações, talentos e também financeiramente no avanço missionário. Uma boa forma é contribuirmos para os projetos de Missões Mundiais ao redor do mundo. Assim, ajudaremos a transformar as pessoas e os povos!

14

IGREJAS QUE AMAM MISSÕES

Ser uma igreja batista implica em amar

Missões

Jerusalém, Judeia e até os confins da terra...
m grupo da Primeira Igreja Batista do Centenário de Ananindeua/PA já realizou duas viagens missionárias ao Chile (2008 e 2010), o que despertou o desejo de novas viagens. “Agora temos um grupo de irmãos que desejam ir à África para apoiar o trabalho da missionária Maria Ilza Lopes” (República Centro-Africana). “Nossa igreja tem menos de 120 membros e conta com uma entrada mensal menor que 20 mil reais. Mesmo assim, a cada dois anos, enviamos um grupo de voluntários ao campo”, informa o Pr. Mesaque da Silva Rêgo, líder da PIB Centenário há 15 anos. Segundo o pastor, a expectativa para 2013 é enviar 20 membros a uma nova viagem ao Chile e mais sete para a África. “A primeira viagem missionária para outro país foi um desafio lançado por nossa igreja nas comemorações dos seus 20 anos de organização. Cada integrante do projeto levanta os recursos para as despesas com passagens, alimentação e transportes; além disso eles contribuem mensalmente com a obra missionária”, explica o Pr. Mesaque. Depois dessas ações, a igreja percebeu que houve um crescimento nas ofertas missionárias, que são entregues mensalmente. “Hoje nossa igreja possui duas congregações e uma frente missionária, isto é,  não descuida do trabalho local. Nossa oração é que Deus nos dê o privilégio de prosseguir em novos projetos missionários”, finaliza o Pr. Mesaque.

Esta afirmação já foi isenta de dúvidas um dia. Hoje, nem todas as igrejas batistas podem dizer que amam Missões, mas muitas ainda podem e, na verdade, nem precisam dizer, pois suas ações demonstram esse amor. As três igrejas que destacamos nesta edição amam Missões. São igrejas diferentes, de realidades distintas, mas com o mesmo amor pela tarefa evangelizadora delegadas por Jesus à Sua igreja.

U

E a oferta missionária não para de crescer...

P

ode-se dizer que a Primeira Igreja Batista de São João de Meriti/RJ tem missões em seu DNA. Organizada há 87 anos pelo missionário Salomão Ginsburg, a igreja participa ativamente da obra de evangelização dos batistas brasileiros no Brasil e no mundo. No ano passado, a igreja realizou um congresso missionário que ajudou a fortalecer a sua visão missionária. Depois do evento, um encontro reuniu 40 pessoas para tirar dúvidas sobre vocação, chamado missionário e como envolver-se com missões. Ela também programa e incentiva seus membros a participarem de projetos missionários. O estabelecimento de metas para adoções tem feito crescer o número de adotantes. Como resultado dessas ações, a PIB de São João de Meriti vem aumentando a participação nas ofertas para Missões Mundiais. Em 2011, as ofertas aumentaram 76% em relação a 2010. Para o Pr. Cláudio José Farias de Souza, “é muito gratificante ver o avanço missionário da igreja”. E a líder do Ministério de Evangelismo e Missões, Marly de Souza, afirma: “É um privilégio saber que nossas ações missionárias alcançam vários lugares do mundo.”

Fazendo Missões segurando as cordas...

O

s jovens da Igreja Batista de Novo Horizonte/GO realizaram o “McLanche Missionário” em sua igreja e postaram no Facebook esta mensagem ilustrada: “Esta foi uma ação que fez parte da Campanha de Missões Mundiais 2012 visando arrecadar fundos para a continuidade e expansão da obra missionária mundial, que inclui centenas de projetos sociais na América Latina, África e Ásia”.

mande o seu Se a sua igreja ama Missões, de A Colheita depoimento para a Redação m inpactadas e para que outras igrejas seja Cristo, a paz muitas vidas alcançadas para que liberta!

DIÁRIO DE ORAÇÃO
JUNHO 2012
…… 01/06: HAITI – Interceda pelos cristãos e líderes do …… 08/06: PORTUGAL – Interceda pelo missionário Pr.
Haiti. A reconstrução do país segue a passos lentíssimos, e a igreja tem marcado presença no atendimento e cuidado aos necessitados. Ore pelo PEPE, para que seja canal de bênção e salvação no país. (Patrícia Sanches – Portugal; Márcio Fontes – Escritório; Orelina de Barros – Representante JMM Nordeste) Jó 28-30 José Calixto, para que o Senhor confirme em seu coração a visão de começar um ministério de ação social e beneficência na cidade de Vila Real. (Pr. Josué Rodrigues Pacheco – Níger) Sl 11-15

…… 09/06: GUINÉ EQUATORIAL – Ore pela missioná-

…… 02/06: CUBA – Ore pelo missionário Emerson Mo-

reno, pelo projeto de plantação de novas igrejas e pela vida espiritual das congregações. (Pr. Fernando Pasi – Itália) – Jó 31-33

ria Maria Lucinalva, que está à frente do desafio da compra de um terreno próprio para a construção do templo. Interceda pelo PEPE, que servirá de modelo para os demais a serem implantados. (Lucinete Silva – Portugal) Sl 16-20

…… 03/06: SUDESTE DA ÁSIA – Ore pela missionária …… 10/06: MALI – Ore pela missionária Veralúcia FerMali, que coordena o Projeto ELA. Peça por todas as mulheres que estão sendo tocadas ao redor do Brasil para se juntar à missionária neste projeto. Que o Senhor agilize o envio de mais missionários para a Ásia. (Silvânia Maria – Timor- Leste; Márcia de Paula – Escritório) Jó 34-36

reira e agradeça a Deus pelo avanço na construção da escola de N’Darala, que abençoará muitas crianças. (Sônia Tomaz – Romênia; Lyubomyr Matgveyev – Ucrânia; Nathalia Freitas – Escritório) Sl 21-25 Dias e Luciana Marques, que precisam comprar um terreno. Foi oferecido um que, além de ser longe, é caro. Ore para que Deus mostre um terreno no village e perto da estrada para melhor acesso. Sl 26-30 Teck e pela expansão do ministério com surdos em Huambo, para que Deus levante mais obreiros em Angola. (Walber de Assis – Escritório) Sl 31-35 sin, pela situação econômica, social e política dos países bálticos (Estônia, Letônia e Lituânia). Interceda para que haja paz, e que as igrejas evangélicas reflitam a luz de Cristo. Sl 36-40 PORTUGAL – Interceda pelo missionário Milton Sanches. Ele irá solicitar a nacionalidade espanhola, por ser também neto e filho de espanhóis. Ore para que tudo ocorra dentro do centro da vontade de Deus. (Pr. Elton Rangel – Espanha; Drª Teresa Cristina Pagaciov – Paraguai) Sl 41-45 Peça pela campanha 40 Dias com Propósito, para que o povo de Deus se comprometa com Cristo e Sua igreja. (Ang Hwi – Sul da Ásia) Sl 46-50

…… 11/06: GÂMBIA – Interceda pela missionária Edna

…… 04/06: RIO DE JANEIRO – Interceda pela Radical

Fabíola Dutra, que se encontra no Brasil fazendo promoção nas igrejas. Que Deus a guarde e que cada visita seja uma bênção e alcance muitos corações. Jó 37-39 do Teixeira e pela compra de um terreno para a construção de um templo. Estrangeiros não podem ter propriedades no país. Clame para que o Senhor mostre o local certo e dê sabedoria ao missionário para fechar um contrato de compra e venda. Jó 40-42 Cornel Sugubeata, que enfrenta problemas com espaço para os cultos. O grupo se reúne em um salão de 50m2. Que Deus ajude na construção de um templo com espaço suficiente para atender às necessidades do local Sl 1-5 e Fátima, para que Deus lhes dê sabedoria na construção de novas cisternas e que, através dessa obra, eles demonstrem o amor de Deus. Há vários lugares que não veem chuva há meses, e as pessoas têm que caminhar quilômetros para buscar água. Sl 6-10

…… 05/06: TIMOR-LESTE – Ore pelo missionário Eval-

…… 12/06: ANGOLA – Ore pela missionária Rosângela

…… 13/06: LETÔNIA – Ore pelo missinário Hans Behr-

…… 06/06: ROMÊNIA – Ore pelo missionário da terra

…… 14/06:

…… 07/06: SUL DA ÁSIA – Ore pelos missionários Samir

…… 15/06: CHILE – Ore pela missionária Marlene Tiede.

“Ore até orar de verdade.” A. W. Tozer

DIÁRIO DIÁRIO DE DE ORAÇÃO ORAÇÃO
Azam e pela nova estratégia que ele desenvolve para anunciar o Evangelho na região onde atua. Sl 51-55

FEVEREIRO JUNHO 2012 2012

…… 16/06: SUL DA ÁSIA – Ore pelo missionário Gabriel …… 24/06: GUINÉ EQUATORIAL – Interceda pela mis…… 17/06: PORTUGAL – Ore pelo missionário César
Corsete e família, para que Deus possa lhes dar sabedoria no desenvolvimento de um trabalho social para alcançar idosos. Portugal é o país europeu com maior índice de envelhecimento e passa por uma crise. Sl 56-60 sionária Nely Soares de Souza, pela abertura de novos projetos já idealizados pela missionária, para que se concretizem. (Ruth Barbosa – Aposentada; Pr. Emanuel Monteiro – Cabo Verde; Marianne Cerqueira – Escritório) Sl 91-95 rio, por sua saúde e a de seus filhos. Ore também pelo Convênio Macro, que está sendo feito para o PEPE na Bolívia, sem o qual não poderão seguir funcionando, e agradeça a Deus pela conclusão da obra do salão de cultos no Quior. Sl 96-100 ria Rejane e pelos recursos necessários para a construção de duas salas de aula e suprimento das necessidades que tem enfrentado na igreja e na escola. Salmos 101-115 que vem fazendo um esforço para adquirir material escolar para crianças carentes. Interceda pelas crianças ciganas, que passam por privações, mas que são desejosas de aprender. Esta é a oportunidade que elas têm de ouvir a Palavra de Deus. Sl 116-118 Daniel Soler, que deseja levar estudantes de Medicina e Enfermagem que estão sendo discipulados por ele para evangelizarem no hospital e começarem a compartilhar o que têm aprendido. Ore por esse desafio. (Pr. Ubirajara da Silva – Aposentado; Pr. Josias Machado – Aposentado) Sl 119 África e de todo mundo para que Deus levante pessoas e projetos na área de saúde para amenizar o sofrimento dessas crianças. (Olga Friesen – Treinamento JMM) Sl 120-125

…… 25/06: BOLÍVIA – Ore pelo missionário José Gena-

…… 18/06:

FILIPINAS – Ore pelo missionário Jonatas Caldeira, que necessita de recursos financeiros para a compra de três lotes para a construção de templos em três províncias e pelo preparo e fortalecimento dos futuros líderes das igrejas. Sl 61-65 dores, envolvidos nas unidades do PEPE na América Latina. Peça ao Pai que lhes renove as forças, preserve sua saúde e por suas famílias. Ore pelos alunos e seus familiares, para que haja conversões e mudanças de vida. Sl 66-70

…… 26/06: PARAGUAI – Interceda pela missionária Ma-

…… 19/06: PEPE – Interceda pelos missionários-educa-

…… 27/06: ROMÊNIA – Ore pelo missionário Ion Mihan,

…… 20/06: PARAGUAI – Ore pelo missionário Pr. Elbio
Márquez, pelo trabalho de coordenação do Projeto Radical Latino-Americano e para que a ação missionária dos Voluntários Sem Fronteiras cause impacto e transforme vidas em muitos países. Sl 71-75

…… 28/06: MOÇAMBIQUE – Interceda pelo missionário

…… 21/06: MOÇAMBIQUE – Ore pela missionária Ma-

ria da Conceição e pelo ministério social e evangelístico que a médica-missionária realiza no país. Interceda por sua saúde física, emocional e espiritual. (Ana Paula Pereira – Senegal) Sl 76-80 terra e peça para que o Senhor desperte novos missionários para serem enviados e pelo fim da perseguição religiosa. (Gabriele Santos de Souza – Mali). Sl 81-85

…… 22/06: ORIENTE MÉDIO – Ore pelos obreiros da …… 29/06: ÁFRICA – Ore pela situação das crianças da

…… 23/06:

COLÔMBIA – Interceda pela missionária Carmen Lígia, por sua saúde física, emocional e espiritual. Ore pelo Projeto Calçada, implantado por ela em Medellín e que, este ano, pretende alcançar mil crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. (Pr.Hans Behrsin – Letônia) Sl 86-90

…… 30/06: DESAFIOS – Ore para que Deus levante mais

vocacionados, para que as igrejas enviem e cuidem de seus jovens vocacionados e que cada crente brasileiro seja um missionário onde estiver. (Márcia Pinheiro – Escritório; Mayre Rangel – Chile) Sl 126-130

“Ore até orar de verdade.” A. W. Tozer

DIÁRIO DE ORAÇÃO MARÇO 2012
JULHO 2012
…… 01/07: filipinas – Ore pelo ministério do missio- …… 08/07:
nário Roland Jorquia. Um dos alvos de sua igreja é comprar um lote para a construção do templo e de algumas salas para serem utilizadas como centro de treinamento de líderes. (Pr. Diego Lopes – África do Sul; Ibhahim – Oriente Médio) Sl 131-135 ANGOLA – Interceda pela missionária Rosangela Teck e pelo ministério com surdos. O Projeto Pamosi agora está voltado para preparar jovens surdos para a vida e se integrarem à igreja e à sociedade. Pv 5-7

…… 09/07: GUINÉ-BISSAU – Interceda pelo missionário
Cornel Sugubeatsa. Sua igreja tem passado por grandes provações, e as famílias por grandes dificuldades. Que Deus lhe dê sabedoria ajudá-los a passar por esses momentos difíceis. Pv 8-10 Interceda pelos Radicais. Louve a Deus pelas portas que se abrem a cada dia, pelo amor que têm espalhado, trazendo impacto na vida dos moradores muçulmanos e animistas, e pelos convertidos. (Juliana Gonçalves – Escritório; Zelma dos Santos – África do Sul) Pv 11-13 PEPE – Ore agradecendo a Deus pelo crescimento do PEPE no mundo. Peça a Deus que desperte o desejo no coração daqueles que podem participar como voluntário, intercessor ou ajudando financeiramente. Pv 14-16 go Moreno, para que Deus dê sabedoria na realização de seu trabalho e para que mais vidas sejam convertidas em Achada Ponta. Pv 17-19 BOTSUANA – Ore pela abertura de novos campos e o retorno do contato com a Convenção em Botsuana. A saída do antigo presidente fez com que a comunicação retrocedesse. Pv 20-22 nário Levi Godinho, para que consiga mais apoio financeiro para a concretização de um templo batista em São Tomé. (Adilene Marques – Paraguai) Pv 23-25 Paganhe, novo coordenador do PEPE no país; peça pelos professores; muitos deles, pela pouca formação escolar, sentem dificuldades nos primeiros dias de classes no PEPE. (Ludmila Gaspar – Norte da África) Pv 26-28

…… 02/07: ITÁLIA – A Igreja Batista de Mântova tem passado por mudanças internas, visando o crescimento em maturidade para alcançar o maior número de pessoas. Ore pelo missionário Fábio Pegas e por sua igreja, que tem passado por muitas transformações. Sl 136-138 …… 03/07: GUINÉ-BISSAU – Ore pelo missionário Freddy Ovando. A Missão Batista que ele lidera precisa comprar algumas placas solares para fornecer energia para a igreja, diretoria e sala de professores. (Ana Lucia Montovani – Escritório) Sl 139-141

…… 10/07: NÍGER –

…… 11/07:

…… 04/07: NORTE DA ÁFRICA – Ore pelos desafios que

a missionária Viola tem enfrentado no país, tais como rebeliões nas ruas e o desejo de guerra, que corre no sangue do povo. Que Deus acalme a grande ira através de nossas orações. (Débora de Oliveira – Norte da África) Sl 142-144

…… 12/07: CABO VERDE – Ore pelo missionário Rodri-

…… 05/07: OFERTA MISSIONÁRIA – Ore para que o

Senhor abençoe financeiramente Seu povo e dê criatividade no levantamento de recursos. Precisamos fazer um grande movimento de envio de obreiros. (Júlia – Sul da Ásia) Sl 145-148 REPÚBLICA DOMINICANA – Ore pela vida do missionário Jorge Tejada e sua família. Interceda pelo ministério na nova Igreja Casa de Oração em Hato Maior, na cidade de Santiago. (Elenice Fernandes – Portugal) Sl 149-150

…… 13/07:

…… 06/07:

…… 14/07: SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE – Ore pelo missio-

…… 07/07: SUDESTE DA ÁSIA – Ore pelos missionários Ael e Bel. Peça a Deus que lhes dê sabedoria e discernimento em seu ministério. Que tenham oportunidades de ouvir e ver o que Deus está fazendo naquela região do mundo. Pv 1-4

…… 15/07: MOÇAMBIQUE – Interceda pelo irmão Davi

“Ore até orar de verdade.” A. W. Tozer

DIÁRIO DE ORAÇÃO
…… 16/07: CRISTÃOS – Coloque sua vida e família diante de Deus, assim como a de seus irmãos em todo o mundo para que, através de nós, Jesus Cristo realmente nasça e se torne Senhor dos corações de homens, mulheres e crianças em todo o mundo. (Lícia Machado – Aposentada) Pv 29-31 jane. Peça a Deus pelo crescimento e fortalecimento do Reino de Deus no Paraguai e pela evangelização de novos vizinhos. Ec 1-3

JULHO 2012

para China. A cada dia, 20 mil pessoas são batizadas, e há mais de 50 milhões de crentes sem acesso à Palavra de Deus. (Ruth Barbosa – Aposentada) Is 1-3

…… 25/07: MUÇULMANOS – Ore para que Jesus se re-

…… 17/07: PARAGUAI – Ore pela missionária Maria Re-

vele aos muçulmanos em todo mundo, através de Seus filhos ou de outro instrumento que Ele queira usar. (Mirelli Montes – Radical África) Is 4-6 espiritual dos missionários Pr. Caleb e Rebeca Mubarak. Eles estão à frente do projeto Oásis de Esperança e neste ano pretendem atingir a meta de realizar, pelo menos, cinco iniciativas do projeto. (Sônia Santos – Guiné-Bissau) Is 7-9

…… 26/07: NORTE DA ÁFRICA – Ore pela saúde física e

…… 18/07: FILHOS DE MISSIONÁRIOS – nterceda pe-

los filhos de missionários, em todo o mundo. Peça a Deus pela saúde física, emocional e espiritual, para que sejam fortalecidos por Jesus e que nenhum deles se perca. (Pr. Horácio Wanderley – Espanha) Ec 4-6

…… 27/07: CUBA – Ore pelo missionário da terra Ángel

…… 19/07: ROMÊNIA – Ore pela saúde do obreiro da ter-

ra Moise Marin que está com uma hérnia umbilical. Ele precisou ser operado com urgência e ainda está em processo de recuperação. Ec 7-9 para os Sedentos, Por um Novo Haiti, ELA, Jeevan Sach, Socorro Oportuno ao Suicida, Pequenas Sementes, entre outros, que atendem a um público em áreas de conflitos, de influência de líderes religiosos e são afligidos pela miséria e fome. Ec 10-12

Delgado, por seu ministério com jovens. Ele pretende iniciar um trabalho com casais pela organização do Ministério de Pequenos Grupos e precisa de recursos para a compra de um equipamento de áudio para esse trabalho. Is 10-12 José Calixto e Sueli Patrício. Ore para que o Senhor confirme em seus corações a visão de começar um ministério de ação social e beneficência na cidade de Vila Real. (Kellen Rangel – Cabo Verde) Is 13-15 ceir e Cenilza Ferreira. Peça pelo processo de autorização para a construção do templo pelas autoridades da vila de Palapye e por recursos para sua construção. (Consuelo Mattos – Escritório) Is 16-18 sionário Cleber Balaniúc. Agradeça a Deus pelas maravilhas feitas no orfanato onde os obreiros atuam. O local estava enfrentando problemas de falta de espaço, mas em uma bela manhã chegou um caminhão cheio de material e com homens dizendo que tinham ordens para construir um quarto. Ore para que o Senhor continue suprindo as necessidades do orfanato. Is 19-21 África, que apoia as escolas primárias do local. Pela primeira vez os alunos estão tendo acesso às aulas de Educação Física e Artes. Is 22-24

…… 20/07: PROJETOS – Interceda pelos projetos Água …… 28/07: PORTUGAL – Interceda pelos missionários

…… 21/07: CABO VERDE – Ore pelo missionário Elton
Rangel Jr. Em seu campo de atuação há muçulmanos vindos de vários países; eles se reúnem em um bairro para realizar uma festa pagã. Peça a Deus que preserve a vida do missionário e o use para levar Cristo a esses não alcançados. Ct 1-3 ÁFRICA DO SUL – Ore pela expansão do PEPE no país, para que Deus levante coordenadores locais e por recursos para as viagens de promoção desse programa. (Astride Bottega – Itália) Ct 4-6 famílias e familiares caíram doentes. Ore para que o Senhor cerque a saúde de seus servos, protegendo suas vidas. Ct 7-8

…… 29/07: BOTSUANA – Ore pelos missionários Pr. Al-

…… 30/07: ÁFRICA DO SUL – Ore pela família do mis-

…… 22/07:

…… 23/07: SAÚDE – No ano de 2011 muitos missionários,

…… 31/07: GUINÉ – Ore pela sétima turma do Radical

…… 24/07: SUDESTE DA ÁSIA – Ore pelos missionários Lian e Ana Godoy, que coordenam o Projeto Bíblias

“Ore até orar de verdade.” A. W. Tozer

Orar para

avançar
Dia de Oração por Missões Mundiais
PIB em Janaúba, MG PIB em Janaúba, MG SIB de Peruíbe, SP

N

o dia 7 de março, crentes no Brasil e no mundo se uniram pelo Dia de Oração por Missões Mundiais. Foram 24 horas de intercessão e joelhos dobrados em clamor pelos povos não alcançados e pelos missionários, bem como pedir a Deus que crie oportunidades para que Cristo, a paz que liberta, seja anunciado às nações. Na sede de Missões Mundiais, no Rio de Janeiro, os colaboradores se revezaram em grupos de oração durante todo o horário de expediente. No Brasil, várias igrejas organizaram momentos de oração que cobriram por 24 horas a obra missionária mundial. A promotora de Missões da Segunda Igreja Batista de Peruíbe/SP, Valéria Mendes, disse que apesar de ser um grupo pequeno, a igreja fez questão de se mobilizar para o Dia de Oração por Missões Mundiais. “Nossa proposta foi que a partir das 7h até 21h, um irmão estaria intercedendo a cada trinta minutos por Missões Mundiais. Alguns irmãos apaixonados por Missões e que são aposentados se comprometeram a separar um horário pela manhã e outro à tarde”, conta Valéria. No domingo após o Dia de Oração, alguns irmãos compartilharam como foram seus momentos a sós com Deus. Segundo a promotora de Missões da Primeira Igreja Batista em Janaúba/MG, Karla Jeaniny, o Dia de Oração na igreja foi uma bênção. De meia em meia hora, grupos se revezaram para interceder por Missões Mundiais. “Foi muito edificante. Durante todo o dia os irmãos iam à igreja para orar. Pudemos sentir os corações de pessoas que nunca tinham ido a um culto de oração na igreja”, conta a nossa promotora. “Ao término do momento de oração, fizemos um cartaz com os irmãos onde eles, com tinta, ‘carimbavam’ suas mãos no papel e escreviam o nome, marcando assim a obra missionária em nossa igreja. Temos certeza de que Deus já está agindo através das nossas orações”, acrescenta Karla. Os missionários dos batistas brasileiros também se mobilizaram no Dia de Oração. O casal Lyubomyr e Natasha Matveyev, que atua na Ucrâ-

Confira pedidos de oração de Missões Mundiais em facebook.com/MissoesMundiais e no Diário de Oração. Cadastre-se também no PIM em jmm.org.br ou ligando para a a Central do Adotante:

2122-1901
(cidades com DDD 21)

0800-709-1900
(demais localidades).

nia, mobilizou a igreja a passar um dia maravilhoso com os irmãos em Cristo. “Fizemos um culto de oração por Missões Mundiais e pelo avanço missionário no mundo. Foram momentos lindos e inesquecíveis”, conta Lyubomyr. Por todo o envolvimento no Dia de Oração por Missões Mundiais, louvamos ao Senhor e agradecemos a Ele pela participação de todos que, de alguma forma, se esforçaram para interceder pela expansão da obra missionária no mundo.

16

CAMPANHA 2012

Quase 2.000 batistas comprometidos com a

mobilização missionária

F

eliz e impactado com o resultado dos Acampamentos de Promotores realizados no Rio de Janeiro, Espírito Santo, Ceará, São Paulo, Pará, Paraná e Goiás, o Pr. Adilson Santos, coordenador dos missionários mobilizadores, externou sua expectativa e oração: “Devemos orar para que o impacto espiritual desses eventos acompanhe os promotores de Missões e pastores durante toda a Campanha e que os frutos possam ser contabilizados na eternidade”. Fevereiro e março de 2012 foram meses dedicados à capacitaçao, inspiração, informação e comunhão de um verdadeiro exército de crentes batistas que decidiram dedicar suas vidas servindo a Deus como promotores de Missões em suas igrejas, associações e convenções. Somente entre Rio de Janeiro e São Paulo foram cerca de 1.000 promotores reunidos! Em São Paulo, para atender a demanda, foi criado um espaço alternativo com barracas de camping; e quem não conseguiu inscrever-se a tempo precisou acompanhar o evento, em tempo real, via internet. Nos outros estados a participação de promotores nos acampamentos também foi expressiva: Ceará (350), Espírito Santo (115) e na Região Sul (220). Até o fechamento desta edição, os acampamentos da Região Centro-Oeste e o de Minas Gerais ainda estavam por acontecer.

Nesses acampamentos, pastores e promotores têm a oportunidade de conhecer mais sobre a Campanha 2012 de Missões Mundiais. Esses encontros são excelentes oportunidades para os promotores trocarem experiências e crescerem mutuamente.

Quem participou pode falar!
Na avaliação da maioria dos participantes as palavras mais usadas para definir os eventos foram: maravilhoso, impactante, interessante, gratificante.
“No acampamento do Rio de Janeiro chegamos com uma grande expectativa. Mas saímos com uma bagagem maravilhosa para implantar a Campanha 2012 de Missões Mundiais em nossas igrejas. Deus falou tremendamente conosco. A Ele toda honra e toda glória!” Jefferson dos Santos Souza  promotor de Missões da PIB em Paciência, Rio de Janeiro/RJ

CAMPANHA 2012
“O acampamento para promotores e pastores realizado em São Paulo foi maravilhoso! Fomos agraciados pela mensagem do Pr. João Marcos e com o testemunho da Dini (Indonésia). A mensagem do Pr. Pedrão, ‘Vencendo Gigantes’, levou o auditório a repensar sua fé. Enfim, foram momentos de grandes alegrias e também de assumirmos compromisso com a obra de Deus” Pr. Edison Gomes da Silva coordenador da Associação Batista de Osasco e Adjacências/SP “Voltei do Acampamento de Promotores muito animada e motivada! Quero compartilhar que a Campanha de Missões Mundiais em nossa igreja está uma bênção. Estamos com muitos planos e fazendo uma ótima mobilização na igreja! Glória a Deus por isso!” Vânia promotora de Missões da PIB de Três Passos/RS “O 5º Acampamento para Promotores de Missões capixaba foi muito inspirador! Esse foi, com certeza, um dos melhores eventos missionários já realizados em nosso Estado” Lindolfo Stuhr promotor de Missões da IB em Santa Maria de Jetibá/ES

17
Missões é para todas as idades
Um momento de grande emoção no Acampamento em Rio Bonito/RJ foi a apresentação da promotora mais nova e da mais experiente: Mariana da Silva Santana (12 anos) e Orquídea de Oliveira (78 anos). Mariana é membro da Primeira Igreja Batista de Duque de Caxias, e Orquídea da Primeira Igreja Batista do Rocha. Todos, independentemente da idade, podem e devem participar da obra missionária!

Calendário Conexão e Acampamentos de Promotores 2012
Data 04 e 05/05 04 e 05/05 04 a 06/05 05 e 06/05 11 e 12/05 12/05 12 e 13/05 18 a 20/05 18 a 20/05 18 a 20/05 19/05 19 e 20/05 19 e 20/05 19 e 20/05 25 e 26/05 25 a 27/05 25 a 27/05 26 e 27/05 01 e 02/06 01 a 03/06 01 a 03/06 01 a 03/06 01 a 03/06 01 a 03/06 02 e 03/06 07 a 09/06 08 a 10/06 15 e 16/06 15 e 16/06 15 a 17/06 15 a 17/06 15 a 17/06 15 a 17/06 22 a 24/06 22 a 24/06 24 a 28/06 29 e 30/06 07/07 Evento Conexão Conexão Conexão Conexão Acamp. de Promotores Conexão Conexão Conexão Conexão Conexão Conexão Conexão Conexão Conexão Conexão Conexão Conexão Conexão Conexão Conexão Conexão Conexão Conexão Conexão Conexão SIM Conexão Conexão Conexão Conexão Conexão Conexão Conexão Congresso Vocacionados Conexão Conexão Conexão Conexão Local PIB Mantiquira/RJ PIB Juiz de Fora/MG SIB Goiânia/GO PIB Ponta Grossa/PR Faculdade Equatorial – Belém/PA PIB Manhuaçu/MG IB Boas Novas – Novo Hamburgo/RS PIB Cidade Morumbi – São José dos Campos/SP IB Estoril – Bauru/SP SIB Jardim/MS PIB Governador Valadares/MG PIB Palhada – RJ PIB Barretos/SP IB Boas Novas – Hortolândia/SP Magé/RJ PIB Sumaré/SP PIB Votuporanga/SP PIB Itaguaí/RJ PIB São João de Meriti/RJ IB Central Nova Friburgo/RJ PIB São Sebastião/SP PIB Suzano/SP PIB Cumbica – Guarulhos/SP Ponta Porã/MS IB Liberdade - São Paulo/SP Estância Árvore da Vida – Sumaré/SP PIB Itambi – Itaboraí/RJ PIB Mesquita/RJ IB Central Resende/RJ SIB Casimiro de Abreu/RJ IB Ilha – São Francisco do Sul – SC SIB Campos/RJ IB Liberdade – Araraquara/SP Acampamento Batista – Rio Bonito/RJ IB Estreito – Florianópolis/SC PIB Macaé/RJ PIB Queimados/RJ Colégio Batista Americano – Volta Redonda/RJ (Atualizado em abril de 2012)

Pastores impactados

com a evangelização mundial

Em março foi realizado o 1° Acampamento de Missões para Pastores do Sul Fluminense, em Piraí/RJ. O encontro, que foi coordenado pelo Pr. Deivison Costa, missionário mobilizador, reuniu centenas de pastores daquela região. “Os pastores voltaram para suas igrejas impactados com o que Deus está fazendo no mundo e felizes por saberem como Ele tem usado Missões Mundiais como uma ponte entre os missionários e as igrejas no Brasil. Foram dois dias marcantes para todos os pastores que saíram do encontro com um gostinho de quero mais”, disse o Pr. Deivison. Os acampamentos para pastores e promotores de Missões Mundiais são considerados um marco na mobilização missionária e têm impactado milhares de vidas. Envolva-se com a tarefa evangelizadora. Em 2012, participe dos eventos de mobilização promovidos por Missões Mundiais!

Adilson Santos - SP

Coordenador dos Missionários Mobilizadores Tel. (11) 9949.9110

@ adilson.santos@jmm.org.br

(21) 8055.1818 / 9949.9110

Os missionários mobilizadores promovem a obra de Missões Mundiais nos estados brasileiros. Seu objetivo é exercer o ministério de promoção e aproximação da JMM com igrejas, associações, convenções estaduais e vice-versa. Através deles desejamos também ouvir os cristãos brasileiros para que possamos servir suas igrejas cada vez melhor.

MA PI/CE

André Barros
Tel.

PA/AP

Luis Henrique Silva Carvalho
(91) 8146.2346 @ luiz.carvalho@jmm.org.br
Tel.

(85) 3263.4310 / 9645.0579 (21) 8055.5005 @ andre.barros@jmm.org.br

AC/RO AM/RR

Nill Soares
Tel.

(21) 8216.7960 (92) 9355.8686 / 8156.6363 @ nill.soares@jmm.org.br
RR AP

PE, RN PB

Adriano Borges
Tel.

@ adriano.borges@jmm.org.br

(81) 9497.7496 / (87) 9636.6955

BA

Edgar Custódio Franco
Tel.

AM

PA MA PI CE
BA

@ edgar.franco@jmm.org.br Riedson Alves de Oliveira
Tel.

(73) 3215.1609 / 9100.0898

RN PB PE AL SE

BA SE/AL

AC

RO MT

TO BA GO
DF

@ riedson.filho@jmm.org.br David Pina
Tel.

(71) 8892.5753 / 9609.1311

TO/GO MT/MS

Henrique Davanso
Tel.

(71) 3012.7422 / 8610.1971 (21) 8055.1918 @ david.pina@jmm.org.br

@ henrique.davanso@jmm.org.br Kleber Gomes
Tel.

(61) 8115.5789 / (21) 8055.5577
MS

MG

MG ES SP PR RJ

Alexandre Peixoto
Tel.

MS

(67) 9218.3044 @ kleber.gomes@jmm.org.br

@ alexandre.peixoto@jmm.org.br Fábio Daniel
ES Tel.

(31) 3442.2026 / 8689.1731 (21) 8055.5656

PR SC/RS

Cláudio Andrade
Tel.

(41) 3027.2745 / 9185.8886 (21) 8055.5551 @ claudio.andrade@jmm.org.br

SC
RJ

(27) 3323.1416 / 9924.2314 (21) 8055.5558 @ fabio.daniel@jmm.org.br

RS

Antônio Galvão
Tel.

(21) 3353.0175 9416.9272 / 8368.8000 @ antonio.galvao@jmm.org.br

SP

Alex Campinas Uemura
Tel.

Deivison Costa
RJ Tel.

(11) 3672.3018 / 8128.3782 (21) 8055.1819 @ alex.uemura@jmm.org.br
RJ

@ deivison.costa@jmm.org.br Paulo Roberto Gonzaga
Tel.

(24) 3348.8897 / 8839.8100 (21) 8055.1920

SP

Andrea Espirito Santo
Tel.

(11) 8721.5170 / (21) 8055.1888 @ andrea.espiritosanto@jmm.org.br

@ paulo.gonzaga@jmm.org.br Sílvio Camilo
Tel.

(21) 3901-7676 / 8055-1717

(11) 4545.1780 / 6061.0421 (21) 8055.5665 @ cintia.silva@jmm.org.br
Tel.

SP

Tel.

RJ

Cíntia Santos da Silva

JMM Jovem

Analzira Nascimento Cláudio Elivan
Tel.

(11) 8600.0580 @ jmmjovem@jmm.org.br (11) 8600.0580 (21) 8055.1777 @ jmmjovem@jmm.org.br

@ silvio.camilo@jmm.org.br Sebastião Augusto
RJ Tel.

(22) 2644.6067 / 8826.9484 9738.1264 / (21) 8055.1919

SP

Reinaldo Junior
Tel.

@ reinaldo.junior@jmm.org.br William Ricardo Viel
Tel.

(11) 7770.3663 / (21) 8055.1718

(22) 2623.3535 / 9911.1442 9825.6202 @ sebastiao.augusto@jmm.org.br

(19) 9775.3492 9419.8062 / 3201.2395 @ william.viel@jmm.org.br

SP

Tiago Lincoln de Almeida
RJ Tel.

(21) 2205.4955 8107.3357 / 8055.1900 @ tiago.almeida@jmm.org.br

DE PASTOR PARA PASTOR

19

Povos não alcançados pelo Evangelho
(Parte 3)

O desdobramento étnico entre os isolados

T

rata-se da expectativa de boa parte da antropologia mundial, mesmo os não cristãos. Pressupõe que a maioria dos grupos étnicos se desdobra em várias tribos com especificidades linguísticas e culturais, a exemplo dos frafras no noroeste da África. Este é também dos macus, na Amazônia que apresentam quatro etnias. Estudos da Universidade de Londres mostraram que 70% dos grupos isolados que sofreram uma abordagem antropológica nas últimas cinco décadas, cada um escondia, em média, outros três. É possível que haja de 5 mil a 8 mil grupos isolados, e não 2 mil. A incapacidade de evangelização por igrejas locais é outra nova fronteira com a qual lidaremos nas próximas décadas. Devemos lembrar que nem todos os países experimentam um bom crescimento da igreja evangélica como Brasil e Nigéria. Segundo David Barrett, há mais de 4 mil grupos étnicos (mais de 1 bilhão de pessoas) onde a igreja local não se mostra forte o suficiente para alcançar seu próprio povo. Também é alarmante vermos que o número de pessoas

nascidas em países não cristãos é de 48 milhões por ano de acordo com a Global Report Magazine. É preciso repassar esses 4 mil grupos por uma nova avaliação de avanço missionário, caso contrário terminaremos as próximas duas décadas com um número expressivo de etnias onde o Evangelho, já exposto a eles, permanece desconhecido pela maioria. Seriam eles realmente alcançados?

Também há uma diversidade linguística entre grupos minoritários. Das 6.528 línguas vivas no mundo, 366 possuem a Bíblia completa, 928 só o Novo Testamento e outras 918 com grandes porções. A Bíblia está expressivamente presente em 2.212 línguas. Mas há cerca de 4 mil línguas que não possuem sequer uma porção da Palavra, e 4 mil das 6.528 línguas existentes são faladas por apenas 6% da população mundial, e é aí que está o nosso desafio! Ainda hoje existem 2 bilhões de pessoas que não conseguem ler ou escrever por analfabetismo. Se não cuidarmos da alfabetização e da tradução bíblica ao mesmo tempo, corremos o risco de termos mais

Pr. Ronaldo Lidório

Se não cuidarmos da alfabetização e da tradução bíblica ao mesmo tempo, corremos o risco de termos mais bíblia traduzida e menos leitores em potencial nas 2.500 línguas mais necessitadas do Evangelho

Bíblia traduzida e menos leitores em potencial. Chegamos à conclusão que o desafio que temos pode ser descrito como 2 mil povos não alcançados que poderão ser fragmentados em um número até três vezes maior. É, portanto, parte da nossa missão conhecer tais barreiras e transpô-las conhecendo os tempos e discernindo as épocas para a glória de Deus.

22
Conhecer, orar e contribuir
“Hoje conheci mais sobre Missões Mundiais e fiquei surpreso e apaixonado pelo trabalho de seus missionários. Decidi que vou sempre orar pelos missionários e colaborar financeiramente sempre que puder. Tenho certeza que, ao dobrar os joelhos para orar ou ao contribuir, o estarei fazendo por uma grande causa. Parabéns a cada missionário dos batistas brasileiros que desenvolve seu ministério com muita dedicação, levando o conhecimento de Deus as pessoas deste mundo. Desejo que todos fiquem com Deus para todo o sempre. Amém!” Wilson Carlos Lucas da Conceição, por e-mail “Sempre oro pelos nossos missionários. Mas foi a partir de 2009 que passei a fazer parte do exército dos que oram, sistematicamente, por Missões Mundiais. Todos os domingos, falamos um pouco sobre a obra missionária mundial; também aderimos ao real missionário, sugerido na ‘Revista da Campanha’ de 2012. Na ‘Revista Criança & Missões’ veio a foto da família missionária pela qual já oro há alguns anos, Pr. Hélio e Maria Miúra (Japão). Para a honra e glória de Deus, nossas crianças gostam de ofertar e me sinto gratificada com o trabalho missionário. Louvo a Deus pelo que a equipe de Missões Mundiais vem realizando.” Eleni de Oliveira Oshiro, membro da IB Boas Novas, Aquidauana/MS

ESPAÇO DO ADOTANTE

coisas de Deus
“Durante três meses, estarei destinando 15% do valor arrecadado em minha loja virtual, www.arteepresente.mercadoshops.com.br, para a Campanha de Missões Mundiais. O importante não está na quantidade que se arrecada, mas no amor pelas coisas de Deus! Eu amo Missões, por isso sou promotora em minha igreja!” Mércia Melo Araújo, Goiânia/GO

Amor pelas

Família missionária no Japão

Igreja registra 72%

de crescimento no PAM
Louvamos a Deus pelo envolvimento das igrejas e irmãos que têm adotado o trabalho missionário através do Programa de Adoção Missionária (PAM) de Missões Mundiais. Segundo um gráfico publicado no boletim da Igreja Batista Memorial de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, os adotantes do PAM vêm crescendo a cada ano. Em cinco anos, as ofertas para o PAM evoluíram cerca de 72%. O grande desafio dos irmãos para este ano é ultrapassar esta marca histórica. Além disso, a igreja – pastoreada pelo Pr. Rui Barbosa – adota missionários através do PAM e promove o Dia Especial por Missões.

Futsal missionário

ajuda igreja a fazer Missões

“É com alegria que compartilho uma das ações desenvolvidas em minha igreja na Campanha de Missões Mundiais 2012. Realizamos um amistoso de futsal missionário que deu muito certo! Houve muita união entre igrejas, além de muita diversão e alegria em Cristo; e o amor por Missões cresceu. Arrecadamos mais de 20kg de alimentos e levantamos ofertas para Missões Mundiais. Com certeza essa ação será muito edificante para a sua vida como foi na minha.” Allison Henrique da Silva, promotor de Missões da IB Renascer, Goianinha/PE

Observação: Os depoimentos contidos nesta página refletem a opinião de seus autores.

E

S

P

A

Ç

O

Rumo ao Senegal
Voluntários sem Fronteiras - Radical África
pós nove meses em treinamento no Rio de Janeiro, os jovens missionários da 8ª turma do projeto Voluntários Sem Fronteiras – Radical África estão prestes a seguirem ao Senegal, onde iniciarão o aprendizado do francês e o processo de imersão na cultura africana. A viagem está prevista para a primeira quinzena de maio. Como parte da preparação, esses nove jovens, que em breve estarão vivendo o amor de Deus entre povos do oeste africano, visitaram igrejas no Rio de Janeiro e em São Paulo, mobilizando jovens e adultos e incentivando-os a se envolverem cada vez mais com Missões. Se você sente o desejo de servir a Deus com seus dons e talentos num projeto de quatro anos na África, tem entre 18 e 33 anos, é solteiro (a) e concluiu, pelo menos, o ensino médio, não perca esta oportunidade!

A

Inscrições
Inscreva-se já para a 9ª turma do projeto Voluntários Sem Fronteiras - Radical África, que será iniciada em agosto. As inscrições podem ser feitas pelo site jmm.org.br ou pelo e-mail: radical@jmm.org.br até 15 de maio.

ais um projeto está sendo lançado: Voluntários Sem Fronteiras - Radical Ásia. Terá a duração de quatro anos, sendo sete meses de preparação no Brasil e três meses em um país do continente asiático. No Brasil a ênfase da preparação será dada aos aspectos missiológicos, antropológicos, teológicos e ainda um curso básico de inglês. Na Ásia, os voluntários passarão por uma imersão cultural do país onde trabalharão, bem como por um aprendizado intensivo da língua inglesa. Esse é mais um desafio do Voluntários Sem Fronteiras. O Radical Ásia é para você que gosta de estudar, tem entre 21 e 30 anos, ensino médio completo, é solteiro (a) e deseja participar daquilo que Deus quer fazer na Ásia.

M

Inscrições
Inscreva-se já! As aulas estão previstas para começar em fevereiro de 2013. Mais informações pelo site jmm.org.br ou pelo e-mail: radical@jmm.org.br.

MOCHILA NAS COSTAS, AMOR NO CORAÇÃO e obstinação por servir a deus

V

iajar. Pra dentro de si, descobrindo qual a sua vocação, o seu lugar neste mundo, para que Deus se expresse nele através de você. Ou... viajar pelo mundo, para levar Cristo às pessoas. No JMMJovem a gente quer participar do que Deus está fazendo: descobrir o que Ele tem realizado e, com nossas habilidades e talentos, encontrarmos o nosso lugar no Seu projeto, para servirmos a pessoas onde houver oportunidade. O jovem brasileiro é multitalentoso, simpático, prestativo, otimista e tem entendido cada vez melhor que ser cristão implica em ser servo, reproduzindo o viver de Cristo na vida, sendo útil às pessoas por meio do que gosta e sabe fazer. Através das Viagens Missionárias, o JMMJovem quer criar oportunidades para que a juventude batista brasileira tenha uma experiência transcultural e sirva no campo missionário por um período. Deseja ainda, e por isso tem orado, ajudar os voluntários a se imaginarem no campo por mais tempo, ao se entenderem VOCACIONADOS por Deus para Missões Mundiais através do contato transcultural com o campo. A experiência da viagem missionária a Angola em 2011, em parceria com a Juventude Batista Brasileira, deu muito certo. O sorriso de quem voltou demonstrando um coração agradecido

pelo despertamento de Deus foi a resposta de que precisávamos. Seguimos em frente! Como jovens, estamos em busca do que faça sentido, tenha valor e significado! Vale a pena dedicar a vida a ser mais parecido com Jesus, em em todos os cantos do mundo. Em 2012, o jovem terá mais oportunidades para atuar em outras culturas. Alianças têm sido feitas, Deus tem agido e jovens atendido ao chamado. De 1 a 15 de julho, 20 jovens da Juventude da Convenção Batista Pioneira terão este sorriso diferente no rosto. A galera vai para a Itália com o JMMJovem e, no campo, vai perceber como alinhar seus talentos e habilidades às necessidades locais. Além disso, os voluntários serão instrumentos de Deus para fortalecer o trabalho de Missões Mundiais que já existe lá. Também está programada uma viagem missionária à Colômbia, de 16 a 30 de julho, em parceria com a Faculdade Teológica Batista de Campinas/SP, e a Cabo Verde, de 9 de setembro a 15 de outubro. As viagens missionárias também são oportunidades de levar aos missionários dos batistas brasileiros ideias, motivação, fôlego e amizade. Os benefícios são mútuos e múltiplos! Você também pode SE LIGAR no JMMJovem! Seja um missionário voluntário temporário!

fm
filhos de missionários

espaço
Adolescente ajoelhada

25
por Missões
Espaço FM, onde filhos de missionários contam suas experiências na evangelização dos povos, tem sido um grande incentivo às crianças e adolescentes que desejam fazer missões aonde quer que estejam, mesmo não sendo filhos de missionários. Um exemplo é Maribely F. S. de Sousa. Ela tem apenas 16 anos, mas uma grande vontade de levar Cristo, a paz que liberta, ao mundo. Ela já começou a fazer isso a partir de sua igreja, a Primeria Igreja Batista de Matão, em Sumaré/SP. A adolescente, que é vocalista do Ministério de Louvor Quero Adorar, faz parte do exército de intercessores por Missões Mundiais através do PIM – Programa de Intercessão Missionária. “Sinto-me honrada em ser intercessora da obra missionária mundial. Tenho sido muito abençoada por isso. Agradeço pelo calendário 2012 com reflexões diárias, que Missões Mundiais me enviou. Deus continue abençoando vocês tremendamente”, escreveu Maribely. Cada um tem uma vocação para ganhar pessoas para Jesus. Maribely sente que o seu chamado é para interceder. E você, tem usado seus dons e talentos para falar sobre Jesus? Conte-nos como. Escreva para redacao@jmm.org. br. Seu relato poderá ser o próximo a ocupar este espaço!

Este é um espaço dedicado aos filhos de missionários, conhecidos como FMs, e para os adotantes do PAM Kids e Teen.

O

Criança em pé

por Missões
pequena Ana Raquel, de 7 anos, FM - filha dos missionários - Pr. Aleksei e Ana Paula Faria, que atuam em Antofagasta, no Chile, apesar da pouca idade tem sido uma grande testemunha do amor de Deus. A FM tem sido usada pelo Senhor na recuperação do Matías, um coleguinha de turma, antes considerado rebelde. O menino não se interessava pelos estudos até sua professora colocá-lo ao lado de Ana Raquel, que passou a aconselhá-lo e animá-lo. Após conhecer a FM, Matías se animou em estudar e também passou a tirar boas notas. Ele sempre diz à missionária Ana Paula: “¡La Anita es mi buena suerte!” (Aninha é minha boa sorte!). Durante uma reunião de pais, a mãe de Matías agradeceu publicamente à missionária pela vida de Aninha. Em outra reunião, a professora comunicou que a Ana Raquel havia sido escolhida a aluna integral da classe e disse que ela é um exemplo, pois lê, escreve e fala espanhol melhor que os outros alunos. O interessante é que, no início de 2011, esta mesma professora não queria fazer a matrícula da Ana Raquel, porque achava que ela deveria ler e escrever espanhol, e a família missionária tinha acabado de chegar ao Chile. “A obra missionária é realizada por toda nossa família, porque eu e minha casa servimos ao Senhor”, diz a missionária Ana Paula. O casal missionário ainda tem outros dois filhos: Davi, 13 anos, e Miriã, de 5. Todos participam do que Deus está fazendo naquela região do Deserto do Atacama.

A

Não fique de fora do que Deus está fazendo no mundo

Missões Mundiais e Missões Nacionais estão unidas na organização do congresso que vai possibilitar o desenvolvimento da consciência de que cada um é colaborador de Deus no cumprimento da missão, independentemente da profissão.

SIM, UM TEMPO ESPECIAL
De 7 a 10 de junho, a Estância Árvore da Vida, em Sumaré/SP, receberá um grupo de pessoas que, como você, não querem ficar de fora do que Deus está fazendo no mundo!

Conexão – Serviço – Vocação Missão – Dom – Profissão

SIM, UMA ESTRATÉGIA INTERATIVA E DINÂMICA
A programação contará com tendas temáticas, que vão ajudar você a aperfeiçoar seu estilo de vida missional.

FALAR Dons, talentos e vocação SENTIR Experiência e vocação PROVAR Ação, oportunidade e vocação ESCUTAR Oração e vocação

Incentive sua igreja a enviar jovens e adolescentes – principalmente, mas não somente – ao congresso que acontecerá entre os dias 7 e 10 de junho na cidade de Sumaré/SP, na Estância Árvore da Vida, e que aguarda um público de 3.000 pessoas. Na parte da manhã, após o estudo bíblico, você vai participar de reuniões em pequenos grupos para discutir o tema do dia. À tarde, você poderá escolher a tenda da qual quer participar. E à noite, adoração, palavra de inspiração e desafio.

SIM, ELES NÃO ESTÃO DE FORA DO QUE DEUS ESTÁ FAZENDO NO MUNDO

ED RENÉ

pastor pedrÃO

jarbas ferreira

michel piragine

marcos grava

adilson santos

fernando brandÃO

analzira nascimento

fernandinho

humberto MACHADO (cristolÂNDIA)

Agora chegou a hora de você dizer...

√ SIM, EU SOU VOCACIONADO E QUERO PARTICIPAR DESSE CONGRESSO!

VEJA COMO SE INSCREVER:

1
VALORES DE INSCRIÇão

ACESSE

facebook.com/ SIMTSV

2

na aba inscrições até 31 de maio

CLIQUE

3

INSCREVA-SE

Preencha o formulário e escolha a forma de pagamento. Boleto ou em até 3 vezes no cartão de crêdito.

PACOTE COMPLETO hospedagem, alimentação e material Inscrição Individual (a partir de 11 anos) Crianças de 05 a 10 anos R$ 450,00 R$ 270,00

Valor promocional*

R$ 400,00 R$ 240,00

O SIM, Todos Somos Vocacionados promoverá uma grande conscientização sobre COMPROMISSO, frutificando crentes mais engajados com a obra de Deus, não apenas nos campos missionários, mas no cotidiano das famílias e igrejas.

PACOTE PARCIAL alimentação e material Inscrição Individual (a partir de 11 anos) Crianças de 05 a 10 anos
*Prorrogado até o final das inscrições.

Valor promocional*

R$ 350,00 R$ 210,00

R$ 300,00 R$ 180,00

“ “
O objetivo geral do SIM é conscientizar que cada cristão é um missionário, tendo clareza de que precisa ter um estilo de vida missional onde quer que esteja.
Analzira Nascimento coordenadora do JMMJovem

28

ENTRE ASPAS

Continue orando pelo Mali e por todas as decisões que serão tomadas. Eu e a missionária Gabriele Santos estamos bem, graças a Deus, guardadas pelo Senhor. Ele é a nossa torre forte, para quem corremos. Aleluia!
Veralucia Rocha missionária no Mali

No Chile, a taxa de suicídio é uma das mais altas do mundo. Semanalmente lemos ou ouvimos sobre pessoas que se matam. Ore pelos chilenos que temos evangelizado, que começam a demonstrar sensibilidade à Palavra, mas ainda enfrentam grandes batalhas espirituais.
Pr. Claudinei Godoi missionário no Chile

” ”

Há muitas pessoas e localidades ainda não alcançadas pelo Evangelho. Os cabo-verdianos são hospitaleiros e abertos à pregação da Palavra de Deus. É tempo de agir! Não podemos demorar, pois representantes de várias seitas têm chegado ao país. Pr. Elton Rangel Junior missionário em Cabo Verde

Pois o seu poder alcançará os lugares mais distantes do mundo. E ele trará a paz Miquéias 5.4b e 5

– Ideograma chinês que significa PAZ

Entre em contato:

(21) 2122-1901
Cidades com DDD 21

colabore@jmm.org.br
Rua Senador Furtado, 71 Praça da Bandeira, RJ CEP: 20270-021

0800 709 1900
Demais localidades

www.jmm.org.br

@missoesmundiais

facebook.com/missoesmundiais

até Insc 31 riçõe de s

Estão abertas as inscrições para o SIM, Todos Somos Vocacionados o congresso para refletir e descobrir o sentido bíblico de vocação.

ma io

QUANDO? ONDE?
PRESENÇAS CONFIRMADAS

7 a 10 de JUNHO de 2012
Estância Árvore da Vida
Estrada Granja Portão Pesado, s/nº, Sumaré - SP

E OUTROS CONVIDADOS

Analzira

Fernandinho

Pastor Pedrão

Ed René

Fernando Brandão

VALORES DE INSCRIÇÃO
E m até
no cartão

hospedagem, alimentação e material Inscrição Individual (a partir de 11 anos) Crianças de 05 a 10 anos R$ 450,00 R$ 270,00

PACOTE COMPLETO

Valor promocional*

R$ 400,00 R$ 240,00
Valor promocional*

3x

alimentação e material Inscrição Individual (a partir de 11 anos) Crianças de 05 a 10 anos
*Prorrogado até o final das inscrições.

PACOTE PARCIAL

R$ 350,00 R$ 210,00

R$ 300,00 R$ 180,00

Inscrições até 31 de maio em

facebook.com/simtsv

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful