You are on page 1of 32

Sumário
1. Apresentação ..................................................................................................................... 3 2. Compras Públicas ............................................................................................................... 4 2.1 Modalidades de licitação .............................................................................................. 4 Concorrência: ................................................................................................................. 4 Tomada de preços: ......................................................................................................... 5 Convite: .......................................................................................................................... 5 Pregão: ........................................................................................................................... 5 Concurso: ....................................................................................................................... 5 Leilão: ............................................................................................................................. 5 2.2 Tipos de licitação .......................................................................................................... 6 Menor preço: .................................................................................................................. 6 Melhor técnica ou técnica e preço: ................................................................................. 6 Maior oferta ou maior lance: .......................................................................................... 6 2.3 Compras diretas............................................................................................................ 6 Dispensa de licitação: ..................................................................................................... 7 Inexigibilidade: ............................................................................................................... 7 3. Como participar das aquisições do Governo do Estado?...................................................... 8 4. Cadastro de Fornecedores do Estado do Rio de Janeiro ...................................................... 9 4.1 O REGISTRO .................................................................................................................. 9 4.1.1 Como se tornar uma empresa REGISTRADA ......................................................... 10 4.1.2 Como Alterar/Atualizar os dados do REGISTRO .................................................... 17 4.2 O CREDENCIAMENTO .................................................................................................. 19 4.2.1 Como se tornar uma empresa CREDENCIADA ....................................................... 20 4.2.2 Como Alterar/Atualizar os dados após o CREDENCIAMENTO ................................ 21 4.3 Certificado .................................................................................................................. 21 4.3.1 Não obrigatoriedade do CRC. ............................................................................... 22 4.3.2 Como se tornar uma empresa Certificada............................................................. 22 4.3.3 Como manter o CRC válido ................................................................................... 22 4.3.4 Como renovar o CRC ............................................................................................ 23 4.3.5 Como consultar o CRC .......................................................................................... 23 4.3.6 Considerações sobre o CRC .................................................................................. 32

1. Apresentação
O Governo do Estado do Rio de Janeiro fez uma grande transformação em seus processos de compras. Com o desenvolvimento e a implantação do Sistema Integrado de Gestão de Aquisições (SIGA-RJ), a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (SEPLAG-RJ) modernizou os processos de compras e criou condições de controlar de forma eficaz todo o sistema logístico do Poder Executivo do Estado. O SIGA-RJ proporciona maior transparência e eficiência na gestão das compras públicas do Estado, mas ele não beneficia apenas seus órgãos e entidades. O sistema também gera facilidades para o fornecedor interessado em contratar com o Governo. Por meio do SIGA-RJ, o Cadastro de Fornecedores do Estado foi unificado e padronizado. Os procedimentos de cadastramento foram amplamente desburocratizados, e agora acontecem através de processos operacionais simples e uniformes. Neste Manual, você encontrará todas as informações importantes sobre as compras públicas e o SIGA-RJ. Tire aqui suas dúvidas e venha a ser, também, um fornecedor do Governo do Estado do Rio de Janeiro.

Toda a legislação sobre o assunto está disponível. baseado na competição entre licitantes interessados em fornecer material ou prestar serviços para os órgãos e entidades da Administração Pública. Há. Todas as regras relativas às compras públicas estão previstas em legislação específica sobre o assunto. em versões atualizadas. por qualquer pessoa. Concurso e Leilão. . casos conhecidos como compras diretas.666. no endereço www. na fase de habilitação preliminar. As principais normas são estabelecidas pela Lei Federal nº 8.compras. em que é permitida a realização de compras sem utilizar processos licitatórios. Cada uma delas possui regras de aplicação e de processos diferenciadas. comprovem possuir os requisitos mínimos de qualificação exigidos no edital para execução do objeto da licitação. 2. Convite. Pregão. como pode ser observado abaixo: Concorrência: Podem participar quaisquer interessados que.2. tornando-os mais céleres e eficientes.5 milhão e bens/serviços em geral acima de R$ 650 mil.rj. Compras Públicas A licitação é o processo de compra padrão do Estado.gov. mas há uma série de regras próprias que se aplicam nos casos de compras realizadas por órgãos e entidades do Governo do Estado do Rio de Janeiro. de 1993. no entanto. Aplicável para obras/serviços de engenharia acima de R$ 1. no SIGA-RJ e pode ser acessada. Comprando por meio do SIGA-RJ.1 Modalidades de licitação Existem seis modalidades de licitação: Concorrência. algumas situações especiais. É contratado aquele que propuser os melhores preços e condições de compra para o Estado. Tomada de Preços.br no ambiente “Legislação”. o Governo consegue padronizar seus procedimentos.

. Pregão: Recomendado para bens e serviços comuns. e. Os licitantes apresentam suas propostas de preço e fazem lances para diminuir seus preços. É possível a participação de interessados que não tenham sido formalmente convidados. mas que sejam do ramo do objeto licitado.Tomada de preços: Realizada entre interessados devidamente cadastrados ou que atenderem a todas as condições exigidas para cadastramento até o terceiro dia anterior à data do recebimento das propostas. Ao contrário do que ocorre em outras modalidades. por isso. Concurso: Podem participar quaisquer interessados. É necessário também atender aos requisitos de habilitação. científico ou artístico.5 milhão e bens/serviços em geral de até R$ 650 mil. no Pregão a escolha da proposta é feita antes da análise da documentação. Leilão: Modalidade de licitação para quaisquer interessados na venda de bens imóveis ou de produtos legalmente apreendidos ou penhorados. independentemente do valor estimado da contratação. devendo ofertar premiação aos vencedores. em que a disputa pelo fornecimento é feita em sessão pública (eletrônica ou presencialmente). A modalidade é adequada para escolha de trabalho técnico. Aplicável para obras/serviços de engenharia de até R$ 1. é um dos processos mais rápidos. Convite: Pelo menos três interessados do ramo de que trata o objeto da licitação são escolhidos e convidados pela Administração. Aplicável para obras/serviços de engenharia de até R$ 150 mil e bens/serviços em geral de até R$ 80 mil. desde que cadastrados no órgão ou entidade licitadora.

De acordo com a Lei Federal nº 8.3 Compras diretas As contratações diretas são realizadas sem licitação e só podem ocorrer em situações especiais. consiste em selecionar como vencedor aquele que ofertar o menor preço no produto a ser fornecido ou no serviço a ser prestado para o órgão público que esteja contratando. que dependam de tecnologia sofisticada e tenha características técnicas com alto impacto sobre a qualidade. Maior oferta ou maior lance: são critérios adotados nas modalidades em que o órgão público está alienando bens ou fazendo concessão de direito real de uso.2 Tipos de licitação Além de se enquadrar em uma das modalidades relacionadas. cada licitação utiliza também um tipo para selecionar quem vai ser o vencedor. há dois casos em que podem ser realizadas compras diretas: dispensa ou inexigibilidade de licitação. O poder público busca receber o maior valor possível para os bens ou serviços ofertados para venda ou para uso de terceiros. previstas em lei. 2. São três os tipos possíveis de licitação: Menor preço: é o critério mais comum nas compras governamentais. Nesses casos.2.666/93. produtividade. . são estipulados critérios objetivos e mensuráveis no ato convocatório. Melhor técnica ou técnica e preço: são critérios que devem ser utilizados no caso de aquisição de bens ou contratação de obras ou prestação de serviços de grande vulto. durabilidade e rendimento do objeto.

a licitação é dispensável em casos de pequeno valor (por exemplo.666/93. Todas as situações em que a licitação é dispensável estão previstas na Lei Federal nº 8. . Em geral. mas ela não é considerada obrigatória.Dispensa de licitação: Acontece quando existe a possibilidade de ser realizada competição entre fornecedores. por haver apenas um fornecedor possível para determinado material ou serviço. ou em outros casos excepcionais. Inexigibilidade: A licitação é inexigível quando não é viável a competição ou é desnecessária a adoção aos procedimentos licitatórios. compras de bens de até R$ 8 mil).

sobre as novas licitações que serão realizadas pelos órgãos e entidades do Governo. Além de poder participar das aquisições. através do email cadastrado ou pelo SIGA-RJ (somente para os Credenciados). Depois de inserir no SIGA-RJ as informações solicitadas. sejam eles eletrônicos ou não. para a SEPLAG-RJ via email. Entretanto. Para tal. o primeiro passo é iniciar seu Registro no SIGA-RJ.compras.br. Para isso. você terá acesso direto a todas as informações relevantes sobre as compras do Estado: detalhes sobre o objeto. o fornecedor para participar dos processos em meio eletrônico deve ser Credenciado. é necessário enviar a documentação exigida no Capítulo II da Portaria SUBLO 002/12.3. o fornecedor terá seu Registro analisado pela SEPLAG-RJ e sendo aprovado o fornecedor já estará apto a participar de todos os processos que não sejam eletrônicos na esfera do Estado do Rio de Janeiro (ERJ).rj. Sendo validados os documentos enviados.gov. o fornecedor que tem seu Registro ou Credenciamento liberado fica sabendo. É necessário apenas que o fornecedor faça parte do Cadastro de Fornecedores do Estado. conforme a Portaria SUBLO 002/12. condições de pagamento. o fornecedor terá seu Credenciamento liberado. no endereço eletrônico www. etc. Assim. prazos de fornecimento. . Como participar das aquisições do Governo do Estado? Qualquer pessoa física ou jurídica pode participar dos processos de aquisições do Governo do Estado do Rio de Janeiro. carta registrada ou entregue pessoalmente no protocolo da SEPLAG-RJ.

4. I. .1 O REGISTRO O Registro é o primeiro passo para que qualquer pessoa física ou jurídica possa se tornar fornecedor do Governo do Estado do Rio de Janeiro. e 5º. O Registro no Cadastro de Fornecedores é realizado exclusivamente pelo SIGA-RJ. Assim. A inscrição por meio do sistema facilita o Registro. em seus artigos 4º.092. O Registro permite ao fornecedor participar de todos os processos de compras do ERJ que não sejam operacionalizados em meio eletrônico. de 27 de outubro de 2009. sendo regulado pelo Capítulo I da Portaria SUBLO 002/12.4. cadastrado no SIGA-RJ o fornecedor estará apto a fornecer materiais ou serviços para qualquer órgão ou entidade do Governo. Ou seja. já que padroniza as informações solicitadas e reduz os custos de comunicação e dos procedimentos de compra. Cadastro de Fornecedores do Estado do Rio de Janeiro O Cadastro de Fornecedores a partir do decreto n° 42. o fornecedor Registrado poderá participar de todas as modalidades de licitação não eletrônica ou mesmo de uma compra direta em todo o ERJ. institui o cadastro unificado dos fornecedores do ERJ. IV.

no caso de pessoa jurídica. como na tela abaixo. destacado na figura acima (1ª Tela). através do Internet Explorer versão 6 (seis) ou superior. Selecionadas essas opções. onde serão requeridas as informações sobre a empresa.1 Como se tornar uma empresa REGISTRADA Para se Registrar é necessário acessar. destacado na imagem abaixo. Segue a imagem da tela.rj.br e clicando no ícone “Inicie seu Registro! ”.compras.gov. deve-se clicar no botão “Continuar”. para que seja disponibilizada a 2ª Tela.1. a página do SIGA-RJ no endereço www. A tela seguinte será a 1ª Tela do Registro contendo a escolha do tipo de Pessoa (física ou jurídica) e.4. 1ª Tela – Escolha do tipo de pessoa e classificação da empresa. . a classificação da empresa.

2ª Tela – Dados da empresa .

Vale ressaltar que todos os campos marcados com “*” (asterisco) são de preenchimento obrigatório. deve-se prosseguir através do ícone “Incluir/Continuar” (destaque vermelho na 2ª Tela). Caso a empresa venha a se tornar Credenciada. Esse lançamento é obrigatório para pelo menos um funcionário ou sócio que irá utilizar o Sistema. que serão utilizados exclusivamente para alterações do Registro. sendo bloqueada a continuação para as telas seguintes em seu não preenchimento. Esta deve ser preenchida com os dados dos futuros usuários (representantes / responsáveis) da empresa no SIGA-RJ. Nesta tela será solicitada a criação de um usuário e senha. Nos casos em que o campo obrigatório não for característica útil do fornecedor deve-se utilizar o termo “NÃO APLICÁVEL”. esse responsável será acionado. enquanto a empresa não se tornar uma Credenciada. Preenchidos os campos da tela abaixo. a fim de possibilitar o acesso à 3ª Tela. 3ª Tela – Dados dos Responsáveis .

para as empresas Credenciadas. Após o preenchimento desses dados e clicando-se no botão “Incluir/Alterar”.Os representantes. visto que serão os responsáveis legais de todos os atos praticados perante o ERJ em seu Login. possuirão Usuário e Senha individuais e intransferíveis. o SIGA-RJ abrirá uma tela similar a esta. destaque em vermelho na Tela anterior. 3ª Tela A – Inclusão de outros usuários . com o nome do primeiro usuário gravado (destaque vermelho na 3ª Tela A) e disponibilizando novamente os campos para a inclusão de outros usuários.

Deve-se. utilizando-se o sinal “+” do lado esquerdo (destaque vermelho na 4ª Tela). Inicialmente o SIGA-RJ irá apresentar as famílias de materiais e serviços cadastradas. pois as mesmas serão verificadas em futuro Credenciamento e utilizadas para informar o fornecedor sobre as licitações que envolvam essas atividades. que deverá ser usado para se eliminar um usuário inserido. e o “Continuar” (destaque verde 3ª Tela A).Após a inclusão do primeiro usuário será disponibilizado os botões “Excluir”. . o Mapeamento. deverá ser indicado quais as classes de itens (materiais e/ou serviços) que o fornecedor está apto a fornecer de acordo com seu objeto social definido em seu ato constitutivo. certificar de que todas as classes indicadas estejam de acordo com o conteúdo do seu Contrato Social. sendo necessário expandi-las. também. que será usado para dar prosseguimento à última tela do Registro. Para concluir o registro no SIGA-RJ. As classes ficarão disponíveis e deverão ser selecionadas.

4ª Tela – Mapeamento (escolha das atividades vinculadas ao fornecedor) .

conforme a tela abaixo será apresentada a confirmação do Registro com as orientações finais sobre o Registro e a disponibilização dos modelos de solicitação de Credenciamento e Certificado. finalizando assim o Registro no SIGA-RJ.Selecionadas as atividades as quais o fornecedor esta apto a licitar. será disponibilizado ao final da tela o botão “Incluir/Continuar” (destaque vermelho 4ª na Tela A). Vale lembrar que o usuário e a senha criados no momento do Registro não permitirão acesso ao SIGA-RJ. mas somente realizar alterações . Por fim. 5ª Tela – Confirmação do Registro. 4ª Tela A – Conclusão mapeamento.

que não sejam em meio eletrônico.2 Como Alterar/Atualizar os dados do REGISTRO Para alterar os dados do Registro é necessário acessar. Desta forma. 4. Após ter o Registro analisado e liberado pela SEPLAG. deve-se prosseguir realizando as alterações desejadas de acordo com as instruções do subitem 4.compras. A liberação do Registro possibilitará a empresa de participar de todos os processos de compra do ERJ. destacado na imagem abaixo. será enviado um email para o email cadastrado.gov. A tela seguinte a esta escolha solicitará o usuário e senha criados no ato do Registro (destaque vermelho abaixo). através do Internet Explorer versão 6 (seis) ou superior.rj.no Registro antes da SEPLAG efetuar análise.br e clicando no ícone “Altere ou complete seu Registro”.1 deste manual. . a página do SIGA-RJ no endereço www. Inseridos usuário e senha clicar no botão “Continuar” (destaque verde abaixo) para que o SIGA-RJ apresente seqüencialmente as telas relatadas no ato do Registro (subitem 4.1 deste manual).1.

conforme tela abaixo. após ser solicitado o envio do usuário e senha. Caso o email seja reconhecido pelo SIGA-RJ. Selecionada essa opção. o SIGA-RJ disponibilizará uma nova tela onde deverá ser colocado o email cadastrado e selecionada a opção “Registro” (destaque vermelho abaixo).Nesta mesma tela será disponibilizada a opção “Esqueci a senha” (destaque azul acima). que deverá ser utilizada para os casos de perda e esquecimento. o sistema abrirá uma tela com a confirmação. .

2 O CREDENCIAMENTO O Credenciamento é o segundo status que um fornecedor pode assumir perante o SIGA-RJ e só pode ser efetuado após o Registro. o fornecedor poderá participar de todos os processos de compra do ERJ. através de seus usuários. Nessas situações. através do email fornecedor@planejamento. fato que na prática. o fornecedor Credenciado poderá. . conforme a tela abaixo. Além de estar apto a participar de qualquer processo de compra.gov. Com o Credenciamento o fornecedor estará habilitado a participar de todos os processos de compras do ERJ em meio eletrônico. outros possíveis emails que pudessem ter sido utilizados por ocasião do registro.br ou pelos telefones (21)2333-6989 e (21)2333-1907 ou através do Suporte SIGA telefone (21)2333-1870. por já possuir o Registro e acrescentando o Credenciamento. antes de entrar em contato com a Coordenadoria de Cadastro da SEPLAG-RJ.Caso não seja reconhecido.rj. sugerese verificar na própria empresa. 4. o SIGA-RJ abrirá tela de não reconhecimento. com o responsável pelo cadastramento no SIGA. receber e responder a cotações e manter-se atualizado sobre todos os processos de compras do ERJ.

é necessário enviar à SEPLAG a documentação constante no capítulo II da Portaria SUBLO 002/12. o SIGA-RJ enviará automaticamente para o email institucional a confirmação do Credenciamento junto com a listagem de seus usuários autorizados a operar no SIGA-RJ. Os documentos deverão ser encaminhados à Coordenadoria de Cadastro – COCAD – por uma das opções abaixo:  Correio eletrônico o Através do email: fornecedor@planejamento.2. 118. ficando a mesma respondendo pelos atos praticados por eles perante o ERJ.1 Como se tornar uma empresa CREDENCIADA Para tornar-se um fornecedor Credenciado. Os usuários também receberão um comunicado automático do SIGA-RJ informando o Credenciamento da empresa e do usuário e senha (inicial) a cada um deles. 118. Rio de Janeiro – RJ. Nesse ato. Estando a documentação de acordo com a legislação vigente. após concluir o Registro no SIGA-RJ. relativa à comprovação dos dados informados sobre o fornecedor no Registro. Centro. Recebida a documentação. térreo. Rio de Janeiro – RJ.gov.rj. esta será analisada pela equipe da COCAD. 8º andar. será efetuada a liberação do Credenciamento para o fornecedor.4.br o Preferencialmente em formato PDF  Correio Comum o Para o endereço: Avenida Erasmo Braga. .020-000. o Preferencialmente por carta registrada  Pessoalmente no Protocolo da SEPLAG o No endereço: Avenida Erasmo Braga. sala 800. CEP: 20. Ressaltamos que a partir do momento em que estas mensagens são enviadas a empresa passa a ser representada por seus usuários. Centro.

. funcionando como prévia habilitação junto à Administração Pública. 4. seja no Registro ou no Credenciamento. somente poderá ser feita através da COCAD por solicitação do fornecedor nos moldes do Anexo III da portaria SUBLO 002/12. prevendo a utilização do CRC como documento hábil para comprovar sua habilitação. o certificado substitui diversos documentos da fase habilitatória. 4. com a finalidade de facilitar o ato de habilitação para o responsável da licitação. Regulado pelo Capítulo III da portaria SUBLO 002/12. Informamos também que a partir da liberação do Credenciamento o usuário e senha criados no Registro são inutilizados. Depois de preenchidas essas solicitações o usuário terá acesso ao sistema.2.2 Como Alterar/Atualizar os dados após o CREDENCIAMENTO Após o Credenciamento qualquer alteração a ser realizada pelo fornecedor. visto que a senha enviada somente servirá para abrir o primeiro acesso. Assim.666/93.Os usuários em seu primeiro acesso serão solicitados a criar uma nova senha e pergunta/resposta secreta.3 Certificado O Certificado de Registro Cadastral (CRC) é um documento que pode ser requerido e usado por qualquer fornecedor. o CRC tem embasamento no artigo 34 da Lei Federal 8. O fornecedor deverá ficar atento ao edital de licitação. assim como diminuir os custos do fornecedor. a fim de verificar a existência de cláusula específica.

4.3.1 Não obrigatoriedade do CRC.2 Como se tornar uma empresa Certificada Para obter o CRC o fornecedor deve encaminhar para a SEPLAG-RJ. Rio de Janeiro – RJ. . a qualquer momento de seu interesse depois de feito o Registro. 118. Os documentos recebidos serão analisados pela equipe da COCAD. O CRC poderá ser visualizado e impresso através dos usuários do fornecedor dentro do ambiente do SIGA. Essa faculdade está prevista no artigo 6º e no parágrafo único da portaria SUBLO 002/12. Isso acontece porque alguns dos documentos apresentados possuem um prazo de validade inferior a 12 meses. visto que é um documento substituto a outros que podem ser apresentados no ato de habilitação. 4.  Pessoalmente no Protocolo da SEPLAG: o No endereço: Avenida Erasmo Braga. através de uma das seguintes opções:  Correio Comum: o Para o endereço: Avenida Erasmo Braga. conforme a legislação vigente e caso estejam de acordo. Possuir o CRC não é obrigatório. 8º andar.4. Rio de Janeiro – RJ. Centro. 118.020-000.3 Como manter o CRC válido O CRC tem vigência de um ano. a documentação conforme previsto no capítulo III da Portaria SUBLO 002/12. será concedido o Certificado. térreo. CEP: 20. mas parte da documentação precisa ser atualizada ao longo desse período para garantir que ele continue em situação regular. o Preferencialmente por carta registrada. sala 800.3. Centro.3.

4 Como renovar o CRC A renovação do CRC não acontece de forma automática. através de uma das opções mencionadas no subitem 4. a página do Portal do SIGA-RJ no endereço eletrônico www. para imprimir o documento de CRC somente na segunda opção é possível. existem duas possibilidades: na página do portal ou na área exclusiva do fornecedor. estarão relacionadas às datas de validade de cada documento relativo ao seu certificado e são de responsabilidade do fornecedor o acompanhamento e a atualização deles.3.2. 4. Contudo. Você poderá acompanhar a vigência dos documentos e certidões do seu CRC em sua página de consulta e visualização no SIGA-RJ. os prazos de vigência e os documentos relativos a ele. conforme relacionado no capítulo III da portaria SUBLO 002/12.br. em originais ou cópias autenticadas.3. Através do portal deve-se seguir os seguintes passos: 1.5 Como consultar o CRC Para consultar o CRC. Ao final do prazo de um ano de vigência do seu certificado.Para evitar que seu CRC fique irregular.3. você deverá encaminhar à SEPLAG a documentação necessária com antecedência de 5 (cinco) dias úteis ao seu vencimento. Acessar.rj. Lá. você deverá apresentar novamente a SEPLAG-RJ toda a lista de documentos requeridos para a obtenção inicial do CRC. 4. ou mesmo para imprimi-lo.compras. utilizando o Internet Explorer 6 (seis) ou superior.gov. .

. disponibilizando.2. a função “Fornecedores – CRC”. Selecionada esta opção. Nesta página inicial. que deve ser selecionada. 3. será aberto um sub-menu. dentre outras opções. deve-se escolher a opção “Informações” situada no canto esquerdo superior.

4. Na parte central da página será aberta uma caixa solicitando o “Usuário” e “Senha”. Validado o usuário e a senha. que depois de preenchidos disponibilizarão a função “Validar”. o Portal do SIGA-RJ disponibilizará a escolha da empresa. . 5.

Selecionada a empresa o Portal do SIGA-RJ abrirá. .6. validade do CRC. a situação do fornecedor. validade dos documentos e a função imprimir. automaticamente.

gov. utilizando o Internet Explorer 6 (seis) ou superior. Nesta página inicial devem-se utilizar os campos usuário e senha situados no canto esquerdo inferior na caixa vermelha exclusiva de acesso a fornecedores. Esta opção dará acesso ao SIGA-RJ. Caso seja interesse obter uma impressão do CRC. . Acessar. Para isto deverão ser seguidos os seguintes passos: 1. dos prazos de vigência e os documentos que compõe. também possibilita a impressão do CRC.compras. a página do Portal do SIGA-RJ no endereço eletrônico www. faz-se necessário acessar a área exclusiva do fornecedor dentro do SIGA-RJ. 2. que serve como um resumo das informações do CRC do fornecedor. A segunda opção.rj.br. que além de permitir a consulta do CRC.Essa impressão é chamada de “Espelho”.

em sua tela inicial. Acessado o SIGA-RJ. deve-se posicionar o cursor na opção “Cadastro”.3. .

4. Posicionado o cursor na opção “Cadastro” será disponibilizado a função “Manutenção de Cadastro” . . que dará acesso aos dados do fornecedor.

5. as datas de vigência de cada um dos documentos integrantes do CRC e a função CRC (destaque verde). . 6. No ambiente de “Manutenção de Cadastro” serão disponibilizadas algumas funções. dentre elas “Empresa” que deverá ser selecionada. data de validade do CRC (destaque azul). Rolando-se a tela até sua parte final poderão ser vistos: o número do documento CRC (destaque vermelho). Na função “Empresa” será disponibilizada para visualização os dados da empresa.

Na função CRC será disponibilizado o documento de CRC para impressão. .7. A impressão do CRC não possui custo adicional ao fornecedor e estará sempre disponível nesse caminho enquanto sua validade estiver vigente para futuras impressões.

devido à responsabilidade que o CRC implica para o fornecedor em mantê-lo atualizado/regular. Apesar de na teoria o CRC ser uma vantagem para toda e qualquer empresa. Outra variável importante a ser considerada pelas empresas é seu objeto social. fato que se transforma em custos através da autenticação de documentos e envio dos mesmos. devem ser feitas em sua maioria através de pregão eletrônico. visto que o ato de habilitação precede o ato das propostas. o envio de correspondência ou o deslocamento de um funcionário até a SEPLAG-RJ. pois permite a esses economizar tempo (verificação de documentos do ato de habilitação) e àqueles recursos financeiros (cópias autenticadas requisitadas do ato de habilitação). Desta forma. pois servirá para qualquer processo licitatório independente do objeto licitado ou modalidade de licitação.520/02.6 Considerações sobre o CRC O CRC é um documento opcional que visa facilitar tanto às empresas quanto aos pregoeiros. . economicamente. no mínimo. ao requerer o CRC a empresa não sabe a que processo licitatório irá participar. Assim ao requerer o CRC a empresa precisa ter a noção que caso seu objeto seja muito voltado a esta modalidade de licitação somente irá utilizá-lo caso ganhe o certame. Afirma-se isso. para empresas que possuem grande participação em processos licitatórios guiados pela Lei Federal 8. na prática o CRC somente se apresenta vantajoso. atualmente. pois por força legal as compras públicas.3. ou para as empresas que ganham muitas licitações guiadas pela Lei 10. é interessante à empresa calcular o custo benefício desta vantagem visto que todo mês será necessário. Desta forma. fato que impõe à licitação o tipo “menor preço”. pois o ato de habilitação somente ocorre para o vencedor do pregão. sendo necessária a comprovação de sua habilitação em todo objeto social contido em seu ato de constituição. Por funcionar como uma préhabilitação o CRC possui escopo amplo.4.666/93.