You are on page 1of 19

12.

Dê o valor das expressões e apresente o resultado na forma fracionária:

a) =
100
1

b) = ÷
16
1

c) =
9
4

d) = ÷ 01 , 0
e) = 81 , 0
f) = 25 , 2
13. Calcule a raiz indicada:

a)
9 3
a
b)
3
48

c)
7
t
d)
4 12
t
14. Escreva na forma de potência com expoente fracionário:

a) = 7
b) =
4 3
2
c) =
5 2
3
d) =
6 5
a
e) =
3 2
x
f) =
3
1

g) =
3
4
1

h) =
5 3
3
a


15. Escreva na forma de radical:
a) =
5
1
2
b) =
3
2
4
c) =
4
1
x
d) =
÷
2
1
8
e) =
7
5
a
f) ( ) =
4
1
3
b a
g) ( ) =
÷
5
1
2
n m
h) =
÷
4
3
m

16. De que forma escrevemos o número racional 0,001, usando expoente inteiro negativo?

a)
1
10
÷
b)
2
10
÷

c)
3
10
÷
d)
4
10
÷

e)
10
1
÷


17. Calcule a raiz indicada:

a) =
2
4a
b) =
6 2
36 b a
c) =
4 2
9
4
b a
d)
=
100
2
x

e)
=
25
16
10
a

f) =
4 2
100x
g) =
8
121
h) =
5 10 5
1024 y x
i) =
4
25
1

j) =
3
3
6
b
a

k)
=
6 2
4
16
z y
x


18. Simplifique os radicais:

a) =
5 10
x a
b) = c b a
2 4

c) = b a
3

d) = x a
4
25
e) =
3
432
= 45
3
1


a) = + 16 49

b) = ÷
4 3
16 8

c) = + ÷ 169 2 9 5

d) = ÷ +
3 3 3
2 2 4 2 10

e) = + 50 2 18


1)Calcule:
a) = + +
4 3
81 27 25 b) = + ÷ +
6 3
64 64 64


2)Efetue:
a) = ÷ + 5 6 5 5 3 b) = + ÷ +
5 5 5 5
3 3 2 3 2 3 5

c) = ÷ + + ÷ 4 5 2 5 4
3 3
d) = + + ÷
5 5
3 3 3 3 3 2 3 2

e) = ÷ + 8 18 50 f) = ÷ 12 5 27 2

g) = ÷ 7 63 4 h) = + + 108 75 12

3)Encontre o perímetro das figuras, cujas medidas de seus lados são dadas numa mesma unidade de
medida de comprimento.

a) b)

3 2 8 32


3 3 18




21. Simplifique 10 8 10 6 10 12 ÷ ÷ :

22. Determine as somas algébricas:
a)
= ÷ ÷
3 3 3
2
4
5
2 2 2
3
7

b)
= ÷ ÷ +
3
5
5
5
2
5
6
5


c) = + ÷ + ÷
3 3 3 3
3 8 2 4 2 3 8 2 5
d) = ÷ ÷ +
4 5 4 5
6 10 7 12 6 7 8
23. Simplifique as expressões e calcule as somas algébricas:
a) = + ÷ ÷ 45 2 63 2 20 3 28 5
b) = ÷ ÷ + ÷ 72 9 50 15 18 13 8 5 2 8
c) = ÷ + ÷ 20 10 108 6 48 12 45 6
d)
= ÷ ÷ 10
4
1
250
4
1
90
2
3

e) = + ÷ +
4 4 4 4
243 9 6 2 486 96
f)
= + ÷ + ÷
3 3 3 3 3
4
5
8
2 2 16 256
5
2
32 5

g) = ÷ ÷
5 5 5
2 486 64
h)
= ÷ +
3 3 3
125
24
10
729
375
81
64
81
4


24. Calcule as somas algébricas:
a) = ÷ + + ÷ x x x x 6 4 10
b) = + ÷ ÷ b a b a 144 8 9 6 81 4
c) = ÷ ÷
3 3 3
1000 8 27 a a
d) = + ÷ ÷
4 9 4 4 5
3 12 2 a a a a a
e) = ÷ + ÷ a a a x a x a 4 3 4
3 2

f) = ÷ ÷ ÷ b a b a 8 3 5
4 4

g)
= ÷ + ÷ x
x y
x
y x
81
100 9 4
2

h)
= ÷ ÷
4
4 5 4 4 4
16 8 2
c
a
c b c a


25. Considere m c m b m a 36 8 , 100 2 , 9 ÷ = = = e determine:

a) a + b + c =
b) a –( b + c )=
c) a – b + c=
d) ( a + b ) – c=

26. Simplifique a expressão
|
.
|

\
|
÷ ÷ ÷
10 10 5 6 3
4
4 2
2
1
y a a y y a .

Simplifique os radicais e efetue:

a) = + ÷
3 3
8 8 2 2 x x x x
b) = + ÷ ÷
3 3 3 3
192 24 3 2 343 4
c) = ÷ + +
3 2
5 3 3 4 x x x x y x y

29. Efetue:
a) = + ÷ ÷
3 2
9 4 2 3 x x a x x x a
b) = ÷ ÷ + a a a a a
3 3 5
4 4 5
c) = + + + ÷ + 32 16 4 50 25 3 8 4 2 x x x
d) = ÷ ÷ + ÷
3 2
3 7 3 a a a a b a b

Exemplos:
a) = · 2 5

b) = ·
4 4
8 2

c) ( ) = + · 2 7 2

Exercícios:
1)Efetue as multiplicações:
a) = ·
3 3
6 5 b) = · 8 2

c) = · · 3 6 2 d) = ·
3 3
6 4

e) ( ) = + · 5 1 5 f) ( ) ( ) = + · ÷ 3 2 2 2 3

2)Calcule a área e o perímetro das figuras, cujas medidas indicadas são dadas numa
mesma unidade de medida de comprimento.
a) b) 2 2


3 1,5 2 1,5

2 1+
2 3


3) Divisão com radicais

- Para dividir radicais de mesmo índice, devemos conservar o índice e dividir os
radicandos, simplificando sempre que possível o resultado obtido.

Exemplos:
a) = ÷
3 3
10 20

b) = ÷ 7 28

c) = ÷ 3 5 15 30


Exercícios:
1)Efetue as divisões:
a) = ÷ 3 12 b) = ÷ 2 50

c) =
25
49
d) =
3
3
2 3
6 12


2)Calcule o valor das expressões:
a) ( ) ( ) 8 2 2 200 98 18 + ÷ + +

b) ( ) 3 10 3 10 27 10 ÷ +

c) ( ) 2 2 18 10 10 20 ÷ +



4) Potenciação com radicais

- Para elevar um radical a uma potência, conservamos o índice do radical e elevamos o
radicando à potência indicada.

Exemplos:
a) ( ) =
2
2

b) ( ) =
2
3
9

c) ( ) =
3
5 4

d) ( ) = +
2
3 2


Exercícios:
1)Calcule as potências:
a) ( ) =
2
15 b) ( ) =
2
7 3

c) ( ) = +
2
3 7 d) ( ) = ÷
2
7 3

2)Calcule o valor da expressão 2
2 4
+ + = x x A para 3 = x .


5) Radiciação com radicais:

- Para extrair a raiz de um radical, devemos multiplicar os índices desses radicais e
conservar o radicando, simplificando o radical obtido, sempre que possível (
considerando o radicando um número real positivo e os índices números naturais não-
nulos).

Exemplos:

a) =
3
7

b) =
3 2
5

c) =
4 3
5 2

Exercícios:

1)Reduza a um único radical.
a) = 10 b) = 2

c) =
3
3 d) =
3 3
3

2)Reduza a um único radical e em seguida simplifique, se possível:
a) =
6 3
5 b) =
4
15

c) =
3 4
2 2 d) =
4
5 3

2. Determine o perímetro de um retângulo cujos lados medem cm 250 e cm 40 .
R. ( 14 10 )




3. Determine o perímetro do triângulo da figura abaixo.








R. ( 5 3 19 2 + )


4. O nº 2 8 18 ÷ ÷ é igual a: R ( 0 )
5. A expressão com radicais 2 2 18 8 + ÷ é igual a : R ( 2 )



6. A expressão 3 2 125 45 + ÷ é igual a: R ( 4 2 5 + )
7. O valor de 5 125 2 5 3 45 ÷ + é: R ( 8 5 )
8. A expressão 5 28 72 3 7 3 18 2 2 3 63 ÷ + + ÷ + é igual a: R ( 15 7 16 2 + )
9. A expressão
2
8 50 ÷
simplificada resulta: R ( 3 )
10. Simplifique as expressões e calcule as somas algébricas:

i) = + ÷ ÷ 45 2 63 2 20 3 28 5
j) = ÷ ÷ + ÷ 72 9 50 15 18 13 8 5 2 8
k) = ÷ + ÷ 20 10 108 6 48 12 45 6
l)
= ÷ ÷ 10
4
1
250
4
1
90
2
3

m) = + ÷ +
4 4 4 4
243 9 6 2 486 96
n)
= + ÷ + ÷
3 3 3 3 3
4
5
8
2 2 16 256
5
2
32 5

o) = ÷ ÷
5 5 5
2 486 64


2) Simplifique as potências.

a)
2
1
3
1
2
1
3
2
343 16 125
|
|
.
|

\
|
+ + b)
|
|
.
|

\
|
÷
|
|
.
|

\
|
÷
÷ ÷
4
3
4
3
3
2
3
2
16 16 . 27 27

3) (FUVEST-SP) Efetue a expressão
3
30 28
10
2 2 +
.


6) Utilize as propriedades de potências e radicais e encontre o valor de x em cada caso.
a) ( ) 64 2 =
x
b) 81
3
1
=
|
.
|

\
|
x
c) ( ) 729 3
1
=
+ x
x
d)
1 1 3 1 2
8 4 . 2
÷ + +
=
x x x




A incidência dos raios solares faz com que os extremos das sombras do homem e da árvore coincidam. O
homem tem 1,80 m de altura e sua sombra mede dois metros. Se a sombra da arvore mede 5m, qual a
altura desta árvore?



2 – Numa cidade do interior, à noite, surgiu um objeto voador não identificado, em forma de disco, que
estacionou a 50 m do solo, aproximadamente. Um helicóptero do exército, situado aproximadamente 30
m a cima do objeto, iluminou – o com um holofote, conforme mostra a figura abaixo. Sendo assim, qual a
medida do raio deste disco voador, em metros?

3 – Na figura abaixo, o segmento AB é paralelo ao segmento DE. Determine o valor de x.



4 – Na figura abaixo, as medidas estão dadas em centímetros.


Determine o comprimento do segmento DE, em centímetros.

5 – Calcule a medida, em centímetros, do lado do quadrado AFDE.

6 – A figura abaixo mostra a representação de dois lotes. Calcule a medida da dimensão do lote 2, com
frente para a Rua B em metros.




7 – Determine x e y;


8 – A certa hora da manhã, o Sol incidindo sobre o topo de um edifício projeta uma sombra de 32 metros.
No mesmo instante, a sombra de um poste com 9 metros de altura, localizado ao lado do edifício, mede
12 metros. Nesse caso, Qual a altura do edifício?

9 – Certa noite, uma moça, de 1,50 m de altura, estava a 2m de distância de um poste de luz de 4 m de
altura. Qual o valor do comprimento da sombra da moça no chão?

10 – A sombra de um poste vertical, projetada pelo sol sobre um chão plano, mede 12m. Nesse mesmo
instante, a sombra bastão vertical de 1m de altura mede 0,6m. A altura do poste é:
(a) 6 m (b) 7,2 m (c) 12 m (d) 20 m (e) 72 m

11 – Os lados de um triangulo medem 30 cm, 40 cm e 60 cm. Ele é semelhante a um outro triangulo de
perímetro 13 m. Ache as medidas dos lados do segundo triangulo e as razões de semelhança.

12 – Qual é o perímetro do quadrilátero ABCD abaixo?


BC = 4, EC = 12, ED = 13 e CD = 5.

Um eucalipto de 16 m de altura ergue-se verticalmente sobre um terreno horizontal. Mas durante uma tempestade seu caule é
quebrado em um ponto permanecendo preso ao tronco neste local; e seu topo é arremessado a uma distância de 4 m de sua
base. Pode-se afirmar que o eucalipto foi quebrado a uma altura de:
a) 6,0 m. b) 6,5 m. c) 7,5 m.
d) 8,5 m. e) 9,0 m.

09 - (UNIUBE MG)
Na figura abaixo, consideremos os quadrados de lados x, 6 cm e 9 cm. A área do quadrado de lado x mede

9 6 x


a) 9 cm
2
b) 12 cm
2
c) 15 cm
2

d) 16 cm
2
e) 18 cm
2


10 - (UNIFOR CE)
Na figura abaixo tem-se o triângulo ABC e os segmentos BC, FG e DE, paralelos entre si. Se AF = 3 cm, DF =
2,1 cm, BD = 1,5 cm, CE = 2 cm e FG = 2 cm, então o perímetro do triângulo ABC é, em centímetros,


a) 16,4 b) 17,8 c) 18,6
d) 19,2 e)19,8

11 - (UNIRIO RJ)
Observe os dois triângulos abaixo representados, onde os ângulos assinalados são congruentes. O perímetro do menor
triângulo é:

4
4
5
2


a) 3 b) 15/4 c)5
d) 15/2 e) 15


1)(Unicamp) Uma rampa de inclinação constante, como a que dá acesso ao Palácio do
Planalto em Brasília, tem 4 metros de altura na sua parte mais alta. Uma pessoa, tendo
começado a subi-la, nota que após caminhar 12,3 metros sobre a rampa está a 1,5
metros de altura em relação ao solo.
a) Faça uma figura ilustrativa da situação descrita.
b) Calcule quantos metros a pessoa ainda deve caminhar para atingir o ponto mais alto
da rampa.
Resposta:


b) 20,5 m

2)(Unesp) Um obelisco de 12 m de altura projeta, num certo momento, uma sombra de
4,8 m de extensão. Calcule a distância máxima que uma pessoa de 1,80 m de altura
poderá se afastar do centro da base do obelisco, ao longo da sombra, para, em pé,
continuar totalmente na sombra.
Resp: 4,08 m

3)(Fuvest) Num terreno, na forma de um triângulo retângulo com catetos com medidas
20 e 30 metros, deseja-se construir uma casa retangular de dimensões x e y, como
indicado na figura adiante.
a) Exprima y em função de x.
b) Para que valores de x e de y a área ocupada pela casa será máxima?
Resp: a) y = 2/3(30-x)
b) Para x = 15 metros, y = 10 metros.
4)(Unesp) Uma gangorra é formada por uma haste rígida AB, apoiada sobre uma mureta
de concreto no ponto C, como na figura. Quando a extremidade B da haste toca o chão,
a altura da extremidade A em relação ao chão é:

a) √3 m
b) 3/√3 m
c) (6√3)/5 m
d) (5√3)/6 m
e) 2√2 m
Alternativa D
5)(Cesgranrio) Certa noite, uma moça, de 1,50 m de altura, estava a dois metros de
distância de um poste de luz de 4 m de altura. O comprimento da sombra da moça no
chão era de:
a) 0,75 m
b) 1,20 m
c) 1,80 m
d) 2,40 m
e) 3,20 m
Alternativa B
6)(Unesp) Na figura, B é um ponto do segmento de reta AC e os ângulos DAB, DBE e
BCE são reto

Se o segmento AD = 6 dm, o segmento AC = 11 dm e o segmento EC = 3 dm, as
medidas possíveis de AB, em dm, são:
a) 4,5 e 6,5.
b) 7,5 e 3,5.
c) 8 e 3.
d) 7 e 4.
e) 9 e 2.
Alternativa E

7)(Unirio)


Numa cidade do interior, à noite, surgiu um objeto voador não identificado, em forma
de disco, que estacionou a 50 m do solo, aproximadamente. Um helicóptero do exército,
situado a aproximadamente 30 m acima do objeto, iluminou-o com um holofote,
conforme mostra a figura anterior. Sendo assim, pode-se afirmar que o raio do disco-
voador mede, em m, aproximadamente:
a) 3,0
b) 3,5
c) 4,0
d) 4,5
e) 5,0
Alternativa A
8)(Puccamp) Os triângulos ABC e AED, representados na figura a seguir, são
semelhantes, sendo o ângulo ADE congruente ao ângulo ACB

Se BC = 16 cm, AC = 20 cm, AD = 10 cm e AE = 10,4 cm, o perímetro do quadrilátero
BCED, em centímetros, é
a) 32,6
b) 36,4
c) 40,8
d) 42,6
e) 44,4
Alternativa E
9)(Unesp) A sombra de um prédio, num terreno plano, numa determinada hora do dia,
mede 15 m. Nesse mesmo instante, próximo ao prédio, a sombra de um poste de altura 5
m mede 3 m.

A altura do prédio, em metros, é
a) 25.
b) 29.
c) 30.
d) 45.
e) 75.
Alternativa A

10)(Unicamp) Um homem, de 1,80 m de altura, sobe uma ladeira com inclinação de
30°, conforme mostra a figura. No ponto A está um poste vertical de 5 metros de altura,
com uma lâmpada no ponto B. Pede-se para:
a) Calcular o comprimento da sombra do homem depois que ele subiu 4 metros ladeira
acima.
Resp: a) 2,25 m

11)(Pucpr)
A área do retângulo DEFB é:
a) 24
b) 160
c) 120
d) 20
e) 180




4. O triângulo retângulo ABC ao lado é retângulo em A. Então o valor de x e y é:








5. O valor de x, y e z no triângulo retângulo abaixo é:









6. Aplicando as relações métricas nos triângulos retângulos abaixo, determine o valor de x:
a) b)






c) d)







7. Em um triângulo retângulo as projeções dos catetos sobre a hipotenusa medem 6 cm
e 8 cm. Determine a altura relativa à hipotenusa desse triângulo.







y


12 6
x



A

x
9


C B
















y 27

30 cm
6
n 12
-
3 9
b
-
3

x
y
-
h
b
c
a
2 4
-
A

8.A medida da altura relativa À hipotenusa de um triângulo retângulo é 12 cm e uma
das projeções mede 9 cm. Calcular a medida dos catetos desse triângulo.







9. Determine a medida das projeções em um triângulo retângulo cuja hipotenusa mede
12 cm e um dos catetos 4 cm.








10. Em um triângulo retângulo a altura relativa à hipotenusa mede 12 cm e a diferença entre as
medidas das projeções dos catetos sobre a hipotenusa é 7 cm. A hipotenusa desse triângulo
mede:









11. As medidas dos catetos de um triângulo retângulo são ( x + 5) cm e ( x + 1) cm e a
hipotenusa ( x + 9) cm. Determine o perímetro desse triângulo.











12. No triângulo ABC retângulo em A, determine as medidas a, c, n e h. E determine a área e
perímetro do triângulo ABC.












h
C B
A
6
4 n
c
a
13. No triângulo ABC retângulo em A, determine as medidas c, n, h, e b. E determine a área e
perímetro do triângulo ABC.










14. Num triângulo retângulo, a hipotenusa mede 30 cm e um dos catetos mede 24 cm.
Nessas condições, determine:

a) a medida da altura relativa à hipotenusa.






b) a medida dos segmentos que a altura determina sobre a hipotenusa.








c) a área desse triângulo.







d) O perímetro desse triângulo.







15. Em um triângulo retângulo a altura relativa à hipotenusa mede 25 cm e determina sobre a
hipotenusa projeções cujas medidas são expressas por x e x+1. Nessas condições, determine
as medidas dos catetos.










10
B
A
C
h
m n
a
10
h
C B
20
7,2 n
c b
A






16. Determine o valor da incógnita: