You are on page 1of 15

CRASE

Prof. Flaverlei A. Silva

Flaverlei A.Prof. é marcada pelo acento grave (à). . Na escrita. Silva • Crase é a fusão da preposição “a” com o artigo definido feminino “a”. ou com determinados pronomes iniciados pela vogal “a”.

2. às ocultas. à toa. etc. . às vezes. à custa de. às escondidas.Prof. O Brasil cresce à medida que trabalhamos. Voltou à tardinha à pensão. às carreiras. 3. Flaverlei A. à noite. Em locuções prepositivas: à frente de. à tarde. etc. Silva Casos em que sempre ocorre crase: 1. etc. à proporção que. à vista de. à maneira de. Em locuções conjuntivas: à medida que. O carro parou à beira do precipício. Em locuções adverbiais formadas por preposição e palavra feminina: Às pressas.

Prof. Quando os pronomes demonstrativos aquele(s). etc. Flaverlei A. 5. (à maneira) . aquilo e a(s) vierem precedidos de verbos regidos pela preposição “a”. à maneira (de). Todos nós iremos àquele show na praça. Silva 4. Tinha preferência por sapato à Luís XV. Raquel referia-se àquilo que você fez ontem. Quando se subentendem as expressões à moda (de). (à moda de) Preparou para o jantar bifes à milanesa. aquela(s).

Silva 6. Quando houver numerais indicando horas. . Flaverlei A. Saí à uma hora da manhã. Exceções: a) Antecedidos de preposição. Marquei para as 9h. Regressamos às quatorze horas ao escritório. Espero desde as 6h. b) Facultativo com até. Esperei até a/às 9h.Prof.

O navegador voltou à terra descoberta. O ônibus chegou à casa de Laura há pouco. (países. . Se volta de. se vierem determinadas. • Vou à São Paulo de Alckimin. Minha tia foi à casa do médico bem cedo. regressaremos à terra de nossos pais. Nas férias. Antes de nomes de lugares que admitem o artigo.Prof. crase há. Antes das palavras casa e terra. Flaverlei A. Silva 7. Voltarei à Europa ainda este mês. continentes) O presidente foi à Itália em visita ao Papa. (determinado) Se volta da. crase pra quê? 8.

Flaverlei A. Não vamos a festas do clube. Quando a preposição estiver no singular seguida de um substantivo no plural. Dirigiu-se a Francisco em tom ameaçador. . 2. As vendas a prazo aumentaram no Natal. Assistimos a manifestações públicas em Brasília. Silva Casos em que nunca ocorre crase: 1.Prof. Antes de palavra masculina.

. Passou a acreditar em milagres. Antes de nomes de lugar que não admitem artigo. Antes de verbos.Prof. Flaverlei A. Somente na outra semana voltará a Diamantina. Silva 3. (cidades) O vocalista irá a Curitiba para uma apresentação. 5. Quando as palavras casa(lar) e terra(chão firme) não vierem determinadas. O garoto regressou a casa cansado. Hoje começamos a pesquisar sobre esse assunto. O navio chegará a terra à noite. 4.

Silva 6.) Você não irá a nenhuma festa com seus amigos. Flaverlei A. indefinidos.) O visitante regressou novamente a esta pousada. Sa. (relativo) . (demonst.Prof. de tratamento. como os pessoais. demonstrativos. Referiu-se a ela com imenso carinho. (pessoal) O advogado entregou a V.) Esta é a conclusão a que chegamos. o documento? (tratam. (indefinido) Ela se dedicou a qual profissão? (interrog. Antes de pronomes que repelem o artigo. interrogativos e relativos.

Prof. Flaverlei A. aquilo (demonstrativos). O diretor apresentou-me à senhorita Clara. aquela. Todo o time foi àquela entrevista. Esta é a escola à qual nos referimos. . Silva Atenção!! Pode ocorrer crase antes: • De aquele. • De outra e outras (indefinidos). • De mesma(s) e tal(is) (pronomes adjetivos). • De a qual e as quais (relativos). Entregou à outra colega o livro. • De senhora e senhorita (tratamento).

quando a noção de distância não estiver determinada. Silva 7. 8. Diante de artigos indefinidos. Flaverlei A. O guarda permaneceu à distância de dez metros. Diante de palavras repetidas ligadas por preposição. Ficou a distância. A Água caía no assoalho gota a gota. Na locução a distância. Eles foram a uma bela exposição de pintura. observando o ensaio. 9. (determinado) .Prof.

se houver familiaridade normalmente ocorre crase. O cliente dirigiu-se até a/à sala do médico. caso contrário. Silva Casos em pode ou não ocorrer crase 1.Prof. Emprestei à Beth. O crítico referia-se à/a nossa última peça teatral. Flaverlei A. Diante de pronomes possessivos femininos no singular. estes CD’s. Diante de substantivos próprios femininos. Correu até a/à porta da frente e abriu-a. Após a locução prepositiva até a. 2. minha amiga. O menino andava à/a minha volta sorrindo. 3. Já disse à/a minha mãe o que queremos para o jantar. não. . O professor fez alusão a Cecília Meireles.

Prof. Substitua a palavra feminina por uma masculina de mesma classe gramatical. (ao fim) Nós fomos à praia. (ao mar) 2. Se o termo regente for um verbo. da(s) depois do verbo. coloca-se o acento indicativo de crase. substitua-o por “vir”. Flaverlei A. (Rodrigo veio da Bahia) O cantor regressou a Minas Gerais. Rodrigo foi à Bahia. A equipe de vôlei chegou à final do campeonato. Se ocorrer a contração do(s). ( O cantor veio de Minas Gerais) . Caso ocorra a combinação ao antes da palavra masculina. Silva Dúvidas quanto à ocorrência de crase Três regras práticas: 1. coloca-se o acento gráfico de crase antes da feminina.

(para) . não há crase. Foi à Argentina este mês. (para a) Voltaram a Brasília ontem. Flaverlei A. se for possível substituir a preposição por “para a”.Prof. Silva 3. haverá crase. Com nomes de lugares. Se ocorrer somente “para” .

Referência • Gramática em textos – Leila Lauar .