You are on page 1of 14

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL TOCANTINS CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE GURUPI Caixa postal: 77.

402-970 Gurupi – TO - Brasil Telefones: (63) 3311-3500

TRABALHO DE FENÔMENOS DE TRANSPORTE ISOLAMENTO TÉRMICO AQUECEDOR SOLAR

André Felipe da Silva– Acadêmico - UFT Matrícula: 2009215068 Kleydiane Braga Dias – Acadêmica – UFT Matrícula: 2009214948 Gleiciane Pinheiro de Sousa – Acadêmica - UFT Matrícula: 2009215054

Professor: Tiago Dias

GURUPI - TO OUTUBRO DE 2012

como partes da exigência do programa de de graduação Bioprocessos em e Engenharia Biotecnologia.TO OUTUBRO DE 2012 .André Felipe da Silva– Acadêmico .UFT Kleydiane Braga – Acadêmica – UFT Gleiciane Pinheiro de Sousa – Acadêmica – UFT TRABALHO DE FENÔMENOS DE TRANSPORTE ISOLAMENTO TÉRMICO AQUECEDOR SOLAR Projeto de pesquisa apresentado ao departamento de Ciências Agrárias e Tecnológicas da Universidade Federal do Tocantins. Professor: Tiago Dias GURUPI .

Entendem-se como energias alternativas aquelas surgidas como soluções para diminuir o impacto ambiental e para contornar o uso de matéria-prima que normalmente não é renovável (AGUIAR. diminuindo o acúmulo de resíduos e preservando a natureza da extração esgotável de recursos. 2009). além da conservação de energia (MORO et al. elimina a dependência energética.1 INTRODUÇÃO Atualmente.. como em casos de racionamentos e/ou apagões. sem agressão nenhuma ao meio ambiente (CHAVES et al. . 2009). A energia solar pode ser empregada para o aquecimento solar de água. Esta opção é favorável não só pela questão ambiental a qual beneficia o meio ambiente. cada habitante descarta 25 quilos de plástico por ano. Assim a reutilização destas embalagens para fabricação de aquecedores apresenta-se como uma potencial forma de reciclagem do lixo tendo vantagens como redução de impactos ambientais locais e globais. que. pois seria uma alternativa econômica de aquecimento da água para habitações populares (DEBELLA. não causam danos ao meio ambiente e produzem pouco ou nenhum ruído em sua utilização. e atualmente. A grande viabilidade de aquecimento solar da água é a utilização de materiais recicláveis como garrafas PET e embalagens cartonadas Tetra Pak. sabe-se que os recursos para gerar a energia elétrica estão impactando o meio ambiente. Dessa maneira. além de contribuir para minimizar a degradação ambiental. é uma energia limpa e ainda é ecologicamente correta. 2008). Um importante exemplo de energia alternativa é a energia solar. poucas cidades dispõem de aterros sanitários apropriados e raríssimas são as que possuem usinas de tratamento. A utilização de materiais recicláveis é interessante também pelo fato de que no Brasil. a geração de renda e emprego. as energias alternativas são a solução para esse problema por que são renováveis. Além disso. que apresenta grandes vantagens.. mas também pela questão social envolvida. 2009). uma vez que o sol é uma fonte riquíssima de energia e em apenas um minuto produz toda a energia gasta pela a humanidade desde o seu início até os dias de hoje. evitando situações de desconforto.

cada metro quadrado da sua superfície recebe uma quantidade descontinua e relativamente pequena. da Revista Superinteressante. que em 2004. . As garrafas PET. por exemplo.se em algo útil (NETTO. atinge o planeta seja enorme (equivalente à potência de 1. Pode-se citar. conhecidos tecnicamente por termo sifão. até aproximadamente 950 Kcal/m2 sob determinadas condições em um dia claro de verão (DEBELLA. que além de economizar energia elétrica e beneficiar diretamente o meio ambiente. principalmente em função das alternâncias periódicas entre o dia e a noite.1 DESCRIÇÃO DO PROJETO A ideia de utilizar o material que geralmente é encaminhado aos aterros sanitários começou com o aposentado catarinense José Alano. A diferença está no material utilizado. ou alternâncias eventuais. embalagens Tetra Pak e alguns metros de canos de PVC são utilizados para confeccionar o painel que serve para aquecer a água. de forma continua. 2008). todas essas embalagens pós-consumo disponibilizadas no meio ambiente. Embora a quantidade total de energia solar que. tem como objetivo despertar nas pessoas a consciência de que.É interessante notar como muitas pessoas se interessam por questões relacionadas a questões sociais e ambientas. a quantidade de energia disponível chamada de irradiação total.73x1017 Watts). criou e patenteou o aquecedor solar caseiro e ecológico. morador da cidade catarinense de Tubarão. O sistema é o mesmo dos aquecedores solares produzidos industrialmente. (garrafas PET e embalagens cartonadas longa vida) podem transformar. José Alcino Alano. tais como a nebulosidade ou as precipitações. 2 PROJETO 2. 2007). 2009). em média. pode variar de algo próximo à zero num dia muito nebuloso com chuva ou à noite. nesse ciclo constante a água pode chegar a uma temperatura de até 38° C no inverno ou 50°C no verão (ALANO. ou entre o verão e o inverno. ganhou o prêmio Ecologia. a iniciativa do Sr. Após seis horas. As embalagens recortadas e os canos são pintados de preto para absorver a energia solar e transformá-la em calor. cuja intensidade depende de diversos fatores. Ainda. entre os quais o de natureza geográfica.

2.2 DIAGRAMA DE BLOCOS .

sendo que á medida que a água esquenta nas colunas do coletor. À medida que a água esquenta. seguindo a tubulação e retornando a parte superior do reservatório. sempre abaixo do nível inferior (fundo) da caixa ou reservatório. pela diferença de densidade entre a água quente e a fria. ela sobe para a parte superior da caixa ou reservatório. Fonte: NUNEZ. 2012. transparência e durabilidade). instala-se o coletor solar com a barra superior do coletor. mantendo o aquecedor sempre cheio de água e fechando o ciclo do aquecimento. ela sobe pelas colunas do aquecedor/coletor. Então. flui para a parte inferior do coletor. Esse processo permanece enquanto houver radiação solar (ALANO.1 Como Funciona um Aquecedor Solar O principio de funcionamento do aquecedor solar é através do termo sifão. metros de cano e .2. A água fria por ser mais densa.2. Funcionamento do aquecedor solar 3 MATERIAL E MÉTODOS Para construir um Aquecedor Solar Composto de Embalagens Descartáveis são necessários materiais como as garrafas PET cristal de 2 litros. que por ser mais pesada flui para a parte inferior do coletor empurrando á água quente para a parte de cima da caixa ou reservatório. Figura 1. pósconsumo (de coca-cola ou pepsi cola .devido ao seu formato cônico. ligada ao retorno de água quente (reservatório). 2008). Esse desnível é necessário para garantir a circulação da água no coletor. conforme representado na Figura 1. embalagens de leite longa vida de 1 litro pós-consumo. pressionada pela água fria.

etc. Para guardá-las.) devem ser abertas na parte de cima. etc. Os tubos das colunas do coletor solar são cortados de acordo com os tipos de garrafas disponíveis. Na etapa de pintura das caixas Tetra Pak deve ser utilizado tinta esmalte sintético preto fosco. ripa. O tubo de 29 cm servirá de medida para o corte das garrafas lisas e as de Pepsi e o tubo de 31 cm. pois comprometem o desempenho do coletor. definindo o tamanho da garrafa a ser cortada com estilete. sugere-se um gabarito simples. Quanto às caixas Tetra Pak de 1 litro (de leite. litro de tinta preta fosca. devem ser achatadas. secagem rápida para exteriores e interiores. Devido á umidade nas caixinhas. visa não . 105 cm para colunas com 5 garrafas cinturadas (Pepsi. arco de serra. teremos a formação de microorganismos e forte mau cheiro. As medidas que melhor se enquadram são: 100 cm. é normal a formação de condensação (umidade) no interior das garrafas. Para a construção do aquecer é importante salientar a importância da escolha das garrafas pet. tábua de madeira. e com mais 1 corte de 7cm na parte de baixo da caixa. Com o propósito de simplificar o corte nas caixas Tetra Pak. Para dobrá-la devem ser aproveitados os vincos das laterais da mesma. devendo ser dada preferência às garrafas transparentes (cristal) lisas (retas). possibilitando a introdução da garrafa no mesmo. lixa 100. fita crepe com largura de 19 mm. cola para tubos de PVC. cinturadas de Coca e de Pepsi. deixando-a pronta para os cortes e dobras. Tintas com brilho não são recomendadas. martelo de borracha. com 22. Para facilitar o corte das garrafas. e com mais duas dobras em diagonal na parte de cima. diminuindo assim o volume e ocupando menos espaço na estocagem. respectivamente. se amolda à curvatura superior interna da garrafa. que servirá de encaixe do gargalo da próxima garrafa. para tanto basta descolar as orelhas laterais em seus quatro cantos e apertar no corpo da embalagem.conexão em PVC. O motivo de ser usada no máximo 5 garrafas por coluna. sucos. conexão L (luva) e tampão em PVC. nas primeiras horas de exposição ao sol do coletor solar. dando também sustentação à caixa. ou seja. com corte longitudinal nos 2 tubos.5cm de comprimento. fitas de alta fusão ou borracha de câmara de ar. composto por 2 pedaços de tubos em PVC de 100 mm: 1 com 29cm e o outro com 31cm . caso contrário. Sukita) e colunas com 5 garrafas de Coca. pregos. uma vez que os raios solares serão em parte refletidos. rolo ou pincel para pintura. lavadas e deixadas a escorrer a água. estilete. apenas para o corte das garrafas de Coca. Todos os cortes e dobras devem ser feitos antes da pintura. madeira. mantendo-a reta e encostada no tubo de PVC. usada para ferro. foi adotado um único tamanho para os diversos tipos de garrafas.

ou seja. Durante dias ensolarados. 5 módulos. Medida padrão a todos coletores.5cm e sem pintura. retira-se á fita para o devido encaixe nas conexões tipo “T”. o que compromete a circulação da água no coletor solar (NUNEZ. Os tubos de 20 mm(1/2) de distanciamento entre colunas devem ser cortados com 8. Antes da pintura dos tubos das colunas com a mesma tinta aplicada nas caixas. A economia gerada é cerca de 40% em água e energia elétrica (CESCAGE. onde depois de pintados e a tinta seca.dificultar a instalação do coletor solar em relação à altura da caixa d’água ou reservatório. trincando alguma conexão e a possível acumulação de bolhas de ar no barramento superior. a água aquecida pode atingir 58°C. O coletor solar deve ser montado com no máximo 25 colunas. 2012). . deve-se isolar com fita crepe de 19 mm as 2 extremidades. entre as 10 da manhã e às 4 horas da tarde. Este cuidado é para evitarmos tensões nos barramentos. ou seja. 2008). e na ausência de luz solar (por mal tempo ou durante a noite) a perda de temperatura é de 1°C por hora. até mesmo durante a noite o banho quente está garantido. não importando os tipos de garrafas.

Condutiva da caixa d’agua 3.55m r4=r2+eespuma=0.1m.40m r3=r2+eisopor =0.03kcal/hm°C Kcaixa eisopor=0.15m e espuma elastomérica com espessura de 0. Sabendo-se que a temperatura ambiente é de 30°C e har = 5kcal/hm²°C. Temos que calcular todas as resistências: Configuração cilíndrica A Convectiva: 1 𝑅 = ℎ ∗ 𝐴 Condutiva: ln(𝑟2 /𝑟1 ) 𝑅 = 𝐾 ∗ 2 ∗ 𝜋 ∗ 𝐿 . Convectiva interna 2. contém água em seu interior com temperatura de 45°C e possui um coeficiente de película hágua= 20kcal/hm²°C.SITUAÇÃO-PROBLEMA Uma caixa d’agua cilíndrica que fica no sótão de uma casa.50m Caixa d’agua sem isolamento r3 r1 r2 r4 Ocorrem transferências: 1. Qual dos dois isolantes é mais eficiente? Dados: Kisopor=0.6m e espessura de 0.025kcal/hm °C e Kespuma eslatomérica=0.15m eespuma=0. fabricada no material de polietileno de média densidade com condutividade térmica de 10kcal/hm°C.8m. deseja-se fazer um isolamento térmico para que a água mantenha sua temperatura.03kcal/hm°C. Convectiva externa (ar) 5. Condutiva do isolante 4.1m r1=0.025kcal/hm °C Kespuma =0. tem-se dois isolantes isopor com espessura de 0. com diâmetro de 0.38m r2=0. Resposta: Dados: Tₐᵣ = 30°C hₐᵣ = 5kcal/hm²°C hágua= 20kcal/hm²°C Kisopor=0.02m. altura 0.

6𝑚 ℎ𝑚°𝐶 ln(0. 𝟑𝟖𝟎𝒉°𝑪/𝒌 0. 𝟑𝟔 ∗ 𝟏𝟎 𝟑 𝒉°𝑪/𝒌 10𝑘𝑐𝑎𝑙 ∗ 2 ∗ 𝜋 ∗ 0.6𝑚 ℎ𝑚°𝐶 𝒍 𝒖 Condutiva isolante 𝑅 = ln(𝑟3 /𝑟2 ) 𝐾 ∗ 2 ∗ 𝜋 ∗ 𝐿 𝑅 = ln(𝑟4 /𝑟2 ) 𝐾 ∗ 2 ∗ 𝜋 ∗ 𝐿 𝒍 𝑹 𝒔𝒐𝒑𝒐𝒓 = ln(0.5𝑚/0.40𝑚/0.025𝑘𝑐𝑎𝑙 ∗ 2 ∗ 𝜋 ∗ 0.40𝑚 ) = 𝟏.6𝑚 ℎ𝑚°𝐶 𝑹 𝒔𝒑𝒖𝒎 = 𝒍 .38𝑚 ∗ (0.38𝑚) ℎ𝑚2 °𝐶 Condutiva caixa d’água: 𝑅 𝑹 = = ln(𝑟2 /𝑟1 ) 𝐾 ∗ 2 ∗ 𝜋 ∗ 𝐿 ln(0.Convectiva interna: 𝑅 = 1 ℎ 𝑅 𝑹 𝒏𝒕 𝒓𝒏 ∗ 𝐴 = ℎ 𝐴 = 2𝜋𝑟 ∗ (𝐿 + 𝑟) 1 ∗ 2𝜋𝑟 ∗ (𝐿 + 𝑟) 1 = 0.38𝑚 ) = 𝟏. 𝟗𝟕𝟒𝒉°𝑪/𝒌 0.030𝑘𝑐𝑎𝑙 ∗ 2 ∗ 𝜋 ∗ 0.0213ℎ°𝐶/𝑘𝑐𝑎𝑙 = 20𝑘𝑐𝑎𝑙 ∗ 2𝜋 ∗ 0.55𝑚/0.6𝑚 + 0.40𝑚 ) = 𝟑.

50𝑚) ℎ𝑚2 °𝐶 = 𝟎. 𝟎𝟕𝟗𝒉°𝑪/𝒌 𝒍 ℎ ℎ 𝑅 = ℎ 𝑹 𝒕 𝒔 𝒎 𝒔𝒐𝒍 𝒎 𝒏𝒕𝒐 = 5𝑘𝑐𝑎𝑙 ∗ 2𝜋 ∗ 0.6𝑚 + 0. 𝟎𝟓𝟎𝒉°𝑪/𝒌 𝒍 𝑹 𝒕 𝒔𝒑𝒖𝒎 5𝑘𝑐𝑎𝑙 ∗ 2𝜋 ∗ 0.40𝑚 ∗ (0. 𝟎𝟓𝟕𝒉°𝑪/𝒌 𝒍 O cálculo leva em consideração a área total do cilindro.6𝑚 + 0. .Convectiva externa (ar): 𝑅 𝐴 = 1 ℎ ∗ 𝐴 = 2𝜋𝑟2 ∗ (𝐿 + 𝑟2 ) 𝐴 𝑅 𝑅 = = 𝐴 = 2𝜋𝑟3 ∗ (𝐿 = 2𝜋𝑟4 ∗ (𝐿 + 𝑟4 ) 1 ∗ 2𝜋𝑟2 ∗ (𝐿 + 𝑟2 ) 1 ∗ 2𝜋𝑟3 ∗ (𝐿 + 𝑟3 ) 1 ∗ 2𝜋𝑟4 ∗ (𝐿 + 𝑟4 ) 1 = 𝟎.55𝑚 ∗ (0.6𝑚 + 0. pois a considera como se fosse a tampa da caixa d’água que precisa ser isolada.55𝑚) ℎ𝑚2 °𝐶 = 1 = 𝟎.40𝑚) ℎ𝑚2 °𝐶 1 𝑹 𝒕 𝒔𝒐𝒑𝒐𝒓 = 5𝑘𝑐𝑎𝑙 ∗ 2𝜋 ∗ 0.50𝑚 ∗ (0.

𝟑𝟒𝒌 ℎ°𝐶 3.079) ℎ°𝐶 𝒉°𝑪 = 𝟎. 𝟓𝟓𝒌 ℎ°𝐶 0.380 + 0.0213 + 1. 𝟒𝟓𝟐𝟔𝟔 𝑘𝑐𝑎𝑙 𝒌 𝒍 = (0.36 ∗ 10 𝒒̇ = (45 − 30)°𝐶 = 𝟒. 𝟏𝟎𝟏𝟔𝟔 𝑘𝑐𝑎𝑙 𝒌 𝒍 𝒍/𝒉 𝒒̇ = (45 − 30)°𝐶 = 𝟏𝟒𝟕.10166 𝑘𝑐𝑎𝑙 ISOLADA COM ISOPOR 30°C 45°C 𝑅 𝑹 𝑞̇ = + 𝑅 3 ∆𝑇 𝑅 = 𝑅 𝒐𝒕 𝒍 + 𝑅 + 3.36 ∗ 10 + 0.45266 𝑘𝑐𝑎𝑙 𝒍/𝒉 .0213 + 1.ANTES DO ISOLAMENTO 30°C 45°C 𝑞̇ = + 𝑅 3 ∆𝑇 𝑅 + 𝑅 𝑅 𝑹 𝒐𝒕 𝒍 = 𝑅 = (0.050) + 𝑅 ℎ°𝐶 𝒉°𝑪 = 𝟑.

O ISOPOR APRESENTOU-SE 2% MAIS EFICIENTE. .05366 𝑘𝑐𝑎𝑙 𝒍/𝒉 %𝑟𝑒𝑑𝑢çã𝑜 𝑞̇ = 𝑞 𝑞 − 𝑞 ∗ 100 ̇ %𝑟𝑒𝑑𝑢çã𝑜 𝒒 𝒔𝒐𝒑𝒐𝒓 = %𝑟𝑒𝑑𝑢çã𝑜 𝒒 ̇ 𝒔𝒑𝒖𝒎 = 147.55 147. 𝟑𝟎𝒌 ℎ°𝐶 2.057) 𝒐𝒕 𝒍 = (0. 𝟎𝟓𝟑𝟔𝟔 𝑘𝑐𝑎𝑙 𝒌 𝒍 = 𝑅 + 𝑅 + 1.36 ∗ 10 𝒒̇ = (45 − 30)°𝐶 = 𝟕.55 − 4.ISOLADA COM ESPUMA 30°C 45°C 𝑅 𝑹 𝑞̇ = + 𝑅 3 ∆𝑇 𝑅 + 𝑅 ℎ°𝐶 𝒉°𝑪 = 𝟐.55 − 7.30 ∗ 100 = 𝟗𝟓% 147.34 ∗ 100 = 𝟗𝟕% 147.0213 + 1.55 Resposta: APESAR DOS DOIS ISOLANTES APRESENTAREM ÓTIMA EFICIÊNCIA.974 + 0.

br/jepex2009/cd/resumos/R0509-1.pdf>.com. MANOEL. Disponível em: < http://www. NETTO. NUNEZ. Apresentação do projeto Aquecedor Solar – integrando desenvolvimento sustentável e qualidade de vida.uepg. Universidade Federal Rural de Pernambuco. MORO. Aquecedor solar térmico de água de baixo custo com materiais recicláveis. Manual José Alcino Alano e família. Boa vista. Acessado em 11 de outubro de 2012. 2009. Acesso em: 11 de outubro de 2012.br/aquecedor-solar-doc-a3513. 2008.4eetcg. Vivien de Lima.br/94/agua-quente-para-todos/>. 2009.ebah.htm>. Acessado em: 11 de outubro de 2012.upf. Solarização da água pluvial através de aquecedor solar ecológico. 4° Encontro de Engenharia e Tecnologia dos Campos Gerais.4eetcg. Aquecedor solar com recicláveis. Fontes alternativas de energia. RENATO BEZERRA et al.br/painel/31_1.planetareciclavel.com. Disponível em < http://www.br/painel/31_1. 2007. Tecnocracia. Acessado em 12 de outubro de 2012. CHAVES. estado tecnológico. Disponível em: http://www.html>. Acessado em 12 de outubro de 2012. Acessado em: 11 de outubro de 2012. Acessado em : 11 de outubro de 2012. ALANO.com/capecanaveral/5534/newpage6. Disponível em: <http://www.com.eventosufrpe. Disponível em <http://www. Disponível em: <http://tecnocracia. Ponta Grossa. Disponível em: <http://reocities.pdf>.uepg. Disponível em <http://usuarios.br/desperdicio_zero/Kit_res_17_solar. CESCAGE. Reocities.pdf>.pdf. TALITA SIMONETTI et al.pdf>.4 REFERÊNCIAS AGUIAR. Apresentação do projeto Aquecedor Solar – integrando desenvolvimento sustentável e qualidade de vida. ALUÍSIO AIRES. Água quente para todos. Acesso em: 15 de outubro de 2012.com. DEBELLA.br/~engeamb/TCCs/20092/FELIPE%20COL%20DEBELLA. .