You are on page 1of 9

Ano Lectivo 2012/2013 9 de Janeiro de 2013

Instituto Politécnico da Guarda
Sistemas de Referência
Relatório

Trabalho realizado por: Carlos Barbosa 1011127, TSIG

1

Datum Global a. Rede Altimétrica ou de Nivelamento 7. Referências 2 . 1ª Ordem b. Rede Geodésica Nacional a. Definição 3. ETRS 89 b.Índice 1. Lisboa 5. 73 b. Triangulação Geodésica a. Introdução 2. 3ª Ordem 4. WGS-84 6. Datum Local a. 2ª Ordem c.

1.Rede Geodésica Nacional . os quais são: . Introdução Este trabalho foi elaborado no âmbito da cadeira de sistemas de referância do curso de especialização tecnológica em TSIG (Topografia e Sistemas de Informação Geográfica) da escola superior de tecnologia e gestão do Instituto Politécnico da Guarda.Datum Global .Rede Geodésica Nacional . com o intuito de conhecer um pouco da área em estudo. O relatório está dividido em cinco temas.Rede Altimétrica ou de Nivelamento 3 .Triangulação Geodésica .Datum Local .

sobre a superfície terrestre ou quando na projeção mercator toma a forma de um elipsóide. Triangulação Geodésica A triangulação geodésica consiste numa rede de marcos construídos sobre círculos de altura iguais.3 – Marco Geodésico de 2ª Ordem) 3.2. Os marcos geodésicos permitem a obtenção das coordenadas dos pontos que formam os vértices dos triângulos com elevada precisão (Fig. Rede Geodésica Nacional 4 .1 Vértices da Rede Geodésica) (Fig.2 Marco Geodésico de 1ª ordem) (Fig.4 – Marco Geodésico de 3ª Ordem) (Fig.

Datum Local 5 . no continente.A Rede Geodésica Nacional (RGN) tem cerca de 9 000 vértices geodésicos. Estes pilares foram construídos e observados pela 1ª vez no século XIX. (Fig.5 – Rede Geodésica Nacional) 4. A rede de 1ª ordem tem 126 pilares com distâncias compreendidas entre 30 a 60 Kms. A distância média entre os pilares da 2ª ordem é de 15km. A 3ª ordem tem uma densidade muito maior existindo um vértice por cada 10 Km2. processada e ajustada com coordenadas precisas ETRS89 e WGS84/ITRF96. agrupados em 3 ordens. A observação da Rede Geodésica de 1ª Ordem encontra-se completa.

Ponto de Origem das Coordenadas Geodésicas: . Latitude da Origem das Coordenadas Rectangulares: 39º 40’ 00’’ N . Elipsoide de Referência: . Longitude da Origem das Coordenadas Rectangulares: 08º 07’ 54’’. 862 W 5. por forma a minimizar as eventuais distorções da rede. Projecção Cartográfica: Castelo de S. 73 O Datum 73 foi estabelecido na década de 1970. dividida em vários blocos. As observações angulares que deram origem a este Datum foram realizadas entre 1963 e 1888 com teodolitos Troughton e Repsold. Longitude da Origem das Coordenadas Rectangulares: 08º 07’ 54’’. . tendo a orientação da rede sido estabelecida pelo azimute Melriça TF4 -> Montargil. Falsa Origem das Coordenadas Rectangulares: M=+180.Jorge. tendo sido determinada em primeiro lugar a triangulação fundamental e posteriormente a restante rede de primeira ordem.990 metros b. Lisboa O Datum Lisboa foi fixado nos finais do século XIX.598 metros P=-86. Datum Global 6 . O cálculo foi realizado pelo método das condições de observação. A orientação da rede foi dada pelo azimute Lisboa -> Serves e a sua escala pela base da Chamusca medida com decâmetro de Repsold. Foi escolhido para ponto origem do Datum um vértice geodésico no centro do País. Elipsoide de Referência: . Ponto de Origem das Coordenadas Geodésicas: . Lisboa Hayford Gauss-Kruger . As observações angulares foram efetuadas na década de 1960 com teodolitos Wild T3 e T4. Projecção Cartográfica: Melriça TF4 Hayford Gauss-Kruger . .a. 862 W . Latitude da Origem das Coordenadas Rectangulares: 39º 40’ 00’’ N .

Projecção Cartográfica: GRS80 Transversa de Mercator . que utiliza um elipsoide de revolução equipotencial e geocêntrico. escolhido de forma a fazer coincidir o centro de massa da Terra com o centro do elipsóide. para expressar as coordenadas geográficas (latitude. A origem do sistema de coordenadas do WGS84 está situada no centro de massa da Terra. Para tal existem dois sistemas de coordenadas: .ETRS 89: O ETRS89 é um sistema global de referência estabelecido através de técnicas espaciais de observação. que teve como objetivo ligar convenientemente a rede portuguesa à rede europeia. e o eixo da Terra com o eixo menor do elipsóide. Elipsoide de Referência: . Rede Altimétrica ou de Nivelamento 7 . globalmente. Latitude da Origem das Coordenadas Rectangulares: 39º 40’ 05’’.O Datum Global é o sistema utilizado na cobertura geral do planeta terrestre. 1995 e 1997. O estabelecimento do ETRS89 em Portugal Continental foi efetuado em 1989. Ao fazer coincidir o centro de massa da Terra com o centro do elipsóide de referência procura-se minimizar. . Longitude da Origem das Coordenadas Rectangulares: 08º 07’ 59’’. 73 N . 19 W -WGS-84: O “World Geodetic System 1984” trata-se de um datum global. as diferenças entre este e o geóide. Para a sua definição foi utilizado um conjunto de estações de referência espalhadas ao longo do globo. o WGS84. 6. longitude e altitude elipsoidal).

A Rede Altimétrica (ou de Nivelamento) constitui um sistema de altitudes rigorosamente determinadas que permitem a referenciação da altimetria de qualquer ponto. com um comprimento de cerca de 4000 km. Esta rede distribui-se ao longo das principais vias de comunicação do País. (Fig. de forma a assegurar a ligação entre o nivelamento e o datum altimétrico de Portugal Continental. Referências Bibliográficas 8 . tendo a sua marca fundamental junto ao marégrafo de Cascais.6 – Rede de Nivelamento de Portugal) 8. Esta rede é constituída por mais de 4500 marcas de nivelamento.

J.igeo.igeo.pt/produtos/Geodesia/inf_tecnica/sistemas_referencia/Datum_73.htm http://www. Gaspar.pt/perguntas.igeo.pt/produtos/Geodesia/inf_tecnica/sistemas_referencia/Datum_ETRS89.p11.htm Topografia Geral.pt/eventos/comunicacoes/Figueira_Foz/s10.igeo.pt/produtos/Geodesia/red_niv. 9 .. Casaca. M.igeo.estg.htm http://www.igeo.pt/produtos/Geodesia/nivelamento. Cartas e Projecções Cartográficas.pt/rgci/glossario/datum-global.pt/ficheiros/ManuelaVasconcelos_IGP.pt/produtos/Geodesia/inf_tecnica/sistemas_referencia/Datum_Lx.pdf http://www. htm http://www.http://www.ipg.pdf http://www.aprh.igeo.htm http://www. J. Baio.htm http://www.html http://www.