You are on page 1of 2

SIDERÚRGICA

LAUDO TECNICO DO SISTEMA DE ATERRAMENTO E SPDA Sistema de proteção contra descargas atmosféricas O presente documento tem a finalidade de atestar as condições técnicas do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosférica – SPDA, instalado na Al da ______________________________. Em função da localização geográfica e demais características específicas, as considerações elencadas a seguir levam em conta o Nível de Proteção III, adequado para a edificação. As referências para elaboração desse laudo são o projeto datado em 14 de agosto de 2004 e a NBR-5419, de fevereiro de 2001. Malha Captora Malha captora é composta por telhas de aço galvanizado, perfil trapezoidal de 40mm, Espessura 0,50mm. Esta estrutura deverá ser abordada como uma estrutura metálica convencional, ou seja, se a telha apresentar, no mínimo, 0,5 mm de espessura pode ser usada como elemento natural de captação, desde que não exista concentração de gases debaixo da cobertura, o que normalmente não é encontrada por se tratar de uma edificação aberta. Caso a espessura da telha seja inferior a 0,5 mm, deverá ser feita uma proteção via método das malhas (Gaiola de Faraday), sendo sugerido mesh (fechamento) de 10m x 20m. Descidas da Cobertura Os pilares, sendo metálicos e contínuos, podem ser usados como elementos naturais de descida. Aterramento da plataforma Para cada pilar metálico do prédio, deverá ser cravada uma haste de aterramento de alta camada (NBR 13571) interligada com cabo de cobre nu #50mm2 (NBR 6524), a 50 cm de profundidade no solo, formando um anel periférico da Balança (Arranjo “B”). As hastes dever ser interligadas à malha, preferencialmente, com soldas exotérmicas. O objetivo deste anel, além de atender à exigência da norma NBR 5419, é manter os usuários da plataforma dentro do anel de aterramento, reduzindo riscos de tensão de passo e de toque.

9 Ω 4. Quadro de medição MALHA DE ATERRAMENTO DO PORÇO ARTESIANO 02 MEDIÇÂO 1º. Um novo laudo técnico deve ser providenciado após as correções constantes nesse documento Açailândia-MA 30/10/2010 Nome: .5 Ω Conexão ao painel 4.SIDERÚRGICA Grandezas Elétricas As resistências de aterramento indicadas abaixo foram verificadas em duas unidades de descida e um ponto mais próximo da caixa de equalizarão. Caixa de Inspeção 3.3 Ω 3.8 Ω 4. conseqüentemente. Não ocorrendo valor divergente. O instrumento utilizado foi o Termômetro Minipa MTR 1520 D Digital.3 Ω Os resultados demonstram homogeneidade e. sendo levantadas três medições por ponto.1 Ω 3. equipotencialização elétrica existente na malha de aterramento.7 Ω Conexão a Estrutura 01 2. As pequenas variações provavelmente decorrem dos diversos referenciais adotados pelo instrumento de medição. 2º.0 Ω 5. 3º. Nota: Esta em processo de elaboração um projeto de malha de aterramento geral para toda áreas do empreendimento da fabrica de aço da Gusa Nordeste.3 Ω 4. este projeto interligará todas as malhas de aterramento de setoriais.