You are on page 1of 23

Título da obra

:

CACHINHOS-DE-MEL
O CO NT TO O-D E-FA DA AS SQ QU UE EV VO OC CÊ ÊA AIIN ND DA AN NÃ ÃO OO OU UV VIIU U ON DE AD

Autor:

GIL LS SO ON N SA NT TOS S DE OL VE EIIR RA A AN LIIV

Categoria:

TE EATR RO O IN NF FANTIIL L

Cachinhos-De-Mel
“O Conto-de-Fadas que você ainda não ouviu”

De Gilson Santos De Oliveira

Número de Atos: Único, a maioria das cenas acontecem no quarto de Cachinhos-de-Mel Personagens e figurinos: (por ordem de entrada) 1. Bobo-da-Corte É uma espécie de narrador ou apresentador. É ele quem cantará a grande maioria das músicas, se vestirá à caráter, ou ainda poderá se transformar em um arlequim, uma colombina, caso interpretado pôr uma mulher ou ainda um pierrot, tudo dependerá do diretor. 2. Cachinhos-de-Mel É a princesa do Reino Encantado, ela é a única herdeira do trono, tem esse nome devido seus cabelos serem douradinhos e encaracolados. Admira o seu tio, o Poderoso Meleka e não acredita que juntamente com o seu primo Caquinha Borrão, queiram destruí-la. Deverá estar sempre vestida de cores claras, o branco pôr exemplo. 3. Poderoso Meleka É um perverso bruxo, que fará de tudo para destruir Cachinhos-de-Mel e se tornar o novo rei do Reino Encantado. É o pai de Caquinha Borrão, seu cúmplice, em suas ruindades. Tem um chapéu, uma capa, unhas grandes. 4. Caquinha Borrão É o auxiliar do Poderoso Meleka, seu pai. É a princípio amigo de Cachinhos-de-Mel, muito cínico e aproveitador desperta o ódio em todos os amiguinhos de sua prima. Depois que seu pai for o rei, pretende destruí-lo para conseguir o seu posto. Veste-se basicamente como seu pai. 5. Sinápico É o rei do Reino Encantado e pai de Cachinhos-de-Mel, morre quase no início do espetáculo, mas aparecerá para a sua filha. Dá uma missão à sua filha para que a direção do Reino Encantado não caia em mãos errôneas: Poderoso Meleka e Caquinha Borrão. Deve vestir-se com coroa, cetro, muito tecido com brilhos, capa e botas.

uma vez que não será preciso apenas sugerir ambientes com um ou dois objetos: o ambiente será o real com todos os objetos e detalhes. Sendo os cenários fáceis de montar. inclusive este que você ainda não ouviu. (Cachinhos-de-Mel está deitada na cama. Sua roupa deve se assemelhar com as dos cozinheiros atuais. juntamente com o laranja. esta cena acontece em seu quarto) Música: Era uma vez. Raio-de-Luar É a Fada-Madrinha da região. com muitos adereços de cenas. Muito distraída e atrapalhada não medirá esforços para ajudar a Cachinhos-de-Mel. cada qual uma parte.) I Uma história diferente Vou contar para vocês. Pôr-de-Sol É amigo inseparável de Cachinhos-de-Mel. na sala de recepção da Fada-Madrinha Raio-de-Luar. . com aqueles chapelões. poderá se dar a entonação certa para o local onde a cena acontece: no quarto de Cachinhos-de-Mel. E como toda história pede. 7. 9. Estrela-Cadente Outra amiga de Cachinhos-de-Mel. predominando o verde e o vermelho.6. ela quem é a instrutora de Entrelinhas-da-Chuva. no castelo. Cenários: Os cenários são os mais simples possíveis.. que vive na colina Sol de Cristal. Deverá se vestir com lilás. Usa uma sombrinha com transparências e seu vestido tem cores coloridas.. ou podem todos os personagens cantar.. fica a critério do diretor. onde situa-se o castelo do Reino Encantado.. seu grande sonho é conhecer o Rei Sinápico. Muito atarefada. já está meio velhinha e pretende se aposentar. Entrelinhas-da-Chuva É uma aprendiz de fada. o espetáculo poderá ser encenado com realismo absoluto. ficará muito enciumada com a chegada de Entrelinhas-da-Chuva. Era uma vez. predominando o amarelo e o azul. (canta Bobo-da-Corte. trabalha na cozinha real do castelo. não poderia ser diferente. Ela tem um diadema. Tem um vestido roxo. 8. Cena 01. Bobo-da-Corte Como todos os Contos-de-Fadas. no sótão do castelo e no pátio do mesmo. cor que predominará nela.

E até Estrela-Cadente O Reino Encantado tem Muito bem! Muito bem! Bobo-da-Corte Era uma vez uma princesinha. Não pode ficar a dormir. Música: O sol já declinou (cantam Bobo-da-Corte e Cachinhos-de-Mel. II Responsabilidade de princesa. Mas teme pela filha Nas mãos de seus parentes IV Tem fadas e Pôr-de-Sol Trabalhando pelo bem. assim ela se chamava. a III parte) I Está na hora de acordar. Meu café tem que estar pronto.Começa com: “era uma vez.. Num Reino Encantado Uma linda princesinha E dois bruxos bem malvados III Sinápico é rei. Bondoso e inteligente. Cachinhos-de-Mel. E com toda sua beleza. devido seus cabelos serem encaracolados e douradinhos. Pois o sol já declinou. III Estou pronta para o reencontro. Você tem que levantar. Pois a preguiça pode esperar. órfã de mãe. . Muito ingênua. assim.. Você tem que cumprir.” II Era uma vez. que vivia com seu pai no Reino Encantado. O dia já raiou.

.. que por sua ingenuidade não se amedronta.. Caquinha Borrão (sempre com ar de deboche) Infelizmente. pois caso não aceite este cargo. gosta deles).. Como ele está? Poderoso Meleka Seu pai já viveu o suficiente e como já disse. infelizmente. seu adorado filho. fico até arrepiada só de pensar em ser rainha algum dia. infelizmente. mas tenho. Poderoso Meleka Queria lhe dar um bom dia querida sobrinha. Caquinha Borrão O trono. aliás. o poderoso bruxo deste Conto-de-Fadas e (com nojo) Caquinha Borrão. pense muito bem em suas decisões.. más notícias. e você sabe que eu já estou muito velho (segurando às costa) para assumir algo de tamanha responsabilidade. que o rei só tem uma única herdeira e que trata-se de você. Bobo-da-Corte Tudo seria muito melhor na vida de Cachinhos-de-Mel se não surgissem em seu caminho: (entrando em cena após seus nomes serem chamados) o Poderoso Meleka... majestade. Cachinhos-de-Mel (curiosa) O que ocorre? Caquinha Borrão Seu pai. Para alguém. Poderoso Meleka Eu sei minha queridinha e foi esse o motivo que me trouxe até aqui. a pessoa mais cotada para ele serei eu. portanto caso aconteça algo mais grave com seu pai. (Poderoso Meleka e Caquinha se batem e após se divertem com Cachinhos-deMel.. Poderoso Meleka E todos sabem que. terá que deixar o trono para alguém. . (fazendo um gesto de cortesia real e Caquinha Borrão imitando-o) Cachinhos-de-Mel Não me trate assim titio fico.. Cachinhos-de-Mel (interrompendo) Papai? Vamos titio me conte....Senão eu irei reclamar.

.Cachinhos-de-Mel (perturbada) Com certeza pensarei e tomarei uma atitude prudente. e quando eu me for. Tenha um bom-dia. entregar em suas próprias mãos uma missão. Sinápico É meio difícil. você será dona de todas essas terras. trata. o rei Sinápico procura a filha Cachinhos-de-Mel para. adorado filho. (tira uns mapas do bolso) Você está vendo essas terras ao redor do nosso Reino? (ela afirma) Pois é logo seu pai fará uma longa viagem. Caquinha Borrão Não se trata de um segredo. Poderoso Meleka Vejo que a deixei um pouco perturbada e para que não continue assim pelo resto do dia. Cena 02. não conte a seu pai que estive aqui esta manhã. Sinápico Filha. Cachinhos-de-Mel . Cachinhos-de-Mel Então conta logo pai. Cachinhos-de-Mel Tenha certeza titio. Cachinhos-de-Mel entendeu muito bem nosso recado. Bobo-da-Corte Com o seu estado de saúde se agravando. A grande missão. além de alertá-la do mal que sofre. uma grande missão. Cachinhos-de-Mel Para vocês também. Cachinhos-de-Mel Pai? Algum problema? Sinápico Não minha querida. pois não quero magoá-lo. venho lhe trazer boas notícias.. manterei segredo. Poderoso Meleka (interrompendo) Vamos indo.

ela só observa os mapas. Estrela-Cadente E será que a princesa poderá compartilhar conosco? Cachinhos-de-Mel Não sei se posso. Caquinha Borrão (olhando para trás) Eu??? Você tem certeza do que fala? Cachinhos-de-Mel . Puxando o tapete. (ela já presta mais atenção nele e o abraça).Seu tio Poderoso Meleka. Prometa. venha. ele continua a falar) Filha. do Rio Sagrado. (ele para de falar de repente. Cachinhos-de-Mel passeia toda feliz pelos jardins do Castelo. . que estava escondido desde o início da cena e o chama) Quero que ouça o que vou dizer. creio que dentro de dois dias. mais tardar três. o Poderoso Meleka prepara-se para tomar o seu lugar no trono do Reino Encantado. eu quero que você tenha muito cuidado. Bobo-da-Corte Com toda a sua ingenuidade. Cena 03. – Eu sempre estarei ao seu lado. Pôr-de-Sol Posso saber o porque de tanta felicidade neste rostinho? Cachinhos-de-Mel Hoje recebi uma notícia que me deixou muito. creia em mim. Estrela-Cadente Ah! Então conta logo! Cachinhos-de-Mel Eu tenho uma missão neste Reino (vê o Caquinha Borrão. mas muito feliz. da Planície Vermelha e das Terras Gélidas. Cachinhos-de-Mel E quando viajará? Sinápico Meu estado de saúde se agrava. mas meu pai não me pediu segredo.Até do Rio Salgado? Sinápico Sim. irradiando alegria e nem imagina que seu tio.

Nada em mim . Música: A morte de meu pai (canta Cachinhos-de-Mel) I Ainda estou confusa. O dia da viagem. Bobo-da-Corte Chegou enfim. acredita que o Poderoso Meleka e Caquinha Borrão são pessoas de boas intenções. Pôr-de-Sol E qual o motivo dessa tristeza? Cachinhos-de-Mel Porque a viagem de papai não terá retorno. bem a minha missão só irá começar quando meu pai dor fazer uma grande viagem. Cena 04. Ambos Certo. Mas algo de ruim vai acontecer. E parar de bater. após obter essas informações. por incrível que pareça. Bobo-da-Corte Cachinhos-de-Mel não esperava que Caquinha Borrão. estava repleta de sonhos terríveis e ficava dias trancada em seu quarto todo escuro. o dia tão esperado por Cachinhos-de-Mel. que. correria para contá-las ao seu pai. e terei uma coroa. Não sei bem ao certo o que é.Como eu ia dizendo. Pôr-de-Sol Mas em partes. Coro Pois quando seu coração parar de bater. se-gre-do. Com tudo que se passa. apesar do amigos e de outras companhias. que ainda não entendia o seu verdadeiro significado e ela sentiu-se muito sozinha naquele imenso castelo. (triste) então eu serei dona de todas essas terras. Cachinhos-de-Mel (se retirando) Antes que eu me esqueça: quero que vocês me prometam segredo. o Poderoso Meleka e juntos começarem a planejar algo tenebroso para a “ente querida”. tudo isso vai ser bom para você.

. o senhor ainda está aí? Pai! Pai! Pai!!! Bobo-da-Corte Música: Fada. E sem você eu nada sou. Não se vá papai. juntamente com sua mãe. mesmo para mim. como um último pedido. Seu tio não é essa doçura que ele pinta ser. Vive numa nuvem Perto de uma estrela Fadinha. Cachinhos-de-Mel (decidida) Isso não é possível!!! Sinápico (em of. o Poderoso Meleka está disposto a destruí-la. Sinápico (em of. fada. mas tem que acreditar em mim.) Sei que é difícil para você. mas obedecerei o seu mandato. fada..) Cachinhos-de-Mel. II Pois você tudo é em mim. (pausa) Seu tio. onde está o senhor? Quero ver a sua face. minha filha. Cachinhos-de-Mel Pai.. porque o senhor me abandonou? O que farei agora? Sinápico (em of. Tão bela. tive que partir e algum dia você também virá para onde estou.) Filha. Você recebeu uma missão e terá que cumpri-la. . necessito de todo o seu carinho.. Tudo em mim. quero que saia dessa escuridão e vá até a Colina do Sol de Cristal.. eu não te abandonei.. (pausa) Pai. portanto... Tenho muito que aprender.Viverá. fada.. Cachinhos-de-Mel Papai. preciso lhe abraçar. procurar a ajuda da Fada-Madrinha Raio-de-Luar. fadinha. I Fada. Cachinhos-de-Mel É muito difícil.

Tanto pode chegar agora.. por favor. mas não tenho condições.. quer roubar o meu trono e preciso (pensativa/pausa) de sua ajuda. Lá. (olhando para Cachinhos-de-Mel) Digo. Entrelinhas-da-Chuva (nem olha na cara de Cachinhos-de-Mel) É uma pena. mas estou prestes a ser. toc. estou a procura da Fada-Madrinha Raio-de-Luar.. ou melhor uma idiota. .. aliás nem data prevista para chegar ela tem.. o Poderoso Meleka. lá. Abre a porta e entra Cachinhos-de-Mel) Cachinhos-de-Mel Por gentileza. pois só falta uma prova para que eu receba o meu certificado. pois meu tio. Protege a princesinha. lá. anos-luz! Cachinhos-de-Mel Isso é uma piada! (pausa) Então me chame outra fada. (durante a música há mudanças de cenários. como poderá chegar daqui a cem anos mais ou menos. Só um idiota não sabe disso. para a grande convenção das fadas. mas a Fada-Madrinha Raio-de-Luar não se encontra. Praticando o bem Será Fada-Madrinha Fadinha. as fadas se reúnem na Cidade dos Sonhos Mais Que Impossíveis. toc. Sinto muito. Entrelinhas-da-Chuva Isso sim é uma piada: Ah! Ah! Ah! Ah! Ah! Cachinhos-de-Mel (triste) Por que você ri de mim? Entrelinhas-da-Chuva Todo ano. Cachinhos-de-Mel Você não percebe que eu estou aflita. Você é uma fada. nesta época. toc. não é? Entrelinhas-da-Chuva (assustada) Eu??? Bem! Ainda não sou uma fada.II Aprendiz de fada..

Cena 05. Caquinha Borrão (entra preocupado e gritando) Poderoso Meleka. Quem quer fazer mal A Cachinhos-de-Mel? Bobo-da-Corte Não sabendo da ausência da sobrinha no castelo.. seu idiota. . ou melhor..Cachinhos-de-Mel Por favor entenda a minha angústia! Entrelinhas-da-Chuva Está vendo aquela varinha-de-condão ali? Não me pertence. Poderoso Meleka se preocupa. deixa prá lá. Poderoso Meleka. Princesa feliz Do Reino Encantado. pois comigo só funciona quando realizo minhas provas. é que. Pode. Entrelinhas-da-Chuva Então é a única herdeira do Reino Encantado? Espere um milésimo de segundo. Cabelo dourado. Só uma verdadeira fada poderia usá-la e não é meu caso. ocupa o seu tempo com algo banal e sem nenhuma importância. Poderoso Meleka (interrompendo) Não me atrapalhe. o rei Sinápico... Caquinha Borrão Eu não queria atrapalhá-lo. vou pegar meu livro de mágicas e a varinha-de-condão e seguiremos já para lá. II Gotinha de Sol Pureza de Céu. Cachinhos-de-Mel (já de saída) É que meu pai. não percebe que estou preparando uma poção mágica (envaidecido) a qual deixará meus cabelos da cor do arco-íris. Preparando o mal Bobo-da-Corte Música: Quem quer fazer mal I Cachinhos-de-Mel.

. está mais calmo. Poderoso Meleka (pensativo) Hum!!! Aquele banguela e aquela coisa sardenta.Poderoso Meleka (interrompendo novamente) É que.. Pronto.. Poderoso Meleka (nervoso) Cachinhos-de-Mel? O que aconteceu.. e onde terá ido a minha “adorada” sobrinha? Caquinha Borrão (inocentemente) Isso que eu queria saber. o negócio é o seguinte: Cachinhos-de-Mel. Caquinha Borrão Ih! Me esqueci! (leva um tapa do pai e se exalta) Também. calminho. aquele banguela e a sardenta da Estrela-Cadente. é o que.. tinham que estar metidos nessa história. conte logo. mas eles não perdem por esperar. Diga. e eu fico nervoso e sabe o que eu faço quando eu fico nervoso? Poderoso Meleka Não!!! Caquinha Borrão Eu. Caquinha Borrão (nervoso) Não me interrompa. Poderoso Meleka (nervoso) Isso sou eu quem queria saber. é o que? Não me venha com bobagens novamente? Mas fale logo. o que. Caquinha Borrão . Poderoso Meleka Deixe de papo furado e vamos comigo até o sótão. Caquinha Borrão Foi isso mesmo que eu quis falar. eu choro (voz manhosa e choramingando) Poderoso Meleka (acalmando-o) Fique calmo.. diga. (pausa) Ela não se encontra no castelo. o senhor fica falando é que. (Caquinha Borrão afirma) Então conte logo o que veio dizer? Caquinha Borrão Ah! É mesmo. Essa foi uma conversinha que ouvi entre o Pôr-de-Sol. eu.

Onde estou não serei útil em nada. num dos cantos de seu quarto e de repente aparece o seu pai. (abaixa a cabeça novamente) Sinápico (em cena) Olhe ao seu redor. papai. Sinápico (vai falando e se afastando e poderá sumir num efeito de fumaça) A palavra de consolo que te deixo é essa minha querida: vença o mal com o bem. Cachinhos-de-Mel Papai!!! Cena 07.) Não desanimes filha. Além de ser mais forte do que eu. eu lhe suplico. Música: O bruxo forreca e seu filho abobado . Entrelinhas-da-Chuva nem fada é? Sinápico (em of. (Poderoso Meleka leva-o arrastado) Cena 06. Bobo-da-Corte Cachinhos-de-Mel percebe que tudo está perdido. minha filha. Cachinhos-de-Mel Leve-me junto papai. Poderoso Meleka. Você está no caminho certo. a princesinha conseguiria descansar. Minha hora chegou e tenho que ir ao encontro de sua mãe e de meu pai.Sótão. Ajuda em oculto. Não nasci para reinar e você sabe disso melhor do que eu. muito medo. (ela levanta a cabeça aos poucos) eu estou contigo. Cachinhos-de-Mel Mas. Entrelinhas-da-Chuva. o rei Sinápico) Jamais conseguirei vencer meu tio.. Cachinhos-de-Mel (ela está bem abatida. Poderoso Meleka e Caquinha Borrão fariam de tudo para tomar o que lhe foi dado por herança e nem com a aprendiz de fada. Coragem minha filha. eu tenho medo. Sou um espírito e não pode me tocar. Cachinhos-de-Mel (ela vê o pai levanta-se e corre tentando abraça-lo) Pai!!! Sinápico Calma. O plano infalível..

mas prefiro algo mais cruel. que me faça rei. (pausa) Necessito. de maneira nenhuma. acabo não pensando.. Poderoso Meleka Deixe-me ver. pois preciso fazer algumas correções neste Manual de Bruxarias. caso aconteça a poção mágica perderá todo o seu encanto e o meu também. a II parte que chegam com um livro imenso de bruxarias) I O jovem Caquinha É tão abobado. é óbvio. De um bruxo forreca Poderoso Meleka Eis aqui a grande arma com a qual acabarei de vez com Cachinhos-de-Mel! Caquinha Borrão Eu gostaria de trancá-la na masmorra. a I parte e Caquinha Borrão. traga-me uma pena. O que pensaria o meu pai lá das profundezas? Criei um filho para brincar de ser bruxo? Não! Portanto. (Poderoso Meleka olha com cara feia e o filho obedece-o) Poderoso Meleka (com a pena na mão) Deixe-me pensar. Não acho a página. mas. não esse verbo não combina . (pausa) mais pessoal. para uma grande poção mágica. Malvado Meleka. são necessários ingredientes audaciosos..(cantam Poderoso Meleka. (pausa) Aqui está. (começa ler resmungando. Caquinha Borrão. Poderoso Meleka (interrompendo) Silêncio! Preciso me concentrar. Complica esta história E faz tudo errado II Meleka malvado. não. mais. Não passa. procuro algo mais sangrento e por que não dizer.. mas não gosta da idéia) Não isso não. entretanto.. juntamente com aqueles dois. e com você ao meu lado o tempo todo. (anda de um lado para o outro e fala) Poderia mesmo colocar pernas de lagartixa e quem sabe até asas de morcegos. Caquinha Borrão Quem ouve! Hum! Até parece que ele pensa. (se desespera consigo) Mas ela não poderá morrer. mais familiar (com alegria ajeita os cabelos e chama o filho) Caquinha Borrão. (assustado) Mas papai sabe que não é permitido.

o Poderoso Meleka? Entrelinhas-da-Chuva Não venha aborrecer a princesa. o que fará com o seu tio. Como dizia preciso. pois não consigo me aproximar de certos elementos. novamente. (saem) Cachinhos-de-Mel Pôr-de-Sol tem razão Entrelinhas-da-Chuva...comigo. Estrela-Cadente (interrompendo) Vamos indo Pôr-de-Sol. de sardas de um tenebroso rostinho e o último e o principal ingrediente. mas eu nem ligo. (Caquinha Borrão sai) Cena 08. (vê Caquinha Borrão que se aproxima) Entrelinhas-da-Chuva Bem. Pôr-de-Sol Me desculpe é que todos. ficou melhor.. pare de ficar amolando a princesa com esse papo desagradável. mas sabia que teria que cumprir sua missão. Caquinha Borrão E como irá traze-la até aqui? Não lembra que ela está proibida. Pôr-de-Sol Cachinhos-de-Mel. até deixaria o seu tio reinar. (se abraçam) Ande logo e me traga os três até aqui. ainda mais agora. Cara e coragem. pelo próprio pai de vir no sótão do castelo. Não posso ficar parada enquanto meu tio.. Pronto! Meu feitiço está completo. enquanto preparo algumas ciladas. Se dependesse dela. com esse tipo de assunto. (sai) Caquinha Borrão Será que o que ela falou. foi para mim? Que injustiça. de um dente de uma boquinha banguela. Bobo-da-Corte Enquanto o Poderoso Meleka e Caquinha Borrão planejavam o fim de Cachinhosde-Mel. ela e seus amiguinhos procuravam uma solução para acabar com a situação sem magoar ninguém. Pois Pôrde-Sol e Estrela-Cadente estão bem chateados com essa “fadeca de meia tigela” . já vou indo. que por sinal é o mais interessante: os cabelos da pessoa em que a poção mágica será usada. Poderoso Meleka É nessas horas que eu adoro ter um filhinho como você.

ora. Poderoso Meleka Que não seja por isso. que estão necessitados de você. Cachinhos-de-Mel Vim por que Caquinha Borrão disse-me que estão aqui. o que eles irão pensar: “Não veio para ficar com aquela ‘fadeca de meia tigela’” Cachinhos-de-Mel Você tem razão. Venha comigo. quem nós temos aqui em meus aposentos. eles estão lá no sótão.Cachinhos-de-Mel não estou entendendo o quê quer dizer com isso. percebia que estava sendo enganada. Nesse exato momento. adorada priminha. A prisão perpétua. Caquinha Borrão. reclamando dessa tal “fadeca de meia tigela”. Cachinhos-de-Mel Preciso falar com eles. Caquinha Borrão É simples. Estrela-Cadente e Pôr-deSol estão lá no sótão com papai. pois que me lembre Entrelinhas-da-Chuva não fez nada que magoa-se ninguém a tal ponto. (pausa eles entram) Mas. e Cachinhos-de-Mel. não é a princesinha Cachinhos-de-Mel? O que a trazes até aqui? Cachinhos-de-Mel Vim a procura de meus amigos. a coroa e o manto em seu poder. o Poderoso Meleka já se sentia com o cetro. Cachinhos-de-Mel (parando) Caquinha Borrão. Poderoso Meleka Tenho certeza que esse inútil não vai conseguir trazer essa princesinha até aqui. pois ele não consegue amarrar o próprio cadarço de seu sapato. Cena 09. Caquinha Borrão Vamos. Poderoso Meleka (sentando-se) Pode procurá-los. Bobo-da-Corte Com essa sabotagem. pode procurá-los. . você sabe que não me é permitido ir até lá. Caquinha Borrão Nem para falar com seus amigos.

vamos brincar de bonecas. Seus amigos saíram. eu: Caquinha Borrão farei de tudo para derrubá-lo e assumir o seu posto. Cachinhos-de-Mel (interrompendo-o) Eu posso brincar com você. (ela é acorrentada pelo Poderoso Meleka) Poderoso Meleka Caquinha Borrão. (pausa) Estou tão sozinho. Poderoso Meleka. não. ficar de mão com mão e recitando aquelas melodias. Caquinha Borrão Pode contar comigo. você será o único irresponsável. todas sem graça. Cachinhos-de-Mel Que tal se brincássemos de home-home. Caquinha Borrão E do que poderemos brincar? Cachinhos-de-Mel Sei lá. mas depois que ele for o rei..Cachinhos-de-Mel É melhor pararem com essa brincadeira. Cachinhos-de-Mel Então. Claro. não se preocupe (Poderoso Meleka sai e Caquinha Borrão fica andando de um lado para o outro resmungando) Meu pai nem sabe. ele quer tudo para ele e isso não é justo. e se algo acontecer a ela. Vou buscar os outros ingredientes. . Caquinha Borrão De verdade? Cachinhos-de-Mel Claro. caso me solte. talvez de azulina premiada. Caquinha Borrão Que chatice... Caquinha Borrão Ah. Caquinha Borrão Mas não estamos brincando. é claro. sem ninguém para poder brincar de. a única coisa que terá que fazer é me soltar. mas você não pode sair agora. temos que dividir as coisas. nada vai acontecer a Cachinhos-de-Mel. cuide do meu caldeirão e da minha convidada.. É muito chato ficar pulando e jogando arroz pela cabeça.

Caquinha Borrão Tudo bem. Caquinha Borrão Sim. Poderoso Meleka. Bobo-da-Corte De uma hora para outra. é mais não conte pra ninguém e vamos brincar de outra coisa. Caquinha Borrão Mentirosa.. Qualquer coisa. o Poderoso Meleka vai mexer em seu caldeirão) Cena 10. Raio-de-Luar chega na Colina Sol de Cristal e logo percebe a ausência de sua aprendiz de fada. pois o Poderoso Meleka pode chegar e acabará comigo. Caquinha Borrão (interrompendo) É melhor deixarmos essas brincadeiras para outra oportunidade. como um relâmpago. vou te soltar.. Poderoso Meleka O que ele iria fazer Cachinhos-de-Mel? Cachinhos-de-Mel Me soltar para brincarmos de bonecas... Poderoso Meleka Vamos parar com essa palhaçada. (quando Caquinha Borrão vai soltá-la chega o Poderoso Meleka com Pôr-de-Sol e Estrela-Cadente amarrados) Poderoso Meleka O que pretende fazer? Caquinha Borrão Não!. A possível solução. Caquinha Borrão. era para cortar as unhas dela... Cachinhos-de-Mel Vamos brincar de. (enquanto Caquinha Borrão coloca-os ao lado de Cachinhos-de-Mel. . Ela quer nos desunir papai? Não está percebendo. cuide desses dois. Cachinhos-de-Mel Que tal brincarmos de joaninha arrependida. Entrelinhas-daChuva.Caquinha Borrão Oba! Vamos? Eu adoro brincar de bonec.

apronte alguma coisa. pois a Fada-Madrinha Raio-de-Luar não chegará a tempo. antes que essa “fadeca de meia tigela”. seria? Poderoso Meleka Teria coragem de acabar até com meu próprio filho para me tornar o rei. Bobo-da-Corte A única coisa que existe entre os outros Contos-de-Fadas e este que você ainda não ouviu. Pôr-de-Sol . a princesa acaba com um belo príncipe e Cachinhos-de-Mel está prestes a ser executada pelos próprios parentes e sem ninguém para ajudá-la. vamos. (ela consulta a bola de cristal e fica meio tranqüila) Então ela está no castelo de Sinápico. hu. Entrelinhas-da-Chuva nem fada é. Mas afinal de contas. Cena 11. Caquinha Borrão Agora Cachinhos-de-Mel será uma de nossas criadas. para começar a preparar a minha poção mágica. preciso me concentrar. Caquinha Borrão Ah! É mesmo. fofurinhaaaaaa. não pare de mexer. e poderá colocar tudo em risco. tomara que eu chegue a tempo de interrompe-la.. Já sei. Poderoso Meleka Nossas não. sim isso que ela é. Caquinha Borrão. que foi até o Reino Encantado para ajudar Cachinhos-de-Mel.. Bobo-da-Corte Parece que os objetivos do Poderoso Meleka serão alcançados. Cachinhos-de-Mel Você não seria capaz de acabar com a sua própria sobrinha. apresente-se já a sua Fada-Madrinha. pois a FadaMadrinha Raio-de-Luar não soube entender o plano de Entrelinhas-da-Chuva. Agora fiquem quietos. hu. Trouxe um presentinho para você (anda de um lado para o outro) Meu Deus! Minha varinha-de-condão! O que essa “moleca” pensa que está fazendo? Eu posso até ser expulsa do rol das fadas e ser transformada numa minhoca de duas cabeças por dois ou três meses. senão desanda tudo (Entrelinhasda-Chuva está escondida demonstrando muito medo) Primeiro quero o dentinho de uma boquinha banguela.Raio-de-Luar Fofura. não se esconda. Tenho que impedi-la de fazer qualquer bobeira. Final feliz escrito está.. Ela sabe das regras.. é apenas um: em todos os outros. vou consultar minha bola de cristal. minha criada.

. (arranca-lhe da boca um dente e joga no caldeirão) Poderoso Meleka Agora. Poderoso Meleka É melhor que saia agora da minha frente. faça com que este traste vire um vea. preciso das sardas de um rostinho. Caquinha Borrão Vou me mandar antes que notem a minha presença aqui. Poderoso Meleka Não consigo me mexer. o último ingrediente. não. está? Entrelinhas-da-Chuva (com muito medo) Claro que não.. . (pausa/decidida) Vou impedi-lo de qualquer jeito.. Abracadabra.. Poderoso Meleka.Não faça isso. (tira as sardas dela e põe no caldeirão) E agora. que ele fique parado. como estou fazendo. Poderoso Meleka Não só posso. Entrelinhas-da-Chuva É agora. Estrela-Cadente Você é muito mal e não pode fazer isso. só vim por. pelo rei Sinápico e pelo Reino Encantado. Raio-de-Luar (aplaudindo) Parabéns. Entrelinhas-da-Chuva! Entrelinhas-da-Chuva (chorando) Me perdoe Raio-de-Luar. uma mecha dos cabelos de Cachinhos-de-Mel (com uma tesoura ele vai em direção dela) Entrelinhas-da-Chuva (interrompendo-o ficando entre o Poderoso Meleka e a Cachinhos-de-Mel) Você jamais fará isso! Caquinha Borrão Você não está pensando em impedir o Poderoso Meleka de fazer qualquer coisa.

Você passou e a partir desse momento essa varinha-de-condão é sua. Já o Caquinha Borrão. você esteve brilhante e essa seria sua última prova. Mas mesmo assim. Música: O bem vence o mal (canta Bobo-da-Corte. Raio-de-Luar Foi a sua ousadia e coragem que fez de você uma poderosa fada. a última delas foi Estrela-Cadente. ou podem todos os personagens cantarem.Raio-de-Luar Não precisa se desculpar. até aqui viveu feliz para sempre.) I Sinápico agora Não vai sofrer mais. Agora ela já é a rainha do Reino Encantado. esperamos todos que ele não retorne num novo episódio para atormentar a vida da nossa Cachinhos-deMel. o bobão. Pôr-de-Sol empregou o Poderoso Meleka para descascar batatas na cozinha real. (elas soltam os três) Cachinhos-de-Mel Todos vocês estão convidados para a minha posse de rainha. Entrelinhas-da-Chuva decidiu ficar no Reino Encantado como Fada-Madrinha de Cachinhos-de-Mel e apartá-la de todo o mal. Você é uma fada de verdade. cada qual uma parte. O Reino Encantado Já vive em paz II Caquinha. Fugiu prá longe. ninguém mais teve notícias suas. que teve um único problema: não encontrou um verdadeiro amor. distante. Ninguém sabe aonde Se escondeu o tratante III Pôr-de-Sol É Primeiro Ministro E trás num cortado . Raiode-Luar continua recebendo novas alunas em seu cursinho básico para fadas. Entrelinhas-da-Chuva Eu não posso acreditar. Bobo-da-Corte (cada personagem dará um elemento para Cachinhos-de-Mel para caracterizá-la como rainha do Reino Encantado) Tudo o que devia acontecer na vida de Cachinhos-de-Mel aconteceu.

o malvado. Aprende a não ser Tão atrapalhado V Já meio cansada Raio-de-Luar Aproveita o fim da história Prá se aposentar VI Entrelinhas-da-Chuva Virou Fada-Madrinha. E Estrela-Cadente Aprendiz de fadinha VII Cachinhos é rainha Do Reino Encantado E espera ansiosa O príncipe amado VIII E o Conto-de-Fadas Que chega ao final Ensina que sempre O bem vence o mal IX Adeus a vocês E muito obrigado Pôr estarem conosco No Reino Encantado Fim Breve Curriculum O amor. o saber/88 (comédia) Sepultado vivo/95 (comédia) Supostamente no céu/96 (drama) .O bruxo sinistro IV Descasca batata Meleka.

aprovado pela Portaria n. Data Paranaguá 15 de julho de 2000 Assinatura: .º 129/2000 do Ministério da Cultura.Cachinhos-de-Mel/96 (infantil) O paiol do barulho/97 (infantil) Príncipe valente/98 (infantil) Júlia da Costa/99 (drama) Situação de vida/00 (drama) Garoto de programa/00 (drama) Declaro estar ciente que a presente inscrição implica na minha concordância com todas as normas estabelecidas pelo Regulamento do Concurso Nacional de Textos Teatrais Inéditos.