You are on page 1of 18

Curso Online – Contabilidade de Instituições Financeiras - BACEN Teoria e Exercícios Prof.

Jaildo Lima AULA 06 – OPERAÇÕES DE ARRENDAMENTO MERCANTIL

1. Introdução

Nessa aula continuaremos a estudar o Plano Contábil das Instituições do Sistema Financeiro Nacional (Cosif), detalhando os critérios previstos naquele Plano para as operações de arrendamento mercantil. Vale destacar que descrever as regras contábeis dessas operações, é preciso inicialmente apresentar os conceitos, modalidades, prazos e demais condições previstas na regulamentação sobre tais operações. Vamos lá! 2. Arrendamento Mercantil O arrendamento mercantil é uma transação celebrada entre o proprietário de um determinado bem (arrendador) que concede a um terceiro (arrendatário) o uso deste por um período fixo. As operações de arrendamento mercantil também são conhecidas mundialmente como Leasing. O princípio básico que norteia uma operação de leasing é o de que o lucro na produção de bens e serviços, não se origina no fato de que, quem os produz, tenha a propriedade das máquinas e equipamentos necessários para produzi-los, mas, sim, da forma como elas são utilizadas na sua produção. No contrato de leasing, é facultada ao arrendatário a opção de comprar, devolver o bem arrendado ou prorrogar o contrato, em seu vencimento (chamada de opção de compra), pagando um valor residual, que pode estar garantido no contrato (Valor Residual Garantido - VRG) ou não. O valor da opção de compra é livremente pactuado entre as partes. 2.1. Modalidades de Arrendamento Mercantil (Leasing) O leasing é dividido em duas modalidades: operacional e financeiro.

Prof. Jaildo Lima de Oliveira

www.pontodosconcursos.com.br

1

2. Prof.BACEN Teoria e Exercícios Prof. Jaildo Lima 2.com.Curso Online – Contabilidade de Instituições Financeiras . mais elevadas que no leasing financeiro. mas assume o compromisso de prestar assistência técnica bem como o risco comercial da obsolescência do bem objeto do leasing.pontodosconcursos. o prazo de vigência contratual é normalmente curto.br 2 . em geral. o valor residual é relevante. 1 Contraprestação é a terminologia utilizada para se referir aos pagamentos de um contrato de leasing. há a possibilidade de rescisão mediante acordo bilateral. a sociedade arrendadora concede o uso da propriedade a arrendatária. é facultativa a cláusula de opção de compra. não envolve a intermediação. pode ser confundido com locação. e a recuperação do investimento pela arrendadora ocorre por meio do arrendamento do mesmo bem a diversos clientes. Jaildo Lima de Oliveira www. conforme demonstra a figura abaixo: LEASING OPERACIONAL MÁQUINA ARRENDADOR ARRENDATÁRIO ALUGUEL (R$) Principais características do leasing operacional: • • • • • • • • as contraprestações1 são.1. Operacional Nesta modalidade.

o contrato não pode ser rescindido antes do prazo estabelecido.Curso Online – Contabilidade de Instituições Financeiras .1. Atenção: O leasing financeiro pelas suas características se assemelha a um financiamento. que se compromete a pagar as contraprestações devidas. Financeiro É uma operação onde o arrendador atua como intermediário. as principais características do leasing financeiro são: • • • • • o prazo de vigência normalmente longo. 2 tipos de instituição estão autorizados a realizar operações de arrendamento mercantil: • Bancos múltiplos com carteira de arrendamento mercantil e www.2.pontodosconcursos. Jaildo Lima de Oliveira 3 .br Prof. adquirindo o bem e concedendo o uso e a posse ao arrendatário. é obrigatória a cláusula de opção de compra. em princípio. LEASING FINANCEIRO MÁQUINA FABRICANTE ARRENDADOR MÁQUINA ARRENDATÁRIO (R$) ALUGUEL (R$) 1 2 1 – O arrendador adquire a máquina do fabricante. Jaildo Lima 2.com. a arrendadora não responde pela assistência técnica ou manutenção do bem. 2. 2 – O arrendador faz o contrato de leasing com o arrendatário.2. Na teoria. e a arrendadora não mantém estoque do bem. Instituições financeiras autorizadas a realizar operações de arrendamento mercantil No SFN.BACEN Teoria e Exercícios Prof. uma vez que o objetivo final do arrendatário é ter a propriedade do bem e utiliza o contrato de leasing para seu pagamento.

com.BACEN Teoria e Exercícios Prof. mantém a ideia do leasing como uma operação de locação. as despesas de manutenção. o prazo contratual deve ser inferior a 75% da vida útil econômica do bem.Curso Online – Contabilidade de Instituições Financeiras .br 4 . Prof. alterada pela Res. A regulamentação do CMN2 considera nesses contratos sua essência formal.pontodosconcursos. não há previsão de pagamento de Valor Residual Garantido (VRG). Jaildo Lima • Sociedades de arrendamento mercantil. assistência técnica e serviços vinculados (risco operacional) são de responsabilidade do arrendatário. O leasing no SFN As normas dos SFN também classificam o leasing em Financeiro e Operacional.309/96 também específica as condições que devem ser observadas na formalização de um contrato de arrendamento mercantil. 2. 2 Conselho Monetário Nacional. conforme detalhado a seguir. e O preço de exercício da compra é livremente pactuado. e. O leasing operacional tende a ser mais vantajoso para o arrendatário do que o leasing financeiro uma vez que suas contraprestações não têm por objetivo amortizar o valor do bem. ou seja.3. o preço da opção de compra é o valor de mercado do bem no vencimento do contrato. O Leasing Financeiro segundo a Res. assistência técnica e serviços vinculados (risco operacional) podem ser do arrendador ou do arrendatário. O Leasing Operacional segundo a Res. 2309/96. 2. deve ter as seguintes características: • • • as contraprestações devem ser suficientes para que o arrendador recupere seu investimento e obtenha lucro no prazo contratual. CMN 3465/98 deve ter as seguintes características: • • • • • as contraprestações pagas pela arrendatária não podem ultrapassar 90% ou mais do custo do bem. as despesas de manutenção. CMN 2309/96. 2.4 O contrato de arrendamento mercantil A Res. Jaildo Lima de Oliveira www.

III . não superiores a um semestre. Prof. V . que melhor atendam às conveniências da arrendatária. b) seguro previsto para cobertura de risco dos bens arrendados. II . inclusive na ocorrência de sinistro. bem como o critério para seu reajuste.as despesas e os encargos adicionais.Curso Online – Contabilidade de Instituições Financeiras .as demais responsabilidades que vierem a ser convencionadas. manutenção e serviços inerentes à operacionalidade dos bens arrendados. inclusive despesas de assistência técnica. com todas as características que permitam sua perfeita identificação.a forma de pagamento das contraprestações por períodos determinados. IV . por outros da mesma natureza.pontodosconcursos. VII . IX . Jaildo Lima de Oliveira www.com. ainda.as condições para o exercício por parte da arrendatária do direito de optar pela renovação do contrato. Jaildo Lima Os contratos de arrendamento mercantil devem ser formalizados por instrumento público ou particular. em decorrência de: a) uso indevido ou impróprio dos bens arrendados. quando o pagamento pode ser fixado por períodos não superiores a um ano. c) danos causados a terceiros pelo uso dos bens. X . pela devolução dos bens ou pela aquisição dos bens arrendados. admitindo-se. VI .a descrição dos bens que constituem o objeto do contrato. as especificações abaixo relacionadas: I . VIII . no mínimo.br 5 . devendo a substituição ser formalizada por intermédio de aditivo contratual. não caracterizando o pagamento do valor residual garantido o exercício da opção de compra. contendo.a concessão à arrendatária de opções de compra dos bens arrendados. devendo ser estabelecido o preço para seu exercício ou critério utilizável na sua fixação.a faculdade de a arrendadora vistoriar os bens objeto de arrendamento e de exigir da arrendatária a adoção de providências indispensáveis à preservação da integridade dos referidos bens. para o arrendamento mercantil financeiro: a) a previsão de a arrendatária pagar valor residual garantido em qualquer momento durante a vigência do contrato.BACEN Teoria e Exercícios Prof.o valor das contraprestações ou a fórmula de cálculo das contraprestações. b) o reajuste do preço estabelecido para a opção de compra e o valor residual garantido.o prazo de arrendamento.as condições para eventual substituição dos bens arrendados. salvo no caso de operações que beneficiem atividades rurais. d) ônus advindos de vícios dos bens arrendados.

É facultada a utilização de cláusula de variação cambial nos contratos de arrendamento mercantil de bens cuja aquisição tenha sido efetuada com recursos provenientes de empréstimos contraídos direta ou indiretamente no exterior. nas hipóteses de: a) inadimplemento. compreendidos entre a data de entrega dos bens à arrendatária. b) 3 (três) anos. XII . Prof.para o arrendamento mercantil financeiro: a) 2 (dois) anos. 2. 3 O contrato de arrendamento mercantil está baseado na Lei 6.para o arrendamento mercantil operacional. b) destruição. A contabilização do leasing segundo o Cosif A forma de contabilização do leasing segundo o Cosif considera os aspectos jurídicos da operação3 – o bem é propriedade formal do arrendador – mesmo que as características do contrato indiquem que o bem será.099/74. perecimento ou desaparecimento dos bens arrendados. os seus direitos e obrigações decorrentes do contrato. mas que apresenta conceitos adotados para registro dessas operações. II .BACEN Teoria e Exercícios Prof. uma legislação de caráter tributário.as obrigações da arrendatária.com. desde que haja anuência expressa da entidade arrendadora. observada a definição do prazo constante da alínea anterior.br 6 .a faculdade de a arrendatária transferir a terceiros no País. para o arrendamento de outros bens. 90 (noventa) dias. A operação de arrendamento mercantil será considerada como de ‘compra e venda a prestação’ se a opção de compra for exercida antes de decorrido os prazos mínimos estabelecidos.Curso Online – Contabilidade de Instituições Financeiras .6. com ou sem co-responsabilidade solidária. 2. transferido para o arrendatário (como é o caso do leasing financeiro). quando se tratar de arrendamento de bens com vida útil igual "ou inferior a 5 (cinco) anos. e a data de vencimento da última contraprestação. ao final do prazo contratual. consubstanciada em termo de aceitação e recebimento dos bens.5 Prazos mínimos dos contratos de arrendamento mercantil Os contratos devem estabelecer os seguintes prazos mínimos de arrendamento: I . Jaildo Lima XI . limitada a multa de mora a 2% (dois por cento) do valor em atraso.pontodosconcursos. Jaildo Lima de Oliveira www.

BACEN Teoria e Exercícios Prof. no entanto. uma empresa pode deduzir do Imposto de Renda o custo da aquisição de um ativo fixo. Portanto. em especial nos caso do leasing financeiro. Veremos maiores detalhes na Aula referente a Ativo Permanente. Tal dedução geralmente se dá por meio da transferência periódica (mensal ou anual) para o resultado de uma parcela desse custo de aquisição. que no caso do leasing o Fisco permite que essa depreciação ocorra mais rápido do que uma operação normal. e as contraprestações são consideradas como despesas (podendo ser deduzidas para fins fiscais).br 7 . Jaildo Lima Tal prática é bem diferente da contabilização recomendada pelas melhores práticas internacionais e segundo as regras norte-americanas onde prevalece a essência econômica em detrimento da estrutura jurídica da operação. O registro das operações de leasing segundo o Cosif será feito pela arrendatária e pela arrendadora da seguinte forma: Na arrendadora: • • • o bem objeto é contabilizado em seu Ativo Permanente Imobilizado. Na arrendatária (em contrapartida aos registros feitos pela arrendadora): • • • • é realizada como se fosse um aluguel. Jaildo Lima de Oliveira www. Observo que como as instituições financeiras normalmente assumem a posição de arrendadora no contrato de leasing. Prof.Curso Online – Contabilidade de Instituições Financeiras . o bem objeto Imobilizado. conforme prazos definidos pelo Fisco dependendo da característica do bem sujeito a depreciação. Assim. Vale destacar. as regras de registro contábil dessas operações estão descritas apenas para a instituição financeira arrendadora.com. podemos dizer que no registro contábil das operações de arrendamento mercantil segundo o Cosif prevalece a forma (aspecto jurídico) sobre a essência econômica. não é contabilizado no seu Ativo Permanente o valor da dívida não é registrado no Passivo.pontodosconcursos. sobre o bem incide a despesa acelerada de depreciação4 (benefício fiscal). 4 Pela depreciação. e as contraprestações são consideradas como receita.

7. Outros dados: • • • Vida útil do bem: 90 meses Taxa Interna de Retorno do Contrato: 2. essa operação de leasing é classificada como leasing financeiro (observe que o somatório das contraprestações – R$ 120.7. com as seguintes características: • • • • Custo do bem arrendado: R$ 63. Circulante) 63.BACEN Teoria e Exercícios Prof.pontodosconcursos. a ser pago no final do contrato.1.1. VRG: 2% do custo de aquisição do bem.260 1. Jaildo Lima de Oliveira www. Circulante) 120. Prazo: 60 meses.br 8 .2.07. de Arrend.5. Circulante) 1.000 63.3.000 (R$ 2. Jaildo Lima Exemplo de contabilização do leasing na arrendadora: A empresa Eixo celebrou em 31.5.7.000 Contabilização do Contrato de Arrendamento D .95 Rendas a Aprop.1.000 (postecipada).Curso Online – Contabilidade de Instituições Financeiras .01 com o Banco BSD uma operação de arrendamento mercantil. Residuais a Balancear (conta retificadora do A.1.000 120.2.7.4378% Valor Presente do Contrato em 31/08/01: R$ 62.81 Pelas características.535.95 Val. (conta retificadora do A.1. Prestações: R$ 2. Lançamentos na contratação (31/07/01) Contabilização da aquisição do bem D .1.260 Prof.1 Caixa (conta de A.com.10 Bens Arrendados (conta de Ativo Permanente) C .000 x 60 contraprestações) – é muito maior do que o custo do bem.10 Val. Residuais a Realizar (conta do Ativo Circulante) C .1 Arrendamentos a Receber (conta do Ativo Circulante) C .000 Contabilização do VRG D .000.1.

Circ. a comparação dos dois valores (em 31/08/01) revela que a diferença apurada é positiva.2.Curso Online – Contabilidade de Instituições Financeiras . Permanente) 1.1. Acum.7.1 Depósitos à Vista (conta de Passivo Circulante) C .7.BACEN Teoria e Exercícios Prof.81 Assim.90 Dep.br 9 .pontodosconcursos.000 2.) C .3.535.8.00 Valor Presente do Contrato de Arrendamento = R$ 62.4.10 Desp.000 Contabilização do recebimento da 1a prestação – supondo o pagamento em dia D . Jaildo Lima de Oliveira www.000 Contabilização da depreciação – O bem arrendado pode ser depreciado com redução de 30% de seu prazo de vida útil econômica D . ou seja. o lançamento de ajuste seria feito da seguinte forma: Prof.95 Rendas a Aprop. de Arrendamentos (conta retificadora de A.com.7.000 Contabilização do ajuste a valor presente – é um procedimento determinado nas normas do SFN visando traduzir o resultado contábil da operação de leasing financeiro como se tal operação tivesse sido contabilizada como um financiamento.1. Financeiros (conta de Receita) 2.000. de Depreciação (conta de Despesa) 1.1.3.2. Jaildo Lima Lançamentos no vencimento da 1ª prestação (31/08/01) Contabilização da Receita – Pela norma as contraprestações serão reconhecidas como receita quando se tornarem exigíveis. baixando-se os valores registrados em “Rendas a Apropriar de Arrendamentos” contra “Rendas de Arrendamento”: D .2. A.) 2. Confronta-se o valor contábil do contrato com o valor presente dos fluxos de pagamento futuros (descontado pela TIR do contrato) Se VP > VC = Superveniência de Depreciação Se VP < VC = Insuficiência de Depreciação No nosso exemplo. o ativo deve ser ajustado para mais: • • Valor Contábil do Contrato de Arrendamento = R$ 62. Bens de Arrendamento (conta retificadora.000 C .000 2.20 Arrendamentos a Receber (conta de Ativo Circ.1.1. Rendas de Arrend.1.1.

2 – Rendas de Arrendamento Mercantil (conta de Receita) 535. e não um arrendamento.81 Ao final de cada mês. agindo como intermediário entre esse fornecedor e o arrendatário final que é chamado subarrendatário.BACEN Teoria e Exercícios Prof. No entanto. Portanto. necessariamente. um fornecedor externo (de outro país) do bem objeto do contrato. Comissão arrendador fornecedor de do Compromisso – Remuneração cobrada pelo arrendatário em função do adiantamento ao • • Subarrendamento – Transferência do contrato de leasing de uma arrendatária para outra. Jaildo Lima D – 2.Curso Online – Contabilidade de Instituições Financeiras . Perm.3.81 535. envolvendo.pontodosconcursos.br 10 .6. ele também precisa continuar usando esse bem. Exemplo: o arrendador contrata um leasing com um fornecedor externo e subarrenda o mesmo com empresa nacional. Conceitos adicionais envolvendo o leasing • Adiantamento a Fornecedores – pagamento feito pela arrendadora ao fornecedor para que a mesma elabore o bem nas condições estabelecidas pela arrendatária. o contrato de leasing financeiro irá refletir contabilmente a operação como se um financiamento estivesse sendo contabilizado. Lease Back – Contrato de arrendamento mercantil no qual o bem objeto do contrato era inicialmente do arrendatário. mas que continua utilizando o bem por meio de um contrato de arrendamento. • Prof. o mais comum é que esse proprietário original do bem precisa de dinheiro e só tem como obtê-lo vendendo esse bem. Jaildo Lima de Oliveira www. o lease back é uma forma de financiamento do proprietário do bem.1.30 – Superveniência de Depreciação (conta do A.2. Imobilizado) C – 7. o arrendador no país é arrendatário em relação ao fornecedor no exterior. Assim.com. 2. que o vende a um arrendador (recebendo à vista o dinheiro que precisa). Nesse caso. Atenção: Vale observar que os direitos decorrentes de operações de arrendamento mercantil registrados pelas instituições financeiras arrendadoras estão sujeitas às mesmas regras de classificação em níveis de risco e provisionamento existentes (ver aula anterior) para as demais operações de crédito.

Imposto de competência dos municípios. entretanto.com.BACEN Teoria e Exercícios Prof. ou relativas a títulos ou valores mobiliários (IOF5) não incide sobre operações de arrendamento mercantil. o Imposto sobre Serviços (ISS6) será pago na operação.Curso Online – Contabilidade de Instituições Financeiras . Prof. Jaildo Lima de Oliveira www. 5 6 Imposto de competência da União Federal. Jaildo Lima Embora não seja o foco do curso.pontodosconcursos. é importante esclarecer que o imposto sobre operações de crédito. câmbio e seguros.br 11 .

com.pontodosconcursos. que se compromete a pagar as contraprestações devidas. • O prazo mínimo do leasing operacional é de 90 dias. Prof. • Somente sociedades de arrendamento mercantil e bancos múltiplos com carteira de arrendamento mercantil podem realizar operações de leasing. • O leasing é dividido em duas modalidades: operacional e financeiro.br 12 . • A superveniência e a insuficiência de depreciação são ajustes feitos na contabilidade do leasing financeiro visando que tais operações sejam refletidas pelo seu valor presente. • É uma operação onde o arrendador atua como intermediário. • O subarrendamento é a transferência de um contrato de leasing de uma arrendatária para outra. Jaildo Lima Resumo da Aula Vimos nessa aula que: • O arrendamento mercantil é uma transação celebrada entre o proprietário de um determinado bem (arrendador) que concede a um terceiro (arrendatário) o uso deste por um período fixo. • O leasing operacional tende a ser mais vantajoso para o arrendatário do que o leasing financeiro uma vez que suas contraprestações não têm por objetivo amortizar o valor do bem.BACEN Teoria e Exercícios Prof.Curso Online – Contabilidade de Instituições Financeiras . • O lease back é um contrato de leasing no qual o bem objeto do contrato era inicialmente do arrendatário. adquirindo o bem e concedendo o uso e a posse ao arrendatário. mas assume o compromisso de prestar assistência técnica bem como o risco comercial da obsolescência do bem. • O prazo mínimo do leasing financeiro é de 2 anos para bens com vida útil de até 5 anos ou de 3 anos nos demais casos. a sociedade arrendadora concede o uso da propriedade a arrendatária. • No leasing operacional. envolvendo um fornecedor externo. Jaildo Lima de Oliveira www.

As operações de arrendamento mercantil (leasing) podem ser classificadas nas modalidades operacional e financeiro.Curso Online – Contabilidade de Instituições Financeiras . F e) F. indicando a incorreta: a. F. Jaildo Lima de Oliveira www. são normalmente suficientes para que a arrendadora recupere o custo do bem arrendado durante o prazo contratual da operação e.BACEN Teoria e Exercícios Prof. em seguida. assistência técnica e serviços correlatos à operacionalidade do bem arrendado são de responsabilidade da arrendatária. preparado pelo professor. Jaildo Lima EXERCÍCIOS Vamos responder as questões abaixo a partir do conteúdo estudado? No tipo de questão apresentada a seguir.br 13 . V c) V. F 02. o valor de mercado do bem arrendado. a) V. ( ) As despesas de manutenção. apresentamos o gabarito e comentários para cada questão. você ainda tiver dúvidas sobre o conteúdo apresentado não desanime! Mantenham contato por meio do Fórum! 01. (BCB – 2002 . obtenha um retorno sobre os recursos investidos. No final. adicionalmente. ( ) As contraprestações e demais pagamentos previstos no contrato. ( ) O preço para o exercício da opção de compra é livremente pactuado. o contrato de leasing operacional é formalizado entre o produtor dos bens (arrendador) e seus usuários (arrendatários). julgue as assertivas. V d) V. Observação Importante Se ao final da série de questões dessa aula.pontodosconcursos. V. podendo ser. marque a opção correta.ESAF) Quanto às características das operações de arrendamento mercantil financeiro. ficando sempre sobre a responsabilidade do arrendador a manutenção do bem. avalie o acerto das afirmações adiante e marque com V as verdadeiras e com F as falsas. dependendo da banca promotora. V. F b) V. há somente uma resposta correta.com. CEF e outros ou quando não indicado. Prof. Destaco que as questões abaixo foram extraídas de concursos do Banco Central do Brasil. V. devidos pela arrendatária. A esse respeito. F. no padrão que pode ser utilizado no concurso do Bacen. inclusive.

julgue os itens a seguir. d) no Ativo Circulante e no Realizável a Longo Prazo. as sociedades de arrendamento mercantil e todos os bancos múltiplos podem realizar operações de leasing. indicando a falsa: a.pontodosconcursos. e) somente em notas explicativas. pela norma brasileira. sob a modalidade de Leasing Financeiro. arrendamento de veículos a terceiros. 03.com. pois este bem pertence à arrendatária e. Ainda em relação ao tema. não pertence à arrendadora. d. Prof. Jaildo Lima b. É correto afirmar que os bens objetos do arrendamento a terceiros deve ser contabilizado na Instituição Financeira: a) no Ativo Realizável a Longo Prazo. Jaildo Lima de Oliveira www. a operação de leasing apresenta benefícios fiscais tanto para a arrendadora quanto para a arrendatária. b) no Ativo Imobilizado. O valor residual garantido (VRG) representa o valor do bem ao final do contrato de leasing. estrangeira. dentre outras operações de crédito. c. envolve uma empresa 04. b. via de regra. As normas contábeis internacionais e americanas relativas ao leasing não são similares à regulamentação contábil brasileira constante do COSIF. operacional ou financeiro orienta os c.BACEN Teoria e Exercícios Prof. A classificação do leasing em procedimentos de contabilização. de acordo com os prazos das parcelas que faltam a receber. o mecanismo de superveniência/insuficiência da depreciação ajusta o valor contábil do contrato de leasing ao seu valor presente. e. d. a contabilização do bem objeto do leasing financeiro é feita no Ativo Permanente da arrendadora. no leasing financeiro.Curso Online – Contabilidade de Instituições Financeiras . o prazo de contrato se aproxima do período de vida útil do bem. c) no Ativo Circulante. (BCB – 2005 – FCC) O Banco Múltiplo LSG realiza. pelo COSIF. O subarrendamento. A forma de contabilização do arrendamento mercantil no Brasil está mais relacionada com os aspectos jurídicos da operação – considera a propriedade formal do bem (arrendador) – em detrimento à essência econômica (financiamento).br 14 . portanto. No Brasil. e.

da forma como elas são utilizadas na sua produção. o prazo mínimo de contrato é de noventa dias. Das afirmativas abaixo considera-se verdadeira: a) A operação de leasing operacional é menos onerosa para o arrendatário porque as prestações não amortizam o bem. a. (. e a aquisição. (CEF – 2004 – Fundação Carlos Chagas) O princípio básico que norteia uma operação de leasing é o de que o lucro na produção de bens e serviços. c. ou relativas a títulos ou valores mobiliários (IOF).Adaptada de vários concursos) O leasing. se houver. sim. caso o arrendatário queira adquirir o bem terá que negociar com a empresa de leasing. O contrato de leasing tem prazo mínimo definido pelo BACEN. também denominado arrendamento mercantil. não se origina no fato de que. A respeito de leasing. que estabelece as condições da operação de leasing e os direitos/obrigações de arrendador e arrendatário é Prof. tenha a propriedade das máquinas e equipamentos necessários para produzi-los. comprador) o uso desse bem por prazo determinado.BACEN Teoria e Exercícios Prof. é uma operação em que o proprietário (arrendador. Jaildo Lima 05. cujos valores são acrescidos de um residual garantido e de um valor devido pela opção de compra.pontodosconcursos. e. Além do ISS. As sociedades de arrendamento mercantil nasceram do reconhecimento de que o lucro de uma atividade produtiva só pode advir da propriedade de um bem e não de sua utilização.com. não sendo possível a quitação da operação antes desse prazo. d. b) O contrato de arrendamento mercantil. será feita pelo valor de mercado. incidem sobre as operações de leasing o imposto sobre operações de crédito. julgue os seguintes itens. em nenhum caso. O leasing financeiro se assemelha a um financiamento que utiliza o bem como garantia e que possa ser amortizado em determinado número de prestações periódicas. cliente. empresa de arrendamento mercantil) de bem móvel ou imóvel cede a terceiro (arrendatário.br 15 . No leasing operacional. mas. 06. Jaildo Lima de Oliveira www. recebendo em troca uma contraprestação.Curso Online – Contabilidade de Instituições Financeiras . b. quem os produz. indicando a assertiva correta. O prazo mínimo de arrendamento financeiro é de três anos para bens com vida útil de até cinco anos e de três anos para os demais. câmbio e seguros. O direito à opção pela compra do bem só é adquirido ao final do prazo de arrendamento. o cliente pode quitar o bem antecipadamente ou transferir os direitos e obrigações a terceiros. Por isso.

onde não há necessidade de intervenção de uma empresa arrendadora.pontodosconcursos. c) Lease-back é uma operação de arrendamento mercantil praticada no mercado em que a empresa tomadora de recursos é proprietária de. regida por contrato.Curso Online – Contabilidade de Instituições Financeiras . dispensando até mesmo exigência de garantias. Jaildo Lima de Oliveira www.BACEN Teoria e Exercícios Prof. praticada diretamente entre o produtor de bens (arrendatário) e seus usuários (arrendador). um bem e o arrenda para a sociedade de leasing.br 16 . Jaildo Lima simples e sem nenhuma peculiaridade. Prof. podendo o arrendador ficar responsável pela manutenção do bem arrendado ou por qualquer tipo de assistência técnica que seja necessária para seu perfeito funcionamento.com. com base em um contrato. e) Leasing financeiro é uma operação de financiamento sob a forma de locação particular. de médio a longo prazo. d) Leasing operacional é a operação. de bens móveis ou imóveis.

com. A assertiva ‘e” também não é verdadeira porque as operações de leasing financeiro sempre tem a interveniência de uma empresa arrendadora. Resposta correta: letra ‘c’. Portanto. a regra não define que o direito à opção de compra só pode ser adquirido ao final do prazo de arrendamento. não pode ser simples. não sendo necessariamente seu produtor. Resposta correta: letra ‘a’. assumindo a posição de arrendatária. A assertiva ‘c’ é incorreta. 04.Curso Online – Contabilidade de Instituições Financeiras . será sempre registrado pela instituição financeira arrendadora em seus Ativo Permanente Imobilizado. O contrato irá especificar sobre quem recairá tal responsabilidade. Jaildo Lima Gabarito e Comentários 01. Somente os bancos múltiplos com carteira de arrendamento mercantil podem realizar operações de leasing. 02. A assertiva ‘b’ é incorreta. O Bacen apenas faz a divulgação. Resposta correta: letra ‘b’. Prof. A assertiva ‘d’ não é verdadeira uma vez que o prazo mínimo do arrendamento financeiro para bens com vida úitl de até cinco anos é de 2 anos. Pelo Cosif. seja operacional. 06. é possível a quitação antecipada do bem observado. Ademais. haja vista que no lease back a empresa proprietária de um bem o vende para uma arrendadora e em seguida faz um leasing desse bem com esta. Resposta correta: letra ‘c’. A assertiva ‘e” também não é verdadeira porque as empresas de leasing surgiram em função do fato de que o lucro de uma atividade produtiva pode advir da utilização de um bem sem a necessidade de existência da propriedade legal sobre o mesmo. o bem objeto de contrato de arrendamento mercantil. .br 17 . os prazos mínimos. 03. A assertiva ‘d’ não é verdadeira uma vez que no leasing operacional o arrendador é o proprietário do bem. A responsabilidade pela manutenção do bem pode ser do arrendador ou do arrendatário no leasing operacional. 05. A assertiva ‘a’ é incorreta pois o prazo da operação de leasing é definido pela regulamentação oriunda do Conselho Monetário Nacional – é uma resolução. seja financeiro. haja vista que o IOF não incide sobre as operações de leasing. no entanto. Resposta correta: letra ‘a’. A assertiva ‘b’ é incorreta pois o contrato de arrendamento mercantil deve observar diversas condições da regulamentação. Resposta correta: letra ‘b’. Jaildo Lima de Oliveira www.pontodosconcursos.BACEN Teoria e Exercícios Prof. Por fim.

K.br 18 .htm&vid=n msDenorCosif:idvDenorCosif. Disponível no site http://www.Curso Online – Contabilidade de Instituições Financeiras . Atlas. A.bcb. Acesso em março de 2011.BACEN Teoria e Exercícios Prof. ed.br/pre/normativos/res/1996/pdf/res_2309_v4_P. J. 2a. O.gov.br/NXT/gateway. GOMES. BACEN. Jaildo Lima de Oliveira www. L. de 1996.dll?f=templates&fn=default. 2002. Disponível no site http://www4. Plano Contábil das Instituições do Sistema Financeiro Nacional COSIF. Resolução CMN no 2.gov.com. Jaildo Lima REFERÊNCIAS BACEN.309. São Paulo.pontodosconcursos.bcb. NIYAMA . Contabilidade Financeiras. de Instituições Prof.pdf.. Acesso em março de 2011.