You are on page 1of 6

LeCorbusier eo Radiant Cidade Contra Urbanidade verdade e da Terra

Rachel Kennedy Introducton: A cidade de final do século XIX, início do século XX estava em um processo de transformação. Industrialização, que tinha destruído as obras de artesanato tradicional e fez a pequena agricultura não rentáveis, os trabalhadores levados para áreas urbanas em taxas explosivas. Ao mesmo tempo, o automóvel assaltado padrões rua histórica, fazendo com que o equivalente a um impasse e uma situação perigosa para os peões. Em suma, o capitalismo industrial estava a destruir a cidade histórica também. Teórico urbanas têm sido de luta, desde aquela época, com a forma de reinventar a cidade de maneiras que beneficiarão a humanidade ea natureza. Le Corbusier, nascido Charles Edoard Jeanneret, foi como um teórico. Ele seguiu uma visão da boa sociedade há mais de 40 anos. Neste ensaio, vou iluminar Corbusier pensava usando o modelo de Cidade Radiosa (1930-1935). Vou mostrar como sua perspectiva utópica é flagrantemente falhos e como esta visão tem sido prejudicial para a prática do planejamento urbano em nosso mundo da vida. Além disso, vou comentar sobre a visão alternativa oferecida pela cidade sustentável dos Yanarella e Levine. Sua vida: Le Corbusier, nasceu em 1887 na cidade suíça de relojoaria de Fonds La Chaux de. Seu pai era um enameler assistir altamente qualificados e sua mãe era pianista e professor de música. A família era protestante, alguns estudiosos acreditam que foram os calvinistas (Sereyni 1975: 23). Na idade de quinze anos, Corbusier matriculados na escola de comércio local, L'Ecole d'Art, a fim de aprender o ofício da gravura caixa do relógio. Mentor de Corbusier na escola foi Charles L'Eplattenier. L'missão Eplattenier's pessoal em L'Ecole foi encontrar os alunos mais promissores carreiras alternadas nas artes plásticas. Ele sabia que, eventualmente, a arte trabalha em La Chaux de Fonds seria replicado por máquina a um preço mais barato, destruindo assim a economia local. L'Eplattenier viu promessa na Corbusier jovens. Na verdade, ele decretou que o jovem deve se tornar um arquiteto. Corbusier foi a primeira ambivalente, preferindo uma carreira como pintor, mas mais tarde ele veio a abraçar a profissão de arquiteto. Sob a tutela de L'Eplattenier's, Corbusier foi exposto a William Morris, John Ruskin, Platão e Pitágoras. Outras influências iniciais foram Les Edward Schure do Grande Inities e Gramática Owen Jones, de ornamento. Platão, Schuré, e Jones, parecem ser os mais influentes na visão de mundo em desenvolvimento Corbusier. De Platão, Corbusier extraído as idéias aparentemente universal da Beleza, Verdade e Harmonia. Os formulários foram lá fora, ou seja, não é deste mundo, um só tive que começar por baixo todos os dias e seu próprio corpo. Intrínsecos à filosofia neo-platônica foi a noção de que apenas alguns poucos dignos "inities", como Schure chamava, poderia saber as suas formas universal. Artisticamente, neo-platonismo significa uma rejeição de representações realistas e uma concentração em chegar à verdadeira natureza de um

uma habitação que traria vida do trabalhador está em casa. Arquitetura ou Revolução Revolução pode ser evitada" (Le Corbusier 1986: 289). após um voo de avião sucesso em todo o Canal Inglês. Essa mudança parece ter sido inculcado em conjunto com a Escola Bauhaus em Viena e sua associação com Auguste Perret. As formas geométricas eram verdadeiras. a suposição de que a habitação "melhorado" lift trabalhadores fora de sua cultura da pobreza. na mais alta estima. Também implicou um antagonismo em relação ornamento de qualquer tipo. com apenas quatro de carga betão armado. ".. o de trazer uma revisão de valores. na forma de cálculos tecnocráticos e ordem burocrática. ele desenvolveu idéias sobre a inevitabilidade da racionalidade capitalista e da estética da máquina. uma revisão dos elementos constitutivos da casa Devemos criar o espírito a produção em massa "(Le Corbusier 1986: 227). ou seja. Corbusier aprendeu a estética do funcionalismo (a beleza de uma cuidadosamente calculados ornament sans estrutura) eo positivismo da idade moderna. para ser uma maneira barata e eficiente para os trabalhadores da casa que iria fornecer um ethos moderno. Corbusier racionalizada da casa. Simplificando. Não foi exatamente isso Corbusier acreditava na teoria de elevar de arquitetura.. Em parte. em seu livro Todos Imagens de consumo. ele criou o conceito de habitação Dom-ino.objeto. no Palácio de Cristal.. Stuart Ewen. Sob a orientação de Perret. Mais tarde. ele proclamou: "As guerras são mais! Há fronteiras não mais!" (Fishman 1982: 170). este período de renovação. Ele prevê um papel novo e exclusivo para o artista / arquiteto eo urbanista que intimamente aderido ao espírito capitalista." (Ewen 1988.. Corbusier acreditava que a única maneira de impedir uma revolução trabalhador era formular uma máquina para viver. de acordo com a disciplina da fábrica. que era uma estrutura retangular. Ele cita Charlotte Bronte. poderia ser aberto à luz do sol através de envolver em torno de janelas de vidro. ele laconicamente estados. a multidão enchendo os corredores grande parece governado e subjugado por alguma influência invisível .. famoso romancista. Corbusier estava muito interessado em explorar a "influência invisível" da arquitetura na era moderna: "O problema da casa é um problema da época O equilíbrio da sociedade a-dia depende disso Arquitetura tem como seu primeiro dever. então. . um engenheiro parisiense. As paredes.a enorme quantidade de tráfego e da miséria de habitação dos trabalhadores industriais. ele começou a realizar o espírito do capitalismo. Corbusier veio a rejeitar muito das teorias de seu professor sobre o renascimento das artes e ofícios tradicionais. Em vez disso. 164). encontro inicial Corbusier com a cidade grande e complexa de Paris o convenceu da necessidade de habitação modernos e uma cidade moderna. isso foi uma resposta ao que ele chamou o caos ao seu redor . por Corbusier. Na verdade. "Ontem eu fui pela segunda vez ao Palácio de Cristal . observa que muitos pensadores modernos presume uma correlação entre o comportamento das massas e estruturas arquitetônicas. Para este fim. Corbusier e Modernidade: Confiança Corbusier compartilhada Perret e entusiasmo para a idade moderna. Perret foi tão otimista sobre a nova era de progresso. Ele também subscreveu a teoria da arquitetura como disciplina e controle. . no. Para este fim. A carcaça foi suposto. formas estilizadas e figuras. Ele comparou esse transtorno para a disciplina e autoridade da fábrica e fundar a cidade inexistente.

Os trabalhadores foram colocados nas extremidades da cidade. ineficiente de regulação da produção capitalista. Corbusier assumiu que o plano iria angariar apoio de capitalistas interessados em travar os movimentos dos trabalhadores e instituindo uma disciplina de fábrica. perto de seu local de trabalho . a casas pré-fabricadas de apartamentos. ele tentou esclarecer como o seu plano seria benéfico para o setor empresarial da cidade. Nessas primeiras teorias. no entanto. a Cidade Contemporânea foi baseada na eliminação de mais da paisagem parisiense (alguns monumentos históricos deveriam ser mantidas). estiveram no centro da vida "urbana". Maior parte das terras. Isso foi antes de sua desilusão com o capitalismo. para que mais terras poderia ser .produção ilimitada de necessidades e desejos humanos (progresso como prometido). era visto como fomentar a revolução. Sindicatos eram grupos de trabalhadores em um comércio especial que elegeu o seu líder "natural" a um conselho de comércio regional. os capitalistas eram muito imaturos para realizar seus validade. Já não seria fábricas de ser capaz de produzir mais e criar depressão. de acordo com Corbusier. o indivíduo mais capaz foi escolhido para representar os regionais no conselho nacional. Les une estavam disponíveis para todos (não apenas a elite) com base no tamanho e necessidades de cada família em particular. planos científico sobre como eo que as fábricas devem produzir. pelo menos neste estágio de sua evolução: os planos eram de som. seguido pelo Plano Voisin. Luz solar e de recirculação de ar foram fornecidos como parte do design. um drama intenso da democracia parlamentar uma valorização dos direitos dos trabalhadores . Democracia foi vista como uma forma caótica. em estruturas de apartamento moderno.A cidade histórica. Para Corbusier. isso significava que o capitalismo iria ter um plano e. O prédio teria que ser colocado em cima pilotus. portanto. Na Cidade Radiosa. Primeira tentativa Corbusier no planejamento da cidade veio na forma do Plano de Cidade Contemporânea para três milhões de pessoas. A pirâmide como concepção atingiu um ápice com o "natural" elites fazendo desapaixonada. foi deixado para paisagens naturais e parques infantis. na França. Com as depressões do final dos anos 1920 e uma recepção morna da industrials. baseada em syndicats. de acordo com Corbusier. que foi a aplicação da Cidade Contemporânea de Paris. 2. les une. cerca de 85 por cento. seria ordenado e harmonioso. Corbusier juntou ao movimento sindicalista. A escala dos prédios de apartamentos era de cinqüenta metros de altura. Uma autoridade mais harmonioso e mais disciplinada foi criado. com base na Domino. ea construção de 24 arranha-céus de aço e vidro que abrigaria a elite empresarial e artístico. como para toda a sociedade. Do conselho regional. O velho "decrépito" estruturas do passado tiveram que ser eliminadas. se a idade moderna foi o de cumprir o seu dever verdade . em teoria. Em 1930. tudo seria regulado de cima por inities les grand. Sindicalismo tinha vindo a abraçar. Ninguém levou em cima dele.clearance da paisagem urbana histórica e reconstrução utilizando métodos modernos de produção.elementos da extrema-esquerda e da extrema direita. o que poderia acomodar.a fábrica. Corbusier perdeu sua fé no capitalismo como o portador supremo do progresso. cinco metros do chão. Sem entrar em grandes detalhes.700 habitantes com catorze metros quadrados de espaço por pessoa. então. O plano tinha muito em comum com a cidade contemporânea . Cidade Radiosa Corbusier: A Cidade Radiosa cresceu fora desta nova concepção de autoridade capitalista e uma apreciação para a pseudo-liberdades individuais dos trabalhadores.

Cinqüenta metros no ar crianças estavam a ser deixados em les une 'creche e cientificamente levantadas por profissionais treinados. O centro de negócios. o transporte na Cidade Radiosa era de se mover rapidamente e eficientemente. corredor ruas foram destruídas. O tempo economizado permitirá o indivíduo a pensar. foi reduzido para cinco horas por dia. que iria preparar refeições diárias (se quiser) para cada família e iria completar as tarefas de cada família "lavanderia. Tráfego de automóveis foi a circular em estradas pilotus apoiou cinco metros acima da terra. os elevadores. a jornada de trabalho. (Clique aqui para ampliar a imagem) Corbusier passa grande parte do manifesto Cidade Radiosa elaborando sobre os serviços disponíveis para os moradores. onde os moradores se expôr ao sol em Anatural "arredores -. O terreno todo foi dado como um "presente" para os peões. . Os arranha-céus foram para proporcionar espaço de escritório para 3200 trabalhadores por prédio. por cinco horas diárias. Diretamente em cima dos prédios de apartamentos foram os jardins no último andar e praias. Como na Cidade Contemporânea. sistemas de transporte também foram formulados para economizar o tempo individuais . de modo a evitar a crise de superprodução. Cada bloco de apartamentos foi equipado com uma seção de catering na cave. As mulheres foram intimados para ficar em casa e executar tarefas domésticas.entregue à natureza. foi posicionado ao norte de les une e consistia de cartesiano (de vidro e aço) todos os arranha-céus de 400 metros. padrões que Corbusier criado para diminuir o efeito da uniformidade. Corbusier amargamente reprovações defensores da cidade-jardim horizontal (subúrbio) para o tempo perdido pendulares para a cidade. Corbusier chamou-a cidade-jardim vertical. e as ruas pedestres interior que ligava um prédio para outro. Dentro les une as ruas foram vertical. tiveram suas estradas separada de automóveis. com vias de execução em projeções ortogonais e diagonais. Outros modos de transporte. ou seja. que tinha gerado muita elaboração na Cidade Contemporânea. Devido à sua natureza compacta e separados. como metrô e caminhões. Retrocesso de outras une seria alcançada por redents les. se necessário. escrever ou utilizar o jogo e campos desportivos que cobriu grande parte do território da cidade.

prescrever um plano fundamentado em cálculos objetiva e fatos científicos. um desejo cartesiana para escapar desta bobina mortal. sereno e harmonioso. a destruição da sensualidade da vida da cidade são todos prova positiva de que ele estava apavorado da terra e outros. a autoridade patriarcal. a dependência em fatos científicos e remoção de memória. pois eles são capazes de se comportar. Assim. fundamentada em ambos. como tomar banhos de sol no telhado ou jogando basquete. Além disso. Corbusier mantida. De fato. Ele foi inities le grand que poderia sair da história e descobrir a boa sociedade. A autoridade da cidade é um dos incorporação em um lugar e espaço. É uma autoridade de educação política. que propõe a Ernest Yanarella e Levine Dick. Mas. mas não agir.Muitos estudiosos têm adotado a noção de que o Corbusier da Cidade Radiosa era um kinder Corbusier. Corbusier viu-se como o redentor da humanidade paternal. O tempo lesiure defendida por Corbusier é um cheio de saudável "dia minded" perseguições. Corbusier desde actividades de tempos lesiure que gostava. Não poderia haver debate. A humanidade estava a aceitar esta disciplina como um pedido. varrido da história. Corbusier colocá-lo como este. seja mulher ou um trabalhador. e estabeleceu a ordem ortogonais. Mas. eles têm falhado ao considerar que as liberdades chamados individuais que não foram promovidos Corbusier liberdades em tudo. Conhecimento não existe fora do tempo e do espaço. é plácido. o que Richard Sennett refere-se como a autoridade do falso amor e da autoridade de nenhum amor (Sennett. Esta é a essência do pensamento utópico. o fluxo da história. Na Cidade Contemporânea. é desordem e devem ser levados em linha. então. é em vez disso. não há espaço na Cidade Radiante para que os indivíduos agem nãoracional. A rua vertical. Obviamente. Muito simplesmente." (Le Corbusier 1967: 152). Corbusier descreve a vista do arranha-céu como não desta terra. mais suave. ele receitou um plano que evitou incorporação. "Autoridade deve intervir. Inities Les grand poderia. a incerteza de ser foi demais para ele. Projetos Corbusier para a cidade estão fundamentadas no desejo de escapar da terra. doting paternalista. é especificamente não-utópico. o arranha-céu. Não pode haver nenhuma extravagância ou excesso caótico. Implicitamente. este não é o principal problema com a sua tese para a Cidade Radiante. necessariamente. LeCorbusier-A Crítica: É claro. a sua noção de autoridade é patriarcal e burocrático. No entanto. A Cidade Sustentável. Ele foi o bom calvinista que faria todo o mundo para a glória do racionalismo. O outro. seguindo Platão e Schuré. que a verdade universal. A cidade lunático teria que seguir o caminho de 99 por cento da cidade histórica. a liberdade? Indivíduos Corbusier não foram autorizados a ter uma voz na governação das suas vidas. a visão Corbusier sofre de uma concepção ingênua da natureza humana. ou seja. necessária objetiva da realidade por uma autoridade. são estes passatempos. onde o conhecedor eo conhecido se . a autoridade de um pai preocupado com seus filhos. é improvável que 99 por cento da humanidade nunca vai se comportar nos chamados meios racionais. a morte da rua. nenhuma política sobre os preceitos do plano. 1980). é um medo deste mundo. Certamente. Assim. a beleza ea bondade pode ser verificada por aqueles que tinham se divorciado da matéria (corpos humanos).

Serenyi. Kathleen B. Sennett. Trans. Natureza torna-se "outro" em seus planos. 1971. New York: Routledge Press. Le Corbusier vê a natureza como preenchendo ilimitada necessidades e desejos humanos. 1993 Autoridade Compassivo:. é difícil dizer se o pensamento urbano Corbusier teve um efeito direto sobre os planejadores da cidade. 1967. 1977. Democracia e Representação da Mulher. Bibliografia: . Uma cidade sustentável levaria a humanidade para fora do centro de ser e de substituí-lo / a com a noção de interconectividade: os laços profundos que tecem nossas vidas juntos com o mundo natural. etc Certamente. A diversidade é respeitada.não é deste mundo. sua visão asséptica da cidade destruiu a teatro de rua que Jane Jacobs tão amorosamente descreve. por Pamela Knight. Para concluir. natureza. Trans. 1975. Cidades sustentáveis oferecem uma visão de mundo melhor. Le Corbusier. Richard. história e lugar com uma visão viável para o futuro. Jones. é unsensual. Ewen. A natureza é respeitada por seu processo de busca de equilíbrio e seus limites. Utopias Urbanas no Século XX. como Kathleen Jones coloca. Mass: The MIT Press. Le Corbusier em Perspectiva. NJ: Prentice Hall Publishers. independentemente da sua evocação da natureza. A Cidade Radiosa. . o plano como fato científico. a-histórica . Stuart. Parece. Fishman. ed. A paisagem de Corbusier. 1980. que algumas de suas noções fizeram seu caminho para a renovação urbana lógica: a depuração. Robert. O Programa Cidade Sustentável não fetichizar a natureza como redentor e objeto de gratificação. Levieux Eleanor. . New York: A imprensa Orion. New York: Rizzoli International Publications. Peter. A Cidade de Amanhã e seu planejamento. New York: WW Norton and Company. Le Corbusier. por Frederick Etchells. Curtis. uma que liga os seres humanos. e Coltman Derek. já que o conhecido se torna. Authority. Englewood Cliffs. 1988 Todas as Imagens Consumir: The Politics of Style em Cultura Contemporânea. habitações degradadas.tornar um. William JR 1986 Le Corbusier: Idéias e Formas. New York: Basic Books. a destruição da memória. Cambridge. no entanto. 243). "em casa neste mundo" (Jones 1993. Cambridge Mass: The MIT Press.