You are on page 1of 3

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA D.

MARTINHO VAZ DE CASTELO BRANCO ANO LETIVO 2012/2013 FICHA DE AVALIAÇÃO DE PORTUGUÊS - 10º ANO

Lê com atenção o texto que se segue e responde, de forma clara, completa e com correção ortográfica, às questões.

16p 5.16p 6. 4.1.2. concretas.6p 3.60p . 2.1. 1. Identifica os verbos e indica a sua subclasse.1 Fiquei completamente molhado.1. “Não existe melhor altura para interrogar as alterações climáticas. 48) 4.1 Indica a classe e a subclasse das palavras sublinhadas. etc.” 2. “Uma tristeza espessa paralisa a cidade” (l. a Europa está cheia de imigrantes ilegais . os turistas continuavam na rua.41) 3. 3. Explica o sentido desta metáfora. A cronista parte de vivências pontuais.  o texto deve ter um mínimo de 100 e um máximo de 180 palavras Cotação do teste Grupo I 1.100p Grupo II 1. Classifica as orações sublinhas nas frases seguintes. 2. 1. um programa de televisão /rádio.1..10p 3.3.. “Apesar da fortaleza e da ponte levadiça. e redige um texto para dares a conhecer a tua opinião sobre o tema que selecionaste. 1. Por palavras tuas. Em relação aos imigrantes. Identifica e classifica o sujeito da oração principal..16p 4. um jogo de computador.2.” 2. Indica de que vivências pessoais parte e quais os problemas globais que aborda. 2. Atenta na frase seguinte: Os imigrantes que estavam na estação vieram da Ucrânia.16p 2. para a colocação de questões de dimensão mundial. Indica a função sintática das expressões sublinhadas. Indicao e classifica-o gramaticalmente.1.1. Indica as características do texto que permitem classificá-lo como uma crónica.1.1. o ponto de vista da autora diverge claramente do dos italianos..2.1. que pinga por entre as varetas do chapéu de chuva e ensopa os ossos e embrulha a vida em humidade e provoca arrepios.I 1. Os imigrantes.3. II 1.1.18p Total. “Uma chuva.9p 1.7p 1. um livro. 3. A ligação entre as últimas orações estabelece-se pela repetição do mesmo conector. não são bem aceites pela população.2.3. 3.” (l.1. um CD. Em que termos se exprime esta divergência? 6. Qual o efeito expressivo da repetição no contexto em que surge? 3.6p 2. 1.. 3. que trabalham em Itália.2.40p Total. esclarece a primeira parte da afirmação.8p 2. pois esqueci-me do guarda-chuva.12p Grupo III Total.1.1. Apesar do frio. 5. III Escolhe um acontecimento cultural. 5.

estar.3. “uma tristeza espessa” materializa o sentimento.2.1. Apresentando um ponto de vista pessoal.advérbio de negação. A experiência pessoal que dá origem à crónica é uma tempestade inesperada numa visita a Milão. repetidamente. vivida pela cronista.1 não. a partir de uma situação concreta. na cidade antes efervescente. Oração coordenada explicativa 3.1.1. 6. a um registo literário. 2. que estavam na estação – modificador do nome restritivo. 2. II 1.1.adjetivo relacional 3. A “fortaleza e ponte levadiça” representa todos os mecanismos legais e dispositivos policiais a que a que os países da Europa recorrem para tentar travar a imigração ilegal.preposição. pretexto direto para a autora abordar as alterações climáticas e demográficas que afetam a Europa. 4.Correção I 1.1.2. 5. “paralisa a cidade” acentua a impressão de ausência de vida. assinado. A repetição tem como efeito a intensificação das sensações desagradáveis provocadas pela chuva.1. que aborda criticamente problemas da realidade contemporânea. oscila entre a ironia e a reflexão e recorre. exprime solidariedade para com o seu esforço diário de sobrevivência. a autora não considera os imigrantes perigosos. “num meio hostil muito longe de casa”.verbo copulativo.verbo transitivo indireto 2. Oração subordinada relativa explicativa . em finais de Maio.3. climáticas. 3. Ao contrário dos italianos. de movimento. Os imigrantes – sujeito simples 1. transformando-o em sensação física e tornando-o mais intenso. Oração subordinada concessiva 3.1. para.2. É um testo jornalístico breve. Conjunção coordenativa copulativa e. não lhe causam medo. da Ucrânia – complemento oblíquo 1. vir.