You are on page 1of 38

ESTUDO DE VIABILIDADE DE OCUPAÇÃO

PRAIA DA MOCOCA

Março / 2010

Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190

CARAGUATATUBA
O Municipio de Caraguatatuba é considerado a capital do Lioral Norte do Estado de São Paulo, localizada a 186km da capital, com cerca de 96.125 habitantes – IBGE 2009, distribuidos em uma área de 485km², é o centro mais populoso e importante comercialmente de toda região. Caraguatatuba possui 18 praias, mata Atlântica preservada, a cidade é privilegiada com belas paisagens. Conta com infra-estrutura de hotéis, restaurantes, pousadas, bares, choperias, shopping center, boates supermercados e muito mais.

Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190

ESTUDO DE VIABILIDADE DE OCUPAÇÃO
PRAIA DA MOCOCA

GLEBA

Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190

a existência de vegetação mais póxima à foz do Rio Mococa. configurando uma estrutura linear de aproximadamente 500 (quinhentos metros) de praia por aproximadamemnte 200 (duzentos metros) de profundidade. com ênfase em residencial e lazer/resort. pela qualidade ambiental e proximidade dos condomínios lá existentes. objeto de futuro desenvolvimento. km 225/226. recreação e estadia de padrão médio alto. O aproveitamento da Praia tem sido pela implantação de condomínios fechados. O mais recente condominio – Condominio Residencial Villagio Porto Fino .apresenta residencias de padrão médio-alto. A Lei de Zoneamento vigente – Lei Municipal Nº de 1992 e suas alterações indica aproveitamento muiltiuso. Considerações específicas da Gleba Porto verde Mar revelam a existência de ruas já implantadas. com acesso pela Rodovia Br 101. que fica à sua frente.A Praia da Mococa está localizada próxima à Foz do Rio Mococa. muitas ainda em construção. LOCALIZAÇÃO DA ÁREA : GLEBA PORTO VERDE MAR LOTEAMENTO MAR VERDE RIO MOCOCA RODOVIA RIO/SANTOS GLEBA PRAIA DE TABATINGA CONDOMÍNIO COSTA VERDE E GAIVOTAS PRAIA DE MOCOCA CONDOMÍNIO VILLAGIO PORTO FINO Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 . local mais próximo para saídas à Ilha do Tamanduá. A vizinhança da Praia de Tabatinga está a indicar continuidade de desenvolvimento para implantação de residenciais e estrutura de comércio contemplando lazer. também principal acesso a aqui denominada Gleba Porto Verde Mar . entre as praias Cocanha e Tabatinga no Município de Caraguatatuba.

ACESSOS LOTEAMENTO MAR VERDE GLEBA PRAIA DE MOCOCA PRAIA DE TABATINGA GLEBA PORTO VERDE MAR GLEBA Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 .

027 do mesmo registro – area alodial de terras.737 – área de terras no Registro de Imóveis de Caraguatatuba.000 m². tem eletrificação.. Observa-se que o recentemente desenvolvimento de pesquisas e implantação pelo Governo do Estado do gasoduto e instalações de pesquisa para o Progama do Pre-Sal.40 m². corpos d’água e vegetação significativa além de das margens do Rio Mococa. faz de Caraguatatuba um potencial de crescimento esperado da ordem de 20 000 novos empregos. Já em 2009.ESTRUTURA DA PROPRIEDADE Propriedade da empresa Porto Verde Mar Comercial de Empreendimentos Imobiliários Ltda. creche e centro comunitário. Acompanha as matriculas mencionadas Certidão de Situação de Aforamento/Ocupação firmado junto à SPU – Superintência do Patrimonio da União – ocupação de áreas de marinha. canais de água pluvial transporte coletivo urbano e equipamentos comunitários nas proximidades: posto de saúde. nova planimetria apontou a segunda dimensão . gerando demanda por moradia qualificada. Localizada na Zona Urbana do Municipio. portanto sujeita a retificação para apuração final de suas dimensões finais. delegacia de polícia. apresenta no limite anterior delimitação com a área de domínio do DER – Br 101. foi objeto de nova verificação perimetral o que indicou a existência de 104. acrescido da matricula nº 25. Em planta cadastral datada de 1987 (Empresa COTA Topografia) delimitou-se a primeira dimensão acima mencionada. tem proximidade de rede de abastecimento de água.140. O imovel encontra-se matriculado sob nº 31. fragilidade geológica. Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 . CARACTERIZAÇÃO DA GLEBA – não possuindo áreas vulneráveis tais como: declividades. escolas municipais e estaduais. possuindo área de 82.

resultando em uma ocupação média de 40% (quarenta por cento) da área total. foram verificadas as diretrizes municipais de implantação simulando-se ocupações para os diversos usos permitidos.A análise de potencial para empreendimento imobiliário deve considerar. áreas verdes e demais exigidas pela legislação municipal vigente. permitindo a edificação de residenciais de moradia definitiva e não apenas sazonal. O remanescente estaria. estrutura de lazer e recreação e hospedagem . a diversidade de usos para uma população de poder aquisitivo médio e médio alto. DESENVOLVIMENTO NO ENTORNO: EMPREENDIMENTO EXISTENTE Loteamento MAR VERDE . implantação de sistema viário de acesso e distribuição.sendo utlizado para a preservação das áreas de preservação permanente . e administrado pela SAMAVE desde 2001. O RAP – Relatório de Impacto Ambiental realizado em 2004 e ora revisado (SELA Licenciamentos e Projetos) é aqui sumarizado em suas relevantes considerações para fins de desenvolvimento urbano. portanto. Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 . então.Lançado em 1983 pela Costa Verde Ltda. Para efeito de analise potencial imobiliário.

Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 .

assentamentos agricolas. abrigo de população “caiçara” vivendo da pesca e pequenas atividades agricolas. São encontradas também embaúbas. São verificações do RAP: VEGETAÇÃO PREDOMINANTE Localizada na planicie costeira ao norte da Estância Balneária de Caraguatatuba. resultando em modificações mportantes pela retirada de espécimes. geologia e demais caracteristicas ambientais . trazendo lama e vegetação para a região. exceção feita ao desenvolvimento já adiantado de condominio residencial lindeiro. epécies de teras firme s e que ococrrem em áreas degradadas – plantios e deslizamentos como mencionados. Próximo ao Rio Mococa. hidrogeologia.441. a Praia Mooca sofreu ao longo dos anos intervenções antrópicas. na faixa de manquezal própriamente dita. alteração de solo talvez por deslizamento provocado por deslizamentos de chuvas passadas . fauda. apresentando características ainda existentes . . À medida que vai se afastando a faixa de mangue . Encontra-se no interior da gleba grandes faixas com dompinio de gramíneas – capim colonião. com ações pequenas mas continuas. Cabe ressaltar que neste dompínios são encontrados lixos urbanos. Visita de campo observou que a gleba apresenta indicativos de um plantio abandonado de cultura de cana-de-açúcar.CONSIDERAÇÕES AMBIENTAIS Desde o ano de 2004 a gleba vem sendo monitorado pelos proprietários com a elaboração de um Laudo Ambiental contemplando flora. laudo este revisado em 2009/2010. guapuruvus.75% da área total) observa-se o dompínio de uma única espécie vegetal típica de locais onde há terra firme e ambiente salobro de fundo de bacias e rios. com 1.porção leste/sudeste para porção noroeste/oeste – a vegetação altera a sua fisionamia destacando-se espécies com nomes populares como: algodeiro de praia.42 m² (1. descarte de entulho e indicação de Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 . característicos de transição de mangue para terra firme.

Deduz-se que por não apresenta um fragmento contínuo de vegetação de porte razoável e não apresentar conectividade com matas vizinhas. enquanto que outras aparentemente já desapareceram do local. INFRAESTRUTURA SANEAMENTO BÁSICO: A implantação de sistema de distribuição de água é de responsabilidade do empreendendor.pastagem de animais. impõe restrições para sua utilização . Estes indicadores apontam para medidas de contenção dos acessos enquanto a gleba não seja urbanizada.esta área encontra-se cortada pelo acesso principal . Como caracterização geral são observadas as seguintes condições: . a presença de bem-te-vis e rolinhas. A observação de armadilhas e arapucas no interior da floresta vizinha demonstra o grau de perturbação existente na gleba. na borda leste observadas espécies caracteristicas de brejo : os ananai e pia-cobra restritos às áreas ao longo das águas. estadual e local. pode ter levado à extinção local de algumas espécies que habitam a região. pouco exigentes a qualidade ambiental. preservação dos maciços da porção leste . atrávés de Termo de Doação da rede implantada. FAUNA A observação e análise de indicios de presença de aves típicas não caracterizou espécies ameaçadas de extinção.Igualmente para a Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 .723. decretos e resoluções da legislação federal. cabendo portanto em primeira recomendação: .40 m² .menos de 2% da área é manquezal sem alteração e ebm representado pelas espécies ocorrentes.~ 27. mas sim. podendo servir para invasões e usos não condizentes com seu estado e localização. Aves regfistradas no local são generalistas.APPs – áreas de preservação permanente – protegidas por dispositivos constitucionais e por leis . . A operação e manutenção é de responsabilidade da concessionária local Sabesp. observar que 6% da área não encontra possivel classificação de vegetação segundo as normas existentes.

coleta e afastamento de esgoto. com formação de demembramentos da matricula original a ser averbadas. Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 . Lei Nº 1. com possivel necessidade de aumento de sua atual capacidade. Lei Nº 1.443/2007 – denomina “São Roque” a segunda via pública de acesso à Praia Mococa sentido caraguatatuba/Ubatuba .444/2007 – denomina “Frei Galvão” a terceira via pública de acesso à Praia Mococa sentido Caraguatatuba/Ubatuba . deverão ser arborizadas e ser objeto de projetos paisagisticos. cortando o interior da gleba. cuja rede interna. João Gonçalves Santana com a Rua Bolivia.Leis Municipais e arruamento: .445/2007 – denominada “Santa Paulina” a primeira via pública de acesso à Praia Mococa sentido Caraguatatuba/Ubatatuba Estas vias e áreas verdes e de lazer. Há coleta e destinação de lixo cuja periodicidade é definida pela municipalidade. ARRUAMENTO Verfica-se a existência de ruas oficiais. Lei Nº 1. Lei Nº 1. conforme indicado nas diretrizes municipais e demais institutos ambientais federal e estadual. parcelando em porções definidas . de responsabilidade de implantação pelo empreendendor. além de eventuais novos acessos e distribuidoras viárias. .442/2007 – denomina “boqueirão” a via pública da orla da Praia Mococa . deverá ser interligada à rede pública existente. Já o esgoto coletado deverá ter seus efluentes lançados na ETE Massaguaçú à Rodovia Manoel Hipolito Rego – SP55 – km 86+390. no bairro Praia da Cocanha. Conforme declaração da concessionária o abastecimento de água deverá prever obras de interligação entreo sistema público localizado na esquina da Av.

ao longo da via da orla marítima. Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 .ELETRIFICAÇÃO Foi observado o posteamemto e fornecimento de energia.

frente mínima de 10m .LEGISLAÇÃO MUNICIPAL USO E OCUPAÇÃO DO SOLO LEI DE ZONEAMENTO Nº 200. Deverá ser respeitada a taxa de 10% da área do lote para manutenção/recuperação da cobertura vegetal.03 . lote mínimo de 450m² . frente mínima de 12. É permitida a construção de edificação secundária.Habitação unifamiliar.5 .02 .0 em até 2 pavimentos ( recuos a serem observados).5m . de 22 de junho de 1992 e Alterações ZONEAMENTO MUNICIPAL Estão definidas para a gleba as seguintes zonas de uso e ocupação: ZONA 3 – ZONA RESIDENCIAL TURÍSTICA . CATEGORIAS DE USO PERMITIDOS NA Z3: PARCELAMENTO DO SOLO . Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 . coeficiente de aproveitamento de 1.Habitação Unifamiliar. É permitida edificação secundária térrea. taxa de ocupação permitida de 0.zonas de predominância de loteamentos destinados a população flutuante.5 . taxa de ocupação permitida de 0.LOTEAMENTO R1 . coeficiente de aproveitamento de 1. lote mínimo de 360m² . Deverá ser respeitada a taxa de 15% da área do lote para manutenção/recuperação da cobertura vegetal. R1.0 em até 2 pavimentos ( recuos a serem observados).

02 .4 .frente mínima de 15m .3 .área mínima do terreno deverá ser de 600m² . lote mínimo 1.6 ( recuos a serem observados) .Edificação Residencial Multifamiliar Vertical : .40 . administração.6 em ate 3 pavimentos sobre pilotis. taxa de ocupação permitida de 0. .80 em até 2 pavimentos .Habitação unifamiliar. PARCELAMENTO DO SOLO . coeficiente de aproveitamento de 1. Nesta categoria de uso deverá ser respeitada a taxa de 20% de áreas com manutenção/recuperação da cobertura vegetal. Deverá ser respeitada a taxa de 50% de área com manutenção/recuperação da cobertura vegetal. Para o uso comum ficam liberados os recuos de fundos e laterais.R1.taxa de ocupação permitida de 0.04 . .CONDOMINIO R2. lote mínimo de 600m² . . 2m em ambos os lados e nos fundos. frente mínima de 15m. depósito. Deverá ser prevista 1 vaga de estacionamento para cada unidade com ate 120m² de área útil e 2 em unidades com mais de 120m².01 .Condomínio Horizontal: Correspondente a mais de uma habitação por lote.500m².permitido ate 10% para usos de: zeladoria. R3. taxa de ocupação permitida de 0. Características: Os recuos obrigatórios são de 4m de frente. coeficiente de aproveitamento de 0. Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 .coeficiente de aproveitamento de 0. vestiário e lazer obedecendo os mínimos exigidos pelas leis sanitárias.

É permitida a construção de habitação no andar térreo.0 com ate 9 pavimentos mais o pavimento térreo. zeladoria e lazer os mesmos critérios estabelecidos para R2-02. obedecendo os recuos obrigatórios. área de manutenção/recuperação e cobertura vegetal. . Nesta categoria de uso deverá ser respeitada a taxa de 20% de área com manutenção/recuperação da cobertura vegetal. R3.0m de frente: 3m de ambos os lados e 3m de fundos. frente mínima de 15m. sendo permitido até‚ 10% para uso comum . . Coeficiente de Aproveitamento de 0. Taxa de Ocupação‚ é de 0. lote mínimo de 600m² .Características: os recuos obrigatórios são de 6. zeladoria e lazer não serão computadas no cálculo do Coeficiente de Aproveitamento.000m² . As áreas edificadas no pavimento térreo destinadas a portaria.02 .04 .30 . taxa de ocupação é de 0. Características: Os recuos obrigatórios são de 5m em ambos os lados e de 4m de fundo e 6m de frente. vagas e estacionamento.40. R3. zeladoria e lazer não deverão exceder a 40% da área construída do pavimento tipo e não serão computadas no cálculo do Coeficiente de Aproveitamento. Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 .Edificação Residencial Multifamiliar Vertical : . As áreas edificadas no pavimento térreo destinadas à portaria. Nesta categoria de uso deverá ser respeitada a taxa de 20% de área com manutenção da cobertura vegetal. frente mínima de 20m. coeficiente de aproveitamento de 2. Devendo ser prevista 1 vaga de garagem para cada unidade com até 120m² de área útil 2 vagas por unidade com área útil acima de 120m².80 em até 2 pavimentos. sendo prevista 1 vaga de garagem para cada unidade ate 120m² e 2 vagas para unidade com área útil acima de 120m².Edificação Residencial Multifamiliar Vertical : . lote mínimo de 1.

S4 . agencias bancarias. 3.estabelecimentos de serviço que atendem as necessidades cotidianas. A construção de pousadas. . profissionais e sindicatos. turismo. serviço de bairro. propaganda. pensões e motéis. associações cientificas. clinicas e laboratórios. despachantes.00 metros. com frente mínima de 15. para maior conforto dos hóspedes. recuos mínimos em ambos os lados de 2. processamento de dados. podendo ser térreo ou pilotis mais 02 pavimentos.São estabelecimentos inerentes as atividades turísticas e lazer tais como: S4. física. a distancia entre os mesmos não poderá ser inferior a 3. destinado a hospedagem temporária. agencias de passagens.01 . cursos profissionalizantes e específicos (línguas. seguradoras. editoras. Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 .00m . rouparia.00m. coeficiente de aproveitamento 1. Deverão ser destinadas vagas de estacionamento para no mínimo 2/3 dos quartos ou unidades.00m de recuo de frente. vestiário. esportes). compreendendo as atividades S1. incorporadoras.Serviço de Âmbito Local .2 ( estúdio fotográfico. tais como: artesanatos e artigos de praia.02 – Serviços de Apoio ao turismo e Lazer pousadas. No caso da construção em mais de um bloco. número máximo de pavimentos será de 03 unidades. escritórios e consultórios de profissionais liberais). deverão atender as seguintes normas: . noticias. S2 . escritórios. cabeleireiro.00m de recuo mínimo de fundos e 5. administradoras de imóveis.Serviços Diversificados .5. copiadoras. taxa de ocupação de 50% .estabelecimentos de prestação de serviço de uso eventual. barbeiro. contendo uma recepção.estabelecimentos de hotéis.Serviços de Turismo e Lazer . Lote mínimo de 600. . salão de café e cozinha.00m² . administradoras. agencias de empregos.USOS NÃO RESIDENCIAIS PERMITOS S1 . tapeçarias. seguradoras. S4. tais como: assessoria fiscal e tributaria. consideram-se Pousadas: apartamentos com banheiro privativo. Poderá ser destinada na área interna do imóvel a comercialização de produtos.

02 R3 .04 LOTE MÍNIMO 360 450 1.0 2.0 3.03 R1 .0 LATERAL 1.3 0.0 6.A MÁX 1.0 6.0 2.8 15 15 20 15 4.000 600 2 3 9 2 0.0 4.5 0.0 0.0 1.0 5.0 Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 .0 4.02 R1 .0 MULTIFAMILIAR R2 .6 FRENTE MÍNIMA 10 12 15 FRENTE 4.4 0.0 4.0 2.0 2.0 RECUOS FUNDO 2.5 0.QUADRO DE POSTURAS DAS CATEGORIAS DE USO RESIDENCIAL UNIFAMILIAR CATEGORIA DE USO R1 .04 600 600 1.6 2.3 C.O MÁX 0.0 2.4 0.4 0.500 Nº PAV MÁXIMO 2 2 T.5 5.0 3.0 0.0 4.01 R3 .0 5.8 1.02 R3 .5 1.

jardins. somente poderão utilizar a categoria de uso tipo R3-03. Em nenhuma hipótese. poderá ser impedido o livre acesso público as praias do Município. de uso público. bem como a espaços livres. Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 . No caso de desmembramentos. para as vias de circulação. e sob nenhum pretexto. paralelamente a área de marinha. A percentagem de áreas públicas previstas neste artigo não poderá ser inferior a 35% da gleba.000m2. cais e instalações destinadas a atender pescadores em locais públicos determinados pela Prefeitura. na orla marítima. áreas situadas a até 500m. parques. uma faixa com largura de 33m a partir da linha de primeira vegetação (jundu) nas praias e 15m nas costeiras.ESPECIFICAÇÕES RELEVANTES PARA PARCELAMENTOS No caso de áreas a beira-mar. essas vias serão distantes. a implantação de equipamentos urbanos e comunitários. bem como. Os lotes com testada para a orla marítima. marinas. as habitações multifamiliares verticais. rampas de acesso e garagens para barcos. desmembramento e/ou loteamento. Fica definida. ou seja. será de 6m e acima de 2 pavimentos obedecera o recuo de 8m. Nos loteamentos. entre si. sempre que possível. piscinas. deverão ter frente mínima de 10m. onde somente serão autorizadas edificações e instalações que visem à recreação e o lazer esportivo. a porcentagem será de 7% da área total. serão proporcionais à densidade de ocupação prevista para a gleba. Na categoria de uso R3 serão permitidas até 5 unidades por pavimento tipo. por bloco. quadras de esportes. ajustandose as divisas entre os lotes ou glebas. de vendo haver um recuo de 6m entre os blocos. até 200m. Os terraços abertos e/ou descobertos não serão computados como área útil no calculo de quantidades de garagens nem no calculo do coeficiente de aproveitamento. as áreas destinadas ao sistema de circulação. Todos os lotes resultantes de parcelamento. ou que a área a ser desmembrada seja superior a 6. O recuo de frente para edificações residenciais de ate 02 pavimentos situadas nas vias públicas confinantes com as praias.

5m. 1 vaga para cada unidade. .hotéis e motéis . areas para estacionamento de veículos nas seguintes proporções: .1 vaga para cada 30m² de área construída. . Esta hipótese poderá ser avaliada pela municipalidade uma vez que a legislação vigente não menciona esta hipótese.Deverão ser previstas e delimitadas no projeto.1 vaga para cada barraca ou trailler. acima de 400m². .supermercados . 01 vaga para cada unidade ate 120m² de área útil e 2 vagas por unidade com área útil acima de 120m². As construções das categorias de uso R1 em terrenos de ate 12m de largura.2/3 das unidades: . Observa-se que a existência de ruas oficiais poderá ser indicativa em desmembramento em lotes uma vez já parcelado o solo pelas vias existentes. Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 . .camping .para R 1 . poderão encostar em uma das laterais sendo exigido 3m de recuo na lateral oposta desde que na face encostada da construção principal não ultrapasse a 60% do comprimento do lote e também não exceda a altura de 7.para as demais categorias de uso. 1 vaga para cada 80m² ou fração de área construída.para R3.R 2 .

Observa-se a diminuição de área construída dado os índices urbanísticos legais serem inferiores para este tipo de uso. Para efeito de potencial construível. Considerou-se em um primeiro modelo o potencial máximo permitido e um segundo modelo de ocupação diversificando as áreas para edificações nos diversos índices urbanísticos permitidos por uso. pois de baixo aproveitamento. Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 .SIMULAÇÃO DE POTENCIAL CONSTRUTIVO POTENCIAL DE OCUPAÇÃO O potencial de ocupação da Gleba Porto Verde Mar tem como base os índices urbanísticos apresentados pela Lei do Zoneamento vigente procurando elencar diversidade de usos. Em ambos os casos foram consideradas áreas para comércio e serviços. compondo ambientes de moradia e lazer com preservação ambiental e sustentabilidade. não foi adotado parcelamento na modalidade loteamento. resultando em ocupação de média densidade. Um terceiro modelo é apresentado considerando a subtração de área construída residencial de uma sub-gleba para destinação ao uso POUSADA.

.

200.00 06 1.980. O resultado obtido para ocupação de Área Líquida da Gleba de 43.MODELOS DE OCUPAÇÃO MODELO I .30 m² é uma Área de Construção de 86.074.62 05 6. TABELA 01 .00 570.040. número de pavimentos máximo de 04 (quatro) andares. com o objetivo de manutenção de densidade média de ocupação.00 814.75 03 9.763.80m² Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 .30 02 6. distribuídos nas sub-glebas resultantes do arruamento existente ou aprovado – ruas oficiais – e edifícios de 6 (seis) pavimentos nas sub-glebas frontais a orla de praia.714.RESIDENCIAL MÁXIMA COM ÁREA COMERCIAL ÁREA Gleba Gleba Gleba Gleba Gleba Gleba Gleba m² Taxa de Ocupação 30% (m²) Coeficiente de Aproveitamento 2.00.50 2.00 9 (nove) 3. Para as SUB-Glebas Residenciais a Taxa de Ocupação adotada é 30% e Coeficiente de Aproveitamento é 2.00 6 (seis) 18.0 (m²) Número de Pavimentos 01 7.00 1.605.965.802.305.961. conforme indicativos do zoneamento legal.A Tabela 01 considerou o Uso R03-02 – Edificação Residencial Multifamiliar Vertical – para quantificação das Áreas Líquidas de ocupação e cálculos estimativos para Áreas de Construção.00 2.00 6 (seis) 78.388.037.800.428. Para a SUB-Gleba Comercial a Taxa de Ocupação adotada é de 40% e o Coeficiente de Aproveitamento 2.80 6 (seis) 13. Este modelo contempla edifícios de até 9 (nove) pavimentos.189.00 6 (seis) 5.00 2.00 9 (nove) 7.420.00.40 1.210.00 9 (nove) 13.600.00 04 3. número de pavimentos máximo de 09 (nove) andares mais.00 07 2.922.60 m².900.930.20 Área Prevista para Construção 15.

884.60 m² Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 .037.76 Área Prevista para Construção 7.80m² Área Liquida Área Total para Construção 43.00 (m²) Número de Pavimentos Comercial 3.40 1.80 4 (quatro) 7.30 m² 86.074.553.768.768.ÁREA m² Taxa de Ocupação 40% (m²) Coeficiente de Aproveitamento 2.

.

mantendo-se o uso comercial.20 para Construção 7.961. As sub-glebas foram dividas em 1/3 de suas dimensões a título de quantificação experimental.194.65 1.65 1.A Tabela 02 considerou os Usos R03-02 .00m² Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 .713.Condomínio Horizontal – para quantificação das Áreas Líquidas de Gleba e estimativas de Áreas de Construção .194.08m².961.00 6 (seis) 15.00 3.RESIDENCIAL MISTO COM ÁREA COMERCIAL ÁREA Gleba 01 Empreendimento 01 Empreendimento 02 Área Prevista m² Taxa de Ocupação 30% (m²) Coeficiente de Aproveitamento 2.980.Edificação Residencial Multifamiliar Vertical e R02-02 .961. Para a Gleba Comercial a taxa de ocupação é 40% e o coeficiente de aproveitamento 2. número de pavimentos máximo de 02 (dois) andares. Para o as SUB-Glebas Residenciais foram adotados: R03-02 com taxa de ocupação 30% e coeficiente de aproveitamento 2.0 (m²) Número de Pavimentos 7.8.20 3. Estão sendo considerados parte em ocupação de 6 (seis) pavimentos e parte em R02-02 com taxa de ocupação 40% e coeficiente de aproveitamento 0. para a mesma Área Líquida do Modelo I . Tem-se.00 9 (nove) 7. 101. configurando uma ocupação decrescente quanto mais próxima da orla.980. assim.resulta em Área para Construção de 65. número de pavimentos máximo de 09 (nove) andares. número de pavimentos máximo de 04 (quatro) andares. TABELA 02 . densidade média com taxas de ocupação compensatórias pela diminuição de acessos.922.00. com aumento do número de pavimentos na direção do acesso principal ao longo da Br.MODELO II . Este modelo.00. O objetivo é a distribuição em linhas de frente para a orla marítima.

268.300.605.965.00 1.00 6 (seis) 18.00 13.0 (m²) Número de Pavimentos Gleba 03 9.802.00 990.50 Taxa de Ocupação 40% (m²) Coeficiente de Aproveitamento 0.00 1.442.420.900.00 Área Prevista para Construção 6.210.00m² ÁREA m² Taxa de Ocupação 40% (m²) Coeficiente de Aproveitamento 0.381.520.00 6.900.00 Área Prevista para Construção 5.600.50 2.210.8 (m²) Número de Pavimentos 2 (dois) Gleba 06 1.442.00 Empreendimento 01 1.92m² ÁREA m² Taxa de Ocupação 30% (m²) Coeficiente de Aproveitamento 2.605.ÁREA Gleba 02 m² 6.00m² ÁREA m² Taxa de Ocupação 40% (m²) Coeficiente de Aproveitamento 0.600.721.0 (m²) Número de Pavimentos 9 (nove) 6 (seis) Gleba 05 6.300.8 (m²) Número de Pavimentos 2 (dois) Gleba 04 3.200.00 1.802.381.40 1.210.00m² .586.92 1.40 Empreendimento 01 3.520.268.00 Empreendimento 01 3.00 760.00 Área Prevista para Construção Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 1.00 Empreendimento 02 3.600.00 9 (nove) 9.965.00 990.50 Empreendimento 02 4.16 Área Prevista para Construção 1.00 Empreendimento 01 4.50 Área Prevista para Construção 9.00 5.00m² 2 (dois) ÁREA m² Taxa de Ocupação 30% (m²) Coeficiente de Aproveitamento 2.8 (m²) Número de Pavimentos Empreendimento 01 6.

ÁREA m² Taxa de Ocupação 40% (m²) Coeficiente de Aproveitamento 0.30 m² 65.36 2.768.171.171.40 1.037.20 1.00 (m²) Número de Pavimentos 4 (quatro) Gleba Comercial 3.80m² Área Liquida Área Total para Construção 43.76 Área Prevista para Construção 7.085.768.553.68 Área Prevista para Construção 2.884.80 7.714.8 (m²) Número de Pavimentos 2 (dois) Gleba 07 2.20 Empreendimento 01 2.884.08m² Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 .714.713.36m² ÁREA m² Taxa de Ocupação 40% (m²) Coeficiente de Aproveitamento 2.40 Empreendimento 01 3.

.

00.442.732.721.802.980.50 Área Prevista para Construção 11. Para a Gleba Comercial está mantida a taxa de ocupação 40% e o Coeficiente de Aproveitamento 2.00 Empreendimento 01 7. número de pavimentos máximo de 04 (quatro) andares.A Tabela 03 manteve os índices do Modelo II para os Usos R03-02 .POUSADA 7. Para a Gleba da Pousada a Taxa de Ocupação é 40% e o Coeficiente de Aproveitamento 2.941. número de pavimentos máximo de 09 (nove) andares. Para o as Glebas Residenciais temos R03-02 com taxa de ocupação de 30% e coeficiente de aproveitamento 2.Edificação Residencial Multifamiliar Vertical e R02-02 Condomínio Horizontal – para quantificação das Áreas Líquidas para Ocupação e cálculos para Área de Construção e mudança de uso da SubGleba 1 para POUSADA.00. O resultado é uma Área de Construção estimada de 61.50 11. Para R02-02 .00m² Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 .5.50 Empreendimento 01 6. número de pavimentos máximo de 03 (três) andares. número de pavimentos máximo de 04 (quatro) andares.5 (m²) Número de Pavimentos 3 (três) Gleba 01 .58 m². taxa de ocupação de 50% e o Coeficiente de Aproveitamento 1.50m² ÁREA m² Taxa de Ocupação 40% (m²) Coeficiente de Aproveitamento 0.941.8 (m²) Número de Pavimentos 2 (dois) Gleba 02 6.802.961.961.00.442.MODELO III .00 5.RESIDENCIAL MISTO COM ÁREA COMERCIAL E POUSADA ÁREA m² Taxa de Ocupação 50% (m²) Coeficiente de Aproveitamento 1.00 3.50 2.00 Área Prevista para Construção 5. TABELA 03 .

8 (m²) Número de Pavimentos 2 (dois) Gleba 04 3.92 1.605.8 (m²) Número de Pavimentos 2 (dois) Gleba 06 1.210.36 2.50 4.40 1.00 3.600.ÁREA Gleba 03 Empreendimento 01 Empreendimento 02 Área Prevista m² Taxa de Ocupação 30% (m²) Coeficiente de Aproveitamento 2.20 Empreendimento 01 2.520.300.714.36m² Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 .586.900.16 Área Prevista para Construção 1.965.900.268.600.605.00 4.00 Área Prevista para Construção 1.0 (m²) Número de Pavimentos 9 (nove) 6 (seis) 6.714.40 Empreendimento 01 3.00m² ÁREA m² Taxa de Ocupação 40% (m²) Coeficiente de Aproveitamento 0.50 para Construção 9.20 1.00 6.210.268.00 para Construção 6.00 9.300.00 1.00 1.00 990.200.92m² ÁREA Gleba 05 Empreendimento 01 Empreendimento 02 Área Prevista m² Taxa de Ocupação 30% (m²) Coeficiente de Aproveitamento 2.171.8 (m²) Número de Pavimentos 2 (dois) Gleba 07 2.210.520.00 Empreendimento 01 1.420.171.00 13.00m² ÁREA m² Taxa de Ocupação 40% (m²) Coeficiente de Aproveitamento 0.0 (m²) Número de Pavimentos 9 (nove) 6 (seis) 9.381.00m² ÁREA m² Taxa de Ocupação 40% (m²) Coeficiente de Aproveitamento 0.00 760.085.00 3.00 18.68 Área Prevista para Construção 2.965.381.00 1.600.00 990.

884.037.768.00 (m²) Número de Pavimentos 4 (quatro) Gleba Comercial 3.ÁREA m² Taxa de Ocupação 40% (m²) Coeficiente de Aproveitamento 2.884.40 1.732.768.30m² 61.58m² Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 .40 Empreendimento 01 3.76 Área Prevista para Construção 7.553.80 7.80m² Área Liquida Área Total para Construção 43.

.

ANEXOS ANEXO I – ANEXO II – MATRICULA AFORAMENTO URBANÍSTICA ANEXO IIICERTIDÃO DE CONFORMIDADE PREFEITURA MUNICIPAL DE CARAGUATATUBA. ANEXO IV – LEIS DE MELHORAMENTOS PÚBLICOS – RUAS OFICIAIS Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 .

tendo cada condômino. sem a construção de novas vias. no caso. escolas. RESIDENCIAL UNIFAMILIAR HORIZONTAL – residências isoladas. ou proprietário. DESMEMBRAMENTO – Parcelamento do solo urbano em que se aproveita o sistema viário existente. lote com dimensões passíveis de receber as edificações em recinto fechado. em zonas ou espaços especializados de uso e ocupação do solo. uma fração ideal do bem. delimitadas por lei. caso de bem indivisível ou ainda não dividido. edifícios. cobertos ou não. fábricas. etc. em lotes individualizados. excluídas vias e demais áreas publicas. TAXA DE OCUPAÇÃO – Relação entre a área da projeção. COEFICIENTE DE APROVEITAMENTO – Relação entre a área edificável. LOTEAMENTO – Tipo de parcelamento do solo caracterizado pela abertura de novas vias de acesso a lotes ou prolongamento das já existentes. Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 .área de terreno resultante de arruamento. PARCELAMENTO DO SOLO – Arruamento com respectivas áreas públicas com duas modalidades: loteamentos e desmembramento. em andares de múltiplas unidades unifamiliares. RESIDENCIAL MUILTIFAMILIAR VERTICAL – edifícios de dois ou mais pavimentos. uma fração autônoma do bem ou. sobrepostos. Em caso de parcelamento existente é possível a implantação de: CONDOMINIO – Propriedade ou domínio em comum de um bem. ZONEAMENTO – Divisa das zonas urbana e de expansão urbana. usualmente até dois pavimentos. de forma predominante. no plano horizontal. AREA LIQUIDA . tais como: residências. A área edificada é um tipo de área construída. vias. da construção e a área do lote. praças.GLOSSÁRIO AREA CONTRUÍDA – Soma total das projeções horizontais dos pavimentos de uma obra de construção. ou área construída e a área do lote. correspondendo a “uma família” de ocupantes. prolongue e altere os já existentes. sendo os lotes destinados à edificação para fins urbanos.

Zona que apresenta alterações na organização funcional dos ecossistemas primitivos.cobertura vegetal alterada entre 5 e 20% da área total .ecossistema funcionalmente pouco modificado . DE 3 DE JULHO DE 1998 Z2M Z2 Z2ME Z-2 .ZONEAMENTO ECOLÓGICO-ECONÔMICO DO LITORAL NORTE LEI N. mas é capacitada para manter em equilíbrio uma comunidade de organismos em graus variados de diversidade.019. 10. mesmo com a ocorrência de atividades humanas intermitentes ou de baixos impactos.ANEXO . essa zona pode apresentar assentamentos humanos dispersos e pouco populosos. com pouca integração entre si. Critérios de Enquadramento: . Em áreas terrestres.assentamentos nucleados com acessos precários e baixos níveis de eletrificação e de caráter local Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 .

captação de água para abastecimento semi-coletivas ou para áreas urbanas .. . paisagístico.declividade entre 30 e 47% baixadas com inundação. Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 .manter a funcionalidade dos ecossistemas.áreas ocupadas com culturas. com ocorrências de supressão ou de alteração de até 30% da cobertura vegetal.771. observadas as restrições previstas pelo Decreto Federal nº 750.215. de 10 de março de 1993. do patrimônio histórico.recuperação natural . por meio de planejamento do uso. .educação ambiental.ocorrência de áreas com declividade média entre 30% e 47%. . isolada ou conjuntamente. cultural e arqueológico. A gestão da Z2T deverá objetivar as seguintes diretrizes: . as seguintes características sócio-ambientais: . de 15 de setembro de 1965.Z2T considera. observadas as restrições previstas pela Lei Federal nº 4.elevada recorrência de áreas de preservação permanente. entre 2 e 10% da área total (roças e pastos) .reciclagem de resíduos . entre outras. e de risco geotécnico.preservação do patrimônio paisagístico . de conservação do solo e saneamento simplificado .manutenção funcional dos ecossistemas e proteção aos recursos hídricos para o abastecimento e para a produtividade primária. DE 7 DE DEZEMBRO DE 2004 A delimitação da Zona 2 Terrestre .áreas sujeitas à inundação.existência de áreas contínuas de vegetação em estágio avançado de regeneração e fauna associada. garantindo a conservação dos recursos genéticos. Metas Ambientais: . DECRETO Nº 49.

.Z2M considera. no mínimo.promover a manutenção e melhoria da qualidade das águas costeiras. necessários ao desenvolvimento das atividades anteriormente descritas. as seguintes características sócio-ambientais: .existência de atividades de aqüicultura de baixo impacto ambiental. obras complementares.ocorrência de atividades de recreação de contato primário. mas com perturbações estruturais e funcionais localizadas. controle da poluição e proteção das nascentes e vegetação ciliar com vistas a garantir a quantidade e qualidade das águas.mineração com base nas diretrizes estabelecidas pelo Plano Diretor Regional de Mineração.aqüicultura. Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 . . isoladas ou conjuntamente.promover programas de manutenção. será admitida a utilização de até 20% da área total da propriedade para a execução de edificações. do patrimônio histórico.. entre outras. Na Z2T são permitidos os seguintes usos e atividades: . . Respeitados a legislação ambiental. acessos e instalação de equipamentos afins.comunidade biológica em bom estado. . 80% da zona com cobertura vegetal nativa garantindo a diversidade biológica das espécies.manter a funcionalidade dos ecossistemas garantindo a conservação da diversidade biológica. A gestão da Z2M deverá observar as seguintes diretrizes: . Na Z2T. os Planos e Programas objetivarão a meta de conservação ou recuperação de. paisagístico. .beneficiamento dos produtos de manejo sustentado. a Resolução CONDEPHAAT nº 40/85 que estabelece o tombamento da Serra do Mar e o Plano Diretor Municipal. . ZONEAMENTO MARINHO A delimitação da Zona 2 Marinha .estrutura abiótica e alterada por atividades antrópicas. cultural e arqueológico. respeitadas as disposições do Plano Diretor Municipal.

pesca artesanal e amadora.ecoturismo. .pesquisa científica e educação ambiental relacionadas à conservação da biodiversidade. Av Cidade Jardim 68 / Jd Europa 01454 000 São Paulo SP Tel 11 3081 8190 . . desde que previsto em Plano de Manejo aprovado pelos órgãos ambientais competentes.recifes artificiais.manejo auto-sustentado de recursos marinhos.estruturas náuticas Classe I e II. . . . . .Na Z2M são permitidos os seguintes usos e atividades: . .aqüicultura de baixo impacto.extrativismo de subsistência.manejo sustentado de recursos marinhos. desde que previsto em Plano de Manejo aprovado pelos órgãos ambientais competentes.