You are on page 1of 10

SINAIS VITAIS

tensão emocional e alimentação.oSinais Vitais: indicadores de vida no organismo. São eles: o Pulso (FC). PULSO . oCondições que podem interferir na análise dos sinais vitais    Condições ambientais: temperatura e umidade. o Frequência Frequência respiratória o Pressão arterial o Temperatura. Condições pessoais: exercício recente. Condições do equipamento: apropriados e calibrados.

o A frequência de pulso equivale à frequência cardíaca.o Onda provocada pela pressão do sangue contra a parede arterial em cada batimento cardíaco. .

Pode ser regular ou irregular. PULSO – AVALIAÇÃO (1) FREQÜÊNCIA o Valores normais    Adulto: 60 a 100 bpm. Bebês: 100 a 160 bpm. medo. Crianças: 80 a 120 bpm. o Taquicardia    Aumento da freqüência do pulso (>100 bpm) Ocorre em resposta a uma diminuição no volume sangüíneo (hemorragia e desidratação) Outras causas: febre. lenta ou rápida. hipoxemia. sepse.o Pontos a serem observados    Freqüência: É aferida em batimentos por minuto. Intensidade: É avaliada através da força da pulsação. . Pode ser cheio (quando o pulso é forte) ou fino (quando o pulso é fraco). Ritmo: É verificado através do intervalo entre um batimento e outro. podendo ser normal.

doenças primárias do coração. PULSO – AVALIAÇÃO (2) QUALIDADE . Causas: doenças da tireóide.PULSO – AVALIAÇÃO (1) FREQÜÊNCIA o Bradicardia   Diminuição da freqüência do pulso (< 60 bpm).

Fraco e fino (PULSO FILIFORME). 30 segundos – multiplica por 2 ou 15 segundos – multiplica por 4. o Locais para verificação da frequência do pulso    Artéria carótida Artéria poplítea Artéria radial Frequência Respiratória . Volume: intensidade da pressão   Forte e cheio.Ritmo: regularidade de intervalos  Regular ou irregular. PULSO o 1 minuto – contagem total.

Ritmo (regular e irregular). Adulto: 12-20 ipm. o Avaliação da respiração    Frequência (movimentos respiratório por minuto).Respiração: entrada de oxigênio na inspiração e eliminação de dióxido de carbono pela expiração. Caráter (superficial e profundo). Frequência Respiratória . o Frequência normal    Bebê: 30-60 ipm. Criança: 20-30 ipm.

o Alterações nos padrões respiratórios  Apneia. bradipneia. taquipneia e dispneia (esforço). o Fatores que alteram a respiração     Exercício Hábito de fumar Medicamentos Fatores emocionais o Avaliação  Número de incursões respiratórias por minuto Frequência Respiratória Pressão Arterial .

o Valores normais   Pressão sistólica: 100 a 135 mmHg Pressão diastólica: 60 a 80 mmHg o Aparelhos utilizados  Estetoscópio e Esfigmomanômetro Temperatura .o Pressão sanguínea ou pressão arterial  Força exercida pelo sangue contra as paredes da artéria.

7 a 37. .2 ◦C Variações de 0.6 ◦C Causas do aumento da temperatura (hipertermia)  Infecção.3 a 0. ansiedade e trauma o Causas de redução da temperatura (hipotermia)  Exposição ao frio e estado de choque hipovolêmico. o Aparelho utilizado  Termômetro clínico (vidro ou digital).o Reflete o grau de calor mantido pelo corpo. o Valor normal   36.