You are on page 1of 23

Determinantes

Determinantes
A toda matriz quadrada 𝐴 = 𝑎𝑖𝑖 , com 𝑎𝑖𝑖 ∈ ℝ , está

associado um número real chamado determinante de A, usualmente representado por

det ( A ) ou A

então det 𝐴 = 𝑎11 ∈ ℝ .Dispositivos práticos para determinantes de matrizes de ordem n ≤ 3 I) Se a matriz 𝐴 = 𝑎11 tem ordem 1.

Dispositivos práticos para determinantes de matrizes de ordem n ≤ 3 II) Se a matriz A é de ordem 2. então det(A) é o produto dos elementos da diagonal principal subtraído do produto dos elementos da diagonal secundária.  a11 A= a  21 a12  a11 ⇒ det ( A ) =  a22  a21 a12 = a11a22 − a12 a21 a22 .

 4 2  .Exemplo 1:  3 −1 Calcule det( A) para A =  .

Dispositivos práticos para determinantes de matrizes de ordem n ≤ 3 III) Regra de Sarrus: Se A é uma matriz de ordem n = 3. isto é.  a11 A=  a21   a31 a12 a22 a32 a13  a23   a33   definimos: det ( A ) = a11a22 a33 + a12 a23 a31 + a13 a21a32 − a11a23 a32 − a13 a22 a31 − a12 a21a33 .

ao lado da matriz.a23 .a32 (c) Os termos precedidos pelo sinal .a22 . a12 .a21.a21. Os termos precedidos pelo sinal + são obtidos multiplicando-se os elementos segundo as flechas situadas na direção da diagonal principal: a11. a13 .a31 .Dica! Podemos memorizar esta definição da seguinte forma: (a) (b) Repetimos.a32 .a22 . a12 .a33 . a13 .são obtidos multiplicando-se os elementos segundo as flechas situadas na direção da diagonal secundária: a11.a23 .a31 .a33 . as duas primeiras colunas.

1 4 2 .Exemplo 2: Calcule: 1 3 4 5 2 −3 .

e se a matriz tiver ordem maior do que 3???? .Mas.

Definimos o menor complementar do elemento aij e indicamos por Dij como sendo o determinante da matriz que se obtém suprimindo a linha i e a coluna j de A.Menor complementar Sejam A uma matriz de ordem n ≥ 2 e aij um elemento de A. .

.Exemplo 3: Seja 5 6 A=  7 8   Calcule D12 e D22.

D31. D21. .Exemplo 4: Seja 4 3 4  A= 2 1 5    3 3 2  Determine D11.

Dij. . Definimos complemento algébrico do elemento aij (ou cofator de aij) e indicamos por Aij. como sendo o número resultante do produto (-1)i+j.Complemento algébrico ou cofator Sejam A uma matriz de ordem n ≥ 2 e aij um elemento de A.

Exemplo 5: Para a matriz  −2 3 5   A=  − 1 8 2     2 −2 −7   determine: a ) D11 e A12 b) D32 e A32 .

+ e = A a1 j A1 j + a2 j A2 j + =  + anj A +..+ nj ∑a j =1 n n ij Aij ∑a i =1 j =1 ij Aij ....Teorema de Laplace O determinante da matriz A =   aij   é igual à soma dos produtos obtidos multiplicando os elementos de qualquer linha (coluna) pelo seus respectivos co-fatores: A = ai1 Ai1 + ai 2 Ai 2 + =  + ain Ain +.

D12 = e D13 a32 a33 a31 a32 a31 a22 a32 a12 a22 a32 a13 a23 = a11 A11 + a12 A12 + a13 A13 = a11 D11 − a12 D12 + a13 D13 a33 = D11 .Teorema de Laplace a11 a21 a31 onde a22 a23 a21 a23 a21 = . .

.Observação 1 O Teorema de Laplace estabelece que o determinante de uma matriz pode ser obtido efetuando a soma do produto dos elementos de uma linha (ou coluna) pelos respectivos complementos algébricos e reduz o cálculo de um determinante de ordem n ao cálculo de determinantes de ordem n -1. Para aplicação do Teorema de Laplace convém escolher uma linha ou coluna da matriz com o maior número possível de zeros.

Começa-se com o método de escalonamento para obter. apenas um elemento não nulo e aplica-se em seguida o desenvolvimento de Laplace ao longo dessa coluna. . usam-se simultaneamente o método de escalonamento e o teorema de Laplace. por exemplo.Observação 2 Muitas vezes. para calcular o determinante de uma matriz. na 1ª coluna.

Exemplo 6  −2   −2  Seja A =  4   −1  π 0 2 5 1 0 0   9 0 2  5  5π  . calcule det ( A ) 5 −2  4  π 0 0   0  −2 0 0 π .

Exemplo 7  1 −1 −1  2 1 −1 Seja B =   −1 2 −1  1 1 2 1 1  . calcule det ( B ) 1  1 .

Exemplo 8 Determine o valor de x na equação x 1  2  0 0 0 0 x 1 2  = 16 0 x 3  0 0 2 .

Exemplo 9 Determine os valores reais de x que verifiquem a desigualdade 0 x2 x 0 4 x 6 7 0 6 3 0 0 x > 0. 4 1 .

que y − 2 y + 1 = 2 .Exemplo 10 x 1 2 0 0 x 1 1 . Calcule os valores reais de x para Seja y = 0 0 x 1 0 0 0 x 0.